Issuu on Google+

15 a 21 de junho / 2012 arquivo

Itaporã realiza 9ª Festa do Leitão no Rolete p.10

diretor: José HenRique MaRques

Iniciativas de tirar o chapéu

edson freitas

ano 44 / nº 3.976 / R$ 2,00

Dois acontecimentos marcaram a semana que passou, em Dourados; a realização da I Feira do Livro e a instalação de uma cabine de leitura na Praça Antônio João. p.02 arquivo

Ari Artuzi diz que foi forçado a renunciar a Prefeitura de Dourados

retorno

João Grandão usa entrega de máquinas para marcar sua volta Depois de sair de cena com pouca saúde política, a bordo de ambulâncias, o ex-deputado federal João Grandão e atual delegado regional do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) no MS mostra que está recuperado. p.03 edson freitas

revanche

Artuzi promete dar o troco a seus algozes “Não me prenderam e me cassaram me acusando de ladrão? pois agora chegou a hora de dar o troco!”, garante, enigmático, o ex-prefeito. p.04

data

Revelações deverão ser feitas antes do dia 30

câmara 2012

Dez partidos formam três blocos para a disputa Três coligações partidárias, envolvendo dez partidos, já ensaiam a possibilidade de realizar a convenção eleitoral em conjunto, no dia 30, prazo final definido pela legislação. p.03

40 máquinas pesadas foram entregues à prefeituras

s 50

Diesel menos poluente é ignorado por postos Poucos postos em Dourados oferecem o diesel S 50. Veículos fabricados em 2012 só podem utilizar este combustível. p.05 protesto

Dourados prepara a 1ª ‘Marcha das Vadias’ Organizadores do evento esperam realizá-lo no mês de julho e reunir pelo menos duas mil pessoas nas ruas da cidade. p.08 torpedos

Marçal pode tornar-se a principal liderança política de Dourados p.03


02

Opinião

15 a 21 de junho de 2012

frasE da sEmana

“O estresse é feroz, inimaginável. Descobri, pela primeira vez, que estava sozinha. Encarei a morte e a solidão. Lembro-me do medo quando minha pele tremeu. Tem um lado que marca a gente pelo resto da vida”. Presidenta Dilma Rousseff, em relato sobre as torturas que ela sofreu nos porões da ditadura

Editorial

chargE

Iniciativas de tirar o chapéu Dois acontecimentos marcaram a semana que passou, em Dourados. A realização da I Feira do Livro, uma promoção da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), e a instalação de uma cabine de leitura na Praça Antonio João, por iniciativa do jornalista Nicanor Coelho. Duas ideias que visam promover a leitura entre os douradenses, dignas de nota. Dado o tumulto e fila formada pelos visitantes da Feira de Livros presume-se que o evento foi um sucesso. Derruba um pouco por terra o mito de que brasileiro não gosta de ler. Muito mais crível é a tese de que o brasileiro não tem dinheiro para ler. Mas quando ele tem acesso a livros de preços razoáveis ficou comprovado que ele compra. O jornalista Nicanor Coelho é um entusiasta da leitura. Mais que isso, um promotor do livro e da cultura. A instalação da sua cabine à inglesa, que pretende ser

linotipo

parte da Rede de Bibliotecas Comunitárias (RBC), ousadia louvável do jornalista, não é a primeira ação de Nicanor Coelho que entre outras coisas já publicou diversos livros pela sua editora e é fundador da Academia Douradense de Letras. Já é imortal, ele e seu trabalho. Enquanto o país e particularmente Dourados sofre as conseqüências de desvios de dinheiro da Educação, por políticos e funcionários corruptos, iniciativas assim dão alento ao cidadão que teima em ter esperança. Muitos políticos (muitos mesmo) serão lembrados pelos escândalos de corrupção que protagonizaram, foram coadjuvantes ou coniventes. Outro tanto pelos desmandos, trapalhadas, inoperância, incompetência. Alguns Poucos pelo bem que proporcionaram. Já iniciativas tão simples (contudo grandiosas), farão lembrar os seus idealizadores pelo bem que estão fazendo pela educação.

rubeM alves (*)

A arte de ouvir De todos os sentidos, o mais importante para a aprendizagem do amor, do viver juntos e da cidadania é a audição. Disse o escritor sagrado: “No princípio era o Verbo”. Eu acrescento: “Antes do Verbo era o silêncio.” É do silêncio que nasce o ouvir. Só posso ouvir a palavra se meus ruídos interiores forem silenciados. Só posso ouvir a verdade do outro se eu parar de tagarelar. Quem fala muito não ouve. Sabem disso os poetas, esses seres de fala mínima. Eles falam, sim. Para ouvir as vozes do silêncio. Veja esse poema de Fernando Pessoa, dirigido a um poeta: “Cessa o teu canto! Cessa, que, enquanto o ouvi, ouvia uma outra voz como que vindo nos interstícios do brando encanto com que o teu canto vinha até nós. Ouvi-te e ouvia-a no mesmo tempo e diferentes, juntas a cantar. E a melodia que não havia se agora a lembro, faz-me chorar...” A magia do poema não está nas palavras do poeta. Está nos interstícios silenciosos que há entre as suas palavras. É nesse silêncio que se ouve a melodia que não havia. Aí a magia acontece: a melodia me faz chorar. Não nos sentimos em casa no silêncio. Quando a conversa para por não haver o que dizer tratamos logo de falar qualquer coisa, para por um fim no silêncio. Vez por outra tenho vontade de escrever um ensaio sobre a psicologia dos elevadores. Ali estamos, nós dois, fechados naquele cubículo. Um diante do outro. Olhamos nos olhos um do outro? Ou olhamos para o chão? Nada temos a falar. Esse silêncio, é como se fosse uma ofensa. Aí falamos sobre o tempo. Mas nós dois bem sabemos que se trata de uma farsa para encher o tempo até que o elevador pare. Os orientais entendem me-

lhor do que nós. Se não me engano o nome do filme é “Aconteceu em Tóquio”. Duas velhinhas se visitavam. Por horas ficavam juntas, sem dizer uma única palavra. Nada diziam porque no seu silêncio morava um mundo. Faziam silêncio não por não ter nada a dizer, mas porque o que tinham a dizer não cabia em palavras. A filosofia ocidental é obcecada pela questão do Ser. A filosofia oriental, pela questão do Vazio, do Nada. É no Vazio da jarra que se colocam flores. O aprendizado do ouvir não se encontra em nossos currículos. A prática educativa tradicional se inicia com a palavra do professor. A menininha, Andréa, voltava do seu primeiro dia na creche. “Como é a professora?”, sua mãe lhe perguntou. Ao que ela respondeu: “Ela grita...” Não bastava que a professora falasse. Ela gritava. Não me lembro de que minha primeira professora, Da. Clotilde, tivesse jamais gritado. Mas me lembro dos gritos esganiçados que vinham da sala ao lado. Um único grito enche o espaço de medo. Na escola a violência começa com estupros verbais. Milan Kundera conta a estória de Tamina, uma garçonete. “Todo mundo gosta de Tamina. Porque ela sabe ouvir o que lhe contam. Mas será que ela ouve mesmo? Não sei... O que conta é que ela não interrompe a fala. Vocês sabem o que acontece quando duas pessoas falam. Uma fala e outra lhe corta a palavra: ‘é exatamente como eu, eu...’ e começa a falar de si até que a primeira consiga por sua vez cortar: ‘é exatamente como eu, eu...’Essa frase ‘é exatamente como eu...’ parece ser uma maneira de continuar a reflexão do outro, mas é um engodo. É uma revolta brutal contra uma violência brutal: um esforço

para libertar o nosso ouvido da escravidão e ocupar à força o ouvido do adversário. Pois toda a vida do homem entre os seus semelhantes nada mais é do que um combate para se apossar do ouvido do outro...” Será que era isso que acontecia na escola tradicional? O professor se apossando do ouvido do aluno ( pois não é essa a sua missão?), penetrando-o com a sua fala fálica e estuprando-o com a força da autoridade e a ameaça de castigos, sem se dar conta de que no ouvido silencioso do aluno há uma melodia que se toca. Talvez seja essa a razão porque há tantos cursos de oratória, procurados por políticos e executivos, mas não haja cursos de escutatória. Todo mundo quer falar. Ninguém quer ouvir. Todo mundo quer ser escutado. (Como não há quem os escute, os adultos procuram um psicanalista, profissional pago do escutar.) Toda criança também quer ser escutada. Encontrei, na revista pedagógica italiana “Cem Mondialità” a sugestão de que, antes de se iniciarem as atividades de ensino e aprendizagem, os professores se dedicassem por semanas, talvez meses, a simplesmente ouvir as crianças. No silêncio das crianças há um programa de vida: sonhos. É dos sonhos que nasce a inteligência. A inteligência é a ferramenta que o corpo usa para transformar os seus sonhos em realidade. É preciso escutar as crianças para que a sua inteligência desabroche. Sugiro então aos professores que, ao lado da sua justa preocupação com o falar claro, tenham também uma justa preocupação com o escutar claro. Amamos não é a pessoa que fala bonito. É a pessoa que escuta bonito. A escuta bonita é um bom colo para uma criança se assentar... (*)Filosofo e escritor.

