Issuu on Google+

Divulgação

COMEÇA UMA NOVA FASE PARA O DESENVOLVIMENTO A inclusão do carvão mineral nos leilões de energia do governo federal deve determinar novas mudanças no padrão de crescimento da Região da Campanha. Mas há desafios.

Uma reunião convocada ontem pela prefeitura de Candiota buscou alertar lideranças empresariais e poderes públicos da região no sentido de preparar as comunidades para a chegada das novas usinas, qualificação de mão de obra e acolhimento de novas levas de trabalhadores.

Página 10

www.jornalfolhadosul.com.br www.jornalfolhadosul.com.br

Gaúcho Gaúcho

FOLHA SUL SUL FOLHA

R$ 1,50

BAGÉ, SEXTA-FEIRA, 22 DE MARÇO DE 2013 - Ano 3 - N° 838 878

AMBIENTE No Dia da Água, reportagem destaca o procedimento e importância do gerenciamento de rios

Problemas na estrada, aliados à paralisação das obras, são os motivos alegados

Empresa ameaça reduzir o número de linhas de ônibus entre Bagé e Lavras do Sul Antonio Rocha

Página 16

HISTÓRIA Lançamento do jornalista e escritor Mário Lopes eterniza em livro trajetória de 50 bageenses

Página 17

COMUNICAÇÃO Rádio Gaúcha começa por Bagé a nova série de debates sobre desenvolvimento do Rio Grande

Página 18

TRABALHISTA Servidores entram na justiça porque sindicato não teria repassado verbas conquistadas A paralisação dos trabalhos de pavimentação de 22,7 quilômetros da RSC-473, entre Bagé e Lavras do Sul, desde o ano passado, ganha novos transtornos. Com a chegada da chuva, a formação de barro, e os desvios inacabados, o tráfego torna-se cada vez mais difícil. Agora, a população que necessita se locomover pelo trecho por meio de transporte coletivo pode ser a principal afetada, caso a obra não reinicie. Página 9

Página 19

O TEMPO HOJE Bagé - RS Sol com algumas nuvens. Não chove

12º

24º


2

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

OPINIÃO

Editorial Felipe Valduga

A mobilização de Santa Fé Até há pouco tempo estagnado, o projeto de transformação da cidade cenográfica de Santa Fé, cravada no Parque do Gaúcho, em um Centro Cultural e Histórico ganhou novo ânimo ontem. A iniciativa defendida com esforço e afinco pelo responsável pela manutenção do espaço, Mauro Moreira, recebeu, enfim, o apoio declarado do poder público municipal. Em um trabalho que vai direto ao ponto, a visita à Secretaria Estadual de Turismo demonstra que o projeto, agora, tem a devida atenção dos que mais devem zelar por ele: a cidade e o Rio Grande do Sul. Até porque trata, acima de tudo, de um patrimônio de todos os gaúchos. O palco das gravações de O Tempo e o Vento, em Bagé, tendo em vista a estreia do longa-metragem, neste ano, deve trazer milhares de visitantes

felipelvalduga@gmail.com

à cidade. E não alguns poucos, mas muitos. Apenas a ideia de que, durante a produção do filme, em menos de três meses, dez mil pessoas passaram pelo local, dá ares promissores. O momento, a partir de agora, exige atenção e agilidade. Unir o lançamento do filme com a reestruturação completa de Santa Fé é garantir sucesso ao empreendimento. Que a captação dos recursos seja foco de trabalho. Que a execução seja ágil. Que o desejo seja mútuo. Mas, acima de tudo, que o comprometimento, de verdade, resulte em êxito. Por fim, Santa Fé não deve ser tratada, contudo, apenas como a lembrança de um filme, mesmo em toda a sua grandiosidade, mas como a retratação da história do povo gaúcho. Investir em um patrimônio como este é preservar nosso passado e valorizar nossa cultura.

Foto do Dia

Placa caída

Antonio Rocha

Coluna do Mainardi Oliveira no Pampa Participamos, nos últimos dias, de dois atos significativos para a consolidação de uma nova matriz produtiva no Estado, especialmente na Metade Sul. Na semana passada, em Bagé, testemunhamos o ato de adesão dos municípios de Pinheiro Machado, Pedras Altas, Lavras, Dom Pedrito e Caçapava ao Programa de Cooperação entre Brasil e Itália, intitulado Brasil Próximo, que busca a transferência de conhecimentos dos italianos na área da olivicultura. Já integram o programa os municípios de Bagé, Aceguá, Hulha Negra, Candiota, Livramento e Quaraí. E, nesta quarta-feira, em Caçapava do Sul, da 2ª abertura oficial da colheita da oliva no Estado. Recordamos o tempo em que exercíamos o mandato de deputado federal, no final do anos 90, quando destinamos, via emenda parlamentar, verba de R$ 9,5 milhões para a implantação do Programa de Fruticultura da Metade Sul.

Futuro promissor

É uma área promissora. Temos um dos melhores clima e solo do mundo para o cultivo da oliveira. O Brasil é o segundo maior importador do óleo de oliva. Apesar do consumo per capita ser baixo – 150 ml/ habitante/ano – em 2010 importamos 52 mil toneladas ao preço de US$ 231 milhões. A área plantada no Estado se aproxima dos 700 hectares e já temos duas indústrias processadoras, sendo uma em Cachoeira do Sul e a outra que inauguramos, nesta quarta-feira, em Caçapava. Vem outra por aí. Na Secretaria da Agricultura o debate em busca de políticas públicas de apoio a esta cadeia produtiva que se consolida ocorrem na Câmara Setorial da Olivicultura.

Fumo, milho, feijão

Também tivemos a oportunidade de assinar termo de cooperação técnica com a Souza Cruz, na última terça-feira, em Canguçu, renovando a parceria para o desenvolvimento do Programa Milho & Feijão Após a Colheita do Tabaco. A iniciativa, neste ano, espera produzir 145 mil toneladas de grãos, com o envolvimento de 26 mil produtores, em uma área plantada de 36 mil hectares. Os que plantam tabaco são estimulados, logo após a colheita, a plantar milho e feijão, aproveitando os resíduos da adubação deixados pelo fumo. Na prática, é a diversificação da atividade na busca de mais renda. Temos pregado que a irrigação deve ser agregada a este programa, para aumentar a produtividade, assim como, em breve, apresentaremos projeto que visa utilizar as estufas que secam as folhas do tabaco e que ficam pelo menos noves meses por ano ociosas, para secar e armazenar o milho e o feijão. Entre outras vantagens, esta prática que iremos recomendar reduzirá custos e oferecerá ao produtor a possibilidade de vender o produto na hora em que achar mais conveniente. Temos a parceria da própria Souza Cruz, da Focking e da Emater nesta pesquisa.

A placa com a indicação do nome da rua Salgado Filho, na esquina do Banrisul, amanheceu na quarta-feira no chão. O motivo ainda é desconhecido. O provável, contudo, é o vento forte dos últimos dias.

CNPJ. 11.381.681/0001-00 Endereço: Rua Bento Gonçalves, 49-E/ Fones: Assinaturas: (53) 3242-1020 Redação: (53) 3311-3915 jornalismo.folhadosul@gmail.com anunciosfs@gmail.com www.jornalfolhadosul.com.br Impressão Correio do Povo

Direção Administrativa: Jônio Tavares Ferreira de Salles Neto Comercial: Leisa Soria Marketing e eventos: Fabiano Marimon Circulação: Aceguá, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Lavras do Sul e Pinheiro Machado REDAÇÃO - Editor Geral: Glauber Pereira Subeditor Geral: Felipe Valduga Repórter Fotográfico: Antonio Rocha - Chefe de Redação: Marcelo Pimenta Coordenadora Comercial: Camila Colunistas Colaboradores: Afonso Hamm - Dom Gílio Felício Soares Gerente de Circulação: Daniel Guasque Comercial: Fabiana Rodrigues -Edgar Muza - Josias Borges - Léo Vieira - Luiz Fernando Mainardi Revisão: Lorena Robaina Reportagem: Emanuel Müller - Fernanda Luís Augusto Lara - Sérgio Meth - Waldir Alves Ramos Mendonça - Gilmar de Quadros - José Higino Gonçalves - Juliana Andina - Estagiária: Jéssica Pacheco Arte Final: Quélen Leal Marcos Pintos - Niela Bittencourt - Rochele Barbosa Diagramação: Cristiano Lameira e Vinícius Silva


EMPRESARIAL

Indicadores econômicos INDICADORES Salário Mínimo Salário Regional Global 40 TR CDI SELIC IPCA IPC IGP-M INPC

Valor R$ 678,00 R$ 770,00 128,31% 0,000% 6,94% 7,25% 0,86 1,15 0,29 0,92

Atualização 2013 2013 4 março 2013 4 março 2013 4 março 2013 16 janeiro 2013 16 janeiro 2013 10 out 2012 10 out 2012 10 out 2012

MOEDAS Dólar Comercial

SEXTA-FEIRA

3

22 de março de 2013

Compra

Venda

1,9795

1,9810

Dólar turismo (em R$)

1,9000

2,0400

Euro (em R$)

2,7178

2,7188

Libra (em R$)

2,9867

Pesos arg.(em R$)

0,3916

0,3921

Pesos Ur.(em R$)

0,1040

0,1030

Kids e Co. recebe linha Outono/Inverno 2013

Jéssica Pacheco

2,9897

Josias Borges Espaço do Investimento

Os Segredos da Mente Milionária – Parte II Dando continuidade ao tema que estamos abordando, hoje a coluna vai tratar de mais três aspectos importantíssimos indicados no livro “Os Segredos da Mente Milionária, de T. Harv Eker. Vale a pena lembrar que o autor não nasceu em berço de ouro. Aprendeu durante a vida a se comportar como milionário, e atualmente possui fortuna superior a um bilhão de dólares. Vamos às principais características: 1 – Nunca se queixe: viver se queixando é a pior coisa que alguém pode fazer por si mesmo e por sua saúde. Queixar-se vai colocar o indivíduo em sintonia com tudo aquilo que ele não quer, e por consequência, bloquear sua visão para as coisas que de fato quer. 2 – A próxima dica de Eker é: “As pessoas ricas entram no jogo do dinheiro para ganhar. As pessoas de mentalidade pobre entram no jogo do dinheiro para não perder”. Existe uma diferença bem clara entre se comprometer e deixar rolar. Quem se compromete entra para vencer. Quem deixa rolar, entra para participar, ser mais um. O autor é enfático durante o livro, ao afirmar que atitude é a diferença entre o sucesso e o fracasso financeiro. 3 – A última dica de hoje é extremamente interessante: “Se seu objetivo é ter algum conforto, é provável que você nunca fique rico. Mas, caso sua meta seja enriquecer, é provável que você alcance uma situação ricamente confortável”. Esta característica está ligada ao ânimo encontrado nas pessoas de mente milionária. Perceba caro leitor: a maioria das pessoas muito bem sucedidas, têm amor e disposição pelo trabalho. Desenvolvem suas atividades de maneira intensa, contínua. Possuem motivação, foco e se entregam ao que fazem. Pessoas que buscam somente o conforto, não entendem o que leva uma pessoa a dedicar-se de forma tão intensa a um objetivo, uma causa. Tenha um ótimo dia!

