Issuu on Google+

ABIGEATO DESAFIA FORÇAS DE SEGURANÇA

Antonio Rocha

Umas das maiores lideranças locais no combate ao roubo de gado e crimes no campo, o comissário da Polícia Civil, José Mariano Moraes Amaral, desabafa à reportagem da FOLHA do SUL. “Por diversas razões decidi minha transferência para Gramado (...) chega um momento que é necessário uma reflexão profissional”.

“Não sou de desistir de uma causa, de uma bandeira, mas a situação está insustentável, quase impossível realizar um serviço a contento, que chegue a bom termo”. Caderno Campo

www.jornalfolhadosul.com.br

Gaúcho

FOLHA SUL

R$ 1,50

BAGÉ, QUINTA-FEIRA, 21 DE MARÇO DE 2013 - Ano 3 - N° 877

Grupo ligado à UFPel estuda convênio para não atrasar trabalho

Comissão de Agência visita obras da Barragem da Arvorezinha

Divulgação

POLÍTICA Consciente do debate pré-eleitoral, Luís Augusto Lara nega candidatura a vicegovernador

Página 4

EMPREGOS Quarto colocado estadual em volume de atividades, FGTAS/ SINE inaugura nova agência local

Página 13

DIVERSÃO Tradicional Festa Fantasia movimenta lojas e beneficia estoques feitos para o carnaval

Página 17

Conforme foi anunciado pela direção do DAEB, o dia de ontem foi dedicado a receber os representantes da Agência Lagoa Mirim, cujo trabalho tem ligações com a Universidade Federal de Pelotas e com o Ministério da Integração Nacional. A proposta inicial era a de avaliar a possibilidade de um acordo legal que permitisse à agência assumir o trabalho de fiscalização das obras, já que a empresa que venceu a licitação foi afastada da tarefa por manter ligação institucional com a firma que executa o trabalho. O grupo deve, agora, trabalhar em uma minuta de convênio capaz de incluir as universidades de Bagé . Página 9

INTERIOR Acidente em estrada do interior assusta família e deixa motorista com fratura exposta

Página 18

O TEMPO HOJE Bagé - RS Sol com algumas nuvens. Não chove.

14º

24º


QUINTA-FEIRA

2

21 de março de 2013

OPINIÃO

Editorial

Infraestrutura no campo O setor primário tem dado provas de sua competência no quesito de produtividade em condições que permitam plantar, colher ou alimentar os animais. Tal sucesso é repetidamente apontado pelas somatórias das estatísticas dos últimos anos, mesmo que isso signifique também uma urgência maior por parte das demandas. Mas nem este esforço parece ter sido suficiente para que algumas iniciativas elementares acompanhem a velocidade da produção ou de seu escoamento. Na região, em meio a projetos de alto nível, ainda não houve solução para duas questões basilares: o abigeato permanente e a histórica estrada Bagé-Lavras. O caso do abigeato que chega a ser considerado cultural em áreas de fronteira é emblemático. Roubar pequenas quantidades para alimentação ou o aumento de renda com a venda de animal vivo do outro lado da fronteira chegam a ser argumentos românticos quando o contexto atual cai em análise séria. O grau de periculosidade e a organização apresentada pelos abigeatários nos campos da Fronteira e Campanha gaúchas é muito elevado. E a gravidade de sua ação se reflete na preocupação dos produtores rurais e no cada vez mais dispendioso prejuízo resultante dos roubos. O caso é tão sério que os danos do abigeato vão muito além da violência intrínseca nas ações dos grupos armados que

Glauber Pereira

glauber.pereira@hotmail.com

têm sido flagrados ultimamente – até pela considerável liberdade da qual têm se beneficiado. Somado à perda dos investimentos do pecuarista, acumulam-se riscos à sanidade animal e saúde pública, tendo por base o aquecido mercado da carne ilegal e abatedouros clandestinos. Para piorar, a incômoda noção de impunidade estimula e revigora a atividade criminosa – conforme denuncia hoje um policial civil já cansado do esforço no setor. Outro caso que já requer mais paciência do que esperança é o eterno projeto de uma rodovia asfaltada entre Bagé e o vizinho município de Lavras do Sul, mesmo que por partes, conforme anunciou o atual Governo do Estado. Providencial, a pavimentação auxiliaria em duas frentes básicas. Primeiro traria nova vida com a facilidade de acesso rápido e seguro entre cidades que uniriam rapidamente a Campanha e o centro do Estado, na rota de Caçapava do Sul e Santa Maria. O estímulo ao intercâmbio, entretanto, viria na esteira de um melhor escoamento da produção primária de toda a região, cuja expectativa já se conta às dezenas de anos. Enquanto estas duas questões – abigeato e pavimentação - não tiverem sido equacionadas, as medidas para o setor na região da Campanha terão aquela incômoda aparência burocrática.

Foto do Dia

Bageense no teatro

Divulgação

Cesar Jacinto Um desafio do Movimento Negro e da sociedade Na semana em que se assinala mais um dia de reflexão referente ao Massacre de Shaperville, quando em 1960, em 21 de março, um grupo de cinco mil manifestantes realizavam um protesto pacífico quando foram surpreendidos pela polícia da África do Sul, resultando em 69 vítimas fatais e mais 180 feridas. Em decorrência deste acontecimento, a ONU instituiu essa data como Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial. Na agenda da promoção da igualdade brasileira o desafio é estabelecer ações que, além de diminuir os efeitos do racismo cordial brasileiro no campo sociológico, termo cunhado pelo antropólogo congolense e professor da USP, Kabengele Munanga, também seja enfrentado o racismo institucionalizado, que não mata, mas fere e causa o cerceamento da população negra e indígena, principalmente nos espaços de poder. Nos últimos anos, houveram avanços com medidas governamentais, que foram desde a criação de uma secretaria com status de ministério (Seppir), realização de duas conferências nacionais sobre a temática, criação de órgãos nos municípios e estados que formulem as políticas públicas para uma agenda conjunta com o Governo Federal. Um segmento importante é o educacional, para o processo de construção de uma educação livre de preconceitos e que enfrente as discriminações presentes neste cotidiano incorporadas, inconscientemente, nas práticas pedagógicas. Esta mesma escola pode ser responsável pelo ensino de novos valores e, incorporar em sua prática, uma mediação baseada no respeito à diversidade e na pluralidade de ideias e opiniões. No ano em que a Lei 10.639/03, que alterou a LDB acrescentando a obrigatoriedade do ensino da História e Cultura Afro-brasileira na educação básica dos estabelecimentos públicos e privados, completa 10 anos, conclama-se a sociedade brasileira a somar esforços para tornar o Brasil um país justo e que a igualdade saia do campo da formalidade explicitada na Carta Magna e passe para o concreto, oportunizando a equidade desejada e acalentada a mais de cinco séculos.

Urcamp oferece último Processo Seletivo do semestre por agendamento Estreou esta semana, no teatro Oi Casa Grande, no Leblon (RJ), a comédia musical “Como vencer na vida sem fazer força”. No elenco principal, Luiz Fernando Guimarães (Globo) e Gregório Duvivier (porta dos fundos - internet). A direção é dos renomados Charles Moeller e Cláudio Botelho, pela primeira vez contando com a regência de uma mulher à frente dos espetáculos da M&B, a pianista/maestrina bageense Zaida Valentim que, há mais de 15 anos, se dedica a musicais. O musical já é sucesso de bilheteria e ficará em cartaz até início de junho, quando seguirá para São Paulo. É um evento da GEO, plataforma da Rede Globo voltada para eventos.

CNPJ. 11.381.681/0001-00 Endereço: Rua Bento Gonçalves, 49-E/ Fones: Assinaturas: (53) 3242-1020 Redação: (53) 3311-3915 jornalismo.folhadosul@gmail.com anunciosfs@gmail.com www.jornalfolhadosul.com.br Impressão Correio do Povo

Até o dia 24 de março, os interessados em uma graduação superior poderão realizar as inscrições para o último Processo Seletivo oferecido pela Urcamp. A prova de redação será aplicada em todos os campus da instituição no dia 25 de março, segunda-feira, às 14h. Desde dezembro de 2012 até agora, foram seis provas de seleção realizadas pela universidade, quando mais de 1,5 mil estudantes já ingressaram na instituição. Os cursos oferecidos

pela Urcamp, neste último Processo de Seleção por agendamento, são: Bagé - Farmácia, Nutrição, Agronomia, Pedagogia, Ciências Contábeis, Sistemas de Informação; Dom Pedrito – Administração; Caçapava do Sul - Ciências Sociais. As inscrições poderão ser feitas pelo site: www.urcamp.edu. br/vestibular. No momento em que o candidato faz a inscrição ele escolhe o campus onde vai realizar a prova.

Direção Administrativa: Jônio Tavares Ferreira de Salles Neto Comercial: Leisa Soria Marketing e eventos: Fabiano Marimon Circulação: Aceguá, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Lavras do Sul e Pinheiro Machado REDAÇÃO - Editor Geral: Glauber Pereira Subeditor Geral: Felipe Valduga Repórter Fotográfico: Antonio Rocha - Chefe de Redação: Marcelo Pimenta Coordenadora Comercial: Camila Colunistas Colaboradores: Afonso Hamm - Dom Gílio Felício Soares Gerente de Circulação: Daniel Guasque Comercial: Fabiana Rodrigues -Edgar Muza - Josias Borges - Léo Vieira - Luiz Fernando Mainardi Revisão: Taisa Soares Reportagem: Emanuel Müller - Fernanda Mendonça - Luís Augusto Lara - Sérgio Meth - Waldir Alves Ramos Gilmar de Quadros - José Higino Gonçalves - Juliana Andina - Marcos Pintos Estagiária: Jéssica Pacheco Arte Final: Quélen Leal - Niela Bittencourt - Rochele Barbosa Diagramação: Cristiano Lameira e Vinícius Silva


Indicadores econômicos INDICADORES Salário Mínimo Salário Regional Global 40 TR CDI SELIC IPCA IPC IGP-M INPC

Valor R$ 678,00 R$ 770,00 128,31% 0,000% 6,94% 7,25% 0,86 1,15 0,29 0,92

Atualização 2013 2013 4 março 2013 4 março 2013 4 março 2013 16 janeiro 2013 16 janeiro 2013 10 out 2012 10 out 2012 10 out 2012

EMPRESARIAL MOEDAS Dólar Comercial

QUINTA-FEIRA

3

21 de março de 2013

Compra

Venda

1,9795

1,9810

Dólar turismo (em R$)

1,9000

2,0400

Euro (em R$)

2,7178

2,7188

Libra (em R$)

2,9867

Pesos arg.(em R$)

0,3916

0,3921

Pesos Ur.(em R$)

0,1040

0,1030

Gardênia: tradição e qualidade no mercado de confecções e indústria Jéssica Pacheco

o

, Silvia Dutra relata que foco da empresa é confecção de uniformes profissionais e escolares s ;por Jéssica Pacheco A Gardênia é uma empresa a gerente Silvia Dutra. A empresa infantil. “Nossos produtos são feitos . rque desde 1989, quando foi lançada também passou a atuar no setor de com material de qualidade e, por ser .ao mercado, vem crescendo. Por moda branca e, hoje, possui tradição feito em uma indústria localizada investir em qualidade e preços aces- neste segmento de produção em toda na cidade, os valores acabam sendo ao consumidor, a indústria região, pois atua também em outras menores que em outros estabeleci-síveis conquistou seu espaço e hoje conta cidades. mentos que importam produtos de ocom uma loja no centro da cidade. O Com o crescimento constan- outros lugares”, explica Silvia. Na foco são os uniformes, mas também te e a demanda maior, em 2010 a loja, os clientes encontram na linha há produção de vestuário. Gardênia diversificou seu serviço e verão camisas polo a partir de R$ 27 As atividades iniciaram no ampliou a empresa montando uma e na coleção inverno, um dos itens fim da década de 80, quando a em- loja no centro da cidade, o que pos- mais procurados são as japonas e copresa começou a industrialização sibilitou a confecção de uniformes letes de nylon acolchoados, a partir de malhas. Com o firmamento da escolares. “Junto ao novo prédio de R$ 140 e R$ 70, respectivamente. marca no mercado, em 1992 a Gar- empreendemos um novo braço de A Gardênia Indústria e Codênia instalou-se como indústria produção, gerando também novos mércio está localizada na rua Mana área de confecções e uniformes empregos. Atualmente esta linha es- noel Machado da Costa, nº 319. profissionais. “Nossos produtos colar representa uma boa parcela de Contato através do telefone (53) são regulamentados, nos quais os vendas na loja”, enfatiza a gerente. 3240-7667. Já a loja na rua Dr Pentecidos profissionais obedecem Além de comercializar uni- na, nº 18, contato pelo telefone (53) a legislação - ISO 902 - lei que formes e receber encomendas, a 3242-9068. O horário de funcionaregulamenta o tratamento especial empresa também trabalha com mento é de segunda a sexta-feira para o tingimento de tecidos pro- tecidos, armarinhos, confecções das 9h às 12h e das 14h às 19h. Aos fissionais 100% algodão”, comenta femininas da grife exclusiva Idhok e sábados, das 9h às 12h30min.

