Issuu on Google+

Investigação Assinado requerimento da CPI da Habitação em Campos Novos

Atletismo Página 6

O TEMPO HOJE

Danieli da Silva é convocada para a delegação brasileira

Campos Novos (SC), sexta-feira, 09 de maio de 2014

Ano 1 - Nº 37

Página 9

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Min 19° Max 22°

R$ 2,00

Nossa história escrita em uma nova folha

Sindproecam reivindica aplicação integral da Lei do Piso Nacional para o magistério municipal Após cinco anos da sanção da Lei que regulamentou o Piso Salarial Profissional Nacional do Magistério Público da Educação Básica, os professores ainda encontram resistência para o cumprimento da legislação em sua totalidade. Página 15

Política SC LHS veta aliança com o PP Página 7

Profissionalizante

Há algumas décadas, os produtores de grãos de Campos Novos ampliaram seus negócios para o Mato Grosso

Página 16

Senai Campos Novos inaugura no segundo semestre

Página 8


2

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

Da redaçã0

Previsão do tempo HOJE

O que virou manchete

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Nublado durante o dia. Noite com muitas nuvens.

DOMINGO

Dia de sol. As nuvens aumentam a tarde.

Max 20° Min 10°

Max 20° Min 12°

você fotógrafo

William Donizeti Inacio

Fonte: Climatempo

Jason Valladares e o filho Lucas Riffel Valadares foram fotografados por William Donizeti Inacio. A imagem foi feita no Autódromo Internacional de Guaporé (RS), quando Jason participava de curso auxiliado pela equipe de Motovelocidade Carlos Barcelos, o qual faz parte.

DESCE

SOBE Facilidade

Água

A Assembleia Legislativa aprovou o novo Estatuto das Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina. Entre as principais mudanças instituídas pela lei complementar, estão a desburocratização na abertura de empresas, o reconhecimento da categoria microempreendedor individual pelos órgãos de emissão de alvarás e a obrigatoriedade do ensino do empreendedorismo nas escolas. Na primeira norma, estarão isentos da apresentação de alguns documentos aos órgãos públicos para a abertura da empresa. Também, será possível registrar o negócio pela internet, eliminando o trabalho de buscar presencialmente o CNPJ. O novo processo seguirá o modelo de registro online do microempreendedor individual, que hoje pode ser feito pelo Portal do Empreendedor. Com 52 artigos, o projeto foi elaborado por entidades que representam o setor em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável. O estatuto será encaminhado para a assinatura do governador Raimundo Colombo.

C one xão facebook

Curta a página da Folha Independente. Faça sugestões de conteúdo. Comente.

Endereço

Rua São João Batista, 97, sala 102. Centro, Campos Novos (SC) - Cep: 89.620-000

Telefone

Durante sete dias, os moradores de Campos Novos, sofreram com a falta de água na cidade. Cerca de três dias todos os usuários ficaram sem abastecimento de água do Sistema Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). O problema iniciou na terça-feira da semana passada, dia 29, quando o Samae ocorreu problemas em uma peça da rede. Até a última segunda-feira (05) ainda havia racionalização e alguns pontos mais altos da cidade continuavam sofreram as consequências. Há muito tempo que os moradores não precisavam se preocupar com a falta de água na cidade, que em alguns anos atrás era comum. Dessa vez, a falta de água fornecida pelo Samae foi a mais longa dos últimos tempos. Além de cobrar das autoridades competentes bom funcionamento no abastecimento de água potável, obrigação dos governantes, é preciso conscientização de cada cidadão para que esse bem indispensável seja disponível para todos. Não desperdiçar água potável é obrigação de todos.

facebook.com/folhain

Reportagens

Francieli Parenti | MTB 4513/SC-JP Gisiane Agostini | MTB 4440/SC-JP

Projeto Gráfico e Diagramação Herton Farias | MTB 4198/SC-JP

(49) 3541-2522

Empresa Jornalística Planalto Sul Ltda. ME

Diretora Administrativa Financeiro

CNPJ: 10.478.439/0001-88

Diretora de Conteúdo

IE: 255.771.290

AMANHÃ

Max 19° Min 12°

Mais uma semana de muitas notícias em Campos Novos. Para manter os cidadãos camponovenses bem informados sobre os principais acontecimentos da semana, a redação da Folha Independente buscou detalhes de alguns fatos que são pauta nas diversas editorias, como educação, esporte, agronegócio, segurança, cultura, política, opinião e também entretenimento e a coluna social. Informações de seu interesse. Trazemos matéria sobre pedido de adequação à Lei de Acesso à Informação, Os órgãos públicos dos municípios da comarca de Campos Novos estão na mira do Ministério Público e precisam se adequar às normas que é de direito de todos os cidadãos. Será preciso implementar ferramentas de busca, que permita o acesso à informação de forma objetiva, transparente e clara. É nosso direito. As notícias da Câmara de Vereadores são destaques, mais uma vez. Dentre os assuntos relevantes levantado em tribuna, também fizemos matéria sobre assinatura do requerimento para abertura da aguardada CPI da Habitação. O caso vem sendo debatido nos bastidores da Casa Legislativa há alguns meses. Os vereadores da oposição disseram que cidadãos vêm se sentindo lesados, com reformas prometidas e não realizadas, obras mal feitas ou inacabadas, utilização de madeiras usadas, onde alguns tiveram que arcar com as despesas com mão de obra para a conclusão das casas, sendo que seria fornecida gratuitamente. Saiba mais sobre o trabalho dos nove vereadores que foram eleitos para representar toda a sociedade. Na editoria Cultura você acompanha o local, data e hora do lançamento do livro “Meu Querido Paulo”, de autoria da escritora catarinense Marlene de Souza Soccas. Além do lançamento do livro, a autora ministrará palestra sobre a Ditadura Militar. Vale a pena participar e ouvir o que Marlene tem para expor. Na editoria Especial, nossa reportagem abordou o polêmico tema: a Lei do Piso do Magistério. A presidente do Sindproecam, Léia Garcia Baggio, fala da situação dos professores. Também ouvimos a posição do prefeito Nelson Cruz sobre o assunto. Leia todos os detalhes na página 15. Nesta edição o agronegócio também é destaque. A editoria Folha no Campo traz reportagem com produtores de Campos Novos falando dos desafios do setor agrícola. Eles ampliaram seus negócios para o Mato Grosso e, a cada safra, aprendem a superar as diferenças de cada região do Brasil. Mais informações dos últimos acontecimentos você encontra nas próximas páginas da Folha. Você também faz parte desse trabalho e sempre será nossa inspiração diária no seu semanal.

A opinião expressa em artigos assinados é de responsabilidade de seus autores, não expressando necessariamente a opinião da Folha Independente.

CAMPOS NOVOS

Circulação Campos Novos, Abdon Batista, Brunópolis, Celso Ramos, Ibiam, Monte Carlo, Vargem e Zortéa. Impresso na Gráfica Tipobel Tiragem 2 mil/semana

Gisiane Agostini | contato@folhaindependente.com.br Francieli Parenti

Assinaturas

| jornalismo@folhaindependente.com.br

assinaturas@folhaindependente.com.br

Jornal filiado ao Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina, Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos Novos (CDL/CN) e Associação Empresarial Rural e Cultural de Campos Novos (Acircan).


3

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

OPINIão

Transparência

MP pede adequação dos municípios da comarca à Lei de Acesso à Informação Por Fabricio Carvalho* O Brasil com tantos desafios em múltiplas frentes também está preocupado, nas últimas décadas, com a questão ambiental, e o exemplo claro disso é a legislação voltada exclusivamente para esta área. Contudo, nem sempre foi assim. Na década de setenta, especificamente em 1.972, o mundo voltou os olhos para Estocolmo, na Suécia, encontro que tratou das preocupações ambientais mundiais – do qual o Brasil foi contra, pois pretendia a “industrialização a todo custo” na época do regime militar (apesar da existência de alguma legislação específica), quando havia manifestação com protestos lançando frases do tipo: “Bem vindos à poluição, estamos abertos a ela. O Brasil é um país que não tem restrições, temos várias cidades que receberiam de braços abertos a sua poluição, porque nós queremos empregos, dólares para o nosso desenvolvimento”. Claro que isso tudo ficou no passado, até porque sediamos a conferência Rio-92; tendo ocorrido em Johanesburgo - África do Sul a Rio+10 e mais recentemente no Rio de Janeiro - a Rio+20 que acabou tratando não somente de questões ambientais propriamente ditas, mas de questões sociais também, pois intimamente ligadas à sadia qualidade de vida (disciplinada na Constituição no capítulo específico do Meio Ambiente). Hoje o setor produtivo vem respondendo às demandas da natureza dando bons exemplos de preservação e comportamento socioambiental, adotando técnicas sustentáveis, investindo milhões de reais para que o desenvolvimento venha acompanhado de uma gestão de qualidade.

Por estes e tantos outros motivos a classe empresarial não pode ser a culpada pela degradação ambiental, visto que por longos anos foi incutido o desenvolvimento à frente de questões ambientais. Evidente que esta mesma classe não pode se esconder atrás destes argumentos para justificar a degradação, mas podemos pensar no desenvolvimento sustentável também de forma progressiva, voltando forças às futuras gerações, nossas crianças, empresários do futuro, esses sim sem desculpas para transgressões ambientais, devendo haver rigidez no ensino fundamental e médio quanto ao fator “ambiente ecologicamente equilibrado”. Decorre disso que a verdadeira revolução no cenário econômico mundial e o equilíbrio entre o poder produtivo e a preocupação com o impacto no meio ambiente dependem de diversos fatores, dentre os principais, a adoção de princípios constitucionais – tal como – o da razoabilidade e proporcionalidade, há que se agir com bom senso no trato ambiental, seja por parte da classe empresarial, como também por aqueles que criam e os que aplicam a Lei.

