Page 1

FOLHA DE ITAPETININGA FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 18 de junho de 2013

ANO XLIll

Nº 6.399

homepage: www.folhadeitapetininga.com.br

Edição nº 6.399

Itapetininga, terça-feira 18 de junho de 2013

Diretora-Proprietária Benedita Rosely Salem Cerqueira

página 1

nos A 44 ga nin peti o a t I giã Com e Re

E-mail: comercial@folhadeitapetininga.com.br

Votação da suspensão do aumento da taxa de iluminação será dia 24

A votação do Projeto de Decreto Legislativo 08/2013, de autoria dos vereadores Mauri de Jesus Morais, Itamar José Martins, Fuad Abrão Isaac, Milton Nery Neto e Antonio Etson Brun, dispondo sobre suspensão da Eficácia do Decreto do Poder Executivo Municipal nº 1.048, de 29 de maio de 2013 , na forma do artigo 15, XXI, da Lei Orgânica do Município de Itapetininga, acontecerá na próxima segunda feira, 24 de junho, uma vez que dependerá de pareceres

das comissões permanentes. Esse projeto, se aprovado ,suspenderá o Decreto do prefeito Municipal Luís Di Fiori ,que majorou em 50% ,a Contribuição de Iluminação Pública no Município. Um grande público esteve no Plenário Humberto Pellegrini, manifestando-se com cartazes contra a majoração. O Presidente da Câmara , André Luiz Bueno, na abertura dos trabalhos, destacou que a Câmara respeita o livre direto de manifestação de todos.

O vereador Dr. Mauri de Jesus Morais afirmou que o projeto já tem mais de dez votos garantidos, e que no próximo dia 24 a majoração deverá ser derrubada. O Presidente da Comissão de Justiça ,Redação e Cultura vereador Marcus Tadeu Quarentei Cardoso afirmou que o Parecer da Comissão será dado dentro desse prazo. Os manifestantes realizaram, depois ,passeata por algumas ruas da cidade.

Secretaria da Educação lança Receita liberou ontem primeiro lote de restituições programa de atividades sobre a Copa 2014 em 2,7 mil escolas 'Família em Campo' começa nesta sexta-feira, 14, e primeira atividade será concurso de customização de bolas de futebol para que a peça mascote seja escolhida Projeto conta com a parceria do Comitê Paulista da Copa, que lançou hoje o Guia de Orientação Local (GOL) A Secretaria da Educação do Estado lança hoje, 14, o "Família em Campo", projeto que vai desenvolver atividades ligadas ao futebol em 2,7 mil escolas públicas – 2,3 mil

da rede estadual e 400 da rede municipal – até a Copa do Mundo de 2014. Todas as instituições participantes do programa Escola da Família vão receber aos finais de semana campeonatos e concursos culturais, abertos à comunidade escolar. Os eventos reúnem semanalmente mais de 200 mil pessoas em todo o Estado. O projeto será desenvolvido em parceria com o Comitê Paulista da Copa, que também lançou hoje o Guia de Orientação Local (GOL), publicação sobre a

competição que será distribuída aos 645 municípios do Estado. O pontapé inicial do projeto foi dado pelo secretário da Educação, professor Herman Voorwald, e pelo secretário de Planejamento e Desenvolvimento Regional e coordenador do Comitê Paulista da Copa, Julio Semeghini, que passaram a bola para 80 alunos da Escola Estadual Professor Milton Cruzeiro, zona leste da capital, presentes no lançamento na tarde desta sexta-feira, no Museu do Futebol.

Marcos Mendonça assume presidência da Fundação Padre Anchieta

O novo dirigente executivo da FPA foi empossado nesta segunda-feira, 17/6, durante reunião do Conselho Curador O novo diretor-presidente da Fundação Padre Anchieta, mantenedora da TV Cultura, TV Rá Tim Bum!, Univesp TV, Multicultura e das rádios Cultura (FM) e Brasil (AM), Marcos Mendonça, tomou posse nesta segunda-feira (17/6), durante reunião do Conselho Curador. Com mandato de três anos, sua gestão vai até 2016. Em entrevista à imprensa, Mendonça anunciou a nova denominação do Núcleo de Programação Infantil da TV Cultura, que levará o nome deTatiana Belinky. A escritora infantil faleceu no sábado (15/6), aos 94 anos. “A programação da TV Cultura é influenciada pela Tatiana Belinky. Ela fazia o sonho das crianças, com a Emília, o Pedrinho...”, afirmou o atual presidente ao citar os personagens do Sítio do Picapau Amarelo, cuja primeira adaptação foi feita por Tatiana. Sobre mudanças na programação da TV Cultura, o novo diretor-presidente disse que elas não serão imediatas. Segundo Marcos Mendonça, é necessário planejamento para uma reformulação, mas revelou que uma alteração na grade será feita já nessa primeira fase. “Vamos retomar o Entrelinhas. É um compromisso público que tenho, uma cobran-

Ontem, dia 17, a Receita Federal libera na rede bancária o dinheiro do primeiro lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2013. A consulta está disponível desde o último dia 10 no site do órgão. Em valor, o total do primeiro lote é recorde, informou a Receita.Constarão, na consulta também lotes residuais de declarações dos últimos cinco anos, liberadas da malha fina. Para o exercício de 2013, serão creditadas restituições de um total de 1,9 milhão de contribuintes, no valor de R$ 2,7 bilhões, já corrigidas em 1,6%.Para o contribuinte, é necessário - levando-se em conta a inflação, juros altos e a conjuntura econômica atual - tomar algumas precauções: quitar parte ou o total das dívidas e evitar desviar o dinheiro da restituição para o consumo.De acordo com o presidente

do Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec), Geraldo Tardin, é aconselhável ao contribuinte colocar a vida financeira em dia. "A inadimplência não para de aumentar. Os produtos que geram maior inadimplência são o cheque especial e o cartão decrédito’Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita Federal na internet ou ligar para o Receitafone 146. A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smarthphones que usam os sistemas operacionais Android e iOS que facilitam a consulta. A Receita informa que a restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da internet, mediante o Formulá-

rio Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Declaração IRPF.O contribuinte poderá - na hipótese de o dinheiro não ser creditado - procurar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800729-0088 (atendimento exclusivo para deficientes auditivos), para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Duratex leva Maratona Cultural a São Miguel Arcanjo

ça do Conselho Curador, da Lígia [Fagundes Telles], da União Brasileira dos Escritores”. Entre as metas de sua gestão está a questão de multicanais. Segundo ele, a Fundação pode ter no ar, além do atual canal da TV Cultura, mais três canais abertos: os já existentes Univesp TV e Multicultura, e um terceiro, a ser criado, que seria voltado para a educação fundamental, saúde e serviços, na dependência do que estabelecer o recém-criado Comitê Estratégico do Conselho Curador. As parcerias também fazem parte dos planos de Mendonça, que admite que a TV Cultura passa por uma fase financeira crítica.

“Estamos em um momento difícil e vamos buscar recursos do governo e associações. Quero fazer parceria com o Sesc. Vamos enriquecer a grade gastando pouco”. Na programação infantil, Marcos Mendonça declarou que pretende trabalhar com animação. “Gera muitos empregos, não tem a barreira da língua nem do tempo. Podemos mostrar ao mundo que temos talento”. Ele também destacou a exibição, que se iniciará em julho, do Sítio do Picapau Amarelo, fruto de uma parceria com a TV Globo. Para as rádios, Mendonça fala de seu sonho. "Também sonho com uma rádio FM de música brasileira”.

