Issuu on Google+

Arquivo FS

CALORÃO

TRÂNSITO

Agrometeorologista da Embrapa, Gustavo Trentim informa que tempo deve voltar a fazer calor, mas temperaturas não devem ultrapassar a média histórica de 32°C na região

Motoristas ficam irritados com automóveis estacionados em saídas de garagem. Agentes municipais autuam veículos e não podem desobstruir passagens

Previsão local afirma que massa de ar quente que provocava calor excessivo não volta mais

Página 17

“Problema de contrato” com Detran-RS impede azuizinhos de guinchar veículos infratores

Página 21

www.jornalfolhadosul.com.br

Gaúcho

FOLHA SUL

R$ 1,50

BAGÉ, SEXTA-FEIRA, 14 DE FEVEREIRO DE 2014 - Ano 4 - N° 1156

Notícia de Teia Pereira deve diminuir problema no Prado Velho onde falta médico e dentista

Mais seis médicos: um cubano, dois brasileiros e três uruguaios

DENÚNCIA Vereador Esquerda Carneiro acusa psicóloga do CAPS-AD de assinar ponto sem trabalhar Página 8

Tiago Rolim de Moura

HOMENAGEM Reportagem com psicólogo avalia mudanças na relação entre amigos no Dia da Amizade Página 11 CARNAVAL Baixa previsão de público leva clubes e entidades de Bagé a recuar na promoção de bailes Página 16 EDUCAÇÃO Ceprs Sindicato informa que retorno às aulas de 2014 deve marcar indicativo de greve Página 20

Presente a um encontro onde seria anunciado o nome de um médico novo para o programa Mais Médicos de Bagé, a secretária municipal de Saúde, Teia Pereira, recebeu a informação de que a cidade deve acolher seis novos profissionais. Ainda sem saber os nomes, Teia confirmou tratar-se de um cubano, dois brasileiros e três uruguaios, que elevam para 19 o número de profissionais destinados para a Rainha da Fronteira. A notícia caiu como uma luva, porque ainda na manhã de ontem os moradores do bairro Prado Velho denunciavam a ausência de médico e de dentista do atendimento no posto da localidade (foto). A secretária diz que um dos médicos deve ser direcionado para lá, em março. Página 18

SEGURANÇA Duas mulheres e um homem são acusados de tentativa de homicídio no bairro Habitar Brasil Incidente ocorreu quando três mulheres foram atacadas a faca por outras duas enquanto parceiro armado com revólver impedia passageiros de ônibus de defendê-las Página 21 O TEMPO HOJE Bagé - RS

25º 16º

Sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens.


2

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

OPINIÃO

César Jacinto

País desenvolvido se faz com imprensa livre e sem censura A invenção da máquina com tipos móveis pelo alemão Gutemberg, no final da terceira década do século XIII, revolucionou a imprensa e rompeu com informação restrita poucos mosteiros e a grandes reis. Com este invento, assinalou um marco da Idade Moderna, fazendo com que a informação pudesse chegar a pessoas e lugares até então impensáveis. A história do nosso país é marcada por muita instabilidade, que sempre prejudicaram não só o desenvolvimento, mas também o direito da socialização da informação, que é essencial para a consolidação de qualquer democracia. A imprensa sempre exerceu um papel fundamental na nossa história, fosse denunciando a escravidão ainda no Brasil Colônia com a imprensa negra ou na consolidação da república no início do século XX, mesmo reprimida não calou durante a ditadura militar instalada em 1964. Com o retorno da democracia foi a

imprensa quem divulgou de forma intensa a organização da população e os comícios por todo país pelas Diretas Já, assim como nas denúncias de corrupção ela esteve presente e atenta em levar a informação correta para a população. Ela não serve à esquerda ou à direita, ou mesmo a interesses classistas, tem compromisso com a cidadania, buscando sempre a verdade com ética e coerência, contrapondo as ações de corruptos e outros bandidos plantonistas que tentam sempre macular e avariar a sua imagem. A sociedade deve ser solidária e estar atenta às tentativas de uma minoria de desonestos deste país interessada em retirar credibilidade da nossa gloriosa imprensa, que é primordial para possuirmos uma nação de fato desenvolvida, em que todas as instituições sejam realmente livres em sentido amplo. Com certeza ela continuará zelando pela boa informação em nome do povo brasileiro.

Josias Borges

De olho nas oportunidades Quem tem observado o clima tem notado que este anda bem estranho. Isso é fácil de constatar simplesmente pela observação empírica. Por outro lado, a instabilidade não é exclusividade do clima. O mercado financeiro também dá sinais de ajustes. Taxa de juros em movimento, mercado de ações com oscilação superior à média, inflação no limite e especulação sobre uma possível bolha imobiliária. São fatores que tornam o mercado financeiro um pouco mais instável, refletindo um certo nervosismo na economia. É neste exato momento que sangue frio e visão de longo prazo tornam-se indispensáveis para realização de bons negócios. Perceba que em condições de equilíbrio econômico perfeito as oportunidades tendem a ser menos atraentes, pois tudo estaria precificado harmonicamente. Em contraponto,

momentos mais nervosos sempre costumam apresentar oportunidades únicas, principalmente no mercado de ações. Tome como exemplo o ocorrido na crise de 2008, quando após chegar aos 29 mil pontos o mercado simplesmente duplicou seu valor assim que a economia voltou a dar sinais de estabilidade. Podemos estar ingressando em um momento parecido, agora, com o estresse causado por inconsistências momentâneas, aliado às eleições presidenciais grandes oportunidades poderão surgir. Quem avaliza está ideia é nada mais nada menos que o maior investidor do mundo Warren Buffett, quando afirma: “compro aos sons dos canhões e vendo aos sons dos violinos”. Pense nisso. Em vez de ser contagiado pelo pessimismo habitual de alguns, fique de olho nas oportunidades que podem surgir. josias.borges@gbinvestimentos.com.br

Coluna do Mainardi Super safra No final da semana passada, estive em Ijuí, Pejuçara, Santa Bárbara do Sul e Fortaleza dos Valos. O objetivo foi participar da abertura oficial da colheita do milho, realizada no sábado, na propriedade da família Sartori, no interior de Pejuçara, e entregar veículos e as modernizações das Inspetorias de Defesa Agropecuária daqueles municípios. No caminho, muita soja, milho e gado leiteiro. Também, dezenas de pivôs de irrigação, que elevam a produtividade, mesmo com o tempo contribuindo para uma boa safra. Com a colaboração de São Pedro, o empenho de nossos produtores e o apoio dos governos Federal e Estadual quebraremos, mais uma vez, o recorde gaúcho da produção de grãos. Superaremos a casa dos 30 milhões de toneladas. É o setor primário, mais uma vez, demonstrando a sua força para manter o Rio Grande crescendo o dobro do que cresce o Brasil.

Mais Água

Ao instalarmos o Instituto Gaúcho do Leite, na última terça-feira, demos um grande passo para continuarmos avançando para atingir as metas traçadas no planejamento estratégico da Câmara Setorial do Leite, em 2011. Antes, já havíamos aprovado na Assembleia Legislativa os projetos que criavam o Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Leite (Prodeleite) e o Fundo de Apoio ao Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Leite (FundoLeite). Estamos, agora, com importantes ferramentas para alcançar o nosso objetivo maior, que é aumentar em quantidade e qualidade a produção gaúcha do leite. Por falar nisso, estive, no último sábado, na Agropecuária Dois Irmãos, no interior de Fortaleza dos Valos. Administrada pelos irmãos Schiefelbein, a propriedade é um dos modelos em exploração da pecuária de leite. Os irmãos querem chegar à produção de 800 mil litros/ano até o final de 2014. Com a união dos produtores, das entidades representativas e da indústria com o governo vamos continuar desenvolvendo o setor leiteiro do Estado.

Dissemina em expansão

Estamos ampliando o programa de melhoramento genético dos rebanhos de gado leiteiro e de corte das propriedades da pecuária familiar. Começamos com um projeto piloto, com recursos da Secretaria da Agricultura, Fepagro e Ministério da Agricultura, que contemplou 31 municípios. Na segunda fase, com as mesmas parcerias, chegamos a 59 cidades. Nestas duas etapas investimos mais de R$ 4 milhões. Agora, trocamos de parceiro no âmbito Federal, e com recursos do Ministério do Desenvolvimento Agrário, mais contrapartida do Governo do Estado, chegaremos a outros 62 municípios, com investimento de R$ 3 milhões. Outro parceiro importante que temos na execução deste programa que repassa às prefeituras um veículo, doses de sêmen e botijões de nitrogênio, é o deputado federal Paulo Pimenta, autor de emendas que possibilitaram o repasse de recursos à nossa secretaria da Agricultura.

Avanço Histórico

Ao instalarmos o Instituto Gaúcho do Leite, na última terça-feira, demos um grande passo para continuarmos avançando para atingir as metas traçadas no planejamento estratégico da Câmara Setorial do Leite, em 2011. Antes, já havíamos aprovado na Assembleia Legislativa os projetos que criavam o Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Leite (Prodeleite) e o Fundo de Apoio ao Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Leite (FundoLeite). Estamos, agora, com importantes ferramentas para alcançar o nosso objetivo maior, que é aumentar em quantidade e qualidade a produção gaúcha do leite. Por falar nisso, estive, no último sábado, na Agropecuária Dois Irmãos, no interior de Fortaleza dos Valos. Administrada pelos irmãos Schiefelbein, a propriedade é um dos modelos em exploração da pecuária de leite. Os irmãos querem chegar à produção de 800 mil litros/ano até o final de 2014. Com a união dos produtores, das entidades representativas e da indústria com o governo vamos continuar desenvolvendo o setor leiteiro do Estado.

facebook.com/JornalFolhaDoSul

Direção

CNPJ. 11.381.681/0001-00 Endereço: Rua Bento Gonçalves, 49-E/ Fones: Assinaturas: (53) 3242-1020 Redação: (53) 3311-3915 jornalismo.folhadosul@gmail.com anunciosfs@gmail.com www.jornalfolhadosul.com.br Impressão Correio do Povo

Administrativa: Jônio Tavares Ferreira de Salles Neto Comercial: Leisa Soria Marketing e eventos: Fabiano Marimon Circulação: Aceguá, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Lavras do Sul e Pinheiro Machado

Repórter Fotográfico: Cristiano Lameira - Tiago Rolim de Moura Colunistas Colaboradores: Afonso Hamm - Dom Gílio Felício -Edgar Muza - Josias Borges - Léo Vieira - Luiz Fernando Mainardi Luís Augusto Lara - Sérgio Meth - Waldir Alves Ramos - Eurico Salis - Fernando Velloso

REDAÇÃO - Editor Geral: Glauber Pereira Subeditor Geral: Felipe Valduga Chefe de Redação: Marcelo Pimenta Coordenadora Comercial: Vanessa Gon- Estagiárias: Giuliana Bruni - Renata Lima çalves Gerente de Circulação: Daniel Guasque Comercial: Fabiana Rodrigues Diagramação comercial: Diego Almeida Revisão: Taisa Soares Reportagem: Emanuel Müller - Fernanda Mendonça - Diagramação: Cristiano Lameira e Vinícius Silva Gilmar de Quadros - José Higino Gonçalves - Juliana Andina - Marcos Pintos - Niela Bittencourt - Rochele Barbosa - Stela Vasconcellos - Marcelle Ceolin


EMPRESARIAL

Indicadores econômicos INDICADORES Salário Mínimo Salário Regional TJLP SELIC IGP-M

VALAR ATUALIZAÇÃO R$ 724,00 2014 R$ 868,00 2014 5% a.a. 10% nov. 2013 + 0,29% nov. 2013

MOEDAS COMPRA Dólar Comercial 2,430 Dólar turismo (em R$) 2,395 Euro (em R$) 3,289 Pesos Ur.(em R$) 0,1134 Pesos arg.(em R$) 0,305

VENDA 2,432 2,535 3,291 0,1129 0,305

SEXTA-FEIRA

3

14 de fevereiro de 2014

Stela Vasconcellos Stela Vasconcellos

Daiâni Automóveis destaca vantagens dos consórcios Tiago Rolim de Moura

Palestra de Damé lotou auditório da instituição

Palestra sobre Geração Y reúne equipe Senac

A temática da Geração Y reuniu professores e alunos na noite de quarta-feira, na Escola Senac Bagé. O encontro, coordenado pelo diretor Tiago Radmann, destacou a participação do professor da Faculdade Senac de Pelotas, Rafael Damé, que abordou as diferenças de postura das gerações Baby Boomers (1946 a 1964), Geração Anos 70, Geração Y (1980 a 1994) e Geração Z (até 10 anos de idade). Segundo o palestrante, é preciso entender como pensa a geração Y, os mais jovens do mercado de trabalho, para obter ferramentas para lidar com eles. No início da palestra, Damé mostrou um slide com uma ficha telefônica e perguntou quem conhecia e quem nunca tinha usado, como forma de identificar as gerações. A Geração Y é formadora de opinião, é orientada pelo visual, pela moda, inovação. Segundo Damé, “são amantes da tecnologia, são indivíduos superexpostos, bem informados, críticos, trabalham menos e vivem mais”. Essa geração é mais sonolenta e não vai ficar mais de cinco anos no mesmo trabalho, como ficavam os representantes da Geração X. Para que professores tenham mais afinidade com seus alunos jovens, a palestra sugeriu linguagens, tecnologias e ferramentas que vão melhorar o relacionamento em sala de aula e a construção do conhecimento. Tatiane Vargas compara custos de consórcio e financiamento

por Stela Vasconcellos Ideal para quem planeja e investe na compra do próximo carro, o consórcio oferece vantagens de economia. A Daiâni Automóveis oferece diversos planos para automóveis zero quilômetro e seminovos, além de outras op-

ções oferecidas pela Rodobens Consórcios. A empresária Daiâni Britto Pereira também trabalha com consórcios de imóveis (casa, terreno, apartamento, casa de praia, imóvel comercial novo ou usado, além de

construção), motos (zero e seminovas), serviços (viagem, tratamento estético, curso superior, festa, aquisição de softwares, projetos de arquitetura, reformas, entre outros) e caminhões (prancha ou cavalinho acompanhado do caminhão).

Atuando na comercialização de consórcios da Daiâni Automóveis, Tatiana Vargas fala sobre as vantagens para adquirir um veículo, na comparação com o custo de um financiamento. No exemplo de um veículo zero quilômetro de R$ 30,2 mil, o

cliente vai pagar 60 meses de R$ 604,98. Já no financiamento, pagaria 60 vezes de R$ 902,48. A diferença, por mês, é de R$ 297,50 e a diferença total, em cinco anos, chega a R$ 17.850. No consórcio, a cada mês, o cliente tem quatro chances fi-

xas de ser contemplado e ainda pode contar com chances variáveis. Dentre as cotas fixas, uma é por sorteio, duas são por lance fixo e uma prevê lance livre. “Se o cliente não puder vir até a loja, nós vamos até ele”, acrescenta Tatiana.

