__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

Folha Quinta-feira| Cachoeirinha, 6 de maio de 2021 | ANO IX | Edição 2020 | DIÁRIO | Venda Avulsa: R$ 2,50

Divulgação/BM

Brigada Militar recebe uma viatura semiblindada e seis motocicletas

Página 7

Metrosul realizará obras para a conexão de 5 mil imóveis à rede de esgoto na região

3

4

Lojistas estão otimistas nas vendas para o Dia das Mães 8

Aprovada resolução que cria o Departamento de Assistência Cledi Vieira recebe homenagem social na Câmara pelo trabalho voluntário 4 4 Divulgação/CMC

Estado eleva incertezas sobre quitação das dívidas da CEEE com os municípios


6 de maio 2021 Quinta-feira, 6 de maio dede 2021 22 QUINTA-FEIRA,

Variedades Variedades

OPINIÃO

O silêncio do conivente O Senado brasileiro instaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o que o Governo Bolsonaro possa ter feito de errado na consciência, planejamento, estratégia e ação contra a pandemia da Covid-19. CPIs têm poder, geram impeachment de presidentes. Fernando Collor caiu ao final de uma CPI. De 1988 para cá, esse tipo de investigação conquistou ainda mais força, passando a quebrar sigilos bancário, fiscal e telefônico como, até então, só o Judiciário tinha condição de fazer. O que determinará essa nova CPI? O parlamento, a quem cabe por vontade popular a fiscalização do Executivo, irá ou não cumprir, rigorosamente, com a liberdade de apurar e determinar a culpa da tragédia? Em plena pandemia, além do negacionismo e outros erros, em dois anos foram nomeados quatro ministros da Saúde. O grande personagem dessa CPI é, sem dúvida, o general de divisão do Exército Brasileiro, Eduardo Pazuello. Qualquer resultado começará, passará e terminará nele. Pazuello não tem formação na área da Saúde, nem mesmo em Logística que teria sido o bom motivo pelo qual Bolsonaro o nomeou para ministro. A rigor, traz no seu currículo denúncias de corrupção envolvendo curso de paraquedistas e desvio de munição nos tempos em que estava nos quartéis. Sua passagem pelo Ministério contabiliza desde a recomendação de uso da cloroquina, cientificamente não comprovada; passando por descaso e militarização da pasta; incentivo à desinformação sobre a pandemia, atrasos na compra de vacinas e responsabilidade pelo colapso nos hospitais de Manaus, no Amazonas, gerando muitas mortes. Fontes informam que Pazuello vem

sendo "treinado" para sair-se bem na CPI, e proteger Bolsonaro. Perda de tempo, ele não assimila esse tipo de preparo, é autoritário demais para tanto. Outras fontes, asseguram que ele já teria aceito o sacrifício da condenação para proteger o presidente. Por fim, ainda corre por fora a hipótese dele ser fidedigno aos fatos e mostrar quem, de fato, tem a principal responsabilidade pelas consequências da má gestão. Aquele ao lado do qual deixou claro, em uma entrevista, que militar apenas cumpre ordens. Bolsonaro tentou dar um novo cargo a Pazuello no Governo, no qual tivesse foro privilegiado e, assim, ficasse "blindado". Não conseguiu, teria que desalojar outro militar ou, pior, sacrificar indicados de aliados políticos, em especial do Centrão. Um dia após ser exonerado do Ministério Saúde, porém, a Procuradoria-Geral da República pediu o envio do inquérito contra Pazuello para a primeira instância. Recente portaria retornou Pazuello ao Exército. O documento não detalha qual posto o general ocupará, mas é bem provável que seja um cargo restrito a militares no Ministério da Defesa. Enquanto isso, a CPI ouvirá muitos depoimentos. Vai lidar com "nitroglicerina pura". Pazuello - seja qual for o resultado final da investigação parlamentar - é o personagem mais cotado para ter a culpa de uma tragédia muito maior do que ele teria, sozinho, a capacidade de gerar.

Folha A Receita Federal recebeu, até as 11 horas desta quarta-feira (5/5), 17. 701.915 declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2021, ano-base 2020. Das quais, 56.032 foram entregues com certificado digital. O sistema de recepção de declarações da Receita funciona 20 horas por dia. Fica indisponível somente na madrugada, entre 1 hora e 5 horas. Para mais informações, acesse bit.ly/2PPZLvk

Fonte: ClicTempo

RADAR acompanhamento dos médicos, Halima Cisse pensava estar mas que no fim de março foi grávida de 7, o que por si só já transferida para uma maternidade era uma gestação difícil. Por no Marrocos que se encarregou do conta de todos os riscos, ela foi procedimento de risco. transferida do Mali, onde mora, "Agradecemos para um hospital o apoio da do Marrocos – família Cisse, mas o que ela voluntários e não esperava é de todo o povo que daria à luz do Mali", disse 9 bebês, em um a ministra da caso raríssimo de Saúde, Fanta nônuplos. Siby, em um Todo o comunicado. procedimento Ministério da Saúde do Mali "Damos os foi organizado parabéns às por meio da equipes médicas do Mali e do cooperação internacional entre os dois países. O Ministério da Saúde Marrocos cujo profissionalismo fez com que o resultado desta gravidez do Mali confirmou, nesta terçafosse tão feliz." feira (4/5), o nascimento dos 9 A nova mãe e seus bebês pequenos – 5 meninas e 4 meninos devem voltar para casa apenas em – e garantiu que todos passam algumas semanas. bem. A nota do governo do Mali não Em nota, o governo do Mali informou o peso dos bebês ou após informou que Cisse esteve quantas semanas de gestação eles por duas semanas internada nasceram.. G1 em um hospital local para