2,9897

Josias Borges Espaço do Investimento

Os Segredos da Mente Milionária Começamos a analisar na coluna de ontem alguns assuntos abordados de maneira mais intensa nos livros mais famosos sobre finanças e investimentos. O livro “Os Segredos da Mente Milionária”, de T. Harv Eker, traz diversas informações bem claras sobre o que seria característica das pessoas que possuem o que chamamos de Mente Milionária. Vamos a alguns: 1 – Você pode optar por maneiras de pensar favoráveis à sua felicidade e deixar de lado as formas negativas. É simples. A todo instante somos bombardeados por estímulos que podem ser positivos ou negativos. Resta a nós, escolher. O pensamento positivo irá desencadear reações igualmente positivas; 2 – Pessoas ricas acreditam na seguinte ideia: eu crio minha própria riqueza. As pessoas de mentalidade pobre acreditam na seguinte ideia: na minha vida as coisas acontecem. A ideia de responsabilidade sobre a própria vida é uma constante nas pessoas de mentalidade rica, segundo o autor; 3 – O dinheiro é extremamente importante nas áreas em que produz resultados e insignificante nos campos em que não tem utilidade. Este pensamento demonstra que as pessoas de mente milionária possuem a capacidade de dar sim o devido valor ao dinheiro nas áreas em que ele é, de fato, importante. O pensamento de que dinheiro não é importante ou que não faz diferença alguma na vida da pessoa, não faz parte do modelo mental das pessoas de mentalidade rica, conforme o autor. Durante os próximos dias iremos abordar mais algumas destas características. O livro torna-se cada vez mais interessante e provocador à mediada que avançamos na leitura. Caro leitor, um ótimo dia e BOAS ESCOLHAS.

josias.borges@gbinvestimentos.com.br


4

QUINTA-FEIRA 21 de março de 2013

POLÍTICA Emanuel Müller emamuller@gmail.com

Secretário de Trabalho e Desenvolvimento Social é visto como nome forte para composição de chapa ao Piratini em 2014

Antonio Rocha

Lara nega que será candidato a vice-governador Na solenidade oficial de inauguração do SINE, ontem pela manhã, em Bagé, o deputado e secretário estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social, Luís Augusto Lara, descartou a possibilidade de ser o candidato a vice-governador nas eleições estaduais em 2014. O bageense é cotado para compor a chapa de Tarso Genro à reeleição. Mas a verdade é que o PTB vê com bons olhos o nome do deputado bageense. Pela experiência de ter passado por duas secretarias estaduais (Turismo, nas gestões de Germano

Rigotto e Yeda Crusius, além do Trabalho e Desenvolvimento Social, no governo Tarso Genro), por ser jovem (tem 45 anos) e por ser considerado um homem público sem estar envolvido em escândalos. Lara usa termos como “não sei” e “é difícil” quando questionado sobre o assunto. Diz que ainda faltam dois anos para as definições. “A princípio devo continuar à disposição para um novo mandato de deputado estadual”, afirma. Reforça, entretanto, que o PTB tem condições de indicar o candidato

Após 20 dias do início do período ordinário na Câmara de Vereadores, as comissões permanentes do Legislativo ainda não atuam a pleno. Das oito existentes, apenas três estão com dias e horários de atuação definidos. O fato j�� motivou três pedidos do presidente da Câmara, Paulinho Parera (PT), durante as sessões. Da última vez, Parera elevou o tom de voz pela primeira vez e, indiretamen-

te, pediu pressa aos colegas para que os procedimentos sejam definidos e realizados. Atualmente, estão definidos os trabalhos da Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final (terças-feiras, das 9h às 10h), Finanças, Orçamento e Contas (terças-feiras, das 10h às 11h) e Saúde, Meio Ambiente e Assistência Social (quartas, das 11h às 12h).

a vice-governador na chapa de Tarso Genro. “O partido está fazendo um belo trabalho no governo estadual. Temos seis deputados na bancada e o próprio (Sérgio) Zambiazi, que não está em um mandato, mas poderá concorrer na próxima eleição”, pondera. Lara está na vitrine política. Isso porque o trabalho na pasta do Trabalho e Desenvolvimento Social é reconhecido dentro do Governo do Estado como um daqueles com melhor atuação. Seja pela sintonia junto aos dois ministérios (do Trabalho e do Desenvolvimento

Social) como diretamente na interlocução interna dentro do Estado para levar adiante ações como os cursos de qualificação profissional, a melhor estrutura das agências do SINE e os mutirões sociais. A efetivação dos programas virou um cartão de visitas do governo Tarso. “Se tivermos o convite para ser vice, certamente vamos oferecer um bom nome para ser candidato a vice. Se isso acontecer temos bons nomes para fazer dupla com o governador Tarso”, ressalta.

Mesmo com “pito” do presidente da Câmara, comissões permanentes não têm dia e horário definidos

O que são as comissões permanentes? Em síntese, as comissões permanentes são órgãos internos da Câmara Municipal, compostas por vereadores, por um período de dois anos e tem por objetivo estudar assuntos submetidos ao seu exame, exarando parecer sobre a matéria.

Entre suas atribuições estão estudar as proposições e outras matérias submetidas a sua apreciação, apresentando conforme o caso: parecer, substitutivos ou emendas, relatório conclusivo sobre averiguações e inquéritos administrativos.

Cálculo mirabolante De acordo com o artigo 28 da Lei Orgânica Municipal, existe um cálculo para definir as vagas dos partidos nas comissões permanentes. O roteiro é o seguinte: a) Dividi-se o número de vagas do total das comissões permanentes pelo número total de vereadores, obtendo-se o quociente de vaga em comissão por vereador. b) Multiplica-se o quociente de vagas por vereador pelo número de vereadores de cada bancada, obtendo-se o coeficiente de participação partidária no conjunto das comissões. c) A indicação será feita alternadamente pelas bancadas, obedecendo a ordem das bancadas com maior coeficiente de participação, até serem preenchidas as vagas de todas as comissões. A maior bancada (hoje, do PT) indicará um parlamentar para a primeira vaga de uma das comissões, a maior bancada seguinte (hoje, do PTB)

preencherá outra vaga, não necessariamente da mesma comissão, e assim sucessivamente. d) No caso de bancadas com igual número de vereadores, ou seja, com igual coeficiente de participação (casos do PMDB, PRB e PR), a ordem de indicação, entre estas bancadas, será definida por acordo ou sorteio. e) No caso de sobrarem vagas a serem preenchidas, as bancadas com maior sobra, ou seja, cuja parte decimal do coeficiente de participação seja maior, indicarão, pela ordem, as vagas restantes. Havendo empate nas sobras, o desempate será feito por acordo ou sorteio. f) No caso de uma bancada não exercer o direito de indicação de representante para qualquer vaga, esta será preenchida, pela ordem, pelo partido imediatamente seguinte que possuir o maior coeficiente de participação ou a maior sobra.

Quais são as comissões e quem as integra?

Antonio Rocha

As comissões obedecem ao critério de proporcionalidade. As bancadas maiores indicam um representante (no caso atual, PT, PTB e PP) e os demais partidos (PMDB, PRB e PR) ou entram em acordo ou realiza-se um sorteio. Mas é facultado às bancadas de situação ou oposição indicar mais de um representante para facilitar a composição. Por exemplo: há comissões com dois vereadores do PT, partido com a maior bancada no Legislativo e outras onde os partidos com apenas um vereador, caso do PMDB, PRB e PR, tem uma parcela maior de representantes. Parera solicitou três vezes que parlamentares se reunissem para definir trabalho das comissões permanentes

Quem faz parte das comissões? Constituição, Justiça e Redação Final - Caio Ferreira (PT - presidente), Uílson Morais (PMDB - secretário), Antenor Teixeira (PP), Esquerda Carneiro (PTB) e Cláudia Souza (PR). Orçamento, Finanças e Contas - Caio Ferreira (PT - presidente), Edimar Fagundes (PRB - secretário), Divaldo Lara (PTB), Antenor Teixeira (PP) e Cláudia Souza (PR). Saúde, Meio Ambiente e Assistência Social - Edimar Fagundes (PRB - presidente), Uílson Morais (PMDB), Márcia Torres (PT), Bocão Bogado (PTB) e Sônia Leite (PP). Educação, Cultura e Direitos Humanos - Geraldo Saliba (PTB), Lelinho Lopes e Rafael Fuca (PT), Sônia Leite (PP) e Carlinhos do Papelão (PTB). Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Transporte - Omar Ghani, Lelinho Lopes e Caio Ferreira (todos do PT), Geraldo Saliba e Carlinhos do Papelão (ambos do PTB). Legislação Participativa - Omar Ghani, Caio Ferreira, Márcia Torres, Ivan Lima (todos do PT) e Esquerda Carneiro (PTB). Agricultura e Pecuária - Antenor Teixeira (PP), Bocão Bogado e Carlinhos do Papelão (ambos do PTB), Rafael Fuca e Márcia Torres (ambos do PT). Ética Parlamentar - Divaldo Lara, Geraldo Saliba, Esquerda Carneiro (todos do PTB), Márcia Torres e Omar Ghani (ambos do PT).


GERAL

QUINTA-FEIRA 21 de março de 2013

5

Edgar Abip Muza Muza Visão Geral

O mundo empresarial é uma guerra Tenho tentado provar minhas desconfianças sobre a guerra que se estabelece, sempre e quando, está em jogo grandes negócios. É uma verdadeira guerra de foice no escuro. Poucos imaginam sua profundidade. Vamos à história. No caso, a falta de investimento em energia que tem atrasado o crescimento do Brasil. No mínimo, faz mais de uma década que os economistas advertem para a possibilidade de apagões. E isso já aconteceu nos governos Fernando Henrique, Lula e Dilma. E pouco ou quase nada se investiu na solução do problema. No último leilão de energia todos esperavam a compra, pelo governo, de energia a carvão. Não aconteceu. O Eike Batista, um dos maiores empresários do Brasil, estava de olho em Candiota. Tinha equipe trabalhando fortemente na região. Não aconteceu o leilão. Tinha mais empresários interessados

que, por não estarem tão “adiantados” nos projetos, ajudaram a “melar” o leilão. Eike Batista nunca foi bem visto por grupos que governaram, e governam, o Brasil. As denúncias contra sua maneira de atuar vinham sendo constantes. A tal ponto que o empresários perdeu milhões nos dois anos passados. As ações de suas empresas perderam valor. Pois bem, ele tentou vender parte de seu patrimônio. A última notícia seria a venda para uma empresa alemã. Nada acontece sem razão, principalmente no mundo empresarial. É outro mundo. A necessidade de geração de energia para alavancar o crescimento, quem sabe aliada à notícia da venda de seu patrimônio, fez com que o governo, através do ministro Édson Lobão, anunciasse o leilão de energia gerada pelo carvão, para o mês de abril. É claro que para nossa região não teria me-

lhor notícia. Vai gerar emprego e renda. E, diria, aumentar o bolo dos estados e municípios. Tão logo foi anunciado o leilão, como em um passe de mágica, Eike Batista desmente a notícia da venda de parte de suas empresas. A venda seria uma “estratégia” para obrigar o governo a realizar o leilão? Tudo pode ter acontecido. Me atenho, no entanto, na notícia publicada ontem, cuja manchete é esclarecedora: “Eike Batista negocia a venda de fatia da MPX”. O empresário Eike Batista está negociando a venda de uma fatia do capital acionário da MPX, sua empresa de energia, informou a companhia nesta terça-feira em fato relevante. O comunicado ao mercado ocorre após a veiculação de notícias na imprensa brasileira de que a empresa de Eike estaria negociando com a alemã E.ON, que já possui 12% das ações da MPX, um aumento

na sua participação acionária. Um porta-voz da E.ON afirmou na quinta-feira que a companhia planeja continuar no Brasil e vê Batista como um parceiro, mas destacou que a “estratégia não é ser majoritária no negócio”. No comunicado, a MPX informou que não há qualquer documento assinado ainda e que vai manter o mercado informado sobre os desdobramentos de um potencial negócio. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que já apoiou o grupo EBX em outras operações, não tem intenção de investir no capital na MPX, segundo uma fonte com conhecimento do assunto. O banco de fomento não pode ser contatado imediatamente para comentar sobre o assunto na noite desta terça-feira. Outra fonte, próxima a Eike Batista, disse que o empresário tem se movimentado para vender ações e ativos porque a estratégia de

captar recursos principalmente junto a fundos e investidores asiáticos fracassou. Para reverter a situação, o grupo EBX associouse ao banco BTG Pactual para uma parceria de cooperação estratégica envolvendo assessoria financeira - que poderia levá-lo aos investidores asiáticos esperados por Eike -, além de linhas de crédito e investimentos de capital de longo prazo. Tem ou não uma jogada ensaiada de grande montante financeiro? Se Eike Batista esperava com ansiedade o leilão de energia gerada pelo carvão, com o anúncio do governo, é claro, que ele poderá buscar recursos para capitalizar sua empresa. Agora vender seu patrimônio, como foi inicialmente anunciado, não creio. Acho bom para a região que ele volte a se interessar, se é que estava desinteressado, pelo projeto de Candiota. Concordam ou não?


