Page 1

Fotos: João A.M. Filho

DO SUL

QUINTA-FEIRA 7.12.2017 R$ 2,00 Bagé, ano 7 , n° 2 303

SEMINÁRIO

Evento que discutiu impactos de herbicida resulta em formação de comissão interdisciplinar para coibir uso do produto pág. 10

SANTA CASA ULTRAPASSA META DE ATENDIMENTOS PELO SUS

Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul, em avaliação da Santa Casa de Caridade de Bagé, aponta que o hospital alcançou 100% das metas estipuladas pelo Estado durante o segundo e terceiro trimestres. Pela análise, a instituição de saúde também ultrapassou a meta de qualidade exigida. Ontem, o provedor apresentou melhorias que estão sendo desenvolvidas na instituição. pág. 5

POLÍTICA Diário Oficial do Estado divulga avanço para tratativas de instalação do IGP

pág. 4

SAÚDE Reportagem destaca balanço de um ano da reabertura do Hospital Universitário pág. 10

SEGURANÇA Operação contra lavagem de dinheiro, que teve ação em Bagé, vira estudo de caso

pág. 14

PREVISÃO DO TEMPO IBagé-RSI

Predomínio de sol, apenas com pouca variação de nuvens. Mínima de 18°C e máxima de 29°C.


2 FOLHA DO SUL

Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

GERAL

GOVERNO DO ESTADO DECIDE ADIAR VENDA DE AÇÕES DO BANRISUL

O

ntem à tarde, o governo do Estado, por meio de nota, informou que decidiu adiar a venda de ações do Banrisul. O motivo seriam as atuais condições desfavoráveis de mercado. O Executivo estadual destaca, ainda, que a decisão final sobre a realização da oferta dependerá de novas avaliações técnicas que estão sendo feitas. “Quando for tomada, será objeto de comunicação por meio de fato relevante a ser publicado pelo Banrisul, no qual constarão os termos e as condições gerais estabelecidas. “Todos os passos serão pautados pelo interesse público, sempre observadas as regras em vigor. O governo segue buscando alternativas para o equilíbrio financeiro do Estado”, destaca a nota.

João A. M. Filho

Executivo avalia que condições de mercado estão desfavoráveis

do município, o que possibilita um trabalho mais direto no local. Por telefone, Divaldo disse à reportagem que deverá solicitar regime de urgência à presidência da AL para que o projeto seja votado ainda este ano. “Esta é uma demanda de décadas da nossa cidade, um sonho

que começa a ser realizado”, disse. O prefeito fez questão de agradecer o empenho dos vereadores do Legislativo bageense Sônia Leite (PP) e Rafael Fuca (PT), além dos deputados Fábio Branco (PMDB), Pedro Westphalen (PP) e Edegar Pretto (PT).

Secretaria solicita apoio de empresa de transporte coletivo da Organização das Nações Unidas - ONU. Na oportunidade, a empresária destacou a importância de participar dessa iniciativa, por meio da construção dos observatórios sociais, inclusive fornecendo dados sobre a qualidade dos serviços de transporte coletivo. Na ocasião, Pereira salientou, ainda, a parceria com a empresa para a disponibilização

dos espaços de publicidade nos veículos de transporte coletivo, como forma de ampliar a divulgação do programa Cidades Sustentáveis. Becker reforça que o banco de dados está em fase final de compilação no que tange aos indicadores gestão 2013-2016. As informações estão disponíveis no link: indicadores.cidadessustentaveis. org.br/br/RS/bage.

ANIVERSÁRIOS Aldovino Roman Androsio Torbes Morales Carlos Augusto Rocha Garcia Eneida Araújo Barbosa Casartelli Jadenir Pereira Lopes

FOLHA DO SUL CNPJ. 11.381.681/0001-00

Economista e professor

P

Metas globais da ODS

O secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Bayard Paschoa Pereira, e o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação, Cristian Becker, solicitaram o apoio institucional da empresária Maria da Graça Anversa Vargas para a ampliação de divulgação das metas globais de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - ODS, agenda 2030

MAUCH PALMEIRA POLÍTICA INDUSTRIAL (PARTE I)

Projeto que prevê a municipalização da RSC473 chega à Assembleia Legislativa Cumprindo agenda na capital, o prefeito Divaldo Lara encaminhou, no início da noite de ontem, o projeto de lei que prevê a municipalização de um trecho da RSC-473 à Assembleia Legislativa do Estado. Com a aprovação da matéria, ele deixa de ser de responsabilidade do Estado para ser

EDUARDO

Endereço: Rua Bento Gonçalves, 49-E Fones: Assinaturas: (53) 3242-1020 Redação: (53) 3311-3915 jornalismo.folhadosul@gmail.com anunciosfs@gmail.com www.jornalfolhadosul.com.br Impressão Gráfica Jornal Zero Hora

Keyti Rodrigues Luísa Mesquita Miranda Maria Regina Silveira Marina Fonseca Palermo Rinaldo Lima Sávio Machado

olítica industrial é a ação governamental sobre as condições gerais que conformam o ambiente econômico, interferindo no desenvolvimento industrial de forma indireta, ou seja, a política industrial envolve as orientações para as condições de infraestrutura física, educacional e de ciência e tecnologia, as diretrizes governamentais mais gerais para a indústria e até mesmo a política macroeconômica, entre outros aspectos que interferem, de forma importante, porém indistinta, sobre o setor industrial. Outro conceito encontrado para política industrial é a forma de coordenar ações estratégicas de governo, empresas e instituições visando ao desenvolvimento de determinadas atividades ou à solução de problemas identificados por esses fatores no setor produtividade da economia, tais como: incentivos fiscais, investimentos em pesquisa e desenvolvimento; créditos subsidiados; intervenção direta do governo no processo produtivo, parcerias públicas privadas e criação de zonas francas e de processamento para exportação. Geralmente, a política industrial vem acompanhada de ações complementares na área de comércio exterior e de tecnologia. Isso porque, nos dias atuais, a tendência é de crescente participação das economias no comércio internacional, vale dizer, no processo mundial de produção e circulação de mercadorias e serviços. Pressupõe-se, então, a adequação da produção nacional, ou, pelo menos, de parte dela, ao comércio internacional, no sentido de produzir aqueles bens que apresentem maior competitividade em relação aos demais produtores. A tecnologia, por sua vez, é um fator de produção tão importante quanto o capital ou mão de obra. A tecnologia de produto ou processo produtivo irá determinar, em grande parte, a capacidade competitiva dos produtos no comércio internacional. O desenvolvimento e a absorção de tecnologia compõem um dos pilares do desenvolvimento da indústria de um país. O alvo central da política industrial deve ser a melhora das condições gerais de competitividade, com a redução do tempo de aprendizado necessário ao incremento qualitativo da produção industrial do país e com a criação de um autêntico sistema nacional de inovação. A política industrial, no Brasil, deveria ir além das abordagens clássicas. Grande parte do sucesso das empresas no mundo está em sua capacidade de inovar, criar identidade e de ser flexível, e o governo poderia ter um papel importante na coordenação desses esforços. Existem três abordagens na discussão sobre o uso de recursos públicos na economia. A primeira, o uso na correção de falhas de mercado, ou seja, são políticas válidas, políticas que reforcem a lógica de mercado e existem as falhas de governo. A segunda é a constatação que existem falhas de estrutura, ou seja, quando falta oferta, os preços sobem; quando sobra, os preços caem - ela só é viável se for respalda por uma política fiscal sólida, se os juros altos têm de compensar a falta de uma política fiscal mais sólida, não dá para fazer nada. A terceira parte do suposto de que as empresas são diferentes entre si e de que essa diferenciação, capacidade de inovação e flexibilidade são vitais da competição, especialmente em economias abertas. Embora seu foco seja a indústria, a política industrial tem uma área de abrangência necessariamente ampla. Afinal, o desempenho das empresas industriais é afetado por tributos, taxas de câmbio e taxas de juros, por medidas nas áreas de comércio exterior, financiamento, incentivos fiscais e regulação, e por problemas de infraestrutura e do sistema ciência, tecnologia e inovação.

