Issuu on Google+

Educação à vida

Isenção

Proerd forma mais 631 alunos em Campos Novos

Lei do Ecad é aprovada na Câmara

Página 8

O TEMPO HOJE

Página 4

Campos Novos (SC), sexta-feira, 13 de junho de 2014

Ano 1 - Nº 42

Sol e aumento de nuvens. Chuva à tarde e à noite.

Min 14° Max 24°

R$ 2,00

Nossa história escrita em uma nova folha

Leigos e padres Scalabrinianos promovem aulas de português para haitianos em Campos Novos Com a chegada dos haitianos a Campos Novos, Scalabrinianos estão oportunizando o aprendizado da língua portuguesa com objetivo de ultrapassar a principal barreira vivida pelos imigrantes. Página 6

Urgência Edital para reforma da EEB Henrique Rupp Júnior deve ser lançado em 20 dias Página 8

A escola Nair Gris – CAIC celebra as 32 seleções que entrarão em campo na Copa do Mundo, aproveitando para levar conhecimento e cultura aos estudantes.

Página 15

Acadêmicos de Agronomia da Unoesc visitam a região da Campanha no RS Página 16


2

Sexta-feira, 13 de junho de 2014

Da redaçã0

Previsão do tempo HOJE

O Brasil parou, chegou a Copa

Sol e aumento de nuvens. Chuva à tarde e à noite.

Chuvoso durante o dia e a noite.

DOMINGO

Max 18 Min 14°

Nublado, com chuva a qualquer hora.

Max 21° Min 13° Fonte: Climatempo

você fotógrafo

“O Poder Executivo de Campos Novos recebe iluminação especial, veste verde e amarelo nos dias do maior evento esportivo do mundo!”. Foto e frase de Antônio Chiochetta.

DESCE

SOBE cultura

Campeão

O Projeto Tecnópolis – Sem Livro Pra Contar História, do Grupo Teatrando Por Aí e que recebeu apoio da Enercan – Campos Novos Energia através da Lei Rouanet, encerrou, na última semana, as apresentações na região do entorno da Usina Hidrelétrica Campos Novos. Ao total foram 26 apresentações entre os quatro municípios do entorno da Usina, chegando a ter a participação de aproximadamente 2.500 alunos da Rede Pública de Ensino. Através deste projeto, as escolas tiveram a possibilidade de levar o teatro até seus alunos, promovendo maior conhecimento cultural e trabalhando determinados temas, como a leitura, a socialização das crianças e o desenvolvimento da criatividade, através do lúdico.

C one xão facebook

Curta a página da Folha Independente. Faça sugestões de conteúdo. Comente.

Endereço

Rua São João Batista, 97, sala 102. Centro, Campos Novos (SC) - Cep: 89.620-000

Telefone

Copa do Mundo no Brasil acontecendo e apenas metade das obras de mobilidade urbana e aeroportos nas cidades-sede foram entregues, segundo um levantamento feito pelo G1. Dos 45 projetos inaugurados, 15 estão incompletos por causa de atrasos e cancelamentos. Das 74 obras de mobilidade e das 13 em aeroportos, 32 foram descartadas para a Copa e devem ficar prontas somente depois da competição. Dos 10 projetos de mobilidade, Porto Alegre garante com um. Entre as justificativas apontadas para o atraso ou cancelamento dos projetos estão burocracia, imprevistos, disputas judiciais sobre desapropriações, modificação nos planejamentos iniciais e problemas com empresas contratadas, entre outros.

facebook.com/folhain

Reportagens

Francieli Parenti | MTB 4513/SC-JP Gisiane Agostini | MTB 4440/SC-JP

Projeto Gráfico e Diagramação Herton Farias | MTB 4198/SC-JP

(49) 3541-2522

Empresa Jornalística Planalto Sul Ltda. ME

Diretora Administrativa Financeiro

CNPJ: 10.478.439/0001-88

Diretora de Conteúdo

IE: 255.771.290

AMANHÃ

Max 24° Min 14°

Na edição do dia 30 de maio destacamos a importação de mão de obra haitiana em Campos Novos. Dentre os assuntos abordados na reportagem, falamos sobre a vontade do grupo em aprender falar a língua portuguesa, uma dificuldade vivida pelos imigrantes – a comunicação. Nesta semana, voltamos com a mesma pauta, desta vez, para destacar o trabalho que os Leigos Scalabrinianos estão fazendo para ajudar o grupo de estrangeiros. Eles estão oportunizando aos haitianos o aprendizado da língua portuguesa. Os leigos conseguiram arrolar uma professora voluntária com conhecimento no espanhol e francês, língua entendida pelos imigrantes para ministrar aulas aos sábados à tarde. As aulas estão previstas para iniciarem na próxima semana. Ótima notícia. Vamos falar de Copa? Após 64 anos o Brasil voltou a sediar o maior evento do futebol mundial, a Copa do Mundo 2014. A nação está acompanhando cada lance. Grande parte dos brasileiros parou durante o jogo de ontem quando o Brasil estreou o evento esportivo, que reúne diversas nações, para assistir o time do técnico Felipe Scolari. Muitos foram às manifestações. Nas redes sociais o povo soltou o verbo e boa parte é contra, se fala dos bilhões investidos em obras do governo e muitas não foram finalizadas a tempo. Entre organizações definidas, e manifestantes isolados, diversos protestos nas ruas. O sentimento contra o Mundial de Futebol é mais forte nas cidades que recebem jogos da Copa das Confederações. Em cinco das seis cidades-sede (Brasília, Belo Horizonte, Fortaleza, Rio de Janeiro e Salvador). Ano de eleição, será que nós brasileiros estamos nos conscientizando e realmente queremos mudar o país? Como disse o escritor Paulo Coelho, “a Copa do Mundo poderia ser uma bênção e um momento de comunhão para nós como foi para a França ou a Alemanha. Mas é um desastre”. Enfim, a copa está acontecendo, vamos torcer pelo nosso time, depois a vida segue e pagamos a conta. Rumo ao hexa Brasil! Vamos continuar falando de Copa, mas num contexto local. Destaque nesta semana para os alunos e professores da Escola Nair da Silva Gris que mergulharam a fundo no projeto Festa das Nações, buscaram conhecer melhor, os 32 países que estão participando da Copa do Mundo 2014. Com apresentações artísticas e feira, eles aprenderam e ensinaram sobre a cultura e geografia de cada país. Parabéns para os organizadores.

A opinião expressa em artigos assinados é de responsabilidade de seus autores, não expressando necessariamente a opinião da Folha Independente.

CAMPOS NOVOS

Circulação Campos Novos, Abdon Batista, Brunópolis, Celso Ramos, Ibiam, Monte Carlo, Vargem e Zortéa. Impresso na Gráfica Tipobel Tiragem 2 mil/semana

Gisiane Agostini | contato@folhaindependente.com.br Francieli Parenti

Assinaturas

| jornalismo@folhaindependente.com.br

assinaturas@folhaindependente.com.br

Jornal filiado ao Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina (SJSC), Sindicato das Empresas Proprietárias de Jornais e Revistas do Estado de Santa Catarina (Sindejorsc), Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos Novos (CDL/CN) e Associação Empresarial Rural e Cultural de Campos Novos (Acircan).


3

Sexta-feira, 13 de junho de 2014

OPINIão

Eleições 2014

Por Pe. Luigi Mansi* Será que eles não estão desatualizados? Quem é que precisa de santos? Estamos em tempos de futebol. Talvez, estejamos mais ainda em grande época de santidade. O ano de 2014 vai permanecer na história do Brasil, como um ano marcante. Depois de vários séculos, o Padre Anchieta, apóstolo do Brasil, foi proclamado Santo com celebração simples pelo Papa Francisco, no dia 3 de abril. O Santo Anchieta era já bastante devotado pelo povo brasileiro e ele está no início da civilização brasileira, como também no início da cidade de São Paulo. Então, provavelmente, precisamos nos perguntar sobre o porquê dos santos. Assistindo na “Super Quarta” de filmes religiosos na TV Aparecida, surgiram essas perguntas. Alguém acusava a Igreja de procurar santos de toda forma... Mas, de fato, quem é que precisa de santos? Eu digo que todos nos humanos precisamos de um olhar profundo e futurístico... Precisamos entender o que nos espera no futuro. Finalmente, o Papa São Pio X, canonizado em 1954, já não é mais o último Papa santo, como costumava dizer minha mãe Teresa, enquanto no dia 27 de abril 2014 foram também canonizados os Papas São João XXIII e São João Paulo II. Então, podemos perceber como a santidade está perto de nós, enquanto eles são papas conhecidos. Eles são papas que fizeram e marcaram positivamente a nossa época. A “ Folha de São Paulo” afirma que foi um ato inédito do catolicismo: dois papas viram santos numa única celebração histórica! O papa João XXIII, o chamado Papa Bom, renovou e aprofundou a caminhada da Igreja e de toda a sociedade através da convocação do famoso Concilio Vaticano II, o qual nos anos de 1962 e 1965 reuniu em Roma todos os bispos do mundo e vários representantes religiosos, para muitas temáticas humanas e sociais. Este grande aprofundamento teológico e prático resultou enfim

com os Documentos do Vaticano II, os quais ainda hoje orientam os caminhos eclesiais e humanos. Estes documentos são referenciais para toda a humanidade. Até eu pude ver o Papa João Paulo II, agora santo já. Isso mostra como a santidade está perto de nós. Este Papa visitou o nosso grande Brasil três vezes. Em famosa viagem de 1980; depois voltou entre nós em 1991, quando eu era já missionário em Foz de Iguaçu, na antiga paróquia de São José Operário de Itaipu. Ainda voltou Em são Paulo na ocasião do Congresso Mundial das famílias, em 1997. Numa ocasião esse Papa com razão gritou: “O Brasil precisa de santos! O Brasil precisa de santos!”. De fato a partir de uns vinte anos pra cá, o povo brasileiro pode rezar e seguir o exemplo de uma Santa: Madre Paulina, catarinense, e de um santo franciscano como Frei Galvão. Isso é muito bom! Não para exaltar humanos. Mas para enaltecer a obra de Deus na gente. Nós somos batizados. Somos cristãos comprometidos, então, a santidade é para nós... Somos chamados a imitar a bondade de Deus, como dizia Santa Julia. Lembramos também a todos os camponovenses de rezar pela canonização do Bem-aventurado Bispo Fundador da Congregação Carlista, João Batista Scalabrini. Todos nós precisamos da santidade para entender a dignidade mais profunda da nossa vida!