QUINTA-FEIRA

6

21 de março de 2013

Mercado agrícola Produtos

RURAL

Acompanhamento de preços recebidos pelos produtores do Rio Grande do Sul Unidade Mínimo Médio Valores em reais

Arroz em Casca Feijão Milho Soja Sorgo Granífero Trigo Boi para Abate Cordeiro para Abate Suíno Tipo Carne Vaca para Abate Leite (valor líq. recebido)

50 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg 60 Kg Kg vivo Kg vivo Kg vivo Kg vivo Litro

31,00 90,00 26,00 53,80 22,40 30,00 3,20 3,30 2,10 2,90 0,70

Máximo

32,64 123,58 28,35 56,66 22,73 31,46 3,29 3,69 2,59 2,95 0,75

25.02.2013 a 01.03.2013

35,00 140,00 31,00 59,00 23,00 35,00 3,40 4,20 2,80 3,10 0,83

Fonte: EMATER/RS-ASCAR

Evento discute tecnologias Evento homenageia de melhoramento genético mulheres do campo na pecuária de corte Gabriel Becco/EspecialFS

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais sediou ontem o Encontro das Mulheres Rurais de Bagé. A atividade foi alusiva ao Dia Internacional da Mulher. Realizado pelo sindicato de Bagé e pela Emater/ RS Ascar, com apoio da Regional Fronteira e o Senar, o evento contou com palestras, dinâmicas, sorteio de brindes e confraternização com as trabalhadoras rurais. A diretora do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Silvéria Nunes Rohde, salienta que o even-

to ocorre anualmente e tem um caráter de celebração pela soma de conquistas que as mulheres do meio rural tiveram nos últimos anos. “É um evento itinerante em que confraternizamos com as mulheres para mostrar que temos orgulho de sermos do campo e de mostrarmos que a realidade hoje é diferente das gerações passadas. Hoje, as mulheres conquistaram muitas coisas e as trabalhadoras do campo acompanham essas mudanças”, ressalta Silvéria Nunes Rohde.

Seletiva ao Freio de Ouro começa neste final de semana na Argentina

Fernando Cardoso ministrará palestra sobre ferramentas genômicas para melhoramento de bovinos de corte

Com o objetivo de mostrar a produtores e técnicos as novas tecnologias e as principais metodologias para avaliação genética na pecuária de corte começa hoje o 5º Curso de Melhoramento de Bovinos de Corte PampaPlus. O evento é promovido pela Embrapa Pecuária Sul, Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), Geneplus e Ufrgs e vai até o próximo sábado, contando com a presença de especialistas em gené-

tica animal do Brasil e do exterior. Entre os palestrantes do evento está o pesquisador da Embrapa Pecuária Sul e coordenador do programa PampaPlus, Fernando Cardoso, que vai falar sobre as ferramentas genômicas para o melhoramento de bovinos de corte no primeiro dia do evento. Já o também pesquisador do centro de pesquisa, Marcos Jun It Yokoo, profere palestra sobre o uso da ultrassonografia no

melhoramento genético de animais. Participam ainda especialistas da Ufrgs, da Embrapa Gado de Corte, da Universidade de São Paulo e do INIA do Uruguai. No sábado, último dia de evento, haverá uma aula prática sobre melhoramento através da utilização de touros jovens provados na PAC, ministrado pelos pesquisadores Joal Brazzale Leal e Marcos Jun It Yokoo, na Estância Santa Tereza, em Camaquã.

A maior prova de seleção do cavalo Crioulo entra na sua segunda etapa neste final de semana. A primeira classificatória do ciclo 2013 do Freio de Ouro se realizará hoje e vai até o dia 24, no parque rural de Palermo, em Buenos Aires, Argentina. O evento é promovido pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) com o apoio da Associação Argentina e terá os criadores brasileiros Daniel Mello (Pelotas/RS), Eduardo Móglia Suñe (Bagé/RS) e Ricardo Vieira Borges (São Gabriel/RS) como avaliadores da prova. Na programação argentina, além da classificatória também está previsto o julgamento da Exposição

Morfológica de Outono do país e três remates de animais da raça. Os primeiros classificados à grande final serão conhecidos no sábado. O circuito do Freio de Ouro segue entre os dias 15 e 21 de abril, quando os estreantes lutarão por uma vaga no Bocal de Ouro, em Esteio/RS. As classificatórias passarão também por Santa Maria/ RS (10 a 12/5), Rio Grande/RS (17 a 19/5), Montevidéu/Uruguai (23 a 26/5), Paraná (31/5 a 2/6), São Borja/RS (6 a 9/6), Camaquã/ RS (13 a 16/6), Região 4 – local a definir (20 à 23/6) e Chapecó/SC (27 a 30/6). O ciclo se encerra com as repescagens Esteio/RS (11 a 14/7) e Brasília/DF (25 a 28/7).


GERAL

QUINTA-FEIRA

7

21 de março de 2013

Conferência Municipal das Consciência e respeito: 21 de março, Cidades ocorre em maio Dia Internacional de Luta pela

por Niela Bittencourt A quinta Conferência Municipal das Cidades já tem data definida: será nos dias 10 e 11 de maio. Até a realização do evento, porém, 13 plenárias deverão mobilizar a comunidade bageense. É o que informa o secretário de Habitação do município, Antônio Augusto Nadal. O eixo central do debate, contudo, será o Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano, já entre os estruturantes está o papel dos municípios para a concretização do SNDU. Outro eixo previsto é o financiamento das políticas e programas (eixo III), os aspectos legais também deverão entrar em pauta, assim como o planejamento e a gestão das cidades sob a perspectiva do eixo central (eixo VI). Esse último está entre as prioridades do segundo destacou mNadal, talmunicípio, qual os eixos que visam ea participação popular e o controle osocial para concretização do SNDU .(eixo I), assim como a integração edas políticas urbanas (eixo IV). Um sdebate que se voltará para os prograemas de habitação de interesse social, sregularização fundiária, mobilidade surbana, saneamento, gestão ambien-tal, patrimônio histórico cultural com eintegração ao planejamento territorial ele urbano ou rural. A abertura -seja da conferência, no dia 10, está prea

Brunna Ayres

a

Foco do evento será desenvolvimento urbano

vista para às 19h. No dia 11, a partir das 8h30min, os grupos de trabalho começam suas atividades. A plenária final está marcada para às 13h30min. O local não foi divulgado. O lema da edição, destacado pelo secretário, é “quem muda a cidade somos nós: reforma urbana já”.

Grupos de trabalho

Para atender cada um dos eixos, foram montados grupos de trabalho. Está entre as propostas, ainda, uma oficina de direito urbano e ambiental. Abaixo, a relação: Eixo I - Qualificação dos conselheiros e eleição; Eixo III – Instrumentos de financiamento do desenvolvimento territorial;

Eixo IV - Integração entre a gestão territorial e o patrimônio cultural edificado; Parque do arroio Bagé: proposta de delimitação e supressão de ocupação consolidada; Mobilidade urbana, acessibilidade e recuos viários; Eixo VI - Segurança predial e fiscalização; Regularização fundiária e imobiliária.

Plenárias Nadal explica que todas as semanas, nas terças-feiras, ocorrem reuniões da comissão preparatória 5ª Conferência das Cidades - etapa municipal. Sempre às 10h, no Pleno do GGI. Já as plenárias começam em abril. A primeira está prevista para o dia 8, na escola São Pedro. Confira as datas, locais e horários de cada plenária: Escola José Otávio, às 19h, no dia 16 de abril; Escola Maria de Lourdes Molina, às 19h, no dia 11 de abril; Escola São Pedro, às 19h, no dia 8 de abril; Escola Creusa Giorgis, às 19h, no dia 9 de abril; Câmara de Vereadores, às

18h30min, no dia 19 de abril; Escola Caic, às 19h, no dia 12 de abril; Ginásio Narciso Suñe, às 19h, no dia 15 de abril; Escola João Tiago, às 19h, no dia 17 de abril; Escola Kalil A. Kalil, às 18h, no dia 14 de abril; Escola João Severiano da Fonseca, às 19h, no dia 10 de abril; Escola Simões Pires, às 14h, no dia 13 de abril; Olhos d’água (ainda sem definição de local), às 9h, no dia 14 de abril; André Puente Leões (área rural), às 16h, no dia 14 de abril.

Eliminação da Discriminação Racial

por Juliana Andina Instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), o dia 21 de março marca a luta pelo fim do preconceito racial e remete a data ao trágico massacre ocorrido em Joanesburgo, capital da África do Sul, em 1960, quando 20 mil negros protestavam contra a lei do passe, que os obrigava a portar cartões de identificação, especificando os locais por onde eles podiam circular. Mesmo sendo uma manifestação pacífica, o exército atirou sobre a multidão, matando 69 pessoas e ferindo outras 186. Esta ação ficou conhecida como o Massacre de Shaperville. Após 53 anos, as comunidades afrodescendentes lutam contra outras formas de preconceito. De acordo com dados do IBGE (Senso 2010), Bagé conta com uma população de 9.589 negros, com idade superior a 10 anos. Deste total, apenas 1.887 recebem entre um e dois salários mínimos, enquanto entre a população branca este índice sobe para 16.487 trabalhadores. Conforme a secretária do Trabalho e Assistência Social, Andréia Rosa, o Governo Municipal vem desenvolvendo junto à comunidade afro, políticas de inclusão e qualificação profissional. “Este ainda é um problema grave dentro da sociedade, pois a discriminação é algo muito sério. Desenvolvemos em 2012 várias ações que visaram à inclusão social destas pessoas”, explica. Para a presidente do Ceafro Kilombo, Sônia Regina Silveira Guedes, o objetivo do centro é manter viva a cultura afro e ainda promover a conscientização da população. “Realizamos nosso trabalho através da educação, pois é através dela que conseguimos diminuir o preconceito e manter nossas manifestações culturais em atividade”, relata.

Divulgação

Ceafro Kilombo busca proporcionar à comunidade discussões e igualdade de direitos

Andréia afirma que uma séria de ações estão sendo organizadas dentro da secretaria que visam promover a qualificação profissional destas comunidades. “Durante o ano passado oferecemos cursos de profissionalização como informática, tecelagem em lã e pirografia em couro de cabrito, para a comunidade de Palmas e Quilombola. Neste ano já estamos preparando um série de novos cursos, e, inclusive, já estamos montando a bancada para o curso de cabeleireiro”, afirma. A secretária acredita que através da qualificação profissional o índice de exclusão e vulnerabilidade diminua. “Sempre entramos em consenso com a comunidade para saber quais os cursos de maior valia. Assim, é através destes

projetos e de políticas de oportunidades que estamos conseguindo garantir os direitos dessas pessoas”, pontua. De acordo com o Artigo I da Declaração das Nações Unidas, “Discriminação Racial significa qualquer distinção, exclusão, restrição ou preferência baseada na raça, cor, ascendência, origem étnica ou nacional com a finalidade ou o efeito de impedir ou dificultar o reconhecimento e exercício, em bases de igualdade, aos direitos humanos e liberdades fundamentais nos campos político, econômico, social, cultural ou qualquer outra área da vida pública”. No Brasil, onde os negros representam quase a metade da população, chegando a 80 milhões de pessoas, o racismo ainda reprime direitos.


QUINTA-FEIRA

8

21 de março de 2013

REGIÃO

Lavras do Sul sedia Jornada Em Dom Pedrito, de Produção de Terneiros projeto pretende Divulgação

estimular leitura

A Assessoria de Cultura do A proposta visa expor difemunicípio de Dom Pedrito prepara, rentes tipos de livros nos bancos para o dia 31 de março, o evento da praça, com o acompanhamento “Domingo de leitura na praça”. A de profissionais do município para atividade está agendada para às 14h, prestar auxílio na escolha dos títulos na Praça General Osório. O projeto e no desenvolvimento da leitura. Na conta com a participação das demais atividade estarão disponíveis diferenassessorias e secretarias da prefeitura tes obras, além de revistas, jornais e e visa conscientizar os jovens para a encartes. O professor Antônio Lima parprática diária da leitura. De acordo com o assessor de ticipará do evento contando histórias. Cultura, Sidney Castilhos, o objetivo Segundo a assessoria de imprensa do principal é “levar o público a reco- Executivo, o projeto é uma preparanhecer, despertar e perceber o mundo ção para a Feira do Livro, que este ano deve acontecer no mês de outubro. através da leitura”.

Evento terá atividades como visitação a áreas de produção - Crédito Divulgação

Amanhã e sábado, o pavilhão de remates do Sindicato Rural de Lavras do Sul sedia a 1ª Jornada de Produção de Terneiros da Associação dos Núcleos de Produtores de Terneiros de Corte (ANPTC-Sul). A abertura está agendada para às

8h30min, com uma apresentação do presidente da entidade, Max Soares Garcia. A programação prevê palestras sobre produtividade de rebanhos, pecuária familiar, aspectos econômicos e incentivos, além de

visitações de espaços de produção. O evento é uma realização da ANPTC-Sul em conjunto com instituições produtoras, de pesquisa e órgãos públicos. As inscrições podem ser efetuadas pelo telefone (55) 32821020.

