Page 1

Ano X - Edição n° 437 Sul Fluminense, 11 a 17 de fevereiro 2012 redacao@folhadointerior.com.br

Dica de Livro

Distribuição Dirigida

Interior forte, Estado forte!

Página 10 - Entretenimento

Boataria e medo durante greve da PM Policiais do Batalhão de Choque estão em Barra Mansa e Volta Redonda; PMs são presos por liderarem a greve e outros estão aquartelados no 28º BPM. Página 2 – Geral

Metalsul lança Central de Negócios Ferramenta está disponível no portal da entidade na internet. Página 9 - Economia

Rodovia do Contorno deve ser inaugurada em julho, prevê Neto

ELEIÇÕES 2012

PDT negocia com PRTB e mais quatro partidos Pré-candidato a prefeito de Barra Mansa, Cláudio Manes diz que articulação fortalece projeto e faz elogios a conduta de Jackson Emerick, que surge como opção de vice na chapa; membros da Executiva Municipal dizem que ainda não foram comunicados sobre decisão; presidente da Executiva Estadual diz que conversas estão muito bem adiantadas. Página 3

Sul Fluminense criou 11.837 novos empregos em 2011 Construção Civil foi a atividade econômica que mais acelerou suas contratações frente a 2010, impulsionada por obras de infraestrutura em Volta Redonda. Página 8 - Economia

Angra Urban Festival Casas já foram demolidas, Light retirou os pontos de energia da BR-393; são mais de 80 homens trabalhando no canteiro de obras. Página 6 - CIdades

Evento acontece neste sábado, dia 11, e vai celebrar a cultura urbana com sete horas de programação com skate, basquete de rua, futebol freestyle, muita música e participação de DJs e MC’s. Página 10 - Entretenimento


Geral

2

11 a 17 de fevereiro 2012

GREVE DA POLÍCIA MILITAR

Eficiencia X Eficácia É muito comum vermos jargões que utilizam dessas duas palavrinhas especiais para dizerem as coisas mais diversas possíveis, mas todo empresário necessita ter na ponta da língua a diferença entre as duas e optar por qual deseja ser norteado em seus negócios. Eficiencia é a capacidade de utilizar seus recursos de toda natureza para efetuar uma tarefa ou atingir um objetivo, ou seja, usa-se dos recursos financeiros, pessoais, culturais, e todos os outros presentes em uma empresa e atinge-se o tal objetivo de maneira satisfatória, mas longe de surpreendente, e se contenta com isso. Eficácia, por sua vez, é utilizar o mínimo de recursos disponíveis, ou até mesmo todos eles, mas conseguir atingir o objetivo no seu máximo e de maneira mais ligeira e limpa possível, e naturalmente o eficaz não costuma se satisfazer facilmente, logo procurando uma maneira de se superar e ser mais brilhante em seus resultados. Um pequeno exemplo para ilustrar seria de um chefe que solicita uma resma de papel a uma secretária que está no nono andar do prédio da empresa, e ela desce até o segundo e busca a resma, quando ao entregá-la é surpreendida sendo informada de que a resma não é a correta, então volta mais duas vezes ao segundo andar até que acerta por sorte a resma desejada. Ela foi eficiente, pois atingiu o objetivo e não dificultou a tarefa ou se deseinteressou em atingi-la, mas por outro lado existia uma secretária eficaz, que ao ser solicitada a resma de papel, pediu gentilmente um minuto ao chefe para indagar sobre as características do produto, e logo saiu até o segundo andar e em uma viagem regressou com a resma solicitada para a satisfação do chefe e dela própria que trabalhou muito menos, com o mais brilhante resultado. Perguntamos nessa coluna: Você está sendo Eficiente ou Eficaz em seu negócio? E sua equipe? O que falta para tornar todos os eficientes, eficazes? Que tal tentar? Até a próxima coluna...

Onda boatos e medo tomam conta de BM e VR Policiais do Batalhão de Choque estão nas duas cidades; PMs são presos por liderarem a greve e outros estão aquartelados no 28º BPM B.Mansa/V.Redonda Uma onda de medo e boataria sobre assaltos e arrastões está tomando conta da população do Sul Fluminense depois que a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil decidiram entrar em grave na sexta-feira, dia 10, em várias cidades do Estado e na capital. No entanto, a Secretaria de Segurança Pública está acalmando a população. A cúpula da PM enviou para Barra Mansa e Volta Redonda policiais do Batalhão de Choque (tropa especializada em confrontos) para garantir a segurança dos moradores da região. Foram enviados ainda policiais que estão em formação na Academia de Polícia. Nenhum caso mais grave relacionado à greve foi registrado na região, a não ser as prisões dos grevistas. Um deles, o cabo Pa-

blo Rafael, foi preso e transferido para o presídio de Bangu I. Ele responderá a três processos e deve ser expulso da corporação. Em Barra Mansa, duas viaturas do Batalhão de Choque estavam na cidade fazendo rondas e patrulhando as ruas da cidade. Os policiais começaram a paralisação por volta de 5 horas quando um grupo reunido no bairro Niterói seguiu em caminhada para a porta do 28º BPM.

sair à noite de casa, não fazer movimentações financeiras em dinheiro pelas ruas, cuidados ao entrar e sair de casa. Mas não precisa se transformar numa neurose”, diz um policial militar em greve, mas que prefere não se identificar.

População deve evitar lugares perigosos

O delegado titular da 93ª DP, Antônio Furtado, disse em entrevista ao radialista José Roberto Mendonça, que a delegacia está atendendo casos emergenciais e que a delegacia está funcionando com mais de 30% do efetivo. “A greve tem que ser feita de forma organizada e respeitando os 30% de efetivo para atender as demandas de casos mais graves”, explicou.

