Page 1

FOLHA DE ITAPETININGA FOLHA DE ITAPETININGA quinta-feira, 27 de setembro de 2012.

ANO XLIll

Edição nº 6.297

página 1

s o n 43 A

nga tini e p Ita ião Com e Reg

Diretora - Proprietária: Benedita Rosely Salem Cerqueira

Nº 6.297

Itapetininga, quinta-feira, 27 de setembro de 2012.

home-page: www.folhadeitapetininga.com.br

e-mail: comercial@folhadeitapetininga.com.br

JACOB BAZARIAN SERÁ HOMENAGEADO NA VIII SEMANA DO ESCRITOR DE SOROCABA O filósofo e sociólogo 'itapetiningano' Jacob Bazarian , cuja biografia está publicada em 16 idiomas, com obras conhecidas em todoo mundo, será homenageado durante a Semana do Escritor de Sorocaba o evento com um espaço especialmente preparado pela professora Angeles Paredes, que também será curadora de um outro evento em homenagem a JB, em Itapetininga, dias 15, 16 e 17 de Outubro, na Câmara Muni-

cipal. Hoje, dia 27 de setembro, haverá uma palestra sobre o 'nosso' filósofo, a ser proferida pelo Dr. Eliel Ramos Mauricio. Os dois eventos são realizações da Academia Sorocabana de Letras, da Academia Itapetiningana de Letras, do MIS-I Museu da Imagem e do Som de Itapetininga, da AJORI - Associação dos Jornalistas e Radialistas de Itapetininga e da Câmara Municipal de Itapetininga

RÉU CONDENADO A 14 ANOS NO TRIBUNAL DO JURI

UM JOVEM E UMA ADOLESCENTE APREENDIDOS COM CRACK EM VILA AURORA Pá g 3

Aprovação de Dilma Rousseff sobe de 59% para 62% Pág 4

Negociação para pôr fim à greve dos Correios termina sem acordo Terminou sem acordo a segunda rodada de negociação entre representantes dos Correios e dos trabalhadores da estatal em greve, realizada nesta terça-feira (25), em Brasília, e que contou com a mediação do Tribunal Superior do Trabalho (TST). A manutenção do impasse leva ao julgamento da

questão pelo TST. A sessão que vai tratar do dissídio coletivo está marcada para hoje , em sessão extraordinária do tribunal. O movimento grevista teve início no dia 11 de setembro e conta com a adesão de parte dos empregados dos Correios. A reunião desta terça durou cinco horas.

O Tribunal do Juri da Comarca de Itapetininga, na tarde do último dia 6, realizou a 2ª sessão da atual 3ª Reunião Periódica, sob a presidência do MM.Juiz dr.Alessandro Viana Vieira de Paula, atuando na Promotoria o dr.Leandro Conte de Benedicto. Na sessão,iniciada às 13 horas e encerrada 17,40 hs., foi julgado o crime de tentativa de homicídio qualificado, ocorrido no dia 14 de setembro de 2010 no Jardim Itália, em Itapetininga, sendo réu Fábio Rogério de Campos, acusado de tentar matar, a golpes de faca, Simone Leopoldo e Silva, que recebeu ferimentos graves.

O réu teve como defensora nomeada a advogada drª Karen Graziela Pinheiro Marques. O Conselho de Sentença condenou o réu a cumprir 14 anos de reclusão, em regime fechado. O próximo julgamento do Tribunal do Juri de Itapetininga será no dia 15 de outubro, ,às 13 horas. Na oportunidade será julgado o crime de tentativa de homicídio simples, ocorrido no dia 14 de agosto de 2010, na Vila Nastri 2, em nossa cidade, sendo acusado A.S.N., que tentou matar, a golpes de faca, F.N.R. Na defesa do réu atuará o advogado dr.André Boitchenko Catarino.

Relação Final Aleixo’s Churrascaria Almeida Eventos Auto Escola Barros Buffet Granfina Clube Venâncio Ayres Colégio Alpis Veredas Construtora W Curi Ltda Despachante Madia Desital - Empresa Homologada Ultragaz Dr. Mauro Kiochi Adachi Empresa de Onibus C. N. Senhora Aparecida Espetacullum Coquetelaria Essencial Pharma - Farmácia de Manipulação Estétic House Fazenda Morungaba Franciosi Imóveis JFI Keiko Decorações Lance Produções Masterserv Controle de Erosão e Comércio Ltda Natu Vidros Nisshimbo do Brasil Organização Bandeirante Rede Pão de Mel Supermercados Sabesp Saf Veículos Ltda Sindicato Rural de Itapetininga Todeschini Itapetininga TVI - Canal 99 Unimed Itapetininga Villa (Salão de Beleza) Homenagens Especiais Dr. Luciano Tavares de Almeida Dr Roberto Soares Hungria Casal Rafael - Rita Altério Secretario Estadual de Saneamento e Recursos Hidricos - Deputado Estadual Edson Giriboni


página 2

Edição nº 6.297

FOLHA DE ITAPETININGA quinta-feira,27 de setembro de 2012

Negociação para pôr fim à greve dos Correios termina sem acordo Terminou sem acordo a segunda rodada de negociação entre representantes dos Correios e dos trabalhadores da estatal em greve, realizada nesta terça-feira (25), em Brasília, e que contou com a mediação do Tribunal Superior do Trabalho (TST). A manutenção do impasse leva ao julgamento da questão pelo TST. A sessão que vai tratar do dissídio coletivo está marcada para a próxima quinta-feira (27), em sessão extraordinária do tribunal. O movimento grevista teve início no dia 11 de setembro e conta com a adesão de parte dos empregados dos Correios. A reunião desta terça durou cinco horas. Reajuste A estatal manteve a oferta de reajuste de 5,2%, alíquota que cobriria a inflação dos últimos 12 meses (sem aumento real) e que valeria tanto para o salário quanto para os benefícios pagos aos funcionários, como vale-refeição, cesta básica e auxílio-creche. O impacto dessa proposta é de R$ 425 milhões ao ano. A Fentect, federação sindical que representa os funcionários dos Correios, rejeitou a oferta. A demanda inicial da categoria é por reajuste de 43,7%, índice que, segundo o sindicato, compensaria perdas com a inflação dos últimos anos. Além disso, os trabalhadores exigem aumento linear de R$ 200, tíquete-alimentação de R$ 35 e a con-

tratação de 30 mil trabalhadores, entre outras exigências. A ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Kátia Arruda, mediadora da negociação, sugeriu, além do reajuste de 5,2%, o pagamento de R$ 80 de aumento linear, mas os Correios rejeitaram. Foram discutidas ainda propostas com reajustes de 8,5% e de 6,87%, sem o aumento linear, mas também não foram aceitas. O secretário-geral da Fentect, Edson Dorta, qualificou a postura da direção dos Correios de "intransigente." “A empresa não quer negociar nada. Não aceitou as propostas do Ministério Público (do Trabalho) nem as feitas pela pela ministra”, disse Dorta. Ele informou que a Fentect vai propor a intensificação da greve a partir desta quarta (26), para forçar os Correios a negociarem. O vice-presidente Jurídico dos Correios, Jefferson Carús Guedes, disse que a empresa “fez todos os esforços” para chegar a um acordo com os trabalhadores. Segundo ele, a estatal não tem recursos para atender às demandas do sindicato. Impacto De acordo com a empresa, somente o aumento linear teria impacto de R$ R$ 323,3 milhões por ano na folha de pagamento, que hoje