Direção Geral: Leisa Soria Gerência Financeira: Suelen Vieira Gerência Administrativa: Carlos Henrique Gerzson Neto Editores: Marcelo Pimenta e Niela Bittencourt Coordenadora Comercial: Cláudia Jardim Comercial: Fabiana Rodrigues - Marcelo Camargo Revisão: Marialda Silveira Monteiro Reportagem: Gilmar de Quadros - João Alberto de Miranda Filho - Marcos Pintos - Marcelle Ceolin - Maritza Costa Repórter Fotográfico: Francisco Bosco Colunistas Colaboradores: Diones Franchi - Edgar Muza - César Jacinto - Ricardo Belleza -Antônio Almeida - Luis C.Albano - George Teixeira Giorgis - Cid Marinho - Divaldo Lara - Cássio Lopes - Vinícius Silva -Vinícius Assumpção - Edimar Fagundes Estagiários: Anderson Ribeiro-Yuri Cougo-Érica Eickoff Diagramação Comercial, Social e Entretenimento: Ben Hur Munhoz Diagramação: Ben Hur Munhoz- Cristiano Lameira

CURTA NOSSA FAN PAGE www.facebook.com/ jornalfolhadosulbage


Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

VITRINE EMPRESARIAL

FOLHA DO SUL 3 INDICADORES ECONÔMICOS

por Niela Bittencourt

RAINHA DAS NOIVAS COMEMORA OITO ANOS EM BAGÉ

A

Rainha das Noivas comemora, hoje, oito anos e preparou a loja para recepcionar os clientes. Haverá muitas promoções e brindes, além de bolo e refrigerante. A gerente Aline Vargas destaca que quem visitar o estabelecimento e aproveitar as ofertas poderá estourar balões, que indicarão qual brinde o consumidor levará para casa. Também estão previstos sorteios. Entre as promoções, destaque para almofadas por R$ 8,90, fronhas a partir de R$ 3,90 e travesseiros por R$ 16,90. Também haverá desconto na linha de decoração (cortinas e tapetes). O estabelecimento trabalha com uma variedade de opções nas linhas cama, mesa e banho. Destaque para marcas como Altenburg, Artex e Santista. Aline comenta que é possível encontrar uma variedade de toalhas classe A da Trussardi; e lençóis de todos os tamanhos. E uma novidade: mantas do nordeste, supercoloridas. Bolsas de praia e a linha de difusores estão entre as sugestões para amigos secretos e Natal. Além de difusores, há neutralizadores de odores (ideal para a cozinha) e produtos que facilitam o passar roupas. Também é possível encontrar peças infantis, como fronhas e toalhas de personagens. Vale destacar que a Rainha das Noivas Bagé trabalha com todos os cartões de crédito e parcela as compras, sem juros, em até cinco vezes. Trabalha, ainda, com

Fotos: Niela Bittencourt

Estabelecimento conta com variedade de produtos

Linha de difusores é opção de presentes

crediário próprio: interessados compra, uma entrada. podem levar até o local identidaEstá localizada na avenida de, CPF, comprovantes de renda Sete de Setembro, 1140. Telefone: e residência e, para a primeira (53) 3242 2048.

MOEDAS Dólar comercial Dólar turismo (em R$) Euro (em R$) Pesos ur.(em R$) Pesos arg.(em R$)

COMPRA

VENDA

3,229 3,100 3,815 0,111 0,187

3,230 3,370 3,816 0,111 0,187

SALÁRIO MÍNIMO [REGIONAL]

SALÁRIO MÍNIMO [NACIONAL]

R$ 1.175,15

R$ 937,00


4 FOLHA DO SUL

POLÍTICA por Maritza Costa

Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

EDGAR MUZA

maritzapaivacosta@hotmail.com

Centro Regional de Perícias

DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIA DE TERMO DE COOPERAÇÃO É PUBLICADA NO DIÁRIO OFICIAL

Divulgação/FS

VISÃO GERAL

A COLUNA EM TÓPICOS. SALADA DE FRUTAS

H

oje resolvi voltar ao formato da coluna no antigo Correio do Sul. Acontece que me deparei, nas leituras matinais, com três matérias importantes colhidas nos jornais O Dia, Jornal do Brasil, Correio Brasiliense e Estadão. Aparentemente, nada tem a ver um com o outro. Aparentemente. A primeira delas:”Me chamavam de chefe”. Foi a declaração de Sérgio Cabral ao juiz Bretas, na terça-feira. O tema era o superfaturamento da obra do Maracanã, que sediou jogos do mundial. Em primeiro plano afirmou que não participou do processo para a escolha das empresas que fariam a obra. A responsabilidade foi de seu vice, Pezão (PMDB), hoje governador eleito com seu apoio, que comandou todo o processo. Outro que o trem não pega. Um dos temas tratados foi sobre a joia de oitocentos mil reais, presenteada pelo dono da Delta, Fernando Cavedish, e que “serviu como porta de entrada para participação na obra”.“Presente de puxa-saco para me agradar e a minha mulher, que devolvi”. Só devolveu após sua prisão, não sem antes ter “dançado em Paris com guardanapo na cabeça”. Declaração que serve de mais um exemplo que bandido não cai sozinho. Não nega ter recebido recursos no caixa 2 e que usou para pagar contas pessoais. Confirmando a denúncia inicial.

Patrimônio de mulher de ex-prefeito cresceu

Projeto prestes a sair do papel

O

Diário Oficial do Estado de ontem trouxe mais um indicativo da instalação do Centro Regional de Perícias em Bagé. O passo que faltava para a assinatura do Termo de Cooperação entre a Secretaria de Segurança Pública do Estado e a Prefeitura de Bagé foi publicado ontem: a delegação de competência por parte do governo do Estado.

A assinatura do documento permitirá que a prefeitura desenvolva o projeto básico, fornecendo subsídios para a permuta da área. Segundo a vereadora progressista Sônia Leite, que tem esta como uma das principais demandas em sua trajetória como vereadora, existe a possibilidade de o documento ser assinado no início da próxima semana. “Felicidade é a palavra. Minha bandeira

finalmente está em pleno avanço. Estou grata pelo apoio da atual gestão, já que o prefeito Divaldo Lara foi imprescindível, batendo o martelo para essa questão. Também às secretarias que foram fundamentais e seus integrantes e, principalmente, ao secretário de Transportes Pedro Westphalen, que abraçou, junto, minha causa, em prol da comunidade bageense e região”, declarou Sônia.

Na manhã de ontem, ocorreu a última reunião do ano da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Oficinas. O grupo de vereadores investiga possíveis irregularidades, na gestão anterior, nas relações de prestação de serviços entre o poder público e oficinas mecânicas da cidade. O presidente da CPI, vereador Júlio Jardim (PMDB), explicou que, por regra, toda comissão desse tipo tem que ter os trabalhos concluídos no próprio ano em que

inicia. Esta, por ter sido retomada há pouco tempo, com certeza não teria esse resultado. “Pela complexidade e extensão do material não é possível concluir em 2017, já que logo começa o recesso. Por isso, decidimos suspender os trabalhos para reiniciar ano que vem”, explicou. Jardim garante, porém, que no período do recesso continuará trabalhando na documentação. Ontem, a CPI recebeu parecer jurídico e todo o material que já

foi apurado na formação anterior. “Nesse espaço de tempo vou analisar todo o material (notas, documentos, depoimentos). A primeira comissão formada na legislatura passada já havia avançado bastante e há bastante conteúdo para analisarmos”, garante o presidente da CPI. Integram o grupo, ainda, os vereadores Luís Alberto Gonçalves (PSB), Marina Portella (PTB), Graziane Lara (PTB) e Graciano Pereira (DEM).

CPI das Oficinas entra em recesso

Hamm indica verbas para saúde no orçamento 2018 O deputado federal Afonso Hamm (PP) fez indicações de verbas pra área da saúde para serem incluídas no orçamento de 2018. O objetivo, segundo declarou por telefone à reportagem, é garantir recursos para região no próximo ano. Cerca de R$ 800 mil serão

destinados à compra de ambulâncias e veículos para transporte de pacientes. Segundo Hamm, uma reunião com o prefeito Divaldo Lara, vereadores locais e lideranças que apoiam seu mandato deve acontecer no início da segunda quinzena de dezembro para definir os últimos detalhes

com relação ao aporte de recursos para a cidade. O objetivo do encontro é definir prioridades em conjunto. Além de aquisição de veículos, os recursos serão destinados, também, para o Hospital Universitário e a Santa Casa de Caridade de Bagé.

O ex- prefeito de Belém, Duciomar Costa (PTB), e sua esposa Elaine foram presos em regime domiciliar também na terça-feira. A esposa do ex-prefeito, que foi senador de 2002 e 2004, aumentou seu patrimônio durante a gestão de seu marido, que era de 60 mil para 12 milhões. Ela montou empresas para prestar serviços ao município que teriam desviado dinheiro do PAC, Ministério do Esporte, do BNDES e do Fundo Nacional de Saúde. Também firmou contrato com o município de Belém “sem ter empregados registrados”. O dinheiro público corria solto e sem fiscalização. Agora mudou o trote da gateada. As instituições, em alguns casos, estão funcionando. Pelo menos quem não usufruir de foro privilegiado vai pagar com a liberdade e terá que devolver alguns “pilas” dos roubos praticados. É bom!

