Issuu on Google+

Dudu Colombo diz que vai sancionar projeto de reajuste, mas vai vetar emenda “inconstitucional e demagógica”

Vinícius Bacellar/EspecialFS

ENTREVISTA

Prefeito diz que com a folha consumindo 53,65% da receita não há condição de aumento real. Tema da emenda deve ser debatido durante construção de plano de carreira do funcionalismo e deve ter “participação democrática“

Página 4

INTRANSITÁVEL

Obra demorada na Estrada Bagé-Lavras promove atoleiro de veículos

Página 8

www.jornalfolhadosul.com.br

Gaúcho

FOLHA SUL

R$ 1,50

BAGÉ, QUINTA-FEIRA, 27 DE FEVEREIRO DE 2014 - Ano 4 - N° 1166

Proprietário da Guatambu Estância do Vinho, José Valter Pötter, alerta para alto custo de produção

Carga de impostos arrisca “desindustrialização” do setor vinícola

Rodrigo Alves Vieira / Especial FS

Um dos empresários cuja atividade se tornou referência regional de investimento e avanço na vitivinicultura, José Walter Pötter usa de sua experiência para avaliar como negativo o atual momento da indústria do vinho na região. Como exemplo de que é preciso mobilização, o proprietário da Guatambu Estância do Vinho, em Dom Pedrito, aponta a redução de investimentos da Miolo, que suspendeu o engarrafamento que já estava instalado em Livramento. O maior desafio: equilibrar investimento e impostos cada vez mais altos. CAMPO

URCAMP Professora diz que universidade deve fechar campus de Caçapava do Sul, mas reitoria só confirma comissão para estudar situação Página 13 AULAS Especialistas alertam que mochila muito pesada pode trazer riscos à saúde

Página 14

SANGUE Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa aprova proposta de audiência pública que debaterá instalação de hemocentro para Bagé

Página 16

MATAGAL Pais de alunos e professores denunciam falta de manutenção próximo a duas escolas municipais

Página 17

SEGURANÇA Dois homens de motocicleta assaltam cobrador de ônibus da Anversa e fogem levando dinheiro

Página 18

O TEMPO HOJE Bagé - RS

24º 14º

Sol, com pancadas de chuva de manhã e muitas nuvens à tarde. À noite, tempo firme.


QUINTA-FEIRA

2

27 de fevereiro de 2014

OPINIÃO

Editorial Glauber Pereira

glauber.pereira@hotmail.com

Prioridade das roçadas A ampliação e facilidade de acesso às redes sociais oportuniza um tal nível de atuação popular que, muitas vezes, chega a fazer competição com o ímpeto investigativo dos veículos de comunicação. A esse fenômeno já se atribui um valor de nova mediação. A melhor maneira de encará-lo é colher as postagens e iniciativas de interação como colaboração para o trabalho diário. É dessa maneira que as reportagens da FOLHA encontram eco nas publicações das redes que revelam uma cidade tapada pelo pasto alto. Proliferam em redes como o Facebook, fotografias de cidadãos comuns indignados ou até militantes de partidos políticos que oportunamente difundem aspectos negativos de uma área urbana que se mostra publicamente sem os devidos cuidados de manutenção. Este foi o caso das áreas públicas que cercam duas Escolas Municipais de Educação

Infantil que, embora estejam com suas instalações em bom estado, são expostas a risco por causa da sujeira nos arredores. Sempre que tais casos vêm à tona, chama-se a responsabilidade das autoridades municipais. No caso da SMAU, secretaria que deveria tomar as iniciativas para evitar tal desconforto, as justificativas têm sido as chuvas e a existência de um cronograma de atividades. O inoportuno desta desculpa está em notar que as escolas públicas estiveram num período de quase três meses de férias. Mesmo assim, o calendário da secretaria parece não ter-se afinado com a realidade, pois não previu ou não privilegiou o período de retorno às aulas. Desta maneira, só resta questionar o critério de prioridade, já que seria bastante útil deixar alguma praça do centro para depois enquanto estudantes passam trabalho para ir à escola.

CONTEMPORÂNEO por Marcelle Ceolin

Look do dia: Essencial

News

Camisa Carlota Costa + short Dzarm + carteira Dzarm Os shorts de cintura alta alongam e acinturam. Se o short for curto, opte por blusas ou camisas mais soltas para compor o look. A composição fica harmoniosa e elegante! A Essencial está com 50% de desconto à vista em todas as peças no primeiro setor da loja e 30% nas compras a prazo. São diversas opções de blusas, vestidos, shorts, saias e muito mais pela metade do preço. Não deixe de conferir!

Coluna do Afonso Hamm

MAPA lança Plano Mais Pecuária O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento lançou, na última semana, o Plano de Incentivo à Pecuária Bovina, denominado Plano Mais Pecuária, e que tem como objetivo fomentar a produção de carne e leite no país, aumentando de forma sustentável a produtividade e a competitividade da pecuária bovina de leite e de corte. O Plano será executado na forma de dois programas: o Mais Leite e o Mais Carne, seguindo os eixos estruturantes: melhoramento genético, ampliação de mercado; incorporação de tecnologia; segurança e qualidade dos produtos. O programa, que terá duração de 10 anos, visa aumentar a produção nacional de leite para 46,8 bilhões de litros e a produtividade em 40%, passando de 1,4 mil quilos do produto por vaca para dois mil quilos. No que se refere à carne, a intenção é melhorar a produtividade bovina, passando de 1,3 bovinos por hectare para 2,6 bovinos por hectare, liberando 46,2 milhões de hectares para outras atividades. Conforme dados do MAPA, a pecuária leiteira é uma das atividades mais tradicionais do meio rural brasileiro e, de acordo com o último censo agropecuário (IBGE, 2006), existem, no Brasil, aproximadamente 5,2 milhões de estabelecimentos rurais, dos quais 25% (aproximadamente 1,35 milhões) produzem leite, envolvendo cerca de cinco milhões de pessoas. O valor bruto da produção de leite em 2013, por exemplo, foi de R$ 22,9 bilhões, contribuindo para movimentar, principalmente, a economia das pequenas e médias cidades brasileiras (Brasil, 2014). Apesar da alta produção de leite no país, cerca de 32,3 bilhões de litros por ano, a produtividade do rebanho nacional é baixa, cerca de 1,471 litros/vaca/ano (IBGE, 2013). Já a pecuária de corte brasileira movimenta R$ 167,5 bilhões por ano, gerando aproximadamente sete milhões de empregos. Portanto, trata-se de importante projeto para a pecuária brasileira e que irá aumentar a produção da carne e leite.

A Lumina fecha no sábado (1º) para recesso de carnaval e reabre a loja quarta-feira, dia 5, somente à tarde. Lembrando que a Lumina recebeu as fashion trends 2014 recentemente e tem muitas opções para quem deseja passar o carnaval em grande estilo! Para quem está procurando looks estilosos e confortáveis para passar o carnaval, a Strelitza está com 40% de desconto nos shorts e blusas para pagamento à vista e 20% no prazo. As rasteirinhas Schutz estão com 30%. A Strelitza atende em horário comercial até sexta-feira e retorna somente na quarta-feira de cinzas à tarde!

facebook.com/JornalFolhaDoSul

Direção

CNPJ. 11.381.681/0001-00 Endereço: Rua Bento Gonçalves, 49-E/ Fones: Assinaturas: (53) 3242-1020 Redação: (53) 3311-3915 jornalismo.folhadosul@gmail.com anunciosfs@gmail.com www.jornalfolhadosul.com.br Impressão Correio do Povo

Administrativa: Jônio Tavares Ferreira de Salles Neto Comercial: Leisa Soria Marketing e eventos: Fabiano Marimon Circulação: Aceguá, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Lavras do Sul e Pinheiro Machado

Repórter Fotográfico: Cristiano Lameira - Tiago Rolim de Moura Colunistas Colaboradores: Afonso Hamm - Dom Gílio Felício -Edgar Muza - Josias Borges - Léo Vieira - Luiz Fernando Mainardi Luís Augusto Lara - Sérgio Meth - Waldir Alves Ramos - Eurico Salis - Fernando Velloso

REDAÇÃO - Editor Geral: Glauber Pereira Subeditor Geral: Felipe Valduga Chefe de Redação: Marcelo Pimenta Coordenadora Comercial: Vanessa Gon- Estagiária: Renata Lima çalves Gerente de Circulação: Daniel Guasque Comercial: Fabiana Rodrigues Diagramação comercial: Diego Almeida Revisão: Taisa Soares Reportagem: Emanuel Müller - Fernanda Mendonça - Diagramação: Cristiano Lameira e Vinícius Silva Gilmar de Quadros - José Higino Gonçalves - Juliana Andina - Marcos Pintos - Niela Bittencourt - Rochele Barbosa - Stela Vasconcellos - Marcelle Ceolin


EMPRESARIAL Indicadores econômicos INDICADORES Salário Mínimo Salário Regional TJLP SELIC IGP-M

VALAR ATUALIZAÇÃO R$ 724,00 2014 R$ 868,00 2014 5% a.a. 10% nov. 2013 + 0,29% nov. 2013

MOEDAS COMPRA Dólar Comercial 2,351 Dólar turismo (em R$) 2,280 Euro (em R$) 3,232 Pesos Ur.(em R$) 0,1048 Pesos arg.(em R$) 0,302

VENDA 2,353 2,490 3,234 0,1047 0,302

Novo layout determina mudanças

Cesar Concursos e Pré-Vestibular inicia novas turmas Tiago Rolim de Moura

Rosiane, Ferraz e Débora antecipam novidades

por Stela Vasconcellos O novo layout de Cesar Concursos e Pré-Vestibular inaugura uma nova temporada de novidades para a empresa. Começando aulas preparatórias para o ENEM no dia 10 de março e EsSa no dia 31, Cesar tem turmas em andamento para os concursos da Caixa, Brigada Militar, MAPA, prevendo, em seguida, Correios, Banrisul e Oficial de Justiça, além dos anunciados PGE e Ata. Após o carnaval, os

alunos que chegarem vão notar a diferença. A começar pela fachada, é possível conferir a nova identidade visual o curso. A sóciaproprietária Rosiane Oliveira; o professor e administrador Cristiano Nunes Ferraz; e a coordenadora pedagógica Débora Azeredo Silveira apresentam as cores e a nova logomarca criada pela Paiol Comunicação. O azul ficou mais escuro e o amarelo

vivo foi substituído pelo mostarda. Além de aparecer em pastas e outros materiais distribuídos aos alunos, a nova marca estará presente no novo site (www. cesarconcursos.com.br), que está em construção e entrará no ar no início de abril, conforme informa Ferraz. O novo Facebook está pronto. Complementando os investimentos, Cesar terá um mascote: Cesinha.

No verão, a empresa investiu na melhoria da estrutura das cinco salas de aula. Uma sexta sala está sendo construída, como mostra Rosiane. O objetivo é

oportunizar mais conforto aos alunos. De acordo com Débora, os cursos são ministrados com até 55 alunos em sala de aula. “Este é um dos nossos diferenciais:

a proximidade com o aluno e a facilidade de contato com o professor”, complementa Rosiane. A empresa trabalha com um corpo docente de 25 a 30 professores.

No próximo semestre, Cesar vai chegar ao Brasil inteiro, por meio de aulas EAD, que já começam a ser gravadas, com

professores de Bagé e de outros Depois das aulas à dismunicípios, todos ligados ao tância, virão livros, que serão curso. A gravação está sendo re- comercializados em loja virtual, alizada pela Bezier Filmes. por meio de tutorial individual.

