Issuu on Google+

FOLHA DE ITAPETININGA FOLHA DE ITAPETININGA quinta-feira, 29 de agosto de 2013.

ANO XLIll

Nº 6.430

home-page: www.folhadeitapetininga.com.br

Edição nº 6.430

página 1

s o n 44 A nga tini e p Ita ião Com e Reg

Diretora - Proprietária: Benedita Rosely Salem Cerqueira

Itapetininga, quinta-feira, 29 de agosto de 2013.

e-mail: comercial@folhadeitapetininga.com.br

Liminar suspende trabalhos da Comissão Processante da Câmara Uma liminar concedida ontem pelo Juiz de Direito Dr. Aparecido Cesar Machado, da 3ª Vara Cível, suspendeu os trabalhos da Comissão Processante ,sorteada pela Câmara Municipal de Itapetininga para apurar denúncias de supostas infrações político-administrativas, feitas por uma moradora do muni-

cípio contra o Prefeito Municipal Luiz Di Fiori. Segundo informações, a Câmara, até o início da tarde, ainda não havia sido notificada da liminar. O Legislativo terá 10 dias para se manifestar. A Folha de Itapetininga está em busca de informações ,e maiores detalhes serão divulgados nas próximas edições.

DISE prende traficante no Jardim Bela Vista

Acusado de homicídio foi8 absolvido no Tribunal do Juri

Na tarde desta última 2ª feira,29, o Tribunal do Juri da comarca de Itapetininga reuniu-se sob a presidência do MM.Juiz, dr.Elias Junior de Aguiar Bezerra, quando julgou o crime de homicídio qualificado ocorrido no dia 4 de abril de 2011, na Av.Peixoto Gomide. O acusado, réu(preso) J.C.R.P., acusado de matar a facadas B.A.R., foi absolvido pelo Conselho de Sentença por 4 votos a 3,tendo como defensor o advogado dr.André Boitchenco Catarino. Na mesma sessão, após o resultado, o Pro-

motor de Justiça, dr.Leandro Conte De Benedicto, entrou com recurso, recorrendo da sentença no mesmo dia. A próxima sessão do Tribunal do Juri de Itapetininga será às 13 hs. do dia 9 de setembro,quando haverá julgamento do crime de tentativa de homicídio qualificado ocorrido no dia 4 de março de 2008, no Bairro Cocais,município de Sarapuí,figurando como réu(solto) D.M.,sendo vítima,golpeada a faca, C.B.,do sexo feminino.Na defesa do réu atuará a advogada nomeada, Dra.Maria Alice Batista.

Dia 31 o aguardado McDia Feliz

Policiais civís da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes(DISE) de Itapetininga,na tarde desta última 2ª feira, dando cumprimento a mandado judicial de busca domiciliar,numa residência da Rua Francisco Honório de Oliveira,Jardim Bela Vista, efetuaram a prisão em flagrante de E.A.M., vulgo “Negão”( 26 anos). Em sua casa, os policiais da DISE localizaram e apreenderam cerca de 20 gramas de maconha, um celular e R$ 215,00 em dinheiro . “Negão” já foi preso anteriormente pela prática de tráfico de drogas e vinha sendo investigado pela DISE. Ele foi novamente preso ,ficando à disposição da Justiça.

Homenagens no “Dia do Soldado”

O Tiro de Guerra 02076,no último sábado, 24, em sua sede comemorou o “Dia do Soldado”,ocorrido dia 25 e rendeu várias homenagens

a civis e militares.Na foto, aspecto do expressivo evento, cujos detalhes serão divulgados na edição do próximo sábado.

“Masters” do Palmeiras movimentaram a sede campestre do Clube Venâncio Ayres

Itapetininga, como em outros anos, estará prestigiando o McDia Feliz, com venda do Big Mac e das camisetas, da campanha em auxilio às obras e trabalhos do GPACI, que atende às crianças e adolescentes com câncer da cidade e região. De Itapetininga são deze-

nas de crianças assistidas pelo GPACI. As vendas começaram há vários dias e sábado, 31, é a expectativa maior pela cooperação de todos, no Shopping e em outros endereços na cidade.São vendidos os tíquetes do Big Mac e as camisetas. Prestigiem !

Na manhã do último domingo, 25, houve grande movimento na sede campestre do Clube Venâncio Ayres,quando estiveram presentes craques da equipe de Masters da S.E .Palmeiras, da capital. Nomes que marcaram época no futebol bra-

sileiro estiveram presentes. Além do jogo diante de “Pais & Filhos”,houve homenagens ,muitos autógrafos e fotos de inúmeros fãs e torcedores alvi-verdes com veteranos do Palmeiras. Detalhes e fotos na edição de sábado.

2013 Aleixo’s Churrascaria Associação Comercial de Itapetininga Auto Escola Barros Buffet Granfina Clube Venâncio Ayres Colégio Alpis Veredas Construtora W Curi Ltda Corte & Stilo - Salão de Beleza Despachante Madia Desital - Empresa Homologada Ultragaz Dr. Mauro Kiochi Elétrica Malavazzi Espetacullum Coquetelaria Estetic House Fazenda Morungaba Floricultura Copeflor Franciosi Imóveis JFI Lance Produções Masterserv Controle de Erosão e Comércio Ltda Natu Vidros Nisshinbo do Brasil Organização Bandeirante Rede de Supermercados Pão de Mel Saf Veículos Ltda Todeschini - Móveis Planejados TVI - Canal 99


página 2

Edição nº 6.430

FOLHA DE ITAPETININGA quinta-feira,22 de agosto de 2013

Crédito para casa própria da Caixa cresce 41,5% em 2013 A Caixa Econômica Federal concedeu R$ 85,2 bilhões em crédito imobiliário no ano até a primeira quinzena de agosto, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (23). O volume representa uma alta de 41,5% em relação ao mesmo período de 2012, e ultrapassa o contratado durante todo o ano de 2011, quando ficou em R$ 80,09 bilhões. Para este ano, a expectativa é que o financiamento da casa própria pela ins-

tituição ultrapasse R$ 130 bilhões. Até a primeira quinzena de agosto, a Caixa assinou 1,145 milhão de contratos de habitação. Do total aplicado, R$ 50,06 bilhões foram destinados para a compra de imóveis individuais. Outros R$ 35,18 bilhões foram para financiamento à produção de unidades imobiliárias. No estado de São Paulo, foram contratados R$ 21,3 bilhões para

o financiamento de imóveis até agosto deste ano. No Rio, as contratações superaram R$ 7,89 bilhões. Em nota, o diretor de Habitação da Caixa, Teotonio Costa Rezende, afirmou que, a partir de 2009, ano de lançamento do Minha Casa, Minha Vida, foi observado "um crescimento significativo do resultado, que chega a mais de 2.000%, se compararmos o período entre 2003 e 2012".

