Page 1

HISTÓRIA DA MINHA RUA alão

yme B R. Ja

l Cabra

Cofres públicos

Professor, jornalista, artista e empreendedor. Conheça a história por trás do nome de uma das ruas mais conhecidas do Cabral

Richa corta gastos no Estado Pág. 05

Pág. 03

ANO I I - Nº 33 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

SINOPSE EDITORA

Folha Cabral

2ª QUINZENA DE JUNHO DE 2013

do

Ilustração: Rodrigo Romani

CABRAL

-

BACACHERI

-

JUVEVÊ

-

HUGO LANGE

-

AHÚ

-

ALTO DA GLÓRIA

-

BOA VISTA

-

ALTO DA XV

Código Pirata

Hackers criam vírus que modifica código de barras da fatura do IPVA e redireciona pagamento para contas de terceiros. A adulteração ocorre no momento da impressão do boleto

Pág. 05

Paraná tem vacinação contra hepatite B Pág. 03

LBV mobiliza população em ação solidária

Cindacta celebra 140 anos do Pai da Aviação Pág. 06

Pág. 06


2

Folha Cabral

ATU A L IDADE

-

do

EDITORIAL

-

Novelas curitibanas Capítulo de hoje: o metrô

:: Por Ricardo Dias

Voltamos a falar dele, o metrô de Curitiba. Novelinha antiga, mas com um personagem novo na trama. Nos últimos dias, a Prefeitura apresentou os resultados dos recentes estudos sobre a implantação do novo modal. Coube ao secretário de Planejamento e Gestão, Fábio Scatolin, incluir nas cenas deste enredo o novo plano de custeio das obras O valor para a construção aumentou, passou dos iniciais R$ 2,1 bilhões, orçados em 2009, quando a trama estava nos primeiros capítulos, para atuais, R$ 4,3 bilhões. Mas, como em toda boa história, os roteiristas precisam alternar os picos de emoções fortes, com as cenas mais brandas, como àquelas recheadas da esperança e do romantismo dos bons mocinhos. O nosso acalanto, telespectadores, é realmente uma boa notícia: o trajeto do metrô aumentou. Quatro novas estações foram incluídas no traçado, abrangendo agora os bairros Juvevê, Alto da Glória, indo até o terminal Cabral. Os valores mais que dobraram, aí a Prefeitura alega inflação, a escolha do novo sistema de escavação e os seis quilômetros adicionais de trilhos. Em nossa novela, não poderia faltar um patrono. Seja um santo, uma doação

Folha Cabral do

Fone: (41) 3042-2133 folhadocabral@hotmail.com

EXPEDIENTE Diretor geral e redator chefe: Ricardo A. Dias (DRT-PR 5504) Departamento comercial: Adilson Silva | Cel.: 9135-0636 Departamento financeiro: Thays de Freitas Dias Reportagem: Jordana Basilio Uanilla Marcela Piveta (DRT-PR 8071) Diagramação: Rodrigo A. Romani (DRT-PR 7756) Revisão: Uanilla Marcela Piveta (DRT-PR 8071) 2ª quinzena de junho

As matérias assinadas não expressam, necessariamente, a opinião deste jornal.

anônima ou um bilhete e premiado, que salva os aflitos na hora certa, o governo municipal vai precisar de uma forcinha, e já sabe a quem recorrer. Ficou com a União a decisão final sobre a liberação da verba. Pode estar aí o início do final feliz da nossa novela. A verba do Governo Federal virou o galã. O bom moço, bem apessoado, moderninho e leva a lugares nunca explorados. Seria um casamento perfeito. Mas, assim como nossa bela Curitiba, uma outra capital aqui da região sul também está na disputa e em uma situação semelhante. Porto Alegre, com 1,5 milhões de habitantes, também vive um impasse. A obra para construção do metrô, por lá, foi estimada em R$ 2,4 bilhões, mas da prefeitura avaliou que vai precisar de mais R$ 2 bilhões. Parece que a história ainda vai render alguns capítulos. Até lá, a Prefeitura conta e precisa do apoio dos expectadores para o sucesso da trama. Afinal, por melhor que seja o roteiro e as boas ideias dos autores, o sucesso depende também do crédito e da expectativa que se dá à obra. A previsão é para que o nosso final feliz aconteça em quatro ou cinco anos. Continuamos atentos, assistindo aos próximos capítulos.