Fabricio Carvalho é Advogado, especialista em direito ambiental

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), através do Centro de Apoio Operacional da Moralidade Administrativa (CMA), lançou em 2013 o Programa Transparência e Cidadania, que tem por objetivo facilitar o acesso à informação relativa à Administração Pública, por meio do cumprimento das Leis de Acesso à Informação (Lei 12.527/11) e das regras referentes aos Portais da Transparência (Lei Complementar 131/09) por parte dos órgãos da administração pública, direta e indireta, estaduais e municipais. No ano passado, o Centro de Apoio realizou o diagnóstico dos municípios que possuem sítios oficiais e portais de transparência e celebrou convênio com Observatórios Sociais para a obtenção de informações quantitativas e qualitativas no âmbito do referido programa, além da elaboração de material de apoio. Em dezembro de 2013, o CMA deu início à quarta etapa do Programa Transparência e Cidadania, que consiste na comunicação às Promotorias de Justiça das irregularidades constatadas nos sítios oficiais, com a remessa de ofícios e relatórios de avaliação dos sítios e portais dos órgãos públicos. Até o início de fevereiro de 2014 o CMA, já realizou a avaliação de diversos sítios oficiais e portais de transparência de Prefeituras e Câmaras Municipais, dentre eles, os municípios da comarca – Campos Novos,

Vargem, Zortéa e Brunópolis. Com os resultados, a 2ª Promotoria de Justiça instaurou em abril, Procedimento Preparatório (PP) para apurar os indícios de irregularidades. O prazo para conclusão é de 90 dias. Ao comprovar a irregularidade, o Promotor de Justiça pode iniciar um inquérito civil ou, se considerar que as provas coletadas durante o PP são suficientes, pode adotar diretamente as medidas cabíveis, como a proposição de termo de ajustamento de conduta (TAC) ou de ação civil pública (ACP). Caso contrário, deve arquivá-lo. Conforme os indícios de irregularidades apontadas pelo levantamento, os portais da Câmara e a Prefeitura de Campos Novos deverão adequar o registro da estrutura organizacional, endereços, telefones e horários de atendimentos ao público, os registros de repasses ou transferências de recursos financeiros, bem como as despesas, informações sobre procedimentos licitatórios, inclusive os respectivos editais e resultados, bem como a todos os contratos celebrados, dados gerais para o acompanhamento de programas,

ações, projetos e obras de órgãos e entidades e respostas a perguntas mais frequentes da sociedade. Também deverá relatar a execução de despesas, no momento de sua realização, com a disponibilização mínima dos dados referentes ao número do correspondente processo, ao serviço prestado, à pessoa física ou jurídica beneficiária do pagamento. Os sites também deverão implementar ferramentas de busca, que permita o acesso à informação de forma objetiva, transparente, clara e em linguagem de fácil compreensão; a gravação de relatórios em diversos formatos eletrônicos, garantir a autenticidade e a integridade das informações disponíveis para acesso, manter atualizadas as informações disponíveis para acesso, indicar local e instruções que permitam ao interessado comunicar-se, por via eletrônica ou telefônica e adotar as medidas necessárias para garantir a acessibilidade de conteúdo para pessoas com deficiência. Os órgãos públicos também deverão implementar ações que incentivem a participação popular.

Capacitação A Associação dos Municípios do Planalto Sul Catarinense (Amplasc), em parceria com a Federação Catarinense de Municípios (Fecam), promoveu na terça-feira (06), uma capacitação voltada aos servidores das Câmaras dos sete municípios da Associação. O objetivo do encontro foi debater a implementação das políticas de publicidade e transparência pública relacionadas a Lei de Acesso e Informação e demais legislações. Discutir a organização do processo

interno de arquivamento de documentação da Câmara Municipal, bem como alternativas eletrônicas de apoio ao registro físico, bem como a implementação de portais da transparência nos municípios que ainda não fornecem o serviço. Somente as Câmaras de dois municípios da Amplasc, Campos Novos e Zortéa, fornecem portais da transparência em seus sites. A capacitação foi realizada pelo Consórcio de Informática na Gestão Pública Municipal (Ciga).

Educação no

Dhiêmis

DESAFIOS AMBIENTAIS

Câmara e Prefeitura de Campos Novos estão sendo investigados. Relatório preliminar apontou indícios de irregularidades

Trânsito Por Dhiêmis Metz Pinheiro, presidente do Comutran

Sempre publicamos por aqui, fotos de veículos estacionados de forma incorreta. Nesta edição optamos em mostrar aos motoristas de Campos Novos a maneira correta de estacionarem seus veículos, pois sempre no início ou final de cada área de estacionamento sempre observamos espaços perdidos, diferente da situação da foto.

Carro está estacionado de maneira correta, dentro da área destinada a vaga.


4

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

Notícias da câmara Em defesa do SUS A Câmara concedeu espaço para pronunciamento de Gilberto Scussiato, representando a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) dentro das ações de mobilização nacional em defesa do SUS, a campanha Saúde+10, coordenadas pelo Conselho Nacional de Saúde, com adesão de várias entidades. Gilberto falou em favor do SUS e sobre os desafios do sistema, como a ampliação do financiamento destinado a saúde pública dentro da campanha Saúde+10, que propõe o repasse integral e efetivo de 10% da receita corrente bruta da União para a saúde pública. No ano passado, mais de 2,3 milhões de assinaturas foram entregues a Câmara dos

Deputados, garantindo a tramitação do Projeto de Lei de iniciativa popular. Até o momento, o Governo Federal não sinaliza para atender a proposta. Outro tema abordado, foi a diminuição de repasse de recursos pela União, tendo os municípios que arcar com a maioria dos gastos com a saúde pública. “Nosso objetivo é mobilizar a comunidade, os vereadores, deputados, até porque estamos em ano eleitoral, no qual a prioridade da saúde está sempre na pauta dos políticos, mas partindo para o âmbito de ações concretas, nada é feito. Precisamos corrigir a gestão com a pressão popular e pra isso, precisamos conhecer o sistema”, destaca Scussiato.

Cadê o tomógrafo? O vereador Irineu Armando Osório Júnior, Piratuba Júnior, lançou um questionamento ao Executivo: aonde está o aparelho de tomógrafo, viabilizado junto a Secretaria de Estado da Saúde pelo deputado Romildo Titon ainda em 2012, que até agora não foi instalado no município? O vereador soube da notícia veiculada pela Rádio de Capinzal e divulgada por parte da assessoria do deputado, informando que dentro de 60 dias o aparelho estaria

em funcionamento na Fundação Hospitalar Dr. José Athanázio, prestando serviços de exames de tomografia gratuitamente para a população. A prefeitura mantém convênio com uma clínica particular para a realização desse tipo de exame, onde o paciente precisa dar uma contrapartida no valor. Piratuba disse que estaria em Florianópolis nesta semana, se inteirando do assunto junto a Secretaria de Estado e no gabinete do deputado Titon.

Raio-X O aparelho de raio-x do Hospital estragou na semana passada e segundo o vereador Ricardo Damásio, o aparelho não havia voltado a funcionar até a terça-feira (06). O aparelho ficou pelo menos sete dias parado e as demandas foram encaminhadas para clínicas particulares, conveniadas com o município. O vereador cobrou a instalação do outro aparelho, adquirido há dois anos e que ainda está encaixotado, já que poderia dar suporte a situações como essa, não interrompendo um serviço essencial para a população. A administração alega a falta de uma sala específica para a insta-

lação e que está buscando recursos financeiros para a construção de uma clínica de imagens, onde o aparelho será destinado. Ricardo também fez um pedido de informações junto a prefeitura sobre o aparelho guardado, ainda em fevereiro, mas não obteve resposta. “Gostaria de saber de que maneira foi adquirido, o valor do raio-x e quando será instalado. Infelizmente, o raio-x do Hospital deu problema e porque não instalar esse novo aparelho? Há quase três meses estou aguardando uma resposta, fiz novamente um novo pedido, do jeito que está não pode ficar”, salientou Ricardo Damásio.

Segurança O vereador Maurílio Castro Campagnoni, fez uma indicação solicitando estudos para a inclusão da função de Técnico em Segurança do Trabalho no Plano de Cargos e Salários dos servidores municipais. Além de ser uma reinvindicação pretendida pelo Sindicato dos Servidores Municipais, Cássio justificou que pelo fato de que nos locais de trabalho existirem inúmeras situações de risco passíveis de provocar acidentes, a análise de fatores de risco e o acompanhamento de um técnico, é fundamental

para a prevenção de acidentes. A forma de ingresso no cargo, deverá ser por concurso público. De acordo com a Norma Regulamentadora n. 4 do Ministério do Trabalho, as empresas privadas e públicas, os órgãos públicos da administração direta e indireta e dos poderes Legislativo e Judiciário, que possuam empregados regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), tem obrigação de manter Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT).

Segurança

Policiais da PM de Campos Novos são promovidos

Menor de 15 anos de idade tem 17 registros policiais

O evento comemorou os 179 anos da Polícia Militar de Santa Catarina

A Polícia aprendeu a menina na segunda-feira

A 10ª Região de Polícia Militar (RPM) realizou na segunda-feira (05), na sede do 26º Batalhão de Polícia Militar (BPM), em Herval D’Oeste, a solenidade alusiva aos 179 anos de criação da Corporação catarinense. Autoridades civis, militares e familiares estiveram presentes para acompanhar as homenagens, com a entrega do Brasão de Mérito Pessoal e medalhas por tempo de serviço, e promoções de praças.

Da 3ª Cia de Campos Novos foram a homenageados e promovidos para 3º sargento, Paulo César de Oliveira, José Djalma Pacheco dos Santos. Brasão de Mérito Pessoal – 3ª categoria soldado Cleyton Dalcanalle Bloot. Brasão de Mérito Pessoal – 2ª categoria, o 2º sargento Maykon Cezar Constantino, o soldado Arlan Francisco Deon. Na ocasião o Proerd, de maneira inovadora, fez a aplicação do currículo pais para os policiais militares lotados na sede do 26º BPM. Também foi realizada a entrega de medalhas de mérito de 10 anos e 20 anos de efetivo serviço para os policiais com tempo de serviço.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) de Campos Novos apreendeu, com apoio de policiais da Divisão de Investigação de Criminal (DIC), na tarde de segunda-feira (02), uma adolescente em conflito com a lei. A menor de 15 anos de idade possui dezessete registros policiais e tinha em seu desfavor mandado de busca e

apreensão expedido pela Comarca de Campos Novos, após representação do Delegado de Polícia dessa Especializada, Paulo Caixeta Braga Junior. “Nesse sentido, espera-se, que a mencionada apreensão sirva de exemplo para que outras adolescentes, amparadas pela falsa impressão de impunidade, sintam-se desestimuladas a trilhar os mesmos caminhos”, disse o delegado que agradeceu a equipe de profissionais envolvidos na solução do caso. Alé do delegado Paulo Caixeta, também participaram da diligencia, Maykon Giovani Albuquerque, Marciano Dalmolin e Anderson Nassiff.