Governo rejeita pedido da Cemig para prorrogação de usina de Jaguara O Ministério de Minas e Energia rejeitou pedido da Cemig para prorrogação da concessão da usina hidrelétrica Jaguara, na divisão entre São Paulo e Minas Gerais, segundo despacho publicado nesta sextafeira no Diário Oficial da União. A decisão foi assinada pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, com base em parecer da Advocacia Geral da União (AGU).

A concessão da hidrelétrica de 424 megawatts de potência instalada termina em 28 de agosto e a Cemig vinha há meses pedindo a renovação com base nas regras antigas do setor, apesar do governo ter incluído a usina nas novas regras de prorrogação antecipada de concessões divulgadas no final de 2012 e que não foram aceitas pela empresa. No final de julho, a

Redação Administração, Publicidade: Rua Saldanha Marinho, 532 - Centro • Fone/Fax: (15) 3271-1576 Oficina: Rua Sofia Cerqueira, nº 125 - Centro CEP 18200-005 • Itapetininga • São Paulo Registrado no Cartório Oficial de Registro de Pessoa Jurídica de Itapetininga sob o nº 004437

homepage: http://www.folhadeitapetininga.com.br e-mail: redacao@folhadeitapetininga.com.br Proprietários: Benedita Rosely Salem Cerqueira e filhos Jornalistas Responsáveis: José Octávio Salem Cerqueira - Registro nº 52.755/SP Marcello Salem Cerqueira - PR1226 Diretores Adjuntos:José Octavio Salem Cerqueira e Marcelo Salem Cerqueira Redator Chefe: Silas Gehring Cardoso Repórter: Jorge Luiz de Almeida - MTB 0071025/SP Diretor Comercial - Carlos Renato M. Gomes, José Raimundo Correia Diagramador: Henrique J.O. Almeida

Colaboradores

Alberto Isaac, Carlos José de Oliveira, Dirceu de Campos, Dr. Bastos, Dr. Jorge Paunovic, Joel Franco, Manoel Silvério, Marcos Cintra, Maria do Carmo A. Franco, Waldomiro B. Carvalho, Monica Chirosa, Prof. Newton Albquerque, Theothonio Afonso Pereira Jr., Pr. André Rogério Ribeiro Pacheco Tiragem 8 mil exemplares Representante Exclusivo: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Brasília. Consórcio Brasileiro de Imprensa - CBI - Av. José Maria Whitaker, 890 CEP: 04057-000 - SÃO PAULO - SP FONE: (11) 5589-4643 - FAX (11) 5589-4662 A redação nao se reponsabiliza pelos conceitos e artigos assinados. Fica esclarecido que os colaboradores com colunas assinadas não tem vínculo empregatício com a Editora Folha de Itapetininga Ltda, exceto os que tiverem contrato assinado com a mesma.

Cemig informou que planejava comprar pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) para compensar as usinas que serão devolvidas ao governo. Na ocasião, o diretor financeiro da estatal mineira, Luiz Fernando Rolla, afirmou que a Cemig continuaria recorrendo à Justiça para manter a concessão de usinas de maior porte, como Jaguara e Miranda.

Leilão da Aneel seleciona 66 usinas que viabilizarão projetos para geração de energia eólica Durou menos de uma hora o leilão de reserva da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que selecionou 66 usinas que viabilizarão projetos de parques de geração de energia eólica em oito estados. O preço médio de venda ficou em R$ 110,51/ MWh (megawatt-hora), com deságio de 5,55% em relação ao preço-teto da primeira rodada (R$ 117/ MWh). Foram contratados 1.505 MW em potência. O valor dos contratos ficou em cerca de R$ 13,08 bilhões e o volume de transações em megawatt-hora, em torno de R$ 118,428 milhões. O menor

preço de venda (R$ 98,50/ MWh) foi contratado pela empresa Consórcio EPGSerra Azul para o empreendimento Damascena, na Bahia. O valor representa deságio de 15,81% em relação ao preço-teto. O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, considerou expressivo o total de energia contratada. "O leilão foi muito bom. Atingiu o objetivo que nós tínhamos: adquirir uma quantidade importante de energia a um preço bastante competitivo", disse ele. Os contratos terão duração de 20 anos e início de suprimento está previsto para 1° de setembro de 2015. Entre os estados que participaram do leilão, a Bahia contratou a maior quantidade de energia, com 567.800 MW e R$ 2,10 milhões a serem investidos em 28 empreendimentos. Em seguida, está o Piauí, com 420 mil MW e R$ 1,4 milhões, em 14 empreendimentos. A menor contratação foi no Rio Grande do Sul, com 80.500 MW. O Ceará receberá seis empreendimentos, enquanto Pernambuco e o Rio Grande do Norte, ficarão com sete, cada. A metodologia do leilão

previa duas fases de negociação. Na primeira, os empreendimentos disputaram a conexão para transmissão da energia. Isso foi necessário porque as subestações têm limite de capacidade para escoar a produção das usinas. Na segunda fase, as eólicas que ofereceram as melhores tarifas na primeira rodada, dentro da capacidade de cada subestação, disputaram a venda de energia. Os empreendimentos habilitados haviam sido divididos da seguinte forma: 123 na Bahia; 63 no Ceará; dois no Maranhão; nove na Paraíba; 14 em Pernambuco; 31 no Piauí; 41 no Rio Grande do Norte e 94 no Rio Grande do Sul. De acordo com a Aneel, os leilões de reserva têm como objetivo reduzir os riscos de desequilíbrio entre a oferta e a demanda de energia elétrica. CÉU AZUL ALIMENTOS LTDA

CONTRATA Pessoas portadoras de necessidades especiais Os candidatos devem procurar a empresa na Rodovia Raposo Tavares, km 177, ou pelos e-mails: marcio.beneton@ceuazul.ind.br samuel.oliveira@ceuazul.ind.br


FOLHA DE ITAPETININGA quinta-feira, 29 de agosto de 2013.