Projeto conta com apresentações de teatro, cinema e oficinas de arte A Duratex traz para a população do interior paulista o EmCena Brasil, maratona cultural que oferece um pacote com atrações destinadas a diversos públicos, como sessões de cinema e peças teatrais para os adultos, números circenses para a família, além de espetáculos infantis e oficinas com contadores de histórias, de confecção de desenhos e plantio de sementes para as crianças. Tudo isso num container transformado em palco. O EmCena acontece na cidade de São Miguel Arcanjo, nos dias 26 e 27 de junho, no Recinto de Exposições Massuto Fujiwara. Com atividades gratuitas

ao longo de sua programação, o grupo conta com 40 artistas e técnicos que se revezam no palco e proporcionam momentos diferentes de arte, que acontecem ao ar livre. Sempre com atrações gratuitas, há atrações para o público infantil como a contação de histórias com a Cia. Mão Livre, oficina de atividades na Gibiteca e Biblioteca – com confecção de boneco de luva, as acrobacia dos artistas do Los Circo Los e muito mais. Já para os adultos, a maratona apresenta a peça A Noiva do Defunto, além de sessão de cinemas e shows. Idealizado e realizado pela Cia. Abaréteatro, o projeto é patrocinado pela Duratex por meio do Programa de Incentivo à Cultura do Estado de São Paulo – ProAC e conta

com apoio das Prefeituras Municipais. Em seu percurso, o EmCena já esteve nas cidades de Botucatu, Lençóis Paulista, Itatinga e Itapetininga e sempre contou com muita receptividade do público. No segundo semestre, o Emcena continuará visitando outras cidades, confirmando o compromisso da Duratex com o incentivo de expressões culturais e a promoção do desenvolvimento sustentável da comunidade. “A Duratex considera esse tipo de ação extremamente importante, pois trata-se de uma maneira relevante de valorizar as expressões artísticas de nossa sociedade. Isso é antes de tudo um movimento engajado de atuação”, afirma Silvio dos Reis Costa, Gerente da Fábrica de Agudos.


página 2

Edição nº 6.399

FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 18 de junho de 2013

Presídios fora da lei: Apenas 10% dos presos estudam Quatro em cada dez instituições penais no Brasil não têm aulas; só 10% dos detentos estudam A professora pergunta qual a diferença entre os pronomes demonstrativos "esse", "este" e "aquele" e, prontamente, ouve a resposta do aluno Anderson da CunhaAlves, que se antecipa à turma formada por 14 estudantes. Do corredor, olhares atentos observam a movimentação dentro da sala. Parece uma cena comum, rotineira em qualquer escola do país, mas esta lição acontece dentro de um presídio estadual. Anderson foi preso por tráfico de drogas e é interno da Penitenciária Industrial Esmeraldino Bandeira, no complexo de Bangu, onde cursa a 6ª série do ensino fundamental desde o início do ano. Ele é um dos beneficiados pela Lei 12.433, que dá a presidiários o direito de reduzir sua pena frequentando aulas dentro da prisão. Desde que a lei foi promulgada, há dois anos, subiu de 8% para 10,2% a parcela de detentos no Brasil com acesso a atividades educacionais, algo que especialistas consideram essencial no processo de ressocialização. O decreto foi criado para incentivar a adesão dos detentos ao ensino básico, mas o objetivo esbarra na falta de infraestrutura. Um levantamento do Ministério da Justiça, feito após solicitação do GLOBO via Lei de Acesso à Informação, mostra que, das 1.410 prisões no país, 40% (565) não têm sequer sala de aula. Estão em desacordo com a Lei 12.245, de 2010, que obriga todas as unidades penais a oferecer educação básica e profissionalizante a seus internos. O crescimento do número de estudantes nos últimos dois anos ainda é tímido diante da realidade da população carcerária.

Dos 533.027 detentos no Brasil, 88% não têm ensino básico completo e 45,1% sequer terminaram o ensino fundamental. Mesmo assim, só 54 mil presos (um em cada dez) estão frequentando salas de aula em instituições penais. Destes, apenas 2,6 mil fazem algum tipo de curso técnico. Os dados do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) são de outubro de 2012, os mais atuais em poder do Ministério da Justiça - Se realmente queremos reintegrar o detento à sociedade, a medida mais eficaz é a educação. Mas, se todos os presos pedirem para estudar, o sistema penitenciário nacional vai à falência. E aí o governo teria de fazer o quê? Transferir o cara para um presídio com sala de aula ou liberá-lo, porque a educação é um direito dele - avalia o professor Roberto da Silva, da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP), especialista em educação no sistema prisional e ele próprio um ex-detento. Rio está abaixo da média nacional Pela lei de remição penal, o detento pode abater um dia da pena a cada 12 horas de aula. As horas são válidas apenas se divididas em, no mínimo, três dias, para evitar longas jornadas de estudo.Anorma engloba penitenciárias,cadeiaspúblicas,hospitais de custódia, colônias agrícolas e outras instituições. E também dá direito à remição para quem trabalha (hoje, 22% dos internos trabalham na prisão). - Com o aumento da demanda de presos por educação, o maior desafio é ampliar a oferta. A maioria dos estados tem dificuldades de abrir turmas por falta de espaço e recursos - pondera Mara Fregapani, coordenadora de Reintegração Social e Ensino do Depen. Segundo ela, o Depen espe-

rava ter, até o fim deste ano, 50 mil presos estudando, número que foi ultrapassado em meados de 2012. Para 2014, o órgão espera ter 60 mil estudantes em salas de aula dentro de instituições penais. Pelos dados do Depen, alguns estados das regiões Norte e Nordeste têm as piores estatísticas. Em Tocantins, 3,4% dos 2.490 detentos estudam (são 85 alunos), e, no Rio Grande do Norte, os estudantes representam 1,8% dos 7.295 presos. Já em Pernambuco, 24,3% dos internos frequentam aulas. Mas estados como Rio de Janeiro e São Paulo estão abaixo da média nacional, com 7,9% e 7,2%, respectivamente. Anderson é um dos 158 estudantesdoEsmeraldinoBandeira. O aluno conta que já deu aulas sobre leituras bíblicas para colegas, mas diz que o ambiente não é dos melhores. - Costumo ficar muito sozinho aqui.Tem gente que não está a fim de nada.As pessoas vivem esperando um amanhã que não buscam. Procuro as que possam me ensinar e com as quais eu possa aprender - diz. Segundo o Ministério da Justiça, há no sistema 1.910 professores para 54.779 detentos média de 28,6 alunos por professor, considerada ideal pelo Ministério da Educação.Agestora social Flora Daemon deu aulas no Presídio Evaristo de Moraes, em São Cristóvão, e elaborou uma tese de mestrado sobre relações de poder e educação em penitenciárias. - Aqui fora, a escola é vista como um lugar de disciplina. No presídio, é de resgate da liberdade - comenta Flora, que conhece bem o preconceito da sociedade contra o presidiário. Uma vez ouvi de um agente: "Meu filho lá fora sem escola e a senhora aqui, dando aula para vagabundo".

Natação & Fitness

* Atividades : Natação - Hidroginástica - Acqua Mix - Musculação * Programas : Bodypump - Power Jump - Bodycombat , DANÇA DE SALÃO / Y PILATES (pilates de solo) / Y RITMOS / ACQUA MIX

Rua Benedito Leonel Ferreira, 71 / Tel: 3373-3535/3511-5174 Redação Administração, Publicidade: Rua Saldanha Marinho, 532 - Centro • Fone/Fax: (15) 3271-1576 Oficina: Rua Sofia Cerqueira, nº 125 - Centro CEP 18200-005 • Itapetininga • São Paulo Registrado no Cartório Oficial de Registro de Pessoa Jurídica de Itapetininga sob o nº 004437

homepage: http://www.folhadeitapetininga.com.br e-mail: redacao@folhadeitapetininga.com.br Proprietários: Benedita Rosely Salem Cerqueira e filhos Jornalistas Responsáveis: José Octávio Salem Cerqueira - Registro nº 52.755/SP Marcello Salem Cerqueira - PR1226 Diretores Adjuntos:José Octavio Salem Cerqueira e Marcelo Salem Cerqueira Redator Chefe: Silas Gehring Cardoso Repórter: Jorge Luiz de Almeida - MTB 37782 Diretor Comercial - Carlos Renato M. Gomes, Diagramadores: Henrique José de Oliveira Almeida

Colaboradores Alberto Isaac, Carlos José de Oliveira, Cláudio Souto , Darcy Pereira Pinto, Dirceu de Campos, Dr. Bastos, Dr. Jorge Paunovic, Joel Franco, José Raimundo Correia, Manoel Silvério, Marcos Cintra, Mauro M. Leonel, Waldomiro B. Carvalho.

