Issuu on Google+

CRESCIMENTO

Equipe da FOLHA do SUL começa hoje nova fase

Jornal aumenta oito páginas diárias alcançando média de 32 páginas de notícias. Projeto ganha três novos cadernos temáticos e ampliação dos suplementos de Saúde e Folhito

Página 7 Diones Alves

Página 17 www.jornalfolhadosul.com.br

Gaúcho

FOLHA SUL

R$ 1,50

BAGÉ, TERÇA-FEIRA, 21 DE MAIO DE 2013 - Ano 3 - N° 928

Venda de souvenir aponta cidade cenográfica como ponto com maior apelo para turismo

Município registra 3,5 mil visitas por mês Antonio Rocha

INVESTIMENTOS Agentes apresentam propostas em quatro áreas para aproveitar projeto de polos tecnológicos

Página 8

MUDANÇAS Secretaria de Cultura remaneja dirigentes para economizar no desenvolvimento de projetos

Página 18

OBRAS Chuva expõe precárias condições de tráfego na rua que dá acesso ao Residencial Charrua

Página 19

Mesmo sem um projeto abrangente quanto à exploração turística, a cidade cenográfica de Santa Fé, construída como cenário para o filme O tempo e o vento, de Jayme Monjardim, dá provas de resistência contra o vento e contra o tempo. Alvo de trabalhos de manutenção desde os últimos meses do ano passado, o palco de atores globais ainda não possui um plano efetivo que garanta visitações e rentabilidade. Mesmo já tendo sido apresentado um projeto completo que prevê ampliação de ambientes e a instalação de um memorial do próprio Erico Veríssimo (autor do livro clássico), não há uma política local que faça o número crescente de visitantes saírem de lá com algo mais do que o souvenir mais famoso do momento.

Página 9

EDUCAÇÃO Secretária adjunta do Estado lidera encontros em Bagé

Página 20

SEGURANÇA Pesquisadores de universidades federais usam criminalidade de Bagé como fonte de relato Página 21

O TEMPO HOJE Bagé - RS Dia de sol com algumas nuvens e névoa ao amanhecer. Noite com poucas nuvens

13º

19º


TERÇA-FEIRA

2

21 de maio de 2013

OPINIÃO

Editorial

Fase de crescimento O Jornal FOLHA do SUL inicia, hoje, mais uma fase na produção de conteúdo, geração de páginas e na tarefa de dar respostas às expectativas do público leitor. A partir desta edição, a FOLHA apresenta oito novas páginas diárias de reportagens e de produção de matérias especiais, cuja finalidade é ampliar as oportunidades de informação e de conhecimento para o leitor de Bagé e da sua região de abrangência, em Aceguá, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Pinheiro Machado e Lavras do Sul. Tudo isso em um projeto de desenvolvimento que passa pela sua segunda ampliação em menos de 11 meses de trabalho. O compromisso assumido hoje é, na verdade, reflexo dos primeiros passos da nova gestão do veículo. Mas, sobretudo, pelo impacto positivo que esta primeira fase de investimentos e de trabalho criativo causou entre aqueles que realmente oferecem a certeza de que o projeto é promissor. O público leitor e os anunciantes têm feito com que as edições diárias se esgotem, tanto nas bancas quanto no próprio balcão do jornal. Além disso, a redação sentiu a procura de espaços para anúncios se avolumarem a ponto de uma resposta razoável só ser obtida mediante ampliação de espaços. O sintoma apontava para duas direções bem claras: a primeira seria a da ampliação do número de páginas; a segunda, o aumento de exemplares, em sua tiragem, frente ao expressivo apelo de novos leitores. E isso é o que se apresenta neste dia 21 de maio.

Glauber Pereira

glauber.pereira@hotmail.com

Primeiro foram as 16 páginas elevadas para 24, que agora serão 32 diárias. Este número ganha o reforço das mudanças oferecidas aos cadernos temáticos: Campo (quatro páginas), Saúde (oito páginas) e Folhito (quatro páginas). Os novos suplementos serão apresentados durante a semana: o Folhinha traz quatro páginas dedicadas à valorização do trabalho educativo feito com crianças, dicas inteligentes para fazer com que os momentos de encontro entre pais e filhos sejam produtivos sem deixar de ser divertidos e um espaço para que os pequenos se encontrem com brincadeiras, desenhos e espaços para colorir; já o caderno Sem Fronteiras vai dar espaços de reportagem para municípios de abrangência a fim de fazer com que toda a região consiga se conhecer melhor e, assim, encontre talentos e vocações para crescer junto; no sábado, um caderno especial que une cultura, diversão e comportamento – o F2 (inspirado na tecla de renomear do teclado original dos computadores) vai traduzir os novos fenômenos sociais, movimentos culturais e de internet para uma linguagem moderna e sem preconceito. Cinema, música, literatura, TV, web e arte local com referências e dicas “renomeadas” para o leitor da Campanha. O mais importante nesta ampliação não é a garantia do sucesso de cada proposta, mas o quanto elas estão dispostas a se adaptarem à procura e à participação do público. Assim, você está convidado a contribuir com a nova proposta.

Foto do Dia

Lamaçal na Fanfa Ribas

Antonio Rocha

Coluna do Lara

Luiz Augusto Lara

Adequando os cursos à realidade local Com a recriação da Secretaria de Estado do Trabalho e do Desenvolvimento Social, pelo governador Tarso Genro, as políticas de qualificação profissional voltaram a ser uma das questões prioritárias do governo. Com a elaboração do Plano Estadual de Qualificação Profissional, estamos, em parceria com os municípios, secretarias de Assistência Social, Agências FGTAS/SINE e unidades ofertantes, fazendo com que a oferta de cursos gratuitos seja condizente com as reais necessidades de cada região. Estamos trazendo para Bagé a maior oferta de qualificação profissional da história do município. Entre o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e o ProJovem já são mais de 1,3 mil vagas. Com as repactuações realizadas, estarão sendo desenvolvidos cursos em eixos tecnológicos voltados às áreas de gestão de negócios, informação e comunicação, infraestrutura e recursos naturais. Esses ajustes serão fundamentais para que a empregabilidade, após a conclusão dos cursos, aconteça. Em nossa gestão, a qualificação profissional é tratada como a porta de saída que o público beneficiário de programas sociais tem à disposição, uma vez que a prioridade de ocupação dessas vagas é para as pessoas de programas como o Bolsa Família. Esse público precisa de uma oportunidade para que se qualifique e ascenda a uma nova classe social, por meio de uma ocupação no mercado formal de trabalho. E é nesse sentido que estamos trabalhando na Secretaria Estadual do Trabalho e do Desenvolvimento Social. Buscamos incluir nos programas sociais quem está na situação de extrema pobreza e colocar quem já ocupa o Cadastro Único nos cursos de qualificação. Como último passo, está a inclusão no mercado de trabalho, através de vagas oferecidas por meio de nossos Feirões do Emprego.

Moradores da rua Fanfa Ribas, no bairro Menino Deus, se deparam com um grave problema em dias de chuva. A rua fica totalmente cheia de lama e dificulta a passagem de pedestres e veículos. facebook.com/JornalFolhaDoSul

CNPJ. 11.381.681/0001-00 Endereço: Rua Bento Gonçalves, 49-E/ Fones: Assinaturas: (53) 3242-1020 Redação: (53) 3311-3915 jornalismo.folhadosul@gmail.com anunciosfs@gmail.com www.jornalfolhadosul.com.br Impressão Correio do Povo

Direção Administrativa: Jônio Tavares Ferreira de Salles Neto Comercial: Leisa Soria Marketing e eventos: Fabiano Marimon Circulação: Aceguá, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Lavras do Sul e Pinheiro Machado REDAÇÃO - Editor Geral: Glauber Pereira Subeditor Geral: Felipe Valduga Repórter Fotográfico: Antonio Rocha - Chefe de Redação: Marcelo Pimenta Coordenadora Comercial: Camila Colunistas Colaboradores: Afonso Hamm - Dom Gílio Felício Soares Gerente de Circulação: Daniel Guasque Comercial: Fabiana Rodrigues -Edgar Muza - Josias Borges - Léo Vieira - Luiz Fernando Mainardi Revisão: Taisa Soares Reportagem: Emanuel Müller - Fernanda Mendonça - Luís Augusto Lara - Sérgio Meth - Waldir Alves Ramos Gilmar de Quadros - José Higino Gonçalves - Juliana Andina - Marcos Pintos Estagiária: Giuliana Bruni Diagramação comercial: Quélen Leal - Niela Bittencourt - Rochele Barbosa Diagramação: Cristiano Lameira e Vinícius Silva


EMPRESARIAL

Indicadores econômicos Valor

INDICADORES Salário Mínimo Salário Regional Global 40 TR CDI SELIC IPCA IPC IGP-M INPC

R$ 678,00 R$ 770,00 128,31% 0,000% 7,22% 7,5% 0,86 1,15 0,21 0,60

Atualização 2013 2013 5 maio 2013 5 maio 2013 5 maio 2013 16 janeiro 2013 16 janeiro 2013 10 out 2012 março 2013 março 2013

Estação Colonial inaugura em Bagé

MOEDAS Dólar Comercial

3

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

Compra

Venda

2,0087

2,0094

Dólar turismo (em R$)

1,9300

2,0700

Euro (em R$)

2,6357

2,6385

Libra (em R$)

3,1298

Pesos arg.(em R$)

0,3865

0,3870

Pesos Ur.(em R$)

0,1099

0,1054

Antonio Rocha

3,1327

Stela Vasconcellos Prêmio do Sebrae é tema de palestra do Cobame A próxima reunião-almoço do Conselho Bageense da Mulher Empreendedora (Cobame) vai destacar a palestra “Prêmio Sebrae Mulher de Negócios”. Ana Del Carmen Perez Bastios será a palestrante do evento, que está marcado para iniciar às 12h, no Restaurante Mário, informa a presidente do Cobame, Taís Rocha. A iniciativa destaca a parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Mães e Filhos

O Cobame tem diversificado suas ações e realizado grandes eventos. No último domingo, o desfile Mães e Filhos levou mulheres, crianças e jovens de diversos estilos à passarela do Clube Caixeiral. “Atenderam ao nosso chamado e demonstraram seu orgulho, em compartilhar momentos tão especiais com seus filhos, ultrapassando limites e vencendo paradigmas. Parabéns as nossas modelos, aos lojistas de Bagé e à plateia que lotou o Clube Caixeral”, declarou, ontem, a diretora Ana Lúcia Dalé Souza.

Palestras gratuitas da Mistura da Terra

Café colonial e sopas são destaques segundo Flávia

por Stela Vasconcellos No último domingo, a Praça da Estação ganhou mais uma empresa do setor de alimentação. Preparada para atender a demanda do inverno, com muito sabor e aconchego, a Estação Almoço O almoço caseiro livre sai R$ 11,90. O quilo da comida salgada custa R$ 21,90, assim como o da sobremesa. O maior diferencial dessa refeição, servida de segunda a sexta-feira, está nos panelões elétricos de mocotó, feijoada e lentilha. Os doces incluem pudins, bolos, tortas e receitas com calda. Sopas A partir das 20h, o cardápio de sopas apresenta suas opções. O buffet livre sai R$ 8. Além das opções quentes, ideais para o frio da estação fria, o cliente pode escolher outros pratos no cardápio. Onde Av. João Telles, 1.122 Fone: 9942.0941

Colonial – Café, Restaurante e Lancheria – vai servir almoço, café colonial, sopas e a La Carte. O investimento do empresário Edson Chaves de Freitas Soares fez Café O café colonial inicia às 14h, servindo salgadinhos diversos e muitas variedades salgadas e doces. O próprio cliente pode montar o seu cachorro-quente e escolher entre os cafés da máquina, como mocaccino, capuccino, chocolate e com leite. Bolos, pães

reparos no prédio, mudando a estrutura interna do serviço. A gerente Flávia da Rosa Silva mostra a estrutura de buffet e a variedade do cardápio, destacando a escolha por preços acessíveis. e vários doces compõem a mesa do buffet. O consumo livre do café colonial custa R$ 11,90 e não inclui chocolate quente com cobertura e refrigerantes. Se preferir consumir por peso, o cliente vai pagar R$ 18,90 por quilo.

O novo ciclo de palestras da Mistura da Terra inicia, hoje, às 14h, com a palestra da psicóloga Sílvia Vargas, sobre o tema “Psicologia, Saúde e Espiritualidade”. A participação gratuita no evento, realizado no auditório da farmácia filial, precisa ser agendada. No dia 27 deste mês, a gastroenterologista pediátrica Camila Spessatto vai falar sobre “Alergia alimentar e intolerância à lactose” e, no dia 28, sempre às 14h, a pneumologista Flávia Marzola vai palestrar sobre “Influenza (Gripe): Orientações e esclarecimentos”. A Mistura da Terra já realizou 40 ciclos em Bagé. “É muito gratificante para nós, pois é nítido o interesse da comunidade pelo conhecimento, pela saúde e pelo convívio social”, comenta a empresária e farmacêutica Ana Lúcia Garrastazu Pereira. Auditório Av. Sete de Setembro, 1.117 Reserva de lugares: 3242-2174 e 3242-5759

CrediCasa Exclusive

Uma parceria entre a Caixa Econômica Federal e a Pan Hipotecária, do Grupo Panamericano, acabam de anunciar uma parceria que vai oferecer crédito aos clientes que desejam comprar imóveis acima de R$ 500 mil. O produto, denominado de CrediCasa Exclusive, prevê o financiamento de até 90% do valor de imóveis novos ou usados, com prazo de amortização de até 35 anos.

Banco do Brasil se antecipa às normas do Bacen

Os clientes que procurarem as agências do Banco do Brasil já irão encontrar os pacotes padronizados de serviços de acordo com Resolução nº 4.196 do Bacen, que entra em vigor a partir de julho de 2013. São três novas opções, além da já existente. O cliente poderá contratar um dos pacotes de serviços oferecidos pelo BB, contratar um dos quatro pacotes padronizados pelo Banco Central ou movimentar sua conta corrente, sem a necessidade de contratação de pacotes. Nesse caso, é possível utilizar o pagamento de tarifas avulsas e os serviços essenciais, que são gratuitos por orientação do Bacen.


4

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

POLÍTICA Emanuel Müller

emamuller@gmail.com

Prefeito, secretários e vereadores terão menos de 1% de reajuste enquanto funcionários de quadro da Câmara terão outro percentual

Câmara aprova reajuste dos servidores

Após cerca de quatro horas de duração, entre sessões ordinária e extraordinária, a Câmara de Vereadores aprovou a proposta de reajuste dos servidores públicos municipais. Os 6,20% para servidores da administração direta e indireta, além do auxílio-alimentação de R$ 7, bem como os 7,97% para o magistério, relativo ao Piso Básico Municipal para o cargo de professor. Os vereadores aprovaram também o salário para os cargos de prefeito, vice-prefeito, secretários municipais, diretor geral do DAEB e chefe de gabinete do prefeito e vereadores. O percentual de aumento ficou em 0,92% - o que corresponde à inflação de janeiro com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O motivo é que, como se trata de uma nova legislatura, não é possível acumular os índices da inflação no período de um ano - e sim com o percentual inflacionário relativo a janeiro, já que é o primeiro mês de

trabalho da nova equipe de governo e do parlamento. O reajuste é retroativo a fevereiro. Em relação aos funcionários da Câmara, o percentual foi diferente. De acordo com o presidente do Legislativo, Paulinho Parera (PT), houve uma conversa com a direção da Associação de Funcionários da Câmara (Afuncab) e com a contadora da Câmara, Adriana Kisata, visando à apresentação de uma proposta. “Expusemos a nossa realidade financeira e solicitamos que a Afuncab apresentasse uma proposta”, assinala Parera. A entidade sugeriu 5% retroativo a fevereiro e mais 2% de reajuste a partir de agosto. “A proposta quase fecha dentro do limite da folha, mas acreditamos que com alguns cortes que viemos fazendo não haverá estouro do percentual de gastos com a folha de pagamento”, ressalta o presidente. O vale-alimentação da Câmara já fora reajustado em dezembro de 2012.