Pe. Luigi Mansi (CS) é Missionário Scalabriniano

Para exercer a função de mesário são chamados, preferencialmente, eleitores da própria seção, que estejam em situação regular e que tenham nível superior

No dia 10 de junho, a Justiça Eleitoral iniciou o período para nomeação dos membros das mesas receptoras para o primeiro e eventual segundo turnos de votação. A expectativa do Cartório Eleitoral de Campos Novos é de que 400 mesários trabalhem nas eleições de 2014 nos quatro municípios da 7ª Zona Eleitoral. De acordo com o chefe do Cartório Eleitoral, Arthur Otto Niebuhr, os mesários devem receber as cartas de convocação da Justiça Eleitoral a partir de julho, sendo que a lista com todos os convocados será publicada no dia 6 de agosto. Para exercer a função de mesário são chamados, preferencialmente, eleitores da própria seção, que estejam em situação regular e que tenham nível superior, os professores e os serventuários da Justiça. “O mesário contribui para a lisura e transparência do processo eleitoral permitindo que o eleitor exerça o seu direito de votar e de ser votado. Sem ele não existe eleição”, diz o chefe do Cartório Eleitoral. A Justiça Eleitoral trabalha desde 2004 por meio do programa Mesário Voluntário para incentivar o eleitor a se voluntariar e exercer a cidadania no dia da eleição. Ela possibilita a convocação de pessoas compromissadas com a realização de uma eleição segura. Consequentemente, diminui o número de eleitores convocados que, eventualmente, não queiram ou não possam atuar como mesários. Para se inscrever como voluntário, o cidadão pode procurar o Cartório Eleitoral

Ilustração

Qual o sentido dos santos hoje?

Mesários começam a ser nomeados

Quando convocado, o mesário é obrigado a participar, sob penalidades para quem não comparecer e não justificar. ou preencher um cadastro pela internet no site do TRE/SC ou no site do TSE. Os mesários conseguem algumas vantagens participando diretamente do processo eleitoral. O serviço prestado não tem remuneração, mas dá direito a auxílio-alimentação e dois dias de folga, seja no serviço público ou privado, para cada dia trabalhado. Também é considerado critério de desempate em concursos públicos. Quando convocado, o mesário é obrigado a participar. Caso não possa comparecer, ele deverá enviar uma justificativa ao juiz eleitoral responsável até cinco dias após a convocação. As penalidades para quem não comparecer e não justificar estão previstas na legislação eleitoral. Nesse caso, o cidadão estará sujeito à multa.

Convenções O prazo para realização das convenções partidárias também iniciou na última terça-feira (10) e vai até 30 de junho. Nas convenções, os partidos políticos oficializam tanto os candidatos aos cargos em disputa quanto as coligações com outras legen-

das. Feitas as convenções, os partidos têm prazo até 5 de julho para pedir o registro de seus candidatos. Desta terça até o final da campanha, emissoras de rádio e televisão estão proibidas de transmitir programa apresentado ou comentado por candidato escolhido em convenção. A partir da data também é assegurado o exercício de direito de resposta ao candidato, partido ou coligação atingidos – ainda que de forma indireta – por conceito, imagem ou afirmação caluniosa, difamatória, injuriosa ou sabidamente inverídica que seja difundida por qualquer veículo de comunicação social.

Mudanças Segundo Arthur, os comícios serão permitidos até às 7h da manhã do dia 05 de outubro, algumas horas antes de iniciar o pleito eleitoral. Para a aplicação da Lei da Ficha Limpa nas eleições de 2014, o TRE/SC firmou convênio com o Tribunal de Justiça, para acessar via sistema informatizado, os dados de candidatos condenados em 2º grau ou em trânsito em julgado em processos criminais.


4

Sexta-feira, 13 de junho de 2014

Notícias da câmara

Aprovada Lei de Isenção do Ecad O Projeto de Lei do Legislativo subscrito por todos os vereadores foi aprovado por unanimidade na sessão de terça-feira (10). Se não houver vetos do Executivo, ficam isentos do pagamento da taxa dos direitos autorais procedida pelo Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) os eventos promovidos por entidades filantrópicas, associações sem fins lucrativos, escolas, creches e templos de qualquer culto, promoções de associações de moradores e lojas comerciais. O projeto prevê isenção também para bares, restaurantes, estabelecimento comerciais e hotéis que façam uso de aparelhos de som ou tv instalados em suas dependências. Segundo o vereador Irineu Armando Osório, o Piratuba Júnior, há jurisprudência que referenda a decisão de, quando o evento for de caráter beneficente o município não fica obrigado a recolher a taxa do Ecad. “Na condição de entidade promotora, continua a obrigatoriedade de pagar os direitos autorais relativos aos espetáculos organizados em local público com

Governo federal

a participação remunerada de artistas ou reprodução de músicas por serviço de som, salvo se o evento for de caráter beneficente, com a colaboração espontânea dos titulares de direitos autorais”, explicou Piratuba Júnior, que teve a iniciativa de trazer novamente o projeto para a pauta. A lei de isenção de pagamento ao Ecad em Campos Novos já foi aprovada duas vezes na Câmara de Vereadores em duas legislaturas e foi vetada pelos dois prefeitos em exercício – Vilibaldo Erich Schimid em 2009 e por Nelson Cruz em 2013. A expectativa é grande para que a lei passe a vigorar em Campos Novos. Diversas vezes, os fiscais do Ecad realizaram fiscalizações nos estabelecimentos comerciais de Campos Novos, exigindo a cobrança de taxa para que rádios e televisores possam funcionar no estabelecimento, com base na Lei federal 9.610/98. A criação de leis municipais referentes a isenção da taxa é uma iniciativa de vários vereadores do país e uma série de pareceres favoráveis aos municípios já foram emitidos por vários Tribunais. Exemplo foi Herval d’Oeste, onde a lei foi aprovada em 2010 na Câmara, mas foi vetada pelo

prefeito na época, Nelson Guindani, veto que acabou sendo derrubado pelos vereadores. Logo após, o Ecad também ingressou com mandado de segurança no Poder Judiciário e conseguiu uma liminar impedindo que a lei entrasse em vigor. Os vereadores recorreram da decisão no Tribunal de Justiça e conseguiram cassar a liminar. De acordo com o vereador hervalense, Adelar Provênci, autor da proposta, o TJ já deliberou três vezes sobre recursos, dando parecer favorável a isenção da taxa ao município.

Os vereadores Antônio Rosa e Ricardo Damásio falaram sobre as placas em obras públicas financiadas com recursos do governo federal, que estão sendo encobridas com faixas em Campos Novos. O governo federal obriga que placas sejam instaladas e mantidas durante todo o período de realização da obra ou serviço, que indique a origem e a

destinação dos recursos financeiros, no entanto, deve ser observado o disposto no art. 73, inciso VI, Alínea “b” da Lei nº 9.504 de 30 de setembro de 1997, que proíbe a realização de publicidade institucional nos três meses que antecedem as eleições. Às vésperas de uma campanha presidencial, a atitude do Executivo pode ter uma explicação.

Segurança

Comerciante reage e mata assaltante

PM intensifica operações “Lei Seca”

Fato ocorreu na tarde de sexta-feira na Michelin Vidros, próximo a BR-470

Operações terão o objetivo de combater a embriagues ao volante

O comerciante Alcides Michellin, matou um homem ao reagir a uma tentativa de latrocínio na sua empresa em Campos Novos, na sexta-feira (06). Segundo relato do delegado Lucas Fernandes da Rosa, dois assaltantes chegaram na empresa de moto no dia em que seriam pagos os salários dos funcionários. Um deles, desceu da moto

armado com capacete e anunciou o assalto na recepção, se dirigindo ao escritório do proprietário, no segundo piso. O ladrão apontou a arma na nuca do proprietário anunciando o roubo e enquanto o proprietário abria uma gaveta de costas, conseguiu sacar sua arma e acertar três disparos no assaltante. O assaltante conseguiu fazer um disparo, atingindo de raspão o braço do comerciante. O assaltante morto,

João Regis Rodrigues, conhecido como “Mortinho”, tinha várias passagens pela polícia, inclusive já havia sido preso em flagrante por roubo. O outro envolvido, conseguiu escapar e está foragido. O proprietário responderá por homicídio em legítima defesa. Procurada pela reportagem, a família não quis comentar o fato. De acordo com o delegado, a Polícia investiga a hipótese de participação de outros envolvidos.

A Polícia Militar de Campos Novos estará intensificando as operações “Lei Seca”, por determinação do Comando Geral da Corporação do Estado de Santa Catarina. Conforme comunicado emitido pela PM na quarta-feira (11), as operações terão caráter preventivo, orientativo e repressivo, quando as especificidades das ocorrências autorizarem. Elas

ocorrerão todos os fins de semana nas sextas-feiras e sábados, durante o período noturno, com objetivo de combater, em especial, a embriagues ao volante. Tendo em vista as comemorações com os jogos da Copa do Mundo de Futebol, a Polícia Militar também repassou informações para os torcedores que pretendem festejar os jogos da seleção. Entre as recomendações à população estão: não exceder as regras de trânsito, como não dirigir

sob influência de álcool, não transportar pessoas em cima de caminhonetes, não conduzir veículo com excesso de lotação, passageiros não deverão estar com o corpo voltado para fora do veículo, não parar o veículo sobre a pista de rolamento sem motivo para tal, entre outras infrações comuns em comemoração aos jogos de futebol. O horário especial de expediente no comando será no dia 17, das 8h às 14h e no dia 23, das 9h às 15h.


5

Sexta-feira, 13 de junho de 2014

Entrevista

“SC é referência em inovação e empreendedorismo” Guilherme Zigelli, Diretor Superintendente do Sebrae/SC Desde novembro de 2000, Guilherme Zigelli está à frente do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae/SC). Formado em Direito, foi coordenador das atividades administrativas do Juiz da 1ª Vara Civil da Comarca de Florianópolis e também coordenou as atividades administrativas de implantação do Juizado de Pequenas Causas em Santa Catarina. Advogado credenciado junto à Procuradoria Geral do Estado e advogado da extinta empresa Telesc, ocupou diversos cargos na diretoria da empresa, chegando até mesmo a presidir interinamente a Telesc na ausência do presidente e do vice-presidente. Nos anos de 1999 e 2000 foi diretor financeiro da Brasil Telecom S/A, em Brasília. Nesta entrevista concedida à Coluna Pelo Estado, da Associação de Diários do Interior (ADI/ SC), Zigelli comenta sobre a Feira do Empreendedor, que será realizada em julho, e sobre o cenário econômico para as micro e pequenas empresas de Santa Catarina.

