Page 1

IMPASSE Vereadores adiam decisão sobre abertura de contratos emergenciais e servidores reclamam atraso de convênios de saúde com Urcamp

CPI Câmara Municipal institui Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar irregularidades na Barragem da Arvorezinha Caio Ferreira, Edimar Fagundes, Cláudia Souza, Antenor Teixeira e Esquerda Carneiro

Página 7

Páginas 6 e 10

www.jornalfolhadosul.com.br

Gaúcho

FOLHA SUL

R$ 1,50

BAGÉ, TERÇA-FEIRA, 9 DE JULHO DE 2013 - Ano 3 - N° 970

Cerca de 500 trabalhadores que atuam na Fase C reclamam atraso nos pagamentos

Funcionários de empresa terceirizada paralisam serviços em Candiota

Antonio Rocha

Cerca de 500 funcionários da empresa Eletromecânica Silvestrini (EMS), que trabalham na Usina Termelétrica Presidente Médici, em Candiota, paralisaram suas atividades no último sábado. Eles alegam que o maior problema é o atraso no pagamento dos salários. Em março, o grupo havia entrado em greve pelo mesmo motivo. Página

PARTICIPAÇÃO Eleições dos conselhos municipais: Comdica já tem nova direção e na Saúde escolha é dia 25 Páginas 10 e 18

SAÚDE Governo Federal já reconhece que importação de médicos cubanos perde prioridade nas mudanças propostas Página 11

FUNCIONALISMO Procuradoria Jurídica debate com mais de 60 azuizinhos a mudança obrigatória de regime Página 16

8

GRAVAÊH Estúdio de gravação itinerante abre inscrições para artistas bageenses

Página 16

CONGREGA Pró-reitor faz teste de primeira inscrição e portal deve abrir ainda hoje para interessados

Página 19

O TEMPO HOJE Bagé - RS Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

18º


2

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

OPINIÃO

Quando Bagé ainda era uma vila

Cláudio de Leão Lemieszek

leao.bage@gmail.com Professor, advogado, mestre em História, membro do Núcleo de Pesquisas Históricas Tarcísio Taborda e diretor do Arquivo Público Municipal de Bagé

Uma das grandes dificuldades com que se deparam os historiadores que se dedicam à investigação da formação da vila, dos costumes e do cotidiano dos bageenses é a escassez de fontes, de documentos e mesmo de notícias sobre como Bagé e seu povo eram, antes de se tornar cidade, em 1859. Afora as informações contidas nos “Apontamentos Históricos e Estatísticos de Bagé”, livro escrito pelo jornalista Jorge Reis, raros são os registros obtidos sobre os primeiros passos da vila de Bagé. Tarcísio Taborda e Eurico Salis, dois dos mais importantes estudiosos sobre a cidade, não tiveram dificuldades em levantar a história política e administrativa da Rainha da Fronteira, nos arquivos oficiais de Porto Alegre e do Rio de Janeiro. Contudo, poucas foram as descobertas obtidas acerca dos hábitos e afazeres dos primeiros habitantes, assim como difíceis foram as informações conseguidas sobre o comércio e a indústria da nossa terra naquele tempo. Nesse sentido, pode-se dizer que a investigação sobre os primórdios de Bagé só se tornou mais fácil a partir do surgimento do primeiro jornal, “Aurora de Bagé”, que

apareceu dois anos após a elevação de Bagé ao status de cidade, portanto em 1861. Assim, a história de Bagé enquanto vila ainda contém seus mistérios. Tarcísio Taborda costumava dizer aos seus interlocutores, e até mesmo chegou a registrar em um de seus inúmeros artigos costumeiramente publicados no jornal Correio do Sul, que um articulista anônimo do jornal Correio Mercantil, de Pelotas, havia publicado cerca de 30 artigos, nesse jornal, no ano de 1887, narrando fatos e acontecimentos do tempo em que residiu em Bagé, durante a década de 1850. Seguindo as indicações do Dr. Tarcísio, ao pesquisarmos na Biblioteca de Pelotas, tivemos a felicidade de encontrar a grande maioria das crônicas referidas. E, de fato, elas são preciosas para desvendarmos e aprofundarmos os conhecimentos sobre Bagé, quando ainda era um povoado em formação. Nosso desconhecido articulista conta, inicialmente, as desventuras enfrentadas para chegar a Bagé, procedente de Pelotas. Naquela época, as viagens eram feitas em carroças ou, então, simplesmente a cavalo, durando, em média, duas semanas. Somente

no final do ano de 1860, é que começou a funcionar um serviço regular de diligências de propriedade de Luiz Vinhal e Manuel Joaquim Silva. Entre os múltiplos aspectos que chamaram a atenção do ilustre visitante que, como dissemos, residiu na vila de Bagé, na década de 1850, estavam os “constantes e bárbaros assassinatos [obrigando] como praxe o cidadão por mais pacífico que seja, ter necessidade de andar armado”. Também registra o incógnito informante, o triste aspecto da aldeia cujas “ruas eram tortas, sem nivelamento e as casas fora de ordem [...] sendo a agricultura quase desconhecida”. Mas acreditamos que a mais preciosa contribuição oferecida pelo nosso cronista foi a de fornecer uma detalhada relação, não só dos primeiros comerciantes, mas também de outros profissionais da vila de Bagé, preenchendo, dessa forma, a lacuna existente em documentos oficiais sobre o período em que o vilarejo ainda não tinha jornais. Assim, selecionamos pequenos, mas, talvez, importantes trechos dos folhe-

Coluna do Lara

Cid M. Marinho A Praça do Mercado

tins publicados entre agosto e setembro de 1887, no Correio Mercantil, de Pelotas, que a seguir passaremos a citar. Com relação à vida comercial, assim se manifesta o informante anônimo: “As casas comerciais de mais movimento eram as dos Srs. Ramão Galibern, Antônio Madariaga, Bernardo José da Nova, Ramos & Taborda, Luiz Caye Apparício, Lourenço Bordagory, Agostinho Sagasti, Cunha Ribeiro, Serafim Andrada, Gonçalves Guimarães, Bento José Barbosa, José Canário, Botelho de Souza, Santigo Firpo e algumas chafaricas em pequena escala”. Já a respeito das alfaiatarias, o articulista afirma que “as principais eram as de Oliveira & Irmãos, de José Coll, de Thomaz Carneiro Abreu e de José Masramon”. Informa-nos, ainda, que “as oficinas de ourives existentes eram dos Srs. João Granier, Alexandre Eloy Teixeira, Rufino Pereira das Neves, Manoel Pereira da Silva e Domingos José do Rosário” e que a principal sapataria pertencia ao Sr. Joaquim Oliveira (vulgo Bota-Grande), “porém havia mais as dos Srs. Manoel Anby, Valeriano Arezo e Izidro Coll”. Já oficinas de ferreiro,

“existiam as dos Srs. João Caricundo, João Rospida e Chico Ourives”. Por sua vez, os pedreiros “mais afamados pela solidez das suas obras [eram] os laboriosos espanhóis João Mall e Paulo Guziles”. Nosso informante, ao mesmo tempo que dá boa noção do que era Bagé, naquela época, chama a atenção para o número de outras lojas ou ofícios: “Havia uma só funilaria pertencente a Thomaz Ibern; chapelaria também existia apenas uma, de propriedade de Antônio José Rodrigues”. E segundo as palavras do nosso memorialista, “a única padaria existente, que trabalhava em grande escala, era a do laborioso italiano Sr. Luiz Vinhol”, enquanto “a única carpintaria bem montada [pertencia] ao Sr. Rodrigo da Silva Rios, [havendo ainda] as dos Srs. Pedro Peiruque e Caricundo”. Por fim, vale o registro de uma outra curiosidade bastante interessante: “O comércio e artes antigamente eram [em Bagé] muito animados, circulava muito dinheiro de ouro e prata estrangeira. A moeda papel nacional e prata, para ser conseguida, pedia um ágio de 15 a 20%”.

Luiz Augusto Lara

Incentivo fiscal para a área social Reprodução FS

No dia 18 de julho de 1881, a antiga Praça do Mercado, também conhecida por Praça do Portão e Largo do Conde, foi oficialmente denominada “Praça Voluntários da Pátria”. Em 1908, foram construídos os dois chafarizes. Em 1922, a praça ganhou um obelisco pelo Centenário da Independência, projetado por Henrique Tobal. Em 1927, a praça ganhou jardins, iluminação, bancos de cimento armado, calçadas de pedras brancas e pretas (no sistema Petit Pavet) e um elegante coreto. Em 1938, a praça passou a chamar-se “Praça Silveira Martins”, em homenagem ao ilustre bageense.

Nos últimos 10 anos, a questão da Assistência Social ganhou espaço maior e recursos mais expressivos para novas ações. Em meio a tudo isso, o Rio Grande do Sul criou um mecanismo legal capaz de auxiliar a melhoria do desempenho de programas de atendimento social. A Lei da Solidariedade permite que, mediante benefício fiscal, o Estado, as empresas e as ONGs possam transformar em realidade uma série de projetos sociais. Tudo isso, com transparência, fiscalização e, o mais importante, com o controle social. Uma ferramenta para executar o desenvolvimento social que o Estado precisa. Para o empresário, o maior incentivo está na possibilidade de utilizar parte do seu ICMS devido para aplicar em projetos de instituições sociais do seu próprio município, embora possa financiá-los em qualquer um dos 497 municípios gaúchos. A empresa, além de aliar o seu nome a uma ação de responsabilidade social, ainda pode acompanhar o uso desse tributo na implementação dessas ações. Recentemente, estivemos no Auditório Pedro Osório, de Bagé, demonstrando como é possível incrementarmos o uso dessa ferramenta. Até porque, a cidade passará a ser um exemplo na execução de programas pela Lei da Solidariedade. São ações com crianças e adolescentes, além do apoio à Vila Vicentina, entidade que atende os idosos bageenses e da região. Outro exemplo está na Santa Casa de Porto Alegre, que conseguiu reformar um pavilhão inteiro captando recursos através da Lei da Solidariedade. Pela legislação, as empresas contribuintes do ICMS que financiarem projetos aprovados pelo Conselho Estadual de Assis-

tência Social, nos termos desta Lei, poderão compensar, por meio de crédito fiscal presumido, até 100% (cem por cento) do valor comprovadamente aplicado no projeto com ICMS a recolher, ficando o desembolso de 25% (vinte e cinco por cento) como contrapartida em benefício do Fundo Estadual de Inclusão Produtiva e fundos de sustentabilidade do Terceiro Setor. As instituições sociais, por contarem com assessoria técnica da Secretaria do Trabalho e do Desenvolvimento Social (STDS), têm conseguido elaborar projetos consistentes e relevantes. Atualmente, o Estado disponibiliza recursos de R$ 35 milhões anuais em renúncia fiscal para serem utilizados. Como estamos conseguindo fechar projetos em torno de R$ 8 milhões/ ano, há uma margem grande para trabalharmos essa que é uma das ferramentas mais eficientes e de melhor controle para garantir a assistência social. Ao mesmo tempo que nos sentimos revigorados pela boa perspectiva de conquistar apoios, tenho que lamentar pelo fato de que, somente nos 10 anos em que a Lei da Solidariedade está vigorando, mais de R$ 200 milhões deixaram de ser utilizados em programas sociais. Mas, tenho certeza de que o empresariado caxiense compreenderá a importância desse programa, chancelando investimentos em projetos sociais que podem ser feitos para a inclusão social e produtiva daquelas pessoas que mais necessitam. Uma forma de manter os recursos do ICMS em investimentos para a região, garantindo que, ao invés de parar no Caixa Único e retornar apenas uma pequena parte, a aplicação será feita direta nos municípios atendidos pelos projetos sociais.

facebook.com/JornalFolhaDoSul

CNPJ. 11.381.681/0001-00 Endereço: Rua Bento Gonçalves, 49-E/ Fones: Assinaturas: (53) 3242-1020 Redação: (53) 3311-3915 jornalismo.folhadosul@gmail.com anunciosfs@gmail.com www.jornalfolhadosul.com.br Impressão Correio do Povo

Direção Administrativa: Jônio Tavares Ferreira de Salles Neto Comercial: Leisa Soria Marketing e eventos: Fabiano Marimon Circulação: Aceguá, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Lavras do Sul e Pinheiro Machado REDAÇÃO - Editor Geral: Glauber Pereira Subeditor Geral: Felipe Valduga Repórter Fotográfico: Antonio Rocha - Chefe de Redação: Marcelo Pimenta Coordenadora Comercial: Camila Colunistas Colaboradores: Afonso Hamm - Dom Gílio Felício Soares Gerente de Circulação: Daniel Guasque Comercial: Fabiana Rodrigues -Edgar Muza - Josias Borges - Léo Vieira - Luiz Fernando Mainardi Revisão: Taisa Soares Reportagem: Emanuel Müller - Fernanda Mendonça - Luís Augusto Lara - Sérgio Meth - Waldir Alves Ramos Gilmar de Quadros - José Higino Gonçalves - Juliana Andina - Marcos Pintos Estagiária: Giuliana Bruni Diagramação comercial: Diego Almeida - Niela Bittencourt - Rochele Barbosa Diagramação: Cristiano Lameira e Vinícius Silva


EMPRESARIAL

Indicadores econômicos INDICADORES

Valor

Salário Mínimo Salário Regional TR TJLP SELIC IPCA IPC IGP-M INPC

R$ 678,00 R$ 770,00 0,000% 5% a.a. 8% + 0,47% - 0,17% + 0,21% + 0,60%

Atualização 2013 2013 junho 2013 junho 2013 março 2013 março 2013 março 2013 março 2013

MOEDAS Dólar Comercial

3

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

Compra

Venda

2,259

2,260

Dólar turismo (em R$)

2,240

2,377

Euro (em R$)

2,989

2,898

Libra (em R$)

3,375

3,376

Pesos arg.(em R$)

0,419

0,419

Pesos Ur.(em R$)

0,1099

Da Casa destaca acessórios de conforto

Antonio Rocha

0,1087

Stela Vasconcellos

Técnicas de vendas são necessárias

Cada vez mais os gargalos de economia e a concorrência da Fronteira, associados à alta carga tributária, exigem reações adequadas dos lojistas na hora de vender. As técnicas de venda - que são tema de mais um curso no escritório local do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) – são passos básicos para todas as equipes. A gerente Hélen Rose Ferreira explica que são “as melhores estratégias para conquistar, manter e encantar seus clientes”. Essa relação com o cliente ajuda a reforçar bons produtos, preços competitivos e promoções atrativas. Segundo a gerente, o curso vai abordar a profissão de vendas ontem e hoje; o que e para quem vendemos; entrevista com o cliente; negociação em vendas; fechamento e pós-vendas. Quando: de 15 a 19 de julho | Horário: das 19h às 22h Consultor: José Carlos Fracalossi Investimento Pessoa Física: R$ 80 |Pessoa Jurídica: R$ 60 Onde: Rua Bento Gonçalves, 335 | Informações: 3241-4203

Receita libera mais um lote de restituições Freitas aponta necessidades de inverno por Stela Vascconcellos

O frio pede fogo na lareira, mas quem prefere não acender está comprando tampas de madeira, para evitar a entrada de vento. A loja Da Casa Móveis de Gramado tem comercializado tampas de lareira e churrasqueira por medida. A deMóveis de porte maior Freitas diz que, nesta época do ano, as cozinhas sob medida e os quartos completos lideram as vendas. As tonalidades mais procuradas são mogno e mel. O mel castanho, uma cor que antes era pouco pedida, vem conquistando a preferência dos consumidores da região de Bagé de dois meses para cá.

manda faz parte da comercialização de acessórios, como revisteiros, acabamentos de aquário, pequenas adegas, mesas de centro e banquetas estofadas, entre outras opções. Da Casa Móveis de Gramado trabalha com cozinhas, banheiros, salas

e dormitórios a pronta entrega e sob medida. O empresário Willian Martins Freitas salienta que o orçamento é gratuito. Sem compromisso, o cliente pode solicitar uma visita em casa ou no escritório, recebendo um projeto exclusivo e adaptado as suas necessidades.

O rack com painel também é cores e modelos, o cliente pode acessar uma tendência nas salas contempo- o Facebook da loja. râneas. Para se ter ideia de preço, um painel de parede tem preços a partir Parcelamento de R$ 800. As outras demandas são O pagamento pode ser realizado de conjuntos de mesa e cadeiras, cris- em até 10 vezes, sem juros. A loja trataleira e balcão. O castanho é o tom balha com todas as bandeiras de cartão de madeira mais pedido. Para conferir de crédito.

Onde: Av. Sete de Setembro, 1334 | Fone: 3247-1389

As consultas ao segundo lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2013, ano-base 2012, foram liberadas, ontem, pela Receita Federal do Brasil. O acesso às informações deve se dar pelo site www.receita.fazenda.gov.br, pelo telefone 146 (opção 3) ou via aplicativo para dispositivos móveis (smartphones e tablets). Ao todo, são sete lotes de restituição, entre junho e dezembro O lote multiexercício também inclui restituições do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física dos exercícios 2013, 2012, 2011, 2010, 2009 e 2008. Ao todo, será pago R$ 1,4 bilhão para um total de 1.113.668 contribuintes. Os valores serão depositados no dia 15 de julho.