Estrutura

EAD

QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

3


4

QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

POLÍTICA Emanuel Müller

emamuller@gmail.com Em entrevista, prefeito fala sobre relação com PMDB, cobrança da bancada governista e classifica como “demagógica e inconstitucional” emenda aprovada na Câmara que reescalona níveis do PMS

Dudu: “novo plano de carreira para funcionalismo será uma proposta do governo com participação democrática” Gustavo Morais, poderia dar fim à participação dos peemedebistas na gestão municipal. Entretanto, o prefeito decidiu absorver o impacto de ter sido chamado de “chantagista” pelo presidente da Câmara de Vereadores, Uílson Morais (PMDB), durante a votação. “Temos uma relação da melhor qualidade com o PMDB, contamos com uma excelente participação dentro do governo. Falei com o presidente no sentido de

reafirmarmos o compromisso de participação no nosso governo”, frisa Dudu. O chefe do Executivo busca um entendimento com a base aliada. Tanto que ontem procurava agendar um encontro com o presidente do Legislativo para acertar alguns pontos. Dudu confirma, conforme publicado na edição de ontem da FOLHA do SUL, que teve uma forte cobrança da bancada de apoio ao governo para defi-

nir se o PMDB é mesmo aliado ou deixou essa condição. “A cobrança é natural. A bancada espera que as atitudes sejam coerentes com o governo. Quando isso não corresponde ao espaço político oferecido dentro da administração, a crítica surge”, destaca. O prefeito afirma que o encontro com Uílson Morais ainda dependia da confirmação do gabinete da Presidência, mas reafirma a disposição de dialogar com o peemedebista.

Dudu reforça que com o atual comprometimento da folha não há como conceder aumento real

Dudu confirma que irá sancionar o projeto de lei sobre o reajuste do funcionalismo, mas vetará a emenda que altera o valor dos níveis de carreira. E desabafa. “A Câmara sabe que a emenda é flagrantemente inconstitucional. Só vou sancionar aquilo que apresentei - e que é legal”, pondera. O

prefeito reitera que com a folha de pagamento consumindo no momento 53,65% da receita corrente líquida não há condições de concessão de aumento real. Os vereadores da base chegaram a destacar, durante as extraordinárias, a possibilidade de rever os números a partir de maio, quando uma nova

certidão do comprometimento com a folha será emitida pelo Tribunal de Contas do Estado. “Também vou sancionar o projeto de reajuste do vale-alimentação, que recebeu um aumento de 28% em relação ao valor de 2013”, acrescenta. O chefe do Executivo utiliza o exemplo do vale-alimentação

para colocar os números a seu favor. De 2009 até 2014, o auxílioalimentação passou de R$ 2,50 para R$ 9 - o que corresponde a um percentual de 260%. “Tu podes recorrer a qualquer índice inflacionário do período que não vais encontrar alguma reposição com esse percentual”, manifesta.

Questionado se aceita discutir com os servidores a proposta que virou emenda no projeto de reposição salarial aprovado pela Câmara, Dudu apenas confirma que irá apresentar uma proposta de um novo plano de carreira para o funcionalismo. O

prefeito lembra que na gestão anterior fez o compromisso de apresentar um plano de carreira para o magistério - o que acabou ocorrendo depois de 25 anos de reivindicações. “Me comprometi na campanha eleitoral e vou desenvolver um novo plano

de carreira para os servidores, com ênfase na recuperação dos salários mais baixos. Mas o projeto que vamos desenvolver será do governo”, ressalta. Entretanto, o prefeito garante que a discussão sobre o plano de

carreira terá abrangência. “Haverá participação dos sindicatos e da Câmara, com o líder do governo sendo o porta-voz desse processo”, registra Dudu. O prefeito enfatiza que o foco será a melhoria da condição daqueles que recebem menos. Mas deixa claro

sua opinião sobre o que aconteceu nas extraordinárias do último dia 25. “Não será construído de maneira demagógica nem inconstitucional e, sim, de forma democrática, com a participação dos sindicatos e do líder do governo”, reforça.

Arquivo FS

Os últimos dias foram complicados do ponto de vista político para o prefeito Dudu Colombo. A aprovação de uma emenda no projeto de lei que tratava da reposição salarial do funcionalismo em 5,56%, alterando o valor a ser recebido pelos servidores de acordo com os níveis de carreira motivou discussões internas e cobranças. No final da tarde do último dia 25, uma reunião entre Dudu e o presidente do PMDB,

Condições e vale-alimentação

Construção do plano de carreira

Presidente do PRTB critica legalidade de decisões dos vereadores

O resultado da reunião entre o prefeito Dudu Colombo e o presidente do PMDB em Bagé, Gustavo Morais, acabou com alguns encaminhamentos. O prefeito reforça que o encontro serviu para destacar o papel do partido dentro da administração municipal (leia matéria nesta página). E o presidente peemedebista vai na mesma linha. “Foi uma conversa franca, onde o prefeito nos colocou algumas situações que o deixaram descontente, da mesma forma que destacamos a necessidade de buscar o entendimento”, pondera Morais. Uma das ações será uma conversa entre o presidente da Câmara, Uílson Morais, com Dudu. E haverá outra entre Gustavo e Uílson - não como pai e filho, mas como presidentes do PMDB e do Legislativo. “Não vamos nos reunir todos juntos. Primeiro, o Uílson tem que conversar com o prefeito. Depois, vamos

sentar e tentar acertar alguns pontos. O que não pode é atitudes isoladas prevalecerem em detrimento ao partido”, frisa Gustavo. Uílson preferiu não rebater as críticas de Gustavo. “Não vou expor essa situação pela imprensa, apenas deixo claro que minha posição foi de ficar ao lado do funcionalismo”, enfatiza o presidente do Legislativo. Certo é que o clima segue tenso, embora as fontes oficiais tentem contemporizar a situação. Tudo vai depender da conversa entre Uìlson e Dudu. Vale lembrar ainda que Gustavo deve deixar o secretariado em abril, quando se desincompatibiliza para tentar uma indicação do PMDB para ser candidato a deputado estadual. Fontes ligadas ao Executivo indicam que o ato pode ter peso na decisão sobre a permanência do PMDB no primeiro escalão.

nhecido pelo apelido de Zóinho, é conhecido por manifestações polêmicas. No dia 11 de janeiro, munido de cartazes, se acorrentou ao portão de entrada da Câmara de Vereadores para protestar contra um aumento concedido aos procuradores jurídicos municipais. Presidente do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), do qual é o presidente da comissão executiva provisória, Zóinho volta a carga contra a aprovação da emenda que reescalona os níveis do funcionalismo. E ao contrário da grande maioria dos colegas, discorda da aprovação. “Sou contra a criação da Lei Orgânica da Procuradora Geral do Município, em novembro de 2013, porque achava inconstitucional. Agora não posso ser a favor de uma emenda que, embora beneficie os servidores, também é inconstitucional. Eu tenho posição”, dispara o agente de trânsito. Uma das principais críticas de Zóinho em relação à lei da PGM é quanto ao aumento de carga horária dos procuradores

recebendo a remuneração em dobro. A Procuradoria Geral do Município argumentou que a função exige dedicação exclusiva e que houve a readequação da carga horária - e que por se tratar de um reenquadramento a medida seria legal. Zóinho acompanhou a votação das extraordinárias, no último dia 24, nas galerias da Câmara. Para o servidor, a justificativa do Executivo de não poder conceder aumento real aos servidores é “furada”. “Bastaria demitir os CCs (cargos em comissão) e cortar as FGs (funções gratificadas). Só aí, de economia, chegaria a R$ 2 milhões, que poderiam ser aproveitados para um reajuste melhor do funcionalismo”, defende. Outro questionamento de Zóinho é sobre a folha de pagamento. “Dizem que a receita com a folha está comprometida, mas como é que a Prefeitura publica editais convocando aprovados em concurso público? Como é que podem chamar esse pessoal se a folha está no limite?”, indaga.

Arquivo FS

PMDB fica - pelo Mais uma polêmica de “Zóinho” menos por enquanto nicipal,O funcionário público mu- municipais de 20 para 40 horas Uidson dos Santos, co- sem prestar concurso público e

Zóinho realizou protesto se acorrentando ao portão da Câmara em janeiro


POLÍTICA

QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

5

Edgar Abip Muza Muza Visão Geral

Mais fatos “explicam” tentativa de censura É meus leitores (são poucos, mas fiéis), à medida que o tempo passa novos fatos vão se acumulando que explicam o porquê muitos gestores públicos defendem a censura à imprensa. Quem traz tudo a público? A imprensa. Ontem, abordei o financiamento fornecido ao MST que acabou virando em quebradeira e tentativa de invasão do Supremo Tribunal Federal. Financiamento público da Caixa e BNDES.

Pois é, mas não ficou só por aí. Ontem, outra manchete “desta imprensa perseguidora” e investigativa que complica mais ainda o governo. Leiam: “Petrobras também ajudou a bancar evento do MST, com R$ 650 mil”. O 6º Congresso Nacional do Movimento dos Sem Terra (MST), realizado há duas semanas, em Brasília, foi financiado por órgãos do governo. O congresso dos sem terra terminou em confronto com

u a e o o a a s o s Sem Mantega país recuperaria credibilidade r O jornal britânico Fi- assim, o jornal defende que nancial Times sugere que a “a maneira mais fácil seria saída do ministro da Fazen- sacudir a equipe” e o primeiro da, Guido Mantega, poderia alvo seria Mantega, “que há u ajudar o Brasil a recuperar muito tempo perdeu a consi- a credibilidade. Em editorial deração por parte dos inves0 publicado na edição de ontem, tidores”. A mesma sugestão e o FT reconhece o esforço foi feita pelo outro britânico u recente de Brasília em tentar “The Economist”. Por duas e melhorar a imagem com con- vezes afirmou que a econoo trole mais rígido da inflação mia brasileira só cresceria se o e das contas públicas. Mesmo o ministro da Fazenda fosse

a Polícia Militar na Praça dos Três Poderes - no quebra-quebra, 32 pessoas ficaram feridas, sendo 30 policiais. Segundo reportagem publicada na edição de ontem, quarta-feira, no Estadão, a Petrobras fechou contrato de patrocínio, sem licitação, com uma entidade ligada ao MST, no valor de R$ 650 mil. O que afirmei, ontem, era uma pequena parte do acontecido. É mais grave ainda, com a participação da Petrobras. Até aqui,

se nada mais aparecer, serão R$ 1,2 milhão, recursos públicos, para financiar a quebradeira e a tentativa de invasão do STF. E o que é pior, após o confronto Dona Dilma recebeu dirigentes do MST e ganhou presentes. Será que ninguém contou para ela o que havia acontecido? Se não contou tem que ser mandado embora. Se contou, o que não creio, e ela não deu a mínima, o Congresso tem que se movimentar. É um mau

exemplo, como tantos outros, que tem que ser punido. No caso da Petrobras são tantas denúncias que a CGU (Controladoria Geral da União) resolveu cobrar da diretoria sobre a “propina paga por empresa holandesa” a alguns de seus diretores. Enfim, quem torna tudo isso público é a imprensa. Justifica o título que encabeça este espaço. Segue em frente o processo democrático. O povo tem que saber de tudo. Concordam?

outro que não o Mantega. O editorial do FT afirma: substituir Mantega por um nome pró-mercado “poderia fazer maravilhas”. Entre os exemplos de erros da equipe de Dilma o FT cita as isenções tributárias e outras medidas adotadas para incentivar a produção industrial, mas que “só aumentaram o déficit público, que foi camuflado pela

contabilidade criativa”. “Ela incentivou o Banco Central a cortar taxas de juros, o que estimulou a economia e também o aumento da inflação”. O que o jornal afirma é, em tese, o que muitos vêm afirmando nos últimos tempos. Inclusive este senil (hahaha). Isenção de tributos prejudica a todos. Ou seja, todo o povo paga a conta. E aí, de novo, cabe o

ditado popular: “não existe almoço grátis”. Uma das coisas que tem que ser aplaudida, decisão de governo, é o corte no orçamento. Falta o corte na máquina pública. Corte nas diárias. Regulamentar as viagens. Para que isso possa acontecer, segundo FT, tem que mudar o ministro. Eu diria que tem que mudar muito mais gente. Ou não?