Como estão os preparativos para a Feira do Empreendedor? Eles começaram no final do ano passado com a organização dos comitês de trabalho e a mobilização de toda a equipe do Sebrae/SC, que vem trabalhando unida para promover mais esse grande evento. A Feira será entre os dias 17 e 20 de julho, no Centrosul, em Florianópolis, e é baseada em três pilares: capacitação, atendimento/consultoria e oportunidades de negócios. Quais os objetivos e diferenciais desta edição? Este ano a feira tem o foco em inovação, portanto teremos ações inéditas. Destaco as parcerias com Facebook, Mercado Livre e Google. Além disso, teremos atrações voltadas para o Microempreendedor Individual. Outra ação inovadora é que a renda obtida pelo aluguel dos espaços será revertida para duas escolas públicas de Florianópolis, no Morro do Horácio e na Costeira do Pirajubaé. Na feira, também teremos rodadas de negócios, o Centro Sebrae de Sustentabilidade e ações ecológicas, como o uso de copos retornáveis. Qual a expectativa de participação de expositores, público e geração de negócios? Teremos 53 expositores e a estimativa é de 20 mil visitantes. A Feira não gera vendas, apenas

oportunidades de negócios. Os visitantes vão conhecer os produtos e serviços oferecidos e negociar parcerias.

para abrir novos mercados e ampliar oportunidades aos pequenos negócios. Mas, muito antes de aproximar compradores e vendedores, oferecemos cursos de capacitação para os empresários de pequenos negócios, para que eles estejam preparados para atender as demandas das grandes empresas. Dessa forma, estimulamos a competitividade das empresas e capacitamos para que elas atendam às necessidades do segmento e lucrem com isso.

Comparando com outros estados, como é a Feira catarinense? Somos pioneiros em Feira do Empreendedor. A primeira foi realizada em 1994, em Blumenau. Portanto, temos 20 anos de experiência e em mais de uma ocasião ficamos entre os premiados do concurso do Sebrae Nacional como a Melhor Feira do Brasil. Como está, atualmente, a participação do micro e pequeno empreendimento na economia de SC? O estado possui mais de 440 mil micro e pequenas empresas, responsáveis por 23% do PIB catarinense e que representam 98% da economia do Estado, gerando emprego, renda e a dinamização econômica. Existem projetos de lei parados na Assembleia Legislativa ou no Congresso Nacional e que podem impactar positivamente o segmento? Recentemente, duas conquistas importantes refletiram positivamente no segmento: o Estatuto da Microempresa, aprovado na Assembleia Legislativa, e a revisão do Simples Nacional, na Câmara dos Deputados. Em território catarinense, a aprovação do Projeto de Lei Complementar 3, de 2014, que institui o Estatuto Estadual das Micro e Pequenas Empresas (MPEs) e dos Microempreendedores Individuais (MEIs), amplia os benefícios concedidos aos pequenos negócios, como a participação do setor nas compras governamentais, o acesso ao crédito e o estímulo à inovação e à educação empreendedora. Já a aprovação dos deputados federais do texto base do projeto de revisão do Simples Nacional permite a inclusão de 140 atividades econômicas de micro ou pequena empresa no regime de tributação. Apesar de ainda conservador, com pouca redução tributária imediata aos novos contemplados, o texto estende o benefício a advogados, médicos, publicitários, jornalistas, entre outros profissionais, desburocratizando o pagamento de impostos, que passam a se concentrar em uma única guia, e com alíquotas menores. As alterações na Lei Geral estão entre os maiores avanços para o setor da micro e pequena empresa desde a promulgação da lei, em 2006.

Santa Catarina é o estado onde as micro e pequenas empresas têm a maior longevidade do país. Qual o reflexo disso? Com a aprovação, cerca de 500 mil micro e pequenas empresas que faturam até R$ 3,6 milhões por ano serão incluídas no regime de tributação. Outra alteração importante é a garantia de entrada única e processo integrado para simplificar a abertura e fechamento de empresas. O sistema informatizado vai garantir a execução de processo único de registro e legalização, pelo qual as empresas de qualquer porte poderão obter, em prazo reduzido, a permissão da prefeitura para exercício de suas atividades. Também fica criado um mecanismo facilitador para a abertura e o fechamento de micro e pequenas empresas via internet. De que forma os grandes negócios que estão se instalando em SC, a exemplo da BMW, repercutem entre as MPEs? Estamos atentos a essa e outras oportunidades para que os pequenos negócios sejam fornecedores dessas empresas de grande porte. Promovemos encontros entre pequenas empresas fornecedoras e grandes empresas compradoras

Como estão os índices de formalização, endividamento e mortalidade das MPEs no estado? Santa Catarina é o estado onde as micro e pequenas empresas têm a maior longevidade do país, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2012. Enquanto quase metade das empresas brasileiras fecha antes do terceiro ano de vida, em Santa Catarina 82% das empresas sobrevivem a esse período inicial. Como está o ritmo de formalização com base nos benefícios do microempreendedor individual? Temos mais de 132 mil microempreendedores individuais trabalhando legalmente no estado, é a nona melhor marca do país, apesar de o nosso estado ser um dos menores em área territorial. Além dos benefícios concedidos em todo o país, como nota fiscal, direito a aposentadoria, entre outros, os microempreendedores individuais de Santa Catarina contam com o Programa Juro Zero, que empresta até R$ 3 mil para MEIs, sem juros. Quais os reflexos de programas públicos de incentivo às MPEs? Além de ser um importante polo produtor e exportador, Santa Catarina é referência em inovação e empreendedorismo e isso é resultado do cenário favorável para o crescimento e desenvolvimento de pequenos negócios. Santa Catarina foi o primeiro estado brasileiro a ter a Lei Geral da MPE implementada em 100% das cidades, beneficiando os pequenos negócios nas compras governamentais. Juntos, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, e o Sebrae/SC também desenvolvem programas de apoio aos empreendedores, como o Sinapse da Inovação, o Startup SC e muitos outros projetos dentro do Programa Nova Economia. Dessa forma, são criadas oportunidades para o surgimento de novos negócios e para o fortalecimento dos já existentes, impactando positivamente em toda a economia catarinense.

PESSOAS - AUTO - AGRONEGÓCIO - PATRIMONIAL Venha a uma agência do Sicoob e saiba mais.


6

Sexta-feira, 13 de junho de 2014

Imigração

Scalabrinianos promovem aulas de português para haitianos Com a chegada dos haitianos a Campos Novos, Scalabrinianos estão oportunizando o aprendizado da língua portuguesa com objetivo de ultrapassar a principal barreira vivida pelos imigrantes – a comunicação

A história começou na estação ferroviária de Milão, onde uma multidão de italianos, na maioria camponeses empobrecidos, esperava o trem para uma viagem sem retorno em direção às Américas. Naquele momento, o bispo de Piacenza, João Batista Scalabrini, passando pelo local, ficou comovido com a situação de pobreza de tantos co-irmãos seus. Como homem de ação, decidiu dedicar-se, com todas as forças para sensibilizar a Igreja e a sociedade sobre o problema das migrações. Diante desse cenário, Scalabrini fundou a Congregação dos Missionários de São Carlos em 1887, enviando os primeiros missionários da Itália para serem migrantes com os migrantes principalmente no Brasil, Argentina, Venezuela e Estados Unidos. O lema e o carisma da congregação “Eu era estrangeiro e me acolhestes (Mt 25,35)” dos Scalabrinianos tem se mostrado atual diante do fenômeno migratório – pessoas que saem de sua terra natal em busca de melhores condições de vida plena em outro país. Campos Novos está recebendo imigrantes haitianos, e a atuação dos padres Scalabrianos e da ala laica da congregação, com os Leigos Scalabrinianos estão sendo empenhados esforços no sentido de prestar serviço aos imigrantes, com foco na acolhida.

Baseado em experiências de outras cidades da Província São Pedro, área que pertence os padres Scalabrinianos da Paróquia São João Batista, o grupo de Leigos Scalabrinianos de Campos Novos está promovendo, além de acolhida e visitas, aulas de português para os imigrantes haitianos que estão residindo e trabalhando na cidade. Os leigos conseguiram arrolar uma professora voluntária com conhecimento no espanhol e francês, língua entendida pelos imigrantes para ministrar aulas aos sábados à tarde. O local definido pela paróquia para as aulas será o salão da capela Nossa Senhora de Fátima, no bairro Jardim Bela Vista, bairro onde residem os haitianos que trabalham na construção civil. De acordo com a coordenadora geral dos grupos de Leigos Scalabrinianos da Província São Pedro, Léia Agostini Ponzoni, as aulas estão previstas para iniciarem na próxima semana. A edição da Folha Independente do dia 30 de maio, trouxe reportagem especial sobre os haitianos de Campos Novos. Eles manifestaram como principal dificuldade a compreensão da língua portuguesa, e se mostraram solícitos em participar de cursos para aprender o português. Segundo padre Genoir Pietta, que esteve com os haitianos comunicando sobre as aulas, o grupo se mostrou feliz pela oportunidade e bastante interessado em aprender o novo idioma. A língua oficial do Haiti é o crioulo, uma derivação do francês. A Igreja Católica, em especial as missões Scalabrinianas na Amazônia, no Acre e em São Paulo, portas de entrada dos haitianos no Brasil, representa um importante serviço e apoio para os imigrantes em questões práticas como a legalização no país, encaminhamento

de documentos de identificação, desenvolvimento de habilidades, ensino da língua, encaminhamento ao mercado de trabalho, acompanhamento espiritual e até discussões com os governos para o melhoramento das leis de migrações e incentivo a políticas públicas com base nos direitos humanos. São diversos os motivos pastorais que levam a Igreja a se preocupar com os migrantes. Léia Ponzoni destaca a base teológica da proximidade entre a Congregação e os migrantes. “Quem se preocupa com a causa dos migrantes, está se preocupando com o próprio Deus. Jesus disse, ‘Eu era migrante e vocês me acolheram’, esta é a base teológica Scalabriniana, por isso a Congregação e os Leigos são uma presença muito importante para toda Igreja Universal Católica, ela é exemplo e propõe que outras igrejas particulares se comprometam com a causa dos migrantes”, observa. Em outras cidades em especial do Rio Grande do Sul, a presença de haitianos já faz história. Segundo Léia, municípios da região de Passo Fundo como Encantado, Sarandi, Caxias do Sul e Guaporé já realizam eventos voltados para os haitianos como a Festa da Bandeira Haitiana realizada em Encantado, uma confraternização que reúne haitianos e brasileiros para conviveram com a cultura dos imigrantes. “Para os Leigos de Campos Novos, esse serviço aos haitianos está sendo o maior trabalho realizado pelo grupo até agora, desde sua fundação em 1998. O ensino da língua portuguesa é uma necessidade emergencial que precisamos atender. Também conclamamos a toda a comunidade de Campos Novos para acolher os imigrantes”, destaca a coordenadora.