12h – Almoço 13h30min – Palestra “Aspectos produtivos e econômicos da intensificação dos sistemas de cria”, com o pesquisador da Embrapa, Danilo Santanna 14h30min – Palestra “A importância da pecuária familiar no RS”, com Cláudio Ribeiro, da Emater 15h30min – Intervalo 15h45min – Palestra “Incentivos para a cria em campo nativo”, com o consultor da Alianza Del Pastival/Save

Brasil, Rogério dos Santos Jaworski 16h45min – Intervalo 17h – Perguntas 17h30min – Encerramento

Programação Dia 22 8h30min – Abertura 8h45min – Apresentação com o presidente da ANPTC-Sul, Max Soares Garcia 9h – Palestra “Produtividade dos rebanhos de cria”, com o professor da Ufrgs, José Fernando Piva Lobatto; 10h – Intervalo 10h15min – Palestra “Pecuária de baixo carbono”, com o consultor da S.I.A., Davi Teixeira dos Santos; 11h15min – Perguntas

Dia 23 8h30min – Encontro no Parque de Exposições do Sindicato Rural 9h – Dia de campo, com quatro estações de visitação (vacas de cria, primíparas, terneiros/touros), na fazenda Santa Umbelina, no Passo da Pedra 12h – Churrasco de encerramento

SINE Candiota divulga vagas de emprego A agência do Sistema Nacional de Empregos (SINE) de Candiota informa que está selecionando candidatos para ocupar cinco diferentes postos de trabalho em empresas locais. A coordenadora municipal, Aline Lião, relata que há vagas disponibilizadas para trabalhar na Usimec Soluções em Engenharia S/A, em Rio Grande. “Em breve, o responsável pela empresa virá para Candiota se reunir com os cadastrados

para as vagas. Posteriormente, será disponibilizado transporte para que os mesmos façam o teste em Rio Grande”, informou. Ela acrescentou, ainda, que a empresa também disponibiliza alojamento para os selecionados, além de auxílio transporte, a cada 15 dias, para retorno ao município. Os interessados devem se apresentar, na agência, portando currículo. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (53) 3245 8081, das 8h às 14h30min.

Abaixo, confira os cargos e a respectiva remuneração - Caldeireiro - salário: R$ 1.677 + R$ 200 de vantagens (transporte, alimentação) - Ajudante de manutenção - salário: R$ 730 + R$ 200 de vantagens (transporte, alimentação) - Maçariqueiro - salário: R$ 1.341 + R$ 200 de vantagens (transporte, alimentação) - Mecânico montador - salário: R$ 1.341 + R$ 200 de vantagens (transporte, alimentação)


GERAL

QUINTA-FEIRA 21 de março de 2013

Lagoa Mirim realiza primeira visita à Barragem da Arvorezinha Divulgação

Representantes da Agência da Lagoa Mirim, ligada à Universidade Federal de Pelotas, estiveram em Bagé, ontem, em visita à área da Barragem da Arvorezinha. Os técnicos tiveram contato com a obra e o projeto. “Seguem as tratativas entre o Governo Municipal e a agência. Vamos preparar a minuta do convênio para o mais rápido possível efetivar a parceria”, afirmou o diretor geral da Agência, Maurizio Quadro. O objetivo do município é firmar um convênio com a Agência para a fiscalização da obra, diante da rescisão de contrato com a Engeplus Engenharia e Consultoria, empresa que estava exercendo tal atividade. Quadro enfatizou que pretende construir um acordo que leve em consideração o trabalho das universidades locais. Também ontem, a comitiva esteve reunida com a reitora da Universidade da Região da Campanha, Técnicos da Agência e do DAEB reunidos na obra Lia Quintana, para alinhar futuras atividades. “O processo continua. para chegar a um bom termo”, destaca e Esgotos de Bagé, Antônio Kiwal representantes da Agência devem Todos os esforços estão sendo feitos o diretor do Departamento de Água Parera. Ele afirmou, ainda, que os retornar a Bagé na próxima semana.

Inicia trabalho de enleivamento no talude A empresa Marco Projetos e Construções iniciou a implantação de gramas no talude jusante da ombreira esquerda da Barragem da Arvorezinha. O trabalho de enleivamento está ocorrendo na parte externa e servirá como proteção contra a erosão provo-

cada pela chuva. Paralelamente, está sendo feito o enrocamento do talude montante, ou seja, a colocação de pedras na parte interna da barragem. A função também é evitar a erosão, provocada pelas ondas formadas na água devido

ao vento. “A ombreira esquerda já está pronta, o que significa um terço do maciço. A empresa agora está fazendo o acabamento. O enleivamento e o enrocamento são fundamentais na manutenção da estrutura da barragem”, afirma Antônio Kiwal Parera, diretor do

DAEB. A Barragem da Arvorezinha irá quadruplicar a capacidade de armazenamento de água de Bagé, totalizando 18 bilhões de litros. O comprimento total do reservatório será de 1.760 metros e a altura máxima será de 26 metros.

9


10

QUINTA-FEIRA

21 de março de 2013

SOCIAL

PASSEANDO EM MIAMI, Rosa e a filha Maria Eugênia Kalil... AMANHÃ, Maria José Duarte embarca com destino a Atlânta (States) onde ficará 10 dias. Após, seguirá em temporada de outros 20 dias no Japão... E QUEM vai viajar à Alemanha, Lucinha e Cléo Coelho. LÁ DOS ESTADOS UNIDOS, Eleonora Alcalde Machado acompanha a programação da rádio Difusora, inclusive o programa Aplausos Antena 1 que, terça-feira, abriu os microfones para ouvir Cléber Freitas e Valter Lopes comentando o ALMOÇO DO PEIXE deste domingo (24) no Salão da Conquistadora. Nesse almoço, promovido pelo Rotary Bagé Sul, além de cardápio especial, contará com leilão de duas camisetas, uma do jogador Vargas, Grêmio, autografada por ele e pelos demais gremistas, uma doação do Departamento de Marketing do Clube para o Rotary Bagé Sul. E outra do Santos, ano de 2002, doada pelo jogador bageense André Luis, autografada por ele e por seus colegas de clube, como Robinho e Elano. O Governador do Distrito 4780 do Rotary Internacional, Carlos Frederico Gonçalves e Maria Virgínia confirmaram presença no Almoço do Peixe. Aplausos! AMANHÃ, o mundo cultural, o político, o artístico e o empresarial vão todos se encontrar, às 19h, no Cultural Da Maya, onde Mário Lopes irá autografar o livro: PERSONALIDADES DE UM SÉCULO EM BAGÉ. Pelo visto será disputado feito água no deserto. A obra tem prefácio de Elvira (Mercinha) Nascimento que diz : “Mário Lopes é alguém capaz de guardar uma cidade inteira no coração. Ninguém desconfia que, em sua própria casa, ele retém o tempo em sua aldeia. São muitas as vozes, as vidas, os muitos olhares, feitos e fatos de nossa história, registrados nas inúmeras publicações que compõem o curioso e singular pequeno grande museu que ele montou na rua General Osório (...) Ele tem 90 anos e, dentro, todas as idades do mundo. Com certeza, num canto de sua alma há um ator do Teatro em Família que conversa com o experiente jornalista e este com o perspicaz comentarista esportivo e todos eles com o escritor e memorialista. (...) Mário Lopes é o patrimônio humano de Bagé. Quando sobe a rua Sete, dentro de seus passos, vai a alma dessa cidade, seus silêncios, suas resistências e a cintilante música da memória“. ENTRE AS PERSONALIDADES, são 50 biografias ao todo, aparecem: Maria Delfina Mércio Carneiro, Frederico Petrucci, Joaquim Pedro Gaffrée, Jorge Suñe Grillo, Alceu Aquino Dias, Álvaro Godoy, Átila Sá Siqueira, Téo Vaz Obino, Átila Taborda, Tarcísio Taborda, Domingos Nocchi, Edmundo Rodrigues, Iwar Beckman, Fanfa Ribas, Emílio Guilain, Felipe Kalil, José Gomes Filho, José Wilson Barcellos, Salim Kalil, Túlio Lopes, Roberto Magalhães Suñe. Um livro com registros curiosos e muito, muito interessantes. Aplausos! A EMPRESÁRIA Carolina Souto do Couto promove, hoje, na loja Mamãe Coruja, um dia inteiro de recreação; a criançada vai adorar as brincadeiras. De quebra, elas vão conhecer a coleção quente que acabou de chegar à loja, uau!... O GRUPO AMOR SOLIDÁRIO vai promover leilão de tapetes orientais, cristais e obras de arte. Quem vem capitanear esse evento é o marchand Nicholas Bublitz e sua fiel leiloeira Marly Dischinger. Aplausos!

Wagner, Eduardo Lamego, Eduardo Conil, clic Diones Alves para esta social

Cristino e Cecília Cristina Veras Perotto, juíza diretora do fórum na festa de formatura de Cândida Cougo, na AABB, clic Jorge Elias

Maria da Graça Anversa de Vargas e Cláudio Azevedo de Vargas, clic Diones Alves para esta social


SOCIAL

Carlos Coradini e Laura na formatura do Direito, sábado, no Clube Comercial, clic Jorge Elias

Jéssica Llano e Gabriel Fonseca, na festa de formatura de Cândida Cougo, na AABB, clic Jorge Elias

ESTEJAM atentos, as inscrições estão abertas para o curso de Dicção, Desinibição e Oratória que a jornalista Stela Vasconcellos vai ministrar no Senac... PALESTRA do case de sucesso “Tterrasul”, por Eduardo Biacchi, amanhã, durante jantar da Associação Jovem Empreendedor, no Clube Caixeiral... ESTA SEMANA, fui à clínica Servan e fiz vacina da gripe. Como bem lembra Dr. Antônio Duarte “prevenir ainda é a melhor solução, gripe é coisa do passado, vacinem-se”. Aplausos! DOMINGO pela manhã, profª Clélia Martins realizava caminhada na Praça da Estação quando, ao passar por mim, diminuiu o passo e lascou esta: “Gilmar, é sempre salutar ver teu engajamento em causas mais abrangentes como a preservação das praças da cidade. É claro que todos te dão ouvidos sim, pois és verdadeiro e sabes abordar com elegância e eficiência os fatos de relevância. Então, comenta, no rádio e no jornal, o quanto o passeio desta praça precisa ser concluído para facilitar o lazer das pessoas que vêm aqui nos fins de semana“. Alô prefeito Dudu... A FESTA de formatura de Fernanda Brasil Tavares (Direito), sábado, no Salão Felicitá, só para os celebrados, descolados, abençoados por Deus e bonitos

Carolina Gheres, na festa de formatura de Cândida Cougo, na AABB, clic Jorge Elias

por natureza. Outra vez, fila se formou na hora dos cumprimentos à sorridente Fernanda; muita gente bonita na base do “pra cada sorriso, um flash”. O Dj Flavinho Rodrigues provou ser 10, todos dançaram muito, beberam muito, se divertiram muito. Um resumo de quem estava lá: Mariah Gaffrée Dias e Guilherme Torma, Marcelle Ceolin e Guilherme Tamanini, Fernando e Frederico Tavares, Vitória Santos e Alex Ceolin, Priscila Vaz, Mayara Freitas, Aline Dalmolin, Rafael Machado, Diego Blanco, Pedro Bordignon, Carlos Eduardo Simões Pires, Clarisse Azambuja e Thomaz Mércio, Lauren Rezende e Thiago Segredo, Priscila Garrastazu Xavier, Mariana Krause, Arima Dalé e Hugo Rodrigues, Bruna Abreu, Mariana Maurente, Raul Vieira, mais... mais... mais... PARA ENCERRAR esta social, um pouquinho de Carlos Drummond de Andrade que está em exposição na Casa de Cultura Pedro Wayne. “Meu Deus, por que me abandonaste se sabias que eu não era Deus, se sabias que eu era fraco? Mundo mundo, vasto mundo, se eu me chamasse Raimundo seria uma rima, não seria uma solução. Mundo mundo ,vasto mundo, mais vasto é meu coração. Eu não devia te dizer, mas essa lua, mas esse conhaque, botam a gente comovido como o diabo”.

QUINTA-FEIRA

21 de março de 2013

11


12

QUINTA-FEIRA

21 de março de 2013

ENTRETENIMENTO

Seu regente, Lua e Urano em tenso aspecto com Plutão prometem fortes mudanças e dificuldades em manter a energia sob controle. Agressividade e raiva podem vir à tona. Busque a racionalidade.

Dia difícil com Marte, Lua e Urano em tenso aspecto com Plutão. Manter a racionalidade e o equilíbrio diante de imprevistos ou provocações é fundamental. Saturno em ótimo aspecto com Mercúrio facilita nesse sentido.

Marte, Lua e Urano em tenso aspecto com Plutão prometem um dia razoavelmente pesado, com algumas decisões definitivas. Algo pode terminar para dar espaço para o início de uma nova fase. Mantenha a calma.

Hoje é possível que sua mente vivencie alguma tensão, pois há tendência ao pessimismo e à negatividade. Um tenso aspecto entre Marte, Lua, Urano e Plutão são os responsáveis por isso. Mantenha o equilíbrio e racionalidade.

Marte, Urano e Lua em tenso aspecto com Plutão pedem paciência diante de questões inusitadas que podem ocorrer no dia de hoje, especialmente relacionadas às suas finanças. Saturno e Mercúrio ajudam na racionalidade.

Dia difícil, especialmente para suas emoções, que podem viver momentos de relativa dificuldade diante de um imprevisto. Urano, Marte, Lua e Plutão em tenso aspecto pede mudança imediata diante de uma situação específica.

Marte, Urano e Lua em seu signo fazem um tenso aspecto com Plutão pedindo calma caso o dia seja difícil. Questões relacionadas às suas emoções, carreira e relacionamentos pedem que você mantenha a calma e o equilíbrio.

Plutão em seu signo recebe sob tensão a Lua, Marte e Urano pedindo calma e controle diante de um imprevisto. Saturno e Mercúrio em ótimo aspecto facilitam a racionalidade. Não se deixe levar por provocações.

Marte, Urano e Lua fazem um tenso aspecto com Plutão podendo desencadear certo desequilíbrio relacionado ao seu trabalho e projetos de médio e longo prazo. Mantenha a calma diante de imprevistos.