6

QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

Mercado agrícola PRODUTOS

RURAL

Acompanhamento de preços recebidos pelos produtores do Rio Grande do Sul UNIDADE MÍNIMO MÉDIO Valores em reais

Arroz em Casca Feijão Milho Soja Sorgo Granífero Trigo Boi para Abate Cordeiro para Abate Suíno Tipo Carne Vaca para Abate Leite (valor líq. recebido)

50 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg Kg vivo Kg vivo Kg vivo Kg vivo Litro

33,00 120,00 21,50 63,00 18,40 30,00 3,80 3,30 2,85 3,30 0,71

MÁXIMO

35,14 132,30 23,54 64,85 20,23 31,63 3,98 3,94 3,06 3,57 0,85

39,00 150,00 27,00 68,00 21,30 33,50 4,10 5,20 3,50 3,70 0,96

24.02.2014 a 3.3.2014 Fonte: EMATER/RS-ASCAR

Cabanha da Maya conquista premiação na raça Angus no interior de São Paulo Divulgação/FS

No último final de semana, no município paulista de Avaré, ocorreu uma série de julgamentos promovidos pela Associação Brasileira de Angus. O Parque de Exposições Fernando Cruz Pimentel foi palco da apresentação de animais de excelência na genética da raça Angus. Entre as cabanhas brasileiras que participaram do evento, estava a Cabanha da Maya de Bagé. A cabanha conquistou o título de Grande Campeão com Maya CAT300 Impávido Eleutério Lana, da parceria de Zuleika Borges Torrealba e Fábio Gomes e Fabiana Gomes. “Estamos muito satisfeitos com o prêmio. Sobretudo porque o exemplar campeão é filho de um touro nosso da cabanha. O que mostra o quanto estamos evoluindo como produtores de boa genética. É um resultado importante também por ser a primeira do ano e vamos buscar

Associação e Sindicato Rural/Especial FS

Grande Campeão Maya CAT300 Impávido Eleutério Lana

evoluir mais, buscar a excelência”, destaca Guilherme Borela, médico veterinário da Cabanha da Maya. Quem fez o julgamento foi o argentino Ariel Macagno. O juiz ressaltou a dificuldade em fazer as escolhas, devido à alta qualidade dos animais trazidos a

Avaré. “São animais excelentes. Todos os animais com qualidade de grandes campeões. Fico contente em ver que no Brasil se conduz um trabalho de melhoramento genético tão bom”, diz o juiz, antes de anunciar os grandes campeões entre todos os machos e fêmeas que vieram à pista.

Prefeitura realiza tarde de campo voltada ao cultivo de oliveira em Cachoeira do Sul Amanhã, a partir das 14h, será realizada, em Cachoeira do Sul, tarde de campo voltada à difusão e fomento do cultivo de oliveiras na região da Campanha. O evento é promovido pela Prefeitura de Bagé, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo

Programação

(SMDET). O evento está situado na Estrada do Quartel Mestre, s/n - Zona Rural - localidade denominada Alto dos Casemiros. A atividade é voltada para prefeitos, secretários, técnicos e produtores de oliveiras que integram o Programa Olivais do

Pampa / Brasil Próximo. De acordo com o secretário da SMDET, Alencar Dal Molin, o Executivo disponibilizará um ônibus de 37 lugares, com saída de Bagé às 9h30min em frente ao Governo Municipal, localizado na Avenida General Osório, 998.

14h - Chegada a Olivas do Sul - Apresentação do Projeto Olivas do Sul - José Alberto Aued e equipe - Visita aos viveiros de mudas, campo de matrizes e pomares - Demonstração de colheita in loco - Visita à indústria extratora de azeite com degustação do produto

Poderão participar todos os animais inscritos e revisados da edição do ano passado

Semana Crioula contará com prova de rédeas inédita Como já é tradicional na Semana Crioula Internacional de Bagé, as provas de rédeas potro 21 dias, cavalo manso e guri serão realizadas no Parque de Exposições Visconde de Ribeiro Magalhães, no entanto, neste ano, haverá mais uma competição na festa: a prova de um ano de freio. Os animais que participaram da prova de potro 21 dias em 2013 poderão retornar à pista principal para a competição inédita. Segundo um dos responsáveis pelas provas de rédeas, Luiz Mário Diaz, a intenção da comissão é fomentar a doma completa, bem como estimular a participação dos criadores que,

tradicionalmente, inscrevem potros, a competirem com mais animais. Podem participar da prova um ano de freio todos os animais inscritos e revisados na 34ª Semana Crioula, em 2013. O valor da inscrição é de R$ 50, e a premiação para o primeiro colocado será 70% do valor arrecadado, mais troféu. Os interessados podem inscrever os animais até o dia 2 de abril na sede da Associação e Sindicato Rural de Bagé (Av. Portugal, 495, bairro Castro Alves). ais informações pelos telefones (53) 3242-5262, 3242-5426 ou 3242-8888.


QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

7


8

QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

REGIÃO

Intransitável

Iniciativa busca produzir tijolos usando cinzas da Usina de Candiota

Chuva expõe desafios de transitar pela RSC-473 Vinícius Bacellar/EspecialFS

A chuva que atinge a Campanha gaúcha, nos últimos dias, trouxe, novamente, problemas para quem trafega pela RSC-437, que liga Bagé a Lavras do Sul. Ontem pela manhã, por volta das 6h, motoristas que utilizavam o trecho acabaram impedidos de seguir viagem em alguns pontos. Isso porque, devido à lama acumulada na pista, três caminhões e uma Kombi acabaram atolando. Médico veterinário, Vinícius Bacellar utilizava a via e registrou o fato. As imagens repassadas à reportagem mostram, inclusive, a mobilização de moradores que utilizaram

Trator foi utilizado para liberar a pista

um trator para desatolar os veículos. Para ele, que utiliza a estrada há pelo menos seis anos, para atender em propriedades próximas, “a situação é horrível”. “Não é a primeira vez que vejo veículos atolados. É algo frequente, mas nunca esteve tão ruim quanto agora”, garante. Produtor e jornalista, Fernando Farinha, em contato com a reportagem, salientou que, na atualidade, o trecho está “intransitável”. “Viajo muito por estradas vicinais da região e, em outros locais, as estradas até estão bem cuidadas”, relata ao expor que na RSC-473 a situação é contrária.

Segundo Farinha, a região passa por um momento bom no meio rural e, situações como as verificadas na estrada, podem inviabilizar novos empreendimentos. “Tenho conversado com muitos investidores que querem vir para aproveitar o bom momento da soja, aplicar recursos na pecuária e em outras culturas. Mas se não houver condições será difícil isso acontecer”, argumenta. Ele destaca que está na “expectativa de que uma solução seja providenciada”. “Tenho o entendimento de que quando o campo vai bem a cidade também vai bem”, finaliza.

Projeto pretende abrir cooperativa em Bagé

O deputado José Sperotto (PTB) recebeu, terça-feira, em seu gabinete, os vereadores de Bagé, Carlos Adriano Silveira (Esquerda) e Antônio Carlos Garcia (ambos do PTB). Esquerda e Garcia apresentaram um projeto para formação de uma cooperativa que vai produzir tijolos usando as cinzas da usina de Candiota. Conforme Esquerda, é preciso buscar novas alternativas de geração de trabalho, renda e oportunidades para os cidadãos menos favorecidos. Os tijolos produzidos serão usados para construção de moradias populares. “Unidos teremos condições de diminuir o desemprego e aproveitar a matéria-prima existente na região”, argumenta o vereador.

Sperotto, que é integrante da Frente Parlamentar do Cooperativismo, parabenizou a ideia dos legisladores de fundarem uma cooperativa. “A união através do cooperativismo é um dos caminhos para que o trabalhador consiga dar melhores condições de vida a sua família, evitando a exclusão social”, afirma o petebista. Os bageense solicitaram, ainda, apoio na busca de recursos junto aos órgãos de governo, para aquisição dos equipamentos para implantação do parque fabril. “Vou me informar sobre onde podemos conseguir recursos e, posteriormente, vamos trabalhar para que se consiga materializar a cooperativa”, finaliza Sperotto.

Exposição nacional Corriedale premia cabanhas da região A 3ª Exposição Nacional de Raça Corriedale e a 41ª Exposição Estadual de Ovinos Meia Lã, premiou, recentemente, diversas cabanhas e propriedades da região da Campanha. Os eventos ocorreram no Parque de Exposições da Associação Rural de Jaguarão. Na exposição estadual de ovinos meia lã participaram, ainda, as raças Ideal e Romney Marsh, Poll Dorset e Texel. A Nacional da Raça Corriedale teve a participação de 53 exemplares de altíssima qualidade. A Nacional da Raça Corriedale destacou os animais da Cabanha Santa Cecília, de Dom Pedrito, dos criadores e expositores Luiz Cláudio

Pereira/Fernanda Scardoelli e Filhos que conquistaram, entre outras premiações, os títulos de Grande Campeã, Campeã Ovino Jovem, Melhor Velo e Melhor Conformação, com JEP 370 e Grande Campeão, Campeão Ovino Jovem e Melhor Conformação, com JEP 335. Além da Santa Cecília, também foram premiadas as cabanhas da região da Campanha: Vista Alegre (Pedras Altas); Santa Doralina (Aceguá); São Matheus (Bagé); Mitaí (Herval) e Santa Amália (Bagé). Os jurados da III Exposição Nacional da Corriedale foram Andres Garcia Pintos (Uruguai) e Ciro Manoel de Andrade Freitas.

Em decreto assinado ontem pela prefeita em exercício de Hulha Negra, Ester Koester, foi estabelecido que a Prefeitura Municipal fará ponto facultativo no dia 3 de março, em função do carnaval. Outra novidade é que o horário de expediente para o dia 5 será das 13h às 17h, exceto nos

serviços de recolhimento de resíduos sólidos, vigilância e plantões no Centro de Atenção Integral à Saúde (CAIS). Na data, as secretarias de Obras, Serviços Públicos e Trânsito; de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente; e de Educação e Cultura atenderão das 13h30 às 17h30.

Hulha Negra altera horários no carnaval


GERAL

QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

Feriado de carnaval modifica rotina dos bageenses Com a chegada do feriado de carnaval, quando muitos podem descansar por pelo menos quatro dias, uma das opções é deixar a cidade, para aproveitar a praia ou visitar familiares, já que, após esse período, o próximo feriado ocorre somente em abril.

Para quem precisa se deslocar de ônibus, o emissor de passagens da Estação Rodoviária Paiva Neto, Guilherme Veloso, aconselha aos passageiros que comprem o seu bilhete o mais rápido possível, principalmente se os destinos forem os mais procurados, como a praia do

Cassino, para onde terá um carro extra no sábado, dia 1º, às 20h, e o Litoral Norte, como Capão da Canoa e Tramandaí. “O ônibus de sexta-feira, às 20h, para o Cassino, já está lotado. Estamos abrindo lugares em outro carro”, destaca. A questão da agilidade tam-

bém pode ser favorável para aqueles que não conseguirem passagem para o destino pretendido e precisarem fazer baldeação. O emissor relatou que, ontem, o movimento foi tranquilo na rodoviária, mas, hoje, ele acredita que mais bageenses devam procurar o local.

dia seguinte e no domingo o tempo deve ficar seco. A instabilidade pode voltar no dia 3, com indicativo de 5mm. Já o último dia de folia terá temperatura de 26ºC, com o aparecimento de algumas nuvens. Apesar dos dias de insta-

bilidade, principalmente quem vai passar o feriado na praia tem que estar atento aos índices de raios ultravioleta que, na maioria dos dias, se mantêm entre alto e extremo. Sendo assim, o protetor solar se torna indispensável.