Paola dos Santos e Tanise Bueno informam que os clientes encontram moletons nas cores colegiais, ideais para a volta às aulas

por Jéssica Pacheco Com o intuito de trazer o mundo fashion para linha infantil, a Kids e Co., há quatro anos, conquistou seu espaço no mercado bageense. A boutique mirim já recebeu a coleção Outono/Inverno 2013 e oferece produtos de qualidade e valores acessíveis. Além das novidades, a loja também está com promoções. Vestir crianças é como montar bonecos. Além de qualquer peça ficar linda, a variedade de peças, com tamanhos entre o número 1 e 16, encanta os pais. Na Kids e Co. este é o foco, trazer qualidade, marcas renomadas e vestuário confortável para as crianças. “Estamos com toda linha de roupas quentes, como jaquetas e moletons nas cores

colegiais confortáveis”, explica Paola dos Santos, integrante da equipe Kids e Co. Dentre as grifes infantis comercializadas, estão nomes como Puc, Hering, Momi, Joy, UR, 3ejá, Tulye e Charpey, Melissa e Roana. Outro item importante do vestuário infantil são os calçados. “Temos botas - calçado ideal para o inverno - inclusive algumas em promoção, a partir de R$ 49,90”, complementa Paola ao dizer que outros pares são encontrados a partir de R$ 39,90. Para complementar o visual, tiaras de todas as cores e tamanhos são comercializadas na loja infantil, bem como cintos femininos e masculinos e tocas de lã. A Kids e Co. prima pelo

bom atendimento. “Temos o contato personalizado, onde o cliente entra em contato conosco, dá as características do produto que procura e nós vamos até sua residência para levar os looks”, comenta Paola. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30min às 18h30min. Aos sábados, das 9h às 12h30min e das 15h às 18h. A loja está localizada na rua Félix da Cunha, nº 32. Contato através da rede social Facebook, onde são postadas fotos dos looks e atendimento online, ou pelo telefone (53) 3312-5134. A Kids e Co. aceita os cartões Visa, Master, Banricompras, Hipercard, Gold, Good e Quero-Quero.

josias.borges@gbinvestimentos.com.br


4

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

Emanuel Müller

POLÍTICA Parlamentar argumenta que proposta visa a luta contra homofobia

Márcia Torres propõe Vereadores não se entendem no realização da Parada projeto de lei dos mototaxistas GLBT em Bagé O dia na Câmara começou com uma reunião extraordinária da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) antes da sessão ordinária. O objetivo foi debater as emendas ao projeto de lei 032/2013, que regulamenta a prestação de serviços de transporte individual de passageiros (mototáxis). Mas a ideia naufragou. Uma série de discordâncias, principalmente dos vereadores Márcia Torres (PT) e Antenor Teixeira (PP) com o vereador Caio Ferreira (PT) ocasionou o adiamento da definição. Tudo ficará agora para o próximo dia 25, quando novas sessões extraordinárias irão ocorrer no Legislativo para votar a regulamentação dos mototáxis e a criação de novas secretarias. Ferreira pediu para retirar as emendas que havia apresentado ao projeto. Afirmou que a atitude é porque não cabe aos vereadores regulamentar algo que deve ser feito pelo Executivo. Márcia ficou aborrecida com os rumos do projeto. A vereadora critica o colega de bancada por ter participado das discussões com a bancada governista e com a prefeitura, mas depois ter pedido vistas. Ferreira nega. Disse que as vistas ficaram com a Comissão e não com ele. O certo é que a queda de braço entre Márcia, que lidera a bancada petista na Câmara, e Ferreira está longe de acabar. Embora o vereador tenha pedido desculpas à colega há poucos

emamuller@gmail.com

Antonio Rocha

Definição sobre projeto deve ocorrer na próxima sessão em forma de extraordinárias

dias na tribuna, o clima entre eles não é bom. A ponto de haver pessoas dentro do PT achando necessária a intervenção do prefeito Dudu Colombo, visando apaziguar os ânimos e terminar com o mal-estar surgido. Márcia irá manter as emendas que apresentou ao projeto - para que 30% do total de vagas do curso obrigatório sejam destinadas às mulheres, bem como mudanças na cor do capacete e colete de segurança. Teixeira, por sua vez, também apresentou à CCJ duas emendas. Uma delas trata sobre a fixação da tarifa, que seria a tabela operada até então

pelos mototaxistas enquanto não houver instrumentos para aferição dos serviços prestados. Outra é sobre um problema de organização do projeto. Ocorre que o artigo 9º apresenta dois parágrafos únicos. “Essa legislação é um amontoado, está coberta de erros”, atacou o progressista. O tema promete esquentar hoje. Isso porque há uma reunião prevista para às 14h, tendo por local a Câmara de Vereadores, visando à constituição de uma delegacia do Sindicato dos Mototaxistas em Bagé. A lei municipal, obviamente, estará em pauta no encontro.

Bruna Netto

Vereadora argumenta que proposta visa a luta contra homofobia

A primeira tentativa foi em 2001, quando o então vereador do PSB, Paulinho Vesgo, apresentou projeto para implantar o Dia do Orgulho Gay em Bagé. A proposta foi rejeitada. Agora é a vez da vereadora Márcia Torres (PT) lutar em defesa das minorias. A parlamentar irá apresentar o projeto de lei 058/13, que dispõe sobre a criação do Dia Municipal contra a Homofobia e a Parada GLBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais e Travestis) no município. Márcia justifica que a preocupa-

ção sobre o tema é nacional. Alerta que todos os dias um integrante do segmento é assassinado no Brasil. Destaca a evolução da luta pelos direitos dos homossexuais em todo mundo, bem como a adoção do dia 28 de junho como o Dia do Orgulho Gay, também conhecido por Dia da Consciência Homossexual. “A proposição dessa data busca o avanço na construção da cidadania plena, incorporando integrantes da classe, retirando-os da clandestinidade e declarando que homofobia é crime e precisa acabar”, enfatiza Márcia.

Edgar Abip Muza Muza Visão Geral

Velho ditado – o que começa mal termina pior Estou acompanhando as reuniões da Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos, sobre os recursos do SUS. Mais uma vez é necessário retornar no tempo para que todos entendam o “imbróglio”. Abuso da paciência dos leitores (são poucos mas fiéis), sujeito inclusive perder alguns deles. Mas é necessário. A saúde vem definhando há muitos anos. Os hospitais, antes da “criação” da contratualização, recebiam por serviços prestados. A velha AIH. Mas não era garantida nenhuma data para o repasse, por parte dos governos, do serviço prestado. Bem antes disso os hospitais já haviam perdido com o plano real. Para ativar a memória do leitor, quando foi criada a nova moeda, o parâmetro foi que um real compraria 2,750 cruzeiros. Menos para a saúde. Sim no caso 3.250 cruzeiros comprariam um real. Foi uma luta de anos para os hospitais se equilibrarem. Aumentou a dívida

bancária, porque grande parte foi em busca de empréstimos para não fechar as portas. Quem ganhou? O governo e os bancos. Quem perdeu, claro, sempre os prestadores de serviço. Esta estratégia foi “bolada” pelo governo Itamar Franco tendo como seu ministro da Fazenda Fernando Henrique. Não escutei grito algum das entidades representativas dos prestadores de serviço. No governo posterior quem assumiu foi o Fernando Henrique. A muito custo conseguiu dar um pequeno aumento aos procedimentos, sem no entanto “tapar” o furo deixado pela decisão anterior. Os prestadores continuaram “pagando o pato”. Continuamos sem escutar alguém gritar. Até que chegou o governo Lula. Seus técnicos inventaram um modelo que deixou os prestadores de serviço boquiabertos. Quando estamos nos afogando nos agarramos a qualquer coisa. Até mesmo em arame farpado. Pois bem foi criada

a Contratualização. O que o projeto tinha de estimulador? Eles dariam um PLUS (na época comparei com luvas tão conhecidas no esporte) de um mês para quem assinasse o convênio. Também trazia a garantia que o pagamento seria realizado no quinto dia útil do mês subsequente ao atendimento. Claro que a garantia do repasse assim rapidamente foi o que mais agradou a quem entrou no sistema. Para quem não tinha garantia de pagamento a não ser com dois e até três meses de atraso, a proposta era tentadora. A maioria entrou de “cabeça” sem fazer contas. E aí que está o grande problema, “sem fazer contas”. Cansei de advertir em meus espaços de rádio e na coluna do Correio do Sul para a “armadilha” que o governo estava armando aos prestadores de serviço. Fiz um cálculo de quanto se gastava em média com cada paciente do SUS, respeitando a média de permanên-

cia aconselhada pela Organização Mundial de Saúde. Cheguei à conclusão, e publiquei em minha coluna (é só ir na biblioteca e conferir no acervo do Correio do Sul), que para cada paciente seriam necessários 1.000,00. Era fácil de calcular. A Santa Casa teria que acolher ao redor de 500 pessoas, ela teria que receber quinhentos mil reais. O Hospital Universitário teria que receber 180 pacientes. Teria que ser ressarcido com 180.000,00. Se a memória não falha, a Santa Casa fechou em aproximadamente 300 mil e o H.U, em 95 mil. Pois bem no decorrer do tempo, a comida e os medicamentos subiram mais de 70% (remédios) e 40% (os alimentos). Enquanto a renovação anual da contratualização, pelos índices da inflação oficial, não chegou a 30%. Pois bem, agora as entidades que representam os prestadores de serviço querem 100% de aumento na tabela atual.

O governo dos Estados entraram na briga. Não por serem bonzinhos, mas porque vai estourar em seus caixas. Eles precisam que a União cumpra o que diz a Constituição: 10% de seu orçamento. Está gastando hoje ao redor de 5, 7%. O governador do Estado já advertiu: não terá como cumprir a decisão (12%) do Congresso se não houver a participação da União, que os ilustres congressistas deixaram de fora da regulamentação. Só gritam quando dói no bolso. Cem por cento, a exigência dos prestadores, eu acho exagerado. A defasagem está na ordem de 45%. Se conseguirem o intento, em dois anos os hospitais estarão saneados. Deixarão de recorrer a rede bancária porque o SUS vai cumprir com seu objetivo e, acima de tudo, vai respeitar o que diz a Constituição: “A saúde é um direito de todos e dever do Estado”. Deu para entender.


POLÍTICA Parecer jurídico é requisitado para saber quem poderá compor a comissão

Antenor solicita definição da presidência para formação da CPI A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que deve ser formada para investigar as obras da Barragem da Arvorezinha, ainda não foi constituída e já causa confusão entre os vereadores. Tudo porque não há uma definição sobre quem deve fazer parte da composição fato anteriormente destacado aqui na FOLHA do SUL. O vereador Antenor Teixeira (PP), quase ao final da sessão, solicitou ao presidente da Câmara, Paulinho Parera (PT), que constitua a Comissão. O líder do governo, Caio Ferreira (PT), enfatizou que a CPI está servindo para antecipar uma discussão eleitoral com quase quatro anos de antecedência. Insistiu no fato de que o projeto básico da nova barragem foi contratado pelo governo federal. Mas o ponto principal foi a defesa de que Teixeira, como proponente, não pode fazer parte da Comissão. O momento de maior discussão foi quando Parera manifestou-se dizendo que a legislação nacional é omissa quanto a participação do

denunciante em relação a participação na CPI. Mas, que o Regimento Interno destaca que não poderia o denunciante atuar na Comissão. Embora tendo uma opinião contrária ao fato, Parera afirmou que qualquer vereador pode participar da CPI. Teixeira, por sua vez, advertiu que, se sua presença estiver fora da legalidade, não participaria dos trabalhos. Caio voltou a pedir a palavra. Enfatizou que a Comissão só pode funcionar dentro da legalidade. Divaldo Lara (PTB) sugeriu que seja consultado o Instituto Gamma de Assessoria a Órgãos Públicos (Igam) ou a Procuradoria Jurídica da Câmara para que as dúvidas sejam resolvidas. “Só não se pode desrespeitar a lei, a ordem e o Regimento Interno da Câmara”, ponderou o petebista. Complementou dizendo que se Teixeira não pode fazer parte da CPI, nenhum outro vereador da oposição poderá compor a Comissão porque o requerimento foi assinado por todos os parlamentares das bancadas do PP e PTB.

Parera reafirmou que pela transparência do processo garante a participação de todos, mesmo tendo uma interpretação do ordenamento jurídico diferente sobre o tema. O presidente da Câmara informou que solicitou um parecer à Procuradoria Jurídica do Legislativo sobre a situação. Embora o parecer ainda não seja divulgado, a tendência é de que Antenor Teixeira possa, sim, integrar a comissão. O princípio é o de garantir que a minoria possa investigar a maioria. E há ainda a falta de definição da Lei Orgânica - que trata sobre Comissão de Inquérito, sem informar se é parlamentar ou de inquérito. Caso fosse uma Comissão Processante (para estabelecer a perda de mandato, por exemplo), o entendimento é de que, nesse caso, Teixeira não poderia integrá-la. Na verdade, a oposição que a certificação do que pode ou não pode ser realizado. Tudo para evitar que os trabalhos da Comissão sejam considerados nulos.

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

5


6

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

RURAL

Colheita gaúcha da oliva inicia em Caçapava do Sul Liliane Ferrarelli/ Especial FS

por Marcelo Pimenta e Silva Definida como, ainda pequena, mas de grande simbolismo, ocorreu na última quartafeira, a 2ª Abertura Oficial da Colheita da Oliva no Estado. A frase, dita pelo secretário da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi, quando esteve em Bagé, durante a assinatura do termo de cooperação do programa Brasil Próximo – Olivais do Pampa, não diminui a importância da cultura – uma das mais antigas e mais resistentes do mundo -, mas reforça o momento em que se projeta as potencialidades da olivicultura para a Metade Sul do Rio Grande do Sul. Recentemente ingresso no programa Olivais do Pampa (assim como Dom Pedrito, Pinheiro Machado e Lavras do Sul), o município de Caçapava do Sul foi escolhido para a abertura da colheita pela sua importância para a cultura que começa a ganhar espaço no Estado. Dos 687 hectares plantados no Rio Grande do Sul – maior produtor nacional -, Caçapava conta com 120, seguido de Pinheiro Machado, com

100 e Cachoeira do Sul, com 96 hectares. O evento ocorreu nos Olivais Tecnoplanta, na Vila Progresso. Representando o governador Tarso Genro, Mainardi destacou que há um mercado em potencial de 15 milhões de consumidores no Brasil que importa, atualmente, mais de 60 mil toneladas do produto por ano. Em 2012, foram importados 150 mil toneladas ao preço de 231 milhões de dólares. “Temos solo e clima favoráveis ao desenvolvimento das oliveiras, as indústrias estão se instalando, e nós devemos aprofundar o debate na Câmara Setorial para, em conjunto, construir políticas de apoio a este setor”, defendeu. O secretário enfatizou, ainda, que os gaúchos devem ter compromisso de produzir um azeite de qualidade e antecipou que a Secretaria da Agricultura, através da sua Divisão de Defesa Sanitária Vegetal, exercerá seu papel de controle sanitário e que é necessário começar a se pensar na certificação da oliva gaúcha.