página 3

Edição nº 6.430

POLICIAIS

SP tem o menor número de homicídios em dois anos

Os homicídios no Estado de São Paulo caíram no mês de julho pelo quarto mês consecutivo, seguindo a tendência apontada nos meses anteriores. Os dados sãos das estatísticas divulgadas nesta segunda-feira (26) pela Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP) no portal da Secretaria da Segurança Pública (SSP). Foram 313 casos no mês, o menor número dos últimos 25 meses, e queda de 10,06% em relação a julho de 2012. Na

comparação com igual período dos anos anteriores, julho teve a segunda menor quantidade de homicídios desde 2001, quando os dados de criminalidade começaram a ser computados nos moldes atuais. A redução dos homicídios vem ocorrendo desde a adoção de uma série de medidas pelo secretário da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, como a realização de reuniões bimestrais com os chefes das polícias Civil e Mi-

litar de todas as regiões do Estado para discutir ações integradas visando derrubar os indicadores da criminalidade e estabelecer metas de redução. Outra ação importante que ajudará a aprimorar as políticas de segurança pública no Estado é a implantação da Câmara Técnica de Análise, Pesquisa e Estatísticas em Segurança Pública e Atividade Policial, em funcionamento desde o início do mês. Uma de suas principais funções é

garantir a qualidade dos dados estatísticos fornecidos mensalmente pela CAP. No gráfico abaixo, pode-se observar os números absolutos dos homicídios mês a mês (em barras). Na linha que corta o gráfico, percebe-se que as variações registradas mensalmente nos homicídios (sempre em comparação ao mesmo período do ano anterior) nos últimos meses apresentam percentuais negativos. Latrocínios Outro importante indicador de criminalidade, os latrocínios ficaram estáveis em julho, com 31 casos, o mesmo registrado no respectivo mês do ano anterior. Embora os furtos e roubos tenham aumentado em julho, a maior queda percentual se deu em relação aos roubos a banco, com dez ocorrências a menos do que no mesmo período do ano passado, o que corresponde a uma redução de 34,5%. Foram 19 casos no mês, ante 29 em julho do ano passado. De janeiro a julho deste ano, ocorreram 132 roubos de carga a menos que em igual período de 2012, quando ocorreram 4.548 casos. A queda é de 2,9%, com 4.416 ocorrências registradas. Produtividade

Em julho, a eficiência das polícias Civil e Militar alcançou um patamar recorde em relação às prisões e aos flagrantes de tráfico de entorpecentes. Preparação e inteligência foram algumas das estratégias adotadas para a realização de 13.115 prisões em julho de 2013. É a melhor produtividade policial para o mês desde 2001. Em comparação com o mesmo mês do ano passado quando foram feitas 11.592 prisões houve um aumento de 13,14%, ou 1.523 registros do indicador de produtivida-

de policial. As polícias também realizaram mais apreensões de drogas ou prisões de traficantes em julho. O indicador de produtividade teve melhora, com 15 flagrantes a mais. Em julho de 2012 foram elaborados 3.416 boletins de ocorrência de tráfico de entorpecentes, o número subiu para 3.431 em julho de 2013 – 0,44% a mais. Esse tipo de ocorrência depende totalmente da ação policial e o crescimento indica maior eficiência das polícias Civil e Militar para apreender drogas e prender traficantes.

Adriana Quintella Ozi advogada R. Vicente Eugênio Piedade, 230 - Vila Barth CEP 18205-610 - ITAPETININGA -SP e-mail: adrianaozi@aei.com.br

(15) 3272-4447

Natação & Fitness

* Atividades : Natação - Hidroginástica - Acqua Mix - Musculação * Programas : Bodypump - Power Jump Bodycombat

Rua Benedito Leonel Ferreira, 71 / Tel: 3373-3535/3511-5174


página 4

Edição nº 6.430

FOLHA DE ITAPETININGA quinta-feira,22 de agosto de 2013

EUA lideram pedidos de dados sobre usuários ao Facebook em 2013 Segundo os números divulgados, os outros 14.800 pedidos foram feitos por 70 países durante várias investigações governamentais, sendo a Índia o segundo país da lista, com 3.245 sobre 4.144 usuários. O Facebook explicou que o informe inclui "tanto petições criminais como sobre segurança nacional", mas não ofereceu um detalhamento dos dados. "Informamos os números de todas as petições criminais e de segurança nacional no maior alcance permitido pela lei", indicou a rede social em comunicado. "Continuaremos pressionando o governo dos Estados Unidos para que permita mais transparên-

cia sobre essas solicitações, incluindo mais detalhes em relação à quantidade e ao tipo de solicitação sobre segurança nacional. Publicaremos informações atualizadas sobre os Estados Unidos enquanto tivermos autorização para fazê-lo", afirmou o Facebook. A rede social divulgou esses números no momento em que há uma grande pressão sobre as principais empresas de tecnologia dos Estados Unidos para que forneçam mais informações sobre sua colaboração à agência de espionagem NSA, autora do controverso programa de espionagem Prism. Google, Microsoft e Twitter já divulgaram es-

sas informações. As empresas, dentre elas o Facebook, tentaram publicar mais informações sobre os pedidos feitos pelo governo americano de forma a fortalecer a confiança de seus usuários. Saiba mais... Brasil solicitou informações sobre 857 usuários do Facebook "A transparência e a confiança são os valores básicos do Facebook", afirmou o principal conselheiro da rede social, Colin Stretch, citado no comunicado. "Nos esforçamos para fazê-los entender (os usuários) todos os aspectos de nossos serviços, incluindo nossa estratégia para atender aos pedidos dos governos

sobre informação. Queremos garantir que quem utiliza nossos serviços entende a natureza e o alcance das petições que recebemos e as políticas que temos para gerenciálas", explicou Stretch. O Facebook forneceu dados ao governo dos Estados Unidos sobre 79% dos pedidos recebidos. Segundo a rede social, no país é preciso de uma "citação válida", uma ordem judicial ou uma ordem de registro. No caso da Índia, a empresa atendeu a menos de 50% dos casos. Em relação a outros países, o Facebook explicou: "Divulgamos informações sobre usuários apenas de acordo com nossos termos de serviço e com a aplicação da lei".

