Page 1

Fotos: Anderson Ribeiro

DO SUL

SEXTA-FEIRA 13.1.2017 R$ 2,00 Bagé, ano 7 , n° 2 034

JUSTINO Necessidade de reparos impede definição de data para entrega de reforma

Coordenador regional de Obras disse que correções foram solicitadas à empresa responsável pág. 5

GOVERNO BUSCA VIABILIZAÇÃO DE LAUDO DA BARRAGEM A nova administração de Bagé teve, ontem, uma de suas primeiras agendas voltadas à retomada dos trabalhos junto à barragem da Arvorezinha. Em reunião na sede Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia (CREA-RS), membros do governo trataram sobre um termo de cooperação que permita a realização de uma análise técnica junto ao empreendimento que aponte o que já foi executado e quais as necessidades para conclusão da obra. pág. 4

MAGISTÉRIO Secretária diz que reajuste do piso nacional em 7,64% será tratado em Bagé no momento certo pág. 4

ACIDENTE Cochilo ao volante teria ocasionado acidente de trânsito que deixou idosos feridos na BR-293 pág. 14

SEGURANÇA Dupla acusada de desviar equipamentos da NET é presa após investigação de nove meses

TRAGÉDIA NA ÁGUA O ano recém iniciou e Bagé já registrou sua primeira vítima por afogamento. Trata-se de Matheus Vieira Neto Castro, de 16 anos. Ele desapareceu quando nadava em uma barragem, localizada próxima à estrada do Quebracho, e seu corpo foi encontrado somente ontem, quase 24 horas depois das buscas terem começado. pág. 14

pág. 14

INGRESSOS Guarany vai iniciar venda de passaporte para os jogos em casa na Divisão de Acesso

pág. 15

PREVISÃO Predomínio DO TEMPO de sol, apenas

35º 18º

com pouca variação de nuvens


2 FOLHA DO SUL

Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

DIONES

FRANCHI

DIVALDO LARA

Jornalista

O VISCONDE DE RIBEIRO MAGALHÃES

Prefeito municipal

FAZENDO E APRENDENDO A MELHORAR

A

cada dia tenho mais certeza que vamos atender às expectativas dos bageenses realizando um grande governo. Os acontecimentos me fazem ter fé. Um exemplo disso é o dia de ontem, quando estive em Porto Alegre tratando de assuntos importantes do interesse da comunidade, como o Anel Rodoviário e a Barragem da Arvorezinha, entre outros. A perspectiva de reiniciar já no próximo mês, a parte do Anel localizada na região oeste é das melhores. Enquanto isso, estaremos retomando a licitação da tão esperada e antes anunciada barragem. Basta que os técnicos do CREA-RS, com quem nos reunimos, minha equipe e eu, façam a avaliação daquilo que foi feito e de que forma.

Em todos os bairros

Ronaldo Hoesel, secretário de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano, continua incansável na missão de limpar e tornar transitáveis as ruas de Bagé. Da Santa Tecla à avenida Attila Taborda, do Passo da Pedras à Vila Gaúcha, um cronograma está sendo cumprido. Com muito empenho e dedicação. Quanto à via que começa na Vila dos Sargentos e alcança a Vila Damé, passando pelo núcleo Vicente Gallo Sobrinho, foi abandonada, causando muita preocupação para quem mora naquela região e utiliza a avenida diariamente. Na próxima terçafeira, teremos uma conversa para acertarmos os ponteiros com a Construbrás, a empresa que começou a obra. Temos absoluta certeza que retomaremos a sua pavimentação.

Samba na Praça

Na Cultura, alguns eventos do Carnaval estão sendo retomados, como a roda de samba ao ar livre, aos sábados, que começa amanhã, com a denominação Samba na Praça. O Carnaval das Marchinhas de Santa Thereza junto com a escolha da rainha. O apoio à manutenção dos desfiles do meio-dia. Mas, ainda não dá para dizer se teremos os desfiles de blocos e escolas. O secretário de Cultura e Turismo, Fabiano Marimon, está buscando uma alternativa para viabilizar a festa sem a utilização de recursos do município. Porque dinheiro não há e porque existem muitas prioridades que clamam ação. Esforço e atenção não faltam. Porém, vale destacar que no próximo ano será diferente. Estaremos preparados e estruturados para realizar o Carnaval como Bagé merece. Esta é uma tradição popular que não pode esmorecer. E sabemos disso.

Mais alunos

Hoje à tarde, estaremos lançando o Projeto “Mais Alunos na Escola”, quando nosso governo anunciará o aumento de vagas na Educação. É com muita satisfação que começamos a cumprir esse compromisso de campanha. A secretária Adriana Lara mergulhou fundo no trabalho e em menos de duas semanas consegue a abertura de 330 novas vagas, entre maternal, pré e primeiro ano. Esse trabalho continua ao longo do ano.

Exemplo de Passo Fundo

A

ntônio Nunes de Ribeiro Magalhães, conhecido mais tarde como Visconde de Ribeiro Magalhães, foi um dos grandes empresários e visionários da região de Bagé e do Estado. Nasceu em Portugal, na Freguesiade Castelões de Cepedada, cidade de Paredes, hoje região metropolitana do Porto, em 5 de Outubro de 1841. Precedia de uma família humilde e era filho de Joaquim Nunes e Joaquina Rosa de Magalhães. Começou seus estudos em Portugal, mas, logo se aventurou em novos desafios, decidindo viajar rumo ao Brasil com apenas 12 anos. Viajou sozinho, em 1853, com destino ao porto de Rio Grande, no Veleiro Íris, um navio à vela. Chegando a cidade, conseguiu um modesto emprego como caixeiro em um dos armazéns do Mercado Público de Rio Grande. Graças ao seu trabalho foi recomendado para o comerciante Delabary, proprietário do local chamado “Três Vendas”, no município de Lavras do Sul. No início, era empregado e, mais tarde, Magalhães tornou-se sócio de Delabary. Adquirindo capital em pouco tempo abriu seu negócio próprio, a firma “Alegre & Magalhães”. Com o fim da firma, em 1872, Magalhães mudou-se para Bagé, se estabelecendo no distrito de“Piraí”, onde constituiu a firma “Magalhães & Souza”, ao lado de Francisco Loureiro de Souza, operando no ramo de “secos e molhados”. Nesta época, ele casou-se com Dona Thereza Pimentel. Seu negócio prosperou de tal forma que mudou-se para a zona urbana de Bagé, agregando uma barraca de produtos de pecuária. Em sua trajetória, Magalhães explorou diversas atividades, desde o ramo de açougues até proprietário de barraca de frutos. O seu capital e o seu crédito aumentaram progressivamente, de tal forma que, em 1881, já podia operar em grande escala, negociando a compra e venda de gado. Em 24 de novembro de 1885, Magalhães obteve sua carta de comerciante na Junta Comercial de Porto Alegre. Sua firma funcionava na Avenida Sete de Setembro com a rua Três de Fevereiro. A loja era classificada com o nome de “Loja de Fazendas, Frutos do País, Seccos e Molhados, Lojas de Ferragens, Porcelanas e Miudezas”. Em 17 de setembro de 1888, foi nomeado vice-cônsul da Nação Portuguesa de Bagé. Também em sua trajetória recebeu o título nobiliárquico de Visconde de Ribeiro Magalhães. Em 1893, constituiu sociedade com seu filho, Antônio, na sua casa de comércio, formando a firma Magalhães & Filho. Por volta de 1895, fundou a charqueada de “Cotovelo” onde, no curso da primeira safra, foram sacrificadas 8 670 reses. Sendo muito restrita a capacidade de produção deste estabelecimento, liquidou-o em 1897 para fundar, com elementos mais amplos, o “Saladero Santa Thereza” que, durante a primeira safra, abateu 14 000 animais. Desde então, a progressão foi constantemente ascendente, até alcançar a cifra de 45 000 reses. Magalhães comprou de Alexandre José Colares uma fração de campo na parte sudoeste da cidade, à margem da estrada de ferro, onde construiu a charqueada Santa Thereza, nome em homenagem à sua filha,Thereza Pimentel Magalhães. Em 1898, a charqueada inaugurou um moderno sistema de iluminação com gás acetileno. Em 1901, a charqueada possuía uma caldeira a vapor, três digeridores, com capacidade para 80 reses cada um e que alimentava o refinador de graxa, guincho, bomba. Possuía vasta cancha para abates e salga, uma linha férrea para transporte de resíduos e cano de esgoto. Toda a charqueada era iluminada por luz elétrica, funcionando uma usina independente da cidade, que estava a sete quilômetros de distância. Tinha uma sapataria, duas barbearias, um teatro, uma alfaiataria e uma capela dedicada à Santa Teresa. O Visconde de Ribeiro Magalhães era um dos maiores criadores de gado do Rio Grande do Sul. Os seus rebanhos se achavam repartidos nas quatro estâncias de sua propriedade, que eram a Estância Cinco Salsos, Estância Rio Negro, Estância Carpintaria e a própria Vila Santa Thereza. Além dos 32 600 hectares de campos, o Visconde possuía, em Bagé, mais de 30 prédios, sendo o mais forte proprietário deste município e o segundo contribuinte do Estado. Possuía também vários prédios na cidade de Rio Grande. Tinha propriedades em São Paulo e também em Portugal. Em 1923, teve prejuízos financeiros em seus negócios, fazendo com que declarasse falência. Desta maneira, teve que se desfazer de vários imóveis e, também, da Charqueada de Santa Thereza. O Visconde de Ribeiro Magalhães faleceu em Bagé, no dia 11 de janeiro de 1926, como sendo um dos maiores empreendedores da história do município. Em sua homenagem, foi denominado uma escola municipal de Ensino Fundamental e uma avenida, localizada no bairro Pedras Brancas, que hoje dá acesso ao Centro Histórico Vila de Santa Thereza. Fonte: Boucinha, Claudio, Visconde Ribeiro de Magalhães 2005 Fagundes, Elisabeth Macedo de. Inventario Cultural de Bagé, 2012

Na terça-feira, estive em Passo Fundo para conhecer melhor o trabalho do prefeito Luciano Azevedo, considerado um dos melhores se não o melhor administrador do RS, reeleito com 76,44% dos votos. Uma gestão de sucesso que chama a atenção pela seriedade no trato com o público. Algumas ideias, com a certeza, trarei para Bagé. O que é bom deve ser compartilhado. Na ocasião, visitei uma escola construída através de parceria público-privada. A escola é modelo na cidade e autossustentável. Deverá ser entregue à população às vésperas do início do ano letivo. O Farmácia Mais Perto, que leva medicamentos à população nos bairros e no interior do município, é outra ação que me interessou muito, assim como o Prefeitura Bairro a Bairro. Enfim, trocar experiências, conhecer o que há de melhor, fazer para a nossa comunidade, são objetivos muito claros da administração que começou agora, neste janeiro.