Jornalista responsável: José Henrique Marques - DRT/MS 192 Diretor-geral: Diretora-administrativa: Diretor-regional: Editor: Assessor Jurídico: Chargista: Editoração:

José Henrique Marques Fernanda Garcia de Brito Edson Freitas Emerson Ferreira do Nascimento DRT/MS 135 Upiran Gonçalves da Silva - OAB/MS 7124-A Amarildo Leite Jimmy Ricardo

Imagem de protesto na Espanha - que correu o mundo na semana passada aplicaria-se bem a Dourados! clichÊ

Mauro Malin (*)

Cpi do Cachoeira: e se a Delta não for uma andorinha solitária? Uma parte do que sai nos jornais, necessariamente uma pequeníssima parte, contém informações mais retumbantes do que a maior parte do noticiário corrente, por mais que este seja apurado, escrito e editado para fazer alarde. Alarde merecido ou fabricado. A coluna de Melchiades Filho na Folha de S. Paulo de segunda-feira (11/6), sob o título “Carrossel laranja”, tem essa dimensão. Segundo o jornalista, relatório do Ministério da Fazenda sobre movimentação financeira da Delta soma R$ 115 milhões em “transações atípicas” destinadas a um grupo de empresas de fachada cuja atividade se resumia em “emitir notas frias para esquentar os montantes desviados”. Até aqui, apenas o famoso caixa dois. Mas de quem? No início do texto, Melchiades afirma, com base na documentação do inquérito, que o bicheiro Carlos Cachoeira “era, na verdade, o braço regional de uma quadrilha que atuava em todo o país com o objetivo de fraudar licitações e sugar dinheiro público”. No penúltimo parágrafo, o articulista é bem específico: “Mais 1: a mesma teia de laranjas aparece em projetos do PAC da Copa, do PAC da Mobilidade, do PAC do etc. Mais 2: essas firmas fantasmas foram empregadas também por outras construtoras grandes. Mais 3: seus pagamentos e saques cresceram em períodos eleitorais”. Tudo sopesado, Melchiades Filho conclui que “o laranjal é (ou deveria ser) a nova fronteira das investigações”. Em outras palavras: a Delta pode ser a parte visível da pandilha. Política, administração e crime organizado Informações que circularam pela internet em

Fundada em 08-03-1968 por Theodorico Luiz Viégas

Colaboradores:

Valfrido Silva, Nicanor Coelho, Ademar de Lima, Ilson Venâncio, Waldemar Gonçalves (Russo) e Clóvis de Oliveira

Impressão:

Editora M.A. LTDA-ME CNPJ: 00.201.207/0001-24

Salvo editorial, este jornal não se responsabiliza por conceitos e ou opiniões emitidos através de matérias, artigos e colunas que são de responsabilidade de seus autores.

meados de abril apontavam Cachoeira como a ponta visível de um amplo grupo de bicheiros/exploradores de caça-níqueis de diferentes regiões brasileiras. O que se tem agora é mais do que isso. Tratar-se-ia de uma organização que agrega mafiosos e construtoras, uma ampliação da dobradinha CachoeiraDelta. Nas palavras do colunista da Folha, “um amplo esquema multipartidário de corrupção e a sujeição do sistema político ao crime organizado”. A DeltA e outrAs A revista Época talvez seja a melhor fonte de informações consistentes acumuladas sobre o caso Cachoeira e conexos. Há quase três meses comparece semanalmente com notícias cada vez mais amplas sobre o escândalo. Na edição datada de 11 de junho, apresenta o personagem Rubmaier Ferreira de Carvalho, que ocupa uma das salas do escritório de contabilidade Teccon. Diz a reportagem que... “a PF encontrou as digitais de Rubmaier na Brava Construções e na Alberto & Pantoja, as duas maiores empresas de fachada da rede de Cachoeira. Pelas contas bancárias das duas empresas passaram cerca de R$ 40 milhões entre 2010 e 2011. A maior parte desses recursos foi depositada pela Delta”. Entre os R$ 115 milhões mencionados acima e esses R$ 40 milhões cabem R$ 75 milhões. Seria parcela correspondente à participação de outras construtoras no esquema? Jornalismo e investigações policiais Questiona-se, com razão, o “jornalismo sobre investigações”, tal como caracterizado pelo professor da Universidade de Brasília Solano Nascimento, autor do livro Os

novos escribas: reportagens inteiramente calcadas em atividades do Ministério Público ou da polícia, carentes de investigação jornalística propriamente dita. Tão grave quanto isso, ou pior, é a falta de jornalismo sobre determinadas investigações judiciais, ou aspectos dessas investigações. É que às vezes a mídia simplesmente não tem força para enfrentar a coalizão de interesses que se ergue entre o vislumbre de uma grande história e a possibilidade de contá-la. Foi-se o tempo em que fraudar licitações, obter aditivos e outras modalidades de roubo de recursos públicos eram praticados num circuito restrito de empresas e funcionários públicos. Crimes de colarinho branco tornaram-se negócios atraentes para gângsteres. Esse parece ser o maior ensinamento do episódio Cachoeira, Demóstenes et caterva. Se roubar o Estado se tornou tão bom negócio, porque permaneceria território exclusivo de empresas, funcionários públicos e políticos? Mas, atenção: quando um esquema é desvendado, ele, por isso mesmo, já foi superado e novas modalidades entraram em operação. Na moita. Ou o distinto público supõe que os interessados iriam renunciar às quotas de dinheiro fácil e enriquecimento súbito, subproduto tão notório do processo eleitoral e administrativo brasileiro? Não é demais lembrar que obras de grande visibilidade são uma espécie de campanha eleitoral entre as datas bienais em que o cidadão é chamado às urnas. O espetáculo do marketing político é como as sessões do velho Cineac Trianon, no Rio de Janeiro: começa quando você entra na sala de projeção.

CNPJ: 08.792.017/0001-30 - INPI Nº 013887 de 17/08/1974 - Cartório 1º Ofício nº 11/68

Municípios de Circulação: Dourados, Endereço: Campo Grande, Nova Andradina, Ivinhema, Rua Oliveira Marques, 2640 Angélica, Deodápolis, Glória de Dourados, Novo CEP 79.805-021 - Dourados-MS Horizonte do Sul, Jateí, Vicentina, Fátima do Sul, Telefone (67) 3422-6674 Douradina, Rio Brilhante, Itaporã, Caarapó, Na- E-mail: jornalismo@folhadedourados.com.br comercial@folhadedourados.com.br viraí, Itaquiraí, Eldorado, Mundo Novo, Japorã, Folha On Line: www.folhadedourados.com.br Guia Lopes da Laguna, Jardim e Bonito.


Política

15 a 21 de junho de 2012

Cobertor Curto

Coluna

torpedos José Henrique Marques direcao@folhadedourados.com.br

Lide

Marçal pode tornar-se principal liderança política de Dourados Aparentemente o deputado federal Marçal Filho (PMDB) está numa sinuca de bico quanto a sua postulação à Prefeitura de Dourados nas eleições de 7 de outubro. Tudo por conta da postura dúbia do governador André Puccinelli que, espertamente, vem desfrutando do rescaldo da Operação Uragano, não obstante estar também bastante encrencado. Em surdina argumenta ser temeroso viabilizar milhões para campanhas eleitorais, leia-se caixa 2. Mas, dialeticamente pavimenta sua eleição ao Senado Federal. Como não quer arriscar e nem se indispor com o prefeito Murilo Zauith, o governador vem fazendo pouco caso com a candidatura de Marçal Filho, que já admite um plano B: recuar e lançar a esposa, a radialista Keliana Fernandes, do PSC, criando assim um fato novo e lhe dando cacife para se lançar a deputada estadual lá na frente. Isso é tudo o que quer André e Murilo. Mas, por quê Marçal descartaria uma aliança com o PSB se tem tudo para indicar Keliana como vice? O deputado sabe que seu futuro político depende de autonomia. Ficar embretado entre o prefeito e o governador é muito arriscado. Ambos, com certeza, terão outros ungidos para a Câmara Federal em 2014. Nesse prisma fica muito forte a tese de que Marçal não tem nada a perder se manter sua candidatura a prefeito de Dourados - claro se viabilizar um mínimo de estrutura. Caso seja derrotado terá feito uma pré-campanha à Câmara Federal, reafirmará o compromisso do PMDB de disputar essa eleição e afastará a suspeita de capitular em troca de favores condenáveis na vida pública. Uma vez vitorioso se tornará a grande e principal liderança política do interior de Mato Grosso do Sul. Irá impor uma derrota exemplar a notáveis do espectro petista ao peemedebista do governador Puccinelli. É bom lembrar que o eleitorado de Marçal Filho é o mesmo que elegeu Laerte Tetila (PT) e Ari Artuzi (então PDT) e onde Murilo tem alta rejeição.

Telegráfica Quem cala consente, não é mesmo deputado do baixo clero?

Retranca Cereais – Informações dão conta que o Ministério Público Federal e a Polícia Federal estariam atentos a grupo empresarial-político que deve receber uma bolada de R$ 150 milhões por conta da famigerada e vergonhosa renúncia fiscal.

Recuo – O senador Delcídio do Amaral (PT) já repensa seu projeto de candidatar-se ao governo em 2014. É que a movimentação do governador André Puccinelli nas eleições municipais está “fechando” o Estado para o PMDB. André está tratorando lideranças.

Representatividade – De olho no eleitorado da Grande Dourados, o governador André Puccinelli quer o deputado estadual George Takimoto como seu primeiro suplente na chapa que encabeçará ao Senado Federal em 2014. As conversas estão adiantadas.

Marketing – O prefeito Murilo Zauith (PSB) está com a bola cheia em Dourados, apesar dos problemas crônicos na área de saúde. Investe na classe média. Sabe que na periferia com obra ou sem obra terá que ter algo a mais para se reeleger.

