Page 1

FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 1º de dezembro de 2016

página 1

FOLHA DE ITAPETININGA Edição nº 6.899

ANO XLVII / Nº 6.899 / 46 ANOS - COM ITAPETININGA E REGIÃO

Itapetininga,Quinta-feira, 1º de dezembro de 2016

www.folhadeitapetininga.com.br / Comercial@folhadeitapetininga.com.br

Jornalista responsável: José Octavio Salem Cerqueira

Aprovado o Orçamento de Itapetininga para 2017 com emendas para a Guarda Municipal e Agricultura Nesta última segundafeira, 28 de novembro de 2016, aconteceu a Segunda Discussão e Votação das Diretrizes Orçamentárias e da Lei Orçamentária para o Município de Itapetininga em 2017. A Câmara Municipal de Itapetininga aprovou os Projetos de Lei 89/2016,de autoria do Poder Executivo, dispondo sobre as Diretrizes Orçamentárias para a elaboração da Lei Orçamentária do Exercício de 2017; e 90/ 2016, também de autoria do Poder Executivo, que estima a receita e fixa a despesa do Município para 2017. O valor é de R$ 436.850.000,00, sendo R$

379.255.000,00 para o Poder Executivo- Administração Direta; R$ 46.850.000,00 para o SEPREM- Serviço de Previdência Municipal e R$ 10.745.000,00 para o Poder Legislativo. Foram apresentadas e aprovadas emendas, respectivamente, de autoria do Vereador Itamar José Martins, acrescentando o valor de R$ 300.000,00 para a aquisição de equipamentos para a Guarda Municipal, e do Vereador Antonio Carlos Marconi, acrescentando o valor de R$ 200.000,00, para a aquisição de trator e implementos para obras nas vias rurais.

Hoje, homenagens na Câmara Municipal de Itapetininga Na noite de hoje, às 20 hs., no Plenário “Humberto Pellegrini”, a Câmara Municipal de Itapetininga prestará homenagens com entrega de Título de Cidadania e Medalha de Mérito. O título de Cidadania Itapetiningana será entregue à drª Mônica Guarnieri Machado, nascida em Botucatu, mas de família de Itapetininga.Ela realiza valioso trabalho na ONG internacional “Médicos sem Fronteiras”. A Medalha de Mérito “Dr.Júlio Prestes de Albuquerque” será entregue ao dr.Roberto Soares

Hungria,cirurgiãodentista,presidente do Museu da Imagem e do Som ( MIS ),de Itapetininga,também membro da Academia Itapetiningana de Letras. A primeira homenagem se fundamenta em projeto de decreto legislativo do vereador Antônio Fernando Silva Rosa Júnior. A segunda é de autoria do vereador Marcus Tadeu Quarentei Cardoso. O convite para a solenidade desta noite é da vereadora Maria Lúcia Lopes da Fonseca Haidar, presidente da Câmara Municipal .

Incêndio em residência da Vila Olho D’Água Na manhã da última 2ª feira, 28, por volta das 11 hs.,ocorreu um incêndio numa residência da Rua Argemiro Vieira de Moraes, na Vila Olha D’Água, movimentando providências dos bombeiros

militares. Houve danos em cômodos da casa,mas sem registro de vítimas pessoais, embora uma mulher que estava no local fosse retirada. Ignora-se o que teria causado o incêndio.

Obras de revitalização do Calçadão : paralisação e problemas A prefeitura,como noticiamos há dias,com fotos, deu início às obras de revitalização e modernização do Calçadão José Bonifácio. Mas, nos últimos dias estas obras,observadas com otimismo e elogios pela população, foram paralisadas, motivando indagações ,críticas e cobranças. Inclusive, a remoção dos antigos postes de estilo colonial foi feita parcialmente, “ sobrando alguns” entre as Ruas Saldanha Marinho e Campos Sales.Onde houve remoção,entre as Ruas Monsenhor Soares e Saldanha Marinho, ficaram os “buracos” da base. E, agravando o atual estado de abandono, foi efetuada nestes dias a remoção de parte do novo pavimento defronte a agência do

Banco Itaú, cujos “serviços” foram cercados com cones plásticos e estão, também, em estado de abandono. Vale lembrar que as lajotas do revitalizado pavimento do Calçadão não são cimentadas na base e, sim, encaixadas ou justapostas. Nesta “obra” defronte o Itaú, o desencaixe das lajotas pode “contaminar” e danificar o restante deste tipo de pavimento. Com a palavra a Secretaria Municipal de Obras e Serviços.... A atual administração tem mandato até o próximo dia 31 de dezembro e a população espera,como cobra,que ,até lá, várias obras de responsabilidade da prefeitura sejam concluídas,como prometidas,como citaremos nas próximas edições.

Alunos da Escola de Música realizam apresentação Evento é gratuito e acontecerá no Centro Cultural Os alunos da Escola Livre de Música Municipal ‘Maestro José Soares’ começam hoje (quarta-feira, 30), uma série de apresentações musicais. O evento vai até o dia 9 de dezembro, com exibições gratuitas e abertas ao público das 20h às 22h, no

Centro Cultural e Histórico ‘Brasílio Ayres de Aguirre’. Confira a programação: 05 de dezembro: violino, piano e saxofone 06 de dezembro: percussão, piano e violão 07 de dezembro: flauta doce, percussão, sax e piano 08 de dezembro: violino,

FALECIMENTOS MAXIMIANO PONTES MARQUES Dia 29, em Itapetininga, aos 70 anos de idade, casado com a srª Tania Peixoto Marques.Deixou os filhos Marcos, Marli, Valdete, Valter, Mauricio,Débora,Rosana, Patricia, Thais, Thamires, Douglas e Damaris. Sepultamento dia 30, às 10 hs., no Cemitério Jardim Colina da Paz,em Itapetininga. SERGIO RODRIGUES DE CAMARGO Dia 29,em Itapetininga, aos 61 anos de idade,de união estável com a srª Izabel do Carmo Santos. Deixou a filha Claudia.Sepultamento dia 30, às 17 hs;, no Cemitério

flauta transversal e sax 09 de dezembro: coral de vozes

O Centro Cultural fica no Largo dos Amores, s/n. Telefone 3272-3401.