Contratar cubanos da forma como governo anunciou é irregular, diz MPT O procurador do Ministério Público do Trabalho José de Lima Ramos Pereira, que também é presidente da Coordenadoria Nacional de Combate às Fraudes das Relações do Trabalho, afirmou nesta sexta-feira (23) que a contratação de médicos cubanos para atuar em áreas carentes no país nos moldes como foi anunciada pelo governo é irregular e "fere a Constituição". Na quarta-feira o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, havia assinado termo de cooperação com a Organização Panamericana de Saúde (Opas) para contratar coletivamente médicos de Cuba para atuar no Brasil. O acordo prevê, até o final do ano, a chegada

de 4 mil médicos cubanos. De acordo com o anúncio do ministério, o governo brasileiro pagará à Opas, o valor equivalente à remuneração dos demais profissionais contratados pelo programa Mais Médicos (R$ 10 mil), e a organização repassará esse dinheiro para o governo cubano. "A forma de contratar cubanos não se enquadra na Constituição Federal nem na legislação trabalhista. A CLT fala que o empregador é aquele que contrata, dirige e assalaria. Como é que você vai ter uma relação de trabalho instalada entre o profissional e o governo federal com mais duas intermediações [da

Opas e do governo cubano]? ", afirmou o procurador José de Lima Ramos. Para ele, a contratação seria "uma tereceirização piorada". "Dificulta até mesmo o próprio profissional. Amanhã ele tem acidente de trabalho, vai falar com quem? Cuba? Aqui no Brasil? E outra: vai pagar quanto [de salário]? 40 dólares? 100 dólares? Existe um piso aqui no Brasil", afirmou. Para o procurador, a contratação de médicos de outras nacionalidades dentro do programa Mais Médicos também não segue a legislação brasileira. "O governo federal tem que contratar por concurso público. Isso está na Constituição Federal. O primeiro

obstáculo é esse. Algumas situações há em que você pode contratar sem concurso. A lei permite por tempo determinado contratação sem concurso, em caso de calamidade, emergência, saúde pública. Mas tem processo seletivo, ou seja, o candidato é submetido a um processo seletivo. Vamos imaginar, tem um mini-concurso". Ramos Pereira disse ainda que, se as contratações de cubanos e de outras nacionalidades for feita da forma como o governo anunciou, o Ministério Público do Trabalho vai questionar o governo por meio de um inquérito. "Por enquanto ainda não houve nada na prática. Então a gente

CROSP-5.209

Clinica Ger al - Or todontia Geral Ortodontia Internet gratuita WI-FI. Venha conferir

Implantes

Cirurgias Avançadas Dr. Carlos Alberto do Nascimento Telefone para Contato 3271-0889 Rua Alberto Ernesto Güinter, 22 - Rechã - Tel.: 3307-3152 Rua Natal Favalli, 519 - Angatuba - Tel.: 3255-1205 Rua Monsenhor Soares, 1.032 - Centro - Itapetininga/SP

vai ter que esperar que ocorra, dar início ao programa. Se for isso que ele [governo] está anunciando, a gente vai ter que tomar iniciativa de mostar ao governo que isso está errado. O governo vai

* Clínica * Banho e Tosa

optar por resolver judicialmente ou administrativamente. Iniciado o programa com esse formato, esse formato não atende a legislação brasileira, fere a Constituição", concluiu.

*Pet Shop *Rações

*Medicamentos/Vacinas

Rua Lopes de Oliveira, 125 Centro-Itapetininga/SP


FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 29 de agosto de 2013

página 5

Edição nº - 6.430

Confederações cobram medidas para melhorar segurança em bancos A Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV) e a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) vão encaminhar ao governo pedido de audiência com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para discutir os ataques a bancos e medidas para melhorar a segurança dos clientes e funcionários nas instituições bancárias de todo o país. "Queremos cobrar do governo, especialmente do ministro da Justiça, respostas para essa situação que, para nós, parece estar fugindo do controle", disse o presidente da CNTV, José Boaventura Santos, em entrevista coletiva em São Paulo. Pesquisa divulgada nesta quinta-feira (22/8) pelas duas confederações revela que, no primeiro semestre deste ano, houve 1.484 casos de arrombamento e assalto a banco em todo país, o que representa aumento de 17,7% em relação ao mesmo período do

ano passado. Os dados são da 5ª Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos e levam em conta notícias divulgadas na imprensa, estatísticas de secretarias de Segurança Pública e informações de sindicatos e federações de vigilantes e bancários. Por isso, as duas entidades entendem que pode ter havido mais ataques a bancos do que os apontados pela pesquisa, pois há dificuldade para levantar informações em vários estados e porque muitos casos não são noticiados. Do total de ocorrências, 431 foram assaltos, consumados ou não, e 1.053, arrombamentos de agências, postos de atendimento e caixas eletrônicos. Pesquisa divulgada anteriormente pelas duas entidades apontou que 30 pessoas morreram em assaltos a bancos no primeiro semestre deste ano em todo o país, aumento de 11,1% em comparação com o mesmo período de 2012. Entre as vítimas, 21

eram clientes do banco, quatro eram vigilantes, uma era policial, uma era bancário e as demais não foram identificadas. A maior parte das mortes (18) ocorreu nas chamadas saidinhas de banco, ou seja, logo após o cliente deixar a agência. Uma cópia das duas pesquisas foi, foi encaminhada ao ministro da Justiça. Para as confederações, os bancos brasileiros investem muito pouco em segurança no país. Segundo a pesquisa, este ano, os seis maiores bancos do país lucraram R$ 29,6 bilhões no primeiro semestre, mas só investiram R$ 1,6 bilhão em despesas com segurança e vigilância. "Estamos muito preocupados com a economia que os bancos vêm fazendo na área de segurança para que possam conquistar ainda mais lucros", disse o presidente da Contraf, Carlos Cordeiro. "Os assaltos e ataques que estamos vendo é porque não tem nenhum

item de segurança eficiente", afirmou. O diretor da Contraf e coordenador do Coletivo Nacional de Segurança Bancária, Ademir Wiederkehr, disse que as confederações também pretendem pedir uma atualização da Lei 7.102, de 1983. Por meio dessa lei, os bancos são obrigados a submeter à Polícia Federal um plano de segurança para que possam funcionar. Esse plano é elaborado por equipes técnicas e profissionais, que analisam todas as características de cada ponto de atendimento. "Queremos atualizar a lei federal para que traga avanços e possamos combater esses assaltos", ressaltou Wiederkehr. Entre as propostas que serão encaminhadas pelas entidades aos bancos para melhorar a segurança nas agências e postos de atendimento estão a instalação de vidros blindados nas fachadas e de câmeras de vídeo em todos os espaços de circulação de clientes, além

das calçadas e áreas de estacionamento, colocação de biombos ou tapumes entre a fila de espera e a bateria de caixas para impedir a visualização das operações que estão sendo feitas pelos clientes e divisórias individualizadas entre os caixas. Outras sugestões são a aumento do número de vigilantes, o fim da guarda das chaves dos cofres e das unidades por bancários ou vigilantes, atendimento médico e psicológico para trabalhadores e clientes vítimas de assaltos, sequestros ou extorsões e isenção das tarifas de transferência de recursos para reduzir a circulação de dinheiro vivo, combatendo assim o crime da saidinha de banco. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou à Agência Brasil que a segurança dos funcionários e clientes dos bancos é uma preocupação de seus associados. "Tanto que os investimentos em segurança avança-

ram de forma significativa nos últimos anos: de 2002 (R$ 3 bilhões ao ano) até 2011 (R$ 8,3 bilhões) aumentaram 62,4% em termos reais", informou, em nota, a Febraban. Conforme os dados da Febraban, o número de assaltos a bancos vem caindo - no ano passado, foram 440 ocorrências (incluindo as tentativas de assaltos). Porém, os números divulgados pelas confederações são diferentes: 377 assaltos a bancos somente no primeiro semestre do ano passado. Segundo a Febraban, o aprimoramento da segurança bancária levou à migração dos criminosos para assaltos fora das agência. "Preocupados em contribuir para a redução da criminalidade em outras frentes, os bancos brasileiros vem atuando em estreita parceria com governos, polícias (Civil, Militar e Federal) e com o Poder Judiciário, para combatêlos, propondo novos padrões de proteção", diz a nota da federação.