A disputa de beleza entre magistrados A disputa de beleza entre os magistrados é algo palpável. Gilmar Mendes, Barroso e Marco Aurélio Melo são os que mais se destacam. Também na terça-feira, o ministro Marco, em entrevista concedida, colocou a presidente do Supremo em saia justa. Pediu nova votação ao encaminhar decisão anunciada pela procuradora Dodge, que ainda não havia chegado à suprema corte. Ele quer que a presidente Cármen Lúcia paute o tema para ir à nova votação. É sobre prisão de réus condenados em segunda instância. Como se sabe, a proposta anterior foi aprovada por 6 x 5. Porém, e sempre tem um porém, Gilmar Mendes mudou de posição e agora aciona com a possibilidade de votar pela prisão de réu somente após o “trânsito em julgado”. Isso quer dizer: quando o réu não tenha mais chance de nova apelação. Usando uma expressão corriqueira no futebol, Marco Aurélio assim se manifestou: “A bola está nos pés dela (Carmen Lúcia). Ela pode chutar ou não a gol”. A mudança prevista no voto de Gilmar foi “despertada” quando ele mandou soltar pela primeira vez (agora são três habeas) o “Rei dos Ônibus” Barata Filho. Justificando sua decisão sobre o pai de sua afilhada, aventou a possibilidade de rever a decisão inicial. Evidentemente, se ele mudar seu voto, e os outros ministros mantiverem a decisão anterior, o réu só será preso quando não houver possibilidade de apelação. Ou seja, adeus cadeia para os corruptos. É claro que um tema leva ao outro. Políticos com mandato é certo que jamais curtirão a prisão. Agora, aqueles que não têm mandato, mas querem se candidatar, não deverão ser impedidos. Se forem eleitos, as investigações terão uma pausa porque eles mudarão das mãos da Justiça Federal para o Supremo. Isso reforça mais ainda a minha tese “maluca”: todo mundo poderá ser candidato na próxima eleição. Mas e a ficha limpa? É um mero detalhe. Basta ter bom advogado. Concordam?


Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

FOLHA DO SUL 5

GERAL Santa Casa de Caridade

INSTITUIÇÃO ULTRAPASSA METAS ESTABELECIDAS PELA SECRETARIA DE SAÚDE ESTADUAL

João A. M. Filho

Lacerda destacou que obras acontecem sem interferir no funcionamento

E

m avaliação divulgada pela Secretaria de Saúde do Estado e 7ª Coordenadoria Regional de Saúde, a Santa Casa de Caridade de Bagé alcançou 100 pontos entre os 100 exigidos de metas estipuladas pelo Estado em número de atendimentos para o segundo e terceiro trimestres de 2017. Além disso, no mesmo período, o hospital ultrapassou a meta de qualidade exigida, que transpôs a marca de 100%. Isso qualifica a instituição a manter ou ampliar a busca de recursos junto aos governos estadual e federal para melhorias no atendimento. De acordo com integrante da comissão de acompanhamento e avaliação de contratos para prestadores de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS), Marcelo Alves Castilhos, as avaliações trimestrais buscam verificar se as instituições conveniadas atingiram as metas. Neste caso, a Santa Casa atingiu 100 pontos entre 100 possíveis no que-

sito quantitativo e superou a marca de 100% em qualidade. “Desde que assumi a função de membro desta comissão, é a primeira vez que a Santa Casa supera as metas de avaliação. Basicamente, é a relação entre o que a casa de saúde contratualizou e o que cumpriu neste contrato”, destacou. Entre os critérios de avaliação, a comissão apurou a quantidade – número de atendimentos, internações, procedimentos laboratoriais e ambulatoriais prestados pelo hospital -, além da qualidade – melhoria contínua da atenção à saúde, existências de comissões internas atuantes, participação nas políticas do SUS e desenvolvimento profissional. “Os avaliadores são da 7ª CRS, Conselho Municipal de Saúde, Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems) e da instituição avaliada”, explicou. Conforme Castilhos, a partir do resultado do segundo e terceiro trimestres, a instituição não corre

riscos de sofrer descontos no repasse de R$ 3,2 milhões, vinculados ao SUS. “Isso possibilita que os próximos contratos sejam, no mínimo, iguais ou melhores que o atual, se houver recursos disponíveis para o Estado. O importante a ser informado é que a Santa Casa está prestando serviço adequado à população”, ressaltou. Para o provedor do hospital, Aírton Lacerda, o resultado divulgado pelo Estado mostra as melhorias realizadas pela gestão na entidade: “Cumprimos as metas de atendimento, mesmo quando estávamos sem o contrato firmado com o Estado, o que causou a redução do repasse pela metade, inclusive no período avaliado – o impasse do contrato permaneceu aberto entre setembro e outubro deste ano. Nós cumprimos e excedemos as expectativas. Agora, nossa perspectiva é continuar com as melhorias, pois estamos, também, com várias obras em andamento no hospital”, salientou.

A reportagem teve acesso a locais que recebem intervenções na Santa Casa, a maioria, decorrentes de apoio com doações de pessoas e entidades presentes em Bagé. O primeiro local visitado foi a cozinha, onde foi finalizado, nesta semana, a instalação de novo sistema de exaustão de vapor, avaliado em R$ 70 mil. No mesmo local, ocorre a troca de piso, revestimentos e forro - as ações visam atender a exigências da Vigilância Sanitária. No Pronto-Socorro, a nova sala de atendimento em traumatologia está em fase de conclusão,

aguardando arremates. “Esperamos colocar em funcionamento tão logo seja finalizada”, detalhou Lacerda. A remodelação do ProntoAtendimento está em andamento e prevê novas estruturas de recepção, consultórios, banheiros, sala de enfermagem e área de espera. Outra exigência da vigilância, os novos acessos, recepção, vestiários e sala de espera para o bloco cirúrgico também seguem com intervenções. Com apoio da comunidade, a construção do serviço de endoscopia da Santa Casa terá

mais de 100 metros quadrados e está em fase inicial de edificação. Conforme exigência do Corpo de Bombeiros, o provedor confirmou o pagamento da primeira parcela do investimento estimado em R$ 350 mil para construção da rampa de acesso de emergência, detectores de incêndio e outras melhorias para obtenção do alvará do Plano de Prevenção e Proteção contra Incêndios (PPCI). “Tudo isso acontece com a Santa Casa em funcionamento, sem reduzir vagas e com o maior esforço possível em manter o conforto dos pacientes”, declarou.

Em relação aos repasses do Estado à Santa Casa, o coordenador da 7ª CRS, Daltro Paiva, garantiu: “No momento, a União e o Estado estão quites com a

instituição, que é uma das únicas que recebem em dia o repasse do SUS”, sustentou. Questionado sobre o tema, Lacerda disse que a Santa Casa

aguarda o depósito do repasse do mês de outubro, que ainda está dentro do prazo. “Nosso departamento jurídico está de prontidão, caso o Estado atrase”, encerrou.

Intervenções

Repasses


6 FOLHA DO SUL

Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

RURAL Evento chega a 12ª edição

MERCADO AGRÍCOLA (valores em reais)

Válido de 23/11 a 28/11 Acompanhamento de preços recebidos pelos produtores do Rio Grande do Sul

PRODUTOS

UNI.

Arroz em casca Feijão Milho Soja Sorgo Trigo Boi para abate Cordeiro para abate Suíno tipo carne Vaca para abate Leite (valor líq. recebido)

50 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg Kg vivo Kg vivo Kg vivo Kg vivo Litro

MÍN. 30,00 100,00 22,00 60,00 20,00 26,00 4,48 3,60 5,00 3,80 0,80

MÉD. 36,26 133,24 26,25 64,01 20,60 29,98 4,68 4,08 6,12 4,04 0,93

MÁX. 39,00 185,00 29,00 69,00 21,00 32,50 5,00 4,70 7,00 4,50 1,08

Arroz irrigado casca – Saca (50kg) Praça Bagé R$ 36,25 Boi gordo - Kg - R$ 4,80 (à vista) Vaca gorda - Kg/vivo - R$ 4,30 (à vista) Cordeiro para abate- Kg/vivo - R$ 7,00* Praça Bagé *Preço máximo Fonte: Emater/RS-Ascar Leite tipo C - R$/L Praça Bagé R$ 0,80 Milho seco - Saca (60kg) Praça Bagé R$ 29,00 Sorgo - Saca (60kg) Praça Aceguá R$ 21,00 Soja - Saca (60kg) Praça Rio Grande R$ 75,00 Fonte: Agrolink Preço da carcaça de boi - 30 dias a prazo* Frigorífico Marfrig R$ 9,80 Preço da carcaça de vaca - 30 dias a prazo* Frigorífico Marfrig R$ 8,80 *Preço base + bonificações relacionadas Programa Angus Rastreabilidade Marfrig Club Cordeiro (a peso vivo) Frigorífico Producarne - R$ 14,50 no rendimento Novilho (a rendimento de carcaça) Frigorífico Producarne - R$ 10,00* Boi (a rendimento de carcaça) Frigorífico Producarne - R$ 9,90* Vaca (a rendimento de carcaça) Frigorífico Producarne - R$ 8,70* *Preços conforme praxe do mercado: 30 dias Preço médio R$ 0,10 para cima ou para baixo. Obs.: A distância das propriedades ao frigorífico influencia no preço. Informações: Preços de boi reagindo. Preços já acima do Brasil central. Tendência de estabilizar preços. Vendas normais para o período do ano, com tendência de alta. * Cotações de 6 de dezembro de 2017