Automóveis

Consórcio x Financiamento Valor do bem: R$ 30,2 mil Consórcio – 60 vezes de R$ 604,98 Financiamento – 60 vezes de R$ 902,48 Diferença – Mês – R$ 297,50

Onde Av. Santa Tecla, 850 Fones: 3241-1572, 3242-7512 e 9978-1562

Urban Chic participa da Fenim

De olho nas novas tendências, as empresárias Evelise Sonza e Anelise Sonza, proprietárias da Urban Chic, participaram da 18ª Feira Nacional da Indústria da Moda (Fenim), no final de janeiro, em Gramado. Mãe e filha escolheram as peças com as quais vão trabalhar na próxima estação entre as mais importantes marcas de roupas e acessórios, que apresentaram suas coleções para o Outono/Inverno 2014. As empresárias avaliaram que a participação foi muito positiva. Elas conheceram as propostas apresentadas na feira e adiantam que será possível trazer muitas novidades da coleção outono/inverno para a loja.

Promoção

A Urban Chic está oferecendo descontos de 50% sobre o preço de etiqueta. A promoção inclui todos os produtos da loja.

Redley A loja recebeu a nova coleção outono/inverno 2014 Redley. Além da reconhecida qualidade, a marca investe na versatilidade dos seus modelos, adaptando-se às mais variadas ocasiões. A Urban Chic também está oferecendo descontos de 50% no preço de etiqueta, nos produtos da coleção primavera-verão.


4

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

Mercado agrícola PRODUTOS

RURAL

Acompanhamento de preços recebidos pelos produtores do Rio Grande do Sul UNIDADE MÍNIMO MÉDIO Valores em reais

Arroz em Casca Feijão Milho Soja Sorgo Granífero Trigo Boi para Abate Cordeiro para Abate Suíno Tipo Carne Vaca para Abate Leite (valor líq. recebido)

50 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg Kg vivo Kg vivo Kg vivo Kg vivo Litro

33,50 120,00 21,00 60,50 18,40 30,00 3,70 3,50 2,90 3,30 0,71

MÁXIMO

35,64 137,82 23,19 62,48 19,37 31,95 3,95 3,94 3,09 3,54 0,86

39 ,00 180,00 26,00 67,00 21,30 33,50 4,05 5,20 3,50 3,70 0,99

3.02.2014 a 7.02.2014 Fonte: EMATER/RS-ASCAR

Destaque serão 30 bois e 30 vaquilhonas da raça Angus

Santa Fé Remates realiza venda de gado geral e de ovinos neste sábado A localidade do Passo do Ferraria, entre Bagé e Dom Pedrito, sedia, neste sábado, um remate de gado geral e ovinos. O evento está agendado para iniciar às 15h30min. Conforme o proprietário da Santa Fé Remates, realiza-

dora do evento, Miguel Adalto Braga Abott, a venda é tradicional na região, acontecendo uma vez ao mês. “Desta vez, levaremos à pista 250 bovinos e cerca de 50 ovinos. O destaque serão 30 bois e 30 vaquilhonas da raça Angus”, evidencia.

Com produção da Santa Fé Remates, em Dom Pedrito e região, o evento promete movimentar o mercado local. Interessados podem buscar mais informações pelos telefones (53) 3242-1265 e 99773800.

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) desenvolve um novo tipo de soja geneticamente modificada resistente à seca. De acordo com Alexander Nepomuceno, um dos pesquisadores responsáveis pela pesquisa, ainda não há previsão para a produção e chegada ao mercado. “Não há uma data. A tecnologia está aí, mas faltam

alguns resultados, além dos pertinentes estudos de biossegurança”, adianta. A pesquisa, que é realizada em parceria com instituições japonesas, está em fase de "provas de campo" que apontam a evolução e resistência das novas cultivares. A soja transgênica da Embrapa deve beneficiar, principalmente, os produtores do Sul do Brasil. A região sofre com

repetidas estiagens e, este ano, teve um dos mais fortes verões da história. Segundo o chefe de Transformação de Tecnologia da Embrapa, Alexandre José Catellán, o objetivo da pesquisa é que a soja tenha um "preço mais baixo". Para isso, a instituição pretende "formar várias empresas que comercializem o produto final", diz Nepomuceno.

Em desenvolvimento: soja transgênica resistente à estiagem

Katia Marcon/Emater

Pesquisa da Embrapa acontece em parceria com instituições japonesas

Seminário internacional debaterá valorização do Bioma Pampa Entre os dias 23 e 24 de abril deste ano, o Teatro Dante Barone, da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, sedia o Seminário Internacional "Bioma Pampa: valores biológicos, culturais e econômicos". As inscrições para o evento já iniciaram e o cadastramento para o encontro, promovido pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA) e a Fundação Zoobotânica (FZB), pode ser feito no blog http://seminariobiomapampa.webnode. com. A programação conta com alguns dos mais renomados estudiosos na área. Segundo o secretário adjunto do Meio Ambiente, o biólogo Luis Fernando Perelló, o objetivo do seminário é ampliar o debate e aprimorar o conhecimento sobre o Pampa

e, com isso, consolidar políticas em andamento e criar novas oportunidades para a preservação desse bioma que, no Brasil, encontra-se apenas no Rio Grande do Sul (63% do território do Estado). "Na prática, queremos avançar as discussões levando em consideração não somente a ciência biológica, mas, também, os valores culturais, sociais e econômicos", afirma Perelló. O seminário integra-se a uma série de ações e projetos coordenados pela SEMA que já resultaram na inclusão do Pampa na agenda do Governo Federal e, ainda, na retomada das tratativas com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) sobre a Reserva da Biosfera do Pampa.

Entre as iniciativas do Governo do Estado estão a destinação de recursos oriundos de medidas compensatórias para Unidades de Conservação (UCs) localizadas no Pampa, o estudo avançado para a criação de uma nova UC naquela região, o maior fomento aos planos de bacias hidrográficas e as tratativas para a gestão compartilhada de resíduos sólidos entre cidades na fronteira do Brasil com o Uruguai. Além disso, há dois projetos estratégicos em andamento diretamente associados ao Pampa: RS Biodiversidade e Conservação dos Campos Naturais do Cone Sul da América do Sul - Alianza del Pastizal.

O primeiro busca compatibilizar atividades produtivas no meio rural com a conservação da biodiversidade, com foco principal no Pampa (24 dos 33 municípios atendidos pelo programa estão nessa região). A iniciativa conta um US$ 5 milhões, doados pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF)/Banco Mundial, que apoia o seminário de abril. Já o Alianza del Pastizal, reunindo ações integradas ao Uruguai, Argentina e Paraguai, tem por objetivo promover a conservação dos campos nativos no Bioma Pampa e, ao mesmo tempo, proporcionar a produtores rurais a concessão de incentivos (financeiros ou fiscais).

Prioridade


RURAL

Assentados poderão receber formação técnica e profissional via Pronatec O ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, confirmou que, atendendo a determinação da presidente Dilma Rousseff, o governo vai autorizar que os assentados possam receber formação técnica e profissional por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, o Pronatec. A definição ocorreu ontem, em reunião no Palácio do Planalto, com representantes do Movimento Sem Terra (MST). Durante o encontro, Dilma teria oficializado a medida.

“Foi uma boa reunião, na qual a presidente deu respostas aos movimentos. Importante dizer que nós queremos combinar, e é essa determinação da presidente, combinar a quantidade na reforma agrária com a qualidade do assentamento. O assentamento em que o assentado possa ter acesso às políticas públicas, que possa ter acesso ao desenvolvimento produtivo do assentamento e viver com dignidade”, comenta o ministro. Vargas lembrou ainda, que, nos últimos três anos, o governo assentou 75 mil famílias e incorporou

88 milhões de hectares pela reforma agrária, além da previsão de assentar mais 30 mil famílias em 2014. “Hoje, não tem sentido nenhum que um habitante do meio rural tenha acesso ao Minha Casa Minha Vida, e o assentado da reforma agrária não tenha. Esse é o sentido, pegarmos as políticas públicas que, nos últimos anos permitiram que milhões de brasileiros tivessem acesso a uma vida mais digna, e levar isso pra dentro dos assentamentos também”, analisa o ministro.

quase 90% das lavouras - de sojaCom em floração de r grãos – fases em quee enchimento as plantas são a mais suscetíveis à falta de umidade -, , condições climáticas dos próximos s as serão determinantes para a cultura % dias da soja no Rio Grande do Sul. “Até o a momento, registramos problemas e s perdas pontuais em algumas localida- des, o que não deve afetar a produção a como um todo. Entretanto, não s tivermos chuvas nos próximossedias, e safra estará comprometida”, afirma oa agrônomo da Emater/RSa engenheiro Ascar, Alencar Paulo Rugeri. s Conforme informações divule gadas pela Emater/RS-Ascar, o a previsão meteorológica paraontem, o peo ríodo de 14 a 20 de fevereiro indica a a a a

chuva significativa em todo o Estado, principalmente nas regiões próximas a Santa Catarina, na Serra do Nordeste e na região de Torres. As temperaturas devem diminuir consideravelmente até a próxima segunda-feira, com mínimas entre 13°C e 19°C. No decorrer da semana, as temperaturas se elevam gradativamente e o ar fica bastante abafado. As máximas previstas ficam em torno de 32°C e 35°C, nas regiões mais quentes do Rio Grande do Sul. Algumas lavouras começam a apresentar problemas com a falta de umidade, como queda de folhas e de vagens recém-formadas. Além disso, as altas temperaturas registradas em algumas regiões provocaram o abortamento floral em diversas lavouras. “A

ocorrência de chuvas, de forma generalizada, deve restabelecer o potencial produtivo da soja”, explica Rugeri. As condições climáticas também prejudicaram as lavouras de milho que estão em floração e enchimento de grão. Estas áreas, por terem recebido pouca chuva, começam a apresentar sintomas de estresse hídrico, o que reduzirá a produtividade final da cultura. Por outro lado, as áreas já colhidas apresentaram excelentes resultados, fato que poderá contrabalançar positivamente a média estadual. A perspectiva de boas chuvas na próxima semana traz alento aos produtores que possuem lavouras em fase de risco.

Condições climáticas serão determinantes para safra de soja no RS

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

5


6

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

REGIÃO

Confirmado: Hulha Negra e Pinheiro Machado receberão um médico cubano cada O Ministério da Saúde anunciou que, em março, cerca de 2,8 mil novos profissionais cubanos passarão a atender no Brasil, por meio do programa Mais Médicos. Deste total, 229 serão destinados para o Rio Grande do Sul. Na edição de ontem, a FOLHA do SUL antecipou que Bagé seria contemplada com um novo profissional (agora serão mais seis) por intermédio da iniciativa federal. Contudo, outros dois municípios da Campanha gaúcha também serão beneficiados.

Hulha Negra, por exemplo, receberá seu primeiro profissional via Mais Médicos. A notícia foi comemorada pelo prefeito Erone Londero, ao ser comunicado sobre o fato pela reportagem. Ele disse que o município demandava por mais profissionais. “Hoje, temos três médicos atuando. Mas para atender a nossa proposta de ampliar a capacidade do SUS (Sistema Único de Saúde) precisamos mais. O ideal seria uma rede com seis médicos atuando”, argumenta. Londero destaca que o município se credenciou no

programa no final do ano passado. “Estamos buscando dois profissionais. Este já anunciado será destinado para atender nas comunidades rurais, que é onde a demanda é maior”, antecipa. Ele adianta, também, que o Executivo aguarda mais um profissional através do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab), além de buscar, por recursos próprios, a contratação de um pediatra. “A que tínhamos atendendo no setor acabou saindo no final de janeiro. Agora, estamos negociando a reposição”, comenta.

Outro município que será beneficiado com um profissional cubano será Pinheiro Machado. O prefeito em exercício, Ronaldo Madruga – que acumula a função de secretário de Saúde –, mesmo salientando a confirmação, disse que o Executivo ainda negocia com o Ministério da Saúde. “A gente está buscando, pelo menos, mais três. Estamos ampliando

nossa área de atuação, como nos quilombos e, por isso, acredito que possamos viabilizar a destinação de mais médicos”, relata. Segundo ele, uma reunião, em Porto Alegre, deve ser agendada para discutir a proposta nos próximos dias. O gestor defende que o município tem uma demanda reprimida, na atualidade, e precisa ampliar a capacidade

de atuação “principalmente no interior”. Hoje, de acordo com ele, cinco profissionais garantem os serviços nos postos de saúde. Sobre a destinação do profissional já confirmado, Madruga apenas disse que já tem definido o local onde ele irá atuar. “Mas não queremos divulgar, ainda, por uma questão de estratégia”, argumenta.

À espera de mais

Divulgação/FS

Primeiro encontro tratou sobre captação de recursos

Evento erá antecipado em função das eleições de outubro

Iniciam os preparativos para a 10ª Feira do Livro de Dom Pedrito

Realizada em outubro, no ano passado, a Feira do Livro de Dom Pedrito confirmou sua evolução gradativa. Agora, mesmo em fevereiro, a Assessoria de Cultura do Executivo já deu início aos preparativos para a 10ª edição do evento. Uma primeira reunião ocorreu na quarta-feira. Conforme a assessoria de imprensa da prefeitura, o encontro que reuniu o assessor de Cultura, Sidney Castilhos, o diretor comercial da empresa

GPAC, Diogomar Colman, e o produtor cultural Neimar Rodrigues, bem como servidores municipais, tratou sobre diversos assuntos, entre eles os patrocínios e a captação de recursos para a realização da Feira. A Feira do Livro 2014 será realizada junto à rua Borges de Medeiros, entre os dias 28 de setembro e 3 de outubro. A data modificada, conforme a assessoria, é em razão das eleições que acontecem no dia 5 de outubro.


SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

7


8

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

POLÍTICA Emanuel Müller

emamuller@gmail.com

Secretaria de Saúde informa que vai tomar medidas administrativas para apurar os fatos

Esquerda denuncia que psicóloga do CAPS-AD assinou ponto por todo o mês A intenção era fiscalizar a situação da calçada em frente ao Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS-AD). Mas a visita realizada pelo vereador Esquerda Carneiro (PTB), no último dia 12, resultou em uma denúncia mais grave. Embora o parlamentar afirme que a calçada em frente ao local, na Avenida General Osório, esteja em mau estado, dificultando o acesso a cadeirantes e pessoas com problemas de locomoção, o fato mais grave é em relação ao livro-ponto do local. Uma psicóloga teria assinado o ponto até o dia 28 de

fevereiro - e não estaria cumprindo expediente durante a visita do vereador. O petebista levou o caso à tribuna durante a sessão de ontem da Comissão Representativa. Esquerda relata que o CAPS-AD conta com três enfermeiros, três psicólogos, dois médicos, um acompanhante terapêutico, um assistente social, um recepcionista e um servidor de serviços gerais. Ao pedir para verificar a assiduidade dos servidores, solicitou acesso ao livro-ponto, onde constatou que a psicóloga Elisabeth Morais de Oliveira preencheu o documento

de registro até o dia 28 de fevereiro. Segundo Esquerda, a psicóloga não estava no local. Todos os demais servidores estavam com o preenchimento até a data do último dia 12, quando o vereador esteve no CAPS-AD. “Isso é improbidade administrativa. Vou pedir a presença da coordenadora do CAPS-AD para vir à Câmara em março, no período ordinário, explicar esse procedimento”, afirma Esquerda. O petebista criticou, ainda, o prefeito Dudu Colombo, a quem classificou de “gestor de brinquedo” na tribuna.

