Page 1

Correio da Manhã Algarve ID: 74012725

13-03-2018

Meio: Imprensa

Pág: 38

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Diária

Área: 14,88 x 8,52 cm²

Âmbito: Informação Geral

Corte: 1 de 1

`MONTANHA-RUSSA' EM PORTIMAO


Correio da Manhã Algarve ID: 74532310

15-04-2018

Meio: Imprensa

Pág: 40

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Diária

Área: 15,43 x 9,23 cm²

Âmbito: Informação Geral

Corte: 1 de 1

- .VONTANHA-RU$SK NO:TfATRQMUNICIPAL .DE PORTIMÃO '. "0"I'EATR0 m u :iPAL. DE, . POR'n N4 ÁG ViVt S •PAL,C,O..-,',K)1111\ 21 •Af..31'111..„ DA . • APP,ESE:NTAÇACYDO. . ESP!:11Á(113L.0 • . IvIONT.:NN1.141.&SS/i-,. • DE f1s;,, 'ESB.ARA1.-)N,A E, N.1.1GUEL FRAGATA. „:1....• PEA 1v1IST1JRA TEATRO . . E..M.1:ISICADES,,.114/V\11)0... . 1:NE,11\1( . Ç2. . . 11, 16ES 7EIVIE(.1) M1151(1,N1...... ..• • 0,-)M0 01.11.:M DES.A.F1A• ' AS LEIS DA »1;VIDAL)11-1. •


19-04-2018

Pág: 19

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Semanal

Área: 14,23 x 12,16 cm²

Âmbito: Regional

Corte: 1 de 1

artes

ID: 74592156

Meio: Imprensa

«Montanha-Russa» de teatro e música em Portimão A criação de Miguel Fragata e Inês Barahona, à qual se juntaram Hélder Gonçalves e Manuela Azevedo, é um espetáculo em que o teatro e a música disputam o palco, desafiando as convenções do teatro musical, quase como quando as leis da gravidade são desafiadas num loop. A peça, que sobe ao palco do Teatro Municipal de Portimão, este sábado, 21 de abril, às 21h30, mergulha na ado-

lescência, retirando-a dos lugares-comuns e procurando aproximá-la da dimensão da intimidade. O teatro é apresentado no âmbito da Rede Eunice, um projeto de difusão de espetáculos produzidos e coproduzidos pelo Teatro Nacional D. Maria II. As entradas custam cinco euros, é destinada a maiores de 12 anos e a organização dá nota de que durante o espetáculo os atores fumam em cena.


18/04/2018

Portimão «Abraça Abril» com forte movimento associativo - Algarve Informativo

HOME

Portimão «Abraça Abril» com forte movimento associativo  Daniel Pina

REVISTA SEMANAL

 abril 16, 2018

PUBLICAÇÃO EM DESTAQUE

Novos desafios das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens foram debatidos em Loulé O programa das comemorações do 44.º aniversário do 25 de Abril em Portimão foi delineado sob o mote «Abraçar Abril» e com um especial enfoque na componente associativa enquanto força motora no apoio a respostas de cariz cultural, desportivo, educativo, juvenil e social, e que este ano firmará com a autarquia cerca de 630 mil euros em contratos programa. Música, exposições, teatro, dança, literatura, juventude, história, jogos tradicionais, desporto e a Cerimónia de Assinatura dos Contratos – Programa 2018 com o Movimento Associativo são algumas das iniciativas que vão, então, marcar o aniversário da Revolução dos Cravos em Portimão. PUBLICIDADE O programa das cerimónias oficiais inicia-se no dia 17 de abril e termina a 25 de abril, sendo pautado

por momentos de reflexão e debate com jovens, onde a música, a história, o desporto, o teatro e a literatura assumem um papel de relevo na evocação dos ideais da liberdade e da democracia. Ao todo são cerca de 35 iniciativas de diferentes índoles, dirigidas a vários públicos e que respiram consciências e liberdades, nos equipamentos municipais, nas coletividades, onde todos têm a sua própria voz. No dia 17 de abril, das 9h às 13h, terá lugar, nas Escolas Secundárias Manuel Teixeira Gomes e Poeta António Aleixo, uma «Conversa com Políticos», onde os elementos da Comissão das Comemorações do 25 de Abril estarão presentes, numa conversa informal com os alunos acerca do significado desta efeméride. No dia 20 de abril, o Mercado da Avenida S. João de Deus recebe uma «Exposição de Cartazes do 25 de Abril», oriunda do espólio de cartazes alusivos à efeméride do Museu de Portimão. Nesse mesmo dia, pelas 21h, o Marginália Bar será palco de um debate intitulado «Jovens falam aos Políticos», organizado pela Associação DYPALL de Portimão.

PUBLICIDADE

No dia 21, pelas 21h30, o Grande Auditório do TEMPO – Teatro Municipal de Portimão recebe o espetáculo «Montanha Russa», um teatro musical sobre a adolescência, integrado na Rede Eunice/Teatro Nacional D. Maria II. No dia 23 de abril merece relevo a inauguração da Exposição «Abraçar Abril», uma mostra dos cartazes do concurso e a entrega dos diplomas aos participantes do concurso que deu origem à imagem do 25 de Abril de 2018. Este momento terá lugar na Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes, às 18h. No dia 24 de abril, a revolução celebra-se com o povo a cantar a liberdade. A música será a rainha com o Concerto Comemorativo do 25 de Abril de 1974 –

https://algarveinformativo.blogspot.pt/2018/04/portimao-abraca-abril-com-forte.html

1/6


18/04/2018

Portimão «Abraça Abril» com forte movimento associativo - Algarve Informativo

«Liberdade», pelo Grupo Brasa Doirada, agendado para as 21h30, no Grande Auditório do TEMPO – Teatro Municipal de Portimão.

PUBLICIDADE

 No dia seguinte, na Praça 1.º de Maio e a partir das 9h, o município evocará o 25 de Abril com uma cerimónia que integra o Hastear das Bandeiras e a interpretação do Hino Nacional pela Banda Filarmónica da Sociedade Filarmónica Portimonense e pela Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Portimão, a que se seguirá a Arruada e Largada de Pombos. Pelas 10h tem início a XIV Corrida da Liberdade, que tradicionalmente junta centenas de participantes e que tem partida na Zona Ribeirinha de Portimão (junto ao coreto). Às 10h30 terá lugar, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a Sessão Solene com as intervenções dos representantes dos partidos políticos com assento na Assembleia Municipal de Portimão, do respetivo Presidente e da Presidente da Câmara Municipal de Portimão, intercaladas por Momentos Musicais protagonizados pelo Grupo Juvenil do Grupo Coral Adágio e pela Orquestra Juvenil de Guitarras do Algarve. Ainda no dia 25, pelas 16h, realiza-se, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a Cerimónia de Assinatura dos Contratos-Programa 2018, no valor total de cerca 630 mil euros, mais 200 mil euros que no ano transato. Às cerimónias oficiais do programa junta-se um conjunto de Festividades, com destaque para «Um dia na Pré-História», a Feira do Livro Usado, o 2.º Mercado da Bagageira Livre e outras organizadas por várias associações, que passam por diversas manifestações desportivas e culturais.

 PORTIMÃO

PUBLICIDADE

 ANTERIOR

Tavira recebe estreia mundial de «Sillages» de Bruno Gil

PRÓXIMO 

Ouriços e Cataplana colocam Mesa de Albufeira e Olhos d’Água como pré-finalista das «7 Maravilhas à Mesa»

PUBLICIDADE

POST A COMMENT

Sem comentários

https://algarveinformativo.blogspot.pt/2018/04/portimao-abraca-abril-com-forte.html

2/6


18/04/2018

Portimão vai "Abraçar Abril" com música, teatro, dança e exposições | Sul Informação

(http://www.sulinformacao.pt/)

PUB

(http://www. ma.com.pt/pt)

CULTURA (HTTP://WWW.SULINFORMACAO.PT/CATEGORY/CULTURA/) A-

 Imprimir A

A+

Portimão vai “Abraçar Abril” com música, teatro, dança e exposições POR SUL INFORMAÇÃO (HTTP://WWW.SULINFORMACAO.PT/AUTHOR/SULINFORMACAO/) • 16 DE ABRIL DE 2018 - 15:15

Gosto 33

Partilhar

Tweetar

(http://www.sulinformacao.pt/2017/04/fogo-de-arti cio-musica-e-teatrocomemoram-25-de-abril-em-loule/25_de_abril_sempre_henrique_matos/)Música, Este site utilizateatro, cookiesdança para melhorar a sua de navegação. Ao continuar exposições, e literatura vãoexperiência estar em evidência no programa das no site, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de privacidade. comemorações do 44º aniversário do 25 de Abril, a realizarem-se de 17 a 25 deste maistêm (http://www.sulinformacao.pt/politica-de-privacidade/) mês, emAceitar Portimão,Ler e que como mote “Abraçar Abril”.

http://www.sulinformacao.pt/2018/04/portimao-vai-abracar-abril-com-musica-teatro-danca-e-exposicoes/

1/4


18/04/2018

Portimão vai "Abraçar Abril" com música, teatro, dança e exposições | Sul Informação