Representante Exclusivo: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Brasília. Consórcio Brasileiro de Imprensa - CBI - Av. José Maria Whitaker, 890 CEP: 04057-000 - SÃO PAULO - SP FONE: (11) 5589-4643 - FAX (11) 5589-4662 A redação nao se reponsabiliza pelos conceitos e artigos assinados. Fica esclarecido que os colaboradores com colunas assinadas não tem vínculo empregatício com a Editora Folha de Itapetininga Ltda, exceto os que tiverem contrato assinado com a mesma.

AMB entra com ação de improbidade contra o ministério da saúde A Associação Médica Brasileira (AMB) entrou com uma ação de improbidade contra o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, por não ter usado R$ 17 bilhões que estavam disponíveis no orçamento do ministério entre 2011 e 2012. "Nós todos reclamamos, inclusive o ministro, de que a saúde pública brasileira precisa de mais recursos. Então, a gente quer saber do ministro da Saúde porque ele não utilizou nem o recurso que tinha disponível", ressaltou o presidente da AMB, Florentino Cardoso. Segundo Cardoso, a informação foi repassada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em uma audiência na Câmara dos Deputados. De acordo com a exposição do TCU, o ministério não usou cerca de 18% dos R$ 93 bilhões que tinha à disposição. De acordo com o presidente

da AMB, o percentual está acima da média dos anos anteriores, um patamar de 3%. "A gente imagina que a burocracia oficial para se fazer as coisas, a gente até imagina que seja difícil executar 100% do orçamento. Mas deixar de executar um valor tão importante, nós queremos saber porque. Essa não é a média dos anos anteriores". Cardoso disse ainda que dependendo dos motivos apresentados por Padilha, a associação buscará a responsabilização do ministro. Em nota, Padilha atribuiu a ação da AMB à controvérsia em relação à contratação de médicos estrangeiros para trabalhar no Brasil. "O ministro Alexandre Padilha lamenta que uma entidade médica recorra a este tipo de ataque por discordar do diagnóstico de que faltam médicos no Brasil e por tratar como tabu

a perspectiva de atração de médicos estrangeiros para atuarem no Brasil", diz a nota do ministério. O comunicado destaca ainda que os recursos destinados à saúde cumprem as determinações legais e que as contas do ministério foram aprovadas pelos órgãos competentes. "O Ministério da Saúde cumpre rigorosamente o que determina a Emenda Constitucional 29 [a verba destinada ao setor deve ser a mesma empregada no ano anterior com o acréscimo da variação do Produto Interno Bruto], o que assegura investimento federal crescente, estável e contínuo. As contas federais, inclusive, foram aprovadas pelos órgãos de controle interno e externo e pelo Conselho Nacional de Saúde, no qual as entidades médicas têm participação".

Ministro recebe manifestantes do DF ligados a protesto contra Copa O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, recebeu nesta segunda-feira (17) dois manifestantes ligados ao protesto realizado ao lado do estádio Mané Garrincha no último sábado, em Brasília, contra os gastos da Copa das Confederações e Copa do Mundo. O governo, de acordo com assessoria da pasta, quer buscar um "canal de comunicação" com os manifestantes. Um grupo de 800 pessoas, segundo a Polícia Militar, participou do protesto ao lado do estádio antes do jogo Brasil e Japão. Houve confronto entre polícia e manifestantes. De acordo com os manifestantes recebidos por Gilberto Carvalho, as pessoas que protestaram durante a abertura da Copa das Confederações não pertencem a um único grupo, e sim a diversas entidades diferentes, "Foi um movimento desarticulado e pulverizado", disse Rodrigo Montezuma, diretor de

mobilização do Instituto de Mobilização e Controle. Ele e sua filha, Illyusha Montezuma foram os dois manifestantes recebidos nesta manhã por Carvalho. Rodrigo, porém, não estava presente no protesto e atuou como organização do movimento. O Instituto de Fiscalização e Controle, que protestou por maiores investimentos em educação e saúde, de acordo com Rodrigo, não tem filiação política. Segundo Rodrigo, outros grupos foram chamados para a reunião desta segunda-feira, mas não compareceram. Sua filha relatou que foi agredida por policias militares durante a manifestação. "Foi uma festa muito triste, muito covarde, antidemocrática", disse a estudante de Ciências Políticas. "Presenciamos várias cenas de covardia da polícia. O que nós queremos é o direito de se manifestar pacificamente", afirmou. Nesta segunda (17), o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, disse em en-

trevista ao programa "Bom Dia DF", da TV Globo. que a atuação da Polícia Militar na repressão dos protestos ocorreu para "proteger o cidadão". Segundo ele, os agentes só agiram quando o grupo tentou invadir o estádio. Rodrigo Montezuma disse que Gilberto Carvalho se comprometeu a conversar com o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, para pedir uma apuração sobre eventuais excessos da Polícia Militar. A assessoria do ministro não confirmou a informação.

GENICO QUEIROZ, firma estabelecida na Rua Alceu Correa, nº 245, Jardim Vieira de Moraes, Itapetininga – SP, Inscrição Municipal 2-16.337-47-14, vem através de seu Proprietário, GENICO QUEIROZ, portador do RG: 22.119.805 e CPF: 122.813.588.60, DECLARA para os devidos fins que foi extraviado de seu estabelecimento: 01 (um) LIVRO DE REGISTRO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS nº 001 , com 50 paginas, numerado tipograficamente de 001 a 050.


FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 18 de junho de 2013

página 3

Edição nº 6.399

Polícia

Academia da Polícia Militar forma mais 86 futuros tenentes

Oitenta e seis novos aspirantes a oficiais formaram-se, na manhã deste sábado (15), durante cerimônia na Academia de Polícia Militar do Barro Branco (APMBB), na avenida Água Fria, no Tucuruvi, zona norte da Capital. A turma “1º Tenente PM Carlos Henrique Santos Pontual” recebeu as espadas simbolizando a conclusão do curso de oficiais da PM. Participaram da solenidade o secretário da Segurança Pública, Fernando

Grella Vieira, o comandante geral da PM, coronel Benedito Roberto Meira e o comandante da Academia da PM, coronel Maurício Weisshaupt Perez. “Estar aqui perante aos alunos é uma honra. E esta cerimônia é um marco. Ela representa a renovação dos comandos da Polícia Militar. Em alguns anos, estes alunos serão os responsáveis pela manutenção e melhoria da qualidade do serviço oferecido à população”, disse o secre-

* Clínica

*Pet Shop

* Banho e Tosa

*Rações

*Medicamentos/Vacinas

Rua Lopes de Oliveira, 125 Centro-Itapetininga/SP

tário durante seu discurso na cerimônia. Paraninfo O evento ainda contou com a presença do paraninfo da turma, o coronel Álvaro Batista Camilo, ex-comandante geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo. “Estes formandos são vitoriosos e hoje saem pelo portão como aspirantes a oficiais. Devem exercer tudo o que aprenderam aqui, além de ouvir e interagir sempre com os cidadãos”, destacou Camilo.

O concurso e as aulas A turma, composta por 59 homens e 27 mulheres, passou por um processo seletivo para o preenchimento das vagas. Os candidatos precisavam se encaixar em alguns requisitos para prestá-lo, entre eles, ser brasileiro, não possuir antecedentes criminais e ter boa conduta na vida pública e privada. No curso de Bacharelado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, os cadetes passaram por 6.171 horas/aula. Eles estudaram Criminologia, Ciência Política, áreas do Direito, Medicina legal-criminalística, Defesa Pessoal, Doutrina de Polícia Ostensiva e Polícia Comunitária, Educação Física, Toxicologia, Método Giraldi, entre várias outras disciplinas. Os futuros tenentes estão capacitados para o exercício do comando e gestão das atividades de polícia ostensiva, de preservação da ordem pública, de defesa civil e territorial. Após a formação, o PM fará um estágio nas ruas para vivenciar situações reais e, ao término da experiência, alcançará a patente de segundo tenente. Espadins A formação dos alunos é simbolizada com a troca dos espadins pela espada de oficiais. O primeiro colocado durante o curso, João Paulo Perez, de 32 anos, foi homenageado, assim como o segundo e terceiro colocados. Ele recebeu sua espada das mãos do secretário da Segurança Pública. Como reconhecimento, o cadete ganhou uma medalha entregue pelo comandante geral da PM. “É uma emoção muito grande poder representar uma turma como esta em que existem muitas pessoas competentes. Me sinto orgulhoso, pois é uma responsabilidade muito grande”, contou o homenageado João.