Ricardo Viveiros

é jornalista, professor e escritor. Doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, membro honorário da Academia Paulista de Educação (APE)

Corpo de Paulo Gustavo será cremado nesta quinta em cerimônia restrita O corpo do ator e humorista Paulo Gustavo será cremado nesta quinta-feira (6/5) em uma cerimônia restrita à família e a amigos próximos. O local e o horário não foram divulgados, segundo a assessoria do artista, “a fim de evitar aglomerações neste período de pandemia”. Também não foi informado se haverá velório. Paulo morreu na terça-feira (4/5), aos 42 anos, vítima de Covid. Criador de Dona Hermínia e de outros personagens inesquecíveis no teatro, na TV e no cinema, ele estava internado desde 13 de março no Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul do Rio.

PREVISÃO DO TEMPO

Um pato comprido que vive em um lago dentro do campus da Universidade de York, no Reino Unido, virou uma celebridade das redes sociais —ele tem quase 25 mil seguidores e já apareceu em programas de TV dos EUA. Zoe Duffin, a aluna que criou a conta do pato no Instagram, afirma que ele tem cerca de 70 centímetros de altura. Daniela Ramiro/Estadão Conteúdo

Depois de chorar a tinta dos olhos, depois de chorar a tinta das palavras, ainda estaremos chorando a morte de Paulo Gustavo. O enterro não será de um dia para o outro. Talvez perdure para sempre. Talvez, pelo resto da vida, estaremos nos despedindo dele um pouco por vez. Será um punhado de terra arremessado a cada amanhecer, será uma rosa ofertada a cada entardecer. Fabrício Carpinejar | @CARPINEJAR | Poeta

Reprodução/Instagram

NAS REDES

CLICK


Folha

Geral Cidade

QUINTA-FEIRA, 6 de maio de 2021 3 Quinta-feira, 6 de maio de 2021 3

Metrosul realizará obras para a conexão de 5 mil imóveis à rede de esgoto na RMPA Os trabalhos começam na próxima segunda-feira (10/5) em Cachoeirinha e Gravataí

Os trabalhos começam na próxima segunda-feira (10/5) em Cachoeirinha e Gravataí, onde serão executadas mais de 1,6 mil conexões, com conclusão estimada em 40 e 20 dias, respectivamente. Pelos próximos meses, as intervenções também acontecerão em Alvorada, com 330 ligações; Canoas, com 2,4 mil e 470 em Esteio, sendo aproximadamente cinco mil novas conexões. A ação integra o plano de universalização do tratamento de esgoto e tem o objetivo de agilizar as ligações à rede pública nos locais onde a mesma já está disponível. Cerca de 27 mil pessoas serão atendidas nesta primeira fase, e até dezembro deste ano a Ambiental Metrosul promoverá outras sete mil ligações. A intervenção consiste na instalação dos ramais de ligação de esgoto e do terminal de inspeção e limpeza (TIL), estrutura na qual é feita a conexão da ligação intradomiciliar (sistema interno) à rede pública de esgoto. Vale destacar que a intradomiciliar deve ser construída pelo proprietário do imóvel.

A fim de minimizar possíveis transtornos, uma vez que as obras de conexão serão realizadas nas calçadas e ruas em frente às residências, a Metrosul ressalta que atuará com comunicação e sinalização ostensiva, informando os usuários sobre a realização e benefícios das intervenções. Bairros que receberão os serviços: Cachoeirinha: 1.000 ligações - Aproximadamente 5,5 mil pessoas atendidas Jardim Betânia, Moradas do Bosque, Vila Anair, Vila Vista Alegre, Parque Granja Esperança, Vila Monte Carlo, COHAB, Vila Eunice Velha, Vila Eunice Nova, Vila Silveira Martins, Parque Brasília, Vila City, Vila Ponta Porã, Vila Imbuhy, Vila Santo Angelo, Vila Carlos Antônio Wilkens, Vila Márcia, Vila da Paz, Jardim Conquista, Vila Bom Princípio, Vale do Sol, Parque da Matriz, Vila Regina. Gravataí: 634 ligações – Aproximadamente 3,5 mil pessoas atendidas Vera Cruz, Barnabé, Santa Cruz, Castelo Branco, Dom Feliciano, Diva

AM/Divulgação

Lessa de Jesus, Parque dos Eucaliptos, Parque Florido, Vila Branca, Parque Olinda, Jansen, Salgado Filho, Natal, Rincão da Madalena. Importância da conexão à rede Quando o imóvel está ligado à rede de coleta e tratamento de esgoto, toda

água utilizada nas atividades cotidianas como lavar as mãos, tomar banho, utilizar a descarga do vaso sanitário, etc, desce pela rede interna da casa, segue pelas tubulações na rua e é direcionada às estações de tratamento. Nesses locais, passa por diversos processos que garantem a retirada dos poluentes de forma

eficaz. Esse processo é fundamental para garantir que o esgoto doméstico retorne à natureza em condições adequadas. Atualmente, somente 1/3 das residências da Região Metropolitana de Porto Alegre contam com coleta e tratamento de esgoto. Com a universalização do sistema de

esgotamento sanitário, a Metrosul vai ampliar esta cobertura para mais de 87% até 2031, contribuindo, de forma significativa, na melhora dos índices e qualidade do serviço de saneamento na região, beneficiando aproximadamente 1,7 milhão de pessoas. Além dos benefícios ao meio ambiente, ajudando a diminuir a taxa de poluição dos rios Sinos, Gravataí e Caí, o tratamento de esgoto também contribui com a prevenção de doenças, promovendo mais saúde, dignidade e qualidade de vida às comunidades. Mais informações em www.esgototratado.com.br. A Ambiental Metrosul Considerada a maior PPP de saneamento do país, a Ambiental Metrosul, parceira da Corsan, foi constituída para fazer a coleta, tratamento e disposição final dos esgotos de Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Eldorado do Sul, Esteio, Gravataí, Guaíba, Sapucaia do Sul e Viamão, trazendo mais saúde e qualidade de vida a uma população estimada em 1,7 milhão de pessoas.