Segundo a Câmara de Portimão, o destaque vai para a «forte componente associativa, enquanto força motora no apoio a respostas de cariz cultural, desportivo, educativo, juvenil e social, e que este ano rmará com a autarquia, no âmbito destas comemorações, cerca de 630 mil euros em contratos programa». Aliás a cerimónia de assinatura dos contratos-programa de 2018 com o movimento associativo é outro dos momentos altos da programação. O programa das cerimónias o ciais das comemorações do 44º aniversário do 25 de Abril inicia-se terça-feira, dia 17, e termina no dia da Revolução dos Cravos, sendo pautado por momentos de re exão e debate com jovens, onde a música, a história, o desporto, o teatro e a literatura assumem um papel de relevo na evocação dos ideais da liberdade e da democracia. O programa deste ano conta com cerca de 35 iniciativas de diferentes índoles e com o forte envolvimento do associativismo local. Estas iniciativas são dirigidas a vários públicos, nos equipamentos municipais e nas coletividades, onde todos têm podem ter a sua própria voz. No dia 17 de Abril, das 9h00 às 13h00, terá lugar, nas Escolas Secundárias Manuel Teixeira Gomes e Poeta António Aleixo, uma “Conversa com Políticos”, onde os elementos da Comissão das Comemorações do 25 de Abril estarão presentes, numa conversa informal com os alunos, acerca do signi cado desta efeméride. Já no dia 20 de Abril, o Mercado da Avenida S. João de Deus recebe uma “Exposição de Cartazes do 25 de Abril”, oriunda do espólio de cartazes alusivos à efeméride do Museu de Portimão. Neste mesmo dia, às 21h00, o Marginália Bar será palco de um debate intitulado “Jovens falam aos Políticos”, organizado pela Associação DYPALL de Portimão. No dia 21, às 21h30, o Grande Auditório do TEMPO – Teatro Municipal de Portimão recebe o espetáculo “Montanha Russa”, um teatro musical sobre a adolescência, integrado na Rede Eunice/Teatro Nacional D. Maria II. Quanto ao dia 23, merece relevo a inauguração da exposição “Abraçar Abril”, uma mostra dos cartazes do concurso e a entrega dos diplomas aos participantes do concurso que deu origem à imagem do 25 de Abril de 2018. Este momento terá lugar na Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes, às 18h00. No dia 24 de Abril, a revolução celebra-se como quando foi conquistada: com o povo a cantar a liberdade. A música será a rainha com o concerto comemorativo do 25 de Abril de 1974 – “Liberdade”, pelo Grupo Brasa Doirada, agendado para as 21h30, no Grande Auditório do TEMPO – Teatro Municipal de Portimão. No dia 25 de Sbril, na Praça 1º de Maio e a partir das 9h00, o município evocará a efeméride com uma cerimónia que integra o Hastear das Bandeiras e a interpretação do Hino Nacional pela Banda Filarmónica da Sociedade Filarmónica Portimonense e pela Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Portimão, a que se seguirá a arruada e largada de pombos. Às site 10h00, tem início para a XIVmelhorar Corrida adasua Liberdade, que, junta no site, Este utiliza cookies experiência detradicionalmente, navegação. Ao continuar centenas de participantes e tem partida marcada as 10h00 Ribeirinha está a aceitar o uso de cookies e a concordar compara a nossa políticanadeZona privacidade. de Portimão (juntoLer aomais coreto). (http://www.sulinformacao.pt/politica-de-privacidade/)

http://www.sulinformacao.pt/2018/04/portimao-vai-abracar-abril-com-musica-teatro-danca-e-exposicoes/

2/4


18/04/2018

Portimão vai "Abraçar Abril" com música, teatro, dança e exposições | Sul Informação

Já às 10h30 terá lugar, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a Sessão Solene, com as intervenções dos representantes dos partidos políticos com assento na Assembleia Municipal de Portimão, do respetivo presidente e de Isilda Gomes, presidente da Câmara Municipal de Portimão, intercaladas por momentos musicais protagonizados pelo Grupo Juvenil do Grupo Coral Adágio e pela Orquestra Juvenil de Guitarras do Algarve. Ainda no dia 25, às 16h00, irá realizar-se no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a cerimónia de assinatura dos contratos-programa 2018, no valor total de cerca 630 mil euros, mais 200 mil do que o ano transato. «A m de reconhecer o papel relevante da sua atividade e a intervenção dos seus protagonistas no interior da vida do Município, a autarquia irá atribuir mais uma vez apoios nanceiros às várias associações do concelho, nomeadamente, culturais/recreativas, desportivas e sociais», explica a autarquia. Às cerimónias o ciais do programa junta-se um conjunto de Festividades, com destaque para “Um dia na Pré-História”, a Feira do Livro Usado ou o 2º Mercado da Bagageira Livre. A criação da imagem alusiva às comemorações do 25 Abril deste ano foi desenvolvida no âmbito do concurso “Abraçar Abril”, implementado pelas bibliotecas escolares do 3º Ciclo do Ensino Básico das Escolas do Município de Portimão, e o cartaz vencedor tem a assinatura da aluna do 9ºB, Mariana Conceição, da Escola EB23 D. Martinho Castelo Branco – Agrupamento de Escolas Poeta António Aleixo. Para consultar o programa completo de festividades, clique aqui. (https://vivaportimao.pt/images/2018/ABRIL/Programa-25-de-Abril_PORTIMO2018.pdf)

25 DE ABRIL (HTTP://WWW.SULINFORMACAO.PT/TAG/25-DE-ABRIL/) // DANÇA (HTTP://WWW.SULINFORMACAO.PT/TAG/DANCA/) // MÚSICA (HTTP://WWW.SULINFORMACAO.PT/TAG/MUSICA/) // PORTIMÃO (HTTP://WWW.SULINFORMACAO.PT/TAG/PORTIMAO/) // TEATRO (HTTP://WWW.SULINFORMACAO.PT/TAG/TEATRO/) // TEATRO MUNICIPAL DE PORTIMÃO (HTTP://WWW.SULINFORMACAO.PT/TAG/TEATRO-MUNICIPAL-DE-PORTIMAO/)

Comentários

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar no site, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de privacidade. Ler mais (http://www.sulinformacao.pt/politica-de-privacidade/)

http://www.sulinformacao.pt/2018/04/portimao-vai-abracar-abril-com-musica-teatro-danca-e-exposicoes/

3/4


ID: 74465770

11-04-2018

Meio: Imprensa

Pág: 3

País: Portugal

Cores: Preto e Branco

Period.: Quinzenal

Área: 26,00 x 17,26 cm²

Âmbito: Regional

Corte: 1 de 1

Programação do Teatro Municipal de Vila Real para o segundo trimestre O segundo trimestre de 2018 inicia com mais uma edição do Vinte e Sete – Festival de Teatro, organizado em parceria com o Teatro Municipal de Bragança e que, na sua 14.ª edição, apresenta 14 peças de outras tantas companhias, num total de 19 representações distribuídas pelas duas cidades. A programação do festival começou ainda em Março, no Dia Mundial do Teatro, e estende-se até 27 de Abril. Pelos palcos de Vila Real passam produções do Ensemble, da Red Cloud, do Teatro Nacional D. Maria II, da ACERT, do Teatro de Ferro, do Teatro da Garagem e uma nova edição das Curtas de Teatro Fora do Palco, com um percurso pelos bastidores. Durante o festival é desenvolvido um Laboratório de Criação, destinado a crianças dos 8 aos 12 anos, com uma apresen-

tação final aberta ao público. O Vinte e Sete inclui outros workshops, conversas com o público e acolhe a estreia da criação original ‘TORGA | L.I.B.E.R.D.A.D.E. – Um cine-teatro em 9 letras’, uma encomenda dos dois teatros transmontanos no

âmbito do projecto Algures a Nordeste. O trimestre tem ainda outras produções teatrais, uma delas igualmente em estreia: ‘Avó Só’ (a nova criação da Peripécia), ‘O Deserto de Medeia’ (de Luísa Pinto), e ‘Eis o Homem’, que marca

o regresso da Palmilha Dentada ao género café-teatro, neste caso num ambiente de bar reconstituído na caixa de palco. O projecto Commedia a la Carte, de César Mourão, traz o teatro de improviso ao programa deste período.

O Teatro Nacional D. Maria II marca presença num segundo momento, no âmbito da Rede Eunice, desta vez com o musical ‘Montanha-Russa’, de Inês Barahona e Miguel Fragata, que conta com a participação de Manuela Azevedo e Helder Gonçalves, dos Clã. Na música destaca-se a estreia de Ana Bacalhau com o seu projecto ‘Nome Próprio’. Outras propostas no trimestre são Sopa de Pedra, um colectivo fascinante de dez vozes femininas que, juntamente com Best Youth (este no âmbito do projecto Douro Creative Hub), abre ainda em Junho o programa Do Lado do Verão 2018. O Café-Concerto tem alguns nomes de destaque no panorama de artistas emergentes nacionais: Monday, Cavalheiro, Dear Telephone e Janeiro, um

dos intérpretes em destaque no Festival RTP da Canção. O Dia Mundial da Dança, a 29 de Abril, é assinalado com duas coreografias da Companhia Nacional de Bailado destinadas a todos os públicos. O cinema inclui as sessões mensais do Shortcutz Vila Real e três outras propostas: ‘Canção a Meio’, um olhar sobre a adolescência no âmbito do projecto ‘Montanha-Russa’, ‘The Florida Project’, com Willem Dafoe, e ‘Olhares Lugares’, de Agnés Varda e JR. O Serviço Educativo, além de vários workshops e espectáculos em Abril e Maio, inclui este trimestre a 3.ª edição da MAPI – Mostra de Artes para a Infância, a decorrer nos primeiros dias de Junho.


A266

Programação do Teatro de Vila Real para o segundo trimestre

Tipo Meio:

Internet

Meio:

Notícias de Vila Real Online

Data Publicação:

04/04/2018

URL: http://www.pt.cision.com/s/?l=173b3983

2018-04-04 12:05:45+00:00 O segundo trimestre de 2018 inicia com mais uma edição do Vinte e Sete - Festival de Teatro, organizado em parceria com o Teatro Municipal de Bragança e que, na sua 14.ª edição, apresenta 14 peças de outras tantas companhias, num total de 19 representações distribuídas pelas duas cidades. A programação do festival começou ainda em Março, no Dia Mundial do Teatro, e estende-se até 27 de Abril. Pelos palcos de Vila Real passam produções do Ensemble, da Red Cloud, do Teatro Nacional D. Maria II, da ACERT, do Teatro de Ferro, do Teatro da Garagem e uma nova edição das Curtas de Teatro Fora do Palco, com um percurso pelos bastidores. Durante o festival é desenvolvido um Laboratório de Criação, destinado a crianças dos 8 aos 12 anos, com uma apresentação final aberta ao público. O Vinte e Sete inclui outros workshops, conversas com o público e acolhe a estreia da criação original 'TORGA | L.I.B.E.R.D.A.D.E. - Um cine-teatro em 9 letras', uma encomenda dos dois teatros transmontanos no âmbito do projecto Algures a Nordeste. O trimestre tem ainda outras produções teatrais, uma delas igualmente em estreia: 'Avó Só' (a nova criação da Peripécia), 'O Deserto de Medeia' (de Luísa Pinto), e 'Eis o Homem', que marca o regresso da Palmilha Dentada ao género café-teatro, neste caso num ambiente de bar reconstituído na caixa de palco. O projecto Commedia a la Carte, de César Mourão, traz o teatro de improviso ao programa deste período. O Teatro Nacional D. Maria II marca presença num segundo momento, no âmbito da Rede Eunice, desta vez com o musical 'Montanha-Russa', de Inês Barahona e Miguel Fragata, que conta com a participação de Manuela Azevedo e Helder Gonçalves, dos Clã. Na música destaca-se a estreia de Ana Bacalhau com o seu projecto 'Nome Próprio'. Outras propostas no trimestre são Sopa de Pedra, um colectivo fascinante de dez vozes femininas que, juntamente com Best Youth (este no âmbito do projecto Douro Creative Hub), abre ainda em Junho o programa Do Lado do Verão 2018. O Café-Concerto tem alguns nomes de destaque no panorama de artistas emergentes nacionais: Monday, Cavalheiro, Dear Telephone e Janeiro, um dos intérpretes em destaque no Festival RTP da Canção. O Dia Mundial da Dança, a 29 de Abril, é assinalado com duas coreografias da Companhia Nacional de Bailado destinadas a todos os públicos. O cinema inclui as sessões mensais do Shortcutz Vila Real e três outras propostas: 'Canção a Meio', um olhar sobre a adolescência no âmbito do projecto 'Montanha-Russa', 'The Florida Project', com Willem Dafoe, e 'Olhares Lugares', de Agnés Varda e JR. O Serviço Educativo, além de vários workshops e espectáculos em Abril e Maio, inclui este trimestre a 3.ª edição da MAPI - Mostra de Artes para a Infância, a decorrer nos primeiros dias de Junho.

