Page 1

Ano II – Número 2 Abril-Maio-Junho de 2009

A Potência • Motor ISUZU de 7,8 litros - 271 hp • Peso operacional: 35.863 kg • Força de penetração da caçamba: 228,8 kN • Proximidade máxima de penetração: 7,34m

2

Desafio Peça com Prêmio Case

4

Rental importa equipamentos para o Brasil

5

Fornecedora Logística: nova atividade

6

Cariri: ampliando atuação

Fornecedora traz para o NE Escavadeira CX350B A Fornecedora Rental mantém a tradição de introduzir no mercado em que atua as mais novas tecnologias para o setor de construção pesada. No início deste ano, adquiriu duas escavadeiras hidráulicas CX350B, 35 toneladas, lançada pela Case no final de 2008. “Entre as muitas vantagens deste equipamento está o alto desempenho com economia”, afirma o gerente da Fornecedora Rental, Júlio César Almeida Moura, ao comentar sobre as duas escavadeiras que a empresa adquiriu e que, desde março, já estão em atividade nas obras de Transposição do Rio São Francisco. Alta produtividade, melhor conforto para o operador e facilidade de manutenção, são outras características do novo equipamento da Case. A CX350B pode armazenar mais de 10 configurações auxiliares de fluxo hidráulico para permitir que o operador ajuste rapidamente o equipamento a diferentes acessórios.

Além disso, a CX350B vem com um tanque de combustível maior, equipado com uma bomba de revestimento de alta vazão e desligamento automático. Aliado ao baixo consumo de combustível, a escavadeira tem períodos mais longos de trabalho entre os reabastecimentos, o que otimiza sua produtividade.

Menos poluente Outro atrativo, de acordo com o gerente da Rental é que a CX350B “atende as normas européias de emissão de poluentes”. O motor diesel, com certificação de emissão Tier III, incorpora o sistema eletrônico Common-Rail, que proporciona uma combustão mais limpa e eficiente, reduzindo o custo operacional e melhorando a relação custo x tonelada. Essas características, combinadas com o sistema hidráulico avançado, fazem da CX350B máquinas muito econômicas e de alto rendimento. 1


editorial

A crise e a resiliência Como nada acontece por acaso, a crise que começou no setor imobiliário dos Estados Unidos e em pouco tempo atingiu e devastou os mercados de ações, de crédito e de câmbio do planeta, certamente, nos trará valiosas lições, e não apenas relacionadas à necessidade de mudanças na estrutura do sistema financeiro vigente. A exemplo das crises enfrentadas ao longo da nossa história, acreditamos que o maior ensinamento da crise atual será o da resiliência, ou seja, o despertar da consciência para a nossa capacidade de superação. A resiliência é um termo utilizado para definir a capacidade humana de passar por experiências adversas sucessivas sem prejuízos para o seu desenvolvimento. Esta mesma capacidade se aplica às empresas. É o que chamamos resiliência organizacional. É o momento em que nos obrigamos a deixar a ‘zona de conforto’ e sair em busca de alternativas que nos permitam a sobrevivência em ambiente adverso. Desta forma, ampliamos o nosso campo de visão, para que possamos ter uma percepção macro do que somos, do que temos e do que pretendemos alcançar, numa projeção a curto, médio e longo prazo. É quando enxergamos a crise como um período de oportunidades, sabendo que os investimentos feitos nesse momento tendem a ter um retorno muito maior no futuro. Mas a resiliência é também definida como “a arte de transformar toda energia de um problema em uma solução criativa”. É, portanto, o momento de se reinventar. Hoje sabemos que as empresas vencedoras não foram as que perguntaram o que o cliente queria. Mas aquelas surpreenderam o mercado com produtos e serviços fundamentalmente novos que nem os clientes imaginavam como possíveis. Assim, a Microsoft reinventou o computador pessoal como sistema Windows; a TAM reinventou a aviação regional; e o McDonald’s, o "fast-food". Não foram empresas que apenas fizeram melhor, mais rapidamente e com menos custo aquilo que já faziam. Elas foram capazes de se reinventar, de regenerar suas estratégias e de surpreender o mercado. Outro exemplo de crescimento em meio à turbulência econômica vem do Grupo Pão de Açúcar. Em entrevista à Veja, o dono da organização, Abílio Diniz, revela que as suas vendas cresceram 10% e diz acreditar que o país irá superar os problemas provocados pela crise. A lição que tiramos desta crise, portanto, é que ser um empresário empreendedor no Brasil ou em qualquer lugar do mundo é saber correr riscos, ser flexível nos momentos difíceis, vibrar pelas conquistas e, principalmente, combater de frente os obstáculos, buscando alternativas e novas opções de negócios, porque onde existe crise, certamente, sempre existirão oportunidades e lucros. Nertan de Melo Ribeiro Presidente da Fornecedora 2