Especialistas em Segurança Pública disseram que, mesmo com a falta de policiamento nas ruas, a população não precisa se alarmar, apenas tomar cuidados em locais considerados perigosos e que ofereçam riscos. “Durante este período de greve as pessoas devem evitar

Polícia Civil faz registros emergenciais

Sindicato cobra investigação sobre morte de jornalista em Vassouras

Luciano de Paula - IBCO n. 555 www.lucianodepaula.net -falecom@lucianodepaula.net

Aluga-se Casa composta de dois quartos, sala, copa/cozinha, banheiro social, área de serviço e dependência, sem garagem, situada em Barra Mansa, RJ, na Rua Prof. Pedro Vaz, nº 51, Centro (próximo à Santa Casa). Tratar pelos telefones (24) 3323-2216 (fixo) e (24) 9293-2336 (celular).

Sul Fluminense O presidente do Sindicato dos Jornalistas do Sul Fluminense, JC Moreira, foi taxativo ao afirmar que irá a todas as esferas do Poder Judiciário e das polícias para esclarecer o assassinato do jornalista Mario Randolfo, de 50 anos e de sua noiva, Maria Aparecida Guimarães, a Cida, de 42 anos. “Não pode-

mos deixar este crime impune porque fere o direito de liberdade de imprensa e de expressão”, defende. Polêmico e investigativo, Mário era dono do blog Vassouras na Net, e já havia sofrido três atentados contra sua vida, sendo o último em julho de 2011, quando foi atingido por cinco disparos de arma de fogo em sua casa, no Centro de Vassouras. Ele foi exe-

cutado na madrugada de quinta-feira, dia 9, em Barra do Piraí junto com sua noiva. O casal foi levado pelos até uma estrada de terra no bairro Minuano conhecida como estrada do sítio do Chacal, que margeia a BR-393 (Rodovia Lúcio Meira). Por volta de 1:30h, Mario Randolfo e Cida foram executados, cada um com um tiro na cabeça à queima roupa.

Expediente Empresa Jornalística Folha do Interior Redação: R. Jose Marcelino de Camargo, 1.041, sala 801, Centro – Barra Mansa – RJ CNPJ – 05.587.149/0001-32 Insc. Estadual: 77.531.688 – Insc. Mun.: 525.218 Telefones: (24) 33248666 / (24) 88644154 E-mail: redacao@folhadointerior.com.br Site – www.folhadointerior.com.br

O Jornal Folha do Interior é uma publicação exclusiva da Emp. Jornalística Folha do Interior. Os textos não podem ser reproduzidos. Os artigos, colunas e opiniões assinados são de responsabilidade exclusiva de seus autores sob todos os aspectos legais e não vinculam a opinião do jornal. Circulação semanal aos sábados nas cidades: Barra Mansa, Volta Redonda, Porto Real, Quatis, Pinheiral e Piraí. Impressão: Gráfica Diário do Vale

Diretor e Editor – Vinicius Ramos Gerente Administrativo e Circulação – Vítor Rocha Jornalismo (Site) - Marcus Modesto Colaboradores – Luciano Ribeiro, José de Oliveira e José Roberto Medonça Estagiários – Mariana Leal.


Política

11 a 17 de fevereiro 2012

3

ELEIÇÕES 2012

PDT negocia com PRTB e mais quatro partidos Pré-candidato a prefeito de Barra Mansa, Cláudio Manes diz que articulação fortalece projeto e faz elogios à conduta de Jackson Emerick, que surge como opção de vice na chapa; membros da Executiva Municipal dizem que ainda não foram comunicados sobre decisão; presidente da Executiva Estadual diz que conversas estão muito bem adiantadas Barra Mansa O presidente do PDT de Barra Mansa e pré-candidato a prefeito, Cláudio Manes, afirmou que está praticamente fechada uma aliança com o PRTB e mais quatro partidos que compõem a base do grupo ligado a Jackson Emerick. Além do PRTB, estão no bloco PTC, PRB, PTN e o PT do B. “Com esses partidos nossa pré-candidatura ganha mais robustez e não compromete nosso projeto, porque os partidos entenderam que não queremos negociar. Eles estão se juntando porque sabem que temos projeto de alto nível para transformar Barra Mansa”, explica. O pré-candidato desconversa, mas fontes ligadas ao jornal Folha do Interior afirmam que nome de Jackson Emerick, liderança política e

Arquivo FI

religiosa em Barra Mansa, pode surgir como vice na chapa. “O Jackson é uma pessoa de trabalho, de luta e um grande

nome”, resume. Cláudio disse ainda que a nominata dos partidos também foi fundamental. “Teremos ótimos nomes como candidatos a vereador”. Jackson Emerick disse que as negociações são com os partidos e não com as pessoas. “Não trabalho com o Zé Renato. O Cláudio tem mesmo que buscar as alianças que ele achar necessárias para construir seu projeto. Além de ser um grande empresário, se mostrou capaz de fazer as articulações”, disse. Sobre a possibilidade de ser vice, Emerick disse estar muita feliz de ter seu nome lembrado. “Fico lisonjeado, mas não discutimos isso diretamente”, diz. Para o presidente da Executiva Estadual do PRTB, Jimmy Pereira, ele tem a autorização dos partidos para articular as alianças. “Fui autorizado a ne-

Câmara aprova crédito adicional de R$ 40 milhões para saneamento

gociar. O Cláudio se mostrou uma nova opção para a política de Barra Mansa e nós nunca fomos procurados pelo prefeito. A Executiva Estadual é que define os rumos partidários e não pessoais. Quem dá o ponta pé inicial nas negociações é a Estadual. A palavra final é nossa, tanto que a participação dos partidos nos governos é prati-

Executiva Municipal diz que ainda não foi comunicada O vereador Ueslei da Farmácia (PRTB) diz que nem ele, nem os membros da Executiva Municipal foram comunicados sobre uma possível aliança com o PDT de Cláudio Manes. “Eu sigo a direção do partido. Mas

A Câmara de Barra Mansa aprovou diversos projetos e indicações na sessão de quinta-feira, 9. Entre as matérias, foram aprovadas, em regime de urgência especial, duas mensagens do Executivo, autorizando a abertura de dois créditos adicionais especiais. Um deles no valor de R$ 40 milhões para aplicação em Saneamento Básico, por meio

de um convênio entre a prefeitura e o Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Ambiente, e outro de R$ 4 milhões para aplicação na modernização da Gestão Pública, por meio de um convênio com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). “O investimento em saneamento básico vai permitir que Barra Mansa seja uma das primeiras da região a tratar corretamente 100% do

esgoto”, comenta o presidente da Câmara, Luís Antônio Cardoso (PMDB). As matérias serão enviadas para a sanção do prefeito. Em primeira discussão, foi a aprovado projeto do vereador Marcelo Borges (PT), que dispõe sobre o plantio de árvores frutíferas às margens dos rios, nas escolas da rede municipal de ensino e nas praças públicas. O projeto voltará em segunda discussão.