Municipal São João Batista,em Itapetininga. MARIA ODILIA DE CAMARGO Aos 72 anos de idade, dia 29,em Itapetininga, casada com o sr. Benedito Vieira Pedroso.Deixou os filhos José Carlos,Edson, Amauri e Neide . Sepultamento dia 30, às 16 hs. , no Cemitério Municipal São João Batista,em Itapetininga. AMÁLIA DA CONCEIÇÃO ROLIM Dia 30,em Itapetininga,aos 94 anos de idade,viúva do sr. Antonio Rolim de Goes. Deixou os filhos Pedro, Eloisa e José. Sepultamento dia 1º/12, às 14 hs., no Cemitério Municipal São João Batista,em Itapetininga.


página 2

Edição nº 6.899

FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 1º de dezembro de 2016

Fibria promove o primeiro Encontro Regional de Agricultura Familiar em Capão Bonito (SP) Duzentas famílias são beneficias pelas ações do PDRT - Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial, na região. Com o intuito de proporcionar conhecimento técnico e promover o intercâmbio de informações que contribuam para o desenvolvimento da agricultura familiar, a Fibria, empresa brasileira líder mundial na produção de celulose de eucalipto, por meio do PDRT Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial, realizou em 24 de novembro, o primeiro Encontro Regional de Agricultura Familiar, em Capão Bonito (SP).

“O objetivo foi proporcionar capacitação e acesso a informações técnicas que possibilitem o fortalecimento da agricultura familiar na região. Alinhado à estratégia social da Fibria, que busca contribuir com o desenvolvimento das comunidades onde atua”, disse o consultor de Sustentabilidade da Fibria, Israel Batista Gabriel. Estiveram presentes no evento, o vice-prefeito de Capão Bonito, Marco Citadini, o presidente da Câmara de Vereadores, Matheus Francatto, representantes dos poderes executivo e legislativo, e o gerente-geral de Susten-

tabilidade da Fibria, Fausto Camargo. Com uma agenda diversificada composta por palestras, minicursos, mesa de discussões e rodada de negócios, o evento também reuniu acadêmicos, profissionais da área e agricultores familiares. O encontro aconteceu durante todo o dia na FATEC - Faculdade de Tecnologia de Capão Bonito, com a participação de profissionais de importantes instituições e empresas, como Sebrae/SP, Sindicato Rural de Capão Bonito, IBD – Instituto Biodinâmico, CATI – Casa de Assistência Integral, Arkhé Socioam-

biental, IAC – Instituto Agronômico, FATEC – Faculdade de tecnologia, Rede de Cidadania Ativa e SENAR/SP. PDRT O PDRT, realizado desde 2010, promove o desenvolvimento local, por meio do fortalecimento das associações comunitárias e de suas redes, com apoio às cadeias produtivas e capacitação técnica das famílias de pequenos agricultores. Entre as atividades do programa, estão o cultivo de legumes, hortaliças e a melhoria do manejo da pecuária leiteira. No total, 200 famílias, de seis comunidades, são beneficiadas

pelas ações do PDRT na região de Capão Bonito. Sobre a Fibria Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos oriundos da floresta. Com capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. A com-

panhia possui 969 mil hectares de florestas, sendo 568 mil hectares de florestas plantadas, 338 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental e 63 mil hectares destinados a outros usos. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 40 países. Em maio de 2015, a Fibria anunciou a expansão da unidade de Três Lagoas, que terá uma nova linha com capacidade produtiva de 1,95 milhão de toneladas de celulose por ano, e entra em operação no quarto trimestre de 2017.

Movimento nos shopping durante Black Friday foi 2,8% menor em 2016 Apesar da baixa na comparação entre 2016 e 2015, a data mostrou que continua sendo capaz de ampliar a presença de consumidores O fluxo de visitantes nos shopping centers do País durante a sema-

Vendo em Sarapuí SP Casa com 65m², terreno de 125M², 2 dts, azulejada, acab em gesso, portas de madeiras dok tudo ok R$150 mil (015)99604.0391

PRECISA-SE; PESSOA COM MOTO Trabalho Temporário Masculino / Feminino 1° Etapa - Bairros de Itapetininga Remuneração a combinar. Contato: 3272.3795 / 3271.7283 - André

ARTE EM PLANTAS COMERCIO E SERVIÇO LTDA – ME, firma estabelecida na cidade de Itapetininga/SP, no SITIO SAO PEDRO, S/N – VATINGA – CEP 18200 999, inscrita no CNPJ sob o nº 11.786.442/0001-21 e com Inscrição municipal 0-27.796-00-00, através do seu proprietário ERIC JOSE MOURAO MIRANDA, DECLARA que encontram extraviados os Talonários de Notas Fiscais série A dos nº 001 a 090 com todas as notas fiscais emitidas e escrituradas e as notas dos nº 091 a 250 em branco, sem serem utilizadas, sendo que não se responsabiliza pelo uso indevido dos mesmos.