Fornecedora é premiada pela Case com uma Van Ducato Fiat

Fornecedora Máquinas vence “Desafio Peça com Prêmio Case” Competindo com as concessionárias Case, a Fornecedora Máquinas e Equipamentos foi uma das três campeãs no Desafio Peça com Prêmio Case. O objetivo da campanha era premiar os melhores em desempenho na compra de peças genuínas Case, no período de junho a dezembro de 2008. O prêmio: uma Van Ducato Fiat equipada para suporte ao cliente. As empresas participantes foram dividas em três grupos – a Fornecedora ficou no grupo 2 -, de acordo com o potencial do seu

mercado. Segundo os critérios determinados pela Case, o vencedor seria a concessionária, de cada grupo, que alcançasse o maior percentual em crescimento de compras de peças genuínas Case, superando o desafio de 5% sobre o objetivo do período da campanha. A Fornecedora Máquinas atingiu 15% em superação, alcançando o maior percentual do seu grupo, ganhando, portanto, a Van Ducato Fiat. Ficando claro que a Fornecedora trabalha exclusivamente com peças genuínas Case.

Publicação trimestral da Fornecedora Máquinas e Equipamentos Ltda. Matriz: BR 116 - Km 6,5 Nº 2524 - Cajazeiras Fortaleza-CE - CEP: 60.864-190 Fone: (85) 3366 1222 - Fax: (85) 3366 1223 - www.fornecedoramaquinas.com.br Unidades: Teresina-PI - Av. Barão de Gurguéia, 2715 - Vermelha - Teresina-PI CEP: 64.018-450 - Fone: (86) 3229 2255 - teresina@fornecedoramaquinas.com.br Bayuex-PB - NOVO ENDEREÇO Rua: Fco Marques da Fonseca, 484 - Rio do Meio - Bayeux-PB CEP: 58.308-000 - Fone: (83) 3232 0602 - paraiba@fornecedoramaquinas.com.br Natal-RN Rua José Raimundo Monteiro, 500 - BR 101, Km 10 - Parnamirim-RN CEP: 59.025-250 - Fone: (84) 3643 3844 - natal@fornecedoramaquinas.com.br Presidente: Nertan de Melo Ribeiro Dir. Executivo: André Leão Ribeiro - Dir. Administrativo: Pablo Leão Ribeiro Produção: R&B Comunicação - Jorn. Responsável: Rozanne Quezado (MTE CE 00743JP) - Colaboração: Antônia Valentim - Edição de Arte: GMS Studio/ Glaymerson Moises - Impressão: Expressão Gráfica - Tiragem: 2.000 exemplares


parcerias de qualidade Novas instalações da divisão de ferramentas industriais e sistema de montagem

Atlas Copco: eficiência tecnológica Parceira da Fornecedora Máquinas e Equipamentos desde 1980, a Atlas Copco é líder mundial em soluções para a produtividade industrial. Com sede na Suécia, o Grupo está presente mundialmente em mais de 150 mercados, oferecendo produtos e serviços que incluem desde equipamentos de ar e gás comprimido, geradores, equipamentos de construção e mineração, ferramentas industriais e sistemas de montagem até serviços relacionados de pós-venda e aluguel. Para estar mais perto de seus clientes e responder com maior rapidez às suas necessidades, a Atlas Copco está estruturada em três divisões: Compressores; Ferramentas Pneumáticas & Elétricas e Sistemas de Montagem; e Construção e Mineração.

Maior eficiência Em todas as suas áreas de negócios, a Atlas Copco trabalha para fornecer produtos de ponta em tecnologia, com alta qualidade, os quais asseguram maior eficiência, redução de custos de produção e res-

peito ao meio ambiente. Seus produtos ajudam a encontrar soluções em muitas áreas de negócios, incluindo empresas de engenharia e manufatura em geral, indústrias de processos, construção, aluguel, automotiva, mineração e aeronáutica.