ITÁLIA

Casal de camponovenses na Peregrinação Salesiana Márcia e Rodrigo na Basílica de Milão, em companhia do Padre Renato, salesiano de Dom Bosco.

Divulgação

Momentos inesquecíveis foram vividos pelo casal Rodrigo e Márcia Menegas na Peregrinação Salesiana em preparação ao Bicentenário do Nascimento de São João Bosco, fundador da Congregação Salesiana, que será no ano de 2016. A peregrinação aconteceu entre os dias 10 e 25 de maio, com procissão de mais de quatro horas e mais de 80 mil romeiros de diversas partes do mundo. “Poder conhecer de perto os lugares onde Dom Bosco nasceu e realizou sua obra proporcionou o reconhecimento de que quando se tem uma missão e a encara com alegria, persuasão e trabalho as coisas se realizam. Além de aprofundar o conhecimento em Dom Bosco, conhecemos a história e a cidade de outros santos como, São Francisco de Sales em Annecy na França, que é o inspirador do carisma salesiano, Santo Antônio em Pádua, São Francisco de Assis, entre ou-

Divulgação

Evento religioso ocorreu no mês passado na Itália

tros”, conta Márcia Menegas. Segundo Márcia, o roteiro da viagem foi enriquecido por paisagens belíssimas e lugares importantíssimos em várias cidades da Europa como Roma, Turim, Milão, Veneza, Pádua, Florença, Assis e Annecy. Foram 15 dias intensos de cultivo espiritual e cultural.

O casal de camponovense visitou a Casa de Dom Bosco em Becchi, Turim.


7

Sexta-feira, 13 de junho de 2014

Turismo

Empresários do turismo podem se inscrever no Cadastur O cadastro permite a participação em eventos, feiras e ações realizadas pelo Ministério do Turismo e pela Embratur

A Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo de Campos Novos está realizando através do Departamento de Turismo, o Cadastur, um sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam na cadeia produtiva do turismo. O sistema, disponibilizado pelo Ministério do Turismo, recebe cadastros obrigatórios dos prestadores de serviços turísticos das seguintes atividades: meios de hospedagem (albergue, condo-hotel, flat, hotel urbano, hotel de selva, hotel fazenda, hotel histórico, pou-

sada, resort e cama & café); agências de turismo; transportadoras turísticas; organizadoras de eventos; parques temáticos; acampamentos turísticos e guias de turismo. Ainda, podem se cadastrar, restaurantes, cafeterias e bares; centros de convenções; parques aquáticos; estruturas de apoio ao turismo náutico; casas de espetáculos; prestadoras de serviços de infraestrutura para eventos; locadora de veículos para turistas e prestadoras especializadas em segmentos turísticos. O diretor de turismo de Campos Novos, Antônio Chiochetta, destaca que o cadastro permite a participação em eventos, feiras e ações realizadas pelo Ministério do Turismo e pela Embratur, tais como o Sa-

lão do Turismo, Vai Brasil e Portal de Hospedagem. Disponibiliza também o acesso a linhas de financiamento específicas para o turismo, por meio de bancos oficiais, além da participação em programas promovidos e apoiados pelo MTur. “O cadastro é excelente fonte de consulta do mercado turístico brasileiro”, destaca o diretor. Antônio enfatiza que o objetivo do cadastro é promover o ordenamento, a formalização e a legalização dos prestadores de serviços turísticos no Brasil, por meio do cadastro de empresas e profissionais do setor. Em Campos Novos, os empresários e pessoas ligadas ao setor de turismo, devem procurar a Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo para fazer o cadastro.

Prorrogação

Governo adia exigência do imposto na nota Medida provisória estende prazo de seis meses para empresas se adaptarem à lei que exige divulgação do valor de tributos embutidos nos preços

Às vésperas da entrada em vigor das punições aos estabelecimentos comercias que descumprirem a nova obrigação de informar nas notas fiscais o peso dos tributos na composição dos preços de seus produtos e serviços, o governo publicou na sexta-feira (06) medida que posterga a aplicação das penalidades para 01º janeiro de 2015. As sanções, que entrariam em vigor na última segunda-feira (09), já haviam sido adiadas uma vez, em junho do ano passado, quando deveriam passar a valer, mas sofreram fortes pressões de

representantes do comércio. Os lojistas pediam mais tempo para a adaptação e a informação dos estabelecimentos, especialmente os de micro e pequeno porte. Conforme a nova diretriz do governo, até o final de dezembro, a fiscalização terá apenas o papel de orientar os estabelecimentos, sem aplicar multas, apreender produtos, cassar licenças ou suspender atividades, medidas que variam conforme a gravidade do descumprimento da regra. A medida provisória também determina a regulamentação da lei sancionada em 2012, que estabelece que a carga tributária seja discriminada em relação aos impostos pagos aos governos federal (IPI, IOF, PIS/Pasep, Cofins e Cide), estaduais (ICMS) e municipais (ISS). A segregação por ente federativo estabelecida no decreto, vai forçar novamente uma adequação das empresas

que utilizam o modelo de discriminação global dos tributos. Esse ponto foi uma condição da Receita Federal porque dá margem de interpretação de que todo valor de que todo valor recolhido vai para o governo federal.

Uma homenagem a todas as mães, que amam, se preocupam e, principalmente, crescem junto com seus filhos todos os dias.

Feliz Dia Das Mães.

SAC Sicredi - 0800 724 7220 / Deficientes Auditivos ou de Fala - 0800 724 0525. Ouvidoria Sicredi - 0800 646 2519.


8

Sexta-feira, 13 de junho de 2014

Estado

Edital para reforma e ampliação da EEB Henrique Rupp deve sair em 20 dias Previsão foi informada pelo Secretário de Desenvolvimento Regional em coletiva de imprensa na tarde de terça-feira (10).

O Secretário de Desenvolvimento Regional de Campos Novos, Vilibaldo Erich Schmid, voltou otimista da viagem que fez a Florianópolis na última segunda-feira (09), quanto ao início das obras de reforma e ampliação da Escola de Educação Básica (EEB) Henrique Rupp Júnior, já que os recursos já estão assegurados através do Pacto pela Educação, faltando ainda alguns trâmites burocráticos. O Secretário protocolou o edital para contratação de empresa para a realização da reforma geral na escola na Secretaria de Estado de Planejamento para avaliação do Escritório de Projetos do Pacto (EPPACTO), fazendo a entrega do mesmo ao Secretário de Planejamento, Murilo Flores. Na ocasião, o Secretário acompanhado da Gerente de Administração da SDR Campos Novos, Léia Agostini Ponzoni também estiveram na Secretaria de Estado da Educação para que as diversas fases previstas no ante-projeto fossem analisadas.

De acordo com o Secretário Regional, esta é mais uma etapa vencida para que o governo do estado invista mais de R$ 3,4 milhões em benfeitorias na escola que contempla a troca da cobertura, troca da forração, troca de todo o piso, padronização do tamanho das salas de aula, pintura geral interna e externa, revisão das instalações elétricas e hidrossanitárias, adequação dos sistemas de prevenção contra incêndio, troca de esquadrilhas da totalidade das aberturas. A reforma da Unidade se estende ao ginásio de esportes, sendo que do valor global, R$ 450 mil se destinam para o mesmo através da revisão da cobertura da quadra e execução de nova cobertura, a retirada do reboco existente e execução de novo serviço, a revisão e troca da instalação elétrica, revisão da instalação hidrossanitária e ainda a pintura geral do local, incluindo a quadra de esportes. Na quadra descoberta da escola também há previsão de melhorias através da execução de um novo piso, com pintura de novas faixas e novas traves e ainda a drenagem de todo o terreno da Escola, facilitando o escoamento da água pluvial. Na parte externa, o acesso aos diversos espaços da escola também será melhorado através de benfeitorias e

promoção da acessibilidade, já que serão executadas rampas e calçadas com piso de bloco de concreto intertravados (paver) e ainda a cobertura desses acessos com chapas de policarbonato. Segundo Vilibaldo, o momento agora é de avaliação do projeto por parte do EPPACTO. Feito isso, o pedido de licitação do projeto segue para autorização do Grupo Gestor do Governo do Estado e depois para a Secretaria de Estado de Educação para que seja emitido o Certificado de Disponibilidade Orçamentária. “Esses são os tramites burocráticos necessários para que então o edital seja lançado pela Secretaria Regional para que as empresas interessadas em fazer a obra se habilitem. Passando essas etapas, imaginamos que vamos receber o edital autorizado para publicação dentro de 15 a 20 dias. Chegando aqui, depois de publicado, as empresas têm 30 dias para se habilitarem e apresentarem suas propostas”, explicou o Secretário. A modalidade de contratação deve acontecer por Regime Diferenciado de Contratação, que prevê a publicação do edital pelo período de 30 dias úteis e de acordo com o edital, a obra tem prazo de 300 dias para execução.

Prevenção às drogas

Projeto valoriza a cultura regional O Grupo Menestrel Faze-Dô, de Lages, através do patrocínio da Campos Novos Energia (Enercan) via Lei Rouanet, realiza desde abril as atividades do projeto Menestrel Circula-Dô, que passa pelos municípios de Abdon Batista, Anita Garibaldi, Campos Novos e Celso Ramos com o intuito de estimular o conhecimento das riquezas populares da cultura regional. O projeto realiza oficinas de teatro e capacitações com os professores para desenvolverem este trabalho cultural com os alunos, além de promoverem rodas de contadores de causos e registrarem tudo em vídeos para que depois a própria população possa ter acesso a este acervo. Os alunos também recebem oficinas de teatro e se divertem com as mostras dos vídeos e apresentações teatrais realizadas pelo Grupo Menestrel Faze-Dô. Junto com a Enercan, o projeto Circula-Dô busca promover a pesquisa e o registro da cultura regional, estimulando as crianças e adolescentes a compreenderem essa riqueza. Sua programação está prevista até o mês de agosto, estando essa semana em Anita Garibaldi, voltando depois a Campos Novos e seguindo para Celso Ramos e Abdon Batista.

