Issuu on Google+

FOLHA DE ITAPETININGA FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 12 de março de 2013

ANO XLIll

Nº 6.360

homepage: www.folhadeitapetininga.com.br

Edição nº 6.360

Itapetininga, terça-feira 12 de março de 2013

Diretora-Proprietária Benedita Rosely Salem Cerqueira

página 1

nos A 44 ga nin peti o a t I giã Com e Re

E-mail: comercial@folhadeitapetininga.com.br

POLÍCIA MILITAR PRENDE 5 ACUSADOS DE TRÁFICO DE DROGAS NA VILA SÔNIA ( dois homens, uma mulher e dois adolescentes foram surpreendidos com crack) Em Itapetininga, policiais da Rocam, após denúncias sobre tráfico de entorpecentes, por volta das 20,30 hs. da última 6ª feira, 8, se dirigiram à Rua Bem-Aventurado José Maria Escrivã, Bloco 6, em Vila Sônia. No local, o Sgt Santos e Sds.Duarte eTânia abordaram três indivíduos de posse de 13 pedras de crack já embaladas para venda. Indagados sobre o fornecedor das drogas, os policiais se dirigiram ao apartamento denunciado e, na escada do prédio, abordaram P.L.(50 anos), localizando com ele 7 porções de entorpecentes embaladas para venda. A seguir,

na vistoria do apartamento, os PMs localizaram um total de 686 pedras de crack de posse da mulher J.A.A.P.(34 anos).Também foram detidos J.A.P.(19 anos) e os adolescentes L.V.C.C.P.(15 anos) e L.V.R.R.(16 anos). Também foram apreendidos 0,108 kg.de maconha. Após voz de prisão, todos foram conduzidos ao Plantão da DelPol, sendo autuados em flagrante.Os adultos encarcerados à disposição da Justiça, bem como os dois adolescentes apreendidos ,encaminhados à Vara da Infância e Juventude. Nas fotos, o casal detido e as drogas apreendidas pelos policiais da Rocam.

PALESTRA SOBRE DROGAS NA LOJA MAÇÔNICA “UNIÃO PAULISTA 1" No próximo sábado, dia 16, às 17 horas, a Loja Maçônica “União Paulista 1”, sediada à Rua Monsenhor Soares, 1.063, Centro, promoverá a palestra sobre “Drogas e os Cuidados com a Internet

para os Adolescentes”. Ela será proferida pelo dr. Thiago Giavarotti,Delegado da Polícia Federal. O convite é do presidente da referida Loja Maçônica, Sergio Estéfano De Lucca.

Sinfônica do Estado apresenta “As mil e uma noites” amanhã Com entrada franca, apresentação terá participação da atriz Raquel Barcha no papel de Sherazade A Banda Sinfônica do Estado se apresenta, no próximo domingo, 10, às 11h, na Sala São Paulo. O espetáculo faz parte da série de "Concertos Matinais" e tem entrada gratuita. A retirada de ingressos já pode ser feita na bilheteria da Sala São Paulo. O programa será aberto por "Festival Overture", composta pelo maestro norte-americano radicado no Brasil Daniel R. Havens (1946). Na sequência, será apresentada a obra de Ri-

msky Korsakov (1844-1908), que conta a história das "Mil e Uma Noites", com participação da atriz paulista Raquel Barcha no papel de Sherazade - ela representou a mesma personagem no programa X-Tudo, da TV Cultura. Banda Sinfônica Criada em 1989, a Banda Sinfônica do Estado de São Paulo é considerada um dos principais grupos sinfônicos do país, tendo em 1997 conquistado reconhecimento internacional ao participar da 8º Conferência da WASBE (World Association for Symphonic Bands and Ensembles), na Áustria.

ATÉ 6ª FEIRA AS INSCRIÇÕES PARA EMEIs E EMEIFs DA REDE MUNICIPAL Até a próxima 6ª feira, 15, estarão abertas as inscrições para as transferências e de novos alunos através do Sistema Central de Vagas. Os interessados devem dirigir-se à Unidade Escolar mais próxima de sua residência para inscrever o aluno com a idade entre 3 meses e 5 anos. As vagas são para o período parcial e integral e vale ressaltar que o Sistema Central de Vagas não permite mais de uma inscrição, levando em consideração os dados da certidão de nascimento da criança. Os documentos necessários no ato da inscrição são certidão de nascimento da criança, comprovante de residência, comprovante de trabalho da mãe ou responsável, se possuir, comprovante de renda, se possuir, cartão do Programa Bolsa Família, se possuir, no caso de transferência, apresentar a declaração da Unidade Escolar onde o alu-

Procon-SP alerta para armadilhas de cursos gratuitos O Procon-SP identificou que empresas têm desrespeitado o Código de Defesa do Consumidor ao ofertar diretamente a pais e alunos concessões de bolsa de estudos, vagas de trabalho ou estágio, que são apenas atrativos para a venda de materiais didáticos na sede da empresa. O contrato acaba se tor-

nando uma “armadilha”, quando o cliente descobre que não pode devolver os materiais e que há uma multa em caso de rescisão do contrato. No primeiro semestre deste ano, o ProconSP registrou mais de 2 mil atendimentos relativos a cursos livres e grande parte está relacionado com estas práticas ilegais.

O Procon-SP destaca que o consumidor deve avaliar atentamente a proposta do curso, certificando-se que atende às suas expectativas, necessidades e também o seu orçamento. Outra dica importante é visitar o local do curso, conversar com outros alunos e, se possível, fazer uma aula-teste antes de efetuar a matrícula.

no estiver matriculado, certidão de nascimento de outros filhos menores de 14 anos, se possuir. Para fazer a inscrição basta apresentar os documentos originais. Somente no ato da matrícula é que deverão ser entregues as cópias dos documentos. Após o período de inscrição, os pais devem retornar à Unidade Escolar para efetuar a matrícula de 20 a 22 de março. A listagem dos atendidos será afixada nas Unidades Escolares, sendo que os pais devem acompanhar o resultado do processamento. O não comparecimento dos pais no período de efetivação da matrícula, no prazo estipulado, implicará na desistência da vaga atendida, sendo automaticamente cancelada a inscrição pelo próprio sistema. Mais informações podem ser obtidas na Unidade Escolar onde foi efetuada a inscrição.