A previsão do tempo no carnaval Em Bagé, o feriado de carnaval será de tempo seco e temperaturas na faixa dos 26ºC. A sexta-feira terá máxima de 25ºC e a temperatura mais alta ocorre no dia 3, segunda-feira, quando os termômetros marcam 28ºC e podem ocorrer pancadas

de chuva, assim como no dia seguinte. Porém, a previsão é de que a precipitação seja de 2mm. Para quem vai passar o feriado na praia do Cassino, a notícia não é tão boa. Na sextafeira, há previsão de chuva a qualquer momento. Porém, no

Confira os horários dos serviços em Bagé Prefeitura A Prefeitura não terá expediente na segunda-feira, dia 3, e na terça-feira, dia 4. Na Quarta-Feira de Cinzas, os serviços municipais começam o expediente a partir das 13h. Comércio O comércio, devido ao feriado de carnaval, não abrirá na segunda-feira e na terça-feira, seguindo o acordo firmado entre o Sindicato do Comércio Varejista de Bagé (Sindilojas) e o Sindicato dos Comerciários (Sindicom). As lojas reabrem na Quarta-Feira de Cinzas. No sábado, dia 1° de março, os estabelecimentos abrirão normalmente pela manhã. Bancos As instituições financeiras, tanto públicas quanto privadas,

não funcionam no dia 3, segunda-feira, e na terça-feira, dia 4. Na Quarta-feira de Cinzas, dia 5, os bancos abrem somente à tarde. Bradesco, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil começam a atender o público a partir das 12h até às 15h. Já o Banrisul abre as portas às 11h. Supermercados O hipermecado Big abre na terça-feira, dia 4, das 8h30min às 21h. E nos demais dias mantém o funcionamento normal. Já o Peruzzo e o Nicolini ainda não haviam definido o seu expediente no feriado da terça-feira. Transporte público A Stadtbus informou que a frota de ônibus, a princípio, circula normalmente no dia 4.

9


10

QUINTA-FEIRA

27 de fevereiro de 2014

SOCIAL

P

ROFESSOR João Gonzales, que lê somente best-seller, foi quem primeiro telefonou após ler a social de terça-feira. No momento, ele faz releitura do livro “A Segunda Chance do Brasil” – subtítulo, A Caminho do Primeiro Mundo – publicado em 2002; o autor é Lincoln Gordon, ex-embaixador dos Estados Unidos no Brasil. É leitura de primeira grandeza. Recentemente, esse texto serviu de pauta para matéria na revista CartaCapital, que faz repensar muita coisa, meus queridos! VEJAM o que me disse prof. João: “Gostei muito do que escreveste, tu resumiste em palavras os horrores de uma época. Até hoje, não entendo porque uma escola e até um bairro de Bagé homenageiam Kennedy, o cara que “interveio militarmente” no Brasil para depor o presidente João Goulart”. Aguardem, pois o PDT vai se pronunciar sobre isso; não esqueçam que este Gilmarzinho foi quem noticiou primeiro; ouviram meninos! DEPOIS de Gonzales, também atendi telefonema de outro intelectual, professor e pesquisador ALCIR BRITO, que também concordou com o que leu na coluna. Aliás, ele foi preso na Ilha das Pedras Brancas, em POA, apenas por discordar das ideias políticas impostas e dominantes naquela época. Conversar com Alcir equivale a uma aula de história, sociologia, filosofia, geopolítica e afins. Para este colunista, é um privilégio incontestável saber que Gonzales e Brito se permitem ler esta social. Fui claro?

Artista plástica, Angela Zaffari reuniu, terça-feira, clientes e amigos na AZ Galeria para contar a exposição de que participou em Dubai, clic Fábio Lucas

PARA QUEM não sabe, passei muito confortavelmente pelos anos 70; os últimos deles atuando na imprensa, dois jornais e uma emissora de rádio, em Santa Maria. Um tio meu, professor universitário, advogado, foi preso, quando estava operado, hospitalizado. Levaram-no em caminhão do Exército a Porto Alegre para prestar depoimento e, logo depois, liberado. Ele foi exonerado das funções que exercia, é claro. Fato muito “normal” à época. PELA internet, acompanhei a opinião, contrária a minha, do leitor Luis César Lucas, que me sugeriu títulos de livros excelentes; dois deles eu já os li. Inclusive, assisti a uma palestra do doutor Rodrigo Constantino, na PUC/Rio... A MELHOR ideia mesmo quem teve foi João Francisco Lucas Ribeiro, que não quer ver o carnaval passar em brancas nuvens. Assim, ele sugere ao Poder Público que feche a Sete de Setembro, entre Deodoro e Sampaio, e deixe o povo se divertir numa super festa de carnaval, espontânea e sem hora para acabar. Aplausos! CURSO de Espanhol by Josefina Pimentel recomeça dia 12 de março, na Urcamp. Este ano, esse curso emplaca seus 25 anos de sucesso. De acordo com Josefina: “a busca por conhecimento linguístico é de fundamental importância, pois é através desse aprendizado que se descobrem culturas, hábitos, peculiaridades e vivências diferenciadas. Quanto ao mercado de trabalho, além do magistério, há inúmeras oportunidades de colocação em empresas multinacionais. Também há espaço em hotéis, turismo, congressos e como tradutores – desde que haja domínio do idioma”, finaliza a professora. Aplausos!

Jussara Casarim, Lúcia Gomes, na AZ Galeria, clic Fábio Lucas

Roberta Fernandes e Tiago Porcellis, verão em Porto Seguro. Ele obteve primeiro lugar no concurso da Secretaria Estadual de Saúde

Lia Sarmento, Maria da Graça Silveira Dias da Costa, na AZ Galeria, clic Fábio Lucas


C

RIATIVIDADE é isto, uma marca de cerveja, que patrocina o carnaval na Sapucaí, vai explorar o tema futebol com este slogan: “Pelada, o lado devassa do futebol”... EM ABRIL (26), os diretores do Rotary Clube Rainha da Fronteira promovem o tradicional Cordeiro e Vinho, sede campestre do Clube Caixeiral. Convite, R$ 50, podem ser adquiridos, desde já, pelo 9972 3012... PROPOSIÇÃO do vereador NILTON DA ROSA VARGAS (PMDB – Dom Pedrito) vai dar o nome do pecuarista Emílio Severo de Quadros à rua daquela cidade. Segunda-feira (24), os filhos, os netos e os bisnetos do ilustre pedritense assistiram à sessão, na Câmara de Vereadores, que aprovou por unanimidade a ideia de Nilton Vargas. Aplausos!

SOCIAL

11

QUINTA-FEIRA

27 de fevereiro de 2014

EM SETEMBRO, equipe da TV Educativa vem gravar um especial com o grupo Pianistas de Bagé, programa que será mostrado em rede nacional, oba!... EM MARÇO (10), reabre o bistrô do City Hotel, antigo bar do Kiko. A nova proposta insere pratos leves, além dos petiços, no cardápio. O bacana é que a nutricionista Viviam Otte Taschetto continua na equipe do City. Aplausos!

O RECÉM-CRIADO “Grupo Os Carlitos” já programou duas oficinas de teatro, TEMPOS MODERNOS, mês de março. Uma para idade superior a 17 anos, a outra para adolescentes entre 12 e 16 anos. O estudo vai durar dois meses, uma aula por semana. Michel Godinho e Rubinho Oliveira serão os ministrantes desses cursos. Inscrições podem ser feitas via Facebook, na página www.facebook.com/grupodeteatrooscarlitos, ou pelo telefone 99679428... BOMBANDO, a Pousada do Sobrado virou referência a quem chega à cidade neste verão. Além disso, big festa de casamento ocorreu, sábado, naquele cenário que já serviu até de cenário para cinema, oba! EM LONDRES, a médica Elisabeth Macedo Fagundes... NO Yatch Club, Punta del Este, neste sábado, às 20h, a escritora Greice Mara Martins vai autografar o livro “Fábulas Gaúchas”. A obra tem apresentação do escritor gaúcho Alcy Cheuiche: “com seu talento habitual, Greice Martins dá a palavra às plantas, aos animais, aos objetos de arte. De maneira singela, funde sua alma com as dos personagens, num avatar que confere veracidade e beleza a cada uma de suas fábulas. Sem nunca esquecer, como os antigos fabulistas, de nos deixar bem clara a moral da história”.

Sábado (22), os integrantes do Rotaract Club de Bagé Campanha reuniram-se para saudar a vida e a amizade que os une, na residência do presidente do clube, João Roberto de Lima Gaffrée

FÉRIAS em Fortaleza, Godymar Oliveira e Lizete... EM Punta del Este: Terêncio Pereira e Sônia... Na Praia do Rosa: Regina Sacco, Mael Sacco Costa, Cema Isquierdo, Déborah Campos... EM CANASVIEIRAS, no carnaval, Cláudio Lemiesek e Magda vão receber a visita de Adriana e Carlos Alberto Pereira, o Felipe vai também, é claro... CARNAVAL NO RIO, as Brasil da Silva Tavares: Fernanda, Luciana e Thais Helena. A MARCHINHA DE CARNAVAL campeã no concurso da Fundição Progresso (Rio), diz: “Senhor prefeito, não é intriga, onde foi que enfiaram aquela viga?” A crítica ao sumiço das vigas da Perimetral carioca ganhou entre centenas de concorrentes. Enquanto houver marchinhas de carnaval, há esperança... BODAS EM MACEIÓ, Silvinha Machado e o marido foram comemorar 30 anos de casados naquele cenário maravilhoso, de praias que se não esquece jamais... DIRETO de Maceió a Dourados, Silvinha e a filha Eduarda Machado foram ensinar algumas coreografias na escola de dança da Maria Ester da Luz. Aplausos!

Silvinha Machado e o esposo em férias nas praias de Maceió


12

QUINTA-FEIRA

27 de fevereiro de 2014

ENTRETENIMENTO

ANIVERSÁRIOS Fernando Bom Duarte comemora 11 anos

- Hygínio Gonçalves Neto - Jorge Marques - Glênio de Oliveira Ferreira - Eduardo Burns - Flávia Morales Antunes - Renan Morales Moreira - Rafael Pereira Bastos

cinema programação

HORÓSCOPO Anna Clara Pereira de Almeida dos Santos Ritta - filha de Ana Cláudia Pereira de Almeida e Ânderson dos Santos Ritta completa 5 anos

Jéssica Chaves Costa

- Miguel Carlos Dorado - Larissa Magalhães Silva - Janice Corrêa Chaves da Costa - Gabriele Ribeiro Sarturi - Fátima Beatriz Pinto Martins Kalil - Claudia Lemos Soares - Carolina Freitas - Fernanda Mainardi Cidade dos Ossos [LEG] 18h40min

Muita Calma Nessa Hora 2 21h

Vênus e Lua continuam unidas em Capricórnio, trazendo novas oportunidades de firmar acordos que envolvem sua carreira. Você estará mais aberto a conversas e entendimentos. Tome cuidado apenas com a assertividade.

Seu regente unido à Lua traz abertura de seu coração e emoções à flor da pele. O momento envolve ótimas energias dentro de casa e nos relacionamentos que envolvem a família. Procure estar junto de sua família e amigos.