Acompanhe nosso jornalismo on line diariamente e fique bem mais informado.

www.folhadointerior.com.br

hoje, sou governo e apoio o Zé Renato. O que sei é que vamos conversar com todos os partidos. Temos que ouvir também o Edson Albertassi, que disse que vamos apoiar o Zé Renato. Mas até agora nada foi decidido”.

Ruth Coutinho assume prefeitura interinamente Barra mansa

Barra Mansa

camente zero. São os interesses individuais que valem”, ressalta Jimmy. Em relação à vaga de vice, Jimmy disse que o nome de Jackson Emerick será o primeiro na lista, caso as conversas tenham um desfecho positivo. “O Jackson é um excelente quadro e um nome muito forte na política de Barra Mansa”, explica.

Enquanto o prefeito Zé Renato estava em viagem no exterior, a vice, Ruth Coutinho (PP), ficou no comando do poder executivo municipal. Segundo a prefeita interina, o prazo curto à frente da prefeitura não a permitiu realizar grandes mudanças no cenário municipal, porém, Ruth Coutinho aproveitou a oportunidade para apresentar

demandas e propostas a alguns secretários municipais, como o de Educação, Mauro de Paiva Luciano e o superintendente de Cultura, Luiz Augusto Mury. Desde quando foi eleita, essa é a primeira vez que Ruth Coutinho assume o cargo de prefeita, em substituição do atual chefe do Executivo, logo após Ruthinha declarar que vai concorrer ao cargo de chefe do executivo de Barra Mana.


Cidades

4 Artigo Tigres americanos Na década de 80 viemos a conhecer os famosos Tigres Asiáticos, países do leste do continente asiático que se tornaram verdadeiros ímãs de investimentos internacionais. O perfil comum entre eles era o elevado crescimento econômico sobre uma pauta essencialmente industrial de produtos eletroeletrônicos eautomobilísticos. Fazendo uma mera analogia ao apelido recebido por estes países e claramente deixando de lado as dimensões financeiras, considero que algumas regiões do Brasil poderiam receber o mesmo adjetivo devido ao feroz crescimento econômico em que se encontram. Chamo atenção em especial para região Sul Fluminense: estamos passando por um momento forte de atração de investimentos nacionais e internacionais, no qual fica difícil acompanhar o número de empresas que cogitam, determinam e iniciam a implantação de unidades industriais. Praticamente todas as cidades de nossa região estão em franco crescimento industrial, algumas destas com mega empreendimentos e outras por inúmeras pequenas e médias empresas em processo de implantação. Seja por particularidades topográficas e socioeconômicas ou pelo privilégio de instrumentos públicos de incentivos fiscais, o fato é que o Sul Fluminense é a bola da vez. O otimismo que me faz estar à frente de uma organização como o METALSUL e de fazer parte do APL Metalmecânico do Médio Paraíba Fluminense não é apenas pelo momento tão positivo de nossa economia local, mas sim pela crença em que temos plenas condições de surfar nesta onda por muitos anos, mesmo com os inúmeros desafios que já temos nas mãos. Algunsdestes desafios merecerão nossa dedicação contínua: adefasagem entre a demanda e oferta de mão de obra qualificada, que hoje já dá claros sinais de desequilíbrio; a precária condição de fornecimento de energia elétrica que também tem nos deixados no escuro; e a necessidade de ganho de competitividade das empresas tradicionais de pequeno e médio porte. Além destes, temos a questão da ocupação urbana de áreas entendidas pelo antigo Código Florestal como de preservação permanente, sejam em faixas ribeirinhas sejam em topos de morros. Se rigorosamente cobradas, essas faixas remexeriam em 70% das áreas urbanas das principais cidades da região. Todos estes desafios impactarão direta ou indiretamente na nossa condição de surfar na onda do crescimento que surge e, por isso, deverão ser trabalhados por todos. Em primeiro lugar, pelos poderes públicos que possuem esta obrigação social e depois pela sociedade organizada que não poderá se intimidar. Vide os países asiáticos que merecidamente receberam o adjetivo de força, pois superaram estes e outros desafios para chegarem à posição econômica em que se encontram hoje. E como tudo isto já está rodando, vamos arregaçar as mangas e trabalhar. Henrique Carneiro – Presidente do Metalsul

Acompanhe nosso jornalismo on line diariamente e fique bem mais informado.

www.folhadointerior.com.br

11 a 17 de fevereiro 2012

Volta às aulas requer cuidados no trânsito GM prepara esquema de segurança especial para o início do ano letivo Barra Mansa Para garantir mais segurança na volta às aulas, que tiveram início no dia 6, a Guarda Municipal (GM) de Barra Mansa montou um esquema especial de ronda nas escolas. Os agentes passaram a iniciar os trabalhos às 6h30min e não mais às 8h e como são dois turnos, o expediente termina às 23h. De acordo com o comandante da GM, Carlos Natanael Geremias, o esquema foi formado para auxiliar nesse período que exige maior atenção. “Nossa proposta é orientar os responsáveis nessa volta às aulas para que redobrem a atenção ao dirigir, passar por cruzamentos próximos às escolas, respeitar o limite de velocidade e ter paciência”, disse. Uma equipe com seis viaturas, seis motocicletas e 20 agentes atua realizando ronda nas escolas, principalmente as que ficam localizadas na área central. O esquema prioriza os horários de entrada e saída dos colégios e de acordo com o comandante, a intenção é intensificar esses serviços nos primeiros 15 dias de volta às aulas.