Mais Emprego oferece mais de 150 vagas para pessoas com deficiência na região O programa Emprega São Paulo/Mais Emprego, agência de empregos pública e gratuita gerenciada pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), oferece nesta semana 172 postos de trabalho na região de Sorocaba. Para o preenchimento das vagas os itens escolaridade e experiência variam de acordo com a área de atuação e com a empresa. Como se cadastrar Para ter acesso a estas va-

gas, basta acessar o site: www.empregasaopaulo.sp.gov.br , criar login, senha e informar os dados solicitados. Outra opção é comparecer a um Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) com RG, CPF, PIS, Carteira de Trabalho, laudo médico com o Código Internacional de Doenças (CID) e Audiometria (no caso de deficiência auditiva). Mesmo que não tenha os laudos solicitados compareça a um PAT e obterá toda a

orientação para conseguir a documentação. E para mais informações sobre as vagas para pessoas com deficiência e sobre o PADEF, entre em contato pelo telefone: (11) 3241.7172. É importante que o usuário mantenha seus dados de cadastro atualizados para não perder oportunidades de trabalho e para ter acesso aos programas de qualificação da SERT, como o Time do Emprego e o Programa Estadual de Qualificação (PEQ).


página 2

Edição nº 6.360

FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 12 de março de 2013

Às vésperas do conclave, cardeais falam de reconciliação

Às vésperas do início de um conclave critico para o futuro da Igreja, o italiano Ângelo Scola e o brasileiro Odilo Scherer concentram as atenções em Roma e dão indicações que entram para a eleição como os favoritos. Ontem, como uma espécie de último dia de campanha, cardeais saíram às ruas, receberam um banho de povo, deram entrevistas e mandaram suas últimas mensagens antes de iniciar um período de silêncio total e isolamento. Nos bastidores, reuniões se proliferaram em busca de apoios concretos a cada candidato. Espalhados por Roma, cada cardeal realizou uma missa e cada uma delas serviu como um termômetro de popularidade dos príncipes do Vaticano. Mas foram as celebrações do brasileiro e do italiano que estiveram entre as mais concorridas, levando às igrejas batalhões de jornalistas e até políticos. Se Scherer se concentrou na mensagem religiosa e evitou a palavra "conclave", Scola transformou o altar em palanque. Enquanto o brasileiro adotou um tom de esperança para o futuro da

Igreja e saiu do local em um carro com vidros fume, o italiano posou para fotógrafos, falou da "aflição" que permeia a Igreja e deu sinais de que vai estender a mão a todos os grupos na Cúria, numa esperança de obter votos. Entre os outros cardeais, as missas foram marcadas por tons e mensagens diferentes, ainda que o tema da homilia a parábola do filho pródigo - tenha sido sempre o mesmo para todos. Apesar do cala-boca que receberam há poucos dias do Vaticano por estarem revelando detalhes das reuniões pré-conclave, cardeais americanos usaram as missas para indicar os desafios da Igreja com o novo papa. O cardeal de Boston, Sean Patrick O Malley, disse que os problemas estão relacionados ao secularismo cada vez mais acentuado: "As pessoas deixam o Pai, a Igreja, por muitas razões: ignorância, uma recepção pobre, experiências negativas, escândalos, mediocridade espiritual". Apesar de ser citado como possível sucessor de

Bento XVI, o americano minimizou suas chances diante de dezenas de câmeras. Gerando risos, disse que levaria da igreja onde rezou a missa uma estátua de Santa Tereza, feita por Bernini, numa indicação que não apostava em sua eleição. "Após o conclave, estarei de volta aqui e talvez ainda tente levar a estátua para Boston." Assim como os demais cardeais ontem por Roma, ele pediu orações para que o "Espírito Santo iluminas se a Igrej a para que se possa escolher um novo papa". Outro que optou por atenuar suas chances foi o cardeal de Nova York, Timothy Dolan, um nome que romperia com os lordes feudais da Cúria, Ontem, ele preferiu apenas falar de sua volta aos EUA, "Esperamos que o conclave seja curto", disse. Mas não perdeu o bom humor. Diante do número de pessoas na Igreja, brincou: "Acho que hoje vou fazer duas coletas (de doações)". Em. sua missa, fiéis levaram para a igreja doces e alimentos, "Talvez eu leve um saco de doces ao conclave. Ouvi falar

Correios testam mudança de horário de entrega de cartas em 5 cidades Os Correios iniciaram um projeto-piloto para testar a entrega de correspondências no período da manhã. Os testes serão feitos nos próximos três meses nos municípios de Imperatriz (MA), Rondonópolis (MT), Araguaína, Gurupi e Palmas (TO). A inversão do horário de entrega de correspondências em lo-

cais onde a temperatura é muito elevada no período da tarde foi um compromisso assumido pela empresa durante a discussão do dissídio coletivo dos trabalhadores. Nessas localidades, a entrega será feita a partir das 8h da manhã. A empresa garante que, mesmo fazendo a inversão do horário, os Correios cum-

prirão o mesmo prazo de entrega de objetos. Depois do período de experiência, a empresa vai avaliar os resultados na população e nos empregados para saber se a medida deve ser implantada definit i v a m e n t e . Ta m b é m existe a possibilidade de a mudança ser estendida para outras cidades.

Natação & Fitness

* Atividades : Natação - Hidroginástica - Acqua Mix - Musculação * Programas : Bodypump - Power Jump - Bodycombat , DANÇA DE SALÃO / Y PILATES (pilates de solo) / Y RITMOS / ACQUA MIX

Rua Benedito Leonel Ferreira, 71 / Tel: 3373-3535/3511-5174 Redação Administração, Publicidade: Rua Saldanha Marinho, 532 - Centro • Fone/Fax: (15) 3271-1576 Oficina: Rua Sofia Cerqueira, nº 125 - Centro CEP 18200-005 • Itapetininga • São Paulo Registrado no Cartório Oficial de Registro de Pessoa Jurídica de Itapetininga sob o nº 004437

homepage: http://www.folhadeitapetininga.com.br e-mail: redacao@folhadeitapetininga.com.br Proprietários: Benedita Rosely Salem Cerqueira e filhos Jornalistas Responsáveis: José Octávio Salem Cerqueira - Registro nº 52.755/SP Marcello Salem Cerqueira - PR1226 Diretores Adjuntos:José Octavio Salem Cerqueira e Marcelo Salem Cerqueira Redator Chefe: Silas Gehring Cardoso Repórter: Jorge Luiz de Almeida - MTB 37782 Diretor Comercial - Carlos Renato M. Gomes, Diagramadores: Henrique José de Oliveira Almeida

Colaboradores Alberto Isaac, Carlos José de Oliveira, Cláudio Souto , Darcy Pereira Pinto, Dirceu de Campos, Dr. Bastos, Dr. Jorge Paunovic, Joel Franco, José Raimundo Correia, Manoel Silvério, Marcos Cintra, Mauro M. Leonel, Maria do Carmo A. Franco, Waldomiro B. Carvalho. Representante Exclusivo: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Brasília. Consórcio Brasileiro de Imprensa - CBI - Av. José Maria Whitaker, 890 CEP: 04057-000 - SÃO PAULO - SP FONE: (11) 5589-4643 - FAX (11) 5589-4662 A redação nao se reponsabiliza pelos conceitos e artigos assinados. Fica esclarecido que os colaboradores com colunas assinadas não tem vínculo empregatício com a Editora Folha de Itapetininga Ltda, exceto os que tiverem contrato assinado com a mesma.

que a comida é mais ou menos." O canadense Marc Ouellet, também apontado como um dos nomes mais fortes à sucessão, pediu que o público orasse "para que o Espírito Santo indique aos cardeais qual deles Deus escolheu" para ser o papa. Também apontado como um nome de peso, o cardeal húngaro : Peter

Erdõ deu seu recado. "Agora é o momento oportuno. Agora temos de levantar, erguer nossas cabeças e, se não encontrarmos o caminho que conduz à casa, então temos de perguntar à antiga estrada qual o caminho que leva da prisão para a casa verdadeira", disse ele. O cardeal filipino Luis Antonio Tagle lotou sua igreja de fiéis, muitos deles

trabalhadores domésticos das Filipinas que vivem de forma irregular em Roí ma. Já na periferia da Cidade Eterna, era o cardeal de Gana, Peter Turkson, quem também pedia que orações fossem, feitas para um momento decisivo da Igreja. Para o cardeal nigeriano John Olorunfemi, Deus "já escolheu o próximo papa". "Resta a nós cardeais descobri-lo", disse.

