Page 1

COMENTÁRIO JOVEM Parceria entre a Coordenadoria de Direitos Humanos da Prefeitura de Bagé e Jornal FOLHA do SUL leva leitura e análise crítica de jornais às salas de aula Página 17

www.jornalfolhadosul.com.br

Gaúcho

FOLHA SUL

R$ 1,50

BAGÉ, QUINTA-FEIRA, 11 DE ABRIL DE 2013 - Ano 3 - N° 895

Manifestação aconteceu ontem por duas horas, mas mobilização deve continuar

Servidores da CEEE paralisam atividades

Fotos: Antonio Rocha

POLÍTICA Prefeito Dudu aceita convite de Tarso Genro para integrar comitiva a Israel e à Palestina em abril

Página 4

FRAUDE Receita Federal denuncia declaração irregular de R$ 550 mil em recibos de saúde na cidade

Página 9

TRÂNSITO Secretaria avalia demanda atual e ampliação de vagas para motocicletas na área central

Página 13

Os funcionários da Companhia Estadual de Energia Elétrica de todo o Rio Grande do Sul paralisaram atividades, ontem, por duas horas. O movimento faz parte do conjunto de negociações salariais da categoria e registrou atividades também na Rainha da Fronteira. As reivindicações se baseiam na participação nos lucros da empresa, plano de cargos e salários e cláusulas que incluam reajuste pelo INPC não apenas no salário, mas também sobre outros benefícios. Os sindicalistas acusam a CEEE de tentar reduzir benefícios dos trabalhadores para diminuir impacto de redução na tarifa. Página

TRADIÇÃO Semana Crioula Internacional começa hoje com atividades oficiais, gineteada e provas campeiras

Página 15

16

O TEMPO HOJE Bagé - RS Nublado com chuva de manhã e temporal à tarde e à noite.

16º

22º


QUINTA-FEIRA

2

11 de abril de 2013

OPINIÃO Coluna do Afonso Hamm

Waldir Alves Ramos

Às vezes Meu amigo Roberto é o primogênito de uma família exemplar e sempre atenciosa para comigo. Preciosos conselhos andei recebendo de sua mãe, Dona Cely, e de seu pai, quando de nossas vigílias para o vestibular, mais de uma vez foi flagrado, após o toque de um despertador, deslocando-se para aplicar injeção numa cobaia e voltar ao sono reparador. Assim eram nossos teimosos cientistas naquele 1954, com seus experimentos até mesmo na intimidade do lar e nas altas horas. Não é por acaso que se tornou referência internacional na ginecologia e obstetrícia! Com sua simplicidade, o Dr. João Carlos Gomes da Silveira era para mim tão somente o pai de um prezado colega de ginásio que se tornaria arquiteto de apreciável currículo. Mas, hoje, devo falar do Gustavo, que veio depois do Roberto, para tornar-se médico da mesma especialidade do pai, granjeando imenso prestígio na profissão e no seu magistério. E Gustavo daria corda, ainda, a seu gosto especial pela genealogia – autor de diversas obras, tanto desta ciência como outras, de História, de clara afinidade com ela. E Bagé está no caminho de muitos de tais estudos e publicações, tendo, do mais recente resultado “Os Reverbel”, livro que nos fala da trajetória da família que há 500 anos produz na França os apreciados queijos Roquefort. Mostra que a Rainha da Fronteira é parte importante na saga do ramo que veio para a América do Sul. A ascendência materna do autor está no âmago da obra, em personalidades de intensa participação na comunidade de Bagé e com influência decisiva em importantes passagens da vida rio-grandense. Assim, também pelo lado do coração, mas muito mais pela seriedade e qualidade dos trabalhos de Gustavo Py Gomes da Silveira, estou recomendando o lançamento da obra em Bagé, precisamente hoje, às 14h, no Museu Dom Diogo de Souza, com presença de membros da família Reverbel, residentes na França.

Foto do Dia

Pelo mundo

Antonio Rocha

Semana Crioula Internacional: a festa mais campeira do Mercosul O nosso município é cenário, a partir desta quinta-feira, até domingo, da “Festa Mais Campeira do Mercosul” – Semana Crioula Internacional de Bagé, que chega a 34ª edição. Evento que promove a cultura e as tradições gaúchas com enfoque no turismo, desenvolvimento econômico, social e cultural. A festa é promovida pela Associação e Sindicato Rural de Bagé, que tem como presidente, o competente produtor rural e leiloeiro, Aluízio Tavares. O cenário da festa, que também tem o apoio das entidades tradicionalistas, é o Parque de Exposições Visconde de Ribeiro Magalhães. Durante os quatro dias de atividades, os visitantes serão contemplados com extensa programação voltadas às atividades artísticas, concursos de gastronomia e artesanato, provas campeiras e o desfile oficial, shows, remate, entre outras atrações. A Semana Crioula atravessa fronteiras e é uma referência para o nosso Estado e, principalmente, para Bagé, que realiza a festa mais autêntica dos gaúchos. Entre os importantes atrativos do evento artístico, cultural e campeiro, está o desfile da Semana Crioula, que ocorrerá no sábado, às 10h. Gaúchos e prendas percorrem a principal avenida da cidade, Sete de Setembro, até o Parque de Exposições, levando às ruas de Bagé a tradição e a cultura gaúcha. O desfile também conta com apoio da Associação de Cavaleiros e Cavaleiras Rainha da Fronteira, Coordenadoria de Tradicionalismo Municipal, Secretaria do Transporte e Circulação e a 3ª Brigada de Cavalaria Mecanizada de Bagé. A cultura e a arte gauchesca e nativista também estão presentes na Semana Crioula que é palco para a realização dos concursos artísticos entre as invernadas de danças tradicionalistas, declamações, concursos musicais para intérpretes e instrumentistas. A Semana Crioula reverencia a história e as tradições do pampa. Também são atrativos os acampamentos tradicionalistas que mostram aos visitantes a cultura e a tradição do homem do campo. Nos acampamentos, são reverenciados muitos aspectos da vida campeira. Nos 30 hectares do Parque de Exposições, os acampamentos revivem os costumes e trabalhos dos antigos galpões das estâncias gaúchas. A vaquilhona assada com couro e o carreteiro campeiro apresentam as delícias da culinária campeira. A programação ainda é dotada de remate de cavalos crioulos, concurso de artesanato campeiro e provas para Potro 21 dias, concurso de prendas, culinária campeira, esquila a martelo, tiro de laço e gineteadas. Também fazem parte dos atrativos os shows artísticos e apresentação de invernada.

O fotógrafo venezuelano, Gabriel Rodriguez, está percorrendo parte da América Latina em sua moto. A viagem foi inspirada no filme “Diários de Motocicleta”. facebook.com/JornalFolhaDoSul

CNPJ. 11.381.681/0001-00 Endereço: Rua Bento Gonçalves, 49-E/ Fones: Assinaturas: (53) 3242-1020 Redação: (53) 3311-3915 jornalismo.folhadosul@gmail.com anunciosfs@gmail.com www.jornalfolhadosul.com.br Impressão Correio do Povo

Direção Administrativa: Jônio Tavares Ferreira de Salles Neto Comercial: Leisa Soria Marketing e eventos: Fabiano Marimon Circulação: Aceguá, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Lavras do Sul e Pinheiro Machado REDAÇÃO - Editor Geral: Glauber Pereira Subeditor Geral: Felipe Valduga Repórter Fotográfico: Antonio Rocha - Chefe de Redação: Marcelo Pimenta Coordenadora Comercial: Camila Colunistas Colaboradores: Afonso Hamm - Dom Gílio Felício Soares Gerente de Circulação: Daniel Guasque Comercial: Fabiana Rodrigues -Edgar Muza - Josias Borges - Léo Vieira - Luiz Fernando Mainardi Revisão: Taisa Soares Reportagem: Emanuel Müller - Fernanda Mendonça - Luís Augusto Lara - Sérgio Meth - Waldir Alves Ramos Gilmar de Quadros - José Higino Gonçalves - Juliana Andina - Marcos Pintos Estagiária: Jéssica Pacheco Arte Final: Quélen Leal - Niela Bittencourt - Rochele Barbosa Diagramação: Cristiano Lameira e Vinícius Silva


EMPRESARIAL

Indicadores econômicos Valor

INDICADORES Salário Mínimo Salário Regional Global 40 TR CDI SELIC IPCA IPC IGP-M INPC

R$ 678,00 R$ 770,00 128,31% 0,000% 6,94% 7,25% 0,86 1,15 0,29 0,92

Atualização 2013 2013 4 março 2013 4 março 2013 4 março 2013 16 janeiro 2013 16 janeiro 2013 10 out 2012 10 out 2012 10 out 2012

MOEDAS Dólar Comercial

1,9795

1,9810

Euro (em R$)

2,7178

2,7188

Libra (em R$)

2,9867

Pesos arg.(em R$)

0,3916

0,3921

Pesos Ur.(em R$)

0,1040

0,1030

Antonio Rocha

Os estudantes do ensino a distância estão acostumados a encontrar vídeos e polígrafos nas plataformas das universidades. O diferencial da Unopar está na reunião das linguagens escrita e falada: é possível ler

um texto e assistir; logo abaixo, há explicação do professor. A Unopar EaD é a maior universidade de ensino a distância do Brasil. São 20 especializações, incluindo oito MBAs, com todo

o conteúdo disponibilizado no ambiente virtual de aprendizagem. Os cursos têm como base 360 horas de conteúdos e disciplinas com 40 horas para a elaboração de monografia.

O próximo passo da parceria Exattus-Unopar será o oferecimento

de cursos de graduação. A escola trabalha também com cursos técnicos a

distância, profissionalizantes presenciais e cursos na área de informática.

nas metas de trabalho. As ferramentas de autoconhecimento e as técnicas vivenciais da primeira turma, reunida em março, registraram alto índice de satisfação entre os alunos.

Av. Marechal Floriano, 1036 Fone: 3241.3839

primeiro veículo. Antes, o financiamento era voltado apenas à renovação de frota. Essa linha visa à aquisição de veículos automotores zero quilômetro de fabricação nacional. O

prazo de pagamento é de até 60 meses, com teto financiável de até 90% do valor do bem, limitado a R$ 60 mil. A correção é pela Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), mais 4% ao ano.

Onde

Nota do Bom Negócio Após autorização do Ministério do Trabalho e Emprego, a linha de crédito FAT Taxista, que é operada exclusivamente pelo BB, já pode ser utilizada pelos profissionais que vão adquirir o

Venda

2,0400

Metodologia diferenciada

Nos dias 22 e 23 de junho, a Exattus vai promover a segunda turma do curso Leadership Coaching, com Cristiano Acosta. A proposta é desenvolver a liderança e ensinar a ter foco

Compra

1,9000

por Stela Vasconcellos A parceria recentemente firmada entre a Exattus Bagé e a Unopar, do Paraná, começa a vigorar com a oferta de cursos de pós-graduação a distância. A nova metodologia proporciona melhor compreensão dos conteúdos e o aluno pode se matricular em qualquer época do ano. Cursos nas áreas de gestão, saúde, educação, direito e tecnologia da informação estão disponíveis. A diretora da Exattus, Taís Rocha, explica que os cursos têm duração de 12 meses e podem ser parcelados em até 24 vezes, com mensalidades a partir de R$ 83,88. Taís destaca qualidade da universidade “O aluno estuda como e onde quiser. Ele recebe uma senha para assistir sores mestres e doutores. As aulas no polo Exattus”, complementa a às aulas dentro do site, com profes- são 100% web e as provas ocorrem empresária.

Leadership Coaching

3

Dólar turismo (em R$)

Exattus e Unopar oferecem novos cursos de pós-graduação

Graduação

QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

2,9897

Josias Borges Espaço do Investimento Da depressão à euforia: o zig-zag dos mercados de capitais Os movimentos que ocorrem nos mercados financeiros acontecem em grandes ciclos econômicos. Muitos estudiosos já tentaram identificar os motivos destes ciclos ou até mesmo prevê-los. O que acontece, de fato, é que fica muito difícil identificar quem são os principais agentes responsáveis pela oscilação dos preços e, principalmente, prever qualquer movimento de mercado. Durante a crise de 2008, por exemplo, observamos as ações de algumas empresas do grupo EBX, de Eike Batista, sendo negociadas em níveis muito semelhantes com os de hoje (abaixo dos R$ 2). Podemos dizer que o mercado encara com forte pessimismo o futuro destas empresas. Entretanto, algo semelhante ocorreu em 2008, e com a recuperação da economia global, a ação da empresa OGX, de Eike Batista, saltou para os R$ 23. Este é um sinal muito claro de que o investimento em ações respeita os ciclos de mercado, levando os preços a patamares altíssimos e a patamares baixíssimos também. O que se espera de uma grande empresa dentro deste universo é que mantenha uma boa política de distribuição de dividendos e que a cotação das suas ações suba mais do que caia. Nenhuma economia está imune a qualquer tipo de problema econômico ou crise global. As empresas grandes acabam sentindo na pele todos os reflexos destes movimentos. O que nos resta é estar preparados para entender que os ciclos econômicos ocorrem de maneira contínua e que ser sócio de uma boa empresa pode trazer mais segurança em momentos difíceis e muito mais crescimento em momentos favoráveis. Saber disso liberta o investidor de sentimentos como depressão ou euforia, e transforma o hábito de investir em ações em algo muito mais equilibrado. Caro leitor, assim no mercado como na vida, existem momentos de fundo de poço e momentos de pico. Pense nisso e faça bom uso das oportunidades que surgem no dia a dia. josias.borges@gbinvestimentos.com.br


4

QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

POLÍTICA

Missão Internacional ao Oriente Médio tem duração prevista de 10 dias

Emanuel Müller

Dudu vai acompanhar comitiva emamuller@gmail.com de Tarso a Israel e Palestina Confirmada

O prefeito de Bagé, Dudu Colombo, recebeu convite oficial do governador Tarso Genro para integrar a comitiva que o acompanhará na Missão Governamental, Institucional, Empresarial e Acadêmica a Israel e à Palestina, que acontece de 25 de abril a 4 de maio. Dudu está entre os cinco chefes de executivos municipais convidados a compor a comitiva, que também contará com secretários, deputados e representantes de órgãos estaduais, representantes do setor empresarial e de universidades gaúchas. Tarso convidou cinco prefeitos, de diferentes regiões gaúchas,

Divulgação FS

para integrar a comitiva. Além de Dudu estarão os prefeitos de Santana do Livramento, Canoas, Vacaria e Palmeira das Missões. Durante a missão, serão tratados temas sobre alternativas de intercâmbio de interesse econômico, técnico e científico entre os países e o Rio Grande do Sul. Entre os temas de maior interesse para o desenvolvimento da região, conforme o prefeito bageense, está o cultivo de oliveiras e a produção e comercialização do azeite de oliva, e ainda a troca de experiências nas áreas em que Israel possui larga experiência como a irrigação e a plasticultura.