Pesquisador da Embrapa palestra em evento de produção de terneiros Hoje, a partir, das 13h30min, o pesquisador da Embrapa Pecuária Sul Danilo Sant´Anna apresentará a palestra “Aspectos produtivos e econômicos da Intensificação dos Sistemas de Cria”. A apresentação faz parte da programação da 1ª Jornada de Produção de Terneiros

ANPTC (Núcleo de Produtores de Terneiros de Corte) – Sul, que acontece nos dias 22 e 23 de março de 2013, no Pavilhão de Remates do Sindicato Rural de Lavras do Sul-RS. Inscrições gratuitas pelo telefone (55) 3282.1020 ou pelo e-mail: srural@farrapo.com.br

Evento contou com autoridades da região

Dudu destaca cultura para crescimento da região Presente ao evento, o prefeito Dudu Colombo ressaltou que a ação oportuniza crescimento para a região. “É uma maneira de gerar renda e é uma grande alternativa para homem do campo. O tema Oliveiras significa diversificação produtiva na cadeia agroalimentar. Já temos 12 pomares na região

e sete são no nosso município. Tornaremos uma região altamente produtora de um azeite de ótima qualidade e avançaremos cada vez mais neste tema tão rico que é a olivicultura”, avaliou. O prefeito de Caçapava do Sul, Otomar Vivian, agradeceu a todos que contribuíram com a

iniciativa, principalmente a Emater, pelo trabalho de pesquisa. Ele também aproveitou a oportunidade para pedir a Mainardi que o azeite produzido no Estado seja isento de ICMS. “Os produtores estão acreditando na cultura. A ação marca uma nova alternativa duradoura de renda”, salientou.

Indústria poderá processar 900 quilos de frutas por hora Durante o evento, ocorreu a inauguração da unidade industrial de extração do azeite de oliva da empresa Tecnoplanta. A nova planta industrial terá capacidade de processar 900 quilos de frutas por

hora, 24h por dia. O investimento é de R$ 2,5 milhões. O diretor da Tecnoplanta, Ildes Marquette, salientou a imensa alegria em mostrar a evolução da oliveira na cidade. “Investimos na cultura na tentativa

de diversificar o nosso negócio. O azeite produzido no nosso Estado pode ser sim, comparado aos melhores do mundo. Recém começamos, por isso, temos muito para aprender”, destacou.


GERAL

Dudu apresenta projeto do Complexo de Santa Fé para secretária de Turismo do Estado O dia de ontem foi dedicado, pelo prefeito de Bagé, Dudu Colombo, a um encontro com a secretária Estadual de Turismo, Abgail Pereira. Na ocasião, acompanhado pelo produtor de cenografia e responsável pelo projeto do Centro Cultural e Histórico de Santa Fé, Mauro Moreira, ele destacou a importância da iniciativa para o município e para o Rio Grande do Sul. “Apresentamos o projeto que pretende transformar nossa cidade cenográfica em um dos mais importantes parques turísticos internacionais do nosso Estado”, argumentou o gestor municipal. Para Dudu, a ideia foi bem acolhida. “O projeto foi muito bem recebido e toda a ideia animou a secretária Abgail, que firmou compromisso junto conosco para que consigamos garantir uma grande articulação a fim de conseguirmos recursos para a elaboração do projeto executivo. E, posteriormente, para a obra que vai transformar a cidade cenográfica. Nosso objetivo é que Santa Fé, hoje cenográfica, se converta em um equipamento definitivo para alavancar o turismo e a cultura na nossa região”, disse.

Divulgação

Secretária Abigail, Moreira e Dudu

Segundo o prefeito de Bagé, a cidade cenográfica recebeu, de setembro a novembro de 2012, dez mil visitantes, entre turistas e estudantes. “Com certeza, o centro será o grande atrativo turístico da nossa cidade e contribuirá para o aumento da economia do nosso município”, vislumbrou Dudu. De acordo com a secretária Abgail, a criação de um centro cultural turístico baseado na obra de Erico

Verissimo é um orgulho para todos os gaúchos e um potencializador do desenvolvimento da cidade. “É o turismo, caminhando junto com a cultura e o desenvolvimento para projetar Bagé e o Rio Grande do Sul e proporcionar a melhoria da qualidade de vida da população”, salientou Abgail, colocando-se à disposição do prefeito para acompanhá-lo na captação de recursos para execução do projeto.

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

7


8

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

REGIÃO

Comitiva de Aceguá e Ovino Fest terá Candiota visita conversora lançamento em de energia no Uruguai Porto Alegre Dani Moreira/EspecialFS

Dani Moreira/EspecialFS

Local fará interligação elétrica entre Brasil e país vizinho

Parte do projeto que prevê a interligação elétrica entre Brasil e Uruguai, as instalações da futura estação conversora construída em Melo, no país vizinho, recebeu nesta semana uma comitiva de representantes dos municípios de Aceguá e Candiota. O grupo foi recepcionado pelo Intendente de Cerro Largo, Luís Botana. A comitiva foi formada pelo viceprefeito candiotense, Paulo Brum, as presidentes do legislativo de Aceguá

e Candiota, Liziane Jardim e Giselma Pereira, respectivamente, o vereador aceguaense, Edmundo Pichler, e pelo superintendente administrativo da Companhia Riograndense de Mineração (CRM), Oxcilei de Quadros. Segundo Quadros, o objetivo foi conhecer as instalações, que se encontram em fase avançada. “A tecnologia utilizada é de primeiro mundo e está em estágio de acabamento”, comentou.

Como a frequência da rede utilizada no Brasil (60hz) é diferente da uruguaia (50hz), a conversora é parte fundamental do projeto. A partir deste ponto será implantada uma linha de transmissão em 500kv, com cerca de 283 quilômetros, até a cidade de San Carlos, onde atualmente existe uma subestação rebaixadora 500kv/150kv, que será ampliada até a rede do sistema uruguaio.

Em território brasileiro, a obra será composta por uma subestação (230/525 kv) – a ser erguida em Candiota – e duas linhas de transmissão (LTs),

uma de 230 kv com três quilômetros e outra de 525 kv com 60 quilômetros de extensão, nos municípios de Candiota, Hulha Negra e Aceguá, no RS. Os

trabalhos devem iniciar em breve e têm previsão de conclusão para o mês de outubro de 2013. O investimento total estimado é de R$ 128 milhões.

O projeto

Prefeito (à esquerda) divulgou evento durante abertura da colheita da Oliva

A Prefeitura de Lavras do Sul lança, em 9 de abril, a primeira edição da Ovino Fest. A cerimônia será um almoço, dirigido a representantes do governo do Estado, e acontece no Restaurante Barranco, em Porto Alegre. Apesar de ainda não estar com a programação finalizada, o evento acontece de 26 a 28 de abril, no Parque do Sindicato Rural.

Na última quarta-feira, o prefeito Alfredo Borges acompanhou a abertura oficial da colheita da Oliva, em Caçapava do Sul. Na ocasião, o gestor aproveitou para entregar convite ao secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Luiz Fernando Mainardi, que representava o governador Tarso Genro.


GERAL

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

Más condições da via elevaram despesas para manutenção da frota

Empresa de ônibus responsável pela linha entre Bagé e Lavras do Sul ameaça reduzir número de viagens Fotos: Antonio Rocha

Chuvas comprometeram estado da estrada

Desvios também prejudicam tráfego

por Felipe Valduga A paralisação da obra de asfaltamento da RSC-473, desde dezembro do ano passado, pode acarretar em novos transtornos para a população da região. A empresa que realiza o transporte de passageiros entre Bagé e Lavras do Sul pode reduzir o número de viagens entre os municípios já a partir do próximo mês. Segundo o gerente, Lázaro Ricardo Souza, o estado da via

compromete o atendimento. “Está uma buraqueira. Agora, com a chuva, piorou. Já pensamos em parar com alguns horários”, informou em entrevista à reportagem do FOLHA do SUL. Ele alega que as despesas para manter toda a frota em funcionamento elevaram. “Estamos com uma pilha de molas quebradas aqui no pátio da empresa. Sabemos que a redução de linhas poderá afetar os usuários, mas a situação está ficando

insustentável”, garante. Atualmente, a empresa mantém três linhas diárias de Bagé até Lavras do Sul e outras três para retorno. Além disto, nas segundas, quartas e sextas-feiras, um quarto horário é disponibilizado para ida e para volta. Souza admite que se não houver um posicionamento dos órgãos competentes quanto ao retorno dos trabalhos na estrada, a redução de

linhas pode ocorrer já em abril. “Estamos estudando esta possibilidade. Até agora conseguimos manter os trabalhos. Com a aproximação do inverno e das chuvas isto será inviável se tudo seguir do jeito que está”, concluiu. A reportagem buscou uma posição do Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (DAER), durante todo o dia de ontem, mas não obteve sucesso.

9


10

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

GERAL

Candiota se prepara para novos rumos das usinas termoelétricas

por Felipe Valduga A confirmação de que usinas termoelétricas movidas a carvão mineral integrarão os leilões de energia que o governo federal realiza neste ano já aponta para novas perspectivas. Em Candiota, que conta com quatro projetos pretendidos para serem instalados no município, os quais devem concorrer ao pleito, os preparativos para receber os possíveis empreendimentos já começaram. Ontem, o prefeito Luiz Carlos Folador reuniu vereadores, imprensa, representantes dos sindicatos dos mineiros e dos eletricitários, e da população local, para oficializar a nova realidade. “Lamentavelmente, por algum tempo, existiam pessoas contrárias à utilização do carvão. Nos mobilizamos e conseguimos reverter este quadro”, lembra o gestor municipal, em referência à exclusão do mineral

Fotos: Antonio Rocha

dos leilões desde 2009. Agora, diz ele, é o momento de preparar a cidade para a construção de novas usinas. “Já tínhamos esta perspectiva. Estamos desenvolvendo ações para capacitar a mão de obra local, até porque muitos empregos serão gerados”, argumenta. “Além disto, temos que melhorar a capacidade habitacional. Serão, pelo menos, cinco mil trabalhadores envolvidos. Esses operários, morando na cidade, garantem ganhos significativos para a economia de Candiota”, calcula. Segundo Folador, os leilões devem pleitear a compra de três a quatro mil megawatts. “Temos ciência que apenas alguns dos projetos pretendidos sairão vencedores. Porém, a confiança que o nosso município tenha uma ou até duas novas usinas é muito grande”, avaliou.

Planejar é preciso

Um dos principais envolvidos no processo de mobilização em defesa do mineral é o presidente da Associação Pró-Carvão (ACP), Wagner Pinto. Para ele, a conquista é apenas o começo. “Foi uma luta árdua, mas muito válida. A gente sempre acreditou que era possível. Temos, agora, que garantir que o carvão não seja esquecido novamente, depois

Coletiva oficializou a inserção do mineral nos leilões federais

destes leilões”, defende. Pinto salienta que o principal foco de trabalho, no momento, será a busca pela elevação da participação do mineral na matriz energética nacional. “Atualmente, o carvão corresponde apenas a 1,3%. Isso é muito pouco. Queremos que aumente para, pelo menos, 5% ou 6%. Que seja algo permanente”, enumera.

Assim, diz ele, o planejamento de empresas e dos municípios contemplados pelos empreendimentos poderá ser aprimorado. “Se tudo estiver planejado, as cidades podem se preparar melhor, com antecedência. O mesmo vale para os projetos de usinas, que poderão ser trabalhados com mais tempo e maior eficiência”, afirma.

uma capacidade de 600 MW. Em atividade, ambas devem somar 1.327 MW ao Sistema Interligado Nacional (SIN): um número dentro do esperado para o carvão mineral nos leilões A -5. Assim como divulgado na edição de 8 de março, pelo FOLHA do SUL, através do diretorgeral da MPX Energia, Ricardo Lessa, os dois projetos estão

atualizados e já contam com as licenças ambientais necessárias. Outro item interessante do empreendimento é a instalação de uma mina própria para a extração do mineral, junto à localidade de Seival. Em parceria com a Copelmi, a jazida poderá receber algo em torno de R$ 20 milhões em investimentos, iniciais, para entrar em operação.