Polêmica

Apesar da aprovação unânime quanto ao salário dos servidores municipais, o reajuste salarial para prefeito, vereadores e secretários teve voto contrário de Antenor Teixeira (PP). O parlamentar diz que se manifestou contra o aumento porque haveria inconsti-

tucionalidade nos projetos enviados pelo Executivo. “Tudo precisa passar pelo Conselho de Política de Administração e Remuneração de Pessoal em lei complementar, o que não aconteceu porque a Prefeitura desconhece os conselhos”, salienta Teixeira.

Pricilla Reis / Especial FS

Depois de quatro horas de discussões o plenário aprovou propostas de reajuste

Confira como ficarão os salários: Prefeito - R$ 12.766,50 | Vice-prefeito - R$ 6.383,26 Secretários - R$ 5.625,54 | Presidente da Câmara - R$ 5.372,53 Vereadores - R$ 4.477,19

Hamm propõe comissão para tratar da qualificação da mão de obra do setor termelétrico

O presidente da Frente Parlamentar do Carvão Mineral, deputado federal Afonso Hamm (PP-RS), participou, no último dia 17, da audiência pública sobre Carvão Mineral na Câmara de Vereadores de Hulha Negra. Durante audiência, Afonso Hamm propôs a criação de uma comissão para analisar a carência de mão de obra para construção de novas usinas termelétricas a carvão mineral. Um dos exemplos explanados por Hamm é

o empreendimento da MPX, quando 70% dos trabalhadores são da região que carece de mão de obra qualificada. A comissão foi criada e terá na presidência o vereador de Bagé, Caio Ferreira (PT). Na oportunidade, o deputado comentou sobre a recente viagem que fez à Espanha com o Grupo Parlamentar Brasil-Espanha, quando conheceram projetos de uso sustentável do carvão mineral. “A visita possibilitou a abertura de

novas perspectivas para observarmos a exploração do carvão com tecnologias limpas”, assinala. No evento, as explanações também ficaram a cargo do prefeito de Hulha Negra, Erone Londero, e do presidente da Câmara de Vereadores, Dalvir Zorzi (PT), do vice-prefeito de Candiota, Paulo Brum, e do coordenador da Frente Parlamentar do Carvão Mineral da Assembleia Legislativa, deputado Valdeci Oliveira (PT).

Divulgação FS

Deputado federal defende necessidade de capacitar trabalhadores para atuação nos futuros empreendimentos


POLÍTICA Instituição deve garantir fiscalização de obra da barragem

Bancada do PP questiona convênio entre Prefeitura e Agência da Lagoa Mirim Antonio Rocha

Com o discurso afinado entre ambos, os vereadores Antenor Teixeira e Sônia Leite (ambos do PP) criticaram, ontem, na tribuna, o convênio entre a Universidade Federal de Pelotas, o Município de Bagé e a Agência de Desenvolvimento da Lagoa Mirim para o desenvolvimento de ações conjuntas destinadas à supervisão e fiscalização das obras da Barragem da Arvorezinha. Teixeira disse que qualquer tipo de tramitação ou de obra referente ao reservatório deve passar pelo Conselho do Departamento de Água e Esgoto de Bagé (DAEB). Segundo o progressista, isso até agora não foi feito. Teixeira manifestou, ainda, que a Agência da Lagoa Mirim deve atuar, conforme decreto presidencial, apenas nas obras referentes às bacias da Lagoa Mirim e do Rio Jaguarão. Sônia foi além. A vereadora relatou que o objeto do convênio da UFPel com a Prefeitura seria apenas apoiar a supervisão e a fiscalização das obras e não assumir o ato sozinha.

A progressista questionou o valor do convênio, cuja execução terá o valor superior a R$ 828 mil. “Vou encaminhar esse assunto à Procuradoria da Câmara para saber se o convênio pode ser assinado sem passar pelo Legislativo”, reitera Sônia. Outro pedido da parlamentar é em relação à cópia

completa do relatório/notificação da Controladoria Geral da União sobra a obra da Barragem da Arvorezinha, que resultou na rescisão do contrato da empresa Engeplus pela Prefeitura. Sônia argumenta que até agora a solicitação, encaminhada no dia 3 de abril, não foi respondida.

- O vereador Antenor Teixeira (PP) encaminhou informação à Defensoria Pública Estadual sobre cobranças de excesso na taxa de água. O progressista anexou cópias de cobranças que seriam referentes a acúmulos de meses anteriores, nos quais a autarquia não haveria efetivado a cobrança. Antenor argumenta que a população não está com o orçamento preparado para enfrentar cobranças sucessivas e que isso deve ser feito mês a mês. - O barulho no plenário continua dando trabalho ao presidente da Câmara, Paulinho Parera (PT). Na sessão do último dia 16, o burburinho foi maior do que quando os servidores municipais em greve ocupavam os lugares na plateia. Detalhe: eram cerca de 30 pessoas na plateia, ao invés de quase 200, quando havia a presença dos municipários. Na sessão de ontem, várias vezes a campainha foi acionada pelo presidente do Legislativo para chamar atenção da plateia sobre os excessos nas manifestações. - O vereador Caio Ferreira (PT), líder do governo no Legislativo, foi convidado pelo prefeito Dudu

Colombo para participar de audiência no dia 23 em Porto Alegre, na Secretaria Estadual de Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico. Estarão presentes prefeitos da região. O objetivo é tratar sobre proposta de qualificação profissional da mão de obra a ser absorvida nos projetos de geração de energia elétrica através do carvão mineral. - Caio, aliás, tem procurado informações sobre um detalhe despercebido para muita gente. O petista quer saber sobre os recursos de compensação ambiental relativos aos empreendimentos térmicos. Disse que Bagé poderia receber até R$ 5 milhões. Outra busca de Caio é sobre onde está a jazida de 629 milhões de toneladas, dados do Departamento Nacional de Recursos Minerais, vinculado ao Ministério de Minas e Energia. Os dados são de 2009. Candiota tem uma jazida na faixa de 972 milhões de toneladas. - Depois de debater a questão da violência e abuso sexual de crianças e adolescentes e a drogadição, em breve, o Legislativo deverá sediar a discussão sobre outro tema polêmico: a situação de pessoas com deficiência

em Bagé. O assunto é organizado pela vereadora Márcia Torres (PT), com apoio de Caio Ferreira. A programação está agendada para 8 de junho. Márcia também pretende organizar um ato para marcar o Dia Municipal contra a Homofobia, dia 28 de junho. A lei que cria a data foi aprovada na Câmara na última semana. - Bagé terá, em junho, o Fórum Municipal da Mulher Idosa. A programação está sendo organizada em parceria da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para a Pessoa Idosa e Coordenadoria da Mulher. - A Secretaria Municipal do Meio Ambiente organiza a elaboração do Plano Municipal de Recolhimento de Resíduos Sólidos. O objetivo é incluir as sobras da construção civil na iniciativa. O assunto está em fase adiantada de planejamento. - O vereador Uílson Morais irá comemorar o aniversário de maneira diferente, em junho. O peemedebista pretende arrecadar roupas e alimentos não-perecíveis para serem entregues a entidades assistenciais. Falta apenas confirmar o local da festa.

Apartes

Teixeira e Sônia criticaram atitude da Prefeitura sob diferentes aspectos

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

5

Edgar Abip Muza Muza Visão Geral

Polícia Federal não leva ninguém de cumpadre É a mais pura verdade. Se analisarmos as últimas denúncias publicadas pela imprensa (a mesma que querem censurar), chegaremos à conclusão que não tem mais “moleza”. Fez mau uso do dinheiro público, a cidadania fica sabendo. Com respeito à liberação de alvarás, irregulares pela Fepam, o processo anda. Com pouca notícia da imprensa regional, que está virada para o caso do leite batizado. Isso aqui no Sul. No Acre o bicho tá pegando. As últimas matérias que li sobre a apuração da PF, transcrevo agora: “Para a PF, grampo da Operação G7, deflagrada no Acre, mostra a proximidade com o Poder Público de empreiteiros presos por fraude em licitações”. Grampos da operação da Polícia Federal no Acre interceptaram um telefonema do governador Tião Viana (PT) para o empreiteiro e ex-presidente da Federação das Indústrias do Acre, João Francisco Salomão, preso ao lado de outras quatorze pessoas suspeitas de fraudar licitações de obras no Estado. Na conversa gravada pela PF, com autorização judicial, o governador – que não é alvo das investigações – avisa o investigado sobre uma linha de crédito bancário em Sergipe “sem garantia da obra” e “sem amarras”. Segundo o inquérito da PF, a conversa descrita no tópico “Linhas de crédito para capital de giro para as empresas do cartel” evidencia que os empreiteiros presos “tinham proximidade com o Poder Público”. Dos 15 presos na operação, pelo menos nove são homens de confiança do governador e do ex-governador e atual senador Jorge Viana (PT-AC) – que também não figura entre os investigados. Os irmãos Jorge e Tião Viana tiveram suas campanhas eleitorais financiadas pelas empresas investigadas. Eles receberam mais de 375 mil reais em doações. A quadrilha, segundo a PF, era investigada desde 2011. Em apenas seis contratos, no valor de 40 milhões de reais, eles teriam provocado um rombo estimado em 4 milhões aos cofres públicos. Conforme as investigações, o grupo, organizado em cartel, burlava concorrências e superfaturava contratos de pavimentação e obras de habitação”. Só não entendi o porquê de o governador e seu irmão senador não figurarem entre os investigados. Se a ligação telefônica que propiciou o empréstimo do banco estatal foi coordenada pelo Tião Viana, deveria estar incluído na investigação. Tenho certeza que os corruptos vão pensar mais de duas vezes antes de cometerem ilícitos enquanto na função pública. Tem muita gente sendo denunciada, do Oiapoque ao Chuí. Não tem escapado ninguém. No aspecto “desmontagem” de quadrilhas, vamos indo muito bem. Falta conscientizar a população a não votar em denunciados. Mesmo que seus direitos políticos não sejam caçados. É a maneira de tentarmos a moralização da política brasileira, tão desgastada nos últimos anos. Enquanto isso, nossa economia está à beira do caos. A União não tem dinheiro para investir. A maioria dos estados e municípios estão na “pindaíba”. E ainda não vimos o pior. Um dos jornais mais importantes da Inglaterra abriu a seguinte manchete: “Para Financial Times, otimismo no Brasil é fachada”. “Em seu editorial na edição desta segunda-feira, o jornal britânico Financial Times disse que o otimismo dos brasileiros com relação à economia é “de fachada”. A publicação começa o texto enumerando as boas notícias que o país recebeu nos últimos dias, como a ascensão do diplomata Roberto Azevedo à presidência da Organização Mundial do Comércio (OMC), a emissão bem sucedida de títulos da Petrobras, a oferta pública de ações que rendeu 11,4 bilhões de reais da BB Seguridade – a maior do ano -, além do leilão de blocos de petróleo, promovido pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), na semana passada. “Contudo, a aparente sensação de bem-estar é uma fachada”. FT destaca que a economia brasileira está crescendo menos do que o Japão neste ano, depois de ter expandido apenas 1% ano passado, e lembrou que a inflação alta tem erodido a confiança do consumidor. “Há um senso de mal-estar e a raiz dele é a desaceleração dos investimentos, que começou em 2011 e permanece“, diz o editorial. “Mais investimentos é exatamente o que o Brasil precisa para manter os empregos e tornar-se a potência global que ele quer ser”, acrescenta, citando que os investimentos representam 18% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, contra 24% da América Latina e 30% das potências asiáticas”. Preciso colocar algo mais? Sobra dinheiro para as falcatruas e falta para infraestrutura. Não vai faltar “cabeça pensante” do governo que vai sentar o pau no jornal britânico. Podem apostar. Ou não?


6

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

RURAL

Mercado agrícola Produtos

Acompanhamento de preços recebidos pelos produtores do Rio Grande do Sul Unidade Mínimo Médio Valores em reais

Arroz em Casca Feijão Milho Soja Sorgo Granífero Trigo Boi para Abate Cordeiro para Abate Suíno Tipo Carne Vaca para Abate Leite (valor líq. recebido)

50 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg Kg vivo Kg vivo Kg vivo Kg vivo Litro

30,00 120,00 22,50 53,00 20,00 30,00 3,25 3,40 2,00 2,80 0,70

31,24 129,42 24,50 54,50 20,33 30,92 3,29 3,69 2,38 2,93 0,75

22.04.2013 a 26.04.2013

Prazo para retirada da vacina contra aftosa encerra nesta sexta-feira

Máximo 33,00 180,00 28,00 57,00 21,00 36,00 3,35 4,00 2,60 3,00 0,87

Fonte: EMATER/RS-ASCAR

Leilão na Fenasul comercializa animal por R$ 30 mil

Divulgação FS

Vilmar da Rosa/Seapa

Tang Renata Roy Baxter foi destaque no remate

Com a medida, ideia é distribuir até sexta-feira cerca de 5,5 milhões de doses

Dentro do cronograma da primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa, os pecuaristas que recebem gratuitamente a vacina do Governo do Estado têm, até a próxima sexta-feira, para retirar as doses nas Inspetorias de Defesa Agropecuária.

A medida contempla os proprietários de rebanhos bovinos e bubalinos que se enquadram nos critérios do Pronaf e da Pecuária Familiar que possuam até 100 animais. Nesta etapa, a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio está distribuindo cerca de 5,5

milhões de doses, em que investiu, aproximadamente, R$ 7 milhões para a aquisição da vacina. A antecipação de uma semana no final do prazo para retirada está sendo adotada a partir deste ano. A vacinação, contudo, se estende até o dia 31 de maio.

O IV Leilão Tipo Leite realizado no último sábado, dentro da programação da edição da Expoleite- Fenasul, levou à pista animais da raça Holandesa e, com a condução da Rédea Remates, foram vendidos 12 animais pelo total de R$ 118 mil. Uma média geral de R$ 9,8 mil. De acordo com os organizadores da exposição, a grande sensação da noite foi a entrada de Tang Renata Roy Baxter, cuja futura terneira, fruto de transplante de embrião, foi adquirida pela Cabanha da Maya de Bagé, por R$ 9,2 mil. Logo em seguida, a família Tang aceitou o desafio e colocou à venda a própria Renata, que projetou a granja pelos bons resultados nas pistas de julgamento e pelos produtos gerados. Em lances disputados, Renata se tornou o exemplar mais valorizado em pista da raça dos últimos 20 anos.

Pela cifra de R$ 30,5 mil, Renata agora integra o plantel de Inácio Thums e Marcos Sganderla, Granja União, do município de Carlos Barbosa. Segundo Thums, os planos são de levar a nova aquisição para a Exposição de Santo Augusto e depois trabalhar com coleta de embriões até a Expointer. Segundo o criador, este é um investimento que se paga pelo ganho de avançar com mais agilidade na genética do rebanho da raça Holandesa. O segundo maior preço, R$ 13 mil, ficou para uma terneira júnior, DMG 138 Denise Dandy Atwood, de Daniel Furtado, do município de Rio Grande, adquirida pela Granja Tang, Farroupilha, RS. O total geral dos negócios da raça, nesta Expoleite, até as 17h, de domingo, foi de R$130.750,00 por 16 lotes.