Testando os produtos Em março deste ano, o carro de demonstração com os produtos Atlas Copco visitou a Fornecedora Máquinas, apresentando seus produtos na sede da empresa, em Fortaleza, e na filial de Natal, no Rio Grande do Norte. O representante Carlos Eduardo realizou uma demonstração de uso dos diversos produtos do Grupo, reunindo colaboradores e clientes da Fornecedora e de empresas como pedreiras, mineradoras, construtoras e prestadoras de serviços para órgãos públicos. “A visita foi importante porque, além de conhecer os equipamentos, tivemos a chance de operá-los, testando a sua qualidade, eficiência e conforto”, diz o engenheiro e consultor de vendas Edmar Falcão.

Novo cargo Paulo Almeida (na foto entre os diretores da Fornecedora Máquinas, André e Pablo Ribeiro) assumiu, no dia 1º. de maio, o cargo de gerente geral da Atlas Copco - CMT Brasil. Desde 2004, ele atuava como gerente geral da Dynapac Brasil, empresa que agora integra o grupo Atlas Copco. No novo cargo, Paulo terá como missão a integração da Companhia de Vendas Dynapac na organização CMT Brasil.

O veículo com os produtos Atlas Copco esteve em visita à matriz da Fornecedora Máquinas, em Fortaleza (CE), e à filial de Natal (RN), em março deste ano 3


Intermat 2009

Fornecedora importa equipamentos de ponta A Fornecedora Máquinas e Equipamentos, representada por seu presidente Nertan de Melo Ribeiro, pelo diretor executivo André Ribeiro e pelo gerente da Fornecedora Rental, Júlio César Moura, participou da conceituada Intermat 2009 - Exposição Internacional de Equipamentos e Técnicas para Obras Públicas, Construção e Indústria de Materiais, que aconteceu de 20 a 25 de abril, no Parque de Exposições de Villepinte, em Paris, França. Realizado a cada três anos, o evento reuniu mais de 1.300 expositores de 43 países, em uma área de 180.000 m². Acompanharam também o evento os clientes Carlos Benevides, da Cope Engenharia, Alexandre Ribeiro da Lomacon, Victor Ribeiro, da Fortland Engenharia, e Cláudio Noronha, superintendente operacional da Camargo Correia, todos proprietários e locadores de máquinas de grande porte, escavadeiras hidráulicas CX 220, motoniveladoras 845 e Carregadeiras 721B da Case. Segundo o gerente da Rental, Júlio César Moura, a empresa sempre participa de eventos desta magnitude com o objetivo de se atualizar e manter o seu propósito de oferecer aos clientes o que existe de mais moderno no mercado em que atua. “Muitas vezes, alguns lançamentos que ocorrem nos países mais avançados demoram um pouco para chegar ao Brasil, por isso, vamos buscá-los na fonte e, desta forma, permitimos que os nossos clientes recebam os equipamentos lançados pelas grandes empresas quase ao mesmo tempo que os europeus, americanos e japoneses”, ressalta Júlio César Moura.

André Ribeiro, diretor executivo da Fornecedora 4

determinados equipamentos. Por isso, o nosso interesse em ampliar nossa carteira de fornecedores nesse item”, explica Moura, acrescentando que, neste sentido, alguns negócios foram fechados na Intermat.

Escavadeira de Rodas Case WX210

Escavadeira de Rodas Case WX 210

A grande vedete, sem dúvida, é a Escavadeira de Rodas WX210 da Case que a Fornecedora Rental está trazendo ao Brasil após fechar negócios na Intermat. A empresa está importando o equipamento nas duas versões: industrial e rodoviária. “Antes da feira, já tínhamos o foco neste tipo de máquina, uma vez que detectamos uma demanda no mercado para certo tipo de equipamento”, argumenta Júlio Moura. Segundo o gerente da Rental, por não danificarem os pavimentos, estas escavadeiras são ideais para os trabalhos nas áreas urbanas ou industriais.