Seu regente unido à Lua em Capricórnio traz a você um dia cheio de acolhimento e otimismo. O momento envolve um projeto de viagem que pode vir a ser concretizado nos próximos dias. Um amor estrangeiro está muito perto de você.

A fase envolve atividades sociais e novas amizades chegando à sua vida. Momento de boas conversas e muito divertimento. Um novo acordo de negócio pode ser firmado, mas espere alguns dias para assinar qualquer documento.

Hoje você estará voltado para emoções mais intensas e focado em uma mudança que deve acontecer no setor. O momento envolve bons acordos financeiros, especialmente se estiver envolvido com sócios e parceiros.

O dia envolve ótimas energias voltadas para as suas finanças. O momento segue voltado para firmar um novo negócio que envolva aumento significativo de seus rendimentos. Ótimas energias em sua casa.

Os relacionamentos melhoram sensivelmente, especialmente os que envolvem afeto. O momento envolve aumento das atividades sociais, novas amizades e renovação das antigas. Um novo amor pode surgir para os solteiros.

Vênus e Lua unidas em seu signo amenizam seus relacionamentos e suas emoções. A promessa é de um dia carregado de amor e afeto juntamente com amigos. Aproveite as boas energias para estar junto de seu amores.

As energias que envolvem seus projetos de trabalho estão cada vez mais positivas e uma boa novidade pode surgir no setor. Fique atento às oportunidades, especialmente se estiver querendo mudar de emprego.

Hoje você estará mais fechado, mas mais voltado para suas melhores emoções. O dia promete deliciosos momentos de intimidade e afeto junto do seu amor. As finanças são também bastante beneficiadas durante todo dia.

O dia segue bastante leve com boas novidades ao seu coração. Se estiver só, um novo amor pode surgir, ou mesmo aquele amor que partiu nas últimas semanas pode voltar a procurar você. O dia envolve romances.

Hoje você estará mais voltado para as atividades sociais e seus amigos estarão mais próximos de você. O momento envolve festas, eventos, encontros com amigos e muito divertimento. Para os solitários, um novo amor pode surgir.

NOVELAS Na mansão, Pérola abraça Manfred, deixando-o emocionado. Peteleco diz a Hilda que gostaria que ela voltasse para Toni. Gertrude e Venceslau levam Manfred para casa. Laura decide aceitar a proposta de trabalho de Ernest na joalheria. Manfred segue Amélia e acaba atacando a mulher de Franz. Manfred diz a Amélia que contará para Franz que eles foram namorados. William decide procurar a tribo dos índios na mata para salvar Guto. William encontra a trilha dos índios e pede socorro. Kleber avisa a Hermes que perdeu Marlon e Lili na mata. Angelique finge colocar Líder Jorge na máquina. Fátima consegue uma nova certidão de óbito de sua mãe e chora ao ver a causa da morte. Marlon e Lili reencontram William. Shirley avisa Laerte sobre a morte de Itamar. Virgílio encontra Felipe embriagado e desacordado no banheiro. Helena ameaça denunciar o irmão. Helena pede para Chica conversar com Felipe. Laerte fala para Selma voltar para o Rio de Janeiro com ele e Verônica. Miss Lauren implica com Flora, e Neidinha tenta apaziguar a situação.


GERAL Universidade não confirma fim das atividades

Professora denuncia fechamento da Urcamp em Caçapava do Sul

Divilgação/Farrapo

Jianny comentou que a comunidade de Caçapava não se mobilizou

Depois de ser informada em reunião de que o campus da Universidade da Região da Campanha (Urcamp) de Caçapava do Sul iria fechar, a professora da instituição, Jianny July Moreno, resolveu desabafar através da rede social Facebook. A docente relatou que em tempos em que se buscam formas de crescimento intelectual, para gerar seres mais capazes de competir no mercado de trabalho, o fechamento do campus vai contra essa perspectiva. Jianny ressaltou que em um lugar como Caçapava, onde a oferta de empregos não satisfaz a demanda de candidatos, pelo contrário, acompanha as exigências profissionais, ter acesso à universidade, por meios de bolsas, créditos e outros benefícios sem ter que abrir mão da oportunidade de trabalho no local que reside é

Prédio será devolvido pela instituição

uma forma de desenvolvimento do município. O encontro, como contou a professora, ocorreu no último dia 24. com a direção local da instituição, e apenas confirmou os boatos de que o campus iria fechar. A justificativa apresentada na ocasião, segundo informou, é de que a condensação dos cursos faz parte da política de contenção de gastos da universidade. Ela conta que durante o comunicado foi dito que os cursos com formandos, como é o caso de Letras, em que ela leciona, funcionariam até a metade do ano, mas que outros já seriam extintos, entre eles Administração de Empresas e Ciências Contábeis, e os estudantes deslocados para o campus de São Gabriel, que abriga essas graduações. “Já foram demitidos três ou quatro professores de um total de 15”, relata.

Jianny declarou se sentir indignada com a situação e disse que uma instituição que existiu durante 20 anos em uma cidade não pode simplesmente fechar as portas. “Simplesmente você termina um projeto, libera os professores e era isso?”, questiona. A profissional indaga se a instituição irá aplicar a lei do descarte com seus professores, funcionários e alunos. A profissional fala que seja como for, a Urcamp atuou de forma comunitária e social em uma cidade onde a população, na sua maioria, não teria por vias próprias oportunidade de estudo a seus jovens e filhos. “Sim, a Urcamp Caçapava vai deixar de existir por motivos desonestos e impunidade que vêm se arrastando há anos e que culminam com a extinção dos cursos que temos e a remoção de outros para cidades vizinhas”, argumenta.

destes cursos, segundo informou a assessoria, terão aulas no campus de São Gabriel. Ainda, foi dito que há uma comissão formada para avaliar a situação da universidade em Caçapava. E que o local pode se tornar, futuramente, um polo, com uma estrutura física, e ofe-

recer cursos conforme a demanda de alunos. Em relação ao prédio, a assessoria afirmou que a estrutura, onde funciona o campus, vai ser devolvida para a fundação da qual foi comprada, pois a Urcamp não teve condições de pagar o valor do imóvel.

O que diz a Urcamp Em contato com a assessoria de comunicação da instituição de ensino, foi informado que a universidade não confirma o fechamento do campus e, sim, a extinção de dois cursos: Administração de Empresas e Ciências Contábeis, pois estes teriam recebido nota abaixo de três no Enade. Os estudantes

Urcamp demite professores em início de semestre No final da última semana, a direção do Sinpro/RS foi informada da demissão de professores em vários campi da Urcamp. Segundo informações levantadas pelo sindicato, foram demitidos 10 professores apenas no campus de Alegrete e três de São Gabriel. O sindicato continua apurando o número de demitidos nas outras unidades da universidade. “O que surpreendeu o sindicato e os docentes foi o fato destas

demissões acontecerem justamente na eminência do reinício das atividades letivas, previstas para esta segunda-feira, 24”, afirma Marcos Fuhr, diretor do Sinpro/RS. Segundo o dirigente, demissões de professores acontecem todos os anos, sendo considerado o final do ano letivo o período mais adequado para os desligamentos, de modo a viabilizar a recolocação no mercado de trabalho.

Outro fator de contrariedade do sindicato é a perspectiva do não recebimento das respectivas verbas rescisórias dos demitidos, o que tem se constituído em prática comum da Urcamp no último período. As circunstâncias das demissões e as perspectivas do não pagamento das verbas rescisórias deverão ensejar iniciativas judiciais por parte do sindicato nos próximos dias, para a defesa dos direitos dos professores.

QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

13


QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

GERAL

Alerta para o peso excessivo das mochilas escolares O material escolar é uma preocupação para as crianças e para os seus pais. Antes das aulas começarem, os estudantes querem escolher aqueles itens mais atrativos. Os pais querem economizar. Após o início das aulas, outra preocupação surge, essa, sobretudo, por parte dos pais e educadores. Acontece que as crianças já não querem carregar mochilas com rodinhas. Preferem os modelos com alças. Mas é preciso estar atento para o que os estudantes carregam nas costas. O peso excessivo pode prejudicar a coluna. A Secretaria Municipal de Educação orienta os pais: a primeira dica é escolher o modelo junto com o filho. “É importante que o responsável participe da escolha do modelo da mochila. Vale mostrar que o melhor tipo é o que contém duas alças reforçadas e acolchoadas”, pondera a assessora especial da SMED, Sibila Silva. Acontece que esse modelo distribui o peso e sustenta melhor o acessório na posição correta. Engana-se quem pensa que não deve se preocupar com as mochilas de rodinhas. É importante que, nesses casos, a mochila não ultrapasse a cintura da criança. Uma dica é escolher modelos com menos bolsos. Isso evitará que a criança carregue objetos inúteis nos compartimentos extras. Sibila lembra que, segundo a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, o ideal é que a criança ou adolescente carregue, na mochila, até 10% do seu peso corporal.

Tiago Rolim de Moura

14

Dica é usar as duas alças para distribuição do peso

Levar só o necessário

A orientação da secretaria é estar atento aos itens desnecessários para as atividades do dia. “Os pais devem estar atentos ao peso extra que os filhos carregam e a frequência com que isso acontece. Vale orientar a criança a carregar somente o necessário dentro da mochila. Jogos e brinquedos, por exemplo, só devem estar na mochila quando a escola solicitar”, comenta. O Instituto Nacional de Traumato-Ortopedia, órgão ligado ao Ministério da Saúde, alerta: crianças que carregam mochilas muito pesadas correm o risco de sentir dores nas costas, desenvolver postura incorreta e apresentar desvios na coluna vertebral. O peso exagerado das mochilas escolares gera uma sobrecarga mecânica no corpo dos estudantes. Ou seja, a criança acaba fazendo um esforço para carregar a mochila,

o que pode ter como consequência estresse muscular e dores. Outra recomendação do instituto do Ministério da Saúde é quanto à opção por bolsas do tipo carteiro. A dica é alternar os lados em que o material é conduzido. O instituto destaca que os pais devem estar atentos a queixas quanto a dores. Isso pode ser o alerta de que a criança está carregando muito peso nas costas. A prática de atividades físicas também é recomendável às crianças em idade escolar, conforme o instituto. Exercícios e esportes aumentam a resistência muscular das crianças. Outra dica é levar as crianças pelo menos uma vez por ano ao pediatra. Somente o médico pode ajudar a detectar doenças comuns na fase de crescimento, como a escoliose, um desvio na coluna que apresenta poucos sinais durante o aparecimento.

Pré-vestibular do POD oferece 70 vagas para alunos do Ensino Médio O prefeito Dudu Colombo realizou, na tarde do dia 25, uma reunião para tratar sobre o pré-vestibular que inicia em 12 de março, das 19h às 22h, na Escola São Pedro. Participaram do encontro, integrantes do Programa de Oportunidades e Direitos do Governo do Estado (POD) e da Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi) – empresa responsável pelas aulas. O município está retomando o pré-vestibular que contém 480 h/a e é gratuito à população. “Serão 70 vagas disponibilizadas para os alunos de escolas públicas da cidade que concluíram ou estão concluindo o Ensino Médio”, informa.

Segundo o Chefe do Executivo, esta ação já está na sua terceira edição e faz parte do programa de Oportunidades e Direitos do Governo do Estado. “Este trabalho é uma porta que o Governo Municipal abre com o apoio do Governo do Estado para que os jovens possam preparar-se melhor para o vestibular, qualificando-se para o mercado de trabalho”, salienta. De acordo com a coordenadora administrativa, Isaura Tonelo, durante a matrícula os alunos vão receber um regulamento e um kit com material didático da editora Tótem, focado para o ENEM. “Trabalhamos muito para não perder o jovem durante o período das aulas, que se estendem até

a primeira semana de setembro. Nos preocupamos muito com a qualidade do curso. As inscrições dos alunos já foram finalizadas. Agora, estamos na fase de envio dos documentos necessários para ingressar nesta grande oportunidade”, destaca. Também está aberta a seleção de professores de todas as áreas. As inscrições podem ser realizadas pelo site www.agoravocePODe.org.br. A ação integra o Programa de Oportunidades e Direitos do Governo do Estado (POD) e é promovida pela Prefeitura de Bagé em parceria com a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado e gabinete do vereador Caio Ferreira.