Redação Administração, Publicidade: Rua Saldanha Marinho, 532 - Centro • Fone/Fax: (15) 3271-1576

Registrado no Cartório Oficial de Registro de Pessoa Jurídica de Itapetininga sob o nº 004437

homepage: http://www.folhadeitapetininga.com.br e-mail: redacao@folhadeitapetininga.com.br Diretor e Jornalista Responsável: José Octávio Salem Cerqueira Registro nº 52.755/SP Redator Chefe: Silas Gehring Cardoso Repórter: Jorge Luiz de Almeida - MTB 0071025/SP Diretor Comercial - Carlos Renato M. Gomes, José Raimundo Correia Diagramador e WebMaster: Henrique J.O. Almeida

Colaboradores Alberto Isaac, Carlos José de Oliveira, Dirceu de Campos, Dr. Bastos, Dr. Jorge Paunovic, Manoel Silvério, Marcos Cintra, Maria do Carmo A. Franco, Waldomiro B. Carvalho, Monica Chirosa, Prof. Newton Albquerque, Theothonio Afonso Pereira Jr., Pr. André Rogério Ribeiro Pacheco. Tiragem 8 mil exemplares Representante Exclusivo: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Brasília. Consórcio Brasileiro de Imprensa - CBI - Av. José Maria Whitaker, 890 CEP: 04057-000 - SÃO PAULO - SP FONE: (11) 5589-4643 - FAX (11) 5589-4662 A redação nao se reponsabiliza pelos conceitos e artigos assinados. Fica esclarecido que os colaboradores com colunas assinadas não tem vínculo empregatício com a Editora Folha de Itapetininga Ltda, exceto os que tiverem contrato assinado com a mesma.

na promocional da Black Friday de 2016 foi 2,8% menor do que no mesmo período de 2015. Os dados fazem parte de pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 30, pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) em parceria com a consultoria FX Retail Analytics. De acordo com o levantamento, a Região Sul registrou retração de 3,54% na quantidade de visitantes, a maior baixa no período,

seguida pelo Nordeste, com decréscimo de 2,7% e Sudeste, recuo de 2,65%. Apesar da baixa na comparação entre 2016

e 2015, a data mostrou que continua sendo capaz de ampliar a presença de consumidores aos shopping centers. Na comparação entre o flu-

xo de visitantes durante a semana promocional da Black Friday e a semana imediatamente anterior, o aumento foi de 10,79%.


FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 1º de dezembro de 2016

página 3

Edição nº 6.899

Beneficiários do Bolsa Família são investigados pelo MPF As suspeitas começaram depois de um cruzamento entre dados disponibilizados pelo Portal da Transparência e por instituições públicas Beneficiários do Bolsa Famíliado, programa do Governo Federal, estão sendo investigados pelo Ministério Público Federal (MPF). O objetivo é identificar quem está recebendo o benefício indevidamente. De acordo com a investigação, a lista é extensa no Sertão de Pernambuco. As suspeitas começaram depois de um cruzamento entre dados disponibilizados pelo Portal da Transpa-

rência e por instituições públicas. Segundo o G1, cerca de 870 mil beneficiários do programa são investigados em todo o país. Estas pessoas estariam com o perfil econômico bem acima do aceitável para a participação no programa. Em Petrolina são 2.166 recebedores suspeitos, uma soma de mais de R$ 7,2 milhões. Entre esses suspeitos, estão empresários e até servidores públicos. Em Afrânio, são 406 suspeitos, totalizando mais de R$ 1,5 milhão. Em Dormentes, são 190 suspeitos e R$ 597.343,00. Em Lagoa

Grande, existem 366 suspeitos e a soma equivale a mais de R$ 1,5 milhão. Em Santa Maria da Boa Vista, são 739 suspeitos com uma soma de mais de R$ 3 milhões. “Esses benefícios serão triados, porque às vezes o próprio sistema já detecta esta irregularidade e já cancela. E destes que ainda estão ativos vão ser feitas visitas domiciliares pelos municípios pelas equipes de Assistência Social. Aí vão constatar ou não a irregularidade no benefício”, disse a procuradora da República, Polireda Madaly Bezerra de Medeiros.

Alemanha descobre terrorista trabalhando em serviço de inteligência O suposto terrorista estaria planejando um ataque a bomba contra a sede do órgão, na Colônia Enquanto a Alemanha luta para combater o terrorismo no Oriente Médio, uma grande ameaça

foi encontrada pelas autoridades nacionais dentro do seu serviço de inteligência, um suposto extremista islâmico que pretendia realizar atentados no estado de Renânia do Norte-Vestfália, no oeste do país.