Ainda de acordo com ele, para 2012 estão previstas reuniões com os diretores e pais para abordarem temas relativos à se-

gurança dos alunos nas escolas e ainda palestras e ações educativas com os alunos para incentivar o trânsito mais seguro.

Especialistas explicam cuidados que pais e professores devem ter com as crianças nessa fase de volta às aulas No início do ano letivo, a garotada fica ansiosa para encontrar os amigos, usar o material escolar, o uniforme novo e conhecer os professores. Em meio a tanta empolgação, pais e professores devem estar atentos aos cuidados básicos a serem tomados com as crianças. Os especialistas do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into) fizeram uma lista de observações a serem levadas em conta, como o uso correto das mochilas, a postura recomendada em sala de aula, o calçado adequado para o ambiente escolar e a prevenção de acidentes durante as brincadeiras. A mochila certa e seu uso correto é um dos quesitos mais importantes, que pode evitar dores e deformidades. O especialista em coluna Luiz Eduardo Carelli, alerta que diante de tantas opções no mercado, o mais

importante é pensar na saúde da coluna e dos ombros. O peso adequado a ser transportado na mochila é de no máximo 10% do peso corporal do aluno. A sugestão é arrumar a mochila todos os dias, colocando somente o que realmente vai ser necessário para o dia na escola. “O caderno de 10 matérias pode ser substituído por um caderno para cada matéria. Ou pode-se ainda adotar o esquema fichário, em que o aluno leva para a escola apenas as folhas da matéria em questão”, ensina Carelli. A preferência deve ser por modelos de alças acolchoadas, com largura que não excedam o tamanho do dorso da criança e com altura na região da cintura. “Jamais usá-las sobre um ombro só. A sobrecarga em um lado do corpo pode ocasionar problemas de postura, como escoliose e cifose, e sérias dores”, complementa.

UPA da Região Leste Barra Mansa O prefeito de Barra Mansa, Zé Renato, ao lado do secretário de Saúde, Wilton Neri, e do secretário de Saúde do Estado, Sérgio Côrtes, entregou oficialmente um documento formalizando o pedido de instalação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas na Região Leste ao Ministro da Saúde Alexandre Padilha. Segundo o prefeito, o processo já está em andamento desde o ano passado, mas a formalização do pedido entregue nas mãos do

ministro pretende agilizar a instalação da nova UPA. - Fiz questão de entregar o documento nas mãos do ministro para ver se a gente consegue agilizar essa instalação da UPA na Região Leste. Nós já temos o terreno, que um empresário do município doou para a prefeitura, no bairro Boa Vista I, para a construção da UPA na Região Leste. Agora, aguardamos a aprovação do Ministério da Saúde para darmos andamento ao processo de implantação – disse. A iniciativa já foi aprovada

pela CIB (Comissão Intergestores Bipartite), resolução 1347, e o pleito encaminhado ao Ministério da Saúde. Agora, a prefeitura aguarda a publicação da resolução da CIB aprovando tecnicamente a implantação da unidade. Com isso, Barra Mansa seria a primeira cidade do Sul Fluminense a ter mais de uma UPA. O prefeito destacou ainda que durante encontro com Côrtes, o secretário reafirmou a liberação de uma Clínica da Saúde, que integrará três unidades de saúde da família, que será implantada no bairro Boa Sorte.


11 a 17 de fevereiro 2012

Cidades

5


Cidades

6

11 a 17 de fevereiro 2012

Rodovia do Contorno deve ser inaugurada em julho, prevê Neto Casas já foram demolidas, Light retirou os pontos de energia da BR-393; são mais de 80 homens trabalhando no canteiro de obras Divulgação

Volta Redonda As obras da Rodovia do Contorno estão em ritmo acelerado, e o cronograma da inauguração – marcada para o dia 17 de julho, aniversário de Volta Redonda – deve ser cumprido à risca. O prefeito Antônio Francisco Neto destacou o envolvimento de todas as esferas no projeto, principalmente do Governo do Estado. “O Governo do Estado e a Secretaria Estadual de Obras abraçaram este projeto, e se-

guem firme para que o cronograma de inauguração seja cumprido. A concessionária de energia elétrica (Light) já tirou a energia dos pontos em que era necessário, na BR-393, para a realização das obras e a intenção da empresa que está fazendo o projeto é trabalhar inclusive nos finais de semana”, afirmou Neto. De acordo com informações obtidas pelo prefeito junto à empresa responsável pela obra – a Delta Engenharia – cerca de 82 homens estão trabalhando

no local, e um reforço de máquinas e equipamentos foi feito a partir desta semana. “No total, cerca de 46 máquinas estão trabalhando na obra, e este número deve chegar a 70 equipamentos em breve. Com isso, temos certeza de que a data de inauguração será cumprida”, apontou Neto. O prefeito salientou ainda que as últimas casas desapropriadas que ficavam na área da rodovia já foram demolidas e todo o entulho foi retirado do local, em mais uma etapa da

realização da obra, que vai desviar o trânsito de caminhões

pesados da região central de Volta Redonda.