5

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

Entrevista

“Há necessidade de uma presença mais forte da Polícia Militar nas ruas” Valdemir Cabral, Tenente Coronel, Comandante da PMSC

Que orientações recebeu do governador Raimundo Colombo e do Cel. Nazareno Marcineiro? Na conversa que tive com o governador e com o coronel, eles me deixaram muito tranquilo para que eu desse encaminhamento à corporação da maneira com que está indo. O barco está navegando por um mar calmo e tranquilo. Agora o timoneiro, que sou eu, só fará algumas modificações na rota. Quais modificações? Cada comandante coloca o seu tempero, o seu “salzinho” na mistura. O tenente coronel Nazareno Marcineiro tinha o seu “salzinho” mais ligado à área de ensino, à área estratégica. Tanto que foi criado tudo o que temos hoje na parte intelectual da corporação, a partir das ideias dele. Os nossos indicadores, que ajudam na tomada de decisão. Eu tenho perfil mais operacional. Neste momento, sinto que há necessidade de termos uma presença mais forte nas ruas, embora Santa Catari-

condições do local, tais como iluminação, terrenos baldios, escolas, praças... Tudo isso faz parte da segurança e o Conseg tem a função de cobrar das autoridades essas melhorias. Os conselhos que têm essa visão ampliada vão para frente muito mais do que aqueles que só reivindicam um posto policial fixo no local ou uma viatura a mais.

na seja considerado o estado mais seguro do Brasil, com o menor índice de criminalidade. Mesmo assim, a população ainda sente criminalidade nas proximidades, porque não há a sensação de segurança, que é sentida quando você consegue avistar algum ente da segurança pública, seja ele um policial militar, um policial civil ou um guarda municipal. A comunidade se ressente disso. Ela quer ter o policial por perto. Então, esse é um dos temperos que vou colocar nesse meu comando, fazendo com que haja essa sensação de segurança. Esse será o seu principal desafio? É sim. Porque nós convivemos com um problema constante que é o efetivo da Polícia Militar. O nosso efetivo atual é o mesmo de dez anos atrás e temos uma evasão de policiais que já estão envelhecidos e vão procurar a sua reserva. Então, estamos buscando colocar novos policiais na corporação. Só nesses três anos em que estou participando do comando, já ingressaram quase 2,5 mil policiais, mas, ao mesmo tempo, perdemos 2 mil, que foram embora por tempo de serviço. Nesse contexto também temos mais mil policiais em formação, outros 500 em concurso. Isso dá quase 4 mil policiais. Mesmo assim, a gente perde bastante efetivo. Nessa conta de entradas e saídas só conseguiremos ter verdadeiro ganho daqui a três ou quatro anos, desde que continuemos a contratar os 1,5 mil novos policiais por ano que o governador nos autoriza. Mesmo Santa Catarina sendo o estado mais seguro, como o senhor avalia nossa segurança pública? É excelente. Nós somos padrão nacional. O sistema de gestão da Polícia Militar de Santa Catarina é modelo para todo o Brasil. Muitos vêm para cá buscar nosso sistema de gestão. Mas isso é em nível estratégico. Precisamos analisar a parte operacional, que é a parte que vou procurar trabalhar um pouco mais. Já temos indicadores e tudo pronto para fazer cobranças aos comandantes de ponta, para que eles mantenham os seus índices de desempenho. Vamos cobrar. Repito: vamos procurar melhorar ainda mais o nosso policiamento na rua. Estamos vivendo esse clima de insegurança, com Copa do Mundo, Eleições... Isso vai demandar que a Polícia Militar fique muito próxima da comunidade.

O nosso efetivo atual é o mesmo de dez anos atrás e temos uma evasão de policiais. Qual região é a que mais preocupa? Florianópolis é a que mais preocupa justamente por ser Capital do Estado. Tudo o que acontece aqui repercute por todo o território catarinense. Uma falta de efetivo, uma ocorrência mal atendida ou mal sucedida em Florianópolis, tem uma conotação diferente de uma acontecida em Dionísio Cerqueira, por exemplo. Os holofotes são muito mais intensos em Florianópolis. Por isso precisamos ter um nível de excelência ainda maior na Capital. Seu antecessor lamentou não ter conseguido efetivar seus planos sobre os Conselhos de Segurança (Consegs). O senhor vai trabalhar nesse sentido? Os Consegs estão sob responsabilidade dos comandantes operacionais. A eles cabe fazer esse trabalho para Consegs. Obviamente que a utilização desses conselhos está no plano de comando, porque os Consegs são o elo entre o governo do Estado e o cidadão. O conselho não tem só que cobrar da polícia ações locais. Quando o Conseg consegue entender que ele não está lá para conseguir polícia, ele dá certo. Agora, os Consegs que acham que vão, a partir da criação, conseguir polícia ou posto fixo, não vão à frente. O policiamento não está somente no policial, mas também nas

Como melhorar o treinamento dos policiais? Não há o que se falar em melhoria de treinamentos. Se você me fala em melhorar o treinamento, também está falando que a minha polícia é mal treinada. A nossa Polícia Militar de Santa Catarina não é mal treinada. Hoje, todo policial que ingressa na corporação tem curso superior. Os 2,5 mil novos membros da corporação nesse período são formados nas mais diferenças áreas. Temos enfermeiros, músicos, psicólogos, advogados. Além disso, todos ficam oito meses sendo preparados. Hoje, há profissões em que não existe esse tipo de preparação. Qual é o concurso que, após aprovado, o cidadão ainda fica oito meses aprendendo? É raro. O nosso policial fica oito meses se preparando. Já o oficial permanece dois anos em treinamento, mesmo sendo já formado em Direito. Portanto, dizer que somos mal preparados é falta de informação de quem diz. O senhor falou que o governo autoriza, hoje, 1,5 mil contratações ao ano. Pretende pleitear mais contratações? Não é questão de pleitear. Temos de ter condições de formar os novos policiais. Não adianta eu chamar 5 mil aprovados no concurso e formá-los mal ou de forma precária. Se isso acontecer eles estarão, aí sim, mal treinados. Acredito que 1,5 mil é um número bom porque formamos 40 por turma. Não colocamos mais do que isso em sala de aula porque é improdutivo. Precisamos de sala de aula, de instrutores, professores universitários, para darmos toda a instrução a esses policiais, com aulas de tiro, defesa pessoal, uso progressivo da força. É um leque muito grande de estudos que colocamos para esse policial, melhor preparando-o para as demandas da sociedade. Um policial tem que pensar e decidir em questão de segundos se aquele vulto que está em um beco é alguém maior, menor, se está armado ou desarmado. É uma questão de segundos. Qual a profissão em que você pode matar ou morrer? Isso é ser policial. É matar alguém para salvar uma vida ou morrer para salvar uma vida.

LOGGIA

Natural de Florianópolis, o novo comandante da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), que tomou posse na noite de segunda-feira (05), entrou para a corporação em dezembro de 1982. Nestes quase 30 anos como policial militar, já comandou o Batalhão de Operações Especiais (BOPE), foi comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar e da 1ª Região de Polícia Militar. Tem graduação em Direito e pós-graduação em Segurança Pública e Gestão Estratégica de Segurança. Em 2010, tornou-se Coronel e, em 2011, assumiu como subcomandante-geral da PMSC. No início de abril, foi anunciado como novo comandante-geral com a saída de Nazareno Marcineiro, que irá para a reserva. Em sua passagem pelo comando, Valdemir Cabral pretende focar suas ações no setor operacional da corporação, aumentando a presença da polícia nas ruas e trabalhando de forma estratégica. “Nós somos padrão nacional. O sistema de gestão da Polícia Militar de Santa Catarina é modelo para todo o Brasil”, disse. Confira a entrevista produzida pela Associação de Diários do Interior de Santa Catarina (ADI/SC).


6

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

CPI da Habitação

Secretaria de Assistência Social e Habitação é alvo de investigação da Câmara

Finalmente, os vereadores da bancada oposicionista chegam a uma definição e assinam o requerimento para abertura da aguardada CPI da Habitação. A comissão tem como alvo o programa de reforma e de construção de moradias de baixa renda da Secretaria de Assistência Social e Habitação e investigar suposto crime de corrupção empreendido pelo ex-diretor de habitação. O servidor, transferido em fevereiro para a Secretaria de Agricultura como diretor de departamento de planejamento, projetos e fomento, encontra-se afastado por problemas de saúde. O requerimento foi assinado pelos vereadores Adavilson Telles, Ricardo Damásio, Irineu Armando Osório Júnior e Antônio Rosa na sessão de terça-feira (06). Com a adesão de mais de um terço dos vereadores, o presidente do Legislativo terá o prazo máximo de dez dias para constituir a CPI com a indicação dos membros, obedecido o princípio da proporcionalidade, mediante indicação da liderança partidária ou bloco parlamentar. O PMBD que é maioria na Casa, terá direito a indicar dois membros. A comissão terá três ou cinco componentes e após a definição de quem será o presidente e o relator, terá 120 dias para concluir os trabalhos e fazer um relatório, podendo obter prorrogação de mais 60 dias. Desde o início do ano, os vereadores receberam denúncias de moradores que se sentiram lesados, com reformas prometidas e não realizadas, obras mal feitas ou inacabadas, utilização de madeiras usadas, onde alguns tiveram que arcar com as despesas com mão de obra para a conclusão das casas, sendo que seria fornecida gratuitamente. O caso foi levado ao Ministério Público (MP), onde uma vítima foi ouvida e um procedimento preparatório foi aberto no início de abril. Caso as irregula-

Folha Independente

Requerimento para a abertura da CPI da Habitação foi assinado pelos quatro vereadores de oposição na terça-feira

ridades sejam comprovadas, o MP vai lançar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), onde a prefeitura terá prazo para regularizar as falhas. Outras sete pessoas devem ser ouvidas pelo MP, por indicação dos vereadores. Por solicitação da Câmara, toda a documentação do processo licitatório para a compra de madeiras, material de construção e contratação de mão de obra para a realização das reformas e construções de forma totalmente gratuita para a população, bem como ao relação de pessoas atendidas e o estudo social realizado junto as famílias contempladas já está na Casa aguardando análise, documentos que embasarão a CPI. O valor global licitado foi de aproximadamente R$ 400 mil e 64 famílias já foram atendidas pelo programa. “O vereador é eleito e uma das suas principais funções é fiscalizar. Somos eleitos pelo povo e o povo quer que cuide da boa aplicação dos recursos públicos e há indícios sérios de problemas neste caso”, disse Antônio Rosa. Os vereadores disponibilizaram a imprensa o depoimento de Luiz Padilha, morador da Fazenda Velha, primeira testemunha ouvida pelo MP. Luiz relatou que recebeu materiais de construção e madeiras, sem nota fiscal ou qualquer comprovante de entrega. A construção iniciou em junho de 2013, sendo que os materiais do-

Piratuba Júnior foi o primeiro a assinar o requerimento da CPI elaborado pelo vereador Mancha na sessão de terça-feira. ados não foram suficientes e as madeiras da casa que foi desmanchada, foram reutilizadas na nova obra. Segundo o declarante, a casa não foi dividida em cômodos, o banheiro não foi revestido com reboco e azulejo, não recebeu pintura e teve que arcar com R$ 2 mil para pagamento de mão de obra. Em fevereiro, o morador foi procurado pelo ex-diretor de habitação para assinar recebidos, sendo que os mesmos foram assinados pelo seu filho, menor de idade. Atualmente, Luiz Padilha mora de favor no Assentamento Gerasul e aguarda que a casa seja concluída. Segundo o prefeito Nelson Cruz, essa é uma denúncia falsa, pois foi doada uma casa no valor de R$ 17 mil ao morador e decidiu por conta própria ampliá-la, e sem condições para arcar com as despesas de mão de obra, está acusando a administração de não ter concluído a obra. De acordo, com o vereador Piratuba Júnior, o morador é alvo de inquérito policial, denunciado por furto de madeiras.

Dia das Mães

CDL promove ações na Praça neste sábado Cortes de cabelo, limpeza de pele e campanha Recicla CDL está entre as ações

Para marcar o Dia das Mães, celebrado no próximo domingo, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) promove ações especiais na Praça Lauro Müller, neste sábado (10), em parceria com o Serviço

Nacional do Comércio (Senac) e o Serviço Social da Indústria (SESI). Serão ofertados cortes de cabelos para mulheres e homens e limpeza de pele. O comércio estará aberto em horário estendido, das 8h30 às 16h. A CDL está com boas expectativas para as vendas para o Dia das Mães, a segunda maior data do comércio, depois do Natal. Além das ações, também será o dia de dar destinação correta ao lixo eletrônico. Durante todo o sábado, os campono-

venses poderão entregar computadores, notebooks, CPUs, monitores, mouses, teclados, impressoras, placas eletrônicas, processadores, nobreaks, estabilizadores, fontes, telefones celulares e convencionais, baterias de celulares e pilhas, rádios, Tvs, além de diversos outros itens tecnológicos impróprios para o uso e que não podem ser descartados no lixo comum. O ponto de coleta será na Praça Lauro Müller e conta com parceria do Rotary.


