Page 1

Domingo e Segunda-feira, 26 e 27 de Janeiro de 2014 - Ano 13 - Edição 893 - R$ 2,00 Fone: (44) 3018-2015 - Site: http://folhadecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com

Microempreendedores Individuais tem atenção especial em Cianorte

Parceria entre Sebrae e ACIC oferece orientações e cursos para quem deseja se formalizar

Se existe algo que não falta em Cianorte são oportunidades. Por esta razão muitas pessoas acabam buscando realizar o sonho de ser seu próprio chefe e abrir seu próprio negócio, muitas Andye Iore / FOLHA

vezes, porém, a maioria dessas novas empresas permanece na informalidade. E uma das opções mais simples para essas pessoas se formalizarem é através do Microempreendedor Individual (MEI).

Como forma de promover a formalização a Associação Comercial e Industrial de Cianorte (ACIC) através de uma parceria com o SEBRAE tem desde o ano passado oferecido palestras de orientações

voltadas a este público que tem seu próprio negócio e deseja regularizar sua situação. E em 2014 não deve ser diferente, já que várias ações já estão programadas. O apoio ao Microem-

preendedor em Cianorte também tem sido o foco do governo municipal, tanto que a Capital do Vestuáio é uma das poucas cidades do Paraná que apresenta agilidade e facilidade para a liberação

de documentos, como o Alvará. Isso se deve especialmente ao Decreto Nº 159/2013 e a Lei nº 4090/2013 que visam um atendimento diferenciado em âmbito municipal. Pág. 12

Um dos grandes desafios em 2014 será a municipalização do trânsito Esta discussão não é nova. Teve início em meados dos anos 80 e se intensificou durante os mandatos do prefeito Edno Guimarães. Durante este tempo várias alternativas foram analisadas com a participação de segmentos diferentes da comunidade. O prefeito Bongiorno mostra disposição em dar uma solução em 2014 com a municipalização do trânsito. Com uma frota emplacada que chega a quase 50 mil veículos, a malha

viária municipal precisa ser adaptada para a nova realidade. Os números de veículos circulantes crescem em uma velocidade quase alucinante. Ano passado mais de três mil veículos entraram em circulação. A atual administração já tomou as primeiras providências. Desde o ano passado a sinalização de trânsito vem sendo revitalizada no sentido de dinamizar a fluidez do trânsito. Pág. 09

Deputado Estadual Jonas Guimarães comemora bons resultados para a Região

Andye Iore / FOLHA

Cianorte e Arapongas fazem jogo de rivalidade

Estágios são portas para ingressar no mercado de trabalho Pág. 10

2º Café de Negócios é realizado na Associação Comercial Pág. 11

O deputado estadual Jonas Guimarães comemora com sua base política os bons resultados e projetos que estão sendo colocados em prática que tiveram sua participação. Entre eles estão a funcionamento da Defensoria Pública em Cianorte, a

abertura do edital para duplicação da PR-323 e a venda de produtos agrícolas das pequenas propriedades rurais. “Estamos sempre trabalhando por Cianorte e região com bons resultados”, comentou Jonas Guimarães. Pág.09

Viber realiza convenção de Inverno 2014 Apoio da torcida do Leão do Vale será fundamental no jogo de hoje

O Cianorte FC joga hoje contra o Arapongas seu futuro no Paranaense 2014. Se perder o time cianortense fica em situação complicada e terá que jogar para escapar do quadrangular que define os dois rebaixados para a Série B em 2015. O campeonato tem apenas 11 rodadas em turno único. AN_REV_PERSO_42x28cm.pdf

1

10/10/12

Por isso oferece poucas possibilidades de recuperação na tabela. Em caso de nova derrota, o Leão do Vale terá perdido 30% dos jogos e ficará em situação complicada. Porém, se ganhar do Arapongas, segue com chances iguais aos demais times para se classificar para o mata-mata. Pág.11

19:12

Págs. 04 e 05


Ed. nยบ 893 - Domingo e Segunda-feira, 26 e 27 de Janeiro de 2014 - Fone: (44) 3018-2015 - Website: http://folhadecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com


Ed. nยบ 893 - Domingo e Segunda-feira, 26 e 27 de Janeiro de 2014 - Fone: (44) 3018-2015 - Website: http://folhadecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com


Ed. nº 893 - Domingo e Segunda-feira, 26 e 27 de Janeiro de 2014 - Fone: (44) 3018-2015 - Website: http://folhadecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com

Viber realiza convenção de Inverno 2014

Entre os dias 09 e 10 de janeiro foi realizada em Cianorte a convenção de vendas de Inverno 2014 da Viber, marca do Grupo RZM. Participaram do evento representantes de vendas de todo o Brasil, funcionários e forne-

cedores do Grupo RZM que puderam conhecer em primeira mão a nova coleção Inverno 2014 que tem inspiração no leste europeu e na cultura oriental. As peças bem elaboradas e com designer

inovador estarão na próxima temporada, espalhadas por vitrines e araras despertando desejo por todo o Brasil. O encerramento foi realizado com uma festa e desfile no Ebisu Lounge.


Ed. nยบ 893 - Domingo e Segunda-feira, 26 e 27 de Janeiro de 2014 - Fone: (44) 3018-2015 - Website: http://folhadecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com


Ed. nº 893 - Domingo e Segunda-feira, 26 e 27 de Janeiro de 2014 - Fone: (44) 3018-2015 - Website: http://folhadecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com

Making of Santa Justina Inverno 2014 com a top Carol Ribeiro

A Santa Justina, marca high fashion do Grupo Osmoze, acaba de divulgar o making of do seu Inverno 2014. Repetindo o sucesso da campanha de verão’14, quando a modelo platinou as madeixas exclusivamente para as fotos, a label recrutou mais uma vez a top Carol Ribeiro para ser o rosto das imagens.

Em fotos de Rennan Christofoletti, Carol posou com styling de Rafael Mendonça e beleza de Saulo Fonseca. O inverno 2014 da marca vem em um clima mais dark. Preto, tons escuros e terrosos figuram entre os destaques da coleção, que traz peças suntuosas repletas de pedrarias e adereços diversos.