Marte, Urano e Lua em tenso aspecto com Plutão pedem paciência diante de um acontecimento inusitado. Você deve manter certo equilíbrio em sua mente e coração, pois suas emoções serão intensamente envolvidas.

Marte, Urano e Lua em tenso aspecto com Plutão vão mexer diretamente com suas emoções mais profundas e um romance pode ressentir. Mantenha a calma e investigue o que de fato precisa mudar. Seja paciente.

Marte, Urano e Lua em tenso aspecto com Plutão prometem mudanças diante de situações inusitadas relacionadas às suas finanças, amizades e a um romance específico. Mantenha a calma e seja paciente.

Alberto promete a Ester que eles não vão embora do Caribe até descobrirem o que aconteceu com Cassiano. Chico não acredita nas boas intenções de Alberto. Alberto convence Ester a esperá-lo, enquanto vai à fazenda de Dom Rafael. Cassiano foge dos capangas de Dom Rafael e se esconde na igreja onde está Ester, que não percebe sua presença. Alberto entrega os diamantes verdadeiros para Dom Rafael e recebe a certidão de óbito de Cassiano. Alberto conta para Ester que Dom Rafael sugeriu que ele procurasse a polícia. O delegado avisa a Ester e Alberto que Cassiano está morto. Ester avisa a Alberto que levará o corpo de Cassiano para o Brasil.

Charlô convence Dominguinhos a aceitar sua proposta. Nando pensa em Juliana e Ulisses se preocupa. Dalete e Lucilene implicam com Frô. Kiko pensa em conquistar Frô. Charlô e Olívia ficam surpresas com a atitude de Dominguinhos. Dino sente o perfume de Nieta em Semíramis e fica perturbado. Nando procura Juliana na mansão, enquanto ela vai atrás dele na casa de Ulisses. Carolina confessa para Felipe o que fez no desfile. Nando decide ir para a casa de Roberta. Manoela parabeniza Fábio por seu casamento, mas se mostra insegura. Roberta não deixa Nando passar a noite com ela. Nando e Juliana são levados pelos bandidos.

Almir manda as fotos de Wanda e Irina para Helô. Almir avisa a Morena que eles irão sair da Capadócia. Théo vence a competição e Lívia não gosta. Bianca se declara para Zyah, que fica perturbado. Farid percebe a angústia de Zyah e o repreende. Théo e Lívia se beijam e passam a noite juntos. Lívia se declara para Théo. O capitão encontra a seringa na bolsa da vilã e fica intrigado. Ricardo fala para a delegada que Almir não avisou a Morena que Wanda está na Capadócia. Tamar conta que Bianca vai dançar no restaurante de Cyla e Sarila e Ayla se enfurecem. Sarila ameaça Bianca. Morena vê Wanda no salão do restaurante e fica apavorada.

FILMES EM CARTAZ Hotel Transilvânia - 19:00 Argo - 21:00

ANIVERSÁRIOS Henrique de Vasconcelos Vaz, completa 2 anos junto com seus pais Helena Vasconcelos Vaz e João Colmar Vaz - Maicon Coutinho - Gilnei Soares Martinez

00:00 Jornal da Globo 00:30 Programa do Jô 02:05 The Good Guys 02:55 Na Teia da Aranha 04:55 Sagrado 05:00 Telecurso 05:55 Globo Rural 06:30 Bom Dia Rio Grande 07:30 Bom Dia Brasil 08:30 Mais Você 09:55 Bem Estar 10:30 Encontro com Fátima Bernardes 12:00 Jornal do Almoço 12:50 Globo Esporte 13:20 Jornal Hoje 13:50 Vídeo Show 14:40 O Profeta 16:30 Brasil x Itália - Vivo 18:30 Flor do Caribe 19:20 RBS Notícias 19:35 Guerra dos Sexos 20:30 Programa Político Partidário 20:35 Jornal Nacional 21:10 Salve Jorge 22:30 Big Brother Brasil 13 23:15 Pé na Cova 00:00 Agora é Tarde 01:00 Jornal da Noite 01:45 Claquete 02:45 Festival de Desenhos 04:00 Igreja Mundial 06:50 1º Jornal 07:30 Lassie 08:00 Dia Dia 09:10 Popeye 09:35 Danny Phantom 10:00 True Jackson 10:25 Kenan & Kel 10:50 I-Carly 11:10 Jogo Aberto 12:30 Jogo Aberto RS 13:10 Brasil Urgente RS - 1ª Edição 14:00 Ponto de Luz 15:00 Futurama 15:50 I-Carly 16:50 Brasil Urgente 17:50 Brasil Urgente 18:50 Band Cidade 19:20 Jornal da Band 20:25 Momento da Sorte 20:30 Horário Político 20:35 Show da Fé 21:25 Zoo 21:35 Os Simpsons 22:35 Polícia 24 Horas 00:00 De Frente Com Gabi 01:00 Jornal do SBT 01:45 Two and a Half Men 02:15 The Big Bang Theory 03:00 Harry's Law 04:00 Jornal do SBT 07:00 SBT Rio Grande 07:30 Carrossel Animado 09:00 Bom Dia & Cia 12:10 SBT Rio Grande 12:45 Três é Demais 13:15 Arnold 14:00 Chaves 14:30 Rosalinda 15:15 Jamais te Esquecerei 16:15 A Usurpadora 17:15 Quem Convence Ganha Mais 18:15 As Visões da Raven 19:20 Eu, A Patroa e as Crianças 19:45 SBT Brasil 20:30 Horário Político 20:35 Carrossel 21:15 Programa do Ratinho 22:45 A Praça é Nossa

01:30 Programação IURD 06:30 Direto da Redação 07:20 Rio Grande No Ar 08:40 Fala Brasil 10:00 Hoje em Dia 12:00 Record Kids - Pica Pau 12:45 Balanço Geral 14:40 Programa da Tarde 17:30 Cidade Alerta 19:45 Rio Grande Record 20:30 Propaganda Política 20:35 Rio Grande Record 20:45 Jornal da Record 21:15 C.S.I. NY 22:15 Balacobaco 23:15 Grimm


GERAL

QUINTA-FEIRA 21 de março de 2013

Vagas e reestruturação do FGTAS/SINE marcam inauguração da nova sede em Bagé por Juliana Andina Localizado em novo prédio, a inauguração oficial da agência da Fundação Gaúcha do Trabalho e Assistência Social (FGTAS) SINE, em Bagé, traz novas perspectivas de emprego para a região. O serviço que vem recebendo investimento do Governo do Estado projeta para a Campanha a criação de mais ou menos cinco mil vagas em 2013. De acordo com o secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Social, Luís Augusto Lara, a confirmação da entrada do carvão no leilão de energia configura para a agência de Bagé um novo momento. “Inauguramos aqui uma agência modelo do plano de expansão e revitalização do FGTAS/SINE no Estado. Estamos trabalhando para que sejam ampliadas a oferta de vagas e qualificação profissional, garantindo emprego e renda para os gaúchos”, afirma. Para o coordenador da agência em Bagé, Roberto Messias, as pessoas estão voltando a acreditar na agência. “Tivemos um tempo

estagnado, mas agora voltamos a dar oportunidade para aos trabalhadores. A criação do Comitê Regional de Qualificação é outro ponto importante para o desenvolvimento da região”, diz. O comitê deverá reunir representantes de órgãos governamentais, sindicais e de trabalhadores, visando buscar novas vagas de cursos profissionalizantes. O prefeito Dudu Colombo ressaltou que a agência vem trabalhando junto com o Governo Municipal no fortalecimento da geração de emprego e renda. “Não existe trabalho sem qualificação profissional. Vivemos no país um momento onde registramos menores taxas de desemprego, fruto das capacitações ofertadas”, aponta. De acordo com dados do Governo Estadual, foram capacitadas, no ano passado, 42 mil pessoas, o maior índice do país. Lara enfatiza que a qualificação profissional, em 2013, para a região da Campanha deve atingir em torno de 1,2 mil pessoas.

Secretário anuncia cinco mil vagas para 2013

13

Antonio Rocha


14

QUINTA-FEIRA 21 de março de 2013

GERAL Há pelo menos dois meses funcionários da instituição estão sem receber

Situação entre Prefeitura e Caminho da Luz deve ser regularizada na próxima semana Arquivo FS

Secretária garante que até semana que vem repasse deve ser feito

Os funcionários da União Espírita Bageense/Caminho da Luz estão desde o mês de janeiro sem receber, integralmente, os seus salários. No primeiro mês do ano, a instituição conseguiu remunerar os trabalhadores apenas com vales. O problema se dá, de acordo com o presidente do Caminho da Luz, Ruibar Freitas, pois a Prefeitura não está repassando a verba mensal prevista em acordo de convênio com a institui-

Emanuel Müller

Ruibar diz desconhecer motivo do atraso

ção. “Eu estou tentando audiência com o prefeito Dudu Colombo para saber o motivo do atraso, só depois saberei porque não houve o repasse”, afirma. Ele comenta que parte da folha de pagamento dos 40 funcionários é quitada com o dinheiro enviado pelo Poder Municipal. Segundo a secretária do Trabalho e Assistência Social, Andréia Rosa, pasta que mantém o convênio com o Caminho da Luz, o atraso se deu por-

que a instituição vai começar a ganhar mais mil reais por mês, além dos R$ 20 mil que já recebia. “Todos os anos é necessário renovar o contrato, como mudou o valor, o trâmite legal foi mais demorado”, explicou a secretária. Ela acrescenta que até a próxima semana a situação já deve estar regularizada, com o repasse da verba. A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) também deve começar a receber mil reais a mais por mês.

A Associação Bageense de uma instituição na nossa rede sócioDeficientes Visuais também passará assistencial”, diz Andréia Rosa. a receber verba mensal da SMTAS. Além da parcela mensal, as três “A partir deste ano, teremos mais instituições que desenvolvem projetos

sociais vão ser contempladas com uma parcela única. Sendo que APAE e Caminho da Luz receberão R$ 10 mil e a Associação dos Deficientes R$ 5 mil.

Novidades

Walmart divulga vagas para jovens, idosos e pessoas portadoras de deficiência Reconhecido por ser a porta de entrada de jovens, idosos e pessoas portadoras de deficiência no mercado de trabalho, o Walmart aposta na diversidade para ampliar seu quadro de funcionários e seleciona em todo o Estado. Para aqueles que buscam novas oportunidades, a rede Walmart, que administra as lojas BIG, Nacional, TodoDia, Maxxi Atacado e Sam’s Club está com diversas vagas em aberto, para início imediato, nos diferentes bairros da capital e no interior do Estado. Há oportunidades para pessoas com mais de 55 anos, jovens

com mais de 16 anos e pessoas portadoras de deficiência. Além disso, não é necessário ter experiência. Entre as vagas estão: operador de caixa, fiscal de segurança, padeiros e açougueiros, auxiliares para mercearia e perecíveis, entre outras. “Diferentes idades representam diferentes fases da vida, com diferentes interesses, preocupações, perspectivas, formas de lidar com as situações, com o consumo, com o trabalho. Os jovens, as pessoas portadoras de deficiência, a população sênior ativa que está em crescimento, todos agregam o capital humano de

qualquer empresa, pois refletem a atual sociedade, que é diversa”, afirma Giulia Barbieri de Vargas, gerente nacional de Atração e Seleção de Talentos do Walmart Brasil. Para candidatar-se o interessado deve entregar o currículo no balcão de informações de qualquer uma das lojas da rede e ter disponibilidade de horário. Entre os benefícios oferecidos pela empresa estão: assistência médica (extensiva aos dependentes legais) e odontológica, seguro de vida, refeição no local e vale-transporte. A rede também oferece oportunidade de carreira e participação nos resultados.


GERAL

Prefeitura destina mais profissionais para o combate à dengue A Secretaria Municipal de Saúde deslocou mais profissionais para reforçar a equipe que atua no combate à dengue em Bagé. Assim, a população passa a contar com um total de 60 agentes endêmicos na luta contra a proliferação do mosquito. De acordo com a secretária Aura Stella Pereira, a adoção da medida se deve ao fato da cidade estar passando por um momento de alerta com relação aos riscos gerados

pelo aparecimento das larvas em dois bairros da cidade (São Judas e Tiaraju). “Estamos realizando uma enorme frente de trabalho nas ruas, onde nossos agentes estão indo de casa em casa buscando indícios de novos focos”, disse. A secretária alerta, ainda, para a necessidade de deslocamento de profissionais para reforçar o efetivo da Vigilância Sanitária. É o caso das equipes que trabalham no ônibus que leva serviços como

castração de cães e gatos para os bairros da cidade. “Assim, neste período, o ônibus não sairá para os bairros. Mas os atendimentos de castração seguem normalmente no Centro de Castrações”, informou. Por fim, Teia reforça o pedido de cuidados à população. “Contamos com a ajuda de todos. Este é um caso de saúde pública, precisamos estar vigilantes para que a doença não chegue na nossa cidade”, defende.