7

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

Rejeição

Luiz Henrique reafirma veto do PMDB ao PP Senador se reúne com Colombo na próxima semana para discutir o impasse

O governador Raimundo Colombo (PSD) foi comunicado pelo senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) que a decisão da pré-convenção de apoio à reeleição implica em rejeição total à presença do PP na chapa da tríplice aliança ao governo e Senado nas eleições 2014. “Não há a menor hipótese de o PP estar com o PMDB nas eleições de outubro. A rejeição ao PP espalhou-se como rastilho de pólvora nas bases do PMDB. Não é o Luiz Henrique nem o Eduardo Moreira que são contra. É o partido em todo o Estado”, afirmou LHS, na quarta-feira, em Brasília. O ex-governador comparou o cenário atual ao de 2006, quando houve a parti-

cipação de Raimundo Colombo, então no PFL, como candidato a senador em sua chapa na reeleição. Na época, o PFL era adversário dos peemedebistas, mas Luiz Henrique considera que os episódios são muito distintos. Enfatizou que houve evolução na adesão do PMDB à candidatura de Colombo e que isto não acontece agora entre as lideranças estaduais. Ao contrário, aumentou a rejeição ao PP nas bases. Luiz Henrique fez avaliação da conjuntura e constatou que se o PSD não tivesse feito os pronunciamentos sobre o PP na chapa de Colombo o resultado da pré-convenção do PMDB teria sido superior a 70% a favor do apoio ao governador. O resultado alcançado pela manutenção da aliança foi 61% dos delegados. “Corremos de todo o Estado de Santa Catarina e a base do PMDB falou claramen-

te: vamos com Raimundo Colombo, mas não aceitamos o PP na chapa. Se trouxerem o PP mudamos o resultado da prévia na convenção estadual de junho”, explicou o senador. Para o senador, nem entre líderes pepistas há consenso sobre aliança. O parlamentar alegou também que a chapa PP-PMDB-PSD não tem viabilidade nem entre algumas lideranças pepistas. Refere-se, claro, ao deputado federal e ex-governador Esperidião Amin, seu adversário nas disputas de 2002 e 2006, que detonou o projeto. O senador revelou que vai se reunir com o governador Raimundo Colombo, ao qual já comunicou a posição das bases do PMDB sobre o PP, para discutir as alternativas. Fonte: Jornal de Santa Catarina

primeira safra

Invernada dos Negros colhe 264 toneladas de soja A comunidade Invernada dos Negros encerrou a colheita de soja em 27 de abril nas primeiras áreas plantadas nesta safra e celebram resultados positivos. Foram plantados 80 hectares e colhidos 4.406 sacas ou 264,36 toneladas de soja, representando uma produtividade de 55 sacas por hectare plantado. O resultado financeiro bruto foi de R$ 280 mil. Segundo Teco Lima, presidente da Associação dos Remanescentes de Quilombo da Invernada dos Negros, o dinheiro será destinado para quitar as dívidas com a produção, assumidas com a Coocam.

“Estamos contentes, é uma safra pequena mas de grande significado para nós remanescentes de quilombo. Ficou dentro das nossas expectativas”, disse Teco Lima, completando que o objetivo é diversificar as atividades agrícolas na comunidade. Com a colheita, a aveia já começou a ser plantada. Aos poucos, o Incra de Santa Catarina está recuperando e destinando o território quilombola Invernada dos Negros aos legítimos donos. Das 132 propriedades que constituem a área total de 8 mil hectares, 264 hectares já estão imitidos na posse pelo Incra e estão sendo utilizados pela Associação. Além dessa área,

outras 22 estão em fase de ajuizamento. As demais estão sendo avaliadas para indenização.

Folha Independente

Associação celebra os resultados da primeira safra de soja

Uma homenagem a todas as mães, que amam, se preocupam e, principalmente, crescem junto com seus filhos todos os dias.

Feliz Dia Das Mães.

SAC Sicredi - 0800 724 7220 / Deficientes Auditivos ou de Fala - 0800 724 0525. Ouvidoria Sicredi - 0800 646 2519.


8

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

Investimento

Unidade do Senai de Campos Novos inaugura no segundo semestre

Comissão especial da Câmara aprova Plano Nacional de Educação A comissão especial que analisa o Plano Nacional de Educação (PNE) concluiu a votação do projeto de lei que estabelece metas para o desenvolvimento da educação no país até os próximos dez anos. Agora, a expectativa é que o plano seja votado em plenário dentro de dez dias e siga para sanção presidencial ainda neste mês. Entre as diretrizes do PNE, estão a erradicação do analfabetismo e a universalização do atendimento escolar. O plano destina 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a educação – atualmente são investidos 5,3% do PIB. A votação dos últimos destaques do projeto foi realizada nessa terça-feira (6). Uma das alterações feitas no relatório do deputado Angelo Vanhoni (PT-PR) foi a inclusão da estratégia aprovada pelo Senado Federal, que estabelece políticas de estímulo às escolas que melhorarem o desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). A ideia é valorizar o mérito dos professores, da direção da escola e da comunidade escolar. Esse ponto foi criticado por entidades e profissionais que atuam no setor, que definem a estratégia como nada promissora diante de um método de avaliação ainda limitado.

A inauguração da unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de Campos Novos deverá acontecer em julho, informou o coordenador da unidade, Tiago Moraes. Mesmo que haja algum imprevisto com a obra, e que não fique 100% pronta, boa parte da estrutura já poderá abrigar cursos no segundo semestre. O prazo de conclusão da obra encerra no dia 30 de junho. O investimento total para a reforma, ampliação e adequação da estrutura física soma R$ 800 mil. A contrapartida da Prefeitura neste investimento é de R$ 250 mil, em 10 parcelas, que começaram a ser pagas em abril, além do pagamento do aluguel de R$ 7,8 mil, com contrato de cinco anos, prorrogável por mais cinco. A instalação da instituição foi possível devido ao convênio firmado com a Prefeitura, em 2012. “Percebendo que o fortalecimento da indústria incrementa a receita do município e para que a indústria se fortaleça precisa de mão de obra qualificada, é nesta engrenagem que entra o papel do Senai e se formam as parcerias”, destaca o diretor da unidade. O Senai já atende Campos Novos há alguns anos, com cursos em parcerias com escolas ou atendendo as demandas da indústria, com a formação de jovens aprendizes, por exemplo. Porém, agora se consolida em sede própria. “Essa parceria com a Prefeitura e com as indústrias, nos possibilita atingir o objetivo do Senai na região

– contribuir para a competitividade da indústria e fazer a diferença na vida das pessoas. A ideia da sede própria é fincar raízes em Campos Novos e ter o espírito do Senai aqui, contribuindo com o desenvolvimento regional”, salientou o coordenador do Senai na região, Julcimar Luis Machado. Incluindo laboratórios de informática, manutenção de computadores, cabeamento estruturado e de eletrônica, elétrica predial, elétrica industrial, manutenção em mecânica e outro laboratório para atender áreas mais gerais, além de três salas de aula e biblioteca, serão aproximadamente 1.046m² metros quadrados de área construída. O Senai prevê investimento de outros R$ 300 mil em equipamentos e móveis. A estrutura terá capacidade para atender até 1200 vagas, nos três turnos.

Todos os cursos que serão oferecidos são pensados no perfil econômico da cidade e na necessidade de mercado. Além dos cursos em andamento, Aprendizagem Industrial em Elétrica e Mecânica e de Qualificação, em Técnico em Alimentos, Manipulador de Alimentos, Assistente de Planejamento de Controle e Produção e Auxiliar Administrativo, o Senai pretende implantar dois cursos técnicos, em Eletrotécnica e Manutenção e Suporte em Informática. “Por ser uma unidade inicial, comparado com outras unidades no Estado, teremos um volume grande de cursos aqui”, destaca Tiago. No próximo semestre, o Senai planeja atender 500 matrículas e para o próximo ano, um estudo de mercado será realizado, com o objetivo de atender a demanda da indústria regional. Folha Independente

Além dos cursos de aprendizagem industrial e de qualificação, Senai planeja a abertura de dois cursos técnicos

Estrutura de laboratórios da unidade do Senai Campos Novos - obras estão na reta final.

Cinema

Alunos finalizam gravações do projeto “É Aqui Que Eu Moro” O material registrado agora vai para edição e o produto final deverá ser exibido em uma sessão aberta ao público dentro de alguns meses

Os alunos da Escola de Ensino Básico (EEB) Coronel Gasparino Zorzi finalizaram na última semana as gravações do projeto “É Aqui Que Eu Moro”, desenvolvido pelo Instituto Projetar, com apoio da Enercan, através da Lei Rouanet. O

projeto consiste na ideia dos alunos produzirem um curta metragem que retrate alguma peculiaridade do lugar onde eles moram e, este ano, o tema escolhido por eles foi a acessibilidade. Fábio Hermógenes, responsável pela execução do projeto em Campos Novos, conta que os alunos sugeriram o tema devido a um amigo de classe possuir necessidades especiais. A partir deste ponto, eles acabaram descobrindo também um novo mundo, as dificuldades e desafios que essas pessoas encon-

tram pelo caminho. Os 23 alunos participantes do projeto visitaram a APAE de Campos Novos, a Associação Camponovense de Deficientes Auditivos e Visuais (ACADAV) e conheceram setores e instituições da sociedade que realizam trabalhos que estimulam a inclusão social. O material registrado agora vai para edição e o produto final deverá ser exibido em uma sessão aberta ao público na Fundação Cultural de Campos Novos, em data a ser definida.


9

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

Conquista

Atleta foi convidada pela CBAt para compor a delegação brasileira na modalidade 1500m na Seletiva que acontece na Colômbia

Está confirmado. A atleta camponovense Danieli da Silva estará em Cali, na Colômbia representando o Brasil na Seletiva Sul Americana para os Jogos Olímpicos da Juventude nos dias 17 e 18 de maio. Danieli que compete pela União Catarinense de Atletismo (UCA) da cidade de São José, foi escalada nesta semana para compor a delegação brasileira pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), na modalidade 1500 metros menor, até 17 anos. Nesta seletiva, que contará com mais de dez seleções, o primeiro colocado

de cada modalidade se classifica para os Jogos Olímpicos da Juventude, a copa do mundo do atletismo na categoria juvenil que acontece em agosto em Pequim, capital da China. Foram convocados pela CBAt, os dois primeiros colocados em provas individuais do Ranking Brasileiro de Menores, no período de 1º de agosto de 2013 a 27 de abril de 2014. Danieli que figurava como 3ª colocada do Ranking no período, tentava superar os índices da 2ª colocada. A última tentativa da atleta foi em Bauru (SP), no Torneio da Federação Paulista de Atletismo (FPA) Juvenil e Menor no final de abril. Mesmo conquistando o 1º lugar na competição, Daniele não obteve sucesso na busca do índice exigido pela CBAt, por não ter meninas com o mesmo nível, tendo que correr sozinha na frente, sem motivação de competição. Mas a boa notícia

da convocação chegou esta semana, após a Confederação atualizar os rankings, onde a 1º colocada passou para a categoria juvenil, pois tinha ultrapassado a idade da categoria menor, até 17 anos. Danieli entrou neste ano, para o 1º lugar no Ranking Brasileiro Menores 1500 metros feminino, com o tempo de 4 minutos e 54 segundos. Ainda neste mês, a atleta estará novamente em São Paulo para uma competição oficial da CBAT, a nível nacional. Danieli Silva iniciou os treinos no projeto social de atletismo mantido pela prefeitura aos 12 anos, começando a obter rendimento e destaque aos 14 anos. A Prefeitura sede a pista e o treinador para que a competidora complete sua preparação física em casa, além de patrocinar a participação nas corridas de rua dentro do estado.