Autobetoneira Fiori DB400S Segundo ele, neste evento, além de adquirir novos equipamentos, a Fornecedora Rental foi buscar novos parceiros na linha de acessórios. “As máquinas atuais têm uma aplicação muito grande de acessórios, principalmente, as escavadeiras. Essa demanda existe porque a cada dia se desenvolve um novo acessório que agrega uma produtividade Outro grande negócio foi realizado com a maior àquelas atividades que são feitas com italiana Fiori, a maior fabricante de autobetoneiras do mundo. “Já temos um equipamento da Fiori, mas compramos uma autobetoneira maior para atender à demanda do mercado. A Fiori é uma empresa bastante conceituada, conhecemos o seu produto, sabemos da qualidade da fabricação e estamos ampliando essa parceria”, observa Moura. No Brasil, a representante da Fiori é a Copex, com sede no Rio Grande do Sul. Na Intermat, além do contato com a empresa italiana, os representantes da Fornecedora Máquinas esRoque Reis, dir. de vendas Case e André Ribeiro tiveram com os diretores da Copex.


Fornecedora Logística

Segurança e otimização do tempo para o cliente Com a mesma eficiência com que atua nos ramos de vendas, locação, assistência técnica e manutenção de equipamentos para a indústria da construção, a Fornecedora Máquinas e Equipamentos acaba de ingressar em um novo ramo de atividade: logística. “Tudo começou como uma atividade complementar ao trabalho que realizamos no dia-a-dia. Mas somente agora é que fomos buscar no mercado um fabricante que desenvolvesse um equipamento apropriada para o descarregamento de container,

decidimos apostar na ideia, fizemos os testes e formalizamos a empresa”, afirma o gerente Fornecedora Rental, Júlio César Almeida Moura. Ele explica que o equipamento foi desenvolvido para atuar em todas as atividades possíveis de transporte a granel em container. “É um equipamento moderno, que permite a descarga de containeres de granel de uma forma rápida e segura, garantindo ao cliente a otimização do seu tempo, o que representa também economia de custo, uma vez que diminui o período em que a carga permanece no porto”, ressalta Júlio Moura.

Atualmente, a Fornecedora Logística atua nos estados do Ceará, Pernambuco e Bahia. Opera com quatro máquinas semi-reboque porta container basculante que se revezam nos portos destes estados de acordo com a demanda dos clientes. A equipe da empresa, entre motoristas e demais operadores, passou por treinamentos para atuar no setor de logística. “Além disso, contratamos pessoas com experiência nesse tipo de transporte rodoviário”, observa o gerente.

Serviço: Fornecedora Logística Av. Frei Cirilo, 2650 - Loja 37 - BR 116 Km 06 - Cajazeiras - Fortaleza - CE Fone: (85) 3279 6383

5


nosso cliente faz

Ampliando a presença no Cariri Com um trabalho de vendas e locação de equipamento que abrange todo o Ceará, a Fornecedora Máquinas vem ampliando a sua presença nas regiões do Estado. Recentemente, a empresa voltou mais o foco para o Cariri onde efetuou novos negócios nos municípios daquela região. Por isso, dentre os clientes que iremos destacar nesta edição, está a empresa Transportadora Galdino e Milfont, de propriedade de Elísio Manoel Galdino (Cabeludo). Da Fornecedora Máquina, o sr. Elísio adquiriu uma Pá Mecânica 621D. Ele diz estar muito satisfeito com a eficiência do equipamento, e com boas expectativas no que se refere à relação comercial com a Fornecedora. A sua empresa atua no ramo de transporte de minério, resíduo de calcário, entre o município de Nova Olinda e Barbalha e no transporte de gesso proveniente de Campos Sales e Nova Olinda para a cidade do Crato. A empresa também atua nos estados de Pernambuco e Bahia, realizando transporte entre as cidades de Ipubi (PE) e Juazeiro da Bahia. A transportadora tem 15 anos de atividade e funciona na rua T 13, 26, no centro de Barbalha. Na cidade do Crato, outro cliente, o sr. Alcides Muniz, proprietário da Cerâmica Batateira Ltda., adquiriu com a Fornecedora Máquinas, em janeiro deste ano, uma Escavadeira Hidráulica Case modelo CX220B. O equipamento está sendo aproveitado em duas atividades: extração de barro utilizado na Cerâmica Batateira e na loca6

ção para empresas de construção, cujo setor está em plena expansão na região. Localizada na Rodovia CE 055 Km 01 S/N, no município do Crato, a Cerâmica Batateira produz tijolos e lajotas, sendo considerada uma das maiores deste segmento no Ceará, além de atuar na locação de máquina para região.