FOLHA DO SUL CNPJ. 11.381.681/0001-00

Endereço: Rua Bento Gonçalves, 49-E Fones: Assinaturas: (53) 3242-1020 Redação: (53) 3311-3915 jornalismo.folhadosul@gmail.com anunciosfs@gmail.com www.jornalfolhadosul.com.br Impressão Gráfica Jornal Zero Hora

Direção Geral: Leisa Soria REDAÇÃO - Editor Geral: Felipe Valduga Subeditor Geral: Marcelo Pimenta Chefe de Redação: Niela Bittencourt Coordenadora Comercial: Cláudia Jardim Comercial: Fabiana Rodrigues Gerente de Circulação: Carlos Henrique Gerzson Neto Revisão: Lucimar Camargo Reportagem: Gilmar de Quadros - José Higino Gonçalves - Marcos Pintos - Niela Bittencourt - Marcelle Ceolin Repórter Fotográfico: Francisco Bosco Colunistas Colaboradores: Dom Gílio Felício - Edgar Muza - Waldir Alves Ramos - Luiz Coronel- César Jacinto - Ricardo Belleza -Antônio Almeida - Luis C.Albano -Andrea Muller - George Teixeira Giorgis - Leo L.Vieira Estagiários: Anderson Ribeiro-Yuri Cougo - Renata Lima-Érica Eickoff Diagramação Comercial, Social e Entretenimento: Ben Hur Munhoz Diagramação: Vinícius Silva - Ben Hur Munhoz

CURTA NOSSA FAN PAGE www.facebook.com/ jornalfolhadosulbage


Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

FOLHA DO SUL 3

VITRINE EMPRESARIAL por Niela Bittencourt

CONHEÇA A SEU HORÁCIO BARBERSHOP

Érica Eickoff

CONTEMPORÂNEO NEWS

por Marcelle Ceolin

LOOK DO DIA MADALENA KIDS

T-shirt Malwee + saia Sun Place + tênis Pampilli

Toda estilosa, a modelinho Madalena Kids, Isadora Porto, 9 anos,veste um de seus looks preferidos: a estampa de unicórnio –a blusa combinando com a capinha do celular.A saia Tie Dye com aplicações em patches é uma supertendência e o tênis branco, nem se fala. Este ganhou um toque a mais com a biqueira dourada! O melhor de tudo é que a Madalena Kids está com uma superliquidação para a galerinha: toda a coleção verão – feminina e masculina – está com 30% de desconto à vista ou para 30 dias, e 20% a prazo.A t-shirt que a Isa veste,por exemplo, está de R$ 36 por R$ 25 e a saia de R$ 117 por R$ 82. Entre as novidades, o destaque vai para as mochilas. Em breve, chegam também os modelos 3D para quem deseja já garantir a sua para a volta às aulas! Empresário destaca serviços diferenciados

A

Seu Horácio é uma barbearia diferente. O cliente pode, por exemplo, escolher quanto quer pagar pelo corte de cabelo. O valor varia a partir de R$ 15. O empresário Cristian Chipper explica que sua intenção é atender a todos e, por isso, pergunta ao cliente quanto ele pode pagar. É claro que isso causa certa estranheza, já que os consumidores não estão acostumados a dar um valor para os serviços. A ideia surgiu, conta Chipper, após ver a experiência de um café em Berlim. O espaço também é dife-

de uma manutenção rápida do corte, cujo valor é acessível. A barbershop inaugurou no dia 15 de dezembro. Atende às segundas, quartas e sextas, das 10h às 18h; e às terças, quintas e sábados, das 10h às 21h. É preciso agendar, o que pode ser feito pelos telefones (53) 981 451 699 e (53) 3312 4573. Há um cartão fidelidade: a cada 10 serviços, o cliente ganha um. Conheça e confira um ambiente com água e refrigerante disponíveis, assim como uma cadeira de massagem, e, nos dias de jogos, televisão ligada. E, no som, é claro, aquele rock.

renciado porque oferece serviços como pigmentação de barba e cabelos, permanentes, alisamentos, sobrancelhas, com cera, linha ou navalha e, ainda, limpezas nasal e auricular. Chipper atuava em Porto Alegre. Inclusive como orientador técnico-pedagógico do Instituto Embelleze. Hoje, é professor do Senac, em Bagé. Destaque, assim, para uma atuação especializada. Entre os exemplos, tatuagem de cabelos (desenhos), e até mesmo um tipo de hidratação para a barba - é a barboterapia. E há a opção Pit Stop - para cabelos: Trata-se

Coleção verão Joia Rara! Além dos acessórios mais charmosos da estação, a loja está com uma coleção solar pra lá de estilosa. Todos os modelos com proteção e com os designs mais desejados do momento. Na Sete de Setembro, 874.Visite e confira!

@contemporaneocaderno

Avenida Presidente Vargas, 378 Ofertas válidas para 13 e 14/01/2017 ou enquanto durarem os estoques. Imagens meramente ilustrativas. Açúcar Cristal Gasparini 2Kg

Leite Longa Vida Santa Clara 1L

4,89 O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE: O aleitamento materno evita infecções e alergias e é recomendado até os 2 anos de idade ou mais.

1,98 Leite Condensado Elegê TP, 395g

3,

79

Nescau 2.0 tradicional, sachê, 800g

9,98

Cerveja Brahma Chopp latão, 473ml 50% de desconto no 2o fardo. R$ 3,29 un.

2,46

un na compra do 2o fardo.

Maionese Hellmann’s sachê, 200g

Coxa e Sobrecoxa de Frango c/ dorso, congelada, Kg

Costela Minga Bovina resfriada, Kg

2,19

11,88

Papel Higiênico Mili folha dupla, 30m, c/ 16 rolos

Desodorante Axe/Rexona aerosol, 90g

9,90 cada

3,89

Leve 16 Pague 15

13,99

Beba com moderação. Conforme Código de Autorregulamentação Publicitária de 12/09/03. NÃO VENDEMOS BEBIDAS ALCOÓLICAS PARA MENORES DE 18 ANOS. (Art. 81, Estatuto da Criança e do Adolescente).


4 FOLHA DO SUL

Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

POLÍTICA

EDGAR MUZA

por Felipe Valduga

Técnicos da Cientec devem vistoriar obra na próxima terça-feira

PREFEITO ARTICULA REALIZAÇÃO DE ANÁLISE NA BARRAGEM DA ARVOREZINHA

A

b u s c a pela retomada da construção da barragem da Arvorezinha, em Bagé, motivou a realização de uma reunião, ontem, na sede Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia (CREA-RS), em Porto Alegre. No encontro, o prefeito Divaldo Lara, acompanhado do deputado Luís Augusto Lara e o diretor do Daeb, Volmir Silveira, conversaram com o presidente do órgão, Mélvios Barros Junior. O objetivo do encontro, conforme relatado à coluna, foi articular a realização de uma análise, junto ao empreendimento, que aponte as reais necessidades

para a conclusão das obras. Segundo Silveira, a reunião foi positiva porque resultou no aceite do Conselho em fazer uma avaliação da obra e na emissão de parecer técnico do que já foi realizado junto ao canteiro de obras. A meta, ainda, é que através de parceria, obtida com o auxilio do deputado estadual Luís Augusto Lara, foi feito um agendamento na Fundação de Ciência e Tecnologia (Cientec), para obtenção de laudo pericial da obra da barragem no ponto em que foi deixada. Os técnicos da instituição, conforme a assessoria da prefeitura, farão uma visita à barragem já na próxima terça-feira.

O primeiro passo para a retomada da obra da barragem da Arvorezinha, segundo Silveira, foi dado, que é o de conseguir fazer um diagnóstico da realidade, com a ajuda destas duas entidades, na entrega destes documentos de parecer técnico e laudo, sem custos para o município. A partir daí, garante ele, será possível dar andamento no processo de licitação, contratação de empresas e conclusão da obra, que está parada desde 2013. O prefeito declarou que, desse modo, começa a se concretizar o empreendimento. “Retomar a obra é acabar com uma frustração dos bageenses, este é um desejo de todos nós”, frisou.