Hipermercado – A Carrefour, rede internacional fundada na França, em 1960, prepara para sua entrada no mercado de Dourados. Teria comprado por R$ 15 milhões a área onde funciona a garagem da Viação Motta, na Marcelino Pires.

Base – O grupo político do ex-governador Zeca do PT trabalha para estruturar em todo o MS a tendência Construindo um novo Brasil (CNB), a corrente majoritária, em nível nacional, do partido. Quer chegar mais forte na eleição do diretório regional em 2013.

Reflexão “Há pessoas que só fazem promessas pelo prazer de não mantê-las.” (William Hazlitt) “Eu segurei muitas coisas em minhas mãos, e eu perdi tudo; mas tudo que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo.” (Martin Luther King) “As decepções na vida são como quebra-molas - coisas que se tem que ultrapassar para poder desfrutar do resto da viagem.” (H. Jackson Brown)

03

NascimeNto

João Grandão está de volta para embolar meio de campo Depois de sair de cena com pouca saúde política, a bordo de ambulâncias, o ex-deputado federal João Grandão e atual delegado regional do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) em Mato Grosso do Sul está de volta, com a saúde plenamente restabelecida e, agora, carregado por veículos muito mais potentes: 19 retroescavadeiras entregues a diversas prefeituras do estado para serem utilizadas no apoio à agricultura familiar. Investimento da ordem de R$ 6,5 milhões, recursos do PAC II. Além das 19 retroescavadeiras, 21 equipamentos foram entregues, na semana passada, pelo Ministério. Autoridade maior do MDA no estado, João Grandão ganhou lugar de destaque na cerimônia. Nas fotos em que aparece, além das máquinas, outras figuras de peso fazem companhia a Grandão, como o ministro, Pepe Vargas (MDA), seu padrinho e senador, Delcídio do Amaral (PT), senador Waldemir Moka (PMDB), governador André Puccinelli e deputados federais, estaduais e prefeitos. O ex-deputado ficou um longo período fora das lentes da imprensa, mas na última semana resolveu sair da sala que ocupa na Delegacia do MDA, em Campo Grande, para restabelecer seu contato com a mídia e dizer a quem possa interessar que está de volta – muito bem acompanhado

eleição 2012

Arquivo

O ex-deputado federal João Grandão ocupou lugar de destaque na cerimônia e com uma máquina poderosa para cavar votos. Como em 2014 seu padrinho político, Delcídio do Amaral, é candidato ao Governo, João Grandão não vem como para-quedista, vem para disputar uma vaga. Em alta Mesmo sem mandato Grandão não perdeu prestigio dentro do PT. Pelo contrário, carregado pelo braço pelo senador Delcídio do Amaral, ele foi conduzido à direção da Delegacia do MDA no estado, um importante órgão do Governo Federal responsável pelo investimento de milhões de reais na agricultura, principalmente na agricultura familiar e em projetos de reforma

agrária, um setor estraté- deputados federais, Apenas gico, onde João Grandão dois desses três nobres continua transitando com a douradenses terão um ludesenvoltura com que ain- gar ao sol de Brasília. Com da frequenta os ministérios João Grandão na cama o em Brasília e que o levou a cobertor vai ficar curto. dois mandatos de deputado Ainda durante o evenfederal. to, foi assinado termo de coTudo indica que João operação entre o Governo Grandão predo Estado e o para sua volta Ministério do Tudo indica que para a Câmara DesenvolviJoão Grandão Federal. Preomento Agráprepara sua volta rio. A intencupação para os dois atuais ção é incentipara a Câmara federais por var em Mato Federal Dourados, Grosso do Sul Marçal Filho o programa e Geraldo Resende, ambos Rede Brasil Rural, onde do PMDB. Com o poder que será criada uma platafortem nas mãos, hoje, Gran- ma virtual para a comerdão será candidato com cialização de produtos da potencial para garantir agricultura familiar. Essa uma vaga. Como Dourados, será mais uma máquina em tese, não tem votos su- pesada para João Grandão ficientes para eleger três operar no estado.

clóvis de oliveira (*)

Partidos de Dourados já formaram três blocos para disputar a Câmara Três coligações partidárias, envolvendo dez partidos, já ensaiam a possibilidade de realizar a convenção eleitoral em conjunto, no dia 30, prazo final definido pela legislação, para confirmar a formação de chapas proporcionais e o apoio à candidatura majoritária do atual prefeito Murilo Zauith em caso deste confirmar o desejo de tentar um novo mandato. O PT, que detém duas vagas na Câmara (Dirceu Longhi e Elias Ishy), vai se aliar ao PSL presidido no Município pelo ex-vereador Luiz Machado. Antes deles, no começo de junho, foi criado o “P4”, grupo

formado pelos pretendentes a uma vaga de vereador pelo PV-PTB-PCdoBPRTB e que também já decidiu, antecipadamente, pelo apoio à eventual candidatura à reeleição do atual prefeito. No final de semana, foi concluída mais uma coligação: DEM-PR-PPSPSB, quatro partidos que já contam com seis vereadores com mandato e todos interessados em disputar a reeleição. No primeiro, são vereadores Idenor Machado, Cido Medeiros, Pedro Pepa e Gino Ferreira. Albino Mendes ocupa o mandato pelo PR e Walter Hora é vereador do PPS.

Essa formação préeleitoral, envolvendo os dez partidos, ainda depende de homologação nas respectivas convenções, quando também deverá ser definida a forma de participação na disputa. A tendência dos dez é apoiar a proposta de candidatura à reeleição do atual prefeito Murilo Zauith, pelo PSB, o que deve ser confirmado apenas na última semana do mês. O Partido Socialista decidiu que vai realizar a convenção no último dia permitido pela lei eleitoral, 30. Pode acontecer de todos os eventuais futuros aliados optarem pela mesma data. Nesse compasso, per-

manecem de fora desse arco de alianças, até que se confirmem novas articulações que vem sendo feitas nos bastidores, o PDT e o PRB, dentre os partidos que atualmente possuem representação na Câmara, e o PMDB, que ensaia outro projeto no campo majoritário. Cemar Arnal e Alberto Alves dos Santos “Bebeto” são candidatos à reeleição pelo primeiro e Juarez do Esporte deverá tentar um novo mandato pelo segundo, da mesma forma que a vereadora Délia Razuk é a única representante no PMDB. (*) Do Douranews.


04 BomBa

Política

15 a 21 de junho de 2012 Valfrido SilVa

Artuzi ameaça sacudir o Estado, antes das convenções, com revelações sobre retornos O assento preferido para receber visitas continua sendo a indefectível cadeira de fios, só um pouco mais reforçada que a do flagrante do crime pelo qual foi acusado, por isso tendo sido preso e depois renunciando à prefeitura de Dourados. O puxadinho da casa que ganhou de Humberto Teixeira no emblemático Canaã, com a famosa churrasqueira onde Eleandro Passaia sapecava uma costela à moda gaúcha para o chefe deu lugar a uma acanhada varanda ao lado de uma birosca da nova esposa, na Vila Industrial. O que não mudou no Ari Valdecir Artuzi, depois do xilindró e do câncer (do qual se diz curado) é a disposição de falar de política. E, enquanto sonha com alguma brecha na lei da ficha-limpa que lhe dê o direito de se candidatar pelo menos a vereador, já nestas eleições, promete sacudir o Estado, nos próximos dias,

Plano “B”

com bombásticas revelações sobre os famigerados retornos. “Não me prenderam e me cassaram me acusando de ladrão? pois agora chegou a hora de dar o troco!”, garante, enigmático, o ex-prefeito. Depois de vários telefonemas, cada dia de um número diferente, sempre dando apenas um toque (senha para o retorno) não apenas porque usa celular a cartão, mas pelo trauma dos grampos da Owari e da Uragano, mais uma vez lá vou eu ao encontro do Valdecir. Ele está inquieto pela embromação de Marçal Filho, o único adversário que vê em condições de “surrar” Murilo Zauith nas urnas. “Já ganhou a eleição”, diz, muito mais como torcedor sedento de vingança contra aquele que acusa de ter tramado sua deposição do quê pelos indicativos de pesquisas que dão confortável dianteira ao ocupante da cadeira que ainda considera sua. Diante de alguns pré-

arquivo

Valdecir Artuzi prometendo fazer feitiço contra o feiticeiro candidatos a vereador em pretende revelar. Ele sai pela busca de orientangente, dantação para a do a entender formação de Não me prenderam que nessa quescoligações, Valtão de retorno, me acusando decir adianta tudo continua de ladrão? Chegou como Dantes o assunto da prometida e reno Quartel de a hora de dar veladora entreAbrantes, com o troco vista que quer a “novidade” dar ao Blog “lá de que os pagapelo dia 25” deste mês. Per- mentos agora não são mais gunto se tem provas do que em contas correntes ou che-

V.S.