Página 266


NVR

Pรกgina 267


A268

Vila Real com teatro, dança e música no segundo trimestre de 2018

Tipo Meio:

Internet

Meio:

Diário de Notícias Online

Data Publicação:

02/04/2018

URL: http://www.pt.cision.com/s/?l=e57db6c3

2018-04-02 11:07 A programação do segundo trimestre do teatro de Vila Real destaca as estreias das peças "Torga" e "Avó Só", assinala o Dia Mundial da Dança com a Companhia Nacional de Bailado e inclui a atuação de Ana Bacalhau. "Apresentamos uma programação eclética, para todos os públicos e que abrange praticamente todas as áreas culturais de referência sejam elas na dança, música, teatro e cinema. Queremos formar públicos para o futuro", afirmou a vereadora do pelouro da cultura, Eugénia Almeida. A 14.ª edição do Vinte e Sete -- Festival de Teatro deu o arranque à programação do teatro de Vila Real para o segundo trimestre de 2018, pelo meio assinala-se o Dia Mundial da Dança e o mês de junho termina com a iniciativa "Do lado do verão 2018", que leva os espetáculos para o exterior, Organizado em parceria com o teatro municipal de Bragança, o festival Vinte e Sete apresenta 14 peças de outras tantas companhias, num total de 19 representações distribuídas pelas duas cidades. O Vinte e Sete estende-se até 27 de abril e pelos palcos transmontanos passam produções do Ensemble, da Red Cloud, do Teatro Nacional D. Maria II, da Associação Cultural e Recreativa de Tondela (ACERT), do Teatro de Ferro, do Teatro da Garagem e uma nova edição das Curtas de Teatro Fora do Palco, com um percurso pelos bastidores. Durante o festival vai ser desenvolvido um Laboratório de Criação, destinado a 20 crianças dos 08 aos 12 anos, com uma apresentação final aberta ao público. O Vinte e Sete inclui 'workshops', conversas com o público e acolhe a estreia da criação original "Torga | L.i.b.e.r.d.a.d.e. -- Um cineteatro em 9 letras", uma encomenda dos dois teatros no âmbito do projeto Algures a Nordeste. Em Vila Real, o trimestre inclui outras produções teatrais, como a estreia de "Avó Só", a nova criação da companhia ibérica Peripécia Teatro, "O Deserto de Medeia" de Luísa Pinto, e "Eis o Homem", que marca o regresso da Palmilha Dentada ao género café-teatro, neste caso num ambiente de bar reconstituído na caixa de palco. O projeto "Commedia a la Carte", de César Mourão, vai trazer o teatro de improviso ao programa deste período. O Teatro Nacional D. Maria II marca presença no âmbito da Rede Eunice, desta vez com o musical "MontanhaRussa", de Inês Barahona e Miguel Fragata, que conta com a participação de Manuela Azevedo e Helder Gonçalves, dos Clã. Na música destaca-se a estreia de Ana Bacalhau, vocalista dos Deolinda, que vai apresentar seu projeto "Nome Próprio". Até ao final de junho, atuam ainda Sopa de Pedra, um coletivo de dez vozes femininas que, juntamente com Best Youth, abre ainda o programa "Do lado do verão 2018". Pelo café-concerto vão passar nomes como: Monday, Cavalheiro, Dear Telephone e Janeiro. O Dia Mundial da Dança, a 29 de abril, é assinalado com duas coreografias da Companhia Nacional de Bailado destinadas a todos os públicos. O cinema inclui as sessões mensais do Shortcutz Vila Real e três outras propostas: 'Canção a Meio', um olhar sobre a adolescência no âmbito do projeto 'Montanha-Russa', 'The Florida Project', com Willem Dafoe, e 'Olhares Lugares'. O serviço educativo inclui a 3.ª edição da Mostra de Artes para a Infância (MAPI), que vai decorrer nos primeiros dias de junho. Lusa

Página 268


A269

Vila Real com teatro, dança e música no segundo trimestre de 2018

Tipo Meio:

Internet

Meio:

Jogo Online (O)

Data Publicação:

02/04/2018

URL: http://www.pt.cision.com/s/?l=a6c246e3

2018-04-02 11:07 A programação do segundo trimestre do teatro de Vila Real destaca as estreias das peças "Torga" e "Avó Só", assinala o Dia Mundial da Dança com a Companhia Nacional de Bailado e inclui a atuação de Ana Bacalhau. "Apresentamos uma programação eclética, para todos os públicos e que abrange praticamente todas as áreas culturais de referência sejam elas na dança, música, teatro e cinema. Queremos formar públicos para o futuro", afirmou a vereadora do pelouro da cultura, Eugénia Almeida. A 14.ª edição do Vinte e Sete -- Festival de Teatro deu o arranque à programação do teatro de Vila Real para o segundo trimestre de 2018, pelo meio assinala-se o Dia Mundial da Dança e o mês de junho termina com a iniciativa "Do lado do verão 2018", que leva os espetáculos para o exterior, Organizado em parceria com o teatro municipal de Bragança, o festival Vinte e Sete apresenta 14 peças de outras tantas companhias, num total de 19 representações distribuídas pelas duas cidades. O Vinte e Sete estende-se até 27 de abril e pelos palcos transmontanos passam produções do Ensemble, da Red Cloud, do Teatro Nacional D. Maria II, da Associação Cultural e Recreativa de Tondela (ACERT), do Teatro de Ferro, do Teatro da Garagem e uma nova edição das Curtas de Teatro Fora do Palco, com um percurso pelos bastidores. Durante o festival vai ser desenvolvido um Laboratório de Criação, destinado a 20 crianças dos 08 aos 12 anos, com uma apresentação final aberta ao público. O Vinte e Sete inclui 'workshops', conversas com o público e acolhe a estreia da criação original "Torga | L.i.b.e.r.d.a.d.e. -- Um cineteatro em 9 letras", uma encomenda dos dois teatros no âmbito do projeto Algures a Nordeste. Em Vila Real, o trimestre inclui outras produções teatrais, como a estreia de "Avó Só", a nova criação da companhia ibérica Peripécia Teatro, "O Deserto de Medeia" de Luísa Pinto, e "Eis o Homem", que marca o regresso da Palmilha Dentada ao género café-teatro, neste caso num ambiente de bar reconstituído na caixa de palco. O projeto "Commedia a la Carte", de César Mourão, vai trazer o teatro de improviso ao programa deste período. O Teatro Nacional D. Maria II marca presença no âmbito da Rede Eunice, desta vez com o musical "MontanhaRussa", de Inês Barahona e Miguel Fragata, que conta com a participação de Manuela Azevedo e Helder Gonçalves, dos Clã. Na música destaca-se a estreia de Ana Bacalhau, vocalista dos Deolinda, que vai apresentar seu projeto "Nome Próprio". Até ao final de junho, atuam ainda Sopa de Pedra, um coletivo de dez vozes femininas que, juntamente com Best Youth, abre ainda o programa "Do lado do verão 2018". Pelo café-concerto vão passar nomes como: Monday, Cavalheiro, Dear Telephone e Janeiro. O Dia Mundial da Dança, a 29 de abril, é assinalado com duas coreografias da Companhia Nacional de Bailado destinadas a todos os públicos. O cinema inclui as sessões mensais do Shortcutz Vila Real e três outras propostas: 'Canção a Meio', um olhar sobre a adolescência no âmbito do projeto 'Montanha-Russa', 'The Florida Project', com Willem Dafoe, e 'Olhares Lugares'. O serviço educativo inclui a 3.ª edição da Mostra de Artes para a Infância (MAPI), que vai decorrer nos primeiros dias de junho. Lusa

Página 269


A270

Vila Real com teatro, dança e música no segundo trimestre de 2018

Tipo Meio:

Internet

Meio:

TSF Online

Data Publicação:

02/04/2018

URL: http://www.pt.cision.com/s/?l=36feda2b

2018-04-02 11:07 A programação do segundo trimestre do teatro de Vila Real destaca as estreias das peças "Torga" e "Avó Só", assinala o Dia Mundial da Dança com a Companhia Nacional de Bailado e inclui a atuação de Ana Bacalhau. "Apresentamos uma programação eclética, para todos os públicos e que abrange praticamente todas as áreas culturais de referência sejam elas na dança, música, teatro e cinema. Queremos formar públicos para o futuro", afirmou a vereadora do pelouro da cultura, Eugénia Almeida. A 14.ª edição do Vinte e Sete -- Festival de Teatro deu o arranque à programação do teatro de Vila Real para o segundo trimestre de 2018, pelo meio assinala-se o Dia Mundial da Dança e o mês de junho termina com a iniciativa "Do lado do verão 2018", que leva os espetáculos para o exterior, Organizado em parceria com o teatro municipal de Bragança, o festival Vinte e Sete apresenta 14 peças de outras tantas companhias, num total de 19 representações distribuídas pelas duas cidades. O Vinte e Sete estende-se até 27 de abril e pelos palcos transmontanos passam produções do Ensemble, da Red Cloud, do Teatro Nacional D. Maria II, da Associação Cultural e Recreativa de Tondela (ACERT), do Teatro de Ferro, do Teatro da Garagem e uma nova edição das Curtas de Teatro Fora do Palco, com um percurso pelos bastidores. Durante o festival vai ser desenvolvido um Laboratório de Criação, destinado a 20 crianças dos 08 aos 12 anos, com uma apresentação final aberta ao público. O Vinte e Sete inclui 'workshops', conversas com o público e acolhe a estreia da criação original "Torga | L.i.b.e.r.d.a.d.e. -- Um cineteatro em 9 letras", uma encomenda dos dois teatros no âmbito do projeto Algures a Nordeste. Em Vila Real, o trimestre inclui outras produções teatrais, como a estreia de "Avó Só", a nova criação da companhia ibérica Peripécia Teatro, "O Deserto de Medeia" de Luísa Pinto, e "Eis o Homem", que marca o regresso da Palmilha Dentada ao género café-teatro, neste caso num ambiente de bar reconstituído na caixa de palco. O projeto "Commedia a la Carte", de César Mourão, vai trazer o teatro de improviso ao programa deste período. O Teatro Nacional D. Maria II marca presença no âmbito da Rede Eunice, desta vez com o musical "MontanhaRussa", de Inês Barahona e Miguel Fragata, que conta com a participação de Manuela Azevedo e Helder Gonçalves, dos Clã. Na música destaca-se a estreia de Ana Bacalhau, vocalista dos Deolinda, que vai apresentar seu projeto "Nome Próprio". Até ao final de junho, atuam ainda Sopa de Pedra, um coletivo de dez vozes femininas que, juntamente com Best Youth, abre ainda o programa "Do lado do verão 2018". Pelo café-concerto vão passar nomes como: Monday, Cavalheiro, Dear Telephone e Janeiro. O Dia Mundial da Dança, a 29 de abril, é assinalado com duas coreografias da Companhia Nacional de Bailado destinadas a todos os públicos. O cinema inclui as sessões mensais do Shortcutz Vila Real e três outras propostas: 'Canção a Meio', um olhar sobre a adolescência no âmbito do projeto 'Montanha-Russa', 'The Florida Project', com Willem Dafoe, e 'Olhares Lugares'. O serviço educativo inclui a 3.ª edição da Mostra de Artes para a Infância (MAPI), que vai decorrer nos primeiros dias de junho. Lusa