Proerd forma mais de 600 alunos Com mais essa formatura, são aproximadamente 16 mil alunos que completaram todos os currículos do Proerd em Campos Novos

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) da Polícia Militar formou 631 estudantes do 7º ano de 14 escolas municipais, estaduais e particulares de Campos Novos e mais uma turma de pais do currículo Proerd para Pais. A cerimônia foi realizada na noite de quinta-feira (05), no Salão Paroquial, com a presença de autoridades locais, comunidade e a equipe de instrutores militares do programa. Os Instrutores Cabo Gilmar Marco Pereira e o Soldado Dalmir Mocelin aplicaram as lições do currículo “Caindo na Real” destinado ao público adolescente, estudantes do 7º ano, atendendo 100% dos alunos do município neste estágio. O Proerd vem sendo executado no município deste 2001, e com mais essa turma formada, atinge o número aproximado de

16 mil alunos que completaram todos os estágios do Programa, sendo que na área da 3ª Companhia da Polícia Militar são quatro municípios atendidos, totalizando um número aproximado de 19 mil alunos formados desde seu início. Após a conclusão do curso, todos os alunos participantes escreveram uma redação, relatando os conhecimentos adquiridos em sala de aula durante as lições, sendo escolhido um representante por turma pelas unidades escolares e durante a formatura foi sorteada a aluna Nikeli Bussacaro do 7º ano A da escola Nair da

Silva Gris – CAIC, para ler sua redação representando os demais formandos. Todos os alunos representantes receberam um mascote do Proerd e a aluna Nikeli também recebeu uma bicicleta como prêmio. Diante dos presentes, os alunos, juntamente com os instrutores, prestaram o seu juramento de resistirem às drogas e a violência. A cerimônia de formatura foi marcada pela alegria e entusiasmo dos formandos e convidados e contou com a presença dos mascotes do Programa entoando a canção do Proerd. Divulgação

Na escola

Os formandos do Proerd prestaram o seu juramento de resistirem às drogas e à violência.


9

Sexta-feira, 13 de junho de 2014

JESC

Basquete feminino da EEB Gasparino Zorzi se classifica para o estadual Etapa regional centro-oeste dos Jogos Escolares de Santa Catarina aconteceram de 06 a 10 de junho em Lages, reunindo 9 SDRs

Foi concluída na terça-feira (10), em Lages, a regional centro-oeste dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) 12 a 14 anos que definiu os primeiros classificados para a etapa estadual, que vai ocorrer de 18 a 20 de julho em São José. A etapa reuniu cerca de 1,2 mil estudantes-atletas de 9 SDR’s da região Oeste e Meio-Oeste desde a última sexta-feira (6), que disputaram as vagas em sete modalidades. Depois de se classificarem nas fases municipais e microrregional do JESC, participaram da etapa centro-oeste representando a microrregional da Secretaria Regional de Campos Novos, cerca de 120 atletas representando as escolas EEB Heriberto Hulse de Ibiam, EEB Deputado Augusto Bresola de Vargem, EEB Marino Pisani de Monte Carlo, EEB Paulo Blasi, Centro

Educacional Potencial, EEB Gasparino Zorzi e CAIC de Campos Novos, Núcleo Municipal Rafela Supi de Celso Ramos e a EEB José Zanquett de Abdon Batista. Eles competiram em seis modalidades esportivas: Tênis de Mesa, Handebol, Basquete, Vôlei, Futsal e Xadrez nos naipes masculino e feminino. O melhor resultado regional veio com o basquete feminino da EEB Gasparino Zorzi, com a conquista do 1º lugar, garantido a participação na fase estadual do JESC em julho. Pelo placar de 49X06 o time da EEB Gasparino Zorzi venceu de lavada a final contra a EEB Deodoro de Concórdia. As meninas do Sub-14 são treinadas no projeto da Associação Camponovense de Basquetebol (Acamb), pelo técnico Nereu Sutil. Os campeões da fase estadual ganham o direito de representar Santa Catarina na etapa nacional, os Jogos Escolares da Juventude, evento do Comitê Olímpico Brasileiro que esse ano será realizado na cidade de Londrina (PR), de 4 a 13 de setembro. “Estamos de olho no nacional, não será fácil, mas treinaremos com foco nesse resultado”, destaca

Divulgação

o técnico. A Acamb já está inscrita nas maiores competições de rendimento de SC, como o JASC e Olesc. Embora sem classificação para o estadual, outras escolas da Regional trouxeram medalhas, como a Escola José Zanquett, 3º lugar no Futsal feminino treinadas pela técnica Mara Eunice Munchein; o

Basquete feminino da EEB Gasparino Zorzi leva o 1º lugar na fase centro-oeste do JESC – 12 a 14 anos.

aluno da EEB Paulo Blasi, Mateus Moreira, com o 3º lugar no tênis de mesa treinado pelo professor Marcos Almeida e o Núcleo Municipal Rafaela Supi de Celso Ramos, que no ano passado conquistou o 1º lugar no Voleibol feminino, este ano conseguiu o 2º lugar, treinadas pelos técnicos Juliano e Anderson de Matia.

Os Jogos Escolares para estudantes entre 12 a 14 anos são o principal evento do desporto escolar do Estado nesta faixa etária (também há os Jogos na faixa de 15 a 17 anos, a serem realizados no segundo semestre). Em 2014, foram mais de 100 mil inscritos desde as fases microrregionais, entre atletas e professores. Os Jesc são realizados pelo Governo do Estado, através da Fesporte, com apoio das prefeituras municipais e Secretarias de Desenvolvimento Regionais.

Tiro esportivo

Grupo de ciclista se fortalece e ajuda a desenvolver a prática do esporte amador

No último final de semana, os atletas do Tiro Esportivo do Clube Camponovense de Caça e Tiro Esportivo, Marcos Almeida, Alessandro Fagundes e Marcelo Chuamba estiveram participando da 5ª etapa do Campeonato Catarinense de Tiro ao Prato na cidade de Concórdia. Aproximadamente 100 atletas catarinenses participaram dessa fase e a equipe camponovense conquistou

ótimos resultados, galgando degraus no campeonato. O atirador Lindomar Magagnin acompanhou o grupo. Participando na modalidade Trap Single, categoria Iniciante e concorrendo com 20 competidores, Marcos Almeida conquistou o 3º lugar com o escore de 94/100 e 88/100; Alessandro Fagundes com o escore de 92/100 e 93/100 atingiu a 4ª colocação e Marcelo Chuamba com o escore de 90/100 e 91/100, atingiu a 6ª posição. Os atiradores entraram na competição somente na terceira etapa em Tubarão, mas estão subindo na classificação como 11ª de 13 equipes, conquistando vantagem de cidades como Agrolândia e São Martinho. O Campeonato Catarinense de Tiro ao

Prato é dividido em oito etapas. A 6ª etapa será realizada em Lages nos dias 19 e 20 de julho. A equipe é patrocinada pela Prefeitura de Campos Novos, Supermercado Castanhel, Coocam, Copercampos, SICCOB-Credicampos, Sicredi, Folha Independente, Paulo Redante, Imobiliária Alessandro Fagundes, Baterias Chuamba, LC Transportes e apoiados por Gilson Lopes.

Os atiradores Lindomar Magagnin, Marcelo Chuamba, Marcos Antônio Almeida e Alessandro Fagundes.

Divulgação

Clube de Caça e Tiro Esportivo conquista bons resultados em Concórdia


Sexta-feira, 13 de junho de 2014

Horóscopo

Prêmio

Camponovense Ubirajara Rosar é finalista de prêmio literário Bira faz parte do grupo de 15 finalistas do concorrido Prêmio SESC de Crônicas Rubem Braga

Há pouco mais de um ano, o camponovense Ubirajara Rosar, o Bira, dialoga com o leitor através das crônicas em jornal semanal de Joaçaba, o Nascente Universitário. Com histórias do cotidiano, do dia a dia, o ex-servidor da Celesc de Joaçaba, cidade que reside há 27 anos, conquistou, “sem pretensões”, como afirmou, a final de um dos mais concorridos concursos literários para cronistas do país. Bira faz parte do grupo de 15 finalistas do concorrido Prêmio SESC de Crônicas Rubem Braga, uma iniciativa cultural do Serviço Social do Comércio – Administração Regional no Distrito Federal (SESC/AR/DF), que tem como objetivo incentivar a produção literária de crônicas, revelar novos talentos no cenário literário brasileiro e ampliar o espaço institucional do Sesc na área cultural. As comissões julgadoras foram compostas por escritores, especialistas em literatura, jornalistas e críticos literários, indicados pelo SESC.

Divulg

ação

O cronista Ubirajara Rosar, finalista no Prêmio SESC de Crônicas Rubem Braga. É a primeira vez que Bira participa de um prêmio literário. A crônica premiada, “Os três pés de peras”, é uma reminiscência muito pessoal, um quadro de uma infância protegida, cheia de descobertas e rica em calor humano. Situações partilhadas entre pai e filhos de uma experiência forte, embora singela. A crônica

aborda na primeira pessoa uma reflexão sobre o que realmente vale a pena na vida. A solenidade de premiação foi no dia 3 de junho, no SESC Estação 504 Sul em Brasília. Como forma de incentivo a estes artistas, o SESC distribuiu premiações em dinheiro e certificados. Os selecionados dos prêmios literários estarão em coletânea de livros que será lançada em 2014 que serão publicados pela editora Record e distribuídos para toda a rede de bibliotecas e salas de leitura do SESC e do SENAC. O autor viveu toda sua infância em Campos Novos e parte da juventude. Ele tem boas recordações da cidade, assunto que já lhe rendeu algumas crônicas, que em breve a Folha Independente pretende publicar em seu semanário. “Eu amo Campos Novos de todo o coração. Eu sempre dizia para minha mulher que em Campos Novos a gente quase pode tocar nas nuvens. Ela ria. Um dia que estivemos ai, rindo, ela concordou. Sempre que posso volto e visito amigos e familiares. Foi ai que vivi minha infância e é um dos meus temas preferidos, justamente, porque nossa terra é linda. A vida é muito breve, então, nadar, jogar bolica, levantar pandorga, andar de bicicleta são acontecimentos que ficam para a vida toda. Para mim, tudo foi aí”, destaca.

agenda 14 06

14 06

Amanhã, dia 14, acontece jantar de São João. O evento alusivo às comemorações do Padroeiro de Campos Novos está sendo organizado pelo Rotary Club, Casa da Amizade, Rotaract e Interact. Será no Salão Paroquial a partir das 20h. Ingressos R$ 25,00 com os organizadores e na Mecânica Fiorin. Amanhã também acontece a inauguração da Praça Mansur Melquíades Elias, no Bairro Aparecida. A solenidade terá início às 14h. No local academia ao ar livre e espaço para caminhada.