é de cerca de R$ 8 bilhões. Os Correios alegam que não têm dinheiro para pagar o reajuste de R$ 80. Para justificar essa posição, apontam que o seu lucro operacional no primeiro semestre ficou abaixo do valor necessário para cobrí-lo: R$ 266 milhões. A empresa alega ainda que concedeu aos carteiros ganho real – acima da inflação – de 35% nos últimos oito anos. E que a despesa com pessoal cresceu 12% em 2011, enquanto a receita cresceu 5%. O salário-base inicial para agente de Correios (carteiros, operador de triagem e atendentes comerciais) é de R$ 942,71. Mas todos recebem adicionais, que chegam a 30%, no caso dos carteiros. Paralisação e mutirão De acordo com os Correios, estão em greve hoje 11.724 funcionários, o que representa 9,77% do seu quadro de funcionários (cerca de 120 mil). A maioria dos grevistas está em São Paulo. Em apenas dois estados – Maranhão e Amapá – não há registro de paralisação. No final de semana, os Correios fizeram mutirões para colocar em dia a entrega de cartas e encomendas à população, afetada por conta da paralisação. A greve teve início em 11 de setembro nos estados de Minas Gerais e Pará.

BC eleva projeção de crescimento do crédito em 2012 para 16% O Banco Central elevou nesta quarta-feira a projeção de crescimento do estoque total do crédito este ano para

16 por cento, contra 15 por cento na estimativa anterior. O movimento será puxado pelos bancos públicos,

Adriana Quintella Ozi advogada R. Vicente Eugênio Piedade, 230 - Vila Barth CEP 18205-610 - ITAPETININGA -SP e-mail: adrianaozi@aei.com.br

(15) 3272-4447

cujos estoques devem crescer 24 por cento neste ano, segundo o BC, acima da projeção anterior de expansão de 21 por cento. O BC informou ainda que manteve suas estimativas sobre o crescimento dos estoques de crédito dos bancos privados nacionais e estrangeiros neste ano, em 10 e 13 por cento, respectivamente.

NOSSA FEIRA DOMINGUEIRA A terra gira, gira sem parar, o mundo muda a cada instante, o que foi bom nos antigamente, hoje pode estar supérfluo, e no amanhã se exaurir com apenas um decreto ou uma lei modernista, podendo simplesmente ser extinguido em atenção a um pedido interesseiro, á um órgão competente pelo final daquele objeto da lamuria. O mundo continua a girar e as coisas a mudar. A feira livre de Itapetininga, aquela domingueira tradicional da Avenida Peixoto Gomide, onde até mesmo os candidatos aglutinam, somente em épocas eleitorais, para pedirem votos, depois das eleições não voltam mais. É nessa feira que encontramos tudo o que queremos á um preço accessível, aparecem os nordestinos vendendo redes de balanço, ou tachos de cobre forjado por ciganos, é nela que o folclórico Pedraco apresenta seus vio-

leiros e seus gaiteiros, é lá que o cantador de chuveiro solta seu vozeirão, é lá que o Pedraco faz a “FESTA NA VARANDA”. A feira de domingo na Avenida Peixoto Gomide é o palco do negocio informal, é onde o sitiante traz parte de sua colheita para a venda informal sem passar pelos transmites legais das leis estaduais. Esse comercio tende a se exaurir, visto que tem muitos poderosos interessados em seu final, estão solicitando sua mudança para a frente da antiga estação ferroviária. A feira livre na Avenida Peixoto Gomide já é uma tradição, se a tirarmos de lá provavelmente perdera muitos frequentadores e também o interesse de alguns feirantes, assim diminuiria bastante o seu tamanho e com isso também diminuiria o interesse de muitos fregueses e isso seria o primeiro passo para o

seu final. O interesse pelo fim da feira parte dos comércios fora do movimento dos consumidores, nos usuários das vias carroçáveis tomadas pelas barracas, pelos responsáveis pelo transito e pelos moradores das imediações. Já tem movimento entre alguns políticos a respeito dessa mudança do local para a feira. A feira livre de Itapetininga, na Avenida Peixoto Gomide, é um patrimônio cultural desta cidade, ela não pode findar, já perdemos muito de nossa cultura, não podemos perder mais esta tradição. Vote com consciência, não deixe a feira se acabar. Tchau. Manoel Silvério AJORI 380 CÉU AZUL ALIMENTOS LTDA

CONTRATA Pessoas portadoras de necessidades especiais Os candidatos devem procurar a empresa na Rodovia Raposo Tavares, km 177, ou pelos e-mails: marcio.beneton@ceuazul.ind.br samuel.oliveira@ceuazul.ind.br

Redação Administração, Publicidade: Rua Saldanha Marinho, 532 - Centro • Fone/Fax: (15) 3271-1576 Oficina: Rua Sofia Cerqueira, nº 125 - Centro CEP 18200-005 • Itapetininga • São Paulo Registrado no Cartório Oficial de Registro de Pessoa Jurídica de Itapetininga sob o nº 004437

homepage: http://www.folhadeitapetininga.com.br e-mail: redacao@folhadeitapetininga.com.br Proprietários: Benedita Rosely Salem Cerqueira e filhos Jornalistas Responsáveis: José Octávio Salem Cerqueira - Registro nº 52.755/SP Marcello Salem Cerqueira - PR1226 Diretores Adjuntos:José Octavio Salem Cerqueira e Marcelo Salem Cerqueira Redator Chefe: Silas Gehring Cardoso Repórter: Jorge Luiz de Almeida - MTB 37782 Diretor Comercial - Carlos Renato M. Gomes, José Raimundo Correia Diagramador: Henrique José de Oliveira Almeida

Colaboradores Alberto Isaac, Carlos José de Oliveira, Darcy Pereira Pinto, Dirceu de Campos, Dr. Bastos, Dr. Jorge Paunovic, Joel Franco, Proj. Amar Bem (Dr. Moacir Costa), Manoel Silvério, Marcos Cintra, Mauro M. Leonel, Maria do Carmo A. Franco, Waldomiro B. Carvalho, Roque Rolim Guilherme. Representante Exclusivo: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Brasília. Consórcio Brasileiro de Imprensa - CBI - Av. José Maria Whitaker, 890 CEP: 04057-000 - SÃO PAULO - SP FONE: (11) 5589-4643 - FAX (11) 5589-4662 A redação nao se reponsabiliza pelos conceitos e artigos assinados. Fica esclarecido que os colaboradores com colunas assinadas não tem vínculo empregatício com a Editora Folha de Itapetininga Ltda, exceto os que tiverem contrato assinado com a mesma.