COMUNICADO IMPORTANTE

Caso você tenha em sua casa TELEFONE FIXO DA OPERADORA “OI”, saiba que em suas faturas podem estar sendo cobradas TAXAS INDEVIDAS, cabendo ação judical para que os valores sejam devolvidos, mais uma INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL pela cobrança abusiva. Para maiores informações procure a Rua Uberaba nº 271, esquina com Rua Sorocaba, Zona 04, Cianorte - Paraná, ou ligue (44) 3631-7664. BUSQUE SEUS DIREIROS DE CONSUMIDOR Anteciosamente Paulo Pina Assessoria


Ed. nยบ 893 - Domingo e Segunda-feira, 26 e 27 de Janeiro de 2014 - Fone: (44) 3018-2015 - Website: http://folhadecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com


Ed. nยบ 893 - Domingo e Segunda-feira, 26 e 27 de Janeiro de 2014 - Fone: (44) 3018-2015 - Website: http://folhadecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com


Ed. nº 893 - Domingo e Segunda-feira, 26 e 27 de Janeiro de 2014 - Fone: (44) 3018-2015 - Website: http://folhadecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com

Um dos grandes desafios em 2014 será a municipalização do trânsito

A sinalização de trânsito vem sendo revitalizada para dinamizar a fluidez do trânsito

Paulo Tertulino Redação Esta discussão não é nova. Teve início em meados dos anos 80 e se intensificou durante os mandatos do prefeito Edno Guimarães. Durante este tempo várias alternativas foram analisadas com a participação de segmentos diferentes da comunidade. O prefeito Bongiorno mostra disposição em dar uma solução em 2014 com a municipalização do trânsito. Com uma frota emplacada que chega a quase 50 mil veículos, a malha viária municipal precisa ser adaptada para a nova realidade. Os números de veículos circulantes crescem em uma velocidade quase alucinante. Ano passado mais de três mil veículos entraram em circulação. A atual administração já tomou as primeiras providências. Desde o ano passado a sinalização de trânsito vem sendo revitalizada no sentido de dinamizar a fluidez do trânsito. Novos semáforos em pontos cruciais e pintura de faixas de pedestres. Soma-se a isto o trabalho para ampliar o núme-

ro de vagas na área central e nos bairros em que o comércio cresceu acompanhando o ritmo de desenvolvimento da cidade. De acordo com o chefe da Divisão Municipal de Trânsito, Nelson Cézar Pereira, novas medidas estão em estudo. “O prefeito Bongiorno vive preocupado com o trânsito e nos cobra providências para resolver o problema”, ressalta, acrescentando – “Uma licitação vai definir empresa especializada para fazer um planejamento, mas algumas diretrizes estão definidas”. Ele se refere a proibir conversão à esquerda nos cruzamentos com semáforos e na criação de mais vagas para estacionamento de motocicletas. Para isto alguns contornos em avenidas e ruas de grande fluxo serão eliminados. Pereira acredita que esta medida vai possibilitar a abertura de novas vagas para os carros. Só que surgiu um problema adicional. Vem crescendo substancialmente a frota de caminhonetas. Região em que a agricultura ainda é muito forte, os produtores rurais preferem este ripo de veículo dada a sua robus-

Com uma frota de quase 50 mil veículos, a malha viária municipal precisa ser adaptada para a nova realidade

tez e a sua múltipla utilização. “Uma caminhonete toma o lugar em que daria para estacionar um carro pequeno e uma moto”, exemplifica Nelson Cézar. Internautas apóiam o estacionamento pago Inegável o crescimento da participação popular nas redes sociais na Internet. Não se tem números exatos, mas é possível presumir que haja hoje mais de 40 mil computadores conectados à gran-

de rede. Com a anunciada municipalização do trânsito tornou-se inevitável a discussão sobre a eventual implantação do estacionamento pago a fim de possibilitar a maior rotatividade nas vagas de estacionamento. Em geral os internautas aprovam o novo sistema, desde que haja uma tarifa justa conforme a realidade local. A Folha separou algumas opiniões de usuários da grande rede. Nelson Trali Júnior possui uma sorveteria no en-

Jonas Guimarães comemora bons resultados para região Andye Iore / FOLHA

Ações no transporte, atendimento público e agricultura são colocadas em prática em benefício da população

Jonas Guimarães: projetos com participação do deputado cianortense são colocados em prática

Andye Iore Redação O deputado estadual Jonas Guimarães comemora com sua base política os bons resultados e projetos que estão sendo colocados em prática que

tiveram sua participação. Entre eles estão a funcionamento da Defensoria Pública em Cianorte, a abertura do edital para duplicação da PR-323 e a venda de produtos agrícolas das pequenas propriedades rurais. “Esta-

7ª Cerimônia de Adesão Coletiva da ACIC tem nova data Juliano Secolo Redação A Associação Comercial e Industrial de Cianorte informa que a 7ª Cerimônia de Adesão Coletiva foi transferida para o próximo dia 13 de fevereiro com início às 19:30 horas na sede da entidade, localizada na Avenida Santa Catarina, 683. Para o evento estão programados a apresentação dos novos associados juntamente com seus “padrinhos”; homenagem aos parceiros da Campanha ACIC 50 anos

e Natal Iluminado ACIC; apresentação de parcerias; homenagens às empresas cianortenses que tiveram seus produtos e serviços premiados em âmbito nacional em 2013; entrega de homenagem referente ao I Ranking dos 10 maiores contribuintes de Cianorte para participação do retorno do ICMS para o município - 2014. Ao final da cerimônia será realizado um coquetel. Maiores informações podem ser adquiridas junto a ACIC pelo telefone: 3619-1124 ou na sede da entidade.

mos sempre trabalhando por Cianorte e região com bons resultados”, comentou Jonas Guimarães. O político cianortense avalia que a implantação da Defensoria Público em Cianorte foi uma grande conquista para a cidade. E, mesmo em meio a polêmica com o deputado sendo criticado quando houve boatos que uma cidade da região menor receberia a Defensoria e Cianorte não, Jonas Guimarães seguiu trabalhando e participou da abertura do serviço para a cidade. “Participei da votação do orçamento para criar as Defensorias no Paraná, da posse dos defensores públicos e pedi que pelo menos dois defensores fossem designados para Cianorte. Foi o que aconteceu”, ressaltou. Outra ação que teve participação de Jonas Guimarães, como outros políticos regionais, foi a mobilização pela duplicação da PR-323. O jornal

Folha de Cianorte publicou essa semana que foi aberto o edital. A abertura das propostas será no dia 26 de fevereiro e o valor de referência para tarifa do pedágio é de R$ 4,20 no máximo. “Eu participei das reuniões e também das audiências públicas realizadas pela região. E agora estamos caminhando para termos uma obra referência não só no Paraná como no Brasil”, considerou Guimarães sobre o futuro da PR-323. Jonas Guimarães também destaca que foi sancionado em dezembro e deve ser colocado em prática em breve a liberação para que os pequenos agricultores vendam seus produtos em todo o Paraná e não mais somente em seu município de origem. Jonas Guimarães prefere mostrar os resultados de seu trabalho em Curitiba que procurar defeito ou criticar outros políticos.