OAB vai questionar no STF limite para abatimento com educação no IR A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vai ajuizar uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o limite de dedução de gastos com educação para fins de recolhimento do Imposto de Renda (IR) de pessoas físicas. Em reunião realizada nesta segunda-feira, o pleno do Conselho Federal da OAB aprovou, por unanimidade, a propositura da ação. O objetivo é questionar os limites fixados nos anos base de 2012, 2013 e 2014. A despesa com educa-

ção dedutível nestes anos foi de, respectivamente, R$ 3.091 mil, R$ 3.230 mil e R$ 3.375 mil. O teto para abatimento está previsto na Lei nº 9.250, de 1995. Para a OAB, limitar a dedução com educação viola garantias constitucionais, como a dignidade da pessoa humana e o direito de todos à educação, que é dever do Estado. Segundo a entidade, o objetivo da ação não é que o Supremo fixe novos tetos de dedução, mas sim que não exista limite. Em março de 2012, o Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região

(São Paulo e Mato Grosso do Sul) declarou inconstitucional o limite estabelecido para dedução de despesas com educação no IRPF. Na ocasião, a maioria dos desembargadores federais entendeu que não permitir o abatimento integral dos gastos com educação infantil, ensino fundamental, cursos de graduação e pós-graduação, além do ensino técnico, viola o direito de acesso à educação, além da capacidade contributiva. A Fazenda Nacional, porém, recorreu da decisão, ao STF.


FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 12 de março de 2013

página 3

Edição nº 6.360

Polícia

Pioneira: Escola de Educação Física da PM faz 103 anos

“É uma honra muito grande ver meu filho receber uma medalha tão importante”, disse Paulo Dias, ao ver seu filho, Daniel Dias, ser um dos homenageados, na manhã desta sexta-feira (8), no aniversário de 103 anos da Escola de Educação Física da Polícia Militar do Estado de São Paulo (EEF/PMESP). Daniel não é policial, mas é um dos atletas da EEF e, muitas vezes, treina na companhia de PMs.

“Eles sempre torcem por mim e por outros atletas paraolímpicos. É muito gratificante saber que os policiais, que salvam nossas vidas diariamente, também acompanham e reconhecem meu trabalho”, disse o nadador. Natural de Campinas, Daniel nasceu com má formação congênita dos braços e da perna direita. Inspirado em outros atletas, o jovem começou a treinar natação aos 16 anos e, agora com 25, já

conta com 15 medalhas de ouro em competições paraolímpicas (nove em Pequim 2008 e seis em Londres 2012), além ser o detentor de diversos recordes mundiais. "Vemos nos nossos atletas paraolímpicos um exemplo de vida. Esse legado que eles passam serve para todos policiais, que possuem uma função trabalhosa, e por isso precisam sempre praticar exercícios físicos", fala o comandante da EEF e diretor

de Ensino e Cultura (DEC) da PM, coronel Antônio César Cardoso. No evento, o campinense recebeu a Medalha Centenário da Escola de Educação Física, mais uma para a sua coleção, e disse estar feliz com o mérito. “Fico até sem palavras. Pode parecer singela, mas, para mim, é uma grande homenagem. Como cidadão fico muito feliz e agradeço sempre à Polícia Militar”, conta. Junto com Daniel, outras autoridades civis e militares receberam a medalha das mãos do comandante geral da PM, coronel Benedito Roberto Meira, do coronel Cardoso, e do presidente do Tribunal de Justiça Militar (TJMSP), coronel juiz Orlando Eduardo Geraldi. Entre os homenageados, estavam o secretário estadual de Esportes, Lazer e Juventude, José Auricchio Junior, o comandante da Base Aérea Militar de São Paulo, coronel aviador Jefferson César Darolt, o vereador da Capital, coronel Paulo Adriano Lopes Lucinda Telhada, além de antigos comandantes da EEF, policiais militares e atletas da escola.

Eterno comandante O coronel Hudson Tabajara Camilli, que foi diretor da Escola de maio de 2010 a abril de 2012, e, depois, subcomandante da PM até novembro do ano passado, recebeu uma homenagem especial: o retrato de Camilli ficará exposto na Galeria dos Eternos Comandantes da EEF. “Posso dizer que os anos mais felizes da minha carreira de mais de 30 anos na PM foi no comando desta casa. A PM está no caminho certo, e com as suas escolas, continuaremos a progredir ainda

* Clínica

*Pet Shop

* Banho e Tosa

*Rações

*Medicamentos/Vacinas

Rua Lopes de Oliveira, 125 Centro-Itapetininga/SP

mais no nosso objetivo, que é servir e proteger a população paulista”, conta Camilli.

A Escola pioneira A Escola de Educação Física da PM foi fundada em 1910 e, desde 2009, é um Centro de Treinamento para Técnicas Policiais. A EEF forma bacharéis em Educação Física e também atua no treinamento operacional dos PMs, além de buscar uma melhoria na qualidade de vida dos policiais. “O desafio desta nobre casa é estender o condicionamento físico para toda tropa. A instituição é de grande importância para a Polícia Militar, pois aqui, todos os policiais possuem acesso a atividades que beneficiam a saúde e o bem-estar”, disse Meira. A Escola é a instituição de ensino mais antiga que forma professores de Educação Física no

país. A EEF possui aulas de tiro defensivo na preservação da vida, segurança e saúde, policiamento com bicicleta, técnicas não-letais, defesa pessoal, e diversas especializações e atualizações técnicas. Além dessas disciplinas, conta com aulas trazidas pela Missão Militar Francesa, como ginástica sueca, boxe-savate (boxe com golpes focados no uso dos punhos e das pernas), esgrima-a-baioneta (movimentos de luta corporal com baioneta) e bailado Joinville Le Pont (estilo de dança, similar à marcha, de origem francesa, mas praticado apenas pela PM de São Paulo). "A Educação Física, como curso, foi introduzida pela Missão Francesa e hoje representa muito mais para a Polícia Militar do que uma graduação. É uma especialização, através de modalidades e programas, que visa melhorar a saúde do policial", explica Cardoso.

Empreendimentos Imobiliários S/C Ltda.