O suposto terrorista, um agente de 51 anos do Escritório Federal para a Proteção da Constituição (Bundesamt für Verfassungsschutz), estaria planejando um ataque a bomba contra a sede do órgão, na Colônia. "O Escritório Federal para a Proteção da Constituição conseguiu expor um possível islamita entre seus funcionários", afirmou a agência, informando que o suspeito foi detido após ser flagrado

compartilhando informações confidenciais em chats da internet, utilizando diferentes apelidos. De acordo com a mídia alemã, o agente que começou a trabalhar no serviço de inteligência alemão em abril deste ano, tinha como objetivo coletar informações sensíveis para promover o ataque em Colônia. Ele tinha como função observar a situação do extremismo islâmico na Alemanha. (sputnik)

CROSP-5.209

Clinica Ger al - Or todontia Geral Ortodontia Implantes

Cirurgias Avançadas Vende-se 7 galoes de defensivo Agricola GLIZ MAX fone: 96204484 Vende-se 30 novilha Nelore 96204484

Dr. Carlos Alberto do Nascimento Telefone para Contato ( 3271-0889 Rua Alberto Ernesto Güinter, 22 - Rechã - Tel.: 3307-3152 Rua Natal Favalli, 519 - Angatuba - Tel.: 3255-1205 Rua Monsenhor Soares, 1.032 - Centro - Itapetininga/SP


página 4

Edição nº 6.899

FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 1º de dezembro de 2016

Leis da Bolívia exigem que avião tenha combustível extra para voo Legislação da Bolívia determina que aeronave tenha combustível necessário para chegar ao aeroporto de destino e para mais 45 minutos de voo adicionais As leis da Regulamentação Aeronáutica Boliviana (RAB) determinam que aeronaves que decolem do país tenham combustível suficiente para chegar ao destino, a um aeroporto alternativo e para 45 minutos de voo a mais.

"Nenhum voo será iniciado a menos que, levando-se em conta as condições meteorológicas e todo atraso que se preveja em voo, o avião leve combustível suficiente para completar o voo sem perigo", informa o decreto. Segundo o G1, as leis aeronáuticas obrigam que um avião deva seguir as regras do aeroporto em que decola. A tragédia, envolvendo a queda do

avião que transportava a equipe da Chapecoense nesta terça-feira (29), deixou 71 mortos e seis sobreviventes. A tripulação relatou ao controle de tráfego aéreo que estava a aeronave estava sem combustível e que sofreu uma pane elétrica ao se aproximar de Medellín, na Colômbia. O piloto teria pedido prioridade para aterrissar mas, em seguida, o contato com controle de tráfego aéreo foi perdido.

Bombeiro mata policial Assembleia aprova projeto civil após confundi-lo de Alckmin para venda de áreas públicas com criminoso

Em depoimento, o bombeiro sustentou ter agido em legítima defesa, já que o agente teria feito o movimento de pegar a sua arma na cintura Um policial civil foi morto na tarde desta terça-feira (29) após ter sido confundido com um criminoso e acabar atingido por tiros disparados por um bombeiro. O agente Eugênio Fernando Gonçalves, de 49 anos, participava de uma diligência na Vila Formosa, na zona leste de São Paulo, quando foi alvejado pelo bombeiro militar Reinaldo Renato da Silva, que foi preso em flagrante. De acordo com informações registradas no boletim de ocorrência do caso, Gonçalves andava pela Rua Aldino por volta das

17 horas quando um carro modelo Golf de cor preta parou ao seu lado e o condutor fez os disparos. O agente, lotado na 2ª Assistência Operacional Policial, da Departamento de Capturas (Decap), tentou se proteger atrás de um veículo, mas acabou sendo novamente atingido, tendo caído sem vida na pista na sequência. Imagens de câmeras de segurança da rua coletadas por investigadores mostram o momento da ocorrência. O bombeiro se aproxima do corpo e retira a arma do policial. À polícia, Silva alegou que a situação havia começado instantes antes quando o agente teria feito um disparo e atingido de raspão uma mulher na região. O militar, sem saber

que se tratava de um agente, o perseguiu e atirou contra ele. Em depoimento, o bombeiro sustentou ter agido em legítima defesa, já que o agente teria feito o movimento de pegar a sua arma na cintura, momento em que foi atingido. A tese não convenceu a polícia. Para a delegada Thalyta do Carmo Queiroz, do 56º Distrito Policial (Vila Formosa), Silva deixou de seguir o protocolo. "Não houve tempo hábil para cumprimento do protocolo policial padrão onde a abordagem inclui como primeiro ato a identificação policial. Também se faz possível observar que o policial civil não possui nenhuma arma em suas mãos durante a ação delitiva", escreveu no boletim.

Proposta determina a venda de 79 áreas públicas paulistas AAssembleia Legislativa de São Paulo aprovou nesta quarta-feira, 30, projeto de lei do governador Geraldo Alckmin (PSDB) para a venda de 79 áreas públicas paulistas, 12 das quais de institutos de pesquisas agrícolas. Dos 62 deputados que se manifestaram, 42 parlamentares e o presidente da Casa, Fernando Capez (PSDB), votaram sim e o restante optou por rejeitar a proposta. Os deputados aprovaram ainda, de maneira simbólica, uma emenda aglutinativa que retirou quatro áreas de centros de pesquisa, localizadas nas cidades de Gália, Piracicaba, Ribeirão Preto e Brotas. O polêmico PL 328 foi protocolado em abril e, com a venda das áreas consideradas "inservíveis ou de pouca serventia", Alckmin estimava arrecadar até R$ 1,43 bilhão para o caixa do governo, R$ 1,2 bilhão apenas com a alienação das áreas agrícolas. Esse valor não deve ser atingido por causa das áreas

retiradas, mas deve ser elevado, pois as de alguns institutos, como a do Centro de Engenharia e Automação (CEA), em Jundiaí, são altamente valorizadas. Um texto final do projeto aprovado deve ser redigido pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia e encaminhado para a sanção do governador. A aprovação decepcionou pesquisadores que estavam na sessão realizada na tarde de hoje. Os mesmos cientistas recorreram à Justiça quando o projeto foi protocolado e até conseguiram suspender a tramitação da proposta no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), mas o próprio Judiciário autorizou a retomada para a votação. No encaminhamento de votação, além das críticas de parlamentares da oposição, deputados citaram o artigo 11 do projeto, o qual prevê que o governador não peça autorização à Assembleia para a venda de qualquer imóvel público até 5 mil metros quadrados. "Esse artigo é um