Vice-prefeito celebra quatro anos de associação com profissionais do segmento da tecnologia e inovação em Gravataí Na terça-feira, 4, o vice-prefeito Dr. Levi Melo e a secretária municipal de Inovação, Ciência e Tecnologia, Selma Fraga, participaram da reunião dos diretores da Associação das Empresas e Profissionais de Tecnologia da Informação do Vale do Gravataí (AGTI), que ocorreu em razão do aniversário de quatro anos de criação da instituição. O encontro aconteceu no Café Grãos do Mundo. O vice-prefeito Dr. Levi Melo lembrou que, mesmo com toda a dificuldade do momento delicado que estamos vivendo, Gravataí tem trabalhado efetivamente para que estes sonhos sejam concretizados, permitindo que a cidade seja, cada vez mais, um

celeiro de oportunidades profissionais, contando com a tecnologia e com a AGTI como aliados próximos. "São quatro anos de um sonho que virou realidade. Parabéns aos envolvidos. Gravataí certamente reconhecerá cada um de vocês." Selma Fraga, que esteve à frente da AGTI até assumir a Secretaria Municipal de Inovação, Ciências e Tecnologia (SMICT), falou da missão inicial. "Esse, é só o começo, ainda temos muito trabalho para alcançar o que um dia foi um sonho. Hoje, temos a certeza de que é apenas questão de seguirmos o caminho que estamos trilhando com o apoio cada vez maior de todos que estão reconhecendo a importância desta área

para o nosso município". O presidente da AGTI, Henrique Gerstner, lembrou do início da fundação da associação. "Quatro anos atrás, apenas

sonhávamos com algo que, agora, é uma realidade inserida no coração da cidade." A AGTI teve seu lançamento em 2017,

em uma iniciativa de 14 profissionais, em especial, educadores da área de tecnologia que tinham como missão impulsionar esta importante área e,

como sonho, colocar o Vale do Gravataí como um dos principais expoentes neste mercado nacional. Hoje são mais de 100 associados responsáveis por grandes realizações na área. Entre eles, incentivo e premiação ao empreendedorismo. Também esteve presente o diretor administrativo da AGTI e secretário adjunto da SMICT Tanrac Saldanha e alguns dos fundadores da AGTI, Daniel Lacerda, Claudio Silveira, Heitor Reis, Nielsen Specht, Henrique Gerstner, Christiano Cadoná, Marcelo Hilbert, Selma Fraga, Silvia Milene Costa e Silvio Teixeira e a diretora de Projetos da AGTI Ana Paula Valério e a advogada Anyusca Schmidt Cusato.


4 QUINTA-FEIRA, 6 de maio de 2021

giro político “No mundo, existe ainda muita violência, mas não podemos deixar morrer a vibração de esperança que mantém os corações unidos” (Paiva Netto)

Da Redação folhadecachoeirinha@gmail.com jornaldegravatai@gmail.com

Estado eleva incertezas sobre quitação das dívidas da CEEE com os municípios

Cledi Vieira recebe homenagem pelo trabalho voluntário Divulgação/CMC

Em Sessão Ordinária realizada na tarde desta terça-feira, dia 4, o Vereador Otoniel Gomes (MDB), homenageou a voluntária Cledi Maria Soares Vieira, que faz um trabalho incansável em diversas ações sociais como APAE, Parceiros Voluntários, Viva Mulher, além de se destacar como mulher no Rotary Club de Cachoeirinha. Dona Cledi, como é conhecida popularmente, recebeu uma placa alusiva a Moção de Congratulação. A homenagem foi entregue no intervalo da sessão com a participação de todos parlamentares. O vereador de Gravataí, Alan Vieira, visitou uma escola nesta terça e comemorou o retorno das aulas. "Como é bom ter convicção daquilo que defendemos! Educação é direito de todas as nossas crianças!", escreveu em sua página do Facebook.