RURAL

TERÇA-FEIRA

7

21 de maio de 2013

No encerramento da Fenasul, Mainardi projeta fortalecimento da cadeia do leite

No último domingo, em Esteio, durante o desfile dos animais campeões da mostra organizada pela Associação dos Criadores de Gado Holandês (Gadolando), o secretário da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Luiz Fernando Mainardi, ressaltou que a Expoleite/Fenasul, um dos maiores eventos da genética do gado leiteiro, tem que se firmar, também, como o grande fórum de debate dos problemas enfrentados da porteira para dentro da propriedade, em busca de soluções que permitam melhorar a qualidade, a sanidade e a produtividade. O secretário, depois de destacar que esta foi uma das melhores edições já realizada nos últimos anos, disse que aceitava o desafio proposto pelo presidente da Gadolando, Marcos Tang, de ampliar o evento, trazendo outros segmentos relacionados com a atividade, como a indústria de máquinas e implementos, assim como atrair um número maior de expositores e montar eventos com a presença de especialistas visando promover a discussão de Stemas que ainda impedem, por exemplo, o aumento da produtividade. “Somos os mais produtivos do país, mas estamos bem abaixo do que produzem os uruguaios e os argentinos, patamar a que temos potencial para chegar”, explicou Mainardi. Mainardi observou, por outro lado, que a Expoleite/Fenasul já integra o calendário de eventos do Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, que está sendo ampliado com o acréscimo de promoções como o Festival de Gastronomia, que ocorre no mês de junho, e do Festival do Queijo e do Vinho, previsto para o mês de julho. Ao concluir, voltou a abordar o esquema de fraude desmantelado por ação conjunta do Ministério Público, Secretaria da Agricultura e Ministério da Agricultura, dizendo que o episódio serve de estímulo para aprofundar o trabalho de organização da cadeia produtiva do leite, fortalecendo programas executados pelo Estado, como o Dissemina, de transferência de genética, Mais Leite de Qualidade, de estímulo à aquisição de resfriadores e ordenhadeiras, e o Procetube, de controle e erradicação da tuberculose e brucelose.

Fernando Dias / Especial FS

Para Mainardi, exposição deve se consolidar como fórum de debates

Cinco Salsos brilha na Fenasul e conquista Prefeitura de Candiota aposta na diversificação produtiva s14 prêmios no julgamento da raça Jersey

e o

a s é A Estância e Cabanha Cinco eSalsos de Aceguá participou da edioção 2013 da Expoleite-Fenasul em -Esteio e conquistou 14 prêmios no ajulgamento da raça Jersey. Entre os troféus, os títulos de Campeã Vaca 3Adulta, Campeã Vaca Jovem, Cam,peã Vaquilhona Júnior, Campeã Vaca eJúnior, Campeã Vaquilhona Sênior e oMelhor Úbere Jovem da Exposição. , A Cinco Salsos, no ano em que completa nove décadas de existência, amantém uma trajetória de sucesso nas epistas, legado que, segundo o prorprietário da Cabanha, Cláudio Nery Martins, se deve ao aprimoramento da genética ao longo dos anos e também pelo excelente trabalho da equipe de tratadores, cabanheiros e veterinário da propriedade.

Divulgação FS

Cláudio Martins e tratadores com o trio campeão da categoria animais jovens

A Secretaria de Agropecuária e Agricultura Familiar do município de Candiota repassou, ontem, a segunda parcela do convênio com o Instituo Cultural Padre Josimo, no valor de R$ 14 mil. Conforme o secretário da pasta, Fabiano Oswald, o convênio prevê o investimento na diversificação das propriedades através da instalação de unidades demonstrativas de milho crioulo, feijão, cana de açúcar, além da introdução de raças de frango caipira.

A parceria também disponibiliza acompanhamento técnico aos agricultores do município para fortalecer as ações do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O secretário ressalta que ações desse conteúdo são afirmativas para a permanência do homem no campo, pois a diversificação da produção, além de garantir uma maior segurança alimentar, aumenta a renda dos agricultores com a comercialização do excedente.


8

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

REGIÃO

RS Mais Turismo reúne municípios da região amanhã

Os municípios da região integram, amanhã, em Bagé, um dos encontros regionais desenvolvidos pelo Governo do Estado relativos ao programa RS Mais Turismo. O evento promovido pela Secretaria Estadual do Turismo (Setur) tem como finalidade estruturar e consolidar a ação regionalizada do turismo no Rio Grande do Sul. A atividade, com entrada franca, ocorre no Salão Nobre da Prefeitura de Bagé, a partir das 9h. Com foco na gestão, qualificação e promoção, a ação visa identificar o atual ciclo de desenvolvimento de cada região e propor ações específicas para aumentar a competitividade. “Não podemos tratar regiões distintas como se

fossem iguais. Cada uma delas tem suas particularidades e potenciais específicos a serem trabalhados. Cabe à secretaria induzir o desenvolvimento por meio do turismo”, afirma a secretária Abgail Pereira. Segundo dados da Setur, o modelo de organização, que adota a região turística como referência territorial para fins de planejamento e gestão, permite a formulação de políticas públicas para o desenvolvimento do turismo de forma equilibrada, considerando toda a diversidade e potencialidades dos municípios envolvidos sob a ótica do desenvolvimento integrado. Além disso, possibilita o aumento da competitividade das regiões tu-

rísticas e da qualidade dos produtos, gerando impactos positivos nas economias locais. De acordo com Abgail, o evento é dirigido a todos que têm ligação com o turismo, mas também a quem tem interesse em ajudar o setor. “É fundamental a presença da iniciativa privada neste encontro, uma vez que é ela a responsável por fazer o turismo. Cabe ao Poder Público induzir o desenvolvimento, oferecendo infraestrutura e qualificação”, conclui. A região turística do Pampa Gaúcho é composta por sete municípios: Aceguá, Bagé, Caçapava do Sul, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra e Lavras do Sul.

Candiota

Limite prudencial da folha de pagamento da prefeitura fica em 44%

A Prefeitura de Candiota depositou, ontem, a complementação da folha de abril utilizando os 8% de reajuste salarial negociados com os servidores. O Executivo candiotense conta com 448 funcionários em atividade. Mesmo com os novos valores,

de acordo com o secretário de Administração e Finanças, José Carlos Granato, o Executivo respeita o limite prudencial estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. “O município ficou bem abaixo, chegando em 44%”, comenta.

No dia 15 de maio, já havia sido pago a diferença do vale-alimentação, referente aos meses de abril e maio (que passou de R$ 13,20 para R$ 14,52). Além disso, o mês de junho também foi pago, de forma antecipada, com o valor do reajuste.

Iniciativa na área carboquímica é destaque entre projetos para Polo Tecnológico da Campanha

Há dois dias do encerramento do prazo, os projetos destinados para serem desenvolvidos junto ao Polo Tecnológico da Campanha foram apresentados, ontem, em Bagé. As iniciativas escolhidas, após tratativas, contemplam as áreas de pecuária, agricultura, polo carboquímico e a aquisição de equipamento de microscopia de varredura. A atividade aconteceu no Salão Oval da Prefeitura de Bagé e reuniu representantes dos municípios da região, integrantes do Corede Campanha, de universidades, instituições públicas e privadas, além de vereadores.

Agora, as propostas serão encaminhadas junto à Secretaria Estadual de Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico (SCIT). No total, R$ 3,5 milhões devem ser aplicados nas iniciativas. Deste valor, R$ 1,5 milhão deve ser direcionado à uma proposta macro, enquanto outros quatro poderão receber verbas de até R$ 500 mil cada. De acordo com o secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Alencar Dal Molin, “a região pode ter novas tecnologias. Os projetos trarão desenvolvimento e melhoria da cadeia produtiva dos setores”.

Dal Molin destacou o polo carboquímico como uma peça chave para o desenvolvimento através da ciência e tecnologia. Segundo ele, a proposta poderá “agregar o desenvolvimento da região que tem matéria-prima abundante através da extração do carvão mineral como a cinza, a argila, a produção de gás, entre outros”. Os projetos foram apresentados pelas três unidades executoras: Universidade Federal do Pampa (Unipampa), Instituto Federal Sulrio-grandense (IFSul) e Universidade da Região da Campanha (Urcamp).

Secretária Abgail Pereira defende consolidação das ações regionalizadas

Estado mobilizado Os encontros ocorrerão nas 26 regiões turísticas definidas no Plano de Desenvolvimento do Turismo do Rio Grande do Sul: Uva e Vinho; Rota das Araucárias; Vale do Caí, Vale do Taquari; Porto Alegre e Delta do Jacuí; Vale do Rio Pardo; Jacuí Centro; Vale do Rio dos Sinos; Centro Serra; Vale

do Paranhana; Alto da Serra do Botucaraí; Rota do Yucumã, Hortênsias; Rota das Terras; Campos de Cima da Serra; Costa Doce; Pampa Gaúcho; Fronteira; Rota Missões; Rota do Rio Uruguai; Central; Vale Jaguari; Rota Águas e Pedras; Litoral Norte; Cultura e Tradição, e Termas e Lagos.

Mais de dois mil alunos estão inscritos

Olimpíada Estudantil inicia com competição de xadrez A quinta edição das Olimpíadas Estudantis, desenvolvida pela Secretaria de Educação de Candiota, iniciou ontem. A etapa inicial consistiu em disputas de xadrez, realizadas na escola Santa Izabel,

no interior do município. A próxima atividade está prevista para o dia 25 de maio, no Estádio 20 de Setembro, na Vila Residencial, onde acontece a abertura oficial e os jogos de futebol de campo infantil e juvenil.

Recorde Neste ano, a Olimpíada bate recorde em número de participantes. Mais de dois mil atletas foram inscritos, oriundos de sete escolas, municipais e estaduais. Segundo o coordenador de Esportes Pedagógicos, João Roberto Silva da Costa, essa é a maior competição estudantil da região. “No ano passado, teve 800 inscrições e, uma de nossas expectativas para essa edição, era que esse número aumentasse, mas não imaginávamos que seria tão significativo assim. Ficamos felizes em ver nossos jovens envolvidos

com a prática esportiva”, salienta o professor. Para a secretária de Educação, Nazionélia Ferreira, a Olimpíada visa promover a inclusão social a partir do esporte. “A atividade esportiva na sociedade representa um meio de prevenção, além de manter nossos jovens unidos e centrados”, avalia. As competições ocorrem até 10 de junho. Nesta edição, o evento esportivo homenageia o ex-aluno da escola Francisco Assis Rosa de Oliveira (FARO), Gustavo Lima, que faleceu no ano passado.


GERAL

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

Um novo mercado alavancado pelo turismo

Os souvenirs de Bagé

Fotos: Antonio Rocha

por Felipe Valduga

Mais de 200 anos de história, um patrimônio arquitetônico e cultural dos mais ricos do Rio Grande do Sul, capital internacional do Churrasco e, agora, sede das gravações do filme O Tempo e o Vento – cujo culminou na construção da cidade cenográfica denominada Santa Fé. Por itens como estes, Bagé é roteiro de turistas que viajam pelo Estado. Além de conhecer o município, os visitantes movimentam hotéis, restaurantes e comércio. Dentro desse panorama, um novo foco começa a otomar proporções: o mercado dos -souvenirs. Diferente de tendências anteriores, onde a comercialização destacava para produtos como roupas – na maioria confeccionadas em lã ;– carne e até móveis característicos da Campanha gaúcha, esta nova ramificação preza pelos baixos custos e praticidade de transporte. De acordo com o coordenador de Turismo de Bagé, Juliano Munhoz, o município registra cerca de 3,5 mil visitantes por mês. “Esta é a média atual, contabilizada desde o início do ano. Hoje, recebemos bastante gente, por causa das universidades e pelo atrativo âncora, que é Santa Fé”, garante. Em sua maioria, os visitantes integram o chamado turismo regional, ou seja, habitantes das redondezas, cidades vizinhas e do Estado. “É o foco primário. Trabalhamos em um diâmetro de 300 quilômetros para, depois, ampliarmos este círculo”, explica Munhoz. E quem visita o município, o que leva de lembrança? Além dos tradicionais registros fotográficos, o turista busca algo que o faça relembrar de sua passagem pela cidade. Contudo, que seja simbólico e que, também, possa ser utilizado como presente para parentes, amigos. Segundo Munhoz, peças como chaveiros com imagens e variações de artesanato são “o que mais sai”. “Eles querem levar algo que caiba na bolsa e que tenha relação com Bagé. Ter um elemento local tem maior aceitação, até porque há um imaginário por trás do produto. Quando eles visitam, querem algo característico para mostrar que estiveram aqui”, atesta o coordenador. Munhoz salienta que, durante reuniões periódicas desenvolvidas com artesãos da cidade, a proposta de estimular a produção foi repassada. Contudo, “pouquíssimos adotam a ideia. Precisamos estimular mais”, comenta ao apontar que, por outro lado, “alguns já identificaram a tendência”.

Itens favoritos prezam pelo baixo custo, mas são comercializados em alta escala

Artesão adotou a ideia e garante ter resultados positivos

Retorno promissor Aos 52 anos, o artesão Reni Spíndola adotou a ideia. Instalado junto à cidade cenográfica de Santa Fé, nos sábados, domingos e feriados, ele integrou produtos, como porta-chaves, xícaras decoradas, imãs para geladeira, porta-cuia, relógios e, até mesmo, cachaça de butiá, ao seu estande de vendas. Acostumado a exibir peças em madeira, como tábuas de carne personalizadas e até mesmo móveis, ele diz que a alternativa

trouxe retorno. “São itens que custam de R$ 5 a R$ 10. Assim, fica mais fácil para o turista comprar vários, sem gastar tanto. Uma peça mais elaborada sai por volta dos R$ 100, o que torna difícil a aquisição de mais peças”, avalia. Spíndola é enfático ao apontar a “lembrança de Santa Fé” como um dos itens favoritos dos visitantes. Trata-se de uma imagem da cidade cenográfica fixada sobre

um molde de madeira. “Preciso escovar a trama e fazer uma canaleta. Faço a madeira, envernizo e, por fim, coloco a imagem. É bem simples e prático. Posso fazer até 100 unidades em um dia”, relata o artesão. Mesmo com uma produção quase industrial, a demanda é alta. “Claro que dedico boa parte do tempo para produzir outras peças. Mas, mesmo assim, a cada final de semana, a venda é quase total”, enfatiza.

9


10

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

GERAL

Linguagens e suas tecnologias é área preferida pelos bageenses no concurso para o magistério

A prova para o magistério estadual aconteceu no último domingo, à tarde. O concurso foi realizado em 30 cidades do Estado. De acordo com a Fundação do Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH), que coordenou e aplicou a prova, 85% dos mais de 69 mil inscritos eram do sexo feminino e 4.235 pessoas solicitaram algum tipo de cota. Das quase 10 mil vagas, 26% foram destinadas às cotas, 16% dessas aos concorrentes negros e pardos e 10% às pessoas com deficiência. No Estado, 5.837

Antonio Rocha

não compareceram, sendo 8,4% o índice de abstenção. Em Bagé, foram 1.640 candidatos inscritos, sendo que, do total, 363 optaram pela área de Linguagens e suas tecnologias; 117 matemática e suas tecnologias; 150 ciências da natureza e suas tecnologias; 110 ciências humanas e suas tecnologias; 863 educação básica - etapas e modalidades, e 37 educação profissional e suas tecnologias. A abstenção foi de 7,2%, 118 concorrentes não compareceram à seleção.