cheque em branco para que o governador faça alienação de outros imóveis sem que haja autorização", disse o deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL). "Não é momento de vender; precisamos saber para onde vai o dinheiro, para depois pensar na alienação, que é cheque em branco", emendou Jorge Caruso (PMDB). Já o deputado estadual Carlos Neder (PT), que liderou uma campanha contra a aprovação do projeto, afirmou que "o governo não investiu nos institutos de pesquisa, não modernizou". "Agora, utiliza o discurso de que estão defasados e não dialoga com a sociedade como argumento para vendêlos". O parlamentar criticou ainda o deputado estadual Luiz Fernando Machado (PSDB), eleito prefeito de Jundiaí (SP), que prometeu na campanha tentar evitar a venda do centro de pesquisas na cidade e que não votou hoje. "Ele está nos Estados Unidos agora", criticou Neder.


FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 1º de Dezembro de 2016

página 5

Edição nº - 6.899

Saúde Epidemia global de HPV já infectou dez milhões de brasileiros Na maioria dos casos, o organismo consegue se livrar do vírus naturalmente Um micro-organismo dezenas de milhares de vezes menor do que um grão de areia está no cerne de um dos grandes desafios da saúde no Brasil. As infecções pelo HPV (sigla em inglês para papilomavírus humano) são as mais comuns das doenças sexualmente transmissíveis. Oito em cada dez mulheres e homens já entraram ou entrarão em contato com o vírus. São 10 milhões de infectados no país, 600 milhões no mundo. Na maioria dos casos, o organismo consegue se livrar do vírus naturalmente. Quando ele persiste, no entanto, torna-se um perigo. A consequência mais nefastas da contaminação pelo HPV é o câncer de colo de útero, a terceira neoplasia mais frequente e a quarta causa de morte por câncer entre as brasileiras. Ao longo de 2016, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), 16.340 mulheres

devem receber o diagnóstico da doença e 5.430, morrer por causa dela no país. Essa, no entanto, está longe de ser a única ameaça do HPV. Ao lado do cigarro, o microorganismo é o principal fator de risco para tumores malignos em geral. O HPV está associado também ao câncer de ânus, orofaringe, vagina, vulva e pênis. Há pelo menos 150 tipos de HPV. Quarenta deles estão concentrados na região genital. Altamente contagioso, o vírus se dissemina pelo contato com uma lesão (a menor que seja, imperceptível até) na pele ou mucosa. A infecção pode, portanto, acontecer pelo toque genital-genital, oral-genital e até manualgenital -ou seja, sem a ocorrência de penetração. Para se ter uma ideia, metade das mulheres é infectada antes mesmo da primeira relação sexual. Se o sistema imunológico não debelar o vírus por

conta própria, a contaminação pelo HPV apresenta basicamente três manifestações. A forma clínica é caracterizada pelo aparecimento do condiloma acuminado (do latim "condyloma", tumor duro, e "acuminare", tornar pontiagudo). Facilmente identificada, a verruga genital é a ocorrência mais típica do HPV, conhecida também como crista de galo, figueira ou cavalo de crista. Seu risco de transmissão gira em torno de 65%. A manifestação subclíni-

Quatro coisas que as melhores dietas têm em comum

Com as festas de fim de ano chegando, talvez seja melhor seguir estas dicas para garantir que continue em forma Quando o assunto é dietas e perder peso, há muita informação, às vezes contraditórias, por aí. Mas o cientista especialista em nutrição e professor de medicina na Universidade de Stanford Christopher Gardner recente-

mente contou ao Live Science que as melhores dietas para perder peso têm sempre quatro coisas em comum. Reforçando que não há uma dieta ideal para todos, mas uma adequada a cada pessoa, admite que as melhores dietas têm alguns fatores em comum: encorajam as pessoas a comer muitos vegetais, evitar os açúcares adicionados e cortar nos carboidratos refi-

nados. Outros investigadores destacam a importância de aumentar o consumo de proteína magra e de fibra e a substituição de gorduras saturadas por gorduras monoinsaturadas. Preferir as leguminosas e carboidratos integrais e ter atenção às porções e construção dos seus pratos, também pode ajudá-lo a perder peso.

ca é marcada pela ocorrência das chamadas verrugas planas, lesões não visíveis a olho nu e encontradas apenas sob as lentes de um colposcópio, aparelho capaz de aumentar em até 40 vezes o poder de visão do médico. A probabilidade de transmissão é de 25%. Há ainda a forma latente, na qual, o vírus fica "adormecido", sem causar danos. Nesse caso, a infecção não é transmissível e só pode ser detectada mediante a análise da presença de DNA viral. De todas as versões do HPV, duas (6 e 11) estão associadas a 90% dos casos de verrugas genitais. Outras duas (16 e 18) respondem por 70% das ocorrências de câncer de colo de útero (ou cervical). Essas duas últimas estão também presentes nos tumores malignos de ânus, vagina, vulva, orofaringe e pênis. PREVENÇÃO O Brasil já dispõe uma vacina contra esses quatro subtipos de HPV. Como a maioria das contaminações ocorre nos primeiros anos da vida sexual, o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, preconiza a vacinação de meninas de 9 a 14 anos. "Se conseguirmos atingir a meta de cobertura de 80%, daqui a dez anos teremos uma geração livre do HPV", diz a epidemiologista Carla Domingues, coordenadora do PNI. A vacinação contra o vírus está disponível no Sistema Único de Saúde desde 2014. Até agora 48% do público-alvo está imunizado contra o HPV. Ou seja, pouco menos da metade das garotas brasileiras de 9 a 14 receberam as duas doses da vacina -a segunda, seis meses depois da primeira. Todos os anos, 530 mil mulheres recebem o diagnóstico da doença e 265 mil morrem em decorrência dela no