ESCRITÓRIO DE VENDAS


FOLHA DE ITAPETININGA quinta-feira, 27 de setembro de 2012.

página 3

Edição nº 6.297

POLICIAIS

UM JOVEM E UMA ADOLESCENTE APREENDIDOS COM CRACK EM VILA AURORA Na noite desta última 3ª feira, 25, por volta das 22 hs., os policiais militares Cb Nogueira e Sd Sander efetuavam patrulhamento na Vila Aurora quando, na Rua Waldomiro Lopes, surpreenderam um jovem e uma garota em atitude suspeita. Os dois po-

liciais, com o apoio de mais viaturas, abordaram os suspeitos, sendo encontrados com ambos 32 pedras de crack e um celular. A seguir, na residência do adolescente M.A.S.G., na Vila Prado, foram encontrados 2 radios HT e um celular.

M.A.S.G. e a garota J.R.C., também moradora na Vila Prado, foram encaminhados ao Plantão da DelPol, onde o jovem M.A.S.G. ficou apreendido à disposição da Justiça, enquanto que a garota J.R.C.,sindicada, foi liberada para sua genitora.

Funcionário que planejou roubo a empresa de segurança é preso A Polícia Civil esclareceu a autoria do roubo em uma empresa de segurança no Butantã, na zona oeste da Capital. O vigilante que estava de plantão foi um dos responsáveis pelo crime. A revelação aconteceu na tarde de ontem (25) durante apurações realizadas por integrantes da 6ª Patrimônio (Delegacia de Investigações sobre Facções Criminosas e Lavagem de Dinheiro) do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais). A equipe deteve o funcionário e um dos responsáveis pela invasão ocorrida na manhã de domingo (23). A equipe recuperou oito revólveres, 375 projéteis calibre 12, 120 projéteis calibre 38 e cinco coletes balísticos. As apreensões aconteceram em três bairros de Osasco, na Grande São Paulo. Segundo o delegado Márcio Martins Mathias, titular da 6ª Patrimônio, o vigilante T.S. foi o responsável por esquematizar toda a ação. Ele teria aceitado a proposta com o objetivo de receber dinheiro após a venda dos armamentos. “O vigilante inclusive forneceu informações do outro funcionário que o renderia”, explicou o delegado. A ação do grupo começou a partir da abordagem do vigilante que faria a troca de turno na manhã de domingo. A vítima foi atacada em uma passarela na rodovia Raposo Tavares por três indivíduos. T.S. simulou surpresa ao ver o colega de trabalho dominado pelo trio e abriu a porta da empresa. Os suspeitos retiraram 44 revólveres calibre 38, 12 espingardas calibre 12, 16 coletes balísticos e 543 munições entre calibres 12 e 38. O grupo deixou o local em um furgão Fiat Fiorino. A equipe da 6ª Patrimônio encontrou contradições no relato de T.S. O funcionário acabou revelando todo o plano. A equipe passou a realizar buscas nos bairros Novo Osasco e Jardim Pedreira e na região central de Osasco. Isso permitiu prender C.O.M., procurado pela Justiça, e reconhecido como o responsável pela abordagem do vigilante na passarela. Os policiais identificaram outros dois envolvidos. D.M.S. e E.C.A., onde na casa encontraram os oito revólveres, a munição, os coletes e uma pistola calibre 45 com a numeração raspada. Eles estão foragidos. A companheira de E.C.A., uma adolescente, de 16 anos, foi apreendida. O vigilante reconheceu D.M.S., E.C.A. e T.S. como os responsáveis pela abordagem. O Fiorino, possivelmente usado no transporte das armas, foi encontrado nas proximidades de uma favela na região do Jaguaré, na zona oeste da Capital.

CROSP-5.209

Clinica Ger al - Or todontia Geral Ortodontia Internet gratuita WI-FI. Venha conferir

Implantes

Cirurgias Avançadas Dr. Carlos Alberto do Nascimento Telefone para Contato 3271-0889 Rua Alberto Ernesto Güinter, 22 - Rechã - Tel.: 3307-3152 Rua Natal Favalli, 519 - Angatuba - Tel.: 3255-1205 Rua Monsenhor Soares, 1.032 - Centro - Itapetininga/SP

* Clínica * Banho e Tosa

*Pet Shop *Rações

*Medicamentos/Vacinas

Rua Lopes de Oliveira, 125 Centro-Itapetininga/SP


página 4

Edição nº 6.297

FOLHA DE ITAPETININGA quinta-feira,27 de setembro de 2012

Aprovação de Dilma Rousseff sobe de 59% para 62% O percentual de pessoas que consideram o governo da presidenta Dilma Rousseff bom ou ótimo subiu de 59% para 62%. A informação é da pesquisa CNI/ Ibope, divulgada hoje (26) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O levantamento revelou ainda que o percentual de brasileiros que confiam na presidenta chega a 73%. As áreas de atuação do governo que receberam maior aprova-

ção foram o combate à fome e à pobreza (60%), combate ao desemprego (57%) e meio ambiente (54%). A saúde, impostos e segurança pública foram as áreas mais criticadas, com 65% de desaprovação para a saúde e 57% para os tributos e para a segurança pública. As notícias mais lembradas no mês foram o julgamento do chamado mensalão, citado por 16% dos entrevistados, e o anúncio da redução de até 28%

nas tarifas de energia elétrica, lembrado por 11% dos participantes. Um total de 57% dos entrevistados consideram o governo Dilma igual ao governo Lula, e 62% têm expectativa de que o restante da gestão da presidenta (ou seja, os próximos anos do mandato) será ótimo ou bom. A aprovação da política para educação do governo subiu 3 pontos percentuais em relação a junho, de 44% para 47%. Outra área

País atingiu em 2011 a menor desigualdade social da história, diz Ipea O salário dos 10% mais pobres da população brasileira cresceu 91,2% entre 2001 e 2011. O movimento engloba cerca de 23,4 milhões de pessoas saindo da pobreza. Já a renda dos 10% mais ricos aumentou 16,6% no período, de forma que a renda dos mais pobres cresceu 550% sobre o rendimento dos mais ricos, segundo dados divulgados nesta terça-feira pelo Instituto de Política Econômica Aplicada (Ipea). O estudo 'A década inclusiva', apresentado pelo presidente do Ipea, Marcelo Neri, usou dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 'Não há, na história brasileira estatisticamente documentada desde 1960, nada similar à redução da desigualdade de renda observada desde 2001', disse Neri. 'Assim como a China está para o crescimento econômico, o Brasil está para o crescimento social.' A diminuição da desigualdade é medida pelo coeficiente de Gini, que passou de