UFF firma acordo para geração de energia solar e eólica Estado O Laboratório de Energia dos Ventos (LEV) da Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Academia Fuhrländer (AG), da Alemanha, firmaram um protocolo de intenções que viabiliza parcerias no desenvolvimento e execução de pesquisas, programas e projetos de intercâmbio em assuntos tecnológicos, científicos, educacionais, administrativos e culturais voltados para novos modelos e produção de energia eólica e solar. O acordo, assinado pelo reitor Roberto Salles no dia 31 de janeiro, prevê a criação de um curso de extensão em energias renováveis na UFF, destinado a alunos e profissionais já formados, além de dois laboratórios na fazenda da universidade em Iguaba Grande. Um dos laboratórios contará com um aerogerador que fornecerá energia elétrica a cerca de 40 mil pessoas; o outro terá cinco módulos para captação de energia que serão instalados nos tetos de prédios de cinco municípios (Cabo Frio, Campos dos Goytacazes,

Angra dos Reis, Búzios e Niterói, em prédio da própria UFF). Cada módulo contará com um aerogerador, seis painéis fotovoltaicos e uma estação anemométrica (responsável pela medição dos ventos e da temperatura). Segundo o professor de engenharia elétrica Geraldo Tavares, gerente do LEV, o Brasil precisa de profissionais na área de energia solareólica. A intenção é aproveitar os ventos do Brasil (considerados ótimos, com uma média de velocidade de 8,5 m/s) e se adequar à nova tendência internacional de uso de energias renováveis e não poluentes. “Está havendo um ‘boom’ nessa área e o Brasil ainda está muito carente. Queremos treinar, além dos nossos alunos, engenheiros já formados. Em um ano de curso, eles já poderão trabalhar nessa área”, ressalta Tavares.


11 a 17 de fevereiro 2012

7


Economia

8

11 a 17 de fevereiro 2012

Sul Fluminense criou 11.837 novos empregos em 2011 Construção Civil foi a atividade econômica que mais acelerou suas contratações frente a 2010, impulsionada por obras de infraestrutura em Volta Redonda Sul Fluminense O ritmo de geração de empregos no Sul do estado do Rio apresentou desaceleração no ano passado, refletindo a conjuntura de crise econômica mundial. Ainda assim, foram gerados na região 11.837 novos postos de trabalho, saldo superado apenas pelo forte desempenho do ano anterior, quando foram registradas 14.139 contratações. Os dados são da Nota Técnica Mercado Formal de Trabalho Fluminense, que a FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) divulgou na quinta-feira, dia 9 de fevereiro. Os setores de Serviços (4.302), Construção Civil (3.613) e Comércio (2.163) foram os principais contratantes na região, seguidos pela Indústria de Transformação (1.369). O saldo positivo de contratações na Indústria de Transformação, porém, apresentou

queda expressiva em relação a 2010 (-77,4%) devido a perdas de postos de trabalho no segmento de Material de Transporte. O movimento é explicado pelo fim do ciclo de produção da indústria Naval em Angra dos Reis e a decorrente dispensa de trabalhadores. A Metalurgia, embora com saldo positivo de 737 vagas formais, apresentou desempenho menor do que em 2010 (2.199) em função da queda no ritmo nas contratações para produção de laminados de aço em Volta Redonda. Ainda assim, foi o principal segmento da Indústria de Transformação contratante no Sul Fluminense. Destaque para o setor de Alimentos e Bebidas, que apresentou forte recuperação frente ao ano anterior: 402 vagas em 2011 contra -114 em 2010. O resultado foi impulsionado pelo aquecimento da fabricação de malte, cervejas e chopes em Piraí.

Estado do Rio gerou 168.153 novos postos O estado do Rio gerou 168.153 novos postos com carteira assinada em 2011, saldo também superado pelo ano anterior, que registrou 190.680 contratações. No Brasil, foram criadas 1.566.043 vagas formais no ano passado, terceiro melhor saldo registrado desde o início do estudo, em 1992, atrás apenas de 2010 (2.136.947) e de 2007 (1.617.392). Assim como no Sul do estado, o setor de Construção Civil fluminense foi o que apresentou maior crescimento no Rio, com 29.589 vagas, 156% a mais do que em 2010 (11.654). O ótimo desempenho rendeu ao estado o posto de maior gerador de vagas nesse segmento, respondendo por 20% do total de em-

pregos criados no país. Foram decisivas para manter o quadro de aceleração as obras de infraestrutura em andamento relacionadas principalmente à Copa do Mundo e aos Jogos Olímpicos. Destaque também para a Indústria Extrativa Mineral, que atingiu seu recorde, com 17.836 postos de trabalho no país, em 2011, sendo 2.699 no Rio. A Indústria de Transformação registrou saldo quase um terço menor: 174.674 vagas no Brasil, no ano passado, contra 485.028 do ano anterior, com desaceleração em 10 dos 12 subsetores. No Rio, as contratações caíram de 29.004 em 2010 para 15.158 em 2011. A indústria de Produtos alimentícios e bebidas cha-

mou atenção por ter conseguido estabilidade: 4.037 vagas formais contra 4.701 de 2010, sendo a principal geradora de empregos na Indústria de Transformação fluminense. Em patamares mais baixos, apareceram na sequência as vagas criadas na Metalurgia (2.784) e na indústria Mecânica (2.093), ambas impulsionadas pelas demandas da atividade extrativa de petróleo. O setor de Serviços manteve-se como principal contratante no estado do Rio, embora tenha registrado desaceleração: 85.275 vagas em 2011 contra 104.852 em 2010. Mesmo cenário do Comércio, que apresentou 31.576 novos postos de trabalho contra 46.103 do ano anterior.

Comércio de BM de cara nova Sicomércio reúne entidades para revitalizar comércio de Barra Mansa Barra Mansa O Sicomércio de Barra Mansa deu o pontapé inicial para o desenvolvimento de um projeto de revitalização do comércio da cidade. No dia 6 de fevereiro foi realizada uma reunião na sede do sindicato com representantes do Sebrae, CDL, prefeitura, Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares e Academia Barramansense de História para discutir o projeto que visa a melhoria das fachadas e letreiros da cidade. “Ao andar pela cidade

sempre via lojas com paredes sujas, fachadas feias e letreiros desproporcionais. Ao assistir uma palestra do Sebrae tomei conhecimento de um projeto que cuida justamente disso e levei para a diretoria do Sicomércio, que entrou em contato com o Sebrae e marcou a primeira reunião que contou com a participação de outras entidades que serão parceiras nessa iniciativa”, explicou a coordenadora do projeto, Maria das Graças Marcelino Fernandes, a Gracinha, diretora do Sicomércio, se refe-

rindo ao Sebraetec. Segundo Gracinha, o objetivo do projeto é colocar Barra Mansa de cara nova. “É agregar valor as lojas, porque beleza atrai os consumidores. Nossa cidade tem uma tradição de comércio de rua e, por isso, precisamos investir nele, melhorando nossas lojas”, informou, acrescentando que a ideia do sindicato é começar o projeto nas ruas Rio Branco e Mário Ramos: “O projeto será aberto a todo o comércio, mas nossa intenção é realizar um piloto nessas ruas”.