Empreendimentos Imobiliários S/C Ltda.

R. Silva Jardim, 724 Fones: 3271-7720 / 32717721 e 3271-7722

CROSP-5.209

Clínica Geral - Ortodontia - Implantes

Cirurgias Avançadas Dr. Carlos Alberto do Nascimento Telefone para Contato (3271 0889) Rua Alberto Ernesto Güinter, 22 - Rechã - Tel.: 3307-3152 Rua Natal Favalli, 519 - Angatuba - Tel.: 3255-1205 Rua Monsenhor Soares, 1.032 - Centro - Itapetininga/SP


página 4

Edição nº 6.399

FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 18 de junho de 2013

Inflação diminui sob a influência da queda de preços de hortaliças O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) teve alta de 0,43%, na segunda prévia de junho, o que representa um recuo de 0,05 ponto percentual sobre o resultado da apuração anterior (0,48%). A pesquisa, feita pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV), mostra

que cinco dos oito grupos pesquisados indicaram queda no ritmo de correções. O principal decréscimo foi registrado em alimentação (de 0,65% para 0,41%), que teve influência das hortaliças e dos legumes (de -0,78% para -3,01%). Também houve elevação média dos preços com taxa inferior à me-

dição passada nos grupos vestuário (de 1,12% para 0,73%) com destaque para as roupas (de 1,23% para 0,82%); saúde e cuidados pessoais (de 0,60% para 0,53%) sob efeito dos medicamentos em geral (de 0,54% para 0,33%); educação, leitura e recreação (de 0,35% para 0,27%), com o impacto

Vaias a Dilma fazem Planalto mudar estratégia Reação da torcida reflete, em parte, a insatisfação de uma parcela da população, mas não garante trunfos para 2014 "Para quem vaiou, o governo não demonstra bom desempenho. Mas é cedo para falar em eleições" Ricardo Caldas, cientista político "Não vejo significado político especial, mas ninguém deve fazer discurso em estádio de futebol" Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), senador As vaias no Mané Garrincha à presidente Dilma Rousseff inflaram ainda mais o discurso oposicionista. Do lado governista, o episódio foi encarado com cautela e como indicador de que é preciso tomar cuidado para evitar tropeços nas urnas daqui a um ano. Na oposição e entre cientistas políticos, a maioria das análises também vai no caminho da prudência, mas há quem tire conclusões definitivas sobre o nível de insatisfação com o governo e suas consequências em 2014. "Esse fato específico tem que ser analisado com dimensão especial. Ele mostra que, realmente, os erros do governo passaram a ser percebidos pela população. Foi um sinal de reprovação. Com os problemas se avolumando, a inflação e o risco de redução da taxa de emprego, o resultado será explosivo", previu o líder do DEM na Câmara dos Deputados, Ronaldo Caiado (GO), para quem a disputa presidencial vai ao segundo turno em 2014, com "chances reais" de Dilma perder. Em tom similar, o líder do MD na Câmara, Rubens Bueno (PR), disse acreditar que o que ocorreu no último sábado reflete sentimentos de insatisfação e indignação. "As pessoas estão percebendo que o governo tem mais marketing do que ação de políticas (públicas). O que a população sente, ela leva para as urnas", avaliou Bueno, que também aposta em um desgaste da candidata do PT até 2014. Mais ponderado, o líder do PSDB no Senado, Aloy-

sio Nunes Ferreira (SP), preferiu seguir a linha rodriguiana. Um dia após o constrangimento de Dilma na abertura da Copa das Confederações, o tucano relembrou episódio da adolescência, quando, ao distribuir panfletos com críticas à ditadura em um estádio de futebol, foi recebido com chuva de pipoca e gritos de "Cai fora, comuna". "Como disse Nelson Rodrigues, em campo se vaia até minuto de silêncio. Não vejo significado político especial nem relação com 2014. Nós políticos não estamos com esta bola toda. A lição que se tira é que ninguém deve fazer discurso em estádio de futebol", brincou. Também adepto da escola do jornalista e escritor brasileiro, o cientista político do Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper) de São Paulo Carlos Mello defende que é preciso relativizar as vaias a Dilma. "O governo passa por um mau momento, isso é inegável. Houve uma queda na popularidade de Dilma, que ainda é alta, e uma semana de protestos. Eu não diria que a vaia pode significar qualquer tipo de indicador da chancela dela em 2014. A única conclusão objetiva que se tira disso é que é tradição das torcidas de futebol vaiar representantes, em particular quando estão em mau momento", disse. Cientista político da Universidade de Brasília (UnB), Ricardo Caldas entende as vaias como reflexo da frustração de expectativas da sociedade. Mas pondera a respeito de possíveis conclusões sobre 2014. "A inflação está voltando, o prometido crescimento econômico não vem, a produção industrial caiu e a taxa de desemprego,

que se mantém boa, vai piorar em algum momento. Para quem vaiou, o governo não está demonstrando um bom desempenho. Mas ainda é cedo para se falar nas eleições", disse. Agenda política Executivo » A presidente Dilma Rousseff se reúne hoje com o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, às 10h. Depois, segue para o Itamaraty, para a cerimônia de formatura da turma 2011/2013 do Instituto Rio Branco e de Condecoração da Ordem de Rio Branco. Legislativo » O Senado deve votar amanhã o substitutivo do projeto de lei do Fundo de Participação dos Estados (FPE). Depois, a proposta segue para a Câmara. As novas regras para distribuição precisam ser aprovadas até o dia 23, prazo dado pelo Supremo Tribunal Federal ao Congresso, para evitar problemas de repasses dos recursos aos estados no mês que vem. Judiciário » O Supremo Tribunal Federal retoma esta semana o julgamento do Mandado de Segurança (MS) 32033, contra o projeto de lei que cria restrições para a criação de outros partidos políticos , aprovado pela Câmara e que tramita no Senado. Dois ministros já votaram parcialmente a favor do deferimento do mandado e cinco contra. Ainda faltam três

da redução no valor cobrado em ingressos para show musical (de 1,23% para -0,83%) e comunicação (de 0,27% para 0,20%), com os pacotes de telefonia fixa e internet (de 1,03% para 0,39%). Nos demais grupos ocorreram avanços: transportes (de 0,01% para 0,19%), puxado pela tarifa de ônibus urbano

(de -0,13% para 1,12%); habitação (de 0,59% para 0,63%), com a tarifa de eletricidade residencial (de 0,70% para -0,23%) e despesas diversas (de 0,01% para 0,05%), com o serviço religioso e funerário (de 0,71% para -0,15%). Os cinco itens de maior influência na variação do IPC-

S desse período (semana encerrada em 15/06) foram: mamão papaya (de 30,83% para 18,77%); aluguel residencial (de 0,89% para 0,87%); tarifa de ônibus urbano (de -0,13% para 1,12%); refeições em bares e restaurantes (de 0,64% para 0,50%) e leite tipo longa vida (de 3,68% para 3,58%).