Folha

Política

Realizada com o objetivo de buscar esclarecimentos junto ao Governo do Estado, e sobretudo uma solução, a audiência pública sobre as dívidas de ICMS da CEEE com os municípios elevou as incertezas em relação à quitação do passivo. O assunto foi proposto pela deputada estadual Patrícia Alba (MDB) e ouviu inúmeras autoridades, entidades e prefeituras gaúchas durante a manhã desta terça-feira (04). De acordo com a deputada, a discussão se fez necessária após o Governo vender o braço de distribuição da estatal por R$ 100 mil e abrir mão da receita de ICMS por meio do perdão fiscal de parte do passivo. Pela Constituição, 25% deste valor pertence, por direito, aos municípios gaúchos. “O governador não pode, sob hipótese alguma, renunciar à receita de tributos em nome de outros entes. Isso leva a efeito um verdadeiro ‘lesa pátria’. Entendo que os municípios devem receber, integralmente, aquilo que é seu. É importante que o Estado nos forneça esse esclarecimento. Do contrário, vou trabalhar para que os municípios não recebam um real a menos”, contestou. Representando o Governo do Estado, o diretor técnico da Junta de Coordenação Financeira da Secretaria da Fazenda, Flávio Pompermayer, não apresentou qualquer garantia real, documentada, de que vai haver o pagamento dos valores totais de ICMS devidos aos municípios. Apenas disse que o Estado não vai renunciar à dívida – estimada em mais de R$ 4 bilhões. Além disso, sequer indica prazos para o caso da quitação do débito. Segundo a deputada Patrícia, ainda não há transparência adequada por parte do Governo do Estado em relação ao assunto. “Não encontramos no edital, nem em qualquer outro documento, informações que assegurem como, de qual forma e quando será feito o pagamento”, alega Patrícia. Para justificar a afirmação, a deputada citou ainda um parecer da Procuradoria-Geral do Estado (PGE-

-RS), preparado com o intuito de trazer esclarecimentos, mas que não trouxe nada de novo, deixando as mesmas dúvidas que já pairavam sobre o assunto. O documento, segundo o presidente da Famurs, Maneco Hassen, foi considerado insuficiente para esclarecer as dúvidas. Patrícia também lembrou da denúncia feita por seis entidades sindicais, encabeçadas pelo Sindicato dos Engenheiros do Rio Grande do Sul junto ao Ministério Público (MP/RS), para apurar supostas irregularidades na quitação no débito com o Estado, o que gerou a instauração de um Inquérito Civil Público para investigar o assunto. O presidente do Consórcio de Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal) e prefeito de Porto Alegre Sebastião Melo, afirmou que os valores são de extrema importância para a garantia da continuidade da prestação dos serviços públicos nos municípios. “Somente Porto Alegre tem algo em torno de R$ 70 milhões para receber. Os municípios vivem uma situação delicada, na medida em que temos que prestar os serviços para os cidadãos e os recursos são escassos em todos os momentos, mas principalmente neste cenário de pandemia. Por isso, quero me somar e dizer que estamos atentos para que esses recursos cheguem ao caixa das prefeituras o mais rápido possível”, comenta. Ao final da audiência, a deputada Patrícia propôs um acompanhamento especial do assunto em razão de que não foram trazidos pelo governo qualquer segurança de que os municípios vão receber os valores de ICMS a que têm direito por lei. “Tratamos de números, de leis e de percentuais, mas o que realmente importa e é por isso que estamos reunidos aqui hoje é para que os cidadãos gaúchos, que já pagaram esse imposto quando do pagamento da sua conta de energia, não fiquem sem os serviços de saúde, educação, segurança, assistência, entre outros a que têm direito por garantias legais”, finaliza a deputada.

Aprovada resolução que cria o Departamento de Assistência social na Câmara de cachoeirinha compreendem interação e fiscalização dos procedimentos desenvolvidos pela Secretaria Municipal responsável pela assistência social direcionada aos munícipes. Serão atividades do DAS: acompanhar a realização do cadastramento de famílias em situação de vulnerabilidade social, as quais receberão atendimento e direcionamento de suas demandas, acompanhar a Execução Orçamentária da SMASCH, organizar e promover debates no âmbito do Poder Legislativo para a discussão de temas relacionados à assistência social do Município e acompanhar e fiscalizar o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) no Município.

Divulgação/CMC

Agora é oficial. A Câmara Municipal de Cachoeirinha passará a contar com um Departamento de Assistência Social (DAS). Por maioria dos parlamentares foi aprovada na Sessão Ordinária desta terça-feira, dia 4, a Resolução nº 14/2021, de autoria da Mesa Diretora, que é presidida pela Vereadora Jussara Caçapava (PSB), que cria o DAS. Entre as atribuições do DAS, compreendem interação e fiscalização dos procedimentos desenvolvidos pela Secretaria Municipal responsável pela assistência social direcionada a população. As atribuições do Departamento de Assistência Social da Câmara de Vereadores (DAS)


Folha

Canal 1

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

João Cotta/Globo

C´est fini

Como sempre são muitas as especulações em torno dos campeões do “BBB”, no dia seguinte à conquista. Mas, de oficial, nada fechado no Entretenimento da Globo para a nova milionária, Juliette Freire.A campeã, aliás, alcançou a marca de 26 milhões de seguidores BOS_21_10_20_ANUNCIO 1 28/10/2020 13:56:24 no Instagram, o que paraBOSTON_10X10cm.pdf ela já é um grande negócio. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

TRATAMENTOS PARA DISFUNÇÃO ERÉTIL E EJACULAÇÃO PRECOCE

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

MAIS DE 1 MILHÃO DE HOMENS ATENDIDOS NO MUNDO SALA DE ESPERA INDIVIDUAL TOTAL CONFIDENCIALIDADE

AGENDE SUA CONSULTA

OU ACESSE www.bostonmedicalgroup.com.br

NÓS PODEMOS TE AJUDAR! Responsável técnico: Dr. ORESTES MAZZARIOL JUNIOR - CRM: 30020

Material de aplicação estética

Amulatado Acessório indispensável aos DJs Lanterna dianteira do carro Suplicar

Indício do câncer de mama (pl.)

Vitamina da cenoura Deslocarse no ar

Comic (?), feira de cultura pop Rasteiro

Memória volátil do computador Doença de Stephen Hawking (sigla)

Prática docente Nosso, em italiano (?) de Higgs: a Partícula de Deus

Tancredo Neves, político mineiro

Gás usado na decoração kitsch

Ocidente (abrev.) Latitude (abrev.)