0,594 em 2001 para 0,527 em 2011. No índice, quanto mais perto de zero menor a desigualdade entre os mais ricos e os mais pobres do país. 'O Brasil está no ponto mais baixo da desigualdade, embora ela ainda seja muito alta', ressaltou o presidente do Ipea. O crescimento dos salários é o principal indicador para a melhoria, aponta o estudo. É o que responde por 58% da diminuição da desigualdade. Em segundo lugar vem os rendimentos previdenciários, com 19% de contribuição, seguido pelo Bolsa Família, com 13%. Os 10% restantes são benefícios de prestação continuada e outras rendas. Neri ressaltou que, dentre todos os vetores para a diminuição da desigualdade, o Bolsa Família é o mais eficaz, do ponto de vista fiscal. 'Se todos os recursos pudessem ser canalizados à mesma taxa para o Bolsa Família, ao invés da previdência, a desigualdade teria caído mais 362,7%', exemplificou Neri no estudo. A disparidade de renda entre brancos e negros também se alterou. Segundo os dados

apurados pelo Ipea, a parcela da população que se declara como negra teve crescimento da renda de 66,3% nos 10 anos. Maior variação foi apurada entre os pardos (85,5%). Entre os brancos, o crescimento foi de 47,6%. O recorte por regiões mostra que no Nordeste a renda subiu 72,8%, enquanto no Sudeste cresceu 45,8%, sempre no mesmo período de comparação. O estudo conclui que houve queda de 3,2% no coeficiente de Gini entre junho de 2011 e o mesmo mês de 2012, tendo como base dados da Pesquisa Mensal de Emprego (PME) do IBGE. 'A imagem da Belíndia continua exata', disse Neri, referindo-se ao termo cunhado por Edmar Bacha. O neologismo tentava demonstrar que os ricos brasileiros viviam em um país semelhante à Bélgica, enquanto os mais miseráveis estavam em situação semelhante à população pobre da Índia. 'A diferença é que agora os pobres brasileiros crescem a taxas indianas, enquanto os ricos crescem como os países europeus.'

BNDES aprova financiamento de R$1,3bi para distribuidoras de energia A diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamentos no valor de R$ 1,3 bilhão para seis distribuidoras de energia pertencentes ao grupo CPFL Energia. O maior deles, de R$ 790 milhões, para a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), destinado ao plano de investimento da empresa nos anos 2012/2013, com prioridade para a expansão e modernização do sistema elétrico. Os demais financiamentos do BNDES são para a distribuidora Rio Grande Energia S/A, no valor de R$ 275 milhões, e Companhia Piratininga de Força e Luz, de R$ 220 milhões. Os recursos incluem apoio a programas sociais das empresas, com foco em ações nas comunidades carentes em sua área de atuação. Nas três operações, parte dos recursos será repassada por dois agentes financeiros, o Itaú BBA e o Banco do Brasil. Os desembolsos para as outras três aprovações - Companhia Luz e Força Santa Cruz (R$ 25,5 milhões), Companhia Sul Paulista de Energia (R$ 14,9 milhões) e Companhia Leste Paulista de Energia (R$ 12,3 milhões) - serão liberados diretamente pelo BNDES, sem intermediação de agentes financeiros.

CPFL Paulista - O BNDES financiará 64,1% do plano de investimentos da empresa de 2012 a 2013, no valor de R$ 1,2 bilhão, cujo objetivo é adequar o sistema elétrico à expansão do mercado e aos níveis de qualidade e confiabilidade. O plano abrange os municípios de Campinas, Ribeirão Preto, Bauru e São José do Rio Preto, todos em São Paulo. Do total do financiamento concedido pelo BNDES, R$ 393 milhões serão repassados pelo Itaú BBA e Banco do Brasil. Os investimentos devem acompanhar o ritmo de crescimento do número de consumidores e da demanda de energia e visam, principalmente, o suprimento de energia elétrica em toda a área de concessão, além da redução dos índices de desligamentos do sistema elétrico e da manutenção dos índices de satisfação dos clientes e da qualidade de fornecimento de energia elétrica. Rio Grande Energia - O financiamento de R$ 274,9 milhões do BNDES será destinado ao plano de investimento em expansão e modernização do sistema elétrico da empresa, também para os anos de 2012 e 2013. O Banco apoiará 58,8% do valor do programa, de R$ 468 milhões. Os agentes financeiros - Itaú e Banco do Brasil - serão responsá-

veis pelo repasse de R$ 136,8 milhões do total aprovado pelo BNDES. A modernização do sistema consiste na automação das redes elétricas de distribuição, de modo a tornar mais ágil o restabelecimento do fornecimento de energia durante as manutenções programadas e a manutenção dos índices de qualidade do fornecimento. Companhia Piratininga de Força e Luz - O BNDES financiará 59,9% dos investimentos da distribuidora neste ano e em 2013, de R$ 367,5 milhões. Os recursos serão aplicados na adequação do sistema elétrico à expansão do mercado e no aprimoramento da qualidade dos serviços. Os investimentos serão realizados nas redes de distribuição e nas subestações e linhas de transmissão. Os financiamentos para a Companhia Sul Paulista de Energia, Companhia Luz e Força Santa Cruz e Companhia Leste Paulista de Energia serão aportados no plano de investimentos das concessionárias relativo aos anos de 2011 e 2012. Nos três casos, o objetivo é atender à expansão do mercado, reduzindo os índices de desligamento e aumentando a eficiência e confiabilidade do sistema elétrico.

na qual a aprovação cresceu foi o combate à inflação, com eleva-

ção de 46% para 50% no período. A aprovação com relação às

políticas de juros manteve-se inalterada, no patamar de 49%.

Avaliação positiva de medidas contra inflação atinge 50%, diz Ibope Aumentou a avaliação positiva das políticas do governo de combate à inflação: 50% em setembro ante 46% em junho, de acordo com pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). É o maior índice verificado desde o início do governo da presidente Dilma Rousseff. As avaliações negativas sobre a condução das medidas de combate à inflação caíram dois pontos percentuais, dentro da margem de erro da pesquisa, de 47% em junho para 45% em setembro. A avaliação favorável às

políticas de juros se manteve estável, em 49%. A porcentagem dos entrevistados que desaprovam as ações em relação à taxa de juros passou de 41% em junho para 43% em setembro. Os entrevistados também apontaram uma melhora na avaliação positiva da política de impostos: 38% em setembro ante 31% em junho. O aumento de sete pontos percentuais foi o maior verificado entre as áreas do governo analisadas pela pesquisa. No entanto, a desaprovação desse quesito continua alta: 57% em setembro ante 61% em ju-

nho. Entre os setores avaliados na enquete, somente o de meio ambiente registrou piora na avaliação. O percentual dos que desaprovam a política desta área subiu três pontos percentuais, de 37% em junho para 40% em setembro. A avaliação positiva das medidas relacionadas a esse setor caiu um ponto percentual, de 55% em junho para 54% em setembro. A pesquisa foi realizada entre 17 e 21 de setembro com 2.002 entrevistados em 143 municípios brasileiros. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Confiança da indústria atinge em setembro maior nível desde julho O Índice de Confiança da Indústria (ICI) subiu 0,9% de agosto para setembro, passando de 104,1 para 105 pontos, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV). É o maior nível desde julho de 2011 e se aproxima da média histórica recente (105,4 pontos). O resultado foi influenciado pelo Índice de Expectativas (IE), que cresceu 1,7% em setembro, na comparação com o mês anterior, alcançando 104,9 pontos. O índice deste mês superou, dessa forma, a média histórica. O indicador que revela as perspectivas das empresas quanto à produção para os próximos meses foi o que mais contribuiu para a alta do IE. Houve au-