Nogueira e Keliana são os negociadores do PMDB A menos de duas semanas da convenção para a definição do rumo a ser tomado pelo PMDB na eleição municipal de 7 de outubro, as negociações continuavam restritas a esporádicos contatos com convencionais, de um lado conduzidos por Keliana Fernandes (na foto, a radialista, aquela, das comprometedoras conversas com Eleandro Passaia, no processo da Uragano e namorada do pretenso candidato Marçal Filho) e, de outro, por Antônio Nogueira, vice-presidente municipal da sigla, insistindo no apoio à recandidatura de Murilo Zauith, do PSB. A destoar dos óbvios desdobramentos deste processo de “convencimento” dos peemedebistas só o esperneio do deputado Geraldo Resende, que há poucos dias foi na jugular de André Puccinelli, cobrando apoio mais “convincente” do governador (para logo depois voltar atrás - deve ter levado um puxão de orelhas daque-

les!), dizendo não ter dúvidas de que na hora certa isto pode acontecer. Pela imprensa, na mesma linha da chantagem de Resende, o próprio Marçal vem insinuando que uma vez abandonado por Puccinelli já tem um plano B - leia-se, Kaliana Fernandes, com a pré-candidatura posta, pelo PSC do mesmo Passaia, exatamente para esse tipo de emergência, já que Zauith não conversa, não liga, não manda recado, nada! Para os que ainda têm alguma dúvida quanto ao desfecho deste imbróglio, conforme já cansei de escrever aqui, interessante notar a linha de argumentação de Keliana Fernandes, no têteà-tête com os convencionais. Quando a prosa envereda para o “faz-me rir” (ou alguém acha que vão votar em Marçal por sua bela voz?), na versão de um deles, a moça se sai mais ou menos assim: “sabe como é, né, estamos na dependência do André, ele prometeu ajudar, mas se der

alguma zebra, se meu lindo perder na convenção, aí eu saio candidata e vamos pra cima do Murilo!”. Que tal? Já Antônio Nogueira, coerente com o discurso adotado desde o ano passado, quando o PMDB resolveu embarcar no barco de Murilo Zauith não só para aquela travessia, mas até que a cidade saísse - por inteira - do olho do furacão, o que incluía o projeto de reeleição e, pegando carona no mote (Dourados no rumo certo) da administração da qual é um dos avalistas, deixou de lado até suas picuinhas com Geraldo Resende e tenta, agora, convencer os liderados do deputado com poder de voto de que este é, de fato, o melhor rumo a seguir. Esta estratégia de Nogueira inclui o nome do primo, o médico Sebastião, como provável companheiro de chapa de Zauith, embora, diante do iminente fracasso de Marçal Filho perante o diretório outros nomes comecem a ser sondados, dentro do

partido, como Sérgio Henrique Araújo, ex-presidente da OAB, ligado profissionalmente até pouco tempo a Geraldo Resende e atualmente assessorando a Câmara Municipal por indicação de Délia Razuk, além de contar com a simpatia de André Puccinelli, e Celso Dal Lago, empresário do setor sucroalcooleiro que também tem a simpatia do governador. Coincidência ou não, quando Marçal Filho fala de plano B para o caso de André Puccinelli fazer corpo-mole, corre no rádio peão o mais recente apelido a ele atribuído - o de “candidato ostra”, uma referência ao molusco com essas características, por muitos apreciado por seus poderes afrodisíacos, mas, no caso do pré-candidato peemedebista, pela condição de clausura em relação ao estúdio de sua emissora de rádio, de onde não sai nem mesmo para recepcionar o governador de quem se acha credor de apoio.

ques, mas em espécie. “Outro dia viram um deputado conversando com um empreiteiro debaixo de uma árvore na estrada ali perto da Embrapa, e não tinha nenhum carro com pneu furado”, ironiza o ex-prefeito. Lá pelas tantas ele me puxa pelo braço até a calçada, para um teretetê de pé-de-orelha. Entre abraços e acenos de vizinhos e de transeuntes (Valdecir continua “felomenal”) pergunta se fotos servem como provas. Eu quero saber do que se trata, se são fotos como as dele, contando a bufunfa, se também tem gravações, enfim, se a alcaguetagem é padrão Passaia. Ele garante que sim, dando mais uma pista, ao deixar escapar que “lá continua valando aquela tabela, de 40, 60 e 80, fora os cardeais, que levam o que querem”. Como quem cai na real, empurra-me para dentro do carro, mas jurando que vai falar tudo, “escrever

e assinar embaixo” antes das convenções municipais. Mais uma bravata de quem não se conforma por ter deixado escapar a galinha dos ovos de ouro? Poderia até ser, não fosse o fato de estar em cartaz e fazendo o maior sucesso nas telas do noticiário político-policial do Mato Grosso do Sul uma película mais ou menos parecida como a protagonizada há dois anos pelo próprio Valdecir. E, pior, quando começam a vazar os primeiros capítulos do próximo enredo, mais intrigante ainda, onde as notas antes retornadas da poeira (que deu origem ao furacão) das obras de asfalto e “lavadas” nas barrentas águas drenadas dos poluídos córregos da periferia agora saem tinindo de “branquinhas” das límpidas e cristalinas águas de competitivas piscinas da terra de seu Marcelino. Ou seja, retorno olímpico. Coisa de craque.


Cidade S 50

15 a 21 de junho de 2012

NascimeNto

Diesel menos poluente é ignorado por postos Desde janeiro de 2012, estão em vigor as regras do Proconve (Programa de Controle da Poluição do Ar para Veículos Automotores), que regulamentam a utilização do Diesel S50 e do Diesel S10 (tipos de diesel até 95% menos poluente). O assunto requer atenção dos postos revendedores, pois até 2014 os novos combustíveis irão substituir os tipos de diesel utilizados hoje. O que significa que a demanda de consumo mudará gradativamente, exigindo adequações e possíveis investimentos por parte dos postos. Mas em Dourados, poucos postos têm o produto para ser vendido. A colocação de bombas para vender o S50 é exigida porque os veículos a diesel fabricados desde janeiro deste ano já possuem motores adaptados a ele e que não funcionam bem com o diesel vendido até agora no Brasil - S500. Embora sejam, ainda, relativamente poucos os veículos com os motores novos, esse número tende a subir dia a dia. Isso significa que os postos irão conviver por algum tempo com dois tipos de veículos. “Os veículos atuais poderão usar o novo diesel, mas os veículos que terão a nova tecnologia não poderão usar o Diesel S1800 ou S500, com o risco de causar grandes prejuízos e diminuição da vida útil dos novos motores”, informa nota divulgada pelo Pronvove. De acordo com a Petrobras, atualmente, nos países membros da União Europeia, o diesel mais usado é o S10. Nos Estados Unidos, o padrão é S15 e S500. A Colômbia vende o

ilustração

Combustível reduzirá 80% da emissão de material particulado, diminuindo poluição diesel 50 e o diesel 500, no Chile tem o S50 e o S15. O Paraguai é o mais atrasado: usa o diesel 2.500, enquanto que na Argentina tem uma parte o S10 e a maior parte do país o S 1.500.

Embora novo e tecnologicamente superior ao diesel atualmente vendido (S500 e S1500), a previsão de utilização do S50 é para somente até 2013, quando irá substituir o S10, ainda menos poluente. Então, a dIesel s 50 partir de 2014, serão venO S50 significa diesel didos no país apenas dois que emite 50 partículas por tipos de óleo diesel: o S10 milhão (ppm) de enxofre. para os motores novos faO uso do combustível nos bricados a partir de 2012 novos motores resultará e o S500 para o interior do na redução de, no mínimo, país. De qualquer forma, os 80% da emissão de material postos terão que desde já particulado; e, com o uso do adequarem-se para vender Arla 32 (Ageno combustível te Redutor menos poluenNos países Líquido Autote. membros da motivo, produSegundo to é colocado União Europeia, o Governo, a em um tanque expectativa é o diesel mais próprio, nos que, ao longo catalisadores), de 2012, sejam usado é o S10 permitirá refabricados cerduzir em até 98% a emissão ca de 170 mil novos veículos de NOx (óxidos nitrosos), a diesel com motor Euro 5. um dos gases de efeito es- O consumo de S50 nesse tufa. Os efeitos no meio primeiro ano é estimado enambiente não serão senti- tre 2 bilhões e 3 bilhões de dos de imediato, porque o litros, contra um consumo S50 só reduz drasticamente total de 50 bilhões de litros as emissões de enxofre se anuais de diesel. usado nos veículos com A Agência Nacional do motor “Euro 5”, que passa- Petróleo (ANP) determinou ram a ser fabricados pelas que pelo menos cerca de montadoras no país a partir, três mil postos em todo país, também, de 1º de janeiro localizados principalmente de 2012. ao longo das principais

rodovias, ofereçam o produto. ajustes Outro ponto importante é a necessidade de utilizar o Agente Redutor Líquido Automotivo – Arla 32, à base de ureia, a cada abastecimento. O Arla 32 deverá ser mais um produto oferecido e armazenado no posto. Ou seja, no quesito abastecimento serão necessários vários ajustes e é importante se planejar e se adequar em tempo. Os principais pontos são: - Preparação ou instalação de mais um tanque para armazenamento e comercialização do Diesel S50, que posteriormente em 2013, se tornará S10. - Estruturação para armazenamento e comercialização do Arla 32. - Cuidados extras com limpeza e drenagem dos tanques, pois o novo diesel é mais suscetível à contaminação. - Orientação e treinamento dos colaboradores para o abastecimento dos novos veículos, incluindo a utilização do Arla 32 e o máximo cuidado para evitar erros de abastecimento e prejuízos.