O tipo mais comum de chope

BANCO

28

Solução

S A I R

· ... Só que para isso, antes, ele terá que renovar contrato. E isso até agora não aconteceu.

Fruto citado em "Morena Tropicana"

Em que lugar? Sulcar (a terra)

C

· A situação na Globo com o Luciano Huck ainda é a mesma...

· ... Está tudo conversado para ele apresentar o “Caldeirão aos domingos no ano que vem...

Gala, para Dalí Cão, em inglês

Mês das noivas Ditos do humorista

S M

· Luan Santana e a dupla Fernando e Sorocaba se unem neste sábado, 20h, na live “O Início”. Tudo a ver com o “Dia das Mães”.

Navegação por (?), recurso do browser

Primata do horóscopo chinês

R E U S

Bate - Rebate

Conversa (pop.) Acusados em juízo

P

Otávio Mesquita vai exibir nesta quinta-feira, no SBT, uma matéria inédita com cenas de uma visita à casa de Hebe Camargo. Recebido pelo filho dela, Marcello, são mostradas diversas peças do acervo pessoal da apresentadora. Em um momento especial, Marcello permite que Otávio leve de presente um dos Troféus Imprensa que sua mãe ganhou.

Reflexão sonora Capital peruana

F R A E I P X L A A S N DE T R I O O L A M E N T O

Na Globo, depois do “BBB”, na noite de hoje, depois de “Império”, começa o “Mestres do Sabor”.Sob o comando de Claude Troisgros, com Batista e Monique Alfradique, o programa tem os chefs Kátia Barbosa, Leo Paixão e Rafa Costa e Silva nas avaliações.

Casa da Hebe

Consoantes de "paxá" "Vinho", em "enófilo"

Lago que banha Cleveland (EUA)

A V O A R

Terceira temporada

Área fértil do sertão cearense Em + a Conterrâneas de Ban Kimoon

K F E I F R I E T R E E A N N O S A B A F A R O S A N R E L N E O L C L A

que enfrentou, principalmente com as drogas, sem esconder nenhum detalhe. De acordo com Susanna, durante todo o processo de filmagens, “vamos usar necessários protocolos de segurança, testando os entrevistados e com equipe super-reduzida. E sempre de acordo com os protocolos da Sindcine”. Importante: este trabalho não tem qualquer relação com o projeto do filme “Casagrande e Seus Demônios”, parado há anos.

Masculino de "sóror" Artigos de contrato

R O G A R

Terá quatro episódios e exibição no streaming a série da cineasta Susanna Lira sobre a vida do ex-jogador Walter Casagrande, comentarista da TV Globo. Tudo indica que será no Globoplay, mas ainda não tem nada fechado. As gravações devem começar na semana que vem e o projeto promete destacar toda a sua trajetória, desde a infância, o sucesso nos gramados e os problemas

Divisões longitudinais de pistas de rodovias Recurso que ameniza o desmatamento

Atriz e digital influencer

F S E X T A R I R N A E T E V U L C O A I O R M M I A D A O O C M N G A O C D R O U A L O S T S O N

A vida e os dramas de Casagrande serão contados em série documental

© Revistas COQUETEL

(?) dos trilhos, descarrilar (o trem) O de quatro folhas traz sorte (Folc.)

M A R H I A N B O

Colaboração:José Carlos Nery

"A Bela e a (?)", conto infantil O maior do mundo é Aparecida, em SP Dia da Paixão, na Semana Santa

3/con — dog. 4/baio. 5/boson — trela. 6/kéfera — nostro. 8/hidrogel. 9/manga-rosa — replantio.

Por:Flávio Ricco

QUINTA-FEIRA, 6 de maio de 2021 5

Variedades


6 QUINTA-FEIRA, 6 de maio de 2021

Geral

Maio Laranja alerta para o abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes A cada hora, três crianças são abusadas no Brasil. Cerca de 51% têm entre um a cinco anos de idade. Com o objetivo de alertar para esta situação grave e subnotificada, a campanha Maio Laranja foi instituída para ampliar informações que ajudem a prevenir e identificar o abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes. Atenta aos números alarmantes – e o agravamento da situação provocado pelo isolamento social – a deputada federal Liziane Bayer (PSB/RS) reuniu convidadas em uma live para propagar a causa. Todos os anos, 500 mil crianças e adolescentes são explorados sexualmente no Brasil. Dados sugerem que somente 7,5% dos casos são denunciados às autoridades. Lançada em abril de 2020 pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), a campanha busca sensibilizar a sociedade e combater a violência sexual. “Governos, organizações sociais e todos nós devemos estar atentos a essa chaga que destrói famílias e tira a esperança de um futuro melhor. Trata-se de um crime previsto no Código Penal e no Estatuto da Criança, mas as estatísticas não retratam a realidade”, ressaltou a parlamentar na transmissão realizada na segunda-feira (3). Liziane lembrou que o assunto não pode ser um tabu. “Talvez não falar sobre isso tenha contribuído para chegarmos a tal situação, com tantos casos em nosso país. É preciso conhecer o tema para ajudar as vítimas. Vale ressaltar que não denunciar também é crime”, pontuou, ao alertar que o comportamento de menores na internet também precisa ser monitorado com muita atenção pelos

casos de COVID-19

Rio Grande do Sul: 992.471 | Óbitos: 25.544 Gravataí: : 20.652 | Óbitos: 684 Cachoeirinha: 12.203 | Óbitos: 351

vacinação COVID-19 (doses)