Fogo consome 20% da Terra Indígena Marãiwatsédé no último mês Cerca de 20% dos 165 mil hectares da terra indígena xavante Marãiwatsédé foram consumidos ao longo do último mês por focos de incêndios que, segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), têm origem criminosa. Um hectare corresponde a 10 mil metros quadrados, o equivalente a um campo de futebol oficial. De acordo com o Ibama, a estimativa é que ao menos 31 mil hectares haviam sido queimados até a última sexta-feira (16/8), o que representa 18% da área. Brigadistas do Cen-

tro Especializado de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais (Prevfogo), do instituto, foram enviados ao local para tentar controlar os focos de incêndio, mas enfrentam dificuldades para trabalhar em função da "ação criminosa de vândalos, que estão ateando fogo em várias partes da terra indígena", conforme informou o Ibama. A presença policial foi requisitada. Com base em dados de satélites usados para monitorar os focos de calor na região, os técnicos do Prevfogo identificaram, nos últimos 30 dias, 120 focos de incêndio no in-

terior da área indígena. A maioria próximo às rodovias que cortam ou circundam a área indígena. Além dos danos ao meio ambiente, o Ibama alerta para os riscos que as queimadas oferecem para a comunidade indígena e para as propriedades existentes fora dos limites de Marãiwatsédé. O cacique Damião disse que a suspeita recai sobre antigos posseiros da área, pessoas que, tempos depois de serem retiradas do local, voltaram a se instalar no interior da terra indígena com o pretexto de reivindicar serem alojadas em

um local adequado. "É fogo criminoso. Não temos dúvida nenhuma de que são as pessoas retiradas da área que agora estão dando problemas. Está queimando tudo. Duas pontes foram queimadas", disse Damião, comentando que embora os próprios índios tenham organizado patrulhas para ajudar a impedir o ingresso de não índios, não conseguem deter os criminosos. "A área é grande e eles sabem quando não têm nenhum de nós por perto". Segundo o secretário nacional de Articulação Social, da Presidência da

República, Paulo Maldos, o governo federal não vai permitir que os antigos posseiros retornem ao local. "Aquela é uma área indígena consolidada. O Incra ofereceu aos antigos posseiros [que se encaixam no perfil de beneficiários de programas de reforma agrária], mas muitos nem chegaram a visitar o local e recusaram". A reserva fica na região no r t e d e M a t o Grosso, a cerca de mil quilômetros de Cuiabá (MT). Antes, era conhecida como Gleba Suiá Missú, alusão a antiga fazen-

da de mesmo nome, criada com a ajuda dos índios que, até então, viviam na região. Embora o Estado brasileiro tenha reconhecido e homologado a área como território tradicional indígena em 1998, só em janeiro deste ano o governo conseguiu concluir a retirada dos não índios do local. Ação que, hoje (22), os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, e da Secretaria-Geral da República, Gilberto Carvalho, classificaram como uma "verdadeira operação de guerra".

G.E.AP.A - Grupo de Evangelização e Apoio aos Portadores da AIDS - Itapetininga/SP Kit Medidor de Glicemia Performa – R$ 39,90 (Monitor + Lancetodor+agulha) Balança Digital – R$ 49,90 Fita teste Accu Chek Active c/ 50 n – R$ 75,00 Fita teste Accu Chek Performa c/ 50 n – R$ 79,00 Monitor de pressão digital pulso Omron R$ 159,00 Temos Fraldas Geriatricas Cobrimos Qualquer oferta da concorrencia

Vende-se 7 galoes de defensivo Agricola GLIZ MAX fone: 96204484 Vende-se 30 novilha Nelore 96204484

OS MELHORES PRODUTOS E OS MENORES PREÇOS!!!

R.: Padre Albuquerque, 182


página

6

Edição nº - 6.430

FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 29 de agosto de 2013.

Brasil não interfere em outros países, destaca Dilma A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (28), durante a cerimônia de posse do novo ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo Machado, que as conquistas da diplomacia brasileira são fruto da coerência e consistência de seus princípios e que o Estado brasileiro não interfere na vida de outros países e não coloca em risco a vida de cidadãos. A substituição de Antonio Patriota por Figueiredo ocorre em meio à crise causada pela retirada do senador boliviano Roger Pinto Molina, abrigado por 15 meses na Embaixada do Brasil em La Paz (capital boliviana). "Não interferimos na vida dos outros países, não colocamos a vida de quem quer que seja em risco, cidadãos brasileiros ou de qualquer nacionalidade. Adotamos rigoroso conceito de não intervenção e só aceitamos

ações excepcionais em defesa da preservação de vidas humanas se passarem pelo devido escrutínio e tiverem o amparo da [Organização das Nações Unidas] ONU", disse a presidenta. A saída do parlamentar boliviano foi organizada pelo diplomata Eduardo Saboia, encarregado de Negócios (equivalente a embaixador interino) na Bolívia. Porém, para setores do governo, como a decisão foi tomada aparentemente de forma pessoal, houve quebra de hierarquia e se colocou em risco a vida do senador boliviano. Apesar da saída em meio a uma crise, Dilma elogiou Patriota e desejou boa sorte à frente do novo desafio, como embaixador do Brasil na ONU, em Nova York. "Meu governo não pode e não quer prescindir de sua experiência e conhecimento, por isso continuará contando

com sua colaboração na ONU. Os desafios de Patriota são de grande relevância e urgência ao Brasil." Em relação ao novo ministro, Dilma disse que ressaltou a qualificação para ocupar o posto e que é testemunha de sua competência há alguns anos, pela liderança em eventos importantes, como a COP-15, em 2009 em Copenhague, na Dinamarca, e a Rio+20, em 2012, no Rio de Janeiro. Segundo a presidenta, a consolidação do país como um ator importante no cenário internacional, exige novos padrões de comportamento. "Nos últimos anos o prestígio internacional do Brasil cresceu muito. Nosso país passou a ter voz ativa. Assumimos protagonismo e o mundo exige que nos comportemos de acordo com padrões elevados".