mento de 4,1% em setembro, para 130,9 pontos. Esse resultado é o maior desde fevereiro de 2011, quando o indicador chegou a 134,6 pontos. A proporção de empresas que esperam aumentar a produção no trimestre de setembro a novembro apresentou aumento de 38,8% para 42,8%. Já o percentual de empresas que preveem uma produção menor caiu de 13% para 11,9%. O Índice da Situação Atual (ISA) ficou praticamente estável, ao apresentar queda de 0,1%, para 105 pontos. Um dos indicadores que mais influenciaram o resultado do ISA é o que mede o grau de sa-

tisfação das empresas quanto à situação atual dos negócios. O indicador registrou crescimento de 5,2% em agosto e, em setembro, caiu 1,2%. A parcela das empresas que avaliaram a conjuntura atual como boa diminuiu de 24,4% para 20,3% do total. O percentual das que a consideraram fraca também caiu, de 12,2% para 9,5%. Já a proporção de empresas que veem a situação atual como normal aumentou de 63,4% para 70,2%. O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) passou de 84%, em agosto, para 84,1%, em setembro, o maior patamar desde julho de 2011. Isso representa um nível acima da média histórica recente, pelo segundo mês consecutivo.

Natação & Fitness

* Atividades : Natação - Hidroginástica - Acqua Mix - Musculação * Programas : Bodypump - Power Jump Bodycombat

Rua Benedito Leonel Ferreira, 71 / Tel: 3373-3535/3511-5174


FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Edição nº - 6.297

página 5

Folha Social UM DUETO JOVEM E DE VALOR

UM DOS DESTAQUES NA “NOITE DE GALA”

Na noite desta última 2ª feira, 24, em meio ao coquetel de abertura da Semana Internacional de Estudos de Dor Orofacial na Faculdade “Leopoldo Mandic”, em Vila Labrunetti, a animação musical, muito elogiada, foi do jovem dueto(foto) formado por Renan, ao sax, e Edinho,na guitarra. Mais dois jovens artistas locais de valor e futuro promissor.

Na festiva e concorrida “Noite de Gala” da Folha de Itapetininga, dia 15 último, além da animação musical no jantar-dançante da Banda-Show “Sexta Dimensão”, foi destaque,mais uma vez, o saxofonista Gerson Ramos. Nesta foto ele animava o almoço de confraternização dos professorandos de 1962 da querida E.E.”Peixoto Gomide”, no último dia 8.

SHOW DE “DUNGA”-20 BANDA - SHOW “SEXTA ANOS NO SANTUÁRIO DIMENSÃO” BRILHOU “N.SªAPARECIDA DO SUL” NOVAMENTE

No próximo dia 4 de outubro, às 20,30 horas, no Santuário Nossa Senhora Aparecida do Sul, haverá um show inédito e imperdível com “Dunga 20 anos”. A entrada é franca e caravanas que se organizarem devem entrar em contato com tel(15)98250102/ 9775-3398.

O animado jantar-dançante festivo da Noite de Gala da Folha de Itapetininga, no último dia 15, na sede social do Clube Venâncio Ayres, foi abrilhantado, mais uma vez, pela versátil Banda-Show “Sexta Dimensão”, de Cerquilho. Mais fotos e detalhes da marcante noitada na edição do próximo sábado.

G.E.AP.A - Grupo de Evangelização e Apoio aos Portadores da AIDS - Itapetininga/SP

...35 anos de tradição Curso para renovação de carteira de habilitação diurno e noturno Vende-se 7 galoes de defensivo Agricola GLIZ MAX fone: 96204484 Vende-se 30 novilha Nelore 96204484

Av. Francisco Válio, 438 - Centro- Itapetininga - SP Fone: (15) 3271-2273


página 6

Edição nº - 6.297

FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Cooperativismo: Secretaria e Sescoop realizam evento no Parque da Água Branca O Ano Internacional das Cooperativas será comemorado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de São Paulo (Sescoop/SP) e pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo no dia 30 de setembro, domingo, num evento realizado no Parque da Água Branca, na Capital paulista. Batizado de “Coopero por um Mundo Melhor”, ele terá entrada gratuita e opções de diversão, lazer e serviços para toda a família, das 9 às 18 horas. As

atividades começam com oficinas de terrário, bijuterias ecológicas, contação de histórias, esculturas com bexigas e pintura artística para a garotada. Ao longo do dia, o público poderá aproveitar as exposições e serviços de cooperativas, além de uma intervenção teatral voltada às crianças, com a Banda Stralo, às 11 horas. Outra atração é o Espaço Saúde, onde o visitante poderá aferir a pressão arterial, o percentual de gordura corporal e o Índice de Massa Corpórea (IMC), além de receber orientações

preventivas e dicas para uma vida mais saudável. O tradicional grupo de samba Demônios da Garoa encerra o evento, com um show a partir das 17 horas. Durante todo o dia, quem se interessar poderá tirar dúvidas sobre cooperativismo e aprender como criar uma cooperativa. O presidente do Sescoop/SP e da Ocesp (Organização das Cooperativas do Estado de São Paulo), Edivaldo Del Grande, ressalta que as pessoas convivem com o sistema cooperativista, mas muitas vezes não sabem a importância das cooperativas. “O

evento quer aproximar ainda mais as cooperativas paulistas do público da capital. Queremos mostrar que o cooperativismo contribui para uma sociedade mais justa.” A secretária de Agricultura Mônika Bergamaschi destaca a importância da parceria. "No ano em que a Secretaria faz aniversário de 120 anos e em que a Organização das Nações Unidas (ONU) proclamou como ‘O Ano Internacional das Cooperativas’, promovemos esse evento para levar ao público os concei-

tos do cooperativismo para a melhoria da qualidade de vida, geração de emprego e renda. De um modo lúdico e descontraído, os visitantes vão perceber o quanto o cooperativismo está presente no dia-a-dia.” A iniciativa faz parte de uma série de comemorações que tem ocorrido em vários países. A ONU aponta o cooperativismo como um mecanismo para estimular o desenvolvimento econômico sustentado, a mitigação da pobreza e a intercooperação. O evento conta com o

apoio da Ocesp e a participação da Cooperart Butantan (Cooperativa de Produção, Arte e Artesanato Butantan), Coopermiti (Cooperativa de Reciclagem de Lixo Eletrônico), Uniodonto São Paulo, Unimed do Brasil, Coopertextil (Cooperativa dos Trabalhadores Produção Têxtil de São José dos Campos), Comevap (Cooperativa de Laticínios do Médio Vale do Paraíba), CLG (Cooperativa de Laticínios de Guaratinguetá), Cooperativa Central Oeste Catarinense Aurora e Coop - Cooperativa de Consumo.