Fortes para o leilão

Dentre os projetos de usinas a carvão para Candiota, dois despontam como fortes candidatos aos pleitos do governo federal: ambos da empresa MPX, do empresário Eike Batista. A UTE Sul prevê a geração de 727 megawatts e deve ter investimentos na ordem de R$ 3,5 bilhões. Por sua vez, UTE Seival é orçada em R$ 3 bilhões e projeta

Wagner (à direita) defende aumento da participação do mineral na matriz energética


GERAL

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

11

Novo foco do tema carvão mineral: qualificação por Emanuel Müller Depois da euforia com a notícia da inclusão do carvão mineral dentro dos leilões de energia para daqui há cinco anos (A-5), que deve ocorrer no final do primeiro semestre deste ano, o assunto em pauta será a qualificação dos profissionais que devem preencher as vagas de trabalho (cerca de 5 mil) que estão previstas com os futuros investimentos em termoeletricidade na região. Não será uma tarefa fácil. A parceria para a qualificação é feita através do chamado “Sistema S”, que engloba, principalmente, o Serviço Social do

Divulgação

Comércio (SESC) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em parceria com os governos federal, estadual e prefeituras. Para vir a qualificação aos futuros trabalhadores dos empreendimentos de geração de energia previstos para Candiota, entretanto, alguns passos devem ser seguidos. “Os cursos serão oferecidos após um mapeamento vocacional da região. Um diagnóstico vai apontar quais os arcos ocupacionais que são necessários para atuar em Candiota, onde será necessário saber que tipo de investimento será feito no município, quais as vagas a serem

abertas”, explica o presidente da Fundação Gaúcha do Trabalho e Assistência Social, Heitor Gularte. Segundo ele, o prazo para levantar os dados é rápido porque a região é vocacionada para a indústria que atua junto à usina termelétrica. A partir daí vem o fator mais delicado: o pacto de empregabilidade. “Vamos conversar com o ente público que administra a usina, conversar com o prefeito, com as empresas para saber quantas pessoas serão treinadas para trabalhar em Candiota e qual a garantia de que essas pessoas efetivamente serão aproveitadas”, salienta Gularte.

Estrutura para atender à demanda O presidente da FGTAS afirma que a montagem do Plano Estadual de Qualificação proporcionou o redimensionamento de cursos e a extensão de parcerias como foi o caso do Senai, que passou das 36 cidades, onde atuava, para 196 pelo Pronatec. “Isso per-

mite respostas ágeis para atender a demanda de determinada região, que é o que vai acontecer em Candiota, com as usinas”, pondera Gularte. Com a mudança de foco caberá à Fundação redirecionar o Pronatec, separar vagas e iniciar de forma imediata a qualificação

nos municípios da região, voltada para os novos investimentos. “Temos as vagas, temos a estrutura, mas é um desafio muito grande. A dificuldade é equilibrar os arcos ocupacionais com os cursos oferecidos pelo SESC e Senai dentro do Pronatec”, revela Gularte. Gularte explica que será necessário diagnóstico para identificar cursos voltados aos empreendimentos realizados em Candiota


12

SOCIAL

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

“A paz de espírito é a única felicidade real na Terra. Para alcançá-la, não devemos condicionar a felicidade às coisas perecíveis, devemos, sim, procurá-la nos prazeres da alma que nada mais são do que a antecipação dos prazeres celestes imperecíveis.” Fénelon

O gênio da notícia e os protagonistas da história Logo mais, às 19h, todos os caminhos levarão ao Da Maya Espaço Cultural onde o grande Mário Lopes lançará mais uma de suas pérolas literárias: “Personalidades de um século em Bagé”. Na obra, o mais notório entre todos os jornalistas da corte da Rainha da Fronteira – suas experiências enquanto repórter rendem uma coletânea! – retornou ao passado para resgatar 50 protagonistas históricos que, de alguma forma, entraram para os anais da biografia bageense por seus feitos nos distintos setores. Sobre Mário... Trata-se de um profissional da comunicação com mais de 70 ANOS de jornalismo. Foi – e continua sendo – um dos alicerces do Núcleo de Pesquisas Históricas Tarcísio Taborda onde colabora, há décadas, através de seus relevantes estudos. Inclusive, o livro que será lançado no sunset de hoje nasceu durante anos de pesquisas, enquanto Mário escrevia perfis de bageenses para o Núcleo. O faro, o tino, o “time” da notícia que move este “dromedário” – jargão jornalístico que define os “grandes” da profissão – servem de qualificado exemplo a todos nós, jovens profissionais que escalam as montanhas factuais em busca dos ninhos onde nascem as notícias. Ao mestre, a reverência desta coluna... SALVE MÁRIO LOPES!

Solidariedade & menu dos deuses

Está confirmada a presença do governador do Distrito 4780 do Rotary Internacional, Carlos Frederico Gonçalves, no Almoço do Peixe, domingo próximo. Junto a sua senhora, Maria Virgínia, o governador prestigiará Lindas & poderosas, Cláudia Kalil e Lézia Almeida os companheiros do Rotary Bagé Sul que mais uma vez prometem um espetáculo gastronômico em favor de causaram no niver 3.3 do colunista quem mais precisa – este ano as entidades beneficiadas serão: Fundação Geriátrica José e Auta Gomes, Escola Municipal Visconde de Ribeiro Magalhães e Instituto Caminho da Luz. NOTA DEZ! No menu, uma variedade deleitosa de frutos do mar preparados pelos próprios rotarianos: carpa assada, paella, filé de peixe empanado, traíra frita (hummm!), peixe ao molho, iscas e pirão de peixe. O ingresso para o “banquete dos mares”, que Entre os dias 24 e 31 de março, a querida promete movimentar o Santuário da Conquistadora, custa R$ 35. Degustar bons pratos e de quebra colaborar com paróquia movida pelo espírito imaculado de Nossa quem precisa é, sem dúvida, a união de dois grandes prazeres. Bon appétit! Senhora da Conceição celebra a sua Semana Santa. No domingo, 24, às 10h, tem início a extensa programação com a tradicional bênção de Ramos seguida de todos aqueles momentos emocionantes Todos os comentários giram em torno do carisma com que o Papa Francisco (é a primeira vez que escrevo que marcam a semana maior dos cristãos. Sempre sobre ele: confesso, me arrepiei!) presidiu na manhã da terça-feira, 19, sua primeira missa pública no Vaticano. A celebração inaugural do pontificado que promete entrar para história – acredito que um Concílio esteja nos planos instigado pelo espírito franciscano encantador de bondade e ternura, Frei Álvaro Bordignon é quem do novo Papa – foi acompanhada por dezenas de chefes de Estado, entre eles a presidente Dilma Rousseff. E preside os ritos da Semana Santa na paróquia. Paz como está se tornando habitual desde a sua eleição, o papa rompeu o protocolo e desceu do papamóvel na praça & bem! São Pedro para saudar os fiéis comovendo o mundo ao dirigir-se a um deficiente físico beijando-o na testa com ternura e amor imensuráveis. Creio que o próprio Cristo teria feito o mesmo. Emocionante...

Semana Santa na Conceição

E já e que estamos falando em Santa Sé...

Fernanda Brasil Tavares (de azul) brindando a formatura em Direito com os pais, Thaís e Fernando José Tavares, e ainda, com a astral turma de amigos em sua recepção na Felicitá Love is in the air: Ricardo Cougo e Lisiane Sefrin no Mercado Gourmet


SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

SOCIAL

13

Flash news

Cheias de estilo, Taty Mattos e Gabriela de Paulo dando o chic no Clube Comercial

Nasceu Francisco, o terceiro filho de Clarisse Rezende Zuliani. Felizes com a chegada de mais um neto para a turminha que é a alegria da Estância do Umbu estão os avós Hélio e Zeli Zuliani. Os paladares apreciadores de doces finos estão felicíssimos com o retorno de Leslie Netto Mendes à cidade. Leslie é uma mestra na arte de preparar trufas e outras inúmeras iguarias que tem o chocolate como ingrediente base. No niver 3.3, ganhei de Leslie uma torta de mouse que apreciei de joelhos com os olhos voltados ao céu... Soberba delícia! Marta Rover Duarte de malas prontas rumo a São Paulo onde visitará a mana Lúcia Duarte Diniz. Ambas são filhas de uma das mulheres mais encantadoras da nossa sociedade, Vera Duarte. E quem curte uns diazinhos no Rio de Janeiro é o trio Jerônimo Kluwe Costa, Mateus Zílio Bosco e Alexandre Hendler. Logo na chega dos guris, o conterrâneo Diogo de Azambuja Sacco já os levou para apreciar aquele shopinho num dos badalados bares do Baixo Gávea. Tim-Tim! O domingo será de feijoada classe A+ no restaurante Porão, aberto das 11h30 às 14h. Quem assina o prato com aquele capricho visto em tudo que leva a alcunha Maya é a chef Simone Raguzzoni. E o que vocês me dizem do sucesso de Zaida Valentim, heim?! A pianista/maestrina bageense vem arrancando aplausos do público carioca pela atuação no musical “Como vencer na vida sem fazer força”. Como protagonista da comédia musical, ninguém menos que Luís Fernando Guimarães. O espetáculo estreou esta semana no teatro Oi Casa Grande, no Leblon, com casa cheia em todas as sessões. Dez! Logo mais, os formandos em Direito do segundo semestre da Urcamp estarão reunidos em grande festa no Parador Griffe. Quem embala a gurizada é Celinho e Banda. Marília Fara e sua equipe levam NOTA DEZ pelo atendimento primoroso na Lumina Moda e Acessórios. E quem comprar acima de R$150 na loja estará concorrendo a uma big cesta de Páscoa da Cacau Show. É ou não é uma delícia estar na moda?! Falando em primor, Simone Machado e Núria Pons receberam com a classe e a estrutura de sempre no workshop que apresentou as tendências outono/inverno da Núria Roupas e Acessórios. NOTA DEZ!

Jantar de posse AJE

Jéssica Pacheco na noite do seu aniversário ao lado do amigo e DJ Rodrigo Sarasol

O top empresário Eduardo Biacchi apresenta o case de sucesso “Tterrasul”, logo mais, às 20h, no jantar de posse da nova diretoria da Associação Bageense de Jovens Empreendedores (AJE). No evento, que terá a sede social do Clube Caixeiral como palco, Franco Alves passará a presidência ao carismático diretor administrativo da Ponto.com Informática, Luís Eduardo Soares. Constituem a diretoria da AJE no biênio 2013/2014: Vice-Presidente de Relaç��es Institucionais: Giovani Peres, VicePresidente Administrativo: Valterlei Lopes, Vice-Presidente de Marketing: Vinicius Assumpção, 1º Tesoureiro: Franco Alves, 1º Secretário: Rafael Minotto, Diretor Comercial: Ion Leal da Cunha, Diretor Comercial Região Metropolitana: Rodrigo Bertollo, Diretor de Relações Públicas: Joelmir Meurer, Diretor de Planejamento: Diones Alves, Diretor de Planejamento: Luís Felipe Dallé, Diretor de Agronegócio: Rodrigo Antunes, Diretor de Capacitação: Maurício Gonçalves, Diretora de Eventos: Hanie Brum, Assessora de Imprensa: Rosane Coutinho. Sem dúvida, trata-se de um timaço!

Dânia e Roberto Hecht em recente jantar baile no Bagé Tênis Clube. Clic João Batista

As elegantes Tânia Blois e Leilah Castro em noite de aniversário no Obino Hotel. Clic Fábio Lucas


14

SEXTA-FEIRA

22 de março de 2013

ENTRETENIMENTO Dom Rafael inventa para Ester que Cassiano fazia parte de uma quadrilha internacional de traficantes. Donato aceita assumir a culpa pelo acidente do casal de turistas no lugar de Hélio. Cassiano fica preso em um desabamento na mina. Quirino ajuda Samuel, que passa mal ao receber uma carta da Alemanha. Dom Rafael ordena aos capangas que procurem por Cassiano na mina. Cassiano consegue fugir. Ester avisa a Quirino sobre a morte de Cassiano. Cassiano decide voltar para buscar Duque. Ester pede a Alberto que preserve a boa imagem de Cassiano, não contando o que aconteceu no Caribe. Olívia pressente a morte de Cassiano ao ver a expressão de Ester e Alberto.

O Sol começa sua caminhada através de seu signo inaugurando um novo ano astral, que chega regido por Saturno. Sua união com Marte em tenso aspecto com Urano promete definições relacionadas às mudanças.