Grupo elabora plano de ação para melhorias na Rodoviária Um grupo composto por 14 entidades do Governo do Distrito Federal está elaborando um plano de ação para melhorar a Rodoviária do Plano Piloto nos quesitos de segurança, infraestrutura e organização. O plano contará com um papel diferente para cada órgão que integra o grupo, esse órgão terá metas e prazos definidos

para a execução do plano. Estão contidas no plano medida como equipes para realizar uma abordagem social com a população de rua que vive nas mediações da Rodoviária, a Policia Militar deverá manter cerca de 10 policiais circulando. Será feito também o combate ao comércio ilegal e à poluição visual, além da fiscalização

das atividades de guardadores e lavadores de automóveis nos estacionamentos e o controle da poluição sonora e atmosférica. O documento será fechado na sexta-feira, 30 de agosto, quando todas as entidades envolvidas entregarem suas considerações finais ao governador, Agnelo Queiroz.

Senai do DF abre 16 vagas O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial no Distrito Federal (Senai-DF) abriu dois processos seletivos para o total de 16 vagas em cargos de nível médio, técnico e superior. Os salários variam de R$ 1.881 a R$ 4.068. No site do Cetro Concursos, é possível ver o edital (acesse o edital). Os cargos de nível médio são os de assistente administrativo e técnico de serviços (costureira). Os cargos de nível técnico são de instrutor de área gráfica e instrutor de construção civil. Os cargos de nível superior são de analista de educação - orientador educacional, analista de educação - orientador pedagógico, bibliotecário e instrutor de automobilística/ mecânicoeletricista, desenho técnico, ele-

troeletrônica, eletromecânica, informática básica, português/inglês, tecnologia da informação - desenvolvimento de software C# e tecnologia da informação - infraestrutura de redes - administração Windows. As inscrições devem ser feitas pelo site www.cetroconcursos.org.br até o dia 18 de setembro. As taxa são de R$ 65 para nível médio e técnico e de R$ 75 para nível superior. As provas objetivas e discursivas serão aplicadas no dia 6 de outubro, em Brasília. A prova discursiva será aplicada para todos os cargos de nível superior e para assistente administrativo. A prova prática para o cargo de técnico de serviços - costureira e instrutor de automobilística/mecânicoeletricista, desenho técnico,

eletroeletrônica, eletromecânica, informática básica, português/ inglês, tecnologia da informação - desenvolvimento de software C# e tecnologia da informação - infraestrutura de redes - administração Windows e a avaliação de competências para todos os cargos serão dia 1 de dezembro.

Retirada de senador da Bolívia feriu soberania do país, diz Gilberto Carvalho O secretário-geral da Presidência da República, ministro Gilberto Carvalho, disse hoje (28) que a retirada do senador boliviano Roger Pinto Molina do país pelo diplomata brasileiro Eduardo Saboia feriu a soberania da Bolívia. Segundo Carvalho, o episódio causou "enorme problema" e precisa ser resolvido com sabedoria e tranquilidade. O senador, que faz oposição ao governo de Evo Morales, estava abrigado na embaixada brasileira em La Paz há 15 meses e não obteve salvo-conduto. "Do ponto de vista da relação entre os dois países, foi uma atitude indevida,que nos causa efetivamente um enorme problema. Agora temos que ter a sabedoria e a tranquilidade de resolvê-lo observando todos os aspectos, sem precipitações", afirmou o ministro. Segundo Carvalho, há um

Auto Escola CFC A E CFC B

...35 anos de tradição Curso para renovação de carteira de habilitação diurno e noturno

Av. Francisco Válio, 438 - Centro- Itapetininga - SP Fone: (15) 3271-2273

incômodo por parte do governo brasileiro em relação à situação. "Você não pode promover a retirada de ninguém de um país ferindo a sua soberania. Você tem todo o direito de pressionar, negociar, fazer discussões, mas não pode fazer isso. Há um incômodo realmente do governo brasileiro", acrescentou Carvalho. Ele disse que espera um avanço nas informações para conhecer melhor a situação do parlamentar boliviano e saber se ele sofreu perseguição política no país. "Importa fazer justiça em todos os aspectos: no que envolve o diplomata, no que envolve o senador e, particularmente, na relação com um país com o qual temos uma relação muito fraterna." O ministro destacou também que o Brasil não gostaria de ser vítima de situação semelhante e deve res-

peito a todos os países, de forma indistinta. "Não gostaríamos também de ser vítimas de uma situação semelhante. É muito fácil criticar a Bolívia e ter medo dos grandes. Não podemos ter esse comportamento. Todos os países merecem de nós o respeito a sua soberania." O senador boliviano ficou asilado cerca de um ano e três meses na Embaixada do Brasil na Bolívia. O salvoconduto era negado pelas autoridades bolivianas sob alegação que o parlamentar responde a processos judiciais no país. Na sexta-feira (23), o parlamentar deixou a embaixada com a ajuda do diplomata brasileiro Eduardo Saboia e veio para o Brasil. A ação provocou a saída do ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, que foi substituído por Luiz Alberto Figueiredo Machado.


FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 29 de agosto de 2013

página 7

Edição nº - 6.430

Reestruturação para 61 mil servidores vai custar R$ 2,3 bilhões ao GDF Mais de 61 mil servidores terão as carreiras reestruturadas a partir deste ano. O Governo do Distrito Federal (GDF) encaminhou, ontem, à Câmara Legislativa 22 projetos de lei que tratam da reorganização salarial e estrutural de 23 categorias de vários setores da administração pública, como médicos, procuradores e defensores públicos. Os aumentos serão escalonados em três vezes e o impacto financeiro calculado pelo Executivo é de R$ 184 milhões este ano; R$ 699 milhões, em R$ 2014; e R$ 1,2 bilhão, em 2015. O governador Agnelo Queiroz (PT), que assinou os

documentos nesta terçafeira (27/8), disse que as modificações respeitam os limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Os projetos fazem parte as negociações feitas entre governo e as categorias ao longos dos últimos meses. De acordo com a Secretaria de Administração Pública (Seap), agora, só ficam faltando três grupos para fechar acordo: gestão fazendária, atividades rodoviárias (do Departamento de Trânsito) e funcionários da Secretaria de Agricultura. "Esperamos concluir, nos próximos dias, para tentar enviar rapidamente à Câmara Legislativa. Com isso,

fecharemos com todas as categorias do serviço público do DF, que conta com mais de 200 mil servidores", disse Wilmar Lacerda, titular da Seap. O GDF já havia fechado negociação com mais de 140 mil trabalhadores de áreas como saúde, segurança pública e educação. O governador ressaltou que todas as mudanças foram discutidas com os funcionários públicos e aprovadas em assembleias. "É diferente de pegar simplesmente um projeto de autoria do Executivo e encaminhar para a Câmara. Esses projetos de lei são resultado de conversas intensas com as categorias", explicou Agnelo