mundo. A prevenção à doença, no entanto, não se faz apenas com a imunização contra o HPV. O uso do preservativo pode ajudar, mas o papanicolau é imprescindível, alerta o ginecologista Sergio Podgaec, do Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Baseado na coleta e análise das células do colo de útero, esse exame é a principal arma na detecção precoce de lesões precursoras de câncer, como as causadas pelos HPV-16 e HPV-18. As diretrizes de ginecologia indicam o exame para mulheres de 25 a 64 anos, no seguinte esquema: uma análise por ano, durante dois anos. Se ambas derem negativo para câncer cervical, a periodicidade passa a ser a cada três anos. Entre todas as neoplasias, os tumores malignos de colo de útero estão entre as mais lentas. Levam em torno de 15 anos para chegar ao estágio avançado. Ou seja, fazendo o papanicolau de três em três anos, a paciente tem cinco chances, no mínimo, para flagrar a doença. O câncer de colo de útero é raro até os 30 anos: o pico de incidência se dá entre 45 e 50 anos. SEXO ORAL No Brasil, as diferenças entre regiões em relação à prevenção da doença são gritantes. O Nordeste, por exemplo, registra pouco mais do dobro de casos da doença que o Sudeste. Isso decorre da desigualdade na realização do exame preventivo. Há quem faça demais e quem faça de menos. Nos rincões do país, sobretudo no Norte, há localidades em que as mulheres nunca se submeteram a um papanicolau. Em outras, elas fazem os exames todos os anos, antes dos 25 anos. Isso sem contar as falhas na coleta e na análise do material encaminhado para avaliação. Especialistas estimam que, de cada 10 resultados

negativos, 6 estejam errados. É um perigo. Nada menos do que 60% das mulheres que fazem o exame acreditam não estar doentes, quando estão. Assim, "uma doença banal, que pode ser evitada com vacina e exame preventivo" continua a matar as brasileiras, especialmente as mais pobres, diz o ginecologista e professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) Jesus Paula Carvalho, chefe do serviço de ginecologia oncológica do Instituto do Câncer de São Paulo Octavio Frias de Oliveira (Icesp). Nos países nórdicos, bem estruturados do ponto de vista socioeconômico, com sistemas de saúde organizados e populações pequenas e bem informadas, a estimativa é de que a combinação de vacina e papanicolau reduza a mortalidade por câncer cervical em até 80%. Os prestigiosos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos Estados Unidos, estimam que, em 2020, os casos de câncer de orofaringe devem superar em 35% os de colo de útero. Esse aumento está relacionado à prática de sexo oral. Estudos americanos indicam que o número de jovens adeptos da prática quintuplicou desde as décadas de 1940 e 1950. Artigo publicado na revista científica British Medical Journal, mostra que quem já tinha feito sexo oral com quatro ou mais pessoas tinha um risco três vezes maior de ter câncer na orofaringe. No mesmo artigo, o médico cita um levantamento sueco segundo o qual, em 1970, o HPV estava presente em 23% dos casos de câncer de orofaringe. Em 2006 e 2007, esse índice chegava a 93%. Com informações da Folhapress.


página 6

Edição nº - 6.899

FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 1º de Dezembro de 2016

Países decidem reduzir produção de petróleo e forçar alta dos preços Os termos desse novo acordo já tinham sido estabelecidos em setembro Os principais países produtores de petróleo acordaram ontem (30), em Viena, reduzir a produção do óleo para diminuir a oferta e, assim, forçar a alta dos preços da commodity. A decisão foi aprovada durante a 171ª reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), que ocorre em Viena, na Áustria. Segundo a agência de notícias Bloomberg, a extração será reduzida em cerca de 1,2 milhões de barris diários. Com isso, a produção diária mundial não deverá ultrapassar 32,5 milhões de barris diários, embora a expectativa da própria Opep seja de um crescimento da demanda mundial em 2016 e em 2017. Os termos desse novo acordo já tinham sido estabelecidos em setembro, quando o grupo aprovou o chamado Acordo de Argel, estipulando um corte na produção e o teto entre 32,5 milhões e 33 milhões de barris extraídos por dia (bpd). O foco do Acordo de Argel, segundo

explicou hoje o presidente da conferência, o ministro da Energia e da Indústria do Qatar, Mohammed Bin Saleh Al-Sada, era “acelerar a retirada dos estoques, trazendo o reequilíbrio do mercado”. Nível de produção Um grupo de trabalho foi criado para estudar e recomendar a implementação do nível adequado de produção pelos países membros, discutindo o tema inclusive com representantes dos países produtores que não integram a Opep. “Esses esforços exaustivos para construir um consenso entre todos

os produtores têm sido vitais para o processo [de construção de um acordo]”, disse Al-Sada, comentando que limitar a produção de forma a “devolver uma estabilidade sustentável ao mercado” seria benéfico para as economias nacionais e mundial. De acordo com AlSada, o Acordo de Argel vinha sendo capaz de deter “a deterioração dos preços”, até que, em 14 de novembro, os preços voltaram a baixar. “É vital que os estoques comecem a cair. Então os preços co-