RS: Recebidas: 4.677.910 | Aplicadas: 3.355.143 Gravataí: Recebidas: 92.212 | Aplicadas: 68.645 Cachoeirinha: Recebidas: 42.944 | Aplicadas: 30.831

Dados do Conass, SES e Secretarias Municipais da Saúde.

cotações Fonte: Cepea / Data-base: 04/4

Arroz (50kg): R$ 86,45 Soja (60 kg): R$ 180,59 Milho (60 kg):R$ 99,79 Boi Gordo (@):R$ 313,10 Açúcar (50 kg): R$ 113,48

Suino (kg): R$ 7,24 Cordeiro(kg): R$ 8,50 Leite (Litro): R$ 1,7677 Frango (kg): R$ 6,67 Dolar: R$ 5,433

pais. Em 2000, por meio da Lei 9.970, 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data reforça a sensibilização e a mobilização na luta pelo fim dessa situação. “Defender a vida é a principal pauta do nosso mandato. Precisamos prestar atenção nas crianças, mesmo que seja em uma simples fala ou em um desenho. Todos vivem em sociedade e podemos estar alertas aos sinais demonstrados pelas vítimas”, disse a deputada estadual Franciane Bayer (PSB/RS), que participou da transmissão. Ajuda da literatura A live foi marcada pelo lançamento do livro Bailarinas também choram. Escrito por Thanise Stein e Jessica Minho, a obra reúne dados sobre o abuso sexual infantil, destaca os sintomas apresentados pelas vítimas e informa os canais de denúncia – em uma linguagem lúdica e de fácil compreensão para as crianças. Para Jessica, pensar na próxima geração é um dever de todos. “Não falar sobre o tema não significa acabar com o problema. Dados do Relatório Disque 100, de 2019, mostram que 72% dos casos de violência ocorrem na casa da vítima ou do agressor”, alertou. Em caso de qualquer suspeita de uma situação de abuso ou exploração sexual de crianças e adolescentes, denuncie pelo Disque 100. O serviço também está disponível pelo site da Ouvidoria, App Direitos Humanos Brasil, Telegram ou WhatsApp (61) 99656-5008.

Folha

Não há risco de politização das Forças Armadas, diz ministro O ministro da Defesa, Walter Braga Netto, afirmou ontem (5) que não há risco de “politização” das Forças Armadas no Brasil. “Isto é ponto pacífico entre os comandantes. Já conversamos sobre isto e não existe esta possibilidade”, declarou o ministro ao participar de uma reunião de mais de cinco horas de duração na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados. “As Forças Armadas cumprem a Constituição Federal, cujo Artigo 142 prevê a garantia dos poderes constitucionais, da lei e da ordem”, acrescentou o ministro, assegurando que isso não representa uma “tutela” militar do poder político, e que democracias fortes dependem de instituições independentes. “As Forças Armadas observam esses procedimentos. Prontas para, se houver necessidade, e desde que acionadas dentro do que a Constituição delimita, atuarem para equilibrar qualquer tipo de diferença ou descompensação que houver”, esclareceu Braga Netto ao responder as perguntas dos parlamentares. Ao ser questionado sobre a presença de militares nos cargos do primeiro escalão do governo federal, Braga Netto disse que “há dados sendo divulgados que não são reais, porque o pessoal, quando calcula, computa tudo. Só no Gabinete de Segurança Institucional e no Ministério da Defesa, somados, há cerca de 2,8 mil cargos de natureza militar”. O ministro citou também os reservistas que, em 2020, foram contratados para reforçar, temporariamente, o atendimento nas agências da Previdência Social para reduzir o estoque de pedidos de benefícios feitos ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Governo debate com prefeitos sistema de distanciamento Com o objetivo de seguir o diálogo sobre o novo sistema de distanciamento durante a pandemia, o governador Eduardo Leite e integrantes do Gabinete do Crise se reuniram virtualmente, nesta terça-feira (4/5), no começo da noite, com deputados e prefeitos que representam associações regionais da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs). O governador apresentou uma “espinha dorsal” do que poderá substituir o modelo de Distanciamento Controlado a partir de 10 de maio, quando o atual sistema completará um ano, conforme já havia adiantado. Até lá, segue vigente o modelo transitório, com todo o RS seguindo protocolos de bandeira vermelha, sem cogestão. “No ano passado, criamos um modelo pioneiro matemático, com base em indicadores de saúde, para que tivéssemos um sistema mais objetivo. Ao longo da pandemia, principalmente com o avanço agressivo da ocupação de leitos, tivemos de fazer ajustes. Como as variações em cada um dos indicadores ficaram desencontradas com a gravidade da situação, a salvaguarda foi criada para conseguir garantir que as restrições fossem adequadas ao momento. Com isso, o modelo acabou ficando, de fato, complexo e, embora tenha cumprido o seu papel até aqui, acreditamos que deve ser atualizado para o momento atual, mais simplificado e com

mais participação das regiões e municípios na definição dos protocolos das atividades”, iniciou dizendo Leite. Pela proposta, o atual modelo de bandeiras, definidas semanalmente nas cores amarela, laranja, vermelha ou preta seria substituído por um sistema de alertas, conforme seja necessário em função do aumento do grau de risco de cada região. A ideia é que o modelo seguiria baseado nas 21 regiões Covid, nas sete macrorregiões e no Estado como um todo. Conforme as diretrizes do sistema apresentadas pelo governador, caberia ao governo do Estado definir restrições mínimas obrigatórias, como uso obrigatório de máscara em ambiente coletivo aberto ou fechado, que os municípios terão de seguir em qualquer hipótese, além de sugerir um conjunto de protocolos padrões por atividades, em número inferior ao existente hoje. Pela sugestão inicialmente apresentada pelo governo, municípios poderiam adotar protocolos por atividades respeitando as restrições mínimas obrigatórias, além de seguir necessária a adesão de dois terços das prefeituras da região Covid e apresentação do plano de fiscalização dos protocolos a serem adotados. E as prefeituras poderiam seguir aplicando regras mais rígidas do que as adotadas pela região ou do padrão definido pelo Estado.