Queiroz. Ele acrescentou que, mais do que apenas conceder reajustes, os projetos reorganizam o serviço público da capital federal, já que muitos casos preveem a progressão funcional dentro das atividades. "Passamos algum período sem poder dar reajustes, até pela situação que herdamos no GDF. Mas, agora, estamos valorizando os servidores efetivos. Também trabalhamos no sentido de reduzir os comissionados e os terceirizados", reforçou Agnelo. Projetos tratam de aumentos e mudanças estruturais de várias categorias. Confira a lista de todas:

» Médicos » Procurador do DF » Assistência judiciária » Defensor público » Servidores da PGDF » Assistência social » Apoio às atividades policiais » Assistência pública à saúde » Atividades complementares de segurança pública » Atividades culturais » Atividades do Hemocentro » Atividades do Meio Ambiente » Atividades em transportes urbanos » Atividades penitenciárias » Auditoria de atividades urbanas » Auditoria de controle interno » Auditoria tributária » Cirurgião-dentista » Fiscalização de atividades de limpeza urbana » Gestão sustentável de resíduos sólidos » Músico da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro » Planejamento e gestão urbana » Políticas públicas e gestão governamental

Embaixadores se declaram impedidos e deixam comissão Após instalar a comissão para apurar a vinda do senador boliviano ao Brasil, dois embaixadores pediram para serem subistituídos por se declararem incapaz de desempenhas as funções propostas na comissão, leia abaixo a integra da reportagem da Agência Brasil. O Ministério das Relações Exteriores deverá substituir os embaixadores Glivânia Maria de Oliveira e Clemente de Lima Baena Soares, chefe do Departamento de América do Sul, que faziam parte da comissão de sin-

dicância encarregada de apurar a retirada do senador boliviano de oposição Roger Pinto Molina da Embaixada do Brasil em La Paz. Ambos se disseram impedidos de desempenhar as funções. No caso de Baena Soares, a decisão foi tomada porque ele integrou o grupo de trabalho encarregado de negociar a saída do parlamentar boliviano. Ele alegou "ter interesse direto ou indireto" no tema. Soares fazia parte da comissão Brasil-Bolívia criada para discutir o caso do senador.

Os novos embaixadores que integrarão a comissão devem ser designados pela corregedora do Serviço no Exterior. A expectativa é que a definição ocorra após a posse hoje (28) do novo chanceler Luiz Alberto Figueiredo Machado, em substituição a Antonio Patriota. A comissão de sindicância se reuniu ontem (27), no Itamaraty, pela primeira vez. O grupo é presidido pelo assessor especial da ControladoriaGeral da União e auditor fiscal da Receita Federal Dionísio Carvalhedo Barbosa. A embai-

xadora Glivânia Maria de Oliveira é considerada uma diplomata minuciosa e precisa. O objetivo da comissão é analisar a decisão do diplomata Eduardo Saboia, encarregado de negócios na Bolívia (o equivalente a embaixador interino), que assumiu ter conduzido todo o processo para retirar Pinto Molina da embaixada brasileira, onde estava há 15 meses. Ao justificar sua decisão, Saboia criticou a falta de ação do grupo de trabalho, do qual fazia parte o embaixador Baena Soares, que pediu para ser

retirado da comissão. A decisão de instaurar uma comissão de sindicância para apurar responsabilidades sobre a retirada do senador boliviano foi anunciada anteontem (26) pelo Itamaraty. O alvo do inquérito é Saboia. A amigos, Saboia disse que não se manifestará mais publicamente sobre o assunto até que a comissão conclua a sindicância. Porém, antes, ele explicou ter tomado a iniciativa porque o quadro se agravava com o fato de o senador boliviano estar deprimido e indicar que

pretendia se suicidar. O diplomata acrescentou que tomou a decisão por razões humanitárias. Saboia pode ser alvo de uma série de punições que podem ir de simples advertência oral, passando por uma escrita, pela suspensão temporária até a exoneração. Com mais de 20 anos de carreira, o diplomata é elogiado por superiores e colegas como um profissional sério, dedicado e disciplinado. Nos últimos meses, ele se queixava da tensão causada pela indefinição sobre Molina.

Matérias - Uol Esportes

Folha nos Esportes

Messi seria adepto do "bullying" com companheiros em treinos do Barcelona Sempre longe das polêmicas e com poucas ocorrências de discussões ou brigas em campo, Lionel Messi é tratado como um "bom moço" do futebol. Porém, há quem afirme que ele também provoca jogadores e tem seus momentos de arrogância. Segundo o jornal espanhol El Confidencial, Messi praticaria "bullying" com companheiros de time em treinos do Barcelona. De acordo com o jornal, dois jogadores da seleção sub19 da Espanha que atuaram na base do Barça (Grimaldo e Deulofeu) teriam revelado que Messi provocaria e insultaria jogadores do clube menos famosos. Dois dos alvos seriam

os atacantes Alexis Sánchez e Cristian Tello. Em um treino, o argentino teria dito para o último: "O que você está fazendo? Você é novo, é um ninguém. Passa a bola para mim que você está aqui para jogar para mim." O espanhol teria chorado ao perceber que os outros jogadores do time consideraram a atitude normal. Já para o chileno, que atua com Messi no time titular constantemente, as ofensas teriam sido até piores: "Veja como você é ruim, não sei como você custou tanto. você não marca tanto gol, então me passe a bola." Não é a primeira polêmica que "arranha" a imagem de bom moço de Messi em 2013. Ele foi acusado de sonegação fis-

cal de mais de 4 milhões de euros em declarações de imposto de renda entre 2007 e 2009, e tam-

bém de ter participado de uma noitada com uma mulher desconhecida em Las Vegas (EUA).