A reportagem entrou em contato com a coordenadora do CAPS-AD, Denise Guasque, que está em Porto Alegre. Ela participa de um curso de capacitação promovido pelo Ministério da Saúde denominado “Caminhos do Cuidado”. Denise permanece na capital até hoje à noite. “Não posso me manifestar por telefone antes de tomar conhecimento da situação. Na segunda-feira (dia 17) irei me pronunciar ofi-

cialmente sobre a denúncia do vereador”, destaca. A ouvidora da Secretaria Municipal de Saúde, Suzel Medina, informou que o órgão não tinha conhecimento do fato, mas que, por intermédio da Direção Técnica da Secretaria, serão tomadas medidas administrativas junto à Coordenação do CAPS-AD e do setor de Recursos Humanos para verificação dos fatos. A Secretaria deve

realizar um levantamento para elaboração de um relatório, com possibilidade de que uma posição oficial seja divulgada na próxima semana. A secretária Aura Stella (Teia) Pereira está em Porto Alegre, participando de encontro sobre o programa Mais Médicos. Teia reiterou que se houver algum erro serão tomadas as medidas administrativas e legais sobre o fato.

Contraponto

Paulo Larrosa/Especial FS

Esquerda classificou ato de improbidade administrativa


POLÍTICA Pedido de mais diálogo resulta em discussão Muza entre Carlinhos do Papelão e Jaburu Joseana Pires / Especial FS

Emanuel Müller

O pedido do vereador Vovô Jaburu (PT) para que os vereadores de oposição procurassem o diálogo junto à administração municipal em vez de efetuarem reclamações na tribuna quase resultou em atrito, ontem, na sessão da Comissão Representativa. Isso porque Carlinhos do Papelão (PTB) não gostou e disse que os defensores do Governo Municipal “tinham que ter vergonha na cara”. O petista não gostou e pediu que o petebista não faltasse com respeito. O bate-boca foi contornado pelo presidente em exercício, Edimar Fagundes, que pediu a garantia da palavra ao petebista. Tudo começou quando Jaburu, em sua manifestação na tribuna, enfatizou que não se vê vereadores no gabinete do prefeito ou secretários em busca de soluções para os problemas da comunidade. “Antes de criticar, vamos buscar o entendimento”, afirma. O primeiro a rebater foi Esquerda Carneiro (PTB), que destacou ter atenção aos pedidos apenas nas secretarias municipais de Trabalho e Assistência Social, bem como a de Desenvolvimento Rural. “O problema é que a Prefeitura não dá suporte.

Carlinhos disse que governistas precisam de mais vergonha na cara

Jaburu se irritou e pediu respeito ao petebista

O prefeito Dudu (Colombo) nos chamou para uma reunião, em nosso primeiro dia de mandato, e disse que as reivindicações dos vereadores seriam prioridade. Só que faz um ano que os requerimentos chegam ao gabinete do prefeito, são encaminhados para as secretarias e não são atendidos”, reclama o petebista. Jaburu argumentou que a conversa é uma forma de cobrança mais tranquila e eficaz que

a letra fria do papel. Líder da bancada do PT, Lelinho Lopes tomou parte da “briga”. O parlamentar afirmou que não adianta reclamar sem apontar as soluções. “Se alguma secretaria não está atendendo os pedidos dos vereadores, que se faça uma cobrança mais dura, mas precisamos entender que há muito trabalho sendo feito nos bairros”, destaca.

Carlinhos foi à tribuna na sequência. E não economizou na força das palavras contra a administração municipal. “Fui de porta em porta em quase todas as secretarias, sem ter respostas. Tem que ter vergonha na cara em relação ao compromisso que fizeram”, dispara. Foi quando Jaburu pediu aparte e Carlinhos não concedeu. E seguiu o discurso pedindo mais “vergonha na cara” aos defensores do governo. Foi quando o petista começou a discutir, dizendo que o petebista o respeitasse e não pessoalizasse o discurso. Após intervenção de Edimar Fagundes, Carli-

nhos acentuou a crítica. Questionou onde estão as obras de saneamento básico, anunciadas ainda em 2012, no valor de R$ 33 milhões para os bairros, bem como a morosidade do início das obras do Anel Rodoviário. Sobrou também para o secretário de Educação em exercício, Eduardo Ruiz - que em entrevista na edição de ontem da FOLHA do SUL informou que desconhecia a lei de autoria do petebista que inclui a educação ambiental dentro do currículo da rede municipal. “Como é que vou aceitar que a própria Secretaria de Educação desconhece a lei? Mas onde é que

estamos”, brada o petebista. Posteriormente, após a manifestação do vereador Geraldo Saliba (PTB), Jaburu pediu aparte. Além de elogiar Saliba pela luta em relação à implantação do Anel Rodoviário, o petista cutucou Carlinhos. “Não é no grito que se resolvem as coisas”, afirma. Sônia Leite (PP) manteve a discussão sobre o assunto. “Se os vereadores de oposição sapateiam e gritam na tribuna é porque a população não aguenta mais. Bagé virou um campo de pastagem, tal é a sujeira que toma conta das ruas e calçadas”, afirma a progressista.

Irritação na tribuna

9

Edgar Abip Muza

Visão Geral Depois de pegar da cola – não se larga

Vereadores e representantes do Estado debatem cooperativa para aproveitamento de cinza de carvão Na manhã de ontem, a Frente Parlamentar Municipal do Cooperativismo, composta pelos vereadores Caio Ferreira (PT), Carlinhos do Papelão e Esquerda Carneiro (ambos do PTB) realizou uma reunião. O objetivo foi tratar sobre a busca de parcerias na potencialização e planejamento de novos passos dentro do cooperativismo em Bagé e região.

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

Participaram do encontro os representantes do Programa Estadual de Combate à Desigualdade Social no Rio Grande do Sul, Luís Carlos Bolkan, o assistente superior da Secretaria Estadual de Coordenação, Planejamento e Participação Cidadã, Carlos Henki, e o coordenador regional da Participação Popular e Cidadã (conhecida como Consulta

Popular), Mateus Azevedo. Eles explanaram aos vereadores como colocar em prática a proposta de criação de um grupo cooperado para fabricar derivados da cinza do carvão mineral. O próximo passo do projeto visa buscar recursos para potencializar essa produção e também a vinda a Bagé, em março, da equipe que irá capacitar os futuros cooperados.

É mais um ditado popular, que vem bem a calhar para o momento. Pelo que temos visto, escutado e lido, pegaram da cola dos mascarados. Até uma investigação está em andamento. Dizem as autoridades que durante os protestos têm colhido material suficiente para chegar aos “cabeças” do movimento. Que bom. A torcida é que declinem nomes para conhecimento público. Tem muita gente financiando o quebra-quebra. Alguns nomes já apareceram. E não negaram terem colaborado. Porém, justificam a colaboração com informações injustificáveis. Leiam a manchete e parte do corpo da matéria que “colei” da Veja: “Vereadores e delegado aparecem em lista de doadores dos Black Blocs”. Autoridades são citadas em contabilidade de ato organizado pelo grupo da militante Elisa Quadros, a Sininho, ligada aos Black Blocs do Rio de Janeiro. Na lista que apareceu de doadores, consta vereadores do PSOL, delegado de polícia e juiz. Leram bem? A tal Sininho, que não trabalha, mas tem dois endereços residenciais, seria a responsável pela contabilidade do grupo. Isso quer dizer dos mascarados depredadores. “Para com isso, senil, doar o seu dinheiro não é crime. Cada um faz o que quer com ele”. É verdade e não constitui crime. O próprio Nelson Jobim, ex-ministro, ex-presidente do Supremo, doou R$ 10 mil para reforçar a campanha de Zé Genuíno. Poucos criticaram o fato da doação em si. Agora, doar dinheiro para pagar multa de um corrupto, já condenado e preso, não deve ser a mesma coisa que doar alguns “pilas” para um mendigo. Ainda mais de um cidadão que foi presidente da instituição que condenou os corruptos. Agora, cá para nós, no caso em apreço, delegado de polícia e juiz doar dinheiro para manifestantes, mascarados e depredadores, não se deve levar pelo caminho da normalidade. Não vem ao caso o valor que cada um doou. Pode ter sido R$ 1 real. E não foi. O juiz Damasceno, que aparece como um dos doadores, é um antigo apoiador das manifestações de rua. Eu também sou. Das manifestações ordeiras, como as realizadas em Bagé. O juiz chegou a gravar um vídeo em apoio aos protestos “apesar da violência causada pelo grupo que se veste de preto e promove depredações”. Já o delegado Orlando Zaccone é conhecido como crítico da atuação da própria polícia. Então é o legítimo “inimigo na trincheira”. A justificativa da Sininho, quando apareceu o nome de dois vereadores do PSOL, foi de um descaramento impressionante: “eles deram dinheiro, sim, e não foi nenhum segredo, teve reuniões e isso foi discutido e questionado”, escreveu ela no Facebook. “Eles doaram como civis e não políticos”. Ah, então tá. Deram dinheiro como civis e o protesto gerou a morte de um cidadão, não os isenta de terem incentivado o crime. Estou impressionado com nossa liberdade de imprensa. Seguem dando espaço para a contadora de um movimento que depreda patrimônio público e privado. E o que é pior, acabou matando um trabalhador, cinegrafista da Bandeirantes, que estava exercendo sua profissão. Mas isso sim é democracia. Todos têm direito a se defender, todos têm direito de resposta. É a máxima do Jornalismo em regime não ditatorial. E, como o peixe morre pela boca, muito metido a “bom falante”, está trocando os pés pelas mãos. E estamos recém no início. Não demora muito o morto será o culpado por estar no meio das manifestações. Aliás, a própria Sininho fez alusão a esta possibilidade. Não pensem que só aparecerão os pequenos doadores. Os pequenos incentivadores. Tem muita gente “boa” metida. No transcorrer das investigações, os presos darão “com a língua nos dentes”. Ninguém paga o pato sozinho. A Sininho coordena a “bagunça” no Rio. Em São Paulo, quem será? Em Porto Alegre, quem está por trás? Em Minas? Isso é uma orquestração nacional onde tem gente insuflando e botando dinheiro na mão dos considerados “massa de manobra”. Depois que pegaram o fio da meada, com a mídia mais atenta, vamos assistir o resumo final onde aparecerão os verdadeiros financiadores do vandalismo. E estamos em ano eleitoral. Certo?


10

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

GERAL

Material escolar deve movimentar comércio na próxima semana

Fotos: Tiago Rolim de Moura

Rita garante que loja fará horário diferenciado para atender público

Márcia espera consumidores de última hora

Com algumas escolas já em aula e outras prestes a retornar, os consumidores intensificam a compra do material escolar. O retorno dos colégios particulares está marcado para o próximo dia 17, já a rede municipal e estadual de ensino iniciam o período letivo no dia 24 de fevereiro. Para a gerente de uma loja de brinquedos da cidade, Rita de Cáscia Oliveira, o movimento é grande. “Muitas linhas já não temos mais, pois o pessoal aproveitou e garantiu. Os consumidores vêm até a loja e buscam montar o próprio kit, desde a mochila até o lápis, e para aproveitar os descontos. Mesmo com bastante

procura, apostamos no aumento de movimento para a próxima semana”, revela. A vendedora Stéfani Melo Cardoso, de 22 anos, levou sua filha, de 5 anos, para escolher a lancheira. “Já comprei o resto do material, como a mochila, o caderno e, agora, busco os lápis de cores, canetinhas e a lancheira. Achei o preço semelhante ao ano passado, mas ainda assim sempre tento negociar com ela quando o valor é muito alto”, garante. Proprietária de outra loja, Márcia França, diz que as vendas estão boas. “Estamos vendendo bem, mas acredito que na próxima semana

Corrida para compras deve inciar segunda-feira

teremos um movimento muito maior. fazer as compras”, informa. Grande parte dos clientes vem até a Entre a preferência dos esloja, pesquisa preços e acaba espe- tudantes, Rita conta que os jovens rando virar o cartão de crédito para sabem o que querem. “Tanto as

crianças como os adolescentes chegam à loja sabendo o que querem levar e de qual personagem vão levar a mochila, o caderno”, aponta.


GERAL

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

11

Redes sociais estabelecem novos tipos de relacionamento

Amizade virtual por Juliana Andina Cada vez mais conectadas, a maneira das pessoas se relacionarem mudou. Hoje, o Brasil conta com mais de 76 milhões de usuários no Facebook, cerca de 41,2 milhões de usuários no Twitter, fora as demais redes sociais ou profissionais. No Dia da Amizade, comemorado hoje, a FOLHA do SUL avalia quanto o ‘estar conectado’ é saudável nos círculos de amizades.

Compreende-se por amizade o relacionamento de afeto, carinho, lealdade e proteção por outra pessoa. O psicólogo Marcelo Motta observa que, na vida, ter um amigo alivia o estresse, turbina os sonhos. “Pessoas que têm amigos têm menos incidência a ter depressão ou algum tipo de fobia, por exemplo. Ultimamente, a ideia da amizade tem sofrido algumas modificações. Vemos

algumas pessoas nas redes sociais com mais de dois mil amigos, porém, com poucos amigos com os quais, realmente, podem contar. A amizade é muito mais do que um like no Facebook ou um recado compartilhado no Twitter. A amizade significa envolvimento, é se relacionar, trocar, e isso parece que tem se perdido um pouco nos dias de hoje”, garante. Entre as mudanças com-

Nova modalidade de amizade A internet é um mundo onde o ser pode ser praticamente tudo que desejar. Essa liberdade proporcionou um novo modelo de se sentir querido por alguém e, até mesmo, de esconder problemas na personalidade. Motta dá como exemplo pessoas tímidas, que encontram nas redes uma maneira de se relacionarem. “Essa forma de se relacionar é saudável, o que devemos estar atentos é quando a pessoa acaba trocando todo tipo de interação social, quando essa pessoa não consegue se relacionar fora das redes. Há pessoas, por exemplo, que não conseguem manter uma conversa de poucos minutos sem estar na frente do seu computador ou conectado pelo celular. Isso sim é preocupante e temos que estar em alerta, porque passa do limite do saudável”, afirma. Outro modelo trazido pelas redes são as amizades à distância. “Muitas vezes, pessoas que não se conhecem acabam interagindo com outras com gostos em comum (seja por bandas, músicas, gêneros literários, videogames, filmes ou séries). São amizades que ocupam muito tempo na vida

portamentais, Motta afirma que a preocupação dos especialistas, hoje, é a preferência em se comunicar apenas pela internet. “Antes do advento da internet, as pessoas se encontravam, trocavam ideias pessoalmente. Hoje, muitos preferem fazer isso cada um em sua casa, pelas redes sociais ou por videoconferências”, diz. Entre os reflexos trazidos para a sociedade, o psicólogo

aponta o modo de enfrentar as dificuldades cotidianas. “As pessoas estão muito mais individualistas, não querem dividir sua vida com ninguém. Nunca, na história do nosso país, procurou-se tanto por terapia. Isso porque as pessoas não têm com quem desabafar, não têm com quem contar, e a amizade, além de muitas outras coisas, funciona como esse escape”, destaca.