Agência dos Correios atende em fluxo normal por Juliana Andina Após reclamações da comunidade bageense sobre a pendência e atraso na entrega de correspondências e cobranças, a Diretoria Regional dos Correios do Rio Grande do Sul informou que já adotou medidas para que as entregas fossem reguladas. Após a paralisação em 2012, o volume de correspondências acumulou, o que gerou atraso nas entregas. Segundo a assessoria de imprensa da instituição, no período, os funcionários trabalharam em turno estendido. Nos últimos meses foram contratados quatro empregados e, no decorrer do ano de 2012, o quadro funcional da unidade passou de 41 para 49 empregados. Atualmente, o efetivo do CDD está completo e não há problemas de atraso de entrega de correspondências. A distribuição está sendo realizada diariamente. Quanto à mudança do prédio central dos Correios, a assessoria informa que já existe um projeto para a mudança de prédio do Centro

Antonio Rocha

Com maior número de efetivo entregas estão sem atraso

de Distribuição Domiciliária (CDD) de Bagé. A previsão é de que até o final deste ano a unidade já esteja instalada em novo local. A mudança será realizada devido ao crescimento do CDD. Em casos de problemas no

serviço dos Correios, estes devem ser relatados à empresa através do link “Fale com os Correios” no site www.correios.com.br ou pela Central de Atendimento aos Clientes dos Correios (CAC), pelo telefone 0800 725 7282.

QUINTA-FEIRA 21 de março de 2013

15

Bagé adere ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal Na terça-feira, o prefeito de Bagé, Dudu Colombo, assinou o protocolo de adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal – Sisbi - POA, do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária – Suasa. Na oportunidade estiveram presentes representantes de vários municípios da região, quando o município de Bagé lançou a criação de um consórcio regional para estimular a adesão. No evento, o secretário adjunto da Secretaria Estadual da Agricultura, Cláudio Fioreze, destacou o esforço que o Governo do Estado vem realizando para que os municípios possam aderir ao sistema. Alexander Dornelles e Fernando Fernandes, assessores estratégicos do

gabinete do ministro da Agricultura, Antônio Andrade, palestraram sobre o sistema. Ambos destacaram a importância do sistema que está diretamente ligado à saúde pública. “Fazer saúde não é somente ter medicamentos nos postos de saúde, precisamos cuidar também da produção de nossos alimentos e da nossa água” destacou Dornelles. O prefeito, na ocasião, destacou o fato de que o evento reuniu as três esferas do poder executivo, “o que é muito importante para o bom funcionamento do sistema”. Também falou sobre o fato de o setor produtivo agroalimentar ser o mais antigo e tradicional, sendo “a verdadeira vocação desta região: produzir as coisas boas da vida”, se referindo à qualidade das carnes bovinas e ovinas produzidas na região.


16

QUINTA-FEIRA 21 de março de 2013

GERAL

Usuários do Tratamento Fora do Domicílio reclamam das condições do transporte O Conselho Municipal de Saúde se reuniu, na última terçafeira, com usuários do Tratamento Fora de Domicílio (TFD) que viajam para a capital. Participaram do encontro representante da empresa de transporte que leva os pacientes, e da Secretaria Municipal de Saúde. Na ocasião, foram discutidas as condições mecânicas dos veículos que fazem o transporte, o acolhimento dessas pessoas pelo setor responsável do TFD, horário de retorno e higiene dos veículos. O encontro aconteceu porque alguns pacientes que fazem tratamento na capital reclamaram dos pontos citados acima. Um dos usuários do serviço, que prefere não se identificar, relata que o banheiro do ônibus é sujo e que os motoristas não cumprem os horários. “A gente deveria sair de Porto Alegre às 18h, mas essa é a hora que o ônibus encosta e leva tempo para sair de lá”, salienta. Além disso, a educação tanto dos motoristas

quanto do atendente que fornece as passagens na Secretária de Saúde, deixaria a desejar. A secretária de Saúde, Aura Stela (Téia) Pereira, disse que já vem monitorando a situação, desde a sua entrada na secretaria. Ela confirmou que existem diversas reivindicações feitas através da ouvidoria da pasta, em relação às condições dos ônibus. “Eu chamei a empresa de transporte para comunicar sobre as reivindicações dos pacientes. Eles têm que cumprir o que foi exigido na licitação”, frisa. Caso a empresa não melhore o atendimento, pode haver novo edital. “Se ela não cumprir o que foi estabelecido, pode ser substituída por outra empresa”, esclarece. Téia enfatiza que o ônibus não pode dar carona e serve exclusivamente a pacientes que estejam se tratando ou tenham consulta marcada pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “É o princípio da integralidade, o

Rochele Barbosa

Secretária afirma que está a par da situação

serviço é custeado com dinheiro do SUS, portanto tem que servir aos usuários do SUS”, destaca. O acompanhante só pode viajar junto com o paciente, caso o fato seja indicado pelo médico regulador. Presidente do Conselho diz que as reivindicações já foram comunicadas à empresa de ônibus

Divulgação/FS


GERAL

QUINTA-FEIRA 21 de março de 2013

17

Além de receber diversas pessoas de fora da cidade, comércio que lida com o segmento percebe lucro com um mês de antecedência

Festa Fantasia mexe com economia local por Jéssica Pacheco Toda festa que conquista seu espaço no mercado faz com que o giro econômico da cidade aumente. Em sua 12ª edição, a Festa Fantasia que acontece tradicionalmente na Páscoa é hoje uma das três maiores do Estado. Além de ser um entretenimento, o evento proporciona ao comércio local um movimento pela busca de fantasias e acessórios. De acordo com Fabiano Marimon, organizador do evento, a Festa Fantasia conquistou seu espaço e pelo segundo ano acontece da sede campestre do Clube Caixeiral. “Investimos no novo ambiente pela infraestrutura que ele apresenta. Isto é, é o clube com a maior capacidade de receber o público”, esclarece o empresário. Além de atuar como Dj em 10 edições da festa, Flavinho Rodrigues, que agora desempenha o papel de produtor de eventos da Gitana, diz que a festa envolve uma média de 170 trabalhadores. “Só em segurança e bares temos 100 colaboradores. É com certeza a maior festa da região”, relata Flavinho que também estará tocando no projeto FR 2, na edição de 2013. Outro segmento que leva vantagem com a festa, além das contratações e dos preparativos que duram cerca de quatro meses até a grande noite, é o comércio. De acordo com Beatriz Pinheiro, proprietária de uma loja que aluga fantasias, a procura acontece durante todo ano pelas festas particulares, mas

sem dúvidas a tradicional festa de Páscoa faz com que as lojistas se antecipem e preparem estoque. Como aconteceu com sua loja, que trouxe novas fantasias de São Paulo. Já em um dos armarinhos mais tradicionais da cidade, com 43 anos no mercado, a venda começou um mês antes do evento. “A ideia conquistou os adultos e hoje o que mais comercializamos são máscaras, kits de bruxinhas, oncinhas e capas de vampiros, por exemplo”, comenta a gerente Ana Machado ao concluir que esta é uma das melhores festas do ano. “Quem teve esta ideia brilhante está de parabéns. Além de ser uma festa saudável que agrega todos os públicos, de todas as idades, ela também proporciona para nós, lojistas, o aumento nas vendas”, acrescenta. Ana Machado ainda revela que o carnaval é outra data importante para o armarinho, mas que pelo fato de não ter acontecido neste ano, o material ficou no estoque e agora já está sendo aproveitado. Para quem patrocina o evento, além de comercializar os ingressos e alugar fantasias, também sai ganhando com os produtos próprios. “Desde que recebemos as fantasias os interessados lotam a loja. Em alguns dias tivemos que fechar mais tarde que o horário comercial para atender a demanda. Nestas visitas eles acabam conhecendo nossos looks e sempre saem com alguma peça”, declara Débora Campos, empresária.

Jéssica Pacheco

Procura está antecipada em 2013

Sugestão de locais para alugar e comprar fantasias - Sposabella - Maria La Teja - Samir


18

QUINTA-FEIRA 21 de março de 2013

SEGURANÇA

Animais desaparecem em três pontos da cidade Entre segunda e quarta-feira, três novos casos de animais desaparecidos foram registrados em Bagé. Na manhã de segunda-feira, um morador do bairro Balança, deu por falta de um cavalo de sua propriedade. O animal estava em seu pátio. Também na zona urbana, uma moradora da rua Professor Otávio Hipólito informou, ontem, na DPPA, que na madrugada de terça-feira foi

furtado do pátio da sua casa um cavalo. O animal estava amarrado. O comunicante não soube informar se houve furto ou, simplesmente, fuga do equino. Já no Passo do Tigre, um morador informou que duas vacas da raça Brangus, outras de casa mista, e um terneiro, sumiram de um campo arrendado por ele. Após buscas na propriedade, nenhum foi localizado.

Furto de ar condicionado no bairro Morgado Rosa Na manhã de ontem, uma moradora do bairro Morgado Rosa comunicou, na DPPA, que seu filho furtou, de dentro da residência, um aparelho de ar condicionado Split de 12.000 btus. A mãe afirmou ter informações de

onde estaria o aparelho e repassou à investigação policial. Segundo informações, o jovem é dependente de drogas e, inclusive, já foi encaminhado à FASE por não ter cumprido medida socioeducativa.

OBITUÁRIO Juranda da Silva Colares, 91 anos, inativa, solteira. Residia na rua Quinze de Novembro, nº 110, bairro Santa Flora. Deixa a filha Patrícia. Paulo Ricardo Corrêa Ávila, 45 anos, solteiro. Residia na rua Carolino Corrêa, bairro Floresta. Deixa os filhos Pablo e Bruno.

Acidente no interior de Bagé deixa homem ferido

por Rochele Barbosa Mais uma capotagem em Bagé. Na manhã de ontem, uma camionete Pajero Dakar da Mitsubishi, placas ISH 2696, derrapou na pista do interior do município, no trecho de Bagé - Joca Tavares. No acidente, o motorista perdeu o controle do veículo que acabou virando. O condutor, José Érico, teve fratura exposta do fêmur. Já a carona, Patrícia Moreira, e também a passageira que estava no banco de trás, Maria Cecília, não sofreram lesões. Com o acidente, o Corpo de Bombeiros e duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, SAMU 192, realizaram o atendimento. Os envolvidos foram levados para o Hospital de Pronto Socorro em Bagé.

Antonio Rocha

Veículo teve perda total por causa da capotagem

Equipe da escola Melanie Granier recebe aula de prevenção e combate a incêndio Com o objetivo de conhecer o funcionamento e aprender a manejar extintores de incêndio, os professores e funcionários do Instituto Anglicano Melanie Granier, de Bagé, receberam, ontem, orientações teóricas e práticas de integrantes do Corpo de Bombeiros. A atividade foi realizada a partir de sugestões obtidas nas reuniões do início do ano letivo, nas quais se

constatou a necessidade de professores e funcionários terem mais conhecimento sobre combate a incêndios. Antes da atividade com o Corpo de Bombeiros, os professores e funcionários receberam o Plano de Prevenção de Incêndio da escola e identificaram todos os locais onde estão instalados os extintores. Para a diretora da escola, Sheila Farias, a atividade foi significativa

para melhorar o conhecimento sobre combate ao fogo. “Os bombeiros também mostraram ações práticas que devem ser adotadas em caso de incêndio e que a maioria desconhece”, enfatizou. Para ela, é importante que todos os funcionários da escola estejam bem preparados para dar o primeiro combate a incêndio, que na maioria dos casos é fundamental para evitar que o fogo se alastre.

Homem é pego em flagrante ao tentar roubar residência Na manhã de ontem, o patrulhamento ostensivo da Brigada Militar compareceu na Delegacia de Pronto Atendimento para comunicar que avistou Djavan Fernandes dos Santos, 30 anos, correndo próximo ao ao Departamento de Água e Esgoto de Bagé (DAEB). Na ocasião, funcionários de uma

empresa de segurança privada, presentes no local, relataram aos policiais militares que o acusado estaria fugindo após tentativa de roubo. De acordo com o relato de um dos seguranças, Djavan teria sido flagrado dentro de uma residência, localizada no fundos de uma casa noturna próxima. A empresa atendia ocorrência de arrombamento.

Segundo relato, o indiciado subtraiu uma cortadeira de grama, dois botijões de 13 quilos e um aparelho alto-falante. Ao sair, ele teria ameaçado um dos seguranças de morte. Djavan recebeu voz de prisão em flagrante pelo policial militar. Ele foi encaminhado para o Presídio Regional de Bagé.


ESPORTES

Tarde para assistir a Seleção

Reprodução FS

Com desafios imediatos, entre os quais a Copa das Confederações, em junho, a Seleção Brasileira tem importante amistoso internacional nesta quinta-feira. a Às 16h30min, pelo horário de Brasília, a equipe brasileira, sob o comando do treinador Luiz Felipe Scolari, entra em campo em Genebra, na Suíça, para enfrentar a Itália. Depois, o Brasil joga na segunda-feira, no mesmo horário, em Londres, diante da Rússia. O volante Fernando, do Grêmio Porto Alegrense, será titular no amistoso diante dos italianos. O time que começará a partida: Júlio César, David Luiz, Thiago Silva e Dante; Daniel Alves, Fernando, Hernanes, Kaká e Oscar; Neymar e Fred. A Rede Globo de Televisão mostra o jogo ao vivo para todo o Brasil.

19

QUINTA-FEIRA 21 de março de 2013

Resumo esportivo higinobage@yahoo.com.br

Felipão em busca do time ideal

Copa Tramautto teve goleada da Celeste Fotos: Divulgação

e s s e , e a o a a Celeste tem elevado saldo de gols

Moranguinho também está invicto

A segunda rodada da 5ª Copa Traumatto de Futsal de u Veteranos, categoria 35 anos, foi s .realizada na noite de anteontem, sno ginásio Presidente Médici. A Celeste/York manteve o . o

a liderança, pelos critérios de desempate, aplicando goleada de 11x2 no Aston Villa/Óptica Cia. da Visão. Moranguinho somou mais uma vitória, ganhando do Roma/Tchê Concursos por 3x1.