página

8

Edição nº - 6.430

Evitando constrangimentos pessoais e familiares

Dr. Jorge Paunovic - AJORI 416

Atos e fatos de governo Parece que algumas pessoas acreditam que com manifestações todos os dias irão conseguir algo, pelo contrário acabam gerando descontentamento e fazer com que as pessoas sejam desfavoráveis a este tipo de ação. Quase sempre essas ditas manifestações acabam em depredações do patrimônio público e privado. Alguns desses, digamos manifestantes alegam que são contrários ao capital e são apontados por alguns como membros do anarquismo de direita, entretanto o que aquelas bandeiras vermelhas representam? As depredações trazem prejuízos aos cofres públicos e privados e adivinhem quem deverá arcar com esse prejuízo? A população em geral através de impostos ou de compra dos produtos oferecidos pelos prejudicados. Não podemos aceitar estas atitudes por que elas atingem a todos. As manifestações ditas pacíficas em determinado momento são bem vindas, entretanto diariamente prejudicam aqueles que trabalham e que naquele horário se deslocam para suas casas muitas vezes cansados e com fome e o que não dizer então dos veículos que prestam algum tipo de serviço público como as ambulâncias já que em algumas regiões onde ocorrem essas manifestações como a Avenida Paulista tem inúmeros hos-

pitais como o Hospital das Clínicas? Certo dia foram protestar defronte a um grande hospital particular e tentaram invadir o local, entretanto a segurança prontamente impediu o avanço. Se querem protestar ou mostrar descontentamento por que não vão aos órgãos que administram a saúde pública, às casas legislativas ou a sede do governo para se manifestar e exigir soluções? Protestar em um hospital é um tanto agressivo e fora de propósito por que ali encontrarão pacientes sob cuidados médicos que necessitam de um ambiente de quietude para se restabelecerem além de médicos e do pessoal que presta atendimento aos doentes. Será que não perceberam que placas de trânsito indicam que ali é considerada uma zona de silêncio? A quem servem essas pessoas e a que cor partidária? O pessoal dos dereitos (errado mesmo) humanos então critica a ação da polícia taxando-a como violenta será que eles gostariam de ter seu patrimônio destruído? Será que defenderiam e aplaudiriam a ação desses “manifestantes”. Para mim direitos humanos são o respeito ao direito de ir e vir, direito de estar internado num hospital e ter paz e tranquilidade para se tratar, é não ter o seu patrimônio destruído, poder caminhar sem sobressalto pelas vias públicas. Essas ações violentas deveriam ser

FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 29 de agosto de 2013.

coibidas e seus autores processados civil e criminalmente a não ser que dano ao patrimônio privado e público tenha sido revogado pelo “status quo reinante”. Nosso governo demonstra uma total competência para tratar dos assuntos de governo como a inflação que está aparentemente sob controle e não está havendo aumento no leite, no pão e em nenhum produto de primeira necessidade, o real está valorizado para alegria dos nossos industriais e com isso os produtos regulados pelo dólar terão aumentos como a gasolina, o trigo, a energia elétrica de Itaipu e aqueles tipo exportação como a soja. Agora vão importar 4.000 médicos de Cuba. Não vamos aqui discutir se são competentes o que mais intriga é que seus salários (r$10.000,00) serão repassados ao Governo de Cuba e este destinará o quanto achar conveniente aos médicos, desconhecia que governos agora agenciam trabalhadores para outros países onde fica a Organização Internacional do Trabalho e seus tratados? Onde fica o Ministério do Trabalho? Como ficam as Centrais Sindicais e os Sindicatos e por fim a nossa CLT tão defendida e protegida? Como fica a sua legislação perante esse ato do governo? Os médicos contratados têm necessidades como todo trabalhador como hospedagem, alimentação e vestuário. Outra questão: “lei federal determina que toda pessoa física que presta serviço a pessoa jurídica deverá ter desconto previdenciário” e como fica a retenção no Imposto de Renda ou isso é só para brasileiros? Afinal para salário de R$10.000,00 o desconto pela tabela é de 27,5 por cento.

Muitas vezes se discute a inclusão, no noticiário, de questões pessoais, questões íntimas, questões que possam trazer constrangimento pessoal a um grupo familiar ou a alguém isoladamente. Há quem diga que os fatos devem ser rigorosamente noticiados como ocorreram, independentemente de envolverem assuntos pessoais. Não penso dessa forma. É claro que em alguns casos, a elucidação dos fatos, passa obrigatoriamente por essas questões. Mas, constituem exceções. Em circunstâncias normais, as notícias podem ser dadas, resguardando-se as informações pessoais mais constrangedoras. Muitas vezes, aqui na redação, temos que decidir rapidamente se algum detalhe deve ou não fazer parte da notícia. É preciso, nestas circunstâncias fazer uma análise de

Silas Gehring Cardoso Ajori 033

consciência com rapidez. A primeira pergunta a ser feita é se esse detalhe não pode atingir, irremediavelmente, algum inocente. Ninguém ignora que o público tem um apetite voraz por questões pessoais. Mas, valer-se desse expediente para atrair um maior público leitor, é, no mínimo falta de sensibilidade para com a dor alheia. Nós vivemos em um ambiente difícil, um verdadeiro ambiente de provas, onde o sofrimento se faz presente com freqüência. Não temos o direito de sobrecarregar o nosso semelhante, com um peso adicional, representando pela indiscrição. Podemos perfeitamente combater as idéias e até as atitudes de alguém, sem envol-

ver ou vasculhar sua vida pessoal ou suas questões íntimas. Se alguma notícia desagradável ocorrer, devemos primeiro verificar se é possível transmitir a verdade dos fatos sem o constrangimento da parte pessoal. Temos a obrigação de ser corajosos na luta contra a corrupção, contra o tráfico de entorpecentes, contra a criminalidade, contra a exploração do homem pelo homem. Mas temos também a obrigação de ser sensíveis ao sofrimento humano, e saber respeitar o direito inalienável de cada pessoa cuidar da própria vida, desde que não afete a vida de outros. Esse senso de responsabilidade deve estar presente em todo o nosso trabalho. Silas Gehring Cardoso é redator chefe dos jornais Folha de Itapetininga e Tribuna Popular e presidente da AJORI Associação dos Jornalistas e Radialistas da Região de Itapetininga.

DESP ACHANTE POLICIAL DESPACHANTE

Competência e R esponsa bilidade Responsa esponsabilidade Tr ansf erência, licenciamento ansferência, licenciamento,, 1º emplacamento emplacamento,, r eno vação de CNH, IPV A, m ultas enov IPVA, multas ultas,, etc etc..

Financiamento em até 12x. O mais completo escritório de despachante da região. Rua Capitão José Leme, Nª 258 Telefones: 3271-9155 e Telefax: 3271-8084

Campos Sales, 395 FONE 3272-6300 Aristides Lobo, 128 FONE 3271-0105 Itapetininga Shopping FONE 3373-1577

TUDO EM ATÉ

6x


Folha 29/08/2013