Reajuste do piso do Magistério será tratado no momento certo, diz secretária de Educação O Ministério da Educação (MEC) anunciou, ontem, que o piso nacional para profissionais do magistério será reajustado em 7,64% este ano, o que fará o vencimento mensal passar de R$ 2 135,64 para cifra de R$ 2 298,80. A medida ainda precisa ser formalizada para entrar em vigor. Procurada pela coluna, a secretária de Educação e Formação Profissional de Bagé, Adriana Lara, comentou que estava ciente do anúncio feito pelo governo federal. “Nós ainda não temos uma definição quanto a isso. Vamos tratar junto ao prefeito no momento certo”, sintetizou ela. Vale lembrar que, em Bagé, os profissionais da rede municipal

vêm recebendo conforme estabelece o piso nacional. Isso nos últimos anos. Agora, então, a expectativa é pela atualização dos vencimentos. O piso salarial para os profissionais do magistério público da educação básica é o valor mínimo que os professores em início de carreira devem receber. A regra vale para profissionais com formação de nível Médio e que trabalham 40 horas por semana, atuando na Educação Infantil ou nos ensinos Fundamental e Médio. O ministro da Educação, Mendonça Filho, avaliou que o reajuste anunciado segue os termos do art. 5º da Lei nº 11.738, de 16 de julho de 2008, que estabelece a atualização anual do piso nacio-

nal do magistério, sempre a partir de janeiro. “Para este ano, o piso nacional do magistério é de R$ 2 298,80”, disse ele. O critério adotado para o reajuste, desde 2009, de acordo com o governo federal, tem como referência o índice de crescimento do valor mínimo por aluno ao ano do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), que toma como base o último valor mínimo nacional por aluno (vigente no exercício que finda), em relação ao penúltimo exercício. No caso do reajuste deste ano, é considerado o crescimento do valor mínimo do Fundeb de 2016 em relação a 2015.

Comitiva cobra, do Estado, andamento de obras em Bagé Uma comitiva de lideranças de Bagé, conduzida pelo deputado estadual Luís Augusto Lara (PTB), participou, ontem, em Porto Alegre, de uma reunião com o secretário adjunto da Casa Civil do governo gaúcho, José Guilherme Kliemann. A meta do grupo, que também contou com a presença do prefeito da Rainha da Fronteira, Divaldo Lara, foi de dar andamento a reivindicações tratadas, anteriormente, com titular da

pasta do Estado, Márcio Biolchi. Dentre as principais solicitações esteve a conclusão da Escola Justino Quintana, a qual está com 95% das obras já executadas. “É um grande desgaste para os alunos toda essa mudança ocorrida devido a interdição da escola. E agora estamos muito próximos de reinaugurarmos a Justino Quintana, por isso estamos realizando esse esforço com o Governo Estadual e Fe-

deral para que sejam acertados os últimos detalhes”, afirmou o deputado. Conforme o diretor de obras do SOP/FNDE, Júlio Cesar, falta o pagamento de R$ 1,060 milhões para empresa construtora, de um total de R$ 7,586 milhões. Ainda na área da educação, foi solicitado auxílio no transporte de 900 classes escolares que estão à disposição do município na Secretaria Estadual de Educação.

O grupo também tratou sobre o projeto do Anel Rodoviário com o diretor da Metroplan, Márcio Barcellos. A meta foi viabilizar um novo cronograma de obra, que já está sendo planejado, com o novo tempo de execução reduzido para 12 meses. A contrapartida

inicialmente prevista de R$ 410 mil, segundo relatado à coluna, passou para R$ 1,692 milhões devido à revisão de valores, em decorrência do atraso no início das obras, que deveriam ter ocorrido ainda em 2014. “Nosso dever é cobrar para o andamento dessas obras, por

esse motivo, estamos realizando com frequência estas audiências com o Governo Estadual para que sejam tiradas do papel e não sofram interrupções. São importantes obras para Bagé e nesse momento de crise não podemos deixar de executá-las”, frisou o deputado Lara.

Anel rodoviário

VISÃO GERAL

PERCENTUAL DOS LEGISLATIVOS TEM QUE MUDAR

A

grita generalizada dos prefeitos que assumiram mostra a situação de desmandos. Ou seja, gastos desnecessários dos legislativos. E isso acontece do Oiapoque ao Chuí. É claro que existem exceções. Quando o Legislativo é composto pela maioria da base do governo, os desmando diminuem e o gasto é mais controlado. Existem muitos casos de devolução para o executivo, coisa que só é obrigatório no fim de cada exercício. Também em outros casos, o repasse é feito de comum acordo, e somente o valor necessário para pagar os gastos do mês. Assim é nas Assembleias e deveria ser na Câmara e Senado. O projeto apresentado na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, pelo governo Sartori, foi derrotado exatamente pela base do governo. A mesma base que aprovou todos os demais projetos mesmo sob protesto generalizado. Os deputados votaram contra o percentual de seus repasses mensais, tomarem por base a arrecadação e não o orçamento. Claro que no caso, a administração da Assembleia teria que cortar os gastos desnecessários (e como tem!). Tocava no bolso ou nas benesses deles mesmos. Mas tocava também nos gastos dos demais poderes. Assim como está, só quem paga a conta da recessão é o executivo. Pois bem, outro dia foi manchete nacional a licitação para compra produtos de alimentação por parte do governo Temer. Como a grita foi grande, a Casa Civil detonou com a licitação. Atuação da imprensa livre, nos livrou deste desaforo contra o trabalhador que ganhando o salário mínimo, não consegue comprar nem os produtos de primeiríssima necessidade. Seu dinheiro não alcança. Ontem, em minhas leituras, encontrei uma manchete no jornal o Dia do Rio, que explica muita coisa, para quem quer entender, é claro. Leiam: “O Estado mais carente do Brasil lança pregão para compra de alimentos para refeições oficiais”. A primeira leitura dava a impressão que a lista consistia de pão cacetinho, uma fatia de queijo, manteiga ou margarina. Isso para o café da manhã dos deputados que costumam chegar às 10h, no local. Não tomam café em casa porque tem de graça. Mesmo assim, acabei me questionando: mas isso nem todas as famílias conseguem comprar. Antes de mais nada devo salientar que este pregão foi realizado pela Assembleia Legislativa de Alagoas, terra de Renan Calheiros e Collor de Mello. O presidente do Legislativo estadual é Luiz Dantas (PMDB) partido do governador Renan Filho. Com estes nomes é claro que ativa a curiosidade de qualquer um. Na lista de compras consta: “Para o café da manhã, há a exigência de rosquinhas húngaras, croissant e casadinho, além de oito tipos de pães. Para o coquetel, os deputados exigiram a inclusão de finger food (dois tipos a escolher, entre bacalhau, pão sírio com carne de sol ao molho de queijo montanhês, camarão crocante, brie gratinado com mel de ervas e pão sueco). A maioria dos produtos da lista, eu nunca ouvi falar. Mas segue o desaforo: “Para o almoço, entre as opções de pratos principais, filé mignon grelhado, com molho de cogumelo, picanha na chapa, salmão, lagosta ao molho de queijo, coquetel de camarão com uvas e pituzada. De acordo com a tomada de preço, o bufê deverá disponibilizar serviço de garçom, bandejas de inox ou prata”. Felizmente temos a imprensa livre que detona com todas as “barbaridades” cometidas pelos governos. Então, o resultado foi o mesmo de Brasília, foi suspenso pela mesa diretora o tal leilão. E aqui vem a pergunta: Se estivéssemos em regime ditatorial, estes desaforos cometidos com recursos públicos seriam do conhecimento da população? Só a democracia nos propicia estas informações que quase sempre, desagradam os governos. Enquanto alguns políticos vivem “bem a nossa custa” (lembro que eles são eleitos por nós), os hospitais públicos não têm dinheiro para comprar medicamentos. A segurança só usa armas, muitas vezes, sem balas, para combater os marginais bem armados. Pois bem, no jornal Correio Brasiliense, me deparo com a manchete: “Maior hospital infantil do DF suspende partos por falta de pagamento”. O Hospital Materno Infantil de Brasília, suspendeu os partos, ontem, porque a empresa que abastece as caldeiras de instituição não recebeu as fatura de outubro e novembro. Valor? Duzentos mil. Na nota divulgada, a direção do hospital afirmava que o pronto- socorro do centro obstétrico estava fechado por falta de material. Creio que a cidadania tem que fazer sua parte. Temos que diminuir, de cima a baixo, o gasto público. Deputado, senador, ministros têm que ir para o trabalho, no mínimo, de café tomado. Com isso diminui o gasto com o legislativo. Vamos lutar para que os repasses sejam feito em cima do valor arrecadado e não sobre o orçamento. Tá?


Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

FOLHA DO SUL 5

GERAL

PREVISÃO DE ENTREGA DA ESCOLA JUSTINO QUINTANA É PARA ANO LETIVO

A

guardada desde 2013, pelos bageenses, a perspectiva de conclusão da obra da Escola Justino Quintana ficará para o ano letivo. É o que garante o coordenador regional de Obras Públicas, José Cipriano Ribeiro. Ou seja, qualquer hipótese de data antecipada está descartada pelo profissional. O motivo está relacionado à necessidade de reparos no trabalho que já fora feito, assim como alterações no projeto original. Da parte da reforma, Ribeiro destaca que a comissão de fiscalização da Obras Públicas determinou que fossem feitas correções no funcionamento do elevador, reparos na grama, na porta de acesso, no Serviço de Proteção contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e manutenções na parte elétrica. Quanto à ampliação, a equipe apontou a necessidade de arremates nos três novos blocos. Mas os motivos para que o prédio não seja entregue, em definitivo, à comunidade não se restringem apenas aos apontamentos da coordenadoria. Em relação ao projeto original, Ribeiro afirma que a Sistema

Engenharia – responsável pelo empreendimento – encaminhou à pasta, no dia 9 de janeiro, um comunicado com uma série de alterações. A principal delas é a troca do piso no espaço das passarelas, que interliga todos os blocos. O objetivo é de que o local tenha uma estrutura voltada para a acessibilidade. Como se trata de um aditivo de serviço, o coordenador salienta que a autorização para liberação de verbas extras precisa da autorização do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul. Quanto ao valor em si, ele pondera que será contabilizado pela Secretaria. Cabe salientar que a empresa tem até o dia 20 de fevereiro para conclusão do empreendimento. A data tem como base um aditivo de prazo, solicitado em dezembro passado, pela Sistema, e aprovado, posteriormente, pelo Estado. A determinação pela extensão do trabalho falta apenas ser publicada no Diário Oficial da União. Após a conclusão da obra, Ribeiro afirma que professores e funcionários deverão passar por um processo de adaptação ao novo espaço. “O prédio foi

Anderson Ribeiro

Obra reiniciou em outubro de 2015

modernizado. Precisarão co- sua vez, já está em fase de en- ainda necessários no prédio, os nhecer o novo funcionamento caminhamento para o local. No móveis não estão acomodados dele”, ressalta. O mobiliário, por entanto, em função dos reparos, nos lugares projetados.