O Sol começa a caminhar através de Áries inaugurando um novo ano astral e movimentando seus relacionamentos, tanto os pessoais quanto os profissionais. Namoros, sociedades e parcerias podem acontecer.

O Sol começa sua caminhada através de Áries e sua energia vital pode cair um pouco mais. Esta é uma ótima fase para cuidar de sua saúde, programando exames de rotina, exercícios e uma boa dieta.

O Sol começa a caminhar através de Áries inaugurando um novo ano astral e movimentando seus projetos de trabalho. O momento é ótimo para o relacionamento com colegas e superiores e também para uma mudança de emprego.

O Sol começa a caminhar através de Áries e suas amizades ganham um novo movimento. É possível que um contato com uma grande empresa comece a gerar frutos. O momento é ótimo para firmar novos contratos.

Dia difícil, especialmente para suas emoções, que podem viver momentos de relativa dificuldade diante de um imprevisto. Urano, Marte, Lua e Plutão em tenso aspecto pede mudança imediata diante de uma situação específica.

O Sol começa a caminhar através de Áries inaugurando um novo ano astral e movimentando seus projetos e planos de negócios, especialmente os que envolvem pessoas e empresas estrangeiras. Renovação da fé.

O Sol começa a caminhar através de Áries movimentando ainda mais sua vida doméstica e os relacionamentos familiares. O foco de sua atenção nos próximos dias certamente será sua casa. Ótimo momento para uma reforma.

Morena volta para seu quarto apressada. Almir recebe instruções de Helô. Ricardo e a delegada treinam Jô. Sarila reclama de Cyla ter deixado Bianca dançar em seu restaurante. Morena encontra uma gruta para se abrigar. Esma repreende Ayla por pensar em Bianca. Todos elogiam a dança de Bianca. Morena entra em trabalho de parto. Almir e Demir procuram Morena pela vila. Théo envolve Lívia e pergunta pela morte de Jéssica. Stenio ouve Helô falar de Morena e fica intrigado. Nasce a filha de Morena e ela resolve chamá-la de Jéssica. Helô vai para Istambul. Almir chega com Morena e a bebê ao hotel. Lívia confessa para Wanda que está apaixonada por Théo.

A Lua em seu signo está em contato com Vênus. Afeto e sensibilidade cancerianas evidenciadas. Viagens, percepções e encontros que sensibilizam e emocionam os cancerianos. Momento importante para emoções.

O Sol começa a caminhar através de Áries inaugurando um novo ano astral e movimentando seu dia a dia. Tome cuidado com o excesso de energia que pode levá-lo à ansiedade. Relaxe e medite.

FILMES EM CARTAZ Argo - 19:00 Duro de matar: u bom dia para morrer - 21:00

O Sol começa a caminhar através de Áries e movimenta suas emoções trazendo mudanças e aprofundamento de relacionamentos e sentimentos. O momento é ótimo para as finanças, especialmente as compartilhadas.

O Sol começa a caminhar através de Áries inaugurando um novo ano astral e movimentando suas finanças e investimentos. O momento é ótimo para rever gastos e fazer acordos para pagamento de dívidas.

Os bandidos levam o casal para uma ilha deserta. Dominguinhos faz com que Charlô desconfie novamente dele. Nieta acredita que Dino está se aproximando de sua vizinha e se entristece. Zenon fala para Semíramis que Nando não dormiu em casa. Ulisses pede para conversar com Lucilene depois do casamento. Frô pensa em levar a bonequinha russa para a lanchonete. Dominguinhos decide voltar para o hotel. Roberta termina de se arrumar para o casamento. Roberta chega à igreja com Kiko. Roberta se desespera com a notícia do sumiço de seu noivo. Nando e Juliana acordam na ilha deserta e estranham o local.

ANIVERSÁRIOS - Ana Cristina Rezende - Luciano Murakami - Victório Nicolini Coronel - Letícia Aguzzi Peres - Ana Clara Barcelos - Gustavo Moreira de Morais - Adriano Peroba - Sophia Vieira Chagas - Emerson Morrudo Brião Alexandre de Oliveira Silveira, filho de Jaqueline e Paulo Roberto, completa seu primeiro aniversário

00:00 Jornal da Globo 00:30 Programa do Jô 02:05 Castle 02:50 Nota 10 em Confusão 04:50 Sagrado 04:55 Telecurso 05:55 Globo Rural 06:30 Bom Dia Rio Grande 07:30 Bom Dia Brasil 08:30 Mais Você 10:00 Bem Estar 10:40 Encontro com Fátima Bernardes 12:00 Jornal do Almoço 12:50 Globo Esporte 13:20 Jornal Hoje 13:50 Vídeo Show 14:35 O Profeta 15:50 A Herdeira da Máfia 17:50 Malhação 18:20 Flor do Caribe 19:10 RBS Notícias 19:30 Guerra dos Sexos 20:30 Jornal Nacional 21:10 Salve Jorge 22:25 Big Brother Brasil 13 22:50 Globo Repórter 23:50 Jornal da Globo

00:00 Agora é Tarde 01:00 Jornal da Noite 01:45 Claquete 02:45 Festival de Desenhos 04:00 Igreja Mundial 06:50 1º Jornal 07:30 Um Gordo na Cozinha 08:00 Dia Dia 09:10 Popeye 09:35 Danny Phantom 10:00 True Jackson 10:25 Kenan & Kel 10:50 I-Carly 11:10 Jogo Aberto 12:30 Jogo Aberto RS 13:10 Brasil Urgente RS - 1ª Edição 14:00 Ponto de Luz 15:00 Futurama 15:50 I-Carly 16:50 Brasil Urgente 17:50 Brasil Urgente 18:50 Band Cidade 19:20 Jornal da Band 20:28 Show da Fé 21:20 Zoo 21:30 Os Simpsons 22:30 Pânico na Band 00:00 Conexão Repórter 01:00 Jornal do SBT 01:45 Dois Homens e Meio 02:15 The Big Bang Theory 02:45 Chuck 03:30 Suburgatory 04:00 Jornal do SBT 07:00 SBT Rio Grande 07:30 Carrossel Animado 09:00 Bom Dia & Cia 12:10 SBT Rio Grande 12:45 Três é Demais 13:15 Arnold 14:00 Chaves 14:30 Rosalinda 15:15 Jamais te Esquecerei 16:15 A Usurpadora 17:15 Quem Convence Ganha Mais 18:15 As Visões da Raven 19:20 Eu, A Patroa e as Crianças 19:45 SBT Brasil 20:30 Carrossel 21:15 Programa do Ratinho 22:45 Idas e Vindas do Amor

00:00 House 01:15 Programação IURD 06:30 Direto da Redação 07:20 Rio Grande No Ar 08:40 Fala Brasil 10:00 Hoje em Dia 12:00 Record Kids - Pica Pau 12:45 Balanço Geral 14:40 Programa da Tarde 17:30 Cidade Alerta 19:45 Rio Grande Record 20:30 Jornal da Record 21:15 C.S.I. NY 22:15 Balacobaco 23:15 Câmera Record


GERAL

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

15

Filme Crônica

Conversas

Ricardo Belleza

A Hora Mais Escura

(Zero Dark Thirty - EUA, 2012)

Antônio Almeida

Boa a época em que as palavras fluem como as águas de uma corredeira, intensas e borbulhantes. Nesses momentos, o tempo também fala, atropela os diálogos, anda mais rápido e, dando de ombros, pouco se importa se a conversa não é com ele. Diálogos apartados, à espera um do outro, fazem os minutos virarem séculos, envelhecem, enrugam a alma, entristecem os dias, descolorem o céu e fazem o vento, perdido, assoviar desalentado. Ao encontrarem-se, no entanto, ganham a energia de mil sóis, tornam os dias pequenos e transforma as horas em milésimos de centésimos de segundo.

Filme dirigido por Kathryn Bigelow e escrito por Mark Boal. Conta a história da caçada até a morte do líder da Al Qaeda Osama Bin Laden após os ataques de 11 de setembro de 2001. O roteiro deste filme teve de ser reescrito, pois a produção começou a ser feita antes da morte de Bin Laden, o título seria “Kill Bin Laden”. Achei bastante violento, com cenas de tortura por parte dos americanos da CIA contra os terroristas, boa parte do filme é assim, o que o torna além de entediante, sádico. A atriz Jessica Chastain é a agente Maya, designada para chefiar a caça ao terrorista. Chastain interpreta uma mulher obcecada em encontrar o chefe dos atentados, tendo que presenciar torturas, atentados, e perder alguns amigos em ataques a bomba. Ela se sai relativamente bem, quase convence. Achei interessante a parte dos Navy Seals, os “Focas da Marinha Americana”, que foi o grupo militar especial que matou Bin Laden, eles usam tecnologia avançada e helicópteros que não aparecem nos radares, e são meio estranhos, barbudos, toscos e tatuados, destoando do militar tradicional, parecem mais mercenários. A música é clichê, para filmes sobre o Oriente Médio, e às vezes avisa o que vai acontecer. As locações foram feitas em parte na Índia. Este longa-metragem ganhou o Oscar de melhor edição de som, dividindo-o com 007 Operação Skyfall. Divulgação

A vida moderna, de maneira geral, anda precisando se expressar mais. As pessoas não mais conversam, preferem deixar a televisão por elas falarem. Estamos virando uma espécie de seres monossilábicos, grunhindo sons que pouco dizem, elevando os ahans e hum-huns a significância de algo como amor, amizade, carinho e compreensão. Ainda não descobri o compasso do mundo, talvez não descubra nunca. O que sei é o que sinto e penso, talvez isso pouco valha. Pode parecer loucura ver alguém pelas ruas falando sozinho. Esse, deve ser um guerreiro, alguém que discursa para os amigos e para Deus, um solitário à beira da extinção. É preciso resgatar os diálogos, dar a eles o seu verdadeiro valor. É certo que muita coisa irá mudar, inclusive nós mesmos. Assim, espero que as palavras não morram. Se sucumbirem, ficarei com a esperança de que o silêncio ainda esteja querendo dizer alguma coisa. A ele, farei companhia, silenciando junto, na esperança de que o diálogo não morra. av_almeida@yahoo.com.br

Coluna do Doutor

José Brasil Teixeira

Como vai seu sono? A perda do sono natural ocorre por muitas causas. A insônia pode estar ligada à depressão, à ansiedade transitória ou crônica e outras. Já o idoso, normalmente, dorme menos e o adolescente, mais. Insônia ocorre na ansiedade consciente ou inconsciente. Assim, um assunto que mexa com as emoções, poderá levar a nossa mente a reagir com um sono não reparador. O sono tem um funcionamento cíclico, orientado nos humanos e nos mamíferos de hábitos diurnos pela luminosidade solar, criando um relógio biológico, o qual é responsável pelo despertar quase sempre a

mesma hora. É a alternância de sono e vigília. Pois essa regularidade é extremamente necessária ao bom funcionamento do organismo. A alternância do sono/vigília e da vigília de forma que se possa chamar de fisiológica, é feita por uma estrutura reguladora localizada no tronco cerebral, a qual, além de um compasso próprio, recebe estímulos de outras regiões do cérebro, do córtex frontal e do hipocampo, principalmente das memórias recentes aí localizadas, que estimulam a vigília. E é nesta região do tronco cerebral e em sua alteração onde

somos vitimados pela insônia. Há muitos anos, uma pergunta que comumente faço aos pacientes é: como vai seu sono? ou: você está satisfeito com seu sono? O mais das vezes em situações em que o paciente surpreende-se, pois acha que a mesma não tem nada a ver com a queixa inicial: uma cefaleia, cansaço ou perda de memória. Tanto o corpo como o cérebro em particular, apresentam uma fisiologia diferente durante o sono: a pressão arterial é mais baixa nas primeiras horas, o ritmo respiratório se modifica, ondas cerebrais lentas,

modificação na viscosidade sanguínea, a temperatura tende a cair e muitas modificações metabólicas só ocorrem durante essa fase; algo como se o corpo trabalhasse em marcha lenta. Em relação ao cérebro, este tem seus ciclos clássicos, de sono superficial e profundo, os quais necessitam ocorrer. E, embora tenha sua fase ativa nos necessários sonhos, é durante o sono que o cérebro descansa e as memórias são sedimentadas. Os distúrbios mais comuns do sono são: demorar a iniciar o sono, ter o sono interrompido (acordar

ou superficializar várias vezes) e o despertar precoce (acordar na madrugada e não dormir mais). Quem padece, regularmente, desses distúrbios e de forma crônica, acaba por apresentar o que se conhece como “Síndrome da Privação do Sono”, que constitui-se em: despertar cansado, lassidão diurna, cansaço fácil, sonolência vespertina, perda da atenção, da concentração e distúrbios de memória, entre as mais comuns. Além de apresentar, quando tal ocorre por muitos anos, uma maior tendência à demência. Durma bem!