Tirinha

Áries

21/03 a 20/04

Decididamente a sua relação amorosa vai sofrer um pouco nestes dias. Estará ausente de corpo e alma e esse fato não será bem entendido. Procure demonstrar o seu afeto com pequenas atenções, um telefonema ou uma flor ao fim do dia.

Touro

21/04 a 20/05

Será necessária energia suplementar para superar situações um pouco desagradáveis. Não alimente o pensamento de que os outros não gostam de você ou que só se aproximam com segundas intenções. Positive a sua vida.

Gêmeos

21/05 a 20/06

Alguns acontecimentos desta semana podem trazer-lhe benefícios sem igual à sua atividade profissional. Esteja atento a tudo ao seu redor. Financeiramente poderá viver algum desafogo e dar-se algum mimo.

Câncer

21/06 a 20/07

Aja naturalmente, e utilize a inteligência como principal arma de negociação. Ao notar o bom desenrolar das coisas se sentirá encorajado a prosseguir em frente com novos projetos e iniciativas que tem deixado no esquecimento.

Leão

21/07 a 22/08

Quem não se arrisca não petisca. Quantas vezes você já ouviu isso? Pois parece que não foram suficientes, porque sua alma ainda precisa de um empurrão para tomar a iniciativa e ir em busca do que deseja. Pudores e temores não devem pesar por estes dias, apenas atrevimento.

Virgem

23/08 a 22/09

No plano afetivo, se tenciona terminar uma relação seja diplomático, claro e objetivo. Fale tudo o que vai na alma para não ficar com rancores do passado. Estará especialmente protegido nas decisões que possam vir a ter um papel decisivo na sua vida futura.

Libra

23/09 a 22/10

21 06

25 06

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, 05 de junho, dia (21) a partir das 8h30 acontece o II Mutirão de Limpeza do Rio Canoas. A saída das embarcações será na Bolsa Santa Ana, na divisa dos municípios de Campos Novos e Abdon Batista. Com objetivo de integrar a comunidade de Campos Novos, num esforço conjunto e contínuo de atividades públicas e privadas, de 25 a 28 de junho, acontece a XI Semana Municipal de Prevenção ao Uso Indevido de Drogas. Na programação eventos científicos, culturais e recreativos.

No plano profissional, a sua forma de atuar perante os seus colegas será duramente criticada e fará exaltar os ânimos. Controle bem os seus impulsos e emoções. A sua conta bancária sofrerá um rude golpe.

Livro

As joias do Rei Pelé Celso de Campos Jr.

Existe apenas um grande rei. Seu reinado é o planeta Terra, é o planeta bola, é o planeta em que somos seus fiéis súditos. Todos fazemos parte de sua família real. E suas riquezas agora podem ser nossas riquezas. Em duas décadas de carreira, Pelé dividiu com os torcedores seu maior tesouro – as obras- primas do esporte que até hoje encantam fãs das mais diversas gerações nos cinco continentes. Mas há um outro conjunto de relíquias.

Filme

MATA MATA

Jens Hoffmann (Documentário)

Este documentário revelador apresenta três jovens jogadores brasileiros em sua luta para chegar ao ápice do estrelato no mundo do futebol.

Escorpião 23/10 a 21/11

A calma não abundará e poderá refletir-se na sua vida amorosa. Analise os sentimentos que nutre pelo seu parceiro, seja honesto consigo próprio e defina aquilo que quer para a sua relação. Não insista naquilo que o incomoda.

Sagitário 22/11 a 21/12

Não dê ouvidos às bocas do mundo. As más-línguas por vezes jogam por terra sentimentos e relacionamentos perfeitos. Se está a iniciar uma relação o melhor será confiar na sua intuição. O tempo ditará que as suas opções foram as mais corretas.

Capricórnio 22/12 a 20/01

Sente-se um pouco debilitado para enfrentar o seu cotidiano de trabalho. O amor ocupa a sua mente e não dá espaço para a dedicação às suas atividades profissionais. Procure um ponto de equilíbrio, não jogue tudo a perder.

Aquário

21/01 a 19/02

Revela poder de sedução muito acentuado e é bem possível que consiga de um momento para o outro o que não tinha conseguido até aqui. Não desista de um sentimento ou relação.

Peixes

20/02 a 20/03

Poderá deparar-se com situações um pouco desagradáveis no âmbito profissional. Ponha em ordem todo o trabalho que possa ter em atraso. As suas economias podem sofrer algum revés em virtude de atitude irrefletidas da sua parte.


11

Reprodução

Sexta-feira, 13 de junho de 2014

A Copa do Mundo chegou e que tal torcer com looks super fashion e modernos? Abuse nos looks para arrasar nessa copa, seja em barzinhos ou até mesmo em casa – não é só porquê você vai torcer em casa, que precisa perder o estilo! Vale misturar o verde, amarelo, azul e branco da maneira que quiser, a regra é ousar, usar e abusar, mas tudo isso com bom senso, viu?! Que tal um look fashion com uma calça cenoura na cor amarela e uma regata verde de cetim pra ir em um barzinho? Se fizer frio, um

blazer azul ou branco, ou até mesmo uma jaqueta de couro resolve o problema sem perder o glamour. Se quiser um look mais elegante, uma saia lápis azul, camiseta amarela e um colar statement fica muito chic. Os calçados podem variar de acordo com o ambiente, a regra principal é estar confortável – afinal, ninguém merece passar por apuros a cada comemoração de gol. E se você não está afim de investir em roupas verdes, azuis e amarelas, aposte nos acessórios, colares, anéis e cintos já darão um ar COPA ao look!

Reprodução

A moda entra

No look da copa, tem que ter cores nacionais. E tem combinação mais “brasileira” do que essas?

Conheça os motivos que deixam a sua pele ressecada no frio, e saiba como tratá-la Todo ano a situação se repete... Mal a temperatura começa a baixar e você já sente todos os efeitos na pele: rosto opa­co, sem viço, com sensação de repuxamento. Nem mesmo aquele sérum, que até outro dia você usava, adianta mais, pois a sensação de secura invade a face toda, até mesmo os lá­bios, que racham, e vai Reprodução

em direção ao corpo que pede por socorro: hidrate-me! Com a chegada do frio, a pele fica mais ressecada por vários motivos: bebemos menos água, os banhos são mais quentes e, em alguns lugares, onde o frio é mais intenso, ficamos em lugares aquecidos. Por isso mesmo é preciso hidratação, e não basta

só passar loção no corpo e no rosto. É necessária a hidratação que ocorre de dentro para fora também. Vários ingredientes como ureia, o óleo de uva e de amêndoas, vitamina E, utilizados no corpo na forma de hidratantes ajudam a preservar a barreira natural contra a evaporação e os agentes agressores.


12

Sexta-feira, 13 de junho de 2014

SOCIAL

Folha Independente

Folha Independente

Festa Junina

No último sábado, dia 07, alunos e professores do Auxiliadora, Paulo Blasi e Henrique Rupp Junior realizaram a festa Junina de suas escolas. Os alunos apresentaram as tradicionais danças, juninas. Comidas e bebidas típicas não faltaram nas festas. Os caipirinhas das fotos são do Colégio Auxiliadora.

Os priminhos Thiago e Maria fizeram bonito na apresentação. Na foto com Felipe e Aline, pais da Maria.

O pequeno Pedro Jorge estava animado na sua primeira apresentação no Colégio. Na foto com os pais George e Lucélia.

Jurupinga Sexta-feira (06) do Kabuki Bar foi noite da Festa “Não Te Juro Amor, Mas Te Jurupinga”. Os casais Aline Lago e Bide Júnior, Renata Mello e Andy Maran, celebraram o amor. Felicidades aos casais!

Tanabalada

Em toda a Argentina, Salta é conhecida como “la linda”, com razão não é Junior Jair Antônio Moraes e Aline Fraga Guerreiro? O casal realizou essa viagem inesquecível no Trem das Nuvens durante a viagem que encerrou nesta semana. A viagem de 15 horas percorre 434 km por vias férreas que atingem a impressionante altura de 4200 metros. Junior e Aline recomendam o passeio.


13

Sexta-feira, 13 de junho de 2014

Males de dormir pouco

Déficit de sono tem efeito ‘dramático’ sobre o corpo humano, conclui estudo Configuração química

Um experimento concluiu que a atividade de centenas de genes no organismo de voluntários foi alterada quando eles dormiram menos de seis horas por noite durante uma semana. Em artigo na publicação científica Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), os pesquisadores disseram que os resultados do estudo ajudam a explicar como o sono insuficiente prejudica a saúde. Doenças cardíacas, diabetes, obesidade e mau funcionamento do cérebro foram vinculados ao pouco dormir. O processo pelo qual o déficit de sono altera a saúde, no entanto, ainda não é conhecido. A equipe da Universidade de Surrey, na Inglaterra, coletou amostras de sangue de 26 pessoas após elas terem dormido bastante - até dez horas por noite durante uma semana.

Ilustração

Cardiopatia, diabetes, obesidade e mau funcionamento do cérebro estão vinculados a pouco sono, diz pesquisa britânica

Na segunda fase do experimento, o mesmo grupo foi submetido a uma semana de sono insuficiente - menos de seis horas por noite. Amostras de sangue foram colhidas novamente. Ao comparar as amostras, os cientistas observaram que a atividade de mais de 700 genes no organismo dos participantes foi alterada após a mudança no padrão do seu sono.

Quantidades insuficientes de sono durante um período prolongado pode ter efeito profundo sobre o funcionamento do corpo humano, segundo pesquisadores britânicos.