Parcelas

Conforme dados do sistema de controle da coordenadoria de Obras Públicas, do total de R$ 7 586 032,68 de investimento da obra, R$ 6 667 513,09 já foram liberados

à Sistema. Isso quer dizer que a terceirizada ainda deve receber R$ 918 519,59. Ribeiro destaca que esse valor será encaminhado quanto os serviços que correspondem à parcela forem

atingidos, que é a conclusão da obra. “Depois tem ainda a questão de documentos, como o alvarás dos bombeiros, o habite-se da prefeitura e vistorias”, frisa.


6 FOLHA DO SUL

Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Graciela Freitas / Especial FS

Rodrigo Borba Moglia será reeleito

Durante a semana, foi divulgada a realização de uma Assembleia Geral Extraordinária, que escolherá a nova diretoria da Associação e Sindicato Rural de Bagé. O evento irá acontecer no dia 20 de fevereiro, a partir das 8h30min, com convocações para os associados.

A chapa inscrita para administrar a entidade rural durante o triênio 2017-2020 tem como presidente o atual titular, Rodrigo Borba Moglia, com os respectivos vices-presidente, Eduardo de Mércio Figueira Condorelli, Paulo Ricardo de Souza Dias e Eduardo Móglia Suñe.

O

segundo dia da 9ª edição da Agrovino, realizada, no parque Visconde de Ribeiro Magalhães, contou com a entrada dos animais destinados à 2ª Mostra Pampa de Ovinos (concurso de borregas). O evento marcou o início do julgamento de classificação de todas as raças de galpão e rústicos. Conforme o presidente da Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (Arco), Paulo Afonso Schwab, a Agrovino vem crescendo a cada edição e isso em função do trabalho realizado pela Associação Bageense de Criadores de Ovinos (Abaco) para o fortalecimento da atividade. “Percebe-se cada vez mais a importância da feira para o setor tanto em comercialização, exposição de

Fotos: Divulgação/FS

Eleição da Associação e Sindicato Rural ocorre no dia 20 de fevereiro

RURAL FEIRA TEM JULGAMENTO DE ANIMAIS E APRESENTAÇÃO DE PRATOS COM CARNE OVINA

Animais participam de mostra no parque da Rural

animais quanto em espaço para debates, como o Ovinocultura em Debate”, ressalta Schwab. O Ovinocultura em Debate,

realizado, quarta-feira, além de palestras com nomes como o chef Marcos Livi, a pesquisadora da Embrapa Pecuária Sul, Élen Nalério, também serviu para relatos como o produtor César Henrique Peschel Júnior, da cidade de Mafra, Santa Catarina, que trouxe dados da produção de ovinos daquele estado, assim como o relato do pesquisador da Embrapa de Bagé, Marcos Borba, que detalhou a situação atual da atividade no Estado, apresentando número de abates, situação dos frigoríficos e como está o rebanho no Rio Grande do Sul. Além disso, foram definidas metas para serem trabalhadas neste ano pelo segmento.

Evento divulgou iguarias preparadas por chefs

Remate e concurso

Degustação

Hoje, ocorre o concurso de carcaças de cordeiros no frigorífico Producarne. O empresário Édson Endres destaca que a empresa é parceira do evento e observa-o como de grande importância para o setor da ovinocultura da região da Campanha. “Nos últimos cinco anos estamos participando com o concurso porque o frigorífico integra o Programa de Certificação da Carne Corriedale”, declara Endres, que informa que o julgamento das carcaças irá ocorrer na manhã de hoje. Também serão julgados os animais que participarão da 2ª Mostra Pampa de Ovinos, além do julgamento de Classificação dos Grandes Campeonatos de todas as raças. A programação na Rural de Bagé ainda terá, às 19h, a edição do Remate da 9ª Agrovino e rebanho geral. O presidente da Abaco, Geraldo Brossard Corrêa de Mello destaca que a expectativa da entidade é que sejam colocados para comercialização cerca de 500 exemplares de rebanho geral e mais 40 carneiros.

Ainda na quarta-feira, à noite, a Casa da 7 abriu as portas para cerca de 65 pessoas, que foram convidadas para degustar pratos preparados pelos chefs Marcos Livi e Márcio Ávila, com enfoque para as diversas possibilidades de aproveitamento da carne ovina em pratos de alta gastronomia. Nove diferentes pratos foram testados pelo paladar dos presentes, entre

imprensa, empresários, produtores, técnicos e pesquisadores, onde os chefs utilizaram língua, carne de quarto, pernil, espinhaço e queijo ovino, misturados a ervas e temperos que só realçaram o sabor inigualável da carne ovina. Todos os pratos foram harmonizados com vinhos e espumantes da Campanha Gaúcha, da Batalha Vinhas & Vinhos.


Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

FOLHA DO SUL 7


8 FOLHA DO SUL

SOCIAL

Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

‘‘

Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim nunca morrerá.”

Jesus Cristo

DESAPEGO & UM CASO COM STEVE JOBS Para um repórter social, o mês de dezembro é o ápice da temporada com seus muitos eventos e compromissos inadiáveis. Agora, imaginem: durante a correria do 12º mês, ficar sem celular. Tragédia?! A primeira vista sim, depois, boa pauta... Estava eu nadando nas águas do Guaíba, feliz e contente, quando, ao voltar ao barco vejo meu iphoninho imerso na água. Pânico! Sequei, coloquei no arroz, ventilador, ar-condicionado, boca a boca. Nada. Morreu para a alegria de Steve Jobs onde quer que ele esteja. Digo isso porque, minha história com Iphones é quase uma saga – não vou dizer quantos já tive porque tenho vergonha –, mas lhes garanto, o número impressiona. Pois bem, enviei o aparelho cadáver à Apple. De São Paulo, veio a notícia: “não se trata de um problema técnico, mas de um acidente ocasionado pelo usuário”. Elementar. Fazer o quê? Pagar mais uma generosa quantia para receber outro. Em contrapartida, tantos dias sem telefone estão sendo verdadeiro exercício de desprendimento. Nada de likes, check-ins, postagens, e-mails, fotos de festas, pores do sol... Nadinha! Me prostrei à situação para, dela, tirar algum propósito. Meus amigos, passado o primeiro impacto, me senti livre! Livre da obrigação de conferir minuto a minuto as redes sociais. Livre dos telefonemas inapropriados pedindo notinhas nada a ver. Livre de ter que fotografar tudo e todos que passam diante das minhas retinas. Nossa, quando imaginei escrever isso! Mas a sensação, digo com autoridade de causa, foi de alforria! Minha ansiedade diminuiu; comecei a curtir muito mais as paisagens sem a preocupação de enquadrá-las; fora que tive a chance de voltar a olhar as pessoas nos olhos relembrando como eram as relações humanas antes da era (escravista) do celular. Bárbaro! Sou um feliz homem das cavernas! O que no primeiro momento pareceu um desastre, em outro, tornou-se baita lição. Claro, não poderia deixar de dividi-la com vocês por saber que muitos curtem quando transcrevo minhas doidices em forma de crônica. Agora, sentado em frente ao note, chega a seguinte mensagem via e-mail: “Seu Iphone está a caminho”. #Medo. Como será voltar à vida “smartphonica” depois dessa notável experiência? Uma coisa lhes garanto: bem mais desapegada.

À BEIRA DA BARRAGEM...

Os noivos junto aos convidados que aportaram de várias partes do país e exterior

Os descendentes de Mercedes e Ângelo Zuliani estarão reunidos, a partir de hoje, na 19º edição da “Pescaria dos primos Zuliani”. O acampamento será montado na propriedade de Zelí e Hélio Moro Zuliani, localizada na paradisíaca região do Espantoso, em Aceguá. Com organização do sempre impecável Ricardo Rezende Zuliani, nos três dias à beira d’água, os primos aproveitam para estreitar os laços ao melhor estilo “gringo”: linhas n’água, passeios de barco, luau à beira da fogueira... Na tarde de sábado, Diene e Ricardo, junto ao primogênito Mateus, brindam junto à família o aniversário da queridíssima Laura, que completa dois aninhos – Diene, recebe os parabéns domingo. Bacana dos Zulianis é isso: apesar das distâncias, da correria da vida contemporânea, bem como da individualidade que marca a nossa era, trata-se de uma família unida, que rega com amor e cumplicidade o legado deixado pelos ancestrais que atravessaram o Atlântico. Partiu barragem!