Informações nos cupons fiscais

A lei que obriga o comércio a informar, nos cupons fiscais, tributos embutidos nos preços das mercadorias tem levantado polêmicas no país. A medida, que entrou em vigor em junho deste ano, detalha o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), PIS/Pasep, Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE), Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e Imposto sobre Serviços (ISS). A boa notícia é que o Ministério da Casa Civil prorrogou o prazo para os lojistas se adaptarem à norma. Com isso, as multas e penalidades para os estabelecimentos comerciais que não aderirem à lei ainda não serão aplicadas.


4

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

Mercado agrícola PRODUTOS

RURAL

Acompanhamento de preços recebidos pelos produtores do Rio Grande do Sul UNIDADE MÍNIMO MÉDIO Valores em reais

Arroz em Casca Feijão Milho Soja Sorgo Granífero Trigo Boi para Abate Cordeiro para Abate Suíno Tipo Carne Vaca para Abate Leite (valor líq. recebido)

50 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg Kg vivo Kg vivo Kg vivo Kg vivo Litro

30,50 120,00 22,00 61,00 19,20 30,00 3,20 3,70 2,20 2,90 0,75

33,11 133,60 23,81 63,35 20,40 30,77 3,38 4,08 2,32 3,06 0,81

1º.07.2013 a 05.07.2013

Lavras do Sul

Sindicato Rural avalia Seminário O Pampa e O Gado Antonio Rocha

MÁXIMO 34,00 180,00 27,50 65,00 21,00 34,00 3,60 4,50 2,50 3,20 0,95

Fonte: EMATER/RS-ASCAR

Projeto voltado para trabalhadoras rurais do Estado será lançado na sexta-feira O Governo do Estado realiza, na próxima sexta-feira, em Santa Maria, o Seminário de Lançamento do Projeto “Fortalecimento de Organizações Produtivas de Mulheres Trabalhadoras Rurais do RS”. O evento, organizado e executado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), ocorrerá no Centro de Referência de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter. Com foco central na formação e capacitação de mulheres trabalhadoras rurais, a ação tem como objetivo possibilitar o acesso a informações necessárias para a conquista de sua autonomia econômica, política e social. Estarão presentes representantes de 96 municípios de várias regiões do Estado. A capacitação será oferecida através de recursos referentes ao convênio celebrado entre a SPM gaúcha com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). O convênio prevê estudos e pesquisas, promoção comercial e acesso às políticas públicas com vistas a ampliar o protagonismo das

mulheres na economia rural. As ações da SPM em busca do fortalecimento da cidadania das mulheres trabalhadoras rurais está, inclusive, presente no Plano Safra 2012/2013 do RS, no qual a meta é abranger 1,6 mil mulheres agricultoras, quilombolas, pescadoras, assentadas, indígenas e agentes da rede pública de ensino, inclusive em grupos. Participam da realização do seminário, também, o Movimento de Mulheres Camponesas (MMC), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar

(Fetraf), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag), a Emater/Ascar, a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), a Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Agronegócio (Seapa) e o Núcleo de Mulheres do Território da Cidadania do Alto e Médio Uruguai. Da região da Campanha, os municípios que serão contemplados com a capacitação são Aceguá, Candiota, Hulha Negra, Pedras Altas, Pedro Osório, Bagé e Santana do Livramento.

Serviço O quê: Lançamento do Projeto de Fortalecimento de Organizações Produtivas de Mulheres Trabalhadoras Rurais do RS Quando: 12 de julho, das 9h às 16h Onde: Centro de Referência de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter, em Santa Maria. Rua Heitor Campos, s/nº.

Conselho Regional de Desenvolvimento Sustentável da Campanha discute demandas da região

Francisco Abascal comemora resultados da edição deste ano A quinta edição do Seminário O Pampa e O Gado, realizado nos dias 4 e 5 de junho, em Lavras do Sul, reuniu grande público para debater temas como práticas conservacionistas do campo nativo para o fomento de uma pecuária sustentável. Em dois dias de discussão, o evento ganhou ainda mais destaque com a participação do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, acompanhado do secretário da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi, e do titular da pasta do Trabalho e Assistência Social, Luis Augusto Lara, bem como do vicepresidente da Farsul, Gedeão Pereira. Para o presidente do Sindicato Rural de Lavras do Sul, Francisco Abascal, a visita do governador coroou o trabalho realizado pela entidade para a promoção do O Pampa e O Gado. “Quando lançamos na Farsul a edição deste ano, o secretário Mainardi se prontificou a participar e levar o governador Tarso Genro até Lavras do Sul e, isso, ressalta a força do evento e comprova sua importância para as discussões de produção com sustentabilidade”, decla-

ra Abascal, que reitera que os anúncios de fomento à ovinocultura e o anúncio do encaminhamento do projeto de lei da rastreabilidade bovina também foram aspectos importantes do seminário. Outro ponto destacado por Francisco Abascal é o debate em torno do controle do capim-annoni, invasora que é a segunda principal praga dos produtores gaúchos (perde apenas para o carrapato) que traz diversos prejuízos para o setor, sendo de difícil combate graças a sua resistência, tanto a defensivos agrícolas, capina e intempéries climáticas como a seca. “Esse trabalho desenvolvido pela Embrapa e apresentado no seminário foi uma boa notícia para o setor, além de todas as discussões que visam reforçar a produção rural que conviva e proteja o meio ambiente”, salienta o presidente, informando que, nesta semana, já serão feitas reuniões para avaliar a edição de 2013 e projetar a do ano que vem. “Com os resultados do quinto seminário, teremos uma responsabilidade ainda maior para a edição do O Pampa e O Gado de 2014”, conclui.

Com o objetivo de discutir o encaminhamento de recursos dos programas da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), integrantes do Conselho Regional de Desenvolvimento Sustentável da Campanha reuniram-se, na última sexta feira, na sede da Coordenadoria Regional da SDR, em Bagé. Os assuntos tratados referem-se aos programas da agroindústria familiar, unidades produtivas de fruticultura e

olericultura e do programa de manejo de campo nativo (UEPAs – Unidades Experimentais Participativas). O objetivo das reuniões é que todas as decisões referentes à SDR passem pelo conselho, dando legitimidade e transparência ao processo. Durante a reunião, Carlos Humberto Alves falou sobre o Programa Estadual de Agroindústria Familiar (PEAF), criado pelo Decreto nº 49.341 de 5 de julho 2012, que visa legalizar, no Rio Grande do Sul, 1.000 agroindústrias até 2014. Além disso,

o programa permite linhas de crédito aos agricultores familiares e serviços de orientação sanitária e ambiental. Os beneficiários recebem, ainda, assistência técnica na elaboração e no encaminhamento de projetos, financiamento para investimento nas agroindústrias familiares (Feaper e Pronaf), qualificação profissional, apoio à comercialização dos produtos em feiras, pontos de venda da agricultura familiar, mercados institucionais, atacadistas e varejistas, entre outras vantagens.

Os produtores que tiverem interesse em se cadastrar precisam procurar um escritório municipal da Emater/RS-Ascar. A partir disso, o técnico fará um projeto para encaminhamento e verificará se o produtor atende aos requisitos para acesso ao programa. Após o cadastramento, a agroindústria já passa a receber os recursos do Fundo Estadual de Apoio aos Pequenos Empreendimentos Rurais (Feaper) e capacitação em três módulos de formação – boas práticas de fabricação, processamento e gestão. A inscrição no curso deverá ser feita pela Emater/RS-Ascar.

Na região, já são quatro agroindústrias cadastradas – nos município de Bagé, Caçapava do Sul, Dom Pedrito e Palmas – e dois encaminhamentos para o município de Candiota. Além disso, houve a aprovação de R$ 30 mil, com recursos do Feaper, para mais três agroindústrias. Durante a reunião, também foram apresentadas e aprovadas demandas referentes às unidades demonstrativas orgânicas de fruticultura da Associação Quilombola de Pequenos Produtores da Picada das Vassouras, Associação Quilombola de Pequenos Produtores de

Palmas, do Movimento dos Trabalhadores Desempregados e da Cooperativa de Produção e Trabalho, Integração Ltda. Da mesma forma, houve a aprovação de uma UEPA na localidade de Taquarembó, em Dom Pedrito. Estiveram presentes os representantes dos escritórios municipais da Emater/RS-Ascar de Caçapava do Sul, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Lavras do Sul, do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico de Bagé e SDR.

Durante o ato simbólico em apoio à filantropia da Ascar, realizado na quintafeira, em Bagé, houve a assinatura de termo referente ao programa de fortalecimento das comunidades quilombolas, pelo secretárioadjunto da SDR, Ronaldo Franco. A assina-

tura beneficiou a Comunidade Quilombola de Palmas, com recursos de R$ 70 mil. O valor será destinado à construção do centro comunitário e à compra de um trator. A comunidade possui cerca de 50 famílias. A comunidade integra o Programa

Brasil Quilombola. Através deste, é a primeira comunidade no país a ser beneficiada com o programa Água para Todos, que consiste na perfuração de poços, construção de uma rede adutora, colocação de caixas elevadas e redes de distribuição.

Cadastro

Assinatura de convênio


TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

5


6

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

POLÍTICA

Emanuel Müller emamuller@gmail.com Presidente da CCJ solicita parecer jurídico

Projeto de contratação emergencial de servidores da saúde é adiado mais uma vez

A Câmara teve mais um dia tenso ontem. A expectativa era pela votação do projeto de lei 095/13, que autoriza o Poder Executivo a contratar, em caráter temporário, 122 profissionais da área da saúde. A iniciativa prevê a contratação emergencial de 43 agentes comunitários de saúde, nove auxiliares de saúde bucal, quaMobilização Um grande público, composto por pessoas que atuam em programas como Primeira Infância Melhor (PIM), agentes comunitários de saúde e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) compareceu ao Legislativo. Com faixas e cartazes, os profissionais de saúde criticavam as ações do Governo Municipal quanto ao regime jurídico de contratação e a garantia de que não seriam demitidos. O vereador Divaldo Lara (PTB) solicitou que a sessão ordinária fosse transformada em especial para ouvir os representantes de entidades presentes - o vice-presidente do Sindisaúde, Cristiano Martelli, o presidente do Sindicato dos Profissionais de Saúde Coletiva - Sinprosc, Nélson Gonçalves, e o presidente em exercício do

Tendência Hoje pela manhã, haverá reunião da CCJ na Câmara. É muito provável que o parecer de Deibler não seja entregue por falta de tempo hábil - o prazo de 24 horas não se encerra até o encontro da comissão. Deibler não adianta o teor do parecer. Nos corredo-

tro fonoaudiólogos, três instrutores ofìcineiros, 23 médicos e 40 visitadores do programa Primeira Infância Melhor (PIM). Depois de quase seis horas de discussões, manifestações e argumentações, o projeto ficou na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O presidente da comissão, vereador Caio Ferreira (PT), solicitou

um parecer do procurador jurídico da Câmara, Eduardo Deibler, sobre qual a forma de contratação que deve ser realizada, se celetista (como querem os funcionários da saúde) ou estatutária (como deseja o Governo Municipal). Deibler pediu 24 horas para fornecimento do parecer e, com isso, o projeto não foi à votação.

Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde do Rio Grande do Sul, Paulo César Veiga. Gonçalves ressaltou que considera a proposta de contratação emergencial um “engodo”. O presidente do Sinprosc questionou o regime jurídico proposto pela Prefeitura. “Não conseguimos entender porque Bagé tem funcionários sob regime estatutário, pagos com recursos de regime tripartite, com verbas federal, estadual e municipal. Peço aos companheiros que não aceitem esse contrato que é absurdo”, ponderou. Gonçalves afirmou que os servidores, ao assinar o contrato, perderiam o vínculo trabalhista. Apesar disso, o presidente disse que é possível negociar com as bancadas a busca de soluções.

Veiga disse que o projeto enviado para a Câmara descumpre a legislação federal, já que uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) garantia aos servidores, que já atuam nos programas, a condição de celetistas. A liderança dos agentes comunitários de saúde apelou à bancada petista que discutissem o projeto junto ao prefeito Dudu Colombo. “Esse contrato emergencial estatutário é uma verdadeira enrolação”, reiterou. “Não aceitamos ser colocados como estatutários”, reiterou. Martelli diz que do jeito que a saúde está indo será “um caos”. Falou que os profissionais estão com medo de não poder trabalhar. Martelli ficou emocionado e não conseguiu falar mais.

res do Legislativo, entretanto, a tendência é que haja observação sobre a condição dos atuais profissionais (da forma celetista) se poderia ocorrer uma prorrogação do vínculo. Nessa situação, eles poderiam ficar como celetistas. As novas contratações teriam que

ser como estatutários. O procurador revela apenas que sente o peso da responsabilidade sobre o tema. “Meu desafio é encontrar uma solução jurídica para superar esse problema político e o drama social, que são as demissões dessas pessoas”, ressaltou Deibler.

Emanuel Müller

Proposta tem críticas por regime estatutário

Racha na bancada A dúvida era sobre se a bancada oposicionista seguiria com a tática de pedir vistas à proposta. Entretanto, o vereador Divaldo Lara (PTB) enfatizou que era hora de “ir para o voto”. “Vamos colocar o projeto em votação e ver como é a posição de cada um”, questionou. O petebista criticou o Executivo ao afirmar que o prefeito está encaminhando seus vereadores a um vexame, porque considera o projeto tecnicamente errado. A manifestação mais surpreendente foi de Rafael Fuca (PT). Embora não admitisse na tribuna, o petista deixou claro que não votaria contra os servidores. “Quero conversar e ouvir os dois lados. Não adianta trazer projetos e querer passar goela abaixo”, disparou Fuca. Mesmo que a bancada governista se dispusesse a aprovar o projeto, muitos estavam descontentes com a falta de discussão sobre a matéria. Líder da bancada do PT, Márcia Torres diz que não pode parar a saúde, por

isso votaria a favor do projeto. Mas deixou claro que a proposta deveria ter sido melhor discutida entre o Executivo e a bancada. Embora outros vereadores, procurados pelo colunista, não se manifestassem publicamente, a sensação era de que a bancada havia rachado. A justificativa de não contratar os trabalhadores da saúde em regime celetista causou dúvidas e desconfianças nos vereadores do governo. O pedido para um parecer técnico elaborado pelo procurador jurídico do Legislativo foi a alternativa encontrada. O projeto poderá ser votado na quinta-feira, mais uma vez em sessões extraordinárias. Ou ficar sob vistas em bancada, enquanto uma solução não for encontrada. O procurador jurídico do Município, Luiz Fernando Meira, esteve com a equipe da Procuradoria, na sessão de ontem, para prestar esclarecimentos na CCJ, mas não obteve êxito na tentativa de convencer os parlamentares a aprovar o projeto.


POLÍTICA

CPI está formada

Conforme era esperado, na sessão de ontem da Câmara, o presidente Paulinho Parera (PT) definiu a composição da Comissão Parlamentar de Inquérito que vai investigar as obras da Barragem da Arvorezinha. A composição ficou a mesma da Comissão Especial que havia sido formada para Estudo, Acompanhamento e rInvestigação. Vão fazer parte da CPI os vereadores Antenor Teixeira (PP), Esquerda Carneiro (PTB), Caio Ferreira (PT), Cláudia Souza (PR) e Edimar Fagundes (PRB). Na última sessão, isso havia sido proposto por Parera, mas Cláudia Souza (PR) não havia aceitado. Embora a vereadora republicana entenda que o objeto da CPI acabe se misturando às investigações da Polícia Federal e Ministério Público, que já estão em andamento, Cláudia voltou atrás e decidiu integrar a comissão. De acordo com Antenor Teixeira, a primeira reunião da CPI deve ocorrer na próxima semana. O parlamentar deve ser escolhido como presidente da CPI. A tendência é que a relatoria seja dada aos vereadores do governo e que Caio Ferreira (PT) seja o escolhido para elaborar o relatório.

Antonio Rocha

Caio Ferreira Gleider Ayres / Especial FS

Edimar Fagundes

Antonio Rocha

Cláudia Souza Emanuel Müller

Esquerda Carneiro

Mainardi será oficialmente cidadão bageense hoje à noite A partir desta terça-feira, o atual secretário da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Luiz Fernando Mainardi, passa a ser Cidadão Bageense. Às 19h, a Câmara de Vereadores entrega o título ao ex-vereador e exprefeito da cidade, uma proposta apresentada em 2008 pelo então vereador Luís Eduardo Colombo, “desarquivada” nesta legislatura pela vereadora Márcia Torres (PT). Embora Mainardi sinta-se bageense há muitos anos (é natural de Sobradinho), a homenagem torna de direito uma ligação que começou no início dos anos 80, para cursar a Faculdade de Direito, após aprovado no vestibular da antiga Faculdades Unidas de Bagé (FUnBa).

Aliás, o ex-prefeito e hoje deputado estadual havia prestado vestibular em Santa Maria e em Pelotas, mas optou por estudar aqui. Já com militância política no movimento estudantil, Mainardi passou a atuar no Diretório Central de Estudantes (DCE) e no Diretório Acadêmico (DA) da faculdade de Direito. Foi nesta condição que participou da reorganização da União Estadual de Estudantes, quando a sociedade brasileira começava a romper a ditadura. Eleito vereador pelo PMDB em 82, aos 22 anos, sempre foi um vereador atuante. Embora na oposição e crítico duro do Governo Municipal de então, sempre cultivou um clima de cordialidade com

os demais vereadores. Em 85, deixa o PMDB e ingressa no PT, concorrendo a prefeito pela primeira vez. Em 88 se reelege vereador e, em 94, chega à Câmara dos Deputados. Reeleito em 98, deixa Brasília em 2001, para assumir a Prefeitura de Bagé, na quarta tentativa – além de 85, concorreu em 92 e 96. No fim do primeiro mandato, em 2004, acaba se reelegendo prefeito, obtendo mais de 63% dos votos dos bageenses. Em 2008, ajuda a eleger o sucessor e, em 2010, elege-se deputado estadual, com a terceira maior votação da bancada do Partido dos Trabalhadores. Aceitou o convite do governador Tarso Genro e, desde 2011, é o secretário da Agricultura, Pecuária e Agronegócio do Estado.

