Issuu on Google+

GREVES

ENCHENTE Secretário garante que volume de água que impede as passagens não tem relação com a limpeza dos rios

Professores do Estado recuam e greve termina com promessa de manter mobilização pelo piso Bancários estão em estado de greve e avaliam paralisação a partir do dia 20 Movimento dos funcionários dos Correios deve ser decidido pelo TST ainda hoje

Página 15

Página 10

www.jornalfolhadosul.com.br

Gaúcho

FOLHA SUL

R$ 1,50

BAGÉ, TERÇA-FEIRA, 17 DE SETEMBRO DE 2013 - Ano 3 - N° 1030

Desrespeito às faixas de pedestres provoca morte na cidade

Fotos: Gleider Ayres

Faixa ou armadilha?

SAÚDE Moradores fazem abaixo-assinado contra o fechamento do posto Sá Monmany

Página 11

IGREJA Dom Gílio promove ordenação de diácono em Bagé

Página 16

LAZER Comunidade reivindica manutenção em praça fechada no bairro Vicente Gallo Sobrinho Página 19

ALERTA Taxista acusado de exploração sexual de vários menores pode ter fugido para Bagé A falta de respeito às faixas de pedestres sempre foi uma constante no trânsito de Bagé, a ponto de que já não há mais empenho em renovar as pinturas dos principais cruzamentos de avenidas, como a Sete de Setembro. Contudo, o advento da organização promovida na avenida Santa Tecla transformou aquela região – que já não era tão segura – em um perímetro de alerta. O último atropelamento ocorrido no local, entretanto, deve servir como sinal de que, em vez de auxiliar na garantia de uma travessia segura, as faixas de pedestres começam a se transformar em verdadeiras armadilhas. Elas sugerem tranquilidade aos pedestres, mas resultam em uma ampliação do perigo porque os motoristas não têm respeitado o dever de parar. A morte da idosa Maria Ignácia Martins Rodrigues, de 76 anos, deve servir de exemplo para que a Semana do Trânsito de Bagé intensifique a conscientização dos condutores. Página 21

Página 21

O TEMPO HOJE Bagé - RS

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

14º


TERÇA-FEIRA

2

17 de setembro de 2013

OPINIÃO

Editorial Glauber Pereira

glauber.pereira@hotmail.com

Problemas para mais de uma semana As graves consequências de um trânsito descontrolado se fazem sentir no sofrimento de famílias inteiras. Um exemplo disso foi o atropelamento da idosa Maria Ignácia Martins Rodrigues, em plena faixa de pedestre na avenida Santa Tecla. O requinte de crueldade deste fato, ocorrido às 20h, da última sexta-feira, está, justamente, na desumanização das relações no tráfego a cada dia mais violento de Bagé. Mas é importante que todos notem que os automóveis não são máquinas descontroladas, pelo contrário, eles são ou deveriam ser pilotados por um motorista. Estes automóveis, portanto, deveriam ter alma. Mas há vários motivos para que os carros circulem por aí, como se pertencessem a uma massa sem responsabilidade. Um dos efeitos mais evidentes da diminuída conscientização no trânsito é exatamente a falta de consideração dos condutores de veículos para com as faixas de segurança. E isso que no centro da cidade são poucas as esquinas onde a tinta apagada já foi restituída, talvez como um sintoma de que não adiantaria pintar porque ela não viria a ser respeitada. Mesmo assim, qualquer cidadão bageense que se dignar a observar faixas em frente a escolas ou outras vias onde elas ainda existirem perceberá o quanto é perigoso fazer valer seus direitos em via pública. Até mesmo motoristas profissionais avançam desenfreadamente sem avaliar os riscos aos pedestres.

A Semana do Trânsito que já se anuncia na cidade, deveria pontuar de forma bastante clara uma preocupação com o tema. Não há nada mais injusto e potencialmente violento do que prometer segurança e causar a morte. A única comparação possível de dimensionar a gravidade do que acontece nestes locais é a repercussão quando há crime onde os pais são responsáveis pela violência contra os filhos. Afinal, exatamente onde as crianças vão buscar afeto e confiança reside a maldade. No trânsito é a mesma coisa. Em vias de grande fluxo, como a Santa tecla, a única alternativa segura de transpor a rua seria a faixa – mas não é. O cidadão fraqueja frente ao tentador incentivo para a aquisição facilitada de automóveis; se estressa em função do aumento descontrolado de veículos no trânsito sem as devidas medidas de descongestionamento; se arrisca em razão da falta de políticas contundentes para controlar as vias novas que receberam asfalto na cidade. Por isso tudo, é preciso um conjunto de iniciativas que levem o problema a sério. Uma delas seria utilizar os agentes de trânsito para uma efetiva fiscalização em faixas e cruzamentos perigosos, atividade que deve ir muito além da fiscalização dos estacionamentos. Não basta ver azuizinhos no local de acidentes, é preciso que eles estejam lá também antes das possíveis fatalidades.

Coluna do Lara

Luiz Augusto Lara

Acolhendo

Na última semana, estive participando do 19º Encontro de Conselheiros Tutelares. Foi a oportunidade que tivemos de destacar a importância da nossa Fundação de Proteção Especial (FPE) na reinserção familiar dos acolhidos de nossos abrigos. Nossos conselheiros trabalham firme na proteção de crianças e adolescentes vítimas de maus-tratos e abandonos. O sistema gaúcho de acolhimento institucional de crianças e jovens vítimas de abandono, violência, negligência e maus-tratos deu mais um passo. Na inauguração de abrigos reformados e humanizados, marcamos a consolidação do processo de reordenamento levando acolhidos para morar em novas casas residenciais com adaptações adequadas as suas necessidades. Essa ação, no entanto, faz parte da decisão do governo estadual de priorizar o desenvolvimento social. Para tanto, foi realizado o primeiro concurso público para provimento de 230 vagas na FPE, depois de 10 anos de expectativa. Com a chegada desses novos servidores, atuando nas mais diversas áreas, foi possível avançar no sentido de qualificar ainda mais o atendimento aos acolhidos. Com um planejamento estratégico direcionado a modernizar a gestão, e tendo o programa de construção dos novos modelos de residência iniciado, vamos adiante para cumprir a missão de acolher e reinserir as nossas crianças e adolescentes na sociedade e no meio familiar. A melhor forma de reinserção familiar e social de crianças e adolescentes é a adoção, que ainda é um “tabu”. Precisamos aprimorar a legislação e diminuir o preconceito. No Brasil, há mecanismos para proteger e acolher crianças maltratadas, mas é muito difícil recolocálas na sociedade e nas famílias. Além de proteger, precisamos acolher e depois devolver ao convívio social e familiar.

Foto do Dia

Abandono

Talvez nenhuma outra palavra resuma melhor a atual situação da estrutura existente junto à Praça Carlos Gomes, no centro de Bagé (ao lado do escola Silveira Martins). Se antes o prédio, claramente histórico, carecia de uma melhor usabilidade, agora também convive com constantes pichações.

facebook.com/JornalFolhaDoSul

Direção

CNPJ. 11.381.681/0001-00 Endereço: Rua Bento Gonçalves, 49-E/ Fones: Assinaturas: (53) 3242-1020 Redação: (53) 3311-3915 jornalismo.folhadosul@gmail.com anunciosfs@gmail.com www.jornalfolhadosul.com.br Impressão Correio do Povo

Administrativa: Jônio Tavares Ferreira de Salles Neto Comercial: Leisa Soria Marketing e eventos: Fabiano Marimon Circulação: Aceguá, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Lavras do Sul e Pinheiro Machado

Repórter Fotográfico: Cristiano Lameira Colunistas Colaboradores: Afonso Hamm - Dom Gílio Felício -Edgar Muza - Josias Borges - Léo Vieira - Luiz Fernando Mainardi Luís Augusto Lara - Sérgio Meth - Waldir Alves Ramos - Eurico Salis - Fernando Velloso

REDAÇÃO - Editor Geral: Glauber Pereira Subeditor Geral: Felipe Valduga - Chefe de Redação: Marcelo Pimenta Coordenadora Comercial: Camila Estagiária: Giuliana Bruni Diagramação comercial: Diego Almeida Soares Gerente de Circulação: Daniel Guasque Comercial: Fabiana Rodrigues Diagramação: Cristiano Lameira e Vinícius Silva Revisão: Taísa Soares Reportagem: Emanuel Müller - Fernanda Mendonça Gilmar de Quadros - José Higino Gonçalves - Juliana Andina - Marcos Pintos - Niela Bittencourt - Rochele Barbosa - Stela Vasconcellos - Marcelle Ceolin


EMPRESARIAL

Indicadores econômicos INDICADORES

Valor

Salário Mínimo Salário Regional TJLP SELIC IPCA IPC IGP-M INPC

R$ 678,00 R$ 770,00 5% a.a. 9% + 0,03% - 0,13% + 0,26% - 0,13%

Atualização 2013 2013

julho 2013 julho 2013 julho 2013 julho 2013 julho 2013

MOEDAS Dólar Comercial

3

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

Compra

Venda

2,281

2,282

Dólar turismo (em R$)

2,200

2,340

Euro (em R$)

3,034

3,035

Libra (em R$)

3,398

3,595

Pesos arg.(em R$)

0,401

0,398

Pesos Ur.(em R$)

0,1025

Kadillac Tintas investe em produtos, equipamentos e profissionais

Gleider Ayres / Especial FS

0,1014

CONTEMPORÂNEO por Marcelle Ceolin

Look do dia: Mania de Viver

News

Saia longa píton + cropped renda + peep toe + carteira Foi-se o tempo em que andar totalmente combinadinho era a única forma de estar na moda. Combinar acessórios com as peças do look se foi mesmo. É claro, que uma pitada de bom senso não faz mal a ninguém e evita que erremos feio. Para ajudar quem gosta de ousar e inventar looks diferenciados, o mix de estampas é um prato cheio e fica super chic. No look do dia de hoje, optamos por uma saia estampada e uma blusa de renda, não é uma estampa, mas também não é uma peça lisa. Dá aquele algo a mais no look e mostra que, além de antenada, a mulher é segura e ousada. Para quem achava estranho muitas peças estampadas na mesma composição, pode ir se acostumando, a tendência vem forte e muitas fashionistas de plantão já estão usando e desfilando seus looks cheios de estampas por aí. A dica é simples: vista e se olhe no espelho, se gostou, jogue-se!

Rodrigues tem única Eco Box do interior do Estado

por Stela Vasconcellos Devido à grande demanda do setor automotivo, a Kadillac Tintas vem investindo em produtos, equipamentos e profissionais especializados. A empresa, que completou 17 anos ontem, está desenvolvendo ampla programação no mês de Eco Box A Kadillac tem a única Eco Box do interior do Estado. Quando um cliente precisa pintar um carro, por exemplo, tira a tampa do tanque e leva até a loja. Por meio do teste de tinta, pode ajustar o tom da parte a ser pintada com a antiga. “A tinta sofre o efeito do tempo. É preciso Sorteio A cada R$ 50 em compras, o cliente ganha um cupom para concorrer ao sorteio previsto para o dia 21 de dezembro. Serão sorteados cinco

aniversário e ainda lançou uma campanha de vendas, com sorteio no final do ano. Na tarde de ontem, o sócioproprietário Ideraldo Rodrigues e a equipe festejaram as conquistas dos 17 anos, servindo bolo aos clientes. ajustar o tom”, explica Rodrigues. O trabalho é executado por profissionais treinados na fábrica. As marcas Basf/Salcomix, Veg Star, Brasilux e Anjo Tintas oferecem milhares de possibilidades de tons. A loja trabalha com três máquinas de preparo. prêmios: uma TV de 40 polegadas, uma bicicleta de 18 marchas, um kit de pintura automotiva, um soprador térmico e uma caixa de isopor térmica.

A mais recente delas é a novidade da Eco Box, uma cabine de pintura com exaustor, que está dentro dos padrões atuais ecologicamente corretos. A Eco Box é utilizada como laboratório de teste de tinta, para ajuste de tonalidades. Cursos Sempre investindo em treinamento, a Kadillac realizou um evento voltado à linha de tintas prediais no último dia 12. No próximo dia 25, a temática vai evidenciar a linha automotiva. Os encontros fazem parte das comemorações de aniversário. A loja oferece, também, ferramentas, linha industrial agrícola, pincéis Condor das linhas predial e artística, textura e removedor de textura.

Onde: Av. João Telles, 960 | Fone: 3242-7955 Erramos Na matéria de ontem, sobre a academia Fitness Move, a modalidade de treinamento suspenso é TRX e não PRX, como foi divulgado. A legenda da foto de Daniela Fernandes também foi trocada.

A Mania de Viver já está com toda a coleção primavera 2013 exposta na loja. A partir da semana que vem, as clientes poderão conferir a coleção verão 2014, são vestidos, saias, shorts, blusinhas, muita transparência, tecidos leves, estampas étnicas, tribais, listras, rendas. A loja também trabalha com sapatos e acessórios. Um dos grandes diferenciais são os tamanhos, que vão desde o 34 até o 52. Para as garimpeiras de plantão, as peças da coleção inverno estão em liquida, compre três pague duas. A Strelitza está recebendo toda a semana as coleções 2014 da Schutz, Coca-Cola, Farm e Espaço Fashion. As sandálias da Summer Colection da Schutz estão um luxo só, vale a pena conferir. A febre da estação, as t-shirts (camisetas), estão fazendo sucesso no dia a dia e também na balada. A loja já recebeu várias peças super estilosas grafitadas da Coca-Cola Clothing. A Sela e Salto está com um super liquida das peças masculinas e femininas da marca Cuatro Tacos. As roupas estão com até 40% de desconto à vista e 30% em até quatro vezes nos cartões. Tem camisas, camisas gola polo femininas e masculinas e coletes. É só por alguns dias.

marcelle.ceolin@hotmail.com


4

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

RURAL

Mercado agrícola PRODUTOS

Acompanhamento de preços recebidos pelos produtores do Rio Grande do Sul UNIDADE MÍNIMO MÉDIO Valores em reais

Arroz em Casca Feijão Milho Soja Sorgo Granífero Trigo Boi para Abate Cordeiro para Abate Suíno Tipo Carne Vaca para Abate Leite (valor líq. recebido)

50 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg Kg vivo Kg vivo Kg vivo Kg vivo Litro

33,00 120,00 21,00 64,50 17,60 37,00 3,15 3,80 2,30 2,82 0,77

MÁXIMO

34,09 133,64 23,23 66,06 19,53 39,10 3,33 4,00 2,50 2,99 0,88

9.09.2013 a 13.09.2013

36,00 180,00 26,50 69,00 21,00 40,00 3,50 4,20 2,60 3,10 1,03

Fonte: EMATER/RS-ASCAR

Inovação auxilia na acumulação de água e evita erosões

Técnica das Barraginhas será apresentada no Parque do Gaúcho

Fotos: Divulgação/FS

Técnica pode ser executada de forma simples

Técnica pode ser executada de forma simples

A Integração das Tecnologias Barraginhas - Lagos de Múltiplo Uso será o tema abordado pelo engenheiro agrônomo da Embrapa Milho e Sorgo, Luciano Cordoval, em palestra que ocorre hoje e amanhã, das 9h às 17h, no Galpão de Eventos do Parque do Gaúcho. No evento, serão realizadas explanações teóricas e práticas sobre o tema que consiste em pequenos represamentos instalados em propriedades rurais com a finalidade de ajudar, não só a acumular água da chuva, mas, também, a conter a força das enxurradas e evitar erosões. Conforme o prefeito Dudu Colombo, a ação é importante, pois

possibilita a apropriação do conhecimento para que, em períodos de estiagem em Bagé, o problema possa ser amenizado. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SMDET), Alencar Dal Molin, os açudes na região são construídos com trator e caçamba. “A novidade desta iniciativa é que esta técnica pode ser executada de forma mais simples: com uma retroescavadeira e um operador”, informa. Na ocasião, o gerente-geral da agência Bagé do Banco do Brasil, Roland Dick, demonstrará as linhas de financiamento oferecidas por aquela instituição.