R. Silva Jardim, 724 Fones: 3271-7720 / 32717721 e 3271-7722

CROSP-5.209

Clínica Geral - Ortodontia - Implantes

Cirurgias Avançadas Dr. Carlos Alberto do Nascimento Telefone para Contato (3271 0889) Rua Alberto Ernesto Güinter, 22 - Rechã - Tel.: 3307-3152 Rua Natal Favalli, 519 - Angatuba - Tel.: 3255-1205 Rua Monsenhor Soares, 1.032 - Centro - Itapetininga/SP


página 4

Edição nº 6.360

FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 12 de março de 2013

Programa pretende apoiar mulheres atletas em transição de carreira A consultoria Ernst & Young lança hoje um programa para apoiar mulheres atletas que deixam a carreira esportiva. A empresa, que é apoiadora dos Jogos Olímpicos Rio 2016, pretende criar uma rede global de lideranças femininas para compartilhar experiências e produzir pesquisas sobre o impacto das mulheres no esporte e na sociedade. O 'Women Athletes Global Leadership Network' será formado por esportistas aposentadas que já fizeram a transição

para uma outra carreira de sucesso, atletas ainda em atividade que estejam em busca de oportunidades além do esporte e outras mulheres que queiram apoiar as participantes, como as empreendedoras participantes do programa Winning Women, realizado no Brasil pela primeira vez neste ano. As representantes que farão parte da rede ainda serão nomeadas. Elas se tornarão responsáveis por identificar mais mulheres com potencial para participar do grupo, que deve

ser ampliado até a Olimpíada de 2016. 'Queremos construir um ambiente melhor a partir da expansão de oportunidades para lideranças femininas. Com sua inerente confiança, disciplina e experiência com trabalho em equipe, as atletas têm um valor inestimável para negócios, governos e ONGs', diz a vice-presidente global de políticas públicas da Ernst & Young, Beth Brooke. A transição entre a carreira esportiva e o mercado de trabalho também é

foco de um programa da multinacional suíça de recursos humanos Adecco, que começou a ser desenvolvido no Brasil no ano passado. Voltada para atletas de ambos os sexos, a iniciativa existe desde 2005 em outras regiões e já ajudou mais de oito mil esportistas, de 120 países. O ACP ('Athletes Career Programme') promove treinamentos e acompanhamentos de carreira, além de trabalhar com empresas para incentivar a contratação de mais esportistas.

Às vésperas do conclave, cardeais falam de reconciliação Às vésperas do início de um conclave critico para o futuro da Igreja, o italiano Ângelo Scola e o brasileiro Odilo Scherer concentram as atenções em Roma e dão indicações que entram para a eleição como os favoritos. Ontem, como uma espécie de último dia de campanha, cardeais saíram às ruas, receberam um banho de povo, deram entrevistas e mandaram suas últimas mensagens antes de iniciar um período de silêncio total e isolamento. Nos bastidores, reuniões se proliferaram em busca de apoios concretos a cada candidato. Espalhados por Roma, cada cardeal realizou uma missa e cada uma delas serviu como um termômetro de popularidade dos príncipes do Vaticano. Mas foram as celebrações do brasileiro e do italiano que estiveram

entre as mais concorridas, levando às igrejas batalhões de jornalistas e até políticos. Se Scherer se concentrou na mensagem religiosa e evitou a palavra "conclave", Scola transformou o altar em palanque. Enquanto o brasileiro adotou um tom de esperança para o futuro da Igreja e saiu do local em um carro com vidros fume, o italiano posou para fotógrafos, falou da "aflição" que permeia a Igreja e deu sinais de que vai estender a mão a todos os grupos na Cúria, numa esperança de obter votos. Entre os outros cardeais, as missas foram marcadas por tons e mensagens diferentes, ainda que o tema da homilia a parábola do filho pródigo tenha sido sempre o mesmo para todos. Apesar do cala-boca que receberam há poucos dias do Vaticano por es-

tarem revelando detalhes das reuniões pré-conclave, cardeais americanos usaram as missas para indicar os desafios da Igreja com o novo papa. O cardeal de Boston, Sean Patrick O Malley, disse que os problemas estão relacionados ao secularismo cada vez mais acentuado: "As pessoas deixam o Pai, a Igreja, por muitas razões: ignorância, uma recepção pobre, experiências negativas, escândalos, mediocridade espiritual". Apesar de ser citado como possível sucessor de Bento XVI, o americano minimizou suas chances diante de dezenas de câmeras. Gerando risos, disse que levaria da igreja onde rezou a missa uma estátua de Santa Te-

reza, feita por Bernini, numa indicação que não apostava em sua eleição. "Após o conclave, estarei de volta aqui e talvez ainda tente levar a estátua para Boston." Assim como os demais cardeais ontem por Roma, ele pediu orações para que o "Espírito Santo iluminas se a Igrej a para que se possa escolher um novo papa". Outro que optou por atenuar suas chances foi o cardeal de Nova York, Timothy Dolan, um nome que romperia com os lordes feudais da Cúria, Ontem, ele preferiu apenas falar de sua volta aos EUA, "Esperamos que o conclave seja curto", disse. Mas não perdeu o bom humor. Diante do núme-

ro de pessoas na Igreja, brincou: "Acho que hoje vou fazer duas coletas (de doações)". Em. sua missa, fiéis levaram para a igreja doces e alimentos, "Talvez eu leve um saco de doces ao conclave. Ouvi falar que a comida é mais ou menos." O canadense Marc Ouellet, também apontado como um dos nomes mais fortes à sucessão, pediu que o público orasse "para que o Espírito Santo indique aos cardeais qual deles Deus escolheu" para ser o papa. Também apontado como um nome de peso, o cardeal húngaro : Peter Erdõ deu seu recado. "Agora é o momento oportuno. Agora temos de levantar, erguer nossas

cabeças e, se não encontrarmos o caminho que conduz à casa, então temos de perguntar à antiga estrada qual o caminho que leva da prisão para a casa verdadeira", disse ele. O cardeal filipino Luis Antonio Tagle lotou sua igreja de fiéis, muitos deles trabalhadores domésticos das Filipinas que vivem de forma irregular em Roí ma. Já na periferia da Cidade Eterna, era o cardeal de Gana, Peter Turkson, quem também pedia que orações fossem, feitas para um momento decisivo da Igreja. Para o cardeal nigeriano John Olorunfemi, Deus "já escolheu o próximo papa". "Resta a nós cardeais descobri-lo", disse.

CÉU AZUL ALIMENTOS LTDA

CONTRATA Pessoas portadoras de necessidades especiais Os candidatos devem procurar a empresa na Rodovia Raposo Tavares, km 177, ou pelos e-mails: marcio.beneton@ceuazul.ind.br samuel.oliveira@ceuazul.ind.br

Auto Escola CFC A E CFC B

2013

...35 anos de tradição Curso para renovação de carteira de habilitação diurno e noturno Av. Francisco Válio, 438 - Centro- Itapetininga - SP Fone: (15) 3271-2273


FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 12 de março de 2013

página 5

Edição nº 6.360

Congresso Nacional terá semana cheia com temas de interesse dos estado

Intensas discussões econômicas e sobre o pacto federativo devem marcar a semana do Congresso Nacional. Senadores e deputados terão reunião na quartafeira (13) com governadores de todos os estados e do Distrito Federal para discutir a nova fórmula de cálculo das cotas do Fundo de Participação dos Estados

(FPE). O objetivo é conhecer as demandas dos governadores antes da primeira votação do projeto que altera as regras do FPE, que ocorrerá no Senado no dia 19. Na quinta-feira (15), uma audiência pública conjunta de comissões do Senado deverá definir as últimas negociações sobre o texto que será vo-

tado na semana seguinte. Antes disso, na terçafeira (12), os parlamentares deverão ser reunir em sessão conjunta da Câmara e do Senado para concluir a votação do Orçamento Geral da União (OGU) para 2013. O Orçamento foi votado e aprovado na Câmara na última quarta-feira (6), porém como não havia quórum entre os senadores, a votação no Senado foi marcada para terça-feira. Também na terça-fei-

ra a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado irá votar um projeto de resolução para alterar os limites de endividamentos dos estados e fará audiência pública com secretários estaduais de Fazenda e com o secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa. Na parte da tarde, a comissão mista que analisa a medida provisória que trata da revitalização dos portos vai promover audiência pública com os empresários.