Nos recentes testes para a qualificação de árbitros, promovidos pela Federação Gaúcha de Futebol, a Delegacia da FGF em Bagé obteve excelente aproveitamento. Carim Roberto Saliba, delegado regional da Federação, destaca que os árbitros Anderson Echevarria, Cristian Oliveira e Francisco Oliveira, mais

os assistentes Vinícius Oliano, Luís Paulo Rodrigues (irmão do zagueiro Leandro Magrão) e Rui Freitas estão plenamente capacitados a participar de escalas em jogos pela Série A2 (antiga Divisão de Acesso), segunda divisão de profissionais (de que participará a dupla Ba-Gua, a partir de agosto) e competições regionais estaduais de juvenis

Já HD Lanches ganhou por 1x0 (WO) do Cruzeiro/Central dos Parafusos. Nova rodada está programada para terça-feira, 26 de março, no Militão.

Arbitragem qualificada e juniores. No antigo Acesso, o árbitro receberá R$ 524, cabendo a cada assistente R$ 267, além de diárias e passagens de ônibus. No caso do Guarany, que vai disputar o estadual juvenil B, a taxa ficará em torno de R$ 500, entre árbitro e assistentes, mais R$ 17 para cada um para despesas de acesso ao estádio.

VISITA – O gabrielense Ronaldo de Paula Ferraz esteve na cidade, em visita a amigos. Trazido pelo saudoso presidente jalde-negro, José Helvécio Siqueira Prates, Ronaldo foi zagueiro do Bagé entre 1983 e 1986. Atualmente, reside em Torres, no litoral norte gaúcho. REFORÇOS – De volta ao cenário do futebol amador da cidade, o Fronteira Futebol Clube conta agora com o volante/lateral Fabrício Lamas e o goleador Eduardo Lence, que tiveram momentos altamente positivos na década passada, pelo Guarany, na chamada “Família Leco”, no vitorioso time comandado pelo treinador Paulo Afonso Coelho. GAUCHÃO – Pela Copa Farroupilha, hoje, às 19h, São José x Esportivo; 19h30min, Internacional x São Luiz de Ijuí, em Novo Hamburgo. MORTE DE DESPORTISTA – Adão Garcia Quintana era uma figura especialíssima, tal a sua simplicidade e popularidade. Foi garçom atuante na noite bageense, marcou presença no antigo Clube Operário, na Líbio Vinhas. Criou cavalos. E foi torcedor do GE Bagé. Morreu no início da semana, ele que foi personagem marcante no antigo “Ground do Bagé”. Paz à alma do “Gordurinha”, desaparecido aos 69 anos de idade. SAMUEL – Internacional de Santa Maria pode ser o novo clube do jovem goleiro, ex-jogador da dupla Ba-Gua. COPA DO BRASIL – Estreia dos gaúchos, dia 3 de abril: Rio Branco do Acre x Internacional de Porto Alegre, Brasil de Pelotas x Atlético Paranaense, Veranópolis x Santo André (SP), Resende (RJ) x SER Caxias (do bageense Dener). COPA DO BRASIL (II) – Na edição ampliada da competição que, em 2013, vai de abril a novembro, os clubes que disputam a Libertadores da América, entre os quais o Grêmio Porto Alegrense, somente fazem a estreia em agosto. COPA DO BRASIL (III) – Além de Dener, outros bageenses marcam presença: Cianorte (do treinador Ronaldo Rangel) contra o Grêmio Barueri (SP), Crac de Goiás (do zagueiro Ben-Hur) diante do Náutico do Recife, Guarani de Campinas (do treinador Cláudio Ibraim Vaz Leal, o Branco), enfrentando o Confiança de Sergipe; Goiás (do auxiliar técnico Luiz Fernando Rosa Flores) contra o Oratório do Amapá. VISITA ANUNCIADA – Flávio Fiorin, jornalista da Rádio Guaíba de Porto Alegre e um dos maiores divulgadores do futebol do interior, anunciando para a próxima semana entrevista ao vivo com Heráclito Tato Moreira, presidente do Guarany. A PROPÓSITO – Segundo a mesma fonte, Tato estará domingo em Campinas (SP) para assistir ao jogo do Guarani paulista (do treinador Branco) contra o Corinthians. LISONJEADO – Nas redes sociais, circula o apelo “Fica Ducos: eu apoio”. Mas o atual presidente do Bagé, Carlos Alberto de Macedo Ducos, mesmo se declarando gratificado pela manifestação espontânea, assegura que a decisão de entregar o cargo em maio é irreversível. A PROPÓSITO – Os bastidores jalde-negros continuam em pleno vapor. Até que os personagens citados venham a público para um posicionamento definitivo, os nomes de Luís Carlos Alcalde e Alencar Dal-Molin aparecem de forma potencial. Ambos foram presenças salientes no jantar do último sábado no Pedra Moura. ELE FOI UM CRAQUE – Gaúcho de Pelotas, Vitorino Lopes Garcia, de 64 anos, morreu anteontem, em Florianópolis, onde residia. O Torino, como era conhecido, despontou no futsal, pelo Brasil de Pelotas, na década de 1960. Levou o seu talento para os gramados, como atleta do próprio Brasil, Grêmio Porto Alegrense, Botafogo do Rio de Janeiro e muitos outros clubes, entre os quais o Atlético Paranaense e o La Serena do Chile. 20/03/13 FEDERAL nº 4746

1º 67.241 2º 64.893 3º 03.758 4º 65.705 5º 14.734 MEGA-SENA Nº 1477 03 04 46 50 56 59 LOTOMANIA Nº 1332 05 08 13 23 37 42 43 44 51 54 57 62 68 69 79 80 81 87 90 93

LOTOFÁCIL Nº 881

01 03 04 05 06 07 08 09 15 16 19 20 21 22 23 QUINA 3147 11 37 41 64 70 DUPLA-SENA Nº 1160 Primeiro sorteio 05 08 13 14 41 49 Segundo sorteio 11 18 37 38 42 48


www.jornalfolhadosul.com.br

BAGÉ, QUINTA-FEIRA, 21 DE MARÇO 2013

Gaúcho

FOLHA SUL


Campo caderno

BAGÉ, QUINTA- FEIRA, 21 DE MARÇO DE 2013 - Ano 1 - N° 28

Uma voz contra o abigeato por Marcelo Pimenta e Silva

O abigeato – furto de animais – se notabilizou por ser um dos crimes de maior repercussão e notoriedade entre os delitos praticados na Metade Sul do nosso Estado, principalmente na região da Campanha. Desde os primórdios, por uma vocação histórica e tradição da pecuária, essa prática criminosa é quase um hábito nos campos do Pampa. Esse cenário não afeta apenas os produtores rurais que acumulam sistematicamente prejuízos econômicos pelos furtos vivos e abates de animais no campo. A sociedade se torna refém dentro de um contexto, pois o abigeato, tanto nas suas formas de animais mortos de maneira cruenta no campo, com a retirada da parte nobre da carne, quartos, paletas, lombo, ou ainda, uma falta ou inexistência de inspeção sanitária em frigoríficos ou abatedouros clandestinos favorece a comercialização de uma carne disponibilizada ao consumo humano de forma irregular, sem as mínimas condições de higiene, trazendo irreparáveis riscos à saúde humana. Por sua vez, a discussão ganha um contorno maior quando um dos principais nomes da segurança no campo, em nossa região, confessa não ter mais forças para prosseguir no enfrentamento ao crime rural. O comissário da Polícia Civil, José Mariano Moraes Amaral, desabafa à reportagem da FOLHA do SUL. “Por diversas razões decidi minha transferência para Gramado. Vou atuar numa outra área, bastante distante do que estou acostumado a fazer, bem diferente do contato com o campo, mas chega um momento que é necessário uma reflexão profissional. A investigação empreendida no combate aos delitos que ocorrem na área rural, mormente o abigeato, é um trabalho diferente, preocupação diuturna, sistemática e permanente. É um trabalho que não tem uma carga

Antonio Rocha

horária definida e requer uma dedicação exclusiva, vai além do profissional, é algo com comprometimento, substrato de terra, posso dizer de amor ao Rio Grande”, salienta o policial.

Um crime, varias consequências

Pela relevância do tema e importância para a nossa região gaúcha, deveria o Estado ser mais atento para as questões relativas ao abigeato, não só pelo furto de animais subtraídos vivos das propriedades rurais, não só pela carneada de animais feita nos campos, não

só pela insegurança e intranquilidade no campo, que é uma questão de ordem de segurança pública, mas sim também pelas inúmeras ações reflexas desse crime, quais sejam questões de ordem de saúde pública, questões de ordem social, questões tributárias na evasão de divisas e sonegação de impostos, locupletação indevida de recursos. “São inúmeras as situações que decorrem de uma ação vinculada ao abigeato”, frisa. Essa falta de atenção do Poder Público na instalação de um Órgão Policial especializado e com atribuições específicas no combate a esse tipo de crime ajudaram na decisão de Amaral.

“Não sou de desistir de uma causa, de uma bandeira, mas a situação está insustentável, quase impossível realizar um serviço a contento, que chegue a bom termo”, diz. Para o abigeato, além da delegacia especializada, deveria haver dentro da própria academia de polícia a transmissão de conhecimentos para quem vai atuar no interior do Estado, com uma realidade diferente da capital ou região metropolitana, pois esse crime tem peculiaridades próprias. A presença maior das forças de segurança nas comunidades rurais também é ressaltada pelo policial, afinal, como enfatiza, a

fonte de informação é o próprio homem do campo e para isso é importante um vínculo do profissional de segurança com a realidade rural. “Assim como são organizados Dias de Campo sobre assuntos como pastagens, lavouras e pecuária, deveria haver igualmente um Dia de Campo da Segurança Pública nas comunidades interioranas, em que o Estado se faria presente com seus mais diversos órgãos, num trabalho social e, ver de perto os problemas locais. Isso facilitaria o envolvimento dos produtores com os órgãos de segurança, haveria um certo chamamento na participação nos problemas que os afligem”, sugere.


QUINTA-FEIRA 21 de março de 2013

O CAMPO

Touros, bois, vacas, terneiros e marketing

Divulgação

2

por Fernando Furtado Velloso ffvelloso@assessoriaagropecuaria.com.br

Com a chegada da temporada de feiras de terneiros no RS, lembro de um dizer de meu avô, Anaurelino Furtado. Sempre que perguntado sobre o que ele criava em Palomas a resposta dele sempre vinha pronta: touros, bois, vacas e terneiros. Era o jeito de ele dizer que era Ciclo Completo e que ali tudo se produzia e tudo se vendia. Inicio minha coluna com este causo porque entendo que para cada categoria animal pode-se trabalhar a comercialização de forma especializada. O termo marketing vem sendo usado e entendido de forma muito limitada e equivocada. Muitos simplificam marketing em publicidade e as possibilidades são muito mais amplas que simplesmente anunciar. Oferecer um produto que atenda e supere as expectativas do cliente,

bem informar sobre as especificações deste produto e buscar retorno da satisfação são formas consistentes de fazer marketing bem feito. No caso do gado temos muito a explorar em marketing para melhor comercializar os animais e assim melhorar o resultado de nossas operações. A Ufrgs realizou uma pesquisa que mostrou claramente as grandes variações obtidas nos preços de terneiros nas feiras oficiais. O estudo foi muito interessante e demonstrou que há espaço para realizar melhor resultado na venda do terneiro tanto em épocas de baixa quanto de alta. No período avaliado (2004 a 2006) as diferenças em R$ por kg alcançaram 30% entre os melhores e os piores vendidos. As principais características que formaram melhores preços foram

as relacionadas à uniformidade dos lotes e aos grupos genéticos (raças e cruzamentos). O comprador está disposto a pagar mais pelo animal de qualidade, mas ele necessita perceber que aquele animal gera valor adicional ao seu sistema de produção. Na recente Viagem Técnica Beefpoint Texas que participei no início de março, observamos exemplos práticos, reais e que funcionam muito bem nos EUA. Nos leilões de gado comercial (principalmente via TV e internet) são fartas as informações sobre os lotes (idades, pesos mínimos e máximos, tratamentos realizados e certificações). Um caso à parte são os diversos programas de certificações para agregação de valor: Angus Source e Red Angus Certified (para garantir genética

Angus nos lotes), Progressive Genetics (garantido o uso de touros, pais superiores), Natural Beef (animais sem uso de hormônios para produção de carne natural) e diferentes protocolos sanitários (garantido um programa de vacinação customizado conforme o propósito: engorda, cria, etc). No RS já temos algumas ações louváveis como o trabalho diferenciado da Feira de Lavras do Sul (e outras da ANPTC). Nas raças também avançam as certificações Terneiro Angus e Terneiro Hereford. Todavia, temos muito a avançar para construir uma relação comercial entre produtores mais qualificada. A informação do peso do gado é um capítulo à parte e, infelizmente, pouca fé se coloca nas informações de catálogos, pois não

temos procedimentos padronizados e são inúmeros os históricos de pesos “ajustados” para cima. Lamentavelmente esta situação não leva a uma lógica de valor do produto, mas sim de falta de confiança na relação comercial. Ações para informar mais sobre o produto (referente à sanidade, idade e grupo genético) e para dar mais transparência nas informações sobre os pesos dos animais são simples e podem ser o pontapé inicial para melhorar a venda do que produzimos: touros, bois, vacas e terneiros...