05

Coluna

reflexão Pastor Sérgio Nogueira (*) prsergionogueira@hotmail.com

RIO + 20: “...a natuReza aguaRda a manIfestaçãO dOs fIlhOs de deus...” A cidade do Rio de Janeiro recebe nestes dias, depois de 20 anos da “ECO 92”, mais uma grande Conferência, com a presença de Chefes de Estado, representantes de quase todas as nações, para uma discussão e deliberação que deverá atender os interesses da sustentabilidade no planeta Terra: a Rio + 20. Será que as discussões estão se dando em torno dos interesses de todos ou dos chamados poderosos? Como nossas vidas serão afetadas pelas decisões dos representantes na Conferência? Como devemos nos posicionar diante de tudo isto? Vejamos o que a Bíblia tem a dizer: “A ardente expectativa da criação aguarda a revelação dos filhos de Deus. Porque sabemos que toda a criação a um só tempo, geme e suporta angústias até agora” (Rm 8:19, 22) Nos versículos acima podemos perceber que desde a época do apóstolo Paulo, havia uma preocupação em relação ao cuidado do que o Senhor fez, isto porque a ação do homem já era predatória. Segundo o relato bíblico em Gênesis 1 e 2 Deus entregou tudo o que houvera criado para que o homem administrasse. Como cristãos, temos sido muita das vezes irresponsáveis quanto ao uso dos recursos naturais criados por Deus. O homem enquanto mordomo de Deus tem a responsabilidade de usar com sabedoria os recursos da natureza, em favor da sua subsistência e sobrevivência. Acontece que a ganância tem tomado os corações dos homens e não conseguimos ver na maioria dos casos uma preocupação com o ecossistema. É preciso trabalhar com a idéia de reciclagem dentro de nossas casas e na comunidade! Algumas campanhas de conscientização e outras com objetivo de levantar fundos com a coleta de latinhas de alumínio, realizadas pelos jovens e adolescentes tem sido bem sucedidas, conquistando inclusive alguns recursos para suas organizações. Se existir um sistema de coleta seletiva de lixo em sua comunidade é um dever como cristão, cooperar e caso não exista, será muito interessante estabelecer uma iniciativa desta natureza. É possível começar com uma experiência de colocar alguns recipientes no pátio das igrejas e escolas onde as pessoas poderão trazer de suas casas e depositar embalagens plásticas, papelão, alumínio e vidro. Vivemos numa sociedade marcada pelo consumismo. O consumismo está relacionado em termos com o desperdício. Desperdiçamos roupas, sapatos, comida, água, energia e tantas outras coisas. Encontramos pessoas que doam em vez de acumular. Esta é uma boa ação, pois sempre há algo que pode estar sobrando para alguém, mas que ao ser doado para quem precisa, evitará o desperdício. A partir dos anos 70, ainda no século passado, com a crise do petróleo e os alertas científicos, passou-se a ter a percepção de que os recursos naturais são finitos e que o desenvolvimento humano não pode se dar, destruindo os recursos do meio ambiente. Precisamos nos tornar adeptos do “desenvolvimento sustentável”. Nossas famílias e igrejas precisam se engajar nesta causa, com um viver ajustado às condições do ambiente, possibilitando a regeneração sistêmica do próprio ecossistema. Convido você a refletir sobre o cuidado com o meio ambiente. Faça a sua parte! Proteja o que é de todos nós! (*) Diretor da Faculdade Teológica Batista Ana Wollerman e coordenador do curso de Teologia a distância da UNIGRAN. Pastor da Igreja Batista Memorial Charles Compton em Dourados, membro da Mantenedora da Pestalozzi e presidente da OSCIP-ABCDE que mantém 3 CEINs atendendo 341 crianças. Apresentador do Programa Reflexão na TV Grann Dourados.


06

Estampa Coluna

15 a 21 de junho de 2012

Destaque

Edson Freitas comercial@folhadedourados.com.br

Aniversariantes Katiana Farina, de Itaquiraí, dia 27

Cristine Ribeiro, de Itaquiraí, dia 20

Recentemente em Campo Grande lideranças do PDT douradense se encontraram com o governador André Puccinelli e com o presidente regional do partido Dagoberto Nogueira para discutir a indicação do vice do pré-candidato do PMDB Marçal Filho à Prefeitura de Dourados. Na foto, o vereador Cemar Arnal, André Puccinelli, o empresário Nicácio Cantero e Dagoberto Nogueira.

Tatiane Albuquerque, de Dourados, dia 17


Fernanda Brito comercial@folhadedourados.com.br

Coluna

destaques

Enfoque

aniversariantes

• O empresário Artêmio Franco • O arte-finalista Severiano Junior (Paraíso das Tintas) comRamos estreia idade nova dia pleta mais um ano de vida no dia 23. Parabéns! 21. Felicidades! O cirurgião dentista Alexandre Sevilha esteve em Bauru-SP de 16 a 20 de maio recebendo sua habilitação em “Sedação Consciente com Óxido Nitroso”, no curso ministrado pelo professor César Rios de Almeida, presidente da Associação Brasileira de Analgesia Inalatória. “A técnica de sedação consciente é extremamente segura e amplamente usada nos atendimentos odontológicos dos Estados Unidos, além de ser uma excelente opção nos tratamentos de pacientes que têm medo de ir no dentista”, afirma o dentista douradense, que trabalha com implantodontia e periodontia, e é o proprietário da MaxSorriso Odontologia, clínica que atende todas as especialidades odontológicas.

Parabéns Taissa Gonçalves Leal, aprovada em Medicina pela Unaerp (Ribeirão Preto-SP), para o orgulho dos pais, Dalva Gonçalves e Julio Leal.

Drop’s

• Quem também comemora idade nova no dia 23 é o Rodrigo Pedroso. Felicidades!

• A universitária Mariana Ajala troca de idade no dia 28. Parabéns!

• Os ipês-rosa já começaram a florar em várias região da cidade deixando a nossa Dourados mais encantadora.

• As inscrições já estão abertas para o concurso que tem Gisele Bündchen como madrinha, e que terá etapa em

• O universitário Carlos Henrique Garcia que aniversaria no dia 21. Felicidades!

Campo Grande no dia 11 de agosto. A oportunidade é para garotas de 18 a 22 anos. Elas terão de comprovar que vivem em bairros pobres, mediante apresentação de comprovante de residência. As interessadas devem se inscrever até o dia 30 de junho, pelo site oficial do evento: http://www.topcufa.com.br

15 a 21 de junho de 2012

07


08

Cidade

15 a 21 de junho de 2012

Protesto

JosĂŠ Henrique Marques

Dourados prepara a 1ÂŞ ‘Marcha das Vadias’ Durante o evento as mulheres usam nĂŁo sĂł roupas cotidianas, mas tambĂŠm roupas consideradas provocantes como blusinhas transparentes, lingerie, saias, salto alto ou apenas o sutiĂŁ Um grupo de douradenses formado por mulheres e homens, prepara a primeira “Marcha das Vadiasâ€? em Dourados, provavelmente para o mĂŞs de julho, com cerca de duas mil pessoas. Para isso jĂĄ realizaram vĂĄrias reuniĂľes de planejamento, a Ăşltima aconteceu sĂĄbado (17) Ă  tarde, no Parque Antenor Mar-

tins, no Jardim FlĂłrida. as mulheres usam nĂŁo sĂł Assim, Dourados en- roupas cotidianas, mas trarĂĄ no rol das cidades tambĂŠm roupas considede vĂĄrios paĂ­ses do mundo radas provocantes como e do Brasil que realizam blusinhas transparentes, o evento em defesa da li- lingerie, saias, salto alto ou berdade e da cidadania da apenas o sutiĂŁ. mulher. JĂĄ ocorreu tambĂŠm A Marcha das Vadias ou em Los Angeles, Chicago, Marcha das VaBuenos Aires gabundas sure AmsterdĂŁ, Marcha giu em Toronentre outras das Vadias to, no CanadĂĄ, cidades imem 3 de abril portantes do foi criada de 2011, depois planeta. No no CanadĂĄ, que um policial Brasil, SĂŁo em 2011 atribuiu Ă s vesPaulo, VitĂłria timentas das (ES), Recife mulheres para justificar di- (PE), Fortaleza (CE), Salversos casos de abuso sexual vador (BA), Belo Horizonte na Universidade de Toronto. (MG), BrasĂ­lia, Curitiba O primeiro protesto reuniu (PR), Pelotas (RS), Floria3 mil pessoas. Desde entĂŁo nĂłpolis (SC), Porto Alegre se tornou um movimento (RS), Santa Maria (RS), internacional. Londrina (PR) tambĂŠm Durante a marcha promoveram o evento.

edson freitas

Mulheres querem o direito de vestir roupas sensuais e nĂŁo serem assediadas por isso

Aqui em Mato Grosso do Sul

tem um Brasil melhor.

Com o PAC, o Governo Federal, em parceria com o Estado e os MunicĂ­pios, fortalece a economia, gera empregos e melhora a sua vida e a de todos os brasileiros.           

Anel RodoviĂĄrio

Obras em Rodovias Federais como no Anel Rodoviårio de Campo Grande/BR 262 e BR 359. Construção de Unidade de Fertilizantes em Três Lagoas. Minha Casa, Minha Vida - Campo Grande

      

     Obras de urbanização como em Bacia dos Córregos, Cabaça e Segredo, em Campo Grande. Drenagem e saneamento integrado, como ampliação do sistema de esgotamento sanitário em Três Lagoas, beneficiam mais de 236 mil famílias. O Minha Casa, Minha Vida vai realizar o sonho da casa própria de 29.392 famílias.