Sucesso No Centro Sul do Estado, a Fornecedora Máquinas também vem ampliando sua carteira de clientes. Na cidade de Iguatu, a revendedora de automóveis J. Calixto, com 12 anos de atuação no mercado, adquiriu duas retroescavadeiras 580M 4x4 cabinada, equipada com ar condicionado. O proprietário, Assis Calixto, explica que devido ao crescimento da atividade de construção civil naquele município, decidiu atuar no ramo de locação de máquinas para o setor. Comprou os equipamentos acima citados e comemora o sucesso. “As máquinas superaram as expectativas, por isso, em breve, devo adquirir outras duas e uma prancha”, garante o feliz proprietário. Ele ressalta que desde que os equipamentos chegaram, não param no pátio da empresa. “É um pedido de locação atrás do outro”, justifica. Ele destaca ainda o bom atendimento da Fornecedora através da consultoria de vendas. “Me indicaram o equipamento ideal e a assistência é excelente”, afirma. A J.Calixto fica na rua do Cruzeiro, 561, Bairro Alto do Juca, em Iguatu.

Marcílio de Sousa, consultor de vendas da Fornecedora, e Elísio Galdino (Cabeludo), que comprou uma Pá Mecânica 621D

Alcides Muniz, da Cerâmica Batateira, que adquriu uma Escavadeira Hidráulica Case CX 220B

Assis Calixto, da J. Calixto: crescimento da construção civil impulsinou a compra de duas Retroescavadeiras 580M 4x4


aprendendo mais

Investindo em conhecimento Já é tradição na Fornecedora Máquinas o investimento em programas de qualificação profissional em seu quadro de colaboradores. Seja através de cursos e treinamentos realizados pelas empresas parceiras ou nos programas internos promovidos pela própria Fornecedora. No ano passado, foram realizados 64 cursos e treinamentos, dos quais: 24 ocorreram nas fábricas dos fornecedores Atlas, Case e Dynapac, 9 foram promovidos por instituições locais, como Fiec (Federação das Indústrias do Estado do Ceará), CDL (Câmara de Diretores Lojistas), Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e Fastjob, e 31 foram treinamentos internos. Os treinamentos internos envolve-

ram diversos assuntos, dentre eles: 5S, Manutenção de Equipamentos, Operador de Empilhadeira, Tabagismo e Higiene Bucal. Além disso, foram realizadas as palestras da II SIPAT que teve como tema Segurança e Saúde com Responsabilidade Social, abordando: Meio Ambiente, Aquecimento Global, Lei Seca, Primeiros Socorros, Resíduos Sólidos e Ergonomia.

Movimat 2008 Durante a participação na Movimat 2008 - Feira de Logística, Movimentação, Armazenagem e Embalagem de Materiais, ocorrida em São Paulo, em agosto último, os consultores de venda da Fornecedora Máquinas, Edmar Falcão, da sede em Fortaleza, e Joaquim Elias, da filial em Natal, participaram de mini-treinamento sobre técnicas de vendas envolvendo a nova empilhadeira da Toyota.

Acima, cursos internos realizados na sede da empresa; ao lado, colaboradores da Fornecedora participaram de treinamento promovido pela Toyota

Qualidade certificada Atuando desde 1955, a Fornecedora Máquinas já recebeu diversos prêmios de eficiência e agora se prepara para obter, em julho próximo, a certificação ISO 9001. “Excelência por meio da qualidade é um conceito difundido na empresa, apoiado em valores como integridade, segurança, saúde e meio ambiente, rentabilidade, crescimento e responsabilidade”, afirma Antônia Valentim, responsável pelo Setor de Qualidade da empresa. Segundo ela, a certificação ISO 9001 vem reforçar e manter as práticas e ferramentas de qualidades já adotadas pela empresa. A auditoria ficou a cargo da Brasil Management Systems (BSi), empresa com sede no Reino Unido e presente em mais de 86 países.

Melhoria Contínua Implantado no Brasil no ano de 2005, o Dealer Standards da Case vem se consolidando a cada ano. Para a Fornecedora Máquinas, participar do programa de uniformização da rede é a oportunidade de apresentar a sua política de melhoria contínua. A avaliação, realizada nas concessionárias Case, envolve as áreas de identificação visual, administração e marketing, vendas de máquinas, peças, serviços, finanças e pesquisa de mercado. Em 2007, a Fornecedora recebeu nota “A” no item ‘comercial’, que indica um nível alto na escala de qualificação do Dealer Standards. “Pretendemos atingir o “AA” que é o nível mais alto nesta escala”, afirma Antônia Valentim, responsável pelo Setor de Qualidade da Fornecedora.