Página 270


21/05/2018

SARDOAL – Teatro Nacional D. Maria II apresenta “Montanha Russa” no Centro Cultural Gil Vicente | Rádio Hertz

SARDOAL – Teatro Nacional D. Maria II apresenta “Montanha Russa” no Centro Cultural Gil Vicente 9:00 - 21 Maio 2018

O Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal, recebe no dia 25 de maio, pelas 21h30m, a peça “Montanha Russa”, pelo Teatro Nacional D. Maria II. Da autoria de Inês Barahona e Miguel Fragata, da Companhia Formiga Atómica, o espetáculo conta com música tocada ao vivo por Manuela Azevedo, Hélder Gonçalves e Miguel Ferreira, do grupo Clã, e Nuno Rafael. Quatro https://radiohertz.pt/sardoal-teatro-nacional-d-maria-ii-apresenta-montanha-russa-no-centro-cultural-gil-vicente/

1/2


21/05/2018

SARDOAL – Teatro Nacional D. Maria II apresenta “Montanha Russa” no Centro Cultural Gil Vicente | Rádio Hertz

adolescentes, unidos por uma montanha-russa, a Ciclone, a maior alguma vez construída, vão expressando, ao longo da peça, os dilemas da adolescência, como “uma espécie de diário deixado em cima da mesa, o diário destilado nas redes sociais ou o diário perigosamente transportado para o liceu.” Anabela Almeida, Bernardo Lobo Faria, Carla Galvão e Miguel Fragata são os atores que compõem o elenco de “Montanha Russa”, um espetáculo que desafia as convenções do teatro musical. Ainda no âmbito deste projeto, será exibido “Canção a Meio”, um documentário de Maria Remédio que revela o processo de criação da peça de teatro. A sessão decorre no dia 26 de maio, pelas 16 horas, no Centro Cultural Gil Vicente e tem entrada livre. A apresentação desta peça de teatro insere-se na segunda temporada da Rede Eunice em Sardoal, com espetáculos produzidos e coproduzidos pelo Teatro Nacional D. Maria II, que abrange os anos 2017/2018, estando ainda agendada a terceira temporada para os anos 2018/2019. Além de Sardoal, integram a Rede Eunice os Municípios de Funchal, Portimão e Vila Real. A Rede Eunice assume esta designação como homenagem a Eunice Muñoz, sinónimo de talento, de teatro e de comunhão com o público de várias gerações. Os bilhetes para a peça “Montanha Russa” têm o preço de quatro euros, podendo ser adquiridos na bilheteira do Centro Cultural Gil Vicente, de terça a sexta-feira entre as 16 e as 18 horas, aos sábados das 15 às 18 horas ou 45 minutos antes do início do espetáculo. As reservas de bilhetes podem ser efetuadas através do telef. 241 855 194, tendo de ser levantadas até às 18 horas do dia 23 de maio.

https://radiohertz.pt/sardoal-teatro-nacional-d-maria-ii-apresenta-montanha-russa-no-centro-cultural-gil-vicente/

2/2


16/05/2018

O MIRANTE | “Montanha Russa” sobe a palco no Sardoal

CULTURA | 15-05-2018 13:03

“Montanha Russa” sobe a palco no Sardoal

Bilhetes para a peça têm o preço de quatro euros.

O Teatro Nacional D. Maria II apresenta no Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal, no sábado, 25 de Maio, a peça “Montanha Russa”. Um espectáculo da autoria de Miguel Fragata e Inês Barahona, à qual se junta a dupla Hélder Gonçalves e Manuela Azevedo (Clã), reunindo o teatro e a música em palco.

“Montanha Russa” retrata a vivência e as preocupações de quatro adolescentes, os seus picos de euforia e de depressão.

Os bilhetes para a peça têm o preço de quatro euros, podendo ser adquiridos na bilheteira do Centro Cultural Gil Vicente, de terça a sexta-feira entre as 16h00 e as 18h00, aos sábados das 15h00 às 18h00 ou 45 minutos antes do início do espectáculo. As reservas de bilhetes podem ser efectuadas através do telefone 241 855 194, tendo de ser levantadas até às 18h00 do dia 23 de Maio.

Mais Notícias Teatro Sá da Bandeira recebe “Monstra à Solta” em Santarém Pela tela teatro vão passar filmes inseridos nas secções “Monstrinha” e “Curtas”. CULTURA | 15-05-2018

“Montanha Russa” sobe a palco no Sardoal Bilhetes para a peça têm o preço de quatro euros. http://omirante.pt/cultura-e-lazer/2018-05-15-Montanha-Russa-sobe-a-palco-no-Sardoal

1/3


25/05/2018

O MIRANTE | Espectáculo "Montanha Russa" no Sardoal

CULTURA | 24-05-2018 12:03

Espectáculo "Montanha Russa" no Sardoal

Foto DR

A produção do Teatro Nacional D. Maria II é da autoria de Inês Barahona e Miguel Fragata.

O Centro Cultural Gil Vicente no Sardoal abre as portas dia 25 de Maio, às 21h30, para receber o espectáculo de teatro e música “Montanha-Russa”.

A produção do Teatro Nacional D. Maria II é da autoria de Inês Barahona e Miguel Fragata, da Companhia Formiga Atómica,que levam ao palco Manuela Azevedo, Hélder Gonçalves, Miguel Ferreira e Nuno Rafael com temas originais tocados ao vivo.

Quatro os jovens ocupam os seus lugares na maior montanha-russa do mundo, Ciclone, para http://omirante.pt/cultura-e-lazer/2018-05-24-Espectaculo-Montanha-Russa-no-Sardoal

1/3


25/05/2018

O MIRANTE | Espectáculo "Montanha Russa" no Sardoal

partilhar com o público os dilemas típicos da adolescência. A “viagem” não termina depois dos aplausos e a construção do espectáculo foi registada e transformada pela realizadora Maria Remédio no documentário “Canção a Meio”, que é exibido no mesmo local a partir das 16h00 de sábado, dia 26.

Mais Notícias Espectáculo "Montanha Russa" no Sardoal A produção do Teatro Nacional D. Maria II é da autoria de Inês Barahona e Miguel Fragata. CULTURA | 24-05-2018

Jorge Fernando canta em Abrantes Cantor vai apresentar o álbum “De Mim Para Mim”. CULTURA | 23-05-2018

VIALONGA

"Saídos da Casca" em cena na Sociedade Recreativa da Granja Sábado, 26 de Maio, às 21h30. CULTURA | 22-05-2018

AZAMBUJA

"Saídos da Casca" sobe ao palco em Alcoentre Espectáculo com Luís Aleluia e Vítor Emanuel. CULTURA | 22-05-2018

MÚSICA

Encontro de Coros Jovens em Santarém O encontro de Coros realiza-se no sábado, 26 de Maio, na Igreja de Santa Clara. CULTURA | 22-05-2018

Teatro de "investigação" no Museu Ferroviário http://omirante.pt/cultura-e-lazer/2018-05-24-Espectaculo-Montanha-Russa-no-Sardoal

2/3


22/05/2018

Sardoal: Teatro Nacional D. Maria II apresenta “Montanha Russa”

(/)

OUVIR RÁDIO (http://link.radios.pt/antenalivre)

MENU

NO AR agora .: Zedd Maren Morris & Grey - The Middle :.

Pesquisa Rápida Pesquisa:

Pesquisar HOME (/) / NOTÍCIAS (/NOTICIAS/)

Sardoal: Teatro Nacional D. Maria II apresenta “Montanha Russa” 2018-05-22

(/pic/850x460/_montanha_russa_5b03e3626998e.jpg) Montanha Russa - Foto DR

O Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal, recebe esta sexta-feira, no dia 25 de maio, pelas 21h30m, a peça “Montanha Russa”, pelo Teatro Nacional D. Maria II. Da autoria de Inês Barahona e Miguel Fragata, da Companhia Formiga Atómica, o espetáculo conta com música tocada ao vivo por Manuela Azevedo, Hélder Gonçalves e Miguel Ferreira, do grupo Clã, e Nuno Rafael. Avança o Município em nota de imprensa que a história retrata a vida de quatro adolescentes, unidos por uma montanha-russa, a Ciclone, a maior alguma vez construída, vão expressando, ao longo da peça, os dilemas da adolescência, como “uma espécie de diário deixado em cima da mesa, o diário destilado

https://www.antenalivre.pt/noticias/sardoal-teatro-nacional-d-maria-ii-apresenta-montanha-russa-/