Cada gene contém instruções para a fabricação de uma proteína. Portanto, os que ficaram mais ativos produziram mais proteínas. Isso alterou completamente a configuração química no corpo dos voluntários. O relógio natural dos seus organismos também foi perturbado pela falta de sono. A atividade de alguns genes aumenta e diminui no decorrer do dia, mas esse efeito foi enfraquecido pelo déficit de sono. Falando à BBC, Colin Smith, da Universidade de Surrey, disse que “houve uma mudança dramática na atividade de muitos tipos diferentes de genes”. “Áreas como o sistema imunológico e a forma como o organismo reage a danos e estresse foram afetadas”, agregou. “Claramente, dormir é essencial para a reconstrução do corpo e a manutenção de um estado funcional. (Caso contrário)

vários tipos de danos parecem acontecer, o que pode resultar em doenças. Se não podemos reabastecer ou substituir células, isso leva à (formação de) doenças degenerativas.” O especialista disse que muitas pessoas podem estar vivendo com déficits de sono ainda maiores do que os estudados. Isso significa que essas mudanças nos genes podem ser comuns. Comentando os resultados do experimento, o pesquisador Akhilesh Reddy, que estuda o relógio biológico humano na Universidade de Cambridge, Inglaterra, disse que o estudo é “interessante”. Para ele, as revelações mais importantes são os efeitos do sono insuficiente sobre inflamações e o sistema imunológico. Ele explicou que é possível estabelecer-se um vínculo entre esses efeitos e problemas de saúde como a diabetes.


14

Sexta-feira, 13 de junho de 2014

microcrédito

Aconteceu na manhã de quarta-feira (11) a inauguração do novo Posto de Atendimento do Banco da Família em Campos Novos. A solenidade contou com a presença de lideranças, autoridades, conselheiros, clientes e colaboradores. O Banco da Família é uma instituição de microcrédito que atua nas Serras Catarinense e Gaúcha e no Meio Oeste Catarinense. Atualmente conta com 5 agências e 8 postos de atendimento. Iniciou suas atividades na cidade de Lages em 1998. Com mais de 15 anos de atuação, já realizou mais de 178 mil operações de empréstimos, onde liberou mais de R$ 264 milhões de reais. Conta com mais de 10.700 clientes ativos e R$ 24 milhões em valor de carteira ativa. Em Campos Novos, o Banco da Família iniciou suas atividades em setembro de 2012 em parceria com

a Associação Comercial, Industrial e Rural (Acircan) e com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Desde então já realizou mais de 300 operações e liberou R$ 900 mil reais. Além de Campos Novos, atende também os municípios de Vargem e Celso Ramos. “Fico emocionada ao lembrar da visita ao nosso primeiro cliente, Sr. Valdecir Ferreira (presente na solenidade). Percebemos que o município precisava de uma instituição atuando em microfinanças para apoiar os pequenos negócios. Como Campos Novos é uma cidade promissora e em pleno desenvolvimento, decidimos abrir um posto de atendimento”, destaca a gerente de agência Cristiane Lemos. Ela agradece o apoio da comunidade. “Graças ao apoio dos parceiros e da comunidade em geral, estamos cumprindo nossa missão de gerar trabalho e melhoria da qualidade de vida nas regiões onde atuamos”, finaliza Cristiane. O Banco da Família está atendendo na Rua São João Batista, 274 – Centro – Campos Novos. Fone: 49-3544-2503.

Equipe de profissionais são treinados para apoiar o pequeno negócio.

Divulgação

Clientes dos municípios de Vargem e Celso Ramos também são atendidos em Campos Novos

Divulgação

Banco da Família inaugura novo Posto de Atendimento em Campos Novos

O evento contou com a participação da sociedade de Campos Novos.


Sexta-feira, 13 de junho de 2014

15

Festa das Nações

Por Francieli Parenti

Aproveitando o clima da Copa Mundo que será realizada pela segunda vez no Brasil, depois de 64 anos, a Escola Municipal Professora Nair da Silva Gris – CAIC realizou a I Festa das Nações na última terça-feira (10), para trabalhar a diversidade cultural e a relevância dos 32 países que disputarão o mundial em 2014. Pais, autoridades, alunos, visitantes lotaram o ginásio da Escola para a abertura da Festa. A abertura oficial contou com a presença do prefeito e vice, equipe da Secretaria de Educação, diretores das escolas e creches municipais, o vice diretor da Copercampos, Claudio Hartmann, o presidente do Conselho Gestor do CAIC, Nilton Roberto de Oliveira, entre outras presenças. O projeto desenvolvido desde o mês de março, contou com empenho de todos os funcionários, professores, equipe gestora, pedagógica, pais, conselhos escolares, empresas amigas da escola, administração municipal e alunos do CAIC. “O clima da Copa 2014 é o que torna o evento pertinente e relevante, uma vez que as 32 nações com diferentes culturas é uma rica oportunidade para os alunos conhecerem, pesquisarem e aprimorarem seus conhecimentos sobre essas nações. Com certeza, realizar esse projeto enriqueceu o aprendizado dos alunos, dando um novo ânimo dentro da sala de aula”, destacou

a diretora do CAIC, Juliane Brogliato. Durante a abertura oficial na parte da manhã, diversas apresentações artísticas e culturais foram apresentadas pelos alunos das oficinas de sapateado, música, patinação e dança do CAIC, emocionando os presentes. Cada país foi representado por um casal de alunos vestindo os trajes típicos de cada nação da Copa. Houve apresentação de patinação com a entrada das bandeiras, apresentações de danças expressivas brasileiras como sapateado, frevo e samba e a entrada da réplica da Taça da Copa. O encerramento contou com a presença de uma figurante caracterizada de Carmem Miranda com evolução de todos os participantes na quadra, finalizando com uma grande festa. Durante a tarde, foi a vez da Feira das Nações onde os projetos desenvolvidos em sala de aula foram apresentados. Cada turma criou um stand temático rememorando a história de um país participante da Copa, contando sobre os usos e costumes da nação que representava, sobre a geografia, curiosidades, trajes, músicas, comidas típicas, religião e outros aspectos da cultura de cada país. As 32 delegações da Copa estiveram representadas nos stands temáticos. Um espaço especial da feira foi o stand do Brasil, organizado pela professora Juvilde Padilha com a réplica da Taça da Copa do Mundo e muito frequentado pelos visitantes. Um dos objetivos da escola CAIC foi atingido, com a integração entre escola e comunidade. “Além de democratizar os saberes dentro da escola, conseguimos atingir nosso objetivo, que era integrar a comunidade com a escola, servindo como um multiplicador na promoção da cultura junto à comunidade. Nosso agradecimento a todos que prestigiaram e apoiaram o evento”, destaca Juliane.

Fotos: Foto Imagem

Objetivo do CAIC foi integrar escola e comunidade, proporcionando o compartilhando o conhecimento sobre a cultura e costumes dos 32 países que estão disputando a Copa do Mundo

/Divulgação

CAIC celebra as nações da Copa do Mundo

Alunos das oficinas do CAIC em apresentações artísticas-culturais durante a abertura da Festa das Nações.

Cada nação da Copa foi representada por um casal de alunos vestindo os trajes típicos dos 32 países.


16

Sexta-feira, 13 de junho de 2014

Conhecimento

Acadêmicos de Agronomia realizam viagem de estudos Por Margarete Bernardi Conhecer a bovinocultura de leite e de corte, aliada a genética e tecnologia, colocando em prática o aprendizado em sala de aula na disciplina de Bovinocultura. Foi com esse objetivo que os acadêmicos da 7ª fase do curso de Agronomia da Unoesc de Campos Novos, viajaram para a região da campanha em Bagé (RS), nos dias 02 e 03 de junho. Na oportunidade eles estiveram na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) - Pecuária Sul de Bagé, e conheceram os projetos voltados a bovinocultura de leite e corte e os principais cuidados referente ao manejo sanitário. Na manhã da segunda-feira (02), eles conheceram o projeto de sistema pastoril voltado a vacas leiteiras, desenvolvido pela pesquisadora e médica veterinária Renata Wolfscene Martins da Silva, da Embrapa. De acordo com a pesquisadora o estudo lançado em 2009, tinha o objetivo de verificar a adequação de biótipos leiteiros, da raça Holandesa e Jersey a níveis alimentares. “Os animais foram divididos em três grupos, onde um grupo recebia apenas pastagem e os outros dois recebiam respectivamente 4 e 8 quilos de concentrado/dias. Estamos finalizando o projeto e temos dados da produção de leite e da intensidade do balanço energético negativo, que tem como consequência a capacidade do animal emprenhar ou não.

Acadêmicos da Unoesc conheceram o que há de melhor sendo empregado em genética na região da Campanha gaúcha.

Verificamos níveis de produção médio dos animais tratados com pastagem, com produção média de 16 litros dia/para 300 dias de lactação. Para os animais que receberam 4 kg de concentrado a produção foi de 20 litros de leite/dia, e para os animais que receberam 8 kg de concentrado a produção foi de 22 litros de leite/ dia”, explicou a pesquisadora. Durante a tarde da segunda-feira (03), os acadêmicos seguiram para a região da Campanha em Coxilha Seca, onde conheceram a Fazenda Sinuelo do Médico Veterinário, João Ozório. Eles tiveram a oportunidade de caminhar pelos campos da fazenda que tem extensão de 1500 hectares, e conhecer o sistema de bovinocultura de corte utilizado pelo proprietário. O pecuarista trabalha com as raças Angus, Hereford e Braford. Quanto ao manejo dos animais, o veterinário compra terneiros de 150 até 200 quilos e num período de um ano, os bovinos chegam a 400 quilos e são levados ao abate. Na propriedade também se trabalha com gado de cria, para produção de touros. Natural de Caçapava, João Ozório, afirma que buscou a região de Coxilha Seca, mesmo sabendo que há períodos fortes de estiagem, mas mesmo assim apostou no forte potencial da região na bovinocultura. “Hoje o Rio Grande do Sul,

está voltando a se diferenciar na pecuária de corte em relação aos estados de Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso, porém, em níveis diferentes. Eu não consigo concorrer na escala deles de área, mas eles não conseguem concorrer com nós aqui em termos de qualidade de carne. Na minha propriedade, eu tenho gado europeu que é mais valorizado e eu consigo atender um mercado que eles não alcançam”, destaca João Ozório. O Engenheiro Agrônomo da Embrapa, Marco Antônio Lucas, destaca que esta é a terceira turma de Agronomia de Campos Novos que esteve visitando a região, e o objetivo foi mostrar o que se tem hoje em tecnologia e genética. “A característica do clima em nossa região, é em torno de 5 há 6 anos de seca e 1 a 2 anos de chuva acima da média. Então, é necessário os produtores se precaverem com alternativas de produção de alimento para usar em épocas de falta de chuva, ou então eles usam sistemas de irrigação” afirma o agrônomo. Finalizando a viagem os acadêmicos tiveram a oportunidade de conhecer a cidade de Rivera, fronteira de Santana do Livramento (RS) com o Uruguai. Ao norte do Uruguai, localizada a 500 km da capital, Montevideo.