16

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

GERAL

Dia Mundial da Água busca uso consciente dos recursos naturais

por Niela Bittencourt Hoje é o Dia Mundial da Água. É nessa oportunidade que o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Negro, Luciano Cardona, sugere à população uma postura responsável. Tudo pela preservação dos recursos naturais. Entre as dicas, evitar o descarte e acúmulo de lixo em locais inadequados. Eis um dos principais desafios daqueles que buscam proteger os rios. Aliás, o comitê é um dos grupos que atuam na região. Como explicou Cardona, há representantes de várias entidades, órgãos públicos e comunidade, que juntos atuam na resolução de conflitos sobre o uso da água. Mas não só isso. É preciso

entender que o território brasileiro está divido em bacias hidrográficas. Os comitês das diferentes bacias fiscalizam o uso dos recursos hídricos. Ele exemplifica que há produtores rurais que necessitam da água dos rios para suas propriedades, um não pode invadir o espaço do outro; há ainda captação para abastecimento. É preciso garantir o uso consciente e evitar a degradação. “Não só vigia, como tem autorização de, até, embargar uma obra. Tem autonomia para, no mínimo, pedir uma melhor análise de projetos para que a determinação legal seja cumprida”, argumentou. Cerca de dez entidades e cinco municípios integram o comitê:

Aceguá, Candiota, Hulha Negra, Dom Pedrito e Bagé. Cardona está no cargo desde o final do ano passado, e diz que as atividades apenas estão começando. Inclusive, está em tratativa um convênio entre o comitê e a Aciba para que seja possível captar recursos do governo federal para custear as atividades, como viagens e a implantação de uma secretaria executiva. Sem o convênio, o comitê não pode receber verba pública. Quando questionado sobre os principais desafios da gestão, voltou a falar sobre o lixo na zona urbana, que sempre acaba no leito dos rios. “A população descarta o lixo deliberadamente, em qualquer lugar”, ponderou.

Já na zona rural, ainda é desafio a ocupação de áreas de preservação permanente. “Uma situação que está melhorando”, garantiu. “Os produtores já estão se conscientizando que se cada um fizer a sua parte, a água será de qualidade, assim como os peixes, a vida nos mananciais”, concluiu. A preocupação também é com os leitos – a busca é por áreas arborizadas, com mata nativa e ciliar recuperadas. “O desafio é o desenvolvimento sustentável”, acrescentou. Cardona diz que seu vicepresidente, o professor da Universidade Federal do Pampa, Alexandre Schafer, desenvolverá um projeto junto à instituição. A

primeira etapa será a elaboração de um estudo e, posteriormente, a preparação de um dossiê sobre a bacia hidrográfica. As atividades serão in loco e o resultado será subsídio para palestras e cursos a fim de esclarecer à comunidade o que é a bacia hidrográfica do Rio Negro. “É preciso conhecer para preservar”, falou. Justamente esse é o nome do projeto. Cardona também lembrou que 2013 é o ano internacional de cooperação pelo uso consciente da água. A bacia hidrográfica do Rio Negro tem extensão total de 69 mil quilômetros. No Brasil, porém, há três mil quilômetros. Ela nasce no município de Hulha Negra.

escola municipal de Ensino Fundamental Professor Miranda, às 9h e às 14h. Os estudantes, além de conhecer o processo de tratamento da água,

realizado na Estação de Tratamento de Água (ETA), assistirão a um vídeo sobre meio ambiente. Também está prevista uma palestra intitulada “A

água em nosso cotidiano”, que será ministrada pelo engenheiro químico do Daeb, Maiquel Vieira, para os alunos do Ensino Médio da Escola Estadual

Carlos Kluwe. O evento será a partir das 8h30min, no auditório da escola. A Universidade Federal do Pampa também é parceira na iniciativa.

DAEB recebe estudantes

O Centro de Educação Ambiental do Departamento de Água e Esgotos de Bagé irá receber 160 alunos, do primeiro ao quinto ano da


GERAL Obra será apresentada hoje

Mário Lopes lança seu terceiro livro Antonio Rocha

“É sempre emocionante: igual ou maior do que a primeira vez”

por Niela Bittencourt São 50 micro biografias, como define o autor, mas mais do que isso, o livro Personalidades de um século em Bagé, conta, em suas páginas, com o talento do jornalista Mário Lopes. A obra será lançada hoje, às 19h, no Da Maya Espaço Cultural, por meio do Núcleo de Pesquisas Históricas Tarcísio Taborda. Trata-se de uma coletânea de textos, escritos por

Lopes no decorrer dos seus 70 anos de carreira. A seleção conta com nomes conhecidos e desconhecidos da comunidade. O jornalista contou à reportagem que a escolha foi do Núcleo, uma vez que em seu arquivo há mais de mil micro biografias. A ideia inicial era lançar o título de A a Z, mas foi descartada, ou melhor, adiada. Essa é terceira obra lançada - o primeiro título foi lançado em 2007, Fatos e Personalidades; logo também foi publicado O centenário da Aciba. Lopes diz que a intenção é que o livro se torne um objeto de pesquisas para estudantes, sobretudo aqueles que se interessam pela história de Bagé e de seu povo. Dentre os textos e personagens, o jornalista destaca Emílio Guilayn. Segundo ele, foi um dos textos mais prazerosos tanto no que diz respeito à pesquisa quanto à confecção. Ele justifica lembrando que Guilayn foi o primeiro presidente da Associação Rural de Bagé, também o fundador da primeira casa bancária do município. Além do fato de ter atuado como comerciante, pecuarista, e na indústria. Apesar da empolgação com o trabalho, ele admite que a ideia de publicação não foi sua. “Apresentei para o Núcleo de Pesquisa, eles acharam que deveriam tornar público”, comentou. Apesar de não ser a primeira vez, e a idade conferir experiência, ele se diz emocionado com o lançamento: “é sempre emocionante. A expectativa, a ansiedade é até maior, mesmo com a idade. Eu até diria que tudo se renova. É igual ou maior do que a primeira vez”.

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

17


18

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

GERAL Projeto da Rádio Gaúcha discute, no dia 26, aspectos socioeconômicos da cidade

Debates do Rio Grande em Bagé por Fernanda Mendonça A Rádio Gaúcha retoma o projeto Gaúcha Debates do Rio Grande e a primeira cidade a receber o programa vai ser Bagé, no dia 26 de março às 19h30min, no Auditório do Complexo Cultural do Museu Dom Diogo. O projeto está voltando às comunidades que já foram visitadas, a fim de reunir as lideranças e discutir a situação socioeconômica dos últimos anos. Estarão presentes empresários da região, representantes de órgãos e entidades, como Valmor Coradini Jr., Gedeão Pereira e Renato da Rocha. A discussão mediada pelo comunicador do Grupo RBS, Lasier Martins, também terá Ronald Krummenauer, representante da Agenda 2020, apresentando um diagnóstico da região, feito a partir

das áreas de saúde, segurança, educação, emprego e infraestrutura, que servirá como apoio aos painelistas. O mediador do debate relata que o objetivo do projeto é discutir a situação do Rio Grande do Sul que vem perdendo espaço para outros estados como Paraná, Mato Grosso e Santa Catarina. “Em 2012, o PIB do Rio Grande do Sul foi negativo”, declara Lasier Martins. O jornalista esclarece que a intenção é dar privilégio a vozes de representantes da comunidade e dos principais setores econômicos do município. Em relação a Bagé, Martins disse que a cidade tem a economia depreciada, alto índice de desemprego e êxodo. “A gente quer achar uma solução para que a população fique na cidade”, afirma.

O primeiro programa aconteceu na cidade no ano de 2009, de acordo com o apresentador, quando também se ouviu setores da comunidade sobre os principais focos de atraso e desenvolvimento da região. A nova visita vai servir para rever o que foi modificado nesse período. “Queremos saber o que mudou de lá para cá. Se os aspectos negativos foram modificados e se não foram, o por quê de não terem sido mudados”, disse. Além do Debate, durante a tarde do dia 26, será apresentado da cidade, o programa Gaúcha Repórter, com transmissão através dos estúdios da Rádio Cultura. Toda a comunidade está convidada para participar do Debate, a entrada é gratuita.

Sindicato dos Trabalhadores Rurais alerta sobre Instrução Normativa para controle do javali O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bagé alerta aos proprietários agricultores e pecuaristas familiares sobre a vigência da Instrução Normativa nº 03/2013 de 31 de janeiro de 2013 do Ibama, que decreta a nocividade do Javali e dispõe sobre o seu manejo e controle da espécie vivendo em liberdade em todo território nacional. O Controle do javali conforme previsto na instrução com-

preende a perseguição, abate, a captura e marcação de espécimes para rastreamento seguidas de soltura, a captura seguida de eliminação e a eliminação direta de espécimes, não será permitido o referido controle nas propriedades particulares, sem o consentimento do titular ou detentor dos direitos de uso da propriedade. “Há vários anos o Sindicato com abrangência regional reivindicava junto ao governo através

do órgão competente a devida liberação para que o proprietário possa efetuar o abate do animal, considerado invasor, e predador, causando prejuízos crescentes junto à agricultura e pecuária bovina e ovina em toda a grande região”, afirma o presidente do Sindicato, Nelson Wild. A referida Instrução Normativa encontra-se à disposição dos interessados na sede da entidade.


GERAL

Funcionários do Hospital Universitário reclamam falta de repasse salarial

Após a renegociação judicial de salários do Hospital Universitário (HU), efetuada em 2012, funcionários reclamam que o SindiSaúde ainda não efetuou o repasse. O processo que foi aberto contra a Universidade da Região da Campanha devido ao atraso salarial, foi acordado em instância judicial, onde o HU parcelou a dívida e efetua o pagamento diretamente ao sindicato. Segundo um dos membros da diretoria do SindiSaúde, Rafael Duarte de Menezes, o pagamento das parcelas iniciou em janeiro de 2012 e até o momento não teria sido repassado nenhum valor aos funcionários. “Vamos realizar uma assembleia geral com os trabalhadores, direto-

Gleider Ayres

Assembleia Geral deverá definir a situação

ria do sindicato e representantes da confederação regional de saúde para pedir que a presidente seja afastada e o caso seja investigado”, fala. De acordo com Maria Conceição Prestes, presidente do SindiSaúde Bagé, o pagamento será realizado assim que forem quitadas todas as parcelas. “Já efetuamos este mesmo tipo de procedimento em outros momentos. O processo ainda tramita na justiça e a administração do hospital está pagando em dia, vamos esperar o pagamento da última parcela, que deve ser paga entre julho e agosto, para depois pagar os funcionários um por um”, ressalta. Menezes argumenta que o pagamento desta forma não foi

estabelecido com os funcionários. “Não houve uma assembleia geral, nem mesmo um acordo entre sindicato e funcionários. Na próxima quarta-feira vamos nos reunir em assembleia e pedir o afastamento da então presidente para investigar o que ocorreu, e pedir esclarecimentos”, relata. Ele ainda afirma que ao todo faltam ser pagos cerca de R$ 157 mil. “Queremos ver a prestação de contas e como será feita a divisão dos rendimentos entre os funcionários envolvidos no processo judicial”, encerra. A Assembleia Geral está programada para ocorrer na próxima quarta-feira, 27, ainda sem horário definido.

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

19


20

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

GERAL

IPAF recebe vistoria de Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa Fotos: Antonio Rocha

Maria Helena diz que serviço é o único no interior do estado

Schruber Jr. coloca que relatório ainda passará por análise em Brasília

Claire afirma que visitas garantem qualidade de formação

O Instituto de Psicologia Aplicada e Formação (IPAF) de Bagé recebeu nesta semana a visita de dois doutores da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa (ABEP), que vistoriaram o serviço oferecido pela empresa no município. Com o objetivo de formar especialistas na área de neuropsicologia, a avaliação da associação é de suma importância para a certificação do serviço realizado. Conforme a doutora em psicologia e professora da Universidade Federal do Paraná, Claire

Lazzaretti, a vistoria faz parte da garantia do oferecimento de cursos de qualidade. “As entidades nos enviam toda a documentação dos trabalhos desenvolvidos, a vistoria in loco serve para garantir que a qualidade do curso oferecido é compatível com as normas legais e também com a documentação”, explica. Para Maria Helena Marques Dias, responsável pelo instituto na cidade, a presença de profissionais da ABEP traz a maior credibilidade do serviço oferecido. “Estas visto-

rias não são comuns de acontecer, receber estes doutores nos dá a credibilidade perante nosso comprometimento com a especialização de novos profissionais”, coloca. Segundo Julio Schruber Jr, doutor em gestão do conhecimento, após a vistoria o relatório é enviado para Brasília. “Nosso parecer vai ser encaminhado ao Conselho Federal de Psicologia para depois ser enviada a resposta do serviço”, complementa. O IPAF Bagé é o único que passou por vistoria no interior do Rio Grande do Sul.