As primeiras experiências começaram há mais de 20 anos e, hoje, estima-se que existam cinco mil barraginhas em 12 estados do Brasil, sendo oito no Brasil Central e quatro no Nordeste. Em Minas Gerais, estão localizadas 300 mil destas barraginhas. Para divulgar o trabalho, Cordoval viaja por todo o Brasil e também recebe grupos inte-

ressados em aprender a técnica. Formado em Agronomia, desde 1973, pela Universidade Federal de Lavras – UFLA/MG. O engenheiro agrônomo é autor e coordenador nacional do Projeto Disseminação das Tecnologias da Embrapa Barraginhas - Lago de Múltiplo Uso. Em 20 anos, ele já ministrou mais de 300 treinamentos em vários estados o país.

O autor da técnica


TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

5


6

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

POLÍTICA

Emanuel Müller emamuller@gmail.com Titular da SMTC diz que reunião do Comtur marcada para hoje vai analisar proposta de redução

Lelinho diz que Executivo perde oportunidade em não baixar tarifa de ônibus em Bagé Que a relação entre Prefeitura e os vereadores da bancada governista apresenta sinais de desgaste, em menos de um ano de relação, é público e notório. Mas, aos poucos, alguns sinais ficam evidentes de que algo não está bem dentro do próprio governo. Após o pedido de afastamento de Caio Ferreira (PT) da liderança do governo com a justificativa de concorrer à presidência do PT em Bagé, não há alguém publicamente disposto a assumir a função. O governo sofre agora reações com algumas bandeiras políticas defendidas pelos vereadores da base. É o caso de Lelinho Lopes (PT). Há meses ele trabalha pela redução da tarifa do transporte coletivo. Já propôs na Câmara de Vereadores audiência

pública, foi a Porto Alegre em busca de informações e lutou para ter o nome incluído na comissão municipal que deveria revistar a tarifa do transporte coletivo em Bagé. Lelinho, agora, parece ter “chutado o balde”. “Eu penso que a Prefeitura perdeu a oportunidade de tomar uma grande medida de impacto positivo para a atual gestão e que se relaciona diretamente na vida das pessoas, que seria a redução da tarifa do transporte coletivo”, afirma, sem meias palavras. Em 15 cidades gaúchas de médio e grande porte (Alvorada, Bento Gonçalves, Cachoeirinha, Camaquã, Canoas, Caxias do Sul, Farroupilha, Gravataí, Ijuí, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Rio Grande, São Borja e Santa Cruz do Sul) a passagem já

diminuiu de preço ou não teve reajuste de valores. O vereador aponta que não apenas o valor da passagem de ônibus deve ser reduzida, mas há necessidade de melhoria do serviço de transporte coletivo. Lelinho reconhece que houve avanços, mas hoje o serviço está estagnado. “Um exemplo disso acontece na faculdade Ideau, que veio para a cidade e tem prejuízo juntamente com os alunos, pois tem ônibus disponível na frente da universidade apenas em dois horários no dia e que precisa ser revisto”, frisa. O parlamentar ressalta que melhorar o sistema de transporte público poderá fazer com que as pessoas andem mais de ônibus e menos de carro, desde que seja mais eficiente e barato.

Lelinho tem apoio da bancada governista e até na oposição para baixar o valor da tarifa. “Minha expectativa é que possamos já na primeira reunião tomar a decisão de baixar o valor da tarifa”, enfatiza. Para o vereador, a conta é fácil de ser feita. Se o impacto da redução PIS e Cofins, concedido pelo Governo Federal equivale a 10 centavos, que esse repasse seja transferido para a população. “Se as empresas acharem que é injusto não tem problema que procurem os seus direitos, pois eu vou cobrar as suas obrigações. O que não posso admitir é que o transporte público na nossa cidade ande para trás”, dispara Lelinho. A cobrança também recai sobre o

secretário municipal de Transporte e Circulação, Antônio Luiz Arla Silva. “Tenho respeito ao secretário, que é uma excelente pessoa, mas, infelizmente, em momento algum cogitou a possibilidade de defender a proposta da redução da passagem no Conselho de Transporte do município, muito pelo contrário, defende a postura das empresas de transporte entendendo que o melhor caminho é deixar como está e que a população está satisfeita com o serviço prestado hoje à população de Bagé”, manifesta. O vereador assinala que em nenhum momento a SMTC sugeriu abrir as planilhas do transporte e mesmo avaliar a incidência da redução dos impostos federais no custo do transporte.

Sobre uma possível Comissão Mista na Câmara de Vereadores para tratar sobre o assunto, Lelinho diz que apoia a ideia até por entender que, quanto mais discussão houver, maior será o compartilhamento das soluções. “Contudo, a decisão final sobre o valor e melhorias no transporte público são de exclusividade

Expectativa e cobranças

Comissão Mista

Divulgação/FS

Rodrigo Sarasol/EspecialFS

Silva revela que proposta deve ser apresentada hoje em reunião do Comtur

Lelinho não entende porque comissão ainda não se reuniu

do Executivo e não do Legislativo”, pondera. Todos os integrantes da comissão que vai analisar o impacto da redução dos impostos e a possível redução tarifária, ou não, já estão definidos. Pela Câmara de Vereadores, o titular é Lelinho e a suplente é Cláudia Souza (PR). Pela subseção

local da OAB, o indicado é o vicepresidente Marcelo Marinho, como titular, e Dirce Zago, como suplente. Pelo Conselho de Transporte Urbano e Rural (Comtur), o indicado é o secretário Antônio Luiz Arla Silva. Pela Prefeitura, o indicado é o procurador geral do Município, Luís Fernando Meira - como titular.

para amanhã (hoje), às 18h30min, com a presença do prefeito Dudu Colombo, para analisarmos uma proposta de redução da tarifa de transporte coletivo, elaborada pela Secretaria”, afirma o secretário.

Silva não revela os valores. O colunista, entretanto, apurou que a proposta deve indicar uma revisão entre 5 e 10 centavos - com possibilidade maior de a passagem baixar para R$ 2,40.

Contraponto O titular da SMTC contesta as afirmações do vereador. Silva destaca que a Secretaria trabalha visando à redução do valor da passagem há algum tempo. “Será convocada uma reunião do Comtur


A pilcha de Jaburu O mais novo vereador na Câmara não deixou de lado as raízes. Ligado ao tradicionalismo, Jaburu (PT) foi o único parlamentar a se apresentar pilchado na sessão de ontem da Câmara. Ostentando uma camisa do CTG Cruzeiro do Sul, botas, bombacha e um lenço branco, Jaburu valorizou a posse de Sílvio Ma-

POLÍTICA

Divulgação/FS

chado na Secretaria Municipal de Cultura durante pronunciamento na tribuna. Destacou que o expresidente da Câmara reconhece a importância do segmento tradicionalista como ferramenta de inclusão cultural. Vereador petista aproveitou clima de Semana Farroupilha para valorizar indumentária típica

Discordância sobre questões administrativas da CPI provoca tensão entre Antenor Teixeira e Paulinho Parera Uma reclamação do vereador Antenor Teixeira (PP) sobre encaminhamentos da Mesa Diretora em relação à atuação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as obras da Barragem da Arvorezinha provocou um debate entre o progressista e o presidente do Legislativo, Paulino Parera (PT). O episódio não pode ser classificado de bate-boca, já que em nenhum momento os dois parlamentares baixaram o nível, mas houve uma discussão áspera sobre o assunto enquanto a sessão estava suspensa para uma reunião da bancada governista. Em contato com o colunista, Teixeira (que é o presidente da CPI) afirmou que, a partir da sessão da comissão do dia 19, os encontros não serão mais fechados. “Não obtive resposta aos meus requerimentos. Não recebemos resposta nem do prefeito

nem do presidente da Câmara sobre uma série de informações que pedimos”, afirma. Entre os dados solicitados estão a indicação de servidores e a consequente emissão de portarias para que os funcionários da Câmara requeridos atuem na comissão, elaboração de ofício ao Ministério Público Federal para marcar uma reunião na qual os vereadores da CPI sejam recebidos, confecção de resolução da Mesa Diretora com a prorrogação do prazo de 90 dias da Comissão - e a publicação da resolução. Questionado pelo colunista, Parera rebateu a crítica. “Tudo o que foi solicitado a mim foi ou está sendo atendido”, reitera. E pediu para que Teixeira fosse à mesa dos trabalhos. O presidente da Câmara questionou o presidente da comissão sobre o que não havia sido atendido. Uma das queixas de Teixeira é que uma série

de solicitações ao Executivo - como as cópias de contratos, editais, Plano de Trabalho, planilha das medições, empenhos e pagamentos por serviços prestados, decretos e laudos de desapropriação e os empenhos dos pagamentos das desapropriações - não haviam sido atendidas. Parera disse que isso precisava ser respondido pelo Executivo. E disse a Teixeira que a comissão havia feito o encaminhamento de maneira errada. Na verdade, os vereadores pediram diretamente ao Executivo. Posteriormente, fizeram a mesma solicitação a Parera, na condição de presidente da Câmara, para que encaminhasse o pedido ao prefeito Dudu Colombo. Parera garante que fez o encaminhamento. Teixeira afirma o contrário. “Não custava nada o Executivo nos ter enviado as informações que pedimos”, sustenta o presidente da CPI.

Teixeira questionou Parera sobre a demora para encaminhamento de alguns documentos. O vereador argumenta que, no dia 23 de agosto, a comissão elaborou o requerimento à presidência do Legislativo com as situações que lhe cabiam - estaria inclusa a disponibilidade de horários para transmissão ao vivo pela TV Câmara. Parera diz que as transmis-

sões não serão possíveis por questões técnicas, já que o sinal precisa ser liberado pela TV Assembleia, em Porto Alegre, com quem a TV Câmara tem convênio. “Já informamos a comissão de que não há condições para isso”, salienta Parera. O diretor-geral da Câmara, Gustavo Varella, ressalta que alguns documentos encaminhados pela CPI

foram feitos na semana passada. O problema é que Parera ficou fora de Bagé entre os dias 10 e 13 de setembro. “Sem a assinatura do presidente eu não podia encaminhar os documentos”, enfatiza Varella. Teixeira contesta, alegando que o vice-presidente Uílson Morais (PMDB), no exercício da presidência, poderia ter recebido os requerimentos e encaminhado as respostas.

Parera admite que a única documentação encaminhada com certo atraso foi referente à documentação da Comissão Especial da Barragem da Arvorezinha, realizada em 2012. “Era necessário pesqui-

sar e tirar cópia dos relatórios, era muito extenso, mas já foi encaminhado também”, frisa o presidente da Câmara. Parera garante que, ontem, assinou o ofício endereçado ao diretor do Departamento de

Água e Esgotos de Bagé (DAEB), Antônio Kiwal Parera, e ao engenheiro da autarquia, Éber Mansur, para estarem presentes na sessão do dia 19, a partir das 14h45min, para serem ouvidos.

Ofício

Márcia Torres apoia Salazar A notícia de que a corrente interna do Partido dos Trabalhadores, denominada Movimento PT, irá apoiar o candidato à presidência do partido em Bagé, Matheus Azevedo, provocou um esclarecimento da vereadora Márcia Torres.

A parlamentar, que é vicecoordenadora da corrente, irá apoiar a candidatura do ex-vereador e atual presidente do PT em Bagé, Ruben Salazar. “Ainda que todos os candidatos tenham legitimidade para concorrer ao pleito eleitoral, é

7

Edgar Abip Muza Muza Visão Geral

A rede está enredada, perigando sucumbir

S

Demora

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

preciso esclarecer que, eu e meus apoiadores, estamos com o Ruben Salazar para presidir o partido em Bagé”, reitera Márcia. Em nível estadual e federal, o apoio é aos candidatos Jairo Jorge e Rui Falcão, respectivamente.

Marina Silva, ex-candidata à presidência da República, está tentando criar seu partido. Integrante do PT, saiu e filiou-se ao PV, por quem concorreu na última eleição. Não ficou satisfeita com o partido, onde não teriam lhe dado espaço. Mesmo assim, somou voto suficiente para emparelhar o pleito. A tal ponto que, contrariando as pesquisas, acabou sendo decidido no segundo turno, entre Dilma e Serra. Diga-se de passagem que seus eleitores do primeiro turno migraram, a grande maioria, para Dona Dilma. Como ela não se sente satisfeita, ou até agora não se sentiu, em nenhum dos partidos, resolveu formar o seu. E começou a “briga de foice no escuro”. Até os institutos de pesquisa mesmo sabendo, ou desconfiando, que ela não conseguiria formar novo partido pelas exigências do TSE, a colocaram para a apreciação do “povo”. Ela, Joaquim Barbosa e Lula. Os dois últimos sempre afirmaram que não seriam candidatos. Deixaram de fora o segundo colocado na última eleição, José Serra. A tal ponto chegou a “manipulação” que outra pesquisa foi realizada e deu Serra em uma posição melhor que Aécio. Antes de mais nada, devo afirmar que não acreditei em nenhuma delas. Aliás, o leitor (a) sabe minha posição sobre pesquisas. Minha máxima é “quem paga, manda”. Porém, e sempre tem um porém, sobre o novo partido da Marina, afirmei há mais de um mês que o partido novo estava a perigo. Que o tempo era curto demais. Que havia um movimento no Congresso, da base aliada que é majoritária, para “dificultar a criação de novos partidos”. Pois bem, a Marina Silva tem denunciado a “morosidade” dos Tribunais Regionais em conferir as fichas de filiação. Mais ainda, que tem “glosado” muitas delas por irregularidades. Não informam as razões. Tudo isso complica porque demora e o tempo corre velozmente contra a formação de um novo partido. O prazo termina dia 5 de outubro. Bateu o desespero e agora seus acompanhantes estão estudando uma medida judicial para tentar agilizar o processo. Acredito que vai ser difícil. Ela vai acabar se filiando a alguma sigla existente se quiser concorrer a algum cargo eletivo. Não tenho dúvida que usará em sua campanha as dificuldades impostas pelo sistema. E você sabe, a “vítima” sempre se dá bem em uma campanha eleitoral. Mas vamos à notícia de ontem que explica parte do “imbróglio”.

“Partido de Marina agora depende de cartada jurídica”

“A Rede vai entrar com recurso no Tribunal Superior Eleitoral para validar as 90 mil assinaturas que foram recusadas e, assim, cumprir os requisitos a tempo de registrar a legenda. Faltando apenas 20 dias para o prazo final para obter registro no Tribunal Superior Eleitoral, a Rede Sustentabilidade, partido ligado à ex-senadora Marina Silva, já admite que não conseguirá cumprir o requisito de 492 mil assinaturas validadas de eleitores. Para formalizar a criação do partido, o grupo prepara uma última cartada jurídica. Amanhã, quarta feira, quando apresentar um lote de 150 mil assinaturas, o partido irá alcançar pouco mais de 450 mil fichas de apoio certificadas - vão faltar, portanto, cerca de 40 mil adesões para o mínimo necessário estabelecido pelo TSE. Por isso, a Rede irá entrar com um recurso na instância máxima da Justiça Eleitoral, pedindo para que sejam validadas cerca de 90 mil assinaturas que foram recusadas pelos cartórios eleitorais sem justificativa”.