Serviços prestados à família Setor de serviços ajudou Brasil a mantêm trajetória de crescimento enfrentar crise econômica mundial Com o crescimento do emprego e da renda, o setor de serviços prestados às famílias mantiveram ritmo de expansão nos últimos anos, mesmo com a crise econômica de 2008. Os dados estão na Pesquisa Anual de Serviços (PAS) 2010, divulgada hoje (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com a pesquisa, no biênio 2007/ 2008, o crescimento médio do setor de serviços não financeiros chegou a 11,4%. Em 2008/2009 caiu para 6,1% e retomou o crescimento em 2009/2010, al-

cançando 11,2%. No grupo serviços prestados principalmente às famílias, houve crescimento de 9,9% no primeiro biênio pesquisado, de 13,9% no chamado biênio da crise e de 15,8% em 2009/2010, totalizando 44,9% no período de 2007 a 2010, contra 31,6% de média no setor. Dentro do grupo, a atividade alimentação se destaca com crescimento de 22,6% no biênio da crise, enquanto atividades culturais, recreativas e esportivas apresentaram queda de 5,6% no mesmo período. A pesquisadora do IBGE Ana Carla Magni

explica que o setor de serviços não financeiros ajudou o país a sentir menos os efeitos da crise econômica mundial de 2008, mas destaca o bom desempenho dos serviços prestados às famílias. "No caso dos serviços prestados principalmente às famílias, diferentemente dos outros setores, eles tiveram taxa de variação crescente ano após ano, ou seja, eles não espelharam os efeitos da crise, a gente viu nesse período uma evolução do emprego, da renda, do crédito, que acabou impulsionando esse segmento dos serviços prestados às famílias".

Ministra brasileira integra grupo que formula metas sustentáveis, ONU A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, foi nomeada para fazer parte do Painel Consultivo que vai elaborar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), cujas bases foram lançadas na Rio+20. A indicação ocorreu nesta segunda pelo secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Ban

Ki-moon, e já nesta terça (25) a ministra participa da primeira reunião do grupo, na sede da ONU, em Nova York, juntamente com a 67ª Assembleia-Geral da ONU. Integram ainda a equipe outros 25 membros da sociedade civil, do setor privado e de governos como China, EUA, França, Alemanha, Cuba, Índia e Mé-

xico. Serão copresidentes das discussões o premiê britânico, David Cameron, e os presidentes da Indonésia, Susilo Yudhyono, e da Libéria, Ellen Sirleaf. Izabella assumiu o lugar de Vanessa Petrelli, que deixou a presidência do Instituto de Pesquisas Econômica Aplicada (Ipea) e havia sido nomeada no início de agosto.

Alimentos mantêm inflação em alta na cidade de São Paulo O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) na cidade de São Paulo, teve alta de 0,41% na terceira prévia de setembro, taxa 0,06 ponto percentual acima da variação anterior (0,35%). Dos sete grupos pesquisados, o que mais influenciou no aumento foi o de alimentos, 1,63% mais caros, em média. Na apuração pas-

sada, porém, a taxa tinha subido com maior intensidade (1,71%). Entre as maiores elevações estão as proteínas animais, com destaque para o frango, com aumento de 10,55%, as carnes bovinas (3,61%), carnes suínas (6,88%) e o pescado (0,78%). A segunda maior pressão inflacionária foi constatada no grupo saúde (0,51%), mas houve decréscimo em

relação à segundas prévia (0,58%). Em transportes, ocorreu reversão, com a taxa passando de -0,02% para uma alta de 0,06%. No grupo habitação, foi verificada redução de 0,06% ante um recuo de 0,22%. Além disso, em despesas pessoais, o movimento é de recuperação. A taxa ficou em -0,04% ante -0,10%. Em vestuário, o IPC subiu de 0,03% para 0,06% e em educação, de 0,12% para 0,11%.

O setor de serviços não financeiros cresceu mais do que a economia como um todo e contribuiu de forma estratégica para a recuperação brasileira da crise mundial de 2008. É o que mostra a Pesquisa Anual de Serviços (PAS) 2010, divulgada hoje (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com os dados, de 2007 para 2008 a receita operacional líquida dessas empresas cresceu 11,4%. Após o início da crise, o setor desacelerou e teve crescimento real de 6,1% em 2009. Mas em 2010 houve retomada, com crescimento de 11,2% . "O ano de 2010 realmente foi de recuperação em relação ao ano anterior, a gente pode dizer que o setor de serviços ajudou a impulsionar a recupera-

ção da economia como um todo", destaca a pesquisadora do IBGE Ana Carla Magni. Ela cita quatro segmentos que tiveram destaque no setor: os serviços de manutenção e reparação, as atividades imobiliárias, os serviços prestados principalmente às famílias e os serviços profissionais, administrativos e complementares. Considerando os dados de 2007 a 2010, a receita do setor teve crescimento de 31,6%, já descontada a inflação, com destaque para o setor de serviços de manutenção e reparação, que teve aumento de 63%, e de atividades imobiliárias, que apresentou crescimento de 59,8% na receita. Nos salários, o crescimento de 2007 a 2010 chegou a 38%, com destaques também para atividades imobiliárias (50,6%) e ser-

viços de manutenção e reparação (45,3%). A pesquisa usou dados de 992.808 empresas de serviços não financeiros, divididas em sete segmentos e agrupadas conforme a finalidade de uso: serviços prestados principalmente às famílias; serviços de informação e comunicação; serviços profissionais, administrativos e complementares; transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio; atividades imobiliárias; serviços de manutenção e reparação; e outras atividades de serviços. De acordo com o IBGE, os serviços que fazem parte dessa pesquisa responderam, em 2009, por 13% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, que é a soma de todas as riquezas produzidas no país. Se forem levados em conta os serviços como um todo, o setor compõe 67% do PIB.

Arquiteta especialista em cultura é nomeada nova presidenta do Iphan A ministra da Cultura, Marta Suplicy, nomeou a arquiteta Jurema de Sousa Machado para a presidência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Ela s u b s t i t u i L u i z F e rnando de Almeida. O instituto foi criado em 1937 e tem o objetivo de proteger os monumentos históricos. A Constituição estabelece que cabe ao Poder Público, com o apoio da comunidade, a proteção, preservação e gestão do patrimônio histórico e artístico

do país. A arquiteta Jurema de Sousa Machado desempenhava o papel de representante brasileira do setor de cultura na Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A nomeação está publicada na edição de hoje (26) do Diário Oficial da União. O texto pode ser obtido no site da Imprensa Nacional. O trabalho de preservação do Ipahn reúne criações científicas, artísticas e tecnológicas; das obras, objetos, documentos,

edifícios e espaços destinados às manifestações artísticoculturais, além dos conjuntos urbanos e sítios de valor histórico, paisagístico, artístico, arqueológico, paleontológico, ecológico e científico. O Iphan deve iniciar uma próxima etapa de atividades que consiste na proteção dos acidentes geográficos notáveis e paisagens. Há mais de 60 anos, o instituto faz um trabalho de identificação, documentação, proteção e promoção do patrimônio cultural brasileiro.


FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 27 de setembro de 2012

página 7

Edição nº - 6.297

Matérias - Uol Esportes

Folha nos Esportes Promotor diz que vítima de tiro inocentou Adriano por promessa de que hospital seria pago O episódio do Natal do ano passado, em que uma mulher que estava no carro com Adriano levou um tiro na mão, voltou à tona com a nova versão da vítima. Segundo o promotor que acompanha o caso, Adriene Cyrilo inocentou o jogador após o incidente pela promessa de que suas despesas hospitalares seriam pagas. “Ela disse que fez isso [inocentar Adriano] apenas porque haviam dito que pagariam as despesas hospitalares dela e ela havia se sentido muito pressionada, querendo se livrar daquela situação. Aí ela decidiu assinar aquela acareação, mas logo no dia seguinte ela estava arrependida, procurou um advogado e decidiu prestar um novo depoimento, não mais em delegacia, mas ao Ministério Público”, disse Marcio Almeida, promotor do MP que está cuidando do caso, ao Sportv.

O incidente aconteceu na véspera do Natal de 2011. Adriano e o policial reformado Julio Cesar Oliveira voltavam de uma boate com quatro mulheres no carro quando uma delas levou um tiro na mão. Em seu primeira depoimento, Adriene Cyrilo disse que Adriano estava com ela no banco de trás e com a arma na mão quando o disparo ocorreu. Quando recebeu alta médica, ela prestou novo depoimento e manteve a versão, para modifica-la momentos depois, dizendo que Adriano não estava no banco de trás do carro e que ela mesma teria disparado a arma acidentalmente. O caso só voltou a ser notícia por conta de uma nova versão de Adriene, de que Adriano estava no banco de trás e que o revólver não estava com ela na hora do acidente. “A conclusão inicial

que você pode tirar é que, como ele tinha ciência de que a arma estava no carro e o policial da reserva que estava com ele naquele momento, proprietário da arma, afirmou que guardou a arma no carro, como nenhum dos dois teve cautela mínima para, ao convidar quatro mulheres para entrar no veículo, evitassem que aquela lesão corporal ocorresse?”, disse Marcio Almeida. Adriano foi intimado a prestar um novo depoimento sobre o caso no dia 6 de novembro, em uma acareação com Adriene no Jecrim (Juizado Especial Criminal) da Barra da Tijuca. Na ocasião, os dois lados serão incentivados a entrar em acordo. Caso isso não ocorra, Adriano e o ex-policial Julio Cesar Oliveira podem responder a uma ação penal por lesão corporal culposa (sem intenção).

São Paulo amarga 3º maior jejum Wesley treina com bola e Valde campeão na Libertadores e divia e Maikon Leite seguem busca atalho pela Sul-Americana fora com dores musculares Uma característica que liga quase todos os campeões da Libertadores da América é a regularidade de participações no torneio. Dos 23 clubes que levantaram a taça mais cobiçada do continente, apenas três estão há mais de dois anos longe de disputá-la. O São Paulo é uma dessas exceções negativas. E a equipe tenta romper a seca com um atalho: a Copa SulAmericana, que dá uma vaga ao campeão. O time de Ney Franco viajou até o interior do Equador, onde enfrenta nesta quarta-feira, às 22h, a LDU local por uma vaga nas quartas de final da competição. O jogo da volta está marcado para o dia 24 de outubro, no Morumbi. A cabeça e os sonhos dos são-paulinos, claro, estarão além. E as lembranças dos tempo de glória vão se esmaecendo. Apenas os campeões Racing Club e River Plate, da Argentina, estão afastados há mais tempo da Libertadores do que o São Paulo. O Racing, que foi campeão em 1967, não participa da competição desde 2003. O River,

campeão de 1986 e 1996, jogou pela última vez em 2009. O tricampeão São Paulo está fora desde 2010, quando foi semifinalista. (O Palmeiras, que estava ausente desde 2009, já garantiu sua vaga para o ano que vem, por ter sido campeão da Copa do Brasil.) A saudade do torneio mais importante da América, conquistado três vezes, será motivação extra para o time tricolor, que não terá Luis Fabiano, machucado, mas confiará em Lucas como a principal arma ofensiva contra os equatorianos. Os jogadores terão de mostrar que se recuperaram de uma viagem de mais de 20 horas desde São Paulo até Loja, de avião e de ônibus, para se confrontar com uma equipe empolgada e que tem muito pouco a perder. A LDU, mas conhecida como Liga de Loja, xará da LDU de Quito, é a grande surpresa da “segunda divisão” da América. O time vem de uma vitória incrível sobre o Nacional, do Uruguai, e promete não se intimidar diante do São Paulo,

classificado lá como uma “monstruosa” equipe. “Só de ter passado pelo Nacional, ela [LDU] já merece uma atenção”, afirmou o técnico tricolor Ney Franco. “Temos de entrar com responsabilidade. É uma equipe armada no 4-4-2, com um volante que sai bem para o jogo. Tem também brasileiro que é o artilheiro da competição [Fabio Renato, cinco gols] e tem um goleiro experiente. Estudei muito essa parte tática. É um time que se destacou contra o Nacional na parte coletiva.” Ney Franco confirmou a equipe com a seguinte escalação: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Denilson, Maicon e Jadson; Lucas, Osvaldo e Ademilson. São duas alterações em relação ao time que venceu o Cruzeiro no domingo. Ademilson ganha a vaga de Willian José, e Paulo Miranda, a de Douglas. A começar por esta quarta, serão oito partidas até o fim da Sul-Americana que podem fazer o São Paulo voltar à elite do futebol continental. Além desse caminho, o time tenta também as próximas 12 rodadas do Brasileirão, que darão outros quatro lugares na Libertadores. Hoje, o tricampeão está na beira: na quinta posição, a mesma do Racing no Argentino, dois dos três campeões com mais saudades de Libertadores

O Palmeiras treinou na manhã desta quarta-feira e a principal novidade foi um jogador que ainda não pode ajudar o time na briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O volante Wesley participou normalmente das atividades com bola, na sua primeira aparição em um treinamento aberto à imprensa. O volante palmeirense rompeu o ligamento do joelho direito em abril e tem previsão de retorno ao time apenas em novembro. Wesley participou do trabalho em campo reduzido e também no trabalho de finalizações, sem demonstrar qualquer incômodo por conta da cirurgia, mesmo que não no mesmo ritmo forte dos companheiros. Outra novidade foi o zagueiro Thiago Heleno, que retornou aos treinamentos na manhã desta quarta após se recuperar de uma lesão na coxa direita. O técnico Gilson Kleina, no entanto, não teve todos os jogadores à disposição já que Maikon Leite e Valdivia não treinaram. A dupla alegou dores musculares e apenas realizou tratamento na Aca-

demia de Futebol assim como na terça-feira, mas não deve ser dúvida para o jogo contra a Ponte Preta. A principal dúvida do treinador palmeirense é o volante Correa, que tem um edema muscular na coxa direita sofrido no jogo contra o Figueirense e segue no departamento médico.