Torcedores relatam falhas no acesso à internet e telefonia na abertura Testados mais uma vez pelos milhares de torcedores que foram ao Estádio Nacional Mané Garrincha assistir à partida de abertura da Copa das Confederações 2013, entre Brasil e Japão, os serviços de telefonia móvel não foram bem avaliados pelos presentes. Apesar de aplaudirem o futebol mostrado pela seleção nos 3 a 0 de hoje (15), muitos reclamaram que não conseguiram usar a rede 3G das operadoras para se comunicar com amigos e parentes fora do estádio e mandar fotos. "Os celulares não estavam funcionando. Tentei ligar e não consegui", disse a torcedora Luciana Mares Guia, após o jogo. "Tinha operadoras que funcionavam, outras não", relatou Thiago Neiva, que acompanhou a partida no estádio. O empresário Caubi Pinheiro, 37 anos, também contou que teve dificuldades de usar a internet e fazer chamadas pelo celular. "Tentei usar a internet, mas não consegui. Quando tentei ligar, não completava a ligação. Quando completa, cai em seguida". Muitos profissionais de imprensa, que, além da internet 3G, tinham em suas mesas um cabo para acessar in-

ternet em seus computadores e wifi da Federação Internacional de Futebol (Fifa), tiveram que enviar textos apenas pela internet a cabo. A internet 3G e a conexão wifi só funcionaram nos últimos minutos da partida. Para que o sistema de telefonia e internet móvel funcionasse de forma adequada nos estádios, as empresas de telefonia instalaram uma infraestrutura de equipamentos e antenas para suportar um grande número de acessos ao mesmo tempo. No Estádio Nacional Mané Garrincha, a capacidade é para 37,8 mil ligações na mesma hora, 12 mil transmissões de dados simultâneas em 3G e 9,8 mil transmissões em 4G. O público presente no estádio hoje chegou a 67.423 pessoas. As cinco operadoras de telefonia móvel (Vivo, Claro, TIM, Oi e Nextel) instalaram infraestrutura conjunta no estádio, que inclui antenas distribuídas para garantir a cobertura nas arquibancadas, camarotes, vestiários, corredores, praças de acesso e estacionamentos. Apesar disso, a reclamação de muitos torcedores foi que essa estrutu-

ra "não deu conta do recado". O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) informou no início da semana que Brasília apresenta a melhor situação entre os estádios da Copa das Confederações, com 85% da infraestrutura concluída. A entidade garantiu que, mesmo sem estar com toda a estrutura pronta, não havia risco de pane nos serviços porque as operadoras disponibilizaram a capacidade máxima de transmissão de voz e de dados nos estádios. As empresas de telefonia investiram R$ 110 milhões nos seis estádios da Copa, onde foram instaladas 767 novas antenas. De acordo com a assessoria de comunicação da Fifa, a entidade está recebendo informações para avaliar como foi a prestação de serviços, incluindo telefonia móvel e internet, durante a partida. A Agência Brasil não conseguiu contato com o SindiTelebrasil e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que tinha fiscais no estádio.

Auto Escola CFC A E CFC B

CÉU AZUL ALIMENTOS LTDA

CONTRATA Pessoas portadoras de necessidades especiais Os candidatos devem procurar a empresa na Rodovia Raposo Tavares, km 177, ou pelos e-mails: marcio.beneton@ceuazul.ind.br samuel.oliveira@ceuazul.ind.br

...35 anos de tradição Curso para renovação de carteira de habilitação diurno e noturno Av. Francisco Válio, 438 - Centro- Itapetininga - SP Fone: (15) 3271-2273

Internet gratuita WI-FI Venha conferir!


FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 18 de junho de 2013

página 5

Edição nº 6.399

Parque Nacional Chapada Diamantina desapropria mais uma área Há pouco mais de um mês, a administração do Parque Nacional Chapada Diamantina (PNCD) conseguiu concluir a oitava desapropriação de uma área dentro da unidade, com mais de 4 mil hectares (ha). Outras sete áreas estão em processo final de desapropriação, previstas para este ano. O processo de regularização da unidade está ainda na fase inicial. Segundo o analista ambiental que trabalha na unidade, Cezar Gonçalves, existem mais de 300 propriedades, entre imóveis de comunidades que já moravam na região antes de o parque ser criado em 1985 e fazendas, que ocupam a maior área ainda irregular. "Com a conclusão da negociação das sete áreas que estão sendo regularizadas e outras nove que estão na Justiça, vamos conseguir regularizar 80% dos quase 30 mil hectares de área que precisam ser regularizados", calculou o biólogo. O parque, considerado um dos maiores do país

fora da região amazônica, ocupa quase 152 mil hectares. Desse total, mais de 60% são terras da União. Apesar da extensão, a unidade representa apenas uma pequena parte de toda a Chapada Diamantina.?? Ainda assim, a unidade, que abrange seis municípios da Bahia - Ibicoara, Itaeté, Lençóis, Mucugê, Palmeiras e Andaraí -, é a guardiã de nascentes importantes para a região. O Rio Paraguaçu, responsável pelo abastecimento de 60% da população da capital baiana, corta todo o território da unidade, que também é reconhecida por pesquisadores como sede de importantes bancos genéticos. Estimativas divulgadas no site da Chapada Diamantina apontam que, anualmente, quatro ou cinco novas espécies de plantas endêmicas e três de animais são descobertas na região. "É variável, mas essa tem sido a média, o que, para os padrões mundiais, é muita coisa", destacou Gonçalves. O registro de visitações do parque ainda não está consolidado, mas a Asso-

17/06/2013 – CECILIA MARTINS OLIVEIRA DATA/LOCAL DO FALECIMENTO: 17/06/2013 AS 00:00 HS EM SÃO PAULO IDADE: 72 ANOS PROFISSÃO: APOSENTADA ESTADO CIVIL: CASADA COM O SR° JAIR DE OLIVEIRA FILHA DE : FIRMO MARTINS E FLORIZA VIEIRA DE ALMEIDA DEIXA OS FILHOS : LUCIA MARIA E MARIA JOSE VELÓRIO :CENTRAL EMPRESA FUNERÁRIA CAMARGO EM ITAPETININGA SALA: 06 SEPULTAMENTO: 18/06/2013 AS 08:00 Hs CEMITERIO: SÃO JOAO BATISTA EM ITAPETININGA 17/06/2013 – ARIOVALDO PONTES DE CAMARGO DATA/LOCAL DO FALECIMENTO: 17/06/2013 AS 12:00 HS EM ITAPETININGA IDADE: 55 ANOS PROFISSÃO: APOSENTADO ESTADO CIVIL: CASADO COM A SRª MARLENE FOGAÇA TELES PONTES DE CAMARGO FILHO DE : ARGEMIRO PONTES DE CAMARGO E ESMERALDA NOGUEIRA DE CAMARGO DEIXA OS FILHOS : AAIRON E MAIRA VELÓRIO :CENTRAL EMPRESA FUNERÁRIA CAMARGO EM ITAPETININGA SALA: 07 SEPULTAMENTO: 18/06/2013 AS 12:00 Hs CEMITERIO: JARDIM COLINA DA PAZ EM ITAPETININGA

ciação dos Condutores de Visitantes do Vale do Capão (ACV-VC), uma das organizações que colaboram com a administração da unidade com monitoramento voluntário há mais de 12 anos, registrou, no ano passado, a presença de quase 16 mil pessoas na Cachoeira da Fumaça. A queda d'água, de 340 metros de altura, é considerada o principal atrativo turístico do PNCD.?? Cezar Gonçalves disse ainda que técnicos e analistas do órgão responsável por essas unidades têm que lidar também com ameaças externas. Pelas características típicas da Caatinga, a ocorrência de incêndios nessa região torna-se um desafio. Com a estiagem prolongada que afetou a área até abril de 2013, foi necessário contratar 14 brigadistas de combate a incêndios florestais para atuar por três meses caracterizados, geralmente, por um clima menos seco.? Os agentes ainda não têm um mapeamento que indique as causas exatas das ocorrências, mas suspeitam de pelos menos duas atividades. Uma delas é a queimada para a renovação de pastagens e a mais grave é a queimada para a caça. "A caça é o problema mais grave. Todo ano enfrentamos esse problema, mesmo com todo o esforço feito, mas geralmente contratamos uma média de 42 brigadistas só a partir de junho ou julho", explicou o biólogo. No Piauí, a pouco mais de 600 quilômetros da capital Teresina, o Parque da Serra das Confusões, apontado pelos administradores como o maior da Caatinga brasileira, ainda não foi aberto a visitações.?? Ainda assim, a unidade, que tem mais de 823 mil hectares ao longo de seis municípios piauienses, consegue manter projetos de educação ambiental, recreação e abrir espaço para pesquisas científicas em toda a sua área.?? Criado em 1998, o Parque da Serra das Confusões é responsável pela proteção de diversas espécies ameaçadas como o tatu-canastra, o tatu-bola, as onças parda e pintada e o tamanduá-bandeira, que é o símbolo do local e alvo predileto de caçadores clandestinos da região pelo valor e sabor da carne.