Amigos e a rede O publicitário Leonardo Pimentel é um dos exemplos de que as redes sociais podem fazer bem. Utilizada tanto para relações de amizade como de trabalho, ele acredita que a tecnologia colabora para a relação entre os indivíduos. “Hoje, estar conectado é uma forma de reforçar sua identidade e, através disso, manter contato e ter contato com pessoas que estão na rede. Podemos saber ideias e assuntos que personalidades ou, até mesmo, pessoas como nós, co-

mentam e vivenciam, através das redes. O mundo está menor para quem está conectado”, considera. Entre outros benefícios, ele acredita que as redes, quando bem utilizadas, colaboram, sim, para que as amizades sejam sustentadas. “A rede também aproxima as pessoas. Há 30 anos as pessoas se reuniam com hora marcada, há 10 usavam os celulares para torpedos e falar, hoje, criamos eventos nas redes, combinamos via chat. Tudo ficou mais fácil”, encerra. Fotos: Divulgação/FS

Motta garante que rede pode auxiliar como aumentar o individualismo

Pimentel afirma que internet revolucionou maneiras de serem mais próximas

de algumas pessoas, e que são extremamente importantes. De qualquer forma, não podemos confundir esses relacionamentos por conveniências, com amizades verdadeiras. É claro que algumas dessas amizades acabam ultrapassando o virtual, e se tornando grandes fora da rede”, ressalta. O psicólogo conta que não é ruim a utilização das redes, mas é preciso levar em conta que nada substitui o contato pessoal,

a conversa, a diversão fora do mundo virtual. “Ter amigos nos quais podemos nos apoiar em momentos complicados é muito importante para termos uma saúde mental intacta, e não falo de quantidade, mas, sim, de qualidade. Amigos que valham à pena conviver, seja para conversar, ir a uma festa, ficar em casa jogando jogos de tabuleiro. Não importa o tipo de amigo que você tem, o importante é trocar, interagir, vivenciar essas relações”, pontua.

Redes fazem com que pessoas mudem forma de se relacionarem


12

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

SOCIAL

“Sucumbi muitas vezes, levantei outras tantas. Em todas as tentativas, aprendi que perdoar a si mesmo é o segredo do sucesso futuro”. MP

A arte do bem viver

Ela chegou aos 80 anos repleta de saúde, cheia de planos - viagens, sobretudo - e isso graças à juventude de espírito que a move. Cercada pelo carinho da família, a senhora Terezinha Caminha Leal comemorou a bonita data em jantar no restaurante Marcos, do Bourbon Country, em Porto Alegre. Junto dela, as filhas Eliane, Enaura + Antônio + Maurício Bouchut, Enora Valls + Daniele + Fernanda e Ronaldo Schwonke. Trata-se de uma mulher ímpar, daquelas que, desde sempre, soube que o segredo da felicidade é sorrir para a vida. Em troca, ela, a vida, lhe retribuiu – e continuar a retribuir – com a profusão de bênçãos que só os merecedores são capazes de experimentar. Não há dúvida que estamos falando em uma grande mulher, exemplo a ser seguido pelas novas gerações. #Parabéns!

Protesto masculino: bermuda SIM! Foram 12 mil curtidas e oito mil compartilhamentos da imagem postada pelo carioca André Amaral da Silva no Face. Tudo porque o ilustrador, sofrendo com o calor, achou uma solução bem humorada para fugir da proibição de usar bermuda no trabalho. Sabem o que o cara fez? Colocou saia! A foto correu o país e reafirmou a bandeira de um movimento que vem tomando cada vez mais força graças às altas temperaturas (leia-se insuportáveis) do verão 2014: o “bermudismo”. A pergunta é: se elas podem colocar as pernas de fora em saias, bermudas e vestidos, porque o time masculino não pode? O bermudismo nasceu da ideia de três amigos para incentivar as empresas a liberarem a peça no escritório. Pela página www.bermudasim.com.br, o funcionário digita o email do chefe e o site envia para ele, via mensagem anônima, com o apelo pela liberação da bermuda. Não é o máximo?! Vamos combinar: terno, paletó e gravata em dias de 40ºC são, no mínimo, desumanos. Por exemplo: o Tribunal de Justiça de São Paulo foi um dos primeiros órgãos a desobrigar o uso do traje completo. Durante os dias de calor dantesco, apenas calça de alfaiataria e camisa ditam o dress code. Imaginem trabalhar sem ar-condicionado, trajando todas as peças do código social completo e sem correr um arzinho! Péssimo! A coluna adere ao movimento “bermudismo” e pede a todos os “chefes” bageenses que liberem o uso da peça, pelo menos, nestes dias em que o calor não dá tréguas. Bermuda, minha gente, pode ser peça chave na composição de looks bacanérrimos. O segredo é usar a peça em modelo alfaiataria com camisa social e sapatos docksides. Além de charmosa, a composição, pela sua leveza, aumenta o rendimento do quadro funcional masculino. A coluna levanta essa bandeira.

Pedro Hamm, filho de Patrícia e Leonardo Hamm, em sua formatura no Ensino Fundamental pelo Colégio Espírito Santo

Furacão brasileiro no Conrad

Atlântida/Punta Del Este foi a conexão de Ivete Sangalo no último finde. Diretamente do Planeta, o furacão baiano se apresentou no Conrad Cassino & Resort num show que marcou a sua volta aos palcos uruguaios depois de 15 anos. Por conta da chuva – não dá trégua em Punta, já faltam guarda-chuvas nas lojas –, a performance que estava prevista para acontecer na área externa, teve que rolar dentro dos recém reformados salões do cassino para acomodar, pasmem, duas mil pessoas sentadas. Mas, como já era previsto, a baiana não deixou o público sentar. Começou com o hit “Tempo de Alegria”, mandando que todos levantassem no primeiro acorde. Sempre bem humorada, pedia incansavelmente para que dançassem, e só permitiu que ocupassem as cadeiras quando chegou a parte lenta do show. Entre os bageenses que foram sacudidos pelo furacão estiveram: Fanny Helena e Olavo Salles, Maria Esther Paes e Pedro Bordini, Bia e Carlos Eduardo Lamego, Rejane Estrázulas, Laura Kaé... E outro furacão, esse porto riquenho, volta a estremecer o Conrad no próximo final de semana. Ninguém menos que Rick Martin aterrissa no cassino para dar continuidade à sequência estelar agendada pela nova administração, que tem como slogan “Enjoy Conrad”. #Luxo.com.

Rejane Estrázulas e Maria Esther Paes em noite de Ivete Sangalo no Conrad Cassino & Resort


,

Angela Zaffari com Betsy Prates (sua agente em Dubai) e Ana Maria Bersani, manager da Opera Gallery, um dos mais importantes espaços da arte internacional nos Emirados Árabes

Nascimento Cristal Jacir - integra a turma das mais elegantes da cidade - e Antônio Jorge Santos ganharam a segunda neta depois que a filha deles, Aline Santos, deu a luz à pequena Rafaela Santos Bumbel. O nascimento aconteceu em 4 fevereiro, no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Pesando 2,550 Kg e medindo 46 cm, a baby esbanja saúde e já é a queridinha do papai, Samuel Bumbel. Que cresça na proteção dos anjos junto à turminha Cristal que chega para transformar a configuração do planeta. #AssimSeja.

SOCIAL

Gravidez fashion Já era o tempo em que as futuras mamães sofriam com a falta de opções para se vestir durante a gestação. Aquela história de usar somente macacão, legging e camisetas GG já era. Hoje, o mercado fashion disponibiliza peças que somam conforto + estilo para que as gestantes não vejam a autoestima despencar durante os nove meses mais especiais de suas vidas. E aí vai uma #dica – atemporal – da coluna: jamais tenham medo de mostrar a barriga. Trata-se do único momento da vida em que ela é considerada bela (escutaram, único!) e pode ser valorizada ainda mais com as roupas adequadas, inclusive, com peças importadas do closet do papai. #FicaDica.

Dometila: o melhor de Porto Alegre MP escreve esta edição desde Porto Alegre. A dica é a seguinte: os apreciadores de lugares charmosos não podem deixar de conhecer o Dometila, café localizado bem em frente à Praça Maurício Cardoso, no Moinhos de Vento. Em três anos consecutivos, o local levou o prêmio “Melhor de Porto Alegre” no quesito sanduíches. Todo cardápio remete ao tempo imperial com seus protagonistas dando nome ao menu. Um exemplo: o sanduba José Bonifácio. Montado na ciabatta preta e recheado com carne de panela desfiada, cogumelode-Paris, tomate, requeijão e orégano, ele nada mais é do que uma grande experiência sensorial. Delicia! MP aproveita e manda o seu agradecimento a Claiton Franzen, proprietário (pop) do Dometila que o recebeu em grande estilo. #Bravíssimo!

From Bagé to Canadá Amantes dos picos nevados, Luciana Suñé e Jorge César Teixeira estão no Canadá. Em Montreal, eles visitam Camila, filha de Luciana, que partiu em janeiro para aprimorar o inglês nesta cidade magnífica que figura entre os principais centros industriais, comerciais e culturais da América do Norte. Inclusive, depois do primeiro teste, a garota pulou direto para os níveis superiores na grade curricular. Tudo graças às aulas que teve com a professora Ana Luísa Magalhães Ceolin, referência no estudo da Língua Inglesa na região.

Os manos Helena e Felipe Parera de Carvalho na festa que comemorou os três anos de Felipe

#TáRolando A sexta-feira no Point Bar é com Célinho e Banda. Amanhã, rola o pré-carnaval do Parador Griffe com Som da Cor e Inthuy Samba.

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

13


14

SEXTA-FEIRA

14 de fevereiro de 2014

ENTRETENIMENTO

ANIVERSÁRIOS

HORÓSCOPO

- Helena Quintana - Rafael Garcia Oliveira - Maria Luisa de Vasconcellos Dutra - Luisa Maria Severo - Leilane Castro Guedes - Gentil Luis Colvera - Bruno A. Alves

- Ivone Moura Ribeiro - João Gabriel Burgo Gonçalves - Noêmia Silveira - Tábata Acosta - Nardo Humberto Porcellis Silveira - Marcos Garcia

Frozen - Uma aventura congelante

cinema programação

19h

Até que a sorte nos separe 2

21h

Mercúrio retrógrado entra no signo de Aquário e, unido ao Sol, movimenta os acordos que envolvem os trabalhos em equipe e contatos com grandes empresas, clubes e instituições. Vida social intensa e novas amizades a caminho.

A partir de hoje, Mercúrio que ainda se encontra em movimento retrógrado e volta ao signo de Aquário, mexendo ainda mais com seu coração. Um romance que começou há algumas semanas pode precisar de alguns acertos.

A entrada de Mercúrio no signo de Aquário e sua união com o Sol vai movimentar de forma positiva sua carreira. O sucesso chega e um projeto que foi engavetado pode ser retomado. O momento é de comunicação e visibilidade.

A volta de Mercúrio retrógrado ao signo de Aquário e sua união com o Sol vão movimentar questões relacionadas à sua vida doméstica e aos relacionamentos em família. Momento para conversas com amigos e parentes em sua casa.

Seu regente ainda retrógrado começa a caminhar através de Aquário e um projeto relacionado a pessoas e empresas estrangeiras volta a fazer parte de seus planos. Você retoma uma antiga possibilidade e seu otimismo aumenta.

Mercúrio ainda em seu movimento retrógrado retorna ao signo de Aquário e movimenta o seu dia. Uma viagem rápida pode acontecer, mas verifique todos os detalhes. Antigos amigos podem voltar a fazer parte de sua vida.

Mercúrio retrógrado volta a caminhar através de Aquário e você percebe que ainda existem algumas questões importantes para serem deixadas para trás. Os tempos ainda são de mudanças, e você ainda terá algum trabalho.

Hoje Mercúrio retorna ao signo de Aquário, ainda em seu movimento retrógrado, e traz de volta um acordo que foi engavetado. A possibilidade de novos ganhos é bastante grande, mas isso só vai acontecer no início de março.

A partir de hoje Mercúrio em movimento retrógrado volta a caminhar através de Aquário e volta a mexer com seus relacionamentos. Uma conversa que foi deixada para depois, com uma pessoa especial, pode acontecer finalmente.

Mercúrio em seu movimento retrógrado retorna ao seu signo, movimentando sua vida. Alguma coisa que não foi concluída ou solucionada volta a fazer parte de seus dias. Um amigo querido pode retornar ao seu convívio.

Seu regente, ainda em movimento retrógrado, volta a caminhar através de Aquário e se une ao Sol, melhorando sensivelmente seu dia a dia. Algumas confusões ficam para trás, mas ainda deve ter cuidados com aparelhos eletrônicos.

Hoje, Mercúrio ainda retrógrado retorna ao signo de Aquário, deixando você mais eflexivo. Você começa a pensar em retomar os estudos ou algo que deixou escapar no passado. O momento é de reclusão. Respeite seu momento.

NOVELAS Viktor leva Sílvia para encontrar Franz. Valter e Ernest discutem. Pérola tem um pressentimento ruim com o pai e Amélia pede que Mundo procure Franz para tranquilizá-la. Manfred e dois capangas arrombam a porta do quarto de Franz e o veem com Sílvia e Viktor. Começa uma discussão generalizada e Manfred arrasta Sílvia para fora do hotel. Kléber consegue fugir pela mata, e é seguido por André e William. Marlon confirma a LC que a fórmula está incompleta e se preocupa com uma possível invasão a seu computador. Joana briga com Paulinha. LC previne Líder Jorge da possível traição de Assis. André prende Kléber e seus capangas, e Romildo fica amedrontado. Thomaz beija Heloísa, e Flávio flagra os dois. Juliana tenta descobrir o que aconteceu com Bia, e Helena se preocupa com a tia. Virgílio e Helena discutem, e Luiza conversa com o pai. Juliana explica para Gustavo que precisa saber do estado de Gorete, pois pretende adotar Bia. Itamar dá entrada no hospital, e Selma não vê que Felipe está de plantão. Marina e Cadu observam Clara se aproximar.


GERAL Crônica

Antônio Almeida

A cara dos dias Claro que não é loucura alguém acreditar que uma coisa pode ter a cara de outra. O exercício imaginativo é livre e pode ser adequado a qualquer objeto de existência própria, material ou imaterial. Sim, a contextualização da ideia pode parecer meio maluca, mas, sem dúvida alguma, poderá ser executada sem problema algum. Faço essa referência toda porque, de uns tempos para cá, “peguei” uma certa implicância com os dias da semana. Não sei bem qual a razão, mas eles me parecem com aquelas pessoas, todas boazinhas, atenciosas demais, hiper delicadas e tal. Claro que pode ser só desconfiança, mas a mim, parece existir uma nota de falsidade total nessa aparência de perfeição. A família da semana é assim. Eles ficam se repetindo como a dizer: “olha, se hoje não foi legal, não esquenta, outros dias virão. Amanhã minha irmã cuidará de ti e se a coisa não evoluir daqui a sete dias estarei de volta com novidades e coisas muito melhores”. É sempre o mesmo lererê. Mesmo que assim pense, não sou um ser carregado de mágoa. Simplesmente resolvi expressar exatamente a maneira como vejo os dias e as caras deslavadas que eles possuem. A segunda-feira, por exemplo, tem cara de bunda. Não que bunda seja uma coisa feia. A segunda tem cara de bunda sem graça, bunda de elefante, reta, sem atrativo algum. A terça é parecida com atendente de operadora telefônica, a conversa se arrasta e nunca acontece nada. A quarta com cobrador de ônibus, um passinho a frente por favor. A quinta já guarda uma semelhança muito forte com o barman, chacoalha prá lá, chacoalha prá cá, agitação, fumaça, malabarismos e, diversão que é bom, só na sexta, que chega com cara de vendedor que está no último dia do mês e ainda não atingiu o plano de metas estipulado pela empresa. O sábado, bem, o sábado tem as feições do estelionatário. Lábia, sorriso farto e, quando nos damos conta, ele já foi. Chega o domingo que até pode começar bem. O passar das horas, no entanto, o deixa sisudo feito segurança de gente famosa. Ah sim, cara de bunda. Putz, de novo é segunda-feira.