1/4


22/05/2018

Sardoal: Teatro Nacional D. Maria II apresenta “Montanha Russa”

nas redes sociais ou o diário perigosamente transportado para o liceu.” Anabela Almeida, Bernardo Lobo Faria, Carla Galvão e Miguel Fragata são os atores que compõem o elenco de “Montanha Russa”, um espetáculo que desa a as convenções do teatro musical. Ainda no âmbito deste projeto, será exibido “Canção a Meio”, um documentário de Maria Remédio que revela o processo de criação da peça de teatro. A sessão decorre no dia 26 de maio, pelas 16 horas, no Centro Cultural Gil Vicente e tem entrada livre. A apresentação desta peça de teatro insere-se na segunda temporada da Rede Eunice em Sardoal, com espetáculos produzidos e coproduzidos pelo Teatro Nacional D. Maria II, que abrange os anos 2017/2018, estando ainda agendada a terceira temporada para os anos 2018/2019. Além de Sardoal, integram a Rede Eunice os Municípios de Funchal, Portimão e Vila Real. A Rede Eunice assume esta designação como homenagem a Eunice Muñoz, sinónimo de talento, de teatro e de comunhão com o público de várias gerações. Os bilhetes para a peça “Montanha Russa” têm o preço de quatro euros, podendo ser adquiridos na bilheteira do Centro Cultural Gil Vicente, de terça a sexta-feira entre as 16 e as 18 horas, aos sábados das 15 às 18 horas ou 45 minutos antes do início do espetáculo, avança a mesma nota. 2018-05-22

Partilhar

« voltar | Home (/radio-antena-livre/) TERÇA, DIA 22 DE MAIO DE 2018

PUB

Temperatura 23.3 °C Humidade

Pluviosidade

53 %

0.0 mm

Pôr do Sol

Vento

https://www.antenalivre.pt/noticias/sardoal-teatro-nacional-d-maria-ii-apresenta-montanha-russa-/

2/4


24/05/2018

Sardoal | Música e teatro na maior montanha-russa do mundo | Médio Tejo

SARDOAL | MÚSICA E TEATRO NA MAIOR MONTANHA-RUSSA DO MUNDO Por Sónia Leitão - Mai 23, 2018

Espetáculo "Montanha Russa". Foto: DR

A segunda temporada da Rede Eunice continua no Centro Cultural Gil Vicente às 21h30 desta sexta-feira, dia 25, com o espetáculo “Montanha-Russa”. A produção do Teatro Nacional D. Maria II é da autoria da dupla Inês Barahona e Miguel Fragata, da Companhia Formiga Atómica, e leva ao palco Manuela Azevedo, Hélder Gonçalves, Miguel Ferreira e Nuno Rafael com temas originais tocados ao vivo. PUB

http://www.mediotejo.net/sardoal-musica-e-teatro-na-maior-montanha-russa-do-mundo/

1/2


24/05/2018

Sardoal | Música e teatro na maior montanha-russa do mundo | Médio Tejo

São quatro os jovens que ocupam os seus lugares na maior montanha-russa do mundo, Ciclone, para partilhar com o público os dilemas típicos da adolescência. A “viagem” não termina depois dos aplausos e a construção do espetáculo foi registada e transformada pela realizadora Maria Remédio no documentário “Canção a Meio”, que é exibido no mesmo local a partir das 16h00 de sábado, dia 26.

Sónia Leitão Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

http://www.mediotejo.net/sardoal-musica-e-teatro-na-maior-montanha-russa-do-mundo/

2/2


21/05/2018

“Montanha Russa” no centro cultural Gil Vicente

Sobre Nós Estatuto Editorial Ficha Técnica Contactos

Menu Principal Início Sociedade Educação Economia Política Desporto Saúde Cultura Opinião Breves

Categoria: Cultura

“Montanha Russa” no centro cultural Gil Vicente  segunda, 21 maio 2018 Escrito por Redação

http://www.rederegional.com/index.php/cultura/22323-montanha-russa-no-centro-cultural-gil-vicente

3/9


21/05/2018

“Montanha Russa” no centro cultural Gil Vicente

“Montanha Russa” é o nome da peça que o Teatro Nacional D. Maria II vai encenar no palco do centro cultural Gil Vicente, no Sardoal, no próximo dia 25 de maio, às 21h30. Da autoria de Inês Barahona e Miguel Fragata, da Companhia Formiga Atómica, o espetáculo conta com música tocada ao vivo por Manuela Azevedo, Hélder Gonçalves e Miguel Ferreira, do grupo Clã, e Nuno Rafael. Anabela Almeida, Bernardo Lobo Faria, Carla Galvão e Miguel Fragata são os atores que compõem o elenco de “Montanha Russa”, um espetáculo que desafia as convenções do teatro musical. Ainda no âmbito deste projeto, será exibido “Canção a Meio”, um documentário de Maria Remédio que revela o processo de criação da peça de teatro, numa sessão que vai ter lugar no sábado, dia 26 de maio, pelas 16 horas, no mesmo local. 1 Seguinte > Comentar JComments

Notícias mais recentes 1

Fabricante de tecnologia automóvel instala-se em Abrantes

2

“Montanha Russa” no centro cultural Gil Vicente

3

Projetos premiados de conservação da natureza divulgados em Alcanena

4

Regimento de paraquedistas comemora 62º aniversário

http://www.rederegional.com/index.php/cultura/22323-montanha-russa-no-centro-cultural-gil-vicente

4/9


ID: 75208540

25-05-2018

Meio: Imprensa

Pág: 23

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Semanal

Área: 7,85 x 6,84 cm²

Âmbito: Regional

Corte: 1 de 1

Teatro Nacional D. Maria II apresenta "Montanha Russa" no Sardoal O Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal, recebe no dia 25 de maio, pelas 21h30, a peça "Montanha Russa", pelo Teatro Nacional D. Maria II. Da autoria de Inês Barahona e Miguel Fragata, da Companhia Formiga Atómica, o espetáculo conta com música tocada ao vivo por Manuela Azevedo, Hélder Gonçalves e Miguel Ferreira, do grupo Clã, e Nuno Rafael. Quatro adolescentes, unidos por uma montanha-russa, a Ciclone, a maior alguma vez construída, vão expressando, ao longo da peça, os dilemas da adolescência, como "uma espécie de diário deixado em cima da mesa, o diário destilado nas redes sociais ou o diário perigosamente transportado para o liceu."


Nova Aliança ID: 75137852

24-05-2018

Meio: Imprensa

Pág: 17

País: Portugal

Cores: Preto e Branco

Period.: Quinzenal

Área: 17,62 x 21,97 cm²

Âmbito: Regional

Corte: 1 de 1

Sardoal: Teatro Nacional D. Maria II apresenta "Montanha Russa" no Centro Cultural Gil Vicente O Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal, recebe no dia 25 de maio, pelas 21.30h, a peça "Montanha Russa", pelo Teatro Nacional D. Maria II.

Da autoria de Inês Barahona e Miguel Fragata, da Companhia Formigá Atómica, o espetáculo conta com música tocada ao vivo por Manuela Azevedo, Hélder Gonçalves e Miguel Ferreira, do grupo Clã, e Nuno Rafael. Quatro adolescentes, unidos por uma montanha-russa, a Ciclone, a maior alguma vez constru►da, vão expressando, ao longo da peça, os dilemas da adolescência, como "urna espécie de diário deixado em cima da mesa, o diário destilado nas redes sociais ou o diário perigosamente transportado para o liceu." Anabela Almeida, Bernardo Lobo Faria, Carla Gaivão e Miguel Fragata são os atores que compõem o elenco de "Montanha Russa", um espetáculo que desafia as convenções do teatro musical. Ainda no âmbito deste projeto, será exibido "Canção a Meio", um documentário de Maria Remédio que revela o processo de criação da peça de teatro. A sessão decorre no dia 26 de maio, pelas 16 horas, no Centro Cultural Gil Vicente e tem entrada livre. A apresentação desta peça de teatro insere-se na segun-

da temporada da Rede Eunice em Sardoal, com espetáculos produzidos e coproduzidos pelo Teatro Nacional D. Maria II, que abrange os anos 2017/2018, estando ainda agendada a terceira temporada para os anos 2018/2019. Além de Sardoal, integram a Rede Eunice Os Municípios de Funchal; Portimão e Vila Real. A Rede Eunice assume esta designação como homenagem a Eunice Muftoz, sinónimo de talento, de teatro e de comunhão com o público de várias gerações. Os bilhetes para a peça "Montanha Russa" têm o preço de quatro euros, podendo ser adquiridos na bilheteira do Centro Cultural Gil Vicente, de terça a sexta-feira entre as 16 e as 18 horas, aos sábados das 15 às 18 horas ou 45 minutos antes do início do espetáculo. As reservas de bilhetes podem ser efetuadas através do telef. 241 855 194.


ID: 75662900

28-06-2018

Meio: Imprensa

Pág: 30

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Diária

Área: 24,60 x 22,59 cm²

Âmbito: Regional

Corte: 1 de 2

Ator madeirense Bernardo Lobo Faria integra o elenco da peça do Teatro Nacional, que estreia este sábado no Baltazar Dias

FILIPE FERREIRA

‘Montanha-Russa’: emoção em duas viagens PRODUÇÃO NACIONAL Susana de Figueiredo susanafigueiredo@jm-madeira.pt epois de ter estreado no Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa, no passado dia 9 de março, ‘MontanhaRussa’, um espetáculo da companhia Formiga Atómica, erguido por Miguel Fragata e Inês Barahona, a quem se juntam Hélder Gonçalves e Manuela Azevedo (duo da banda Clã), sobe pela primeira vez ao palco do Teatro Municipal Baltazar Dias, já este sábado, às 21h00, ficando em cena até domingo (18h00 – sessão traduzida em LGP – Língua Gestual Portuguesa). Recorde-se que do elenco faz parte o ator madeirense Bernardo Lobo Faria - irmão do também ator Francisco Lobo Faria (Feiticeiro da Calheta) -, que, na véspera de se estrear no Teatro Nacional, dava uma entrevista ao JM, antecipando o entusiasmo com que pisaria, no verão, o palco da sala vermelha do Baltazar Dias.

D

Espetáculo musical estará em cena este fim de semana.