Em 4 dias, 12 mil famílias aderem ao 'Minha Casa Melhor', diz Dilma A presidente Dilma Rousseff disse na manhã desta segunda-feira (17), durante seu programa de rádio "Café com a presidenta", que quase 12 mil famílias já contrataram o financiamento para compra de móveis e eletrodomésticos nos primeiros quatro dias do programa "Minha Casa Melhor". Anunciado pelo governo federal no último dia 12, o novo programa coloca à disposição de todos os beneficiários do "Minha Casa, Minha Vida" - que estão com o pagamento das prestações em dia - R$ 5 mil em crédito para a compra de móveis e eletrodomésticos. De acordo com a presidenta, os produtos podem ser financiados

em até 48 meses, com juros de 5% ao ano (0,41% ao mês) - valor que, segundo ela, está bem abaixo dos praticados pelo mercado. "Nós definimos um conjunto de produtos que podem ser comprados com esse crédito. A lista, além da lavadora automática, tem: fogão, geladeira, TV digital e computador. Tem ainda cama de casal ou de solteiro, que pode ser comprada com ou sem colchão, além de guardaroupa, mesa com cadeiras, e sofá", afirmou a presidente. Dilma destacou ainda que cada produto tem um valor máximo estipulado "para garantir que as lojas mantenham os preços prati-

cados antes do programa". De acordo com ela, o valor máximo de uma lavadora automática comprada pelo Minha Casa Melhor, por exemplo, é de R$ 850,00; o da TV digital de R$ 1.400,00; e do computador R$ 1.150,00. O cartão do programa só pode ser usado 13 mil lojas credenciadas pela Caixa Econômica Federal, espalhadas pelo Brasil, ressaltou Dilma. "Se, por exemplo, uma família quiser apenas trocar a televisão antiga por uma digital novinha, dessas bem modernas, para assistir os jogos da Copa, essa família pode pedir o crédito na Caixa ou no Banco do Brasil e fazer a compra", afirmou.

Portaria define para setembro leilão da hidrelétrica de Três Irmãos Portaria do Ministério de Minas e Energia publicada na edição desta segunda-feira (17) do "Diário Oficial da União" determina que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) realize, em setembro, o leilão da usina hidrelétrica de Três Irmãos, hoje administrada pela Cesp. A portaria não traz o dia do leilão, que deverá ser marcado em breve pela Aneel. Ela especifica, entretanto, que, para participar do leilão, os consórcios interessados devem comprovar experiência de pelo menos cinco anos na operação de hidrelétrica. Três Irmãos está ins-

talada no rio Tietê, na cidade de Pereira Barreto, em São Paulo. Sua potência instalada é de 807,5 MW. A concessão de Três Irmãos, detida pela Cesp, venceu em 2011 e, no final do ano passado, o governo federal decidiu relicitar a usina. A decisão foi tomada depois que a Cesp, controlada pelo governo de São Paulo, recusou a oferta do governo federal para participar do plano que levou ao barateamento da conta de luz. Além da Cesp, Copel (Paraná) e Cemig (Minas Gerais) também não aderiram ao plano e devem ter parte das usinas que con-

trolam relicitadas nos próximos anos. O plano de barateamento da energia do governo federal começou a valer no final de janeiro e levou a uma redução entre 18% e 32% na conta de luz dos brasileiros, de residências a empresas. Para chegar a isso, o governo ofereceu a renovação das concessões de hidrelétricas e de transmissão de energia que venceriam entre 2015 e 2017, com a condição de que os operadores aceitassem corte de até 70% na remuneração pelo serviço. Além disso, foi anunciada a eliminação de tributos que incidiam sobre a conta de luz.

DESP ACHANTE POLICIAL DESPACHANTE Competência e R esponsa bilidade Responsa esponsabilidade Transf erência, licenciamento ansferência, licenciamento,, 1º emplacamento emplacamento,, reno vação de CNH, IPV A, m ultas enov IPVA, multas ultas,, etc etc..

Financiamento em até 12x. O mais completo escritório de despachante da EM NOVO ENDEREÇO: RUA Capitão José Leme, n º 258 região. Telefones: 3271-9155 e Telefax: 3271-8084


página 6

Edição nº 6.399

FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 18 de junho de 2013

Folha nos Esportes Del Nero sobre protestos: "199 milhões trabalham. E esses querem atrapalhar" Representante do Brasil na cúpula da Fifa, o vice-presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, afirmou que os manifestantes que atuam em protestos próximos a estádios da Copa das Confederações são uma minoria em relação à população brasileira. Para ele, não houve excesso da Polícia Militar na contenção das críticas à competição. "Foram quantos que protestaram? Temos 199 milhões que estão trabalhando. E esses querendo atrapalhar", afirmou o dirigente da Fifa. "A polícia brasileira está preparada. Pode haver algum deslize, mas eu não vi nada", acrescentou, afirmando que

tem acompanhado as notícias pelos jornais porque não cuida da segurança dos eventos. O cartola ainda deixou claro que apoia as palavras do presidente da entidade, Joseph Blatter. Mais cedo, o cartola suíço afirmou que os manifestantes estão usando a competição para aparecer e entende que deve haver uma queda no número de protestos. Para Del Nero, esse tipo de coisa não vai se repetir na Copa-2014. "O povo brasileiro é tranquilo. E vai entender que a Copa é um evento mundial. Tem que falar para o povo coisas positivas do Brasil. Fazer a torcida gritar: Brasil, Brasil,

Santos desiste oficialmente da contratação do técnico Marcelo Bielsa O Santos anunciou oficialmente por meio do seu Twitter na manhã desta segunda-feira que desistiu oficialmente da contratação do técnico argentino Marcelo Bielsa para ocupar o lugar deixado por Muricy Ramalho no comando da equipe. De acordo com uma curta nota oficial publicada no site do Santos, "clube e treinador não chegaram a um bom termo na construção do projeto, o que inviabiliza a vinda do técnico". O contrato negociado era até o final de 2014. Bielsa se tornou a preferência da diretoria do Santos para substituir Muricy, demitido no final

de maio, porém, desde o início, as negociações foram complicadas. Primeiro, o clube se assustou com o pedido salarial inicial (cerca de R$ 11 milhões por ano). O treinador exigia receber 100% da multa contratual em caso de demissão e o Santos tentava negociar para diminuir o montante. O argentino também pretendia assumir de fato a equipe apenas em janeiro do ano que vem e utilizar o segundo semestre de 2013 para analisar o futebol brasileiro. Por enquanto, o técnico Claudinei Oliveira segue no comando do time para o retorno da pausa da Copa das Confederações.

Brasil", observou. Presidente da CBF e do COL (Comitê Organizador Local), José Maria Marin demonstrou preocupação com algumas das manifestações, mas disse respeitar o direito de protestos das pessoas. "Claro que sempre causa uma preocupação. Seria preferível que toda a atenção estivesse voltada exclusivamente para o time do Brasil. Acho que é a principal preocupação do povo brasileiro. A manifestação sem violência tem que ser respeitada. Em democracia, isso é normal", contou ele, cuja carreira política é ligada à ditadura militar.