MP de Cianorte está com vaga aberta para estágio Juliano Secolo Redação Acadêmicos do curso de Direito já podem se inscrever para o teste seletivo para estágio no Ministério Público Estadual (MPE) junto à Promotoria de Justiça de Cianorte, na Central de Atendimento ao Cidadão. Os interessados em concorrer a vaga devem estar devidamente matriculado a partir do 3º ano ou 5º semestre. Estão sendo oferecidas duas vagas, sendo que os candidatos selecionados terão uma bolsa auxílio de R$ 750,00 para jornada de 20 horas semanais e o contratado ainda receberá o auxílio transporte de R$ 114,00. As inscrições devem ser preenchidas até o pró-

ximo dia 7 de fevereiro, das 8h às 12h e das 13h às 17h, na sede do MPE da Comarca de Cianorte - Central de Atendimento ao Cidadão, na Avenida Brasil, nº. 605, centro. No ato da inscrição, o candidato deve entregar as fotocópias de identidade e CPF e comprovante de matrícula atualizado. Os estudantes serão submetidos a teste com questões sobre Direito Penal, Juizados Especiais Criminais, Direito da Criança e do Adolescente, Direito de Família e Processo Civil. Essa avaliação será aplicada na data provável de 13 de fevereiro de 2014, das 13h30 às 16h30, na Comarca de Cianorte. (Com informações do PCI)

torno da Praça 26 de Julho – “Acho interessante, pois se reclama tanto de falta de vagas e isto vem pra ajudar, além de gerar mais empregos”. Ele não acredita que isto vá prejudicar seu negócio. “Vai causar certo transtorno no começo, mas depois a situação se ajeita”, opina. Para a comerciária Wellytha Gracielly Nabia, que há vários anos trabalha em uma lanchonete localizada na Avenida Souza Naves, “Acho uma boa idéia por que olhando por um lado, a maioria

dos carros que fica estacionado no centro, são de funcionários das lojas... talvez implantando essa idéia de estacionamento pago, sobraria vagas pra quem vem de fora e não consegue lugar pra estacionar no centro...” Alguns internautas sugerem a ampliação de linhas do transporte coletivo e a colocação de ônibus mais confortáveis. “Acho que esta medida faria com que muita gente deixasse o carro em casa e usasse a circular”, opina Roni de Godois, representante comercial. E existem aqueles que sugerem espaço exclusivo para o trânsito de bicicletas, facilitando a mobilidade urbana. Enfim, todas estas questões estarão em discussão a partir de meados de fevereiro quando a Câmara de Vereadores retorna do recesso legislativo. O presidente da Casa, vereador Dadá, acredita que não haverá maiores problemas para a municipalização do trânsito. “A lei já foi aprovada e cabe ao Executivo apenas regulamentá-la”, destaca. Mas para isto setores representativas da comunidade serão ouvidos.

Trabalho ilegal de projetistas na mira do CREA-PR Assessoria CREA-PR

O trabalho ilegal de projetistas, que mesmo sem habilitação, realizam projetos de construção civil, tem sido constatado em Maringá, Cianorte e região. Muitos desses trabalhos têm contado com a participação de engenheiros que apenas assinam a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) para formalizar irregularmente a responsabilidade técnica de obras. Tal atitude tem preocupado o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (CREA-PR), por conta dos prejuízos causados aos proprietários, que adquirem um trabalho sem qualidade, podendo trazer prejuízos financeiros e colocar em risco a integridade física de pessoas. As situações mais comuns são encontradas em projetos de casas de pequeno porte, conforme afirma o presidente da Associação Regional dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Cianorte (AREARC), Luiz Fabiano Calderoni. Ele conta que, em geral, os projetistas ilegais são pessoas que conhecem programas de desenho de projeto, mas não possuem qualificação e habilitação. “Muitos não têm nem o curso técnico”. Para tornar regular a atividade, eles procuram engenheiros para apenas assinar a ART. “Tem casos em que o desenhista mesmo acompanha a obra, ou o proprietário fica a mercê do mestre de obras. Quando um engenheiro participa do ‘esquema’, geralmente recebem uma pequena quantia só pela assinatura, mas não acompanham os trabalhos”, conta Calderoni. As consequências já começaram a aparecer. Segundo Calderoni, donos de imóveis da região, que tiveram problemas na estrutura, já entraram na justiça. “Esses engenheiros precisam entender que eles são responsáveis pelas

obras que assinam. O juiz não leva em consideração se foi o desenhista que fez todo o trabalho. Quem vai responder pelo estrago é o engenheiro, independente dele ter apenas assinado projeto”. O CREA-PR tem procurado alertar engenheiros e proprietários sobre os prejuízos que tal prática pode acarretar. O inspetor-chefe do CREA em Cianorte, Alex Godoy, reforça que os projetistas não têm preparo para se responsabilizar por uma obra. “Contratar um profissional não habilitado é um risco, pois ele não tem os estudos necessários para a realização do projeto. Muitos não levam em consideração as características do terreno, a compatibilidade hidráulica, elétrica, entre muitos pontos. Pode haver prejuízo na qualidade e depois não haverá a quem recorrer, em caso de problemas. Algumas pessoas, querendo economizar, contratam essa mão-de-obra ilegal, mas não pensam que isso pode trazer gastos muito maiores no futuro, com intervenções, reformas, reforço estrutura, entre outros”, diz Godoy. O conselheiro do CREA em Cianorte, Fábio Magron, orienta também os proprietários. “Algumas pessoas contratam empresas para fazer suas casas. É importante verificar se a empresa é registrada no CREA-PR, se o projeto foi de fato feito por um engenheiro e se ele está acompanhando a obra. Mesmo ao comprar residências já prontas, é essencial conhecer o profissional responsável pela construção”, diz. O desenhista que for flagrado atuando além das suas responsabilidades pode responder pelo exercício ilegal da profissão. O engenheiro sofrerá sanções éticas do CREA-PR por acobertamento de leigo, cujas penas oscilam entre advertência até a perda do registro profissional.