Depois da vitória por 3 a 1 sobre o Figueirense, o Palmeiras encara a Ponte Preta no sábado, às 21h, no estádio do Pacaembu. Na sexta-feira, o clube será julgado por conta das confusões ocorridas no clássico contra o Corinthians e deve perder mandos de campo no Brasileirão.


página 8

Edição nº - 6.297

Novo modelo para crescer Dia 17 de setembro participarei do XXIV Congresso Nacional de Corretores de Imóveis como coordenador do painel "Panorama econômico, tendências e perspectivas do mercado brasileiro". O evento ocorrerá em São Paulo e deve reunir seis mil participantes para debater temas como mercado imobiliário, política habitacional e economia mundial. A última conferência, em Santa Catarina há dois anos, recebeu mil e quinhentas pessoas. É crescente o interesse dos corretores de imóveis pelo encontro de 2012.Acategoria tem desfrutado de um ambiente econômico favorável marcado pela expansão da classe média, crescimento da renda do trabalhador e elevação do crédito imobiliário. O sonho da casa própria tornou-se realidade para um expressivo contingente de brasileiros e, obviamente, para o intermediador de transações imobiliárias esse cenário é extremamente promissor. O interesse pelo evento de 2012 certamente tem como um dos seus ingredientes principais a redução do ritmo de cresci-

Marcos Cintra mento do PIB brasileiro e o maior grau de incerteza presente no cenário econômico. De um modo geral, os corretores de imóveis desejam compreender o atual momento do mercado interno, a perspectiva para o País e qual a estratégia para a retomada da expansão econômica. É importante ressaltar que o mercado interno minimizou a retração da economia brasileira ocorrida por conta da crise global de 2008. Cabe destacar o papel do consumo das famílias, alavancado pelo desempenho do mercado de trabalho e do crédito. Por outro lado, esse maior poder de compra fez crescer o endividamento da classe média,

Kit Medidor de Glicemia Performa – R$ 39,90 (Monitor + Lancetodor+agulha) Balança Digital – R$ 49,90 Fita teste Accu Chek Active c/ 50 n – R$ 75,00 Fita teste Accu Chek Performa c/ 50 n – R$ 79,00 Monitor de pressão digital pulso Omron R$ 159,00 Temos Fraldas Geriatricas Cobrimos Qualquer oferta da concorrencia OS MELHORES PRODUTOS E OS MENORES PREÇOS!!!

R.: Padre Albuquerque, 182

que passou de uma média de 24% para 36% da renda na comparação entre os períodos 2004-2007 e 2008-2011. Hoje esse índice já está acima de 40%, quando o indicado é que não ultrapasse 30%. Em termos de perspectiva, tudo indica que a imunização do País à crise baseada no consumo das famílias está esgotada, uma vez que o crescimento econômico de 2012 deve ficar na casa de 1,5%. Mesmo com a prorrogação da redução do IPI e a elevação das compras do governo anunciadas recentemente a expansão do PIB deve ser pífia. Os bancos estão mais seletivos na concessão de crédito por conta do crescimento da insolvência e o clima de maior incerteza inibe investimentos por parte das empresas. A crise mundial deve durar mais tempo do que se imaginava. O País precisa de ações mais eficazes para voltar a crescer. A estratégia daqui para frente deve ser baseada na viabilização dos investimentos em infraestrutura através de concessões e parcerias com o setor privado. A falta de recursos públicos para investimentos passa pela emergência de um novo padrão de relacionamento entre os governos e as empresas privadas. Além disso, é preciso pensar em uma reforma tributária que melhore a capacidade de competição da produção nacional. A questão da competitividade brasileira, um tema em evidência, requer ações de maior alcance por parte do governo na área dos impostos. A atual desoneração da folha de pagamentos que está sendo feita terá impacto inexpressivo na capacidade de competição sistêmica da economia do País. A atual política econômica não serve mais para enfrentar a crise global. É preciso um novo modelo que preserve os avanços dos últimos anos e faça o País voltar a crescer. Essa será a tônica da minha participação no encontro com os corretores de imóveis. (*) Marcos Cintra Cavalcanti de Albuquerque é doutor em Economia pela Universidade Harvard (EUA), professor titular e vice-presidente da Fundação Getulio Vargas. I n t e r n e t : www.marcoscintra.org / Em a i l : mcintra@marcoscintra.org Twitter: http://twitter.com/marcoscintra

FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Não se muda a sociedade sem um trabalho de conscientização A mentalidade de "levar vantagem à custa dos outros" está praticamente institucionalizada em nosso meio. Muita gente acostumou a ganhar dinheiro, e muito dinheiro, sem dar a sua cota de trabalho em contrapartida. Estão hoje, totalmente em desuso, aqueles princípios fundamentados no idealismo, no ganho mediante trabalho honesto e na ascensão financeira, mediante esforço, garra e persistência. Em muitos círculos, a mentalidade que predomina a de "crescer a qualquer custo", isso incluindo "rasteira" e uma série de espertezas praticadas contra o semelhante. Existem muitos pais que são surpreendidos quando seus filhos acabam criando problemas no convívio de uma comunidade quando não os atiram em "casas de repouso" ou similares para tomar conta dos bens. Normalmente esses pais dizem que deram a melhor das educações, os melhores colégios, deram tudo o que esses filhos precisavam, e apesar de tudo, esses filhos se transformaram em elementos perniciosos. Só que muitas vezes, esses pais não se lembram que também não deram

Silas Gehring Cardoso Ajori 033 o melhor dos exemplos. Quantas vezes não viram o pai vender o carro estragado para algum incauto, quantas vezes não viram a mãe explorar ao máximo a empregada que trabalha dentro de casa e quantas vezes não recebeu diretamente dos pais, conselhos para tirar o máximo de vantagem sobre os outros. O resultado não

pode ser outro. Essas crianças, mais tarde vão reproduzir, vão re-editar esse comportamento. Vai ser difícil mudar a nossa realidade, sem primeiro haver um trabalho de conscientização. É um problema cultural que não vai ser resolvido por decretos. Mas cada um deve fazer um reexame de suas atividades e analisar se não está ainda que inconscientemente, contribuindo para complicar o panorama. Silas Gehring Cardoso é redator chefe dos jornais Folha de Itapetininga e Tribuna Popular e presidente da AJORI Associação dos Jornalistas e Radialistas da Região de Itapetininga.

DESP ACHANTE POLICIAL DESPACHANTE

Competência e R esponsa bilidade Responsa esponsabilidade Transf erência, licenciamento ansferência, licenciamento,, 1º emplacamento emplacamento,, reno vação de CNH, IPV A, m ultas enov IPVA, multas ultas,, etc etc..

Financiamento em até 12x. O mais completo escritório de despachante da Rua Capitãoregião. José Leme, Nª 258 Telefones: 3271-9155 e Telefax: 3271-8084

Campos Sales, 395 FONE 3272-6300 Aristides Lobo, 128 FONE 3271-0105 Itapetininga Shopping FONE 3373-1577

TUDO EM ATÉ

6x

Folha 27/9  

O melhor e mais moderno jornal da região

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you