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

7

Edgar Abip Muza Muza Visão Geral Duas matérias - entre tantas - que copiei Da para fazer uma novela, com mais capítulos que o normal, as denúncias de corrupção que a imprensa publica todos os dias. Uma delas é sobre o ex-prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, ministro atual do governo Dilma. Na verdade não é um tema atual. No início do governo foram denunciados alguns ministros que acabaram sendo “convidados” a renunciar. No meio das denúncias, surgiu o nome do Pimentel. Como era uma pessoa próxima da presidente, foi poupado. Da até para desconfiar (para mim desconfiar é uma coisa natural) que algumas denúncias sobre uso de aviões da FABtur, pelos presidentes da Câmara e Senado, ambos do PMDB, provocou o reaquecimento da matéria sobre o ex- prefeito de BH (PT). Seja pelo motivo que for, é sempre bem-vinda. A manchete diz o seguinte:

“MP investiga contratos da gestão de Pimentel em BH” “O Ministério Público de Minas Gerais vasculha os contratos firmados sem licitação pela Prefeitura de Belo Horizonte durante a gestão do atual ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel. Pelo menos 85 contratos, cujos valores somam mais de 55 milhões de reais, estão em análise. Deste total, 35 já são investigados por inquéritos instaurados pelos promotores de Defesa do Patrimônio Público. As investigações tiveram início após a revelação, em 2011, de que a empresa do petista, a P-21 Consultoria e Projetos Ltda., recebeu dois milhões de reais entre a saída de Pimentel da Prefeitura e a nomeação para o atual cargo. A maior parte do montante foi paga pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) e pela construtora Convap, que têm contratos com o Município sob investigação do MP. Os promotores apuram outras contratações feitas pelo Executivo municipal entre 2003, quando Pimentel assumiu a Prefeitura no lugar de Célio de Castro (aposentado por motivo de saúde), e 2008, último ano do petista no cargo. Trinta e dois contratos sem licitação firmados com a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) são alvo de inquérito civil. Os contratos foram feitos para prestação de consultorias diversas.” Até aqui é matéria copiada. O que me chamou atenção, fora a averiguação que está sendo feita, é que lá foi contratada uma fundação de Universidade Federal, sem licitação. Aqui também. Lembram a contratação de uma empresa ligada à Universidade Federal de Pelotas, para substituir a fiscalizadora da barragem? Eu sempre perguntei: será que pode contratar sem licitação? A diferença é que a daqui, pelo que estou informado, nem começou seu trabalho. Menos um pepino para a administração pública.

Outra informação copiada “O deputado Natan Donadon, preso em Brasília, era um gastador profundo dos recursos públicos. Mesmo sem apresentar nenhum projeto de lei neste ano e apenas um mísero requerimento, Donadon conseguiu torrar R$ 134.776 de verba de gabinete só em 2013. Isso sem falar no salário de R$ 26 mil que pingava mensalmente na conta do agora presidiário. O apetite de Donadon, nos últimos seis meses, atingiu o ápice em março, quando foram consumidos R$ 36.750 da cota parlamentar. E embora Donadon tenha se entregado no dia 28 de junho, seu gabinete registra gasto de R$ 547 em julho”. Preso, seu gabinete gastou quase um salário mínimo. Você há de dizer que ele ainda não foi caçado pela Câmara. É verdade. Enquanto isso não podem chamar seu suplente. A última informação da Mesa Diretora, antes dele ser preso, é que não o haviam encontrado para a devida notificação. Não sei se já o encontraram. Agora tem “residência fixa”. No entanto, nada mais se escuta falar sobre o processo de cassação. O que será que estão esperando? Como sou desconfiado, começo a imaginar que seus pares acreditam que ele poderá ser solto. Em sendo, o que não acredito, pode voltar a suas funções parlamentares. O melhor é esperar o desfecho. Até quando? Não sei.


8

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

REGIÃO

Alegação é falta de pagamento

Funcionários de empresa terceirizada da Usina de Candiota paralisam atividades

Horta Comunitária fomenta produção sustentável

Nadiane Momo/EspecialFS

Antonio Rocha

Espaço já garante hortaliças para consumo

Trabalhadores haviam paralisado em março pelo mesmo motivo

Cerca de 500 funcionários da em- sábado. A alegação apresentada pelos presa Eletromecânica Silvestrini (EMS), trabalhadores é o atraso no pagamento que atuam na Fase C da Usina Terme- dos salários. Em março, o grupo havia létrica Presidente Médici, em Candiota, entrado em greve pelo mesmo motivo. paralisaram suas atividades no último Segundo um dos funcionários, Salários serão depositados até sexta-feira Em contato com a reportagem, o fatura vence dia 12. Até este dia todos proprietário da empresa, Inézio Silves- receberão os salários”, relata. trini, garantiu que os pagamentos serão Questionado sobre um possíexecutados até o final da semana. “A vel atraso no repasse dos valores por

a paralisação deve persistir até que os salários sejam depositados nas contas dos trabalhadores. “Estamos no aguardo”, afirma. Até ontem, a manifestação continuava. parte da Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (Eletrobras/ CGTEE) para a empresa, Silvestrini negou a informação.

Municipal de futsal terá 56 equipes na Capital do Carvão Encerrou, na última sextafeira, o prazo para inscrições no Campeonato Municipal de Futsal de Candiota. Ao todo, 56 equipes disputarão o certame, o que representará cerca de 680 atletas envolvidos. A previsão é que as competições iniciem entre final deste mês e o início de agosto. De acordo com o secretário de Cultura, Esporte,

Turismo e Juventude, Gil Deison Pereira, o ginásio Dario Lassance, sede dos jogos, passará por reformas para se adequar aos padrões exigidos pelo Corpo de Bombeiros. “Além das mudanças necessárias, iremos fazer melhorias na quadra, banheiros, vestuários e trocar as redes”, adianta. A coordenadora de Esportes,

Josuelem Duarte, disse que a meta será elevar o envolvimento dos atletas participantes. “Em breve, estaremos nos reunindo com os representantes de cada time, fazendo encontros por categorias, para que possamos discutir pontos importantes da competição”, diz. Ela reforça que o objetivo é “que este seja o maior campeonato já feito”.

Despertar uma consciência sustentável e fomentar a produção agrícola são os principais objetivos do projeto Horta Comunitária e Composteira, que vem sendo desenvolvido na Escola Municipal Santa Izabel, situada à zona rural de Candiota. A ação começou a ser executada no primeiro semestre deste ano envolvendo mais de 90 alunos do Ensino Fundamental que participam das oficinas em turno inverso ao que estudam. Conforme a diretora da escola, Joeci Cunha, os alunos estão empolgados e os resultados já começaram a aparecer. “Já vemos alunos com atituIniciativa O projeto iniciou com uma horta pequena sob a supervisão da monitora voluntária Lorena Cougo. No espaço, foram plantados alface, rúcula, mostarda, salsinha, cebolinha, mostarda, tomate-cereja e abóbora, além da composteira com resíduos orgânicos. “É um trabalho gratificante, porque envolve criança, que é um público maravilhoso de trabalhar, que estão sempre nos incentivando quando vamos perdendo o ânimo e, depois, porque trabalha com a terra, e a terra também nos dá um retorno rápido e tudo que precisamos para viver”, avalia a monitora. Lorena acrescenta ainda que o fomento ao uso do adubo orgânico é levado inclusive para às famílias dos alunos que acabam sendo multiplicadores. “O modelo sustentável de produção da agricultura familiar é o futuro, mesmo que hoje em dia pareça rudimentar a sustentabilidade, é moderna e vai se

des diferentes, especialmente porque passam a valorizar ainda mais os alimentos, na medida em que conhecem o processo de produção. Na sala de aula, também o comportamento de muitos melhorou”, avalia. Para o coordenador do projeto Mais Educação na escola, professor Bruno Azambuja Lopes, a atividade é transformadora porque tira o aluno da ociosidade. “No turno inverso. sempre estão participando de alguma atividade e o projeto da horta vem sendo visto dia a dia até porque eles consomem o que produzem na própria merenda escolar”, analisa.

tornar indispensável”, defende. No pátio da escola, foi construída recentemente, com o apoio da Prefeitura, uma estufa onde serão plantadas as espécies já cultivadas e também as novas, como o morango. As mudas serão cultivadas na atual horta que irá se transformar em um mudário e, após, transplantadas à estufa. O sistema de irrigação também é sustentável, pois na escola foram implantadas calhas para a captação da água da chuva. Os alunos já estão consumindo as hortaliças e, inclusive, levando-as para casa. “É uma atividade diferente e é muito legal comermos o que plantamos na nossa merenda”, fala Eduardo Padilha Quadro, de 11 anos, aluno do 3º ano. “Aprendo muito mexendo na horta e fico conhecendo bastante sobre as mudas e sobre as plantas, fazendo isso em casa também”, conta Alisson de Matos, 10 anos, aluno do 4º ano.


REGIÃO

TERÇA-FEIRA

9

9 de julho de 2013

Lavras do Sul

Prefeito estuda transformação do posto central em ESF Na semana passada, o prefeito de Lavras do Sul, Alfredo Borges, participou de um encontro, em Porto Alegre, com representantes da Coordenação da Atenção Básica e Estratégia de Saúde da Família do Departamento de Ações em Saúde (DAS). A reunião foi acompanhada pela secretária de Saúde do município, Andrea Condor da Silva, e teve como objetivo obter informações para a implantação de uma Unidade do Estratégia de Saúde da Família (ESF) no município. Segundo Borges, atualmente, Lavras do Sul é a única cidade da Campanha gaúcha que não conta com o ESF. “O coordenador da 7ª Coordenadoria Regional de Saúde (Gilson Machado) nos visitou e sugeriu esta implantação. Deste modo, além de ganharmos uma Unidade, a região passará a ter 100% de presença entre os municípios”, sintetiza. Contudo, segundo o prefeito, a atual administração ainda necessita de algumas adequações antes de efetivar a implantação. “Temos que ajustar nossos índices (custos) antes de efetivarmos isso”, alerta. Até mesmo por este motivo, ele diz que a expectativa de implantação “é de médio prazo”. Por fim, Borges lembra que o Município conta, no momento, com um posto de saúde central e outros dois em bairros da cidade. Além do hospital, que funciona 24 horas. “Nossa ideia seria transformar o posto central em uma Unidade do ESF”, adianta. De acordo com ele, isso viabilizaria “mais profissionais para atender a comunidade, até porque vem mais valores para o Município”.

Divulgação/FS

Possibilidade foi pauta de encontro em Porto Alegre


10

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

GERAL

Servidores da saúde reivindicam pagamento de salários

Felipe Valduga/Especial FS

Manifestação ocorreu em frente ao prédio da Saúde

Cerca de 30 profissionais da saúde, que recebem por meio de convênio com a Universidade da Região da Campanha (Urcamp), protestaram, ontem à tarde, em frente à Secretaria de Saúde do município. Isso porque seus salários não haviam sido disponibilizados na última sexta-feira, o quinto dia útil do mês. De acordo com o presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde do Rio Grande do Sul, Paulo César Veiga, os atrasos são constantes. “Nos últimos meses, os salários vêm sendo depositados depois do dia 10”, garante. Porém, durante o protesto, os trabalhadores foram informados que seus salários estariam disponíveis às 18h de ontem. Na secretaria, a conversa esclareceu aos servidores que o Município já havia encaminhado os valores e o que os atrasos não são de responsabilidade da secretaria. Veiga comunicou que, caso o pagamento não ocorresse, uma paralisação ocorreria na Praça Silveira

Martins. Isso hoje. Contudo, o pagamento dos salários dos cerca de 350 funcionários que recebem pelo convênio foram liberados nas contas bancárias no horário informado pela Secretaria de Saúde. O número é apresentado pelo sindicalista. Munidos de cartazes, os trabalhadores da saúde pediam aos vereadores do Município a não aprovação do projeto de lei que autoriza a contratação de servidores de modo temporário. Os manifestantes estavam na Câmara de Vereadores antes do protesto criticando ações do Governo Municipal quanto ao regime jurídico de contratação, que deverá ser estatutária e, ainda, pedindo o compromisso por parte do governo de que todos sejam recontratados. O grupo é de trabalhadores que atuam em programas como Primeira Infância Melhor (PIM), agentes comunitários de saúde e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Eleita nova presidente do Comdica O Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente(Comdica) elegeu, ontem pela manhã, a sua nova diretoria. O pleito teve chapa única e a escolha aconteceu por aclamação da maioria. A nova presidente, a psicóloga que representa a Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (SMTAS) no Comdica, Ildamar Martinez Acosta, disse que o grupo vai elaborar um plano de ação, nas próximas reuniões. Porém, duas ações são prioridades para Ildamar. A primeira é a ativação do fundo, que está previsto em lei, mas não está em funcionamento e tem a função de arrecadar verba para projetos relacionados ao direito da criança e do adolescente. “O dinheiro para o fundo pode ser oriundo de imposto de renda. Anteriormente, era possível a dedução do imposto de renda sem fundo. Agora não é mais”, explica. Para discutir essa ativação do fundo, uma reunião já foi marcada com o procurador jurídico do Município. A outra ação é uma capacitação que vai ser dada aos integrantes do Conselho Tutelar e do Comdica, a qual deve esclarecer quais as funções a serem desempenhadas pelos profissionais. Ildamar afirmou que o órgão está bem organizado e que as demandas devem surgir ao longo do período de gestão. Ela aproveita para esclarecer que nenhum dinheiro sai do conselho sem que exista um projeto, visando o direito de crianças e adolescentes, e sem a aprovação dos integrantes. O Comdica é um órgão fisca-

Arquivo/FS

Ildamar Martinez Acosta

lizador e composto por organizações governamentais, como a SMTAS, Secretaria de Saúde, Coordenadoria da Mulher, CTG Pampa e Minuano, Polícia Civil, APAE, Caminho da Luz, entre outros. A chapa é integrada por: presidente: Ildamar Martinez; vice-pre-

sidente: sargento da Brigada Militar, Modesto de Jesus Neto; 1ª secretária: Fernanda Oliveira (APAE); 2ª secretária: Lélia Quadros (Coordenadoria da Mulher); 1º tesoureiro: Gilberto Silveira; e 2º tesoureiro: Santo Valdenir da Silva Lopes (Secretaria Municipal de Esporte e Lazer).


GERAL

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

Governo Federal paralisa negociações para contratação de médicos cubanos O Governo Federal paralisou as negociações com Cuba para a vinda de seis mil médicos cubanos para o Brasil e deverá lançar, esta semana, o programa para atrair profissionais estrangeiros, tratando Espanha e Portugal como países “prioritários”. Médicos acreditam que pressão feita após manifestações foi importante para desistência. De acordo com o delegado do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers), Airton Lacerda, a luta atual da classe é pela equiparação dos salários e pela prova do revalida. “O salário inicial de um médico do Sistema Único de Saúde hoje é de R$ 900. Este valor é muito pouco. Fora isso precisamos

lutar para que a prova do Revalida do MEC seja aplicada”, afirma. Segundo Lacerda, é através da prova que os profissionais serão avaliados dentro das normas exigidas do país. “Como a população fica se o governo contrata um médico com apenas quatro anos de formação? Essa prova é realizada em todos os países do mundo, por que aqui será diferente? Precisamos garantir a qualidade dos serviços prestados dentro do país”, pontua. Outro ponto que os profissionais reivindicam é a remuneração de R$ 10 mil para as 20 horas. “Os médicos já estão efetuando o credenciamento e acreditamos que o Conselho irá lutar nesta frente a partir de agora”, esclarece. Julinana Andina

, : a o o a

Lacerda afirma que qualidade do serviço precisa ser garantida

Auxílio estrangeiro O programa do Governo Federal objetiva trazer médicos de outros países, que tenham um percentual de médicos acima do Brasil, para preencher vagas não ocupadas por médicos brasileiros. O programa deverá ter duração de três anos e será restrito há áreas carentes, periferias de grandes centros e cidades do interior. Dentro do programa, os médicos estrangeiros não precisarão revalidar o diploma (prestar prova do MEC que avalia o nível de conhecimento), mas irão permanecer durante três semanas em uma instituição de ensino brasileira para avaliação de técnicas e

comunicação. Deverão ser captados profissionais formados em instituições autorizadas e reconhecidas em seus países de origem. O governo teve como prioridade os profissionais de Cuba e de Portugal e Espanha, países com médicos qualificados e desempregados devido à crise econômica da Europa. Os médicos brasileiros são contra e afirmam que o problema não é quanto à falta de médicos, mas, sim, a falta de estrutura para o atendimento dos pacientes. Os profissionais locais só aceitam se os médicos estrangeiros prestarem a prova do Revalida.