Consequências políticas A ausência de Dudu por 10 dias, entretanto, deixa setores da Prefeitura na expectativa. Isso porque o prefeito ficará ausente do município e há uma série de dificuldades enfrentadas pela administração. Entre elas, a indefinição sobre o percentual de reajuste ao funcionalismo, a tramitação do projeto de

Prefeito enfatiza que agenda é do governo gaúcho com projetos de interesse do município e por isso não deve gerar polêmica

lei que cria três novas secretarias no Poder Legislativo e a realidade financeira da Prefeitura. Embora o foco em Israel e na Palestina seja a atração de investimentos para o Estado, a ausência do prefeito não é vista com bons olhos dentro da própria situação. A informação da viagem de Dudu também já

foi encaminhada pelo Executivo à Câmara de Vereadores. Pessoas ligadas ao prefeito acreditam que não seria um bom momento para sair do município.

sidades. O mecanismo consiste em garantir financiamento para que pequenas empresas tenham suas instalações em parques tecnológicos. Na manhã de ontem, uma

reunião do prefeito com integrantes do primeiro escalão do governo estadual, na Prefeitura de Bagé, acertou algumas pautas da missão internacional.

preocupação. “Essa é uma agenda do Governo do Estado e não do prefeito de Bagé. Apenas houve o convite a alguns prefeitos e lideranças de outros segmentos e nós optamos por aceitar”, ressalta Dudu. O governo estadual ainda não definiu a programação. A agenda

oficial deve ser divulgada nos próximos dias. Ainda há dificuldades para encaixar encontros comerciais na Palestina - a intenção seria realizar um ato de caráter político, de estreitamento de laços e apoio à implantação de um Estado independente.

A agenda Um dos objetivos da viagem, para o Governo do Estado, seria conhecer as políticas públicas para implantar fundos de capital de risco nos polos tecnológicos das univer-

Polêmica Questionado sobre a polêmica que a viagem pode causar, em um momento de indefinição sobre o reajuste do funcionalismo municipal, tramitação do projeto que cria secretarias no Legislativo e a readequação financeira da Prefeitura, o prefeito não demonstra

sessão da Câmara na Rural amanhã

A sessão ordinária do Legislativo terá uma rotina diferente amanhã. O encontro dos parlamentares acontecerá no Salão Nobre da Associação e Sindicato Rural de Bagé, no parque Visconde de Ribeiro Magalhães, em forma de homenagem à realização da 34ª Semana Crioula Internacional de Bagé. A sessão tem início previsto para às 10h15min. Em 2011, já ocorrera uma sessão descentralizada do Legislativo.

Naquela oportunidade, o encontro aconteceu no CTG Sentinela da Fronteira. Entretanto, não haverá transmissão ao vivo pela TV Câmara. A coordenadora da emissora, jornalista Munique Monteiro, explica que não há logística para a transmissão, tendo em vista que a antena de transmissão fica no prédio do Legislativo. Com isso, a sessão será gravada e transmitida pelo canal 16 da NET, às 19h.

Furto de celular de Divaldo Lara faz direção geral reforçar segurança Um fato isolado na sessão do último dia 1º, na Câmara de Vereadores, trouxe à tona os cuidados que o Legislativo tem quanto ao entra e sai da “Casa do Povo”. O vereador Divaldo Lara (PTB) teve o aparelho celular furtado. O telefone estava no parapeito, junto à plateia. O sistema de monitoramento do Legislativo identificou o momento do furto. Entretanto, não foi possível obter a identificação da autora, já que o rosto aparece desfi-

gurado em meio à multidão em frente ao prédio da Câmara. O diretor geral do Legislativo, Gustavo Varella, pretende reforçar o sistema de monitoramento do Legislativo. “Estamos verificando a possibilidade de instalação de câmeras com maior qualidade de definição de imagens para eliminar esse tipo de problema”, ressalta. Além disso outras medidas, ainda não divulgadas, são estudadas para aumentar a segurança no local.


POLÍTICA

Jogada ensaiada ou não? Tenho acompanhado, como todo o Brasil, a guerra de foice no escuro entre os magistrados brasileiros. Como desconfiado que sou, já confessei há muito tempo, estou fazendo minha leitura sobre a “desavença” entre os grandes juristas. E como em tudo a política partidária, mesmo camuflada, aparece em primeiro plano. Senão, vejamos. O país está quase chegando à recessão. No momento em que todos clamam por economia, o Congresso resolve aprovar a criação de novos Tribunais. É claro que vai aumentar o gasto. Não discuto a necessidade, ou não, de novos Tribunais. Discuto, isso sim, o gasto que irá provocar. Joaquim Barbosa que se tornou celebridade nacional, como tenho informado meus leitores (que são poucos, mas fiéis), não tem a simpatia de boa parte dos advogados, juízes e magistrados. Deixei os políticos por

último, de propósito. Quem não lembra da campanha intensiva, liderada pelos condenados do mensalão, na tentativa de desmoralizar o Supremo? Embutida na mesma campanha a defesa que alguns políticos fazem do controle da imprensa. Até a OAB nacional entrou na “barca” que critica o presidente do Supremo. Aí fiquei pensando (às vezes o faço) no silêncio comprometedor da Ordem dos Advogados do Brasil, quando componentes de uma “massa de manobra” tentaram ofuscar a visita da jornalista cubana, Yaone. A instituição que mostrou, no passado, ser defensora da liberdade de expressão e do direito de cada cidadão, ficou calada ente um ato que fere a democracia. Aliás, com seu “silêncio” ela demonstrou que seu atual presidente é um adepto do regime dos irmãos Castro. E está ao lado de quem patrocinou a “bagunça”. Então eu passei a desconfiar do se-

guinte: todos que acompanham o noticiário sabem que o Barbosa é “pavio curto”. Então, aqueles que querem desmoralizar o Supremo e, principalmente, o relator do mensalão, encontraram a maneira de provocar sua ira. Conseguiram. Podem crer, a partir de agora, os mensaleiros farão uma campanha no sentido de mostrar que o Joaquim Barbosa fez o relatório que os condenou, possuído de raiva. A OAB, que tem entre seus filiados os advogados que defenderam os mensaleiros, está partindo para a “revanche” contra o atual presidente do Supremo. E não fica por aí. Todos afirmam que o projeto tramitava no Congresso há 11 anos. E por isso mesmo não foi votação “açodada e sorrateira”. Aí está mais uma declaração que reforça aqueles que pensam que a aprovação de novos Tribunais foi política partidária. A razão do projeto estar parado todo esse tempo, para mim, que

QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

5

Edgar Abip Muza Muza Visão Geral

sou leigo, é o sintoma de que havia muita gente que achava uma barbaridade a criação dos tribunais. Que a despesa iria aumentar e o país não comportava. Justamente, agora, como em um passe de mágica, ele é submetido ao plenário que o aprova. Se os senhores acompanharem o noticiário, verão que a maioria dos políticos que criticaram o presidente do Supremo são senadores da base do governo: PT e PMDB. Até o presidente da Câmara, que carrega em seu “lombo” graves denúncias de corrupção, tentou dar uma reprimenda no Barbosão. Está acontecendo uma orquestração contrária ao Supremo. Até o governador Tarso Genro, sem mais nem menos, resolveu defender o controle da mídia. Ou seja, a censura da imprensa. Cada um aborda um tema. A imprensa, diga-se de passagem, foi a “culpada” de trazer a público o sistema de corrupção implantado

no Brasil. O Supremo julgou e condenou. São duas instituições que, para os mensaleiros e seus seguidores, tornaram-se “não gratas”. Só espero que o Ministro Joaquim Barbosa não morda a isca. Agora tem que ser agilizada a publicação do acórdão. Enquanto ele ficar respondendo provocações, não terá tempo de dar seguimento ao processo. Observem os leitores que não toquei no mérito da questão, porque não sou jurista. Como em democracia cada um tem o direito de opinar, esta é minha opinião. Como sempre sujeita a chuvas e trovoadas. Isto também, em democracia, faz parte do jogo. Para finalizar, o ministro Joaquim Barbosa foi taxado de “grosseiro”. Se eu tivesse que optar entre o grosseiro honesto e o fala mansa desonesto, adivinhem quem eu defenderia? É para o raciocínio dos leitores. Certo?


6

QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

Mercado agrícola Produtos

RURAL

Acompanhamento de preços recebidos pelos produtores do Rio Grande do Sul Unidade Mínimo Médio Valores em reais

Arroz em Casca Feijão Milho Soja Sorgo Granífero Trigo Boi para Abate Cordeiro para Abate Suíno Tipo Carne Vaca para Abate Leite (valor líq. recebido)

50 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg Kg vivo Kg vivo Kg vivo Kg vivo Litro

cação Sanitária e pela Coordenadoria de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Cispoa), o termo prevê a realização de dois eventos anuais de capacitação de médicos veterinários quanto à legislação vigente, documentações pertinentes, metodologia de inspeção, formas de controle e suas aplicações nos diferentes tipos de estabelecimentos. A inspeção de produtos de origem animal serve de base para garantir a saúde pública, prevenindo a ocorrência de intoxicações e infecções alimentares, destacando-se as zoonoses. E, também, para possibilitar acesso dos produtos de origem animal aos mercados mais competitivos.

Máximo

31,20 127,09 24,98 53,35 20,47 30,92 3,29 3,69 2,48 2,96 0,75

08.04.2013 a 12.04.2013

Governo e Famurs firmam parceria na área de inspeção sanitária

O secretário estadual da Agricultura Pecuária e Agronegócio, Luiz Fernando Mainardi, assinou, ontem, termo de parceria entre a pasta e a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) para a realização do Projeto de Capacitação de Médicos Veterinários que atuam no Serviço de Inspeção Municipal (SIM). O ato ocorreu durante a abertura do 21º Seminário dos Secretários Municipais de Agricultura, que se iniciou hoje, no auditório da Associação dos Agentes Fiscais da Receita Municipal de Porto Alegre (Aiamu), e será concluído nesta quinta-feira. Elaborado pelo Serviço de Edu-

30,00 190,00 23,00 52,00 20,00 30,00 3,25 3,40 2,00 2,90 0,70

33,00 150,00 30,00 56,00 21,00 36,00 3,40 4,00 2,60 3,00 0,87

Fonte: EMATER/RS-ASCAR

Produtores devem regularizar situação cadastral até dia 30

Divulgação FS

Termina em 30 de abril o prazo para os produtores rurais regularizarem a situação cadastral junto à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio. Após esta data, entra em vigor o Decreto 50.072/13, e quem não estiver de acordo com a nova regra estará cometendo infração. Quem possui animais e ainda não tem cadastro de propriedade rural ou de produtor rural deve procurar a unidade local (inspetoria ou posto veterinário) para preencher os formulários e evitar multas. A Seapa também recomenda a atualização do saldo de animais através da declaração anual ou complementar de rebanho. A regularização e os cadastros são gratuitos e devem ser realizados para todas as espécies. A chefe do Departamento de Defesa Sanitária da Seapa, Ana Carla Vidor, lembra que o novo decreto não muda as obrigações dos

produtores e detentores de animais, apenas modifica as penalizações para aqueles que não cumprirem as normas. “Quem já está dentro da lei não tem que temer multas. E quem não está na regra, tem até o final deste mês para procurar as IVZs e regularizar a situação”, explica. As autuações podem variar entre 60 UPFs (R$ 780) e 20 mil UPFs (R$ 260 mil), dependendo da infração. Ana Carla salienta que a base do trabalho da Defesa Sanitária envolve conhecer a população de animais (de todas as espécies) e sua localização. Ela afirma, ainda, que a medida tem como principal objetivo colaborar para a criação de estratégias de defesa e agilizar a ação do serviço oficial em caso de ocorrência de doenças. O presidente do Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal, Rogério Kerber, destaca a importância da responsabilidade

compartilhada. “A participação do produtor, mantendo a documentação em dia, é fundamental e indispensável para garantir a saúde animal no Rio Grande do Sul”, afirma.

O proprietário de equinos precisa estar alerta em relação ao novo decreto. Todo animal em trânsito deve apresentar a GTA (Guia de Trânsito Animal). Para obter a GTA, o proprietário deve, além de ter os cadastros junto à Seapa, ter realizado o exame de anemia (válido por 60 dias). O chefe do Programa de Sani-

dade Equina, Gustavo Diehl, explica que com a análise da prevalência da doença no rebanho equino será possível aumentar o prazo de validade do resultado do exame. “Enquanto não temos esse mapeamento, é importante que o produtor realize os exames em caso de trânsito dos animais,” diz. A grande preocupação da Se-

apa é com a realização de eventos, como rodeios e cavalgadas, que reúnem grande número de animais. A secretaria já está em contato com os movimentos tradicionalistas e associações de raça para orientar os participantes. A íntegra do decreto está disponível no site www.dda.agricultura. rs.gov.br.