GERAL

SEXTA-FEIRA 22 de março de 2013

21

Paciente tem solicitação de Troca de material para curativo negada estação garante Moradora do bairro Castro Alves, Iara Rodrigues, há 10 meses realizou uma cirurgia no intestino, desde então, ela usa uma bolsa de colostomia. Para higienizar o local, é necessário o uso de materiais como gaze e soro. Porém, a gaze deve ser do tipo esterilizada, para evitar qualquer contaminação. Para conseguir o material, Iara foi até o posto de saúde do seu bairro, em que segundo ela, foi negado o pedido. A paciente relata que não é a primeira vez que a solicitação não é atendida. “Eu fui no Posto e eles me responderam que não tinham a gaze”. Ela explica que apesar do material não ter valor alto, ela tem o direito de recebê-lo pelo Posto. “Eu já recebo o soro e o resto do que preciso da Secretaria de Saúde do Estado, a única coisa que fui pegar no Posto é a gaze esterilizada”, relata. Em contato telefônico com o posto de saúde do bairro Castro Alves, a coordenadora dos agentes comunitários de saúde, Cláudia Schneid, negou a falta de materiais no local e disse que não foi recebido

Antonio Rocha

Iara diz que está indignada, pois sabe dos seus direitos

nenhum pedido de gaze. “Não negamos gaze para ninguém, só se tivesse no autoclave (esterilizador)”, disse. Já a responsável pelo setor de Estratégia da Família da Secretaria Municipal de Saúde, Diva Oliveira, respondeu que o procedimento de não fornecer o material para o

curativo da paciente é equivocado. Em conversa com a coordenadora do Posto, ela também recebeu a informação de que não houve pedido de material. “Eu peço que a paciente volte ao posto e pegue a gaze, porque ela tem esse direito. Essa situação é inaceitável”, conclui.

temperaturas amenas na região

Após período de chuvas, o final de semana deve ser de tempo seco e temperaturas amenas em Bagé. O total de precipitação registrado no mês de março, até a chuva da última tarde, foram de 36 milímetros segundo o Departamento de Água e Esgoto de Bagé (DAEB). O tempo seco retorna ao estado e o sol aparece em todas as regiões. Hoje a temperatura mínima é de 17° e não deve ultrapassar os 25°. O dia será de sol com algumas nuvens e névoa ao amanhecer. Já à noite o céu deve contar com poucas nuvens. Uma massa de ar seco sobre o Rio Grande do Sul deixa o amanhecer frio com temperaturas mínimas em torno dos 12°, no sábado. Com a presença do sol as temperaturas se elevam rapidamente durante a tarde. A máxima deve chegar aos 24° e não existe previsão de chuva. O domingo será marcado por temperaturas baixas no amanhecer e ao longo do dia, a presença do sol mantém a elevação das temperaturas em todas as regiões. Em Bagé a mínima fica em torno de 8°C e a máxima em torno de 24°.


SEGURANÇA Acidente deixa ferido e Câmeras autor não presta socorro 22

SEXTA-FEIRA

22 de março de 2013

Na noite da última quartafeira na avenida Visconde Ribeiro Magalhães, no bairro Ipiranga, a Brigada Militar foi acionada para atender uma ocorrência de trânsito. O veículo de placas IOT 9148 estava estacionado quando uma motocicleta colidiu contra o mesmo. O veículo teve danos mate-

riais e o condutor da moto deixou o passageiro cair. Este teve lesões e foi socorrido pelo SAMU. Ficou no hospital para observação. A vítima informou que a testemunha prestou socorro. O autor não foi encontrado. Familiares informaram que ele é menor de idade e não sabem de quem é a motocicleta.

Celular é furtado em local de trabalho Na manhã de ontem, a vítima informou na DPPA que havia deixado seu celular da marca LG, de cor preta, em cima

de uma prateleira, em seu local de trabalho e, que segundo uma testemunha, um homem teria furtado o aparelho.

registram agressão a idoso

Fotos: Reprodução GGI

Homem é segurado por populares que flagraram ato de violência

Brigada Militar chega após aviso do GGI-M

Agressor é algemado e levado para viatura

BM leva detido para registro na DPPA

OBITUÁRIO Leonço Soares, 89 anos, solteiro, pedreiro aposentado. Residia na rua Emílio Médici, 330 – Bairro Ipiranga. Não Deixa filhos. Haydee Figueiroa Santanna, 91 anos, solteira, dona de casa. Residia na rua José Froes, 131. Deixa os filhos Heloy, Adail, Carlos e Marco Antônio.

Em atuação do Gabinete de Gestão Integrada Municipal, GGI-M, com as câmeras de videomonitoramento, foi flagrado um homem agredindo um idoso na rua Monsenhor Constábile Hipólito, esquina General Osório.

O GGI-M acionou a Brigada Militar que, ao chegar no local, constatou que o agressor já estava detido por populares. Após preso, várias ocorrências foram identificadas em sua ficha.

Disque 100

O crime de maus-tratos contra idosos é investigado pelo Cartório do Idoso. Todas as denúncias podem ser efetuadas, anonimamente, pelo Disque 100.

Atropelamento deixa homem ferido Cristiano Lameira

Ontem pela manhã, na rua Líbio Vinhas, Arlei Delgado foi atropelado próximo a um contêiner de coleta de lixo. Com o impacto desmaiou caindo na via. O condutor do veículo prestou socorro e chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, SAMU. A vítima foi levada ao Pronto-Socorro. SAMU prestou socorro à vítima

Idosa é agredida pela filha Na manhã de ontem, uma idosa de 72 anos comunicou na Delegacia de Pronto Atendimento que

está sendo agredida pela própria fi- foi agredida duas vezes por meio de lha. Segundo informação do boletim socos e tapas. Ela ressalta, ainda, que de ocorrência, a idosa afirma que já recebe ameaças.

Foi comunicado na tarde de ontem, pelo esposo da vítima, que há duas semanas sua esposa fez uma cesariana no bloco obstétrico da Santa Casa. Na ocasião, a paciente ficou internada por 48h.

Na semana seguinte, disse ele que sua esposa começou a ter febre e dores. Procurou o posto e foram retirados os pontos. Quando a sua esposa retornou para casa seguiu com dores e começou a expelir um líquido.

Gaze é esquecida dentro de paciente

No retorno para Santa Casa foi verificado que foi esquecida, dentro de seu útero, uma gaze. Foi reaberta a operação e feita uma drenagem. A paciente ainda está internada por estar com quadro de infecção.


ESPORTES

Cinco novas vagas para árbitros em Bagé O Curso para Formação de Novos Árbitros de Futebol – Turma de 2013 contempla Bagé com cinco vagas. A promoção é da Federação Gaúcha de Futebol, cujo delegado regional em Bagé é o desportista Carim Roberto Saliba, que, ainda ontem, foi alvo de matéria publicada no jornal FOLHA do SUL a respeito da aprovação de árbitros e assistentes locais e regionais para aproveitamento

higinobage@yahoo.com.br Divulgação

imediato em competições oficiais. Para o novo curso, inscrições estão abertas até 30 de abril, para candidatos de ambos os sexos, faixa etária de 17 a 30 anos. A realização será de 4 de maio a 16 de outubro, com investimento mensal de R$ 300. Informações adicionais podem ser obtidas com o próprio Saliba (53) 9963.1328) ou www. fgf.com.br.

AMISTOSOS – Escola de Futebol Grêmio Conveniada Bagé leva suas equipes pré-mirim, mirim e infantil neste sábado a Candiota, para amistosos contra o Genoma Colorado. Coordenador da escola, Roberto Padilha destaca que os jogos proporcionarão a observação de cerca de 30 garotos recentemente integrados ao grupo.

Rizzato foi o segundo colocado em pistola production, enquanto Roberto Jardim foi o terceiro em pistola standard. A segunda etapa do estadual está programada para o dia 21 de abril, em Capão do Leão.

Tênis é uma forte atração

m

O Bagé Tênis Clube sedia neste final de semana um evento esportivo de grande porte. Trata-se da 1ª Copa de Tênis Clínica Previtali, com disputas previstas de hoje ao próximo domingo.

Estão previstos jogos em 11 categorias distintas, destacando-se inédita premiação em dinheiro, na primeira classe, livre B. Praticante da modalidade há quatro anos e considerado importan-

GAUCHÃO – Jogos de quarta-feira: Pelotas 1x3 Grêmio, Veranópolis 2x1 Canoas (que teve seu gol marcado pelo bageense Julinho), Cerâmica 0x1 Novo Hamburgo, Juventude 2x0 Santa Cruz, Lajeadense 1x0 Cruzeiro, Passo Fundo 2x0 Caxias, com o bageense Chiquinho Resende novamente marcando gol. COPA DO MUNDO 2014 – Hoje, pelas eliminatórias sul-americanas, Uruguai x Paraguai, Chile x Bolívia, Argentina x Venezuela, Peru x Colômbia, folgando o Equador.

Saliba é o delegado regional da FGF

campeonato gaúcho de 2013, Vieira confirmou o seu favoritismo. Na concorrida competição realizada em Santa Maria, Vieira ficou em primeiro lugar na modalidade revólver standard. Também na representação bageense, Mauro

22 de março de 2013

Resumo esportivo

Tiro prático: Vieira outra vez no alto do pódio Há 11 anos, o eletricitário Luiz Alberto Vieira, natural de Lavras do Sul e desde criança radicado em Bagé, é o número 1 do tiro prático no Rio Grande do Sul, inclusive destacando-se em nível nacional. Pois, na primeira etapa do

23

SEXTA-FEIRA

te incentivador do tênis na cidade, o médico André Previtali empresta o prestígio de sua organização ao evento, que deve ter a presença de atletas de vários municípios da região.

LEANDRO – O jovem atacante, que foi para o Palmeiras na vinda de Barcos para o Grêmio, marcou os gols palmeirenses na vitória de 2x0 diante do Botafogo de Ribeirão Preto. INDUSTRIÁRIOS – As duplas Sérgio/Marcelo, da empresa EMS, e Alexandre/Roberto, da CGTEE, ambas de Candiota, classificaram-se, em dominó, para a Olimpíada Regional do Serviço Social da Indústria (Sesi), que será realizada dia 7 de setembro, em Rio Grande. FUTSAL FEMININO – Próxima atração da modalidade será a Taça Cidade de Bagé/Jornal AP Esportes, que deverá começar dia 14 de abril, no Ginásio “Presidente Médici”, com amplo apoio da Secretaria Municipal da Juventude, Esporte e Lazer, cujo titular é Sidenir Ferreira. Informações mais amplas estão sendo disponibilizadas pelo organizador do evento, Maurício Camargo, pelo telefone 9979.1473. VASCO FIASCO – A rima é verdadeira. Dois jogos na Taça Rio, duas derrotas. Anteontem, para o Novo Iguaçu, 2x0. A torcida voltou a pedir a saída do treinador Gaúcho e ele, finalmente, foi demitido. A QUARTA DA BAGEENSIDADE – No campeonato paranaense, o Cianorte, do treinador Ronaldo Rangel (Bagé), perdeu, em casa, para o Operário de Ponta Grossa, por 3x0. No goiano, o Aparecidense, de Anderson Paim de Rodrigues, o Son, ficou no 0x0 diante do Goianésia. AMISTOSO INTERNACIONAL – Ontem, em Genebra, Brasil 2x2 Itália, gols de Fred e Oscar para o Brasil.

21/03/13 FEDERAL nº 4746

1º 67.241 2º 64.893 3º 03.758 4º 65.705 5º 14.734 MEGA-SENA Nº 1478 10 27 37 40 47 55 LOTOMANIA Nº 1333 05 21 24 26 34 44 48 51 55 58 71 73 75 76 78 81 86 88 92 97

LOTOFÁCIL Nº 882 01 02 07 08 10 11 12 13 14 17 18 19 22 24 25 QUINA 3149 01 16 30 60 67 DUPLA-SENA Nº 1160 Primeiro sorteio 05 08 13 14 41 49 Segundo sorteio 11 18 37 38 42 48


www.jornalfolhadosul.com.br

BAGÉ, SEXTA-FEIRA, 22 DE MARÇO DE 2013

Gaúcho

FOLHA SUL


BAGÉ, SEXTA- FEIRA, 22 DE MARÇO DE 2013 - Ano 1 - N° 37


Bagé, 22 de março de 2013

Dica de Etiqueta: Especial kids

Papo com MP

BAGÉ, SEXTA- FEIRA, 22 DE MARÇO DE 2013 - Ano 1 - N° 37

“No olhar ingênuo de uma criança decifra-se a vida”, frase que me veio agora ao pensamento ao iniciar este Papo de número 37 com vocês. E são elas, as crianças, as protagonistas do caderno de hoje num editorial repleto de cores e vibração para Picorrucho. Trabalhar com os pequenos é sempre gratificante, principalmente porque eles ensinam a nós, adultos, que a verdadeira alegria nasce da simplicidade essencial de tudo que é descomplicado. Essa, a mesma alegria propulsora que faz com que os anjos possam bater suas asinhas pelo Universo... Na sessão Tendência, mergulhamos com tudo na trend sessentista que reapresenta o clean como trend da temporada fria – o maxi

sede lugar ao minimalismo no outono/ inverno com seus grafismos ultra chics em cortes retos. Já na sessão Gastronomia nos inspiramos na temperatura que começa a cair e preparamos uma lista de caldos. Em Ambiente & Decoração, apresentamos em primeira mão o décor do apartamento modelo do elegante edifício La Cheumière, obra que leva a assinatura da Dalé Construções. Para finalizar, Fashion People exibe hoje a mais nova parceira do caderno, a Magui Modas, representada pela elegante Cláudia Camargo. É isso mesmo, ConteMPorâneo é um caderno feito com carinho e pureza, onde o belo da vida salta aos olhos em todas as suas editorias. Boa leitura e até a próxima sexta-feira! Com especial carinho, MP.