A FOLHA DO CABRAL Distribuição em centenas de pontos comercias da região. Circula pelas principais vias, em uma rota que envolve os bairros Cabral, Bacacheri, Juvevê, Hugo Lange, Ahú, Boa Vista e Alto da Glória.

20.000 leitores por edição!

Receita libera consulta ao 3º lote de restituições A Receita Federal liberou a con-

Pedido de Pagamento de Restituição,

sulta ao terceiro lote de restituições

ou diretamente no Centro Virtual de

do Imposto de Renda. Serão 1,099 mi-

Atendimento ao Contribuinte (e-CAC).

lhão de contribuintes. Também foram

Caso o valor não seja creditado, o

liberadas declarações de anos ante-

contribuinte pode contatar qualquer

riores que estavam retidas na malha

agência do Banco do Brasil ou ligar

fina desde 2008.

para 4004-0001 para agendar o cré-

A restituição do IR fica disponível no banco durante um ano. Se o con-

dito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

tribuinte não fizer o resgate durante

Para saber se a restituição foi li-

esse prazo, deverá fazer o requeri-

berada, o contribuinte deverá aces-

mento na página da Receita na inter-

sar www.receita.fazenda.gov.br ou li-

net, mediante Formulário Eletrônico -

gar para o número 146.

Oportunidade de emprego Uma das mais conhecidas multinacionais do mundo quer dar um gás na carreira de jovens O Coletivo Varejo, um dos programas do Coletivo Coca-Cola, está com inscrições abertas para o seu ciclo de formação na área de varejo em mais de 130 comunidades em todo o Brasil. Os jovens interessados podem se inscrever diretamente na unidade de seu interesse (www.coletivococacola. com.br/onde.html). Para isso, é preciso ter entre 15 e 25 anos e ter concluí-

do ou estar cursando o ensino médio. Ao todo, são cerca de 15 mil vagas disponíveis em 12 estados e no Distrito Federal. O Coletivo Varejo capacita jovens para empregos na área de varejo e encaminha para processos de seleção no mercado de trabalho formal. As aulas, teóricas e práticas, acontecem duas vezes por semana, por duas horas. Entre as cidades que recebem o projeto estão o Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Uberlândia, Recife, Salvador, Maceió, Manaus, Fortaleza, Goiânia, Porto Alegre e Curitiba. As aulas têm duração de dois meses.


Folha Cabral

SAÚD E

do

alão

yme B a J . R

l

Cabra

HISTÓRIA DA MINHA RUA Jayme Balão foi um curitibano nascido em 1869. Destacouse na sociedade da época pelo seu trabalho como professor e jornalista. Ainda muito jovem, criou a revista Vida Literária, trabalhou como editor no jornal Gazeta Paranaense, fundou o Diário do Comércio e, anos mais tarde, assumiu o comando do Diário da Tarde. É considerado um dos jornalistas mais articulados de sua época. Viveu também em Ponta Grossa, onde fundou a primeira fábrica de torrefação de café da cidade. Seu pioneirismo aparece com igual brilhantismo no mundo das artes: junto com Augusto Stresser, foi o autor de ‘Sidéria’ a primeira ópera do Paraná, a obra fez tanto sucesso que foi por meses destaques na mídia nacional. Após seu falecimento, em 1930, com 61 anos de idade, foi homenageado pela Academia Paranaense de Letras, na condição de Fundador da cadeira número 8. Outra homenagem é rua com o seu nome no bairro Cabral.