Urbanização - Parque Linear Córrego Segredo

BR 359


Saúde CraCk

15 a 21 de junho de 2012

09

da redação

Conhecer é a melhor forma de prevenir agênCia Brasil

ComPoSição químiCa O crack é obtido a partir da mistura da pasta-base de coca ou cocaína refinada (feita com folhas da planta Erythroxylum coca), com bicarbonato de sódio e água. Quando aquecido a mais de 100ºC, o composto passa por um processo de decantação, em que as substâncias líquidas e sólidas são separadas. O resfriamento da porção sólida gera a pedra de crack, que concentra os princípios ativos da cocaína. Por ser produzido de maneira clandestina e sem qualquer tipo de controle, há diferença no nível de pureza da droga, que também pode conter outros tipos de substâncias tóxicas - cal, cimento, querosene, ácido sulfúrico, acetona, amônia e soda cáustica são comuns. Forma de uSo e ação no organiSmo Ao ser aquecida a pedra se funde e vira gás, que depois de inalado é absorvido pelos alvéolos pulmonares e chega rapidamente à corrente sanguínea. Enquanto a cocaína em pó leva cerca 15 minutos para chegar ao cérebro e fazer efeito depois de aspirada, a chegada do crack ao sistema nervoso central é quase imediata: de 8 a 15 segundos, em média. É por esta razão que essa droga pode ocasionar dependência mais rapidamente. A ação do crack no cérebro dura entre cinco e dez minutos, período em que é potencializada a liberação de neurotransmissores como dopamina, serotonina e noradrenalina. “O efeito imediato inclui sintomas como euforia, agitação, sensação de prazer, irritabilidade, alterações da percepção e do pensamento, assim como

Sobre raças de cães: o Pinscher

A chegada do crack ao sistema nervoso central leva, em média, de oito a 15 segundos alterações cardiovasculares e motoras, como taquicardia e tremores”, explica o psiquiatra Felix Kessler, do Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). FatoreS de riSCo Curiosidade pela experiência, influência do meio e de questões psicológicas e sociais são algumas situações que podem levar ao consumo do crack. Droga de efeito rápido e intenso, ele leva o usuário rapidamente à dependência e, por isso, é fundamental prevenir o seu consumo. Veja no infográfico abaixo quais são os principais fatores de risco para o uso do crack.

Continuando a falar sobre raças de cães uma das que mais se adaptou entre o convívio familiar é o Pinscher e o Pinscher miniatura. É um animal vivo, ativo e tem boa índole. Muito afetuoso, devotado e um bom companheiro para toda a família. É também um animal corajoso, vigilante, com uma personalidade autêntica e se mostra como um bom cão de guarda. O pêlo é curto, denso e bem assentado. A coloração da pelagem é preta, castanha com marcas pretas, castanha-escura ou cinza com marcas vermelhas. O seu peso pode chegar até onze a dezesseis quilos. Já o pinscher miniatura apresenta coloração preto com marcas ferrugem ou castanho-escuro com marcas ferrugem pesando entre dois a quatro quilos. Chamado também de Pinscher Miniatura apresenta características particulares como a personalidade forte, muita energia e um grande apego ao dono. Para manter o pêlo destes animais sedoso e com brilho intenso uma escovadinha esporádica dá bom resultado. Os problemas de saúde que geralmente atingem essa raça são: dentição dupla (os dentes de leite não caem), luxação de patela (deslocamento do joelho) e problemas na cabeça do fêmur. São bons cães de guarda, brinca-

lhões e também muito possessivos e desconfiados com estranhos. Sensíveis e delicados tem fama de histéricos, porém, se bem educados serão uma excelente companhia. Os donos desses animais devem estar cientes de que não poderão mimar excessivamente esse animal pois poderá ficar dificil a convivência com terceiros. Teimosos, orgulhosos e independentes, não se sentem intimidados quando em contato com animais maiores, enfrentando-os sem o menor receio. Por serem naturalmente dominantes, muitos enfrentam os próprios donos quando contrariados. Dedicação, paciência e persistência são peças-chave para um maior grau de obediência desta raça arquivo

(*) Anderson Vendruscolo, Carlos Eduardo Zanetti , Creilda Santos Alves, Cristiani Paula Souza, Kcleyr Gonçalves dos Santos, Robson Soares Capecci , Simoni Nunes Amaro, Winnie Batista Gonçalves.

ConsCiênCia CósmiCa Ademar de Lima

*Expansionista consciencial & pesquisador

Infecção urinária, questão da física (1/5) Das experiências extracorpóreas as que mais gosto são sobre as aulas a respeito de diversos assuntos, em todas as áreas do conhecimento humano e tudo simultâneo. O que mais me impressiona é que as dúvidas que tenho são respondidas no ato como se fosse numa sala de aula da terceira dimensão, além de que eu não planejo nada, apenas me harmonizo e medito antes de dormir. Nas minhas pesquisas sobre esquizofrenias, eu sempre digo que estas aulas “me salvam” da discriminação, ou seja, caracterizam que realmente são experiências extracorpóreas da energia consciencial que sou noutras dimensões inimaginadas pela ciência humana, atual autoeleita detentora de verdades absolutas e inquestionáveis do nosso momento sócio/histórico.

Dentre as centenas de experiências desse tipo destaco para um assunto tão importante quanto os outros, porém bastante interessante e até certo ponto despercebido das ciências biológicas e biomédicas. Bio significa vida para estas ciências e com isso as pesquisas desenvolvidas focam apenas o orgânico, desprezando completamente o atômico eletrônico e outros fundamentos estudados pela Física. A ciência biomédica estuda apenas a energia eletro química que atua no funcionamento orgânico das células e órgãos, que segundo consta essa energia vital para a saúde do nosso corpo físico é composta de sais minerais, proteínas e vitaminas, de onde o sódio (no popular) provoca as descargas elétricas necessárias para o funcionamen-

to das células. A Física estuda os átomos e constata que tudo nos universos é constituído de partículas atômicas que reagem umas com as outras através da energia Eletromagnética e comprovou recentemente que cada célula orgânica é composta de milhões de átomos devidamente arranjados por essa energia de imantação

com duas polaridades, onde as partes iguais se repelem e as desiguais se unem formando outro campo magnético ou gravitacional. Por isso todos os planetas, luas e meteoros obedecem a rotas precisas ao redor de estrelas devido aos campos magnéticos atuando constantemente em todos eles. Fiquei sabendo e a ciência já sabe que tudo fun-

ciona a base de energias, e todas essas energias são compostas de átomos que sozinhos ou juntos criam campos magnéticos. Eu sempre brinco dizendo que nossa glândula hipófise é o aeroporto da alma que somos e que esta não é composta de nenhuma energia das quais conhecemos ou que já tivemos notícia. Afirmo também que somos Cósmicos e que fazemos parte e somos o micro e o macro Cosmo, ou seja, somos infinitamente gigantes e infinitamente pequenos – difícil de entender não é? Mas o mais interessante foi saber que somos um equilíbrio de forças e energias e quando uma dessas energias aumenta e se sobrepõe as outras, adoecemos. Mas as doenças na maioria não são orgânicas? As denominadas infecções não são alterações orgânicas? Você

não toma “remédios” para consertar o organismo? O procedimento padrão diz que quando você está com infecção urinária o remedinho mais apropriado é o fluconasol, por quê? (não sou contra nenhum fármaco, questiono a generalização apenas). Tomei conhecimento de que na realidade quando a energia eletro química se sobrepõe à energia eletromagnética de cada célula de seus órgãos excretores de urina e acontece uma “oxidação”, um desarranjo energético que produz “taquions” e este produz resíduo (vírus), que não é considerado algo orgânico nem minério, mas que a presença dele desarmoniza todo o funcionamento orgânico, elétrico, eletrônico e eletromagnético de cada célula, como num efeito cascata.