Voltei

Tudo leva a crer que a rede não será legalizada. Pelo menos para a próxima eleição. A saída de Marina Silva será encontrar uma sigla que a abrigue e aceite sua candidatura. Ou pode dar apoio a um pré-candidato, em troca, por exemplo, de uma candidatura a vice. Ou ir concorrer pela nova sigla ao Senado Federal. Seu espaço está muito pequeno para qualquer prognóstico. A briga irá ficar entre Dilma, Aécio e Campos. Ou seja, é quase a garantia da reeleição da petista. Campos, é bem verdade, tira votos da atual presidente, porque na última eleição foram juntos. O Aécio está com dificuldade dentro de seu próprio partido, que continua dividido. Pode até dar Serra. Amanhã teremos a decisão do Supremo sobre os mensaleiros. Isso pode afetar, ou não, a candidatura Dilma. É bom esperar. O circo está formado. Você arrisca algum prognóstico?


8

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

REGIÃO

Aceguá mantém programação diária no Parque Farroupilha Desde o início dos festejos alusivos ao 20 de setembro, na sexta-feira passada, o Parque Farroupilha, em Aceguá, mantém uma programação diária junto à estrutura montada às margens da BR-153, no acesso do município. O diferencial é que cada dia conta com uma entidade tradicionalista como responsável pela tradicional ronda da Chama Crioula. Hoje, por exemplo, os trabalhos estarão a cargo do Los Cencerros de San Diego. A partir das 8h, as movimentações já iniciam, com o hasteamento das bandeiras. Logo após, será servido um café com torta frita. Por volta das 9h, começa a parte artística e, na data, acontece visita dos alunos das escolas municipais. Ainda na programação, as

Brunna Ayres / Especial FS

Espaço conta com atividades diferenciadas a cada dia

atividades preveem almoço de confraternização dos presentes. Em seguida, apresentação das prendas dos piquetes entre outros. O cronograma, por sua vez, tem

nova solenidade, às 18h, quando ocorre o arriamento das bandeiras. À noite, o atrativo será um show junto ao lonão montado no Parque.

Medida tem como meta angariar recursos para investir no setor

Candiota inicia elaboração do primeiro inventário turístico do município Com o objetivo de tornar Candiota uma cidade mais atrativa no setor de turismo, a administração vem investindo em diversas ações. Recentemente, o Executivo iniciou um trabalho de elaboração do primeiro Inventário Turístico da história do município. O trabalho está sendo realizado pelo grupo Rastro Selvagem, através dos profissionais Raul Lima e Gabriela Medina. “O inventário, após ser concluído, dá base para que o município elabore projetos com a finalidade de arrecadar recursos para o setor”, explica Gabriela. Segundo a coordenadora do Departamento de Turismo da Prefeitura, Josuelem Duarte, o levantamento deve ser concluído até novembro, “pois será essencial para a elaboração do

Ariadne Leal/EspecialFS

Secretário de Cultura, Esporte, Turismo e Juventude, Gil Deison Pereira, e Gabriela Medina

Plano de Desenvolvimento Turístico do município”. O Inventário da Oferta Turística consiste no levantamento, identificação e registro dos atrativos turísticos, dos serviços e equipamentos turísticos e da

infraestrutura de apoio ao turismo como instrumento base de informações para fins de planejamento, gestão e promoção da atividade, possibilitando a definição de prioridades para os recursos disponíveis e o incentivo à prática sustentável.


REGIÃO

TERÇA-FEIRA

9

17 de setembro de 2013

Mainardi entrega veículos e inaugura novas instalações de duas Inspetorias de Defesa Agropecuária

O secretário da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Luiz Fernando Mainardi, cumpriu extensa agenda na Campanha gaúcha, no dia de ontem. Entre a manhã e a tarde, ele repassou três veículos do programa Dissemina e inaugurou as novas instalações de duas unidades de Inspetoria de Defesa Agropecuária (IDA). A primeira agenda ocorreu no início da manhã, em Aceguá. Na cidade-fronteira, Mainardi falou do simbolismo de começar o programa Dissemina pela cidade, que tem uma das mais importantes bacias leiteiras do Estado. Os técnicos da Prefeitura foram treinados pela Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro) e têm a responsabilidade de estar junto aos produtores e assentados. “São eles (os técnicos) que vão fazer o programa funcionar na prática. Além da melhoria genética dos rebanhos, a inseominação, que não é um processo simples, .vai contribuir com a melhoria da gestão das mpropriedades”, defende. Na primeira etapa, 30 municípios o recebem veículos e equipamentos como botijão de nitrogênio e sêmen, num

investimento de R$ 1,5 milhão. A previsão, até o final de 2014, é de que mais de 182 prefeituras estejam incluídas no programa, o que totalizará 212 cidades contempladas. Para o presidente da Fepagro, Danilo dos Santos, a entidade, que estava praticamente falida há dois anos e meio, passa por uma fase de recuperação. Atualmente, conforme ele, se produz pesquisa, conhecimento e trabalho a partir dos programas na qualificação das culturas do campo e no aumento da renda do produtor. “Atualmente, podemos prestar assessoria, como cursos, palestras e formações, por exemplo, algo que há pouco tempo era praticamente impossível por causa do sucateamento”, diz. Extensionista durante 30 anos, o prefeito de Aceguá, Júlio Pintos, acredita no trabalho conjunto entre município, Estado (por meio da Emater e Agricultura) e União. “Sabemos das dificuldades do pequeno produtor. Queremos saber quais são exatamente para podermos dar assistência direta a ele. A bacia leiteira daqui já foi a maior do Estado. Precisamos recuperá-la novamente”, salienta.

Ainda pela manhã, em Hulha Negra, Mainardi inaugurou a reestruturação da Inspetoria de Defesa Agropecuária (IDA) e entregou o veículo do programa Dissemina, também numa parceria com o município. SDisse que as duas ações também têm a ver com a preocupação, de um lado, com a defesa sanitária e qualidade dos rebanhos, e, de outro, com a renda e o atendimento ao produtor.

Para o prefeito hulhanegrense, Erone Londero, a revitalização da Inspetoria vai garantir o aperfeiçoamento do atendimento da população. Já sobre o veículo, o gestor lembra que, agora, “o município está apto a trabalhar com a distribuição dos sêmens”. Em entrevista, ele salientou que o veterinário responsável já recebeu treinamento. Hulha Negra, conta, atualmente, com cerca de 700 famílias atuantes na produção leiteira.

S

Hulha Negra

o a o o -

Fotos: Raíssa Vargas/EspecialFS

Prefeito de Aceguá recebe as chaves do veículo do programa

Londero e comitiva recepcionam Mainardi

Candiota Na parte da tarde, Mainardi também participou de solenidade similar em Candiota. Ele, junto ao prefeito Luiz Carlos Folador, inaugurou as novas instalações da Inspetoria de Defesa Agropecuária do município, localizada junto à Secretaria de Agropecuária e Agricultura Familiar, e também repassou um veículo do programa Dissemina De acordo com Folador, em

Candiota, serão mais de 300 produtores beneficiados. “Só tenho a parabenizar ao secretário Mainardi pelo trabalho desenvolvido que irá colaborar para o melhoramento genético do rebanho da pecuária familiar dos municípios gaúchos”, ressalta. De acordo com o secretário de Agropecuária e Agricultura Familiar de Candiota, Fabiano Oswald, a partir

do programa será possível aumentar a produtividade desta cadeia, trazendo mais renda para o produtor. “Estaremos, assim, fomentando a nossa bacia leiteira”, conclui. Ao todo, serão investidos R$ 60 milhões nas 240 inspetorias do Estado, recursos obtidos junto ao Ministério da Agricultura, financiamento do BNDES e do caixa próprio do governo.

gócio, a programação ainda prevê, para hoje, às 17h, a entrega de um veículo para Bagé, em solenidade

agendada para ocorrer na Inspetoria do município, localizada na Marechal Floriano, 1128.

Agenda Conforme cronograma divulgado pela Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Agrone-


10

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

GERAL

Rotaract Club Bagé tem reunião de pré-criação O Rotaract Club de Bagé Campanha realizou, no último sábado, no Salão de Atos do Instituto Caminho da Luz, sua primeira reunião de pré-criação para apresentar os nomes do seu primeiro Conselho Diretor. Assim, conduzirão os trabalhos, até o final de junho de 2014, João Roberto de Lima Gaffrée, como presidente; Suelen Delabari Nogueira, como vice presidente; Rodrigo Silveira Collares Thompson Flores, como secretário; Bruno Holsbach Nunes, como tesoureiro; Alexandre Bueno Camargo, como diretor de protocolo; e Nathaly Miranda Carvalho Barcelos, como diretora de imagem pública. O bispo Dom Gílio Felício fez uma saudação religiosa aos presentes. Também participou do ato o Governador Indicado 2015/2016 do Distrito 4780, Paulo de Jesus Prates Filho, que destacou a importância da fundação de um clube jovem para a expansão do movimento rotário, como uma meta que está sendo plenamente alcançada dentro do próprio distrito. Por sua vez, coube a Léu Cardoso Carate abordar aspectos sobre a história

Gleider Ayres / Especial FS

por Niela Bittencourt

Encontro buscou apresentar objetivos da entidade dos 10 anos de fundação do Rotary Club dré Luís Vilaverde Moutinho, chairman de Bagé Campanha aos presentes. do distrito, que destacou a importância Já a tarefa de apresentar o Rota- do Rotaract; do representante distrital ract e seus objetivos coube ao rotariano Reginato Lisboa, de Cachoeira do Sul, Ricardo de Toledo Pereira, indicado que falou sobre o Rotaract no Brasil e no para conduzir a fundação do novo clube Mundo e, também, pelo presidente João de jovens bageenses pelo governador Roberto de Lima Gaffrée, que agradeceu do Distrito 4780, Rubem Beraldo dos a confiança depositada em seu nome para Santos e, também, pelo Conselho Diretor presidir um importante clube de serviço, do clube padrinho. Os pronunciamentos que reúne jovens de espírito voluntário, finais ficaram por conta do rotariano An- com capacidade de servir ao próximo.

Uma opção de vida

O estudante Rodrigo Thompson Flores, de 22 anos, é um rotariano de sexta geração. “O bisavô do meu avô, o avô e o pai fizeram parte de Rotary. Meu avô foi do Lions, mas meu tio avô do Rotary. Meu pai foi Interactiano, meu tio fundou o Rainha da Fronteira”, começou a explicação. “Eu, em 2006, entrei no Interact

Professores grevistas voltam às aulas

aqui em Bagé. Quando fui para Alegrete, o Governador Distrital da época me pediu para fundar um Interact lá. Fundei e assumi como presidente. Quando voltei para Bagé, sempre tentei amadurecer a ideia de fundar um Rotaract, mas não conseguimos muitos sócios para fundar e, assim, não evoluímos. Agora, veio o

convite para fundar e ser secretário”, acrescenta, sobre a trajetória. “Para mim, é algo muito bom ser solidário com quem necessita. Desde o meu início como interactiano, levei dois lemas rotários comigo: pior que fracassar é nunca ter tentado vencer e, fazer o bem, sem olhar a quem”, finaliza.

Os professores da rede estadual de ensino decidiram, em assembleia, na última sexta-feira, suspender a greve deflagrada no dia 23 de agosto. “É um período para recuar e seguir a luta pelo piso e reforma do Ensino Médio”, justifica a presidente do Cpers Sindicato Bagé, Ana Lúcia Cabral. Importante destacar que, na região, cerca de 50 professores aderiram à paralisação. Em Bagé, conforme informações da 13ª Coordenadoria Regional de Educação, 10 professores pararam. Sobre os atos, ela diz: “consideramos importante o que foi feito. O governo admitiu que não paga o piso, depois de fazer propaganda enganosa”.

Além disso, ponderou a sindicalista, o Cpers ganhou a liminar que garante que o Estado não poderá descontar os dias em que os professores permaneceram em greve, o que teria inibido o que chama de perseguição. Agora, os docentes deverão formular um calendário de lutas para continuar a reivindicar o pagamento do piso nacional. Está prevista uma reunião para o início de outubro. Será a oportunidade de aprovar no conselho geral do Cpers tais atividades. Para o sindicato, a greve ganhou a simpatia da população e o amplo apoio dos estudantes, que estariam descontentes, sobretudo, com a reforma do Ensino Médio.

Bancários devem aderir à greve nacional O presidente do Sindicato dos Bancários de Bagé, Nilton Dias, diz que não está prevista, em Bagé, adesão à greve nacional da categoria, que começa no dia 19. Mas o sindicalista afirma que a classe está em estado de greve e que a paralisação deverá ocorrer a partir da semana seguinte. Trata-se

de uma previsão. “Na outra semana, teremos greve em Bagé”, pondera. A categoria reivindica reposição salarial referente à inflação, além de 5% de ganho real. Também pedem melhores condições de trabalho e contratação de funcionários, assim como o fim das metas abusivas.

Greve dos Correios segue pelo menos até hoje Os Correios e Telégrafos ingressaram no Tribunal Superior do Trabalho com pedido de dissídio coletivo para seus trabalhadores. A decisão deverá ocorrer hoje. Conforme explicou o delegado sindical, Alexandre Santos, a proposta da empresa é reajuste salarial de 8%, além de 6,25% no vale-alimentação. Os trabalhadores, porém, pedem 20% de reajuste salarial e reposição no vale-alimentação de 7%. Com o pedido de dissídio,

alguns estados recuaram e voltaram às atividades já no último sábado. “Decidimos que não há como voltar atrás, sobretudo sem nada assinado”, justifica. A greve, porém, terminará se o TST decidir pelo dissídio coletivo. Caso opte pela conciliação, poderá apresentar uma proposta, que precisará ser avaliada pela categoria em assembleia e, assim, ser aprovada ou rejeitada. O TST também pode determinar um valor de reajuste.


GERAL

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

Secretária de Saúde afirma que unidade só será fechada depois que todos forem realocados

Usuários do Sá Monmany fazem abaixo-assinado contra fechamento do posto de saúde

Rocha diz que se tivesse mais tempo conseguiria mais assinaturas

Posto não deve mais prestar serviço de especialidades

Urgência (SAMU), também há um projeto para que seja disponibilizado na sede serviços como farmácia. Portanto, deixando de atender aos pacientes com o serviço de especialistas. A iniciativa partiu do morador do bairro Getúlio Vargas, Claudionor Garibaldi Rocha, que está preocupado com a situação, pois terá

que ir até o Posto de Atendimento I (PAM I) para consultar. “Tem um posto que fica a três quadras da minha casa, mas pertence ao São Bernardo, por isso não posso consultar lá”, diz. Ele pontua que o PAM I já está lotado e se for absorver mais a população que usa hoje o Sá Monmany o atendimento vai ficar mais demora-

O que diz a Secretaria de Saúde A secretária Aura Stella Pereira explicou que o Sá Monmany não deve fechar em breve. “Ele ainda vai funcionar concomitante com a UPA, até que as pessoas tenham tranquilidade e sejam acolhidas em outros locais”, explica. Além do PAM I, que pode absorver parte dos usuários, há também um remapeamento e uma reorganização dos postos de saúde previstos para ser finalizado até

o final deste ano. “Houve muita migração interna em Bagé e muitas pessoas se deslocaram e não usam mais a unidade de saúde que usavam”, afirma. A organização pode possibilitar, por exemplo, que Rocha use o posto de saúde do São Bernardo, que deve passar por uma ampliação. As equipes do Estratégia da Família também podem ser ampliadas, depois do mapeamento.