REMATE MULHERES PAMPEANAS OCORRE AMANHÃ

O

parque Visconde de Ribeiro Magalhães sedia amanhã, a partir das 18h, a 12ª edição do Remate Mulheres Pampeanas, evento comercial promovido pela Agropec Negócios Rurais. Conforme a proprietária da empresa, Neusa Kaiser, em pista, bois, terneiros, terneiras, vacas, vaquilhonas, ovinos, entre outros. O remate terá no martelo o jornalista e leiloeiro Fernando Farinha. Mais do que uma excelente oportunidade de negócios para os produtores da região, o evento, como ocorre todos os anos, destaca a importância do trabalho das produtoras rurais. Neusa reforça que, além da oferta qualificada, o “Mulheres Pampeanas” é uma bonita homenagem a todas as produtoras que tanto dedicam seu tempo à produção rural. O evento também tem caráter social, pois a portaria ficará a cargo da Liga

Arquivo/FS

Leilão é homenagem às produtoras rurais

Feminina de Combate ao Câncer. “Pedimos ao público que for ao remate que leve um litro de leite que será doado, posteriormente, à Casa da Menina”, complementa Neusa Kaiser. O remate Mulheres

Pampeanas conta com financiamento bancário da cooperativa Sicredi. Mais informações sobre inscrições de animais e valores pelos telefones: (53) 3242 5094, 9 9974 2714 e 9 9907 8920.

É necessário o uso de login e senha para inscrição, mais informações (53) 3242 8422, setor de Exposições. A Agrovino 2018 terá o julgamento de raças ovinas; artesanato; concurso de carcaças de cordeiros; concurso de borregas do pampa; seminário Ovinocultura em Debate, além de remates da Abaco e a sétima edição do Remate de Produção da Cabanha São Matheus e Convidadas. Nesta edição, ocorre, simultaneamente, Feira Nacional de Corriedale. A

Agrovino é uma realização da Associação Bageense de Criadores de Ovinos (Abaco), Associação e Sindicato Rural de Bagé e Associação Brasileira de Criadores de Corriedale, com apoio da Associação Brasileira de Criadores de Ovinos, Prefeitura de Bagé, Emater, Embrapa Pecuária Sul, Secretaria de Desenvolvimento, Econômico, Ciência e Tecnologia, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Câmara de Vereadores de Bagé.

Agrovino inicia no dia 9 de janeiro A Rainha da Fronteira sedia, de 9 a 14 de janeiro, a 10ª edição da Agrovino. Evento que abre o calendário de feiras de ovinos de verão no Rio Grande do Sul está com inscrições abertas até o dia 4 de janeiro. O valor para animais a galpão é R$ 50 e a mesma quantia para o lote de rústico (trio com reserva). As inscrições devem ser feitas apenas no site da Arco, pelo endereço eletrônico www.arcoovinos.com. br, acesso através da área restrita.

99934 3080

/ 3312 1766

99135 4446

Pacotes com fotos, vídeo, Cabelo e Maquiagem para: Formandos, Noivas, 15 anos, Gestantes...

/ 3247 5826

Ligue agora e agende

cristianolameirafotografia Rua: Juvêncio Lemos, 698


Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

FOLHA DO SUL 7


8 FOLHA DO SUL

Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

SOCIAL

SOCIAL

T

ERÇA-FEIRA (5),quase todos os jornais do país registraram a morte da brasileira, ícone das colunas sociais, Carmem Mayrink Veiga. O jornalista Tony Goes, Folha de São Paulo,escreveu: “Na sociedade pósCarmem Mayrink Veiga todo mundo é colunista de si mesmo.(...) A alta sociedade tradicional foi substituída por um mix de artistas populares, esportistas, “reis do camarote” e blogueiras fashion. O sumiço do “society” fez com que também sumissem os colunistas. Os grandes jornais não cobrem mais batizados, bailes de debutantes e só mandam fotógrafos a algum casamento se houver políticos ou atores famosos perto do altar. (...) Hoje ninguém mais precisa ser “bem-nascido” ou exercer cargo importante para brilhar em sociedade como se dizia antigamente. Basta saber administrar o perfil nas redes sociais. (...) Muitos internautas viraram colunistas, cobrindo em tempo real cada instante de suas vidas. Detalhes desinteressantes viraram motivos de ostentação: a viagem de férias, o prato do restaurante e até mesmo momentos de suposta intimidade. (...).

O Coral Auxiliadora prestigiou Ana Lúcia Tavares de Souza, que lançou o CD “Bênção e Luz”, Biblioteca Otávio Santos

CONCORDO com Goes, porém acredito que os colunistas continuam “imprescindíveis” em sociedade. Imaginem como não teria o mesmo glamour, por exemplo, a big festa dos 15 anos de Sophia Caminha Bedin, a realizar-se neste sábado (8), no Cantegril Clube, sem os comentários pós-festa nesta social ilustradas com as fotos do Fábio Lucas e as do Adilson Roccini, o contratado pelos anfitriões.

Sophia Caminha Bedin, 15 anos, sábado, no Cantegril Clube, clic Adilson Roccini

BUENOS AIRES. Esta semana, coronel Pérez concluiu curso que realizou na capital portenha; Lisiane foi ao encontro dele e retornam juntos. Uma das filhas vai festejar aniversário semana que vem. Aplausos!

Reitoria da Unipampa, na Casa Pedro Wayne, terça-feira, aplausos!

OS NOIVOS Cássia De Carli e Patrick Proença terão festa no espaço Villa Toscana, dia 16; aliás, civil e religioso num mesmo cenário. A ficha técnica do evento é mais ou menos esta: mestre de cerimônia, Silvana da Nova de Souza; cerimonial,Vanessa Medina; jantar, Marcelo Corrêa; fotografias: Letiere Navarrina e Senara Gonçalves; docinhos: Alice, de Pelotas, e Delícias da Kácia, de Bagé; decoração: Cecília De Carli. Para dançar a boa música da banda : Estela e Mariano; DJs: Two vibes, Gustavo Corrêa e Hyra Farias. Aplausos!

PROMETE ser muito especial, solenidade de entrega do Memorial da Água – revitalização da antiga hidráulica – que vai ocorrer quinta-feira (14), às 20h. Quem já esteve no local, após conclusão das obras, diz-se encantado com os resultados finais, oba!... SEXTA-FEIRA (8), abertura do Festival Canto sem Fronteira e lançamento da 49º edição do Manifesto Poético. O impresso, em formato livreto de cordel, traz poemas inéditos, versados em cima da temática proposta pelo festival de música, reúne a criação dos poetas: Ada Machado Guimarães, Cláudio Antunes Boucinha, Gládis Deble, Elvira de Macedo Nascimento, Maria Conceição Rosa dos Santos, Norma Campos de Vasconcellos, Rafaela Gonçalves Ribas, Sarita Barros, Sheila Corrêa e Sônia Alcalde. Aplausos!

A REITORIA da Unipampa compareceu em massa ao evento, terça-feira, na Casa Pedro Wayne: “Unipampa, dez anos em notícias”. Compareceram: reitor Marco Antônio Hansen; pró-reitora de Extensão e Cultura, Nádia Bucco; pró-reitor de Planejamento, Luiz Hamilton Tarrago, diretor do campus Bagé, Cláudio Albano, e aluna egressa, Luísa Guedes, conforme registra uma das fotos aqui apresentadas. Aplausos! TÍTULO DE CIDADANIA Bageense será concedido, dia 12, para Sérgio Morem Cóssio, que durante muitos atuou como diretor-executivo da RBS, com passagem por Bagé e Lages, Santa Catarina; hoje, está diretor na rede Bandeirantes de Televisão... SABIAM que o vídeo da campanha de Natal da Sadia foi gravado em Canela, parte dele na casa do Wagner Brasil?...