10

Regional

15 a 21 de junho de 2012

ItaquIraí

Municípios Em foco Itaporã

arquivo

Da ReDação

Rede de água do Assentamento Santa Rosa terá investimento de R$ 1,1 mi

arquivo

A 9ª edição da Festa do Leitão no Rolete será realizada no dia 1 de julho. O evento é organizado pela Assuita (Associação de Suinocultores de Itaporã). O almoço será servido no salão paroquial da igreja matriz São José, área central de Itaporã. De acordo com Osmar Carbonaro, presidente da Assuita, mais de 25 suínos serão preparados para o evento. Na última edição da festa (2011), foram consumidos 660 quilos de carne e 600 quilos de costelinha. Cerca de 2 mil pessoas participaram do evento. Parte da renda da festa será destinada para a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais). Mais informações através do telefone 9961 5593. Os convites serão vendidos a R$ 20 e crianças até 10 anos não pagam. No local será servido arroz, carne suína frita no tacho, pururuca, feijão com cabotian, saladas, mandioca e farofa. JardIm - A saúde na fronteira brasileira com o Paraguai vive momentos de alento e expectativa. Do Centro de Diagnóstico inaugurado em 2003 à construção de um hospital e de um Spa, a Associação das Famílias para Unificação e Paz Mundial (Universal Peace Federation) cumpre etapas para reabilitar propriedades, oferecendo parte delas ao usufruto de pacientes dos municípios de Bela Vista, Bonito, Caracol, Guia Lopes da Laguna, Jardim e Nioaque. Em 12 agosto deste ano, as autoridades municipais de Jardim e Guia Lopes, a 239 quilômetros de Campo Grande, receberão a médica Reiko Moribe. Há investimentos japoneses no projeto, que devem ser de aproximadamente US$ 10 milhões, conforme valores divulgados na época da apresentação do projeto. (Correio do Estado) Japorã – Recente reunião em Campo Grande entre o senador Delcídio Amaral (PT), o deputado federal Antonio Carlos Biffi (PT), o deputado estadual Londres Machado (PR) e o prefeito de Japorã, Rubens Freire Marinho (Rubão do PT) confirmou a pré-candidatura à prefeitura de Japorã de Vanderley Bispo (PT), que encabeçara um arco de alianças que deve contar com diversos partidos, entre eles o PT, PSDB, PR, PSC, PTN, PSD, PSB e PDT, sendo ainda que estejam em conversações outros importantes partidos do município que estão sendo procurados para consolidar esta aliança. NavIraí – O município receberá em breve um dos maiores investimentos em saneamento básico dos últimos anos. A prefeitura da cidade trabalha para finalizar um pacote de R$ 4,7 milhões em drenagem de águas pluviais e asfalto. Deste valor R$ 2,5 milhões já estão garantidos com receita própria. A licitação está em processo final, aguardando apenas a abertura dos envelopes para divulgação da empresa vencedora. Quatro bairros serão beneficiados com drenagem: Sol Nascente, Ipê, Odércio Nunes e Jardim Progresso. retroescavadeIras - A segunda etapa de entrega das retroescavadeiras em Mato Grosso do Sul beneficiou mais 21 municípios do estado. As máquinas foram doadas pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) sábado (16). A iniciativa permitirá que as cidades reestruturem as estradas vicinais e construam barragens para o enfrentamento do período da seca. Confira a relação dos municípios beneficiados com a segunda entrega das retroescavadeiras no Mato Grosso do Sul: Vale do Ivinhema – Ivinhema, Bataiporã, Santa Rita do Pardo, Novo Horizonte do Sul, Anaurilândia, Angélica e Nova Andradina; Cone Sul – Eldorado, Sete Quedas, Mundo Novo, Tacuru, Naviraí, Iguatemi, Japorã e Itaquiraí: Grande Dourados – Vicentina, Juti, Fátima do Sul, Deodápolis, Jatei e Glória de Dourados. BoNIto - O Instituto das Águas da Serra da Bodoquena (IASB), estimou que o 49th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation - ATBC 2012, evento a ser realizado em Bonito (MS) na próxima semana (18 a 22/6), vai gerar cerca de 10 toneladas de gases do efeito estufa (GEEs) com atividades locais durante o evento. A fim de compensar estas emissões, 143 mudas serão plantadas em áreas que requeiram o reflorestamento na região de Bonito. As emissões foram calculadas por meio do Programa Plante Bonito, desenvolvido pelo IASB desde 2007. Com uma metodologia própria, baseada no GHG Protocol Brasil, o programa faz estimativas para eventos, publicações, viagens e atividades empresariais.

Trabalho será executado pela Sanesul, que fará a perfuração de 5 poços artesianos, no Assentamento Santa Rosa

Os recursos da Funasa e da Prefeitura beneficiarão cerca de 200 famílias; obras já foram iniciadas Recursos no valor de R$ 1 milhão de reais, da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), provenientes de emenda do deputado federal Antonio Carlos Biffi, e contrapartida da Administração de Itaquiraí, no valor de R$ 111 mil, beneficiarão todas as 200 famílias do Assentamento Santa Rosa, com rede de água. A obra teve início no dia 12 de junho. O trabalho será executado pela Sanesul, que fará a perfuração de 5 poços artesianos, nos lotes 31, 54, 125, 141 e 159 do Assentamento Santa Rosa e fará a instalação da rede de água. “Os assentados costumam perfurar poços caseiros, mas eles não são suficientes para abastecer todo o assentamento, além de causarem muitos

NavIraí

transtornos quando secam deixou os assentados muito ou desmoronam. Por isso a felizes. “Esperamos tanto rede de abastecimento nos pela água. Quando vimos o assentamentos é funda- caminhão que fará os poços mental”, explica a prefeita artesianos chegar, ficamos Sandra. muito contentes”, revela. Fundado em 1998, o Celso conta que perfuSanta Rosa é um dos 12 rou três poços caseiros no assentamentos rurais de lote e, todos desbarrancaItaquiraí. Apenas algumas ram. Há três anos ele emfamílias desse local tinham prestava água do vizinho. acesso à água potável, com De acordo com o agricultor, instalações precárias, feitas a rede de água melhora pelos próprios moradores. muito a vida do assentado. “A água é um “Podemos farecurso básizer irrigação Emenda co para todo da pastagem, do deputado ser humano. A plantar uma instalação da horta, evitar federal Biffi rede beneficia que o gado foi de as famílias do beba água das Santa R osa, nascentes”, R$ 1 milhão que além de afirma. utilizar a água De acorpara consumo próprio, pre- do com a diretora do Decisam dela para desenvolver partamento de Convênios, os trabalhos na agricultura Katiana Farina, o pedido familiar, que é o ganha pão para instalação de água no dos assentados”, conta a o Assentamento Santa Rosa vice-prefeito Aldo Farina. foi feito em 2007. “A dePara o agricultor fa- mora se deve à burocracia miliar Celso Aparecido Ta- dos trâmites legais, pois rogo (Xuxa) que reside no são necessários aprovação Assentamento Santa Rosa do projeto, licenciamendesde a fundação, a notícia to ambiental e licitação”, da instalação da rede água explica.

Além disso, já foram feitos projetos para instalação de rede de água nos setores 3, 4, 5, do Assentamento Indaiá e no Assentamento Guassu, que contam com recursos de emendas parlamentares do ex-deputado João Grandão e do deputado Vander, no valor de R$ 1 milhão, e nos setores 6, 7 e 11 do Indaiá e na parte do Complexo de Assentamentos Santo Antonio que ainda não possui água encanada. “A Administração Municipal preza pela qualidade de vida da população, por isso, busca investimentos para os recursos básicos. As parcerias são fundamentais para essas ações”, revela a secretária de Finanças, Maria Miranda. Os maiores investimentos em instalação de água na área rural de Itaquiraí tiveram início em 2005. Até então, o único local que possuía água era parte do Assentamento Indaiá – Represa. Mais informações no site da Prefeitura Municipal de Itaquiraí: www. itaquirai.ms.gov.br

eDilson oliveiRa

Onevan de Matos assume, finalmente, pré-candidatura Durante recente entrevista coletiva o deputado estadual Onevan de Matos disse que “agora é para valer”. Foi a expressão que usou para assumir a condição de pré-candidato a ser transformada em candidatura oficial a prefeito de Naviraí, em convenção que deve ser realizada em data a ser oficializada, antes do prazo final - dia 30 de junho. Junto dele, na entrevista coletiva de imprensa, estiveram vários pré-candidatos a vereador pelo Partido da Social Democacria Brasileira (PSDB). Entre as presenças destacadas estavam a do presidente do partido do deputado - Eugênio Guedes, o presidente da Câmara Municipal - Gean Carlos Volpato (PMDB), os ex-vereadores Deoclécio Zeni, Laurentino

edson freitas

O deputado Onevan de Matos será candidato pelo PSDB Pavão de Arruda, Solange Mello, o suplente de vereador pelo PP - Elias Construtor, o servidor público municipal aposentado Jair Mariano (da ambulância), entre outros correligionários tucanos. Onevan disse que agora, ele e o PSDB devem correr em busca da definição da

candidatura a vice-prefeito. Ao lado de Gean Volpato, declarou que uma nova reunião com peemedebistas deve acontecer no final de semana. O deputado afirmou que espera que o nome seja indicado pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro. A confirmação pode acontecer na próxima

segunda-feira. Ele não quiz comentar sobre nomes, e se limitou a dizer que provavelmente será um nome do PMDB, que segundo ele, pode sair após o fechamento de acordo. O mais comentado é o nome do empresário do ramo hoteleiro e ex-gerente municipal de Obras - Luis Henrique Bruno. Onevan falou que continuam também as conversações para definição de um coligação para a eleição proporcional (vereadores), com chapa de 26 nomes distribuídos entre partidos coligados. Onevan informou que estão sendo feitas conversações com o Partido dos Trabalhadores (PT) e fora da entrevista coletiva, disse ao SULNEWS que também estão adiantadas as conversações com o PDT e o PTdoB.


Entretenimento

15 a 21 de junho de 2012

horóscopo da semana Críticas? Elogios? Sugestões?

Amarildoleite2011@live.com VENOM Quem gosta de quadrinhos e viu o filme Homem Aranha 3, conhece o Venom, um dos principais vilões do universo do Homem Aranha e que não foi bem aproveitado neste filme. Agora a Sony divulga que está de olho no diretor Josh Trank (Poder Sem Limites) para dirigir um filme solo deste personagem. Avi Arad e Matthew Tolmach (produtores do inédito O Espetacular HomemAranha) deram entrevista dia desses onde afirmam: “Queremos que o filme seja o mais próximo possível dos quadrinhos. Especialmente em relação à história de Eddie Brock”. Ele era jornalista, escreveu a história errada e foi demitido por causa disso.” E Tolmach continuou: “Essa é a verdadeira essência dos personagens da Marvel, a aproximação com a história emocional. Fazendo isso, o resto é diversão”. Tolmach disse ainda que o encontro entre o Aranha e Venom pode acontecer algum dia, na aventura solo do simbionte ou em alguma sequência da nova série do super-herói: “Faz sentido juntar os dois, mas o que eu quero dizer, sem entregar muita coisa, é que espero poder ver esses personagens convivendo em paz algum dia”, falou. Na entrevista os produtores garantem que a nova versão de Venom não terá nenhuma relação com o personagem interpretado por Topher Grace em Homem-Aranha 3. Quer relembrar Venom? Olha a foto:

pertencem a estúdios diferentes, apesar de serem propriedades da Marvel. Aí então vemos que para acontecer uma aventura com os personagens unidos nas telas, terá que ter antes um acordo financeiro entre Disney e Sony. O ESPETACULAR HOMEM ARANHA Já que passamos aí pelo dia dos namorados, vou aproveitar para mostrar aqui um novo pôster do Aranha. Desta vez, o cara está pendurado sobre a cidade agarrado com Gwen Stacy, sua namorada em uma cena pra lá de romântica. Veja que fofos:

ÁRIES

Este é um momento em que você, caro ariano, precisará procurar mais harmonia e equilíbrio, pois sua energia precisa se concentrar principalmente no campo profissional. Seu dia a dia será preenchido por inúmeros compromissos e somente uma boa capacidade organizacional será capaz de ajudá-lo.

www.somostodosum.com.br

TOURO

Neste período as inúmeras solicitações podem estar deixando você um pouco agitado e inquieto, mas você não deve se preocupar em demasia, pois tudo irá se resolver positivamente para o seu lado. As oportunidades que Júpiter lhe proporcionou durante o trânsito em seu signo podem se realizar.