Ed. nº 893 - Domingo e Segunda-feira, 26 e 27 de Janeiro de 2014 - Fone: (44) 3018-2015 - Website: http://folhadecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com

O ENCONTRO COM O MAR

Quando se chega ao mar é mister fazer um cerimonial de chegada. Não se chega ao mar, de repente, rompendo as ondas e dando mergulhos, eis que o mar é indomável, como nosso próprio coração. É preciso chegar ao mar de manso, olhando de perto o repicar das ondas e devagar ir sentindo a água morna adormecer os pés, até acostumar-se à areia fina e à temperatura diferente do andar descalço sob as águas. Espera-se que o encontro do mar seja ritualístico, para ser verdadeiro. Não se chega ao mar correndo ao encontro das águas temerosas sem conhecê-lo; como toda criatura de Deus é necessário dialogar e ver quais a intenções do mar. Aí, sim, a calma vai chegando devagar, se instalando, a ansiedade volta ao ponto zero e pode-se, deslumbrado, dobrar os joelhos sobre a areia e iniciar o diálogo com o imperscrutável, o com o misterioso, com o grandioso dom da natureza... Não é fácil aquietar o coração diante do desconhecido, eis que molhar os pés na água morna é um prazer, mas a excitação de afundar-se nas águas revoltosas trás o medo à alma e o cuidado de não perder-se de si próprio. Depois do diálogo é necessário ficar a refletir, diante daquela natureza tão grandiosa, tão doce, mas ao mesmo tempo tão misteriosa. O mar não foi idealizado para derreter-se no sal e ficar fritando na areia, porque o mar quer estabelecer o paralelo da entrega no momento certo. Respeitar o mistério, depois dormir ao som do vai e volta das ondas que não se cansam de repetir sempre o mesmo movimento e emitir o mesmo som. Tomar a brisa fresca na pele, sentir o vento apalpar a roupa e levantar os cabelos desgrenhados, sentir a liberdade de tomar para si a direção do vento, sentir o prazer de ser só, único, absoluto. A presença de banhistas sem desejos não pode atrapalhar quem quer dialogar com o mar e o vento. Saber estar só, no meio da multidão, trás um prazer inigualável à alma. Ser só, estando rodeado de semelhantes, gritar sem ser ouvido, pensar alto, sem que tenha alguém que venha propor contrariedades, leva à absoluta liberdade de ser único diante do mar. Tenho temor daqueles que levam para o mar raquetes, bolas, petecas para brincar na areia quando nunca em toda a vida treinaram para serem homens livres. Não conseguem se separar de seus bens, mal dividem o que tem, enquanto a natureza está a oferecer de graça, em plenitude, o casamento perfeito entre ser livre e estar só, entre partilhar a natureza e ser feliz. Assim abrir os braços para o alto, deixar sorver com sofreguidão o ar que alimenta o movimento do mar, esquecer que nossos compromissos existem, deixar morrer no mergulho na água morna é conhecer o absoluto, o intocável, é entrar no mistério, é deixar-se ficar. Assim será o meu encontro com o mar.

AUMENTA NÚMERO DE PACIENTES BRUXOMANO

A competição do dia-a-dia, a maratona de compromissos inadiáveis, aliados às responsabilidades nem sempre cumpridas, e a falta de tempo, nos leva a descarregar nossos problemas nos dentes. Enfrentando competições no trabalho, boa dose de culpa por não ter o tempo que gostaria para se dedicar à família, além do permanente estado de alerta em função da violência urbana, as dores craniofaciais tem se tornado rotina. As razões psicológicas e físicas ainda estão sendo estudadas, mas percebe-se que junto com o bruxismo, quase na totalidade das vezes, o fator emocional está associado. Depois de alguns minutos de conversa, os motivos de todo o sofrimento físico vem à tona: depressão, estresse, ansiedade e medo. Embora a doença esteja mais presente na faixa etária entre 30 e 45 anos, encontramos pacientes com bruxismo já na adolescência. Enquanto o homem tem menos tendência em somatizar os problemas, e quando o fazem, costumam apresentar distúrbios gastrintestinais ou doenças do coração, as mulheres tendem a concentram na região da cabeça os seus problemas. As dores temporo mandibulares, que se repercutem por toda a cabeça, maxilares, pescoço, ouvido e até mesmo nas costas, é uma queixa muito comum nos pacientes, e chegam a limitar ações como falar, morder e mastigar. Alguns fatores locais também contribuem para acentuar a dor, como alterações respiratórias, hábitos como roer unhas ou goma de mascar, e ainda o posicionamento incorreto dos dentes que forçam a uma postura muscular alterada. É importante não ceder ao comodismo de se automedicar com analgésicos e antiinflamatórios, porque além de não resolverem o problema, acabam causando outros males e perdendo a eficácia. Os pacientes com disfunção temporomandibular devem receber tratamento integrado. Alterações na posição dos dentes e no emocional devem ter peso semelhante na avaliação. Dentistas, psiquiatras, fisioterapeutas, psicólogos, e outros profissionais da saúde devem estar preparados para diagnosticar e encaminhar esses pacientes ao tratamento adequado, e muitas vezes integrado. Colaboração: Dr. Wagner Destéfano Cirurgião Dentista - CRO 10637

Izaura Aparecida Tomaroli Varella Advogada e Professora - e-mail: izauravarella@uol.com.br

Pela legislação vigente (Lei nº 11.788/2008), de estagio podem fazer estágio estudantes com mais de 16 anos de idade. Por isso, muitos jovens ao atingir essa idade partem em busca dessa oportunidade, pois o estágio prepara os estudantes para inserção na vida profissional. Contudo, para quem nunca trabalhou a conquista de um emprego muitas vezes é uma tarefa difícil, não apenas aos 16 anos, mas em qualquer idade. Para o estudante, o estágio é o primeiro passo em direção à conquista do objetivo maior do emprego. Em Cianorte e região a intermediação entre empresas e estudantes para os programas de estágio é feita através do Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná (CIEE). Atualmente o órgão conta com diversas oportunidades de estágio abertas em diversas áreas. Para ser encaminhado para as vagas de estágio é preciso preencher um cadastro no CIEE, para isso é necessário ter no mínimo 16 anos e comparecer em uma unidade do CIEE munido de RG e