“A construção dos residências acarretaram na mudança de endereço de muitos e depois disso não ocorreu um remapeamento”, pondera. Aura acrescentou que os especialistas que atendem no Sá Monmany passarão a atuar no PAM I. “Sá Monmany só vai fechar depois que população tiver outro local para atendimento”

do. “Vamos ter que dormir na fila”, destaca. Rocha comenta que apesar de ter que ir para a fila na sua unidade de atendimento, às 7h30min, o serviço é satisfatório. “Eu me trato para o coração e pressão alta e sempre fui bem atendido”, salienta. Em relação à UPA, o usuário argumenta que o atendimento no local será só de urgência, sem as consultas. Divulgação/FS

Preocupados com o fechamento do posto de saúde Sá Monmany, os usuários do serviço, cerca de 240, assinaram um abaixo-assinado para que a unidade permaneça aberta. O impasse foi criado depois que a Secretaria Municipal de Saúde informou que o prédio passaria por uma reforma, assim que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) for aberta. Depois das adequações, o local será utilizado pelo Serviço de Atendimento Móvel de

11


12

TERÇA-FEIRA

17 de setembro de 2013

SOCIAL

C

ASA DE CULTURA PEDRO WAYNE, sexta-feira (13): “Se essas cores fossem minhas”. Outra vez obras de excelente qualidade expostas para apreciação do público, nenhuma novidade em se tratando de talentos locais, oba!... O flautista Davi Vasconcellos Machado e o violonista Rodrigo Deamici, em participação especial, ganharam muitos aplausos e elogios; um estuda Oceanologia, o outro Direito, ambos na FURG. Aplausos!

MUITOS são os critérios para se observar e/ou analisar uma obra de arte. Geralmente, a primeira coisa é a técnica empregada pelo artista para transmitir uma mensagem. No quadro Caixa de Pandora, Deli Germano expressa tudo de ruim que se esconde no interior da caixa de onde podem saltar monstros, ratos e cobras para infestar o planeta. Talvez, por isso, ela se utilizou dos tons de vermelho, a cor do aspecto negativo, da raiva que clama por mudança.

As artistas Vera Sá, Deli Germano, Norma Vasconcellos, Heloisa Beckmann, Amélia Teresinha, Juçara Casarin, clic Stela Vasconcellos

INTERESSANTE observar o olhar do espectador atraído para algum ponto especial das obras, as cores são determinantes nesse processo. Juçara Casarin empregou lilás em seus quadros, mistura equilibrada entre roxo e azul, para significar intuição e magia... NOS VERDES de Amélia Teresinha, cor da natureza viva, plenitude de uma artista tranquila e segura. Aliás, ela é muito suave, elegante no falar, gesticular e proceder; merece aplausos!... AMARELO, a cor da felicidade, muito bem usado por Norma Vasconcellos. É como estar em ambiente alegre e descontraído, uma festa!... AINDA, no laranja de Vera Sá, a renovação e a fé na vida, uau! David Vasconcellos Machado, Rodrigo Deamici, na abertura de “Se essas cores fossem minhas”

Rita Gomes, Adriana Gonçalves, Anacarla Flores na Casa de Cultura, clic Stella Vasconcellos

NOS QUADROS de Heloisa Beckmann, tons terrosos para marcar a sensação de total segurança da artista múltipla que tem sessão de autógrafos agendada, dia 24, na Pedro Wayne. O livro-álbum DAMAS DA NOITE traz poesias de Ernesto Wayne ilustradas pela Beckmann. Um luxo que Gilmarzinho teve o privilégio de folhear página a página, calmamente. Essa obra foi impressa na Gráfica Instituto de Menores. Jaime Bonato e equipe estão de parabéns pela excelência do trabalho realizado. Aplausos!

SEMANA FARROUPILHA a todo vapor, os clientes da ASM Matriz chegam à loja e se deparam com rancho, tipicamente montado quase à porta. Os funcionários usam pilchas, é claro... ABRE, hoje, às 19h, a exposição de fotografias “Campanha adentro”, de Cássio Lopez, na Casa de Cultura Pedro Wayne. Inclusive vai rolar um bate-papo com ele que promete explicar a composição de sua obra temática no cenário gaúcho e farroupilha. Aplausos!

Norma Vasconcellos, Iara Coronel na Casa de Cultura, sexta-feira


SOCIAL

TERÇA-FEIRA

17 de setembro de 2013

13

O

CANTOR Tiago Camargo Correia cumpre agenda intensa o ano todo, que se intensifica neste mês. Ele faz show de encerramento das comemorações farroupilhas, sexta-feira (20), em Tupanciretã. Antes de viajar, promete conceder-me entrevista no programa Aplausos Antena 1. Observa-se um amadurecimento no estilo desse cantor nativista ao longo dos anos. Certamente, ele tem uma pequena, porém excelente, assessoria da esposa Carina; é quem cuida da agenda dele. O da Maya Porão se tornou palco seguro para Tiago Correia se apresentar. Sucesso garantido, muitos elogios a ele que vai receber o prêmio Bravo 2013. Aplausos!

DESEMBARCADOR, José Carlos Teixeira Giorgis, tomou posse, ontem, como Acadêmico do Instituto de História e Tradições do Rio Grande do Sul; solenidade que ocorreu às 17h, no Salão Brasil do Colégio Militar de Porto Alegre. Nessa ocasião, cel. Carlos Athayde de Lima Alves (ex-Comandante do 3º B Log) passou a membro efetivo da entidade. Também, Cláudio Leão Lemiesczek foi nomeado delegado da AHIMTB/RS em Bagé, delegacia Tarcisio Taborda. Aplausos! CAFÉ com o patrono da Feira do Livro, Cláudio Antunes Boucinha, que vai se encontrar com autores bageenses, domingo (29), na Praça Júlio de Castilhos... UM CRONISTA e poeta sempre esperado, Luiz Coronel vem abordar, dia 28, o tema “Literatura, Consciência e Encantamento”; após, haverá sessão de autógrafos no palco Tarcisio Taborda , é claro. Aplausos!

Luis Augusto Lara, Dudu Colombo, Airton Lacerda, projeto Novas Cores, Novos Tempos, sexta-feira, na Sociedade de Medicina, clic Adilson Roccini

NEM CHUVA do final de semana desanimou os tenistas “sensação do momento” nas quadras. O departamento de tênis do Cantegril Clube promoveu grande torneio de duplas, mais de 40 jogos, os vencedores foram: Rinaldo Carvalho e Leonardo Godinho, Paulo Alves e Leandro Ávila, Fernando Menezes e Bruno Pichler, João Gervásio e Beto Gervásio, Maria Inês Vaz Belleza e Carla Larini, Veveca Madeira e Márcia Lemos. Aplausos! COMUNICATIVO, educado e muito atencioso, João Roberto de Lima Gaffrée foi escolhido primeiro presidente do Rotaract Clube de Bagé Campanha. Os assessores de diretoria: Suélen Delabary Nogueira, vice-presidente; Rodrigo Silveira Collares Thompson Flores, secretário; Bruno Holsbach Nunes, tesoureiro; Alexandre Bueno Camargo, diretor de protocolo, e Nathaly Miranda Carvalho Barcelos, diretora de imagem pública. Aplausos! COLEGAS DA IMPRENSA e convidados tomam, hoje, o café da manhã com Aluizio Tavares, presidente da Associação e Sindicato Rural. Trata-se do lançamento oficial da 101ª Expofeira de Bagé. Na abertura desse evento, dia 27, show com a dupla Zezé Di Camargo & Luciano... QUINTA-FEIRA (19), voz, violão e batucada com DUCA LEINDECKER na San Carlo, a partir da meia-noite... SHOW da banda Tribo Brasil, samba, MPB, sextafeira (20), no Atelier Coletivo. Aplausos!

Luis Augusto Lara, Carlos Alberto Fico, clic Adilson Roccini

Irmãos Lara: Divaldo e Luís Augusto

Luis Augusto Lara, Eduardo Costa, sexta-feira, na Sociedade de Medicina, clic Adilson Roccini


14

TERÇA-FEIRA

17 de setembro de 2013

horóscopo Plutão, Saturno e Vênus em ótimos aspectos entre si trazem as mudanças necessárias para uma maior estabilidade financeira. Especialmente se estiver envolvido em um processo de divórcio ou em uma sociedade comercial.

Seus relacionamentos passam por um novo momento de mudanças positivas. Plutão, Saturno e Vênus em ótimos aspectos entre si prometem a seriedade e o comprometimento esperados. O amor pode desabrochar.

Plutão, Saturno e Vênus em ótimos aspectos entre si vão trazer mudanças e maior estabilidade aos seus projetos de trabalho. Caso esteja passando por um problema de saúde, esta é uma fase de cura e regeneração. Solte-se.

O amor bate na porta de seu coração e você não deve deixar de abrir. Caso esteja só, não se esconda, saia e divirta-se, pois um ótimo aspecto entre Vênus, Saturno e Plutão trará as mudanças necessárias para um compromisso.

Um ótimo aspecto entre Vênus, Saturno e Plutão beneficia processos emocionais profundos, relacionados ao seu passado. Caso um de seus pais tenha passado por problemas de saúde, este é um momento de cura e renovação da energia.

ENTRETENIMENTO novelas

Mesmo com Mercúrio tenso em seu signo, as energias são renovadoras, especialmente em suas finanças. Um ótimo aspecto entre Vênus, Saturno e Plutão beneficia ganhos e dívidas antigas são pagas.

Um ótimo aspecto entre Saturno, Vênus e Plutão envolve diretamente seu signo, beneficiando todos os processos de mudanças, sejam elas emocionais ou mesmo práticas. Tempos de silêncio e reflexão. Respeite-se.

Nesta fase, muitas de suas emoções são transformadas, especialmente as que envolvem escolhas feitas no passado. O momento envolve também introspecção e preparação para novas energias de mudanças que se aproximam.

Um ótimo aspecto entre Plutão, Saturno e Vênus movimenta de maneira bastante positiva seus contatos com grandes empresas, clubes e instiruições. Um importante contrato pode ser firmado, trazendo mudanças positivas.

Vênus, Saturno e Plutão em ótimos aspectos entre si trazem mudanças concretas e positivas aos seus planos profissionais. O momento é ótimo para investir ou apresentar novos projetos e assumir resposabilidades em sua carreira.

Franz manda um rádio de presente para Ananda nos Himalaias. Mundo diz a Iolanda que não gosta da amizade de Amélia e Franz. Sonan chora pela morte de Ananda. Franz e Amélia se beijam. Ernest demonstra satisfação com o trabalho de Manfred e reclama da distância de Franz dos negócios. Sonan diz aos monges que Ananda renascerá em outro lugar. Amélia sonha com um elefante enfeitado que lhe traz uma menina de 10 anos.

Franz manda um rádio de presente para Ananda nos Himalaias. Mundo diz a Iolanda que não gosta da amizade de Amélia e Franz. Sonan chora pela morte de Ananda. Franz e Amélia se beijam. Ernest demonstra satisfação com o trabalho de Manfred e reclama da distância de Franz dos negócios. Sonan diz aos monges que Ananda renascerá em outro lugar. Amélia sonha com um elefante enfeitado que lhe traz uma menina de 10 anos. Pilar discute com César e enfrenta Aline. Patrícia implora para que Guto saia de seu apartamento. Sem querer, Daniel beija Perséfone, que fica encantada. Bernarda descobre os planos do neto com o flagrante que armou para César. Félix discute com o pai. César convence Pilar a perdoá-lo e exige que Félix deixe sua casa o quanto antes. Lutero aconselha o dono do hospital a tomar cuidado com Aline. Paloma e Bruno convidam Lutero e Bernarda para serem padrinhos de seu casamento. Aline conta para César que está grávida.

ANIVERSÁRIOS Lucy Ribeiro da Fonseca - Thais Noble - Vanessa de Freitas Madeira - Ivonete Machado dos Reis - Serafim Riambau Krob - Anderson Valadão Mary Anny Machado Moraes

Plutão, Saturno e Vênus em ótimos aspectos entre si prometem movimento e beneficiam a comunicação. A fase envolve ótimas reuniões de negócios e estudos. Uma viagem, mesmo que curta, pode renovar suas energias.

Uma viagem ou um contato com uma pessoa ou empresa estrangeira pode marcar o início de uma fase de mudanças positivas em sua vida. O momento envolve mudança de filosofia de vida e ideais. Fé e esperanças renovadas.

cinema programação FILMES EM CARTAZ TERÇA-FEIRA O Concurso - 18:30 Wolverine - Imortal [LEG] - 20:30

HOJE NA TV sábado GLOBO 00:45 Programa do Jô 02:15 A Máquina 05:00 Telecurso Educação Básica 05:15 Telecurso Profissionalizante 05:30 Telecurso Ensino Médio 05:50 Telecurso Ensino Fundamental 06:00 Globo Rural 06:30 Bom Dia Rio Grande 07:30 Bom Dia Brasil 08:30 Mais Você 10:00 Bem Estar 10:35 Encontro com Fátima Bernardes 12:00 Jornal do Almoço 12:50 Globo Esporte 13:20 Jornal Hoje 13:50 Vídeo Show 14:40 O Cravo e a Rosa 15:55 Mudança de Hábito 2: Mais Loucuras no Convento 17:50 Malhação 18:20 Joia Rara 19:10 RBS Notícias 19:30 Sangue Bom 20:30 Propaganda Partidária 20:40 Jornal Nacional 21:20 Amor à Vida 22:30 Tapas e Beijos 23:15 Saramandaia 23:55 Profissão Repórter

BAND 00:30 O Mundo Segundo os Brasileiros 01:30 Jornal da Noite 02:15 Mundo Miss - Boletim 02:20 Claquete 03:20 Minuto do Futebol - Boletim 03:25 Oscar 04:00 Igreja Mundial 07:00 1º Jornal 08:00 Dia Dia 09:10 Bondi Band 09:35 Victorious 10:00 Tartarugas Ninjas 10:25 Supah Ninjas 10:50 iCarly 11:10 Jogo Aberto 13:00 Os Donos da Bola 14:00 Ponto de Luz 15:00 iCarly 15:25 Futurama 15:50 Os Simpsons 16:50 Brasil Urgente 18:50 Band Cidade 19:20 Jornal da Band 20:25 Minuto do Futebol - Boletim 20:30 Horário Político 20:40 Show da Fé 21:30 Zoo 21:40 Os Simpsons 22:40 A Liga

SBT 00:45 The Big Bang Theory 01:30 Gossip Girl 03:00 Entourage 04:00 Jornal do SBT 06:00 Jornal SBT Manhã 07:00 SBT Rio Grande 09:00 Bom Dia & Cia 12:10 SBT Rio Grande 12:45 Três é Demais 13:30 As Visões da Raven 14:30 Marimar 15:30 Cuidado com o Anjo 16:30 Rubi 17:30 O Privilégio de Amar 18:30 Carrossel 19:20 Eu, A Patroa e as Crianças 19:45 SBT Brasil 20:30 Chiquititas 21:15 Rebelde 22:00 Programa do Ratinho 23:00 Crocodilo