As Lúcias, a Tavares de Souza e a Grillo Gomes, no lançamento do CD “Bênção e Luz”, músicas de Ana Lúcia, uau!

Endoscopia com Cromoscopia Digital Blue Laser Imaging e Linked Color Imaging

Dr. Carlos Eduardo dos Santos - CRM 21374

Presidente da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva-RS (2014-2016) Secretário Geral da Sociedade Interamericana de Endoscopia Digestiva Mestre em Medicina

Dra. Daniele Malaman - CRM 26106 Especialistas em Endoscopia Digestiva

Clínica

de endoscopia

do aparelho

digestivo

GomesCarneiro,1343 Tel.(53)32416955

PIONEIRISMO EM ENDOSCOPIA A LASER

FOLHA DO SUL 9

FELIZES todos os alunos e funcionários da escola Senac, Bagé, pois Ana Lúcia Raposo de Moura chegou à direção dessa casa, méritos ela os têm de sobra. Ana Lúcia começou a trabalhar no Senac ainda quando João Francisco Casarin estava na direção, anos 90. Dedicada, atenciosa, educada, além de bonita, ela conta com a simpatia irrestrita de significativa parcela da comunidade regional e desta social em particular. Aplausos!

Luiz Coronel, José Carlos Teixeira Giorgis, esta semana, em Porto Alegre


10 FOLHA DO SUL

Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

GERAL

SEMINÁRIO DEBATE IMPACTOS DO USO DE HERBICIDA NA REGIÃO João A. M. Filho

Comissão quer articular lei para proibição do produto

N

a tarde de ontem, o salão nobre da prefeitura esteve lotado para debater os impactos do uso do herbicida 2,4 D na região. O evento abordou reflexos ambientais nas áreas da saúde pública, socioeconômica e jurídica. A iniciativa é do Conselho Municipal de Defesa do MeioAmbiente (Condema) com a subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Bagé. O presidente da entidade, Norton Sampaio, ressaltou a gravidade da liberação do uso desse produto no Brasil. “É um problema ambiental e de saúde violento, já que é bem prejudicial e

amplamente utilizado. Está sendo proibido no mundo inteiro e aqui liberaram”, disse Sampaio. Segundo ele, a utilização desse produto traz consequências graves, já que ele é cancerígeno e mutagênico. “E é muito utilizado na região”, alerta. Vários estudos já comprovaram a ação maléfica, entre os listados estão: capacidade de desencadear câncer, alterações do sistema hormonal, má-formação fetal e toxicidade neurológica. Entre as culturas mais sensíveis ao produto estão a do algodão, uva, batata-doce e fumo. Um estudo realizado pela Universidade Federal do Maringá comparou

que 1% do total aplicado causou redução de 85% na produtividade da uva, por exemplo, o que mostra o poder devastador do 2,4 D. Estiveram presentes no seminário, representantes do Ministério Público federal e estadual, Embrapa, universidades, associações ligadas ao vinho e vereadores locais, além de outras autoridades. Ao final do evento, foi formada uma comissão multidisciplinar para formalizar um documento para encaminhar aos setores legislativos, com o objetivo final de criar uma lei para proibir o uso do herbicida ou criar uma zona de exclusão.

Hospital Universitário completa um ano de reabertura O Hospital Universitário (HU) Doutor Mário Araújo completou, ontem, um ano de sua reabertura. Durante o ano, uma série de articulações resultou em acertos entre Fundação Attila Taborda (FAT), mantenedora do serviço, e o poder público municipal e o governo estadual. O jornal Folha do Sul fez contato com o gestor do HU, Eduardo Pizani. O profissional afirmou que, por estar em viagem, não poderia conceder entrevista. Contudo, as reportagens anteriores indicam uma série de ações que transcorreram desde 6 de dezembro de 2016.

Quando reaberto, após um novo acerto com o Estado, a primeira ação da FAT foi instalar o prontuário eletrônico de paciente (PEP). A nova tecnologia permitiu o acesso, em tempo real, de informações dos internados, como o histórico, laudos de outros médicos, exames indicados, medicamentos recebidos, o uso de materiais, datas de atendimentos, receitas, recursos e gastos financeiros, atestados e comprovantes de consultas. Num segundo momento, a inauguração do tomógrafo, no dia

6 de abril, foi outro fato relevante, visto o contexto histórico. O impasse se arrastava desde 2009 quando, por meio do Orçamento Participativo, os bageenses definiram a compra do equipamento. Em 23 de agosto de 2014, o aparelho foi montado pelos técnicos da empresa fornecedora. Posteriormente, entraves financeiros e burocráticos impediram o início da operação. E numa terceira leva de ações, um dos destaques foi a implantação de 39 novos leitos pelo SUS, liberados em ato oficial, no dia 17 de julho (aniversário de Bagé).

Esse foi um compromisso que assumi antes do início dessa gestão. É a primeira vez na história que o Hospital Universitário recebe recursos do orçamento do município. Nunca tinha sido feito nenhum convênio para compra de serviços”, destaca. O discurso de Lara faz referência ao início da operação do tomógrafo e da disponibilização de

exames. “Eles podem ser acessados pelo celular, proporcionando mais rapidez, laudos com mais qualidade e em menos tempo. Bagé é a única cidade que faz tomografia pelo SUS em 24 horas. Proporcionar o uso da tecnologia para a saúde é fundamental. Essa parceria tende a ser ampliada para oferecermos ainda mais serviços”, finaliza o chefe do Executivo.

Parceria com prefeitura Entre os articuladores para retomada dos atendimentos, o prefeito Divaldo Lara foi um dos principais. Em agosto de 2016, quando o HU fechou, Lara, ocupava o cargo de presidente da Câmara de Vereadores. Hoje, o gestor municipal comemora não apenas a manutenção do serviço, mas, também, sua ampliação. “O apoio da prefeitura foi determinante.


Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

/minsaude /minsaude /MinSaudeBR

FOLHA DO SUL 11

“EU NUNCA ACHEI QUE SERIA TAO GRAVE. PERDI MINHA FILHA DE 5 ANOS PARA A Dengue.” HISTÓRIA REAL D E R O S I N E I D E M OTA BOM JARDIM - PE PERDEU A FILHA PA R A A D E N G U E .

UM MOSQUITO PODE PREJUDICAR UMA VIDA. E O COMBATE COMEÇA POR VOCÊ. Todos os anos, o mosquito tira a vida de milhares de pessoas ou as marca para sempre. Para mudarmos essa triste realidade, precisamos da sua ajuda adotando simples gestos no seu dia a dia, sempre evitando água parada. Faça sua parte e converse com seu vizinho. Saiba mais em saude.gov.br/combateaedes


12 FOLHA DO SUL

Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017


Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

FOLHA DO SUL 13

GERAL

CONSULADO DETALHA SERVIÇOS PARA URUGUAIOS E BRASILEIROS

O

consulado uruguaio, comandado por Mario Liori Sánchez, desde outubro de 2015, é apto para realizar e formalizar documentações de imigrantes. Conforme Sánchez existe muitos uruguaios e brasileiros que possuem família nos dois países. “No sul da América, para viajar entre os países daqui, é necessário apenas a carteira de identidade, mas para entrarmos nos que não são sul-americanos, é preciso outras documentações”, aponta. Um dos trabalhos recentes, em atividade desde julho deste ano, comenta Sánchez, mas que tem dado bastante resultado, são os pedidos de residência, principalmente para brasileiros que vão morar no Uruguai. “É um programa bem sucedido, que tem grande demanda. Aqui na fronteira, principalmente, existem muitas famílias que possuem parentes em ambos os países”, destaca. Para ajudar essas famílias, o cônsul salienta que o espaço tenta auxiliar em relação às documentações e atividades comerciais, que, atualmente, estão mais acessíveis. De acordo com Sánchez, no Brasil, existem cerca de 60 mil uruguaios irregulares, e entre 25 a 30 mil estão no Rio

Francisco Bosco

Sánchez salienta que demanda maior é por residência permanente

Grande do Sul. “Esse número é sem contar os cidadãos que são casados com brasileiros ou uruguaios”, relata. No local, salienta o cônsul, são realizados todos os processos necessários, como por exemplo, a “residência permanente”. Ele aponta: “Antes, era possível fazer somente a parcial, agora é feita a permanente. Ficou mais simples, além de ter muita demanda, pois anteriormente era necessário efetuar o pedido somente

em Montevidéu ou em algum departamento, agora, em qualquer consulado é possível”. Uma novidade que Sánchez quer trazer para o Brasil são atividades culturais para integração de brasileiros e uruguaios. “Queremos trazer para cá músicas, danças e outras coisas que têm no Uruguai”, acrescenta. O espaço está localizado na rua Marechal Deodoro, 150. O funcionamento é das 9h às 15h.