‘Canção a Meio’ abre o preâmbulo para a estreia Numa espécie de prelúdio, ‘Canção a Meio’ é um documentário realizado por Maria Remédio, que mostra “o longo processo de criação do espetáculo Montanha-Russa. Será exibido no sábado, 30 de junho, pelas 18h00, antecedendo a es-

treia. A película foi concebida para dar a conhecer o trabalho desenvolvido pela dupla Inês Barahona e Miguel Fragata, ao longo de mais de um ano, “mergulhando nas palavras e ideias de adolescentes”, desafiando-

os a questionarem-se e a partilharem as suas “visões do mundo”. “Criar um espetáculo sobre a adolescência requeria uma pesquisa longa e cuidada - diários, letras, canções, imagens, confessionários, provocações...”,

lê-se na sinopse. “Os adolescentes já saíram da infância e caminham para o lugar das responsabilidades, onde se tornarão adultos. Encontram-se a meio. Nós tentámos encontrálos a eles.” Os ingressos têm um custo de quatro euros. JM

“Vai ser bonito ver os meus na plateia. Será a melhor forma de agradecer e de reconhecer o mérito de quem, desde o início, me ajudou e acreditou em mim. Sinto-me feliz por lhes dar a oportunidade de se sentirem orgulhosos e parte integrante de um projeto que, pelos vistos, deu certo”, disse-nos. Em ‘Montanha-Russa’ exploramse os tantos e complexos desassossegos da adolescência, em diferentes épocas, a partir de um intenso trabalho de pesquisa e reflexão. Com música original de Hélder Gonçalves, nas vozes de Manuela Azevedo, Miguel Ferreira e Nuno Rafael, a peça, na qual o ator madeirense, natural da Ponta do Sol, contracena com Anabela Almeida, Carla Galvão e Miguel Fragata, corre ao som das notas musicais, mas não é, em rigor, um musical, uma vez que foge às “convenções” do comummente designado ‘teatro musical’, “como quem desafia as leis da gravidade num ‘loop’”, lê-se na sinopse. As personagens não têm nome e acabam por ser, todas elas, protagonistas. “’Montanha-Russa’ é o diário deixado em cima da mesa, o diário destilado nas redes sociais, ou o diário perigosamente transportado para o liceu: uma intimidade a gritar ‘leiam-me!’, uma geração a querer fazer-se ouvir, ao som da música”, descrevem Miguel Fragata e Inês Barahona. A obra chega ao Teatro Baltazar Dias através da Rede Eunice, encerrando a segunda temporada do projeto de diusão de produções e coproduções do D. Maria II, na cidade do Funchal. Os bilhetes custam dez euros e estão disponíveis no local. JM


ID: 75662900

QUINTA-FEIRA 28 JUNHO 2018

28-06-2018

DIÁRIO

|

ANO II

|

N.º 1029 |

Meio: Imprensa

Pág: 1

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Diária

Área: 5,15 x 6,82 cm²

Âmbito: Regional

Corte: 2 de 2

DIRetOR: AgOstINhO sIlvA

Ferry assusta ramo automóvel Empresas do setor temem algum impacto no comércio de carros usados. pág. 19

www.jm-madeira.pt

|

0,70€

Sessão do Dia da Região leva 179 convidados ao Porto Santo Parlamento tem plenário de manhã e Governo atribui 13 distinções à tarde

LISBOA DEIXA TAP PREJUDICAR A MADEIRA Miguel Albuquerque acusa o Governo de António Costa de permitir que a (re)nacionalizada TAP “concentre na Madeira os prejuízos e incompetências” ao cancelar voos sem explicações. A Região está a ser tratada de “forma absolutamente cruel”, diz ao JM o presidente do Governo, à margem do evento que ontem decorreu em Washington integrado nas comemorações dos 600 anos da Madeira.

n Percurso autonómico trouxe melhorias notórias na Saúde. pág. 4 a 7

JPP queixa-se da Confiança Partido admite pressão e falta de entendimento na Assembleia Municipal, mas nega rutura pág. 13 n PSD critica gestão das hortas urbanas. pág. 8

CMF deu mais de um milhão a 164 entidades Apoios às associações desportivas, sociais e culturais atingem recordes no Funchal. pág. 12

Montanha-Russa sábado no Baltazar Dias Depois da estreia no Teatro Nacional, peça com madeirense Bernardo Lobo Faria chega à Região. pág. 30 PUB

FUNDADO 2015


ID: 77211624

14-10-2018

Meio: Imprensa

Pág: 30

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Diária

Área: 24,60 x 6,83 cm²

Âmbito: Regional

Corte: 1 de 1

Digressão de 'Montanha-Russa' recomeça em novembro "Um desafio enorme, o mais importante, e o que me realizou mais até agora". É assim que Bernardo Lobo Faria classifica a experiência que está a ter com o espetáculo 'Montanha-Russa', que passou este ano por espaços consagrados como o Teatro D. Maria II, o Teatro Nacional São João e o Teatro de Vila Real, assim como pelo ma-

deirense 'Baltazar Dias'. A digressão desta peça vai recomeçar em novembro e o ator madeirense irá conciliar este trabalho com as gravações, que ainda não sabe exatamente quando é que vão terminar. O jovem justifica ainda que este não foi o seu maior desafio até à data, mas o mais importante, "tendo em conta

o patamar onde estava antes de integrar a 'Montanha-Russa'. Este espetáculo representou subir um degrau alto e assustador, mas talvez não foi o maior degrau que já tive de subir. Talvez ser gordinho e oferecer uma rosa no Dia dos Namorados no meu 7.2 ano tenha sido um degrau mais alto e me tenha custado mais na altura, do que este, nesta

altura. É um passo de cada vez", sustenta. Quanto a próximos projetos, Bernardo Lobo Faria é prático: "um ator está sempre à mercê do que surge e, para já, ainda não sei exatamente a data do fim deste projeto para mim, mas espero que depois surjam outros, pelo menos é para isso que estou a trabalhar", finaliza.


25/06/2018

‘Montanha Russa’ fecha segunda temporada da Rede Eunice no Funchal

(http://xad.dnoticias.pt/abmc.aspx?b=203&z=1) PUB

(/) (https://twitter.com/dnoticiaspt/) (https://www.facebook.com/dnoticiaspt/) (/servicos/rsspage)

‘Montanha Russa’ fecha segunda temporada da Rede Eunice no Funchal O espectáculo estreia no Teatro Baltazar Dias no próximo sábado ERICA FRANCO(/CRONOLOGIA/-/META/ERICA-FRANCO) / FUNCHAL(/CRONOLOGIA/-/META/FUNCHAL) / 25 JUN 2018 / 15:19 H.

FOTO Filipe Ferreira

‘Montanha-Russa’ -- um espectáculo de Miguel Fragata e Inês Barahona (da companhia Formiga Atómica) ao qual se junta a dupla Hélder Gonçalves e Manuela Azevedo (duo da banda Clã) -- estreia no Funchal a 30 de Junho. Este espectáculo é apresentado no âmbito da Rede Eunice (projecto de difusão de produções e coproduções do Teatro Nacional D. Maria II) e contará com duas sessões no Teatro Baltazar Dias. A primeira no sábado (30 de Junho), às 21 horas, e segunda no domingo (1 de Julho), às 18 horas. Esta última sessão terá interpretação de LGP (Língua Gestual Portuguesa) durante o espectáculo.

http://www.dnoticias.pt/5-sentidos/montanha-russa-fecha-segunda-temporada-da-rede-eunice-no-funchal-BY3331627

1/8


25/06/2018

‘Montanha Russa’ fecha segunda temporada da Rede Eunice no Funchal

Segundo a sinopse, o teatro e a música disputam o palco desafiando as convenções do ‘teatro musical’, como quem desafia as leis da gravidade num ‘loop’. Mergulha vertiginosamente na adolescência: é o diário deixado em cima da mesa, o diário destilado nas redes sociais ou o diário perigosamente transportado para o liceu: uma intimidade a gritar “leiam-me!”, uma geração a querer fazer-se ouvir, ao som da música. Fazem parte do elenco Anabela Almeida, o madeirense Bernardo Lobo Faria, Carla Galvão e Miguel Fragata. A música ao vivo está, por sua vez, a cargo de Hélder Gonçalves, Manuela Azevedo, Miguel Ferreira e Nuno Rafael. Os ingressos têm um custo de 10 euros para os adultos e de 6 euros para os menores de 12 anos. O espectáculo tem duração de 01h50.

(mailto:?subject="‘Montanha Russa’ fecha segunda temporada da Rede Eunice no Funchal"&body=‘Montanha Russa’ fecha segunda temporada da Rede Eunice no Funchal. http://modifytemplate-25.com//5-sentidos/montanha-russa-fecha-segunda-temporada-da-rede-eunice-no-funchal(/5sentidos/montanharussaTópicos fechaADOLESCÊNCIA (/CRONOLOGIA/-/META/ADOLESCENCIA) - FUNCHAL (/CRONOLOGIA/-/META/FUNCHAL) - LICEU (/CRONOLOGIA/-/META/LICEU) segundaLÍNGUA (/CRONOLOGIA/-/META/LINGUA) - MENORES (/CRONOLOGIA/-/META/MENORES) - MÚSICA (/CRONOLOGIA/-/META/MUSICA) temporadaREDES SOCIAIS (/CRONOLOGIA/-/META/REDES-SOCIAIS) - TEATRO NACIONAL D. MARIA II (/CRONOLOGIA/-/META/TEATRO-NACIONAL-D-MARIA-II) daredeeuniceOUTRAS NOTÍCIAS nofunchalBY3331627#disqus_thread) BY3331627)

http://www.dnoticias.pt/5-sentidos/montanha-russa-fecha-segunda-temporada-da-rede-eunice-no-funchal-BY3331627

2/8


ID: 75609717

26-06-2018

Meio: Imprensa

Pág: 34

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Diária

Área: 14,14 x 7,12 cm²

Âmbito: Regional

Corte: 1 de 1

Peça Montanha-Russa' no Funchal `Montanha-Russa', um espectáculo de Miguel Fragata e Inês Barahona (da companhia Formiga Atómica) em que se junta a dupla Hélder Gonçalves e Manuela Azevedo (duo da banda Clã), estreia no Teatro Baltazar Dias, a 30 de Junho. Segundo a sinopse, o teatro e a música disputam o palco, desafiando as convenções do "teatro musical", como quem desafia as leis da gravidade num 'loop'. Mergulha vertiginosamente na adolescência: é o diário deixado em cima da mesa, o diário destilado nas redes sociais, ou o diário perigosamente transportado para o liceu: uma intimidade a

gritar "leiam-me!", uma geração a querer fazer-se ouvir, ao som da música. Fazem parte do elenco Anabela Almeida, o madeirense Bernardo Lobo Faria, Carla Gaivão, Miguel Fragata e música ao vivo com Hélder Gonçalves, Manuela Azevedo, Miguel Ferreira e Nuno Rafael. O espectáculo 'Montanha-Russa' no dia 1 de Julho contará com sessão de interpretação de LGP (Língua Gestual Portuguesa) durante o espectáculo. "Cada vez mais é necessário potenciar a acessibilidade cultural, e o Teatro não é exceção, conseguin-

do assim, chegar a um maior número de pessoas, ultrapassando as barreiras. Num espectáculo de teatro, os intérpretes apostam na expressividade e nos gestos, procurando transmitir a entoação de cada frase dos atores e os sentimentos por trás das palavras", diz o Teatro. Este espectáculo é apresentado no âmbito da Rede Eunice, projecto de difusão de produções e coproduções do Teatro Nacional D. Maria II. Os ingressos têm um custo de 10 euros. Haverá duas sessões, uma a 30 de Junho às 21 horas e outra a 1 de Julho às 18 horas.


