Page 15

polícia

Folha do E. Santo Terça-Feira, 10 de Maio de 2011

15

Mateus estava conversando com um amigo na porta de sua casa, ao avistar uma viatura ele correu e foi baleado na nuca por um policial

Homem é baleado e morto por policial em Cachoeiro

polícia

mais

PESQUISA

Cachoeiro de Itapemirim (ES)

Jovem morre afogado em Iúna

por Ronaldo Índio Brasil

O

lavador Mateus Oakes da Silva Costa, 29, morador do bairro Campo Leopoldina, em Cachoeiro de Itapemirim-ES, morreu na noite do último domingo, após ser atingido por um disparo de arma de fogo efetuado por um policial militar. Mateus estava conversando com um amigo na porta de sua casa, quando uma viatura da Polícia Militar que realizava patrulhamento na área que é conhecida por intenso movimento de tráfico de drogas, abordou os rapazes. No momento, a vítima ficou apavorada e correu. Dois tiros de pistola 40 foram disparados pelos policiais, um dos disparos foi em direção ao chão, como forma de advertência. O segundo foi disparado por outro policial em direção a Mateus, que ainda continuava a correr. O disparo atingiu a nuca do rapaz que caiu no chão.

MATEUS foi socorrido com auxílio da PM, deu entrada no Pronto Socorro, mas morreu em seguida Mateus foi socorrido em O tio da vítima, Edeval- um rapaz trabalhador, deium carro particular e com do José Candido, que che- xou duas filhas. Nós havíauxílio de uma viatura da gou logo depois no local, amos acabado de chegar da PM. Chegou a dar entrada se desesperou ao ver o so- casa de minha mãe, onde no Pronto Socorro do hospi- brinho atingido pelo tiro. passamos o dia. Queremos tal, mas morreu em seguida. “O policial foi covarde, isto justiça”. desabafou EdevalO corpo foi encaminhado não era necessário se que- do. para o Serviço Médico Le- ria imobilizá-lo, porque não Mateus trabalhava como gal, onde foi necropsiado e atirou nas pernas? Logo na lavador em uma empresa de liberado para sepultamento. cabeça... meu sobrinho era carros novos da cidade.

Traficante de Cachoeiro é assassinada em Campos Cristina de Mattos Souza e Silva, 35, acusada de tráfico de drogas em Cachoeiro-ES, foi assassinada na tarde da última sexta-feira, na cidade de Campos dos Goytacazes-RJ. De acordo com a mãe de Andréia, a dona de casa Arlete Barbosa de Matos, de 57 anos, a sua filha foi assassinada com cinco golpes de faca, que atingiu várias partes do

corpo. Um dos golpes atingiu os olhos da vítima. Ainda de acordo com Arlete, a filha estava morando em Campos desde novembro de 2009. Data em que abandonou os seus cinco filhos e mudou da cidade em companhia de uma amiga. Três das crianças ficaram sob a responsabilidade da avó materna e duas vivem em lares diferentes em

Av. Pinheiro Junior, n°171, Independência

OPINE VOCÊ TAMBÉM WWW.TWITTER.COM/FOLHADOES

Cachoeiro. Andréia já teve várias passagens pela polícia. Ela já havia sido presa pelos crimes de tráfico de drogas em Piuma e por lesões corporais em Cachoeiro, onde cumpriu pena. A família da vítima não soube informar o que ela estaria fazendo em Campos. O corpo dela será encaminhado para Cachoeiro, onde será sepultada.

O corpo do Jovem Eone Magalhães Lopes, 18 anos, morador de Iúna foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros nas águas do rio Pardo, que corta a cidade, na tarde do último domingo. Segundo informações da irmã de Eone, a dona de casa Jorgiana Magalhães da Silva, seu irmão teria saído de casa no sábado pela manhã e estava bebendo com uns amigos próximo a rodoviária que fica ao lado do rio. O rapaz teria caído dentro do rio após ingerir bebidas alcoólicas. Os amigos que estavam com ele tentaram socorrer, mas Eone desapareceu nas águas. Depois de realizar várias buscas, o Corpo de Bombeiros conseguiu encontrar o rapaz na tarde de ontem. De acordo com os soldados, a água estava escura e dificultou a localização do adolescente. O corpo foi encaminhado para o SML de Cachoeiro pela perícia, onde foi necropsiado e liberado para sepultamento.

Foragido de detenção é procurado

A polícia está à procura de Oerlis Rosa de Souza, 19, que foi preso na madrugada do dia 30 de março portando várias armas de fogo na Avenida Aristides Campos, Cachoeiro. No último sábado ele escapou do Centro de Detenção Provisória onde cumpria pena e a fuga de Oerlis ainda é um mistério a ser esclarecido. No dia de sua prisão ele portava uma pistola, calibre 380, dois revólveres e várias munições. Ainda perto do local da abordagem, foi encontrada enrolada em uma blusa, uma espingarda de fabricação caseira e embalagens contendo cocaína e mais algumas munições. Qualquer informação sobre o foragido poderá ser passada pelo 190, 147 ou 181

Terça 10/05/2011  

Adição N° 41019

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you