CPF próprios e estar regularmente matriculado e frequentando o ensino médio, educação profissional ou ensino superior. Todas as vagas oferecem os benefícios garantidos pela Lei do Estágio, como bolsa-auxílio, recesso remunerado e auxílio-transporte. O CIEE O Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná (CIEE) é uma associação civil sem fins lucrativos e de utilidade pública. Fundado no Paraná em 14 de agosto de 1967 através da iniciativa de um grupo de educadores e empresários preocupados com o descompasso entre a formação profissional e a capacitação do estudante para ingressar no mercado de trabalho o CIEE atua como elo entre as empresas e a instituição de ensino com o objetivo de proporcionar o aprendizado prático para os estudantes. Além de estágios, o CIEE atua fortemente na capacitação de jovens com cursos gratuitos de disciplinas essenciais à melhoria dos índices de empregabilidade. O Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná está presente em todo

Interessante a matéria publicada em Jornais e divulgado na TV, nesta semana, em que um Juiz de Madri (Espanha) vê indícios de “simulação contratual” na contratação do brasileiro e jogador Neymar (ex Santos). Segundo a decisão do Juiz Pablo Ruiz de Madri, anunciado esta semana existe “indícios suficientes” para dar início à investigação, que vislumbra ter havido uma “simulação contratual para ocultar dos sócios do Barcelona o verdadeiro valor da operação”. Sandro Rosell (pediu demissão), então presidente do Barcelona, diz que “Neymar foi contratado por 57 milhões de euros, mas segundo as investigações desenvolvidas pela Justiça espanhola, acredita que tenha custado 74 milhões de euros, chegando a um custo de 95 milhões de euros”. O que chama atenção na situação posta, é a interferência judicial, em que o Juiz desenvolveu a investigação, a pedido do sócio do Barcelona, Jordi Cases, com o argumento de “indícios suficientes”. Importante ressaltar que no Brasil, se for utilizado esse argumento “indícios suficientes”, muitas situações vão dar em múltiplos processos. No mundo do futebol brasileiro, afora os problemas da Copa do Mundo, começa pelo recente caso do time da Portuguesa que foi rebaixada, para série B, em detrimento do Fluminense que mesmo perdendo pontos no campo, passou para a série A, por conta do uso irregular do jogador Heverton na última rodada do Campeonato Brasileiro, existindo “indícios suficientes” de possível trama, não sabendo afinal quem sobe e quem desce, pela chuvas de ações e liminares. Outro fato que passa despercebido, é oferta da CBF à Portuguesa, de um pretenso empréstimo de R$- 4 milhões de reais, condicionado segundo informação do presidente da Portuguesa, à desistência do clube da série “A”, fato que, analisando o argumento do Juiz espanhol existe “indícios suficientes”, também de simulação, suscetível de investigação. Em outro fato, longe do mundo do futebol, mas na política, é o caso do ex-deputado federal Pedro Henry (PP-MT), condenado no mensalão, após a condenação, optou por cumprir a pena em Cuiabá, requerendo o regime semiaberto, deferido pelo Juiz da Vara de Execuções Penais de Cuiabá. Agora, impetrou outro recurso, para “fazer dois cursos de pós graduação e um segundo emprego”, fugindo de ficar cumprindo a pena, ou seja, “indícios suficientes” que queria burlar o cumprimento de sua pena, atrás das grades, assim o Magistrado na sua sábia decisão indeferindo a pretensão digna de transcrição:

. Além disso, em outro pedido encaminhado no dia 13 de janeiro, a defesa do ex-parlamentar, solicitou também autorização para trabalhar como médico legista das 7 horas de domingo às 7 horas da segunda feira – “indícios suficientes” na tentativa de fugir da impunidade e ficar em casa no final de semana, também indeferido pelo Juiz da Execução em Cuiabá-MT. Indícios suficientes de omissão (cumprimento do dever), também existiu no caso da “não assinatura do mandado de prisão de João Paulo”, que ganhou mais trinta dias de liberdade, fato criticado pelo presidente do STF Joaquim Barbosa, que está dando seu “rolezinho” pela Europa.

Altimar Pasin de Godoy. Advogado. Mestre em Direito.

Estágios são portas para ingressar no mercado de trabalho Juliano Secolo Redação

INDÍCIOS SUFICIENTES

o Estado do Paraná, com uma rede de 37 unidades operacionais. Em Cianorte o CIEE está localizado na Avenida Goiás, 431 – sala 53, no Edifício Centro Comercial – Fone: |44| 3629-7235 site www.cieepr.org.br e-mail cianorte@cieepr.org.br CURSOS GRATUITOS O CIEE, através de um trabalho social, também oferece vários cursos gratuitos. Segundo a Agente de Estágio do CIEE em Cianorte, Laura Berner Rocha os cursos são gratuitos para todas as idades, sendo, portanto, aberta a toda a comunidade e não apenas para os estudantes. Além dos cursos oferecidos na unidade do CIEE, qualquer cidadão pode também participar dos cursos online. Esses cursos também são gratuitos e podem ser acessados através de um link. Aos interessados, entrar em contato com o CIEE/CIANORTE e solicitar maiores informações. Vale ressaltar, que através dos cursos oferecidos pelo CIEE, os estagiários adquirem as qualidades necessárias para o trabalho nas empresas que, por sua vez, tem a oportunidade

de “moldar” o profissional de acordo com suas necessidades, com isso, além de abrir as portas do mercado de trabalho, o estágio muitas vezes deixa de ser uma oportunidade temporária e se torna um passaporte para o ingresso definitivo na profissão. EMPRESAS Com 46 anos de atuação no Paraná o CIEE oferece programas de estágios pautados de qualidade em todos os processos, moldados em modernos conceitos de trabalho em equipe para prestar um serviço de alta qualidade. Por isso, o CIEE se coloca a disposição das empresas para agendar visitas e apresentar o programa de estagio. Dentre os principais benefícios do programa de estágio para as empresas estão: descoberta de novos talentos e ideias criativas para os seus negócios, significando a oportunidade de agregar conceitos e inovações do ambiente acadêmico trazido pelo estudante, e ainda, as empresas trabalham na inclusão social do jovem no mercado de trabalho, proporcionando-lhe benefícios pessoais e profissionais.