Futsal

Tem início neste sábado (10) a 20ª edição da Taça Rádio Cultura de futsal. Este ano 48 equipes foram inscritas na competição. Se inscreveram nas modalidades Sub-11 quatro equipes, no Sub-13, seis, sub-15, quatro, no veterano, oito, livre feminino, cinco equipes e livre masculino, vinte e uma. A abertura oficial do evento esportivo está marcada para às 13h30 deste sábado no Ginásio de Esportes Humberto Calgaro. Confira a tabela de jogos deste sábado (10) da Taça Rádio Cultura 20 anos: 13h30 - Categoria Sub-15 S.E.L Pinheiro X M.Cowboy 14h05 - Categoria Sub-13 Abdon Batista x C.M. Celso Ramos

Danieli da Silva irá representar o Brasil na Seletiva Sul Americana para os Jogos Olímpicos da Juventude.

critérios para competições No final do ano passado, a CBAT definiu critérios mais rígidos para classificação de atletas em grandes competições para o ciclo olímpico de 2016. Entre as

novidades, a exigência de que o atleta esteja entre os 30 melhores do ranking mundial para participar de um Mundial ou Olimpíada.

Olimpíadas Demolay

Começa amanhã os jogos da 20ª Taça Rádio Cultura O maior campeonato de futsal da região contará com 48 equipes em seis categorias

Folha Independente

Danieli da Silva confirma presença na Seletiva Sul Americana de Atletismo

14h40 - Categoria Sub-13 Auto Posto Tropeiro x Abdonense 15h15 - Categoria Sub-15 Abdonense x C.M. Celso Ramos 15h50 - Categoria Sub-11 Monte Carlo x Abdon Batista 16h25 - Categoria Sub-15 Monte Carlo x Nova Machadinho 17h00 - Categoria Sub-13 Monte Carlo x Pinheiro S.E.L 18h00 - Categoria livre AFI Iguaçu x Heuros F.C 19h00 - Categoria Veteranas Adepan x Nova Machadinho 20h00 - Categoria Livre Pertille Transportes x M.Oliveira 21h00 - Categoria Livre Rech Tintas/C.Robertão x Canarinho 22h00 - Categoria Livre Erval Velho x J.Celeiro / Só Luz

Capítulo de Campos Novos é campeão geral do Estado Município sediou a competição interna da Ordem Demolay catarinense

Campos Novos foi palco da 19ª Olimpíadas Estadual Demolay de sexta (02) a domingo (04), disputadas em diversos espaços esportivos da cidade. É a terceira vez que o Capítulo Raulino Antunes Stefanes de Campos Novos recebe os competidores de todo o estado para os jogos internos da entidade. Cerca de 120 atletas Demolays, de doze capítulos distintos de Santa Catarina estiveram disputando nove modalidades esportivas, como truco, dominó, xadrez, tênis de mesa, bocha, futsal, handebol, vôlei e futebol sete. As equipes do Capítulo Raulino Antunes Stefanes de Campos Novos, patrocinado pela loja maçônica Acácia dos Campos, foi campeã em seis

modalidades: futsal, futebol sete, truco, xadrez, tênis de mesa e handebol, o que garantiu ao Capítulo, o título de campeão geral do Estado. Participaram os atletas da Ordem Demolay de 12 a 21 anos, os Demolays Sênior, acima de 21 anos e alguns maçons. O mestre conselheiro, Guilherme Lima, destacou que os objetivos foram alcançados com o Capítulo campeão geral do Estado e agradeceu o apoio das empresas de Campos Novos, a Secretaria de Esportes e Lazer, a direção da escola Paulo Blasi e ao secretário de desenvolvimento regional, Vilibaldo Erich Schimid. Os alimentos que sobraram e que foram recebidos em doação para o provimento da alimentação do evento, foram repassados para a Fundação Hospitalar Dr. José Athanázio e para a Comunidade de Adoração Servos da Pobreza.


Sexta-feira, 09 de maio de 2014

Horóscopo

livro

Marlene Soccas lançará livro sobre a Ditadura em Campos Novos

A Fundação Cultural Camponovense será palco do lançamento de mais um livro “Meu Querido Paulo”, de autoria da escritora catarinense Marlene de Souza Soccas. O evento acontece no próximo dia 13 de maio em dois horários: às 9h30 e também às 19h30. Além do lançamento do livro, a autora ministrará palestra sobre a Ditadura Militar. Marlene foi militante nos anos de chumbo e acabou sendo presa em 1970, na cidade de São Paulo. Na prisão, foi torturada. O livro “Meu Querido Paulo”, fala sobre o hervalense Paulo Stuart Wright, deputado estadual cassado após o golpe civil-militar de 1964, com quem militou e se envolveu pessoalmente. O livro aborda o personagem e o contexto, como o golpe de 64 e sua luta de resistência contra ele, passando pela história da cassação, o exílio forçado, o retorno clandestino ao Brasil e o engajamento na Ação Popular (AP),

Divulgação

Em seu livro, Marlene Soccas descreve sobre os anos negros da Ditadura, os relatos da tortura que sofreu nos anos 70 e sobre seu grande amor, o deputado Paulo Stuart Wright

“Meu Querido Paulo” fala sobre o hervalense Paulo Stuart Wright, deputado estadual cassado após o golpe de 1964. até sua prisão e desaparecimento. “Um pouco de minha história vai misturada com a dele, porque assim aconteceu”, destaca Marlene. A “pequena burguesa” de anos passados, como se intitulava é dentista, foi presa aos 35 anos em São Paulo, onde se engajou

na luta comunista por influência de Paulo Stuart, o seu grande amor. “Até os 28 anos eu era uma pequena burguesa, e fui estudar na USP (em São Paulo) para fortalecer esse meu status: queria mais que ser uma dentista, queria ser uma pesquisadora na área de ciências biológicas. Então, conheci o deputado esquerdista Paulo Stuart, que era um marxista. Eu tinha resistência, queria e gostava de ser uma pequena burguesa. Por intermédio dele e dos livros que me emprestava, comecei a observar o mundo. Hoje eu posso dizer que sou uma marxista, apesar de ser algo muito difícil. Dediquei-me as leituras, ao entendimento mesmo do que ele dizia”, fala a autora. Marlene foi presa numa das épocas mais pesadas da ditadura, a era do general Emílio Garrastazu Médici (1964 – 1974). “Os torturadores, que eram do exército, foram formados na Escola Americana (Panamá). Me davam pancadas na ponta dos dedos da mão e me mandavam passar no cabelo, para não ter marcas. Passei também pelo “Cristo Redentor”, onde era presa com os braços abertos; havia a “cadeira do dragão”, uma cadeira de madeira com amarras em couro para braços e pernas. Ali que eu recebia os choques elétricos. Mesmo sendo torturada, ficando nua e sozinha não tentei enfrenta-los”, relata a escritora.

agenda 11 05

12 05

A diretoria da Capela Nossa Senhora de Fátima, Bairro Jardim Bela Vista realiza, neste domingo (11) a tradicional festa em honra a padroeira do Bairro. A programação inicia com missa a partir das 10h, em seguida almoço e a tarde evento festivo.

A Associação Empresarial Rural Comercial Camponovense (Acircan) em parceria com o Sebrae, promoverá nos dias 12 e 16, a partir das 19h30 palestra voltadas às microempresas. O tema é Gestão Financeira.

Tirinha

Áries

21/03 a 20/04

O preço do progresso é alto, mas se não houvesse riscos importantes, qualquer pessoa poderia trilhar esse caminho, não lhe parece? Compreenda a singularidade de sua posição atual. Você está em uma situação privilegiada, que requer nervos de aço e presença de espírito.

Touro

21/04 a 20/05

O equilíbrio nos relacionamentos não é uma condição estática, precisa de ajustes constantes, por meio de diálogos, gestos e às vezes até de reclamações. Mas é preciso haver dinamismo, porque não seria possível conquistar nenhum equilíbrio se o tempo inteiro.

Gêmeos

21/05 a 20/06

Embora as palavras tenham complicado muito o cenário nos últimos tempos, terá de vir por meio das palavras também a simplificação. Isso requer coragem, porque implica colocar sobre a mesa os assuntos verdadeiros que motivaram todas as discussões e desentendimentos.

Câncer

21/06 a 20/07

Alguns de seus sonhos perdem força e desaparecem, canceriano, mas outros surgem com força total, renovando seu entusiasmo. Por isso, nada de perder tempo se lamentando pelo que perde. Há muita coisa interessante vindo por aí e novos horizontes para você conquistar.

Leão

21/07 a 22/08

Chegou a hora de pôr um ponto final nesses conflitos todos em que está envolvido. Só causam desgaste e não resolverão nada. Chegou a hora de tomar distância de determinadas pessoas com as quais convive. Cada uma delas deve tomar seu rumo e se tornar melhor do que é.

Virgem

23/08 a 22/09

Você tem, no decorer desta semana, a chance de esclarecer aqueles assuntos difíceis que sempre empurrou para um futuro incerto. O futuro chegou, virginiano. Este é o momento de resolver suas pendências, libertando-se da amarras e ao mesmo tempo aliviando a sua consciência.

Libra

23/09 a 22/10

24 05

31 05

Vem aí o 1° Bingo Rosa, evento organizado pela rede Feminina de Combate ao Câncer de Campos Novos. Será dia 24 de maio no Salão Paroquial, a partir das 20h.

A Rov Máquinas e Equipamentos Agrícolas e a Stara Indústria de Implementos Agrícolas, realizarão dia 31 de maio, demonstração de máquinas e apresentação de novas tecnologias da marca. O evento será na Fazenda Ouro Verde, de Francisco Camargo, BR 470, a partir das 9h.

Livro

Então, Conheci Minha Irmã Christine Hurley Deriso (romance)

Summer Stetson não conheceu sua irmã. Sua mãe engravidou dela assim que Shannon morreu, aos 17 anos, em um terrível acidente de carro, que se chocou com uma árvore. Ao longo de sua vida, Summer acostumou-se a assistir seus pais repetirem o quanto a irmã era perfeita, amada e boa filha, e por isso sempre acreditou que fosse uma decepção para eles.

Fazia tempo que os riscos não eram tão grandes. A zona de conforto estreitou-se e isso gera estresse. Mas ao mesmo tempo esses riscos ocultam possíveis conquistas e, apesar de vislumbrá-las, você permanece em dúvida. Não é fácil mesmo, porém tenha fé em seu destino.