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

15

Léo Leguísamo Vieira

As mortes violentas Na verdade, o violento é um arrebatado: diante de alguma resistência, sua primeira reação é responder com uma força maior e contrária. A violência é um ato de covardia e da fraqueza humana dos homens na Terra. Dentro desta insanidade, submetemos o outro a ser obediente pela força que é exercida contra pessoas inocentes. As pessoas, quando são agredidas, não reagem com medo do agressor, das terríveis consequências que adviriam depois de assaltadas. Neste estudo de comportamento de homens cruéis, se assiste milhões de vítimas anônimas serem exploradas por indivíduos maus que desejam roubar por ganância de dinheiro e de outros bens que estão à frente de seus olhos. O escritor Carlos Ramalhete escreveu: “nenhum país do mundo tem tantos assassinatos quanto o Brasil. Não importa como se os conte: proporcionalmente à população, à desigualdade social ou à presença da política, em números absolutos... Não importa. Mesmo sem contar as mortes no trânsito, em que aliás somos recordistas, temos mais mortes violentas que qualquer outro lugar, incluindo os países em guerra. Trocando em miúdos, a criminalidade do Brasil é a maior

do mundo. Que horror! Em nenhum outro país o crime comum é tão comum. A razão para isso é simples: em nenhum outro país, a ausência de punição é tão certa. Em nenhum outro país, a polícia encontra tantos obstáculos legais e políticos para agir e a legislação é tão indulgente para com o criminoso e brutal para com o cidadão inocente”. Na verdade, após a redemocratização do Brasil, os governantes dedicaram-se a transformar o Brasil no paraíso dos criminosos. Os tribunais dedicaram-se a trocar prisão por penas alternativas, garantindo na prática a impunidade dos criminosos. Pobres e indivíduos honestos foram proibidos de ter armas pela imposição de taxas anuais altíssimas, garantindo aos criminosos abundância de vítimas mortais. Certamente, este é o Brasil que não está assim, por acaso, nem por mera incompetência dos ex-assaltantes e ex-sequestradores que governam o país. Até que ponto podemos resistir o aumento da criminalidade? O dia em que o estado brasileiro olhar a educação com esta meta de um futuro melhor para todos, podemos confiar nas futuras gerações que irão governar o Brasil.

av_almeida@yahoo.com.br

“O amor é a coisa mais triste quando se desfaz!”, Tom Jobim Não existe uma situação que atraia mais emoção, vibração e participação alheia, que aquela de se viver um caso de amor bem vivido, com todas as vibrações que um dia sonhamos e com todas as alegrias... Mas isso quando somos assistentes de uma história que acontece com os outros. Assim, nenhuma outra emoção, nem mesmo a violência que é tão comum ou outra aventura qualquer, é tão poderosamente cativante e absorvente como uma história de amor, com sofrimento no seu desenrolar e com final feliz. O filme Titanic, por exemplo, não teria sido um sucesso de bilheteria se fosse só pelo seu luxuoso e suntuoso cenário ou pelo drama das mortes que mostrou, se não tivesse se desenrolado com uma história paralela à principal, fictícia, é claro, de um grande amor entre um casal. Mas tal não acontece só agora nesses tempos, já aconteceu antes e desde sempre em romances, em histórias reais, na imaginação

de escritores de sucesso, o qual obtiveram exatamente por isso, assim como em outros filmes, novelas de televisão, romances literários; enfim, onde existiu espaço para, de alguma forma, se contar um amor bonito e onde houver público para assistir ou de alguma outra forma participar do amor entre duas pessoas, em forma de romance e, de preferência, com emoção e lágrimas, este é sempre, disparado, a causa de maior envolvimento e participação da assistência, ou seja, da nossa participação. Isso desde que o coração palpita e a mente humana é parecida com a que temos hoje. Mas será que um grande amor só nos é permitido viver em ficção ou em coadjuvância afetiva? Por que será, realmente, que essas aventuras que envolvem o nosso coração só são vistas por nós, como possíveis, desde que estejamos sentados na poltrona? Será verdade? Pois, se é esta a constatação ou a conclusão a que

estamos atrelados, facilmente, chega-se a um maior sofrimento ainda, além de, em determinado momento, nos darmos conta que não é conosco que aquilo ocorre. E ao final sofremos; primeiro porque não nos preparamos para amar na real e não tivemos coragem de nos lançar em uma aventura que tenha seus riscos; algo que carreie também grandes benefícios e sensações inominadas de tanto prazer ao nosso peito. Como o é com quase todas as conquistas na vida e como é nos casos do amor em particular. Segundo, porque muitas vezes os componentes de tal sinfonia, como o são em um grande amor, por exemplo, muitas vezes passam pelas nossas barbas, algumas vezes até, automaticamente, se ensaiam para começar a orquestração de uma história que nos encantaria se fosse nos outros. E, embora nas nossas barbas, nós agradecemos, indeferimos, disfarçamos, nos acovardamos, deixamos passar e

Coluna do Doutor

José Brasil Teixeira

vamos em frente. E, muitas vezes, vamos para baixo, caídos no buraco da depressão e da melancolia, tudo por pura incompetência. E nesse momento, então, dói, como dói! Normalmente, uma criança cresce com conhecimentos precários das necessidades para viver uma aventura amorosa, uma aventura que seja, ao mesmo tempo, prazenteira e mais ou menos duradoura. Não se ensina a uma criança que o amor é uma arte e ela só vem assim entender depois, no decorrer da vida e de acordo com suas observações e vivências pessoais. Pois, na realidade, amar é uma arte, igual a qualquer outra arte e, como já vimos, por ser arte demanda aprendizado, cuidados especiais, determinação, intuição e atenção. E, sendo uma arte, é passível, principalmente, de aprendizado e aprimoramento. São ingredientes do amor, objeto dessa arte, duas pessoas com maturação

emocional, as suas afinidades, entre as quais se incluem a simpatia, gostos e objetivos parecidos, a ausência de egoísmo e arrogância, desprendimento, doação de si com prazer e espontaneidade, admiração, preocupação, prazer e virtudes de parte a parte, sendo a mais importante delas o respeito, o velho respeito. Além, é claro, que à vivência em si não se dispensa a coragem, o peito, aquilo que Vinícius de Moraes chamava de “muito peito, peito de remador, para viver um grande amor”, a consciência de que, para viver uma aventura amorosa intensa, como as da novela de sua admiração, é necessário saberse dos riscos e coragem em ignorálos, saber que quem não arrisca a perder não arrisca a ganhar, saber que pode perder afetivamente tudo e mesmo assim aventurar-se selva adentro. E até perder. E, ao perder, enfim, sem nunca dizer nada, resignado, retornar ao ponto inicial.


SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

GERAL

Entidades reduzem investimento na folia

Clubes apostam em bailes de carnaval infantil

Como a maioria dos bageenses faz a opção de viajar nos dias de carnaval, os clubes sociais da cidade apostam nos bailes infantis. Ainda sem muitas definições, os clubes Caixeiral e Os Zíngaros já confirmaram que as festas irão ocorrer. O Clube Caixeiral deve realizar dois bailes: um no domingo (2 de março) e outro

na terça-feira (3 de março), como relata o presidente Paulo Noble. “Neste ano não vamos realizar a festa para adultos, mas garantimos a festa para as crianças. Assim, os bailes serão realizados na sede social do clube, a partir das 18h. O valor do ingresso ainda não definimos”, conta. O clube Os Zíngaros também realiza festa para as

crianças e o tradicional Baile da Terceira Idade. A entidade informou que os bailes ficam da seguinte forma: domingo (2 de março), primeiro baile infantil; segunda-feira (3 de março), Baile da Terceira Idade; e terça-feira (4 de março), segundo baile infantil. O valor da entrada deverá ser definida nos próximos dias, e os três bailes iniciam às 17h.

Arquivo/FS

16

Nos salões, apenas crianças e terceira idade terão baile


GERAL

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

17

Previsão é que calor não supere os 32º

Altas temperaturas deixam a região Após duas semanas de calor intenso e termômetro próximo aos 40°C, o verão, na região da Campanha, deve voltar ao normal. A chegada de uma frente fria fez com que a massa de ar quente – parada sobre o Rio Grande do Sul - desse lugar à chuva e às temperaturas mais amenas. De acordo com o agrometeorologista da Embrapa Pecuária Sul, Gustavo Trentin, a frente fria quebrou a barreira que estava sobre o Estado. “A tendência é que o calor intenso das últimas semanas não volte a se repetir. As altas temperaturas foram decorrentes de uma massa de ar quente oriunda do Uruguai que estava estagnada no Estado”, comenta. Ele afirma que a frente fria quebrou o bloqueio. “Nos próximos sete dias, as temperaturas não devem ultrapassar os 28°C. Haverá mescla de dias nublados e ensolarados e, na próxima semana, chuva forte poderá ser registrada”, conta. O agrometeorologista acrescenta que, após a passagem desta massa de ar frio, o calor pode voltar. “As temperaturas máximas não devem ultrapassar os 32°C, o que é a média histórica para o período na região”, garante. Hoje, o sol aparece com muitas nuvens durante o dia, com períodos de céu nublado. As temperaturas devem ficar entre os 16°C e os 25°C. No final de semana não há previsão de chuva e as temperaturas devem variar entre 14°C aos 27°C. Oscilação superou 16º nos últimos dias

Tiago Rolim de Moura

Arquivo FS


18

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

GERAL

Moradores do Prado Velho denunciam falta de médico em posto de saúde Quem chega ao posto de saúde do bairro Prado Velho, na zona Leste da cidade, logo é informado por dois cartazes de que não há atendimentos diários no local. Um dos avisos comunica que não há atendimento odontológico. Outro, ontem, informava que o atendimento só ocorreria hoje. A situação revolta os moradores. Cristina Silveira explica que, ontem, buscou uma ficha para atendimento. Assim como ela, vários moradores permaneceram na fila desde às 4h30min. Ela foi informada de que apenas hoje seria atendida por um clínico geral. Acontece que o posto está sem médico e uma médica cubana atende a população duas tardes por semana. Essa situação é diferente do compromisso firmado entre o presidente do bairro, Júnior da Silva Morais, e a secretária de Saúde, Aura Stella Pereira. Segundo o cidadão, a secretária afirmou, por meio de mensagens em uma rede social, que

os atendimentos ocorreriam todos os dias da semana. Sobre o dentista, os moradores explicaram que há seis meses não há consultas. “Perdemos tudo o que conquistamos”, argumenta Morais. Cristina acrescenta que a coordenadora do posto nunca sabe informar o motivo pelo qual não há atendimentos, sequer aponta uma perspectiva de mudança. “Creio que há um problema muito sério de comunicação entre eles”, pondera Morais. Cristina resolveu denunciar o problema; Morais, por sua vez, admitiu que não há como ignorar as reações negativas da população. “Parece que estamos faltando com a palavra. Nós informamos que haveria médicos todos os dias, mas isso não foi cumprido”, diz. “Não queríamos ter que chegar nesse extremo, que é chamar a imprensa, mas a secretária precisa se comprometer”, acrescenta. “Queremos mesmo é tranquilizar a

Fotos: Tiago Rolim de Moura

Posto atende também bairros como Quebrachinho, Balança e Dona França

população e não passarmos por mentirosos”, finaliza. A coordenadora do posto de saúde, Susana Maria da Cunha, explicou que só há um enfermeiro atendendo a população, assim como só há dois agentes de saúde para a atenção básica. Essa situação é consequência das demissões que

ocorreram no final de 2013, quando o município suspendeu dois convênios: um envolvia a Santa Casa de Bagé e outro a Universidade da Região da Campanha. Até isso ocorrer, seis profissionais atuavam no posto. Agora, apenas dois foram nomeados – até porque os agentes de saúde buscam

garantir na Justiça o retorno ao quadro municipal. O único médico disponível é um cubano que, às terças-feiras, atende gestantes e, às sextas-feiras, atua como clínico-geral. O médico que atendia no local, explicou a coordenadora, quebrou o braço, “mas não sei como ficou essa situação”.

Mais Médicos deverá atender demanda

Cristina e Morais afirmam que não queriam chegar ao extremo de procurar imprensa

A secretária de saúde, Aura Stella Pereira, garante que um dos seis médicos que passará a atender na atenção básica da rede municipal de saúde será encaminhado para o posto do bairro Prado velho. Ela explicou que, hoje, um médico cubano

atende 20 horas semanais, mas o substituto atenderá 40 horas semanais. Sobre o odontólogo, informações da Secretaria de Saúde afirmaram que o consultório precisou ser interditado devido a uma infiltração. Isso foi uma recomendação da Vigilância

Sanitária. A unidade será reformada, mas isso ainda depende de trâmites administrativos e, por conseguinte, de um processo burocrático. Não há prazos, mas assim que a reforma ocorrer um dentista será nomeado para atender no local.

Bagé terá mais seis profissionais pelo Mais Médicos Mais seis profissionais atuarão no município pelo programa Mais Médicos. A secretária Aura Stella Pereira divulgou o número na tarde de ontem – ela estava em Porto Alegre tratando do tema. Conforme as informações, serão dois médi-

cos brasileiros, um cubano e três uruguaios. O médico cubano chegará em Porto Alegre no dia 13 de março, enquanto os uruguaios chegam ao Brasil no dia 27 de fevereiro. Eles devem atuar na rede já a partir do início de março.

Vale lembrar que os profissionais passam por uma capacitação antes de assumirem suas funções na atenção básica. Ainda não estão definidos os postos de saúde para onde os profissionais serão encaminhados. De acordo com a secretária,

é necessário avaliar o perfil de cada um deles e identificar a necessidade da rede, “levando em consideração a fragilidade dos postos de saúde”. Hoje, já trabalham na atenção básica da rede 13 profissionais. Serão, assim, 19 médicos.