11


12

TERÇA-FEIRA

09 de julho de 2013

SOCIAL

HOJE, comemoram-se os 25 anos da Ordem DeMolay em Bagé. Trata-se de uma organização dedicada a preparar jovens homens de idade entre 12 e 21 anos a levarem uma vida mais próspera, feliz e produtiva sob o aconselhamento de adultos. Cidadania consciente, responsabilidade e desenvolvimento do caráter são alguns dos princípios aprendidos através de uma variedade de caminhos, um mundo real de aplicações e atividades. DeMolay constrói confiança; ensina responsabilidade, cooperação e serviços comunitários, além de fortalecer a confiança, o respeito, o companheirismo, o patriotismo, a reverência e a compaixão. DeMolay combina esta séria missão com um companheirismo que constrói laços importantes de amizade entre seus associados em quase dois mil capítulos espalhados pelo mundo. Essa organização discreta é patrocinada pela Maçonaria. O jantar de confraternização, sábado (6), no Círculo Militar, reuniu muitos maçons bem conhecidos. Aplausos! NA REUNIÃO festiva de transmissão de cargo de presidente do Rotary Pampa foram entregues seis títulos Paul Harris, mediante à contribuição de cinco mil dólares à Fundação Rotária. As agraciadas foram: Eneida Voigt, Luciana Duarte, Mauren Piegas, Michelli Lopes e Teresinha Batista... SEXTA-FEIRA (5), no salão de eventos da OAB, tomaram posse os diretores do Interact Clube Rainha da Fronteira; a bonita e simpática Amanda Tomazi continua na presidência do clube até ano que vem. O que mais me chamou atenção foi o protocolo super correto, embora extenso, sem falha alguma, que esses jovens souberam elaborar e muito bem conduzir. Presidente: Amanda Brignol de Oliveira Thomazi; Vice-Presidente: Gabriel Brocessewisk Strada; Secretário: Hiago Gatto Loureiro Paim; 2º Secretário: Thiago Oliveira Lopes; Tesoureira: Victória da Luz Frantz; 2º Tesoureiro: Ângelo Brignol de Oliveira Thomazi; Diretor de Protocolo: Gustavo Gonçalves Cougo; 2ª Diretora de Protocolo: Lara Bispo da Costa Severo; Diretora da Comissão de Serviços Internos: Giovana Kraemer Silveira; Diretora da Comissão de Prestação de Serviços: Victória Scott Sousa Scardoelli; Diretor da Comissão de Serviços Profissionais: Gabriel de Souza Corrêa; Diretor da Comissão de Compreensão Internacional: Renan Bozzano Lopes; Diretora da Comissão de Finanças: Maria Eduarda Ruchiga Dias Machado; Diretora da Comissão de Serviços Rurais: Cecília Silva Lopes. Aplausos!

O LIVRO “Nosso Diário de Viagem”, de Cibele Foletto Lucas e da filha Bruna ganhará sessão de autógrafos nesta quinta-feira, às 19h, na AZ Galeria de Arte, da Ângela Zaffari... NOITE DE QUEIJOS E VINHOS, em benefício da Liga de Combate ao Câncer, dia 19, no City Hotel. Os convites custam R$ 35 e já podem ser adquiridos com as integrantes da entidade ou na recepção do hotel... REPERCUTIU super bem a foto da garotinha Isadora Meneghetti Russi, social de sábado, que decidi contar que a menina é bisneta do advogado dr. Meneghetti e da profª Célia de Quadros Meneghetti, Dom Pedrito. Aliás, se Waldyr Carrasco descobrir Isadora vai levá-la às novelas da TV Globo, com certeza, uau!

Os diretores do Interact Clube Rainha da Fronteira empossados na última sexta-feira

Fabiano Marimon e Cibele Chaves, na inauguração da San Carlo

Guilherme Macedo e Alessandra Avancini, na inauguração da San Carlo

Os integrantes do Interact Clube Rainha da Fronteira e o casal Machado: Maria do Carmo e Manuel


SOCIAL

NO SPAÇO NEISA, hoje, às 14h, reunião do Ecoarte... NA PRÓXIMA segunda-feira (15), vai inaugurar a mostra Arte na Vitrina, uma tradição da Semana de Bagé, e a novidade, este ano, é o baile de carnaval que vai se realizar neste sábado (13), no Militão. Segundo palavras do secretário de Cultura, Sapiran Brito, já se iniciaram as conversações “Encontro de Escritores” que aquela secretaria vai promover em parceria com Unipampa; de quebra, exposição de livros da LEB... DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, Hélen e Nei Brasil trouxeram as filhas gêmeas Antônia e Valentina para agitar um pouco a rotina dos avós: Vera e Rodrigo Brasil; Norma e Neri Kopper. E POR FALAR em literário, recebi precioso material sobre a ampla obra do médico, psicanalista e escritor Roberto Bitencourt Martins, bageense que nasceu em 1937, filho do médico Mário Alvarez Martins e da professora Zaida de Bitencourt Martins, primeira mulher psicanalista no RGS, fato registrado no livro que o pesquisador Cláudio Lemiesek vai publicar muito breve. Em 1945, a família foi morar em Buenos Aires, onde os estudos em psicanálise estavam adiantados. Em 1956, Roberto voltou ao Brasil para estudar no Rio de Janeiro, onde reside até hoje. Ele se formou em Medicina em 1962. Sua carreira literária iniciou pra valer em 1958, quando passou a colaborar com o Suplemento Dominical do Jornal do Brasil. Mais tarde, também na revista O Cruzeiro. Sabiam que dr. Roberto Martins ganhou o Prêmio Machado de Assis do Estado da Guanabara, 1961? Casado com Tanira, gaúcha de Porto Alegre, tem três filhos: Mariana, Pedro e Laura. De toda sua obra, a que mais foi estudada até hoje, sem dúvida é “Ibiamoré, o trem fantasma”, de estrutura narrativa, composta de 11 tópicos divididos em duas partes cada um deles. “Gosto de lidar com emoções e palavras, o que me interessa é o ser humano, é poder conhecêlo , tratá-lo, ajudá-lo”, diz o escritor e psicanalista Roberto B. Martins para quem “a vida é uma viagem que sugere partidas e chegadas, encontros e despedidas”. NA OBRA desse escritor, percebe-se sua genialidade em trabalhar estórias dentro da História do Rio Grande do Sul com uma paixão delirante pelos mitos. Ele é super amigo de Luiz Fernando Veríssimo; ambos importantíssimo no panorama das letras rio-gradenses. Mas dr. Martins é “um analista de Bagé”, segundo Veríssimo. Aplausos! SOLENIDADE, na Câmara de Vereadores, logo mais, para outorga de título de Cidadão Bageense ao ex-prefeito e atual secretário estadual da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi... NO RIO, João Carlos Martins e Greice vão curtir um pouco a orla de Copacabana, o agito de Ipanema e o luxo do Leblon... AINDA NO RIO, a festa dos 50 aninhos da muito sorridente Ana Cristina Moreira Fonseca (a Kuka, filha da Iara). Como sempre foi uma linda festa na cobertura do Leblon, com direito a lua cheia. Yara Maria Botelho Vieira com as filhas Duda e Belinha marcaram presença... FALANDO na Iara Moreira, ela vai levar grupo de turistas a Vancouver, Canadá, na primeira semana de agosto, uau!

Na San Carlo, Iara Vidal e Josias Palage; nem sempre há uma love story para contar com tantos ingredientes saborosos como a desses dois

TERÇA-FEIRA 09 de julho de 2013

13

O MULHERIO chega à MG (de Michele e Gárdia Kalil) e, literalmente, enlouquece diante das tentações, modelos da estação com 30% de desconto; elas não resistem e compram, compram... SIMPÁTICA, educada e bonita, Sulenir Abreu da Rosa, comandante do Quartel dos Bombeiros, marcou presença no cocktail de inauguração da San Carlo, sexta-feira. Aliás, já a convidei para entrevista no Aplausos Antena 1, programa de rádio que entrevista artistas e personalidades para bate-papos inteligentes sobre assuntos diversos: ecologia, sustentabilidade, engajamento social, carreira, projetos profissionais e, também, a agenda social, uau!

Na San Carlo, Sulenir Abreu da Rosa, vereador Divaldo Lara e Priscila, sexta-feira, clic Carlos Kurt

Diretores do Interact Clube de Bagé, sob presidência de Andrei de Azambuja Maraschin


14

TERÇA-FEIRA

09 de julho de 2013

ENTRETENIMENTO

A Lua inicia um novo ciclo, agora no signo de Câncer e questões relacionadas à sua vida doméstica e aos relacionamentos em família entram em uma nova fase. Emoções à flor da pele e mudanças em relacionamentos.

A Lua começa um novo ciclo no signo de Câncer e sua vida passa por novos inícios. Plutão, Mercúrio e Urano dão o tom das mudanças que continuam durante toda semana. Você será convidado para um novo projeto de trabalho.

A Lua começa um novo ciclo no signo de Câncer e unida a Mercúrio, Plutão e Urano promete mais mudanças em sua vida social e tudo o que se relaciona com a comunicação. Projetos de viagens podem ser seu foco.

A Lua começa um novo ciclo no signo de Câncer e unida a Plutão, Urano e Mercúrio promete mais mudanças em seus projetos futuros, sejam pessoais ou profissionais. Uma viagem pode ser adiada e reprogramada.

A Lua começa um novo ciclo em Câncer e unida a Mercúrio, Urano e Plutão reinicia uma fase mais voltada para as finanças e os investimentos. Tome cuidado com perdas e não se envolva em investimentos de risco.

A Lua começa um novo ciclo no signo de Câncer e suas emoções são novamente colocadas à prova. Um relacionamento pode se aprofundar. Dinheiro compartilhado em sociedade pode ser o foco dos próximos dias.

A Lua começa um novo ciclo em seu signo inaugurando uma fase em que algumas mudanças determinam novos caminhos. Plutão, Mercúrio e Urano obrigam você a dar um mergulho dentro de si mesmo.

A Lua começa um novo ciclo agora em Câncer e os questionamentos e revisões do passado continuam. Você estará ainda mais fechado durante a semana. Um novo projeto de trabalho pode surgir nos próximos dias.

A Lua começa um novo ciclo no signo de Câncer e movimenta ainda mais sua vida social e as amizades. Plutão, Mercúrio e Urano dão o tom das mudanças que continuam. Um projeto de trabalho pode passar por alterações.

Se Beber, Não Case! Parte 3 estreou no Cine 7 na última sexta-feira. Para quem acha que as continuações acabam perdendo a força e a graça dos primeiros filmes, desta vez estão enganados. Esta terceira sequência da comédia “Se Beber, Não Case”, de 2009, é tão engraçada e bem feita quanto as duas primeiras. Desta vez não tem casamento nem despedida de solteiro, então o que poderia dar errado? Alan surta após a morte de seu pai e acaba ficando mais louco do que de costume.

Então seus amigos Phil, Stu e Doug resolvem interná-lo em uma clínica para doentes mentais. No caminho, Doug é sequestrado por um traficante e seus capangas que estão atrás do Senhor Chow, que deve uma grana alta para os bandidos. Neste momento, começam as encrencas, pois o trio deve achar o Senhor Chow para resgatar Doug dos traficantes. Confiram as outras atrações do Cine 7 e seus horários aqui na FOLHA do SUL.

Amadeu termina o namoro com Isabel. Hélio aceita a proposta feita por Dionísio. Isabel resolve deixar a república. Samuel comenta com Ester que desconfia que Klaus Wagner seja o próprio Dionísio. Maria Adília revela a Lino que é sua mãe, e os dois se abraçam emocionados. Cassiano encontra uma turmalina Paraíba na mina, com ajuda do faro de Ariana.

A Lua começa um ciclo em Câncer e promete mais mudanças em seus relacionamentos pessoais e profissionais. É hora de colocar alguns pingos nos is. Um namoro ou outros tipos de relações podem ser repensados.

A Lua começa um novo ciclo agora em Câncer e promete algumas mudanças em seu trabalho. É possível que você decida mudar de emprego durante esta semana. O momento é ótimo para rever problemas de saúde.

A Lua começa um novo ciclo no signo de Gêmeos e promete trazer ainda mais mudanças em seu relacionamento amoroso. Caso esteja só, é possível que surja alguém que vai mexer com seu coração.

Perácio revela a Filipinho que falsificava quadros. Bárbara decide readmitir Lucindo, e Damáris fica furiosa. Pedrinho fala para Charlene que não quer mais ser adotado. Amora é afastada do Luxury e desconta sua raiva em Malu. Verônica gosta de saber que Maurício está saindo com Lara. Sílvia se associa a Érico. Natan se desespera com a crise da Class Mídia. Glória conta a Eliseu que é avó de Bento. Amora procura Bento. Bento descobre o que Wilson falou com Pedrinho. Verônica decide se afastar de Érico. Caio desconfia de que Amora tenha falado mal dele para Giane. Bento impede que Charlene aceite o pedido de casamento de Wilson.

Paloma conta para Paulinha que Bruno não é seu pai biológico. Glauce convence todos de que o hospital é o responsável pela morte de Luana, e que Paulinha foi trocada na maternidade. Joana se desculpa com Luciano, e os dois se tornam amigos. Glauce entrega o prontuário de Luana para Bruno. Atílio dá dinheiro para Gigi, e os dois se beijam. Paulinha pede para Bruno tirá-la da casa de Paloma. Félix e Maciel pensam em uma maneira de fazer Atílio perder a memória novamente. Pilar procura Denizard, e Ordália flagra os dois abraçados. Paloma pede para Ninho se aproximar da filha. Pilar oferece dinheiro para Bruno desistir de Paulinha.

ANIVERSÁRIOS - Maria Cristina Machado Salomoni - Jaqueline Moreira - Maria de Fátima P. Pio Vidal - Ivana Elise Martinez - Jaqueline Machado

- Fabiana Martinez - Jane Barcellos - Eduarda Lopes - Cláudia Coradini - Victor Brusius Filho

FILMES EM CARTAZ TERÇA-FEIRA Faroeste Caboclo - 18:30 Se Beber, Não Case - Part III - [LEG] - 20:30

00:05 Jornal da Globo 00:35 Programa do Jô 02:10 Segurança Nacional 05:00 Telecurso Educação Básica 06:00 Globo Rural 06:30 Bom Dia Rio Grande 07:30 Bom Dia Brasil 08:30 Mais Você 10:00 Bem Estar 10:35 Encontro com Fátima Bernardes 12:00 Jornal do Almoço 12:50 Globo Esporte 13:20 Jornal Hoje 13:50 Vídeo Show 14:40 O Profeta 16:05 Bee Movie - A História de uma Abelha 17:50 Malhação 18:20 Flor do Caribe 19:10 RBS Notícias 19:30 Sangue Bom 20:30 Jornal Nacional 21:10 Amor à Vida 22:20 Tapas e Beijos 23:05 Saramandaia 23:45 Profissão Repórter 00:30 O Mundo Segundo os Brasileiros 01:30 Jornal da Noite 02:15 Claquete 03:15 O Encantador de Cães 03:40 Popcorn TV 04:00 Igreja Mundial 06:00 Igreja Mundial 06:50 Bondi Band 07:00 Local 07:30 1º Jornal 08:00 Dia Dia 09:10 Kenan & Kel 09:35 Victorious 10:00 Supah Ninjas 10:25 iCarly 10:45 Tartarugas Ninjas 11:10 Jogo Aberto 12:30 Local 15:00 Futurama 15:50 Os Simpsons 16:50 Brasil Urgente 18:50 Local 19:20 Jornal da Band 20:25 Momento da Sorte 20:28 Show da Fé 21:20 Zoo 21:30 Os Simpsons 22:30 The Walking Dead 00:00 SBT Repórter 01:00 Jornal do SBT 01:45 Dois Homens e Meio 02:15 The Big Bang Theory 02:45 Gossip Girl 03:30 Entourage 04:00 Jornal do SBT 06:00 SBT Manhã 07:00 SBT Rio Grande 07:30 SBT Manhã 09:00 Bom Dia & Cia 12:10 SBT Rio Grande 12:45 Três é Demais 13:15 Arnold 13:45 Chaves 14:30 Marimar 15:30 Cuidado com o Anjo 16:30 Rubi 17:30 Casos de Família 18:25 Plantão Sertanejo 18:30 As Visões da Raven 19:20 Eu, A Patroa e as Crianças 19:45 SBT Brasil 20:30 Carrossel 21:15 Programa do Ratinho 23:00 Cine Espetacular 00:00 Roberto Justus + 01:15 Programação IURD 06:30 Direto da Redação 07:15 Rio Grande No Ar 08:40 Fala Brasil 10:00 Hoje em Dia 11:50 Record Kids - Pica Pau 12:45 Balanço Geral 14:50 Programa da Tarde 17:15 Cidade Alerta 19:45 Rio Grande Record 20:30 Jornal da Record 21:15 C.S.I. NY 22:15 Dona Xepa 23:00 A Fazenda


Matrículas voltam ao normal na Urcamp

Antonio Rocha

Estudantes aproveitaram tarde de ontem

Após a suspensão no serviço, no final da semana passada, em decorrência de problemas operacionais durante a implantação de um novo sistema acadêmico, as matrículas na Universidade da Região da Campanha foram retomadas ontem. Conforme a assessoria de imprensa da universidade, a retomada ocorreu de forma satisfatória e o sistema já está em condições

de detectar as diversas situações que envolvem os incentivos acadêmicos. As matrículas ocorrerão até hoje. A assessoria ainda informou que alunos de cursos muito procurados, como Direito e Medicina Veterinária, foram realocados para evitar que houvesse formação de filas e longa espera. A comunicação ainda destaca que os descontos e fi-

nanciamentos estão sendo efetuados de maneira normal. O prazo para matrícula antecipada, com 5% de desconto, encerra hoje. Já o período oficial de matrícula e rematrículas, inclusive de pedido de vagas, ocorre de 10 a 19 de julho. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (53) 3242-8244 ou através do site www. urcamp.tche.br.