Escorpião 23/10 a 21/11

Compartilhar os bons momentos intensamente, eis o melhor destino das relações. Mas não menos importante é compartilhar com sabedoria os momentos ruins, pois temperam a relação e fazem com que os envolvidos se tornem melhores.

Sagitário 22/11 a 21/12

A redenção é possível, sagitariano, e você nem precisaria fazer uma confissão pública de todos os erros q ue cometeu para isso vir a acontecer. A redenção é possível se você tiver uma conversa íntima e de fato sincera com sua própria alma, passando a limpo todas as verdades.

Capricórnio 22/12 a 20/01

Sua alma busca expressar-se de forma plena e intensa por intermédio de seus novos projetos. Mas, como dependem das decisões de terceiros, tudo se complica. Continue insistindo, continue batendo na mesma tecla principalmente por estes dias, quando tudo estará favorável.

Filme

Eu sou o número quatro D.J. Caruso (Aventura)

Nove alienígenas fogem de seu planeta em busca de paz na Terra, mas o sonho vira pesadelo quando começam a ser perseguidos e mortos em ordem numérica.

Aquário

21/01 a 19/02

Assuma seu lugar e intervenha nos acontecimentos, aquariano, independentemente de suas atitudes serem bem ou mal recebidas. Não vale a pena tentar agir para conseguir simpatia. A única coisa importante é fazer o necessário para que o progresso continue em marcha.

Peixes

20/02 a 20/03

As verdades duras não precisam ser necessariamente ofensivas, pisciano. Ao contrário, o destino delas é libertar as pessoas das prisões em que se meteram e das quais não sabem sair. Este é um momento no qual terá a possibilidade de colocar toda a verdade sobre a mesa.


11

Reprodução

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

Não, você não está vendo dobrado! Uma das nem tão novas assim manias do mundo da moda são os conjuntinhos. Inspirada na clássica alfaiataria do guarda-roupa deles, essa tendência vem com força, e modelagens e prints mais femininos do que nunca. Grande aliado da correria do dia-a-dia, o conjuntinho poupa tempo de escolher o look

Reprodução

Conjunto e ainda soa elaborado e ultra cool. Convencida? Se a resposta é “ainda não”, prepare-se para repensar essa ideia mais uma vez. Além da sua praticidade, essa tendência dividida em dois é versátil. Troque a parte de cima ou a de baixo por outra peça, e tenha ainda mais opções de looks. Não tem como não se apaixonar por um conjuntinho!

Tendência Modelagens e prints mais femininos do que nunca.

O XAMPU “seco”

R ep

rod u

ção

O xampu seco surgiu como um salva-vidas para os dias em que o tempo para lavar as madeixas é escasso. Hoje, no entanto, virou queridinho dos cabeleireiros mais badalados do País, que atribuíram a ele outras funções que vão muito além do seu objetivo inicial.

ADICIONAR VOLUME O xampu seco é capaz de encorpar o cabelo, acabando com o aspecto murchinho e sem vida.

ela permaneça intacta por mais alguns dias, não pense duas vezes antes de recorrer ao produto, que absorve instantaneamente o excesso de óleo.

PROLONGAR O PENTEADO Assim como o tempo úmido, a oleosidade produzida pelo couro cabeludo também abrevia a validade da escova. Se a intenção é fazer que

CRIAR TEXTURA Esqueça a ideia de que as madeixas precisam estar sempre arrumadinhas. O messy hair, aquele estilo podrinho e bagunçado, continua em alta.


12

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

SOCIAL Divulgação

Quem completou seu 1° ano de vida na última terça-feira, dia 06, foi a pequena Pietra, filha de Jamara e Júlio Dassi. A princesinha assopra a velinha amanhã, na festa para os amiguinhos e familiares. Parabéns pra ela!

Uma galera de corintianos de Campos Novos fez excursão para assistir o Corinthians jogar contra o Chapecoense, na Arena Conda, no domingo, dia 04.

Bodas de Ouro No dia 25 de abril, Jandir Biolchi e Clarice de Nardi completaram 50 anos de amor, comunhão e fidelidade. Para comemorar a data, o filho do casal, Padre Alexandre celebrou missa em homenagem à família. A celebração foi dia 27 na Capela Santa Rita, Fazenda Sarandi. Mais alegrias todos os dias. Parabéns!

Viagem

Divulgação

Felizes da vida, Maiza Landra Bortolozzo na excursão com o filho Murilo Zanchetta. O Timão deles ganhou com o placar de 1x0.

Da esquerda para direita, Jair dos Passos sentado na arquibancada, acompanhando a família em todos os momentos. Na torcida Jordana Zanquetta com o filho João Henrique Zanquetta Nossol e o amigo João Pedro Henn da Silva.

No Clima dos sonhos, Cartagena! Fernando Michelin e Edina Marcon em viagem para a Colômbia. A foto é na cidade Cartagena das Índias, a quinta maior cidade do país, e a segunda maior na região, depois de Barranquilla.

Divulgação

Divulgação

vai corinthians!


13

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

SISTEMA CIRCULATÓRIO

Prestar atenção neles pode prever doenças cardiovasculares, como infarto e AVC

Por Bruno Valdigem, cardiologista, portal Minha Vida Os pés são uma parte do corpo negligenciada por todos. Embrulhamos em panos apertados (meias), depois colocamos em caixotes de couro (sapatos) que são feitos em formato padrão, não respeitando diferenças individuais. Chegando em casa não temos o hábito de secar entre os dedos, acumulando fungos e restos de pele morta. É a parte que menos cuidamos e menos observamos, mesmo na posição de médico. Quantas vezes um médico examinou seus pés? Os pés estão na periferia do sistema circulatório e por isso sofrem mais com qualquer obstrução da corrente sanguínea. São menos aquecidos também. As doenças circulatórias podem ser relacionadas a três

sistemas: o arterial (não chega sangue), o venoso (não drena o sangue adequadamente) e o linfático (o sistema venoso não tem o suporte de drenagem que deveria). Doença venosa é adquirida ao longo da vida, com dilatações das veias para acomodar mais sangue. Essas dilatações formam verdadeiros sacos cheios de sangue (as varizes). A distensão dos sacos provoca dores, extravasamento de líquidos (inchaço), e escurecimento da pele (pelo deposito de hemossiderina, vindo das hemácias mortas). O Inchaço é maior à noite, pela gravidade, bem como a dor é maior quando a pessoa esta de pé. Cuide bem de quem sempre carregou você. E preste atenção no que ele tentar avisar! A doença arterial é mais grave. A obstrução de artérias grandes (como femoral, ilíaca e até aorta) e menores (pediosa, poplítea) levam a falta de sangue crônica, inicialmente nos dedos e cada vez mais próximo da

Ilustração

Pés podem apresentar sinais de obstrução das artérias

Cuide bem de quem sempre carregou você. E preste atenção no que ele tentar avisar. raiz da coxa. Os pelos das pernas e pés diminuem, pelo sofrimento crônico, e a pele em especial da planta dos pés e dedos se torna pálida, e em casos mais greves, escura e com feridas. Quando a pessoa faz esforço com

as pernas, elas doem. E isso obedece um padrão evolutivo: primeiro dores durante longas caminhadas, depois médias distâncias e depois qualquer distância. As dores desaparecem assim que a pessoa para de andar.

como identificar Um teste simples que pode ser feito em casa é comprimir com o dedo uma polpa digital. Assim que você solta, ela esta pálida, e logo depois o sangue que você “espremeu” para fora preenche de novo a região deixando ela cor de rosa ou vermelha. Meça também no dedão do pé. O tempo tem que ser menor que três segundos - mais do que isso é suspeito. Existe um exame chamado índice tornozelo braquial que usa esse princípio. Com um ultrassom ele mede a pressão em uma artéria do pé e compara com a pressão em uma artéria do braço do mesmo lado. Se a razão entre a pressão do tornozelo sobre a do braço for menor que 0,9, é sinal de risco aumentado para doença arterial periférica, e isso já coloca a pessoa em uma condição de maior risco de infarto, angina e AVC.


14

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

Comunitária

Comemoração foi no domingo (04) e contou com público expressivo

Levando uma programação diversificada, combinando entretenimento, música e informação, a Rádio Comunitária 104,9 FM completou oito anos de fundação com uma grande festa, juntamente com seus ouvintes na Praça Lauro Müller. O evento realizado no palco central na tarde de domingo (04), contou com diversas atrações artísticas, sorteio de brindes, presença dos comunicadores da emissora e corte do bolo de oito metros. Entre as atrações principais, o lançamento da dupla Denner e Alessandra da Viola, show com Paulo Siqueira e os humoristas Tio e Sobrinho. A Rádio 104,9 FM iniciou sua transmissão em 1998, a partir da iniciativa de uma grupo de camponovenses que pensavam em um novo meio de comunicação e expressão social que servisse efetivamente ao cidadão. De acordo com Jocil Pereira, presidente da Associação Comunitária Camponovense (As-

cucca), a luta foi árdua nesses anos, até o dia 13 de maio 2005, quando a Rádio finalmente obtém a concessão de transmissão do Governo Federal. “As Rádios Comunitárias tem uma função social de trabalhar em prol da comunidade, fazendo a parte social, levando informações e não é diferente na Rádio Comunitária de Campos Novos. Desde 98 estamos trabalhando para que Campos Novos tenha uma Rádio, com todas as funções que garantem o direito da comunicação”, destaca Jocil. Na última quarta-feira (07), a diretoria da 104,9 FM e alguns comunicadores estiveram em Florianópolis para o lançamento do Jornal do Trabalhador, que será veiculado na grade de programação de todas as Rádios Comunitárias de Santa Catarina filiadas a Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraço/SC). “Nosso sonho tornou-se realidade”, vibrou o presidente da 104,9 FM. Sobre o lançamento do DVD/CD do projeto Coletânea Caravana 104,9 FM “Fala Povo”, não há previsão, mas algumas músicas estão finalizadas e estarão na programação dentro dos próximos dias.

Divulgação

Rádio 104,9 FM completa oito anos com festa

Rádio 104,9 FM celebra aniversário com seus ouvintes com shows, brindes e bolo de oito metros.


15

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

piso salarial

Após cinco anos da sanção da Lei que regulamentou o Piso Salarial Profissional Nacional do Magistério Público da Educação Básica, os professores ainda encontram resistência para o cumprimento da legislação em sua totalidade

Por Francieli Parenti O piso salarial de 2014 dos professores da educação básica foi reajustado em janeiro pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC). O reajuste foi de 8,32%, elevando o valor do piso para R$ 1.697,00 para professores que cumprem carga horária de 40 horas semanais. Muitos municípios ainda não estão pagando o novo piso salarial alegando dificuldades financeiras. É o caso de Campos Novos que não está cumprindo a lei do piso na sua totalidade. Até agora a prefeitura repassou o aumento de 8,32% somente para os professores com nível médio, em janeiro, sendo que as demais carreiras, receberam neste mês, o reajuste de 7,3%, o mesmo que os demais servidores municipais.