RECORD 00:00 Roberto Justus + 01:15 Programação IURD 06:30 Direto da Redação 07:15 Rio Grande No Ar 08:40 Fala Brasil 10:00 Hoje em Dia 12:00 Balanço Geral 14:30 Programa da Tarde 17:15 Cidade Alerta 19:55 Rio Grande Record 20:40 Jornal da Record 21:15 C.S.I. NY 22:15 Dona Xepa 23:00 A Fazenda


GERAL

15

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

Idosa crê que Município não resolverá problema

Chuva gera transtornos

Arroio transbordou pela grande quantidade de água no final de semana

A moradora da rua 15 de Novembro, Maria Joana Veiga, de 71 anos, foi vítima da chuva do final de semana. Seu pátio foi totalmente alagado e, por pouco, a água não invadiu sua residência. Ela relatou que não é preciso um volume expressivo de precipitação para isso ocorrer. Acontece que não há escoamento de água no local e, desde que os vizinhos cercaram suas áreas

com muros, a água permanece no local. “É sempre assim: um horror. Pavimentaram essa rua e as casas ficaram mais baixas”, comenta. Ela não procurou o Município para pedir ajuda. “Não adianta pedir”, afirma. O secretário de Atividades Urbanas, Eduardo Mendes, diz que a chuva de mais de 99 milímetros é algo totalmente “fora do normal”, e que,

Gleider Ayres / Especial FS

Situação ocorre desde pavimentação da rua 15 de Novembro, no bairro Bonito

por isso, ocorrem situações como a relatada pela bageense. Ele comentou que, ontem, suas equipes tiveram uma série de casos como esse para atender. “Passamos o dia todo na reconstrução”, pondera. Ainda assim, ele garante que irá verificar os registros. As chuvas também foram responsáveis por acidentes, como mostra na matéria de capa da edição de ontem, quando um carro

foi arrastado pela correnteza por uma quadra, ou seja, da rua Ernesto Médici até a Monteiro Alves. Muitos leitores se manifestaram sobre o ocorrido, questionando sobre quando o Município voltará a limpar os arroios da cidade para evitar problemas com a vazão da água das chuvas. Para o secretário do Meio Ambiente, Amaro Dias Robaina, não há qualquer ligação

entre a enchente no final de semana e o lixo nos arroios da cidade. Ele diz que o problema é a imprudência dos motoristas que se arriscam em uma ponte submersa. “Isso ocorreria com os arroios limpos ou não limpos”, pondera. Não estão previstas ações de limpeza dos arroios, já que a prioridade da pasta, hoje, é o saneamento e os resíduos sólidos.


16

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

GERAL

Festa na Paróquia Sagrada Família ordena diácono

Divulgação FS

Dias recebeu ordenação no último sábado

No último sábado, aconteceu na Paróquia Sagrada Família, localizada no bairro Mascarenhas de Morais, a Ordenação do Diácono Cléber Eduardo dos Santos Dias. Formado em Filosofia e Teologia pela PUCRS, com mestrado em Teologia e doutorado em Filosofia, Dias ficará na Paróquia aguardando a ordenação como sacerdote, daqui a seis meses. Segundo o bispo Dom Gílio Felício, o trabalho do diácono será a celebração da palavra. “Ele terá um papel importante na paróquia, até a ordenação de padre. Irá realizar o serviço da caridade e da proclamação da palavra de Deus e da liturgia”, explica. Na Igreja Católica, os diáconos podem ser de duas naturezas: uma delas transitória e outra permanente. A diaconia transitória é exercida pelos aspirantes ao prelado, que tendo feito votos celibatários atuam a serviço da Igreja antes de serem ordenados como padres; e a diaconia permanente é exercida por leigos fiéis, sem a necessidade de votos do celibato, podendo ser casados.

Dias afirma que a festa de ordenação mostrou a força da paróquia. “Foi uma festa muito bonita. Só tenho a agradecer a comunidade bageense que me acolheu muito bem desde que cheguei aqui. Será um dia para ficar marcado na memória de todos”, conta. Quanto à vocação para a carreira religiosa, o diácono conta que o desejo vem desde a infância. “Me sentia chamado a seguir a vocação. Foi uma caminhada de muito estudo até chegar aqui, e agora é seguir trabalhando e levando a palavra para as pessoas”, comenta. Em relação ao número de ordenações, o bispo Dom Gílio Felício elucida que o número é menor que antigamente. “Isso se deve ao fato das famílias serem menores e também ao medo do afastamento dos familiares. Os meninos que têm esse desejo de seguirem a vocação são encaminhados para o Seminário, na cidade de Pelotas, onde fazem a formação”, destaca. Ele acrescenta que, lá, estudam Filosofia na UCPel e Teologia no Instituto Paulo VI.

Em nota encaminhada à redação, ontem, o Comando do 3° Regimento de Cavalaria Mecanizado (RCMec) informou que não está mais celebrando Termos de Permissão de Uso para fins de consumo de pastagem para equinos e bovinos em seu Campo de Instrução, localizado nos fundos desta Organização Militar, entre a

rua Hipólito Ribeiro e avenida Líbio Vinhas (estrada da Arvorezinha). O informe, segundo o Comando, visa evitar o recolhimento dos animais, por parte dos órgãos municipais responsáveis. Perante isso, solicita que os proprietários de animais que se encontram no imóvel realizem a retirada dos mesmos até 20 de setembro.

RCMec não permite uso de campos para pastagem de animais


GERAL

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

17

Teatro está entre destaques da Feira do Livro de Bagé

S

Um dos destaques da 16ª edição da Feira do Livro de Bagé, que ocorre entre os dias 27 de setembro e 6 de outubro, é a participação do grupo Entreatos. Além da apresentação da peça “Sai daí loco - Hollywood dos Pampas”, os integrantes ministrarão uma oficina. Conforme um dos integrantes do grupo e também diretor da peça, o ator Tom Peres, as aulas são destinadas às crianças. Serão momentos em que haverá exercícios de atuação e música. Peres diz que integrantes do grupo já têm experiência nesse tipo de proposta. Ele, por exemplo, ministra aulas no projeto Rodarte. Trata-se de uma oportunidade para “plantar a sementinha do teatro”. Mais do que isso, essa é uma prévia do próximo projeto dos artistas, o primeiro Festival Infantil de Teatro. Peres se diz ansioso e faceiro, já que é a segunda vez que o grupo cultural participa da mostra. Importante destacar que a FOLHA do SUL publicará, até a data do evento, uma série de reportagens com atrações destaques da Feira do Livro. Tradicionalmente realizado na Praça do Coreto, o evento literário foi transferido para a Praça Júlio

o

s e a

de Castilhos, popularmente conhecida como Praça da Estação, para sua ampliação e também para que não houvesse mais a necessidade de alterações no trânsito, conforme informa a agente de Cultura e Lazer do SESC Bagé, Natali Schmitt. Para o primeiro dia da Feira do Livro, 27 de setembro, está confirmado o show de abertura “Memorial Terra que Canta”. No espetáculo, cantores e compositores têm o objetivo de levar através do seu canto e autenticidade o amor ao Rio Grande do Sul, as coisas simples e puras das raízes e do povo. Lisandro Amaral e Marcelo Oliveira apresentam-se acompanhados do grupo musical Curandeiro Silêncio, do poeta e desenhista Adriano Alves, do fotógrafo Edu Rickes, do compositor e artesão Rogério Villagran e do escultor Camilo Pereira. Outro nome confirmado é o da escritora Cláudia Tajes, autora de obras como Dez (Quase) Amores, As Pernas de Úrsula & Outras Possibilidades, o romance Dores, Amores & Assemelhados, A vida sexual da mulher feia, Louca por homem, Vida dura e Só as mulheres e as baratas sobreviverão e Por isso eu sou vingativa. Além de escritora,

Arquivo FS

Grupo Entreatos ministrará oficinas durante evento

Cláudia Tajes é roteirista da Globo e, em 2011, teve seu livro “Louca por homem” adaptado para uma série no canal HBO, chamada “Mulher de Fases”. Ela tem um novo livro para 2013, cujo evento de lançamento faz parte da programação da 16ª

Feira do Livro de Bagé. O escritor, apresentador, cantor e músico, Thedy Corrêa, também participará do evento literário. Ele lançou seu primeiro livro, “Bruto”, em 2006, no qual apresentava uma reunião de poemas, entre eles letras

de algumas canções do Nenhum de Nós, com as histórias e circunstâncias que as geraram. Seu segundo livro, lançado em 2010, pela L&PM, intitulado Livro de Astro-Ajuda, reúne contos e alguns textos publicados em seu blog.


18

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

GERAL


GERAL Poder Público garante manutenção do local

Praça Dr. Jorge Deibler não é mais administrada pelos moradores

Gleider Ayres / Especial FS

Banheiro não tem condições de uso

A Praça Dr. Jorge Deibler, localizada na rua Tomar Cobe, no bairro Arvorezinha, foi construída nos anos 80 pelos moradores da localidade, que ocuparam uma área verde e organizaram um local para confraternização. Porém, há dois anos, os residentes da localidade não cuidam mais da praça. Desde a sua criação, quem administrou a área foi o morador que reside ao lado do terreno, Luiz Alberto da Silva Ouriques. Ele recorda que foram feitas festas comunitárias e comemorações O que diz o Poder Público O coordenador de praças da Secretaria de Atividades Urbanas, Leonardo Marinho, informou que a praça consta como local público, por isso recebe a manutenção da Prefeitura. Ele garantiu que irá incluir o terreno no cronograma de manuten-

Espaço serve de recreação para alunos de escolas próximas

de datas, como Natal e Ano Novo, no local. Mas, com o passar do tempo, o administrador abandonou a função. “Eu tive alguns estresses e acabei abandonando a praça”, diz. Ele conta que o terreno era mantido fechado durante a noite e que também não permitia que as crianças jogassem futebol, para não estragar a grama e o jardim. Porém, na sua opinião, as pessoas começaram a fazer mal uso do local. “Eu desisti porque acabei perdendo o controle”, destaca.

A outra vizinha, Zenaida Monteiro Torma, diz que se sente incomodada com a junção que ocorre na praça durante a noite. “Eles (jovens) vêm para cá e começam a beber, fazem barulho e eu não consigo dormir”, reclama. Ela conta que teve que fazer um muro para separar a sua casa da área. “Eu moro aqui há mais de 20 anos e não era assim”, salienta. Zenaida comenta que, agora, o lugar não é mais praça, é bagunça. Pela falta de tranquilidade, ela já pensa em se mudar.

ção das praças. Marinho conta que, há pouco tempo, foi instalado um poste de iluminação no lugar, foram doadas balanças e os brinquedos são mantidos em bom estado. Marinho comenta que um dos problemas, que atinge não só a localidade, mas outras praças, é o

vandalismo. Um dos exemplos da ação dos vândalos é o banheiro que está destruído, sem condições de uso. Ele esclarece que como foram os moradores que construíram o sanitário, a Prefeitura não pode desmanchar. “O banheiro está fora dos padrões, precisaria ser desfeito”, salienta.

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

19


20

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

GERAL Prefeitura publica edital para concurso público de Agentes de Saúde Após a publicação do edital para concurso público para Agentes Comunitários de Saúde, a Prefeitura de Bagé mantém o acordo firmado com os atuais agentes contratados. O processo abre vagas para agentes comunitários de saúde, visitadores do Programa Primeira Infância Melhor (PIM) e auxiliares de saúde bucal. Conforme explica o procurador jurídico do município, Luiz Fernando Meira, o acordo está sendo mantido. “Este acordo será mantido até uma nova reunião com o Ministério Público, quando deveremos receber a nova orientação. É certo que substituições deverão ocorrer, devido ao fato de terem sido chamados novos servidores que prestaram o último concurso público”, destaca. Ele acrescenta que o edital para o novo concurso foi aberto para cumprir a exigência do Ministério Público. “As ações civis pública estão correndo e precisamos cumprir as decisões, até para não praticarmos a improbidade administrativa”, fala. O presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde, Paulo César Veiga, afirmou que o acordo está

Reprodução/FS

Divulgação/FS

Veiga fala que resposta do MP deverá ser dada até final do mês sendo cumprido. “O que ainda esperamos resposta é sobre a certificação dos agentes, conforme a emenda Institucional nº 51 de fevereiro de 2006, que prevê a isenção de processo de seleção pública, podendo ser contratado direto pelo Poder Executivo”, pontua. Veiga afirma que o Sindicato espera uma posição do Ministério Público do Trabalho da 4ª Região sobre o tema, que deve ser

Meira afirma que substituições devem ocorrer

Na manhã de ontem, por volta das 10h, um cano da rede de água da rua Professor Edson Cereser rompeu. Segundo os moradores, já é a segunda vez que o cano quebra e a água é desperdiçada. Conforme o presidente da Associação de Moradores do bairro, José Luiz Silveira de Souza, o problema é causado pelo baixo nível da rua. “Faz muito tempo que ninguém vem aqui arrumar e, quando a patrola passa, não é colocado cascalho. Cada vez que é patrolada a via, diminui o nível da rua e, quando um carro mais pesado trafega pelo local, dá esse tipo de problema”, relata. Além disso, Souza reclama das bocas de lobo. “Estão abertas há muito tempo. Isso é perigoso. Uma criança

ou uma pessoa pode vir caminhando à noite e cair no buraco. A desculpa que nos dão é sempre a mesma, as chuvas, mas este problema aqui é muito antigo”, destaca. O secretário de Atividades Urbanas, Eduardo Mendes, afirmou que a situação está complicada em vários pontos da cidade. “Estamos em uma operação para consertar os estragos feitos pela última chuva. Em dois dias choveu a média do mês, e isso deixou a situação séria na cidade. Estamos num trabalho de reconstrução, fazendo o levantamento, e já colocamos a Edson Cereser no cronograma”, garante. Conforme o Departamento de Água e Esgotos de Bagé (DAEB), o cano foi consertado antes do meio-dia.

dada até o final do mês. Meira salienta que a hipótese de contratação temporária até a realização do concurso e nomeação dos selecionados não está descartada. “O processo do concurso e nomeação dos aprovados deverá demorar cerca de 120 dias, por isso não está descartada a possibilidade do pedido de contratações temporárias para a Câmara de Vereadores”, encerra.

Cano rompe em rua do bairro Madezatti

Incidente ocorreu por volta das 10h

Projeto vencedor foi “Turismo sem limites”

Estudantes do Senac de Bagé levam 1º lugar em feira estadual Os alunos da escola do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) - Bagé, do curso técnico em Guia de Turismo, Fernando Fagundes Nogueira, Ana Lenir e Monyque Elenciza, foram os vencedores da feira estadual que reuniu unidades de todo o Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, nos últimos dias 12 e 13. O evento teve o objetivo de mostrar projetos sustentáveis em várias áreas dos cursos técnicos da escola. Os representantes do município apresentaram o projeto “Turismo sem limites”, que insere os deficientes visuais, adultos e crianças em atividades do turismo, como trilhas e visitas a prédios históricos.

A ideia disputou com mais 63 projetos e foi classificada para a próxima etapa, que reunirá estudantes de todas as escolas do Estado. “Esta foi em nível de Senac. Agora, vamos concorrer com todas as instituições”, destaca. Monyque conta que o grupo estava confiante e que teve mais certeza que ficaria entre os 10 quando chegaram no local. “Foram dois dias de apresentação do projeto e fomos muito elogiados”, conta. Ela diz que o diferencial da ideia é que ela une sustentabilidade, parte social e meio ambiente. A feira estadual ocorre de 16 a 18 de setembro e é classificatória para a fase nacional, que antecede a internacional.