Equinos

Ana Carla Vidor salienta que medida visa criar estratégias de defesa


, e . m e s

.

Pesquisa Distinção Empresarial inicia e vencedores serão premiados na posse da nova diretoria da Aciba Desde a última terça-feira, é realizada, em Bagé, a Pesquisa Distinção Empresarial 2013. A pesquisa que não ocorreu no ano passado é retomada pela Associação Comercial e Industrial de Bagé, Aciba, juntamente com a Universidade da Região da Campanha, Urcamp. Prevista para ocorrer até o final do mês de maio, para ser divulgada no início de julho, a pesquisa será feita pela Consultoria Júnior da Urcamp, com a coleta de dados por conta de acadêmicos do curso de Psicologia. A coordenação da pesquisa é dos professores Daniela Marques e João Henrique Costa. O presidente da Aciba, Valmor Coradini Júnior, informa que o desejo da entidade é entregar os prêmios para os indicados na posse da nova diretoria, prevista para a primeira quinzena de julho. “A Aciba entrará em contato com cada ganhador e irá oferecer o troféu e a distinção para esse evento que marcará também a posse da nova diretoria que será eleita em junho”, conta. Para este ano, não haverá no questionário o quesito profissional liberal. Serão abordados 3.200 entrevistados em seis zonas físicas (bairros da cidade) e uma zona virtual, definida por Valmor Coradini como o “centro nervoso” de Bagé. O público poderá identificar entre 100 segmentos, das áreas industrial, comercial e

Antonio Rocha

Presidente informa que pesquisa terá inovações neste ano de serviços, as empresas mais lembradas. O presidente da Aciba comenta que não haverá divulgação dos bairros em que haverá a pesquisa para que não ocorra interferência alguma no processo que, segundo Valmor Coradini, pretende atingir o máximo de isenção, visibilidade e transparência. A divisão por zonas também é uma inovação nesta 11ª edição da pesquisa. “Encerrada a escolha em bairros, a Urcamp irá informar à Aciba que divulgará para a imprensa as informações sobre resultados e número

de pessoas que foram ouvidas no bairro. A divulgação será dessa forma para que não haja interferências no processo da pesquisa. Essa será a nossa estratégia para realizarmos um processo o mais isento possível”, salienta o presidente. Sobre a forma como a entidade deverá publicar as premiações, a possibilidade de um caderno ser encartado na imprensa escrita passa por avaliação“Estudaremos isso com a nova diretoria eleita na segunda quinzena de junho”, garante Valmor Coradini Júnior.

GERAL

QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

7


8

QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

REGIÃO

Ovino Fest é lançada em Porto Alegre

CRM oficializa patrocínio de projetos para Candiota Raíssa Vargas/EspecialFS

Vilmar da Rosa/Especial FS

Iniciativas contarão com quase R$ 20 mil em investimentos

Encontro apresentou programação para representantes do RS

A primeira edição da Ovino Fest teve seu lançamento oficial na terça-feira, em Porto Alegre. O evento ocorre em Lavras do Sul, de 26 a 28 de abril, no Parque do Sindicato Rural do município. A meta é divulgar e valorizar a gastronomia com carne de cordeiro. Presente no encontro, o secretário adjunto da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Cláudio Fioreze, destacou o apoio do Governo do Estado ao evento. Segundo ele, a presença efetiva da Secretaria da Agricultura e do Programa RS Mais Gastronomia valoriza a atividade que busca realçar

as bases culturais do Estado. Ele detalhou, ainda, a situação atual da ovinocultura gaúcha, que vem registrando o aumento de rebanho, especialmente a partir do programa da Secretaria da Agricultura “Mais Ovinos no Campo”. “Nunca tivemos antes uma ação que viabilizasse tamanho incentivo à ovinocultura”, ressaltou. O programa foi criado com o objetivo de estimular a retenção de matrizes ovinas ou aquisição de fêmeas e reprodutores visando, além do aumento do rebanho, proporcionar maior oferta de carne e lã de qualidade. “Nosso

rebanho era de 3,7 milhões de cabeças em dezembro de 2010 e, hoje, chegamos à marca de mais de quatro milhões”, anunciou. O secretário também aproveitou para destacar o Fundovinos. Hoje, o Fundo conta com R$ 813 mil provenientes do abate e da comercialização da lã. “É uma arrecadação que não traz oneração nem para a indústria nem para o produtor, pois quando a indústria paga as taxas do fundo ela se credita desse valor no ICMS a pagar, ou seja, o Estado abre mão de receita em prol do desenvolvimento da cadeia”, disse Fioreze.

Dilermando Barros, produtor e coordenador do Núcleo de Ovinos de Lavras do Sul e um dos organizadores do evento, frisou a tradição do município em promover eventos. “Trabalhamos juntos pelo desenvolvimento, para mostrar ao Rio Grande do Sul que a Campanha tem condições de oferecer o que tem de melhor na gastronomia, principalmente sobre a carne de cordeiro. Vamos reunir os

melhores chefes de Estado e pretendemos produzir com alta qualidade, sempre lembrando da preservação do meio ambiente”, enalteceu. Na ocasião, o presidente do Sindicato Rural de Lavras do Sul, Francisco Abascal, entregou, oficialmente, para o adjunto, o projeto para investimentos do Parque do Sindicato Rural, onde vai ocorrer a feira, no valor de R$ 600 mil.

Carne de cordeiro O prefeito de Lavras de Sul, Alfredo Borges, aproveitou a ocasião para reiterar o convite para a participação no evento. “Lavras do Sul é um município pequeno, porém, preocupado com a pecuária e agronegócio gaúcho e o meio ambiente, já que possui 70% do bioma pampa. Também temos uma economia com futuro promissor para agregar renda ao nosso produtor”, disse ele.

O presidente da Companhia Riograndense de Mineração (CRM), Elifas Simas, entregou, ontem, os cheques simbólicos que oficializam o apoio a dois projetos em Candiota. As iniciativas contempladas pelo edital de patrocínios da empresa são o “Cerâmica de Candiota na Escola – Aprendendo a Conhecer”, da Prefeitura Municipal, que foi beneficiado com R$ 10.084,00, e “Horta Orgânica na Escola - Alimentação Saudável e Sustentável”, do Conselho de Pais e Mestres (CPM) da Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Izabel, que recebeu o recurso de R$ 8.603,49. O projeto “Cerâmica de Candiota na Escola” é um desdobramento do projeto “Cerâmica de Candiota”, que iniciou em abril de 2012, também patrocinado pela CRM. Segundo a secretária de Educação, Nazionélia Ferreira, o projeto possui uma política de inclusão social. “Acreditamos na inserção da cerâmica como área de conhecimento e objeto de estudo dentro do currículo escolar da rede municipal de ensino”, avaliou. Como explica o coordenador da iniciativa, Alex Perleberg, os alunos do projeto conhecem todas as etapas que são necessárias para a obtenção de produtos à base de argila. “Desde sua coleta, passando por sua preparação, pela confecção de peças, acabamentos e queima”, explicou. A extração do carvão mineral, existente em abundância no município, também envolve a movimentação de argila. “Neste cenário, Candiota poderia tornar-se

polo regional de cerâmica com diversas indústrias do segmento que, futuramente, necessitarão de mão de obra especializada. Portanto, ficamos contentes que há em nosso município projetos que qualificam pessoas para esse trabalho”, frisou o prefeito Luiz Carlos Folador. Já o projeto Horta Orgânica na Escola tem por objetivo desenvolver produtos orgânicos sem uso de agrotóxicos, com a finalidade de serem consumidos pelos próprios alunos. “Queremos mostrar que é viável ter um alimento saudável. Aqui mesmo, 80% dos alunos tem horta em casa e, desta forma, eles levam conhecimento que podem ser aplicados em suas casas”, explicou a oficineira do projeto, Lorena Ferreira. O presidente da CRM parabenizou os dois projetos por sua qualidade. “Em Candiota, e na região, vai se desenvolver um grande polo de geração térmica, pois nós temos a matéria-prima em abundância que é o carvão. E as escolas e a secretária de Educação tem uma responsabilidade muito grande nesse processo, que é formar pessoas, estabelecer parcerias como a nossa para formar mão de obra qualificada, para que essas crianças, que serão futuros profissionais, não precisem sair de Candiota para trabalhar”, avaliou. O patrocínio vai servir para aquisição de todo material para manuseio da argila, assim como para construir uma estufa. O projeto que será desenvolvido nas escolas municipais Neli Betemps e Santa Izabeli contemplará em torno de 120 alunos.


GERAL

QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

Caso apresenta falhas na compra de recibos de saúde e envolve valores na ordem de R$ 550 mil

Receita Federal registra fraude na declaração de imposto de renda em Bagé por Felipe Valduga O delegado da Receita Federal de Pelotas, Ricardo de Souza Moreira, relatou, em entrevista coletiva concedida na manhã de ontem, um caso de fraude na declaração de imposto de renda, registrado em Bagé, relativo à compra de recibos ligados ao setor de saúde. Segundo Moreira, o caso foi identificado após o cruzamento de dados declarados no imposto de renda por 31 pessoas físicas. “Esse caso chamou atenção durante a malha fina que realizamos. Estas pessoas declararam valores na ordem de R$ 140 mil na compra dos recibos. Contudo, quem concedeu estes documentos alegou o recebimento de rendimentos na ordem de R$ 20 mil”, detalha. No caso, o profissional de saúde investigado teria, supostamente, assinado os documentos no valor de R$ 140 mil. “Esta documentação ainda vai passar por um exame grafológico da Polícia Federal. A fraude vinha sendo investigada desde 2008 e foi executada com muito cuidado”, afirma o delegado. Ele adianta que, após esta última análise, acontecerá a sumulação do processo. “Acreditamos que isto deva ocorrer em 60 dias, com a publicação de todos os detalhes no Diário Oficial da União”, relata. O caso é sujeito a punições contra a ordem tributária, falsidade ideológica e, inclusive, a formação de quadrilha. A fraude em questão, de acordo com o delegado, atinge somas na ordem de R$ 550 mil. A comprovação de ilegalidade no processo pode aferir punições administrativas, além de acusação por crimes federais e estaduais. “A pessoa que tiver constatada falha na declaração, além de devolver os devidos valores, recebe

Gleider Ayres

multa variável de 75% a 175% ou, em caso extremo, de 250%”, lembra. Além disto, diz ele, “todas as pessoas que tiverem recibos do profissional terão que comprovar sua legalidade, até porque os recibos serão tornados inidôneos pela Receita”, destaca.

Registros

Conforme dados registrados pela Receita Federal, Bagé conta com um total de 1.276 pessoas físicas retidas em malhas finas de averiguação de declaração de imposto de renda. “Um número elevado para um município como Bagé”, garante o delegado. Ele salienta que em Dom Pedrito os dados também estão acima da normalidade, quando 232 contribuintes tiveram suas declarações retidas. Moreira ressalta que a tentativa de burlar o sistema “não vale a pena”. “As declarações de pessoas físicas são 100% conferidas. Examinamos todos os dados inseridos e cruzamos as informações. Temos diversos mecanismos disponíveis”, conclui. Em 2012, Bagé registrou um total de 22.522 declarações. Já neste ano, foram 23.200 até o momento.

Prazos

No final deste mês, vence o prazo, sem prorrogação, para entrega do imposto de renda. De acordo com a Receita Federal, a expectativa é de que as Declarações de Ajuste Anual do Imposto de Renda Pessoa Física, este ano, superem 26 milhões, um recorde em relação aos anos anteriores. Com o auxílio da internet, é possível declarar via online o imposto. Assim, a pessoa pode evitar o pagamento de multa - quem perde o prazo está sujeito ao pagamento de, no mínimo, R$ 165,74 ou 1% ao mês sobre o valor

Constatação foi divulgada ontem, durante coletiva de imprensa

devido. A representante de Educação Fiscal, Mara R. Colomby, ressalta que uma novidade, em 2013, é a possibilidade de destinar parte do imposto devido – em torno de 3% – para o Fundo da Criança. “Na nossa região, cinco municípios

podem ser contemplados”, disse ao apontar Aceguá como o representante da Campanha. “O contribuinte tem que efetuar o pagamento do DARF (Documentação de Arrecadação de Receitas Federais) até 30 de abril para validar a doação”, destaca.

9


10

QUINTA-FEIRA

11 de abril de 2013

SOCIAL

AO ASSISTIR na televisão aos comentários sobre a vida política de Margaret Thatcher e ver as imagens dela desde o começo da carreira como primeira-ministra britânica, em 1979, notei sua preocupação com a aparência, a predileção pelas pérolas e pelo tailleur. Sabiam que ela era formada em Química e Direito? Mas a eterna “Dama de Ferro”, além de grande personalidade no mundo da política, também marcou a moda, influenciando milhares de mulheres com seu estilo clássico e elegante. Quando começou a ganhar grande visibilidade, assim que foi eleita primeira-ministra, contratou uma consultoria de moda (na época, uma novidade) e seu look logo ficou mais elegante e suave, favorecendo-a. O guarda-roupa de Thatcher condizia com a sua visão política, extremamente conservadora. Tailleurs de linha reta, blusas com laçarotes no pescoço, vestidos de seda com mangas compridas, broches, brincos e colares de pérolas e uma famosa bolsa preta de mão ajudaram a consolidar o visual de uma mulher de pulso firme que nunca perdeu a feminilidade. Thatcher era raramente vista de calças ou terninhos. Para se impor no mundo da política, dominado essencialmente pelos homens, ela optou pelo uso da saia; escolha sempre muito elegante. Na política econômica dizia: “quem tem que correr riscos é o setor privado e não o público”. Imaginem algo assim aqui no Brasil.