Os parlamentares querem ouvir as demandas do setor produtivo interessado na criação de portos privados para escoamento da produção brasileira. Na quarta-feira (13), a mesma comissão fará mais uma audiência sobre o mesmo tema. Também na quartafeira, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado irá votar a proposta de emenda à Constituição (PEC) que amplia os direitos das trabalhadoras do-

mésticas. O texto prevê que elas passem a ter direito ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e horas extras remuneradas, entre outras coisas. Depois da votação, a matéria seguirá para o plenário do Senado, onde ainda precisará de cinco turnos de discussão e dois de votação. Na quinta-feira (14), haverá uma audiência pública na comissão especial que analisa a medida provisória que destina os royalties do petróleo para a educação.

Projeção do mercado para Selic ao fim de 2013 sobe a 8%, mostra Focus 04/03/2013– JOSE MOREIRA PAES DATA/LOCAL DO FALECIMENTO: 04/03/2013 AS 09:35 Hs EM ITAPETININGA IDADE: 87 ANOS PROFISSÃO: APOSENTADO ESTADO CIVIL: VIUVO DA SRª TEREZA KRUSZYNSKI PAES FILHO DE : ANTONIO MOREIRA PAES E ISAURA MARTINS DEIXA OS FILHOS : ANDRE, JOSE, ANTONIO, MARISTELA E MARIA BERNADETE VELÓRIO : CENTRAL DA EMPRESA FUNERARIA CAMARGO DE ITAPETININGA SALA: 03 SEPULTAMENTO: 05/03/2013 AS 09:00 Hs CEMITERIO: SÃO JOAO BATISTA EM ITAPETININGA 04/03/2013– BENEDITA SIMOES ANASTACIO DATA/LOCAL DO FALECIMENTO: 04/03/2013 AS 06:30 Hs EM ITAPETININGA IDADE: 82 ANOS PROFISSÃO:APOSENTADA ESTADO CIVIL: VIUVA DO SR° JOSE ANASTACIO FILHA DE : JOAO MANOEL RODRIGUES E VICENTINA MARIA SIMOES DEIXA OS FILHOS : APARECIDA, PEDRO, LOURDES, MARIA, JOAO, JOSE, JOAQUIM E CLEUZA VELÓRIO : NA RESIDENCIA SEPULTAMENTO: 05/03/2013 AS 08:00 Hs CEMITERIO: MUNICIPAL DE SARAPUI 04/03/2013 - DENY LISBOA DATA/LOCAL DO FALECIMENTO : 04/03/2013 AS 00:30 HS EM ANGATUBA IDADE : 86 ANOS PROFISSÃO: APOSENTADO ESTADO CIVIL : CASADO COM A SRª THAMAR DIAS LISBOA FILHO DE : ANTONIO LISBOA E FLORESMILIA LISBOA DEIXAAS FILHAS: MARIA, DENISE, LYSIS E ELISABETE VELÓRIO : EMPRESA FUNERARIA CAMARGO UNIDADE DE ANGATUBA SALA - 02 SEPULTAMENTO : 04/03/2013 AS 17:00 Hs CEMITERIO : MUNICIPAL EM ANGATUBA 04/03/2013 – FLORENTINO SOARES DATA/LOCAL DO FALECIMENTO : 04/03/2013 AS 06:00 Hs EM SÃO MIGUEL ARCANJO IDADE : 77 ANOS PROFISSÃO : APOSENTADO ESTADO CIVIL : CASADO COM A SRª LEONTINA DA SILVA SOARES FILHO DE : CUSTÓDIO SOARES DA SILVA E ANNA CORREA SOARES DEIXA AS FILHAS : LUCILA E LÍDIA VELÓRIO : RESIDÊNCIA SEPULTAMENTO : 05/03/2013AS 09:00 Hs CEMITERIO : ABAITINGA EM SÃO MIGUEL ARCANJO.

Após se manter estável em 7,25% por 16 semanas consecutivas, a expectativa de analistas para a Selic ao fim de 2013 subiu para 8%, de acordo com o boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira pelo Banco Central, que apura estimativas junto a cerca de cem instituições. Essa mudança se segue à mais recente reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), na quarta-feira passada, que, embora tenha mantido o juro básico estável em 7,25% ao ano, fez alterações em seu comunicado que, na interpretação dos analistas, abriu a possibilidade para a elevação da Selic neste ano. No comunicado após a decisão, o Copom informou que acompanhará a evolução do cenário macroeconômico para definir os próximos passos de sua estratégia de política monetária. Além disso, retirou a frase em que defendia que a "estabilidade das condições mo-

netárias por período suficientemente prolongado é a estratégia mais adequada para garantir a c o n v e rg ê n c i a d a inflação para a meta". Essa mudança de postura se segue à deterioração da inflação, que foi confirmada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na sexta-feira, quando informou que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) - que baliza o sistema de metas do BC - subiu 0,60%, bem mais que o 0,50% esperado pelo mercado. Em 12 meses, a inflação acumula alta de 6,31%, nível muito próximo, portanto, do teto da meta de 6,50% perseguida pelo BC. No Focus divulgado nesta segundafeira, a expectativa para a inflação piorou. A mediana das projeções para o IPCA em 2013 saiu de 5,70% para 5,82%. Em 12 me-

ses, contudo, a projeção foi de 5,62% para 5,51%. Para 2014, a expectativa segue em 5,50%. O mercado também ajustou para cima suas previsões para o IPCA em março, de 0,43% para 0,45%. Top 5 A exemplo do que ocorreu com a mediana do mercado em geral, os analistas do grupo Top 5 - o que mais acertam as previsões no Focus também elevaram suas projeções para o IPCA e para a Selic. A mediana para a inflação subiu de 5,57% para 5,81% em 2013 e para a Selic ao fim de 2013 saiu de 7,25% para 8,50%. Para 2014, a expectativa de inflação desse grupo caiu de 6,20% para 6,05%, mas a mediana da Selic subiu de 7,63% para 7,88%. Economia mais forte

Os analistas de mercado aumentaram suas projeções para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) e da produção industrial brasileira neste ano, de acordo com o boletim Focus. As projeções para ambos têm registrado pequenas altas e baixas nas últimas semanas, sem mostrar uma direção mais clara. Para o PIB, os analistas projetam agora expansão de 3,10%, pouco maior que os 3,09% estimados na semana passada. A expectativa para a produção industrial passou para aumento de 3%, ante 2,86% na s e m a n a a n t e r i o r, e agora está mais próxima do nível estimado há quatro semanas, de 3,10%. Para 2014, a estimativa de expansão do PIB caiu de 3,65% para 3,50%. Há quatro semanas era de 3,80%. A expectativa para a produção industrial d próximo ano seguiu em expansão de 3,75%.

DESP ACHANTE POLICIAL DESPACHANTE Competência e R esponsa bilidade Responsa esponsabilidade Transf erência, licenciamento ansferência, licenciamento,, 1º emplacamento emplacamento,, reno vação de CNH, IPV A, m ultas enov IPVA, multas ultas,, etc etc..