Foi uma surpresa. Tínhamos certeza que a Prefeitura iria respeitar a lei, pagar os 8,32% a todos os professores

No início de abril, o Sindicato dos Profissionais em Educação da Rede Pública Municipal de Campos Novos (Sindproecam), enviou ofício para o gabinete do prefeito Nelson Cruz, solicitando que o reajuste determinado pelo MEC fosse repassado para todos os profissionais da educação, retroativo a janeiro, data base da categoria, não apenas para os profissionais em início de carreira, razão que gera prejuízos para os professores que possuem graduação, desestimulando a busca pela formação continuada e pelo aperfeiçoamento. “A diferença salarial entre a carreira de nível médio e a de nível superior é mínima, é pouco mais de R$ 100. Esse reajuste diferenciado gera o achatamento salarial e a desvalorização da carreira do magistério”, disse a presidente do Sindproecam, Léia Garcia Baggio. O ofício foi enviado como forma de alertar a prefeitura sobre o cumprimento da lei federal, antes da revisão salarial dos servidores públicos, até porque no ano passado, o reajuste determinado foi repassado aos profissionais da educação. “Foi uma surpresa. Tínhamos certeza que a Prefeitura iria respeitar a lei, pagar os 8,32% a todos os professores, até porque no ano passado, o reajuste dos servidores ficou dentro dos percentuais do MEC”, ressaltou. O vereador Antônio Rosa enviou um requerimento, assinado por todos os vereadores, requisitando o adicional de 1% aos professores que não foram contemplados com o reajuste, conforme prevê o MEC. Antônio Rosa salientou que dar 8,3% para parte da categoria e 7,3% para outra fere o princípio da isonomia, além de achatar a tabela salarial, com um professor iniciante com segundo grau em magistério recebendo igual ao professor com faculdade e outras especializações. Em resposta ao requerimento, o prefeito negou o pedido. “O rea-

juste concedido no mês de janeiro aos profissionais com habilitação em magistério não pode ser equiparado ou confundido com a revisão geral anual concedida aos servidores no mês de abril. A concessão de reajuste de mais 1% apenas aos professores estaria ferindo o princípio constitucional da isonomia, já que foi concedida revisão anual de 7,3% a todos os servidores do município”, diz o ofício, assinado pelo prefeito. De acordo com Léia Baggio, a diferença de 1% pode parecer pequena, mas faz a diferença no fim de carreira, quando um professor busca a aposentadoria. A diferença no reajuste se explica na interpretação da lei pela administração municipal e na alegação de incapacidade orçamentária e financeira para arcar com o reajuste para todos os níveis de carreira. “Nós pagamos o reajuste de 8,32% em janeiro, conforme diz a lei federal para a classe de professores de nível médio, com habilitação em magistério. Existe esse entendimento jurídico da lei, se reportando somente a quem tem magistério e isso nós cumprimos. Temos um plano de cargos e salários que garante a valorização profissional”, disse Nelson Cruz, completando que mais de 55% dos gastos com folha de pagamento é aplicado nos salários dos profissionais da educação e que aplica 15% acima do percentual mínimo de 25% da receita em educação. Para o Sindproecam essa interpretação é errônea. Segundo Léia, o piso estabelecido pelo MEC é um valor mínimo determinado para o início de carreira e o reajuste anual deve ser aplicado em todos os níveis, desde o magistério até para aqueles que possuem doutorado. “É um total desrespeito com a carreira. Quando a lei foi aprovada, nunca se imaginou que os governantes iriam desrespeitar

Folha Independente

Sindproecam reivindica a aplicação da Lei do Piso do Magistério

Léia Garcia Baggio, presidente do Sindproecam a carreira. Foi fixado um piso, que é o menor salário para quem iniciasse a carreira, e agora está sendo considerado como teto pelos governantes. Dar reajuste diferenciado, isso sim é desobedecer o princípio de isonomia, ou reajusta para todos os professores ou para ninguém. Total desrespeito ao magistério municipal ao ignorar a lei”, ressaltou Léia Baggio. A lei do piso especifica que a União é obrigada a complementar os recursos financeiros para o pagamento dos profissionais quando o município ou estado não tiver condições de arcar com o custo. Para receber o benefício, a administração deve apresentar uma planilha detalhada dos gastos com educação e se encaixar nos critérios exigidos pelo governo federal. “Existem milhões à disposição de prefeituras que precisam da verba e ninguém vai buscar. Acontece que elas não têm

as contas regularizadas, então não conseguem provar que não têm o dinheiro necessário para aumentar os salários”, denuncia Roberto Franklin de Leão, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação. O sindicato também possui outras reinvindicações como a criação de concurso público para a contratação efetiva de professores, já que mais de 50% dos professores (cerca de 250), são ACTs e concurso para Assistente Técnico Pedagógico, cargo criado em 2011, com a criação do Plano de Carreira e Remuneração dos profissionais da educação. De acordo com Léia, a forma de ingresso prevista no Plano, por concurso público não é obedecida pela administração municipal. A ampliação da licença maternidade de quatro para seis meses para todas as servidoras públicas também é uma bandeira defendida pelo sindicato.


16

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

Expansão

Centro Oeste do país é a aposta de produtores de Campos Novos Em busca de novos espaços de plantio, há algumas décadas os produtores de grãos do município ampliaram seus negócios para o Mato Grosso

Nos anos 60 e 70, Campos Novos tinha muitas terras com possibilidade para a agricultura. Naquela época predominava a atividade pecuária, a base da economia camponovense. Com o passar dos anos, os produtores iniciaram uma migração, transformando grandes campos de gado em belíssimas lavouras. Com a mudança e aumento no número de produtores interessados na agricultura, as áreas produtivas de Campos Novos começaram a ficar pequenas. Com mais produtores com vontade de plantar que terras disponíveis, foi preciso pensar em alternativas. “Esse é um dos grandes motivos dos produtores de Campos Novos procurarem novos horizontes, novos espaços. Outro fator é o atual aquecimento mundial no consumo de grãos. Assim os produtores especializados procuraram ampliar seus negócios e para ampliar, é preciso buscar mais espaços”, justifica o produtor Luiz Carlos Manfroi, completando que a realidade de 20 anos atrás em Campos Novos é a realidade brasileira, o setor agrícola está em franca expansão. Com anseio de expandir na área agrícola e começar a produção em volumes relevantes, o início do século 21 foi marcado para a família Manfroi com buscas de novos espaços. Com grandes desafios seu Alcides e os filhos rodaram o Brasil visitando diversos estados das regiões Centro Oeste, Nordeste e Norte do país, conforme lembrou Luiz Carlos Manfroi, um dos cinco filhos. “Nós ficamos dez anos procurando um local adequado para o investimento que estávamos planejando. Muitas vezes encontrávamos o lugar e não fechava o preço, quando acertava o preço não servia o lugar, foi muito tempo nessa busca”, relembra Luiz Carlos. No ano de 2008 a família de produtores encontrou o local ideal na cidade

de Nova Maringá, no Mato Grosso. “Seis anos atrás apareceu uma área boa, compramos e começamos trabalhar no Mato Grosso”. Sobre as dificuldades enfrentadas, desde a parte técnica até o manejo nas lavouras, Luiz Carlos ressalta que foi o fator mais relevante, nesse desafio. Com uma infraestrutura montada, com profissionais locais, os produtores estão fazendo sucesso em terras brasileiras. Hoje os produtores da família Manfroi plantam aproximadamente 7600 hectares (ha) de lavoura de soja, além de cultivar as chamadas safrinhas. São cerca de 2500 ha de milho e feijão. “Hoje também somos produtores de feijão, cultura que o Mato Grosso não tinha o hábito de plantar”, conta Luiz Carlos. Eles colheram, no Mato Grosso, cerca de 20 mil sacas de feijão na última safrinha. A colheita de soja está sendo finalizada e logo inicia a plantação da safrinha de feijão. Há dois anos, o produtor Sebastião Paz de Almeida Junior, também percebeu uma grande

oportunidade de negócio na região Centro Oeste do Brasil e já está planejando a terceira safra de soja em terras mato-grossenses. Segundo ele, o planejamento de expandir a produção agrícola confrontou com a escassez de terras produtivas na região de Campos Novos onde também é produtor, o que levou buscar novos desafios e começar investir na cidade de Paranatinga, no Mato Grosso. Junior observa que ainda está conhecendo a realidade do Centro Oeste, uma região bem diferente do Sul. “No Mato Grosso a extensão territorial para a agricultura é muito superior a nossa realidade aqui do Sul, por isso, percebi uma oportunidade para o segmento. Ainda não optei por outras culturas, como feijão e milho, porque ainda estou conhecendo a realidade local”, disse Sebastião Paz de Almeida Junior. Porém como todos os produtores, futuramente, pensa em aumentar a área produtiva e expandir para outras culturas.

No Mato Grosso a extensão territorial para a agricultura é muito superior a nossa realidade aqui do Sul

Pioneirismo Em 1978, a família Zortéa embarcou num fusca com destino ao Centro Oeste do país, interessada no plantio de seringueiras. Eduardo Zortéa lembra que visualizavam no imenso cerrado matogrossense, praticamente formado por pastagens de gado, uma boa oportunidade para iniciar a atividade agrícola e o investimento nas seringueiras foi deixado de lado, por representar um negócio de longo prazo. O Grupo Zortéa também procurava expandir seus negócios, ofertando a estrutura para a consolidação da agricultura, com a construção de unidades armazenadoras naquela região. Vale ressaltar, que a família foi precursora nos anos 60 e 70 na abertura de lavouras em Campos Novos e na construção do primeiro armazém, embrião da cooperativa que é referência no setor agropecuário, a Copercampos.

Foi assim que a aliança de duas ideias, arquitetadas pelo empreendedor Ernesto Zortéa (in memoriam), contribuiu para o desenvolvimento agroindustrial do Centro Oeste, sendo um dos pioneiros na agricultura mato-grossense, alargando caminhos para a migração de outros produtores do sul. “Criando a estrutura para armazenagem, se criou a oportunidade. No Mato Grosso só existia a pecuária bovina extensiva, não existia lavouras. O sucesso da expansão da agricultura em Mato Grosso é fruto de muito trabalho e nossa família foi pioneira”, ressaltou Eduardo Zortéa, filho de Ernesto Zortéa. A família possui uma propriedade na cidade de Lucas do Rio Verde (MT), a Fazenda Vovô Ernesto, com 10 mil hectares, que está arrendada para o maior produtor de soja do país, Eraí Maggi.


Sexta-feira, 09 de maio de 2014

17

confraternização

Almoço do Dia do Trabalhador Com o objetivo de valorizar e demonstrar reconhecimento ao trabalho daqueles que se dedicam a servir a comunidade, a Prefeitura de Campos Novos, Associação dos Servidores Públicos Municipais de Campos Novos (Sindcampos) e Associação dos Servidores Públicos Municipais (ASPM) reuniram na quinta-feira, dia 01 de maio, mais de 1200 pessoas, entre os convidados estavam os servidores do município e seus familiares, além de autoridades locais. O evento que aconteceu no Salão do Romeiro, no Bairro Aparecida já é tradicional e comemora o dia do trabalhador. Almoço de confraternização, jogos e mais de R$ 8 mil em brindes fizeram parte da programação. Os brindes foram sorteados para os sócios do Sindcampos e ASPM. Em seu pronunciamento, o prefeito Nelson Cruz destacou a importância do trabalho dos servidores públicos para a manutenção e crescimento da qualidade de vida de todos os cidadãos camponovenses.