NO PROGRAMA Aplausos, Antena 1, terça-feira, a médica e pesquisadora Elisabeth Fagundes me disse ser fã do estilo Thatcher no vestir. Os broches de brilhantes ganham atenção especial de Beth que também me contou que ela e Édison receberam o casal Ana Luisa e Sérgio Ferraz Magalhães para happy hour em casa, ocasião em que falaram muito sobre os casarios imponentes de Bagé. Inclusive ele recebeu um livro de Beth que lhe fora presenteado pela direção da Casa de Cultura Pedro Wayne. Detalhes que marcam, diferenciam, o casal Ferraz Magalhães enviou arranjo de flores, daqueles de luxo, a Cármen Barros, a Mercinha, e a Beth Fagundes. Aplausos!

Cristiane Cásseres Teixeira e Rafael Martins Teixeira , clic Diones Alves

Janete Cássares Teixeira, Cristiane e Rafael, Fernando Antônio Duarte Teixeira, clic Diones Alves

A DUPLA de sucesso no momento, EDU e RENAN faz show amanhã na AABB. O ritmo sertanejo universitário é com eles; as meninas vão ao delírio diante do charme desses rapazes, uau!... TAMBÉM amanhã, jantar comemorativo aos 42 anos do Interact Clube de Bagé na social do Clube Caixeiral... VOCÊ está de bobeira e não sabe o que fazer hoje? Então, sugiro-lhe que vá dançar no Prenda Minha. Isso mesmo, terças e quintas-feiras, à tarde, as aulas de danças de salão reúnem muita gente conhecida no CTG mais simpático de Bagé... NESTE SÁBADO, às 10h, na Sete, desfile dos cavalarianos que participam desta 34ª Semana Crioula Internacional. O presidente da Associação e do Sindicato Rural, Aluízio Santos da Silva Tavares, convida para abertura oficial do evento, sábado, às 10h30min, no Parque de Exposições Visconde de Ribeiro Magalhães. Aplausos!

NA INAUGURAÇÃO do pórtico da sede da APAE, terça-feira, ninguém mais orgulhoso do que o Grupo Amor Solidário; mulheres que muito trabalham por causas bastante nobres como essa. Arquiteta Ana Lúcia Kalil Sarmento, entre os homenageados. Também, Louise Bispo da Costa Dalé (leia-se Dalé Materiais de Construção)... O atual presidente, Marco Antônio Bidone, se mostrou bastante preocupado, pois, em outubro, haverá eleições nas APAEs do Brasil e alguém terá que concorrer em Bagé. Até o momento, ninguém se disse interessado. A questão é a seguinte: não podem entregar aos políticos (e simpatizantes) se quiserem que o belo trabalho, hoje realizado, lá tenha continuidade. Parece-me que não vale a pena ver de novo...

VEJAM esta: A Bachiana Filarmônica SESI/SP iniciou os ensaios, com o maestro João Carlos Martins, visando o concerto que será realizado no Metropolitan Museum de Nova Iorque, em dezembro (7). O concerto será dedicado a J. S. Bach e, no encerramento, terá integrantes da bateria da escola de samba Vai-Vai. Sucesso garantido!!! A junção do erudito com o popular é uma tendência mundial. Aqui no FIMP, o maestro Jean Reis, sempre abre espaço para o nativismo se harmonizar com o erudito, lembram o sucesso do Sonido Del Alma Gaúcha no concerto de encerramento do FIMP ano passado?

Os noivos Cristiane Cásseres Teixeira e Rafael Martins Teixeira com os pais e os manos dela, Paulo Sérgio, Marcelo, Fernanda e sua aia, clic Diones Alves

Cristiane e Rafael com a família dele, leia- se Maria Elisabete Zambrano Martins Teixeira, clic Diones Alves


SOCIAL

PARA REFRESCAR a memória, logo mais, às 19h, o bambam-bam da fotografia no Sul do Brasil, Eurico Salis, vai autografar dezenas de seu livro-álbum: “Rio Grande do Sul - O Solo e O Homem”, no Da Maya Espaço Cultural; onde está rolando um workshop com o artista plástico capixaba Hilal Sami Hilal, que veio à cidade coletar material para a exposição “Constelações”, que será mostrada ao público entre 22 de junho e 24 de agosto, no Da Maya Espaço Cultural. Voltando ao Salis, ele estará no programa Aplausos, amanhã, não percam. Eurico divide atenções, na cena da fotografia no RGS, apenas com Leonid Streliaev, que publicou livros como “O Rio Grande do Sul de Erico Verissimo” e “A Porto Alegre de Mário Quintana”. Aplausos!

Os recém casados Ricardo Móglia Pedra e Ana Laura na ampla e bem decorada sala de estar da casa dos pais dele, clic Diones Alves

Caroline e os pais Viviane e Leandro Tessaro, clic Jorge Elias

INTERESSANTES são as releituras de obras consagradas de Djanira, Salvador Dali e Romero Brito pela artista plástica Juçara Casarin que se arriscou muito, mas obteve excelentes resultados. A clientela que visita o atelier, no Iporan Center, compra todos os quadros da Casarin... NA FORMATURA MILITAR comemorativa aos 70 anos do 3º R C Mec, as presenças: Gen Joarez e Márcia, prefeito Dudu, Paulinho Parera, Roberto Hecht, Sapiran Brito, Aluísio Tavares, maj. Emílio Barbosa Teixeira, gen. Aluísio Budó, gen. Candiota e Marta, cel. Lajoia, George Teixeira Giorgis, mais...mais... Aplausos! NÃO vou ficar chovendo no molhado, repetindo que a residência de Marta e Paulo Fernando Pacheco Corrêa é linda de se ver, onde, pra que lado se olhe, tudo é beleza, tudo acaricia a vista, desperta a sensibilidade, instrui, cultiva, relembra as épocas nobres dos mármores italianos, dos lustres de Bacarat. A novidade é que, amanhã, eles vão participar de grande leilão de arte e antiguidades em Porto Alegre. Com certeza, peças valiosas vão comprar e, a decoração da casa, ficará, ainda, mais espetacular. Aplausos! TAMBÉM não preciso repetir aqui que o trabalho realizado pelas integrantes da Liga Feminina de Combate ao Câncer é magnífico, todos os que me leem sabem disso há décadas. Em maio, o Pedágio da Esperança vai estar nas ruas outra vez. Foi esta coluna quem o batizou com esse nome, pra lá de sugestivo, meus queridos! Pois bem, surtiu efeito e ganhou destaque merecido na mídia da semana a homenagem feita à Liga na Câmara de Vereadores, uma proposição do Carlinhos do Papelão. Lá, estiveram a presidente da entidade, Márcia Falcão Ivanoff, Mara Beatriz Borba Móglia, Iolanda Marzola Silveira, Suzana Moreira Magalhães, Vera Lúcia Jardim, Cláudia Carvalho Meireles, Dóris Sá de Moraes Vaz, Fúlvia Augusta Grande de Macedo. Aplausos!

O poeta Luis Coronel, Márcia Duro Mello, lançamento do livro de Eurico Salis, no Palácio Piratini, uau!

LINDA MESMO esteve a festa dos 15 anos de Caroline Oliveira Machado, sábado, no salão da OAB, decoração Jorge Elias que usou arranjos com rosas azuis, aquelas que são cultivadas sob encomenda, um luxo! Toalhas e guardanapos foram confeccionados especialmente para esse evento, que teve cocktail Josi Cantarelli. Os pais da aniversariante, jovens, belos e muito simpáticos, Viviane e Leandro, eram só alegrias na recepção aos convidados. Aplausos!

QUINTA-FEIRA

11 de abril de 2013

11


12

QUINTA-FEIRA

11 de abril de 2013

ENTRETENIMENTO

Uma linda Lua Nova em seu signo promete grandes inícios e boas notícias em todos os setores, mas especialmente no amor e nas finanças. Semana bastante positiva, que traz de volta tudo o que foi tirado nas anteriores.

Lua Nova carregada de benefícios chega para mexer de maneira positiva nos seus relacionamentos. Um namoro ou uma sociedade altamente benéficos podem começar durante esta semana. Amizades a mil.

Uma linda Lua Nova no signo de Áries marca novos inícios e sua saúde e trabalho serão altamente beneficiados nesta fase. Semana de boas notícias. Um novo projeto de trabalho pode ser proposto a você nos próximos dias.

A Lua começa um novo e benéfico ciclo, aumentando as possibilidades de sucesso em seu trabalho. Caso esteja pensando em mudar de emprego, aproveite este momento. Você pode ser convidado para um novo projeto.

Lua Nova altamente benéfica traz boas novidades e possibilidade de inícios em contatos com grandes empresas, clubes e instituições. Um novo contrato pode ser assinado durante os próximos dias.

Uma linda Lua Nova em Áries chega para mexer com seu coração. Caso ainda esteja só, prepare-se para uma grata surpresa nos próximos 15 dias. Se já for comprometido aproveite essa romântica e sensual Lua com seu amor.

A Lua Nova chega trazendo benefícios a sua carreira que, depois dos esforços empreendidos nas últimas semanas, apontam para o sucesso. Visibilidade e melhoria da sua imagem profissional chegam como resultados destes esforços.

Uma linda e benéfica Lua Nova em Áries vai mexer positivamente com sua vida doméstica e com as relações familiares. Esta fase é marcada por novos e positivos inícios. Uma mudança de casa pode acontecer.

Uma linda Lua Nova vai abrir muitas portas para você, especialmente em projetos que envolvam pessoas e empresas estrangeiras. O momento envolve viagens para o exterior e cursos de especialização superiores.

Lua Nova altamente benéfica e positiva em Áries vai trazer novas amizades e oportunidades sociais a sua vida. Uma pequena viagem ou um curso rápido pode marcar o início de uma nova fase. Bom período para acordos comerciais.

Uma linda e benéfica Lua Nova aprofunda e melhora significativamente suas emoções. Uma forte sensação de segurança pode tomar conta de seu coração. As finanças também são beneficiadas, especialmente nas sociedades.

Uma linda Lua Nova em Áries vai abrir portas e trazer novas oportunidades de projetos de trabalho, que certamente vão aumentar seus rendimentos. O momento é ótimo para começar um novo trabalho e reorganizar suas finanças.

Cassiano recebe Alberto e lhe apresenta Duque, que se disfarça de investidor. Donato surge com o barco repleto de peixes. Cassiano diz a Duque que ele será seu aliado para destruir Alberto. Ester encomenda peças de renda para Dadá e Lino. Dora diz a Natália para ficar longe de Juliano. Hélio se aproveita do romance com Zuleika para obter informações sobre o que está acontecendo na mansão. Samuel revela a Cassiano que Samuca é seu filho. Alberto avisa a Ester que Cassiano não vai tirar Samuca dele. Samuel avisa a Lindaura que reunirá provas contra Dionísio. Cassiano vai à escola de Samuca.

Roberta fica perturbada com a proximidade de Felipe. Juliana discute com Nando em seu quarto na mansão. Kiko fala para Nenê que os diamantes de seu pai estão na boneca russa. Roberta e Charlô recebem uma intimação para depor em um processo contra elas. Isadora e Ronaldo concordam em mandar Manoela para supervisionar a sessão de fotos de Fábio. Felipe vai à casa de Carolina. Juliana e Nando voltam para casa, e Nenê e Veruska se desesperam. Dino conta para Felipe que Carolina foi a responsável pela sabotagem do desfile da Positano.

Morena desiste de ir para a Turquia para ficar com Jéssica Vitória. Áurea incentiva Théo a procurar Érica. Thompson repreende Caíque por mexer nos pertences de Amanda. Berna diz a Mustafa que perdeu seu colar. Helô e Ricardo monitoram uma conversa telefônica entre Wanda e Russo. Julinha tenta convencer Érica a conversar com Théo. Márcia ouve Théo falando sobre Morena e exige que ele conte para Érica. Russo confessa que ficou interessado em Jô. Kemal e Esma não deixam que Tamar receba uma visita. Ekran vê Zyah e Bianca juntos. Ayla procura pelo marido. Lurdinha faz o exame de DNA. Vanúbia tira o passaporte para viajar. Théo procura Érica.