Dados fornecidos pela FDRH

O concurso teve 60 questões objetivas, que são eliminatórias e correspondem a 80% do peso e, ainda, prova de títulos, que é classificatória.O gabarito oficial deve ser divulgado no dia 24. As nomeações devem começar em agosto. De acordo com a Secretaria Estadual de Educação, as mais de 15 mil contratações, levando em conta os

professores aprovados no ano passado e os 10 mil que devem ser selecionados nesse concurso, podem corrigir distorções como os longos contratos temporários. Os salários variam entre R$ 488,52 e R$ 1.355,64, para 20 horas semanais trabalhadas. O prazo de validade do concurso público será de dois anos, prorrogável por igual período.

Abstensão em Bagé chegou a 7,2%


GERAL

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

11


12

TERÇA-FEIRA

21 de maio 2013

SOCIAL

COM TODAS as bênçãos de Nossa Senhora Auxiliadora, esta semana é toda dedicada a ela, que é Padroeira da cidade. Um sucesso a abertura dos festejos que ocorreu quinta-feira (15), quando a banda da 3º R C Mec e o Coral (show) Auxiliadora deram o tom e garantiram um belo espetáculo de música, luz, fé e oração. NESTA SEXTA-FEIRA (24), todos devem acender velas e colocá-las nas janelas das casas para iluminar o percurso da procissão de Auxiliadora. É uma tradição e deve ser preservada, ouviram meninas! E POR QUE a Santa Auxiliadora sempre aparece nesta social? Porque admiro demais a atuação do padre Juarez Testoni, que fez uma verdadeira transformação naquela paróquia desde que lá chegou; trabalho incessante, inclui até o chamamento dos fiéis que andavam muito sumidos há tanto tempo e, agora, aos poucos, estão voltando. É lindo de ver... FELIZ DA VIDA, doutora Clarice Ismério conseguiu aprovar o projeto Sarau Noturno de Bagé para ser apresentado no Congresso Internacional “Arte, Patrimônio e Museus”, Belas Artes da Universidade de Lisboa, de 20 a 22 de Junho, aplausos! AS DIRETORAS do Rotary Pampa já estão com todo gás vendendo os convites para o “benefit” que vai rolar no Clube Comercial, dia 14 de junho, PAEJA DO PAMPA, ajudando as obras que levam assinatura desse clube de serviço; aliás, esses clubes todos formam um time de primeira lealdade, jamais uma promoção de Rotary ou de Lions não obteve êxito esperado pelos organizadores. VEJAM mais esta do Rotary Bagé Sul que recebeu troféu de Melhor Imagem Pública do Distrito 4780, destacou-se entre 52 Clubes de Rotary das 23 cidades que fazem parte do DI 4780. Se os outros tivessem uma jornalista competente que nem Andreia Gallo, para abastecer os veículos de comunicação com notinhas semanais, essa seria uma conquista bem mais igualitária, queridos. O Bagé Sul e Andreia Gallo merecem aplausos! UM SUCESSO, a promoção do Cobame, domingo, no Clube Caixeiral. Desfile de muitas marcas e diversas lojas que levaram à passarela Mães & Filhos: Miriam Akagi e Rafaela, Luciana Duarte e Miguel, Priscila Vargas Camponogara com os dois filhos; só rostinhos bem conhecidos do high, é claro. Nem a chuva conteve a animação da plateia; eram pais, avó, tios, primos, padrinhos e amigos na maior torcida; todos com sua câmera digital em punho para registrar os melhores momentos desse desfile que merece DESTAQUE nesta social.

Delma Dalé e a neta Anahy Dalé de Souza, no desfile do Cobame, domingo, no Clube Caixeiral

Rosa Cardona, Andréia Gallo, Convenção do Distrito RI 4780, em Jaguarão

Jacir Santos, Taís Rocha, Laís Jardim, Neisa Budó, Cátia Vaciprova, Ana Lúcia Dalé Souza, no desfile do Cobame, domingo, no Clube Caixeiral

A COLUNA foi a primeira a contar que o Grupo Amor Solidário receberia o Prêmio Parceiros Voluntários, e o recebeu; ele se realizou ontem, às 20h, no Teatro do Bourbon Country, em Porto Alegre. Foi a 7ª edição desse evento que destaca iniciativas sociais/cases que contribuem para o desenvolvimento da cultura de voluntariado no Estado. Aplausos! MAIS UMA VEZ, os motoristas da Viação Ouro e Prata confraternizaram, no finde passado, na cidade de Santo Ângelo; Ulisses Valentim foi lá... QUANDO Paul McCartney se apresentou na cerimônia do Grammy, em 2012, Acauan Pereira Fernandes assistiu ao espetáculo pela televisão e decidiu comprar um instrumento (baixo) igualzinho e estudar muito; matriculou-se num curso e passa horas tocando, uau! Ele me disse que a filha Isabela vai representar a Casa da Amizade no próximo glamour-baby da Liga de Combate ao Câncer... A EXPOSIÇÃO “Noivas de Santa Thereza” vai reunir muita gente bem conhecida para “ver e ser vista”, quinta-feira, às 19h, lá no Centro de Santa Thereza.

Tânia Pereira Fernandes foi aplaudir a neta Isabela Fernandes que desfilou para Baby House, domingo, no Caixeiral

Vórgia Obino aplaudindo a neta Pietra que desfilou modelo Baby House, domingo, no Clube Caixeiral


SOCIAL

Júnior Peruzzo e Sheilei com o filho Lucca, na passarela da Baby House

Mara Sandra e Luiz Alberto Araújo, jantar no Bistrô, clic Rosane Coutinho

Pietra Obino veio de POA desfilar Baby House, domingo, no Clube Caixeiral

João Carlos Martins e Greice, jantar no Bistrô, clic Rosane Coutinho

E HAJA disposição para cumprir uma agenda de viagens tão variada como a da simpática Maria Eliane Caminha Leal que, nesta sexta-feira (24), vai à Turquia e leva com ela grupo de Floripa. Ah, em junho, ela fará uma turnê pelo leste europeu na companhia de amigos de Bagé e Dom Pedrito, uau!... SÁBADO (4), no Duty Free Shop, Aceguá, a movimentação de clientes foi por conta da marca CHANEL, fundada pela famosa e conceituada estilista Coco Chanel (Gabrielle Bonheur Chanel, 1883 - 1971), uma das mais tradicionais do mundo da moda e da perfumaria. Entre os convidados, Guida Nocchi Collares que aproveitou para comprar óculos lindos da marca francesa. Aplausos! MUITOS leitores atentos aos comentários desta social se manifestaram a respeito da observação feita, sábado, aqui neste espaço, sobre a reconstrução do Forte Santa Tecla. Um deles sugeriu que façam projeto e o encaminhem a Brasília a fim de conseguir verba “gorda” para refazer o casarão do Visconde de Ribeiro Magalhães lá em Santa Thereza. E nele, o teatro de 1,5 mil lugares, aquele que o secretário de Cultura, Sapiran Brito, anunciou no FIMP do ano passado. Sonhar não custa nada, essa ideia é bem interessante; e de um bom teatro os bageenses necessitam; museu já temos um bem famoso! “Pode não ser a sua opinião, pode não ser a melhor opinião, mas esta é uma coluna com opinião”.

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

13


14

TERÇA - FEIRA

21 de maio de 2013

ENTRETENIMENTO

Muitos planetas em Gêmeos mantêm seus negócios sob total controle e aumentam ainda mais as oportunidades para novos acordos. As viagens e as reuniões de negócios estão na pauta das próximas semanas. Amizades em alta.

As oportunidades de viagens e contatos de todos os tipos com pessoas e negócios de outros países continuam chegando um atrás do outro. O momento é ótimo para planejar um novo curso de especialização ou universitário.

Planetas no signo de Gêmeos aumentam as oportunidades e possibilidades de entradas inesperadas de dinheiro. Um negócio pode começar a dar os frutos esperados. Não deixe de arriscar maiores ganhos. Tente até a loteria.

Suas emoções passam por um período de aprofundamento positivo e revisão de sentimentos que trazem mudanças importantes e definitivas para sua vida. A fase é ótima para aquisição de dinheiro.

Alguns planetas em seu signo aceleram os acontecimentos em todos os setores de sua vida. Vênus, Mercúrio e Júpiter unidos em seu signo melhoram sua performance nos negócios e o amor chega com mais facilidade.

Alguns planetas em Gêmeos movimentam seus relacionamentos e tornam mais importantes aqueles que, de fato, devem permanecer em sua vida. Um namoro ou uma sociedade podem começar a qualquer momento.

Você pode esperar por dias carregados de sensibilidade e emoções à flor da pele. Caminhando na direção de Júpiter, sua saúde passa por um momento altamente beneficiado. Aja com serenidade, pois tudo será resolvido.

Seu dia a dia de trabalho continua com um movimento mais acelerado e leve ainda nas próximas semanas. A fase é ótima para novos projetos e os relacionamentos com colegas e superiores. Ótimo momento para a saúde.

Alguns planetas em Gêmeos sugerem uma fase de alegrias e novidades nas amizades e no convívio social. O amor pode também ser beneficiado neste período de boas novidades. Aproveite a boa fase para sair e se divertir.

Quatro planetas em Gêmeos, signo compatível ao seu, continua mexendo com seu coração e suas emoções ficam à flor da pele. Um romance vai mexer muito com você e um namoro pode começar a qualquer momento.

Ótimas novidades chegam e melhoram seu dia a dia de trabalho e planos de carreira. O momento é ótimo para apresentação de novos projetos e melhoria de sua performance profissional. Fique atento às oportunidades

Alguns planetas bastante benéficos movimentam de maneira muito positiva suas emoções e sua casa. Novos acontecimentos trazem muitas alegrias para sua vida doméstica e para o relacionamentos com seus pais.

Em cartaz, no Cine 7, o drama dirigido por Joe Wright, adaptado do livro de Leon Tolstói. A história se passa no século XIX, quando uma dama da alta sociedade, chamada Anna Karenina (Keira Knightley), se envolve em um caso extraconjugal com o jovem conde Vronsky (Aaron Johnson). O figurino e a montagem são de tirar o chapéu nesta história de amor e traição, que revive a aristocracia da Rússia em um período anterior a revolução comunista. Os sets também são incríveis, parte deles sen-

do em um teatro e parte em cenários reais, dentro de um esquema bem inventivo. No elenco principal ainda temos: Jude Law, Kelly Macdonald, Matthew MacFadyen, Domhnall Gleeson, Ruth Wilson, e Alicia Vikander. Confira o restante da programação do Cine 7 aqui na FOLHA do SUL e não perca a promoção de hoje, com ingresso único a R$ 10. Em breve, estarão em cartaz os sucessos “Homem de Ferro 3” e a superprodução nacional que conta a história da banda Legião Urbana, “Somos Tão Jovens”.

Alberto espera Cassiano e Ester deixarem a cabana. Guiomar se assusta com o descontrole de Alberto. Samuca conta para Cassiano que Alberto o chamou de contrabandista. Marizé não aceita o presente de Hélio. Chico diz a Cassiano que Candinho já andou de disco voador. Nicole convida Guiomar para fazer a produção de moda do desfile da ONG. Alberto obriga Hélio a assessorá-lo no processo contra Ester. Hélio avisa a Ester que Alberto quer a reintegração de posse do imóvel onde funciona a ONG. Ester se atrasa para buscar Laurinha na escola.

Malu sugere que Bento dê uma entrevista para o Luxury. Natan discute com Maurício. Kévin grava Bárbara brigando com alguém pelo telefone. Fabinho fala para Margot que vai descobrir o que Bárbara fez contra Irene. Renata confessa a tio Lili sobre Tito. Bárbara avisa a Amora que sua mãe terá que ficar com elas. Verônica chama Maurício para trabalhar com ela. Damáris e as amigas fazem o show no lugar das Mulheres Fruta. Renata é carinhosa com Érico. Giane se surpreende com o novo visual de Bento. Wilson resgata Damáris. Áurea sugere a Madá que faça o casamento de Tina e Vitinho na clínica.

Félix se incomoda com o bom relacionamento entre César e Paloma. Paloma conhece Ninho. Félix diz à irmã que ela foi adotada. Paloma descobre que está grávida e eles resolvem voltar para o Brasil. Paloma fica apreensiva com as previsões de um sacerdote indígena sobre a sua gravidez. Félix convence a irmã a esconder sua gravidez dos pais. Félix consegue libertar Ninho da cadeia. Paloma foge de casa novamente. Bruno leva Luana para o Hospital San Magno. PFélix encontra a irmã desfalecida e desaparece com a sobrinha, pensando que Paloma está morta. Félix abandona a sobrinha em uma caçamba. Bruno encontra a filha de Paloma.

ANIVERSÁRIOS Cauã Nogueira Gonçalves, filho de Letícia das Neves Nogueira e Vinícios Gonçalves Pâmela Rodrigues Pinto Machado

- Maria Helena Mansur - Fabiana Fagundes - Ari Oliveira Das Neves

- Marlene Lima Lacerda - Lilian Lopes de Quadros - Anderson Cougo da Cruz - Cida Régis

00:30 Jornal da Globo 01:00 Programa do Jô 02:35 Querô 04:50 Sagrado 04:55 Telecurso Educação Básica 05:10 Telecurso Profissionalizante 05:25 Telecurso Ensino Médio 05:40 Telecurso Ensino Fundamental 06:00 Globo Rural 06:30 Bom Dia Rio Grande 07:30 Bom Dia Brasil 08:30 Mais Você 10:00 Bem Estar 10:35 Encontro com Fátima Bernardes 12:00 Jornal do Almoço 12:50 Globo Esporte 13:20 Jornal Hoje 13:55 Vídeo Show 14:30 O Profeta 16:00 Confusão pra Cachorro 17:50 Malhação 18:20 Flor do Caribe 19:10 RBS Notícias 19:35 Sangue Bom 20:30 Jornal Nacional 21:10 Amor à Vida 22:20 Tapas e Beijos 23:00 HDTV - Louco Por Elas 23:45 Profissão Repórter 00:30 O Mundo Segundo os Brasileiros 01:30 Jornal da Noite 02:15 Claquete 03:15 O Encantador de Cães 03:40 Popcorn TV 04:00 Igreja Mundial 06:00 Igreja Mundial 06:50 1º Jornal 07:30 Esporte em Revista 08:00 Dia Dia 09:10 Big Time Rush 09:30 True Jackson 10:00 Kenan & Kel 10:25 Drake & Josh 10:50 iCarly 11:10 Jogo Aberto 13:00 Os Donos da Bola 14:00 Ponto de Luz 15:00 Futurama 15:50 Os Simpsons 16:45 Brasil Urgente 17:45 Brasil Urgente 18:50 Band Cidade 19:20 Jornal da Band 20:25 Momento da Sorte 20:28 Show da Fé 21:20 Zoo 21:30 Os Simpsons 22:30 The Walking Dead 00:00 SBT Repórter 01:00 Jornal do SBT 01:45 Dois Homens e Meio 02:15 The Big Bang Theory 02:45 Gossip Girl 03:30 Entourage 04:00 Jornal do SBT 07:00 SBT Rio Grande 07:30 Carrossel Animado 09:00 Bom Dia & Cia 12:10 SBT Rio Grande 12:45 Três é Demais 13:15 Arnold 13:45 Chaves 14:30 Rosalinda 15:30 Cuidado com o Anjo 16:30 Rubi 17:30 Casos de Família 18:30 As Visões da Raven 19:20 Eu, A Patroa e as Crianças 19:45 SBT Brasil 20:30 Carrossel 21:15 Programa do Ratinho 22:45 Cine Espetacular 00:15 Roberto Justus + 01:15 Programação IURD 06:30 Direto da Redação 07:15 Rio Grande No Ar 08:40 Fala Brasil 10:00 Hoje em Dia 11:50 Record Kids - Pica Pau 12:45 Balanço Geral 14:50 Programa da Tarde 17:30 Cidade Alerta 19:45 Rio Grande Record 20:30 Jornal da Record 21:15 C.S.I. NY 22:15 Dona Xepa