Os centros ficaram realocados da seguinte forma:

• CCJ (Centro de Ciências Jurídicas): NPJ (Núcleo de Prática Jurídica); • CCECA (Centro de Ciências de Educação, Comunicação e Artes): Laboratório de Informática do Central; • CCR (Centro de Ciências Rurais): Laboratório 4 do CCEI (Corujão); • CCEI (Centro de Ciências da Economia e Informática): Secretaria do Curso; • CCEA (Centro de Ciências Exatas e Ambientais): Secretaria da Arquitetura; • CCS (Centro de Ciências da Saúde): Laboratório de Multimeios (Corujão).

GERAL

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

15


16

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

GERAL

Abertas inscrições para Estúdio Móvel Gravaêh

A partir de hoje, até o dia 18 de julho, os músicos da cidade podem se inscrever para a próxima turnê do Estúdio Móvel Gravaêh, ônibus com estrutura de estúdio de gravação musical. Depois de passar por dezenas de cidades do Rio Grande do Sul, o centro cultural itinerante dará a oportunidade, para novos talentos e bandas com trabalho musical autoral, de gravar um CD gratuitamente entre os dias 30 de julho e 5 de agosto. Para isso, 10 artistas ou bandas serão selecionadas por uma comissão julgadora. As inscrições podem ser feitas através do site www.cirandar.com. br/gravaeh. Os candidatos precisam preencher um formulário e enviar portfólio de seus trabalhos. As músicas podem ser encaminhadas em arquivo de MP3 ou postadas no Youtube. Desde 2010, o Gravaêh existe com o objetivo de garantir meios de sustentabilidade de divulgação e Reunião No encontro, ontem, entre a equipe do projeto e a Secretaria Municipal de Cultura foi abordado sobre a possibilidade do estúdio

Luciano Madeira / Especial FS

Pedro Romero, Márcia Cavalcante e Sapiran Brito participaram da reunião

comercialização de novos artistas. Foi elaborado pela ONG Cirandar e conta com a parceria do Centro Cultural CEEE Erico Veríssimo e da Benfica Turismo. Esta turnê é patrocinada

pela Companhia Estadual de Energia Elétrica – CEEE e possui investimento da Secretaria de Cultura do Estado do Rio Grande do Sul, através da Lei de Incentivo à Cultura do Estado, LIC.

móvel ficar instalado na Praça Silveira Martins. A peça estrelada por Eron Dalmolin, “Papaéu e o Ataque dos Clones”, vai ser exibida no dia

3 de agosto, o local ainda não está definido. Já a exposição literária, “Por amor à vida”, vai ficar alojada na Casa de Cultura Pedro Wayne.

Mais de 60 agentes trocarão de regime

Procuradoria Jurídica reúne SMTC e explica transição de contrato Na manhã de ontem, cerca de 25 agentes de trânsito estiveram reunidos com o procurador jurídico do Município, Luís Fernando Meira, com o secretário de Administração, Tairone Martins, e com o secretário de Transporte e Circulação, Antônio Luiz Arla da Silva, para tratar das determinações jurídicas que o Município precisa adotar em função da exigência de que todos os funcionários públicos passem a ser regidos pelo regime estatutário. De acordo com Meira, por lei, não existirá mais o regime celetista em uma empresa pública, depois de determinação da Constituição Federal e de acordo com a Lei Municipal nº 1.240 /1991. “Estamos transpondo obrigatoriamente cerca

de 60 agentes de trânsito de celetistas para estatutários com todos os seus direitos adquiridos, já que essa mudança trará inúmeras vantagens e benefícios aos servidores”, garante, ao citar como exemplo o direito de licença prêmio a cada cinco anos de serviço. “A gestão pública está cumprindo todas as formas dentro das legalidades impostas pelo Tribunal de Contas e do Ministério Público”, acrescenta. O secretário da SMTC, Antônio Luiz Arla da Silva, esclareceu as dúvidas dos agentes e comunicou que todos os servidores públicos estarão cumprindo as novas regras até o prazo estabelecido. “Com base em dúvidas geradas, estamos à disposição para possíveis esclarecimentos”, informa.


GERAL

TERÇA-FEIRA

17

9 de julho de 2013

Centro de Inclusão e Qualificação completa três meses com 500 alunos O Centro Municipal de Inclusão e Qualificação Profissional completa três meses. São 500 alunos em 23 cursos. Um número maior de opções do que fora anunciado em sua inauguração, no dia 17 de abril deste ano. De acordo com a secretária municipal de Trabalho e Assistência Social, Andréia Rosa, há capacitações que tiveram inscrições abertas após o período oficial porque surgiu a oportunidade de oferecê-las, como o curso de Dança de Salão. Um curso que, para ela, é justificado porque, na prática, ocorre o fortalecimento de vínculos, o que está entre os objetivos dos projetos sociais. Andréia destaca o espaço disponível, que é amplo e acessível a todos – a sede do Centro está localizada no bairro Getúlio Vargas. É preciso lembrar que antes era nesse espaço que eram disponibilizados cursos pelo Instituto São Pedro de Educação e Assistência, uma obra que era mantida pelos Salesianos. Os cursos disponíveis no Ispea se somam aos antes oferecidos pela Casa de Cursos. Os cursos de Inglês, Técnicas Administrativas, Teatro, Violão e Inclusão Digital estão entre as opções, assim, Técnicas Administrativas é o resultado

Divulgação/FS

de dois cursos: Técnicas Administrativas e Secretariado. Conforme a secretária, já estava previsto transformar as duas capacitações em uma. Andréia comemora também o espaço, porque esse possibilita a integração entre gerações. Há jovens aprendendo inglês enquanto há alunos mais velhos na oficina de tricô. Ambos participam do curso de massagista. “Estamos felizes com o Centro: é melhor do que já oferecíamos. Estamos conseguindo dar oportunidade para quem mais precisa”, destaca. Outra novidade é o curso de artesanato em couro, lã e cerâmica. Capacitações que ocorriam em Santa Tereza. É importante destacar que há aulas pela manhã, tarde e noite. Os cursos são disponibilizados para aqueles cidadãos que são beneficiados pelo Bolsa Família ou que fazem parte do Cadastro Único e, também, para a comunidade em geral. Isso para atender também o mesmo público dos Salesianos. A renda está entre os critérios para as matrículas: deve ser considerada baixa. Ocorrem entrevistas para comprovação da necessidade. O principal objetivo do Centro é possibilitar a qualificação profissional e direcionar os jovens para o mercado de trabalho.

Entre opções de capacitação está massoterapia Uma preocupação é a formação de um banco de profissionais. O Centro intermediará a inclusão dos capacitados. A previsão é que o Centro oferte, ainda,

1.020 vagas. Há, ainda, cursos de depilação, cabeleireiro, manicure e pedicure, tricô à máquina, artesanato em lãs e linhas, decoupagem, artesanato em pedraria,

pintura em tecido, corte e costura e pirografia em couro. As aulas que tiveram início em abril serão realizadas até o dia 4 de outubro.


18

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

GERAL

Artistas e lojistas são convidados a participar do projeto

Arte na vitrine integra programação da Semana de Bagé A promoção Arte na Vitrine chega a sua 21º edição incentivando a integração de artistas, empresários e apreciadores de arte. A iniciativa é da Associação Comercial e Industrial de Bagé em parceria com a Secretaria MuniciHomenagens Nesta edição, as homenagens especiais vão para os artistas do Grupo de Bagé composto por Glauco Rodrigues (1929-2004), Carlos Scliar (1920-2001), Glênio Bianchetti Popularização da arte A diretora da Casa de Cultura, Anacarla Flores, ressalta a importância deste momento em que os artistas têm a oportunidade de divulgar sua arte e aproveita para fazer um cha-

pal de Cultura que, anualmente, organiza uma galeria de arte a céu aberto, possibilitando que a comunidade entre em contato com diversas expressões artísticas. A cerimônia de abertura acontece no dia 15, às 19h, no Porão Da

Maya. O grupo Da Maya apoia a promoção e recepciona autoridades, artistas e empresários, neste local que também transborda arte. Além do coquetel, o Porão estará oportunizando aos convidados degustação de vinhos Dunamis.

(1928) e Danúbio Gonçalves (1925). Ernesto Wayne também receberá o reconhecimento da comissão organizadora. Liselene Severo Bidone, representante da ACIBA para coordenar

o projeto, informa que este ano o empresário homenageado será Gilberto Alagia, ex-presidente da entidade, que sempre apoiou e incentivou a proposta do Arte na Vitrine.

mamento aos que queiram participar. “Estaremos expondo esculturas, pinturas, fotografias e poesias”, conta. As inscrições devem ser feitas das 9h às 18h, na Casa de Cultura. Já os

empresários estão sendo convidados a participar deste projeto pela Aciba. Os lojistas devem entrar em contato pelo telefone 3242-5022. A exposição ficará montada de 11 a 18 de julho.

Chapas podem se inscrever até próximo dia 15

Conselho municipal tem eleição no dia 25 O Conselho Municipal de Saúde, que tem por função primordial avaliar a liberação de verbas destinadas ao setor e fiscalizar a sua implementação, está com as inscrições abertas para a chapa que vai eleger uma nova diretoria até o próximo dia 15. O grupo deve ser composto por cinco integrantes, 1º e 2º secretário, tesoureiro, vice e presidente. O atual presidente, Luis Fernandez, declarou que não deve concorrer à reeleição, ele argumenta que o trabalho fora do município não lhe permite ter tempo suficiente para coordenar o órgão. Apesar de nenhuma inscrição ter sido feita até o momento, Fernandez acredita que, pelo menos duas chapas devam se candidatar, os habilitados são os membros do conselho. O pleito acontece no próximo dia 25, no salão do prédio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), sendo a primeira chamada às 8h e as demais 15 minutos após. O quórum é formado por 50% mais um, a decisão se dá por maioria. O tempo de gestão é de um ano e, de acordo com o presidente, um dos desafios da nova diretoria é a aplicação de recursos de maneira apropriada. “O dinheiro deve ser aplicado no que é mais necessário”, afirma. Na opinião de Fer-

Brunna Ayres / Especial FS

Presidente afirma que não vai concorrer novamente

nandez, a área da saúde que mais precisa de investimento é a Atenção Básica, que é a porta de entrada para o Sistema Único de Saúde (SUS) e compreende os postos de saúde e as equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF). Além disso, ele comenta que outro entrave ao funcionamento do conselho é a participação dos integrantes. “Como o trabalho é voluntário e todos têm outras funções, nem sempre conseguem comparecer às reuniões”, diz. Os encontros do Conselho Municipal de Saúde acontecem na última quinta de cada mês na sede no INSS.


GERAL

Oito suspeitas de Influeza esperam S confirmação Oito novos casos suspeitos de gripe Influenza estão sendo investigados. Todos estão internados no Hospital Santa Casa de Caridade, sendo que três na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), respirando através de ventilação mecânica. Um deles tem 38 anos e é de Dom Pedrito, o outro tem 54 anos. Os demais estão estáveis. Todos esperam a confirmação do exame e a maioria não está dentro do grupo de risco que foi vacinado.

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

19

Pró-reitor imprime primeira inscrição para Congrega Urcamp de 2013 A última sexta-feira marcou um momento importante para os preparativos do próximo Congrega Urcamp, que este ano será desenvolvido em Santana do Livramento. O pró-reitor de Pósgraduação, Pesquisa e Extensão, Paulo Siqueira, executou o último teste para verificar a eficiência do sistema operacional desenvolvido para o maior evento acadêmico da

Glauber Pereira

Metade Sul. A partir de seu computador, Siqueira executou com sucesso a primeira inscrição e gerou, também, o boleto de pagamento. “Ainda, nesta segunda-feira, a compensação do pagamento deve ser informada pelo site e, assim, abriremos o sistema para que todos os pesquisadores, professores e estudantes possam garantir sua participação”, antecipa.

Evento A Universidade da Região da Campanha - Urcamp - comemora, em 2013, a nona edição do Congrega Urcamp que volta a ser itinerante, de acordo com sua proposta inicial. O evento reúne atividades que contemplam todos os segmentos acadêmicos e de iniciação científica da Jornada de Pós-Graduação e da Mostra de Iniciação Científica. Uma década de promoção à pesquisa e contribuição para o desenvol-

vimento regional é resultado do trabalho de inúmeros professores, pesquisadores, extensionistas, estudantes e funcionários que, ao longo deste período, dedicaramse ao crescimento contínuo do evento, formado pelas seguintes atividades: 11ª Jornada de PósGraduação e Pesquisa, 11ª Mostra de Iniciação Científica, 9ª Mostra de Iniciação Cientifica Júnior e 9ª Mostra de Projetos Comunitários e de Extensão.

Paulo Siqueira promove teste no sistema


20

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

GERAL

Julho é mês dos eventos culturais

Comitê Regional da Qualidade entrega camas para Vila Vicentina Divulgação/FS

Fotos: Divulgação/FS

Leilão arrecadou R$ 11.250,00 por Juliana Andina Panorama faz parte das suas memórias de criança

A Casa de Cultura Pedro Wayne começa o mês de julho com o lançamento de diversas atividades culturais. Entre elas, exposição fotográfica, exposição coletiva de artistas bageenses, de vinhos e artes e mostra de fendas. A primeira atração será a exposição de fotos intitulada “Cotidiano”, de Mickael Freitas. Em torno de 12 a 15 retratos do dia a dia farão parte da mostra, que começa na quinta-feira, às 18h, no Salão Experimental, segundo piso da Casa de Cultura. O fotógrafo conta que a paixão pela arte veio há dois anos e meio, quando comprou a sua primeira câmera. Posteriormente, ele conseguiu um emprego em um supermercado e investiu quase todo o seu salário na compra de novos equipamentos. Hoje, é fotógrafo profissional. Quanto às fotos da expoMais arte Já no dia 12, é a vez dos artistas bageenses exibirem os seus trabalhos. “Talentos de Bagé” vai mostrar diferentes artes, como cerâmica, pintura e artesanato. “Essa exposição tem a intenção de mostrar quem está produzindo na cidade”, explica a coordenadora da Casa de Cultura, Anacarla Flores. Ela No porão Fora da Pedro Wayne, mas no circuito de cultura da cidade, está exposta diariamente, das 14h às 18h, na Galeria do Porão - Palacete

sição, Freitas diz que são cenas que lhe chamam atenção e que acontecem dentro da rotina. “O tema não é específico, tem foto de gente, de prédio, de locais e de ações que ocorrem na rua”, conta. Ele comenta que muitas delas foram feitas em lugares por quais ele passava na infância e achava interessante. Um dos diferenciais da mostra é que ele não usa legendas nas fotografias. A intenção é deixar a interpretação livre. “Eu senti algo quando fotografei, mas acredito que cada um tem uma visão pessoal sobre a mesma imagem”, argumenta. Ele convida a todos para a exposição e avisa que a abertura do evento deve surpreender, com uma ação que vai fazer a interação da foto com outra arte. A mostra fica disponível até o final de julho.

Fotógrafo diz que é primeira vez que expõe suas fotos

acrescenta que não existe padrão para as obras, o mais importante é o intercâmbio entre os artistas. A exposição acontece no salão principal até o final do mês de julho. O coquetel de abertura está marcado para o dia 12, às 19h. No dia 18, às 18h, tem o espetáculo que integra o Circuito Nacional de

Vinhos do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), “De vinho e Vida”, poesia, música, canções e vinhos do Brasil. Ana Carla pontua que a cidade foi uma das escolhidas para receber o espetáculo que mescla diversas artes e é regado a vinho que poderá ser degustado pelos convidados.

Pedro Osório, a mostra “Fendas”, de Leandro dos Santos, de Porto Alegre. A coordenadora da Casa de Cultura explica que a instalação é feita com

materiais de vários tipos, que o artista ganhou ou comprou e transformou em objetos que desejam transmitir uma reflexão acerca do eu interior.

O leilão realizado no dia 11 de outubro de 2012 na 100ª Expofeira de Bagé, com as peças utilizadas nas gravações do longa metragem “O tempo e o vento”, teve seu objetivo alcançado. O valor arrecadado com a venda dos artigos foi revertido na compra de 10 camas hospitalares e doados para a Vila Vicentina. A iniciativa foi do Comitê Regional da Qualidade, veiculado ao Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade (PGQP). A entrega das camas ocorreu ontem, pela manhã. Conforme a presidente do Comitê Regional e organizadora do leilão, Sandra Farias de Morais, a entrega das camas encerra uma batalha importante. “Iniciamos esta luta no ano passado e só tenho que agradecer a todos que colaboraram para que nosso objetivo fosse alcançado”, afirma. Foram arrecadados R$ 11.250,00, onde R$ 10.250,00 foram gastos na compra das camas e a diferença foi doada à entidade para comprar fraldas geriátricas. Segundo Carlos Alberto Fico, presidente da Sociedade São Vicente de Paula, a iniciativa foi a primeira realizada no Rio Grande do Sul. “Esta foi uma atitude pioneira, que nos trouxe muita alegria. Agradecemos ao ato de solidariedade de todos os envolvidos. No ato de hoje, não estamos fazendo nada além do nosso dever ético e moral de prestar contas”, enfatiza. Foram vendidas no leilão a ima-

gem de Nossa Senhora Conceição, o baú de Ana Terra, um banco rústico e um chapéu pança de burro autografado pela equipe do filme. Sandra fala que as demais peças, que ainda não foram vendidas, serão disponibilizadas para um novo leilão em prol da Liga Feminina de Combate ao Câncer, realizado após o lançamento do filme. Para a secretária de Políticas Públicas para a Pessoa Idosa e PrimeiraDama, Silvana Caetano, todas as ações que beneficiam os idosos sempre são importantes. “Sempre que acontece esse tipo de ação ficamos muito felizes. Que estas ações sigam acontecendo e que em harmonia todas as instituições possam se auxiliar”, destaca. O prefeito Dudu Colombo participou da entrega e falou da referência do município nas políticas para a pessoa idosa. “O tema idoso ainda é muito novo e poucas são as iniciativas para a melhora da qualidade de vida dessas pessoas. Ficamos imensamente satisfeitos em poder contar com pessoas que pensam no bem do próximo e também nos auxiliam nesta caminhada”, pontua. Pai João, como é conhecido o diácono Horacil Dutra, manifestou a emoção pelo ato de caridade. “Este tipo de atitude nos enche de esperança, pois é um ato concreto de caridade. Que Deus ajude essas pessoas a seguir transformando vidas de sofrimento em vidas de alegria”, encerra.