Esse número está próximo ao considerado ideal pelo prefeito Dudu Colombo. Em entrevista publicada na edição do dia 29 de outubro de 2013, Colombo afirmou que o município buscava conquistar, pelo menos, 20 profissionais pelo programa.


a

GERAL

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

19

Decisão sobre denúncia contra médico cubano de Candiota é adiada para hoje

A decisão do Ministério de Saúde sobre a denúncia do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) contra o médico cubano que atua no município de Candiota, Maikel Ramirez Valle, acabou não sendo oficializada ontem, apesar de ser aguardada para a data. Inclusive, conforme o Jornal FOLHA do SUL publicara na edição de quintafeira, a perspectiva, de acordo com fontes extraoficiais, seria pelo arquivamento do caso. O profissional, único destinado à Capital do Carvão pelo programa Mais Médicos, era acusado de prática ilegal da Medicina após ter realizado um atendimento junto ao hospital do município – atividade não permitida aos integrantes da iniciativa federal. Em contato com a reportagem, o prefeito de Candiota, Luiz Carlos Folador, detalhou que participou de uma reunião, por volta das 14h, no Ministério da Saúde. A definição sobre o caso, contudo, havia sido adiada para às 19h, momento em que seria entregue um parecer técnico explicando os motivos da decisão. “Estava aguardando. Porém, o me informaram que somente amanhã o (hoje), após a nota técnica passar por o e Às claras , Coincidência ou não, o Ministério O da Saúde publicou, ontem, nota oficial , detalhando regras para excluir municí- pios que não cumprirem obrigações com i o programa. Lógico que a manifestação, pelo teor, não vai ao encontro do caso do médico de Candiota, mas, sim, em relação aos 89 profissionais de deixaram - de cumprir suas atividades e que, agora, e deverão ser desligados do projeto. A Portaria N° 30, publicada no , o Diário Oficial da União (DOU), detas lha o procedimento de desligamento m das cidades que não cumprirem suas - responsabilidades – que incluem concessão de moradia, alimentação e deslocamento aos participantes. Também foram definidas, por meio da Portaria Interministerial N° 216, regras relativas ao processo de desligamento de médicos que descumprirem ou abandonarem o Programa. O ministro da Saúde, Arthur Chioo o ro, explica que os documentos detalham a compromissos já estabelecidos pelo 9 Mais Médicos. “Agora, nós estamos o deixando todas as obrigações e sanções , .

uma consultoria jurídica, é que poderá ser oficializada”, explica. A possibilidade de arquivamento da denúncia fez com que a reportagem entrasse em contato com representantes do Simers, em Porto Alegre, para comentar o fato. O Sindicato, aliás, se manifestou por meio de nota oficial: “A direção do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) informa que não recebeu nenhuma informação do Ministério da Saúde sobre o caso até o momento. A entidade reforça que tem compromisso estatutário com a defesa da saúde da população e, tendo recebido a denúncia de exercício ilegal da Medicina, não poderia calar sob pena de omissão e conivência, encaminhou as informações às autoridades competentes para que adotem as providências que lhes compete.” O delegado do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul (Cremers) da Região da Campanha, César Alfeu Iamin de Mello, também foi procurado para fazer uma avaliação. Porém, até o fechamento desta edição, nenhuma das ligações telefônicas efetuadas pela reportagem havia sido concretizada com êxito. bem claras, com prazos bem definidos. Tanto as que devem ser obedecidas pelos gestores locais quanto pelos médicos do Programa”, afirma o ministro. “As responsabilidades dos municípios em relação à alimentação, hospedagem e transporte são importantes contrapartidas das prefeituras. Aquelas que não regularizarem a situação não receberão médicos nos próximos ciclos e poderão ser descredenciadas”, reforça. Caso o Ministério da Saúde tome conhecimento, por qualquer meio, do descumprimento das obrigações por parte de algum município ou do Distrito Federal, o gestor será notificado a apresentar manifestação por escrito no prazo de cinco dias. Após este período, a Coordenação do Programa Mais Médicos decidirá pelo descredenciamento imediato da prefeitura ou pela possibilidade de adoção de medidas, por parte do município, para regularização da situação, a ser realizada no prazo de 15 dias, prorrogável uma vez por igual período. Caso as providências necessárias não sejam adotadas, o município será

desligado do programa e os médicos lá lotados serão remanejados para outras localidades, preferencialmente na mesma região de saúde. No caso dos médicos, havendo descumprimento das regras do Programa como, por exemplo, em relação à carga horária fixada para as atividades, deverão ser punidos com as sanções de advertência, suspensão ou desligamento, com direito a ampla defesa e ao contraditório. Para isso, será concedido prazo

de cinco dias para esclarecimentos. No caso de aplicação da penalidade de desligamento por descumprimento de normas ético-médicas no atendimento aos pacientes, por infração grave às regras do Programa, por ausência injustificada por mais de dois dias às atividades e por obtenção de visto distinto do previsto no Programa, o procedimento correrá em rito sumário, sendo concedido prazo de 48 horas para apresentação de defesa e esclarecimentos.


20

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

GERAL

Cpers cogita greve no início do ano letivo Está previsto para hoje, em Porto Alegre, o conselho geral do Cpers Sindicato. A categoria debaterá suas demandas, assim como sobre as atividades previstas para 2014. “Não vamos abrir mão da nossa luta pelo piso nacional”, adianta a presidente do Cpers Sindicato Bagé, Ana Lúcia Cabral. Ela lembrou que o Estado, hoje, não cumpre com a lei que estipula o pagamento de R$ 1.697,32 para jornadas de trabalho de 40 horas semanais. “Essa é a nossa luta. É um direito, é lei”, argumenta a sindicalista. Para o dia 14 de março está marcada uma assembleia geral. Será um momento de definições: uma greve da categoria não está descartada, conforme destacou Ana Lúcia. “A greve não é bom para ninguém, mas não estamos conseguindo diálogo. É o último recurso”, pondera. Sobre o início das aulas, previsto para o dia 24 de fevereiro, a presidente do Cpers é enfática: "temos um quadro de funcionários muito parecido com o do ano passado". O que não é bom, segundo ela. Acontece que poucos profissionais foram chamados e o quadro ainda conta com muitos professores contratados ou aqueles que

Arquivo/FS

Categoria terá assembleia no dia 14 de março

atuam por convocação. “É uma situação que dificulta a greve, já que esses professores não aderem ao movimento, porque temem a demissão”, justifica. O Cpers Sindicato também se manifestou sobre o tema: “o concurso do magistério, realizado no ano passado, aprovou cerca de 13 mil candidatos, sendo que muitos estão em sala de aula, com contratos temporários, ape-

nas aguardando nomeação. Mas o governo, mesmo sabendo da necessidade urgente de nomear os aprovados, decidiu fazer as nomeações em singelas prestações. Começou nomeando pouco mais de 80 professores. Depois, anunciou a nomeação de aproximadamente 500 profissionais. Até o momento, as nomeações representam cerca de 4,5% do total de aprovados”.


SEGURANÇA

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

21

Problema de contrato entre Prefeitura Mulheres sofrem tentativa de no Habitar Brasil e Detran impede remoção de veículos homicídio O bairro Habitar Brasil foi sua irmã adolescente e o marido palco de uma tentativa de homicídio, da maior de idade começaram a que ocorreu na rua 802, próximo ao agredir as vítimas, sendo que as no trânsito Ginásio do Mosquitão, por volta agressoras estavam com facas e Tiago Rolim de Moura

das 9h30min. O relato foi feito pela Brigada Militar, que foi chamada ao local, onde três mulheres, sendo que uma delas tem 17 anos, tinham sido agredidas a golpes de facas. As vítimas, contaram aos policiais, que estavam entrando no ônibus que faz a linha bairro/ centro, quando uma mulher, a

o homem empunhava uma arma para evitar que alguém interviesse. As agredidas foram encaminhadas para o Pronto-Socorro. Uma delas contou que, na última quanta-feira, já havia registrado boletim de ocorrência por agressão contra uma das acusadas.

O delegado Luis Eduardo Benites, titular da 2ª Delegacia de Polícia, ouviu, ontem, o até então principal suspeito do atropelamento de Efton Joel Corrêa Lemos, de 35 anos, que ocorreu no último dia 31, na Avenida Santa Tecla. O homem tinha o seu nome na ocorrência e também foi citado por algumas testemunhas, porém, quando chamadas para prestar depoimentos, nenhuma confirmou categoricamente que havia sido o indivíduo o autor do atropelamento. “A própria policial militar que relatou o nome no boletim de ocorrência não

lembra quem falou para ela o nome do suspeito”, destaca. Em interrogatório, o suspeito negou a autoria do atropelamento e contou que não estava na cidade no dia do ocorrido. “Ele terá que apresentar um álibi para comprovar o fato”, salienta. O delegado garantiu que a investigação deve ouvir outras pessoas, mas o ideal seria que a vítima apontasse quem era o motorista responsável pelo acidente. Porém, o paciente permanece internado no hospital em estado regular.

Um episódio, que ocorreu no centro da cidade, chamou atenção na manhã de ontem. O proprietário de um estabelecimento comercial, Cristian Monteiro, que optou por transformar uma parte da loja em garagem, pois não conseguia estacionar o seu veículo próximo ao local (já que é difícil conseguir uma vaga no centro) teve a entrada da garagem bloqueada por outro carro. O fato ocorreu quando, por volta das 9h, chegou ao trabalho e foi guardar o seu automóvel, mas outro carro impedia a sua passagem. Depois de um tempo, ele resolveu chamar os agentes de trânsito, que atenderam ao chamado, mas não puderam resolver o problema. “Nós autuamos o motorista, mas não adianta chamar o guincho porque a Prefeitura está com problema com o Detran”, explica o agente que não quis se identificar. O funcionário municipal disse que, há cerca de dois meses, o fato já tinha ocorrido, porém

foi sanado. “Recebemos umas cinco, seis ligações por dia de pessoas que reclamam de carros estarem estacionados na garagem de suas casas, mas não temos o que fazer”, destaca. Ele relata que os reclamantes ficam indignados com a situação, mas que a culpa não é deles. “Acho que é coisa de dívida”, arrisca o profissional. Apesar de não haver sede do Detran na cidade, a Rasgate

Car trabalha como uma empresa terceirizada para o órgão estadual, portanto, é chamada pelo Poder Municipal em casos como o descrito acima. Sendo assim, o gerente de operações da empresa, Adil Aves, informou que há cerca de um mês não são acionados pela Prefeitura. Ele também afirmou que o município é atendido por meio de contrato.

O responsável em exercício pela Secretaria Municipal Transporte e Circulação (SMTC), Gustavo Morais, esclareceu que existe

um problema contratual entre o Detran e a Prefeitura, que impede o recolhimento dos carros. “A questão está com a Procuradoria

Jurídica”. Porém, não soube explicar ao que se refere esse problema contratual. A justificativa para tal O proprietário de um bar, locaé que ele não é o titular da pasta. lizado na rua Ângelo Mugnol, relatou à polícia que um homem entrou no seu estabelecimento comercial, abriu o refrigerador e pegou uma garrafa de cinco litros de vinho, saindo sem Fotos: Augusto Azambuja/EspecialFS pagar pela bebida.

Principal suspeito do atropelamento na Santa Tecla nega autoria Veículo não pode ser retirado porque não havia guincho

O que diz o Poder Público

Bebeu e não pagou

Flagra de acidente

Um acidente envolvendo dois carros ocorreu na noite da última quarta-feira, por volta das 22h30min. O Gol, que trafegava pela Avenida Presidente Vargas, direção centro/ bairro, colidiu com um Fiat Uno, que se deslocava na preferencial pela Avenida Marechal Floriano, no sentido bairro/centro. Com o choque, o Gol foi parar na Praça Esporte, danificando um banco do local. Enquanto o outro veículo bateu no prédio, localizado na esquina da Marechal Floriano com Presidente Vargas. Do acidente, só resultaram danos materiais.

Após algumas horas, o acusado voltou ao bar, mas o dono não deixou que ele entrasse e acionou a Brigada Militar. Então, o indivíduo deixou o garrafão vazio em frente ao local e, em seguida, foi foi levado à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento.

Pessoa encontrada

Paulo Sérgio Poley Ro- divulgado na última edição, drigues, de 44 anos, que es- foi encontrado em um bar da tava desaparecido, como foi cidade e está bem. OBITUÁRIO

Lea Palma Ricaldone, 78 anos, dona de casa, viúva. Residia na rua Marcílio Dias, 2 640, Centro. Deixa a filha Terezinha.

Carro teve a frente danificada

Gol subiu a calçada


22

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

ESPORTES

Incertezas rondam segundona gaúcha O campeonato da segunda divisão de profissionais tem início previsto para 23 de março, mas o número de participantes ainda se constitui numa incerteza. Se a grande novidade fica por conta das estreias do Estância Velha de Canoas e do Esporte Clube São Gabriel, confirmadíssimos na disputa, o mesmo não se pode dizer com relação a outros clubes.

Agremiações como o 14 de Julho de Livramento, que estaria se voltando apenas ao trabalho com a categoria sub17, com o treinador Júlio César Garcia, ex-Guarany; Igrejinha, voltado apenas ao time júnior que disputará o campeonato estadual da categoria, estariam fora da segundona. Três Passos já havia sido notícia pela sua desistência.

Ainda com relação à segunda divisão, vários clubes têm participação confirmada. Inclusive com treinadores já definidos. Alguns exemplos: Bagé, com Murilo Costa; Guarany, Ben-Hur Marchiori; São Gabriel,

Carlos Moraes; Palmeirense, Paulo Henrique Marques; Gaúcho de Passo Fundo, Marco Aurélio; Farroupilha, Géverton Duarte; Rio Grande, Júlio Batisti; 15 de Campo Bom, Alex Melo; Guarani de Venâncio Aires, Carlos Roberto Rodrigues (Gavião).

Treinadores já definidos

Secretaria de Educação oferece estágios A Secretaria de Educação está buscando estagiários para a função de cuidador de alunos com deficiência para a Rede Municipal de Ensino. Para tentar uma vaga, é preciso ter mais de 16 anos e estar vinculado à instituição de ensino (de Ensino Médio ou, preferencialmente, de Ensino Superior).

Serão ofertadas 40 vagas, com início no dia 24 de fevereiro, selecionados após análise do currículo e entrevista. Os interessados deverão entregar currículo para a Secretaria Municipal de Educação, na rua João Telles, 862, de segunda a sexta-feira (exceto quarta-feira), das 8h às 12h e das 13h30min às 17h30min.

Temporada do Guarany será aberta no dia 19 O diretor Álvaro Codevilla Severo (que interrompeu suas férias em Natal, devendo retornar hoje ao Rio Grande do Norte) e o treinador Ben-Hur Marchiori estiveram na cidade, participando de longa reunião com a direção do Guarany e encaminhando uma série de questões. A abertura da temporada foi definitivamente marcada para a próxima quarta-feira, dia 19 de fevereiro, às 19h, no estádio Antônio Magalhães Rossell. No dia seguinte, Marchiori e o preparador físico Roberto Silveira Padilha começam, efetivamente, o trabalho de preparação do grupo que disputará, a partir de 23 de março, o campeonato gaúcho da segunda divisão de profissionais. Já estão contratados pelo Guarany o goleiro Élisson, laterais e volantes Élton George, Lucas Paraguai, Diego Gouveia, Rudiéri, volantes e meias Alex Sander, Lucas, Cleider Júnior, Iago Caliari, Rigner e Celso Julich, atacante Bruno Milar. Na próxima semana, Marchiori trará seis jogadores já acertados e outros dois para testes.