Fornecedora é Dealer Standards A Comercial 7


de olho no original

Aposta na qualidade Todos os componentes de sua máquina foram projetados para trabalhar como um sistema integrado. Na hora de substituir as peças, ao optar por utilizar pelas genuínas, você estará apostando na qualidade e ganhando em produtividade e economia de tempo e dinheiro. Se o seu equipamento precisar trocar os sistemas de freio, acompanhe no quadro ao lado, as diferenças entre as peças genuínas e as não genuínas.

Peças genuínas

Peças não-genuínas

• Material de primeira linha, garantindo um produto da mais alta qualidade

• Procedência duvidosa disponível no mercado paralelo

• Item que impacta diretamente na segurança e risco de vida do operador. É projetado para dar a máxima segurança e rendimento, com o mínimo de manutenção.

• Item sem responsabilidade quanto ao seu projeto

• Componentes avaliados e testados que passampor testes dinâmicos durante a sua fabricação, simulando as condições de trabalho, para garantir maior segurança e durabilidade.

• Projeto disponível com utilização de itens de outras linhas

• Sem avaliação técnica • Vedadores não homologados

• Durabilidade desconhecida

• Vedadores homologados que evitam desgaste prematuro e vazamentos • Projeto exclusivo na medida e espessura corretas para o seu equipamento evitando o superaquecimento dos freios • Garantia de durabilidade, confiabilidade e alta segurança, proporcionando maior vida útil da peça.

dicas da oficina

Prevenir é melhor que remediar A maioria das máquinas é dependente de fluidos, como lubrificantes, fluidos hidráulicos, líquidos refrigerantes, combustíveis e ar. Estes fluidos carregam e transportam os contaminantes dentro do sistema. A presença anormal de contaminação num sistema pode ser descrita como a etapa inicial da falha, significando que, apesar da máquina ainda não apresentar perda de desempenho ou degradação do componente no momento, as condições que levam à falha e vida operacional reduzida estão presentes e sem defesa. Níveis de contaminantes altos são semelhantes a apresentar níveis de colesterol e pressão sanguínea altos: mais cedo do que o esperado você morre. E de maneira semelhante ao colesterol, contaminação alta é uma condição corrigível. 8

Sistema de filtragem Mais de 75% das falhas de sistema hidráulicos são resultantes diretas da contaminação no sistema. O custo devido à contaminação é muito alto em função de perda de produção (paradas), custos de reposição dos componentes, reposição freqüente do fluído, baixa vida dos componentes, aumento dos custos de manutenção geral. A manutenção com a filtragem do fluído hidráulico ajuda a prevenir ou reduzir a parada não planejada. Esse procedimento já pode ser feito na Fornecedora Máquinas e Equipamentos com um aparelhamento de diálise de fluídos lubrificantes, operado por técnicos treinados e capacitados.


bolsa de usados A Fornecedora Usados oferece equipamentos semi-novos revisados com a garantia atestada pela Fornecedora e os maiores fabricantes mundiais que ela representa

Matriz: Av. Frei Cirilo, 2524 - BR 116 Km 6,5 - Cajazeiras - Fortaleza-CE

Retroescavadeira Modelo: 580L 4x2 Ano de Fabricação: 2000 Peso Operacional de 5.700 Kg Motor Turbo 4BT3.9 R$ 120.000,00

Retroescavadeira Modelo: 580L 4x2 Ano de Fabricação: 2004 Peso Operacional de 5.700 Kg Motor Turbo 4BT3.9 R$ 140.000,00

Retroescavadeira Modelo: 580L 4x4 Ano de Fabricação: 2006 Peso Operacional de 6.800 Kg Motor Turbo 4BT3.9 R$ 175.000,00

Retroescavadeira Modelo: 580L 4x4 Ano de Fabricação: 2004 Peso Operacional de 6.800 Kg Motor Turbo 4BT3.9 R$ 165.000,00

9


promoções

10

2ª Edição - Abril/Maio/Junho 2009  

2ª Edição - Abril/Maio/Junho 2009

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you