GERAL

Sucata na Jacinto Ferrer preocupa moradores Quem passa pela rua Jacinto Ferrer, no bairro São Judas, acredita que em um trecho próximo à Avenida São Judas há uma sucata. Porém, na verdade, o espaço se tornou um depósito inadequado de carcaças de veículos. A ferrugem predomina e preocupa os habitantes dos arredores. Um morador, que preferiu não se identificar, denunciou a situação. Ele questiona porque, até hoje, o município não tomou qualquer providência quanto ao local. Ocorre que além da ferrugem e sujeira, a sucata também tem como consequência o acúmulo de água. O morador lembra que se combate a dengue, mas ao mesmo tempo não há verificação desse tipo de irregularidade. O espaço está localizado em um terreno baldio. O local, conforme a observação da reportagem, é utilizado como rua por alguns veículos e também por pedestres. O morador não soube informar há quanto tempo ocorre o acúmulo e nem sabe qual a procedência das carcaças. Contudo, afirma que há pelo menos um ano é possível verificar a sucata no espaço. O morador destaca que crianças podem se machucar se

Tiago Rolim de Moura

Crianças às vezes brincam no local

resolverem se aventurar – para ele, esse é um local convidativo para aqueles que têm imaginação fértil. Por isso, acidentes podem ocorrer. O secretário do Meio Ambiente, Amaro Dias Robaina, garante que tal problema nunca chegou à pasta. Ele pede que a população procure a secretária para explicar a situação. A verificação ocorrerá em menos de 24 horas. Caso seja constatado que o

terreno é de propriedade privada, o proprietário será notificado e autuado. Se a sucata estiver avançando pela calçada, ocorrerá retirada. De qualquer forma, as carcaças deixarão o local no menor prazo possível. “Não deixaremos de tomar uma providência”, salienta. Ele pede que a população, diante de problemas como esse, recorra à pasta. O telefone da Secretaria do Meio Ambiente é (53) 3240-5166.

QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

15


16

QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

GERAL Comissão de Saúde da Assembleia aprova audiência para implantação do hemocentro de Bagé Proposto pelo deputado estadual Catarina Paladini (PSB), foi aprovado por unanimidade na Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, ontem, o requerimento de audiência pública para debater sobre a implantação do Hemocentro de Bagé. Paladini falou da importância de discutir a implantação de um hemocentro em Bagé. Segundo o deputado, esta é uma reivindicação antiga da comunidade, pois desde 2010 o espaço foi desativado na cidade, devido à precariedade das condições em que estava operando. Serão convidados para o debate a Secretaria Estadual de Saúde, a Secretaria de Saúde de Bagé, o Conselho Municipal de Saúde, Hemocentro do Estado do RS, Hemocentro de Pelotas, Santa Casa de Caridade de Bagé, Universidade Federal do Pampa – Campus Bagé, Faculdade Ideau – Campus Bagé e a Câmara de Vereadores. Paladini lembra que reivindicação é antiga

Gabriele Didone/EspecialFS


GERAL

Situação de pasto alto se repete próximo à escola João Severiano

Comunidade escolar da Pérola Gonçalves se depara com cobras na hora da saída

A comunidade escolar da instituição municipal de ensino Pérola Gonçalves, localizada no bairro Jardim Monte Carlo, foi surpreendida por duas cobrasnamanhãdaúltimasegunda-feira, na hora da saída dos alunos. A diretora da instituição, Cristina Figueira da Silva, contou que os animais foram vistos pelos pais que chegavam parabuscarseusfilhos.Comooprédiodo colégio está limpo, a professora acredita que as cobras vieram da praça pública, que fica ao lado do escola, onde os pastos estão altos. “A pracinha é o acesso dos estudantes à escola. Eles brincam antes de entrar para a aula e na hora da saída”, afirma. Os animais peçonhentos foram capturados pelos responsáveis dos estudantes e colocados em vidros para serem estudados no laboratório de ciências. Cristina comentou que os pais reclamam da situação dos arredores da

escola, pois mesmo mantendo o terreno da instituição limpo, os animais que ficam escondidos no pasto se deslocam para o colégio. “A situação coloca a vida dos alunos em risco”, salienta. O advogado que mora em frente ao Pérola Gonçalves, Caine Teixeira Garcia, confirmou que o prédio do colégio está limpo, mas que a sujeira da praça prejudica os estudantes. “É inadmissível que a situação esteja assim no começo doanoletivo”,argumenta.Garciacontou que muitos dos estudantes usam o local de lazer como trajeto até o prédio da instituição de ensino. Os pastos altos também podem ser vistos nos arredores da escola municipalJoãoSeveriano,localizadanobairro Castro Alves, onde um terreno em frente ao prédio do colégio está abandonado e comavegetaçãoalta,servindoderefúgio para animais.

O que diz o Poder Público conta de toda a demanda”, salienta. Mendes ainda informou que existem outros locais piores que o localizado ao lado da escola, porém afirmou que a praça está no cronograma da secretaria e que dentro de 30 dias a secretaria pretende dar manutenção em todas as praças da cidade.

Pastos escondem brinquedos da praça

Tiago Rolim de Moura

O secretário municipal de Atividades Urbanas (SMAU), Eduardo Mendes, esclareceu que a equipe responsável pelas praças trabalha na manutenção dos espaços centrais, como a Praça Esporte e a Praça da Estação. “A chuva e o sol fazem com que o pasto cresça muito rápido e não temos perna para dar

QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

17


18

QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

SEGURANÇA

Presos são surpreendidos com celulares e entorpecentes Na manhã de ontem, foi comunicado por agentes penitenciários da Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) do Presídio Regional de Bagé, na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), que cinco apenados estavam com dois celulares e um tijolo de uma substância semelhante à maconha.

De acordo com o registro, os agentes estavam realizando o videomonitoramento interno quando avistaram um apenado passando pela cela alguns objetos para quatro presos. Ao ser efetuada a revista pelos agentes penitenciários, foram encontrados dois telefones celular e um tijolo com substância semelhante à maconha.

Cobrador é assaltado antes de chegar à empresa Na tarde de ontem, o cobrador de ônibus Anselmo Mendes Silveira se dirigia à empresa Anversa quando foi abordado na esquina da rua Juvêncio Lemos por dois homens em uma motocicleta, que lhe roubaram o estojo com o dinheiro das passagens.

De acordo com o boletim de ocorrência, os dois homens estavam em uma motocicleta preta, parecendo ser uma YBR, sem placa. Um dos acusados desceu do veículo e arrancou-lhe o estojo com o dinheiro. O homem também pediu o

celular da vítima, que informou que não tinha. Silveira relatou que os homens fugiram em direção à escola Mestre Porto. A Brigada Militar atendeu a ocorrência e a vítima ressalta que havia cerca de R$ 420 no estojo de passagens.

Defrec captura dois foragidos Os policiais civis da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) prenderam, na manhã de terça-feira, Dionatan da Silva Tavares, de 20 anos, conhecido como Dionatan Degolado. Segundo os policiais, o jovem teria envolvimento em crime de roubo, que ocorreu no final do ano de 2013, quando uma família foi assaltada e agredida próximo ao Cerro de Bagé. Também contra Tavares há mais dois inquéritos da 2ª Delegacia de Polícia Civil, sendo um por homicídio consumado e outro por tentativa de homicídio. Os policiais ressaltam que Tavares foi indiciado no homicídio de Anderson Soares Simões, de 20 anos, conhecido como Paraguaizinho, no dia 7 de novembro de 2013, quando o Judiciário negou o pedido de prisão preventiva feito pelo delegado responsável pelo inquérito. Dionatan Degolado foi reconhecido pela vítima do roubo e, na data da prisão, foi encontrado, em sua residência, o telefone celu-

Fotos: Divulgação/FS

Dionatan Tavares, 20 anos, teria envolvimento em três crimes

lar furtado na ocasião. O suspeito foi encaminhado para o Presídio Regional de Bagé. Já na manhã de ontem, policiais civis da Defrec prenderam Giovani Alves Rangel, de 39 anos. O preso estava com o mandado de prisão preventiva expedido pelo Judiciário pelo crime

Patrulha Rural apreende duas capivaras mortas em Dom Pedrito Na madrugada de ontem, por volta das 2h, a guarnição da Patrulha Rural da Brigada Militar abordou na Estrada do Campo Seco, na divisa dos municípios de Dom Pedrito e Rosário do Sul, o veiculo Gol, com placas de Rosário do Sul, com três pessoas que estavam com duas capivaras mortas no interior do carro. De acordo com os policiais militares, um dos animais pesava, aproximadamente, 30 quilos e, o outro, 60 quilos. Eles teriam sido abatidos pelos três homens. Os suspeitos estariam caçando em uma

propriedade rural particular com o consentimento do proprietário, segundo informações do registro. Os policiais da patrulha rural também informaram que foram localizados no interior do veículo duas facas e um facão, que foram utilizados no abate dos animais. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante aos indivíduos, que foram encaminhados até a Delegacia de Polícia para registro. Eles responderão por crime contra a fauna. Os animais abatidos foram apreendidos e entregues à Vigilância Sanitária de Dom Pedrito. Divulgação/FS

Animais foram abatidos em propriedade rural do município

Giovani Rangel, 39 anos, foi preso por tráfico de entorpecentes

de tráfico de entorpecentes e foi encontrado em sua residência, na rua Pery Coronel, bairro São João. Os policiais civis registraram o boletim de cumprimento de mandado de prisão na DPPA e encaminharam Giovani Alves Rangel para o Presídio Regional de Bagé. PRF apreende veículo com 960 latas de energético e 96 litros de bebida alcóolica

A Polícia Rodoviária Federal do posto de Bagé abordou o veículo Voyage, de placas de Lageado, no KM 650, da BR153, onde apreendeu diversos produtos que excediam o limite de compras. De acordo com os policiais rodoviários federais, o veículo vinha de Aceguá com destino a Lajeado, sendo abordado a 5 quilômetros de Bagé. A denúncia foi feita por policiais da Delegacia de Aceguá, onde avistaram o carro sendo carregado em frente a um dos free shops do município vizinho. Foram encontrados no interior do carro, sem o devido desembaraço aduaneiro 960 latas de 250ml de energético, marca Red Bull; 48 litros do uísque Red Label; 24 litros da vodka Absolut; 12 garrafas do vinho branco Frontera – Chardonnay; 12 garrafas do vinho reservado Cabernet Sauvignon. A mercadoria apreendida foi encaminhada para a sede da Receita Federal em Bagé.


ESPORTES

19

QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

Marchiori observa atacante Dupla marca presença no congresso técnico

Tiago Rolim de Moura

A Federação Gaúcha de Futebol reúne, hoje, às 15h, em sua sede, em Porto Alegre, os clubes que vão disputar o campeonato estadual juvenil B, entre eles a dupla Ba-Gua. O Guarany será representado pelo treinador Jesus Antônio Munhoz Padilha (Totonho) que, aliás, está montando uma nova equipe, depois que sua categoria sub-17 teve jogadores como Paulinho,

Renteria e Álvaro, encaminhados ao Grêmio Porto Alegrense, para um período de avaliação, e outros integrados ao grupo principal do alvirrubro bageense. A sub-17 do Bagé tem como diretor o empresário Antônio Carlos Machado Ferreira, treinador Adenilson Caldeira, sendo supervisor Sérgio Menezes. Os jogadores realizam treinamentos em campos do Militão.