GERAL

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

15

Bagé sedia Simpósio de Câncer Oral Bibliotequinha e SMED da Região da Campanha promovem contação de por Juliana Andina histórias para EMEIs Há três anos com o serviço de oncologia oferecido na cidade, ocorre, no dia 27 de maio, o 1º Simpósio de Câncer Oral da Região da Campanha. A iniciativa tem por objetivo preparar os profissionais de saúde para o diagnóstico rápido da doença. Segundo o cirurgião-dentista e organizador do evento, Pedro Moacir Peres Orabe, a falta de informação sobre a doença acaba retardando o diagnóstico. “Queremos informar o público que trabalha com a saúde e trocar ideias para que o serviço seja o mais completo possível dentro do nosso município”, fala. O câncer de boca é o 5º em maior incidência entre mulheres e 8º entre homens no país. “Só em 2012, tivemos 14 mil casos de óbito pela doença no Brasil. O que mais retarda o tratamento é a cura e, principalmente, o diagnóstico tardio”, pontua. De acordo com o cirurgiãodentista, em 95% dos casos os sintomas são feridas com bordas elevadas, endurecidas e indolor. “Essas feridas vão aumentando e, por não haver dor, o paciente não procura atendimento. Com a descoberta da doença cedo e o tratamento precoce, cerca de 80% dos casos são totalmente curados”, conta. Participam do simpósio Ana paula Neutzling Gomes e Adriana Etges, ambas doutoras e professoras do Centro de Diagnóstico das Doenças

Cristiano Lameira

Divulgação FS

Pedro Orabe é único especialista em Estomatologia na região de Boca, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e o rádio-oncologista José Dionísio Becker. O evento acontece dia 27 de maio, no Auditório da Unimed Região

da Campanha (Sete de Setembro, 649). As inscrições podem ser realizadas na hora, ao valor de R$ 20. Mais informações pelos telefones (53) 3312-6921 ou (53) 9966-5122.

Atividade diverte e ensina A Biblioteca Pública Infantil Pro- leitura criativa, num ambiente agradável fessora Maria Martins Rossel, em parceria e dinâmico, oportunizando à comunidade com a Secretaria de Educação, está propor- escolar municipal o acesso ao acervo da cionando sessões de contação de histórias biblioteca. “O projeto visa atingir não só para as EMEIs, (Escolas Municipais de as EMEIs, mas todo público do ensino Educação Infantil) a cargo da professora de fundamental das escolas. Os interessados Literatura e contadora de histórias, Simone devem entrar em contato com a SMED, que Kluwe, e da contadora de histórias Elisa- está disponibilizando ônibus para o deslobeth Borba Salgado. Segundo a diretora da camento até a biblioteca para as escolas da Bibliotequinha, Denize Rossal, o principal rede municipal”, explica. objetivo é oportunizar ao grupo docente As escolas estaduais e particulares e discente das escolas o aprimoramento devem agendar seus horários diretamente cultural, bem como atualização didática e na biblioteca pelo telefone 3242-7525.


16

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

GERAL

Estado auxilia na preparação de projeto para leilão de usinas a carvão

A Secretaria de Infraestrutura e Logística, por meio do seu gerente-executivo Rui Dick, realizou reunião, na sexta-feira passada, com representantes da MPX Energia S.A., Companhia Rio Grandense de Mineração (CRM), Eletrosul, Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (Eletrobras/CGTEE) e Har Engenharia e Meio Ambiente para debater detalhes da futura Usina Térmica de Seival. O projeto, com previsão de instalação em Candiota, disputará o leilão de energia A-5, que será promovido pelo Governo Federal, no dia 29 de agosto. A reunião teve como pauta principal o início do debate sobre a localização da rede de alta tensão, que vai escoar a energia a ser gerada pelas térmicas da MPX, em Candiota. “Este tema é de

Tafael Medeiros/EspecialFS

Bageenses têm até dia 28 de junho para sacar

Caixa paga benefícios do PIS

Antonio Rocha

Gerente executivo da Seinfra, Rui Dick, coordena reunião de trabalho

fundamental importância para a competitividade dos projetos que disputarão o leilão A-5, sendo que tem interferência no preço a ser ofertado”, esclarece Dick. A partir do encontro, a in-

formação é de que as empresas seguirão estudando, por meio de seus técnicos, a forma que tornará mais viável, econômica e ambientalmente a construção da linha de transmissão.

Na região já foram pagos mais de seis mil rendimentos

A Caixa Econômica Federal está fazendo o pagamento dos benefícios do Programa de Integração Social (PIS) aos trabalhadores. O cliente Caixa terá o valor creditado, automaticamente, em sua conta. Já as empresas conveniadas com o banco creditarão o benefício diretamente na folha de pagamento de julho e agosto de seus empregados. O prazo para saque termina em 28 de junho. Para receber o abono salarial, os trabalhadores devem ter se cadastrado no PIS ou Pasep, até 2007, e ter trabalhado no mínimo 30 dias em 2011, com carteira de trabalho assinada com até dois salários mínimos mensais. Já os rendimentos do PIS, tem direito ao saque os que estiveram cadastrado no PIS-Pasep até 4 de outubro de 1988 e que tenha saldo na conta PIS. O saque do saldo de quotas de contas do PIS é permitido para quem apresentar algum dos motivos previstos em lei: aposentadoria, invalidez permanente, reforma militar, transferência para a reserva remunerada, tratamento de AIDS ou câncer do titular ou de seus dependentes, morte do titular, benefício assistencial

à pessoa portadora de deficiência e ao idoso e participante com idade igual ou superior a 70 anos. Em Bagé e região, os abonos atribuídos somam 7.975 e os pagos 9.543. Já os rendimentos atribuídos são de 17.207 e pagos 6.716. Na cidade, é possível sacar o valor no SAANC, localizado na rua General Neto, 46; Posto Olle, avenida General Osório, 1409; Supermercado Peruzzo, avenida Bento Gonçalves, 369; ou ainda nos terminais de caixa eletrônico, casas lotéricas, Caixa Aqui ou Agências da Caixa. A estimativa da Caixa é pagar 96,5% dos abonos identificados para o período, o equivalente a mais de R$ 10,7 bilhões, levando em conta todo o país. Os abonos salariais não retirados serão devolvidos ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), enquanto os rendimentos do PIS não sacados retornam para a conta de participação do trabalhador. Em caso de dúvida, o trabalhador pode consultar a página da Caixa (www.caixa.gov.br) ou ligar para o 0800 726 0207, tendo em mãos em mãos o número do seu PIS.

Campanha do Agasalho chega à zona rural Na tarde do último domingo, a Prefeitura de Bagé, através do Programa Cidadão Bageense (Prociba) e Gabinete da PrimeiraDama, deu início a distribuição da Campanha do Agasalho na zona rural do município, atendendo as localidades de Joca Tavares, Olhos D’água, Passo do Peres e Alexandrina.

A central de distribuição foi organizada no espaço do Posto de Saúde, onde cerca de 14 famílias cadastradas puderam escolher os agasalhos, perfazendo um total de 40 pessoas beneficiadas. No próximo domingo, a distribuição será realizada na região de Serrilhada e São Luís, a partir das 14h.


a

GERAL

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

17

Edições terão 32 páginas diárias e 72 aos finais de semana

Aceitação determina ampliação do projeto da FOLHA do SUL Glauber Pereira

e e

s s s a o l o , a a

r s a o s - por Niela Bittencourt o A FOLHA do SUL, hoje, sestá na capa. A equipe apresenta sseu crescimento: três novos cader-nos, além da ampliação de outros dois. Para isso, mais páginas: 32 -nas edições de terça a sexta-feira ae 72 na do final de semana. Para uchegar ao maior número possível ode bageenses, também passa a ter ouma tiragem maior. Serão cinco mil exemplares diários. Mas os leitores da FOLHA não são só bageenses: o único jornal impresso totalmente colorido também circula em Aceguá, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Lavras do Sul e Pinheiro Machado. Aliás, está entre as novidades o caderno Sem Fronteiras que, segundo o editor da FOLHA, o jornalista Glauber Pereira, irá

Mais reportagens, fotografias e ilustrações para atrair leitores

falar sobre temas relevantes para os leitores de Bagé e região. Para os bageenses, será de informações sobre as cidades vizinhas. Para os moradores dessas cidades, será um espaço onde temas relevantes serão aprofundados por meio de reportagens especiais. Diariamente, ainda, é possível conferir informações na editoria região. Acontece que não há fronteiras quando se fala em cultura, em trabalho e desenvolvimento. Pelo menos não na região da Campanha. O sócio-proprietário da FOLHA do SUL, Jônio Salles, comenta que após 11 meses da aquisição do veículo de comunicação, tanto ele quanto Fabiano Marimon e Leisa Soria, também

sócios-proprietários, só podem avaliar o empreendimento como positivo. “Isso se deve ao compromisso de crescimento sustentável proposto. Todo o crescimento e desenvolvimento do jornal está pautado no resultado. Só podemos crescer com recursos advindos de duas fontes: anunciantes e leitores. A resposta que tivemos dessas duas fontes, num período inferior a um ano, nos permite dar o passo mais importante na curta história de vida do jornal”, comenta. Projeto apresenta três novos cadernos Salles se refere ao crescimento que estará nas páginas do impresso a partir de hoje: no cader-

no Folha Saúde, por exemplo, que passa a ter oito páginas por semana. Mas também nas páginas das editorias de política, geral, esporte, região e polícia. Mais conteúdo, mais informação e mais leveza, uma vez que em cada reportagem será possível verificar um maior número de ilustrações, sejam elas fotografias ou infográficos – recursos que já eram explorados pela edição em reportagens especiais. “A FOLHA está se consolidando cada vez mais como o maior jornal impresso e classificados da região”, enfatiza Salles. Amanhã, será possível conferir mais duas páginas do caderno Folhito: serão, assim, quatro páginas sobre saúde animal, mercado pet, além de um espaço para

compartilhar experiências sobre a criação de gatos, cães, hamsters, coelhos, porquinhos da Índia, e outras espécies. Ainda será possível conferir a primeira edição da Folhinha. Um caderno que abordará projetos desenvolvidos pelas escolinhas da cidade e que debaterá temas relevantes para pais que, nos dias de hoje, recorrem a dicas de profissionais, muitas vezes por meio dos veículos de comunicação. Será um espaço não só para os pais, mas para os filhos, já que contará com temas infantis, como literatura e outras tendências. Também será possível conferir o caderno F2, que será publicado nos finais de semana: mais do que um caderno de cultura, será um espaço, segundo o editor, para traduzir os fenômenos culturais que surgem na região. Seja na internet ou nas ruas. Sem preconceito, irá aos extremos, aos novos comportamentos, ao dia a dia. O Campo se mantém com quatro páginas, nas quintas-feiras: um espaço sobre o homem do campo, sobre o desenvolvimento rural e suas tecnologias. É em decorrência dessa ampliação que surgem mais cadernos. É pela aceitação que o crescimento se tornou um compromisso. “Suportamos até onde podíamos com o número de páginas que trabalhávamos. Isso dificultava a vida dos jornalistas, pois muitas vezes eles tinham que sintetizar assuntos importantes, economizando palavras e até mesmo imagens para ilustrar os fatos”, justifica Salles. Sobre o aumento de tiragem, ele acrescenta: “já estávamos trabalhando com uma margem praticamente zero de cortesias para captar novos assinantes e para promoções. O crescimento em Bagé e nas cidades da região exige esse aumento na tiragem, que acontece pela segunda vez após a aquisição da FOLHA. O leitor gostou da linha editorial do jornal e também da qualidade da impressão. O assinante é exigente. O jornal deve chegar cedo na sua residência, outro diferencial da FOLHA, o impresso que chega cedinho na casa de seu leitor”, conclui.

Aumento de:

500% no número de assinantes

430% no número de anúncios

390% de venda nas bancas


18

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

GERAL

Casa de Cultura e IMBA terão novas diretoras

O secretário de Cultura de Bagé, Sapiran Brito, divulga a posse das novas diretoras da Casa de Cultura Pedro Wayne e do Instituto Municipal de Belas Artes, prevista para amanhã, às 16h30min. Leila Cabeda deixa a direção do IMBA e assume Renata Tunholi Barcellos. Já a Casa de Cultura terá como diretora Anacarla Flores. Conforme explica Brito, Leila está se aposentando e, assim, o prefeito Dudu Colombo teria escolhido Renata, que “foi criada e formada no IMBA, atuando, hoje, como professora de flauta”. Carmem Barros deixa a Casa de Cultura, segundo o secretário, temporariamente. “Estamos num regime de corte de despesas e está difícil ‘encaixar’ pessoas. Então optamos pela substituição, já que Anacarla é do quadro. Porém, não é definitivo. Lula (Carmem) deverá voltar”, argumenta. Ocorreu um remanejamento, mas o secretário garante que os diretores de outros locais como Complexo Cultural de Santa Thereza, Biblioteca Pública e

Bibliotequinha deverão ser mantidos. Anacarla Flores se diz surpresa com a decisão. “Agradeço pela lembrança do meu nome”, fala. Para ela, trata-se de um desafio, mas garante que continuará a manter um diálogo aberto a toda a comunidade. “A expectativa é seguir os projetos já planejados na atual gestão com um olhar mais amplo da Cultura, atendendo além das artes visuais, as novas linguagens e manifestações dos mais diversos seguimentos, tanto de artistas locais quanto de fora”, aponta. Quanto à expectativa, o secretário garante que espera que tanto Renata quanto Anacarla deem continuidade ao trabalho já realizado. Diz que fica a critério das novas diretoras criar projetos. Brito diz que as direções têm autonomia, sobretudo na área de Cultura, que é dinâmica. “Como secretário, delego, mas não posso engessar. Elas têm liberdade para desenvolver seus planos e projetos. Acompanharei, mas não sou o gerente de cada casa”, pondera.

Divulgação FS

Bagé soma 15 casos de tuberculose em 2013

Antonio Rocha

Anacarla Flores assume Casa de Cultura

Aglomerações favorecem contaminação

Até abril, 15 casos de tuberculose foram notificados em Bagé. As informações são da 7ª Coordenadoria Regional de Saúde. Em 2012, foram contabilizados 37 casos, enquanto que em 2011, 43. Em 2010, o montante foi 37 e, em 2009, 35. A médica pneumologista Flávia Marzola, que atua na vigilância epidemiológica da 7ª CRS, lembra que Bagé é um região endêmica e que a tuberculose nunca esteve sob controle. Assim, o alerta é pelo incentivo à realização do exame, que é gratuito. Trata-se de um exame de escarro: em todos os postos de saúde são disponibilizados potes e orientações para essa coleta. O exame, porém, é feito no laboratório Paulo Barcelos. A médica explica que o diagnóstico é a única forma de impedir o contágio. A transmissão é feita de Sintomas Entre os sintomas, a tosse com secreção, febre, que ocorre mais comumente ao entardecer, suores noturnos, falta de apetite, emagrecimento, cansaço fácil e dores musculares. Além disso, pode ocorrer dificuldade na respi-

pessoa para pessoa, por meio de gotículas eliminadas pela tosse com o bacilo transmissor (bacilo Koch) e inaladas. Flávia, assim, lembra que quem estiver tossindo por mais de duas semanas, com ou sem secreção, deve procurar um posto para fazer a coleta. Se for tuberculose, o tratamento é iniciado imediatamente e a cadeia de transmissão é interrompida. Tal tratamento também é gratuito e dura seis meses. Ocorre por meio de um antibiótico: apenas um comprimido, que deve ser administrado de uma a quatro vezes ao dia. É importante destacar que o quadro pode ser mais perigoso para quem já tenha AIDS, diabetes, insuficiência renal crônica, além de atacar mais forte também idosos doentes, alcoólatras, viciados em drogas e fumantes, ou aqueles em condições de desnutrição. ração, assim como eliminação de sangue e acúmulo de pus na pleura pulmonar - características de casos mais graves. É importante destacar que, no país, uma pessoa morre por dia em decorrência da tuberculose.