Avião que caiu com Chapecoense fez pouso no DF sem avisar torre

Caso aconteceu no dia 5 de outubro, no Aeroporto Juscelino Kubitschek O avião com prefixo CP-2933 da empresa Lamia, o mesmo que caiu e matou a delegação da Chapecoense na madrugada desta terçafeira (29), fez um pouso no Aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília, sem comunicar as autoridades brasilei-

ras. O caso aconteceu no dia 5 de outubro. De acordo com o blog Matheus Leitão, do G1, a aeronave aterrissou no Distrito Federal para reabastecer, mas sem avisar a torre de controle do aeroporto e muito menos o serviço de apoio do terminal. Na ocasião, o voo trazia a seleção da Bolívia ao Brasil para jogar uma partida válida

pelas eliminatórias da Copa do Mundo, em Natal, no dia seguinte. Como o aeroporto não fora avisado, o atendimento à delegação aconteceu em caráter emergencial, com apoio da Polícia Federal e da Receita. Ainda de acordo com o blog Matheus Leitão, o caso foi classificado por investigadores como “amadorismo”.

meçarão a subir e a estabilidade retornará ao mercado. Todos os produtores compreendem a gravidade da situação e todos os consumidores também devem compreendê-la”, acrescentou o ministro, citando a perspectiva de a demanda mundial, em 2040, ultrapassar os 109 milhões de barris de petróleo diários – mais de três vezes o limite estabelecido hoje. “Este crescimento exigirá investimentos significativos. Em geral, as necessidades estimadas de investimentos relaciona-

dos ao petróleo estão próximas de US$ 10 trilhões no período até 2040”, declarou Al-Sada, lembrando que, apesar das perspectivas otimistas para os produtores, os investimentos globais caíram entre 2015 e 2016 e especialistas afirmam que devem se manter nos atuais patamares por mais algum tempo. Ontem, ao se reunir com os chefes das delegações dos 14 países membros que chegavam a Viena para participar do encontro, o secretário-geral da Opep, Mo-

hammad Sanusi Barkindo, sinalizou com a possibilidade da entidade chegar a um acordo. Segundo a assessoria da própria Opep, Barkindo e o ministro dos Recursos Petrolíferos da Nigéria, Emmanuel Ibe Kachikwu, discutiram a situação do mercado mundial de petróleo e a necessidade dos produtores enfrentarem o excesso de oferta para tentar “equilibrar o mercado”. Para ambos, “a inação poderia levar a um terceiro ano sem precedentes de subinvestimento no setor, potencialmente prejudicando a oferta futura”. Criada em 1960, a Opep coordena a política petrolífera dos países membros, orientando a oferta de petróleo no mercado internacional, defendendo os interesses dos produtores sobre os preços. Atualmente, é integrada por 14 países membros: Angola; Arábia Saudita; Argélia; Emirados Arábes; Equador; Gabão; Qatar; Indonésia; Irã; Iraque; Kuwait; Líbia; Nigéria e Venezuela.

Caso medida seja sancionada, procuradores da Lava Jato vão renunciar

Declaração foi feita procurador da República, Carlos Fernando Lima, nesta quarta-feira (30) Em uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira (30), procuradores da Operação Lava Jato alegaram que podem renunciar coletivamente caso a proposta de abuso de autoridade entre em vigor. A medida foi in-

troduzida nesta madrugada, na Câmara dos Deputados. "Vamos renunciar coletivamente à Lava Jato caso essa proposta seja sancionada pelo presidente", declarou o procurador da República, Carlos Fernando Lima. Segundo a Folha de S. Paulo, na madrugada desta quarta-feira, o plenário da Câmara

dos Deputados votou emendas e derrubaram vários pontos importantes do pacote de dez medidas anticorrupção do Ministério Público. Entre as medidas tomadas, os deputados incluíram a emenda que torna possível a punição integrantes e magistrados do Ministério Público por crime de abuso de autoridade.


FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 1º de Dezembro de 2016

página 7

Edição nº - 6.899

Governo muda forma de pagamento de outorga de aeroportos O secretário de Política Regulatória de Aviação do ministério, Rogério Coimbra, disse que essa reformulação diminui o risco dos projetos O governo decidiu atender a um dos principais pedidos dos investidores interessados nos aeroportos brasileiros e mudou a forma de pagamento da outorga dos terminais. No próximo leilão, os concessionários terão que pagar 25% da outorga e 100% do ágio à vista, na data de assinatura dos contratos. Por outro lado, terão cinco anos de carência para começar a pagar o restante dos valores devidos. De acordo com o secretário de Fomento para Ações de Transportes do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Dino Antunes, não haverá pagamento de outorga nos cinco primeiros anos de concessão. Do 6.º ao 10.º anos, os desembolsos serão crescentes. Do 11.º até o fim da concessão, os valores a serem pagos serão iguais. "Além disso, o

resultado do ágio não vai alterar as obrigações ao longo da concessão, não vai gerar uma outorga mais alta nos próximos anos", explicou. O secretário de Política Regulatória de Aviação do ministério, Rogério Coimbra, disse que essa reformulação diminui o risco dos projetos. "Serão parcelas mais condizentes com a receita estimada para os aeroportos nos próximos anos. Haverá um esforço maior no início, mas, no restante da concessão, haverá um pagamento mais adequado ao fluxo de caixa esperado", disse. PDV Antunes disse ainda