Robinho e Milan pedem muito, Santos vê negócio difícil e dá satisfação a torcedores O Santos já sabe o quanto terá que desembolsar para repatriar mais uma vez o atacante Robinho. O clube foi informado pelo Milan, do Itália, sobre os valores da transação e ficou espantado. Os rossoneros mantiveram as mesmas cifras do inicio do ano, quando a diretoria santista tentou contratar o atleta, e pediram 10 milhões de euros (cerca de R$ 28 milhões). Se não bastasse, o Comitê Gestor do Santos também reprovou a primeira pedida salarial de Robinho. O atacante pediu quase R$ 1,3 milhão de ordenado mensal e voltou a exigir o valor livre de impostos. A cúpula alvinegra estava disposta a pagar até R$ 1 milhão, porém, ainda almejava diminuir o valor e chegar a R$ 800 mil. A diretoria santista promete não desistir das negociações, mas ficou

pessimista em relação à transação e fez questão de revelar a liderança de algumas torcidas organizadas sobre os valores que envolvem o retorno de Robinho. Apesar do ex-camisa 7 da Vila ser prioridade na “lista da torcida”, eles entenderam que as cifras exigidas são bem altas. Os dirigentes do Santos ficaram satisfeitos com a compreensão dos torcedores e em troca prometeram que reforços de peso para o segundo semestre. Pelo menos dois jogadores renomados devem chegar a Vila Belmiro, segundo promessa do Comitê Gestor. Além de Robinho, a diretoria santista sonha com Nilmar, atualmente no AlRayyan, do Catar. O exatacante do Corinthians deseja retornar ao Brasil, mas o alto salário, aproximadamente 250 mil de euros mensais (cerca de R$ 660 mil), e o valor pedido pelo clube por sua li-

beração, 5 milhões de euros (cerca de R$ 13,2 milhões), também emperraram o negócio. O Santos tenta reforçar o elenco com atletas consagrados para facilitar a adaptação das novas revelações do clube, como Neilton, Leandrinho, Gabriel, Pedro Castro e

companhia. Em 2010, Robinho foi contratado por empréstimo e foi importante na ascensão de Neymar e Paulo Henrique Ganso. O trio comandado pelo técnico Dorival Júnior conquistou a Copa do Brasil e o Campeonato Paulista no primeiro semestre daquele ano.

Vende-se 7 galoes de defensivo Agricola GLIZ MAX fone: 96204484 Vende-se 30 novilha Nelore 96204484


FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 18 de junho de 2013

página 7

Edição nº 6.399

Indicação Geográfica é tema do primeiro encontro das Câmaras Setoriais

Secretaria de Agricultura e Abastecimento trouxe para perto do setor especialistas como Sabine Edelli, do Instituto Nacional de Origem e Qualidade, da França Na sexta-feira, 7 de junho, as Câmaras Setoriais, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, promoveram um encontro sobre Indicação Geográfica para produtos agroindustriais. Produtos com identidade e valor próprios e únicos, com características exclusivas em função de clima, solo e modo de fazer, de acordo com sua região de origem, podem receber o registro de Indicação Geográfica (IG). Uma valorização, além do produto, da comunidade como um todo. “São Paulo tem um enorme potencial a ser explorado nesse sentido, e queremos incentivar e promover as especialidades produtivas e as tradições do nosso estado”, disse a secretária de estado de Agricultura e Abastecimento, Mônika Bergamaschi. Marcaram presença o Cônsul Econômico da França, Stéfane Mousset, Maria dos Anjos Marques Buso, Chefe da Divisão Regional do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), Sebastião Buff Blumer

Bastos, Superintendente Federal de Agricultura substituto no Estado de São Paulo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Cleiton Gentili, Coordenador da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro) e Orlando Melo de Castro, Coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta) e Cintia Maluf, Secretária Geral das Câmaras Setoriais. Mais de 120 pessoas participaram. Presidentes das Câmaras Setoriais de Agricultura Ecológica, Aves e Ovos, Café, Caprinos e Ovinos, Frutas, Insumos Agrícolas, Ratitas e Uva e Vinho. Produtores rurais, representantes do setor produtivo, entidades de classe, de prefeituras e sindicatos municipais, pesquisadores e professores acadêmicos. A experiência francesa Um exemplo clássico de produto com Indicação Geográfica é o champagne. Produzido na região administrativa de Champagne-Ardenne, no nordeste da França, passou a ser sinônimo de vinho espumante em vários países do mundo. Em 1927, foi reconhecida a primeira Appellation d´Origine Contrôlée

(AOC), – denominação de origem controlada – que serviu como base para a implantação do sistema de controle da origem de vinhos na França e no mundo. Portanto, o nome champagne é uma AOC, a mais rigorosa Denominação de Origem utilizada na França, e só pode ser utilizado para os vinhos produzidos naquela região. Sabine Edelli, engenheira de projetos do INAO – Institut National de l´Origine et de la Qualité, da França, trouxe para o encontro a vasta experiência de seu país nas questões de Indicação Geográfica e ações de apoio, registro e controle dos produtos. Na terra dos famosos queijos e vinhos, 1 em cada 4 propriedades tem selo AOC. Em 2010, a França tinha 677 registros, atrás apenas da Itália, com 757. O faturamento estimado dos produtos franceses com AOC é o maior de todos, representando 38% do faturamento total dos produtos com o registro em toda a União Europeia. Em sua palestra, Sabine falou sobre os diferentes produtos e selos de IG existentes na França e na União Europeia, sobre o trabalho de acompanhamento e fomento às regiões produtoras e suas comunidades, além dos benefícios e vantagens das

certificações. “É um selo que confere qualidade e exclusividade. Que preserva saberes e modos de fazer impossíveis de serem reproduzidos em qualquer outro lugar do mundo que não seja aquele. Que leva em conta fatores ambientais, históricos e humanos”, afirmou a engenheira de projetos do INAO.

IG no Brasil Enquanto na França a sigla é AOC - Appellation d´Origine Contrôlée (denominação de origem controlada), no Brasil, o certificado equivalente é o IG, concedido pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) aos produtos reconhecidos. São duas espécies ou modalidades: indicação de procedência (IP) ou denominação de origem (DO). Treze produtos nacionais já receberam o selo de IG. Entre eles, os vinhos da IP Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul, o café produzido na região do cerrado mineiro e a cachaça de Paraty. Augusto Luiz Billi, Chefe do Serviço da Divisão de Política, Produção e Desenvolvimento Agropecuário do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), falou sobre a IG como ferramenta de de-

senvolvimento regional. Como exemplo, citou o caso do Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul, e os resultados gerados desde a certificação. Somente as propriedades envolvidas tiveram valorização entre 200% e 500%, segundo Billi. “O registro proporcionou melhoria do padrão tecnológico, com maiores investimentos por parte das vinícolas em maquinário e conhecimento, aumentou a oferta de empregos, chegando a 1,2 mil pessoas contratadas, sem contar as famílias proprietárias, e atraiu novos investidores para a região. Com a IP Vale dos Vinhedos, os vinhos passaram a ser reconhecidos no mercado como de qualidade diferenciada e, com o maior reconhecimento da União Europeia, têm mais facilidade de ingresso e comercialização no mercado externo” concluiu. Potencial paulista Orlando Melo de Castro, coordenador da Apta, encerrou o ciclo de palestras abordando o potencial dos produtos paulistas. Entre eles, o café de Franca, Espírito Santo do Pinhal e Divinolândia, a cachaça do Circuito das Águas, tru-

ta de Campos do Jordão, uva niágara rosada da região de Jundiaí, o figo roxo de Valinhos, a alcachofra de São Roque, arrozes especiais do Vale do Paraíba e a lingüiça de Bragança. “O desafio é embasar políticas públicas voltadas para a sustentabilidade e expansão dos produtos tradicionais”, disse Castro. Para promover o selo de IG no estado, o trabalho, segundo ele, é identificar os principais produtos agroindustriais e rurais não agrícolas dos 15 polos regionais da Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo, para que se possa desenvolver arranjos produtivos localizados e promover o registro de Indicações Geográficas. “Foi o primeiro de muitos encontros que estão por vir. Nosso objetivo é trazer temas de interesse comum a todas as Câmaras Setoriais, levando conhecimento técnico ao setor. A Indicação Geográfica é um assunto muito relevante, trata-se de uma ferramenta de gestão territorial, pois além de adicionar valor aos produtos e aos processos produtivos, ainda promove o local”, afirma Cintia Maluf, secretáriageral das Câmaras Setoriais.