Tosse com duração de mais de duas semanas pode ser doença


a

GERAL

Moradores da rua Homero da Rosa Fagundes reclamam do difícil acesso

Antonio Rocha

e e o , o Pavimento foi retirado em março e até o momento não foi recolocado m por Juliana Andina r Com os blocos de cimento, que deixou de passar nesta rua, porque ela está sair, o ônibus não passa mais nessa rua, aí efaziam parte do calçamento da rua, reti- praticamente intrafegável”, pontua a babá. tenho que caminhar até a outra esquina. érados no mês de março, os moradores da Conforme relato da moradora Está terrível essa via”, diz a doméstica. arua Homero da Rosa Fagundes aguardam Gláucia Pinto de Souza, após a retirada O secretário de Atividades Uruma solução que resolva o problema. Se

éem dias secos o problema é a poeira, em edias de chuva os moradores sofrem com so barro e poças de água. Como relata a trabalhadora autônoma, Arlete Fagundes Alves, alguma s alternativa precisa ser tomada. “Faz um e ano que moro aqui no bairro São Bernardo oe essa rua sempre foi um problema. No ,início do ano eles retiraram as pedras e, mdesde então, a situação tem piorado”, scoloca. Daiane Martins reforça que o promblema afeta todos os moradores. “O ônibus m

e e e a a

do calçamento, o problema seria resolvido dentro de 10 dias. “Isso foi no dia 15 de março, faz quanto tempo que estamos esperando? Em dias secos tem que estar com a casa fechada por causa da poeira e nos dias de chuva entra barro em tudo”, reclama. A situação se agrava para quem tem deficiência física, como é o caso do filho da moradora Eliane Corrêa Alves Branco. “Meu filho é cadeirante e com a rua desse jeito não consigo tirar ele para a rua. Sem falar que quando precisamos

banas, Eduardo Mendes, explica que a rua ainda não foi consertada devido à paralisação dos funcionários. “Fizemos o levantamento de todas as ruas que precisam de reparos e temos um cronograma onde iremos atuar. Na próxima semana, montaremos uma força-tarefa na Homero da Rosa Fagundes para terminar o serviço”, garante. Ele ainda diz que será refeita a pavimentação. “Já trocamos a base e acreditamos que já esteja compactada, evitando futuros problemas”, encerra.

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

19


20

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

GERAL Secretária adjunta de Educação do Estado cumpre agenda na região

Antonio Rocha

por Juliana Andina

Convidada para participar da Conferência Nacional de Educação (Conae), a secretária adjunta de Educação do Estado, Maria Eulália Nascimento, aproveitou o momento para cumprir agenda na cidade. Ontem, ela conversou com as equipes diretivas das escolas estaduais integrantes da 13ª Coordenadoria Regional de Educação e visitou escolas no município de Aceguá. Como explica a coordenadora de Educação da 13ª CRE, Nádia La Bella, o setor vive um novo momento. “Esta construção das diretrizes da educação através do Conae, garantem que a comunidade escolar participe. A presença da secretária Maria Eulália é muito importante para nossa região”, enfatiza. Eulália coloca que a educação do Estado passa por mudanças e o auxílio e sugestões da sociedade é importante. “Temos grandes desafios colocados, principalmente, no que tange à educação básica, onde agora é previsto pela Lei de Diretrizes e Bases (LDB) o oferecimento de vagas no ensino básico para estudantes de quatro a 16 anos”, relata. A secretária relata, também, que a agenda na região visa à aproximação

Maria Eulália aponta que participação de profissionais é indispensável com os colegas de profissão. “A visita cimento e conhecer as realidades e o dia oportuniza que possamos trocar conhe- a dia das escolas e professores”, destaca.

Em relação ao andamento do Ensino Politécnico, adotado pelo Estado, em 2012, a secretária estadual de Educação acredita que o resultado tem sido positivo. “Nesse um ano e meio, tivemos uma redução de

7% da reprovação dos alunos do ensino médio. Ainda estamos apurando mais dados, mas acreditamos que essa seja uma tendência”, fala. Ela também complementa que a discussão da educação estadual é

principalmente em relação à aprendizagem. “Nosso parâmetro não está na reprovação x aprovação. Mas sim reprovação x aprendizagem. Esta é a nossa principal preocupação com os estudantes”, enfatiza.

Em relação aos desafios da educação estadual em Bagé, Nádia relata que existem duas pontas de maior preocupação. “Nossos

maiores desafios, hoje, são a reestruturação física das escolas – de reformas e melhorias – e a questão de recursos humanos, onde

esperamos ter um bom índice de aprovação e assim possamos ter profissionais fixos capacitados para nossas necessidades”, sublinha.

A etapa intermunicipal da II Conferência Nacional da Educação (Conae) ocorre, quarta-feira, aqui em Bagé. O objetivo central do evento é discutir, junto com professores, as principais necessidades da educação como um todo. A coordenadora regional de educa-

ção convida a todos os profissionais a participarem. “Estamos fazendo o chamamento de todos os profissionais ligados à educação para que juntos nós possamos levar nossas dificuldades para serem debatidas e, assim, levadas a quem possa nos auxiliar”, relata. Já a secretária do Estado, Maria

Eulália, argumenta que para a formação do documento é primordial a participação da maior parte dos envolvidos. “Esta orientação é importante. Pois será através dos documentos formados nas conferências regionais que o relatório estadual será levado para discussão nacional em 2014”, encerra.

Ensino médio politécnico

Ensino estadual em Bagé

Conferência Nacional de Educação

21/5: Manhã: 9h- Reunião com professores do Ensino Médio de Bagé (Auditório Palacete Pedro Osório); Tarde: 14h- Visita às escolas de Bagé (Escola Estadual de Ensino Médio Silveira Martins e Colégio Waldemar Amoretty Machado); 22/5: 9h- Palestra de abertura da Conae - Articulação do Sistema Nacional de Educação, Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de Colaboração (Centro Cultural Auxiliadora).


21 SEGURANÇA Polícia Federal comemora Casos de embriaguez ao volante neste final 40 anos em Bagé de semana TERÇA-FEIRA

21 de maio de 2013

Antonio Rocha

a

A Delegacia de Polícia Federal em Bagé está comemorando seus 40 anos de existência no dia 26 de maio. Para ampliar suas festividades, o departamento realizará uma Mateada Comemorativa para que toda a comunidade bageense confraternize. A Polícia Federal tem na sua origem a Intendência-Geral de Polícia da Corte e do Estado do Brasil, criada por D. João VI, em 10 de maio de 1808, com as mesmas atribuições que tinha em Portugal. As atribuições da Polícia Federal são: combater os que atentarem contra a personalidade internacional, a estrutura e a segurança do Estado,

a ordem social e a organização do trabalho; referentes à entrada, permanência ou saída de estrangeiros no território nacional; definidas nos títulos X (crimes contra a fé pública) e XI (crimes contra a administração pública) do Código Penal, quando a interessada é a Fazenda Nacional; e quanto ao comércio clandestino ou facilitação do uso de entorpecentes. A Mateada Comemorativa aos 40 anos da PF, em Bagé, acontecerá no próximo domingo, na Praça de Esportes, a partir das 16h, com animação do Grupo Os Mateadores e distribuição de água quente e erva mate Seiva Pura à vontade.

Fachada do prédio novo

Policiais do 2º Pelotão Rodoviário Estadual de Brigada Militar, em atividade de fiscalização e repressão à criminalidade nas rodovias da região, durante abordagens realizada na madrugada de domingo, na RSC-473, no município de Bagé, detiveram três condutores com sinais de embriaguez ao volante. O condutor do veículo Fiat/ Uno Mille apresentava sinais de embriaguez e, com o teste no etilômetro, teve o resultado de 0,36 mg/l. Na contra prova 0,38mg/l. O motorista foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Polícia, onde foi arbitrada a fiança em R$ 688. O condutor do veículo Fiat

Uno/Fiorino também apresentava sinais de embriaguez. Ele recusouse a efetuar o teste do etilômetro. Foi autuado administrativamente por embriaguez ao volante, sendo o veículo liberado para outro condutor devidamente habilitado. Em outra abordagem, foi fiscalizada a motocicleta Honda NXR 150 Bros, de Bagé, sendo o condutor convidado a efetuar o teste do etilômetro, constatandose 0,32 mg/l e, na contra prova, constatou-se 0,33 mg/l. O índice não é considerado, então o motorista foi autuado administrativamente, sendo o veículo entregue a outro condutor devidamente habilitado.

A Brigada Militar foi avisada através da sala de operações a comparecer no bairro Prado Velho, onde havia um veículo abandonado na via pública. Foi averiguado na madrugada de ontem e encontrado o veículo

Gol, de placas IEW 6846, com as portas abertas e sem a bateria. Na pesquisa efetuada pelos policiais militares, o veículo constava como furtado no domingo, o mesmo foi levado para o depósito.

Pesquisadores da Ufrgs e UFPel Recuperação de analisam segurança em Bagé veículo no Prado Velho Antonio Rocha

por Rochele Barbosa Três pesquisadores da Estra.tégia Nacional de Segurança Pública xnas Fronteiras, Enafron, da Secretaria -Nacional de Segurança Pública do oMinistério da Justiça em parceria com as universidade do Rio Grande do Sul, chegaram em Bagé, na última sextafeira, para efetuar a pesquisa sobre osegurança nas cidades de Fronteira. Ao longo do primeiro semestre .deste ano, a equipe gaúcha visitará 22 municípios para a coleta de dados estatísticos, aplicação de questionários e entrevistas a autoridades de segurança pública e membros da sociedade civil. A ideia é conhecer as instalações e a atuação dos órgãos públicos de controle, bem como os problemas de criminalidade locais. De acordo com o pesquisador da Ufrgs, Artur França, este trabalho envolve todos os órgãos de segurança onde se analisam dados de criminalidade. “Visitamos a Polícia Civil, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros, GGI-M e também conversamos com o Conseg e órgãos de segurança estadual, onde apuramos os dados e enviamos à coordenação da pesquisa na Universidade Federal do Rio de Janeiro”, explica. França destaca que os pesquisa-

dores ficarão no município até quintafeira, para detectar todos os dados e enviar. “É importante este trabalho, pois os recursos virão já destinados para as áreas com maior necessidade e onde realmente acontece a criminalidade e de que forma ocorre”, salienta. O trabalho dos pesquisadores gera um senso da Segurança Pública de Bagé, onde são compilados, analisados e organizados pela UFRJ e encami-

nhados para a Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça. “O objetivo é motivar repasses e programas para o combate ao crime”, finaliza. No Rio Grande do Sul, o programa é coordenado por Adriana Dorfman e, em Bagé, estão os pesquisadores Artur França e Kim Ueda Soares, da Ufrgs, e a professora Erika Collischonn, da UFPel.

Foi comunicado pela vítima Maria Iraci Gonçalves Dias, moradora do bairro Ibajé que, no domingo à tarde, quando chegou na sua casa constatou que havia um indivíduo dentro da residência. A vítima relatou no boletim de

ocorrência que o homem a mandou ficar quieta e, então, saiu correndo. Quando ela foi examinar a casa, constatou que haviam sumido vários utensílios de cozinha, roupas e R$ 250 em dinheiro, além de documentos da comunicante.

A mulher descreveu o homem como alto, magro e de cor negra, aparentando ter 20 anos. Ela ressalta que ele não levou nada consigo quando fugiu, então acredita que ele estava acompanhado de outra pessoa que teria levado os utensílios.

A vítima Ademar Fontoura Machado, morador da Serrilhada, comunicou, na tarde de ontem, no plantão da DPPA que, foi tentar efetuar uma compra em uma rede de lojas de

Bagé e não conseguiu, pois seu nome constava no SPC. De acordo com a vítima, no boletim de ocorrência, ele teria seis títulos protestados de uma empresa de

Alvorada. Ele também ressaltou que nunca esteve no município e que não perdeu nenhum documento, também não autorizou ninguém a fazer compras em seu nome.

OBITUÁRIO Cleo Garcez Cachapuz, 98 anos, solteira, aposentada. Residia na rua São Vicente, nº 90, bairro Rio Branco, Porto Alegre. Não deixa filhos. Elso Castro Martins, 80 anos, pedreiro, casado com Cecy Fernandes Martins. Residia na rua Emílio Guilain, nº 450. Deixa os filhos Everton, Sissa, Ana Maria e Elton.

Pesquisadores fazem reuniões sobre o tema da segurança pública

Residência arrombada no bairro Ibajé

Homem é vitima de estelionato


22

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

ESPORTES

Segundona remete para renovação

Tradição pesa muito

A segunda divisão de profissionais (a denominação moderna da terceirona gaúcha) deverá ser realizada no período entre 3 de agosto e 27 de novembro, com a presença da dupla Ba-Gua. Os 16 participantes (número ainda sujeito a alteração, de acordo com eventuais desistências ou a volta de clubes licenciados) serão divididos em dois grupos, adotando a fórmula que, por exemplo, vem sendo seguida na Série A2. Na primeira fase, confrontos entre clubes de cada chave, classificam-se os dois primeiros de cada uma. Quem vencer o quadrangular estará automaticamente garantido no acesso de 2014. Na segunda etapa, jogos dentro dos grupos, os classifi-

cados serão os quatro primeiros de cada chave. Ao final da série, o vencedor também ascende à Série A2 na próxima temporada. E os vice-campeões do primeiro e segundo turnos decidem a terceira vaga. Moral da história: ao final de 12 partidas, na primeira fase, um clube já estará garantido na divisão intermediária do próximo ano. A terceirona começou a ser disputada em 1967, sendo campeão o Três Passos, sofrendo, a partir de então, muitas modificações. Dos clubes que constam entre os participantes em 2013, o Igrejinha foi duas vezes campeão (1968 e 80); o Guarany, 1999; Cachoeira, 2001.

Campeões gaúchos estão atualmente na segunda divisão, como é o caso do Guarany (1920 e 38), Bagé (1925) e Rio Grande (1936). Também estão no contexto da segunda divisão outros antigos participantes do campeonato principal do Rio Grande do Sul, como 14 de Julho de Livramento, Cachoeira, Atlético de Carazinho, Palmeirense e Guarani de Venâncio Aires. Bagé, com a dupla Ba-Gua, é a única cidade a ter dois clubes na segunda divisão. Tradição à parte, ser campeão, vice ou terceiro na segunda divisão é sinônimo de renascimento. E, para sair do fundo do poço, renovação e entusiasmo são os ingredientes dos clubes bageenses.

Questão de subir e não parar de trabalhar Quando terminar o campeonato gaúcho da segunda divisão de profissionais, em novembro, estarão sendo definitivamente conhecidos os três clubes que ascenderão, em

2014, à Série A2. E, aí, haverá pouco tempo para festejar e entrar em férias. Acontece que, em 2014, por tratarse de ano de Copa do Mundo, a

antiga Divisão de Acesso começará em janeiro. Mais um ingrediente a ser inserido no planejamento da dupla Ba-Gua para a temporada de 2013.