Divulgação

Evento é realizado anualmente pela Administração Municipal, Sindcampos e ASPM

Mais de 1200 pessoas prestigiaram o evento direcionado aos servidores e familiares. Ele agradeceu a todos e disse confiar na atitude de cada um para a construção de um município cada vez melhor. Ivo Arnildo Moreira, presidente do Sindcampos, agradeceu a parceria do Poder Público, ASPM e os servidores que ajudaram na organização. “Quero agradecer todas as pessoas envolvidas na confraternização, que foi sucesso mais uma vez. Esses eventos só acontecem graças a parceria e a união de todos”, destaca Ivo. O almoço do Dia do Trabalhador é o principal evento de confraternização realizado pelo Sindcampos, onde além dos servidores toda

família pode participar. Na ocasião foram premiados os vencedores do Campeonato Interno dos Servidores. A colocação foi a seguinte: Futebol Suíço: 1º lugar – Equipe da Prefeitura, 2º lugar – Equipe Garagem A. Canastra: 1º lugar – Ivo Moreira e Célio Rossi, 2º lugar – Edson Martins e Marcos Rodrigues. Dominó: 1º lugar – Vilmar Matos e Aristides Amaral, 2º lugar – João Carlos Cordeiro e Pedro Miguel. Sinuca: 1º lugar – Santo Maria da Silva, 2º lugar – Rudinei do Nascimento. Truco: 1º lugar – Ivo Moreira e Célio Rossi, 2º lugar – Paulo Souza e José Gonçalves Lins.

Inscrições abertas para o 4º Girassol A paróquia São João Batista está com inscrições abertas para o encontro anual do Girassol, que neste ano completará quatro edições. O encontro de formação cristã destinado para crianças de oito a dez anos, acontece nos dias 17 e 18 de maio, e as inscrições podem ser feitas na Secretaria Paroquial até o dia 15. Segundo a coordenadora do

encontro, Juliana Savaris, na metáfora do Girassol, uma flor que exibe sua intrigante rotação, sempre voltada para o sol, as crianças são conduzidas a nortearem suas atitudes por Cristo, representado pelo Sol. O movimento Girassol surgiu na cidade de Quaraí na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai e foi idealizado pelo Padre Xirú, que mais tarde veio

desenvolve-lo na Universidade do Vale do Rio dos Sinos, em São Leopoldo, onde atuava como professor, sempre ligado a Pastoral Universitária e a questão dos jovens. Em Campos Novos, o Girassol é conduzido pelo grupo de jovens Agua Viva e com os pais dos “jardineiros”, os veteranos da formação. Além do encontro anual, as crianças terão encontros mensais durante o ano.

CAEP da Capela Divino Espirito Santo, da Comunidade Núcleo Rio Doce, convida para Festa em Honra ao seu Padroeiro, no Salão Paroquial da Matriz, Lebon Régis. Será neste domingo, dia 11. Haverá Procissão , Missa, Cavalgada, Caminhada, Almoço e tarde dançante. Participe do Tradicional Jantar Italiano, dia 17, com Nando Show, no Clube Anos Dourados. Participe do Bingo Rosa, dia 24 no Salão Paroquial. Prêmio de R$ 1.500,00. Início às 20h.


18

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

dança

Bailarinos da Class Artes são reconhecidos no Festival Nacional de Dança Ballace

Na última semana, entre os dias 01 a 04 de maio a cidade de Camaçari, na Bahia, foi palco do 9º Festival Nacional de Dança Ballace. O Projeto, iniciado em 2006, busca promover e divulgar a dança, atraindo publico de diversas regiões do Brasil. Campos Novos esteve no Festival, representado pela Escola de dança Class Artes que trouxe premiação em todas as categorias apresentadas. Segundo a professora e bailarina, Karim Bevervanso, o evento teve

mais de mil inscritos, representando 10 estados brasileiros e os bailarinos da Class Artes foram os únicos participantes do sul do país. O Festival contou com jurados renomados de nível internacional e a presença da 1ª bailarina do Teatro municipal do Rio de Janeiro, Ana Botafogo. A Class Artes participou com seis coreografias e todas foram premiadas com troféus e medalhas. “Participar de um evento de tamanha magnitude no cenário nacional com seis trabalhos coreográficos e ser premiado em todos, mostra o reconhecimento do trabalho realizado ao longo desses quatro anos com estes bailarinos”, enfatizou Karim. Os bailarinos de Campos Novos, Ariovaldo Corrêa, Fabieli Boff, Katiana Spader e Karim Bevervanso, receberam prêmio especial de

reconhecimento à delegação mais distante. “Ficamos muito felizes por sermos a delegação mais distante, pois um de nossos focos é este intercâmbio cultural que acontece nesses grandes eventos”, explicou a professora. Para participar do evento, a Class Artes contou com apoio da Bruno Industrial, Estrutural Zortéa, Posto Coelho e do vereador José Tadeu Guzatti.

Divulgação

Os participantes trouxeram medalhas em todas as categorias participantes, além de receber o prêmio de reconhecimento à delegação mais distante do evento que aconteceu na Bahia

Premiação Dança Popular Trio Sênior II 2º luga; Dança Popular Solo Sênior II masculino - 2º lugar; Dança Popular Solo Adulto feminino - 2º lugar; Dança Livre Solo Adulto feminino - 2º lugar; Dança Popular Solo Avançado feminino- 3º lugar; Dança Livre Solo Sênior II feminino - 3º lugar.

Os bailarinos de Campos Novos, Ariovaldo Corrêa, Katiana Spader, Fabieli Boff, e Karim Bevervanso, com o jurado Carlos dos Santos Júnior, de Nova York. Ele é dançarino, professor e coreógrafo reconhecido em importantes companhias do Brasil e Estados Unidos.

PARA GARANTIR OPORTUNIDADES IGUAIS DESDE CEDO, O GOVERNO FEDERAL ESTÁ INVESTINDO FORTEMENTE

NA EDUCAÇÃO. Aqui em Santa Catarina e no Brasil inteiro. Recursos garantidos para a construção de 137 creches e pré-escolas. 8.025 professores participam do Pacto pela Alfabetização na Idade Certa. 588 escolas já oferecem educação em tempo integral.

É assim que o Brasil combate a desigualdade social e se torna

UM PAÍS CADA VEZ MAIS JUSTO.


19

Sexta-feira, 09 de maio de 2014

vitrine

Supermercado Copercampos inaugura filial em junho

Folha Independente

Vista externa do novo empreendimento: obras em ritmo acelerado para que tudo fique pronto até o final do mês.

Área de vendas do empreendimento contará com onze caixas, além de rol de entrada, escritórios, agencia bancária, banheiros e lanchonete.

ociosa. O estacionamento, em parte coberto, terá capacidade para 200 automóveis de passeio, cinco destinadas a vagas especiais, 24 vagas para motocicletas e dez para caminhões. Serão duas opções de entrada e saída, a principal pelo bairro Aparecida e a secundária voltada para o bairro Jardim Bela Vista e bairros vizinhos. Segundo o supervisor administrativo da rede, Moacir Jung, a expectativa é grande para a abertura da nova unidade. “A inauguração dessa nova loja marca o retorno da expansão da Copercampos na área supermercadista e traz um diferencial, sobretudo, no que diz respeito à comodidade e

grandiosidade do empreendimento, e acredito que muita gente vai se surpreender”, reforçou. O planejamento estratégico que passou a ser implantado na década de 90 pela Copercampos, prevendo ações de longo prazo, garantiu um novo rumo aos negócios da cooperativa. A partir desse planejamento é que a abertura da rede de supermercados começou a sair do papel em 2012, com a compra da estrutura física da Rovitéx, com intuito de abrir a filial que agora torna-se realidade. Em outubro, já está confirmada a abertura de uma nova unidade em Otacílio Costa e a Cooperativa também planeja a abertura de

Na filial, será implantado o depósito e a central de distribuição para todos os supermercados da rede Copercampos.

Folha Independente

Acreditando no potencial econômico do Bairro Aparecida e dos bairros próximos, o Supermercado Copercampos inaugura sua nova filial no fim do mês. Localizado na Rua João Gonçalves de Araújo, no local onde funcionava a têxtil Rovitéx, a construção está praticamente pronta, com um fluxo intenso de trabalho para que tudo fique pronto e agrade o consumidor. A solenidade de inauguração está prevista para o dia de 03 de junho. Nesta semana, finalizam-se os trabalhos de asfaltamento nos estacionamentos e área externa, as instalações elétricas e iniciam os trabalhos de abastecimento das gôndolas já montadas e dispostas e as instalações dos caixas. Com investimento de R$ 12 milhões, a nova loja oferecerá, em cerca de 1.500 m² de área de venda, um sortimento com 20 mil itens para compras diárias, distribuídos em seções como mercearia, padaria, frutas, verduras e legumes, congelados e açougue, frios e laticínios, bebidas, higiene e limpeza e bazar e utilidades domésticas, todos os espaços dentro das regras de acessibilidade para portadores de necessidades especiais. Entre as novidades, a instalação de uma lanchonete e de uma mini agência do Sicoob – Credicampos dentro do supermercado. Em outros 1.500 m², será instalado a área de serviços, o depósito e o centro de distribuição para toda a rede de supermercados Copercampos, o que ocasionará a transferência de mais de 50% da área de depósito da matriz para a nova filial, sinalizando futuros investimentos em ampliação nesta área que passará a ser

Folha Independente

Com inauguração prevista para o dia 03 de junho, abertura da filial marca nova era de expansão na área supermercadista para a Copercampos

novas filiais em municípios da região, já em fase de pesquisa de mercado. Segundo Moacir, com a expansão da rede, a empresa aumenta a escala dos seus negócios e capitaliza sinergias e ganhos operacionais especialmente nas áreas logística e administrativa, tendo em sua retaguarda uma organização eficiente que a planeje, dirija, abasteça e controle. Esses ganhos são repassados aos consumidores em formato de melhores preços. “A expansão está alinhada a estratégia de atender aos clientes em seus diferentes momentos de compra, transferindo os benefícios de preços, produtos e serviços para todas as unidades”, destaca do

diretor. Para o funcionamento do novo supermercado, todas os postos de trabalho já estão preenchidos: serão 80 novos empregos diretos e outros 20 colaboradores da Copercampos remanejados para a nova unidade. A previsão é de que o empreendimento atenda grande parte dos moradores do Bairro Aparecida, Bairro Jardim Bela Vista e comunidades próximas do empreendimento. O funcionamento será das 8h30min às 12h e das 13h30min às 20 horas, de segunda à sexta e nos sábados, das 8h30min às 19h, sem fechar ao meio dia. A área total construída será de 4.118,89 m².


Sexta-feira, 09 de maio de 2014

FIAT Bravo

VENHA PARA A LOJA! Consulte as ofertas em: carbonifiat.com.br carboniseminovos.com.br Ou ligue: 3541-6800

Faça revisões em seu veículo regularmente.

Novo Palio Fire 2014


Folha Independente Nº 37