FILMES EM CARTAZ João e Maria: Caçadores de Bruxas (leg) - 19:00 Dezesseis Luas (dub) - 21:00

ANIVERSÁRIOS

Quélen Leal, integrante da equipe do Jornal FOLHA do SUL

Suemir Ferreira

Delciomar Jardim Júnior, filho de André e Delciomar, completa, hoje, quatro anos - Faroel Leon - João Arlindo Monte Rosado - Cléber Ritta Silveira - Paulo Ronaldo Karam - Mirian Lunes - Eduardo Bulcão - Flavinho Rodrigues - Anacleto Luiz Antunes de Carvalho - Otacílio de Moura Garcia

00:30 Programa do Jô 02:05 The Good Guys 02:50 O Retorno de um Estranho 04:55 Sagrado 05:00 Telecurso 05:55 Globo Rural 06:30 Bom Dia Rio Grande 07:30 Bom Dia Brasil 08:30 Mais Você 09:55 Bem Estar 10:30 Encontro com Fátima Bernardes 12:00 Jornal do Almoço 12:50 Globo Esporte 13:20 Jornal Hoje 13:50 Vídeo Show 14:40 O Profeta 16:00 Ela e os Caras 17:50 Malhação 18:20 Flor do Caribe 19:10 RBS Notícias 19:30 Guerra dos Sexos 20:30 Programa Político Partidário 20:35 Jornal Nacional 21:15 Salve Jorge 22:25 A Grande Família 23:10 Pé na Cova 23:50 Globo Mar 01:00 Jornal da Noite 01:45 O Melhor da Liga 02:10 Claquete 03:10 Festival de Desenhos 04:00 Igreja Mundial 06:50 1º Jornal 07:30 Lassie 08:00 Dia Dia 09:10 Mighty B! 09:35 Danny Phantom 10:00 True Jackson 10:25 Kenan & Kel 10:50 I-Carly 11:10 Jogo Aberto 12:30 Jogo Aberto RS 13:10 Brasil Urgente RS - 1ª Edição 14:00 Ponto de Luz 15:00 Futurama 15:50 I-Carly 16:50 Brasil Urgente 17:50 Brasil Urgente 18:50 Band Cidade 19:20 Jornal da Band 20:25 Momento da Sorte 20:30 Horário Político 20:35 Show da Fé 21:25 Zoo 21:35 Os Simpsons 22:35 Polícia 24 Horas 01:00 Jornal do SBT 01:45 Dois Homens e Meio 02:15 The Big Bang Theory 03:00 Harry's Law 04:00 Jornal do SBT 07:00 SBT Rio Grande 07:30 Carrossel Animado 09:00 Bom Dia & Cia 12:10 SBT Rio Grande 12:45 Três é Demais 13:15 Arnold 14:00 Chaves 14:30 Rosalinda 15:30 Cuidado com o Anjo 16:30 A Usurpadora 17:30 Casos de Família 18:30 As Visões da Raven 19:20 Eu, A Patroa e as Crianças 19:45 SBT Brasil 20:30 Horário Político 20:40 Carrossel 21:15 Programa do Ratinho 22:45 A Praça é Nossa 01:30 Programação IURD 06:30 Direto da Redação 07:20 Rio Grande No Ar 08:40 Fala Brasil 10:00 Hoje em Dia 11:50 Record Kids - Pica Pau 12:30 Balanço Geral 14:40 Programa da Tarde 17:30 Cidade Alerta 19:55 Rio Grande Record 20:30 Propaganda Política 20:35 Rio Grande Record 20:45 Jornal da Record 21:15 C.S.I. NY 22:15 Balacobaco 23:15 Cine Maior


GERAL Moradores do bairro Floresta reclamam falta de médico

Mais um posto de saúde é alvo de reivindicações pela população Usuários do posto de saúde Floresta relatam que não estão recebendo atendimento. O fato estaria acontecendo, pois, só uma médica estaria trabalhando diariamente no local, já que a outra profissional está em licença. Assim como reivindicado pelos moradores do Camillo Gomes, no início desta semana, quem usa a unidade se queixa que a médica só recebe os pacientes do bairro Stand e Ibajé, deixando os demais sem atenção. “O posto de saúde não tem médico para o Floresta. Nós queremos um médico que atenda a todos”, reivindica Neiva Pacheco Saraiva, moradora da região. Ela conta que um abaixo-assinado já foi feito e tem mais de 200 assinaturas para que seja contratado outro médico. A alegação é de que a profissional de saúde não auxilia os usuários. “Ela atende quem quer. Criança não é atendida lá”, afirma. Adão da Luz, que tem estabelecimento comercial no Floresta, onde reside sua filha, contou que a criança de 12 anos foi levada ao posto por três vezes, por estar com dores abdominais. Nenhuma das tentativas teve sucesso. “Ela não foi atendida e em uma madrugada passou mal. Eu tive que ligar para a minha médica particular e pedir a receita de uma medicação e trazer para ela”, conta. Há 26 anos residindo no bairro, Flora Regina Lemos Silva, também reclama da atenção dispensada aos usuários da unidade. Flora cuida de um senhor doente, de 81 anos, e diz que já desistiu de procurar o posto, pois, há anos, o local tem problemas com os profissionais que atendem a parcela da população que mora na sua região. “Eu nem tento mais ir no posto, vou direto ao Pronto Socorro; e como ele é idoso é atendido lá”, destaca. Para se deslocar até o centro da cidade, Flora tem que gastar com táxi. Outra reivindicação é em relação ao serviço dos

QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

13

Estudo apontará locais para novos estacionamentos de motos

Niela Bittencourt

Antonio Rocha

Local atende moradores de diversos bairros agentes de saúde. “Eu sei que têm agen- alta e, novamente, solicitou auxílio tes, mas eles não fazem a visita”, reclama. na unidade pela manhã, porém não O fato se agrava quando quem obteve. Durante a tarde, ela voltou necessita do auxílio para a saúde não tem ao local e o médico do seu bairro a como se deslocar para ir a outra unidade. atendeu. Depois disso, ela foi inter“A gente vê os pais desesperados chega- nada no hospital, dando alta ontem. rem com os seus filhos nos braços e as “A médica se negou a me atender de médicas dizem que não vão atender crian- manhã, mesmo vendo que eu estava ças, que eles devem procurar um local deitada nos bancos com muita dor. que tenha pediatra. Mas muitos não têm “Ela seguiu atendendo os demais como pagar a passagem de ônibus”, conta pacientes e nem me olhou na cara”, a presidente do bairro, Haidee Azevedo. afirma. A representante diz que para atender aos A secretária municipal de Saúresidentes do Floresta, um médico vai de, Aura Stela Pereira, afirmou que duas vezes por semana, o que não seria está reestruturando o programa Essuficiente para a demanda da população. tratégia da Saúde da Família (ESF), A comerciária Djanira Mo- do qual os postos fazem parte. Para reira Vaz, procurou o posto na tanto, a secretária renovou a coordesegunda-feira, com infecção urinária nação do ESF. Além disso, também detectada em atendimento no Pronto está fazendo uma visita aos postos Socorro, ela permanecia com dores. para verificar as condições dos luga“Eu fui, mas já não tinha mais ficha”, res. Quanto à situação específica, ela conta. Quando voltei na terça não comprometeu-se a monitorar e tomar tinha médico”, lembra. Na quarta- conhecimento da causa e, a partir de feira, a enferma apresentou febre então, se posicionar.

Espaço no centro é pouco para demanda

por Niela Bittencourt O motoboy Reinaldo Barbosa, de 38 anos, trabalha com horários, sobretudo aqueles impostos pelos bancos. Ele, assim, precisa ser ágil. Mas nem sempre consegue, porque precisa circular pelas ruas centrais em busca de estacionamento para a sua motocicleta. Sobretudo na área central da cidade está cada vez mais difícil encontrar espaços vagos nos pontos destinados ao estacionamento de motocicletas. Barbosa aponta os horários de pico como os mais complicados. “Há poucos estacionamentos” avalia. Também é essa a opinião do mecânico industrial José Moisés Roman, de 32 anos: “entre às 11h e às 13h encontro todos ocupados”. “Geralmente, tenho que estacionar bem longe do meu destino”, comenta, acrescentando que, em decorrência disso, acaba se preocupando com a segurança de seu veículo.

Estão entre os pontos críticos do centro de Bagé as ruas Senador Salgado Filho, Monsenhor Costábile Hipólito e Bento Gonçalves. Essas vias comportam ou estão próximas a lojas, restaurantes e bancos. O secretário de Transporte e Circulação, Antônio Luiz Arla da Silva, diz que não tem recebido esse tipo de demanda na pasta. Ou seja, não haveria reivindicação por mais áreas para estacionamento de motos. Ainda assim, ele diz que deverá ser feito um estudo para a implantação de novos espaços nas principais vias do município. Isso ainda para este semestre. Ele acrescenta, contudo, que são poucos os locais onde há a possibilidade de criação de estacionamentos: “o espaço físico é limitado para estacionamento bem no meio das ruas”. Um exemplo de trecho que deverá ser contemplado é na avenida General Osório, frente à galeria Kalil.


14

QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

GERAL

Advogado admite crise no clube social e antecipa estratégias

Campestre do Caixeiral pode ir a leilão por Niela Bittencourt A sede campestre do Clube Caixeiral poderá ir a leilão nos dias 30 de abril e 7 de maio, por uma ação trabalhista no valor de R$ 40 mil. É preciso entender, porém, que os 23 hectares, bem como o que há construído na área, foram avaliados em mais de R$ 4 milhões. O edital foi publicado, esta semana, pela Vara do Trabalho de Bagé. É o advogado do clube quem fala sobre os montantes: João Saliba defende que um bem desse valor não poderia ir a leilão para pagar uma dívida de apenas R$ 40 mil. Não é a primeira vez que ocorre divulgação de edital com esse fim, mas, no ano passado, de acordo com o advogado, a avaliação foi muito inferior ao que vale o imóvel. Então, o leilão foi suspenso. Agora, a estratégia é outra. Além do já considerado pelo profissional, a diretoria do clube colocará para venda um terreno de 20 hectares, localizado ao lado da sede campestre. O valor arrecadado será destinado para o pagamento de cinco ações trabalhistas, que somam o valor de R$ 220 mil. Saliba admite que o clube passa por uma crise, mas que a situação

Antonio Rocha

Imóvel é avaliado em mais de R$ 4 milhões

não é recente. “As dificuldades que os clubes sociais vêm enfrentando é de anos, porque ninguém quer saber dos clubes. Querem ir às festas, mas

não pagar uma mensalidade. Mas o nosso custo operacional é durante todo o ano”, ponderou. O quadro do clube somava

cinco mil sócios, o que está reduzido pela metade. “Pagantes são poucos”, garante Saliba. Essa contribuição e o que é arrecadado com eventos,

segundo o advogado, “quase não mantém o clube”. Assim, a diretoria, agora, passa a apostar em parcerias, locando, por exemplo, a sede campestre. Outra estratégia é a redução dos eventos próprios durante o ano. Conforme Saliba, apenas “grandes eventos são realizados”. Acontece que muitas vezes o clube promovia atividades que sequer se pagavam, ainda que a expectativa fosse outra. Tudo para evitar a alienação. “Muitas vezes realizamos eventos esperando que eles se paguem, mas nem isso acontece”, disse. Saliba garantiu que o clube só conta com essas cinco ações trabalhistas e que já fizeram a proposta para a Justiça de venda desse terreno em anexo à Campestre. Outra ação que preocupa é a do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição – Ecad, o órgão brasileiro responsável pela arrecadação e distribuição dos direitos autorais das músicas. De acordo com o advogado, já foi encaminhada proposta de parcelamento. Para os eventos atuais, o Ecad já está sendo pago, assim, essa ação é referente à Ecads atrasados.


GERAL

QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

15

Semana Crioula Internacional de Bagé inicia hoje por Juliana Andina O movimento foi intenso durante o dia de ontem no Parque Visconde de Ribeiro Magalhães. Muitos foram os grupos a arrumar os tradicionais acampamentos da festa mais campeira do Mercosul. As festividades que iniciam hoje vão até domingo, reunindo provas campeiras, apresentações artísticas, shows e bailes. O piquete Cabanha da Conquista foi um dos primeiros a montar acampamento. Segundo Flora Lopes da Silva, de 63 anos, o grupo montou a estrutura já no último domingo. “Sempre gostamos de vir cedo pra cá para arrumar as coisas e garantir nosso lugar. Já faz muito tempo que participamos da festa e gostamos de estar em festas campeiras”, conta. Carlos Alberto Barbosa, companheiro de Flora, diz que é muito bom estar no meio da festa. “A gente se diverte aqui. Faz anos que participamos e aqui em nosso acampamento nunca falta um bom chimarrão para receber os que chegam”, relata. O piquete Pingo Malacara, do 3º RCMec, também aproveitou a quarta-feira para organizar a estrutura. Conforme diz o sargento Lino Heitor Barbosa, a entidade

Antonio Rocha

sempre participa. “Tem muito milico que gosta da campeirada, fora que é uma maneira de incentivar essa gurizada nova que tá chegando”, comenta. O PTG Tropilha Xucra já está instalado no parque e espera visita de companheiros de Santana do Livramento. “Ainda não recebemos a confirmação, mas estamos esperando uma comitiva. E estamos prontos para receber quem mais quiser vir nos visitar”, relata o patrão Sérgio Martinez. Até o momento, mais de 350 ginetes e laçadores garantiram inscrição. Para as provas artísticas, o número de participantes já atingiu 54. Destes, 17 são invernadas artísticas que sobem ao palco no domingo à tarde, a partir das 14h. Os shows também são atrações que prometem movimentar as noites da festa. Hoje, o grupo Sonido del Alma Gaucha canta o melhor da música nativista. Já amanhã, o cantor Mano Lima apresenta o seu repertório gauchesco. No sábado, a dupla César Oliveira e Rogério Melo volta a Bagé trazendo seu mais novo show “Era assim naquele tempo...” e, para encerrar, no domingo, o grupo Os 4 Irmãos embala o público presente.

Entidades aproveitaram tarde de sol para erguer estruturas

Programação para hoje Nesta quinta-feira acontecem as primeiras classificatórias das provas campeiras. 8h30min – Concurso de Rédeas Potro 21 dias, Concurso de Rédeas Cavalo Manso e Concurso de Rédeas Guri; 12h – Sorteio de Aporreados; 17h – Classificatória Esquila a Martelo; 18h – Gineteadas – Classificatória Jesús María 2014: Gurupa; Classificatória 34ª Semana Crioula: Pelo e, após, 1ª Classificatória Laço Associação Rural; 19h30min – Final Esquila a Martelo; 20h15min – Assado Ovino; 21h – Show Artístico.