Como agem as quadrilhas

a n d Arquivo t t s a d

por Marcelo Pimenta e Silva

O

abigeato praticado na Campanha e na Metade Sul é feito por quadrilhas especializadas. A ramificação desses grupos passa por municípios como Bagé, Dom Pedrito, Pinheiro Machado, chegando a Pelotas. Para se ter uma ideia dessa abrangência de atuação, o policial Amaral comenta um fato ocorrido no segundo semestre de 2011. Segundo Amaral, um carro que agia no transporte de animais abatidos a campo foi roubado em Jaguarão, realizou um furto em Dom Pedrito e foi encontrado no Corredor da Bolena. “Para se fazer uma investigação de abigeato, não pode se prender apenas ao local da ocorrência. A verdade é que essas quadrilhas estão muito bem estruturadas, numa organização de dar inveja, elas têm conhecimento territorial e contam com informações

privilegiadas, de gente que trabalhou na propriedade”, explica. Amaral informa que a falta de profissionais capacitados, traduz num rodízio muito grande de empregados nas propriedades rurais, muitos dos quais são puramente olheiros, acabam por conhecer toda a rotina e dinâmica do estabelecimento, não que isso seja a regra, mas temos observado que em diversos casos mesmos empregados trabalharam nos locais onde ocorreram furtos ou roubos. O acesso à tecnologia é outro ponto a favor das quadrilhas. “Se no passado realizávamos nosso trabalho enfrentando dificuldades porque não tínhamos aparelhos como o telefone celular, hoje, os criminosos contam também com equipamentos modernos e isso facilita a ação deles porque podem informar os batedores se há barreira na estrada”, salienta.

Ação requer equipe grande Há um recrutamento muito grande de agentes na consumação do delito. Geralmente para uma “carneada” a campo, são utilizados muitas vezes dois veículos e um número no mínimo de seis pessoas que matam o animal e levam a parte nobre da carne. “O que me chama a atenção é que quando são seccionadas as articulações, há somente um corte. Não

ocorrem dois, três talhos, há um corte com precisão cirúrgica, praticamente, o que nos remete a pensar que esses indivíduos já trabalharam em frigoríficos, acostumados na desossa de animais”, pondera. Amaral destaca que os criminosos inovam nos crimes. Em diversas carneadas ficaram partes de lonas pretas. Esse artifício é utilizado

Crime apresenta aspectos de crueldade com animais

para encobrir o animal quando, após receber o tiro na cabeça e sangrado, é feita a retirada da carne e, mesmo que a sede do estabelecimento seja perto, sua ação não poderá ser flagrada e consequente identificação dos criminosos. “E não levam mais do que dez minutos para consumar a retirada da carne”, argumenta o investigador. A retração pelos próprios pro-

dutores rurais para coibirem a ação dos abigeatários se dá também pela impossibilidade indiscriminada do uso de armas de fogo como defesa da propriedade. Outro detalhe, conforme Amaral, seria a revisão da legislação. Infelizmente as sanções aplicadas aos autores de furto não refletem os anseios da sociedade. O velho jargão

de que a Polícia prende e a Justiça solta não deve ser compreendido na acepção literal da expressão. “É a legislação cada vez mais benevolente com situações que impede o julgador de manter um autor de furto no estabelecimento prisional. Uma revisão e penalidade mais adequada é o anseio da população que sofre pelas ações criminosas”, enfatiza.


O CAMPO

QUINTA-FEIRA 21 de março de 2013

3

Um crime além dos limites das propriedades rurais por Marcelo Pimenta e Silva Com o avanço dos casos de abigeato, muitos produtores rurais, principalmente os pequenos, estão deixando de investir na pecuária por conta dos prejuízos que o crime provoca. Afinal, todo um trabalho que envolve investimentos em aprimoramento genético, pastagens, qualificação de rebanhos, mão de obra qualificada, cai por terra quando o produtor se depara com um abate significativo de animais de

Fotos: Antonio Rocha

uma forma cruel. Amaral comenta que é inexplicável o sentimento de dor dessas pessoas que vivem da pecuária e perdem cinco, seis, 10 e até 12 animais de uma só vez e têm retirados apenas os quartos, paletas, lombo. “É muita crueldade, gente desprovida de qualquer sentimento humano, muitas das vezes são fêmeas, prestes a parir um terneiro, ou ainda talvez para deboche, extraem o feto e deixam ao lado da mãe”.

Problema social Uma realidade observada, e esta é uma questão social, ao deixar de exercer a pecuária ou ela em consórcio com a agricultura, muitos pequenos produtores, por medo ou sucessivos prejuízos, acabam deixando a propriedade, arrendando para

a agricultura e migram para a cidade, deixando o campo vazio e, por consequência, a falta de mão de obra especializada que o campo tanto requer. Dos limites de uma propriedade, o abigeato atinge a cidade e torna-se um crime social.

Prejuízos para o Estado

Se a prática criminosa do abigeato, cantada em verso e prosa no folclore gaúcho e, vista com desdém, muitas vezes, sob o espectro de que é um “crime menor” afeta o produtor, ela também atinge a sociedade que consome uma carne abatida sem as mínimas condições de higiene. Em 2010, segundo da-

dos do IBGE, quase seis milhões de cabeças de gado foram abatidas no país sem ter um único imposto recolhido e que poderia ser revertido no combate a essa sonegação ou ainda instrumentalizar demais órgãos ligados ao setor, como as Inspetorias Veterinárias, Serviços de Inspeções, por exemplo.

Comissário da Polícia Civil, José Mariano Amaral

Amaral destaca que roubo de animais não afeta apenas setor primário

A luta no campo O comissário Amaral recorda que Bagé já contou com um órgão de combate ao abigeato – era a Coordenadoria Regional de Polícia de Combate ao Abigeato que atuou de 1984 até 1991 com atendimento a 52 municípios gaúchos. Esse órgão centralizava todos os registros de furtos e dados sobre os crimes na área de atuação. Em 1998, Amaral foi trabalhar em Porto Alegre. Dez anos depois, ele retorna a Bagé e, como afirma, os abigeatários eram praticamente os mesmos do passado. “Voltei para Bagé com a condição de fazer investigação de verdade, não o que eu chamava de ‘book de carneada’. Nós tínhamos uma equipe de nove funcionários e também dois

na investigação para o combate aos delitos na área rural. Com o tempo, ficou impossível de fazer um trabalho que atendesse a toda a demanda”, explica o investigador que ressalta que mesmo com o quadro limitado de funcionários conseguiram realizar inúmeras prisões na época. José Mariano Moraes Amaral encerra a entrevista repetindo da necessidade de que o Estado olhe com maior atenção para o tema do abigeato. Os delitos que ocorrem rotineiramente trazem o medo na fala e no olhar dos produtores. A impotência não é apenas de quem perde os animais. Ela vai ao encontro de servidores da Segurança Pública, como Amaral, que desabafa: “eu não sou

de desistir, mas já estou com quase 30 anos de polícia e acho que chegou o momento de buscar outro cenário, com outras oportunidades para mim e para a minha família. Eu sempre tive uma parceria muito grande com a Associação e Sindicato Rural de Bagé e de Dom Pedrito, Inspetorias Veterinárias, órgãos ligados ao setor, imprensa, que sempre prestigiaram nosso trabalho, colegas, colaboradores anônimos que nos ajudaram a levar adiante o nosso intento, a quem eu credito o sucesso nas investigações, por acreditar que é possível construir algo positivo, diferente, não só no combate ao abigeato, mas que é possível em qualquer outro tipo de trabalho”, finaliza.


QUINTA-FEIRA 21 de março de 2013

O CAMPO

Necessidade da união para

combater abigeato

Agenda Remates (55) 3422-4664 / (55) 3422-4457 Gado Geral 27 de março Alegrete

por Marcelo Pimenta e Silva No dia 16 de janeiro, o Salão Nobre da Associação e Sindicato Rural foi sede da reunião de produtores rurais e lideranças do setor na região com o secretário de Segurança do Estado, Aírton Michels. A pauta do encontro foi a insegurança no campo advinda dos sucessivos casos de abigeato. O evento foi promovido pela entidade rural de Bagé e o presidente dela, Aluízio Tavares, declara que o abigeato é um problema recorrente para a região e que com o desarmamento dos produtores rurais, estes cada vez mais se encontram indefesos perante criminosos organizados. “O cidadão de bem está indefeso e o do mal produz esse efeito em que as propriedades rurais são assaltadas rotineiramente com ataques que custam em torno de 12 mil reais por vez para cada produtor que perde suas vaquilhonas e terneiros”, destaca. Tavares ressalta que o secretário foi receptivo com as exigências do setor e o Governo do Estado se mostra empenhado em combater e diminuir a incidência desse crime. O secretário da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi, observa que a reivindicação da categoria pela criação de uma delegacia especializada, de forma isolada, por si só não resolve o problema que é histórico. “Estamos construindo, juntamente com o Gabinete do Governador, num trabalho articulado com as secretarias da Segurança, da Fazenda, da Saúde e do Meio Ambiente, uma proposta de ação transversal, com o envolvimento de todos estes setores, visando gerar ações efetivas, de forma organizada e integrada, que venham realmente combater a prática deste crime”, informa. Crime que na opinião do presidente do Sindicato Rural de Dom Pedrito, José Roberto Pires Weber, não é mais para matar a fome e sim com objetivos comerciais. “Na oportunidade da reunião com o secretário, nós enfatizamos a necessidade de um maior efetivo de policiais e uma delegacia especializada para combater este tipo de crime organizado”, ressaltou Weber.

Agenda

Graciela Freitas

Cambará Remates (55) 3322-6640 / (55) 84046640 Gado Geral 22 de março Cruz Alta Gado Geral 27 de março Santo Antônio das Missões Crioulo Remates (51) 3330-3579 Butiá e Infinito 22 de março Esteio 3º Remate Crioulos do Rincão 23 de março São Pedro do Sul Estirpe Crioula 24 de março Esteio V Remate Redomão Crioulo 27 de março Pelotas Trajano Silva Remates (51) 3028-2828

Delito que afeta todo o Estado, como aponta o presidente da Comissão Fundiária da Farsul, Paulo Ricardo Dias, que destaca o trabalho desenvolvido pela Farsul para que o Governo do Estado realize ações de aumento de efetivo da Brigada Militar e da Polícia Civil, além de outras medidas para controlar esse tipo de crime. “Há uma preocupação de todo o Estado, pois isso não ocorre apenas na região da Campanha. Esse crime está cada vez mais organizado e não podemos observá-lo como um simples furto”, ressalta. Dias comenta que a Farsul reivindica três aspectos: aumento de efetivo, criação de delegacias especializadas em cidades polo, como Bagé, e a revisão junto aos deputados federais da legislação que enquadraria o abigeato como um crime maior. “Esse crime, atualmente, recebe uma pena branda e ele não pode ser visto dessa forma. Ele é organizado e precisa

Expediente:

Esta edição semanal é encartada no Jornal FOLHA do SUL GAÚCHO e não pode ser vendida separadamente.

ser combatido de forma plural pelas diversas instâncias. Isso porque ele afeta do ponto de vista econômico, com a perda de tributos para o Estado e o país, bem como é altamente perigoso para a saúde pública”, afirma Paulo Ricardo Dias. Essa união entre autoridades, órgãos de segurança e produtores rurais é salientada também pelo comissário Amaral. Para ele, a união de órgãos e lideranças funcionará para que se conquistem os objetivos tão enfatizados junto ao secretário Aírton Michels. “Não vou afirmar que o abigeato tem o condão de ser o principal crime a ser combatido, mas para nossa região assume uma notoriedade ímpar, um significado preponderante que reflete na economia diretamente, pois se o campo está seguro, há produção, empregos, toda uma cadeia produtiva é contemplada e essa atividade nociva é altamente prejudicial”, opina.

Reportagens: Marcelo Pimenta e Silva

Editor-geral: Glauber Pereira E-mail: marcelopimentaesilva@gmail.com Fotos: Divulgação Diagramação: Cristiano Lameira Revisão: Taisa Soares

Associação Rural busca junto ao Governo do Estado criação de uma delegacia especializada

18º Remate Anual São Rafael 23 de março Sede da cabanha, Balsa Nova, PR

Cotações

Arroz irrigado Casca – R$/Sc - 50kg Praça Uruguaiana Praça Pelotas Praça Cachoeira do Sul Fonte: Mafer Agronegócios e Rural BR

31,49 31,22 30,99

Boi Gordo – 30 dias Praça Praça Fonte: Rural BR

Oeste Pelotas

Kg 3,3 Kg 3,3

Preço do Boi Kg /vivo R$ Frigorífico Campeiro

Boi

3,35

Preço da Vaca Kg/vivo R$ Frigorífico Campeiro

Vaca

2,9

Preço da Carcaça de Boi - 30 dias a prazo Frigorífico Marfrig Boi

6,6

Preço da Carcaça de Vaca – 30 dias a prazo Frigorífico Marfrig Vaca

6,3

Leite Tipo C - R$/L Praça Fonte: Rural BR Trigo Praça Praça Milho R$/Sc 60Kg Praça Soja R$/Sc (60Kg) Praça Praça Fonte: Safras e Mercado

Norte/Noroeste

0,920

Carazinho Santa Rosa

650 650

Erechim

29

Rio Grande Passo Fundo

61 57


Folha do Sul Gaúcho Ed. 877 (21/03/2013)