Capa No show da vida, as crianças br i l h a m c o m o protagonistas do futuro! A capa da edição de hoje apresenta essa vibe nos modelinhos Mariana Pereira e Tiago Cantarelli – oito e quatro anos, respectivamente. Com aquela energia infantil da alegria legítima, que contagia toda e qualquer atmosfera ao redor, os pequenos foram pura desenvoltura diante das lentes de Diones Alves na casa de festas Mega Teen. Nos looks Picorrucho de capa, observa-se o dress code atemporal quando o assunto é ser criança: o rosa para as meninas e o azul para os meninos. EXPEDIENTE Jornal FOLHA do SUL Editor Geral Glauber Pereira

Edição e Reportagem Marcos Pintos

Fotografia Editorial Diones Alves

Estagiária Jéssica Pacheco

Diagramação Cristiano Lameira

Gerenciamento Comercial Leisa Soria

Revisão Lorena Robaina

Este caderno é um suplemento do Jornal FOLHA do SUL, não pode ser vendido separadamente.

Como hoje nosso editorial é dedicado aos pequenos, resolvemos abordar em “Dica de Etiqueta” a questão crucial da privacidade. Para ensinar seus filhos a respeitarem a sua, você deverá – antes de mais nada – respeitar a privacidade deles. Assim, sugerimos: 1. Não tente se envolver nos papos da gurizada com os amigos e colegas; 2. Não se ponha a escutar conversas atrás das portas; 3. Não mexa nos seus pertences como se estivesse a procura de provas para incriminar um delinquente; 4. Bata à porta do quarto e espere um “pode entrar”, antes de adentrar o ambiente íntimo da criança ou do adolescente. Outra dica interessante é ensinar aos seus filhos que não interrompam diálogos. Isto é uma parte da aprendizagem que instrui a respeitar os direitos dos outros. Cabe a você ensinar os pimpolhos a esperar por um intervalo na conversa para que possam intervir. A mãe que invariavelmente para o diálogo e diz: “O que foi, querido?”, quando o filho a interrompe, está mostrando a ele um exemplo nada saudável para a vida em sociedade. #Fica a dica!

Alta perfumaria: Chance, de Chanel Hoje exploramos o sétimo lugar da lista dos perfumes femininos mais vendidos do planeta. Aproveitando o sucesso de Coco Mademoiselle, caras leitoras, Chance, de Chanel, foi lançado em 2003 com o mesmo propósito: atrair as jovens. Para isso, o frasco ganhou roupagem mais informal e foram incluídas notas de cidra e baunilha. “É o que chamamos de memória olfativa. A estrutura do perfume permanece quase a mesma, fazendo com que a mulher reconheça o cheiro. Mas as novas notas trazem frescor e leveza, característica primordial das mulheres jovens”, disse a renomada perfumista Verônica Kato em entrevista à Vogue. Corra a Aceguá e compre já o seu!

Mundo mágico: Modelinhos Picorrucho Nosso staff Picorrucho de modelos é pura energia! Quem são eles? As manas Helena e Mariana Pereira, quatro e oito anos; Tiago Cantarelli, quatro anos; Maria Júlia, sete anos; Luísa, oito anos e Thomas Teodoro, de apenas um aninho! Esse time de “pequenos gigantes” está de parabéns pelo comportamento, disposição e alegria dispensados na hora de fotografar para o editorial contemporâneo desta sexta-feira.


Bagé, 22 de março de 2013

Estilo sessentista brilha como must have da temporada outono/inverno 2013 Atenção leitoras conteMPorâneas: estamos vivendo uma viagem aos anos 60! Inspirados em uma estética clean com detalhes em cores e novos materiais como o vinil, o grafismo e as cores marcantes indo para o estilo futurista, a moda retorna ao minimalismo depois da tsumami “Max” que invadiu as vitrines nas últimas temporadas. Atualmente o mundo fashion se rende a esse passado que nos é tão recente como o estilo de cabelo d e Tw igg y, modelo famosa nos anos 60 pelo penteado curtinho, cílios bem marcados (quase uma boneca) e minissaias. No shape, a inspiração continua em 1965 com o estilista André Courréges que operou uma verdadeira revolução na moda com sua coleção de roupas de linhas retas, minissaias e botas longas. Enquanto isso, Saint Laurent criou vestidos tubinho inspirados nos quadros neoplasticistas de Mondrian e o italiano Pucci virou mania com suas estampas psicodélicas. Nas passarelas atuais, a forma da silhueta reta herdada desta década está conquistando muitos fashionistas e estilistas em suas coleções como vimos nos últimos desfiles das temporadas internacionais. ConteMPorâneo retornou no tempo para trazer a vocês o vintage chic dos anos 60. Inspirem-se!

Fotos: Divulgação/FS

Anne Hathaway, cabelo referência a Twiggy nos anos 60 Mulberry Coleção outono-inverno 2013/2014

Lacoste-Coleção outono-inverno 2013/2014

Modelagem reta-Minimalismo Jil Sander

Coleção futurista e silhueta retaMichael Kors

Tubinho com grafismo Helmut Lang

Tubinho verde limão Missoni


Bagé, 22 de março de 2013

Picorrucho retorna à tradição inocente trazem rosa, azul e motivos infantis Picorrucho investe mais uma vez no rosa como a cor que remete à delicadeza infantil

O vestidinho usado por Luísa com estampas de flores remete à doçura infantil. Já Maria Júlia optou pelo jeans + sapatilha + blusa rosa + tiara


Bagé, 22 de março de 2013

ede vestir ao sugerir peças que scomo protagonistas Os vestidos infantis não saem de moda, principalmente para ir às festinhas dos amigos. No inverno, a dica é usar a peça harmonizada à meia-calça e bota

Um salto para a alegria! Tiago veste moletom com motivos do super-homem com bermuda jeans, tecido resistente que compõe qualquer guarda-roupa infantil

Fofura! Thomaz Teodoro de bermuda xadrez e moletom verde para combinar com seus lindos olhinhos! Luísa, no melhor estilo menina, veste o tradicional rosa


Bagé, 22 de março de 2013

La Chaumière abre as portas para ConteMPorâneo e exibe conforto e elegância ConteMPorâneo está sempre antenado às novidades que surgem na Rainha da Fronteira. Dentre tantas construções que mexem com o mercado civil da cidade, surge o edifício La Chaumière, um apartamento que une excelente localização, amplitude e arquitetura moderna. Com o intuito de exibir o modelo pronto para a comunidade, um grupo de empresas reuniu-se para montar um ambiente clean e ao mesmo tempo moderno. Confira nos clics a harmonia de cores, texturas e peças bem elaboradas da Dallé Construções. Iluminação, tapetes e muito branco dão ao apartamento a sensação de leveza e bem-estar

Aproveitamento inteligente: entre dois quartos foi criado um banheiro que dá acesso aos cômodos

A sala de dois ambientes aumenta o espaço e os detalhes do teto são remodelados com gesso, dando para o toque final a harmonia entre elegância e modernidade

O apartamento localizado no penúltimo andar permite que o morador tenha na sacada da sala de estar a visualização de grande parte da cidade Expediente Apartamento: Dallé Construções Vendas: Novolar Imóveis Parceiros do decor: Atittude, Multimóveis, Pietre Colarate, Eletroágua, Multimix, Obino, Belo Mármore, Guida Collares e Rainha das Noivas Fotos: Jéssica Pacheco

A cozinha do apartamento lembra o Espaço Gourmet, onde a peça é valorizada e passa a fazer parte dos outros cômodos - excelente para quem gosta de reunir os amigos unindo gastronomia e diversão


Bagé, 22 de março de 2013

O Outono chegou e junto com ele aquele friozinho que inspira a culinária gaúcha com essência italiana Ainda é março, mas as temperaturas amenas já atingiram a Rainha da Fronteira. Pensando nas folhas que caem e no vento frio que o Outono proporciona, ConteMPorâneo imergiu nos sabores quentes. Afinal, quem é que não quer casar a ideia de lareira, um bom vinho e caldos? Para encontrar uma receita fácil, deliciosa e com tradição não fomos muito longe. Ainda dentro da redação do jornal FOLHA do SUL, o jornalista Felipe Valduga mostrou que além de escrever, também domina a arte gastronômica como hobbie. De acordo com Felipe, que é descendente de italianos, o Caldo de Brodo é um prato típico de sua terra natal, Nova Bréscia - um município colonizado por imigrantes. “Diferente daqui, onde há pouco caldo e muitos ingredientes, lá, na hora de saborear, é retirada toda parte sólida, ficando apenas o caldo bem quente para beber”, comenta o jornalista. O Caldo de Brodo pode ser feito com carne bovina ou de frango, onde a peça é cozida com água até soltar bem o caldo da carne. A dica é tomá-lo logo, quando estiver pronto, pois o líquido possui toda gordura da carne e é ideal para aquecer. Depois de pronto, soltar a imaginação faz parte da receita, e o queijo parmesão é bem-vindo. “Dá para tomar de caneca, ou colocar pão, caso deseje. Mas uma coisa é certa: é muito bom!”, brinca Felipe.

Temperos verdes, além de colorir os caldos, dão uma pitada especial no sabor. Invista!

Receita de Caldo de Brodo Brodo (caldo de frango e carne) 3 litros

Acompanhamentos: pão, queijo e uma taça de vinho.

Ingredientes

2 kg de asas de frango 1 kg de carne (se possível músculo com osso, o ossobuco) 500 g de mirepoix (200 g de cebola, 100 g de salsão, 100 g de alho-poró e 100 g de cenoura) 1sachet d’épices (grãos de pimenta do reino a gosto, um folha de louro, um ramo de tomilho, um dente de alho, dois talos de salsinha e um cravo) 4 litros de água fria

Modo de preparo

O caldo de brodo deve ser bebido bem quente e a dica é colocar queijo parmesão depois de pronto

1. Em caldeirão ou panela de fundo largo, coloque todos os ingredientes e cozinhe-os em fogo baixo, retirando ocasionalmente a espuma que se formar na superfície. 2. Deixe o caldo ferver em fogo muito baixo durante três horas. 3. Coe o líquido, passando por peneira fina ou chinois forrado com pano fino.


Bagé, 22 de março de 2013

Fotos: Divulgação

O rural chic em sua máxima expressão: Marina Ferraz em traje Sela & Salto

A pequena Eduarda Lima de Oliveira no melhor do estilo Kids & Co.

Tainá Fernandes modelando para a talentosa Roberta Hecht com os looks fashion da Lumina!!

Trajando elegante chemise Riccieri, Claúdia Camargo deu o chic na Magui Modas

Dulce e Laura Coradini conferindo a coleção pré-fall Chili na tarde de moda & gastronomia que trouxe a Bagé a banqueteira Flora Nobre, cap do renomado Cliff Buffet

Cheia de estilo, Natália Bonotto em momento shopping na Solaetela!

Gláucia Fernandes junto às promotoras Mary Kay, Flávia e Luíza, em momento especial Carol Silveira veste proporcionado jaqueta jeans Lucy in the pelo setor Sky com saia Farm, top feminino da cropped Espaço Fashion ASM no Dia e peep toe “blackpower” Internacional da Schutz. Look trend by Mulher Strelitza

Sempre na frequência fashion, Simone Machado e Núria Pons receberam as clientes na Núria Roupas e Acessórios em workshop que apresentou as tendências do Inverno 2013

Karine Varella foi às compras e conferiu as grifes da MG

Paula Brasil veste Morena Flor em ensaio fotográfico assinado por Sofia Fernandes


Folha do Sul Gaúcho Ed. 878 (22/03/2013)