SEGURANÇA

GGI monitora suspeito de furto que é preso pela BM

Fotos: Reprodução/A.Rocha

Jovem é filmado pelas câmeras

Suspeito atravessa Praça Silveira Martins

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

Acidente na Bento Gonçalves deixa homem ferido Na manhã de ontem, Alex da Rosa dos Santos, de 28 anos, ficou ferido após um acidente de trânsito na rua Bento Gonçalves esquina Marechal Floriano. Segundo uma testemunha, que também se envolveu no choque, o motociclista foi tentar desviar de um veículo, uma caminhonete Silverado, e acabou adentrando a preferencial e colidindo no seu veículo Prisma, de placas ISJ 7655. Santos foi medicado no ProntoSocorro local e liberado, mas estava com fortes dores no joelho direito. Ele representa criminalmente contra o autor.

Eram 11h45min quando um homem foi abordado na avenida Sete de Setembro e levado pela viatura da Brigada Militar. O jovem era suspeito de um furto em uma residência próximo à escola Justino Quintana. Um

Brigada Militar faz a abordagem

vizinho ficou preocupado, pois a vítima, uma mulher idosa, estava muito nervosa e apontou quem era o homem que teria furtado objetos em sua casa. Na ocasião, o vizinho seguiu o suspeito e fez contato com a

Brigada Militar através do 190, passando as características do indivíduo. Logo após, o GGI-M foi acionado para monitorar o paradeiro do jovem que foi detido na principal via da cidade e preso pelo patrulhamento ostensivo.

Julgamento de homicídio qualificado acontece hoje Um caso bem conhecido, acontecido em outubro de 2010, será levado a julgamento hoje. A primeira Vara Criminal da Comarca de Bagé irá julgar, na sala do juri, o réu Rafael Dias de Quadros. O caso aconteceu no dia 23 de

outubro de 2010, quando em um acidente de trânsito duas pessoas morreram: Vanessa Bastos Pauchert e Uilliam da Silva Simoni. A colisão foi em uma curva na avenida São Judas, próximo à igreja de mesmo nome, quando o condutor acusado e réu, Rafael Dias

de Quadros, que estava embriagado na ocasião, perdeu o controle do carro, causando a morte de Vanessa e Uilliam, que estavam no interior do veículo. O julgamento começa às 9h e Quadros está sendo julgado por homicídio qualificado.

Posto de gasolina é roubado e dono de motocicleta informa delito Na manhã do último dia 3, um homem comunicou que, seu filho, dependente químico e que está internado no Hospital Universitário, em virtude de tratamento para dependência química, tem uma motocicleta que por vezes é levada pelo seu filho, que a deixa em pontos de venda de drogas como

forma de pagamento. Ele relata que, desde a última quarta-feira, a motocicleta está desaparecida e, em conversa com o filho, este não soube dizer a localização do veículo. Porém, o filho informou que dois homens levaram a moto e que esta foi utilizada em um roubo a um posto de gasolina, na rua Sal-

gado Filho. Depois, o jovem ainda contou que deu uma carona para um homem que assaltou o local e, que, durante o delito, ficou na motocicleta. O comunicante não tem certeza se seu filho participou do roubo ou não, mas resolveu declarar este fato na polícia.

A Silverado era de cor azul escuro e fugiu do local. A motocicleta ficou danificada e o veículo Prisma também, com a porta do lado do motorista rasgada. O condutor do carro não ficou lesionado. As placas da picape não foram anotadas e nem o condutor que fugiu do local visualizado. Conforme contou o motociclista que ficou lesionado, a caminhonete vinha pela Bento Gonçalves e lhe cortou a frente, causando o acidente. Santos foi encaminhado a exame de corpo de delito. A testemunha e Santos estão com os veículos com documentação em dia e são habilitados.

Disparos de arma de fogo O comunicante, morador do bairro Malafaia, informou que, na tarde de domingo, durante uma festa na Escola Municipal Creuza Brito Giorgis, um homem, também morador do bairro e já conhecido pela região, começou a efetuar disparos de arma de fogo. Segundo o comunicante, é comum este acontecimento no local, pois todas as noites ele efetua disparos com dois revólveres.

Rapaz caminha pela Sete de Setembro

21

O comunicante salienta que a situação está ficando insustentável. Já existe no local até toque de recolher e somente ficam na rua este homem, sua namorada e outros jovens. Ele não sabe comunicar o endereço do acusado e também teme por sua segurança e de todos. No domingo, havia uma festa na escola, com diversas crianças. Pede ajuda às autoridades para que o indivíduo que efetua os disparos seja contido.

OBITUÁRIO Elida Coelho Xavier, 103 anos, dona de casa, viúva. Residia na rua Ismael Soares, nº 237, apto 26. Deixa os filhos Moacir Armando, Silvio Renato, Vera Maria e Alice Elaine. Eva Jardim Coelho, 74 anos, dona de casa, viúva. Residia na rua João Telles, nº 1.723, centro. Deixa o filho Geonir. Eulália Martins Bittencourt, 69 anos, empregada doméstica inativa, viúva. Residia na rua Tiradentes, nº 473, Centro. Deixa os filhos Roselaine, Raquel, Darci, Luciano e Elizandra.


22

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

ESPORTES

Brasil de volta Altíssima média de ao Gauchão gols no futsal feminino

Com base numa fortíssima tradição e detentor da maior torcida do interior do Estado, o Grêmio Esportivo Brasil de Pelotas garantiu a sua volta ao cenário maior do Gauchão, em 2014. Anteontem, mesmo como visitante, o Brasil ganhou do Santo Ângelo por 2x0, depois de, no jogo de ida, em Pelotas, ter vencido de goleada por 4x0. O rubro-negro pelotense classificou-se para a decisão do título do returno da Série A2 contra o Aimoré, que, depois de perder para o Ypiranga, em Erechim, por 2x1, ganhou a partida de volta, em São Leopoldo, por 1x0, gol de Alex. Em meio a confusas interpretações do regulamento da antiga Divisão de Acesso, o presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Francisco Noveletto Neto, em entrevista ao vivo à Rádio Guaíba, por volta das 22h, de domingo, esclareceu que, como vice-campeão do primeiro turno e, no mínimo, vice do segundo, o Brasil já tem vaga assegurada no próximo Gauchão. O outro finalista, o Aimoré, precisará, no mínimo, de dois pontos (no caso, dois empates) nos confrontos contra o Brasil para também voltar à divisão principal

em 2014. Se o Aimoré, por exemplo, empatar uma partida e perder a outra para o xavante pelotense, neste caso disputaria a última vaga com o Riograndense de Santa Maria, este na condição de melhor campanha nos dois turnos. Importante: o São Paulo de Rio Grande, como campeão do primeiro turno, já garantiu vaga no Gauchão, somando-se à dupla Bra-Pel e dando três representantes à Metade Sul. Um dos personagens mais importantes na nova conquista do Brasil foi o zagueiro Jéferson Cirilo Mesquita de Martha. Pelotense, nascido em 13 de março de 1980, Cirilo foi jogador do Bagé em 2005, desembarcando no Pedra Moura numa van que trazia, sob o comando do treinador Carlão (prematuramente falecido), vários jogadores de Pelotas e Rio Grande. Cirilo, além do Bagé, jogou pelos três clubes pelotenses, mais Guarani de Venâncio Aires, Novo Hamburgo, Glória de Vacaria, Canoas e São Paulo de Rio Grande. Ele foi autor, aos 15 minutos do segundo tempo, da vitória decisiva do Brasil diante do Santo Ângelo. O segundo foi marcado por Alex Amado, 21 minutos depois.

A penúltima rodada da fase classificatória da Taça Cidade de Bagé de Futsal Feminino Jornal FOLHA do SUL/Loja AP Esportes foi disputada na tarde/noite de domingo, no Ginásio Presidente Médici, caracterizando-se por escores contundentes. Já garantida na próxima fase, a Celeste/Valcar aplicou 5x0 no Boca Juniors da Colônia Nova. Galácticas, outra equipe garantida na próxima fase, derrotou o Arsenal por 5x1. No complemento da rodada, a Liga Doce União isolouse na terceira posição, derrotando a Associação Atlética Banco do Brasil por 6x2.

Divulgação FS

Galácticas já com vaga nas semifinais Roberta Hecht / Especial FS

Bicicross foi amplo sucesso A Etapa Bagé do Supercampeonato Gaúcho de Bicicross reuniu mais de 120 pilotos.

Resultados dos bageenses Júlia Madruga - categoria 5 a 6 anos – 1º Lugar Vanessa Regert - categoria elite girls - 1º Lugar Pablo Madruga - categoria cruiser 35 anos - 1º Lugar Heron Regert - categoria four cross – 2º Lugar Guilherme Castro - categoria boys 8 anos – 2º lugar Geraldo Lujan - categoria 25 a 29 anos – 2º Lugar Lucas Leitkze - categoria 12/13 anos – 2º Lugar Thayná da Silva - categoria girls 13/14 anos – 3º Lugar Vinícius Assumpção - categoria elite master – 3º Lugar Mário Castro - categoria cruiser 35 anos – 4º Lugar Murilo Brasil - categoria four cross - 5º Lugar Júlio Barcellos - categoria four cross – 6º Lugar


ESPORTES

Acesso é o grande objetivo

Caçapava / Especial FS

TERÇA-FEIRA

23

9 de julho de 2013

Leco ganha novos reforços O grupo que o treinador Paulo Afonso Coelho (Leco) vem formando para o campeonato gaúcho da segunda divisão de profissionais ganhou novos valores. O atacante Gêison Rodrigues Garrote é um dos reforços alvirrubros. O jogador, de 27 anos, começou nas categorias de base do Grêmio Porto Alegrense, passando depois pelo Juventude, Guarani de Venâncio Aires, Brasil de Farroupilha, São Paulo de Rio Grande, São José de Porto Alegre, Veranópolis e, mais recentemente, pela Associação Riopardense. No ano passado, Gêison teve uma boa passagem pelo Bagé.

O volante Ivan Lima está de volta ao Guarany. O atleta fez parte do grupo que, treinado pelo próprio Leco, conquistou, em dezembro do ano passado, o título do bicentenário do município. Para a lateral-direita, o reforço é Douglas, cujo clube mais recente foi a Associação Riopardense. Fernando Passamani, lateral esquerdo, 27 anos, jogou na Ponte Preta, Palmeiras, Joinville, Esportivo de Bento Gonçalves e Botafogo da Paraíba. Hoje, o Guarany deve realizar mais um coletivo. Em termos de amistoso, poderá ser acertado jogo para domingo, às 15h, em Dom Pedrito, diante do Botafogo.

Compromisso do BTC com a modernidade Responsável por uma série de empreendimentos, a atual diretoria do Bagé Tênis Clube, liderada por João Azambuja, está anunciando mais uma importante obra. Na noite da próxima sexta-fei-

ra, na sede social, durante coquetel, acontecerá a inauguração da primeira quadra com grama sintética, coberta, da região, que será colocada à disposição do quadro social do Bagé Tênis Clube e comunidade em geral.

Jogadores que se apresentaram ontem

Na fria manhã de ontem, o presidente do Bagé, Marco Aurélio Egas Ribeiro, acompanhado de vários dirigentes, recepcionou comissão técnica e jogadores, com o que o clube abriu oficialmente a temporada profissional de 2013, visando objetivamente à disputa da segunda divisão, a partir de agosto. No renovado vestiário jaldenegro, Marco Aurélio falou, em linhas gerais, sobre os objetivos de sua diretoria, especialmente no futebol, colocando como meta

principal o retorno à Série A2 na próxima temporada. Além do treinador Rinaldo Lopes Costa (Badico), do preparador físico Andriani Padilha, do preparador de goleiros Jairo e do massoterapeuta Cláudio Narval, já conhecidos do torcedor do Bagé, foram apresentados dois novos personagens: o supervisor Darlan Berneira e o preparador físico Alexandre Chicolina, que completam a comissão técnica. Fernando Costa, Samuel, Pedro Júnior, Héberson, Aguinaldo, Dieisson, Michel Lugo, Ale-

xandre Matão, Javier (que começa hoje os treinamentos), Rodrigo Dias, Tiago Rocha, Evandro Moreira (ambos devem apresentar-se hoje, depois da eliminação do Ypiranga de Erechim da Série A2), Wesley, Luís Fernando, Fernandinho, Lucas, os integrantes do grupo jalde-negro. A contratação do atacante Mano Garcia acabou sendo descartada e, segundo revelou o vicepresidente de futebol, Mateus Zílio Bosco, o clube vai buscar um novo jogador para a função ofensiva.

Resumo esportivo higinobage@yahoo.com.br

CONTEMPLADA – Portadora da cartela 918, Flávia Lemos Pinto foi a ganhadora de um capão, sorteado pelo Fronteira, do futebol amador, pela Loteria Federal de 6 de julho. BRASILEIRÃO – Série A teve, no domingo, Internacional 5x2 Vasco da Gama, Bahia 0x2 Corinthians, Botafogo 1x0 Fluminense, Goiás 1x0 Vitória, Atlético Mineiro 3x2 Criciúma, São Paulo 0x2 Santos. BRASILEIRÃO (II) – Principais colocações: Botafogo, 13 pontos; Coritiba, 12; Vitória, 10; Fluminense, 9. A dupla Gre-Nal está empatada em pontos (9), prevalecendo o Inter no saldo de gols. Na linha do rebaixamento, Criciúma, Flamengo e Atlético Paranaense, 6; Náutico, 4 pontos. BRASILEIRÃO (III) – Em virtude da Libertadores e da Copa do Brasil, não haverá rodada intermediária pela Série A. No sábado, o Internacional enfrentará o Fluminense, às 18h30min, em Macaé (RJ), enquanto o Grêmio, domingo, às 16h, receberá o líder Botafogo.

BRASILEIRÃO (IV) – Nova rodada da Série B começa na noite de hoje com os confrontos Paysandu (PA) x São Caetano (SP), Oeste (SP) x Boa Esporte (MG). LIBERTADORES – Partidas de volta pelas semifinais: hoje, Santa Fé da Colômbia x Olímpia do Paraguai; amanhã, Atlético Mineiro x Newell`s Old Boys da Argentina. Nos jogos de ida, vitórias do Olímpia e do Newell`s por 2x0. COPA DO BRASIL – No primeiro confronto da terceira fase, o Internacional enfrentará o América Mineiro, amanhã, às 21h50min, em Caxias do Sul. Hoje, no mesmo horário, em Belo Horizonte, Cruzeiro x Atlético Goianense. FUTSAL – Quarta Copa Triunfo Esportes, categoria adultos, terá hoje, a partir das 20h, no ginásio da Associação Atlética Banco do Brasil: Montana x Abaf/Sandro Automóveis, Audax x Xavante/Brasil, Celeste/York x União/Armazém Rural (este, jogo atrasado). Na quintafeira Roma/Tchê Concursos/AABB x Moranguinho, Celeste/York x Palácio das Chaves.

06/7/13

FEDERAL 1º 49.918 2º 66.566 3º 36.428 4º 31.187 5º 80.678

MEGA-SENA Nº 1509 01 06 27 46 51 59

LOTOFÁCIL Nº 928 01 04 06 08 09 10 11 12 14 15 17 19 23 24 25 QUINA 3232 05 31 59 61 78

LOTOMANIA

DUPLA-SENA

Nº 1363 02 03 14 17 25 32 35 36 46 50 51 57 63 64 65 66 74 81 84 85

Nº 1191 Primeiro sorteio 07 11 13 15 45 46 Segundo sorteio 13 32 37 38 43 45


www.jornalfolhadosul.com.br

BAGÉ, TERÇA-FEIRA, 9 DE JULHO DE 2013

Gaúcho

FOLHA SUL


FOLHASAÚDE

BAGÉ, TERÇA- FEIRA, 9 DE JULHO DE 2013 - Ano 1 - N° 46

TOC e psicopatia

Psicopatia A psicopatia é uma anomalia psíquica, um transtorno antissocial da personalidade, devido a qual, apesar da integridade das funções psíquicas e mentais, a conduta social do indivíduo que sofre dessa anomalia se encontra patologicamente alterada. As causas que se encontraram do porquê da conduta psicopática indicam que, por serem indivíduos relativamente insensíveis à dor física, quase nunca adquirem medos condicionados, tais como o medo da desaprovação social ou da humilhação, medo de que restrinjam suas más ações, medos que dariam a esses indivíduos um senso do bem e do mal.