16

QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

GERAL

Funcionários da CEEE mantêm Nota Fiscal negociação com empresa Gaúcha requer Os funcionários da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) paralisaram ontem, em todo o Estado, por duas horas as suas atividades. Durante a mobilização, somente os atendimentos de urgência, como queda na rede de luz, foram atendidos. Já os serviços administrativos e de atenção ao público ficaram suspensos. Enquanto o protesto pacífico acontecia no interior, na capital, em uma reunião entre a diretoria da Estatal e os representantes do Sindicato dos Eletricitários do Rio Grande do Sul (Senergisul) negociavam questões salariais, participação nos lucros, plano de saúde, plano de cargos e salários, entre outras questões. Apesar de não ter havido acordo durante o encontro, o presidente da delegacia do Senergisul, em Bagé, Marco Aurélio Bastos, informou que foram feitos avanços nas negociações, que vai ter continuação hoje. As reivindicações, de acordo com o diretor estadual do Senergisul, Ubirajara Almeida Noble, começaram a ser negociadas no dia 1º de abril, quando o Sindicato apresentou uma

Antonio Rocha

maior divulgação Juliana Andina

Categoria vai fazer assemleia na segunda-feira

contraproposta, que foi completamente negada pela Companhia. Entre as cláusulas estão: Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC), incidindo, não só sobre o salário, mas também sobre outros benefícios, e alteração no plano de saúde. Além disso, a empresa também quer retirar o percentual de participação no Programa de Participação nos Resultados (PPR) e reduzir para 1% o percentual da passagem de nível, que até então, pode chegar a 3%.

O diretor atribui a não aceitação da pauta da categoria à antecipação das renovações das concessões, que trouxe a redução da taxa de energia elétrica. “Eles querem repassar o déficit para os trabalhadores”, afirma. Uma das soluções apontadas por ele é que o governo aporte da Companhia o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Com indicativo de greve decretado, para o dia 15, os trabalhadores irão realizar assembleia em todo o Estado.

Empresários acreditam que população ainda não conhece programa

por Juliana Andina O programa Nota Fiscal Gaúcha (NFG), lançado pelo Governo do Estado, por meio da distribuição de prêmios, visa incentivar os cidadãos a solicitar a inclusão do CPF na emissão do documento fiscal no ato de suas compras, bem como conscientizá-los sobre a importância social do tributo. Com mais de 190 empresas cadastradas em Bagé, o programa ainda carece de maior divulgação entre empresas e consumidores. Conforme a delegada da 12ª Delegacia da Receita Estadual, Clarissa Rezende Curra, a receita tem distribuído material explicativo para as empresas. “Nós orientamos os gerentes e donos de estabelecimentos comerciais, porém o treinamento dos funcionários deve ser realizado pelo próprio estabelecimento. Estamos trabalhando para acertar com os proprietários uma maneira de divulgar e auxiliar na emissão da nota fiscal com o número do CPF”, explica. Segundo o gerente de um posto de gasolina, Aristides Soares Godinho, poucos são os clientes que pedem para que o CPF seja colocado na nota. “Muitos pedem a nota fiscal, mas poucos colocam

o número do CPF, acredito que a população ainda está conhecendo o programa”, coloca. Clarisse esclarece, ainda, que é importante os consumidores estarem atentos quanto ao cadastro no site do programa. “Só concorrerão aos sorteios de prêmios, os consumidores que já estiverem com o seu CPF e entidade social cadastradas no site (www.notafiscalgaucha.rs.gov. br)“, ressalta. Ela fala que a inserção do número do CPF deve ser pedida no estabelecimento, antes da geração da nota, pois, após o pagamento, não é possível inserir o número. Vários são os segmentos que já aderiram ao projeto: supermercados, postos de gasolina, lojas de departamentos, farmácias, entre outros. O objetivo do NFG é fomentar a cidadania fiscal, a concorrência leal e o aumento da arrecadação por meio do estímulo à emissão de documentos fiscais pelas empresas e sua exigência por parte dos consumidores. O próximo sorteio será realizado no dia 24 de abril e o bilhete principal receberá R$ 100 mil. Cinco bilhetes serão contemplados com R$ 20 mil e, outros 500, com prêmio de R$ 1 mil cada.

Como cadastrar Para participar dos sorteios do Nota Fiscal Gaúcha o cidadão precisa estar cadastrado no Programa. Para isso é necessário entrar no site www.notafiscalgaucha.rs.gov. br e indicar entidades beneficentes que também receberão repasses do Estado em dinheiro, para ampliar projetos assistenciais. Depois, basta procurar estabelecimentos credenciados e incluir o CPF na nota fiscal,

no momento das compras. A lista de empresas pode ser consultada no site do programa. Ao longo do ano, serão realizados sorteios mensais, com prêmios de R$ 100 mil ou R$ 500 mil (em datas especiais como Dia das Mães, dos Namorados, dos Pais, das Crianças e Natal), e demais valores. O prêmio de R$ 1 milhão ocorre uma vez por ano, no mês de março.


GERAL

e e

s s e o r

17

Projeto Comentário Jovem pretende incentivar leitura e escrita

A Prefeitura de Bagé, através da Coordenadoria de Direitos Humanos, realizou, na manhã de ontem, o lançamento do Projeto Comentário Jovem. A ação tem a parceria do Jornal FOLHA do SUL. O projeto visa promover encontros com os alunos em que serão distribuídos exemplares do jornal aos estudantes dos anos finais. Os alunos irão escolher algum dos temas publicados e criar uma redação, baseada no assunto. O melhor texto será publicado na FOLHA do SUL. De acordo com o coordenador dos Direitos Humanos, Márcio Garcia, o projeto fará com que os alunos possam expor suas opiniões. “O melhor comentário será publicado e isto vai incentivar um senso crítico e, principalmente, colaborar com a democracia da a cidade”, avalia. O Jornal FOLHA do SUL o fornecerá 50 exemplares, por ese cola, para atividades pedagógicas - sob a orientação da disciplina de o Língua Portuguesa. o O editor-chefe do veículo de - imprensa, Glauber Pereira, disse u o que espera que este primeiro con. o a o o s m s ,

r a o e s á . s m

QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

tato seja apenas o início de uma grande jornada, pois irá trabalhar a democracia e dará oportunidade para que todos possam falar e ter um espaço. “Eu espero que cada um possa buscar seus direitos de cidadãos e que este projeto contribua com o ler e escrever dos alunos. Desejo que todos saiam desta ação como bons leitores e bons escritores”, ressaltou. Na oportunidade, o prefeito Dudu Colombo frisou a importância dos Direitos Humanos na vida dos cidadãos. “O tema Direitos Humanos tem tudo a ver com nossas vidas. Este projeto pode se transformar em uma grande ferramenta, através da qual as pessoas possam exercer seus direitos nos diversos aspectos. Desejo que todos tenham um ótimo trabalho e estudem profundamente este tema tão rico”, complementou Dudu. Para a estudante Luísa Farias Barcellos, da Escola São Pedro, esta é uma oportunidade de aprendizado em que todos terão uma chance de dar sua própria opinião. “Eu estou muito animada para encarar este projeto e conquistar meu espaço no jornal”, declarou a jovem.

Antonio Rocha

Lançamento do projeto na Escola São Pedro


18

QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

SEGURANÇA

Abigeato no Passo do Salso em Hulha Negra Foi comunicado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) que, no dia 15 de fevereiro, foi furtado de uma localidade no Passo do Salso, em Hulha Negra, nove animais

bovinos da raça Holandesa. No boletim de ocorrência consta que ficou um rastro no campo e o arame foi derrubado. Segundo o comunicante, não há suspeitos.

Foi comunicado no plantão da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) que, na madrugada de ontem, por volta das 4h30min, na BR153, próximo a Camaquã, um veículo

da Prefeitura de Bagé, de placas IQM 9704, atropelou um tamanduá. Segundo o boletim de ocorrência, o veículo ficou danificado. Sobre o animal, nada foi divulgado.

Tamanduá é atropelado por veículo oficial

OBITUÁRIO Décio da Rosa Farias, 83 anos, servente aposentado, casado com Ércia Soares Farias. Residia na rua 354, casa 361, bairro São Domingos. Deixa os filhos Alzemiro, Regina, Elias e Margarete. Adão Borges de Oliveira, 70 anos, aposentado, solteiro. Residia na rua Floriano Maya Dávila, nº 2925. Deixa os filhos Daniel, Gabriel e Elias. Dagoberto dos Santos Costa, 53 anos, aposentado, solteiro. Residia na rua Bernardino Giorgis Sobrinho, nº 1038. Não deixa filhos.

Operação Teledroga decreta prisão preventiva de traficantes Na manhã de ontem, a Polícia Civil prendeu 14 suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas na Fronteira Oeste. Cerca de 50 policiais cumpriram os mandados de prisão preventiva e outros 10 de busca e apreensão em Alegrete, Caçapava do Sul e Porto Alegre. Conforme o setor de investigação da Polícia Civil de Caçapava do Sul, as prisões preventivas dos acusados que estavam no município foram emitidas ontem. Na ocasião, os traficantes foram flagrados com 200 gramas de maconha, dois celulares e dinheiro. A operação é conhecida como Teledroga, pois o usuário podia fazer encomendas por telefone. Toda investigação é comandada pela Delegacia de Polícia Civil de Alegrete, através do delegado Vinícius do Valle que, após seis meses, mapeou pontos de tráfico da região.

Divulgação FS

Presos no ano passado receberam, hoje, mais um mandado de prisão preventiva

Representantes avaliam criação de nova secretaria

Prefeito destaca ações de segurança pública

Desde a criação do Gabinete de Gestão Integrada (GGI), a Prefeitura de Bagé começou a trabalhar no desenvolvimento de políticas públicas de segurança, junto aos governos estadual e federal. Com a adesão ao Programa Nacional de Segurança Cidadã, a administração municipal implantou ações que buscam garantir mais segurança pública com cidadania. O GGI é um canal de conexão de todos os órgãos de segurança pública das três esferas de governo que atuam no município, deve, simultaneamente, promover a integração entre as insti-

tuições responsáveis por prover a segurança pública no âmbito local, como promover a ligação entre estes órgãos e a comunidade, a partir de sua estrita ligação com o Conselho Comunitário de Segurança – Conseg. “Fomos a primeira cidade do país a receber uma estrutura completa do GGI e, através de articulações com os governos federal e estadual, já conquistamos inúmeros avanços. Mas precisamos avançar ainda mais nesse sentido”, comentou o prefeito Dudu Colombo ao citar a implantação de importantes programas na cidade através do Pronasci, bem como

a conquista de veículos e equipamentos para o combate ao abigeato. O GGI é ligado diretamente ao Gabinete do Prefeito Municipal. Está estruturado por módulos: Secretaria Executiva, Videomonitoramento, Pleno, Telecentro, Sala de Situação e Observatório da Violência e Criminalidade. Dudu acrescenta que está entre os principais projetos desta gestão a implantação da Guarda Municipal. “Para isso, precisamos de uma Secretaria Municipal de Segurança Pública, a exemplo de cidades como Cachoeirinha, Canoas e São Leopoldo”, completou o prefeito.

O que pensam órgãos ligados à segurança pública? Para o comandante do 6º Regimento de Polícia Montada (RPMON), major Emílio Teixeira, todo órgão que for criado para trabalhar na articulação da segurança pública do município será bem-vindo. “É extremamente importante uma secretaria, não só para a segurança da comunidade, mas também para o combate do sistema criminológico através de ações preventivas primárias”, explicou. Já o delegado regional da Polícia Civil, Jucelino Oliveira, comentou

que a segurança pública é uma área altamente complexa. Por isso, considera que a criação de uma secretaria de segurança trará mais benefícios. “Tudo o que for relativo à segurança do município e dos bageenses será um bem para todos. A secretaria de segurança será uma ferramenta que só vem somar para toda a população e para todos os órgãos envolvidos no tema segurança. Uma secretaria vai muito além da segurança, pois trabalha com educação, projeto e recursos, além de ser uma grande oportunidade para

todos da área”, afirmou o delegado. Josué Monteiro, presidente do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), defende que a proposta de criação de uma Secretaria de Segurança Pública oportunizará a ampliação de ações conjuntas entre o Conselho e o Poder Público Municipal, pois ambos trabalharão juntos. “Esta nova secretaria será de grande importância para a segurança pública da cidade, pois ampliaria as possibilidades para esta área tão importante”, disse.


ESPORTES

Berta em prova nacional

Divulgação FS

Será a última competição do atleta especialíssimo Marcos Berta, pela Academia Corpo e Saúde Fitness. Ele diz ser profundamente agradecido ao professor Cristiano Centena, pelo total apoio recebido. E, hoje, ele viaja para Pelotas, de lá para São Paulo, da capital paulista para Catanduva, tudo via rodoviária. No domingo, em Catanduva, Berta busca outra vez a superação dos limites impostos pela

redução da capacidade visual em razão de um acidente, participando de competição nacional para classes especiais, no levantamento de peso, classe terra. O atleta agradece o apoio de Dalé Construções, Darcy Becker, Ronaldo Santos (Mundo Doce), MP Gás, Valcar, Batistella Peças, Jáder Construções e Lírio Digital possibilitando sua participação em evento de repercussão nacional.

Atleta bageense tem uma trajetória vitoriosa

Antonio Rocha

Atiradores demonstraram seu potencial

Preparando o cenário para megaevento O presidente da Equipe Bagé de Bicicross, Vinícius Assumpção, e a diretora Ana Emília estiveram reunidos com o secretário municipal da Juventude, Esporte e Lazer, Sidenir Ferreira. O encontro serviu para a apresentação da necessidade de uma série de reparos na pista municipal da modalidade, no Complexo Esportivo Presidente Médici, visando à etapa do supercampeonato gaúcho de bicicross, que acontecerá em Bagé, no dia 5 de maio, que deverá reunir cerca de 150 pilotos gaúchos. A pista e a estrutura do complexo, para abrigar cerca de 300 visitantes de todas as regiões do Estado, devem estar prontas para a visita a ser feita no dia 25 de abril pelo diretor de provas da Federação Gaúcha de Bicicross, Paulo Daltoé.