3

Vacina contra hepatite B atende 80% da população do Paraná Foto: Divulgação

Rede pública de vacinação chama grupos de risco para receberem a dosagem Com a ampliação do público alvo de vacinação contra a hepatite B em todo o país, estima-se que pouco mais de oito milhões de paranaenses tenham direito à vacina na rede pública de saúde. As doses estão disponíveis nas mais de 2,5 mil unidades básicas de saúde do Paraná. Podem se vacinar pessoas com até 49 anos de idade, manicures, pedicures, podólogos, caminhoneiros, bombeiros, policiais (civis, militares e rodoviários), doadores de sangue, profissionais do sexo e coletores de lixo domiciliar e hospitalar. O coordenador de imunização da secretaria estadual da Saúde, João Luis Crivellaro, afirma que essas pessoas fazem parte dos chamados grupos de risco para o contágio da doença. “Como a hepatite é transmitida sexualmente ou pelo contato com o sangue de uma pessoa infectada, é preciso priorizar a imunização desses profissionais que estão mais expostos à doença”, destacou.

Imunização é oferecida em três doses

A vacina disponível na rede pública é ofertada em três doses. Para ter a imunidade, é preciso tomar todas corretamente. A segunda dose deve ser aplicada 30 dias após a primeira e, a terceira, seis meses após a primeira. De acordo com Sezifredo Paz, superintendente de Vigilância em Saúde, a vacina não tem contraindicação e é a forma mais eficaz de se proteger contra a doença. Além disso, pode tomada ser tomada em qualquer época do ano, necessitando apenas que seja apresentado um

documento de identificação. “Esta é a principal dificuldade da vacina contra Hepatite B. As pessoas tomam a primeira dose e esquecem de voltar para receber o restante. Quando isso acontece, todo o esquema vacinal tem que ser reiniciado”, afirmou o superintendente. Hepatites virais são doenças que comprometem o funcionamento do fígado, um dos órgãos mais importantes do corpo humano. Se não forem tratadas de maneira correta, podem evoluir para cirrose e câncer.


4

Folha Cabral do


Folha Cabral

CAP A

do

5

Vírus altera código de barras das faturas do IPVA A adulteração pode passar despercebida, pois, no layout da ficha de compensação, os dados do contribuinte e o logotipo do banco não são alterados A Secretaria de Estado da Fazenda alerta sobre um vírus que se instala no computador dos contribuintes, alterando o código de barras das fichas de compensação do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) no momento da impressão. Como a opção é fazer o pagamento pelos números que foram adulterados, o valor é direcionado para contas de terceiros. Assim, o débito não é baixado e o contribuinte precisa fazer outro pagamento. De acordo com a inspetora geral de Arrecadação da Secretaria, Suzane Aparecida Gambetta Dob-

jenski, na impressão, o vírus modifica os dados da linha digitável, alterando o código que identifica o cedente (no caso a Secretaria da Fazenda), a identificação do convê-

nio e outros dados da linha, mantendo apenas o valor. O layout da ficha de compensação, dados do contribuinte e nome e logotipo do Banco do Brasil não são altera-

dos. Porém, o código de identificação do banco, que são os três primeiros dígitos da linha digitável, é modificado. Dessa forma, a adulteração não é percebida pelo contribuinte.

Richa corta R$ 200 milhões nas despesas do Estado Governador afirmou que redução não vai atingir serviços como saúde, educação e segurança O governador Beto Richa determinou uma redução de R$ 200 milhões nas despesas de custeio do Estado para os próximos seis meses. A decisão, formalizada por decreto, estabelece corte de 25% no orçamento de todas as áreas de governo, principalmente gastos com energia, combustível, telefonia, viagens, material de consumo, limpeza e conservação, vigilância e outros serviços de terceiros. Segundo o governador, a redução de gastos é uma resposta às dificuldades impostas pela queda das transferências federais ao Paraná,

mas afirmou que serviços como saúde, educação e segurança pública não serão afetados pelo corte orçamentário. “Trata-se de uma medida de austeridade que deve ser cumprida por todos, sem que haja descontinuidade nos serviços prestados aos paranaenses”, disse. O principal corte será no uso de veículos. Cerca de R$ 174 milhões deixarão de ser gastos na aquisição de novos veículos e gestão da frota. Haverá redução no número de carros de representação. Outros R$ 12 milhões serão economizados com o cancelamento de horas extras em