Economia

11 a 17 de fevereiro 2012

9

Metalsul lança Central de Negócios Ferramenta está disponível no portal da entidade na internet Sul Fluminense Com o objetivo de fomentar a economia local e aproximar as empresas do setor, o Metalsul (Sindicato das Indústrias Metalmecânicas do Médio Paraíba) lançou uma central de negócios em seu portal na internet. O sistema possibilita que as empresas associadas vendam seus pro-

dutos diretamente para outros associados. A dinâmica é simples: a empresa cadastra os produtos e serviços que oferece e que consome no painel de controle da área do associado. Neste ambiente, os empresários têm acesso às informações de todos os cadastros. “Assim, ele visualiza de forma rápida quem pode consumir seu produto e

de quem ele pode comprar o que precisa”, explica Adilson Gustavo, diretor de comunicação do Metalsul. Toda vez que uma empresa cadastra um novo produto ou serviço, a central de negócios faz um cruzamento de informações e envia os dados para as áreas de compra ou de vendas das empresas associadas. “Assim, fica mais fácil descobrir

Brasil é segundo país mais desigual do G20, aponta estudo O Brasil é o segundo país com maior desigualdade do G20, de acordo com estudo realizado nos países que compõem grupo Nacional De acordo com a pesquisa “Deixados para trás pelo G20?”, realizada pela Oxfam entidade de combate à pobreza e a injustiça social presente em 92 países-, apenas a África do Sul fica atrás do Brasil em termos de desigualdade. Como base de comparação, a pesquisa também examina a participação na renda nacional dos 10% mais pobres da população de outro subgrupo de 12 países, de acordo com dados do Banco Mundial. Neste quesito, o Brasil apresenta o pior desempenho de todos, com a África do Sul logo acima. A pesquisa afirma que os países mais desiguais do G20 são economias emergentes. Além de Brasil e África do Sul, México, Rússia, Argentina, China e Turquia têm os piores resultados. Já as nações com maior igualdade, segundo a Oxfam, são economias desenvolvidas com uma renda maior, como França (país com melhor resultado geral), Alemanha, Canadá, Itália e Austrália.

Avanços Mesmo estando nas últimas colocações, o Brasil é mencionado pela pesquisa como um dos países onde o combate à pobre-

za foi mais eficaz nos últimos anos. O estudo cita dados que apontam a saída de 12 milhões de brasileiros da pobreza absoluta entre 1999 e 2009, além da queda da desigualdade medida pelo coeficiente de Gini, baixando de 0,52 para 0,47 no mesmo período. O coeficiente vai de zero, que significa o mínimo de desigualdade, a um, que é o máximo. A pesquisa prevê que, se o Brasil crescer de acordo com as previsões do FMI (3,6% em 2012 e acima de 4% nos anos subsequentes) e mantiver a tendência de redução da desigualdade e de crescimento populacional, o número de pessoas pobres cairá em quase dois terços até 2020, com cinco milhões de pessoas a menos na linha da pobreza. No entanto, a Oxfam diz que, se houver um aumento da desigualdade nos próximos anos, nem mesmo um forte crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) poderá retirar um número significativo de brasileiros da pobreza. “Mesmo que o Brasil tenha avanços no combate da pobreza, ele é ainda um dos países mais desiguais do mundo, com uma agenda bem forte pendente nesta área”, disse o chefe do escritório da Oxfam no Brasil, Simon Ticehurst.

Ticehurst diz que, para reduzir a desigualdade, o Brasil também precisa atacar as questões da sustentabilidade e da resistência a choques externos. Para o representante da Oxfam, a reforma agrária e o estímulo à agricultura familiar também é importante para reduzir a desigualdade. “Da parcela mais pobre da população brasileira, cerca de 47% vivem no campo. Além disso, 75% dos alimentos que os brasileiros consomem são produzidos por pequenos produtores, que moram na pobreza”, disse TiceHurst. Segundo o estudo da Oxfam, a maioria dos países do G20 apresenta uma tendência “preocupante” no sentido do aumento na desigualdade. A entidade afirma que algumas dessas nações foram “constrangidas” pelas reduções significativas da desigualdade registradas nos países de baixa renda nos últimos 15 anos. “A experiência do Brasil, da Coréia do Sul e de vários países de renda baixa e média-baixa mostra que reduzir a desigualdade está ao alcance dos dirigentes do G20”, diz o texto. “Não existe escassez de potenciais alavancas para políticas (de redução da desigualdade). Em vez disso, talvez exista uma escassez de vontade política”, diz o estudo.

quem pode ser seu parceiro de negócios”, afirma o diretor. A central de negócios do Metalsul pode ser acessada gratuitamente pelos associados de qualquer computador, mediante uso de login e senha no portal. Periodicamente o sistema enviará um email para as empresas, com informações de consumidores e fornecedores. “Queremos que nossos as-

sociados aumentem suas vendas e descubram novos fornecedores”, finalizou Adilson. O portal do Metalsul na internet é acessado no endereço eletrônico www.metalsul. org.br. Mais informações de como efetuar o cadastro na central de negócios podem ser obtidas na secretaria da entidade, no telefone (24) 3347-3539.