que não houve redução no valor da outorga dos aeroportos, mas mudanças na forma de alocar os recursos. Em vez de pagar uma outorga mais alta, os concessionários terão de pagar despesas como a desocupação de áreas invadidas nos aeroportos e também os gastos da Infraero com o programas de demissão voluntária (PDV) da estatal. Coimbra afirmou que os novos concessionários terão que pagar R$ 340 milhões à Infraero para bancar as despesas com o PDV da empresa. A estatal possui 1.270 funcionários nos qua-

tro aeroportos que serão leiloados. Ele reiterou que a adesão ao programa é voluntária. "A Infraero vai receber esses recursos para adequar o efetivo. A concessionária paga e se desonera de obrigações futuras", afirmou Coimbra. "A regra nesse caso continua a mesma: a concessionária convida quem achar que deve para continuar a trabalhar no aeroporto. Aceita quem quiser. Quem não quiser, volta para a Infraero. E, quem quiser, pode aderir ao PDV." Antunes esclareceu que o concessionário não será responsável

pelo PDV. "Ele vai pagar os recursos para a Infraero usar. Se as despesas com PDV forem maiores que o valor pago, isso será um problema da Infraero. Se forem menores, a Infraero devolverá os recursos para o Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC)." Coimbra esclarece que a mudança no fluxo de recursos destinados à Infraero, passando diretamente dos concessionários para a estatal, era necessária para evitar a mudança de status da empresa. Antes, os concessionários pagavam os recursos para

o FNAC, e o governo transferia o dinheiro para a Infraero. Se continuasse a receber recursos do FNAC, a Infraero seria considerada uma empresa dependente (de recursos do Tesouro Nacional). Nesse caso, ela passaria a ser enquadrada como uma estatal que não possui receita própria, e todo o dinheiro arrecadado com taxas aeroportuárias deixaria de entrar no caixa da empresa e passaria a integrar o Orçamento da União. Com esse processo, a gestão de recursos pela estatal ficaria bem mais burocrática.

Câmara aprova PEC dos precatórios em 1º turno A proposta pretende ajudar os Estados a superar a crise fiscal A Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta quarta-feira, 30, em plenário, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que permite governadores e prefeitos usarem parte dos depósitos judiciais para pagar precató-

rios (dívidas judiciais de Estados e municípios). A proposta foi aprovada por unanimidade em 1º turno, com voto de 355 parlamentares presentes, e faz parte do rol de medidas para ajudar os Estados a superar a crise fiscal. Logo após a aprovação em primeiro turno, o plenário aprovou requerimento de "quebra de in-

terstício" para possibilitar a votação em segundo turno da PEC ainda nesta quarta-feira. A aprovação do requerimento é necessária para superar a exigência regimental de intervalo de pelo menos cinco sessões plenárias entre a primeira e a segunda votações de uma emenda constitucional no plenário.

A PEC já tinha sido aprovada pela Câmara no ano passado, mas teve de voltar a Casa, pois foi modificada no Senado. Entre as mudanças feitas por senadores está a redução de 40% para 20% do porcentual de depósitos judiciais que poderão ser usados para pagar dívidas privadas, ou seja, aquelas em que o po-

der público não é parte da ação. O Senado manteve o porcentual de 70% dos depósitos que poderão ser usados para quitar os precatórios. Durante a discussão na comissão especial na Câmara, deputados aprovaram o mesmo texto que

veio do Senado. Se aprovada em segundo turno, a proposta seguirá direto para promulgação. A medida conta com apoio de todos os partidos, pois a medida pode ajudar Estados e municípios a superarem a crise fiscal que vivem.

Auto Escola CFC A E CFC B

...40 anos de tradição Curso para renovação de carteira de habilitação diurno e noturno

Av. Francisco Válio, 438 - Centro- Itapetininga - SP Fone: (15) 3271-2273


página 8

Edição nº - 6.899

FOLHA DE ITAPETININGA Quinta-feira, 1º de Dezembro de 2016

Acordo de paz com FARC é aprovado pelo Senado colombiano

Acordo pretende pretende por um ponto final no conflito interno que dura há mais de 50 anos O Senado colombiano deu um primeiro passo para referendar o acordo de paz assinado na semana passada pelo governo e as FARC, ao aprovar o documento que pretende por um ponto final no conflito interno que dura há mais de 50 anos. O texto, renegociado para incluir propostas da oposição depois que o acordo original foi rejeitado em um plebiscito em

2 de outubro, também deve ser validado nesta quartafeira (30) pela Câmara de Representantes. Houve 75 votos pelo sim e nenhum contra. Na sessão plenária do Senado, que aprovou o acordo após 13 horas de discussões, o resultado da votação foi recebido com aplausos pelos presentes, todos partidários ao texto. Os congressistas do partido de direita Centro Democrático, de oposição, decidiram abandonar o plenário com a afirmação de que o Congresso "não pode suplan-

tar" a decisão tomada nas urnas pelos colombianos. No caso de uma aprovação nesta quarta-feira na Câmara, o Congresso será fundamental depois para validar as leis que permitirão a implementação do acordo. O conflito armado colombiano, do qual também participam outras guerrilhas, grupos paramilitares e agentes estatais, já deixou ao menos 260 mil mortos, 60 mil desaparecidos e 6,9 milhões de deslocados, informou Agência Brasil.

Folha de Itapetininga 01/12/2016  

O mais moderno jornal da região

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you