OVINOCULTURA EM DEBATE

Tamires Chen e Jerônimo Kluwe Costa fotografados pela social no “Feliz Año” dos bageenses em Punta

A ovinocultura foi pauta durante 9ª edição da Agrovino. Sob organização da Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (Arco) + Embrapa Pecuária Sul, a feira contou com a participação de 190 animais das raças Ideal, Corriedale, Romney Marsh, Texel e Ile de France, sendo 43 destes de galpão e 42 lotes de rústicos – números que superam a edição passada que contou com a presença de 175 animais para julgamento. Integrando o evento, a 3ª edição do “Ovinocultura em debate”, com programação voltada ao mercado e cenário atual no Sul do país. Entre os debatedores, Marcos Livi, chef conhecido internacionalmente pela defesa que empreende pelo consumo da carne ovina. Na happy hour de quarta-feira, Livi apresentou o melhor da gastronomia à base de cordeiro em evento na Casa da 7. Como não poderia deixar se ser, os pratos ganharam harmonização com vinhos e espumantes de terroir local, com rótulos provenientes da Batalha Vinhas e Vinhos.

LUXO E ESTRUTURA NA BODA DE RIELLE E RAYYAN

Rielle e Rayyan protagonizaram a comentada boda com décor e cerimonial by Simone Ebert. Clic Dorval Silva

BADALO AO PÔR DO SOL

Adriana Cleary deu rasante na terrinha e, de quebra, reuniu as amigas em happy hour no Tarragona Café. Esbanjando simpatia, a loira dividiu com todas as ótimas histórias vividas na Austrália onde reside junto aos seus. À mesa, Adri contou detalhes do bonito noivado da filha Geórgia com Gustavo de la Barrera – o casamento ainda não tem data, mas ela afirma: será em Punta. Falando nisso, Adriana esteve por aqui ao estilo “rasante” e já retornou ao Uruguai para curtir o mês de janeiro. Em Punta, ela divide o tempo entre a bela casa no Bosque e os passeios no iate que leva o seu nome. #lifestyle!

Em Uruguaiana, os comentários giram em torno do décor luxuoso assinado pela bageense Simone Ebert para o casamento de Rielle Krajah e Rayyan Rayyan. Os mais de 500 convidados foram recebidos no Clube Comercial vindos de Brasília, Estados Unidos e Palestina. Na ornamentação, a tendência das flores brancas foi vista em rosas, lírios, astromélias e orquídeas organizadas em grandes arranjos palacianos. Ainda na composição, uma grande parede de verdes (muro inglês) e vasta gama de folhagens entre palmeiras, fórmios, buchinhos e bambus moussó chamou à atenção. Mesas com patas estilo império forjadas em bisotes guarneceram os doces finos tornando-se o centro das atenções – à tarde, dezenas de uruguaianenses foram ao Comercial conferir o cenário. Isso sem falar dos lustres adornados com flores, lounges compostos por mobiliário Luís XV, adesivo de pista com as iniciais dos noivos, ilha de coquetéis personalizada (equipe Clodoaldo Monteiro), mesa de chá e café, paredes de led (Fabrício Leal) e iluminação (Maicon Mainardi) completando o espetáculo decorativo. A cobertura fotográfica ficou a cargo de Domenikos Maldonado e, para esta social, de Dorval Silva. Com ousadia, investimento e disposição, Simone ultrapassou os limites bageenses carregando com nobreza o nome da Rainha da Fronteira. Parabéns!

Juliana Bertoncini e Mateus Zílio Bosco nos agitos do Réveillon 2017 em Punta del Este

FOLHA DO SUL 9

SOCIAL


10 FOLHA DO SUL

Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

ANIVERSÁRIOS ANIVERSÁRIOS

ENTRETENIMENTO Bruna Teixeira Valério Ênio Lopes Marques Fabiana Janker Batista Flávia Morais Jardim Francis Peralta da Silva Francisco Carlos Martins Araújo

HORÓSCOPO

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br A maior ilha fluvial do planeta

Intuição de ganho (em jogo) (?) Leão, musa da MPB Milho torrado

A água, quanto ao seu cheiro (Fís.)

"50 (?) de Cinza", filme de 2015

Enxergou Brincadeira ao telefone

23/08 a 23/09

Enganar Cicatriz (no pôquer) elevada Ganhar após lesão de lavada (fut.)

3/ado — mai. 4/agar — laia. 5/álamo — nuevo — slide. 8/queloide. E

D

U L A P I R A O F A E L R I V D E O A A D E

Ondas Tropicais (sigla)

Erva odorífera de saladas (pl.)

S

Enganar Cicatriz (no pôquer) elevada Ganhar após lesão de lavada (fut.)

O número cuja divisão por 2 é inexata

3/ado — mai. 4/agar — laia. 5/álamo — nuevo — slide. 8/queloide.

Solução

Enxerga; observa

11

Escrava de Sara (Bíb.) Fonte da azeitona

A G O S L E A P R B B A N P A N A B L

E

D

A L I D A Q

U

O L A D E

S

C

E

U L A P I R A O F A E L R I V D E O A A D

R A N T E L U N A T E J V I U T O N S R O T O I D E T O E I R A M A I A P P L A M O O R E S

BANCO

11

21/02 a 20/03 Você vai sentir que quer ficar longe de tudo.Evite atividades agitadas e não assuma tarefas gigantescas.Não tenha medo de pedir ajuda externa.

Forma oblíqua de "eu" (Gram.)

PEIXES

B

ogotai reconhece Finéias e o olha com maldade. Racal sorri para Mara. Zareg agradece a hospitalidade dos hebreus. Bogotai tenta se aproximar de Finéias. Maio, em francês Certo cumprimento

Árvore comum em florestas boreais

Solução

Apesar de suas boas intenções,você precisa rever o seu estilo de vida e introduzir mais equilíbrio de acordo com suas necessidades reais.

Forma oblíqua de "eu" (Gram.)

Gênero lírico da Grécia Antiga

21/01 a 20/02

Gênero lírico da Grécia Antiga

Maio, em francês Certo cumprimento

Árvore comum em florestas boreais

AQUÁRIO

Tipo de fotografia projetada em telas Compõem o topo da cadeia alimentar

A

lice decide ir para a Bahia com Ralf. Os policiais procuram por Mario no posto médico. Sirlene não consegue terminar com Felipe. Alice e Ralf contam para Lenita e Vittorio sobre o sumiço de Mario. Tipo de fotografia projetada em telas Compõem o topo da cadeia alimentar

Você terá que fazer concessões que não havia previsto e isso vai abrir novas portas para você. Não tente carregar tudo sobre os seus ombros. 22/12 aa 20/01 20/01 CAPRICÓRNIO 22/12 Seus níveis de energia estão melhorando, mas tenha muito cuidado para não causar a si mesmo estresse mental por se envolver em discussões.

G

ui comemora a notícia da gravidez de Júlia. Lázaro conta a Ramon que boicotará a banda 4.4. Os policiais mostram para Néia, Diana e Léo o vídeo da câmera de segurança do caixa eletrônico.

BANCO

22/11 a 21/12

Escrava de Sara (Bíb.) Fonte da azeitona

Erva odorífera de saladas (pl.)

O número cuja divisão por 2 é inexata

Enxerga; observa

23/10 a 21/11

Você não terá problemas ao argumentar seu ponto de vista. Não exagere, é tudo a mesma coisa. Seja diplomático.

SAGITÁRIO

Ondas Tropicais (sigla)

LOTOMANIA 10.01.17 06 07 14 17 18 23 27 31 44 46 55 56 66 79 LOTOFÁCIL 82 87 1460 89 95 01 03 05 96 98 07 11 14 15 16 17 DUPLA-SENA 18 19 20 1593 21 24 25 1º PRÊMIO MEGA-SENA 12 14 1893 16 25 16 17 19 27 40 28 45 58 2º PRÊMIO QUINA 07 08 4282 22 23 06 26 29 43 50 67 74

U

ESCORPIÃO

FEDERAL 11.01.2017 1º 70015 2º 63627 3º 12095 4º 38267 5º 23659

A L I D A

23/09 a 22/10

Seu relacionamento com seus amigos vai fazer você se sentir no topo do mundo. Esqueça as preocupações cotidianas!

LOTERIAS

Q

Faça um balanço das coisas. Você definitivamente se sente mais à vontade com você mesmo quando faz esse balanço!

LIBRA

Estudante (fem.) Pronunciado

R A N T E L U N A T E J V I U T O N S R O T O I D E T O E I R A M A I A P P L A M O O R E S

22/07 a 22/08

Você vai se surpreender com suas reações! A sensação de cansaço está prejudicando suas atividades,mas a resposta está naquilo que você come.

VIRGEM

- Minha Mãe é uma Peça 2 [NAC] 21h

21/06 a 21/07

Fuga será o seu tema recorrente do dia.Você precisa sair de sua rotina para obter um pouco de ar fresco e para esquecer as suas preocupações.

LEÃO

Pequena janela de banheiros

F

austo alerta Pedro sobre Magnólia. Salete leva Tião para ver Cidália. O vilão decide pagar a cirurgia de Cidália. Mileide questiona Augusto sobre sua ex-esposa.

A G O S L E A P R

21/05 a 20/06

Não hesite em dar a sua opinião, o seu realismo não vai decepcioná-lo.Você está abusando da sorte sem perceber.

CÂNCER

PROGRAMAÇÃO - Sing - Quem Canta seus Males Espanta [DUB] 18h45min

C

GÊMEOS

Objetivo institucional Atualizado sistema de Altura Novo, em ção do educação de um país (abrev.) espanhol valor do aluguel Casta; qualidade

21/04 a 20/05

Você vai ficar mais tranquilo do que o habitual e as pessoas vão confiar em você - não abuse! Você também vai se sentir mais nervoso.