Ed. nº 893 - Domingo e Segunda-feira, 26 e 27 de Janeiro de 2014 - Fone: (44) 3018-2015 - Website: http://folhadecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com

Câmara de Cianorte aprova a construção de mais uma creche Assessoria CMC

Além dos projetos de cunho social (quatro, dos nove apresentados), outro destaque na sessão extraordinária de hoje (24) foi a educação. Dessa vez, as beneficiadas com a construção de um Centro de Educação Infantil serão as famílias do Jardim Verdes Campos e região. A obra, aprovada pelos vereadores, contará com recurso de R$1,5 milhão do Governo Federal, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). No ano passado, a Câmara autorizou a cobertura da quadra escolar da Escola Municipal Gonçalo Moreno Gutierrez. Como não foi possível realizar a licitação ainda em 2013, a proposta entrou novamente em votação e foi

o período de férias (entre 27 deste mês e 10 de fevereiro). O pedido foi concedido, independentemente do destino do prefeito.

Durnate a sessão extraordinária forma discutivos vários projetos

aprovada. Os vereadores também aprovaram a abertura de crédito adicional para manutenção das escolas municipais, os recursos são do FNDE. Outros projetos A Câmara aprovou a abertura de crédito adicional para a instalação de sistema de ar condicionado no quartel do Corpo de Bombeiros.

Também foi aprovado a abertura de crédito para aquisição de caçamba container e mini-carregadeira que farão parte do Programa de Desenvolvimento Rural. Autorizado O Prefeito Claudemir Romero Bongiorno solicitou à Câmara uma autorização para ausentar-se do município durante

Calendário Segundo o cronograma, a primeira sessão ordinária do ano será no dia 17 de fevereiro. Porém, a qualquer momento os vereadores podem ser convocados para uma nova sessão extraordinária. Na sessão de hoje, estiveram ausentes por motivo de viagem os vereadores Zezão do Planalto, Natal Reis e Pastor Paulo Renato. Vale ressaltar que os vereadores não recebem adicionais decorrentes das sessões extraordinárias e que toda a comunidade tem livre acesso às reuniões realizadas no plenário da Câmara.

Cianorte e Arapongas fazem jogo de rivalidade no interior

Partida no Estádio Albino Turbay começa às 17h e os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) Andye Iore Da Redação O Cianorte FC joga hoje contra o Arapongas seu futuro no Paranaense 2014. Se perder o time cianortense fica em situação complicada e terá que jogar para escapar do quadrangular que define os dois rebaixados para a Série B em 2015. O campeonato tem apenas 11 rodadas em turno único. Por isso oferece poucas possibilidades de recuperação na tabela. Em caso de nova derrota, o Leão do Vale terá perdido 30% dos jogos e ficará em situação complicada. Porém, se ganhar do Arapongas, segue com chances iguais aos demais times para se classificar para o mata-mata. O técnico Ronaldo Bagé procurou arrumar o time taticamente com os treinos depois da derrota para o J. Malucelli na última quarta-feira. E tam-

mais barato que a maioria dos estádios nesse campeonato. O Cianorte ocupa a última colocação com zero ponto, cinco gols sofridos e somente um marcado. O Arapongas também não está em situação confortável e precisa vencer para melhorar na tabela. O visitante está em oitavo lugar com dois pontos conseguidos em dois empates.

vitórias para cada lado e dois empates. Por isso é fundamental o apoio da torcida no Albino Turbay, já que a tabela não favorece muito o time cianortense. Depois de hoje, o Leão do Vale terá outros três jogos em casa e mais cinco fora. A direção manteve um valor do ingresso acessível,

ARBITRAGEM Cianorte x Arapongas começa às 17h, no estádio Albino Turbay. O jogo é pela terceira rodada do Paranaense 2014. A arbitragem será de Selmo Pedro dos Anjos Neto com os auxiliares Fabricio da Silva Martins e Weber Felipe Silva. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e estão à venda na Três Xodós, Sport Mania, Auto Posto Colina e na sede do Cianorte FC.

ciedade empresarial de Cianorte e região o acesso a ferramentas de apoio para o melhor desenvolvimento dos nossos negócios nas mais diversas áreas”, disse, enfatizando em seguida a importância da união da classe em-

presarial. Direcionado para empresários de diversos setores, o Café de Negócios acontece em clima informal para possibilitar a interação dos presentes e a busca de soluções para desafios comuns.

O Técnico Bagé precisou trabalhar a parte tática e psicológica dos jogadores do Leão do Vale durante a semana

bém conversou bastante com o grupo para trabalhar o psicológico e tranquilizar a equipe. Além da partida decisiva, o confronto Cianorte x Arapongas já tem todo seu folclore de rivalidade no interior e sempre rendeu partidas bem disputadas nos últimos três anos. São oito jogos, sendo três

Acic Realizou 2º Café de Negócios Assessoria ACIC

Nesta segunda edição do evento, o Café de Negócios da Associação Comercial e Empresarial de Cianorte compartilhou as experiências do professor universitário Marcelo Rodrigues, que proferiu palestra com o tema “O que é e para que serve uma consultoria?”, além de abordar a parceria recém firmada entre a Associação Comercial e a Universidade Paranaense - Unipar, que deverá ser detalhadamente apresentada durante a 7ª Cerimônia de Adesão Coletiva da entidade no próximo dia 13 de fevereiro.

A parceria consistirá na prestação de serviços de consultorias gratuitas por meio do Centro Integrado de Apoio a Projetos Empresariais – CIAPE Unipar. “Uma consultoria existe para curar doenças empresariais”, disse o professor referindo-se aos pilares básicos de uma consultoria que seriam o diagnóstico, o planejamento e a ação de resultados. O presidente da Acic Cianorte, José Claudiney Rocco, presente ao evento, explicou a importância da entidade nos mais diversos setores da sociedade e elogiou a proposta do CIAPE . “ Nossa parceria irá proporcionar à so-

rua guararapes, 493


Ed. nº 893 - Domingo e Segunda-feira, 26 e 27 de Janeiro de 2014 - Fone: (44) 3018-2015 - Website: http://folhadecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com

Microempreendedores Individuais tem atenção especial em Cianorte

Parceria entre Sebrae e ACIC oferece orientações e cursos para quem deseja se formalizar Juliano Secolo Redação