Trabalhadores contam com ferramenta para voltarem ao mercado de trabalho O Sine, agora, possui uma nova ferramenta para quem deseja ingressar no mercado de trabalho. É possível baixar o Sine Fácil por meio da loja de aplicativos do celular. Isso de forma gratuita, ou no site cidadão.br ou pelo QR Code. O QR Code, conforme o coordenador do FGTAS/ Sine Bagé, Marcelo Nalério, é obtido por meio do requerimento de seguro-desemprego, que recebe na dispensa do trabalho. Também é possível solicitar na rede de atendimento do Ministério do Trabalho. O Sistema IMO permite acessar os serviços de consulta e agendamento de entrevistas para vagas de emprego e visualizar as datas de entrevistas agendadas. O trabalhador deverá in-

formar os dados pessoais (CPF, nome, data de nascimento, nome da mãe, estado de nascimento se nascido no exterior, a opção será “não sou brasileiro”). Essas informações serão validadas no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Caso estejam corretas, o trabalhador será direcionado a responder um questionário com cinco perguntas sobre seu histórico de trabalho. É preciso acertar, pelo menos, quatro. Na hipótese de usar o QR Code, o código pode ser obtido no portal Emprega Brasil, nas unidades de atendimento do Sine, no documento que o trabalhador recebe no ato da rescisão de contrato ou na solicitação do seguro desemprego. As vagas de emprego que

aparecerão para o trabalhador serão filtradas conforme o que ele tiver preenchido no campo “objetivos profissionais”. Quando se interessar pelas vagas, o trabalhador poderá, pelo próprio aplicativo, se candidatar. Ao marcar o horário e dia de entrevista, esse agendamento ficará salvo no aplicativo e poderá ser consultado no campo “agenda de entrevistas”.

Novo local O FGTAS/Sine de Bagé está, agora, em novo endereço, localizado na avenida Marechal Floriano, 1431. Nalério aponta que o espaço realiza, em média, 150 atendimentos por dia. “A procura está maior que no prédio anterior”, conclui.


14 FOLHA DO SUL

Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

SEGURANÇA Jovem assaltado na Barão OPERAÇÃO DEU ZEBRA VIRA ESTUDO do Triunfo DE CASO NA ACADEMIA DE POLÍCIA Na terça-feira, por volta roubado o telefone celular dela.

das 17h, um jovem de 18 anos foi assaltado, em via pública, na rua Barão do Triunfo, fundos da Escola Estadual de Ensino Médio Frei Plácido. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de ProntoAtendimento (DPPA). De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima foi abordada por dois indivíduos, que teriam

Consta que um deles estaria com um revólver cromado e teria anunciado o assalto. Após o roubo, os acusados saíram a pé, em direção ao morro, passando pela ponte da pinguela. O caso será investigado pela equipe da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec).

Uma mulher de 35 anos comunicou, ontem, na DPPA, que foi assaltada, por volta das 20h40min de segunda-feira, na avenida Marechal Floriano, próximo à Vila Vicentina. Conforme o registro, a víti-

ma foi abordada pelas costas por um homem que teria anunciado o assalto. O indivíduo levou o telefone celular da comunicante. Não houve lesões. O caso foi encaminhado para a equipe da Defrec.

Mulher tem celular roubado

Três indivíduos presos em Dom Pedrito

Drogas e dinheiro foram encontrados

A Polícia Civil de Dom Pedrito deflagrou, na tarde de ontem, a operação Casa Verde, quando três indivíduos foram presos. A equipe de investigação estaria monitorando uma residência no bairro Santa Terezinha, onde estava ocorrendo o comércio de entorpecentes. Conforme repassado à reportagem, o local era conhecido pelos usuários de drogas como “casa verde”, muito frequentada durante a noite, em especial quando ocorriam festas em um clube do bairro. Em razão dos fatos, o delegado André de Matos Mendes

representou, por mandado de busca e apreensão, pedido que foi atendido pelo poder Judiciário. Na residência, foram encontradas 10 porções de maconha, devidamente embaladas e prontas para venda, além de mais de R$ 1,3 mil em dinheiro, oriundo do tráfico de drogas. Os presos foram encaminhados ao Presídio Estadual de Dom Pedrito. Os policiais orientam a comunidade que denunciem sempre que suspeitarem de condutas ilícitas em seus bairros, auxiliado, assim, o trabalho da Polícia Civil.

ÓBITOS Luciana Fernandes Barbieri, 91 anos, dona de casa, casada com João Carlos Barbieri. Residia no bairro Alcides Almeida. Deixa os filhos Marta Helena, Marta Lúcia e Carlos. Neledy de Freitas Marques, 81 anos, dona de casa, viúva. Residia no bairro Bonito. Deixa os filhos José Adair, Ruimar e Elainemar. Eli Batista Soares, 80 anos, aposentada, divorciada. Residia no bairro Menino Deus. Deixa a filha Adriana.

N

a terça-feira, a delegada de polícia regional de Sant’Ana do Livramento, Ana Luíza Tarouco, ministrou aula na Academia da Polícia Civil em Porto Alegre. Em pauta, o estudo de caso da “Deu Zebra”, considerada a maior operação de lavagem de dinheiro da polícia gaúcha até o momento. A operação foi desencadeada pelo Setor de Inteligência da 12ª Delegacia de Polícia Regional do Interior, e descortinou organização criminosa suspeita de movimentar mais de R$ 520 milhões em dinheiro de origem ilícita. A aula, ministrada dentro do curso sobre lavagem de capitais, objetivou levar aos alunos os conhecimentos práticos sobre

Ação

A operação Deu Zebra, deflagrada na manhã do dia 25 de abril pela Polícia Civil, e que cumpriu mandados de busca e apreensão em 14 cidades do Rio

Fotos: Divulgação/FS

Delegada Ana Luíza Tarouco fez relatos sobre a experiência

a forma como se deu a investigação, as ferramentas utilizadas e as soluções encontradas pela equipe, dentre outros itens. A delegada, que no próximo dia 10, completa dois anos à frente dos trabalhos na região, definiu

como muito positiva a experiência de dividir com outros policiais os erros e acertos da investigação, destacando o trabalho de excelência desenvolvido pela pequena, mas competente, equipe do Setor de Inteligência.

Grande do Sul, teve, em Bagé, uma de suas principais ações. Com o uso de um helicóptero, agentes prenderam, na Rainha da Fronteira, Mário Kucera, acu-

sado de ser o chefe de um grupo que atuava no ramo de apostas ilegais há pelo menos 20 anos e é considerado, pela polícia, o segundo maior bicheiro do Estado.

Brigada Militar apreende betoneira que estava sendo furtada Na madrugada de ontem, a Brigada Militar foi acionada para comparecer no bairro Damé devido a uma ocorrência de furto. Após atendimento, os policiais foram à Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) para registrar a apreensão do

objeto do furto. De acordo com o registro, por volta da 1h30min, moradores do bairro teriam avistado três homens, não identificados, carregando uma betoneira grande de cor azul, com motor. Consta que, ao avistarem

de longe os indivíduos, alguns moradores gritaram com eles. Então, os acusados largaram o equipamento e saíram correndo. O caso aconteceu próximo ao campo de futebol do bairro Damé. Os indivíduos não foram identificados.

Dicas de segurança pública contra a violência urbana

Palestra em prol do Núcleo Bageense de Proteção aos Animais Amanhã, a partir das 19h30min, acontece uma palestra denominada “Dicas de segurança pública contra a violência urbana”, na Matriz do Crucificado, na avenida Marechal Floriano, 1065. O objetivo, conforme a organização, é aprender a agir corretamente diante da violência que cresce a cada dia no país.

Conforme repassado à reportagem, a empresa Treinando com a Elite, que ministra cursos para o aperfeiçoamento de policiais, está organizando o evento em prol do Núcleo Bageense de Proteção aos Animais (NBPA), que tem como presidente a protetora e policial Patrícia Coradini. Os instrutores são o ex-integrante

do Grupo de Interações Táticas do Rio de Janeiro, Henrique Couto, e primeiro-tenente da reserva da Brigada Militar, Márcio Torbes. O evento é apoiado pelo gabinete dos vereadores Júlio Jardim e Beatriz Souza. A entrada é um quilo de ração, para gato ou cachorro.


Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

FOLHA DO SUL 15

ESPORTES por Yuri Cougo Dias

GUARANY CONCLUI RECONSTRUÇÃO DO MURO DO ESTÁDIO ANTÔNIO MAGALHÃES ROSSELL

A

pós quase três anos e cinco meses do desabamento, o muro do estádio Antônio Magalhães Rossell foi reconstruído. A obra, no espaço situado na rua Onofre Pires, foi concluída na manhã de ontem, pela empresa Concrefort, com a implantação de nove painéis. O trabalho durou dois dias, enquanto que o prazo anteriormente divulgado pelo proprietário, Roberto Seixas, era de uma semana. “Somos uma empresa bageense, que, sempre que enxerga uma possibilidade dos recursos ficarem aqui, é parceira. Prometemos concluir o trabalho em uma semana, contando com o risco de chuvas. Porém, conseguimos resolver o problema rapidamente”, salienta. Desde julho como presidente do Guarany, Pedro Trindade Martins (Sabella) destaca que

Fotos: Yuri Cougo

Estrutura tinha cedido em julho de 2014

o fechamento do muro finaliza todas as promessas de campanha, no que diz respeito às ações para 2017. “Terminamos a obra da calçada; abrimos o Bar do Índio; disputamos a Copinha e reestrutu-

ramos o muro. Esse é um impasse que vinha de cinco anos. Não sou homem de blefar”, frisa. Quanto ao espaço que ainda está aberto na arquibancada visitante, o local permanecerá interditado.

Eventos para custeio da obra Com orçamento de aproximadamente R$ 14 mil, o desafio de Sabella, a partir de hoje, é o pagamento da conta. Para isso, articula uma série de eventos até o final do ano. Fora o galeto do domingo passado, a direção alvirrubra também planeja, para terça-feira, às 20h, um

churrasco no clube. O valor é R$ 30, mais o consumo de bebidas no bar. No dia 16, tem um jogo entre os campeões da segunda divisão de 2006 contra um combinado de exatletas da dupla Bra-Pel. O ingresso é R$ 10 e dá direito a concorrer ao sorteio de uma van, que será feito

após a partida. Por fim, no dia 22, acontece um jantar para apresentação da nova comissão técnica, que vai comandar a equipe na Terceirona de 2018. “Precisamos do apoio dos conselheiros, torcedores e empresas locais para mantermos o Guarany sempre em dia”, finaliza.

Cancelada edição do Monster Octagon Fight Devido à indisponibilidade de atletas, a maioria deles com lesões, o 8º Monster Octagon Fight foi cancelado. O evento de MMA estava previsto para sábado, com

um card composto por 10 lutas. A informação foi confirmada pelo organizador Élton “Monster” Rodrigues. Com isso, a expectativa é de que a próxima edição aconteça

em 2018. A última, vale lembrar, ocorreu em maio de 2016, com Élder Lara superando o argentino Matias Genes, no combate principal da noite.

Meia acertou com Ypiranga

Fernandinho anuncia saída do Bagé Após oito anos com vínculo contratual, o meia Fernandinho, 25 anos, está de despedida do estádio Pedra Moura. O camisa 10 jalde-negro, um dos destaques da equipe neste ano, acertou com o Ypiranga de Erechim, para a Divisão de Acesso e a série C do Brasileirão. A saída do clube causou polêmica nos bastidores. No lado da diretoria jalde-negra, as críticas foram pelo fato de o jogador ter contrato com o abelhão e ter negociado, por contra própria, com outros times. Por sua vez, Fernandinho lamenta a divergência com a direção. Contudo, afirma que tomou a decisão por razões pessoais. “Estou com 25 anos e a proposta era boa, tanto financeira quanto de futebol. Vou jogar a série C do campeonato brasileiro, que permite uma grande visibilidade. Ficou um clima chato, mas tive que pensar em mim”, ressalta. Embora o ocorrido, não descarta a possibilidade de, futuramente, retornar ao Bagé.

Jogador atuou por oito anos no clube

Histórico

Fernandinho estreou no profissional do Bagé com apenas 17 anos. De cara, um gol contra o Brasil de Pelotas, em pleno estádio Bento Freitas. Em pouco tempo, assumiu a responsabilidade da armação das jogadas, no estilo de um “10 clássico”. Nos anos seguintes, sempre quando o jalde-negro estava parado, DO SUL

Fernandinho era emprestado para alguns clubes, como o Lemense (São Paulo), Farroupilha, Novo Hamburgo, Galícia (Bahia) e Democrata (Minas Gerais). O seu momento mais importante foi no dia 23 de julho deste ano, contra o Três Passos, quando fez o gol que garantiu a vaga do abelhão na Divisão de Acesso de 2018.

ASSINE AGORA

32421020


FOLHA DO SUL

Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

ASSINATURAS E ANÚNCIOS: 3242 1020 REDAÇÃO: 3311 3915


Bagé, quinta-feira, 07.12.2017 Ano 4 n° 274

PELE E VERÃO:

CUIDADOS ESPECIAIS

Divulgação/FS

A estação mais quente do ano está chegando e cuidados especiais são essenciais para manter a saúde da pele. A dermatologista Margaritha Cobuci, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, fala sobre o tema ao Folha Saúde.

Dra. Mariana Oxandabaratz Alfaro Ginecologista e Obstetra CRM 34220


Bagé, quinta-feira, 7 de dezembro de 2017 3

2 Bagé, quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

ATENÇÃO REDOBRADA Fotos: Divulgação/FS

N

o verão, os índices de radiação solar são maiores e também, por haver mais atividades praticadas ao ar livre, devido às altas temperaturas, fica-se mais exposto ao sol, o que, consequentemente, destaca necessidade de maior atenção aos cuidados com a pele. “Portanto, é importante que tenhamos cuidados redobrados com a pele, principalmente a da face”, alerta Margaritha. A médica orienta que é indicado o uso de um filtro com fator de proteção solar (FPS) igual ou superior a 30. O correto, explica, é passar

de maneira regular e reaplicar a cada quatro horas. “Então, aqueles que passam filtro solar pela manhã, necessariamente devem repassar ao meio-dia e se, no fim da tarde, for realizar mais alguma atividade ao ar livre, deve usar mais uma vez”, garante.

M

N

C R I A N ÇA S

egundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o verão é o momento para se intensificar o uso de filtro solar, que deve ser aplicado diariamente, e não somente nos momentos de lazer. Os produtos com fator de proteção solar (FPS) 30, ou superior, são recomendados para uso diário e também para a exposição mais longa ao sol (praia, piscina, pesca etc). O produto deve proteger contra os raios UVA e os UVB. O ideal é aplicar o produto 30 minutos antes

da exposição solar, para que a pele o absorva. Distribuílo uniformemente em todas as partes de corpo, incluindo mãos, orelhas, nuca e pés. Ainda segundo as dicas da SBD, é importante, também, proteger as cicatrizes, especialmente as novas, que podem ficar escuras se expostas ao sol. Já as antigas também devem ser protegidas, pois há risco de desenvolvimento de tumores, apesar de ser um evento raro. A proteção pode ser feita com uso de barreiras físicas como adesivos, esparadrapos ou por meio do uso de filtro solar.

G R U P O S D E A L E RTA

argaritha diz que todas as pessoas devem usar filtro solar e de maneira adequada. “Porém, aquelas pessoas de fototipos mais claros (que ficam vermelhos e nunca se bronzeiam ou aqueles que se bronzeiam muito pouco) são os mais sensíveis à radiação UV ; portanto, correm mais riscos

S

S

F I LT R O S O LA R

de desenvolver doenças relacionadas ao excesso de exposição ao sol, até mesmo um câncer de pele”, ressalta. Margaritha frisa que qualquer pessoa, no verão, mesmo que não vá à praia, precisa utilizar produtos de proteção. “Sabemos que a exposição à radiação UV é acumulativa, então é necessário o cuidado diário”, orienta.

P RO D U TO S obre a qualidade dos produtos utilizados, a dermatologista explica que o cuidado na escolha desses itens é fundamental para o tratamento da pele. “Vale lembrar que a saúde da pele

começa de ‘dentro’ para ‘fora’. Ter uma boa alimentação, praticar exercício físico regularmente, tomar em média 2,5 litros de água por dia e usar produtos que complementem a saúde da pele. Isso é fundamental”, reitera.

as crianças, inicia-se o uso do filtro solar a partir dos seis meses, utilizando um protetor adequado para a pele que é mais sensível, de

preferência filtros físicos. Recomenda-se buscar orientação com pediatra ou dermatologista sobre qual o melhor produto para cada caso. É preciso que crianças e jovens criem o hábito de usar o protetor solar diariamente.