RESUMO DE NOVELAS

© Revistas COQUETEL

O L A D E

21/03 a 20/04

O seu otimismo está em alta Festas estão no horizonte. Você deve se certificar de que não está sendo muito duro consigo mesmo.

TOURO

Mariana de Borba Silvinho Oliveira Waldir Oliveira Valente Magda Conde Vinhas Arilson Schio Washington de Assis Vaz

B B A N P A N A B L

ÁRIES

Heloísa Silveira Teixeira João Pedro Marques Joseane Morais kauê Montedo Etcheverry Marcelo Russi Maria Luiza Brignhol Leite


Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

FOLHA DO SUL 11

GERAL JUNTA COMERCIAL TEM SERVIÇOS INTERROMPIDOS DESDE O INÍCIO DE JANEIRO

A Junta Comercial de Bagé está com a prestação de serviços interrompida desde o início de janeiro. O escritório regional, que atende Bagé, Hulha Negra, Candiota, Dom Pedrito e Santana do Livramento, é viabilizado através de um convênio entre a prefeitura, a Associação Comercial e Industrial de Bagé (Aciba) e a Junta Comercial do Rio Grande do Sul (Jucergs). Segundo relatado à reportagem por contadores locais, a advogada responsável pelos registros de atividades ligadas a sociedades empresariais teria sido convocada a retornar à Procuradoria do município. A empresária e contadora Rose Pinheiro afirma que o serviço é necessário e muito utilizado pelos escritórios da região. “Estamos com processos acumulados, aguardando. Só está tramitando o que já estava sendo tratado em

dezembro”, destaca. O secretário da Fazenda, Aurelino Rocha, frisa que o documento que permite a continuação do convênio já foi enviado ao prefeito. Agora, aguarda análise e assinatura. Rocha comentou que, a princípio, uma estagiária seria enviada para manter o escritório em atividade. Entretanto, para que os processos de fechamento, abertura, contrato e distrato empresariais sejam validados, é obrigatória a formação acadêmica da responsável pelo setor em Direito, Administração ou Ciências Contábeis. À estagiária, só seria permitido a autenticação de livros contábeis. “Se tivermos que voltar a utilizar a Junta Comercial de Porto Alegre, a autenticação dos contratos será mais demorada e pode ficar mais caro para o cliente”, destaca.

O vice-presidente da Aciba, Frank Minotto Pereira, acredita que o serviço é de suma importância e deve continuar sendo feito integralmente na cidade. “Acreditamos que é essencial porque agiliza os processos e torna mais econômico”, ressalta. Em reportagem veiculada pelo Folha, em 2014, a assessora jurídica da Junta Comercial de Bagé, Bruna de Pereira Coutinho, ressaltou que, quando encaminhados a Porto Alegre, os processos demoravam até 30 dias para retornar. Atualmente, o prazo diminuiu para entre sete a 10 dias. “Essa situação deve ser resolvida o quanto antes para que possamos tomar providências. Mesmo que coloquem uma nova funcionária lá, ela precisa fazer o curso da Jucergs para começar a trabalhar e isso leva tempo, precisamos de agilidade”, finaliza Rose.

Promotora destaca que irá buscar informações atualizadas do HU A promotora Marlise Martino Oliveira entrou em contato com a reportagem do jornal Folha do Sul para destacar que, em reunião com o representante do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), em Bagé, Roberto Gaffrée, manifestou que o Hospital Universitário não está funcionando integralmente. Porém, ela frisou que não houve, de sua par-

te, posicionamento sobre o fato de os atendimentos, por meio do Sistema Único de Saúde ainda não terem voltado a ser realizados. “Referi-me que os serviços no HU, pelo que o Ministério Público tem acompanhado, estão retornando de forma paulatina. Neste mês buscarei informações, junto à administração da instituição, a fim de saber a situação atual do hospital no

DO SUL

que se refere à prestação de serviços”, comenta Marlise. A promotora relata que o MP está sendo subsidiado pela instituição no que tange a dados de seu funcionamento. “Não tivemos informações durante o mês de dezembro porque houve o recesso, mas agora buscaremos informações atualizadas de como está o seu funcionamento”, concluí a promotora.

ASSINE AGORA

32421020

Bloco do Buteco leva foliões ao Cassino em sua 5° edição Anderson Ribeiro

Venda de abadás já começou

Os abadás para o carnaval dos foliões do bloco do Buteco já estão à venda. Segundo o diretor do bloco carnavalesco, Augusto Souza (Guto Universitário), o primeiro lote dos kits está disponível desde o dia 1º de janeiro e vai até 15 deste mês. “Os kits econômicos estão pelo valor de R$ 55. Já os kits completos custam R$ 90”, informa. O kit econômico, comenta o diretor, possui um abadá, dois desfiles na avenida os dias 25 e 27 de fevereiro, duas concentrações com cerveja liberada nos dias 25 e 27, carnaval na praia dia 26, às 17h, com o trio elétrico com Pagode Vip Folia.

Já o kit exclusivo para maiores de 18 anos, contém um abadá, dois desfiles na avenida dias 25 e 27, duas concentrações com cerveja liberada em 25 e 27, carnaval na praia dia 26, às 17h, dois bailes adultos na SAC dia 25 e 27, dois bailes infantis dias 26 e 28, além do trio elétrico com Pagode Vip Folia. Os pontos de venda em Bagé, de acordo com Souza, são no Buteco Universitário (avenida Tupy Silveira, 2001); farmácia Agafarma da 7 e membros do bloco. Na praia do Cassino e em Dom Pedrito, os abadás são vendidos nas lojas Obino. Souza ressalta que é a quinta vez que

o bloco participa na praia do Cassino. “Nós temos uma parceria com a SAC (Sociedade Amigos do cassino), por isso realizamos os bailes no espaço”, fala. No dia 22 de janeiro, acontece o primeiro Esquenta em Bagé e no Cassino. “O Esquenta marca o inicio do pré-carnaval. Vamos montar um toldo em frente ao Buteco Universitário, com banda e folia”, comenta. Neste ano, a expectativa de Souza é que aproximadamente 1 500 pessoas participem do bloco. “No ano passado, ao todo, 1 200 integrantes participaram. Esperamos que o número cresça”, enfatiza.


12 FOLHA DO SUL

Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

GERAL

CARVANAL SERÁ PRIMEIRA MOSTRA DO ANO NA CASA DE CULTURA

A

organização de um calendário de atividades é a primeira ação da nova diretora da Casa de Cultura Pedro Wayne, a artista plástica Heloísa Beckman Morgado. Segundo Heloísa, a nova equipe pretende proporcionar maior conhecimento ético e estético da cidade para os bageenses. “Queremos dar espaço também para novos artistas de diferentes artes”, ressalta. Para o mês de fevereiro, ela comunica a organização da exposição. “Foi num carnaval que passou”, com peças, fotografias e artigos de carnavais passados. “O ponto principal é para carnavais de meados do século 20. A comunidade está convidada a ajudar, emprestando fantasias antigas, usadas em blocos ou individuais, além de fotografias que serão expostas”, diz. A mostra terá abertura no dia 10 de fevereiro. Ela prosseguirá até 6 de março, na Casa de Cultura. De acordo com Heloísa, as fotografias contarão com frases ou pequenos textos de escritores, poetas, publicitários e compositores por meio de uma releitura contemporânea. “Essa é uma forma de mostrar a cultura do carnaval, quando o mesmo tinha desfiles das rainhas da corte, roupas trabalhadas durante todo um ano, com miçangas, lantejoulas e paetês”, enfatiza a diretora. Além disso, nos meses de fevereiro e março, estará disponível o edital para ocupação dos espaços da Casa de Cultura.

Anderson Ribeiro

“É para agendar o local para oficinas, palestras e outras atividades. É claro que os interessados passam por avaliação de uma equipe técnica”, pondera. Em março, complementa a diretora, a exposição será de Elena Uberti, com sua marca Ovelha Urbana, dia 8, às 19h, também na Casa de Cultura. “São produtos criados por Elena. Vamos realizar uma mesa redonda com estilistas, discutindo comportamento, vestuário, as transformações na moda, a partir da cultura”, frisa.

Iniciativas da pasta serão mantidas

não importa se é em escola municipal, estadual ou particular”, frisa. No ano passado, relata o titular da pasta, o projeto encerrou com 66 alunos. A intenção é que este número chegue a 70. “As aulas do projeto começam em março, no dia 6, em turno inverso ao do colégio”, informa. “Todos os projetos culturais serão mantidos. Alguns devem ser readaptados, porém, terão continuidade”, esclarece.

LÍDER

1º LUGAR

EM SANTA MARIA

EM SATISFAÇÃO

7º ANO CONSECUTIVO

DO CLIENTE

NO BRASIL

1

O Centro de Desenvolvimento da Expressão Odessa Macedo, de acordo com o secretário, também será realocado no Palacete Pedro Osório. A decisão tem como obje-

tivo redução de custos para a administração municipal. “O projeto não pode parar. Por isso, vamos readaptar algumas coisas para que não seja interrompido”, relata.

No momento, segundo o secretário, o foco é no “Samba na Praça”, antigo “Praça do Samba”, o evento ocorre no próximo sábado (14), das 11h às 14h, na Praça do Coreto. “No local haverá diversas apresentações, as quais não possuem custo para o município, a não ser a

sonorização. Porém, esta já está inclusa nas despesas da Secretaria. Além disso, o evento contará com uma ‘barraquinha’ com alimentos”, ressalta. “O Carnaval das Marchinhas também já tem data marcada. Será nos dias 11 e 18, dois sábados”, enfatiza.

Folia

OS MECÂNICOS MAIS PREMIADOS FORD BRASIL

A qualidade de nossos serviços foi novamente reconhecida pelos maiores especialistas da área: os clientes.