Divulgação FS

Ana Emília, Sidenir e Assumpção

Polêmica sobre o vôlei Em correspondência encaminhada ao Jornal FOLHA do SUL, Rodner O.Silva, de Santa Maria, fez uma série de duras críticas ao Torneio de Vôlei Rainha da Fronteira, disputado no fim de semana, em Bagé. Ele alinha aspectos como a troca, à última hora, de local para a decisão no naipe feminino; falta de arbitragem qualificada, fazendo com que os próprios atletas tivessem que se revezar na condução dos jogos; o prolongamento das disputas até à noite de domingo,

afetando, por exemplo, o retorno a suas cidades de origem, de equipes que teriam de viajar 250 km de distância, colocando em risco a própria segurança da delegação, questionando sobre quem se responsabilizaria por eventuais riscos de acidentes. O texto não deixou de aludir à má impressão levada, alertando que a presença, em Bagé, para as disputas pode ter sido a última, considerando a série de alegações como um “descaso para com o esporte”.

11 de abril de 2013

Resumo esportivo higinobage@yahoo.com.br

Integração da zona Sul pelo tiro O Clube de Tiro e Caça de Bagé recepcionou atiradores de Pelotas e Rio Grande para o Campeonato Fronteira Sul de trapp americano, com disputas das mais equilibradas. No total, 42 participantes, dos quais 18 de Bagé. Na classe A, o vencedor foi Juliano Couto (Bagé), com 45 pontos, seguindo-se Flávio Farias e Volni Rassier, 44; Paulo Hasman, 43; Leopoldo Braga (Bagé), 38. Na categoria B, Ramalties de Oliveira, 41; Celso Leitzke, Marcos Silva, Telmo Sussenbach (este de Bagé), 39; Mário Ferreira (Bagé) e Lairton Sampaio, 37. Nos veteranos, Aldo Sedrez, 40 pontos; Dartagnan Torres, 39; Luiz Calvete (Bagé), 37; João Fausto (Bagé), 33; José Gomes Móglia (Bagé) e Gil Oliveira, 32 pontos.

19

QUINTA-FEIRA

De parte dos organizadores, valendo-se do espaço democrático para o devido contraponto, não faltaram explicações sobre o episódio. Houve a admissão de falhas na organização, até mesmo citando problemas de parcerias, as desculpas pelos erros eventualmente cometidos, mas também com a ressalva de que eles foram pontuais, até mesmo pelo fato de que as críticas partiram de apenas uma cidade entre as várias outras envolvidas no torneio.

TEM A VER COM BAGÉ - Nesta quinta-feira, às 14h, no Museu Dom Diogo de Souza, Gustavo Py Gomes lança o livro sobre “Os Reverbel”, uma família de origem francesa com ramificações também na região. O autor é neto de Aurélio de Lima Py, bageense, falecido em 1949, que foi presidente do Grêmio Porto Alegrense e da antiga Federação Rio-Grandense de Desportos, tendo sido figura marcante no cenário esportivo gaúcho. ADEQUANDO-SE – Vélez Sarsfield, da Argentina, e Emelec, do Equador, ficaram no 0x0 e garantiram vaga na próxima fase da Libertadores. Azar do outrora poderoso Penharol, de Montevidéu, que, mesmo goleando o chileno Iquique por 3x0, acabou sendo eliminado. EXEMPLO DE REGULARIDADE – O Panambi (do treinador Nestor Simionato, que encerrou a carreira de jogador no Bagé, onde começou como preparador) não sofreu gol nas quatro primeiras rodadas da Série A2. Detalhe: em seu time principal, a presença dos bageenses Ilson e Rodrigo Dias. O goleiro incólume é Diego Machado, que esteve no ano passado no Bagé. DETALHE – Léo dos Santos Corrêa (Pereirão) acentua que os bingos do Bagé, inclusive com o sorteio de um carro, ocorreram em 1990, quando ele era o supervisor do clube, na gestão do presidente Glênio Diogo Vasques. INDUSTRIÁRIOS – Pelo torneio de bocha classificatório à Olimpíada Regional do Serviço Social da Indústria, Pampeano-A venceu SEM por 3x0. Hoje, às 19h30min, no SESI Bagé, acontece o jogo Pampeano-B x Marfrig. FUTSAL – Última rodada da fase classificatória da 5ª Copa Traumatto de Veteranos 35 anos teve Roma/Tchê Concursos 4x3 HD Lanches, Moranguinho 4x1 Aston Villa/Óptica Cia. da Visão, Celeste/York 10x7 Cruzeiro/ Central dos Parafusos. Para a segunda fase, que começará no dia 16 de abril, Celeste, HD e Cruzeiro estarão no grupo B; Moranguinho, Roma e Aston Villa, chave C. VETERANOS – Escala dos campos do Militão para a segunda rodada da categoria sênior, primeira divisão, da Liga Bageense, no domingo, 14 de abril: São Pedro x Fiorentina, 2; Arvorezinha x Mascarenhas, 3; Nápoli x Industrial, 4; São Martim x Hulha Negra, 5; Stand x 2° Esquadrão Independente, 6; São Sebastião x Asa Branca, campo 7. FISICULTURISMO – O diretor da Academia Corpo e Saúde Fitness, Cristiano Centena, especialmente convidado, integrará o corpo de jurados do 13° Mister Pelotas, programado para sábado, com a presença dos melhores atletas e professores sul-brasileiros. Participará, ainda, do curso nacional de arbitragem e reciclagem, a ser ministrado pelo presidente da Confederação Brasileira, Reginaldo Gomes. Centena vai, também, divulgar o Mister Fronteira Bagé de Fisiculturismo e Fitness, programado para o dia 20 de abril, no Palacete Pedro Osório. Ingressos, a R$ 10, já estão à venda na Corpo e Saúde, na rua Barão do Triunfo, 1128. JALDE-NEGROS - restam poucas mesas (R$100) e convites (R$ 25) para o jantar, sábado, no Pedra Moura.

10/4/2013 FEDERAL

1º 89.743 2º 48.479 3º 05.850 4º 92.343 5º 10.332 MEGA-SENA Nº 1483 01 35 39 53 55 56 LOTOMANIA Nº 1337 12 16 17 25 26 35 38 41 45 47 48 52 57 63 69 70 73 90 93 00

LOTOFÁCIL Nº 890 01 02 03 04 05 06 07 08 11 16 17 18 19 23 24 QUINA 3164 21 39 41 66 74 DUPLA-SENA Nº 1166 Primeiro sorteio 03 09 35 38 41 44 Segundo sorteio 03 05 09 35 41 48


www.jornalfolhadosul.com.br

BAGÉ, QUINTA-FEIRA, 11 DE ABRIL 2013

Gaúcho

FOLHA SUL


Campo caderno

BAGÉ, QUINTA- FEIRA, 11 DE ABRIL DE 2013 - Ano 1 - N° 31

Impactos econômicos da expansão da soja na grande Bagé

Agronegócio em alta na região

Divulgação FS

por Marcelo Pimenta e Silva

D

esde a metade do ano de 2012, as perspectivas de um aumento da área plantada com soja na região da grande Bagé trouxeram a projeção de um cenário de expansão da cultura na Campanha. O crescimento se deu e, impulsionado pela safra histórica de 2013 em todo o Rio Grande do Sul, a região vive uma explosão de plantio. Definido o momento como irreversível por muitos produtores rurais e técnicos do setor, a cultura que era considerada marginal na região, apresenta aspectos de consolidação por conta do avanço das pesquisas e, principalmente, pela disponibilidade de linhas de crédito para irrigação e armazenagem do grão. Para o produtor João Honório Teixeira Dias, proprietário da Fazenda Sinuelo, em Aceguá, a euforia no atual momento é perigosa, pois o desenho de super safra não irá se concretizar. Segundo Dias, uma super safra de soja ocorreu no ano passado porque, quando o Estado enfrentava um cenário de seca, com regiões em que produtores colhiam de oito a 10 sacas por hectare, Bagé e região colhiam em torno de 40. Com a entrada

da safra 2012-13, com chuvas, houve uma fase vegetativa boa, foi nesse momento que se criou a expectativa de super safra, no entanto, o que realmente se destacou, foi o aumento de área plantada na grande Bagé. “No ano passado, tínhamos em torno de 40 mil hectares plantados na região. Se estima, neste ano, de 80 a 85 mil hectares plantados com a cultura. Essa ampliação de área vai trazer, realmente, muita renda para a região”, entende o produtor rural que justifica a afirmação com a seguinte estimativa: no ano passado, foram colhidas uma média de 35 a 40 sacas por hectare numa área que dobrou de 40 para 80 mil hectares, mesmo que essa metade nova (40 mil hectares) seja de primeiro ano, com menos produtividade da área já cultivada anteriormente, haveria uma produtividade de cerca de dois milhões e oitocentos mil sacas que vendidas, cada uma, pela média de R$ 50, trariam para o município um incremento na renda de cerca de 150 milhões de reais nesta safra. Os números não são ainda maiores, segundo o produtor, porque houve falta de chuvas no começo de março, o que poderia resultar numa colheita de 50 a 60 sacas por hectare.

João Honório Dias destaca que cultura que era marginal no passado, hoje se consolida

Próximo passo: irrigação Com um histórico da cultura que tem cerca de 10 anos de implantação na cidade, quando se plantava uma média de dois mil hectares de soja, houve esse crescimento, que só o tempo dirá se irá se manter, como afirma João Honório Teixeira Dias. A ascensão da soja com a perspectiva de super safra atraiu muitos produtores de outras regiões do Estado, bem como de empresas para estocar e armazenar o grão. Dias ressalta que todos devem saber que haverá seca novamente. “A questão da estiagem é cíclica, mas a cultura veio, se fixou e agora temos um novo passo que é partir para a irrigação. Poderá haver tropeços com secas, trazendo prejuízos para muitos produtores.

Esse alerta deve ser enfatizado para os produtores, que deverão ter consciência da necessidade de acessar as linhas de crédito para irrigação como as disponibilizadas pelo Governo do Estado, por exemplo, cujo programa conta com linha de crédito diferenciada, com alguns subsídios em torno de 3% e o governo ajuda na metade da primeira parcela e na metade da última”, declara o proprietário da Fazenda Sinuelo. Conforme o engenheiro agrônomo e proprietário da Planagro Assessoria Agropecuária, Ronaldo Goettens, no atual momento há um grande investimento de produtores por conta da soja. “Tenho clientes que procuram o escritório para

fazer projetos com investimentos de quatro milhões, por exemplo. E são projetos em que a pessoa vai armazenar duzentas mil sacas de soja na propriedade”, explica Goettens, salientando que essa quantia financiada é um montante destinado à compra de maquinário e silos por um produtor individual, o que dimensiona o atual momento da soja na região. “Estamos falando de um produtor. Dentro do município tem vários produtores investindo em silos de armazenagem, em irrigação de soja com pivô central, com projetos de cinco milhões. E isso é muito representativo pelo aspecto econômico na cidade e região”, afirma o proprietário da Planagro.


2

QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

O CAMPO

Fernando Velloso: urgência de

um trabalho de diferenciação da carne gaúcha

Palestrante abordou posicionamento e representatividade da pecuária do Estado

Expediente

Reportagens: Marcelo Pimenta e Silva

Esta edição semanal é encartada no Jornal FOLHA do SUL GAÚCHO e não pode ser vendida separadamente. Editor-geral: Glauber Pereira E-mail: marcelopimentaesilva@gmail.com Diagramação: Cristiano Lameira

Revisão: Taisa Soares Fotos: Divulgação

O colunista do Caderno O Campo, Fernando Velloso, foi um dos palestrantes do Beef Summit Sul, evento que ocorreu na última

sexta-feira, em Porto Alegre, e reuniu autoridades de nível internacional para discutir os rumos da pecuária desenvolvida no sul do

Brasil. O Jornal FOLHA do SUL entrevistou Velloso que é um dos principais especialistas brasileiros em Angus. Confira:

FOLHA DO SUL - Primeiramente, quais as tuas observações acerca do evento? Como tu analisas a importância dele em debater o futuro da pecuária do sul do Brasil?

tatividade da pecuária gaúcha para os mercados internos e externos. Fale um pouco mais sobre este tema tão importante para o setor.

mos aproveitar esta vinculação de imagem e trabalhos já feitos.

FERNANDO VELLOSO - Considero o grande diferencial deste evento a preocupação de discutir as questões setoriais da nossa pecuária de corte. O propósito foi pensar a nossa pecuária com uma visão de quem sobrevoa o RS, para visualizar o todo, o macro, e, especialmente, como aproveitar os diferenciais da pecuária gaúcha para gerar valor ao nosso negócio. Muito eventos discutem questões relativas à produção, à comercialização, etc. O Beef Summit propôs a discussão dos rumos da nossa pecuária, do pensar o nosso setor daqui há 10 ou 20 anos. Como ser competitivo no setor pecuária e como ser competitivo com os outros estados do Brasil. A iniciativa de premiar destaques de nossa pecuária com o Prêmio BeefPoint foi outro diferencial, pois foram celebrados trabalhos bem feitos e pessoas que fazem a diferença em nosso ramo. Saímos deste evento orgulhosos de sermos diferentes do resto do Brasil na pecuária que fazemos, mas com a necessidade clara de avançar para melhor explorar este diferencial. FS - Sua palestra abordou o posicionamento e a represen-

VELLOSO - A pecuária do RS vem perdendo posições no cenário brasileiro. O país cresceu muito em todos os números da pecuária (rebanho, abate, produção, exportação) e o RS perdeu representatividade. Em 1997, o RS era o quarto estado em abates, atualmente, somos o oitavo. Hoje, temos menos de 7% do rebanho nacional, participamos com menos de 5% do abate nacional e exportamos menos de 4% de toda a carne brasileira. Apresentei estes e outros dados para justificar que perdemos relevância como produtores de carne e é urgente a necessidade de um trabalho de diferenciação da carne gaúcha. Não somos mais competitivos ou relevantes em volume no cenário nacional. FS - Em sua opinião, quais os principais desafios para o setor gaúcho? VELLOSO - O desafio da pecuária gaúcha é conseguir transformar em resultado os diferenciais do RS que o Brasil já conhece. Nossa história, tradição, cultura, raças, pastagens e sistemas de produção são grandes diferenciais da carne gaúcha, mas ainda não estamos tirando real proveito desta condição. As similaridades com a Argentina e Uruguai são pontos muito positivos e deve-

FS - Que ações podem ser desenvolvidas pelo setor para avançar a pecuária realizada no sul do Brasil?