“Nós ganhamos certificado e medalha. Mas o que mais vale é que vai enriquecer nosso currículo”, salienta. Com a expansão do projeto, os estudantes esperam que ele possa ser financiado em breve e que os deficientes visuais possam ter a oportunidade de viajar a baixo custo. “Nós dedicamos essa vitória à sala de recursos e à associação dos deficientes visuais”, aponta. No primeiro momento, o Senac deve patrocinar algumas atividades que envolvam a ideia premiada. Além das trilhas ecológicas e da visita ao Palacete Pedro Osório, o grupo pretende levar os deficientes para conhecer o Museu Dom Diogo de Souza.


SEGURANÇA

TERÇA-FEIRA

21

17 de setembro de 2013

Falta de conscientização é principal causa de acidentes

Fotos: Gleider Ayres / Especial FS

S

Pedestre tenta atravessar na faixa

Assustada, ela retorna à calçada

Pedestre desiste com medo de sofrer atropelamento

por Rochele Barbosa A morte da idosa Maria Ignácia Martins Rodrigues, de 76 anos, na noite da última sexta-feira, traz a tona novamente o tema de conscientização no trânsito e a falta de respeito a travessias de faixas de pedestres. A idosa e sua filha estavam atravessando a via, pela faixa de pedestres, em um trecho próximo à Agropecuária Tamanini, quando foram atropeladas por um Escort dourado. O motorista alegou que não viu as pedestres. Um carro havia parado para que elas passassem, o Escort não teria percebido isso e avançou. Maria Ignácia caiu e bateu a cabeça no chão. As pedestres foram socorridas pelo SAMU, mas, por volta das 4h, de sábado, Maria Ignácia morreu. Marta Helena sofreu apenas escoriações nos braços e joelhos. Segundo o secretário municipal de Transporte e Circulação, Antônio Arla da Silva, a falta de educação no trânsito é a principal causa de acidentes, como este em que a aposentada faleceu. “Há legislação para o trânsito e é eficaz, o que

falta é consciência, educação e cuidados no trânsito. Estamos desenvolvendo alternativas, mas a cultura do trânsito é atrasada. Há várias desculpas para não parar nas faixas”, explica. Silva destaca que a comunidade também reclama quando é autuada e apanhada cometendo irregularidades. “Dizem que há uma indústria de multas, reclamam das autuações, mas não se conscientizam que podem causar acidentes graves”, salienta. O secretário informa que mais oito sinaleiras serão implantadas no município. “Há regiões na área central onde o engarrafamento está grande. Teremos estas sinaleiras em locais estratégicos e necessários, como General Osório e Salgado Filho, General Osório e Monsenhor Costábile Hipólito, Presidente Vargas e João Teles, Bento Gonçalves e Caetano Gonçalves, Marechal Floriano e Alan Kardec, procurando melhorar o fluxo”, garante. Somente este ano mais de 380 acidentes com danos materiais foram regis-

trados. Também houve 186 acidentes com lesões e quatro mortes no trânsito, sendo duas por atropelamento de pedestres em faixas de segurança. “Estamos estudando possibilidades novas, lombadas eletrônicas e sinaleiras de pedestres, mas são alternativas, temos que ter pessoas mais educadas no trânsito, sem desculpas desnecessárias, como, não parei porque iriam me bater”, relata o secretário. A fiscalização da SMTC é composta por 19 agentes de trânsito, divididos em duas equipes e um agente na sala de rádio. “São para toda a cidade, acredito que este número seria somente para a Santa Tecla. Ouviríamos mais reclamações ainda, pois falta conscientização e acredito que só com multas teríamos mais respeito com as vidas no trânsito”, enfatiza o secretário. As avenidas mais perigosas de Bagé, de acordo com Silva, são Santa Tecla, Angélica Jardim, Padre Abílio Sponchiado, Gomes Carneiro e Rua do Acampamento. “Todas são asfaltadas, sendo que a Santa Tecla tem limite de velo-

Taxista acusado de estupro e exploração sexual está foragido A equipe de investigação da Delegacia de Polícia Civil de Dom Pedrito identificou crianças que estariam sendo abusadas e exploradas sexualmente por pedófilo local, entre elas, uma criança de 11 anos e outras de até 14 anos, caracterizando estupro de vulnerável e exploração sexual. O taxista, Luis Fernando Martins Gomes, de 57 anos, que já havia sido preso por exploração sexual de menores em flagrante pela Brigada Militar, no dia 27 de agosto, encontrava-se em liberdade. De acordo com os policiais civis, o homem levava crianças da periferia da cidade para sua residência, onde mantinha relações sexuais e pagava valores entre R$ 5 e R$ 10. Após várias diligências, entre elas gravações em vídeo e depoimentos, a delegada Marina Machado Dillenburg enviou ao Poder Judiciário o pedido de

prisão preventiva, que foi deferido. O inquérito policial que investiga os crimes ainda encontra-se em aberto na delegacia de polícia. Segundo Marina, a investigação já aponta cinco vítimas, com idades entre 11 e 14 anos, sendo que o número pode ser bem maior. “Há possibilidade de ainda serem identificadas vítimas com idades entre 9 e 10 anos”, explica. O taxista está foragido da Justiça, sendo que qualquer informação a respeito de seu paradeiro deve ser comunicada à polícia. Finalizando, a delegada de Dom Pedrito ressalta a possibilidade do indivíduo estar foragido em Bagé ou na região Serrana do Estado. “Quem souber informações do acusado, entre em contato com a Delegacia de Polícia Civil ou Brigada Militar”, encerra.

Divulgação/FS

Luis Fernando Gomes está foragido da Justiça e poderá estar em Bagé

Homem é posto em liberdade e descumpre medida cautelar Josué Belchior Pedrozo, de 23 anos, estava preso, em regime de prisão preventiva por furtos, em Pinheiro

Machado. Ele foi posto em liberdade há 15 dias e descumpriu medida cautelar da Polícia Civil. Segundo os policiais, o

juiz deferiu mais uma prisão preventiva e Pedrozo foi novamente preso. Ele está no Presídio Regional de Bagé.

Na madrugada de segundafeira, três locais da zona central de Pinheiro Machado foram ar-

rombados e furtados. De acordo com a Brigada Militar, houve duas tentativas de furto e um estabele-

cimento comercial teve uma gaveta com dinheiro furtada no centro do município.

Furtos e arrombamentos

cidade de 40 km/h, o que não é respeitado, falta consciência”, finaliza.

Semana do Trânsito

A semana do trânsito, este ano, acontece de 18 a 25 de setembro, e irá abordar o tema “Década Mundial de Segurança no Trânsito 2011 – 2020: álcool, outras drogas, segurança no trânsito - efeitos, responsabilidades e escolhas”, com o slogan “Sabe quem pode contribuir para um trânsito melhor? Você”. Com diversas palestras e presença do vice-governador, Beto Grill, a abertura na Escola Estadual Carlos A. Kluwe, às 9h30min, conta com mesa redonda com diversas autoridades: Detran, Prefeitura Municipal, Corpo de Bombeiros, Brigada

Militar, Comando Rodoviário, Polícia Rodoviária Federal, CAPS e presença da imprensa. Nos outros dias da semana, haverá panfletagem, shows, estande da Educação para o Trânsito (SMTC, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros), exposição de veículos acidentados, pintura da via pública com alunos de escolas da rede municipal em frente às instituições - sinais de trânsito, minitrânsito com participação de alunos das escolas e comunidade em geral, distribuição de material de educação para o trânsito, caminhada “Pela paz no trânsito”, participação do grupo “Corra e Viva” e comunidade em geral, com faixas, e pedalada pela paz no trânsito – em parceira com a Ciclo Regert.


22

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

ESPORTES Arquivo FS

Dupla tem necessidade de recuperação na nova fase

Espaço mais amplo no returno No primeiro turno da segunda divisão de profissionais, dois times classificaram-se por chave para as semifinais, culminando com os confrontos Sapucaiense x Tupi. Em casa, em jogo dos mais confusos, inclusive com denúncia de suposto caso de racismo de um bandeirinha, o Sapucaiense, do treinador bageense

Luciano Corrêa, ganhou de virada por 3x2. Vai precisar de simples empate em Crissiumal para assegurar a volta, em 2014, à Série A2. O Tupi, treinado por Paulo Henrique Marques, já conhecido dos torcedores locais, por trabalhado na dupla Ba-Gua, classifica-se com vitória simples. O returno começa no domingo,

com jogos dentro dos respectivos grupos. E, então, se classificarão os quatro primeiros de cada chave para as quartas de final. O campeão do segundo turno estará assegurado na antiga Divisão de Acesso em 2014. O vice decidirá a terceira vaga com o clube que ficar com a segunda colocação na primeira fase (Tupi ou Sapucaiense).

Desafios da dupla Ba-Gua O returno da segundona gaúcha começa no fim de semana, com os clubes enfrentando adversários da mesma chave. Assim, o Bagé vai enfrentar, no dia 22, o Rio Grande, no Pedra Moura; 25 de setembro, 15 de Novembro, em Campo Bom; 29, fora de casa contra o Três Passos: 6 de outubro, em casa, frente o Milan de Júlio de Castilhos; dia 9, o Bagé recebe o Guarani de Venâncio Aires; dia 13, fecha a participação no returno, jogando em Crissiumal,

diante do Tupi. Campanha no primeiro turno: 7 jogos, 2 vitórias, 2 empates e 3 derrotas, 5 gols marcados (Wesley, Fernandinho, Tainã Silva, Tiago Rocha e Alexandre Matão, um casa) e 9 sofridos. Foram utilizados 19 jogadores. Já o Guarany começa a nova fase dia 22 de setembro, fora de casa, contra o Sapucaiense; dia 25, recebe o 14 de Julho; 29 de setembro, outro jogo como mandante, enfrentando o Palmeirense; 6 de outubro, como visitante, frente o Marau; dia 9, outra vez

fora de casa, tendo como adversário o Garibaldi, culminando no dia 13 de outubro, quando, em casa, enfrentará o Nova Prata. Campanha no turno: 7 jogos, 2 vitórias, 1 empate e 4 derrotas, 7 gols marcados (Marcão, Ilson, Gêison, Marcelo Oliveira, Thiago Saraçol, Cléber Oliveira e Alan), com a utilização de 19 atletas. Novidades para o returno: treinador Ben-Hur Marchiori, jogadores Geo, Guilherme Costella (goleiros), Renato Saldanha (zagueiro) e Vinícius Queijinho (meia).


Terça-feira de tênis no Cantegril Clube

ESPORTES

TERÇA-FEIRA

23

17 de setembro de 2013

Novos destaques do judô Divulgação FS

Divulgação FS

Delegação bageense em Caxias

Diretor Júlio Lucas entre Maria Inês e Carla

O primeiro Torneio Aberto de Duplas, promovido pela nova diretoria do Cantegril, sob a liderança de Heloísa Madeira, terá sua conclusão nesta terça-feira, no ginásio do clube, com o complemento da segunda categoria masculina. Coordenado pelo diretor de tênis do CCB, Júlio

Lucas, o torneio teve, na primeira categoria masculina, vitória de Rinaldo Carvalho/Leonardo Marinho; em segundo, Paulo Alves/Leandro Ávila. Na terceira categoria, os campeões foram Fernando Menezes/ Bruno Pichler, com João Gervásio/ Beto Gervásio na segunda posição.

No naipe feminino, primeira categoria, as vencedoras foram Maria Inês Belleza/Carla Larini; em segundo, Veveca Madeira/ Márcia Lemos. Além do Cantegril, os jogos também foram realizados no ginásio do Círculo Militar de Bagé.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal da Juventude, Esporte e Lazer e coordenado pela professora Maísa Tolledo Moreira, o Projeto Descobrindo Talentos continua estendendo suas atividades. Agora, volta-se também ao judô, em parceria com o Kodokan. No fim de semana, a equipe participou, em Caxias do Sul, da Super Copa, levando uma delegação de 23 atletas, sob o comando técnico do professor Júlio Costa. Os destaques ficaram por conta

de Diovana Coutinho, sub-13, e Kevin Alvira, infantil, ambos com medalhas de prata, enquanto João Pedro Fialho (mirim) e Guilherme Garcia (sub-18) conquistaram bronze. A disputa serviu de seletiva na categoria sub-13 para o miting programado para novembro, em Santa Catarina, participando, também, judocas do Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo. Na Super Copa, a próxima fase será em outubro, na cidade de Venâncio Aires.

Resumo esportivo BRASILEIRÃO – Pela Série A, Grêmio 0x1 Atlético Mineiro, Criciúma 0x1 Internacional, Vasco da Gama 0x2 São Paulo, Corinthians 1x2 Goiás, Coritiba 2x2 Bahia, Santos 1x2 Botafogo, Ponte Preta 1x1 Flamengo, Vitória 2x1 Náutico. Principais colocações: Cruzeiro, 46 pontos; Botafogo, 42; Grêmio, 37; Atlético Paranaense, 35; Inter, 34. Na zona de rebaixamento, Vasco, 24; Portuguesa, 22; Ponte Preta, 16; Náutico, 9 pontos. BRASILEIRÃO (II) - Grêmio volta a jogar em casa, amanhã, às 19h30min, contra o Santos. Já o Inter, enfrenta o Bahia, em Salvador, na quinta, às 21h. BRASILEIRÃO (III) – Série B continua hoje com Chapecoense x Figueirense, América Mineiro x Icasa, Sport Recife x Guaratinguetá, Atlético Goianense x São Caetano, Ceará x Oeste, Paraná x Paysandu, Avai

higinobage@yahoo.com.br

x Palmeiras, ASA x Boa Esporte, América de Natal x Joinville. Líder o Palmeiras, 49 pontos, seguido pela Chapecoense, 43; Joinville, 40; Paraná Clube, 39. BRASILEIRÃO (IV) – Jogo de ida pelas semifinais da Série D, Metropolitano (SC) 2x2 Juventude. Partida de volta será no fim de semana, em Caxias do Sul, e o vencedor estará garantido na Série C em 2014. COPA REGIONAL – Pelotas garantiu vaga na decisão do primeiro turno do zonal Sul-Fronteira, ganhando por 3x1 do Farroupilha. Na região Metropolitana, o Novo Hamburgo empatou em um gol com o Internacional e decidirá o título da primeira fase contra o Aimoré. VETERANOS – Na classificação da categoria master, 50 anos, da Liga Bageense, divulgada ontem, não constou, por um lapso, o Nacional, que tem 22 pontos, igual ao Juventus, mas perdendo nos critérios de desempate.