SANTA MARIA | (55) 3220 7901

BAGÉ | (53) 3240 7900

SANTIAGO | (55) 3251 8008

Estrada BR 158, km 60, nº 1500

Avenida Santa Tecla, nº 2000

Rua Pinheiro Machado, nº 2401

1

entre as concessionárias Ford do Brasil

O projeto Fábrica de Gaiteiros, uma parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura e o Instituto Renato Borghetti, chega a seu terceiro ano de funcionamento. A continuidade dele é garantida pelo secretário de cultura Fabiano Marimon, que informa que ele terá prosseguimento no Palacete Pedro Osório. De acordo com Marimon, uma das novidades é a possível ampliação da idade dos alunos. “Até o momento, os alunos que podiam participar tinham idade de 7 a 15 anos. Pretendemos aumentar para 17, 18 anos. Assim, a ideia é que estes integrantes tenham a oportunidade de tornarem-se professores podendo atuar no próprio projeto”, afirma. As inscrições, de acordo com o secretário, serão realizadas no mês de fevereiro. O projeto é gratuito. “Para realizar a inscrição é necessário CPF, Identidade e atestado de matricula, pois o requisito do projeto é que todos integrantes devem estar estudando,

CDE Odessa Macedo

Direção pretende dar espaço a todos artistas locais

DE VENDAS

Secretário garante que projeto Fábrica de Gaiteiros continuará Érica Eickoff

Heloísa destaca ações de sua administração

NA CIDADE SOMOS TODOS PEDESTRES.


Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

GERAL SECRETÁRIO DEFENDE GESTÃO RESPONSÁVEL PARA BACIA HIDROGRÁFICA DA CIDADE

E

xigido pelo Ministério Público, em 2014, mediante Ação Civil, o Plano de Recuperação de Áreas Degradas do Arroio Bagé contou com poucas ações, no ano passado. Entregue em abril de 2015 à prefeitura, pela empresa Agroambiental, o estudo determina uma série de intervenções em curto, médio e longo prazo, até o final de 2020. A intenção é de que os trabalhos corrijam os danos causados pelas ocupações e deteriorações, nas margens do córrego. Isso por meio de reposição florestal, desassoreamento, saneamento e conscientização ambiental. Questionado sobre as perspectivas de ações, embasadas no plano, o secretário municipal de Meio Ambiente e Proteção ao Bioma Pampa, Aroldo Quintana Garcia ressalta que todos os resultados estão atrelados à necessidade de recuperação do hídrico do arroio. “Tenho que pensar primeiro na água que corre dentro do rio. Precisamos da Estação de Tratamento de Esgoto funcionando. Sabemos que há um acúmulo de dejetos, em função da cor da água, mas não temos conhecimento do teor da situação. Mas o arroio Bagé é apenas um dos pontos que temos que recuperar”, aponta, ao destacar a responsabilidade da nova gestão com a bacia hidrográfica da cidade, seja no perímetro urbano ou rural. Além da atuação redobrada para a qualidade da água dos rios, o secretário aponta outra ação como fundamental nesse processo: a recomposição da mata ciliar. Para que este eixo seja colocado em prática, outro projeto deve ser envolvido pela pasta. Trata-se do Horto Municipal. Segundo Garcia, o local, situado nas proximidades da Vila de Santa Thereza, está em situação precária. A reativação do espaço é a meta inicial do profissional. Assim, a expectativa seria pela produção de mudas de árvores, flores para embelezamento da cidade, ervas medicinais e hortaliças. E a plantação na margem dos rios seriam uma das principais demandas a serem atendidas. “Vamos interagir com as demais secretarias. Coloco o horto como um dos agentes da ‘engrenagem’ que estou criando para a área do Meio Ambiente em Bagé”, salienta.

Érica Eickoff

FOLHA DO SUL 13

Arquivo/FS

Queixas dizem respeito à alta velocidade

Moradores reclamam de trânsito perigoso em trecho da avenida Marechal Floriano Trabalho no arroio terá prosseguimento

APAs O secretário ainda comenta sobre as denominadas Áreas de Proteção Ambiental (APAs). Garcia adianta que o Executivo encaminhará, para a Câmara de Vereadores, um projeto de lei que institui o sistema de unidade municipal de conservação. Este estaria interligado ao sistema nacional. A medida possibilita que o município aporte recursos, oriundos de compensações. Com base nesse contexto, o secretário elenca dois projetos da pasta. O primeiro corresponde à criação da unidade de conservação do rio Camaquã. Com isso, seria proibida qualquer forma de exploração do rio, inclusive, a implantação do projeto de mineração a céu aberto da Votorantim Metais

Holding. A proteção abrangeria, além da área da unidade, mais 10 quilômetros do entorno. O segundo é o Parque Natural do Pampa. No ano passado, o então prefeito Dudu Colombo anunciou que o espaço receberia o recurso de R$ 1 milhão, proveniente de compensações ambientais da Tractebel. Garcia comenta que a empresa já procurou a prefeitura para assinatura de um termo de compromisso. O valor deve ser utilizado para regularização fundiária. “O recurso está garantido, já conversei com o prefeito. Talvez até o final do ano finalizaremos a regularização. Depois, planejamos ações no local. Mas isso tudo com recursos”, enfatiza.

A colocação de lixo a céu aberto é um dos principais pontos causadores de poluição nas ruas. Exemplo disso foi a situação exposta pela funcionária pública Mariza Pacheco, 56 anos. Ela destaca um caso na avenida Marechal Floriano, nos fundos da Universidade da Região da Campanha (Urcamp). “Na frente da garagem da casa de minha mãe, às 6h30min da manhã de hoje (ontem), encontrei um móvel. Ao lado fica um contêiner, sendo que, por não caber no local apropriado, simplesmente foi colocado ali. Irresponsabilidade total”,

destaca. Para o novo secretário, a intensificação no serviço de coleta será fundamental, assim como a ampliação dos contêineres. Ele também destaca a necessidade da criação de uma equipe de conscientização ambiental. Sobre o funcionamento da coleta, o titular da pasta informa que houve alterações. Durante a manhã, o serviço será antecipado para as 6h. No período da tarde, o adiantamento será de duas horas, com previsão de ocorrer a partir das 13h. A mudança tem como justificativa a adequação ao horário dos servidores públicos.

Coleta de lixo

Desde o asfaltamento da avenida Marechal Floriano, quem reside no trecho, da rua Tenente Pedro Fagundes de Oliveira até o Núcleo Habitacional Ney Azambuja, vive diariamente sob risco de acidentes. Um destes moradores, Fábio Freitas da Rosa, afirma que os problemas se agravaram ainda mais quando houve a remoção dos redutores de velocidade. A retirada dos tachões, por parte da Secretaria Municipal de Transporte e Circulação (SMTC), foi feita em 2014, atendendo a uma solicitação do Ministério Público. “Perigoso é pouco para o que acontece aqui. Os carros cruzam por essa avenida sempre em alta velocidade”, diz. Conforme o relatado pelos moradores, os residenciais que foram construídos na região

teriam aumentado o fluxo de veículos que circulam diariamente pelo local, elevando o número de acidentes. “Tem um histórico de acidentes aqui. Colisão entre veículos, pessoas e animais atropelados. É sempre muito perigoso”, afirma. Outro morador, empresário local, que preferiu não ser identificado, destaca que, muitas vezes, os idosos têm dificuldade de atravessar a rua. “Além disso, muitos jovens descem a lombada de bicicleta ou skate, se arriscando e colocando o trânsito em perigo”, acrescenta. A Brigada Militar orienta que, em circunstância de acidente ou corridas clandestinas à noite, o morador deve ligar para o 190 e denunciar o caso. A situação será averiguada pelos policiais militares.

Com a inauguração do Residencial São Sebastião, ao lado do Guenoas, a frota que circula pelo local deve aumentar e novas vias devem ser pavimentadas, a fim de melhorar a mobilidade urbana. Entretanto, os moradores da região denotam alguns cuidados que devem ser tomados. “Se pavimentarem a rua Walter Dias da Costa, o risco vai ser maior ainda. Isso porque a visibilidade da Marechal Floriano

naquele ponto, considerando a subida íngreme naquela região, é muito ruim”, observa o empresário. Uma solução apontada é a pavimentação não só da rua Walter Dias da Costa, mas também da Pedro Amaral. “Não quero prejudicar a mobilidade ou o fluxo da via. Só acho justo e muito mais seguro, tanto para os moradores quanto para os motoristas, que coloque um redutor de velocidade aqui”, argumenta Rosa.

O secretário de Segurança e Mobilidade Urbana, Paulo Véras Simões Pires, declara que todas as solicitações de moradores devem ser feitas diretamente à secretaria. “Os

moradores devem documentar por escrito os relatos e reclamações e entregar na Secretaria, para que analisemos os casos e possamos tomar as medidas necessárias”, afirma.

Novas vias

O que diz a Semur


14 FOLHA DO SUL

Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de Porto Alegre prenderam em flagrante, ontem, em Bagé, dois indivíduos acusados de desviar materiais de uma empresa de telecomunicação. Conforme o delegado Alexandre Fleck, os investigadores verificaram que um perfil no site de compras Mercado Livre estaria comercializando equipamentos da NET. “Aparelhos que não poderiam ser vendidos, e muito abaixo do preço. Então, combinamos com eles uma entrega aqui na cidade (Bagé) e realizamos o flagrante”, relata. Fleck comenta que, após a negociação inicial, os policiais foram até a casa dos indivíduos - que são funcionários da empresa. “São dois envolvidos. Um deles encarregado

de retirar os equipamentos quando o cliente não quer mais e mandar para o depósito. No entanto, eles vendiam pela internet”, completa. Os indivíduos identificados como V.B.S.C, de 35 anos, e L.J.T, de 30, foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) para registro de ocorrência e, após, conduzidos ao Presídio Regional de Bagé (PRB). O delegado informou que as investigações estão sendo realizadas desde abril de 2016. “Realizamos um pedido grande e levamos esse tempo até conquistar confiança”, relatou. Entre os equipamentos que foram apreendidos, estavam 49 decodificadores, três modems, 68 fontes, 700 metros de cabos, além de outros materiais, totalizando quase R$ 34 mil.