VELLOSO - Temos que fazer ações independentes dos programas nacionais. Como exemplo, pode-se citar Santa Catarina, que teve êxito em desenvolver um programa oficial de identificação de 100% dos bovinos e assim alcançou o status de estado Livre de Aftosa Sem Vacina desde 2007. As ações de caráter nacional estão voltados para ampliar o mercado da carne brasileira e não estão preocupadas em atender as necessidades específicas da carne gaúcha. Os trabalhos de promoção da pecuária e carne do Uruguai também servem muito bem de referência ou modelo de ações setoriais. Os trabalhos do Instituto Nacional da Carne do Uruguai (INAC) já completaram 40 anos no país vizinho. Este tipo de frente necessita tempo e trabalho contínuo. As ações para este propósito estão fora da porteira e passam por organização setorial. Não faremos campanhas consistentes e contínuas de marketing e de valorização da imagem da carne gaúcha sem um instituto e sem um fundo setorial. Vivemos resistências internas para avançar este modelo, mas não vejo outro formato que atenda a esta necessidade.


O CAMPO

3

QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

“Boom da soja”

Logística é preocupação, aponta

economista por Marcelo Pimenta e Silva

A economia da grande Bagé ta sinais de crise há pelo menos duas iniciou 2013 com a expectativa pela décadas. Palmeira salienta que o uso colheita de uma grande safra de soja. inadequado dos modais gerou uma A cultura ganhou espaços, dobrou enorme dependência de rodovias sua área plantada, atraiu produtores em condições precárias. “A malha de outras regiões e conta com instru- ferroviária existente, em boa parte omentos como variedades adaptadas construída no início do século pasà região para firmar um período sado, sofre resquícios de falhas no que desenha euforia. Porém, muitos processo da recente privatização que rprodutores e técnicos mostram-se a impede de impulsos maiores. A aescaldados quanto a este cenário. Se participação dos modais hidroviário anão se pode controlar o tempo, com e aéreo é praticamente inexistente”, suas variações intensas a cada ano, a apontou em seu estudo. problemática administrativa do país Os problemas que decorrem aponta para gargalos que ainda afeda logística deficitária e, que afer tam o setor. A logística é um desses tam negativamente o agronegócio entraves e preocupa analistas como o brasileiro, podem ser exemplifica, economista da Universidade Federal dos como a desistência do grupo e do Pampa, Eduardo Palmeira. chinês Sunrise em comprar cerca m O especialista detalhou em de dois milhões de toneladas de soja o estudo, de 2007, que a logística não brasileira por conta dos atrasos nos é um problema dos últimos anos. O embarques do produto nos portos e .transporte de cargas do país apresen- do país. o o Problema não afetará safra gaúcha o O presidente da Associação perativas e cerealistas que cuidam e dos Produtores de Soja do Rio da armazenagem do grão, além de oGrande do Sul, Irineu Orth, que que as extensões das lavouras são itambém é prefeito de Tapera, afirma distintas, com os estados do Centro eque o Rio Grande do Sul não terá Oeste com lavouras maiores e sem sos mesmos problemas de estados a mesma condição de armazenagem -como o Mato Grosso, pois em dos gaúchos. “Outro agravante para iregiões tradicionais do RS, há coo- estados como o Mato Grosso foi s e A soja no pampa o O presidente da Aprosoja re- giões tradicionais têm como aliados -conhece que a soja nos campos do a tecnologia disponível e a prática ePampa é um cenário novo e que ganha para obterem uma boa produção”, .força porque muitos orizicultores comenta Irineu Orth. -encontraram facilidade no plantio Opinião que vai de encontro ao gda cultura em áreas de arroz. Essa chamado boom do plantio, destacado afacilidade aliada à euforia de safra por Eduardo Palmeira. No entanto, o erecorde no RS, após a grande que- economista salienta que os produtosbra do ano passado, provocada pela res devem aproveitar o atual momen-estiagem, impulsionaram a vinda de to em que a crise norte-americana e omuitos produtores do norte do Estado o incremento de tecnologia de três apara a Campanha. “Esses produtores décadas no país proporcionassem que que vieram com a experiência de re- o Brasil produzisse mais por hectare e

A preocupação com os gargalos que existem no escoamento de safra e a problemática que atinge os portos do Brasil, são reiterados à reportagem por Eduardo Palmeira. “Não há sinal de que o governo irá solucionar esse problema. Já havíamos apontado o atual momento em estudos feitos no passado. É importante aproveitar o momento, mas temos que ver os custos e temos que projetar uma situação com o retorno da produção americana. Essa expectativa em curto prazo deve ser analisada, porque na próxima safra os problemas continuarão e não conseguiremos resolver essa situação, como o processo de escoamento da safra”, declara o economista que acredita que os problemas de escoamento persistirão pelo menos nas próximas três safras da cultura.

Antonio Rocha

Eduardo Palmeira salienta para problemas que persistirão nas próximas safras

que, no início da colheita, houve muita chuva no estado e eles não têm estradas com condições suficientes para fazer esse transporte. Outro ponto é que o porto de Rio Grande conta com uma boa estrutura para receber a produção gaúcha”, afirma Orth.

com ganho efetivo. Porém, Palmeira alerta: “a grande safra de soja ajuda muito a balança comercial do país, mas, em contrapartida, devemos analisar se não diminuiremos a produção de algumas culturas que também são importantes e até tradicionais como a pecuária e a orizicultura em nossa região. Já tivemos problemas históricos com alguns modismos, então, mesmo que o produtor possa aproveitar esse momento, é importante estar alerta”, enfatiza.

Presidente da Aprosoja destaca que Estado não enfrentará a mesma situação do Centro Oeste


QUINTA-FEIRA 11 de abril de 2013

O CAMPO Agenda

Aumento de

área plantada gera investimentos para armazenagem do grão

por Marcelo Pimenta e Silva A Conab, em seu sétimo levantamento, projeta para o Rio Grande do Sul uma colheita de 27,8 milhões de toneladas de grãos. Já o secretário da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi, acredita no aumento de um milhão a mais de toneladas. O levantamento da Conab, realizado entre 18 e 22 de março, oferece uma estimativa de produção para a soja de 12,193 milhões de toneladas ou 87% acima do ano passado. A safra também conta com maior área plantada que

chega a 4,619 milhões de hectares, conforme a Conab. Tais números fazem com que Mainardi, em função da produtividade e do aumento da área plantada, torça por uma produção de soja que chegará a 14 milhões de toneladas no Estado. “Se as nossas previsões se confirmarem, o setor primário voltará a impulsionar a economia gaúcha, contribuindo com cerca de R$ 36 bilhões de reais para a formação do Produto Interno Bruto (PIB), comemora Mainardi.

Cotações Arroz irrigado Casca

R$/Sc

50kg

Praça

Uruguaiana

30,83

Praça

Pelotas

30,56

Praça

Cachoeira do Sul

30,33

Fonte: Mafer Agronegócios e Rural BR Boi Gordo – 30 dias Praça

Oeste

Kg 3,30

Praça

Pelotas

Kg 3,30

Cordeiro

Kg/Vivo 1kg

3,50

Vaca Gorda

Kg/Vivo 1Kg

2,95

Fonte: Rural BR

Fonte: Núcleo de Produtores de Terneiros de Corte Preço do Boi Kg/vivo R$ Frigorífico Campeiro

Boi

3,25

Vaca

2,85

Preço da Vaca Kg/vivo R$ Frigorífico Campeiro

Preço da Carcaça de Boi - 30 dias a prazo Frigorífico Marfrig

Boi

6,60

Preço da Carcaça de Vaca – 30 dias a prazo Frigorífico Marfrig

Vaca

6,30

Leite Tipo C - R$/L Praça

Norte/Noroeste

0,950

Fonte: Rural BR Trigo

Saca

60 Kg

Praça

Bagé

30,50

Erechim

25,50

Praça

Rio Grande

60,50

Praça

Passo Fundo

55,00

Milho R$/Sc (60Kg) Praça Soja R$/Sc (60Kg)

Fonte: Safras e Mercado

Agenda Remates (55) 3422-4664 / (55) 34224457 Especial de Ventres 11 de abril Alegrete Remate de Novilhos 18 de abril Alegrete Cambará Remates (55) 3322-6640 / (55) 84046640

Probajé Sementes Ltda

Momento de consolidação Com essa realidade de aumento de área e de produtividade com soja, também aumenta a necessidade de estocagem do grão. O empresário Delmar Salton Júnior destaca os dois fatores para a preocupação de armazenamento da cultura. Delmar recorda que há alguns anos foi realizado um estudo em que se obteve a conclusão da carência da região no sentido de estocagem da cultura da soja. Dessa forma, no ano de 2009, foi criado o primeiro projeto do que hoje é a Probajé Sementes Ltda. “Acredito que neste momento estamos passando por um período que não é apenas de transição para a cultura, pois a cada ano aumentamos as áreas plantadas e a produtividade média por hectare. Isso demonstra que os nossos produ-

tores estão cada vez mais adaptados e instruídos ao manejo do soja, buscando mais informações e alternativas para produzir mais”, ressalta o empresário que começou a plantar soja em 2008, iniciando o plantio com 120 hectares e tendo uma média de 43 sacas por hectare. A Probajé, segundo Delmar Salton Júnior, trabalha para oferecer benefícios de armazenamento de soja próximo ao produtor. “O produtor quer fugir do perigo de maior alta dos fretes e agilidade de descarga decorrentes das filas no porto e, principalmente, a possibilidade de acompanhar de perto o seu produto, desde a amostragem, a análise e a comercialização, e essa é a nossa proposta”, afirma o empresário.

Investimentos e geração de empregos O atual cenário na região da Campanha atrai investimentos de outras cidades, como a escolha da empresa Puro Grão de Pelotas que irá se instalar na cidade. A opção por Bagé se dá, segundo o engenheiro agrônomo Rubens Kern, responsável pela obra na cidade, pela posição central de Bagé com municípios em seu entorno que têm grande importância de produção da cultura. “Com a unidade que iremos construir, viabilizamos nossa logística de recebimento de grãos com muita agilidade, visando facilitar e dinamizar a colheita para nossos produtores, tendo em vista que o descarregamento no Porto de Rio Grande se torna muito lento no pico da colheita. A empresa possui duas unidades de recebimento e estocagem em Pelotas, com uma capacidade estática de 2.000.000 de sacas de soja”, informa Kern. A empresa investirá em torno de seis milhões de reais no projeto de construção da unidade, que iniciará a partir do próximo mês, em área localizada junto à BR-293, Km 171. Nesta safra, a Puro Grão também está operando no município de Arroio Grande, com duas unidades alugadas. A planta, que será construída em Bagé, também terá uma idêntica no município de Arroio Grande.

Em São Lourenço do Sul, a empresa busca com a prefeitura da cidade, a construção de outra unidade, quando receberão grãos dos produtores daquela região, incluindo a cidade de Camaquã. “O objetivo da empresa é formar um anel de recebimento em torno do Porto de Rio Grande, visando facilitar o escoamento dos grãos colhidos por nossos produtores, evitando o estresse do Porto”, ressalta Rubens Kern. A unidade em Bagé, segundo o engenheiro agrônomo, envolverá em torno de 90 trabalhadores para sua construção. Para operar a unidade, serão abertos 20 empregos diretos, mais os indiretos, como salienta o agrônomo. Dentro dessa perspectiva de incremento financeiro na economia da cidade, investimentos para armazenagem e escoamento da safra consolidam o momento atual do agronegócio, que apenas traduz a tradição de Bagé para o progresso via setor primário. “Bagé conta com excelentes campos, administrados por produtores de ponta, com muita tecnologia, que estão demonstrando sua capacidade de produzir alimentos para a geração de riqueza e renda para o progresso do município”, enfatiza o engenheiro agrônomo da Puro Grão.

Feira de Vaquilhonas e Ventres 10 de abril Santo Antônio das Missões Remate de Gado Geral 12 de abril Cruz Alta Crioulo Remates (51) 3330-3579 Leilão Genética Campeã – Potros Carapuça 14 de abril Esteio 3º Leilão da Cabanha Reservada 17 de abril Esteio Guarany Remates (55) 32521532 Terneiros (as) e Vaquilhonas 18 de abril Restinga Seca Querência Negócios Rurais (Rio Grande) (53) 3232-2681/ (53) 9971-1127 Remate Gado Geral 16 de abril Estância Araça – Rio Grande Remate Gado Geral 18 de abril Santana da Boa Vista Tradição Remates (55) 3426-2543/ (55) 9901-7437 Remate Gado Geral 12 de abril Paraíso (BR-290 Km 522) Trajano Silva Remates (51) 3028-2828 Leilão Cabanha da Charqueada 13 de abril Esteio Leilão Cabanha Itaó E Macanudo 18 de abril Esteio

Folha do Sul Gaúcho Ed. 895 (11/04/2013)  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you