Brossard vence e passa a liderar o citadino

Divulgação FS

Na terceira etapa do campeonato citadino de xadrez, desta feita homenageando a Rádio Delta FM pelos seus 30 anos de fundação, o destaque ficou por conta de Paulo Brossard. Em cinco rodadas, alcançou cinco pontos e, com isso, passou a liderar a competição, promovida pelo Bagé Xadrez Clube, com apoio da Secretaria Municipal da Juventude, Esporte e Lazer. Os novos vitoriosos entre os enxadristas

Resultados - Absoluto, primeiro lugar para Paulo Brossard; segundo, Wilson Pires; terceiro, Emílio Mansur; - Juvenil, primeiro para Jerônimo Parera; segundo, Gabriel Fuchs; terceiro, Leonardo Costa; - Feminino, vitória de Luísa; - Infantil teve como vencedor Yuri Lima; segundo, Henrique; - Veterano, primeiro para J.J.Silva.

Sucesso total no tênis A baixa temperatura do fim de semana não impediu que o Torneio Aberto “Clínica Elias Kalil Neto”, realizado no Bagé Tênis Clube, atingisse plenamente seus objetivos. Responsáveis pela orga-

nização do evento, Bruno Pichler e Maurício Gomes agradeceram ao patrocinador e destacaram a ampla participação de tenistas bageenses e outras cidades, inclusive do Uruguai.

Vencedores - primeira classe, vitória de Hector Silva, seguido por Marcos Oxandabaratzi (de 33 Orientales, Uruguai); - segunda classe, o vencedor foi Lázaro Leite (BTC); segundo, Lucas Marques (Clube Brilhante, Pelotas); - terceira classe, em primeiro lugar, João Sousa (BTC); segundo, Maurício Zabaletta (Brilhante, Pelotas); - quarta classe, vitória de Maurício Zabaletta; segundo, Júlio Lucena (Melo, Uruguai); - 45 anos, o Bagé teve o primeiro (João José Azambuja) e o segundo (Élcio Souza) colocados; - iniciantes, primeiro, Mauro Taffarel; segundo, Lu Gervásio, ambos do Bagé Tênis Clube; - feminino teve domínio de Santana do Livramento, respectivamente com Laís Bicca e Sofia Perroni; - juvenil, vitória de Deivid Carrion (Pelotas); segundo, Arthur (Bagé).

Golfe gaúcho mostra sua força no Cantegril O golfe bageense teve um fim de semana especialíssimo. A realização do 11º Aberto do Cantegril e a etapa do Tour Gaúcho de 2013 atraíram atletas de várias regiões gaúchas e de outros estados brasileiros, que participaram de uma intensa programação. Luís Felipe Meirelles, presidente do Cantegril, não esconde a satisfação pelo êxito da promoção, destacando ainda o alto nível técnico evidenciado pelos participantes. Na categoria scratch, venceu Glauci Righi, de Rosário do Sul, seguido por Octávio Villar (Pelotas) e Sandro Gonçalves (São Leopoldo). Até 8,5 de handicap, vitória de Maurício Neiva (Pelotas); segundo, Diego Bachettini (Pelotas) e terceiro, Carlos Eduardo Guedes (Cantegril de Bagé). Categoria 8,6 a 14.0, Porto Alegre teve os dois primeiros colocados, pela ordem, Sílvio Cecin e Volnei

Coelho, cabendo o terceiro lugar a Michel Pons (Cantegril Clube de Bagé). Categoria 14,1 a 22,1, primeiro lugar, Renato Albuquerque (Rio Grande); segundo, Olivério Vasconcellos (Rosário do Sul); terceiro, Fernando Grupelli (Pelotas). Categoria 22,4 a 32,2, Porto Alegre venceu com Luiz Fernando Velasco e teve a segunda colocação com Eduardo Chaves, ficando em terceiro Valmor Coradini (Cantegril Clube de Bagé). A bageense Cecília Lacerda, também do Cantegril, foi a vencedora da categoria scratch damas. Outros bageenses foram premiados em várias categorias: pré-sênior, até 14, 1, Wilson Portinho Filho, primeiro lugar; 14,1 a 32,2, Jorge César Teixeira, primeiro; sênior até 14,1, Antônio Hélio Severo, segundo; 14,1 a 32,2, Valmir Coradini, primeiro, e Serloi Borges, segundo.


ESPORTES

Santa Maria prestigia bicicross local

23

21 de maio de 2013

Celeste volta a vencer de goleada no feminino Divulgação FS

Divulgação FS

O campeonato bageense de bicicross teve sua abertura no fim de semana, na pista localizada no Complexo Esportivo Presidente Médici. E, além da atração representada pelos competidores locais, foi enriquecido pela presença de quatro santa-marienses, dois do clube 19 de Julho e dois do Venâncio Aires. Os resultados indicaram, na categoria boys, até 8 anos, vitória de Guilherme Castro; boys, 9 a 12 anos, Lucas Leitzke; girls, Thayná da Silva; cruiser, Mário Castro, com Paulo Oliveira em segundo; categoria four cross, vencedor Júlio Barcellos, seguido por Alcione Gomes. Na elite manh, o primeiro foi Filipe Lopes, sendo Vinícius Assumpção o segundo.

Campeonato aberto no fim de semana

Novos destaques do kart

No total, foram 23 pilotos de Bagé, Aceguá, Pelotas, Uruguaiana, Caxias do Sul e, também, do Uruguai (Melo e 33 Orientales) que participaram da segunda etapa do campeonato citadino de kart, realizada na tarde de domingo, no Kartódromo Municipal Ayrton Senna da Silva. Na categoria pró-400, vitória de Ironides Trindade e Tiago Dias, com 20 pontos, seguindo-se, pela ordem, Cláudio (Pelotas), Aldo Ferreira, Marcelo Pilon e Fernando Soares. Nos estreantes, venceu Rafael Vieira, com 22 pontos, quatro a mais que Gonsalo Almeida. Nos graduados, destaque para Gabriel Vernieri, com 20

TERÇA-FEIRA

Antonio Rocha

Galácticas: equipe de boa campanha

A equipe da Celeste/Valcar deu mais uma demonstração de sua capacidade no futsal feminino da cidade. Na segunda rodada da Taça Cidade de Bagé/Jornal FOLHA do SUL, com o apoio da loja AP Esportes, a equipe azul goleou a Liga Doce União por 7x1. Os demais jogos foram Arsenbal 2x0 Boca Juniors, Galácticas 3x1 Asssociação Atlética Banco do Brasil.

Celeste/Valcar e Galácticas lideram o torneio, com sete pontos, seguindo-se LDU e Arsenal, 3; Boca Juniors e AABB, zero. A terceira rodada da primeira fase prevê, para domingo, dia 26 de maio, a partir das 17h, no Militão, as partidas Galácticas x Liga Doce União, Boca Juniors x Associação Atlética Banco do Brasil, Celeste/ Valcar x Arsenal.

Brilho de 23 competidores

pontos, contra 16 de Ademir Lin- mo, Sílvio Vernieri, destaca que a demann. terceira etapa está programada para O coordenador do kartódro- o dia 16 de junho.

Resumo esportivo higinobage@yahoo.com.br

QUESTÃO PERTINENTE – Como, na fase classificatória da segunda divisão, haverá apenas um Ba-Gua, no primeiro turno, ficam as indagações: quem terá o mando de campo e acabará jogando uma partida a mais em casa, em relação aos outros clubes? A renda será dividida?

ALVIRRUBROS – Existe praticamente a certeza de que Paulo Afonso Coelho (Leco), atualmente no Gaúcho de Passo Fundo e detentor do melhor retrospecto da história recente do Guarany, será o treinador do “índio” bageense na segundona. Com ele, a presença certa de muitos jogadores, como Ilson, Lúli, Allan, Tatto, entre vários outros.

JALDE-NEGROS – Independente de quem for o treinador escolhido, o Bagé tem vários jogadores com contrato em vigor e, atualmente, emprestados a outros clubes. É o caso de Fernando Costa e Luís Fernando, que estão no Internacional de Santa Maria; Evandro Moreira, no Ypiranga de Erechim. Sem falar em outros que, sem vínculo contratual ao clube, são muito ligados ao jalde-negro, como Aguinaldo (que deixou o União Frederiquense) e Héberson (que joga pelo Brasil de Farroupilha).

PREPARAÇÃO - Participante confirmado da segundona 2013, o Guarani de Venâncio Aires está de volta aos treinamentos, sob o comando do treinador Chicão. Mas atentem para o detalhe: somente com jogadores da categoria sub-19, enquanto as contratações dos profissionais ficam para um segundo momento.

SHOW DE GOLS – Pela Copa Safergs, três vitórias do projeto Descobrindo Talentos, coordenado pela professora Maísa Tolledo Moreira, nos jogos disputados em Livramento. Na categoria mirim, 1x0; na infantil, ALIÁS... – Especulações à parte, o nome de Ri- 8x0, ambas em parceria com a Associação Atlética naldo Lopes Costa (Badico, atualmente no Inter de Santa Ponte Preta, tendo como treinadores Adenilson Soares Maria) tem a maior cotação para assumir o comando e Marcos Maria. Na sub-17, parceria com o Guarany e técnico do Bagé. Inclusive, pequenos detalhes já estão treinada por Jesus Antônio Munhoz Padilha (Totonho), sendo tratados nos bastidores. a vitória contra o Inter União foi por 3x0.

18/05/13 FEDERAL

1º 66.497 2º 08.238 3º 20.867 4º 39.629 5º 28.062 MEGA-SENA Nº 1495 04 13 14 44 49 57 LOTOMANIA Nº 1349 02 03 06 08 10 14 16 17 23 31 33 41 44 45 55 65 68 78 87 99

LOTOFÁCIL Nº 906 01 02 03 05 06 07 08 09 10 12 17 18 21 22 24 QUINA 3197 08 38 39 65 66 DUPLA-SENA Nº 1177 Primeiro sorteio 07 08 16 21 32 34 Segundo sorteio 03 05 32 38 45 50


www.jornalfolhadosul.com.br

BAGÉ, TERÇA-FEIRA, 21 DE MAIO DE 2013

Gaúcho

FOLHA SUL


FOLHASAÚDE

BAGÉ, TERÇA- FEIRA, 21 DE MAIO DE 2013 - Ano 1 - N° 39

Câncer de Mama: métodos de

prevenção e técnicas estéticas

O

câncer de mama é o carcinoma mais comum em mulheres, respondendo por 22% do total de casos novos a cada ano no Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA). Estimativa do instituto aponta que o país registrou 52.680 novos casos da doença apenas em 2012. Os dados mais recentes de óbitos divulgados pelo instituto informam que, em 2010, morreram no Brasil 12.852 pessoas devido ao câncer de mama, sendo 147 homens e 12.705 mulheres. Nesta edição do FOLHA SAÚDE, vamos entender o que é a doença, métodos de prevenção, novas técnicas estéticas e sobre a cirurgia de redução de risco.


2

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

SAÚDE

A doença e seus fatores de risco

O

câncer de mama é mundialmente a forma mais comum de cancro em mulheres, afetando, em algum momento de suas vidas, aproximadamente uma em cada nove. É a segunda maior causa fatal de câncer em mulheres (depois do câncer do pulmão) e o número de casos vem crescendo significativamente desde 1970, um fenômeno parcialmente atribuído ao estilo de vida moderna. Segundo o médico mastologista, Mário Menna Kalil, o câncer de mama é o que mais mata mulheres mundialmente. “Cerca de 70 a 80 mulheres em cada 100 mil apresentam câncer de mama e, na região Sul, a incidência é de até 120 mulheres a cada 100 mil”, destaca. O médico conta que ainda são feitas pesquisas para saber qual a causa de nosso Estado apresentar o maior número de pacientes com a doença. Kalil explica que as causas de câncer são variadas, podendo ser externas ou internas ao organismo, estando ambas interrelacionadas. As externas relacionam-se ao meio ambiente e aos hábitos ou costumes próprios de um ambiente social e cultural. Já as internas são, na maioria das vezes, geneticamente pré-determinadas. Estão ligadas à capacidade do organismo se defender das agressões externas. “A probabilidade de uma mulher com saúde normal desenvolver câncer de mama, até os 90 anos, é de 10%. Se ela tem mutação nos genes, alteração no estudo genético, a chance pode ser de 70 a 80% de desenvolver o câncer”, ressalta. O mastologista salienta que o exame de sequenciamento genético é orientado apenas em casos importantes. “Se a família tem histórico de câncer de mama, se realmente há necessidade e é uma decisão muito séria, é um exame caro e a pessoa tem que estar preparada psicologicamente. Por exemplo, mulheres que desenvolvem câncer de mama com idades que variam entre 20 e 40 anos, devem ser aconselhadas a fazer o mapeamento genético”, acrescenta.

Antonio Rocha

Mário Menna Kalil

Expediente

Reportagens:

Esta edição semanal é encartada no Jornal FOLHA DO SUL GAÚCHO e não pode ser vendida separadamente.

Fernanda Mendonça e Rochele Barbosa Editor-geral: Glauber Pereira E-mail: rochelebarbosa@gmail.com

Diagramação: Cristiano Lameira

Fotos: Divulgação

Revisão: Taisa Soares


SAÚDE

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

Tratamentos e o Centro Integrado de Oncologia e Mama de Bagé

A

retirada dos seios, após a descoberta do gene defeituoso e da chance de desenvolver câncer de mama, pode reduzir o risco de ter o carcinoma. Conforme explica o mastologista Mário Menna Kalil, os tratamentos são variados, depende de cada organismo e histórico familiar. Hoje, se recomenda realizar a primeira mamografia com 40 anos. O Instituto Nacional do Câncer (INCA) recomenda com 50 anos. Kalil ressalta que se há familiares com a doença e riscos muito altos, pode-se fazer o primeiro exame com 35 anos e, em raras exceções e casos muito graves, com 25 anos. “A primeira estratégia é sempre realizar os exames, mamografia, ecografia e, se necessário, ressonância magnética”, pontua.

Três armas contra o câncer Segundo Kalil, o Rio Grande do Sul tem o dobro de incidência nacional de câncer de mama. “É um dado muito preocupante. Em Bagé, já contamos com o Centro Integrado de Oncologia e Mama (CIOM) e a oncologia clínica. Em breve, teremos o serviço de radioterapia na cidade. Atualmente, atendemos cinco mil pacientes por mês”, informa. “Cerca de 60% a 70% dos pacientes precisam de radioterapia. Além disso, os pacientes devem iniciar, em 60 dias, o tratamento do câncer após diagnosticado”, acrescenta. Para Kalil, que também coordena o CIOM, a iniciativa é pioneira em nível de Brasil. O médico também ressalta que a cada dia são criadas drogas novas e um grande avanço na biologia está trazendo novas alternativas. “Os

estudos estão avançados e poderemos ter a cura de alguns tipos de câncer em breve ”, reitera. O tratamento do câncer de mama evoluiu muito nos últimos anos. Não faz muito tempo, quando surgia um tumor, o cirurgião retirava a mama inteirinha, o músculo que ficava abaixo dela, os gânglios todos da região axilar e a pele ficava ondulada sobre o gradeado costal, possibilitando distinguir com clareza a anatomia das costelas. Atualmente, as cirurgias costumam ser muito econômicas, porque os diagnósticos são cada vez mais precoces. Com frequência, o que se faz necessário é a retirada de pequenos fragmentos da mama e de alguns gânglios debaixo do braço. Na grande maioria dos casos, a mutilação do passado tornou-se coisa obsoleta.