TOC ou Transtorno Obsessivo Compulsivo é um distúrbio psiquiátrico de ansiedade descrito no “Manual de Diagnóstico e Estatística de Transtornos Mentais -DSM.IV” da Associação de Psiquiatria Americana. A principal característica do TOC é a presença de crises recorrentes de obsessões e compulsões. Entende-se por obsessão pensamentos, ideias e imagens que invadem a pessoa insistentemente, sem que ela queira. Como um disco riscado que se põe a repetir sempre o mesmo ponto da gravação, eles ficam patinando dentro da cabeça e o único jeito para livrar-se deles, por algum tempo, é realizar o ritual próprio da compulsão, seguindo regras e etapas rígidas e pré-estabelecidas, que ajudam a aliviar a ansiedade. Alguns portadores dessa desordem acham que, se não agirem assim, algo terrível pode lhes acontecer. No entanto, a ocorrência dos pensamentos obsessivos tende a agravar-se à medida que são realizados os rituais e pode transformar-se num obstáculo não só para a rotina diária da pessoa como para a vida da família inteira.


2

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

SAÚDE

Transtorno Obsessivo Compulsivo e tratamento psiquiátrico

O

Transtorno Obsessivo Compulsivo - TOC é um quadro clínico que se apresenta por obsessões ou compulsões suficientemente graves para causar marcante repercussão psíquica, considerável gasto de tempo, interferência importante na rotina habitual, ocupacional, no funcionamento social e interpessoal do indivíduo. De acordo com o psiquiatra Delvo de Oliveira, a pessoa reconhece a irracionalidade ou absurdo das ideias obsessivas, que geram desprazer, sofrimento, e as tentativas de resistir às compulsões provocam aumento da tensão psíquica, que é aliviada pela execução do ato compulsivo. “As pessoas portadoras de TOC podem ser inteligentes, brilhantes e normais em quase todos os sentidos e, de modo aparentemente incompreensível, persistirem em comportamentos irracionais, consumidores de tempo e muito perturbadores para si mesmas e para seus familiares”, garante. Oliveira destaca que as pessoas que sofrem deste transtorno podem ser reconhecidas desde as apresentações mais graves, como as intermináveis hesitações determinadas por ideias obsessivas e as inúmeras repetições de atos, verificações, rituais de organização, limpeza, até as mais leves, por vezes tidas apenas como manias, exigências, cacoetes. “São frequentes as ideias de que algo terrível acontecerá porque teve tal pensamento ou acontecerá senão realizar tal ritual; verificar inúmeras vezes o fechamento de portas, torneiras, gás, desligamento de luzes, aparelhos elétricos; lavação de mãos, repetição de banhos, alinhamento rigoroso de móveis, objetos, papéis; limpeza rigorosa da casa, conferir repetidamente cálculos, tarefas, etc.”, explica o médico. O psiquiatra alerta que a família e amigos podem notar

Obsessão por perfeição é um dos problemas dos pacientes

alguns exemplos, como a mulher que lavava, esterilizava, etiquetava, catalogava e organizava todos os potes de produtos de beleza utilizados e colecionava-os num sótão rigorosamente organizados por categorias, acometida de grande sofrimento pelo temor de acontecer algo ruim a ela ou seus familiares se descumprisse o ritual e, ao mesmo tempo, pelo temor de ser descoberta porque guardava segredo por vergonha, medo de ser taxada de louca. “O homem que verificava o fechamento de janelas e portas descia três lances de escadaria e retornava inúmeras vezes para verificar tudo, sempre acometido da dúvida se o fizera, muitas vezes retornando ao apartamento quando já chegava a seu local de trabalho, acarretando

atrasos e ao mesmo tempo temor de ser admoestado”, demonstra Delvo. Outros exemplos são: o aluno que verifica tantas vezes os exercícios de matemática que atrasa sua progressão nos estudos ou não consegue terminar provas avaliativas; pessoas que repetem mentalmente cenas, nomes, números, em determinadas ordens e combinações para que não aconteça algo ruim; pessoas que somente pisam de duas em duas tijoletas nas calçadas, que sobem escadarias sempre iniciando com o pé direito, que tem que tocar os postes, chegando a retornarem ao ponto de partida caso tenham errado um passo ou não encostado no poste. Conforme o médico, os familiares e amigos podem e devem

ajudar, fundamentalmente compreendendo que, por estranhos ou irracionais que sejam os rituais e as ideias, o portador de TOC não consegue evitá-las e sofre com seus sintomas, tenta escondê-los e as críticas ou zombarias frequentes só agravam os sentimentos de inadequação. “Juízos de valor, interpretações impróprias, podem alimentar sentimentos de culpa que só agravam o quadro clínico, frequentemente associando-se uma depressão”, acrescenta. O médico salienta que o TOC tem tratamento. Medicamentos e técnicas psicoterápicas são bastante efetivos para aliviar o sofrimento, a intensidade dos sintomas e equipar os portadores do transtorno com recursos capazes de possibilitar

uma vida melhor integrada no dia a dia, trabalho, família, lazer. “E os melhores resultados terapêuticos se alcançam combinando medicamentos e psicoterapia”, explica Oliveira. Segundo o especialista, os medicamentos mais utilizados e que proporcionam melhores respostas são os antidepressivos, escolhidos de acordo com a intensidade dos sintomas e a melhor resposta terapêutica individual. “Mesmo que não se anuncie cura, a melhora experimentada pelas pessoas acometidas de TOC com o tratamento costuma ser expressiva, de modo que ninguém deve envergonhar-se dos seus sintomas ou privar-se de viver melhor”, finaliza Delvo de Oliveira.


SAÚDE

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

TOC e suas compulsões

L

avar as mãos muitas vezes por dia, se preocupar excessivamente com a limpeza, revisar incessantemente a porta para ver se está fechada, ordenar objetos compulsivamente, usar só uma cor de roupa, comer só um tipo de comida, sentar sempre na mesma mesa do restaurante. Se você tem esses hábitos ou conhece alguém que tenha, pode estar sofrendo com o Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC). O TOC é um distúrbio de ansiedade, que estimula pensamentos obsessivos. Ideias e imagens invadem insistentemente sem controle o pensamento de quem tem o transtorno. Para se livrar delas, o único jeito é realizar o ritual da compulsão. Em geral, os “rituais” se desenvolvem nas áreas da limpeza, checagem ou conferência, contagem, organização, colecionismo e podem variar ao longo da evolução da doença. “O transtorno é comparado ao um disco arranhado que sempre repete a mesma música”, exemplifica o psicólogo da clínica SOMA – Serviço e Orientação Multidisciplinar da Aprendizagem, Marcelo Motta.

Manias O profissional diz que é relevante diferenciar manias, que todos têm, de compulsões. “Tem gente que sempre volta para conferir se fechou a porta de casa, isso é uma preocupação. Porém, se a pessoa volta para conferir a maçaneta porque acredita que se não o fizer algo ruim pode acontecer, é uma compulsão”, garante. O pacientes com TOC se sentem sujos, portanto possuem a compulsão por manter os locais limpos. Motta conta que alguns faxinam a casa várias vezes ao dia, pois acreditam que nunca irá ficar limpo o suficiente.

Tipos São diversos os tipos de compulsões, desde coleção de caixas de alimentos usados, passando por pessoas que ordenam objetos por forma, tipo, cor, até o hábito de tomar muitos banhos por dia. “Tem que ficar claro que essa compulsão causa sofrimento psíquico e a pessoa com uma dessas compulsões não consegue controlar, mesmo que tente”, explica.

O psicólogo comenta que, na maioria dos casos, as compulsões são leves e quase imperceptíveis. Como por exemplo, sempre que passar em frente a uma igreja, contar até 277. Porém, não é raro que pacientes não consigam trabalhar, se relacionar socialmente, por não conseguirem abraçar e cumprimentar outras pessoas por medo que eles estejam infectados. “Existem episódios em

que a lavagem das mãos chega ao sangramento”, relata. Em geral, o transtorno é acompanhado de ansiedade, medo e culpa, por isso causa sofrimento, toma tempo e interfere nas rotinas pessoais, na vida social e da família. Outros acreditam ouvir vozes de um ser superior, que as ordenam a realizar rituais, caso eles não sejam feitos seus familiares podem morrer.

das à teoria humanista para descobrir qual foi o causador das repetições, compulsões e, a partir daí, trabalhar com o paciente. “Uma técnica que eu uso e que a terapia cognitivo comportamental também se utiliza é a linha da vida, mas de uma maneira diferente”, afirma. Ele conta que discuti, junto com o paciente, em que ponto da vida as compulsões tiveram início. O psicólogo acrescenta que, independente da teoria a ser seguida, o importante é diminuir o sofrimento psíquico. Existem outras técnicas que usam o objeto de repulsão, no consultório, para tentar eliminar a com-

pulsão do paciente. “Uma pessoa que não suporta entrar em contato com objetos sem estar de luva. O terapeuta vai estimular o paciente aos poucos a entrar em contato com os objetos sem a luva”, diz. Ele destaca que essa técnica contribui para a redução da ansiedade frente ao que causa o desconforto do paciente. O psicólogo enfatiza que, apesar das manias e compulsões, todos possuem o seu jeito de ser. “Alguns de nós somos extrovertidos, alegres, outros são melancólicos, impacientes, indecisos, impulsivos e todas essas características fazem parte da nossa personalidade”, conclui.

No consultório Para a maioria dos profissionais da área de saúde mental, a Terapia Cognitivo Comportamental é a mais indicada para o Transtorno Obsessivo Compulsivo. Para uma melhora satisfatória, o número de sessões é de 12 a 20. “Através da terapia se utiliza varias técnicas que moldam o comportamento e a cognição da pessoa com TOC”, argumenta. Porém, por seguir a linha humanista, que é mais filosófica e tende a focar no presente, Motta acredita que essa abordagem não é a ideal. Portando, ele adapta, em seu consultório, algumas técnicas dessa terapia, mas também usa outras, liga-

3


4

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

SAÚDE

TOC nas telas Melhor Impossível (James Brooks, 1997): Udall, personagem de Jack Nicholson, come todos os dias na mesma mesa, do mesmo restaurante, usando os talheres de plástico que ele leva de casa.

Jack Nicholson tem TOC com limpeza

“O Aviador” retrata a vida de um milionário compulsivo por limpeza

Alguns filmes e séries contam a história de personagens com TOC. Apesar de não ser o tema central, as manias acabam marcando as produções. Friends (série, 1994The Big Bang Theory 2004): uma das (série, 2007): o integrantes do grupo de protagonista da série, amigos, Monica Geller Sheldon Cooper, vivido (Courteney Cox), tem pelo ator Jim Parsonsn, mania de limpeza e tem várias compulsões, organização, ao ponto de entre elas sentar sempre querer limpar e arrumar no mesmo lugar do o apartamento de outras sofá, além de ter uma pessoas. Na sua casa, até rotina inalterável, com mesmo as almofadas têm pratos determinados lugar certo. para cada dia. Sheldon não admite que ninguém Monica enlouquece os amigos com as suas manias sente no seu lugar O Aviador (Martin Scorsese, 2005): o Os vigaristas (Ridley protagonista do filme, Scott, 2003): Roy Howard Hughes, vivido Waller é um golpista por Leonardo Dicaprio, interpretado por é um milionário Nicolas Cage e sofre de compulsivo por limpeza. diversas fobias, que o Para lavar as mãos em deixam extremamente banheiro público ele leva obsessivo por remédios. o seu próprio sabonete Ele não sai de casa e sofre até para tocar e tem compulsão por na maçaneta ao sair do limpeza e organização. ambiente. Roy comia sempre a mesma comida

Convivência Com Transtorno Obsessivo Compulsivo de rotina e de conferências, a entrevistada não quis se identificar, mas conta que começou a perceber a compulsão na fase adulta da vida. “Desde que me lembro tenho algumas manias, mas só depois de adulta ficaram mais frequentes os rituais”, diz. Quando está sozinha, nunca percebe suas compulsões. A percepção vem quando ela está com outras pessoas, pois os demais acabam se irritando, principalmente quando existe demora para realizar tarefas simples, como sair de casa. Por isso, morar longe do trabalho pode se tornar um transtorno. “O pior episódio foi na época que eu morava longe do trabalho e tinha que pegar ônibus. Várias vezes tive que descer no meio do percurso para me certificar que tinha fechado a porta de casa e acabava me atrasando e estragando todo o dia”, lembra. A fonte comenta que o TOC

não chega a atrapalhar o seu dia a dia, apesar de ficar presa a uma rotina, já que todos os dias faz as mesmas coisas nos mesmos horários. “Se alguma vez fiz algo diferente e o dia foi bom, incorporo. O contrário também acontece. Se passei na sinaleira e estava verde, por exemplo, apuro ou retardo até acontecer novamente para garantir que nada dê errado”, salienta. Se algo sair de maneira equivocada, ela tem dificuldade de lidar com imprevistos, como ter uma aula adiada ou interromper um trabalho no meio para terminar outro que tenha mais urgência. Ao longo do tempo, as manias foram aumentando, primeiro a repetição. “No início era somente coisas como repetir o que acontece no lado direito para o esquerdo, para fica simétrico”, conta. Posteriormente, ações que ela relacionava com o sucesso do dia. “Depois veio a questão de coisas diferentes que davam sorte serem incorporadas no

dia”, destaca. E ainda, a necessidade de verificar. “Ficar conferindo tudo, se fechei a porta, se desliguei o forno, se fechei as torneiras, se as janelas estão bem trancadas, se coloquei o alarme. Volto sempre várias vezes, mesmo depois de já ter descido o elevador, por isso demoro muito tempo para sair de casa, porque quando volto para checar uma coisa é preciso fechar novamente a porta, o que acaba ficando um loop”, explica. Para ter uma vida com mais qualidade e saber lidar com o TOC, ela faz terapia e usa medicamentos, além de tentar sair da rotina. “Hoje em dia, tento realizar programas diferentes com amigos, embora ainda fique muito ansiosa no dia do evento, mas me forço a fazer coisas diferentes. Tento prestar mais atenção no que estou fazendo, para ter certeza e me lembrar depois e não precisar voltar para conferir tudo tantas vezes”, finaliza.

Sair de casa nem sempre é simples para quem tem TOC


SAÚDE

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

5

Psicopatias: problemas de saúde e de polícia

A

s características de conduta do psicopata poderiam ser determinadas tanto por fatores fisiológicos como por fatores sociopsicológicos. A conduta psicopática poderia ser causada por traumas infantis que geram conflitos, devido aos quais a criança não pode se identificar com o progenitor do mesmo sexo nem se apropriar de suas normas morais. O psiquiatra Ivan Bulcão ressalta que o psicopata é um criminoso, são pessoas sem sentimentos, que acreditam ser o criador e a criatura. “Para os psicopatas, as regras não são obedecidas, simplesmente não existem e são criadas para a satisfação, para a necessidade de contravenção”, destaca. Conforme explica o médico, os psicopatas têm comportamentos de agressividade e impulsividade desde crianças. Com falta de limites e acreditando ser o centro de tudo, eles começam a roubar, mentir, passando para crimes maiores. “A promiscuidade sexual, violência gratuita contra animais ou semelhantes, tráfico de drogas, roubo de carros, prostituição, estupro e outros crimes mais cruéis, como sequestro e assassinato, são comuns para os psicopatas”, salienta.

Os pacientes com este quadro clínico nunca procuram ajuda e, geralmente, a família é desestruturada, pois não procura auxílio. “Os psicopatas são casos de polícia, eles agem com frieza, não possuem culpa ou emoções, atuam sempre em benefício próprio para esconder suas ações”, explica. O especialista garante que os pacientes deste quadro clínico podem agir sozinhos ou em grupos. “Há casos famosos, na história, como o grupo de jovens que colocou fogo em um índio em São Paulo, o Maníaco do Parque. Mas todos os criminosos que são reincidentes têm um grau de psicopatia”, enfatiza. Bulcão explica que há diversos níveis de psicopatias: leve, moderada, grave e profunda. “O indivíduo que furta e não sente culpa mesmo sem precisar é um psicopata leve, pois ele acredita que as coisas são feitas para ele e em seu benefício. Os políticos que roubam milhões acreditando que o dinheiro é deles, que é melhor ficar com eles do que investir para a comunidade, são psicopatas, pois muitos deles matam ou mandam matar em seu benefício. Estas pessoas doentes são casos de polícia”, relata.

Psicopatas acreditam ser criador e criatura

“São lobos em pele de cordeiro. Pessoas falsas, mentirosas, dissimuladas, fazem que todos acreditem neles e praticam crimes”. A psicopatia não escolhe classe social, sexo, raça, credo ou profissão. “Do catador de papel até o maior executivo pode ser um psicopata. Gerentes comerciais são a classe mais afetada. Todos convivem de maneira normal e no meio da sociedade até que, um dia, este lado dantesco se manifesta”, conta Ivan Bulcão. “Os doentes perdem a noção do que é certo ou errado, perdem o limite do possível, subvertem a verdade e descaracterizam a Justiça”, explana o médico em um livro sobre a escola e o processo educacional, uma Psicologia Pós-Moderna. “Para

estas pessoas o que importa é sua satisfação imediata, exclusiva e egoísta”, descreve Bulcão em um trecho da obra. Bulcão finaliza acrescentando que a educação e a maneira como a criança é criada determina sua saúde mental. “O psicopata é o senhor do bem e do mal, ele é que determina o que deve ser feito. A característica principal dos psicopatas é pertencer a uma família desestruturada. Eles sofreram abusos e então não têm saúde mental, clamam por Justiça. Acredito que todos que estão presos não querem sair da prisão, pois estão sendo impostos os limites”, finaliza.