UBM abre inscrições para área de petróleo e gás Sul Fluminense Com o objetivo de capacitar profissionais para atuarem nos diversos segmentos de exploração e produção (onshore e offshore) da cadeia Produtiva de Petróleo e Gás Natural, o UBM - Centro Universitário de Barra Mansa oferece uma nova turma do curso de curta duração: cadeia produtiva de petróleo e gás. A carga horária total é de 72h. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas na Pró-Reitoria Comunitária do Campus Barra Mansa até o próximo dia 09 de março para primeira turma e dia 10 de março para a segunda. O público-alvo é de estudantes do Ensino Médio e comunidade em geral.

O curso será ministrado pelo Engenheiro Agrícola, Luis Alfredo Araújo de Athayde, no Campus Barra Mansa. Membro da Comissão Permanente da Biosfera do Cerrado, Luis possuí grande experiência nas áreas Ambiental, Administrativa e Logística do Petróleo, além da área acadêmica ministrando cursos livres (Onshore e Offshore) de Indústria do Petróleo, Logística do Petróleo, QSMS, Operador de Produção, Refino, Gás Natural e Energias Alternativas.

Confira a data de realização e horário: Turma I: 19h às 22h - 16/03 a 17/08/2012 (sextas-feiras) Turma II: 8h às 11h - 17/03 a 18/08/2012 (sábados)

Acompanhe nosso jornalismo on line diariamente e fique bem mais informado.

www.folhadointerior.com.br


Entretenimento

10

11 a 17 de fevereiro 2012

Angra Urban Festival Evento acontece no neste sábado, dia 11, e vai celebrar a cultura urbana com sete horas de programação com skate, basquete de rua, futebol freestyle, muita música e participação de DJs e MC’s Divulgação

Angra dos Reis A Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, promove no sábado, dia 11, das 16h às 23h, o Angra Urban Festival, na Praia da Chácara, local que abriga a pista pública de skate da cidade, uma das melhores do estado. Com realização da UpLine Produções e idealização da Pense Skate, o evento tem o intuito de trazer à tona o espírito ou-

sado e vanguardista das ruas, mostrando para quem quiser ver e ouvir o que a arte urbana tem de mais novo. O evento faz parte das comemorações dos 510 anos de Angra dos Reis. O festival reúne elementos do cotidiano das ruas das grandes cidades em uma autêntica celebração à cultura urbana. Serão oito horas de entretenimento e atividades gratuitas sob o comando do DJ Marcos Bocayuva. Haverá

O irã sob o chador Chador é um tipo de manto islâmico, usado no Irã para cobrir o corpo feminino. Só o rosto fica à mostra. O traje é obrigatório em mesquitas e outros lugares sagrados, e conta com a preferência das iranianas do segmento mais conservador da sociedade. Assim como as formas de suas mulheres, o Irã apresenta-se ao olhar ocidental de maneira enigmática, oculto sob o espesso chador do nosso preconceito e desinformação acerca do Oriente Médio em geral e de cada país da região, em específico. Em viagens realizadas em momentos e circunstâncias diferentes, as jornalistas Adriana Carranca e Marcia Camargos tiveram a oportunidade de conhecer um país que não cabe na simplificação dos estereótipos. O irã sob o chador é o resultado da descoberta comum de uma realidade singular, num dos raros lugares do mundo ainda resistentes aos efeitos da globalização. Um cenário de conflitos per-

manentes entre arcaico e moderno, religioso e secular, opressivo e libertário. Desnudando as camadas do chador que envolve o Irã, Adriana e Marcia revelam uma sociedade pulsante que, à revelia do poder constituído, impulsiona o país. Um lugar que produz uma das mais instigantes cinematografias do mundo, mas que não hesita em usar a censura prévia (ou mesmo a prisão) para intimidar seus cineastas. Uma sociedade de machismo opressivo, no seio da qual emergiu a ativista Shirin Ebadi, Prêmio Nobel da Paz em 2003. Um caldeirão fervilhante, no qual nacionalismo, juventude e desejo de mudança se mesclam ao deslumbramento com o mundo que está do lado de fora do chador, e que ficou mais próximo com a internet. Título: O Irã sob o chador Autor: Adriana Carranca e Marcia Camargos Gênero: Livro-reportagem Editora: Globo N° de páginas: 240

batalha de raps de improviso, intervenções gráficas e apresentações esportivas são os destaques da programação. O Angra Urban Festival terá início às 16h e trará em sua programação apresentações de skate, basquete de rua, futebol freestyle e street dance, além de uma batalha do conhecimento promovida pelo MC Marechal e de muita música com os DJs Machintal e Marcos Bocayuva.

Festival Grito Rock será realizado em Resende/RJ Resende No próximo dia 18 terá início uma das mais tradicionais festas brasileiras, o Carnaval. Mas quem não é de marchinhas e sambas-enredos, poderá aproveitar a noite ao som de Rock’n Roll. O maior Festival Integrado das Américas chega a décima edição, alcança a Europa e tem sua segunda edição realizada em Resende no dia 18. O evento será realizado na Casa Subterranea Rua Timburibá, 19, Centro Histórico (ao lado do CCRR). Idealizado em 2002, em Cuiabá (MT), o Festival Grito Rock é uma alternativa ao Carnaval e uma plataforma independente de circulação. Este ano, o projeto ocorre de 17 de fevereiro a 17 de março e reúne produtores de 200 cidades e 15 países, o que representa um aumento de 55% em relação a 2011, quando 130 cidades e 10 países sediaram o festival. Para 2012 já são 15 países, incluindo o continente europeu e o México. Três bandas de diferentes partes do país foram selecionadas pra se apresentar junto a uma de Resende, promovendo o intercâmbio e contato entre artistas de diferentes propostas e experiências musicais. Mais informações pelo site www.gritorock.com.br

Fundo de Quintal é a atração do Cultura Para Todos Volta Redonda O grupo Fundo de Quintal, um dos mais tradicionais do samba carioca, é a próxima atração do projeto Cultura Para Todos, da Prefeitura Municipal de Volta Redonda, por meio da Secretaria Municipal

de Cultura (SMC). A próxima edição do projeto será na terça-feira, dia 14, com sessões às 19h e 21h, no Cine 9 de Abril. O ingresso deve ser trocado por um litro de leite em caixinha, nas bilheterias do cinema, a partir da próxima segunda-feira, dia 13, às 8h.