02/07/2018

Festas de São Pedro continuam neste sábado, saiba na agenda quem são os artistas que vão actuar

(http://xad.dnoticias.pt/abmc.aspx?b=213&z=1) PUB

(/) (https://twitter.com/dnoticiaspt/) (https://www.facebook.com/dnoticiaspt/) (/servicos/rsspage)

Festas de São Pedro continuam neste sábado, saiba na agenda quem são os artistas que vão actuar MATILDE ABREU(/CRONOLOGIA/-/META/MATILDE-ABREU) / MADEIRA(/CRONOLOGIA/-/META/MADEIRA) / 29 JUN 2018 / 19:00 H.

Foto DR

Noite de kizomba em Câmara de Lobos As Festas de São Pedro em Câmara de Lobos recebem o concerto de Nelson Freitas, pelas 23h30. Antes, há actuações de Helder Paulo e Leticia (21 horas) e Make a Statement (22 horas). Pela noite dentro, há Vespas ao vivo, com Ricardo Campos, Maurílio Freitas, DJ Oxy e com o MC nacional convidado Filipe Gonçalves. Festas de São Pedro na Ribeira Brava com direito a futebol A Selecção das Quinas joga pelas 19 horas com Uruguai o jogo decisivo dos oitavos de final, do Campeonato do Mundo da FIFA, que se disputa na Rússia. Por este motivo, a autarquia da Ribeira Brava vai transmitir em directo o jogo no Ecrã Gigante do Palco Principal das Festas de São Pedro – Ribeira Brava 2018. A animação desse dia conta com a actuação de Quina Barreiros pelas 16 horas, seguida da Casa do Povo de Campanário. http://www.dnoticias.pt/madeira/festas-de-sao-pedro-continuam-neste-sabado-saiba-na-agenda-quem-sao-os-artistas-que-vao-actuar-LM3349814

1/8


02/07/2018

Festas de São Pedro continuam neste sábado, saiba na agenda quem são os artistas que vão actuar

A animação no palco principal começa pelas 18h30, com João Vinagre a actuar logo após o jogo até altura em que Virgul actuará com banda pela primeira vez na Região. A noite termina com Café do Teatro que trás o Dj Gio Di Leva e Nélio Fabrício, num dia que promete trazer milhares de pessoas à vila da Ribeira Brava e que a autarquia espera, possam apoiar e festejar mais um momento histórico da Selecção de Portugal.

Posted by Câmara Municipal da Ribeir… 6,344 Views

UMa comemora Dia do Asteróide A Universidade da Madeira, através do Grupo de Astronomia (GAUMa), vai comemorar este sábado o Dia do Asteróide. A decorrer no Campus da Penteada, as comemorações arrancam às 21h, no anfiteatro 1, com a palestra ‘Asteroides’, a qual será proferida por Helena Teixeira, docente da UMa e colaboradora do GAUMa. O programa prossegue, pelas 22h00, com uma sessão de observação no terraço, com acesso pelo piso 2, durante a qual serão observados, para além de outros objetos celestes, os planetas Júpiter e Saturno. A entrada é livre, estando a sessão de observação, naturalmente, sujeita às condições atmosféricas. O Dia do Asteroide é uma iniciativa de caracter internacional, que acontece anualmente, no aniversário do maior impacto de asteroides registados na Terra, em 1908, quando um asteróide com algumas dezenas de metros de diâmetro atingiu o rio Tunguska, na Sibéria. O objectivo passa por consciencializar a população mundial para o conhecimento acerca dos perigos dos asteróides para o planeta Terra e para a prevenção dos riscos de impactos cósmicos. ‘Montanha Russa’ fecha segunda temporada da Rede Eunice no Funchal Segundo a sinopse, o teatro e a música disputam o palco, desafiando as convenções do teatro musical, como quem desafia as leis da gravidade num loop. Mergulha vertiginosamente na adolescência: é o diário deixado em cima da mesa, o diário destilado nas redes sociais, ou o diário perigosamente transportado para o liceu: uma intimidade a gritar “leiam-me!”, uma geração a querer fazer-se ouvir, ao som da música. Fazem parte do elenco Anabela Almeida, o madeirense Bernardo Lobo Faria, Carla Galvão, Miguel Fragata e música ao vivo com Hélder Gonçalves, Manuela Azevedo, Miguel Ferreira e Nuno Rafael. Este espectáculo é apresentado no âmbito da Rede Eunice, projecto de difusão de produções e coproduções do Teatro Nacional D. Maria II. Os ingressos têm um custo de 10 euros, haverá duas sessões, uma a 30 de Junho às 21h e outra a 1 de Julho às 18h, na sala de espectáculos do Teatro Municipal Baltazar Dias. Documentário ‘Canção a Meio’ antecede estreia de ‘Montanha Russa’ ‘Canção a Meio’, um documentário com realização de Maria Remédio, que exibe o longo processo de criação do espectáculo ‘Montanha-Russa’, estará em exibição às 18h00, no Teatro Municipal Baltazar Dias. O documentário retrata o trabalho de mais de um ano de Inês Barahona e Miguel Fragata que http://www.dnoticias.pt/madeira/festas-de-sao-pedro-continuam-neste-sabado-saiba-na-agenda-quem-sao-os-artistas-que-vao-actuar-LM3349814

2/8


02/07/2018

Festas de São Pedro continuam neste sábado, saiba na agenda quem são os artistas que vão actuar

“mergulharam nas palavras e ideias de adolescentes. Tentaram provocar-lhes as perguntas e recolher as respostas que pontuam as suas vidas e visões do mundo. Solar da Bica organiza o primeiro evento para Social Media Influencers da Madeira Neste fim-de-semana, 30 Junho a 1 de jJulho, o Solar da Bica, em São Vicente, organiza o primeiro evento direccionado a ‘influencers’ das redes sociais, residentes na ilha da Madeira. O evento contará com a presença de 4 ‘influencers’ de diferentes áreas, desde moda ao turismo. O evento tem como objectivo a dinamização e valorização desta nova forma de marketing, que se torna cada vez mais popular em todo o mundo, esperando criar um exemplo, para que outras empresas possam seguir esta tendência. Entrega de prémios do Concurso Internacional de Fogo-de-artifício integrado no Festival do Atlântico 2018 Na noite em que será conhecido o vencedor do Concurso Internacional de Fogo-de-artifício integrado no Festival do Atlântico 2018 – ao qual concorreram a Áustria, a África do Sul e o México – cabe à Portugal, através da Empresa Macedos Pirotecnia, o encerramento deste cartaz turístico, exibindo, nos céus da baía do Funchal, o espectáculo piromusical extra-concurso designado “Epopeia – 600 anos do descobrimento da Ilha da Madeira e do Porto Santo”, espectáculo que foi especialmente concebido para assinalar estas celebrações, na Região. A exploração de novas configurações cénicas, que passam pela perfeita união dos efeitos, da luz do fogo e do som, é o que promete a Macedos Pirotecnia, Lda., na base de um trabalho criativo de absoluto sincronismo e encenação, tendente a retratar um fantástico bailado de formas e cores. Recorde-se que, após o referido espectáculo, a animação musical prossegue na Praça do Povo, estando, assim, criadas as condições para que tanto residentes quanto turistas possam despedir, em alta, este tão importante cartaz turístico, organizado pelo Governo Regional, através da Secretaria Regional do Turismo e Cultura. Arrancam os ‘Concertos L’ O primeiro nome a actuar na Estalagem da Ponta do Sol é uma estreia nacional: Iara Rennó, uma cantora, instrumentista, produtora, actriz, poeta e compositora brasileira. ‘White Summer’ no Copacabana O Copacabana acolhe a festa ‘White Summer’, com os DJs Carl Ruas (do Porto Santo) e Luís Gonçalves. Haverá oferta de passagens para o Porto Santo. No Garden actuam os DJs Oscar C e Ruben Di Souza. ‘Peça para negócio’ integra II Temporada do MUDAS.HOTsummer Depois da abertura oficial da II temporada do MUDAS.HOTsummer, no passado dia 9 de junho, o MUDAS. Museu de Arte Contemporânea da Madeira acolhe, neste sábado, dia 30, pelas 21 horas, uma proposta de um dos mais irreverentes coreógrafos de dança contemporânea portuguesa, Miguel Pereira (Michael Pear Tree). Peça para negócio é o nome do projecto que entrará em cena, contando com a dramaturgia de Joclécio Azevedo Moura e desenvolvido em parceria entre a companhia Rumo do Fumo e o Negócio Zé dos Bois. Nesta proposta, Miguel Pereira apresenta-se a solo, num registo quase autobiográfico e de paródia ao estado das coisas. Uma peça de tom cómico e forte carga crítica ao sistema instituído que se constrói de forma irónica e ambígua, trabalhando as envolventes entre a obra, os mecanismos de criação, o criador, o público, o mercado artístico e as suas lógicas. 1.ª edição da Regata de Canoas do Paul do Mar A 1.ª edição da Regata de Canoas do Paúl do Mar tem início pelas 12h com saída e chegada no cais do Paul do Mar, percorrendo uma distância de 3,6Km. Esta regata conta com os apoios, Associação Regional de Canoagem da Madeira, Clube Naval da Calheta, Câmara Municipal da Calheta e está inserida no Circuito Regional de Canoas Tradicionais da Madeira no âmbito das comemorações dos 600 anos do descobrimento das ilhas da Madeira e do Porto Santo. http://www.dnoticias.pt/madeira/festas-de-sao-pedro-continuam-neste-sabado-saiba-na-agenda-quem-sao-os-artistas-que-vao-actuar-LM3349814

3/8


02/07/2018

Montanha Russa fecha ciclo da Rede Eunice no Funchal – O Jornal Económico

JE EDITORS

CONFERÊNCIAS

ADVOGADOS

CHINA

EQUIPA

NEWSLETTERS

@OFFICE

Montanha Russa fecha ciclo da Rede Eunice no Funchal Ruben Pires 30 Jun 2018

A peça de teatro tem como um dos objectivos desa ar as convenções do teatro musical. A Rede Eunice pretende difundir as produções e coproduções do Teatro Nacional D. Maria II. O espectáculo Montanha Russa vai encerrar a temporada artística no que diz respeito à rede EUNICE no Funchal neste sábado. A peça de teatro é de Miguel Fragata e Inês Barahona (da companhia Formiga Atómica) e conta ainda com a participação de Hélder Gonçalves e Manuela Azevedo (duo da banda Clã). O Teatro Municipal Baltazar Dias vai receber este espectáculo que tem como uma das premissas “desa ar as convenções do teatro musical”. Este espectáculo vai abordar a adolescência num “diário deixado em cima da mesa, o diário destilado nas redes sociais, ou o diário perigosamente transportado para o liceu: uma intimidade a gritar “leiam-me!”, uma geração a querer fazer-se ouvir, ao som da música”. No elenco estão Anabela Almeida, o madeirense Bernardo Lobo Faria, Carla Galvão, Miguel Fragata e música ao vivo com Hélder Gonçalves, Manuela Azevedo, Miguel Ferreira e Nuno Rafael num espectáculo que terá também, a 1 de julho, com uma sessão de interpretação de língu gestual portuguesa. A rede Eunice tem como objectivo difundir as produções e coproduções do Teatro

http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/montanha-russa-fecha-ciclo-da-rede-eunice-no-funchal-326282

1/3


02/07/2018

Montanha Russa fecha ciclo da Rede Eunice no Funchal – O Jornal Económico

A rede Eunice tem como objectivo difundir as produções e coproduções do Teatro Nacional D. Maria II.