Gremistas vibram com nova vitória tricolor Camisa que vai a sorteio

em São Gabriel. Já o departamento amador do Guarany está comercializando, a R$ 5 a unidade, as cartelas para o sorteio da camisa 22, que a cate-

goria sub-17 utilizou na conquista da Taça Teutônia, no início do ano. Do montante que for arrecadado, 20% serão destinados à obra social da Fazenda Ebenézer.

Joseana Pires/Especial FS

O atacante Roberto Mamute, cujo irmão, Iuri, é jogador do Grêmio Porto Alegrense, será avaliado pela comissão técnica do Guarany. Com a integração do atacante Taynã Nogueira e do lateral-esquerdo Eduardo, de 22 anos, o treinador Ben-Hur Marchiori ganha duas novas opções para o grupo que ele vem formando para disputar a segundona. Esperando pela melhoria das condições do tempo, Marchiori espera nos próximos dias concluir a formação do elenco principal. O Guarany fará sua estreia na chave A dia 23 de março, jogando fora de casa, contra o Rio Grande; dia 30, recebe o Farroupilha, voltando a jogar em casa, no dia 2 de abril, diante do Sapucaiense; dia 6 de abril, BaGua, no Pedra Moura; 9, contra o Estância Velha, em Bagé, encerrando o turno dia 13 de abril,

Movimentação com bola para definições do time Jogo-treino contra uma seleção amadora, hoje à tarde, no Pedra Moura, marca o andamento dos preparativos do Bagé para a segunda divisão de profissionais. É a oportunidade para que o treinador possa testar as alternativas de que dispõe para os vários setores do time que está em fase de estruturação para a temporada oficial. O Bagé estreia na segundona

dia 23 de março, em casa, contra o Farroupilha, folga dia 26; no dia 30, fora de casa, contra o São Gabriel; dia 2 de abril, novamente como visitante, diante do Estância Velha; dia 6, o Ba-Gua, no Pedra Moura; 9 de abril, o adversário será o Rio Grande, que jogará em seus domínios e, fechando o turno, o jalde-negro receberá, no dia 13 de abril, o Sapucaiense.

O meia Wellington, 21 anos, vindo de Santa Vitória do Palmar, começa a ser avaliado pela comissão técnica jalde-negra, a partir de hoje. Antes do início do campeonato, o Bagé deve jogar no dia 9 de março, em Dom Pedrito, contra o Botafogo, enfrentando, depois, uma equipe da Série A2, embora no Acesso os jogos sejam realizados às quartas-feiras e aos domingos.

Resumo esportivo RECURSOS – A Coordenação de Futebol Amador da Secretaria Municipal da Juventude, Esporte e Lazer está ultimando projeto a ser encaminhado à Fundergs, visando à liberação de valores para o campeonato citadino de 2014. LIBERTADORES – Anteontem, Cruzeiro 5x1 Universidade do Chile, Vélez Sarsfield 2x0 Atlético Paranaense. LIBERTADORES (II) – Hoje, San Lorenzo

higinobage@yahoo.com.br

de Almagro x Independente del Valle. AMISTOSO – Preparando-se para a segunda divisão, o Farroupilha joga amistosamente contra uma seleção de São Lourenço do Sul, no sábado. PAULISTA - Nesta quinta-feira, Palmeiras x São Bernardi, Santos x Bragantino. CARIOCA – Taça Guanabara continua hoje com jogo isolado, Madureira x Vasco da Gama.

Mais de 100 torcedores, reunidos na sede da Associação dos Gremistas de Bagé, na rua Fabrício Pilar, 161, vibraram intensamente na noite de anteontem. Devidamente vestidos com a camisa de seu clube, eles acompanharam atentamente, em telão instalado no local, a segunda vitória consecutiva do Grêmio Porto Alegrense na fase de grupos da Libertadores. Desta vez, o adversário foi o colombiano Atlético Nacional de Medelin, que impôs sérias dificuldades, chegando a ter maior posse de bola. Mas os gols de Luan, Ramiro e Alan Cruz estabeleceram

22/02/13 FEDERAL

1º 26.048 2º 57.871 3º 34.260 4º 70.513 5º 66.015 MEGA-SENA Nº 1576 13 15 21 26 30 46 LOTOMANIA Nº 1429 01 04 08 14 17 19 27 35 36 39 41 44 59 64 66 68 70 77 89 93

a importante vitória de 3x0, que valeu ao clube gaúcho a manutenção dos 100% de aproveitamento e, ao mesmo tempo, significou passo importante para chegar ao mata-mata da próxima etapa da competição. O Grêmio volta a campo, novamente, pela Libertadores, no dia 13 de março, jogando outra vez na Arena, então contra o Newell`s Old Boys da Argentina. O torcedor que quiser assistir aos jogos do Grêmio na sede da associação, presidida pelo empresário Eduardo Pradier, pagará R$ 2, funcionando serviço de copa no local.

LOTOFÁCIL Nº 1023 01 02 03 06 07 08 09 11 13 14 16 18 21 22 23 QUINA 3426 26 27 29 62 73 DUPLA-SENA Nº 1258 Primeiro sorteio 05 08 10 23 31 43 Segundo sorteio 08 11 18 26 33 48


www.jornalfolhadosul.com.br

BAGÉ, QUINTA-FEIRA, 27 DE FEVEREIRO 2014

Gaúcho

FOLHA SUL


Campo caderno

BAGÉ, QUINTA- FEIRA, 27 DE FEVEREIRO DE 2014 - Ano 2 - N° 72

Desafio do vinho

Depois de afirmar o sucesso da vitivinicultura, a Campanha gaúcha encara, pela primeira vez, um cenário desafiador. Daqueles que colocam qualquer empreendimento em risco. Impostos, assim como no restante do Estado, somados aos elevados custos de produção - principalmente no frete - fazem com que produtores busquem, junto ao governo, medidas urgentes para impedir uma possível desindustrialização do setor. Para tanto, o Caderno CAMPO publica, nesta edição, entrevista com Valter José Pötter, da Guatambu Estância do Vinho, de Dom Pedrito. Em números e relatos, ele demonstra as principais dificuldades de produção na região. Também confira um panorama apresentado pelo presidente do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Moacir Mazzarolo, e os trâmites previstos pelo Estado, segundo o secretário da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Luiz Fernando Mainardi.


2

QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

CAMPO

Empreendimento de olivicultura espera colher 30 toneladas de azeitona

por Marcelo Pimenta e Silva Perto de realizar a terceira abertura de colheita de azeitonas, o Rio Grande do Sul observa um mercado em crescimento voltado para a olivicultura. Seja através de ações desenvolvidas como políticas públicas, como o projeto Olivais do Pampa, ou investimentos privados em municípios como Pinheiro Machado, a atividade começa a ganhar espaço entre as culturas tradicionais na Metade Sul,

tornando-se uma alternativa de renda para os produtores. Com um mercado promissor em que o país é o terceiro maior importador de azeite de oliva do mundo, o cultivo de oliveiras cresce no Estado e em outras regiões do Brasil. Com fatores climáticos e de solo que favorecem para o cultivo da oliveira, investimentos como o de Fernando Rotondo em Santana do Livramento configuram uma nova

realidade nos campos da região da Campanha. Com 10 mil pés plantados, o produtor e engenheiro agrônomo natural de Lima, no Peru, acredita que a colheita – a primeira de seu empreendimento - será de até 30 toneladas de azeitona. Na ocasião, o produtor estará colhendo as variedades que se mostram as mais precoces como Arbequina, Arbosana e Koroneiki. “O rendimento de azeite dependerá muito do comportamento das chuvas no período de colheita, pois ele diminui caso a colheita tenha presença de chuvas. Já as variedades de mesa colheremos menos volume, mas tudo indica que será de ótima qualidade”, ressalta Rotondo, que iniciou a colheita no último dia 9, sendo a primeira safra de azeitonas de mesa. Há cerca de 10 anos, o produtor pesquisou a região depois de ler trabalhos da Embrapa Clima Temperado e UC Davis (Universidade da Califórnia) sobre zoneamento agroclimático. Conforme Fernando Rotundo, inicialmente, havia um interesse em olivicultura e viticultura, no entanto, depois de enxergar as potenciais limitações da viticultura sobre tudo do ponto de vista de

mercado, decidiu-se pela olivicultura. “Durante a primavera e início do verão de 2009-2010, depois de adquirir nossa propriedade e preparar o solo, plantamos 10 mil mudas de variedades aptas para azeite e mesa. Aproximadamente a metade do olival foi desenhada para o plantio de variedades de mesa, especialmente a variedade Manzanilla”, salienta o produtor. O produtor alerta que para uma boa produção, cuidados devem ser tomados como ajustes no solo. Dessa forma, a correção do solo com calcário e a minimização do teor de alumínio são dois fatores que precisam ser considerados pelos produtores que investirem na olivicultura, segundo Rotundo. O engenheiro agrônomo aponta ainda a necessidade de um sistema de irrigação para complementar a deficiência hídrica em determinados períodos, bem como a escolha de variedades resistentes a geadas tornam-se aspectos fundamentais para o sucesso na olivicultura. Questionado sobre os desafios para a consolidação da cultura na região da Campanha, Rotundo destaca: “acredito que o bom preparo dado

ao solo para torná-lo adequado para oliveiras e os cuidados fitossanitários são os maiores desafios. Temos um ambiente mais úmido que a região ideal, consequentemente, há de se cuidar destes aspectos. As pragas e doenças atacam com maior intensidade. Este é um problema que também ocorre com a produção de uva”, analisa o produtor. Fernando Rotundo comenta que o ano de 2014 será o primeiro com azeite extravirgem. “Tomamos os maiores cuidados para que qualidade e sanidade da fruta produzida e o índice de madurez garantam um Extravirgem legítimo. O mercado do Extravirgem de qualidade no Brasil é um mercado a ser desenvolvido e demandará um grande esforço de educação ao consumidor. O Brasil deveria assumir como prioridade a análise sensorial para evitar que aqui se continuem vendendo azeites organoleticamente defeituosos, como se fossem Extra Virgens. O baixo preço dos azeites rotulados e vendidos como extravirgens, indica ou cria sérias dúvidas sobre a idoneidade da qualidade dos produtos vendidos massivamente no mercado brasileiro”, enfatiza o produtor. Divulgação/FS

Azeitonas da variedade Arbequina serão colhidas em breve

Expediente Reportagens: Marcelo Pimenta e Silva Editor-geral: Glauber Pereira E-mail: marcelopimentaesilva@gmail.com Diagramação: Renata Lima Revisão: Taisa Soares Fotos: Divulgação Esta edição semanal é encartada no Jornal FOLHA do SUL GAÚCHO e não pode ser vendida separadamente.