14/9/13

FEDERAL

1º 51.173 2º 92.664 3º 33.662 4º 83.226 5º 59.623 MEGA-SENA Nº 1530

LOTOFÁCIL Nº 955 01 02 04 05 07 09 10 11 12 13 14 16 18 21 24 QUINA

10 16 28 33 48 53

3291 14 32 59 66 69

LOTOMANIA

DUPLA-SENA

Nº 1383 08 09 14 25 27 31 39 43 46 47 58 59 62 66 73 74 87 90 95 96

Nº 1211 Primeiro sorteio 09 12 19 21 30 38 Segundo sorteio 05 07 14 23 35 36


www.jornalfolhadosul.com.br

BAGÉ, TERÇA-FEIRA, 17 DE SETEMBRO DE 2013

Gaúcho

FOLHA SUL


FOLHASAÚDE

BAGÉ, TERÇA- FEIRA, 17 DE SETEMBRO DE 2013 - Ano 1 - N° 56

Diabetes: tudo sobre a doença que

mais atinge a população A diabetes é uma disfunção do metabolismo, ou seja, a maneira com que o organismo usa a digestão dos alimentos para crescer e produzir energia. A maioria dos alimentos que ingerimos é quebrada em partículas de glicose, um tipo de açúcar que fica no sangue. Esta substância é o principal combustível do corpo. Depois da digestão, a glicose passa para a corrente sanguínea, onde é utilizada pelas células para crescer e produzir energia. No entanto, para que a glicose possa adentrar às células, ela precisa da ajuda de uma outra substância, a insulina. A

insulina é um hormônio produzido no pâncreas, uma grande glândula localizada atrás do estômago.Quando nos alimentamos,o pâncreas produz, automaticamente, a quantidade certa de insulina necessária para mover a glicose do sangue para as células do corpo. Nas pessoas com diabetes, porém, o pâncreas produz pouca insulina ou então as células não respondem da forma esperada à insulina produzida.O que acontece? A glicose do sangue vai direto para a urina sem que o corpo se aproveite dela. Ou fica no sangue, aumentando o que se chama de glicemia (concentração de glicose)

e também não é aproveitada pelas células. Deste modo, o corpo perde sua principal fonte de combustível, pois há glicose no sangue, mas ela não pode ser jogada fora sem ser utilizada. Nesta edição, será apresentado como funciona a diabetes,prevenção, cuidados e novas alternativas de tratamento, além de conhecer a história de um paciente com esta enfermidade. No Folha Saúde na Medida você irá conferir como está o tratamento com as emoções com a psicóloga Adriana Torma e a terapia da obesidade.


2

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

SAÚDE

Diabetes: causas, tipos,

exames e tratamentos A diabetes, na verdade, não se trata de uma doença única, mas de um conjunto de doenças com uma característica em comum: aumento a) Diabetes tipo I – o pâncreas produz pouca ou nenhuma insulina. A instalação da doença ocorre mais na infância e adolescência e é insulinodependente, isto é, exige a aplicação de injeções diárias de insulina; b) Diabetes tipo II – as células são resistentes à ação da insulina. A incidência da doença que pode não ser insulinodependente,

da concentração de glicose no sangue provocado por duas diferentes situações, descreve a médica endocrinologista, Mônica Lovatto: em geral, acomete as pessoas depois dos 40 anos de idade; c) Diabetes gestacional – ocorre durante a gravidez e, na maior parte dos casos, é provocado pelo aumento excessivo de peso da mãe; d) Diabetes associados a outras patologias como as pancreatites alcoólicas, uso de certos medicamentos, etc.

De acordo com a endocrinologista, os sintomas mais frequentes da diabetes tipo 1, são urinar com frequência, muita sede e uma perda de peso abrupta. “Neste caso a doença aparece entre os 5 e 20 anos de idade. A a doença é no pâncreas unicamente, há um futuro promissor e possivelmente uma cura, o tratamento é direcionado também”, explica. Mônica conta que já a diabete do tipo 2

é mais frequente e aparece com o tempo em pessoas que não se alimentam corretamente, que possuem gordura abdominal e também somam fator de hereditariedade. “Pode ocorrer em qualquer idade, sendo mais frequente em idosos e adultos, pois há células resistentes à ação da insulina. O tratamento é com dieta e exercícios regulares, alguns chegam a não utilizar insulina durante um bom tempo”, ressalta.

Sintomas

Fatores de risco

* Poliúria – a pessoa urina demais e, como isso a desidrata, sente muita sede (polidpsia); * Aumento do apetite; * Alterações visuais; * Impotência sexual; * Infecções fúngicas na pele e nas unhas; * Feridas, especialmente nos membros inferiores, que demoram a cicatrizar; * Neuropatias diabéticas provocada pelo comprometimento das terminações nervosas; * Distúrbios cardíacos e renais.

* Obesidade (inclusive a obesidade infantil); * Hereditariedade; * Falta de atividade física regular; * Hipertensão; * Níveis altos de colesterol e triglicérides; * Medicamentos, como os à base de cortisona; * Idade acima dos 40 anos (para o diabetes tipo II); * Estresse emocional. Gleider Ayres

Médica endocrinologista Mônica Lovatto

Como a doença se desenvolve

A endocrinologista também ressalta que o crescimento da doença é muito alto. “Cerca de 10% da população do Rio Grande do Sul tem diabetes, a grande maioria do tipo 2. A preocupação, hoje, é com as crianças, o crescimento da doença entre elas é gigantesco. Acredito que vários fatores levam a isto, pois a alimentação é mais rica em carboidratos e doces. As atividades físicas são mais restritas, com o mundo da informática, as crianças não se movimentam mais como antes”, ressalta. Mônica também destaca que os tratamentos estão avançando, há medicamentos modernos e também aliados a dieta e exercícios que garantem qualidade de vida muito melhor. “A insulina é um medicamento que só auxilia o paciente diabético, não causa dependência e é necessária. Aliada à dieta bem balanceada e a exercícios físicos ade-

quados, o paciente ficará muito bem e terá uma qualidade de vida excelente. Sempre digo que há pacientes diabéticos que morreram de outras causas e não da diabetes é só se cuidar”, afirma a especialista. Os exames que detectam a doença são de anticorpo, antiinsulina e antigad, sendo dois positivos é indicativo de diabetes tipo 1, conta a médica. “Se descartada a hipótese, o paciente não terá o desenvolvimento da doença”, relata. Finalizando, a médica endocrinologista ressalta que a maior causa de cegueira, amputações e hemodiálises são em pacientes diabéticos. “É uma doença que causa problemas sérios se não tratada, precisa sempre ter acompanhamento médico e nutricional, além de exercícios regulares para que problemas maiores não aconteçam”, finaliza.


SAÚDE

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

3

Alimentação saudável para diabéticos

A

alimentação tem papel fundamental tanto na prevenção, quanto no tratamento da Diabetes, visto que é uma doença crônica (ou seja, não tem cura), explica a nutricionista, Ângela Nicoloso. Segundo ela, o paciente diabético deve procurar um nutricionista, pois ele é o profissional capacitado para prescrever um plano alimentar adequado específico e individual, analisando o estado geral do paciente e seus níveis de glicemia. “Sabendo da condição do paciente, a dieta é direcionada e organizada para o tratamento individual”, explica. Ângela conta que a retirada total do açúcar em pacientes diabéticos já é informação antiga, visto que hoje o diabético pode utilizar o açúcar (sacarose), mas não isoladamente. “É preciso seguir algumas recomendações para que o consumo seja após determinadas refeições que contenham fibras, para diminuir o índice glicêmico da refeição. A quantidade de sacarose da dieta não pode ultrapassar 10% das calorias diárias totais ingeridas”, conta. Muitos profissionais, às vezes, prescrevem a retirada do açúcar visando que o paciente está utilizando indiscriminadamente, ou seja, sem moderação, acrescenta a nutricionista. “É importante salientar que doces e açúcares não possuem fibras, vitaminas ou minerais e, além disso, mesmo que em pequenas porções, contém muitas calorias, podendo conduzir ao ganho de peso”, argumenta. Por volta de 1980 as Associações Americana e Britânica de Diabetes -abandonaram a antiquada estratégia de dietas restritas em carboidratos, visando dieta controlada em gorduras, porém mais rica em carboidratos complexos e fibras alimentares. A especialista também relata que existem vários métodos pelos -quais as pessoas com diabetes podem planejar sua alimentação e manter os -níveis de glicemia o mais próximo do enormal possível. Um desses métodos é a Contagem de Carboidratos. “A Contagem de Carboidratos é uma es-tratégia nutricional, onde contabiliza-se oas gramas de carboidratos consumidos nas refeições e lanches, com o objetivo de manter a glicemia dentro de limites convenientes”, salienta.

Quando o paciente entende como contar carboidratos, ele tem uma maior variedade na escolha dos alimentos que compõem o seu plano alimentar. E também, pode controlar a glicemia mais precisamente, destaca Angela Nicoloso. Os pacientes devem observar sempre o Índice Glicêmico dos Alimentos – Este índice tem relação com a velocidade da digestão da glicose e sua entrada nas células. Carboidratos simples possuem alto índice glicêmico, ou seja, fazem o açúcar no sangue disparar após a ingestão. Alimentos integrais que são ricos em fibras possuem baixo índice glicêmico, por isso são mais indicados para os diabéticos. Angela também enfatiza que combinar alimentos que não disparem a glicose. Por exemplo: um copo de suco de frutas acompanhados de uma fatia de queijo branco. (Combinação de carboidrato com proteína, torna a digestão mais lenta, evitando pico de hiperglicemia). “O Fracionamento das refeições também é muito importante, alimentar-se de 3 em 3 horas, evitando assim quedas de hipoglicemia”, esclarece. Diminuir o consumo de gorduras ruins, portadores de Diabetes com excesso de peso devem reduzir a quantidade de gorduras na dieta por serem extremamente calóricos. A redução do peso corporal resultará na melhora da ação da insulina e consequentemente do controle glicêmico. “O consumo de proteínas, por regra geral é de 15 à 20% do valor calórico total, procurar dar preferência as carnes magras, como frango e peixes”, informa a nutricionista. Cuidar com alimentos DIET, pois podem ser isentos de açúcar (ou outro componente) mas recheados de gorduras e calorias. Observar sempre a informação nutricional presente no rótulo. “Moderar no consumo de álcool, principalmente de estômago vazio, pois provoca também a hipoglicemia”, conta Angela. Finalizando a especialista nutricional da Clinipampa garante que o exercício físico deve ser prescrito de forma individualizada e faz parte do tratamento da diabetes. “O maior objetivo da terapia nutricional é o controle glicêmico. Assim, a automonitorização domiciliar se torna imprescindível”, encerra.

Consumo de proteínas, por regra geral, é de 15 a 20% do valor calórico total, procure dar preferência às carnes magras, como frango e peixe

Maior objetivo da terapia nutricional é controle glicêmico


4

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

SAÚDE

Vinte e quatro horas com diabetes

H

á 10 anos convivendo com a diabetes tipo 1 que não é causada por fatores hereditários, mas sim por uma disfunção no pâncreas -, a advogada e gerente financeira, Glauce Belise Machado Zamberlan, diz que lidar com a doença não é fácil. O mais complicado é o cuidado diário e permanente que a diabetes exige. A descoberta ocorreu um ano depois que seu primeiro filho nasceu. Com 22 anos começou a sentir alguns sinais da doença. “Eu tinha muita sede, perdi peso e a minha visão ficou turva. E eu também me sentia cansada”. Por estranhar tais sintomas, Glauce foi procurar um médico. Depois de exames de rotina, foi diagnosticado que sua glicose estava muita alta e o profissional a encaminhou para um médico especialista. Quando olhou os exames logo identificou que era diabetes. Porém, a notícia foi dada de uma forma inadequada. “Ele me disse que eu tinha diabetes e que teria que tomar insulina”. A gerente financeira questionou o médico sobre quanto quanto tempo deveria manter a medicação. “Eu me lembro bem das palavras dele: como assim por quanto tempo? Para o resto da vida. Tu nunca ouviu falar em insulina?”. A notícia recebida dessa maneira prejudicou o tratamento da paciente, que na primeira aplicação desmaiou. “Eu desmaiei de nervosa. Não sabia que a insulina se tomava por injeção no umbigo”. Ela recorda

que não tinha informações sobre a doença e achava que a diabetes só dava em pessoas velhas, antes de morrer. “Eu não sabia que também era uma doença de jovens”. Por insegurança e pelos comentários, a advogada resolveu procurar uma outra opinião e encontrou. Outro médico discordou do primeiro especialista e afirmou que ela não precisava tomar insulina, mas outra medicação. A adaptação a fez passar mal e a impediu de seguir na amamentação do filho. “O remédio era para o tipo 2 da diabetes e eu comecei a perder muito peso”. Na procura de uma terceira opinião, já que ela não se adaptou aos remédios indicados, foi constatado que o primeiro diagnóstico era o correto. A partir de então, Glauce começou a tomar a insulina seis vezes por dia. Apesar de parecer um excesso, ela explica que a diferença para as pessoas que tomam duas doses por dia é que ela toma a quantidade fracionada para evitar os picos de glicose. “Diferentemente de muita gente que eu conheço, eu nunca fui parar no hospital nesses 10 anos. Estou conseguindo me manter bem”. Um aspecto que a incomoda na doença é o cuidado constante. Mesmo quando vai viajar, é preciso estar sempre com o aparelho de medição de glicose em mãos e carregar o isopor com as doses de insulina. “Eu não posso relaxar nunca. Tenho que estar sempre de olho na minha glicose”. Fernanda Mendonça

Glauce convive há 10 anos com a doença

“Vira rotina medir a glicose e tomar a insulina, é como escovar os dentes”

Alimentação exige cuidados Os exames feitos regularmente dão tranquilidade à paciente que consegue manter estáveis as taxas como colesterol e pressão alta. Para ter esses resultados, apesar de algumas escapadinhas, Glauce tem uma alimentação equilibrada e evita doces e carboidratos, que acabam se transformando em açúcar, e opta pelos produtos diet. “As pessoas acham que os diabéticos só não podem

comer doce, mas nós não podemos comer nada. Não podemos misturar arroz com batata, por exemplo”. A gerente brinca, dizendo que a diabetes é doença de rico, já que uma alimentação com a ingestão de comidas diets, acaba se tornando mais onerosa. “ No início, eu queria comer tudo que comia antes. Aí, comprava tudo diet, mas depois vi que não dava. Então comecei a adap-

tar a minha alimentação conforme o meu orçamento”. Outra preocupação é o olho, já que a doença pode causar a perda progressiva da visão. Porém, até então, ela relata que não teve problemas. “ Eu fiquei anos sem fazer o exame de fundo de olho de medo que desse alguma coisa. Mas fiz e o oftalmologista disse que meu olho está limpo”, comemora.


SAÚDE

O desafio da gravidez Mesmo não sendo aconse- da insulina que eu tomava”. lhada por sua médica, Glauce quis A alimentação também receter outro filho. A gravidez era de beu atenção adicional, de duas em risco por causa da diabetes. “Eu duas horas ela precisava comer. “Eu estava ciente do risco, mas mesmo colocava o relógio para despertar às assim fiz tratamento hormonal 3h para comer alguma coisa”. Ela diz para engravidar. Eu queria ter que apesar de ter sido bom ter outro outro filho”. Durante a gestação o filho, ela não aconselha a gravidez cuidado foi redobrado e a glicose para as mulheres diabéticas. O bebê era verificada seis vezes por dia. nasceu de oito meses, com 4,8 kg, o “A minha glicose baixava muito que é normal em casos de filhos de porque o bebê absorvia uma parte mães diabéticas.

5

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

Exercícios que previnem e

melhoram a qualidade de vida O Pilates é um dos exercícios de alongamento mais completo para o corpo humano. Indicado para os pacientes diabéticos, a qualidade de vida se dá com a prática de exercícios que fortalecem a musculatura e também auxiliam na diminuição da taxa de glicose. Segundo a fisioterapeuta Andrea Calvete, com o pilates a melhora da utilização da glicose se dá pelos músculos alongados com o exercício.