Arquivo FS

Marchiori começa trabalho na próxima semana

Volta Héberson, sai Dieisson Com a volta do zagueiro Héberson Collina, que estava no Avenida de Santa Cruz do Sul, o Bagé altera a relação dos três jogadores com idade superior a 23 anos que poderiam ser inscritos para a segunda divisão de profissionais. Foram mantidos Tiago Rocha e Evandro Morei-

ra, saindo da lista o volante e lateral Dieisson. O jogador foi convidado a trabalhar no setor administrativo do clube, mas rejeitou o convite, dizendo ao diretor Carlos Alberto Ducos que pretende continuar no futebol profissional. A comissão técnica, lidera-

da pelo treinador Murilo Costa, tem como roupeiro Alexandre da Silva Dutra, enquanto um massagista será contratado nos próximos dias. Paulino Ximendes, antigo lateral da dupla Ba-Gua, está de volta ao Pedra Moura, agora como integrante do departamento de futebol profissional.


ESPORTES

23

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

Personagens do título Nilton Santolin/ Especial FS

Com uma expressiva campanha, a Cabanha da Maya conquistou, recentemente, o título do 4º Torneio de Integração entre os Haras de Bagé e Região, em futebol sete, disputado no campo da Escola Municipal Arnaldo Faria (Instituto de Menores). O tradicional evento esportivo é promovido pela Liga Independente de Arbitragem, presidida por Jairo Moraes, com o apoio de várias empresas locais, entre elas o Jornal FOLHA do SUL. A equipe vencedora tem Jerry como treinador, contando com os atletas Alessandro, Carlos, Cláudio, Clenir (Marinho), Éder, Eduardo (Preto), Flávio, Jorge Augusto (Guto), Juliano Lopes, Ladislau, Luiz Eduardo, Marcos Cristiano (Tchakaneves), Vinícius Cougo e Vinícius Dutra.

Conquista foi dia 1º de fevereiro Caçapava / Especial FS

higinobage@yahoo.com.br

LIBERTADORES – O Cruzeiro, atual campeão brasileiro, estreou negativamente na competição, perdendo, como visitante, para o Real Garcilaso, do Peru, de virada, por 2x1. No México, o Flamengo, pelo mesmo escore, foi derrotado pelo León. ANTES DA COPA – Além da África do Sul, o Brasil, antes da Copa do Mundo, enfrentará as seleções da Sérvia e do Panamá. GAUCHÃO – Anteontem, jogo atrasado, São Paulo 0x0 Brasil de Pelotas. Nesta sexta-feira, abertura da oitava rodada da fase classificatória, Juventude x Novo Hamburgo, às 19h30min. AMISTOSO – O Panambi voltou a ganhar do União Frederiquense, agora por 2x1. REVELAÇÃO – O atacante Élton, de 19 anos, do Pelotas, é, agora, jogador do Internacional de Porto Alegre.

Time de Rogério joga por dois empates

Vantagem da Celeste na decisão do título A equipe da Celeste/Valcar (a parceria com o empresário Valdir Hidalgo Castro foi reatada nesta semana) disputou três das quatro edições anteriores da Taça Cidade de Bagé de Futsal Feminino AP Esportes/ FOLHA do SUL, sendo duas vezes campeã.

Resumo esportivo

Agora, o time do treinador Rogério Amaral tenta o terceiro título e vai para a decisão contra Galácticas, outra forço do futsal feminino bageense, em jogos programados para os dias 16 de fevereiro (domingo próximo) e 9 de março. A Celeste, que entrará em

quadra com a vantagem de jogar por dois empates, conta, atualmente, com as atletas Adriana, Aline, Amanda, Carine, Daianinha (a “mulher gol”, que marcou 17 vezes na competição), Fernando, Janaína, Simone, Larissa, Márjorie, Michele, Taiane e Lúcia.

26/1/13

FEDERAL 1º 34.108 2º 79.958 3º 50.817 4º 59.382 5º 71.699

MEGA-SENA Nº 1573 07 16 21 35 36 38 LOTOMANIA Nº 1426 02 05 16 18 20 21 24 30 36 37 40 52 55 58 61 68 75 80 91 00

LOTOFÁCIL Nº 1018 02 04 05 07 08 10 11 12 14 16 17 18 19 22 24 QUINA 3415 14 22 48 58 59 DUPLA-SENA Nº 1254 Primeiro sorteio 05 10 13 20 23 32 Segundo sorteio 03 06 12 13 39 50


www.jornalfolhadosul.com.br

BAGÉ, SEXTA-FEIRA, 14 DE FEVEREIRO DE 2014

Gaúcho

FOLHA SUL


BAGÉ, SEXTA-FEIRA, 14 DE FEVEREIRO DE 2014 - Ano 2 - N° 78

CONTEMPORÂNEO


MP

Redação

2

Bagé, 14 de fevereiro de 2014

Beauty Moment

Esta edição vem com novidades. Quem fotografa o lookbook da loja Solaetela é a talentosa Roberta Hecht. A estudante de Direito, de 21 anos, iniciou seu interesse pela fotografia quando começou a trabalhar com publicidade, em meados de 2010, o que virou um caso de amor com os clics. Depois de formada, Roberta pretende conciliar as duas profissões. Além de books, ela também fotografa aniversários e formaturas. Roberta chega com pique total para agregar ao caderno e fica conosco até as próximas quatro edições. Isso porque, Diones Alves, fotógrafo oficial de ConteMPorâneo, curte suas merecidas férias. À Roberta dou as boas-vindas e, aos leitores, uma boa leitura. Produzimos para vocês!

Marcelle Ceolin Jornalista - Pós-graduanda em Moda

Para o editorial de moda da loja Solaetela, a maquiadora oficial de ConteMPorâneo extravasa em um make “super color”. A pegada tropical abusa de duas cores super tendência: o laranja coral e o dazzling blue – que é bem próximo do azul bic. Tainá explica que as cores selecionadas para esta edição se atraem e dançam entre si. A make artist trabalhou com as sombras de forma esfumada, na horizontal, a sombra foi arrematada com delineador preto em torno do olho com traçado árabe – traçado reto, desde antes da porção inicial até a porção final do olho de forma reta, e muita máscara de cílios. Para a finalização, iluminador cor areia e batom nude com partículas brilhantes. O hair stylist Douglas Iguatemi optou por uma escova lisa para valorizar o tom do cabelo. Confira o resultado nas páginas centrais.

Capa A model da edição é Maria Amilivia, de 20 anos. Maria inicia neste semestre o curso Técnico em Radiologia. É a primeira vez que ela fotografa para ConteMPorâneo, mas já fez trabalhos como modelo outras vezes. O cenário é a loja Solaetela. Na capa, ela veste calça Iódice + blusa Shoulder + sandália Jorge Bischoff + bolsa Lis Simon + colar Shoulder.

Dica da Alice O que a Alice usa? Se você se pergunta isso a cada vídeo desta gauchinha carismática que a cada dia conquista mais seguidores, você não está sozinho. Com o objetivo de informar melhor e mostrar produto por produto do que é usado por ela em seus tutoriais no youtube, foi criado o blog (oqueaaliceusa.blogspot.com.br) só para contar para vocês o que é usado em cada make. Neste site, são divulgados os produtos que Alice Salazar usa, onde adquiri-los e quais os profissionais que ela recomenda. Sem cortes e autênticos, os vídeos possuem uma pitada de humor que é impossível não se contagiar. No blog Espelho Meu (wp.clicrbs. com.br/espelhomeu) é possível encontrar todos os tutoriais da maquiadora, e também fotos do resultado final.

Dicas da Casa das Revistas

EXPEDIENTE Jornal FOLHA do SUL Editor Geral Glauber Pereira Edição e Reportagem Marcelle Ceolin Diagramação Renata Lima

CONTEMPORÂNEO

Jeans dos pés a cabeça. A revista Cláudia deste mês traz reportagem sobre como usar o must have da temporada para o lazer, para trabalhar e para sair à noite. E ainda, como usar, variar e manter os cabelos curtos da vez.

Fotografia Editorial Roberta Hecht Fotos Divulgação

Colaboração Marcos Pintos e Giuliana Bruni

Gerenciamento Comercial Leisa Soria

Revisão Taisa Soares

Este caderno é um suplemento do Jornal FOLHA do SUL, não pode ser vendido separadamente.

A revista Marie Claire de fevereiro traz a resposta para um dilema que nós, mulheres, temos enfrentado nas últimas semanas. Traz dicas de como fazer a maquiagem não derreter nas altas temperatura


Bagé, 14 de fevereiro de 2014

#WishList Iniciamos hoje mais uma sessão em Paralelo MP. Trata-se da #WishList (lista dos desejos) direcionada ao público masculino que aprecia o mercado de luxo. Na edição de estreia, apresento-lhes o luxuoso Carrera Calibre, assinado pela Tag Heuer, fabricante mundial de cronógrafos de prestígio e relógios inspirados em esportes. Lançado há três meses, o Carrera Calibre é uma homenagem aberta ao Brasil. São apenas 300 peças produzidas exclusivamente para o público brasileiro, celebrando os 50 anos da linha. As características do relógio são praticamente as mesmas da linha de cronógrafos da Tag, ou seja, caixa de aço polido, cristal de safira com tratamento antirreflexo protegendo de riscos e arranhões. Como diferencial, o modelo traz a pulseira com desenho de pneu, as cores verde e amarela nos detalhes do mostrador e o número da edição limitada no fundo da caixa.

3

MP

por Marcos Pintos

Moda Masculina

Looks com gravata para quem não gosta de terno

Até pouco tempo, ternos e gravatas apareciam, obrigatoriamente, na mesma vibe, porém, como entramos o século XXI quebrando paradigmas, não tardou para que a velha companheira dos executivos passasse a figurar em colarinhos menos formais. Com sua popularidade catapultada por popstars e pelo modelo skinny, mais jovem e casual, o acessório pulou de um estilo para o outro, cada vez mais desvinculado de seu antigo comparsa, o terno. Venho observando a evolução da gravata no repertório casual e selecionei algumas imagens que podem servir de inspiração para quem deseja incorporá-la ao visual ou já usa, mas precisa de novas ideias.

Aqui tudo conspira a favor, a camisa quadriculada, o cardigã leve e a cor da gravata que faz um ótimo contraste com a calça

Se a gravata se encaixa bem em golas V, por que não usá-la com uma polo? Palmas para o autor do look!

Dica de Etiqueta (ao celular) Eu sei que celulares, hoje em dia, são apetrechos mais do que necessários no nosso cotidiano. Tanto que, muitas vezes, nos esquecemos quão inconvenientes eles são. No entanto, mesmo que o celular seja a sua vida, tem algumas coisas que você deve saber para usá-lo sem passar por mal-educado. Never... - No elevador. Se nem conversas entre duas pessoas ali presentes são de bom tom, imagina conversar ao telefone. - Na mesa do restaurante. Nada mais deselegante ou desrespeitoso para com o outro. - No cinema, teatro ou eventos afins. - Em um encontro: pessoal ou profissional.

Papo co m M P

CONTEMPORÂNEO

- Em uma entrevista de emprego ou qualquer outro compromisso ou consulta. - Se por algum acaso esquecer de desligar, atenda e diga que está ocupado e aproveite para desligar e deixá-lo assim até poder atender sem pecar na boa educação. - E sempre que atender na frente de alguém que está com você, peça licença para interromper o papo e atender a chamada. Não demore e nem fale alto, pois ninguém precisa saber sobre o que você está conversando. - E o mais importante: jamais convide alguém para sair e fique teclando deixando o vivente às moscas. #SeriaPéssimo.

Básico com malha leve e jeans. O nó frouxo é proposital e faz parte do style


MP

Mo da & Co nteúdo

4

Bagé, 14 de janeiro de 2014

CONTEMPORÂNEO

Calçados sem salto estão dominando territórios antes somente explorados pelos saltões

O tema de hoje é um dos preferidos da mulherada... sapatos! Foi-se o tempo em que elegância era sinônimo de salto alto. Elegância precisa caminhar lado a lado com conforto, até porque é possível reparar do outro lado do salão quando alguém chega a uma festa e não tem aquela intimidade com o salto, digamos assim. As rasteirinhas vieram dos casuais, mas, hoje, compõem looks para a noite e chegaram até estrelar no red carpet, como mostramos abaixo. Atuais e sofisticadas, elas ganharam novos shapes, pedraria, brilho e muitos adereços até conquistarem as apreciadoras de um salto. Inspire-se. inspire-se no visual da Charlize Theron que sempre mistura vestidos lindíssimos e rasteirinhas com maestria. Se cabe até no red carpet, quem vai discordar que elas combinam em qualquer ocasião?

A top Gisele Bündchen é uma adepta das rasteirinhas


Fotos: Marcelle Ceolin

Eu vou de rasteirinha! O que tem mais a ver com verão do que um bom par de rasteirinhas? Nada! Elas são super frescas e confortáveis e estão disponíveis em diversos modelos, desde as casuais até as mais elaboradas. Basta escolher o modelo que mais se enquadra para a ocasião desejada e o que mais combina com o seu estilo. Garimpamos diferentes modelos na loja BÁSICA - que está liquidando todo seu estoque de verão - os quais todos têm um elemento em comum: a ausência de salto. Escolha a sua!

Tendência

Bagé, 14 de fevereiro de 2014

CONTEMPORÂNEO

5

MP

As gladiadoras, independente da altura na perna, estão em alta e deixam qualquer look estiloso. Rasteira gladiadora Bottero R$ 99,90

Para os dias quentes e praianos sem dúvida que elas são a melhor opção. As rasteiras tomaram conta do street style As huaraches são essas com tramas no bico, super tendência. Huarache Bottero R$ 83

Até com blazer a rasteirinha fica bem. Um quebra o efeito do outro e o look fica harmonioso. Rasteira Via Marte R$ 39,90 e Lilian Lacerda R$ 19,90

As rasteirinhas também ficam perfeitas com vestidos longos. Para complementar: bolsona e acessórios. Rasteira Ramony R$ 39,90

Aposte nas nudes ou neutras para combinar com vestidos estampados. Rasteiras Bottero R$ 59,90

Uma boa opção na hora de comprar uma rasteirinha é um modelo elaborado que possa ser usado tanto de dia quanto em looks noturnos. Rasteira Tanara R$ 95

As coloridas alegram um look mais neutro. Rasteira Lilian Lacerda e Mary’s R$ 19,90


MP

Lo o k B ook

6

Bagé, 14 de fevereiro de 2014

CONTEMPORÂNEO

Bom corte, estilo e ordem nos looks

Vestido Iódice + peep toe Loucos & Santos + carteira Jorge Bischoff

Regata Iódice + short Shoulder + peep toe Loucos & Santos + colar + bolsa Jorge Bischoff


Luciana Gonçalves/Especial FS

BAGÉ, SEXTA-FEIRA, 14 DE FEVEREIRO DE 2014 - Ano 1 - N° 24

Já ouviu falar nos donuts? O famoso quitute é a rosca frita inglesa. Hoje, o FOLHA SABORES traz, além da receita desse delicioso doce, a história da estudante Luciana Gonçalves, que é apaixonada por gastronomia. Além disso, descubra a origem do donut nas Curiosidades Gastronômicas. Nas Notas, você confere as novidades dos melhores restaurantes e lancherias da cidade. Boa leitura e um ótimo apetite!