EDITOR Marcelo Pimenta

REPORTAGENS Maritza Costa

Divulgação/FS

Saúde

HÁBITOS DIÁRIOS

E X P E D I E N T E

DIAGRAMAÇÃO Ben Hur Munhoz

REVISÃO Marialda Silveira Monteiro ESTA EDIÇÃO SEMANAL É ENCARTADA NO JORNAL FOLHA DO SUL. NÃO PODE SER VENDIDA SEPARADAMENTE

A

SBD chama atenção, também, para outros cuidados. Isso porque, com o verão, as temperaturas mais quentes exigem hidratação redobrada. É a chamada proteção de “dentro para fora”. Portanto, deve-se aumentar a ingestão de líquidos. Ou seja, beber muita água, suco de frutas e água de coco. Todos os dias, aplicar um

hidratante - isso ajuda a manter a quantidade adequada de água na pele. Alguns alimentos podem ajudar na prevenção aos danos que o sol causa à pele: cenoura, abóbora, mamão, maçã e beterraba, pois contêm carotenoides, substância que se deposita na pele e tem importante ação antioxidante. Ela é encontrada em frutas e em legumes de cor alaranjada ou vermelha.


Divulgação/FS

F kids

Bagé, quinta-feira, 7.12.2017 Ano 4 n° 227

LINGUAGENS NA PRIMEIRA INFÂNCIA

FKids desta semana trata de um tema importante não só na infância, mas que ajudará no futuro dos pequenos: a aprendizagem de novas línguas. É a coordenadora pedagógica de uma escola de linguagens, Michelli Neri, quem fala sobre o tema. Além disso, a reportagem acompanhou o encerramento do projeto Gourmets, do Jardim Auxiliadora - Aprender Brincando.


2 17 de agosto de 2017 2 Bagé, FOLHA KIDS Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

MURAL

F kids

Click Helena Barbosa, 1 ano. Filha de Luisy

Escolar

ALUNOS REALIZAM PESQUISAS SOBRE O RIO CAMAQUÃ

O

s estudantes do 4º ano do Colégio Franciscano Espírito Santo estão realizando um trabalho de pesquisa e estudos sobre o Rio Camaquã, nas aulas de Estudos Sociais, com a professora Heloísa. Conforme a equipe pedagógica da instituição, para auxiliar no palestrar sobre o tema o coordenador do projeto Alto trabalho, foi convidado para Camaquã, Marcos Borba.

FORMANDOS VISITAM HOTEL FAZENDA

F

ormandos da Doce Deleite vivenciaram momentos de muitas descobertas no passeio a um hotel fazenda. Eles passaram dois dias de pura diversão em comemoração ao encerramento do ano letivo, que acontece no dia 15 deste mês. De acordo com a equipe pedagógica, foram realizadas diversas atividades como trilha ecológica, passeio de carroça e a cavalo, esquila, ordenha, acampamento com fogueira e banho de piscina.

Rhyan Vitor Ribeiro, 6 anos. Filho de Jeneffer

F kids

Q

Bagé, 17 de agosto de 2017 Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017 FOLHA KIDS 33 3

Melhor idade para aprender outras línguas

uem nunca pensou em aprender outra língua principalmente o Inglês - ou até mesmo colocar seu filho em uma escola especializada em línguas? Mas você sabe qual a melhor idade? A coordenadora pedagógica da Wizard, Michelli Soares Neri, fala sobre o tema. Conforme Michelli, a criança que ingressa mais cedo no Inglês, por exemplo, vai aprender a língua de forma mais natural. “Ela não vai ter a consciência de que ela está aprendendo aquilo por obrigação: vai estar aprendendo enquanto brinca, pois ainda não tem os dois lados do cérebro separado; assim, não possui o discernimento que está indo para uma aula de Inglês, porque ela tem que aprender”, aponta. De acordo com Michelli, a Wizard possui cursos para crianças a partir dos quatro anos. “É a melhor idade para eles ingressarem, pois as aulas são lúdicas e os professores conseguem trabalhar exatamente da forma que se deve. Essa é a importância: fazer com que aprendam de forma natural”, ressalta. A partir dos 10 anos, comenta a coordenadora, as crianças também possuem facilidade para aprender, contudo já conseguem separar o lado lógico do criativo. Em relação à aprendizagem, Michelli salienta que, desde as primeiras aulas, as crianças já tomam conhecimento do Inglês, pois aprendem frases, como por exemplo: eu gosto, eu amo, eu bebo. “Eles aprendem a expressar opiniões e não o vocabulário solto”, destaca.

PEQUENOS DESCOBREM O TAMANHO DA MÃO

Para Michelli, atualmente, o Inglês, principalmente, não é mais um diferencial, é um pré-requisito, é essencial, pois abre um leque de opções e oportunidades. “Não importa se tu és mais das humanas ou das exatas, em algum momento, vais ter que saber outra língua, e, provavelmente, vai ser o Inglês, justamente por ser a mais falada no mundo. Tanto pela socialização quanto para a área profissional, é essencial. E quanto mais cedo começar, mais natural vai ser”, argumenta. Michelli comenta que quando perguntam quanto tempo leva para ser fluente no Inglês, ela responde: “Não há prazo de validade, um curso pode durar sete anos, mas é sempre preciso estar em contato com a língua. Não existe um momento onde diga que, ‘pronto, já aprendi o suficiente’”, elucida. A coordenadora relata que muitos que ingressam nos cursos de Inglês, quando adultos, são por influência dos filhos. “Ainda mais quando notam que a criança está desenvolvendo bem a fala e já consegue ler ou entender bem a língua”, acrescenta.

O Ana Luiza Macedo Maica, 9 anos. Filha de Fabiane e Alex

Fotos:Divulgação/FS

tamanho das mãos foi explorado pelos alunos do Jardim de Infância Menino Jesus por meio da arte. Segundo a equipe pedagógica, na oportunidade, os pequenos puderam registrar o tamanho e o formato de suas mãos com tintas e muita cor.

ESTA EDIÇÃO SEMANAL É ENCARTADA NO JORNAL FOLHA DO SUL. NÃO PODE SER VENDIDA SEPARADAMENTE

EXPEDIENTE

EDITORA Niela Bittencourt

REPORTAGENS Érica Eickoff

DIAGRAMAÇÃO Ben Hur Munhoz

REVISÃO Marialda Silveira Monteiro

E-MAIL: jornalismo.folhadosul@gmail.com


Folhinha NA SUA

ESCOLA

Jardim Auxiliadora-Aprender Brincando

PROJETO GOURMETS

Fotos: João A.M. Filho

N

esta semana, encerrou o projeto Gourmets, desenvolvido pela turma infantil 5 do Jardim Auxiliadora - Aprender Brincando, e que objetiva o ensino da alimentação saudável desde a infância. A professora titular da turma, Lilian Silva Przygodzinski, comenta que o lema da escola é “aprender brincando”, em vista disso, a ideia foi desenvolver a pré-alfabetização a partir do lúdico. O início, comenta Lilian, foi o sorteio das letras do alfabeto. “Como são 23 alunos, e temos 26 letras, retirei K, W e Y - essas trabalhamos com a professora de Inglês. Cada um deles retirou uma letra. na sequência, precisavam desenvolver uma receita que iniciasse com a letra sorteada e, se possível, a maioria dos ingredientes também”, explica. A professora salienta que entrou em contato com os pais, para que cada um avisasse de sua disponibilidade de horário, uma vez que teriam que auxiliar seus filhos na cozinha. Cada aluno levou para casa uma touca de chef, um avental e um pote, relata Lilian. “Os pais tiraram foto deles, para nos enviar”, elucida. Depois de desenvolverem a receita em casa, salienta Lilian, foi a hora de levar para a sala de aula, para que os colegas experimentassem. Além disso, trabalharam a oralidade, quando tiveram de explicar como elaboraram a receita. Durante o projeto, um dos alunos estava fazendo exames, comenta a professora, pois os médicos achavam que era intolerante à lactose. “Os outros alunos se envolveram e passaram a fazer receitas que não levassem leite; e isso partiu deles”, destaca. A professora relata que o projeto foi muito além de suas expectati-

vas. “As mães se engajaram muito: criamos um grupo e uma ajudava a outra, com ingredientes e receitas. Foi muito bom”, enfatiza. Na segunda-feira, quando aconteceu o encerramento do projeto, a família de cada aluno foi convidada para prestigiar e provar as receitas dos pequenos. Para a mãe de uma aluna, Fernanda Vaz, o trabalho foi muito interessante. “Eles estão aprendendo desde pequenos a terem uma alimentação mais saudável, a utilizar vegetais, frutas, o modo de lavar e o porquê disso. Isso eles vão levar para a vida adulta. Minha filha pegou a letra I, então buscamos receitas integrais. Além disso, proporcionou a eles aprenderem como lidarem com a cozinha. Todos se divertiram muito, pais e filhos”, acrescenta.

Jornal Folha do Sul, 7 de dezembro de 2012  
Advertisement