“Atividade proporciona um bem-estar, em equilíbrio entre o corpo e a mente e também diminuindo, o nível do estresse”, garante. Andrea também ressalta que o ganho de massa muscular e alongamento promove melhor absorção da glicose. “Reduzindo a hiperglicemia, o Pilates aumenta a massa magra dos músculos auxiliando na redução do peso. Tudo isto aliado a uma boa dieta e tratamento

com a endocrinologista”, explica. A prática de atividade física resulta no controle mais eficaz dessa doença, que se caracteriza pelo aumento do nível da glicose (açúcar) sanguínea, e das muitas complicações, principalmente vasculares, dessa elevação indesejada. Podemos dividir os benefícios de curto prazo (imediato) e aqueles que virão a longo prazo com o treinamento. Cristiano Lameira

Aplicação da insulina é feita seis vezes por dia

Momentos difíceis Depois que começou a tomar a insulina ela descobriu que se adaptava somente com um tipo da medicação (cujas doses mensais custam R$ 300). Como financeiramente era inviável arcar com a despesa, Glauce acionou o Estado na justiça e conseguiu a permissão para receber a insulina gratuitamente. Mas como acontece com a grande maioria dos pacientes que recebem a medicação, em algumas vezes ela acaba não vindo no prazo previsto. Nesses casos, Glauce opta por comprar a medicação, pois já viu amigos entrarem em coma por esperar pela chagada da insulina.

“Eu compro, mesmo que seja no cartão de crédito, depois eu vejo como pagar”. Porém, a cada entrega da insulina em mãos o alívio vem. “ Todas as vezes que eu vou lá e saio com as fitas e com a insulina é como se me tirasse um peso das costas”. A tensão que o fato acaba ocasionando também é um impulsionador para a suba da glicose. “O psicológico, muitas vezes, influencia mais que a alimentação”. A advogada relata que é impossível passar a vida inteira sem se estressar, mas que, além de todo o esforço, é preciso se manter calma para controlar os níveis da glicose.

A gerente avalia que muitos pacientes acreditam que a diabetes é o fim da vida. Porém, para ela, tudo depende da maneira como é encarada. “Vira rotina medir a glicose e tomar a insulina. É como escovar os dentes”. Glauce

enfatiza que não deixa de fazer nada por causa da diabetes, mas confessa que se sente insegura se está longe da insulina. “Nós tornamos escravos da medicação. Mas é preciso aprender a conviver com a doença”

Apesar dos pesares

Expediente Reportagens: Fernanda Mendonça e Rochele Barbosa

Esta edição semanal é encartada no Jornal FOLHA DO SUL GAÚCHO e não pode ser vendida separadamente. Editor-geral: Glauber Pereira E-mail: rochelebarbosa@gmail.com Fotos: Divulgação Diagramação: Cristiano Lameira Revisão: Taisa Soares

Reduzindo a hiperglicemia: Pilates aumenta a massa magra dos músculos

Curto prazo Efeitos chamados metabólicos, como aumento da ação da insulina (que metaboliza o açúcar disponível no organismo), aumento da captação de glicose pelos músculos, o que melhora na sua performance e, finalmente, a diminuição da glicose sanguínea.

Longo prazo Incremento das funções cardiorrespiratórias, aumento do colesterol bom (HDL), redução do colesterol ruim (LDL), dos triglicérides, da gordura corporal, melhor controle da pressão arterial, diminuição da ansiedade e depressão e, principalmente, uma importante redução no desenvolvimento de complicações relacionadas às doenças cardiovasculares.

Andrea destaca que a quantidade ideal de exercícios a serem realizados deve ser individualizada, respeitando as condições físicas e presença de complicações decorrentes do diabetes, através da avaliação médica e da equipe multiprofissional, criteriosa. “O Pilates é um exercício completo e auxilia em todos os aspectos. Se com esta doença o paciente tem articulações e musculatura atingidos, é bom manter a forma”, finaliza.


6

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

SAÚDE

Emoções influenciam

comportamento alimentar

P

ara complementar o desafio do caderno Folha Saúde na Medida, a psicóloga especialista em terapia para a obesidade, Adriana Torma, auxilia as repórter a lidar com as emoções, já que muitas vezes, se os sentimentos estão desorganizados, se o nível de estresse e ansiedade é alto, a fuga pode ser a comida. Portanto, a ajuda é bem-vinda, pois não adianta contar com um programa de alimentação equilibrado, se internamente não há equilíbrio. De acordo com a especialista, o comportamento alimentar deveria estar relacionado com os mecanismos de fome e saciedade: “a pessoa se alimentaria só quando tivesse fome. Porém, nem sempre isso acontece. O fato é justificado, pois existem uma série de fatores emocionais, como a ansiedade, o estresse, os estados de humor depressivos que vão influenciar de forma negativa no comportamento alimentar. Adriana lembra que por vezes a comida assume o papel de redutor de ansiedade, como nos casos em que a pessoa come mesmo não estando com fome. Esse comportamento funciona como uma forma de aliviar o estado emocional, obtendo

uma fonte de prazer temporária. “Se a ansiedade não for tratada, ela vai continuar utilizando este mecanismo para obter satisfação imediata”. O que acarreta num ciclo vicioso, porque enquanto deseja ter uma alimentação saudável, a pessoa é, também, confrontada com estes acessos de “gula”. Nas orientações nutricionais que visam o emagrecimento, o paciente “sabe” o que fazer e o que comer, mas sente-se impotente para fazê-lo. Algo mais forte que sua vontade o impede, esclarece a psicóloga. “Come sem fome, sabendo que não deveria fazê-lo. Ao comer, tem um alívio provisório da sensação negativa de ansiedade”. Só que volta reforçada pela culpa, levando a comer mais para tornar a diminuir a tensão. Portanto, as probabilidades de sucesso se elevam consideravelmente se ao longo de um tratamento nutricional e de reeducação alimentar, também existir um acompanhamento psicológico. “O objetivo é permitir a alteração de comportamentos que conduzam a uma melhor qualidade de vida, que é essencial não só na perda de peso, como na manutenção ao longo da vida”.

Transtornos alimentares e a infância Grande parte dos transtornos alimentares têm suas raízes nas mais tenras idades, na relação da criança com o seu meio, o que inclui as pessoas que cuidam dela e as condições externas, contextualiza Adriana. A comida é associada, durante essa fase, ao amor. “Uma criança ansiosa é, muitas vezes, confortada com guloseimas, sendo usado variados tipos de alimentos para distraíla”. Como nas situações de choro intenso, irritabilidade, mal-estar físico e momentos tensos de tomar remédios e injeções. “A comida diminui o sofrimento e passa a ser uma recompensa pelo sofrimento vivenciado”. Logo, a criança experimenta as sensações e emoções de maneira distorcida aprendendo a evitá-la através da

comida. Dessa forma, desenvolve-se, um mecanismo de compensação para evitar frustrações, decepções e desconforto emocional. Caso esse comportamento aconteça constantemente, ou seja, se a cada frustração ou decepção a criança for consolada com alimentos, há o risco de se ter um adulto que na tentativa de encontrar apoio e amor, se volte para a comida - uma tentativa de satisfazer suas carências afetivas. Portanto, o destaque para a importância de investigar os motivos pelos quais se come, em um terapia que busque as lembranças da infância e estabeleça essa relação entre o prazer e a comida. “Para fazer as pazes com balança, é fundamental estar em paz consigo mesmo”.

Rochele Barbosa

Psicóloga diz que é preciso buscar respostas na infância

Pergunta do leitor Pergunta O leitor do FOLHA SAÚDE, Luis Cândido de Llano Albano, questionou a nutricionista Ana Paula Rocha Nicoloso e, hoje, publicamos a resposta. Albano ressaltou que Devido a contradições que tem escutado e lido na imprensa, pergunta

a) É saudável comer frutas (em especial) cítricas, após as refeições? b) Qual a melhor hora para comer frutas? c) Existe incompatibilidade em tomar algum remédio com suco de frutas?

Ana Paula Rocha Nicoloso - Nutricionista As frutas são sempre bem-vindas. O que sempre gosto de deixar claro é que existem as individualidades bioquímicas e códigos genéticos, o que é bom para uns nem sempre é para todos. O abacaxi (uma fruta ácida), por exemplo, é rico em vitamina C, participa no metabolismo das gorduras e do colesterol, ajuda absorver o ferro e promove a produção de aminoácidos e colágeno. Devido a sua alta concentração em enzima digestiva bromelina, sugiro sua ingestão quando a refeição for combinada com proteína animal.

As Cítricas (laranja, bergamota...) não são aconselhadas quando existir enxaqueca sem investigação da causa, candidíase, gastrite... Para indivíduos saudáveis eu sempre aconselho frutas na hora em que a fome prevalece. Estudos demonstram que os sucos de frutas interferem na absorção de alguns medicamentos. O indicado é consumir o medicamento simplesmente com água pura. Por exemplo, todas as pesquisas recentes mostram que remédio não pode ser consumido com suco nem nada.

Resposta


Oitava semana do projeto Folha Saúde na Medida

Ansiedade tira foco da dieta

por Rochele Barbosa E então, tudo está diferente. Só elogios e muita realização. Essa oitava semana, na qual estaremos completando dois meses de projeto, foi muito boa, com diversas alimentações novas, pratos diferentes, além dos demais serviços dos parceiros que deixam a autoestima lá em cima. Eu estou a cada dia mais feliz. Não sinto mais dores de estômago que eram frequentes, também não sinto fome, pois a alimentação do restaurante Tempero e Saúde é muito rica em saúde e a Ana Paula Rocha Nicoloso tem um cuidado todo especial. A psicóloga ajuda nas emoções, descobri o porque eu gostava e

gosto tanto de carne vermelha, também estou mais serena com meus sentimentos. A estética no salão da Nani Narciso me deixa cada dia mais feliz e me sentindo mais bela, as unhas bem feitas, cabelos renovados, depilação e limpeza de pele fazem minha autoestima e meu humor estarem melhor. As medidas já estão bem reduzidas, roupas servindo e começando a gostar mais de aparecer em fotografias. Vamos em frente que ainda faltam meses de tratamento e cuidados, contamos com vocês leitores, venham fazer da sua vida uma alegria com a auto-estima elevada.

por Fernanda Mendonça Quase dois meses depois do início do desafio, a sensação é de leveza, no sentido literal da palavra. O dia a dia se torna mais tranquilo, pois No dia 22, completa-se a marca de dois meses de projeto. E mais do que a alimentação adequada que traz bem-estar, vem a consciência tranquila por não estar acelerando a possível chegada de um ataque cardíaco, hehe. O entendimento da origem da vontade de comer é algo que realmente enriquece e faz acreditar que a possibilidade de voltar a engordar diminui a cada sessão de terapia com a Adriana Torma. Eu que sempre estive acima do peso, desde muito pequena, estou aprendendo a identificar em quais momentos eu tenho aquela vontade de comer, principalmente doce. Se é na hora da raiva, da tristeza ou da felicidade. Tudo isso, a gente passa a entender quando remexe no passado, recordando como era a relação com a comida. Quem me alimentava, o que

eu comia, quando eu comia. Todas essas questões são importantes para saber de onde vem a vontade e, assim, controlar a ansiedade. Fora que como já diz uma amiga querida, todo mundo devia nascer com terapia paga para o resto da vida. o costume com a alimentação se dá a cada semana que passa. Portanto, não tem mais aquela coisa de ficar controlando os horários ou de pensar que tem comer tal alimento. A internalização do cardápio e a fome na hora exata é quem avisa o que se vai comer. A prática do exercício físico também se torna mais leve, pois deixa de ser obrigação para fazer parte da rotina. Ainda mais se tratando de exercícios praticados na água que, por mais cansaço que dê na hora, ele não se prolonga e não traz aquela dor desagradável que outros trazem. Não tem essa história de ficar com dor nas pernas ou nos braços. Depois do banho, é recuperação total e se está pronta para encarar um dia cheio de trabalho.

SAÚDE

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

Coluna Senac Saúde e Trabalho

A prática que leva à prevenção? Prevenir incêndios é tão importante quanto saber apagálos ou mesmo saber como agir corretamente no momento em que eles ocorrem. Início de incêndio e outros sinistros de menor vulto podem deixar de transformar-se em tragédia, se forem evitados e controlados com segurança e tranquilidade por pessoas devidamente treinadas. A prudência também é outro fator primordial no combate aos incêndios. Qualquer instalação predial deve funcionar conforme as condições de segurança estabelecidas por lei, que vão desde a obrigatoriedade de extintores de incêndios, hidrantes, mangueiras, registros, chuveiros automáticos (sprinklers) e escadas com corrimão. Entre esses equipamentos, o mais utilizado nocombate a incêndios é o extintor, que deve ser submetido à manutenção pelo menos uma vez por ano, além de adquirir e conservar os equipamentos de segurança, saber manuseá-los e ensinar a todos os trabalhadores como acionar o alarme, funcionar o extintor ou abandonar o recinto, quando necessário, sem provocar tumultos. Com isso, torna-se importante o treinamento prático na utilização dos equipamentos de primeira intervenção (extintores, hidrantes), como o realizado pela turma do SENAC – PRONATEC do Curso Técnico em Segurança do Trabalho, nas dependências do Departamento de Água e Esgotos de Bagé – DAEB, no dia 22/08/2013, e assim, disseminar a utilização destes equipamentos para atendimento ao principio de incêndio, aliando teoria a prática e, principalmente preparando pessoas aptas a agirem com presteza Felipe Augusto Ferro Erig – Téc. Segurança do Trabalho e Engenheiro de Produção CREA/RS - 195137

7


FALA DOUTOR

TERÇA-FEIRA 17 de setembro de 2013

Pilates + TRX + Bosu = combinação ideal Gleider Ayres

O

Objetivo principal é melhorar condição física com exercícios cardiovasculares, que aliam força e flexibilidade

TRX é um sistema completo de treinamento feito com o peso do próprio corpo, parcialmente suspenso através de faixas, que permitem centenas de exercícios funcionais. Eles influenciam todos os níveis de habilidade, dependendo do objetivo e da capacidade do praticante. Quem está utilizando o aparelho consegue escolher o nível de dificuldade do exercício, simplesmente por modificar a posição do próprio corpo, não necessitando usar pesos adicionais. O treinamento com o Bosu é de origem americana,

tendo a aparência de uma bola cortada ao meio. Muito versátil, é bastante utilizado nas aulas de Pilates, sendo seu maior benefício causar uma instabilidade durante a prática dos exercícios. Com esse desequilíbrio, recrutamos os músculos mais profundos, essenciais para estabilidade do corpo. O objetivo principal é melhorar a condição física do praticante em exercícios cardiovasculares, que aliam força e flexibilidade. Atualmente o Pilates é tido como uma das atividades mais completas, capaz de modelar o corpo sem gerar desgastes, mesmo com exercícios

aparentemente suaves, os movimentos realizados no Pilates proporcionam o alongamento e fortalecimento do corpo de forma integrada e individualizada, além de melhorar a respiração, diminuir o stress, desenvolver consciência e equilíbrio corporal, melhorar a coordenação motora e a mobilidade, além de trabalhar o relaxamento e equilíbrio muscular. Os exercícios são de baixo impacto e poucas repetições, proporcionando resultados eficazes, indicados para todas as faixas etárias e níveis de condicionamento. Aliar o Pilates + TRX + Bosu em uma única aula

torna-a mais dinâmica, eficiente e divertida. A combinação estimula intensamente a consciência corporal e o posicionamento do corpo, por exigir equilíbrio muscular, controle, força e alongamento trabalhados conforme o nível de condicionamento.

Consultório de Fisioterapia e Pilates Fone: 3247-4316 Equipe de profissionais: Ft. Márcia Móglia Suñe Ft. Patrícia Pedra Villela Ft. Ionara Zavarese Hoffmeister Ft. Gabriele Guarentti Ft. Elusa Mattos Ft. Danielle Dias


Folha do Sul Gaúcho Ed. 1030 (17/09/2013)