serviços não essenciais, além da redução de R$ 8,3 milhões em despesas de viagem e de R$ 6 milhões no gasto com energia elétrica, água, esgoto e telefonia fixa e móvel. O secretário-chefe da Casa Civil, Reinhold Stephanes, lembra que o governo firmou uma parceria com o Movimento Brasil Competitivo (MBC) para diagnosticar gastos de custeio do Estado, apontar problemas e sugerir soluções. “Com esta parceria a expectativa é reorganizar os processos, permitindo uma economia inicial de R$ 81 milhões”, disse o secretário.


6

Folha Cabral

B A IRRO

do

Cerimônia celebra 140 anos do Pai da Aviação O Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta II) realizou, no bairro Bacacheri, uma cerimônia de celebração dos 140 anos de nascimento de Alberto Santos Dumont, inventor do avião e patrono da Aeronáutica do Brasil. A cerimônia foi acompanhada pelo prefeito Gustavo Fruet e contou com autoridades civis e militares, como o Comandante da Quinta Região Militar do Exército Brasileiro, general de divisão Luiz Felipe Kraemer Carbonell, o brigadeiro Infantaria Amilcar Andrade Bastos, e o presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, desembargador Tadaaqui Hirose. Foram entregues medalhas do Mérito Santos Dumont a civis e militares que prestaram serviços de destaque à Força Aérea Brasileira. Instituída na Aeronáutica em

LBV mobiliza população em ação solidária Com a intensificação das baixas temperaturas, a Legião da Boa Vontade (LBV) lança a “Campanha do Agasalho 2013: a Boa Vontade aquecendo os corações!”. O objetivo é arrecadar agasalhos, moletons, roupas de lã, meias, luvas e cobertores para serem entregues às famílias de baixa renda cadastradas nas escolas e nos Centros Comunitários de Assistência Social da LBV, além daquelas amparadas por organizações parceiras da Instituição na região Sul.

SERVIÇO:

1956, a concessão da Medalha é considerada uma distinção prestada aos militares que se destacaram

no exercício de sua profissão e aos cidadãos brasileiros que prestaram serviço notável à Aeronáutica.

As doações podem ser feitas no Centro de Educação Infantil José de Paiva Netto End.: R. Padre Estanislau Trzebiatowski, 180 - Boqueirão Informações: (41) 3386-8430

Módulo da Guarda é instalado na Rua Augusto Stresser Moradores participam da inauguração das operações da nova unidade de segurança do bairro Muitos comerciantes e moradores do bairro Hugo Lange foram até a esquina das ruas Augusto Stresser e Presidente Rodrigo Otávio. Eles conferiram o Módulo Móvel Itinerante (MMI), da Guarda Municipal de Curitiba, que se instalou no local, na Praça Nossa Senhora Filomena. A operação já percorreu diversas regiões da cidade nos últimos meses, diminuindo os índices de violência e ajudando a devolver a segurança e a tranquilidade para os locais. Os moradores que estiveram presentes ouviram as informações sobre o funcionamento da operação, repassadas pelo diretor da Guarda Municipal de Curitiba, inspetor Cláudio Frederico de Carvalho, e por outros representantes da Secretaria Municipal da Defesa Social e da Administração Regional da Matriz. Nas próximas duas semanas, o módulo itinerante da Guarda ficará na Praça, onde haverá a presença constante de dois agentes. “Além disso,