Ateneu Angrense promove concurso de fotografia Angra dos Reis Estão abertas as inscrições para o tradicional Concurso de Fotografia Brasil dos Reis, em sua oitava edição, realizado pelo Ateneu Angrense de Letras e Artes. As inscrições poderão ser feitas até o dia 9 de março por fotógrafos amadores ou profissionais radicados em Angra dos Reis, Mangaratiba, Paraty ou Rio Claro. Cada participante poderá concorrer com até duas fotos, inéditas, com temas diferentes, que este ano são: natureza, velhos, casarões, infância e caminho.

A foto deverá ser entregue acompanhada de envelope fechado, sem identificação externa, contendo, em seu interior, o nome, endereço, e-mail, telefone do autor, o título da foto e informações técnicas, se necessário, além do pseudônimo, na sede do Ateneu, na Praça Guarda-marinha Greenhalgh, 59, São Bento, Centro. A foto classificada em primeiro lugar ilustrará a capa do livrete de poesias do XXVII Concurso de Poesia Brasil dos Reis, também realizado pelo Ateneu Angrense de Letras e Artes. Informações: www. ateneuangrense.com.br ou pelo telefone 3365-4965.

Acompanhe nosso jornalismo on line diariamente e fique bem mais informado.

www.folhadointerior.com.br


11 a 17 de fevereiro 2012

Social

11

Por Angélica Leal

Convidados da minha amiga Cintia no aniversário de 1 aninho do Felipe no W3 Kids

Bela da Semana A bela da semana é Heloísa Torres de Volta Redonda

Kids

Espaço

Dessa vez no Espaço Kids os meus amores...minha sobrinha Júlia e meu filho João Paulo. Só falta o Luiz Paulo que semana que vem vai estar aqui.

Bruna, Marcela, Leonardo, Gil, Patrícia e Enio na Boate Área Restrita em Barra Mansa

Yasmim Bruno

Belo da Semana O belo da semana é o fotógrafo e diagramador do Jornal Folha do Interior Vitor Rocha.

Aniversário do meu afilhado lindoooo, Felipe, que completou 1 aninho ontem com seus pais Cintia e Edson e seus irmãos Guilherme e Liz


Esporte

12

Voltaço enfrenta Duque de Caxias Time, que ocupa atualmente a 4ª colocação da tabela, comemorou seu aniversário de 36 anos Volta Redonda O Voltaço vem fazendo uma campanha razoável no campeonato carioca 2012. Em quarto lugar na tabela de classificação do grupo B, o Voltaço, que empatou com o Boa Vista no último domingo, enfrenta no dia 12 o Duque de Caxias em Los Larios, às 17 horas, pela sexta rodada da competição. Além do campeonato, o clube essa semana teve mais um motivo para comemorar. O Voltaço completou 36 anos na última quinta feira, dia 9.

Conheça a história do Voltaço O Volta Redonda Futebol Clube foi fundado no período do regime militar. Com o desejo de unificar o futebol fluminense, em 1975, o General Ernesto Geisel manifestou a intenção de unir os estados do Rio de Janeiro e da Guanabara. Como eram dois estados distintos, Rio de Janeiro e Guanabara tinham suas próprias federações de futebol e seus campeonatos à parte. Com a unificação dos estados, houve também a junção das duas federações e a possibilidade da participação de três novas equi-

pes no Campeonato Estadual de 1976. Devido à ação de Nelson Gonçalves, ex-prefeito de Volta Redonda, de seu assessor, Guanayr de Souza Horste, do presidente da Federação de Futebol Fluminense, Eduardo Vianna e da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), Volta Redonda conseguiu umas das vagas para disputar o campeonato estadual. Após alguns imbróglios, ficou decidido que a cidade teria um clube que carregasse o nome e as cores da mesma. Nascia então o Volta Redonda Futebol Clube, o Tricolor de Aço.

11 a 17 de fevereiro 2012

Uma definição correta de uma direção incompetente Estava lendo uma crônica do jornalista Benjamin Back, do Lance, que me interessou bastante. O jornalista escreveu o que muitos gostariam de falar. Às vezes não falam por estarem atrelados ao clube aos jogadores. “Da porta para dentro, o Flamengo é pequeno demais”. Foi bastante oportuno. “Deivid está sem receber seus direitos de imagem há mais de um ano e meio! Ronaldinho Gaúcho também está na fila. Agora o Flamengo trás o Wagner Love”. Uma grande verdade do jornalista. “O time vence o Real Potosi e o técnico (Wanderlei Luxemburgo) é demitido”. Uma incoerência que não tem tamanho. Basta ser campeão carioca para ninguém mais se lembrar dos problemas, das dívidas. Outra verdade. Atualmente o Flamengo tem a camisa mais “limpa” do futebol brasileiro. Apenas um modesto patrocinador na manga e outro muito pequeno na numeração. Quanta incompetência dessa mulher que dirige as cores do Mais Querido. Pensei que por ser uma mulher as coisas mudariam. Até pênalti o tão badalado Ronaldinho está perdendo. Um dia antes da partida, disse que estava com conjuntivite. À noite foi flagrado ao lado de um grupo de pagode. Ano passado essa figura (Gaúcho), foi homenageado na Academia Brasileira de Letras. E par piorar o Wanderlei que foi o percussor do CT na Zona Oeste foi demitido. Os forasteiros (Ronaldinho Gaúcho) passam, mas os verdadeiros rubro-negros ficam.


/201221494357  

Policiais do Batalhão de Choque estão em Barra Mansa e Volta Redonda; PMs são presos por liderarem a greve e outros estão aquartelados no 28...

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you