Cadastro Ambiental

Capacitação para multiplicadores do CAR Encontro reuniu técnicos das prefeituras e das cooperativas da região do Planalto Sul

Divulgação

Os estudantes conheceram a bovinocultura de leite e de corte praticada na região da Campanha no Rio Grande do Sul

Na última sexta-feira (06), a Secretaria de Desenvolvimento Regional de Campos Novos, em parceria com a Associação dos Municípios do Planalto Sul de Santa Catarina (Amplasc) realizaram capacitação aos técnicos de cooperativas, prefeituras e sindicatos para capacitação sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR). Em seis horas de capacitação nas dependências da Amplasc, os multiplicadores receberam orientação de como preencher e enviar o Cadastro, através do Sistema de Cadastro Ambiental Rural (Sicar), totalmente informatizado. O cadastramento é obrigatório a todos os proprietários de imóveis rurais, de acordo com o Decreto nº 8.235 de 05 de maio de 2014 e Instrução Normativa nº 2 do Ministério do Meio Ambiente e os produtores terão prazo de um ano para inscreverem suas

propriedades no cadastro, prorrogável por mais um. Na ocasião, o instrutor do evento, o engenheiro ambiental, Rodrigo da Silva fizeram uma explanação através de um breve histórico abordando a nova lei do Código Florestal Brasileiro, adaptado a realidade das propriedades e à legislação ambiental estadual. Algumas instruções normativas ainda devem ser emitidas pelo governo do Estado. De acordo com Rodrigo da Silva, após a realização da capacitação, os multiplicadores participantes já estão aptos a realizar o preenchimento do Cadastro, lembrando que essa será uma responsabilidade de cada produtor, mas os multiplicadores prestarão auxílio no preenchimento do Sicar. “É algo um pouco complexo para os produtores, porém os técnicos municipais e das cooperativas desempenharão o papel de auxiliar os proprietários e possuidores rurais a se adequarem ao CAR”, destaca.


Sexta-feira, 13 de junho de 2014

17


18

Sexta-feira, 13 de junho de 2014

homenagem

Câmara de Vereadores de Santa Rosa (RS) concedeu o título ao empresário, natural de Campos Novos

“Meus pais eram gaúchos e fizeram história em outro estado. Vejam o que é a vida: eu sou catarinense e hoje escrevo meu nome na história do Rio Grande do Sul. Embora sejam dois Estados irmanados pelo mesmo ideal, de lutas, posso dizer com orgulho que hoje me sinto um verdadeiro gaúcho, ou melhor dizendo: Ah! Eu sou Cataúcho!!!”. Estas palavras, ditas de forma emocionada por Moacir Antônio Locatelli, marcaram a noite do dia 26 de maio, quando ocorreu a Sessão Solene na Câmara de Vereadores de Santa Rosa (RS) que concedeu Título de Cidadão Santa-rosense ao professor e empresário. O ato ocorreu no Plenário Etore Alberto Beltrame e contou com uma expressiva participação popular, que lotou as dependências do Poder Legislativo. Uma sala precisou ser preparada para que os visitantes pudessem assistir em um telão as homenagens prestadas ao empresário, natural de Campos Novos, e que há 40 anos fixou residência em Santa Rosa. Moacir Antonio Locatelli, 61 anos, nasceu em 17 de janeiro de 1952. Filho de Basilio Locatelli e Julia Garaffa Locatelli, chegou em Santa Rosa no ano de 1974, quando passou a atuar como professor no Colégio Dom Bosco, educandário em que permaneceu por 21 anos. Possui quatro cursos de graduação, quatro cursos de pós-graduação e doutorado em Antropologia. No Dom Bosco co-

meçou ministrando aulas de desenho geométrico. Foi professor do primeiro e segundo grau e da faculdade. Também atuou nas escolas estaduais Visconde de Cairu e Cruzeiro. Foi professor de música no Dom Bosco, maestro em São Paulo, Porto Alegre e Santa Rosa no projeto pequenos cantores do Dom Bosco; Delegado adjunto de Educação da 17ª Coordenadoria de Educação, escritor, compositor. Tocou durante três anos no conjunto da Universidade de São Paulo e também neste mesmo tempo na catedral de São Paulo. Empresário do ramo metalúrgico, com inovação nas energias renováveis (pioneiro na região) emprega mais de 100 funcionários diretos. Presidiu o Simmmersr durante sete anos, integrou o Rotary e a diretoria da Fundação Educacional Machado de Assis (Fema). É membro ativo da diretoria da paróquia Sagrado Coração de Jesus. A solenidade, presidida pelo vereador Fernando Classmann, contou com a presença do prefeito de Santa Rosa, Alcides Vicini, o comandante da Brigada Militar, Major Ribas, e o juiz de Direito Eduardo Busanello. Além disto, dezenas de líderes empresariais e comunitários estiveram no ato, marcado por discursos carregado de emoção. A proposição da concessão do Título foi da vereadora Sonia Conti (PCdoB), apresentada no final de 2013, e subscrita por demais vereadores, com a unanimidade na aprovação. Sônia, ao destacar a importância da honraria, lembrou o fato de se tratar da mais alta homenagem que o Poder Legislativo pode oferecer a uma pessoa, em vida. Enalteceu a riqueza do currículo de Moacir Locatelli, onde o fator principal de sua caminhada

Publicação Legal

Divulgação

Moacir Locatelli é Cidadão Santa-rosense

Os camponovenses Alcides Vicini, prefeito de Santa Rosa e Moacir Locatelli (diploma) com os vereadores da Câmara Santa Rosa.

em quatro décadas em Santa Rosa foi a do bem comum. Em nome dos demais vereadores, Nelci Dani (PP) também se manifestou, ressaltando a figura carismática e de vida comunitária atuante, marcas de Locatelli, incluindo ainda uma vida de religiosidade exemplar. Além de empre-

O camponovense Moacir Locatelli passou a residir em Santa Rosa em 1974. Na foto, com a esposa Eliane. endedor, Moacir tem participação ativa na vida da igreja católica de Santa Rosa, sendo apoiador e benfeitor de inúmeras comunidades. Conterrâneo de Moacir Locatelli, o prefeito Alcides Vicini falou do orgulho de presenciar momento tão significativo. Vicini recordou que ambos vieram a Santa Rosa para trabalhar no Colégio Dom Bosco em 1974 e 1975, onde foram acolhidos de forma tão carinhosa, dizendo que a cidade toda está feliz por tê-lo agora Cidadão Santa-rosense. Moacir disse que ser agraciado com o título atribuído pela Câmara de Vereadores, fazia com que a responsabilidade como cidadão passava a ser maior do que antes. “Se antes, eu já me sentia responsável com minhas ações como cidadão, agora posso dizer que sinto muito mais com o título de Cidadão Santa-rosense”, apontou. Citou seus irmãos Joacir, Nelcir Carmen e Lucir Maria. As filhas Lise Anne e Luciana, a neta Ana Clara e, principalmente, Eliane, sua esposa, dizendo que cada uma delas tem grande participação e contribuição em sua vida. Com Informações da Ascom Câmara de Santa Rosa (RS)


19

Sexta-feira, 13 de junho de 2014

vitrine

A reinauguração foi no sábado com visita dos clientes e amigos dos novos empresários de Campos Novos

Empreendedorismo significa empreender, agregar valor, saber identificar oportunidades e transformá-las em um negócio lucrativo. É executar os sonhos, mesmo que haja riscos. É enfrentar os problemas, mesmo não tendo forças. É caminhar por lugares desconhecidos, mesmo sem bússola. É tomar atitudes que ninguém tomou. É ter consciência de que quem vence sem obstáculos triunfa sem glória. Um empreendedor é, portanto, alguém que não tem medo de iniciar projetos de uma forma arrojada. Assim foi o início da história do casal Ana Moreira dos Santos e Luiz Carlos Antunes, que apostaram no potencial da loja e, Ana passou de gerente da Visual Modas para proprietária. Ela acrescentou um toque especial para melhorar o que, em sua opinião agrega valores para a empresa e especialmente aos clientes. A empresária viu a oportunidade de ter ser próprio negócio, quando os antigos proprietários, por questões particulares resolveram vender o negócio. Sob nova direção a Visual Modas, loja de moda adulto reinaugurou no último sábado, dia 07, em Campos Novos. Ana e Luiz já iniciaram as atividades com alguns diferenciais, conforme conta a proprietária. “Nós adquirimos a loja há cinco meses e devido às alterações burocráticas, a partir de agora estamos trabalhando oficialmente com muitas ideias de inovações e diferenciais para atender nossos clientes. Nossa primeira mudança é que agora nossos clientes encontram roupas infantis, ou seja, roupas para toda a família, em único

lugar”, destacou Ana lembrando que a Visual Modas está em Campos Novos há mais de 10 anos e continuam com a mesma atenção à todos os clientes. “Continuamos vendendo no crediário, com parcelamento em até 5 vezes, no cartão de crédito dividimos em parcelas de acordo com a exigência do cliente ou valor da compra e à vista com descontos especiais de 20% na linha modinha”, enfatizou. Ana observa que a loja oferece produtos para todas as classes sociais, com peças de R$ 10,00 à R$ 50,00. Ana convida toda a sociedade para visitar a Visual Modas e conhecer todas as vantagens e melhorias feitas, pensando em cada cliente. Ela agradece o apoio da família e amigos. “Em primeiro lugar quero agradecer a Deus, também aos amigos e a Patrícia nossa colaboradora”, agradece. A reinauguração foi sucesso. A loja está localizada Rua Coronel Farrapo, 1299 - Sala 01, no centro de Campos Novos ao lado da antiga Pirâmide.

Ana e Luiz são os novos proprietários da Visual Modas.

Folha Independente

Visual Modas agora sob nova direção

A sociedade de Campos Novos é convidada especial para conhecer as novidades da Visual Modas.

Patrícia Braghirolli atendendo os clientes com atenção e dedicação.


Sexta-feira, 13 de junho de 2014


Folha Independente Nº42