num raio de um quilômetro, haverá rondas 24 horas, com viaturas e motos da Guarda Municipal”, explicou o inspetor. A operação conta sempre com dois módulos que atuam simultaneamente na cidade. O outro está atualmente no bairro de Santa Felicidade. A comerciante Gisele Rattmann ouviu as orientações e disse estar satisfeita com a chegada do Módulo Móvel Itinerante no bairro. “Era uma solicitação da nossa associação e estamos muito satisfeitos por termos sido ouvidos”, disse. Ela faz parte da Associação de Lojistas da Augusto Stresser (Alas), que representa mais de 300 comerciantes da região. Gisele comentou que os estabelecimentos têm enfrentado problemas com assaltos, vandalismo e convivência com usuários de drogas, o que chega a afetar o faturamento mensal. “Isso acontece porque temos de investir em câmeras, alarmes e, muitas vezes, até reduzir o horário de funcionamento, pois temos medo de perma-

necer com as lojas abertas até mais tarde”, disse. “Por isso temos que agradecer e comemorar o reforço na segurança que recebemos hoje aqui”. A representante do Conselho de Segurança (Conseg) do Hugo Lange, Beatriz Cruz, também foi até o local para conferir e elogiou a ação. “Assim como existem os médicos de família, os agentes da Guarda Municipal têm se tornado cada vez mais agentes de segurança de família, pois estão muito próximos da população”, disse. Ela falou sobre a importância da sensação de segurança que uma operação como a MMI traz para determinada região, o que é mantido após o deslocamento do módulo com rondas intensificadas, 24 horas por dia. Representantes do Conseg do Juvevê, bairro vizinho, também participaram do início das atividades da Operação MMI na Augusto Stresser. Estavam presentes o superintendente da Secretaria Municipal da Defesa Social, Osiris Klamas, e o adminis-

Fotos: SMCS

Arredores da Praça Nossa Senhora Filomena terá policiamento 24 horas trador regional da Matriz, Maurício Figueiredo Lima Neto, entre outras autoridades e lideranças populares.


Folha Cabral

E N T RE T E NIM E N TO

Fonte: estrelaguia.com.br

do

HORÓSCOPO QUINZENAL Áries: Momento para valorizar as relações de trabalho o convívios sociais. Mesmo que se sinta estranho(a) diante de certas convivências, não deve deixar de lado sua autenticidade. Touro: Sua comunicação está em alta. O momento é propenso para esclarecer assuntos do passado em suas relações mais importantes, sem se deixar tomar por ressentimentos.

Libra: Ambientes sociais marcarão momentos importantes, especialmente com amigos e situações que envolvam diversões. Será uma boa oportunidade para sair um pouco e respirar novos ares. Escorpião: Período para ponderar seus pensamentos e a maneira de expressá-los. Nos amor, fique atento(a) para não agir com indiferença a assuntos especiais do seu par.

Gêmeos: Há tendências para conciliar mais atividades em sua rotina devido a novas ideias que serão postas em prática. Bom momento para desenvolver projetos em equipe.

Sagitário: Atenção para não se deixar mover por atitudes radicais. Há tendências para mudanças marcantes em seus relacionamentos.

Câncer: Evite ações consumistas durante estas semanas. Nas relações, tende a esclarecer interesses em comum ao lado de pessoas que convive.

Capricórnio: Cuide de você! Período importante para interesses espirituais, terapias ou tudo que recomponha energias.

Leão: Período especial para retomar estudos e assuntos que envolvam negócios. Será importante uma atenção com a maneira de se expressar.

Aquário: O diálogo e a paciência para esclarecer problemas serão fundamentais. Momento oportuno para mudar a maneira de lidar com relações e valorizar quem mais precisa de você.

Virgem: Cuide para que atitudes prestativas não façam com que as pessoas abusem de sua generosidade e não impeçam de viver a sua vida.

Peixes: O envolvimento com as obrigações de sua rotina não deve ser desculpa para não aproveitar lazer ou diversões. Atenção especial com sua saúde.

Respostas na página 2

7

A maior aventura de um ser humano é via jar, E a maior viagem qu e alguém pode empre en der É para dentro de si mesmo. E o modo mais emoci onante de realizá-la é ler um livro, Pois um livro revela que a vida é o maior de todos os livros, Mas é pouco útil pa ra quem não souber ler nas entrelinhas E descobrir o que as palavras não disser am...

(Augusto Cury)


Jornal Folha do Cabral - Edição Nº 33  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you