Contraponto na vitivinicultura

CAMPO

QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

3

Impostos encarecem produção na Campanha gaúcha por Felipe Valduga felipelvalduga@gmail.com Se a vitivinicultura está em crescimento acelerado, nos últimos anos, por outro lado surgem os primeiros problemas para o setor. E nada fáceis de serem superados. Os tributos, aliados aos custos de produção, estão apresentando-se como um verdadeiro desafio aos produtores da Campanha gaúcha. Recente decisão de uma das gigantes do setor, a Miolo, de desativar o engarrafamento na região e concentrando o processo junto à sua sede, em Bento Gonçalves, já sinalizava um alerta. O motivo: reduzir

custos com o frete. Referência empresarial na Campanha, Valter José Pötter, proprietário da Guatambu Estância do Vinho, de Dom Pedrito, comenta que este fato foi o “estopim” que escancarou o atual cenário. “O frete está exorbitante. É inviável, por exemplo, colocar uma garrafa para vender em São Paulo”, aponta, ao lembrar que o frete tem custo duplo: para trazer as garrafas até a região e, depois, para reenviá-las aos grandes mercados para venda. Outra definição da Miolo,

Ao comentar este novo – e difícil – cenário, Pötter alerta que os impostos é que são os responsáveis pela situação. O mais questionado, por ele, atende pela denominação de substituição tributária. “É um tributo que seria destinado ao comércio. Contudo, como o governo não tem como fiscalizar isso, acaba cobrando na origem, que somos nós, os produtores”, enaltece, ao relatar, ainda, que a cobrança é “recolhida adiantada, e à vista, mesmo se comercializarmos a prazo ao mercado”. De acordo com o empresário,

seria este o valor que sobraria para a indústria, para pagar os custos de produção. “O governo me procurou para que eu avaliasse a atual situação. Elenquei alguns pontos, este em destaque, e já repassei ao governador. Espero que algo seja feito, e rápido”, relata. Ele cita que uma garrafa, ao custo de R$ 14, encaminhada para venda em São Paulo, em função do frete e dos impostos, acaba sendo comercializada a R$ 40. “Se chegar no restaurante, sobe mais 100%”, afirma. Ou seja, inibe a venda junto

Segundo o secretário da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Luiz Fernando Mainardi, a pasta vem trabalhando junto à Secretaria da Fazenda uma proposta para desonerar alguns segmentos do setor vitivinícola. “Estamos propondo reduzir a tributação em itens como garrafas, embalagens, rolhas e outros insumos, para que o setor tenha mais competitividade”, explica Mainardi. Outras medidas mais profundas, como a redução da carga tributária do vinho, por se tratar ao consumidor. Por outro lado, do de um ano eleitoral, não podem valor inicial (R$ 14), “sobra quatro ser efetivadas neste ano. Mainardi reais e pouco para pagar o cultivo adiantou, ainda, que a Secretaria da uva, a produção do vinho, a embalagem e o novo frete”. Outra situação destacada é quanto à carga cobrada pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), que eleva em 57,86% o custo da garrafa. “Se quando é 25% já complica, imagina isso, que é mais que o dobro?”, indaga. “É importante que a sociedade saiba que o setor está espremido”, ressalta.

Pötter revela que outra preocupação é quanto aos vinhos de origem estrangeira, tradicionalmente adquiridos em free shops. “Esse produto ‘imposto zero’, que deveria ser consumido só dentro de casa, também está em restaurantes. É fácil constatar. Basta ver que eles são vendidos sem o selo fiscal. Assim, temos mais um

desafio”, relata. Para o produtor, esta competição acaba fazendo com que o consumidor, ao adquirir um produto em um restaurante, opte por um de fora que, como não tem imposto agregado, acaba sendo comercializado por um preço inferior ao nacional. “Tem que mudar alguma coisa. Caso

contrário, e isso já é verificado, acabará ocorrendo uma desindustrialização. Até porque, ao consumir um vinho de fora, o brasileiro está contribuindo com outro país. Caso consuma o nosso, ele contribui não apenas com a indústria local, mas com a geração de emprego exatamente aqui”, conclui.

Presidente do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Moacir Mazzarolo reforça que, de fato, os altos impostos são uma realidade, não somente no Estado, mas em nível de país. “Inclusive, teremos uma reunião na quinta-feira (hoje), durante a Festa da Uva, com a participação de representantes de quatro ministérios. Um dos focos será a carga tributária”, relata. Ele aponta que, atualmente, alguns empreendedores, como vinícolas ou cooperativas, chegam a locar plantas instaladas em São Paulo, pois lá, diferentemente do

RS, o custo de ICMS chega a ser até 7% menor. “Levam todo o material e produzem e engarrafam lá. Lógico que isso também tem seu custo e nem todos podem viabilizar a iniciativa”, argumenta. Mazzarolo é direto ao salientar que a meta, do Ibravin, é reduzir toda a carga tributária e, também, elevar o controle de vinhos importados comercializados sem selo fiscal. “Recentemente participei de um evento em São Paulo, em um restaurante. Quando nos apresentaram a carta de vinhos importados, por curiosidade,

solicitamos para verificar o selo e não tinham. Então, infelizmente, é uma realidade”, atesta. O presidente do Ibravin conclui que entre as demandas do setor, que também envolvem a negociação dos leilões para exportação, pelo menos 70% das reivindicações deverão ser atendidas. “Penso que é uma questão nada mais que política. E quando isso acontece é preciso negociações e convencimento de nossa parte. Acredito que, atualmente, com a aprovação da Lei do Vinho, seja algo mais acessível”, finaliza.

Conta alta

Competição “sem selo fiscal”

Hora de negociar

esta ainda não oficializada – mas que deve ocorrer em março –, será a importação de vinhos da chilena Santa Rita para distribuir no mercado brasileiro. “Isso mexeu um pouco com o setor. Mas eu penso que é corretíssimo. É a tendência, até porque se não houver mudanças no regime tributário as empresas não sobreviverão”, argumenta Pötter. Vale citar que esta ação, da Miolo, já ocorre há alguns anos, inclusive importando de países como Espanha e França, segundo foi citado à reportagem pela assessoria da empresa.

O que diz o Estado

da Agricultura vai coordenar, por determinação do governador Tarso Genro, um grupo de trabalho que vai estudar alternativas para a questão das dívidas das cooperativas. Farão parte do grupo, ainda, representantes da Secretaria da Fazenda, Secretaria do Desenvolvimento Rural e Secretaria de Desenvolvimento e Promoção do Investimento. “Temos trabalhado, nestes três anos do governo Tarso, em parceria com as entidades que compõem o setor, na busca de soluções. Já avançamos bastante, mas ainda temos muito o que fazer”, conclui Mainardi.

Arquivo/FS

Tem que mudar alguma coisa. Caso contrário, acabará ocorrendo uma desindustrialização, diz Pötter


QUINTA-FEIRA 27 de fevereiro de 2014

CAMPO

Produtores de Dom Pedrito investem em irrigação

Preço do Boi Kg/vivo Frigorífico Campeiro

Boi

R$ 4,00

Preço da Vaca Kg/vivo Frigorífico Campeiro

Vaca

R$ 3,50

Com o objetivo de garantir a estabilidade na produção durante o ano todo, inclusive nos períodos de estiagem, produtores resolveram investir na implantação de sistemas de irrigação. A falta de chuvas no final de 2013 poderia ter dificultado o desenvolvimento das culturas de verão. No entanto, produtores de Dom Pedrito que já haviam instalado os sistemas de irrigação não tiveram problemas. A garantia de água nas propriedades é fundamental para a agricultura e, consequentemente, para a pecuária, já que permite oferta de pastagens. Na propriedade Santo Antônio, na localidade de Wauthier, o sistema escolhido foi de irrigação com utilização de malha fixa pressurizada. O equipamento foi instalado em dezembro de 2013, em área de um hectare. A pastagem irrigada serve para alimentação de aproximadamente 100 ovinos. Segundo o produtor Sérgio Murillo Freire Barbieri, a decisão de implantar o sistema foi visando ao melhoramento nutricional dos animais. Além disso, existem outras vantagens como a redução do tempo de terminação dos cordeiros, aumento do número de animais terminados e a garantia de forragem. Barbieri explica que se trata de um projeto piloto, mas que, apesar do pouco uso, já mostrou melhorias. O projeto para aquisição do sistema de irrigação foi elaborado pela Emater/RS-Ascar. “O pequeno produtor sem a ajuda da Emater não conseguiria, pois é muita burocracia”, afirma. Em outra propriedade, na localidade de Taim-

Preço da Carcaça de Boi - 30 dias a prazo Frigorífico Marfrig Boi

R$ 8,30

Agenda

Preço da Carcaça de Vaca - 30 dias a prazo Frigorífico Marfrig Vaca

R$ 8,00

Agenda Remates (55) 3422-4664

Cotações Arroz irrigado casca – R$/Sc (50kg) Praça Uruguaiana R$ 35,31 Praça Pelotas R$ 35,61 Praça Cachoeira do Sul R$ 34,71 Fonte: Mafer Agronegócios e Rural BR Boi Gordo – 30 dias Praça

Oeste Pelotas Bagé

Kg R$ 4,15 Kg R$ 4,15 Kg R$ 4,00

Fonte: Rural BR Cordeiro Kg/vivo R$ 4,00 Vaca Gorda Kg/vivo R$ 3,70 Fonte: Núcleo de Produtores de Terneiros de Corte de Bagé

Leite Tipo C - R$/L Praça Fonte: Rural BR Milho Seco - R$/Sc (60kg) Praça Sorgo R$/Sc (60Kg) Praça Fonte: Agrolink

Norte/Noroeste R$ 1,030

Bagé

R$ 23,00

Bagé

R$ 21,00

Soja R$/Sc (60Kg) Praça Pásso Fundo Praça Rio Grande Fonte: Safras e Mercado Rural BR * Cotações de 26 de fevereiro de 2014

R$ 70,50 R$ 73,00

Remate Gado Geral 27 de fevereiro Alegrete

bé, a irrigação foi utilizada na plantação de milho, que tem como objetivo a transformação em silagem para alimentar bovinos. É a primeira vez que a propriedade cultiva milho e o produtor já observou diferença entre a área irrigada e a que não recebeu irrigação. Entre os benefícios está a redução de gastos com ração, já que agora a produção é feita na propriedade. Conforme o engenheiro agrônomo da Emater/ RS-Ascar de Dom Pedrito, Leopoldo Pires Porto Neto, nos últimos anos, as grandes propriedades têm investido em irrigação com uso de pivô central. Em Dom Pedrito, já são mais de 10 instalados. A partir do Programa Mais Água, Mais Renda, da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio (Seapa), pequenos sistemas de irrigação começaram a ser instalados. Porto Neto explica que a escolha do sistema considera o tamanho da propriedade, a mão de obra disponível, a disponibilidade de recurso financeiro e a atividade econômica a ser beneficiada. No entanto, recomenda para os pequenos produtores o sistema de malha fixa por aspersão. “Este sistema serve para produção de grãos e pastagens”, destaca. Quanto aos custos, o engenheiro agrônomo afirma que são variáveis, mas que o valor médio, por hectare, é de R$ 8 mil. Os produtores interessados em acessar os programas de irrigação, com recursos especiais ou implantação com recursos próprios, devem procurar os escritórios municipais da Emater/RS-Ascar, que dispõem de técnicos habilitados para a elaboração dos projetos.

do Minuano 06 de março Santa Maria Casarão Remates (53) 3223-2424

Remate Gado Geral AT Remates (53) 3241 3306 - (53) 99774947 27 de fevereiro Pelotas Remate Gado Geral Leilão de Aniversário 13 de março 8 de março Bagé - Banhado Grande Canguçu Cambará Remates (55) 3322-6640 / (55) 84046640 Crioulo Remates (51) 3330-3579 Remate Gado Geral 3º Remate Redomão da Paz 28 de fevereiro 7 de março Cruz Alta Dom Pedrito IV Leilão Centro Sul - Estância

Remate Redomão Convidados De Ouro - Cabanha D’Los Brittes 8 de março Guaíba Exposição Morfológica e Leilão Três Corações 14 a 15 de março Gramado Trajano Silva Remates (51) 3028 2828 Dia de Campo Estância Santa Anna e Leilão Digital Santa Camila e Santa Anna 8 de março Dom Pedrito Remate Virtual Maufer 13 de março Canal Rural


Folha do Sul Gaúcho Ed. 1166 (27/02/2014)