Financiamento em até 12x. O mais completo escritório de despachante da EM NOVO ENDEREÇO: RUA Capitão José Leme, n º 258 região. Telefones: 3271-9155 e Telefax: 3271-8084


página 6

Edição nº 6.360

FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 12 de março de 2013

Folha nos Esportes Duas empresas deixam construção do estádio de Cuiabá, e obra corre risco de não ficar pronta

As obras da Arena Pantanal, em Cuiabá, correm risco de não ficarem prontas a tempo da Copa do Mundo de 2014 após duas construtoras que tocavam o projeto abandonarem a empreitada, na semana passada. Agora, a empreiteira responsável que sobrou terá que triplicar sozinha o ritmo em que segue atualmente a construção para conseguir entregar o estádio dentro do prazo, em outubro deste ano. Beirando a falência, a construtora Santa Bárbara Engenharia SA, líder do consórcio Santa BárbaraMendes Júnior, responsável pelo projeto, está deixando os trabalhos para serem tocados apenas pela construtora Mendes Júnior e suas subempreiteiras contratadas. Uma delas, a responsável pela montagem das estruturas metálicas do estádio, deixou a obra após ter ficado oito meses sem receber por seus trabalhos. A saída da construtora líder do consórcio ainda não foi anunciada. Tanto as empreiteiras envolvidas quanto o governo do Estado de Mato Grosso (que banca a obra) não negam nem confirmam o abandono, dizem apenas que a saída da Santa Bárbara não muda a situação do contrato entre o poder público e o consórcio. A informação,

porém, foi confirmada ao UOL Esporte por membros da Rede de Controle (grupo formado por promotores, procuradores e membros de tribunais de contas que acompanha as obras da Copa), funcionários da obra e empreiteiros que preferiram manter anonimato. A conclusão da Arena Pantanal, a um custo de R$ 519 milhões e prevista para outubro desde ano, não será tarefa fácil. Desde que começou, em maio de 2010, até o final de fevereiro deste ano, a obra atingiu 62% de conclusão. Ou seja, o avanço em 34 meses se deu ao ritmo de 1,82% ao mês, em média. Assim, para a empreitada ser levada a cabo dentro do prazo, o ritmo dos trabalhos terá que ser triplicado, e a construção deverá andar a 5,48% ao mês em média. A Arena Pantanal começou a ser construída em maio de 2010 - a primeira entre todas as 12 que serão usadas na Copa do Mundo. A previsão inicial era que ela estivesse concluída em dezembro de 2012. Não ocorreu. Em julho de 2012, o estádio tinha 46% de suas obras concluídas. Naquele mês, o governo de Mato Grosso assinou um aditivo ao contrato e estendeu o prazo de entrega até outubro deste ano. O custo inicial previsto

pelo governo de Mato Grosso era de R$ 342 milhões. Atualmente, está em R$ 519 milhões (aumento de 51%). A assessoria de comunicação do consórcio construtor, porém, informou que, em breve, um terceiro turno de trabalho terá que ser criado para que a obra possa ser entregue a tempo, o que significa uma nova repactuação contratual, com mais um aumento de custo. Hoje, de acordo com o consórcio, cerca de 800 operários se revezam em dois turnos no canteiro de construção do estádio. Apesar disso, presenciou o momento do encerramento de um turno de trabalho no final da tarde do último sábado (9) e não havia mais que 50 operários deixando a construção. Além disso, operários disseram à reportagem que os funcionários da Santa Bárbara não trabalham mais no local. Beirando a falência Com problemas na Justiça e uma dívida de R$ 543 milhões, a Santa Bárbara está em processo de recuperação judicial e beira a falência. Além disso, parte do dinheiro que entra no caixa da empreiteira, depositado pelo governo estadual de Mato Grosso para ser utilizado na Arena Pantanal, segue outro caminho: o pagamento de dívidas da Santa Bárbara com outros credores. Pesa sobre a Santa Bárbara uma série de bloqueios de valores autorizados judicialmente: a uma empresa chamada BK Transportes e Serviços, a emprei-

teira deve R$ 272 mil. Já à Topázio Inspeções tem R$ 908 mil a receber, enquanto outros R$ 5,24 milhões devem ser pagos à Mills Estruturas de Serviços e Engenharia. Dessa forma, recursos da Secopa-MT (Secretaria Extraordinária para a Copa de Mato Grosso) transferidos ao Consórcio Santa Bárbara Mendes Júnior para pagar o estádio são sequestrados pela Justiça desde o ano passado, em agosto do ano passado. De acordo com empresários do setor de construção civil em Cuiabá, a saída da construtora da empreitada é uma manobra para que o dinheiro do governo de Mato Grosso volte a ficar na obra e não vá para cobrir dívidas anteriores da Santa Bárbara. O Consórcio Santa Bárbara-Mendes Júnior não se pronuncia sobre a situação. Não sendo autorizada a entrar no canteiro de obras da Arena Pantanal, mas o atraso é visível mesmo do lado de fora. Em alguns locais do entorno do estádio, o terreno ainda não foi sequer aplainado. A superestrutura das arquibancadas é a única parte pronta. A estrutura metálica que envolverá todo o estádio não está na metade e, na semana passada, causou a paralisação das obras e virou caso de polícia. Caso de polícia A Loyman Assessoria e Montagem Industrial Ltda, contratada pelo consórcio para montar a estrutura metálica do estádio, retirou no início da semana passada os seis guindastes e os funcio-

nários que mantinha no canteiro de obras da Arena Pantanal. À imprensa cuiabana, o dono da empresa, Ibê Loyola Júnior, chegou a dizer que não aguentava mais, pois estava havia mais de oito meses sem receber pelo serviço prestado. Esgotado financeira e emocionalmente, o empresário decidiu tirar seus equipamentos do canteiro, mas foi barrado pelos seguranças da Santa Bárbara e da Mendes Júnior. A polícia foi chamada e um boletim de ocorrência foi lavrado. Os guindastes lá permaneceram até que um distrato entre a Loyman e o consórcio fosse assinado. O caso mexeu com a saúde de Ibê Loyola Junior, que deixou Cuiabá para um período de descanso no interior do Rio Grande do Sul. A Santa Bárbara e a Mendes Júnior negaram que vinham atrasando pagamentos e ainda colocaram toda a culpa na empresa que abandonou a obra. "O Consórcio Santa Bárbara/Mendes Júnior afirma que as acusações de inadimplência feitas em desfavor deste Consórcio pela empresa Loyman - Assessoria e Assistência Técnica Ltda

não procedem e que, inclusive, a referida empresa abandonou, de maneira injustificada, o canteiro de obras, motivo pelo qual todas as medidas legais cabíveis serão rigorosamente adotadas por este Consórcio˜, disse, em nota, o consórcio. "O Consórcio esclarece ainda que a situação gerada pela Loyman - Assessoria e Assistência Técnica Ltda já foi contornada, sendo que um novo fornecedor dará regular continuidade à execução dos trabalhos˜. Apesar disso, até domingo (10) a montagem da estrutura metálica não havia sido retomada. Já com a ameaça de processo posta na mesa, a Loyman enviou uma nota tentando amenizar a gravidade do problema e sem informar qual o tamanho da dívida do consórcio com a empresa. "Ocorreu desacordo comercial, motivado pelo não cumprimento contratual do contratante (Consórcio Santa Bárbara Mendes Júnior). (…) Esclarecemos ainda que a decisão da saída do canteiro da obra foi tomada de comum acordo entre as partes envolvidas˜, diz o comunicado da Loyman.