Podem estar em qualquer local e, em algum momento, terão atitude criminosa dantesca


6

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

SAÚDE

Tipos de psicopatas e como identificá-los

Há, nos estudos de psiquiatras, quatro subtipos diferentes de psicopatas: Psicopatas primários não respondem ao castigo, à apreensão, à tensão e nem à desaprovação. Parecem ser capazes de inibir seus impulsos antissociais quase todo o tempo, não devido à consciência, mas sim porque isso atende ao seu propósito naquele momento. As palavras parecem não ter o mesmo significado para eles que têm para nós. Não têm nenhum projeto de vida e parecem ser incapazes de experimentar qualquer tipo de emoção genuína. Psicopatas secundários são arriscados, mas são indivíduos mais propensos a reagir frente a situações de estresse, são beligerantes e tendem ao sentimento de culpa. Os psicopatas desse tipo se expõem a situações mais estressantes do que uma pessoa comum, mas são tão vulneráveis ao estresse como qualquer indivíduo. São pessoas ousadas, aventureiras e pouco convencionais, que começaram a estabelecer suas próprias regras do jogo desde cedo. São fortemente conduzidos por um desejo de escapar ou de evitar a dor, mas também são incapazes de resistir à tentação. Tanto os psicopatas primários como os secundários estão subdivididos em: Psicopatas descontrolados: são os que parecem se aborrecer ou enlouquecer mais facilmente e com mais frequência do que outros subtipos. Seu delírio se assemelhará a um ataque de epilepsia. Em geral, também são homens com impulsos sexuais incrivelmente fortes, capazes de façanhas assombrosas com sua energia sexual. Também parecem estar caracterizados por desejos muito fortes, como o vício em drogas, a cleptomania, a pedofilia ou qualquer tipo de indulgência ilícita ou ilegal. Psicopatas carismáticos: são mentirosos, encantadores e atraentes. Em geral são dotados de um ou outro talento e o utilizam a seu favor para manipular os outros. São geralmente compradores e possuem uma capacidade quase demoníaca de persuadir os outros a abandonarem tudo o que possuem, inclusive suas vidas. Com frequência, esse subtipo chega a acreditar em suas próprias invenções. São irresistíveis.

Vinte maneiras de identificar um psicopata Faceta interpessoal:

1. Eles têm uma boa oratória e charme. São simpáticos e conquistadores num primeiro momento. 2. Têm uma autoestima exagerada. Se acham melhores que os outros. 3. São mentirosos patológicos. Mentem principalmente para conseguir benefícios ou justificar suas condutas. 4. Têm comportamento manipulador. E, se forem inteligentes o bastante, os outros não perceberão esse comportamento psicopata.

Faceta afetiva:

5. Não sentem remorso ou culpa. Nunca ficam em dúvida. 6. Quanto à afetividade, são frios e calculistas. Não aceitam as emoções, mas conseguem simular sentimentos se for necessário. 7. Não sentem empatia. São indiferentes. E até podem manifestar crueldade. 8. Têm uma incapacidade patológica para assumir responsabilidade pelos seus atos. Não aceitam os seus erros. Eles raramente procuram ajuda psicológica, porque acham que o problema é sempre dos outros.

18. Eles têm versatilidade para a ação criminal. Preferem golpes e delitos que requerem a manipulação de outros.

Outros não incluídos em nenhuma das facetas:

19. Têm tendência a uma vida sexual promíscua, com vários relacionamentos breves e ao mesmo tempo. Gostam de falar sobre suas conquistas e proezas sexuais. 20. Acumulam muitos casamentos de curta duração. Não se comprometem por muito tempo por ter que manter um vínculo. Na sociedade já ficou instituído, graças a Hollywood, a ideia de que todos os psicopatas são como Hannibal Lecter ou Dexter, encantadores, com certeza. Mas é claro que não é preciso esquartejar alguém para ser louco. Assim, é melhor estar ciente das pessoas ao seu redor. Que não esteja sendo vítima de uma manipulação enlouquecida e ainda não ter se dado conta.

Faceta estilo de vida:

9. Necessitam de estímulo constante. Ficam aborrecidos facilmente. 10. Gostam de um estilo de vida parasitário. 11. Agem descontroladamente. 12. Não têm metas a longo prazo. Vivem como nômades, sem direção. 13. Eles se comportam impulsivamente. Com ações recorrentes que não são premeditadas. Junto com a falta de compreensão das consequências de suas ações. 14. São irresponsáveis.

Faceta antissocial:

15. Tendem a ser deliquentes na juventude. 16. Demonstram problemas de conduta desde a infância. 17. Tiveram a revogação de sua liberdade condicional.

Hannibal Lecter é um caso de psicopatia


SAÚDE

A visão da psicologia “Um psicopata dificilmente procura ajuda psicoterapêutica e a maioria dos teóricos acredita não haver tratamento para essa patologia”, afirma o psicólogo Marcelo Motta. “Esses indivíduos são frios, inteligentes e calculistas. Abusam de seu charme e manipulam sem sentir remorso”, diz.

O psicopata sofre de transtorno de personalidade antissocial e não conseguem seguir leis. Eles tentam burlar regras e manipular quem está por perto em busca de benefícios. Quem possui o desvio de personalidade é egoísta e desrespeita os desejos, direitos ou

sentimentos alheios. Tem uma habilidade de mentir e inventar histórias. A manipulação visa à obtenção de vantagens pessoais ou de prazer. O profissional diz que os benefícios podem estar ligados a dinheiro, sexo ou poder. “Muitos políticos são

psicopatas, eles mentem, têm desejo pelo poder. Podem mentir repetidamente, usar nomes falsos, ludibriar ou fingir”, explica. Mota comenta que pode ser notado um padrão de impulsividade ocasionado por um fracasso em planejar o futuro.

“ Do p o n to d e vista psicológico, a educação dos pais, o convívio social na in-

fância, experiências de agressão, violência doméstica, abuso sexual, excesso de proteção,

ausência de limites, entre outros fatores, podem levar a desencadear perturbações

afetivas. É claro que somado a uma predisposição biológica”, conclui Motta.

as vítimas. “Porém, a maioria dos psicopatas, cerca de 1% da população, são pessoas que nunca mataram, que estão entre nós. Trabalham, estudam e moram conosco”, destaca. Os psicopatas podem ter uma autoestima arrogante e acreditar que um emprego comum não está a sua

altura. “Eles acham que merecem muito mais ou não têm uma preocupação realista com seus problemas atuais ou seu futuro”, salienta. Podem ainda ser autossuficientes ou vaidosos. “São encantadores à primeira vista, seduzem com facilidade e, geralmente, causam uma boa impressão em todos”,

enfatiza. Mas o encanto é superficial e falso. São muito volúveis e possuem facilidade com as palavras. “Usam termos técnicos ou jargões capaz de impressionar alguém não familiarizado com o assunto. Um psicopata pode se passar por um médico sem o ser realmente, com a maior facilidade”, acrescenta.

decidir sobre o uso ou não de armas de fogo, traçou a estratégia, desligou os dispositivos de segurança da casa e permitiu a entrada dos outros assassinos. Espalhou documentos e objetos pela casa e arrombou uma maleta de dinheiro do pai para simular um latrocínio. Mostrando ser calculista e fria. Desde que chegou no local do assassinato, a polícia desconfiou do comportamento do namorado de Suzane e de detalhes da cena do crime. Há divergências sobre a motivação do crime, alguns apontam como motivo a herança de R$10

milhões, deixada pelo casal Richthofen, outros a proibição do namoro de Daniel e Suzane. Ela foi condenada a 39 anos de prisão em regime fechado. O casal Anna Carolina Jatobá e seu marido Alexandre Nardoni mataram a filha dele Isabella Nardoni, de 6 anos, através de espancamento e asfixia, depois a jogaram pela janela do prédio onde moravam. O crime ocorreu em março de 2008. Eles nunca assumiram a culpa pelo assassinato, então os motivos foram sempre especulação. O casal contou que deixaram a menina sozinha no apartamento,

enquanto o pai desceu para pegar os outros dois filhos que estavam no carro. Nesse meio tempo, alguém teria entrado na residência e matado a menina, porém, para a polícia, três pontos deixaram a versão nebulosa: a ausência de arrombamento na casa, o fato de que não faltava nada entre os pertences do casal e, finalmente, nenhum indício de que alguém estranho tenha estado no prédio. Anna Carolina Jatobá foi condenada a 26 anos e 8 meses de prisão em regime fechado. Alexandre, a 31 anos, pelo fato da vítima ser sua descendente direta.

A causa

Quem são eles O psicólogo pontua que a maioria tem uma ideia distorcida do que é um psicopata. Acreditam que é alguém que comete crimes terríveis, como o Maníaco do Parque, que atraía mulheres para o Parque do Estado, em São Paulo, com a promessa de fotografá-las, mas acabava estuprando e matando

Na mídia No mundo do crime, alguns psicopatas ganham destaque na mídia nacional e são apontados pelos profissionais da área de psiquiatria e psicologia como seres com transtorno de personalidade por cometerem crimes brutais e não sentirem culpa do fato. Susane Von Richthofen (outubro de 2002): planejou e ajudou no assassinato dos pais, Manfred e Marísia Von Richthofen, junto com o namorado e o irmão dele. As vítimas foram espancadas até a morte com barras de ferro. Indícios apontam que Suzane conduziu testes de ruídos na casa para

Expediente

Reportagens: Fernanda Mendonça e Rochele Barbosa

Esta edição semanal é encartada no Jornal FOLHA DO SUL GAÚCHO e não pode ser vendida separadamente. Editor-geral: Glauber Pereira E-mail: rochelebarbosa@gmail.com Fotos: Divulgação Diagramação: Cristiano Lameira Revisão: Taisa Soares

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

7

Coluna Senac Saúde Investir na saúde e segurança: despesa ou receita? Em se falando de Saúde e Segurança no Trabalho, nos deparamos com a palavra acidente. Numa definição abrangente e genérica, podemos afirmar que acidente é um evento indesejável e inesperado que produz desconforto, ferimentos, danos, perdas humanas e ou materiais. Um acidente pode mudar totalmente a rotina e a vida de uma pessoa, modificar sua razão de viver ou colocar em risco os negócios e propriedades da empresa. Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, o acidente não é obra do acaso e nem da falta de sorte. Nos países desenvolvidos medidas preventivas e de segurança de caráter individual ou coletivo, são aplicadas e praticadas pela maioria de seus cidadãos, ao passo que nos países em desenvolvimento ainda são largamente inexistentes ou ignoradas. Precisamos parar de olhar a saúde e segurança do trabalho, como um setor da empresa que não gera lucros. A empresa que INVESTE NA SEGURANÇA, evita os Acidentes de Trabalho e com eles os gastos com dias parados; o remanejamento de funções para suprir vagas de acidentados e os processos judiciais na esfera Trabalhista e Cívil, que sabemos geram altos custos. Desta forma, INVESTIR NA SEGURANÇA, é sinônimo de LUCROS no aspecto econômico e na satisfação geral dos funcionários, que assistidos e valorizados em seus trabalhos, passam a produzir de forma mais segura e eficiente. Enfim, todos saem ganhando! A visão mais comum sobre o acidente de trabalho é aquela ligada às pessoas, mas não devemos nos esquecer que os acidentes causam inúmeros prejuízos materiais. Quando acontece um acidente, máquinas e equipamentos podem ser quebrados ou danificados paralisando linhas de produção, atrasando entregas e causando perdas financeiras que às vezes levam tempo para voltar ao normal. Além disso, muitos acidentes terminam em mortes ou aposentadorias precoces, fazendo com que todo o investimento em treinamento seja perdido. Claro que tudo isso é muito pouco diante de uma vida humana, mas o fator material não pode ser ignorado. Quando algo é destruído ou algum tempo foi perdido, isso é para sempre, não há como recuperá-los. A empresa pode ter um seguro ou uma reserva de capital para recompor os danos, mas os valores perdidos são para sempre, pois alguém lá na ponta vai pagar esse prejuízo, quer seja através de uma seguradora ou pelos próprios recursos da empresa. Já ouvimos muitas vezes que devemos “correr atrás do prejuízo”, uma frase totalmente equivocada, pois devemos correr é atrás do lucro, só louco corre atrás de prejuízos. Também já ouvimos falar em “recuperar o tempo perdido”, outra frase sem sentido, pois o tempo uma vez perdido, está perdido para sempre. O Profissional de Segurança do Trabalho tem como objetivo a prevenção dos acidentes buscando implementar medidas de Segurança que visam minimizar prejuízos de qualquer ordem. O grande desafio do Técnico é aliar a Saúde e Segurança do Trabalho as constantes reduções de orçamentos da empresa, mas cabem algumas perguntas: Isso é possível? Como uma empresa pode diminuir seus custos sem atingir o setor de Segurança do Trabalho? A resposta para essas perguntas está no ganho da produtividade, pois menos acidentes significam menos afastamentos e menos afastamentos se traduzem em mais dias trabalhados. A Segurança do Trabalho e o cumprimento das Normas Regulamentadoras de Segurança é uma responsabilidade das empresas, e cabe ao técnico em segurança do trabalho ser um agente prevencionista, diante a legislação e a vida humana. “...O Técnico em Segurança do Trabalho, assim como os líderes, são educadores. Não adianta identificar a culpa e, sim, trabalhar sobre a conduta...” Muriel Oliveira Fontoura Psicóloga – CRP 07/11629 Técnica de Segurança do Trabalho - MTE/RS-7789


FALA DOUTOR

TERÇA-FEIRA 9 de julho de 2013

Doenças bucais que podem afetar seu relacionamento amoroso

A

lgumas doenças bucais, além de serem um risco para a saúde, podem comprometer relacionamentos amorosos. Afinal, não é todo mundo que aguenta passar a noite em claro por conta do ronco ou que toma coragem para con-

Dra. Aline Calvete Portela Barbosa Sharing Ortodontia Especializada - CRO: 19653

versar sobre mau hálito. Por outro lado, outros problemas orais começam justamente no ponto de partida das relações – o beijo. Para garantir a integridade da saúde e do relacionamento, basta ficar atento a algumas dicas de prevenção e viver feliz para sempre.

Doença do beijo (mononucleose infecciosa) A mononucleose infecciosa é conhecida como doença do beijo simplesmente pelo fato do vírus EpsteinBarr ser transmitido assim – pelo beijo. Basta ter contato direto da mucosa com a saliva contaminada que o vírus já se instala. Os sintomas são malestar, febre, dor de cabeça e de garganta, aumento de gânglios, ínguas no pescoço e inflamação leve e transitó-

ria do fígado (hepatite). Esse beijo contaminado pode causar herpes de lábio, algumas formas de hepatite, gripes e resfriados. A melhor maneira de evitar a doença é ter bons cuidados bucais diários, evitar falhas na higiene bucal, observar a pré-existência de traumas ou feridas internas na boca, ao redor dos dentes ou no contorno dos lábios.

Herpes O beijo também é o vilão transmissor do herpes. A transmissão ocorre quando uma pessoa com o herpes manifestado beija a boca da outra. O vírus atinge 90% da população mundial, mas nem todas manifestam a doença. As pessoas predispostas apresentam como sintoma um período inicial de dor e ardência local, com posterior aparecimento de vesículas (bolhas) agrupadas que se rompem e formam crostas. Geralmente essas lesões são

dolorosas e podem durar de sete a 15 dias. É melhor evitar contato direto com pessoas que apresentem infecção ativa, pois o vírus é altamente contagioso. Para prevenir, é indicado hidratação dos lábios e uso de filtro solar. Mas, como o herpes é uma doença crônica, por vezes pode ser recorrente e reaparecer por alguns fatores desencadeantes, como exposição solar em excesso, alterações hormonais, infecções, baixa imunidade e estresse.

HPV e o câncer de boca Cânceres de boca e orofaringe estão cada vez mais recorrentes entre jovens (entre 30 e 45 anos) de ambos os sexos que não fumam nem bebem em excesso, mas pra-

ticam sexo oral desprotegido. Isso porque o HPV – papilomavírus humano –, que é transmitido sexualmente, está diretamente ligado a casos de câncer de cabeça e pescoço.

Ronco O ronco é um distúrbio respiratório que atinge entre 30% e 40% dos adultos, sendo mais frequente nos homens, além de aumentar com a

Mau hálito

A maior causadora da halitose é a saburra lingual, uma placa bacteriana esbranquiçada que se forma na parte posterior da língua e surge quando há diminuição da salivação ou descamação. É ela que exala o odor desagradável, típico da halitose. O

idade. É resultado das vibrações dos tecidos da garganta quando o ar passa em direção aos pulmões. O mais indicado para problema é que quem sofre de halitose normalmente tem fadiga olfatória, isso quer dizer que se acostuma com o cheiro e não sente o próprio hálito. Uma visita ao dentista é aconselhado para saber a causa correta e o tratameto adequado da halitose.

tratar o ronco é procurar um dentista, que pode indicar um aparelho intraoral, dependendo do caso. Com ele, a mandíbula é projetada para

frente para liberar o ar durante o sono. Em alguns casos, uma consulta com o otorrinolaringologista também é recomendada.

Folha do Sul Gaúcho Ed. 970 (09/07/2013)  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you