INDICADOR PROFISSIONAL ADVOGADOS MÉDICOS Ginecologia DR. DAVID CAVALHEIRO SALEM JR. Clínica Geral CRM 27291 R. CEL: AFONSO, 422 - ITAPETININGA-SP FONE: 3271-8810 - CONSULTA C/HORA MARCADA CONVÊNIOS UNIMED, IAMSPE

Cardiologia • Cardiologia • Clínica Médica • Cardiogeriatria

Dr. Luiz Antonio Orsi Bernardes CRM 44559

Dentista

Adriana Quintella Ozi advogada R. Vicente Eugênio Piedade, 230 - Vila Barth CEP 18205-610 - ITAPETININGA -SP e-mail: adrianaozi@aei.com.br

(15) 3272-4447 LUIZ GONZAGA LISBOA ROLIM SEPTIMIO FERRARI FILHO Direito Família - Criminal - Trabalhista - Tributário Justiça Federal - Sustentação Oral nos Tribunais

Rua Major Fonseca, 85 SL 1-2 e 3 Sobreloja CONSULTAS COM HORA MARCADA E PARECERES - ESTACIONAMENTO PRÓXIMO

Fones: 3271-1331 Fax: 3272-5128 José Hércules Ribeiro de Almeida Uedney Junqueira do Amaral ADVOCACIA GERAL Escrit. Av. Domingos José Vieira, 1561 - fone/fax 3271-3062 Resid. R. Leonor A. Camargo, 166 - Fone: 3272-5437 CEP: 18200-000 - ITAPETININGA/SP

DR. VITOR CAMARGO HOLTZ MORAES OAB Nº 134.223

Advocacia Cívil, Criminal e Trabalhista e-mail: vitorholtz@ig.com.br R. Adolfo Arruda Melo, 210 - Jd. Italia Fone/Fax: (15) 3272-9300 / Cel. 9715-4602

Itapetininga -SP CEP 18201-750


página 8

Edição nº 6.399

ATITUDE SUSPEITA Mudando de pato para ganso, parece que o pato deu certo. A contusão sofrida pelo Ganso e o desânimo que grudou nele, acabou com o craque. Parece até que grudou os rolamentos, não tem mais aquela habilidade de craque. O craque sumiu. Somente uma nova injeção de ânimo, faça o ganso correr atrás do pato digo da bola. O ser humano é muito complicado mesmo. Depois que põe minhocas na cabeça, vai se implodindo aos poucos. Seus atos mostram uma realidade completamente diferente da costu-

meira e não consegue mudar os fatos sozinho somente com auxílio do analista de Bagé. Pulando do futebol para o automobilismo vamos falar um pouco do Felipe, do Felipe Massa. O brasileiro ia indo tão bem, parecia até que novamente o Brasil seria bem representado na fórmula um. Tinha tudo pra dar certo, carro, piloto e equipe. Agora a sorte se é que ela existe, no caso dele não aconteceu. Levar uma parafusada na cabeça em plena corrida, do carro do Rubinho, só acontece na Cochinchina, nem sei se ela

existe ainda, mas com o Massa aconteceu. Sua volta já ficou marcada, seria o Ganso da fórmula um, craque mas receoso e com razão. Levar uma raquetada na cabeça não é fácil não. Um pit stop como ele fez, foi inédito, vá ter azar assim em Milão, trocou os pneus macios por furados só ele mesmo pode explicar esse carma. Sal grosso do pré-sal nele. Quem sabe a sorte volta, e o petróleo jorra pois ele é nosso. Agora o Pato saiu do banco passou a ser titular e nada de gol hei cadê o Papapapá...to!!! Orlando Camargo

DRAUZIO VARELLA CALEIDOSCÓPIO 873 - DR. BASTOS A extinção da tuberculose pulmonar, cuja etiologia está ligada à infecção pelo bacilo de Koch , por enquanto é um sonho, afirma o Professor Drauzio Varella, uma das personalidades mais brilhantes no panorama da Saúde Pública e da Literatura Científico Popular do Brasil. Conhecido divulgador das teses de Saúde Pública, leva seus alunos protegidos por vacinas, as quais não são definitivas, tanto que, descuidandose da repetição de doses, foi vítima de doença infecciosa, passível de prevenção por vacina injetável, à qual exigia de seus alunos a receber e da repetição da qual descuidouse. Mestre dedicado, acompanhou todos os métodos de tentativas da insidiosa moléstia, representada por uma escala sucessiva de fármacos: Streptomicina, Rifampicina e o Etambutol que

Dr. Bastos AJORI 372

conseguiram algumas curas mas geraram resistência. O uso simultâneo que ficou conhecido como cocktail deu oportunidades a muitas curas, mas com freqüência determinam resistência obrigando o portador, a longos tratamentos e freqüentes recidivas. Como médico, sanitarista e humano conseguiu manter clínica no presídio Carandiru sem receber remuneração. Dessa experiência assimilou as conseqüências da privação da liberdade em condições sub-humanas. O seu pendor e didática escreveram um livro que teve, e ainda tem, grande tiragem. Os clien-

tes detentos tiveram uma simpatia enorme pelo Professor Drauzio cuja conduta contribuiu para uma fase de pacificação entre os detentos. A TV é um veículo do qual se utiliza para constante trabalho de educação e saúde. Vimos pelo resumo que foi apresentado que Drauzio Varella é um educador em saúde pública, exemplar, digno da medalha “Honra ao Mérito” pelo papel que representa na sua múltipla e útil personalidade. Homens completos como Drauzio Varella são o orgulho para a classe médica e quantos tiveram a felicidade de conhecêlo, ao menos com sua divulgação de trabalhos, juntos à comunidade. Que Deus o abençoe e retribua com suas graças o imenso trabalho desse invulgar médico sanitárias, educador em saúde, professor, tudo isso coroado por méritos de simplicidade e amor ao próximo.

24 HORAS

AUTO POSTO PAQUETÁ

Seu carro na melhor forma!

FONE: 3271-8011

FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 18 de junho de 2013

Não importa a cor do gato. Importa que cace ratos O autor da frase acima foi o notável dirigente chinês Deng-Shiao Ping, um dos mais pragmáticos líderes dos últimos tempos, e que só conseguiu exteriorizar o brilho de sua inteligência, no final de sua vida. Essa frase, traduzida em outras palavras, significa que devemos buscar resultados. Não importa a origem política, ideológica, partidária, pessoal de determinadas iniciativas. Importa sim, que elas tragam benefícios ao povo. Está aí uma regra muito simples de eficiência que às vezes acaba esquecida. Muitas vezes questões secundárias, questiúnculas estéreis ou meras complexidades bu-

Silas Gehring Cardoso Ajori - 033

rocráticas são promovidas a prioridades. Isso acontece nas empresas, na vida pública, nas entidades, enfim, em praticamente todos os setores onde atua o ser humano. Parece até haver uma inversão do bom senso, promovendo a complexidade e desprezando a simplicidade. O caminho para os resultados às vezes é o mais simples e isso, invariavelmente, acaba sendo esquecido. A desburocratização de procedimentos é algo que deve merecer uma maior

atenção de nossa parte. A própria imprensa tem uma enorme parcela de culpa quando deixa de lado assuntos de grande importância para o bem estar de um povo, e em seu lugar promove o sensacionalismo com coisas que sequer mereceriam atenção. Hoje a prioridade em qualquer sociedade é a busca do bem estar. É a geração de renda e emprego. É a abertura das condições de educação e saúde a todas as camadas da população. É a busca incessante da solidariedade humana. A sugestão que aqui fica é que todos nós, a começar pela própria imprensa, passemos a buscar de forma pragmática os resultados. O conselho do velho líder chinês, já falecido, está valendo agora mais do que nunca.

Silas Gehring Cardoso é redator chefe dos jornais Folha de Itapetininga e Tribuna Popular e presidente da AJORI Associação dos Jornalistas e Radialistas da Região de Itapetininga.

ROUPAS E CALÇADOS INFANTIS MODA GESTANTE JOVEM E ADULTO SETOR DO BRANCO PARA QUEM USA BRANCO NO DIA A DIA

Folha 18/06/2013  

O mais moderno jornal da região.

Advertisement