Vende-se 7 galoes de defensivo Agricola GLIZ MAX fone: 96204484 Vende-se 30 novilha Nelore 96204484


FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 12 de março de 2013

página 7

Edição nº 6.360

Preços Agropecuários fecham o mês de fevereiro em alta Entre os produtos que apresentaram alta de preços, o campeão é o tomate para mesa que já acumula alta de mais de 290% nos últimos 12 meses. A laranja para mesa também subiu consideravelmente, mas apresenta resultado negativo no acumulado de ano. O IqPR – Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista encerrou o mês de fevereiro em alta de 2,04%. Os produtos que registraram as maiores altas foram: amendoim (38,55%), tomate para mesa (34,98 %), laranja para mesa (31,85%) e ovos (11,62%), de acordo com o levantamento realizado pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA/Apta) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. O aumento das exportações e o bom desempenho das vendas pelas indústrias de confeitos provocaram elevação dos preços do amendoim recebidos pelos produtores paulistas. No caso do tomate para mesa, as chuvas geraram perdas na colheita, com impacto conjuntural no abastecimento do produto, elevando seus preços, afir-

mam Luis Henrique Perez, Danton Leonel de Camargo Bini, Eder Pinatti e José Alberto Angelo, pesquisadores do IEA. A escassez de laranja de qualidade e o aumento da demanda com o fim das férias escolares propiciaram o reajuste nos preços recebidos pelos citricultores. A oferta reduzida de ovos no mês de fevereiro apresentou enorme reajuste dos preços recebidos pelos granjeiros. Os produtos que apresentaram as maiores quedas de preços neste mês foram: batata (13,55%), soja e café (5,23%). Na última semana de fevereiro foi ofertada batata de baixíssima qualidade, o que colocou o preço médio recebido pelos produtores em queda. A expectativa de uma maior oferta de soja no mercado, porém com perda na qualidade dos grãos, devido ao excesso de chuvas, atuou negativamente na cotação do produto. A queda observada da cotação para o café arábica é resultado de uma diminuição mundial na demanda por essa commodity, que vem sendo paulatinamente substituído pelo café robusta na composi-

ção das principais ligas de café torrado e moído. Em resumo, em fevereiro, 10 produtos apresentaram alta de preços (8 de origem vegetal e 2 de origem animal) e 10 apresentaram queda (6 de origem vegetal e 4 de origem animal). Acumulado dos últimos 12 meses Na comparação de fevereiro/2012 com fevereiro/ 2013, 15 produtos apresentaram variações positivas, os maiores destaques são: tomate para mesa (291,74%), batata (156,74%), carne de frango (81,75%), trigo (60,75%), ovos (51,45 %), arroz (33,20%), soja (32,47%), carne suína (29,26%), feijão (21,03%), amendoim (17,25%) e milho (8,40%). Em menor expressão variaram também positivamente o leite C (5,25%), o algodão (3,84%), o leite B (3,18%) e a carne bovina (0,90%). Apresentaram reduções de preços no período analisado os seguintes produtos: laranja para indústria (43,38%), banana nanica (36,53%), café (32,73%), laranja para mesa (6,63%) e cana-de-açúcar (4,68%).Para ler o artigo na íntegra e conferir as tabelas

Secretária de Agricultura participa do seminário "Licenciamento Ambiental da Aquicultura" A secretária de Agricultura e Abastecimento, M ô n i k a B e rg a m a s c h i , participou da solenidade de abertura do seminário "Licenciamento Ambiental da Aquicultura", promovido nesta quarta-feira, dia 6, pela FIESP. Mônika anunciou as ações da Secretaria como o Cadastro de Aquiculturas, que já está disponível no site da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), na área de Declaração de Conformidade, integrando as atividades agropecuárias que estão liberadas do Estudo de Impacto Ambiental. Falou ainda sobre o "Mapeamento Aquícola do Estado de São Paulo", desenvolvido pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA) em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente (SMA). O trabalho representa a primeira fase do Projeto de Zoaneamento Aquícola, que tem por objetivo demarcar os princi-

pais locais destinados à prática da aquicultura, com ênfase na sustentabilidade. A secretária reforçou a importância da ciência para o desenvolvimento do setor e ressaltou os investimentos do Governo do Estado nos institutos de pesquisa, como o Centro Apta do Pescado Continental. Localizado em São José do Rio Preto e vinculado ao Instituto de Pesca, o Centro recebeu investimento total de R$ 9 milhões para promover suas atividades de pesquisa aplicada à aquicultura e de suporte técnico e cientifico às atividades de piscicultura. A SAA levou para o seminário técnicos da Cati e da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta) que abordaram questões sobre o licenciamento ambiental no Estado paulista. Participaram também

o secretário de estado do Meio Ambiente, Bruno Covas; o vice-presidente e diretor titular do departamento de Meio Ambiente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), Nelson Pereira dos Reis; diretor presidente da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), Otavio Okano; a secretária de Planejamento e Ordenamento da Aquicultura, Maria Fernanda Nince Ferreira (representando o Ministro Marcelo Crivella); o coordenador titular do Comitê da Cadeia Produtiva da Pesca e da Aquicultura da FIESP, Roberto Imai; deputado Itamar Borges (representando o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo); deputado Barros Munhoz; e o diretor de Meio Ambiente da FIESP e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP), Eduardo San Martin.

INDICADOR PROFISSIONAL ADVOGADOS MÉDICOS Ginecologia DR. DAVID CAVALHEIRO SALEM JR. Clínica Geral CRM 27291 R. CEL: AFONSO, 422 - ITAPETININGA-SP FONE: 3271-8810 - CONSULTA C/HORA MARCADA CONVÊNIOS UNIMED, IAMSPE

Cardiologia • Cardiologia • Clínica Médica • Cardiogeriatria

Dr. Luiz Antonio Orsi Bernardes CRM 44559

Dentista

Adriana Quintella Ozi advogada R. Vicente Eugênio Piedade, 230 - Vila Barth CEP 18205-610 - ITAPETININGA -SP e-mail: adrianaozi@aei.com.br

(15) 3272-4447 LUIZ GONZAGA LISBOA ROLIM SEPTIMIO FERRARI FILHO Direito Família - Criminal - Trabalhista - Tributário Justiça Federal - Sustentação Oral nos Tribunais

Rua Major Fonseca, 85 SL 1-2 e 3 Sobreloja CONSULTAS COM HORA MARCADA E PARECERES - ESTACIONAMENTO PRÓXIMO

Fones: 3271-1331 Fax: 3272-5128 José Hércules Ribeiro de Almeida Uedney Junqueira do Amaral ADVOCACIA GERAL Escrit. Av. Domingos José Vieira, 1561 - fone/fax 3271-3062 Resid. R. Leonor A. Camargo, 166 - Fone: 3272-5437 CEP: 18200-000 - ITAPETININGA/SP

DR. VITOR CAMARGO HOLTZ MORAES OAB Nº 134.223

Advocacia Cívil, Criminal e Trabalhista e-mail: vitorholtz@ig.com.br R. Adolfo Arruda Melo, 210 - Jd. Italia Fone/Fax: (15) 3272-9300 / Cel. 9715-4602