Principal preocupação local é a falta de efetivo

Comandante regional dos Bombeiros presta contas em Bagé O comandante regional dos Bombeiros, tenente-coronel Pedro Ricardo Maron Burgel, apresentou, na manhã de ontem, a prestação de contas relativa ao Fundo Municipal do órgão. O ato ocorreu no salão Nobre da prefeitura de Bagé. Burgel enfatizou, inicialmente, a escassez de recursos humanos, ou seja, a falta de efetivo. “Não há falta de recursos financeiros. Se falta equipamento é porque não é solicitado. Em questão de materiais e equipamentos estamos bem”, garantiu ele. O montante, além de pagar pelos custos fixos, é utilizado para a realização de atendimento. O maior número de ocorrências é de incêndios em campo, lixo ou prédios. “Em

campo e lixo diminuiu, mas devido às condições climáticas. Porém, incêndio em prédios, aumentou de 2015 para 2016. Ocorrências com morte, como afogamento e acidentes veicular, também diminuíram. Mas claro que em muitos (casos) a guarnição não é acionada”, justificou. O tenente-coronel disse acreditar que, neste ano, as equipes de Bagé e Dom Pedrito terão dificuldades, pois muitos profissionais irão para a reserva. Burgel lembrou também a importância da segurança pública ser novamente incluída na Consulta Popular. “A maior parte dos recursos do Corpo de Bombeiros é do Fundo Municipal. E vai cair cerca de 60%”, afirma.

Após os fechamentos nos quartéis dos Bombeiros, segundo Burgel, foi necessário planejamento. “Conseguimos reverter à situação. Em reunião foi determinado que cada equipe atuaria somente com quatro homens. Hoje, nossa preocupação está na BR-290, pois ali ocorrem muitos acidentes”, salienta. Nesse mês de janeiro, Bagé ficará com a unidade fechada somente dois dias. A previsão que seja dia 25 e 31, porém, conforme o comandante,

isso ainda pode ser revertido. A média de atendimento, por dia, na cidade, é de menos de duas ocorrências. “Até dia 21 de janeiro, ainda podem ser liberadas mais algumas horas -extras. Para Bagé, precisamos apenas de 144 horas. Se for liberado, nem irá fechar”, comenta. Ele ressalta, contudo, que o fechamento da unidade, por alguns dias, não significa que a comunidade estará desassistida, já que existe o plano específico para estes períodos.

Fechamento

“Quando vimos ele já estava pedindo socorro e afundou”, disse tio do jovem

ADOLESCENTE DE 16ANOS MORRE EM BARRAGEM

U

ma tragédia vitimou, ainda no final da tarde de quarta-feira, o adolescente Matheus Vieira Neto Castro, de 16 anos. Ele desapareceu quando nadava em uma barragem, localizada próxima à estrada do Quebracho, em Bagé. As buscas realizadas pelo Corpo de Bombeiros, que iniciaram logo após o ocorrido, só conseguiram encontrar o corpo do menor no final da tarde de ontem. O jovem, conforme boletim de ocorrência, era morador do bairro Estrela D`Alva e desapareceu por volta das 18h50min de quarta-feira, quando tomava banho no local. Tio do menor, Heron Rogério Charqueira, em conversa com a reportagem, comentou que familiares estariam na barragem procurando um lugar para se refrescar e pescar. Junto à vítima, disse, estavam mais três pessoas. “Ele destacou que iria atravessar a barragem e eu falei que não.

Anderson Ribeiro

Homens são presos por desviar equipamentos da NET

SEGURANÇA

Castro desapareceu por volta das 18h50min de quarta-feira

Num primeiro momento ele não foi, mas depois decidiu que atravessaria. Porém, quando vimos ele já estava pedindo socorro e

afundou. Tentamos encontrá-lo e não conseguimos”, relatou. Tratase do primeiro afogamento do ano registrado em Bagé.

Acidente na BR-293 deixa idosos feridos Um acidente entre um automóvel e um caminhão registrado por volta das 17h de quarta-feira, junto ao KM 193 da BR-293, em Bagé, deixou pelo menos duas pessoas feridas. Conforme informações repassadas à reportagem, o sinistro em questão envolveu um veículo Renault Sandero, cor cinza, que trafegava no sentido Dom Pedrito x Bagé e um caminhão da marca Volvo, que transitava no sentido contrário. No acidente, ambos se chocaram. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal, o caminhão estaria com três ocupantes, os quais não sofreram lesões. Já os ocupantes do carro, um homem de 74 anos e uma mulher de 66 precisaram ser conduzidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Pronto-Socorro. Os dois,

Anderson Ribeiro

PRF atendeu ocorrência

contudo, não correm risco de morte. alegado que cochilou ao volante, À reportagem, a PRF relatou o que possivelmente motivou o que o condutor do automóvel teria choque.


Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

FOLHA DO SUL 15

ESPORTES por Higino Gonçalves

GUARANY PREPARA AÇÕES PARA A DIVISÃO DE ACESSO

E

a arquibancada e R$ 200 para acesso às sociais. Também está previsto o lançamento de nova campanha social. A diretoria alvirrubra, liderada por Heráclito Tato Moreira, está, também, empenhada na locação de uma sala, no centro da cidade, para instalação da loja do alvirrubro, visando à comercialização de artigos e produtos promocionais do Guarany.

nquanto o departamento de futebol (Jorge Kaé, Cléo Coelho, Diego Segredo Blanco, Thiago Segredo e Ricardo Pizarro) anuncia que 22 jogadores já estão contratados para a Divisão de Acesso, o Guarany intensifica o trabalho em outros setores administrativos. O clube quer massificar a marca Guarany, atraindo mais

torcedores, considerando a importância do campeonato a ser disputado a partir de 5 de março. Na próxima semana, haverá o lançamento do passaporte, que consiste na venda de ingressos antecipados para todos os jogos do clube – no mínimo sete -, no estádio Antônio Magalhães Rossell. Extraoficialmente, podem ser mantidos os valores praticados no ano passado, R$ 100 para

O vice-presidente do Bagé, engenheiro José Antônio Dilélio Bosco, somente reassumirá o cargo em fevereiro, pois encontra em Porto Alegre, acompanhando a esposa, Débora, que participa de um curso de

especialização. Os diretores Paulo Roberto Machado, Marco Aurélio Egas Ribeiro e Luís Eduardo Freitas cuidam do futebol profissional. Entre os assuntos mais recentes, a situação do za-

gueiro Diego Rocha, acertado com o clube para a temporada de 2017. O jogador está em vias de acerto com o São Paulo de Rio Grande, equipe que disputará o Gauchão 2017 a partir do fim deste mês.

São Pedro e Arvorezinha decidem domingo, no Militão, o título da categoria sênior, segunda divisão, da Liga Bageense de Futebol de Veteranos. O jogo começará às 9h, e não às 11h,

como foi informado ontem. O São Pedro, com sua forte tradição, conta com os atletas Elisandro, Márcio, Claudemir, Artur, Claiton, Carlos Henrique, Luís Flávio, Antônio

Marcos Deivid, Giovani, Luís Tupo, Anderson, Carlos Rogério, Abdel Latiffe, Michel, Vladimir, Diego, Guilherme, José Francisco, Ariovaldo e Cláudio.

Diego Rocha no São Paulo

FUTEBOL JÚNIOR – Internacional passou à terceira fase da Taça Cidade de São Paulo, goleando o Taboão da Serra (SP) por 6x0. Hoje, os colorados enfrentarão o Ceará. FUTEBOL JÚNIOR (II) – Também se classificou o Juventude, ganhando do Santo André nos pênaltis, depois de 0x0 no tempo normal. FLORIDA CUP – No torneio, realizado anualmente nos Estados Unidos, o Atlético Mineiro foi derrotado por 1x0 pelo Bayern Leverkusen da Alemanha. O Internacional desistiu da competição, sendo substituído pelo Bahia. BENEFICENTE – A seleção brasileira, contando apenas com jogadores em ação no país, terá amistoso dia 21, no Engenhão, no Rio de Janeiro, contra a Colômbia. A renda do espetáculo será destinada à Chapecoense. ESPORTES NO CAIXEIRAL – A equipe 100 Compromisso/Amigos do Caixeiral perdeu por 2x1 para o Caixeiral 50 anos, formando com Cortez, Nilson, Gilnei, Paulo Gralha, Nunes, Oriel, Renato Medina, Kojak, Ronaldo, Granato e Amaury. O adversário utilizou Valtair, André, Henrique, Mário, Dodô, Levi, Cacaio, Beto, Maninho e Ronaldo. ESPORTES NO CAIXEIRAL (III) – A programação deste sábado, na sede campestre caixeiralista, prevê para as 15h, Caixeiral 50 x Manchester; 17h, jogo-treino entre associados e dependentes; 19h, Caixeiral 60 x Palmeiras.

Decisão começará às 9h

ASSINE AGORA DO SUL

32421020


FOLHA DO SUL

Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

ASSINATURAS E ANÚNCIOS: 3242 1020 REDAÇÃO: 3311 3915

Jornal Folha do Sul, 13 de janeiro de 2017  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you