2

SEXTA-FEIRA 14 de fevereiro de 2014

Curiosidades Gastronômicas

donuts ou rosca inglesa A criação do primeiro donut com “buraco” foi invenção de um indivíduo de origem americana, Hanson Gregory, que afirmava ter sido ele o seu inventor em 1847, quando tinha apenas 16 anos de idade. Segundo ele, enquanto fazia uma viagem em um navio, fez um buraco no meio de um “dough” (pequeno bolo feito de massa de cereais, farinha e água), com a ajuda de um frasco de pimenta do navio. Afirmou ter ensinado a técnica à sua mãe, que começou a fazer os seus “doughs” da mesma forma, os quais rapidamente ganharam grande aceitação pela comunidade. A criação do buraco no donut veio a tornar-se popular nos Estados Unidos, o que proporcionou a Gregory a honra de ter uma placa de bronze no lugar da sua casa natal, em Rockport, no estado americano do Maine. Atualmente, já existem 52 variedades de donuts, que vão desde o donut com recheio de baunilha e cobertura de chocolate até os donuts com recheio de geleia. Nas Ilhas Baleares, existem donuts diferentes para as diversas festas do ano. Os ingredientes variam e podem conter batata ou batata-doce, queijo Mahon, figos secos, abóbora, entre outros.

Notas Gastronômicas Expediente Reportagens: Giuliana Bruni

Esta edição semanal é encartada no Jornal FOLHA DO SUL GAÚCHO e não pode ser vendida separadamente.

Editor-geral: Glauber Pereira Fotos: Divulgação Diagramação: Renata Lima Revisão: Taisa Soares

Da Maya Porão O Bom Dia Campo, programa apresentado no Canal Rural, de segunda a sexta-feira, das 7h às 8h, conta com o quadro Sabor do Campo, que ensina diversas receitas. No último dia 7, o chef do Da Maya Porão, Oseias Cavalcante, apresentou a receita de Mix de Folhas Verdes com Molho de Framboesa e Queijo de Cabra. Você pode conferir o programa no link www.canalrural.ruralbr.com.br. Guatambu Estância do Vinho A Guatambu iniciou a vindima e lançou uma programação especial para o período da colheita de uvas. A primeira semana de colheita foi dedicada às uvas Chardonnay, Gewürztraminer e Pinot Noir. Foram colhidos, ao total, cinco hectares, que renderam 56 toneladas. Para preservar a qualidade das uvas, elas permaneceram por, no mínimo, 12 horas em câmara fria. Após, são prensadas com cachos inteiros na Prensa Pneumática Inertys Bucher, nas instalações da vinícola. Parte das uvas Pinot Noir, Gewürztraminer e Chardonnay seguem amadurecendo e serão colhidas para elaborar vinhos varietais, quando estiverem com potencial alcoólico em torno de 13%. Além disso, até final de março, a Guatambu pretende colher todas as uvas tintas, das variedades Cabernet Sauvignon, Tannat, Merlot e Tempranillo. A novidade desta safra é a possibilidade de turistas e visitantes participarem da colheita da uvas, algo inédito na região da Campanha. Um dos eventos está programado para o dia 16 de fevereiro. Os interessados devem agendar com antecedência pelo e-mail visita@guatambuvinhos.com.br ou pelo telefone 53 3243-3295.


SEXTA-FEIRA

3

Luciana Gonçalves/Especial FS

14 de fevereiro de 2014

Giuliana Bruni

Conheça a história de Luciana e a paixão por preparar doces como os donuts

Doces confeitados Com as tardes livres e muita criatividade, a estudante de Técnico em Agropecuária, Luciana da Silva Gonçalves, começou a pesquisar sobre gastronomia. A jovem de 17 anos sempre observou a mãe cozinhar. E foi há três anos que a adolescente começou a testar as receitas que encontrava na internet. Enquanto a mãe prepara comidas salgadas, Lu se diverte preparando doces e lanches. “Comecei a levar alguns lanches e também doces para a escola. As pessoas começaram a comprar e o dia que eu não levava elas cobravam”, conta. Entre as receitas preferidas estão os cupcakes, donuts, bolos e pães. Um dos segredos das receitas de Luciana é olhar diversas receitas do mesmo doce e depois preparar do seu modo. “Junto todas as receitas e depois vou incrementando com outros Donuts Ingredientes 1 xícara de açúcar 3/4 xícaras de farinha de trigo 1 colher de sopa de fermento em pó 1 ovos 2 colheres de manteiga sem sal 1/2 xícara de água 1 colher de sopa de essência de baunilha Óleo

ingredientes”, revela. Enquanto fala de sua paixão, Luciana cogita em cursar gastronomia. “Eu faço mais por hobby, mas estou pensando em fazer faculdade ”, afirma. Para preparar os cupcakes, a jovem fica cerca de duas horas na cozinha. Já os donuts demoram cerca de uma hora. Mas a maior satisfação está no resultado. “Quando vejo os doces saindo do forno, fico feliz. Gosto de ver como ficaram. Como primeiro com os olhos”, ressalta. As pesquisas pela internet nunca param. “Estou sempre lendo e pesquisando sites e blogs de gastronomia”, destaca. Luciana gentilmente abriu seu mundo gastronômico e ensinou ao FOLHA SABORES como preparar os donuts.

Modo de preparo Misture o açúcar, a farinha de trigo, o fermento e a manteiga. Depois, acrescente os ovos, o leite e a essência de baunilha. Misture bem até formar uma massa homogênea. Em seguida, adicione aos poucos mais farinha até que a massa não grude nas mãos. Abra a massa e corte com uma caneca as rosquinhas. Com uma tampinha de refrigerante, faça o furinho de dentro do donut. Frite em óleo até dourar.

O hobby de Luciana é preparar diversas receitas

Cobertura Ingredientes Uma barra de chocolate Confeitos tipo granulado Modo de preparo Derreta o chocolate em banho-maria ou no micro-ondas por 30 minutos. Banhe a rosquinha no chocolate derretido e, logo em seguida, coloque os confeitos para enfeitar os donuts. Deve ser feito rapidamente para não derreter o chocolate.


SEXTA-FEIRA 714de fevereiro de 2014

O chef de pâtisserie, Oseias Barreto Cavalcante, e a cap do Da Maya, Eulália de Souza Anselmo

Os amigos Emiliano Morales, Vinícius Fagundes Soares e Régis Brasil curtindo o happy hour no Retrô Bar

As amigas Jacir Palma Santos, Sandra Farias Moraes e Neisa durante festividade na Neisa Confeitaria

O enólogo consultor Alejandro Cardozo na Estância Guatambu


Bagé, 14 de fevereiro de 2014

conforto são palavras de da Solaetela

Vestido Shoulder + espadrilha Margot + bolsa Legaspi

Look B o o k

CONTEMPORÂNEO

7

MP

Vestido Iódice + sapato e bolsa Jorge Bischoff


MP

Vida & Harmonia

8

Bagé, 14 de fevereiro de 2014

CONTEMPORÂNEO

Vaidade masculina em cena

Augusto acorda todos os dias às 8h. Depois de levantar, ele confere seu peso na balança, toma banho, passa creme e se perfuma. Em seguida, escolhe cuidadosamente a roupa que irá vestir e vai trabalhar na agência de publicidade. Augusto Castro de Azambuja, conhecido como Guto, tem 18 anos e se considera vaidoso. “Eu sempre tento me manter em forma, desde dietas e pedaladas. Me interesso por moda, leio uns blogs ingleses e americanos e brinco muito com o meu cabelo”, explica. Azambuja acredita que estar sempre arrumado e cuidar da estética faz bem para a autoestima. “É muito bom estar bem arrumado a qualquer hora. Não tem porquê andar mal arrumado só porque não vou em uma festa ou evento. Faz bem para a própria pessoa”, ressalta. Em relação ao estilo, as inspirações vêm das bandas de rock e do cinema. “A música prevalece na decisão do meu

Augusto explica que cuidar da aparência ajuda na autoestima

estilo, mas o cinema também tem boa parte”, revela. Na geralmente da mesma marca e essência e, geralmente, passo hora de se cuidar, Augusto é exigente. “Uso bastante sabo- creme nas mãos. Já os perfumes, tenho meu top 5, e sempre nete esfoliante para o rosto, meus shampoos e sabonetes são uso algum para as ocasiões”, explica. Giuliana Bruni

E se engana quem pensa que são raros os homens vaidosos. Em 2008, o Brasil já era o segundo país que mais consumia produtos cosméticos para homens. Números divulgados pela Unilever mostram um cenário em que os homens estão gastando mais tempo para se arrumar e investindo em produtos de beleza. O mercado cresceu mais de 200% em cinco anos, de acordo com uma pesquisa realizada por uma marca de desodorantes. Segundo a esteticista Elaine Blois Nunes, o número de homens que tem procurado se cuidar tem aumentado consideravelmente. “A cada cinco pessoas que atendo, três são homens”, afirma. A esteticista conta que eles procuram, em primeiro lugar, limpeza de pele. Depois a depilação de sobrancelha, peito, costas e até orelhas. “Hoje em dia o homem está se cuidando mais, está lado a lado da mulher. Eles são muito cuidadosos com a pele e quando indico algum creme eles realmente usam”, garante. Em comparação com as mulheres, Elaine revela que enquanto os homens cuidam mais da pele, as mulheres têm outras prioridades. “A mulher se preocupa mais com cabelo, maquiagem e depilação”, compara. O cabeleireiro e empresário Marcos Senna conta que os homens estão mais perfeccionistas e exigentes. “Os homens estão mais antenados em relação à moda. Acredito que a mídia e também as mulheres têm influenciado nisso”, ressalta. Senna administra o salão de beleza há 15 anos. Para ele, nos últimos sete anos a vaidade masculina tem crescido cada vez mais. “Cada homem fica cerca de uma hora no salão de beleza”, salienta. Antes, o corte de cabelo era o único pedido que eles faziam. “Hoje, além do homem exigir um corte específico, ele prioriza a depilação e até o cuidado com as mãos e pés”, relata. Marcos percebe que o espaço está cada vez mais dividido entre homens e mulheres. Ele defende ainda que não existe idade para ser vaidoso. “O público é bem diversificado, atendo desde jovens até pessoas mais velhas, com diferentes estilos”, diz. Além da mídia e dos crescentes blogs e revistas de moda, Senna acredita que a vaidade está ligada também à profissão. “Na hora de cortar o cabelo, por exemplo, ouço o que a pessoa pede, mas também analiso o tipo de rosto e o estilo. Dependendo também da profissão o corte é pensado e feito”, enfatiza.

Senna acredita que homens são mais exigentes e perfeccionistas com a aparência


Bagé, 14 de fevereiro de 2014

“Muso” que inspira homens O ex-jogador de futebol, David Beckham, ficou conhecido como “símbolo máximo do homem metrossexual”. Pai de quatro filhos e casado há mais de uma década com a estilista Victória Beckham, o ex-jogador ousou. Beckham ajudou a fazer da vaidade masculina um fenômeno pop. Nos cabelos, ele já passou a máquina, fez tranças, topete e moicano. O corpo foi esculpido ao longo dos anos, ganhando diversas tatuagens. Em relação aos looks, ele começou com roupas mais exóticas e foi passando aos ternos bem cortados e peças despojadas com muito estilo. O inglês foi um dos maiores incentivadores e exemplo de vaidade masculina, hoje seguida por muitos homens em todo o mundo.

Vida & Harmonia

Tudo o que você precisa saber sobre...

CONTEMPORÂNEO

9

MP

Pesquisas Uma pesquisa encomendada pela The Co-operative Pharmacy revelou que 53% dos homens adotam de algum ritual de beleza. De acordo com o estudo, quase 2/3 dos homens diz que segue uma rotina de beleza para sentirse melhor e turbinar a autoconfiança, enquanto um em seis admitiu buscar uma aparência mais jovem. A pesquisa revela ainda que 15% dos homens se sente sob pressão em relação à beleza por parte das parceiras, 12% por parte dos amigos e um em 10 é influenciado pelas imagens que circulam na mídia. Além disso, 53% dos homens apostam em algum tipo de método de beleza: 15% fazem as sobrancelhas ou aparam os pelos da região, 7% usam corretivo, 7% tingem os cabelos e um em 20 recorre ao bronzeado artificial. Ainda existem os adeptos a medidas extremas, como o uso de esteroides, pílulas emagrecedoras e dietas ricas em proteína.


MP

Am b ie n te e Deco r a ç ã o

10

Bagé, 14 de fevereiro de 2014

CONTEMPORÂNEO

Móveis planejados otimizam espaços e complementam a decoração Fotos: Marcelle Ceolin

A utilização de espelhos foi estratégica para a ampliação de espaços, além de ser clean e contemporâneo Uma das sugestões para a área externa é a colocação de pergolados

Para esta edição, ConteMPorâneo visitou a casa decorada do Condomínio Cidade Jardim, localizado nas proximidades da Avenida Espanha. As casas ainda estão em fase de construção, mas já estão sendo comercializadas na planta por meio de financiamento pelo Banco do Brasil e através do Programa Minha Casa Minha Vida. O projeto e execução da obra é da Dallé Construções e a comercialização é feita pela Novolar Imóveis. O condomínio contará com piscina, playground, arborização, salão de festas e quadra de esportes. Martha Souza, designer de interiores na Casa Hermosa, foi responsável pelos projetos dos móveis e decoração. Ela explica que o principal objetivo foi ampliar os ambientes através da disposição de móveis, a fim de não desperdiçar espaços. As casas decoradas contam com eletrodomésticos da Obino e os lustres da Eletroágua. Nesta casa, a opção por móveis mais escuros é a sugestão para quem não abre mão da rusticidade


Bagé, 7 de fevereiro de 2014

Am b ie n te e Deco r a ç ã o

CONTEMPORÂNEO

11

MP

Os móveis claros dão amplitude aos ambientes

Para a frente das casas a sugestão é a utilização de plantas ou folhagens que harmonizam ainda mais o ambiente familiar

A previsão de entrega é até o final do ano. Mais informações nos sites www.novolarimoveis.com e www.dalleconstrucoes.com.br.

A cozinha americana, além de funcional, integra ambientes e proporciona amplitude de espaços Objetos de decoração dão charme aos espaços


fashion ople

CONTEMPORÂNEO

pe

Bagé, 14 de fevereiro de 2014

Fotos: Divulgação

Cristina Moglia, Isabel Moglia e Juliana Vieira curtem a semana do biquíni na La Campera

Gilca Nocchi Collares faz questão de vestir Nutrisport e Ton Âge by Nory Boutique

O garotão Henry Vidal veste Baby Look

Iracema Gagiano aproveita as condições especiais da Coqueta

Iara Silveira, em grande estilo, confere a coleção da Lumina

Lisandra e Luana Belochio da Luz em tarde de compras na Sela e Salto

Cecília Fonseca vestiu look total Strelitza, em recente evento, e brilhou com vestido da griffe gaúcha Danibello, colar Fernanda Nogueira para Strelitza e clutch Lucy in the Sky


Folha do Sul Gaúcho Ed. 1155 (14/02/2014)