LEÃO

CÂNCER

Neste período o leonino enfrenta algumas turbulências que não facilitam a sua vida. Porém, se as coisas não funcionarem conforme seus desejos, lembre-se de que as situações difíceis servem para fortalecê-lo. Procure ser criativo e, sobretudo, seja diplomático em seus contatos pessoais.

LIBRA

ESCORPIÃO Se as coisas não estão

Neste período você precisa pôr as barbas de molho, porque inicia o seu Inferno Astral. Porém, não se preocupe em demasia, pois bastará agir com cautela e discrição para não se expor a nenhum tipo de confronto que poderá causar um desequilíbrio energético. O libriano inicia um período de boas oportunidades com Júpiter e Vênus em trânsito num signo de Ar e em bom aspecto como o seu. O momento atual lhe oferecerá ótimas ocasiões de expansão, com inúmeros convites que virão finalmente coroar todos os esforços destes últimos tempos!

CAPRICÓRNIO O capricorniano pode precisar de muito jogo de cintura para poder contornar e superar os percalços que a vida insiste em colocar à sua frente. As mudanças que você esta desejando implementar podem demorar mais do que o necessário para serem completadas.

indo como você desejaria e nuvens pretas aparecem em seu horizonte, procure se manter calmo para não piorar as coisas. Nada que você possa fazer irá mudar a situação atual: procure analisá-la sob outro angulo e encontrará meios de contorná-la.

AQUÁRIO

Os astros favorecem o signo de Aquário, que neste momento desfruta de um período de expansão e oportunidades. O campo profissional está lhe proporcionando alguns projetos interessantes, onde a sua criatividade natural lhe será muito útil. Você precisará também de maleabilidade.

palavras cruzadas

11

GÊMEOS

Muitas energias se concentram em seu signo desde que o Sol iniciou o seu trânsito, onde ocorreu o alinhamento com Vênus. Além dos benefícios que isso proporciona do ponto de vista energético, melhorando os seus relacionamentos pessoais, agora você inicia um período de grandes oportunidades.

VIRGEM

O virginiano ainda está sob os influxos do planeta Marte em trânsito em seu signo e pode se beneficiar desta presença investindo nos seus planos profissionais e pessoais. Um dia a dia muito intenso de acontecimentos pode, porém, prejudicar a sua saúde se você não se concentrar.

SAGITÁRIO

Nesta semana o seu regente, Júpiter, está iniciando um trânsito em oposição ao seu signo. Este fato astrológico indica a necessidade de fazer boas escolhas para poder encontrar o equilíbrio e a harmonia, seja no campo profissional, que no pessoal e amoroso. Evite tomar decisões precipitadas.

PEIXES

Se você encontrar muitas curvas em seu caminho, tire o pé do acelerador! Os piscianos do primeiro decanato, já sob a influência de Netuno, em trânsito em seu signo, podem sentir uma urgência maior para adentrar ainda mais no caminho da espiritualidade e ter um ótimo fim de semana!

www.coquetel.com.br

SUPER HOMEM – O HOMEM DE AÇO Depois de um tempo sem divulgação, eis que finalmente surgiram novas imagens de peças do figurino de Superman – Homem de Aço, que foram expostos na feira License Expo 2012, em Las Vegas. As fotos dão uma boa ideia de como serão os personagem Superman, JorEl e Faora no filme. Confira algumas:

Por enquanto é só, pessoal. Semana que vem tem mais.

resposta da anterior

VINGADORES De carona com Andrew Garfield, protagonista de O Espetacular HomemAranha, que já sugeriu incluir o Homem Aranha aos Vingadores, no cinema, o produtor do reboot, Avi Arad, em entrevista ao site Crave Online, Afirmou que “tudo é possível” e acrescentou mais: “Se algo assim acontecer e a história certa surgir, é ótimo para a Disney, é ótimo para a Sony. Nosso pensamento está na direção certa. Mas agora trabalharemos no filme do Venom, que é a nossa prioridade. Para mim, Os Vingadores foi um sucesso esperado, então não tivemos vontade de fazer isso só por causa do sucesso do filme.” Os direitos para adaptação cinematográfica de Os Vingadores e Homem-Aranha

9611-2431


Culturalmente Falando Sonhos e Realidades do Poeta Nicanor Coelho

12

Ilson Boca Venancio

15 a 21 de junho de 2012

Ele está sempre fazendo várias coisas, é uma pessoa ativa, criativa e critica. A sua luta por espaço começou quando entrou para a escola estudando no colégio Ministro João Paulo dos Reis Veloso, no tradicional bairro “Vila Matos” e como todo menino na sua idade gostava de esporte, porém a sua dificuldade estava na desigualdade da sua estatura. Esta é a história do grande jornalista Nicanor Coelho. Na aula de educação física tudo corria na base do vale tudo, onde o maior sempre levava a melhor, ele era o menor. No futebol, era a lei do mais forte, isso também ele não era e no handebol era o ponto fraco onde os adversários arremessavam. No basquetebol não dava para competir, daí então ele sabia que precisava buscar outra forma de participação. Quando em uma comemoração surgiu uma oportunidade de participar com o Teatro, a saída foi se juntar com alguém do seu tamanho, o colega Amarildo Ricci, e juntos montaram “Pedro Malazarte” com texto de Alípio Ramos e Eurides Ramos sucesso em fita de cinema com o ator Mazzaropi no final dos anos cinquenta. A euforia com o teatro a

principio foi grande, chegou até a participar de oficinas na extinta Funced com o objetivo de se aprimorar no assunto, mais logo o fogo se apagou. Indo para o curso ginasial e sempre buscando uma fresta, se juntou ao movimento estudantil, passando a participar da UDE (União Douradense de Estudantes) e ali junto com o com o João Carlos Torraca, Clovis de Oliveira, Enio Ribeiro, Elias Ferreira, Ataíde Junior, Luiz Carlos Ribeiro, logo se filiou no PCB (Partido Comunista Brasileiro) que tinha uma grande atuação no movimento estudantil. Uma das regras dos partidos de esquerda com os seus quadros era a formação política e social. Cultura e comunicação eram fundamentais para o avanço da filosofia de esquerda, com isso o envolvimento com a mídia foi inevitável. Nicanor destaca a importância de duas professoras da área de literatura Zenaide Soares de Almeida e Maria de Fátima Ferreira e me disse que as suas orientações foram fundamentais no seu desenvolvimento literário. Escrever matérias jornalísticas ou textos de filosofia política alimentava o dia a dia mais não satisfazia. Ele

ilsonvenancio@hotmail.com

arquIVo

buscava algo menos passageiro, então passou a valorizar as suas escritas poéticas, e escreveu o seu primeiro livro “Nomes”. Ele escrevia poesias mais não se denominava poeta e sim escritor, dizia que poetas tinha outros mais assumidos, ele simplesmente escrevia poemas. Como um bom realizador, para entrar no mundo da literatura articulou a criação da Academia Douradense de Letras e juntamente com o poeta escritor Carlos Magno Amarílla fundou o grupo Arandu. Essa foi até então a sua maior contribuição à literatura, a partir dai ela ganhou uma nova dimensão na nossa cidade em produção e popu-

laridade. A academia juntou a classe literária fortalecendo o movimento. O grupo Arandu através de sua Revista criou um espaço novo para a literatura alternativa e cientifica, até então fora da mídia. Como produtor, o grupo tem colocado no mercado, um grande número de poetas e escritores através das suas publicações. O seu segundo livro, “Vida Cachoeirinha”, é uma inspiração poética sobre o convívio em um bairro da cidade que teve a sua formação diferenciada dos demais, bairro que é um exemplo de superação e, aos poucos, com a luta de seus moradores vem conquistando melhor qualidade de vida. Considero uma obra poético-sociológica de grande importância. A próxima ação do Arandu é o lançamento da Rede de Bibliotecas Comunitárias, como uma forma de popularizar a literatura levando as bibliotecas para próximo das pessoas, incentivando a leitura. Eu, que o conheço na sua luta, fico torcendo para que os seus sonhos coletivos se realizem sempre contemplados de sucesso para o bem da literatura. E fico grato por essa nossa conversa.

Poesia

Cantinho da

AMOR É UM FOGO... Luiz Vaz de Camões

Amor é um fogo que arde sem se ver, é ferida que dói, e não se sente; é um contentamento descontente, é dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer; é um andar solitário entre a gente; é nunca contentar-se de contente; é um cuidar que ganha em se perder. É querer estar preso por vontade; é servir a quem vence, o vencedor; é ter com quem nos mata, lealdade. Mas como causar pode seu favor nos corações humanos amizade, se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Imagem da Feira Livre

boCa VeNaNCIo

Na banca da Dona Chica, além de deliciosos churros, temos bolos de mandioca, cueca virada, rapadura, melado, feijão de corda etc.


Edição 187