Centro Integrado de Oncologia e Mama será inaugurado dia 13 de junho Na última sexta-feira, foi realizada uma reunião com o grupo constituído pelo município para preparar uma ação estratégica, para a prevenção, educação e detecção precoce do câncer. Mário Mena Kalil diz que é a primeira vez que é criado um grupo pelo município para avaliar os investimentos de busca para o trabalho da oncologia na cidade. “Estamos montando um serviço com a parceria público-privada para desenvolver mecanismos para que Bagé seja uma referência em todo o país no tratamento de todos os tipos de câncer”, diz. O apoio da empresária Zu-

leica Torrealba no tratamento de câncer foi de grande importância. “Essa ação colocará Bagé em um patamar superior e transformará o CIOM num centro de referência para o país”, explica o prefeito Luis Eduardo Dudu Colombo. “Estamos formando uma grande rede, com órgãos, entidades e universidades para desenvolver ações de prevenção do câncer na zona urbana e rural”, informa. Localizado entre o prédio ao lado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), o CIOM vai ampliar o atendimento já existente em Bagé.

3


4

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

SAÚDE

Mastectomia: retirada de risco, procedimento da Angelina Jolie

M

astectomia é o nome da cirurgia de remoção completa da mama. É um dos tipos de tratamento cirúrgico para o câncer de mama. Existem muitos tipos de mastectomia, são elas: a mastectomia radical consiste na retirada da glândula mamária, associadas à retirada dos músculos peitorais e à linfadenectomia axilar completa. Atualmente, é um procedimento incomum, devido à alta morbidade a ela associada e a resultados bastante satisfatórios de técnicas mais conservadoras. A mastectomia radical modificada consiste na retirada da glândula mamária e na linfadenectomia axilar, com preservação de um ou ambos os músculos peitorais. Constitui o procedimento cirúrgico realizado na maioria das pacientes com câncer de mama nos estágios I, II e III. Este procedimento é indicado na presença de tumor acima de três centímetros, sem fixação à musculatura; em pacientes com recidiva após tratamento conservador ou que apresentem qualquer

condição que as tornem inelegíveis ao tratamento conservador; e em pacientes que não concordem com a preservação da mama. A mastectomia total simples consiste na retirada da glândula mamaria, incluindo o complexo areolar e aponeurose do músculo peitoral. Os linfonodos axilares são preservados. É indicada nos casos de carcinoma ductal in situ; recidiva após cirurgia conservadora; lesões ulcerativas em pacientes com metástases a distância onde o controle local promove melhor qualidade de vida; pacientes idosas com risco cirúrgico elevado ou que não possuem adenopatias axilares palpáveis ou evidência de doença a distância; e em pacientes selecionadas para tratamento profilático. E ainda a mastectomia subcutânea, que consiste na retirada da glândula mamária, conservando os músculos peitorais e suas aponeuroses, pele e complexo aréolo-papilar. Por deixar tecido mamário residual, com possibilidade de alterações hiperplásicas e degeneração maligna, seu uso é bastante questionado.

Angelina Jolie “Com receio de câncer, Angelina Jolie faz cirurgia para retirar os seios”. A notícia da última semana chocou e motivou várias mulheres. Os médicos da atriz disseram que ela possuía 87% de chances de ter câncer de mama. De acordo com a declaração da atriz, no jornal The New York Times, a mãe dela lutou contra o câncer por quase uma década e morreu aos 56. Angelina, de 37 anos, diz que descobriu ter um “defeito” no gene chamado BRCA1. Os médicos disseram que ela tinha 87% de chances de desenvolver

um câncer de mama e 50% de ter um câncer no ovário. Quando a atriz soube que essa era a sua realidade, tomou a decisão de minimizar o risco. Ela então decidiu fazer uma dupla mastectomia preventiva. O processo médico foi iniciado no último dia 2 de fevereiro, com a técnica “nipple delay”, um tipo de cirurgia plástica para que a mastectomia não danifique esteticamente o mamilo. Isso causa um pouco de dor e muitos hematomas, embora aumente as chances de salvar o mamilo. Ela conta para o jornal norte-americano que, duas sema-

nas após o começo do processo, fez a principal cirurgia, na qual se extrai o tecido mamário. Nove semanas depois, foi feita a operação para reconstrução das mamas com implantes. Os médico da atriz relataram que as chances de desenvolver câncer de mama caíram de 87% para 5%. Angelina também conta sobre a importância da cirurgia para seus filhos. “A operação deixou apenas pequenas cicatrizes que não chocarão nossos filhos”, fala. A atriz também ressalta que Brad Pitt, seu marido, foi um grande apoio durante todo o processo.


SAÚDE

TERÇA-FEIRA

Alegria de viver

H

á cerca de cinco anos, a telefonista Flora Terezinha da Silva, de 54 anos, se deparou com o câncer de mama. Ela conta que fazia um ano e meio que havia perdido sua mãe e, com o dia a dia, passou algum tempo sem fazer o autoexame. “Tinha o costume de fazer o autoexame sempre no banho, mas com tanto problema, fiquei relapsa com a minha saúde”, fala a telefonista. Flora comenta que, um certo dia, realizou o exame no banho e foi quando sentiu um pequeno nódulo. “Para a minha surpresa, eu senti uma sementinha, era do tamanho de um grão de feijão. Como trabalhava com médicos,

resolvi perguntar para um ginecologista que estava de plantão comigo no SAMU e, no mesmo momento, ele mandou eu fazer uma mamografia de urgência. Ele me adiantou que, pela sua experiência, acreditava se tratar de um câncer”, lembra. Ela conta que após esse dia procurou o seu ginecologista, o médico Ricardo Mendes Costa, quando foi examinada e diagnosticada com câncer de mama maligno. “Eu estava com 49 anos na época, fui para o tratamento fora de Bagé, em Pelotas. O médico José Pedro e a médica Flávia começaram os primeiros trabalhos. O que me ajudou muito foi que trabalhava com médicos e agiram muito rápido”, relata.

Flora diz que fez cinco quimioterapias, 35 radioterapias e três cirurgias de mama. Ela fez também uma Histerectomia, que é a retirada de útero, e também extraiu os ovários. “Tenho duas filhas e sempre oriento sobre a doença. A Márbia, de 34, e a Tainá, com 15 anos, sabem dos riscos e do fator de hereditariedade. A mais velha já vai fazer a mamografia desde agora”, destaca. O caso da atriz dos EUA, Angelina Jolie, é alvo de admiração para a telefonista. “A admiro mais ainda, tem que ter muita coragem e uma fé muito grande para passar por uma mutação dessa, não é fácil”, pontua. Ainda sobre a atriz, Flora acrescenta que, se as filhas

quiserem fazer a cirurgia de redução de risco, ela dá total apoio. “Acredito que temos sempre que prezar pela saúde, elas têm meu total apoio”, argumenta. A telefonista fará tratamento para o câncer até o ano de 2014 e conta que já tirou parte de uma mama, porém o médico deixou a pele para fazer a reconstrução. “Não coloquei prótese, talvez depois que terminar meu tratamento e, não houver nenhum risco, eu faça, por enquanto ainda não”, ressalta. Finalizando, ela afirma que há muita gente que sente vergonha por perder o cabelo ou por ficar sem a mama. “Reclamam mais disso do que da falta de condições para o tratamento O SUS

21 de maio de 2013

tem uma grande carência de condições no atendimento ao portador de câncer, há uma grande falta de respeito. O que me ajudou muito é que nunca perdi o ânimo e a ale-

5

gria de viver, estou sempre brincando, falando bobagem, independente do que tive”, encerra a telefonista que lutou e luta, ainda, contra essa doença.


6

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

SAÚDE

Uma escolha que pode ajudar na recuperação da doença

Reconstrução da mama

U

ma das alternativas para as mulheres que tiveram câncer de mama e retiraram uma parte ou todo o seio, é a colocação da prótese de silicone para reconstruir a mama. O procedimento proporciona à mulher a elevação da autoestima que, às vezes, é abalada pela retirada do seio, se tornando uma saída que ajuda até mesmo a superar a doença. O cirurgião plástico Guilherme Madruga diz que o silicone é colocado atrás do músculo ou da glândula mamária e que em nenhuma situação pode ocasionar ou acelerar o câncer de mama. “No passado, existia esse mito de que a prótese pudesse ter relação com o câncer, mas, hoje, são inúmeras as pesquisas científicas que compravam que não existe nenhum tipo de relação”, informa. Madruga acrescenta que o melhor momento para a colocação da prótese é justamente no na hora da retirada da mama, ou seja, no mesmo ato cirúrgico da mastectomia, no caso de indicação médica por tumor cancerígeno. Quando o implante não pode ser colocado nesse momento, um expansor, que é como se fosse um balão, substitui o lugar que será do silicone. “A mulher vem aqui com a mama feia e doente. E sai tranquila com a mama bonita”, conta. O tempo de recuperação é particular de cada mulher. Após a etapa de reconstrução da mama, seguem as etapas de refinamento, que consistem na simetrização das mamas e reconstrução do complexo aréolo-mamilar.

Fotos: Antonio Rocha

A expansão do tecido Durante a mastectomia ou depois, coloca-se o expansor. Após alguns dias, incia-se a expansão com soro fisiológico através de uma pequena punção com uma agulha fina na válvula colocada. Com isso, a pele vai expandindo até alcançar um tamanho semelhante à mama que se deseja reproduzir. Estas expansões costumam ser semanais. Ao final de algumas semanas, temse criado um envelope que servirá para a colocação do implante definitivo.

O tamanho da prótese deve ser adequado ao tamanho do seio. “Ela vem aqui e vê com qual se sente melhor. Depois, eu oriento para ver se é possível fazer a colocação da que ela solicitou”, explica. Madruga revela que existem próteses de vários formatos, para atender a todos os tipos de pacientes. Sobre a polêmica da retirada da mama, pós-mapeamento genético e identificação de uma possível doença no futuro, Madruga afirma que é favorável à retirada. “Para

mim não tem polêmica. Sou a favor se a mulher sabe que tem risco”, diz. Apesar da importância da colocação de prótese para algumas mulheres, ele comenta que apenas 0,01% dos casos de operação, feita por ele, são em pacientes que tiveram que retirar a mama por causa do câncer. O serviço em Bagé já foi oferecido pelo Sistema Único de Saúde. A cirurgia era realizada por Madruga, que trabalhou por um ano e meio e fez em torno de 50 colocações de próteses e reconstituição de

mamas, que pode ser feita sem o uso do silicone quando a paciente retira uma pequena parte do seio, mas quer deixá-lo perfeito novamente. É importante ressaltar que a decisão de reconstituição ou de colocação de silicone é particular de cada mulher, que deve avaliar levando em consideração o seu bem-estar. Ultimamente, muitas são as opções para a reconstrução da mama e depende do tipo de tratamento por qual a paciente passou.


SAÚDE

TERÇA-FEIRA 21 de maio de 2013

7

Alternativas para quem não deseja a reconstrução da mama Tatuagem Uma das alternativas é a tatuagem, que pode ser feita no seio, que, além de estilizar a mama, cobre a cicatriz, a falta de mamilo ou, até mesmo, marca uma história. Em fevereiro de 2013, o Estúdio Insane Tattoo Art, de Goiânia, passou a oferecer uma tatuagem por mês para mulheres que passaram pela mastectomia. A ação faz parte de um projeto que oferece tatuagens para mulheres que sobreviveram ao câncer de mama, idealizado pelo americano Noel Franus, que criou o P.INK (Personal Ink), uma plataforma que reúne tatuadores para oferecer tatuagens nos seios das pacientes que sofreram com o câncer.

Prótese

Roupas alternativas Uma empresa de São Paulo confecciona próteses, lingerie, maiôs, biquínis e roupa de ginástica voltadas a pacientes com câncer de mama, que acompanham as tendências da moda com

opções de cores e modelos. Os diversos modelos de próteses mamárias são colocadas no forro das roupas. Os produtos podem ser adquiridos pelo site da loja www.mamaamiga.com.br.

Próteses confeccionadas com grãos também se tornam uma alternativa para quem não quer passar por um procedimento cirúrgico. Elas criam uma textura natural desenhando uma prótese com aparência muito próxima do seio. Algumas marcas de lingerie já desenvolveram sutiãs com uma abertura lateral que permite o encaixe da prótese. Elas também já podem ser usadas logo após da retirada da mama, usando o objeto com volume e sem peso. Depois de 15 a 30 dias, a mulher pode usar a prótese com peso, inserida no sutiã.


FALA DOUTOR

TERÇA-FEIRA 14 de maio de 2013

Clareamento dentário O clareamento dentário é uma técnica que se tornou muito popular nos últimos anos devido ao apelo estético por dentes brancos e bem alinhados. Ele pode ser feito em casa (caseiro) ou no consultório dentário.

A técnica do clareamento caseiro é feito com a moldeira, utiliza-se géis em concentrações (15%, 16% e 20%) como agente clareador, usado durante a noite ou, até mesmo, durante o dia, pelo período de 15 a 30 dias. Este é o mais comum hoje em dia e também possui um

Como funciona o clareamento? O mecanismo clareador é um processo complexo, mas basicamente funciona com uma reação de oxidação dos pigmentos do dente. Ou seja, os peróxidos do gel clareador liberam oxigê-

nio na estrutura dental que vai oxidando os pigmentos amarelados, tornando-os pigmentos mais claros. Durante o processo de clareamento, é normal que os dentes se tornem ligeiramente sensíveis.

Que alimentos devemos evitar para não manchar os dentes?

Deve-se evitar o uso de tabaco, café, chá, vinho tinto, ingestão de alimentos altamente pigmentados como cerejas, amoras, beterraba, etc.

custo mais baixo. A técnica do clareamento de consultório, que é realizado pelo dentista, é uma alternativa para quem não quer se sujeitar ao uso das moldeiras e quer atingir resultados mais rapidamente, pois as concentrações de peróxido de hidrogênio são

mais elevadas, 35% na maioria dos casos. A utilização de fontes luminosas, como o laser, é rotineira nesse tipo de clareamento. Neste caso, o tempo de tratamento é menor e, em geral, a sensibilidade dentária é menor do que o caseiro, entretanto tem maior custo.

Restaurações e clareamento O clareamento é frequentemente combinado com outros procedimentos estéticos restauradores como restaurações de resina, facetas e coroas. O clareamento é sempre oferecido antes, pois é impossível clarear as facetas e as coroas após sua confecção. Deve-se aguardar de uma a duas

semanas para se ter a estabilização da cor do dente e aí sim fazer os outros procedimentos, então poderemos tornar as restaurações mais parecidas com o dente natural. Converse com o seu dentista e chegue a um plano de tratamento específico e adequado para você.

Devo usar pastas de dente branqueadoras durante o clareamento para acelerá-lo? Não. As pastas de dente que têm essa expressão “whitening” (branqueadoras), contêm partículas abrasivas que removem

a camada superficial do esmalte junto com as manchas mais superficiais. Com a remoção contínua de esmalte, devido ao uso pro-

longado da pasta, a dentina, que é a camada abaixo do esmalte e é mais amarelada, fica mais visível, deixando o dente, por conseguinte,

mais amarelado. Durante o clareamento, o esmalte pode ficar mais frágil, contraindicando, ainda mais, o uso dessas pastas.

Dra Aline Calvete Portela Barbosa Sharing Ortodontia Especializada CRO 19653


Folha do Sul Gaúcho Ed. 928 (21/05/2013)