PARTILHAR

2

PARTILHAS

MAIS NOTÍCIAS

http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/montanha-russa-fecha-ciclo-da-rede-eunice-no-funchal-326282

2/3


28/06/2018

Documentário mostra preparação do espetáculo Montanha Russa que chega ao Funchal esta semana – O Jornal Económico

JE EDITORS

CONFERÊNCIAS

ADVOGADOS

CHINA

EQUIPA

NEWSLETTERS

@OFFICE

Documentário mostra preparação do espetáculo Montanha Russa que chega ao Funchal esta semana Ruben Pires Ontem 16:20

O documentário chama-se Canção a Meio e estreia este sábado no Teatro Municipal Baltazar Dias. O documentário Canção a Meio ilustra o trabalho de preparação efectuado para o espetáculo Montanha Russa, que faz parte da Rede Eunice, que divulga as produções do Teatro Nacional D. Maria II, e que chega esta semana ao Teatro Municipal Baltazar Dias. Se estiver interessado o processo de criação do espectáculo Montanha Russa o documentário Canção a Meio mostra essa realidade no sábado a partir das 18h00 no Teatro Municipal. O documentário tem realização de Maria Remédio e possui os depoimentos de Inês Barahona e Miguel Fragata responsáveis pela peça de teatro musical Montanha Russa na sua procura pelas perguntas e respostas dos adolescentes, que são a base do espectáculo, sobre as suas visões do mundo. No elenco estão Anabela Almeida, o madeirense Bernardo Lobo Faria, Carla Galvão, Miguel Fragata e música ao vivo com Hélder Gonçalves, Manuela Azevedo, Miguel Ferreira e Nuno Rafael.

PARTILHAR

http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/documentario-mostra-preparacao-do-espetaculo-montanha-russa-que-chega-ao-funchal-esta-seman…

1/2


26/06/2018

Espectáculo “Montanha-Russa” para encerrar a segunda temporada da Rede Eunice no Teatro Municipal | Funchal Notícias | Infor…

 Menu

JUN 25, 2018 - 5:42:24 PM

LUÍS ROCHA

Espectáculo “Montanha-Russa” para encerrar a segunda temporada da Rede Eunice no Teatro Municipal

Um espectáculo intitulado “Montanha-Russa”, da autoria de Miguel Fragata e Inês Barahona (da companhia Formiga Atómica), aos quais se junta a dupla https://funchalnoticias.net/2018/06/25/espectaculo-montanha-russa-para-encerrar-a-segunda-temporada-da-rede-eunice-no-teatro-municipal/

1/22


26/06/2018

Espectáculo “Montanha-Russa” para encerrar a segunda temporada da Rede Eunice no Teatro Municipal | Funchal Notícias | Infor…

Hélder Gonçalves e Manuela Azevedo (duo da banda Clã), é a proposta cultural que estreará no Teatro Municipal Baltazar Dias no dia 30 de Junho. Uma descrição do espectáculo enviada à comunicação social dá conta de que “o teatro e a música disputam o palco, desa ando as convenções do “teatro musical”, como quem desa a as leis da gravidade num loop. Mergulha vertiginosamente na adolescência: é o diário deixado em cima da mesa, o diário destilado nas redes sociais, ou o diário perigosamente transportado para o liceu: uma intimidade a gritar “leiam-me!”, uma geração a querer fazer-se ouvir, ao som da música”, refere nota de imprensa. Integram o elenco Anabela Almeida, o madeirense Bernardo Lobo Faria, Carla Galvão, Miguel Fragata e a música ao vivo está a cargo de Hélder Gonçalves, Manuela Azevedo, Miguel Ferreira e Nuno Rafael. O espectáculo da Montanha Russa no dia 1 de Julho contará com sessão de interpretação de LGP (Língua Gestual Portuguesa). “Cada vez mais é necessário potenciar a acessibilidade cultural, e o Teatro não é excepção, conseguindo assim, chegar a um maior número de pessoas, ultrapassando as barreiras. Num espectáculo de teatro os intérpretes apostam na expressividade e nos gestos, procurando transmitir a entoação de cada frase dos actores e os sentimentos por trás das palavras”, refere uma nota da CMF. Este espectáculo é apresentado no âmbito da Rede Eunice, projecto de difusão de produções e co-produções do Teatro Nacional D. Maria II. Os ingressos têm um custo de 10 euros, e haverá duas sessões, uma a 30 de Junho às 21h e outra a 1 de Julho às 18h, na vetusta sala de espectáculos funchalense. Partilhar:

            

Mais

1

https://funchalnoticias.net/2018/06/25/espectaculo-montanha-russa-para-encerrar-a-segunda-temporada-da-rede-eunice-no-teatro-municipal/

2/22


ID: 75663657

29-06-2018

Meio: Imprensa

Pág: 30

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Semanal

Área: 15,19 x 15,95 cm²

‘Montanha Russa’ no Teatro Baltazar Âmbito: Regional

Corte: 1 de 1

O evento cultural fecha a segunda temporada da Rede Eunice no Funchal.

Montanha Russa’ é um espectáculo de Miguel Fragata e Inês Barahona (da companhia Formiga Atómica) em que se junta a dupla Hélder Gonçalves e Manuela Azevedo (duo da banda Clã). Juntos construíram este espectáculo que estreia a 30 de Junho, no Teatro Baltazar Dias. Segundo a sinopse, o teatro e a música disputam o palco, desafiando as convenções do “teatro musical”, como quem desafia as leis da gravidade numloop. Mergulha vertiginosamente na adolescência: é o diário deixado em cima da mesa, o diário destilado nas redes sociais, ou o diário perigosamente transportado para o liceu: uma intimidade a gritar “leiam-me!”, uma geração a querer fazer-se ouvir, ao

som da música. O espectáculo da ‘Montanha Russa’, no dia 1 de julho, contará com sessão de interpretação de LGP (Língua Gestual Portuguesa) durante o espectáculo. Cada vez mais é necessário potenciar a acessibilidade cultural, e o Teatro não é exceção, conseguindo assim, chegar a um maior número de pessoas, ultrapassando as barreiras. Num espectáculo de tea-

tro, os intérpretes apostam na expressividade e nos gestos, procurando transmitir a entoação de cada frase dos atores e os sentimentos por trás das palavras. Este espectáculo é apresentado no âmbito da Rede Eunice, projeto de difusão de produções e coproduções do Teatro Nacional D. Maria II. Os ingressos têm um custo de 10 euros, haverá duas sessões, uma a 30 de Junho às 21h, e outra a 1 de Julho às 18h, na sala de espectáculos do Teatro Municipal Baltazar Dias. Fazem parte do elenco Anabela Almeida, o madeirense Bernardo Lobo Faria, Carla Galvão, Miguel Fragata e música ao vivo com Hélder Gonçalves, Manuela Azevedo, Miguel Ferreira e Nuno Rafael. n SS


27/06/2018

Montanha russa - Revista YVI

Um olhar sobre o mundo Português

Home

Sobre a Revista

Contactos

Português

Junte-se à nossa newsletter Nome Endereço de email * Enviar

Menu

Montanha russa Escrito por carina gomes fts filipe ferrreira

https://www.revistayvi.com/pt/teatro/montanha-russa.html

1/6


27/06/2018

Montanha russa - Revista YVI

Montanha-Russa, um espectáculo de Miguel Fragata e Inês Barahona (da companhia Formiga Atómica) em que se junta a dupla Hélder Gonçalves e Manuela Azevedo (duo da banda Clã), juntos construíram este espectáculo que estreia no Teatro Baltazar Dias a 30 de Junho. Segundo a sinopse o teatro e a música disputam o palco, desafiando as convenções do "teatro musical”, como quem desafia as leis da gravidade num loop. Mergulha vertiginosamente na adolescência: é o diário deixado em cima da mesa, o diário destilado nas redes sociais, ou o diário perigosamente transportado para o liceu: uma intimidade a gritar "leiam-me!”, uma geração a querer fazer-se ouvir, ao som da música. Fazem parte do elenco Anabela Almeida, o madeirense Bernardo Lobo Faria, Carla Galvão, Miguel Fragata e música ao vivo com Hélder Gonçalves, Manuela Azevedo, Miguel Ferreira e Nuno Rafael. O espectáculo da Montanha Russa no dia 1 de julho contará com sessão de interpretação de LGP (Língua Gestual Portuguesa) durante o espectáculo. Cada vez mais é necessário potenciar a acessibilidade cultural, e o Teatro não é exceção, conseguindo assim, chegar a um maior número de pessoas, ultrapassando as barreiras. Num espectáculo de teatro os intérpretes apostam na expressividade e nos gestos, procurando transmitir a entoação de cada frase dos atores e os sentimentos por trás das palavras. Este espectáculo é apresentado no âmbito da Rede Eunice, projeto de difusão de produções e coproduções do Teatro Nacional D. Maria II. Os ingressos têm um custo de 10€, haverá duas sessões, uma a 30 de Junho às 21h e outra a 1 de Julho às 18h, na sala de espectáculos do Teatro Municipal Baltazar Dias.

Deixe um comentário Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido. Mensagem * digite a sua mensagem aqui ...

Nome * https://www.revistayvi.com/pt/teatro/montanha-russa.html

2/6

Clipping_Montanha-Russa_Rede Rede Eunice  
Clipping_Montanha-Russa_Rede Rede Eunice  
Advertisement