Se existe algo que não falta em Cianorte são oportunidades. Por esta razão muitas pessoas acabam buscando realizar o sonho de ser seu próprio chefe e abrir seu próprio negócio, muitas vezes, porém, a maioria dessas novas empresas permanece na informalidade. E uma das opções mais simples para essas pessoas se formalizarem é através do Microempreendedor Individual (MEI). Por isso a Associação Comercial e Industrial de Cianorte (ACIC) através de uma parceria com o SEBRAE tem desde o ano passado oferecido palestras de orientações voltadas a este público que tem seu próprio negócio e deseja regularizar sua situação. E em 2014 não deve ser diferente, já que várias ações já estão programadas. Entre as atividades agendadas relacionadas ao MEI está a realização de uma palestra no próximo dia 30 de janeiro, a partir das 19:30 horas, na sede da entidade na Avenida Santa Catarina, 683, com o facilitador Eraldo Luiz Pasquini, que trabalhará o tema “Como tornar-se Empreendedor Individual”. O evento é gratuito e tem vagas limitadas. As

A figura do Microempreendedor Individual (MEI) reúne mais de 400 ocupações, como: pedreiro, cabeleireira, mecânico, técnico de computador, artesão, entre outras

inscrições e maiores informações podem ser adquiridas na ACIC ou pelo fone 3619-1124 com Cléo. Palestras e Oficinas semelhantes também serão realizadas nos dias 10 e 24 de fevereiro. O objetivo da ACIC é realizar um evento destes quinzenalmente, como forma de incentivar a formalização de quem já trabalha informalmente. Além disso, o Pronto Atendimento do Sebrae, que funciona dentro da ACIC, também auxiliará os MEIs no preenchimento da Declaração Anual do Simples Nacional (DANS) entre 03 e 17 de fevereiro, além de realizar entre

os dias 31 de março e 04 de abril a Semana MEI. MICROEEMPREEDEDOR INDIVIDUAL A figura do Microempreendedor Individual (MEI) foi criada em 2009 e reúne mais de 400 ocupações, entre elas pedreiro, cabeleireira, mecânico, técnico de computador, artesão, entre outras e que ganham até R$ 60 mil ao ano. O valor de contribuição mensal é de R$ 42,20, o que permite ao empreendedor ter até um funcionário, emitir nota fiscal, possuir alvará, participar de licitação pública e ter máquina de cartão de débito e crédito.

Em todo o Paraná, estão formalizados dentro do MEI mais de 194 mil empresários. Em Cianorte, 1129 Microempreendedores Individuais já buscaram a formalização. Os interessados em deixar a informalidade podem buscar orientação junto ao Pronto Atendimento do Sebrae na ACIC das 08 às 12 horas e das 14 às 18 horas de segunda a sexta-feira. DECLARAÇÃO ANUAL DO SIMPLES NACIONAL Até o próximo dia 30 de maio, os empreendedores que optaram pela formalização por meio do regime de microempreendedor

Decreto e Lei Municipal incentivam a formalização

Cianorte é um dos poucos municípios do Paraná que apresenta agilidade e facilidade para a liberação de documentos, como o Alvará, aos microempreendedores. Isso se deve especialmente ao Decreto Nº 159/2013 e a Lei nº 4090/2013 que visam um atendimento diferenciado e favorecido em âmbito municipal aos microeempreendedores individuais; micro empresas e empresas de pequeno porte. O Decreto nº 159/2013 altera o Capítulo V do Decreto Municipal nº 156/1983 que trata da inscrição e baixa do cadastro mobiliário de contribuintes. Pelo documento todas as pessoas físicas ou jurídicas que realize atividade empresarial ou de prestação de serviços deve se inscrever no cadastro para poder obter o Alvará de Licença de Localização e Funcionamento do Município. Pelo Decreto, os empreendedores que exercem atividades sem estabelecimento fixo - como muitas vezes ocorre com os prestadores de serviços – podem solicitar o Alvará através de um ponto de referência desde que a atividade seja condizente com o estabe-

lecido pelo decreto. Nesses casos, para receber o Alvará é preciso apresentar, no caso de pessoa física: a) Análise prévia deferida ou informação contendo a sua dispensa pela Divisão de Fiscalização e Divisão de Vigilância Sanitária; b) Fotocópia do documento de identidade e do cadastro de pessoa física (CPF); c) Fotocópia da identidade expedida pelo órgão de classe, quando profissional habilitado; d) Comprovante de endereço residencial; Declaração com firma reconhecida em Cartório de que o local trata-se de Ponto de Referência; e) Guia de pagamento da taxa. Para pessoa jurídica os procedimentos, basicamente, são os mesmos alterando-se apenas nos itens b) e c), já que nesse caso são exigidos: b) Fotocópia do cartão do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ); e c) Fotocópia do contrato social, requerimento de empresário, certificado de empreendedor, estatuto ou ata de constituição devidamente registrada. Já a Lei nº 4090/2013, que passou a vigorar desde 26 de junho, após ser aprovada por una-

nimidade pelos vereadores e sancionada pelo prefeito Bongiorno, passou a garantir uma melhor atuação dos pequenos empreendedores, através da redução de burocracia e da carga tributária. Segundo o prefeito Bongiorno “O texto da Lei foi regulamentado de modo que auxilie o processo de abertura das pequenas empresas, facilite a obtenção de crédito e possibilite a concorrência em licitações, fazendo com que parte significativa das compras públicas municipais sejam realizadas junto a estes empreendimentos, garantindo que o dinheiro circule dentro de nossa região”, explica. Entre outros benefícios, o mecanismo legal trata da apuração e recolhimento dos impostos e contribuições da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, mediante regime único de arrecadação; do cumprimento de obrigações trabalhistas e previdenciárias, inclusive obrigações acessórias; do acesso a crédito e ao mercado, inclusive quanto à preferência nas aquisições de bens e serviços pelos poderes públicos, à tecnologia, ao associativismo e às regras de inclusão.