Itapetininga -SP CEP 18201-750


página 8

FOLHA DE ITAPETININGA Terça-feira 12 de março de 2013

Edição nº 6.360

A SANTA TIA AVELINA CALEIDOSCÓPIO 860 - DR. BASTOS

Modesta, carinhosa e prestativa, minha tia Avelina, irmã de meu pai vivia com seus dois filhos dos proventos que recebia da pensão deixada pelo marido falecido, que era agente dos correios. Os dois filhos Roney e Hilton foram estudantes, tendo o primeiro falecido de febre tifóide aos dezesseis anos. O segundo completou o curso de Formação de Oficiais da Força Pública do Estado do Pará, tendo chegado, apesar das dificuldades, ao posto de 1º. Tenente. Tornou-se escravo da indesejável cachaça tomando a cada dia mais. Certa vez tia Avelina foi chamada, pois seu filho se encontrava em estado pré-comatoso devido à ingestão de considerável quantidade da droga da qual já se tornara dependente..Seu calvário já se iniciara.Foi

ciente e tolerante tinha muita fé no Sagrado Coração de Jesus, sendo membro da irmandade. e por quem dedicava pelo menos meia hora de leitura todos os dias. Dr. Bastos Tio Ilton que era AJORI 372 rebelde, no que diz recolher o filho que se respeito a religião, ree n c o n t r a v a b ê b a d o agiu aos primeiros numa vala da Avenida dias de catequese. Tia Tamandaré que só se Avelina que assumiu encontrava seca no integralmente os cuimomento da maré va- dados do filho, teve zante. E Belém, como a satisfação de vê-lo até hoje, chove todas tornar-se abstêmio do álcool e aceitar proas tardes. Certa vez, porém, gressivamente a cateos problemas se agra- quese da mãe. De irascível e mau varam, pois da queda resultou numa fratura humorado, tornou-se completado fêmur di- manso eterno, tomanreito. Nesse tempo, lá do interesse por trese vão quarenta e mais chos religiosos da Bíanos, o tratamento or- blia, indicados princitopédico dessa terrível palmente por sua calesão, era constituído tequista e mãe. Ao completar os pela imobilização com gesso no membro in- dias da imobilização, teiro, até a bacia. O sempre sob a orientamartírio duraria no- ç ã o d a v e n e r a n d a venta e alguns dias e mãe, criou um grupo esse foi o tempo de e uma vez por semas a n t i f i c a ç ã o d e t i a na, reunia-se com toAvelina. Religiosa, pa- dos os membros, para estudos religiosos. Eis o milagre do amorAlbuquerque materno. Newton

Pessoas estão morrendo por motivos banais Nos últimos dias, os jornais de chamada "Grande Imprensa", voltaram a noticiar crimes chocantes, praticados não só por assaltantes , mas sim, por parentes, por namorados, enfim, por pessoas que até há pouco, estavam juntas e demonstravam afeto. Muitas pessoas estão matando outras pessoas "a troco de nada", como se a vida humana fosse um simples brinquedo. E muitas vezes, quando não se mata fisicamente, se tentar matar moralmente, com intrigas e calúnias que destroem o conceito das pessoas, acabam com a estabilidade das famílias e comprometem o futuro dos supostos envolvidos. Onde será que o ser humano quer chegar ? Será que as coisas mais importantes da nossa existência, que são a

COLUNA DO ENSINO

ALFABETIZAÇÃO - TEMA PALPITANTE to.

Newton Albuquerque sáveis. Estivemos no magistério desde 1951, fomos professor alfabetizador, a das séries seguintes do antigo ensino primário, diretor de Grupo Escolar por mais de dez anos e, naqueles tempos, a maioria dos alunos era alfabetizada no 1º ano, aos 7 anos de idade.Agora a meta será, por medida provisória, aos 8 anos. Será que aconteceu o “emburrecimento genético da população ?”( frase por nós ouvida,certa ocasião, na Secretaria da Educação Estadual) , em outro contex-

E vejam,agora, a alfabetização está começando no último ano da PréEscola,hoje denominado 1º ano, no total de nove do Ensino Fundamental. Aos 8, o aluno estará no terceiro ano. Uma coisa achamos estranha – prazo por lei ?. E o que acontecerá para os professores, qual o castigo se tal meta não se realizar ?

vida, o sentimento e a solidariedade, de repente passam a virar meras palavras para muitos ? Muitas pessoas querem justificar suas atitudes, pelos reveses que enfrentaram na vida. Postura equivocada. O dinheiro a gente perde, mas pode ganhar outra vez. Enquanto tivermos dois braços para trabalhar, inteligência e coragem, sempre haverá esperança. Insucessos financeiros atingem quase todas as pessoas, em diferentes fases de suas

Silas Gehring Cardoso é redator chefe dos jornais Folha de Itapetininga e Tribuna Popular e presidente da AJORI Associação dos Jornalistas e Radialistas da Região de Itapetininga.

UM POUCO DE HUMOR Como matar uma bara-

ROUPAS E CALÇADOS INFANTIS MODA GESTANTE JOVEM E ADULTO SETOR DO BRANCO PARA QUEM USA BRANCO NO DIA A DIA

ta. Você sabe como matar uma barata,usando sal, pinga, fósforo e pedra ? Você coloca tudo no chão, na sequência citada. A barata come o sal pensando que é açúcar, fica com sede e bebe a pinga,pensando que é água, fica bêbada,tropeça no palito de fósforo, bate a cabeça na pedra e morre de traumatismo craniano.

AUTO POSTO PAQUETÁ 24 HORAS

Vemos, frequentemente, a imprensa escrita abordar o assunto,mesmo não sendo a especializada , tratando da questão da alfabetização,como realmente merece ser tratada, isto é, com ênfase,frequência e destaque ,como o artigo publicado na revista “Veja” desta semana que se finda, de autoria de Nathalia Butti. “Ao definir um novo plano que garanta a alfabetização das crianças até os 8 anos de idade,a meta já trará desvantagem na largada,porque nos colégios particulares,assim como em todo o mundo desenvolvido, elas chegam lá, no máximo, aos 7 anos”, afirma a articulista. Concordamos que devem ser previstas metas para a alfabetização, ponto que já foi controvertido principalmente em épocas não muito longínquas.Alguns diziam que a alfabetização iria até o fim da vida, o que seria deixá-la sem parâmetro, indefinida, sem metas respon-

Silas Gehring Cardoso Ajori - 033

vidas. É importante que se levante a cabeça e se siga em frente. As dificuldades fazem parte natural de nosso processo evolutivo. Nada justifica que a pessoa venha partir para o tráfico ou outras modalidades de crime. A ascensão financeira, a busca de um melhor padrão de vida, são desejos naturais. O progresso é uma lei natural da vida. Devemos busca-lo nos aspectos material, espiritual e intelectual. Às vezes, não conseguimos alcançar tudo o que queremos. Mas isso não pode, em hipótese alguma, servir de pretexto para buscarmos saídas menos dignas. Se as pessoas não entenderem uma realidade tão clara como essa, de nada adiantará o maior aparato policial para tentar garantir a segurança. A sociedade está doente porque as pessoas estão doentes "por dentro". É preciso centralizar mais atenção no ser humano. E esse é agora o maior desafio que temos pela frente.

Seu carro na melhor forma!

FONE: 3271-8011


Folha 12/03/2013