Consultas ao SPC aumentam em Cianorte Juliano Secolo Redação Dentre os serviços ofertados pela Associação Comercial e Industrial de Cianorte (ACIC) as empresas da Capital do Vestuário, um dos mais utilizados é a Consulta ao Serviço de Proteção ao Crédito através do maior e mais confiável banco de dados do país, disponibilizado pelo SPC Brasil e pela Serasa Experian, objetivando diminuir os riscos de inadimplência. Ao longo do ano passado a ACIC registrou um aumento no número de consultas. Em Cianorte, no ano de 2012, 14.849 consumidores tiveram seus nomes incluídos no SPC, já em 2013 esse número aumentou para 20.614, o que representa um crescimento de 38,83%. A boa notícia é que o número de consumidores que ti-

veram seus nomes excluídos da lista de inadimplentes também cresceu cerca de 33,90%, já que em 2012 foram excluídos 12.062 consumidores e em 2013 esse número foi de 16.150. Porém, ao comparar o número de inclusões e exclusões de cada ano, percebe-se um aumento na inadimplência, uma vez que em 2012 o número de exclusões correspondia a 81,23% dos nomes incluídos no cadastro, ou seja, apenas 18,77% dos consumidores continuavam inadimplentes. Já em 2013 as exclusões corresponderam a 78,34% das inclusões, permanecendo no cadastro 21,66% dos inadimplentes, um aumento de 2,89%. CRESCIMENTO DO COMÉRCIO Apesar desse ligeiro aumento no número de

consumidores inadimplentes, o presidente da ACIC Claudinei Rocco explica que as vendas no comércio também tem crescido, como pode ser visto pelo aumento das consultas. “No final de 2013 tivemos um aumento de mais de 25% nas consultas ao SPC, o que acredito demonstrar um aumento nas vendas, principalmente em cheque e dinheiro, uma vez que nas vendas através do cartão de crédito não é preciso fazer este tipo de consulta.”, explica. CADASTRO POSITIVO Em vigor desde o início de 2013 no Brasil, o cadastro positivo é regido pela lei 12.414, de 9 de junho de 2011. Trata-se de um banco de dados com o histórico de crédito de pessoas físicas e jurídicas. As informações per-

mitem o aprimoramento das ferramentas utilizadas na concessão e gerenciamento do crédito. O cadastro positivo valoriza e motiva a boa reputação no crédito, tirando o foco da generalização das perdas. O compartilhamento das informações nesse novo cenário é determinante para um eficiente dimensionamento do risco. A metodologia anterior, baseada apenas nas informações negativas, é insuficiente, ultrapassada e não está em consonância com a sofisticação financeira do mercado brasileiro. Segundo o Serasa Experian, o Cadastro Positivo promove a expansão do crédito para os consumidores de forma sustentável, com significativos ganhos em termos de custos e agilidade, para as empresas.

individual devem fazer a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN), porém o ideal é que a declaração seja feita até o dia 20 de fevereiro. Segundo a consultora do Sebrae/PR, Juliana Schvenger “Quem não fizer até esta data (20 de fevereiro) terá que pagar juros, pois a guia de pagamentos, que é a contribuição do microempreendedor individual, só pode ser impressa depois da prestação de contas”, esclarece. Por esta razão o Pronto Atendimento do Sebrae em Cianorte, entre os dias 03 e 17 de fevereiro, orientará e auxiliará os Microeempreendedores Individuais na prestação de contas da DASN. O atendimento será feito das 08 às 12 horas e das 14 às 18 horas por agentes credenciados do Sebrae. É importante ressaltar que os empreendedores que se encontram em transição de MEI para Microempresa também devem fazer a prestação de contas da DASN. Para fazer a declaração é preciso ter em mãos o certificado de condição de microempreendedor individual, os relatórios de receita bruta, preenchidos e referentes ao exercício de 2013, com as notas fiscais e comprovantes anexos a esses relatórios.

Quem não fizer a declaração ficará sujeito a multa mínima de R$ 50. Juliana Schvenger explica que o Sebrae/PR prestará auxílio gratuito aos empreendedores, mas quem preferir poderá fazer a declaração pela internet. “Para isso, é preciso acessar o Portal do Empreendedor (portaldoempreendedor.gov.br). É muito simples e autoexplicativo, basta ter conhecimentos básicos em informática. O importante é não esquecer de prestar contas”, conta. SEMANA MEI Cianorte também participará entre os dias 31 de março e 04 de abril da Semana MEI que será promovida em todo o Brasil com o objetivo de mostrar os benefícios ds formalização para quem já trabalha como MEI. Durante a semana serão realizadas várias oficinas com profissionais das mais diversas segmentações empresariais. Também será realizada a orientação dos procedimentos necessários para a formalização. Alguns dias antes da Semana MEI será realizada na Capital do Vestuário uma fiscalização preventiva de orientação com abordagem educativa e informativa sobre as vantagens da formalização.

Cianorte tem a maior taxa de sobrevivência de empresas do PR Um estudo divulgado pelo Sebrae Nacional em julho de 2013, apresentou a taxa de sobrevivência das empresas nos 27 estados brasileiros. No país o índice é de 76 % e no Paraná de 75%. Cianorte, porém apresentou uma taxa de 84% superando tanto o índice nacional quanto o estadual. Ou seja, segundo o estudo apresentado de cada 100 empresas criadas 84 em média sobrevivem aos dois primeiros anos de vida, considerados como o período mais crítico para os negócios. O estudo analisou empresas criadas em 2007, a partir do processamento e da análise das bases de dados disponibilizadas pela Secretaria da Receita Federal (SRF). Considerando que os pequenos negócios representam 99% dos estabelecimentos formais no Brasil, o estudo traçou um raio-x da sobrevivência das micro e pequenas empresas. Os fatores apontados para a alta taxa de sobre-

vivência no país, segundo o estudo, foram: a legislação favorável aos pequenos negócios, com menos tributos e burocracia; o aumento da escolaridade no País, e por consequência também nas empresas; e o mercado nacional fortalecido, com mais de 100 milhões de consumidores. O Sebrae acredita que este índice pode melhorar ainda mais, mesmo levando em consideração as dificuldades enfrentadas pelos empreendedores que, muitas vezes, na fase inicial do empreendimento, ainda têm pouca experiência em gestão. O sucesso a sobrevivência, pelo menos em Cianorte, se deve ao fato dos empreendedores buscarem orientações em suas atividades, como o trabalho que vem sendo realizado pela ACIC ao longo dos anos, e que deve se intensificar ainda mais em Cianorte não só pelo trabalho da Associação, mas também pelo Pronto Atendimento do Sebrae.

Folha Regional de Cianorte - Edição 893  

Edição 893 da Folha Regional de Cianorte com circulação no domingo e segunda-feira, 26 e 27 de janeiro de 2014