Folha

Cidade Cidade

QUINTA-FEIRA, Quinta-feira, 66 de de maio maio de de 2021 2021 77

Inicia a Campanha do Agasalho da SOGIL A Campanha do Agasalho 2021 da SOGIL iniciou na última segunda-feira (3/5). A população pode realizar a doação de agasalhos de inverno em seis diferentes pontos de coleta (veja endereços no final da matéria). Conforme forem recebidas, as doações passarão por uma triagem e ficarão armazenadas na Garagem Sede, na Parada 96, onde serão distribuídas semanalmente. Para solicitar a retirada de algum agasalho, os interessados devem preencher um cadastro no site da SOGIL. Para isso, basta acessar www.sogil.com. br e, na parte superior da página, procurar a seção Comunidade e Meio Ambiente, clicando em Apoio Social. Após, é necessário fazer o preenchimento dos dados. Para a assistente social da SOGIL, Sara Medeiros, a Campanha do Agasalho da empresa tem uma grande importância para as pessoas em situação de vulnerabilidade social, ainda mais em um ano de

Sogil/Divulgação

pandemia. “A gente recebe muitos contatos de pessoas físicas, associações e prefeituras solicitando tudo o que se possa imaginar. A demanda é muito grande”, disse. Itens prioritários De acordo com Sara, as doações para a SOGIL chegam durante o ano

todo, com os mais variados itens. Entretanto, há algumas peças que têm uma demanda maior. “A gente recebe muita roupa feminina. Por outro lado, roupas de crianças, cobertas e roupas masculinas, que muitas vezes são doadas para asilos, são um pouco mais difíceis de conseguir. Por isso, a

gente reforça que a doação desses itens é ainda mais essencial”, explicou. A ação solidária tem o encerramento previsto para o dia 31 de agosto. Porém, após a data, a SOGIL seguirá recebendo doações caso haja demanda. Olhar voltado às pessoas

Para a diretora de Recursos Humanos da SOGIL, Ana Cristina Pastro Pereira, a empresa possui um olhar voltado para as pessoas, que é demonstrado através de ações como as doações de alimentos, roupas e material escolar, e também por meio das campanhas em datas comemorativas,

como no Dia das Crianças e no Natal. “Hoje, mais do que nunca, precisamos ser solidários e estimular a prática de boas ações nas pessoas ao nosso redor. A pandemia tornou a realidade ainda mais triste, com necessidades maiores do que antes. Então, que possamos ter empatia e solidariedade”, destacou a diretora, convocando a população para a Campanha. Confira os endereços dos pontos de coleta: - Garagem 76 (Rua Ibirapuitã, 240, bairro Salgado Filho - Gravataí) - Garagem 96 (Rodovia ERS-030, 3195, bairro Vila Cledi – Gravataí) - Garagem 107 (Estrada do Barro Vermelho, 650 – Gravataí) - Garagem Oswaldo Aranha (Rua Prefeito José Link, 815, Centro, Gravataí) - Garagem Glorinha (Avenida Quatro de Maio, 240, Glorinha) - Central SOGIL TEU! (Avenida José Loureiro da Silva, 1520, Centro, Gravataí)

BM de Cachoeirinha recebe uma viatura semiblindada e seis motocicletas

Na manhã de terça-feira (4/5), o 26° Batalhão de Polícia Militar (26º BPM) recebeu do Estado do Rio Grande do Sul um veículo Renault Duster semiblindado e seis motocicletas Yamaha Lander 250. A solenidade de entrega das novas viaturas ocorreu na Academia de Polícia Militar, em Porto Alegre. Com as novas viaturas, o 26º BPM dará continuidade a missão realizada diuturnamente junto a comunidade de

Cachoeirinha, em busca da redução dos índices de criminalidade, manutenção da ordem e o bem estar social, em consonância com o Programa RS Seguro - Programa Transversal e Estruturante de Segurança Pública, cuja metodologia, implantada em 2019, visa, entre outros objetivos, a melhoria das condições de trabalho e proteção dos policiais para atingir também uma maior qualidade no atendimento ao cidadão.

* Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores e não emitem a opinião do jornal Diretor geral: Moacir Menezes Diagramador/Editor: JacsonMenezes Dantas/Filipe Foschiera Diagramação/Redação: Diretor geral: Moacir

Filiado:

Filiado:

Folha

Diário Publicação da empresa Gráfica Jornal 2M Ltda Publicação da empresa Jornal Diário Foschiera e Jacson Dantas * Os textos assinados são de responsabilidade de seusFilipe autores e não emitem a opinião do jornal 03.851.285/0001-62 OficialCNPJ dos nº Municípios Ltda ME CNPJ nº 08.070.493/0001-48 Registro nº 39987 do livro A-4 Registro nº 39987 do livro A-4 Fundação: 22 de março de 2005 51 3421.3381 51- 3497.1078www.2mnoticias.com.br www.2mnoticias.com.br folhadecachoeirinha@gmail.com jornaldegravatai@gmail.com Fundação: 15 de janeiro de 2013 Av. Dorival Cândido Cândido Luz de Oliveira nº 6125 - Pda.nº646125 - Bairro SãoVicente Vicente--Gravataí/RS CEP 94070-001 - Gravataí - RS - Brasil Av. Dorival Luz de Oliveira, - São - Brasil


A Câmara de Vereado- fazendo, entrar com um subsídio res Gravataí deve6 de votar QUINTA-FEIRA, maio de 2021 – a exemplo do 8 de nesta quinta-feira, 6, o PL que estão fazendo outros 026/21, do Poder Executi- Municípios (Porto Alegre vo, que prevê um subsídio está dando um aporte de R$ 16 milhões, também para manter a tarifa do para congelar a tarifa). transporte público muSem o subsídio, o preço da nicipal (os branquinhos) passagem em Gravataí senos atuais R$ 4,80 até o ria de R$ 7,22. A decisão final do ano. O valor é o caberá agora aos vereadoresultado do rateio dos res, se mantêm a passagem custos totais da operação a R$ 4,80 ou elevam para do sistema somados aos tributos divididos entre os R$ 7,22. Para não transferir o usuários pagantes. déficit operacional para os Sempre que o preço da passageiros, a prefeitura tarifa não cobrir o custo do serviço, originando um de Gravataí está propondo rombo tarifário, a prefeitu- cobrir a diferença, paganra pode deixar que o valor do R$ 194,4 mil por mês, em 20 parcelas. Além disseja todo repassado para so, para manter o mesmo o usuário ou, como está

preço até o final do ano, a prefeitura também vai Contracapa comprar 240.000 passagens a R$ 4,80, no valor total de R$ 1,15 milhão. “O projeto de lei do Executivo tem como objetivo a readequação do equilíbrio econômico-financeiro na concessão do transporte público urbano. O texto autoriza a prefeitura a conceder subsídio orçamentário extraordinário nas modalidades de indenização e de aporte à Na justificativa do tarifa do transporte, além projeto, o Executivo da compra de 240 mil pas- menciona que o transporsagens”, explica o secrete público é um serviço tário municipal de Mobiessencial que, em meio lidade Urbana (Semburb), à pandemia, “opera em Adão Castro. condições de onerosidade

CMV/Divulgação

reequilíbrio econômico a que oFolha projeto visa atingir é uma medida prevista em lei, afirma a justificativa do projeto. Assim, não se trata “da vontade do poder concedente, mas de uma obrigação legal”, argumenta o Executivo. A indenização do déficit referente ao período de março de 2020 a fevereiro de 2021 é de R$ 3.888.255,45, com pagamento em vinte parcelas mensais, iguais e sucessivas, no valor de R$ 194.412,77. Já o aporte de valores ao sistema de transporte público fica limitado ao valor de R$ 1.152.000,00.

Lojistas estão otimistas nas vendas para o Dia das Mães excessiva”. A prefeitura argumenta que, com a redução no número de passageiros, a cobrança da tarifa se tornou insuficiente para sustentar os custos do transporte público. O

Lojistas estão otimistas nas vendas para o Dia das Mães Este é o segundo ano que o Dia das Mães atravessa uma pandemia e, apesar das dificuldades, diante do atual cenário, a maioria dos empresários estão com boas expectativas de vendas. Mesmo os consumidores mostrando um comportamento mais tímido, espera-se vender mais do que o ano anterior. Anteriormente, o empreendedor não se sentia preparado para atuar no marketing digital, sendo obrigado a acompanhar as principais mudanças no contexto da pandemia para atender melhor às necessidades do consumidor e, ao mesmo tempo, entender o novo comportamento de um cliente muito mais exigente. A expectativa para o Dia das Mães é que se tenha um pouco mais de movimento e as vendas mais expressivas. Lojista está mais preparado com novas estratégias de vendas A coordenadora do Sindimulher e proprietária da Moda Prime, Cerli Dal Santo, está com boas

expectativas, mesmo o cliente se comportando de forma mais lenta. “Neste ano me sinto muito mais preparada para receber o consumidor. Além de aprender novas estratégias nas redes sociais, aumentei o prazo das parcelas em 6 vezes e sem juros. Também ofereço desconto nas compras à vista, especialmente na semana que antecede ao Dia das Mães”. Já a vice-presidente do Sindilojas e integrante do Sindimulher, Zete Blehm, que também é proprietária da loja DI Eliz by Zete Blehm, acredita que o cliente está mais seguro com a chegada da vacina. “Percebo que as pessoas estão saindo um pouco mais pra rua e com isso temos a chance de melhoras nas vendas. Acredito que terá um aumento nas vendas se tivermos um diferencial”. Entre as estratégias para o Dia das Mães, Zete preparou promoções e reservou um espaço da loja para um outlet, criou um Brechó Chik e disponibilizou peças com preços bem atrativos e descontos em toda a loja.

Consumidor mais tímido na hora da compra As compras à vista ou em dinheiro passaram a ser pelo cartão de crédito ou no crediário. A crise do Covid-19 impactou significativamente o comércio, o que gerou alta no desemprego, lojas fechadas e consumidores muito mais cautelosos nas compras. De acordo com a Maria Helena Bielefeld do Sindimulher e responsável pela empresa no ramo de construção, CoferSinos Material de Construção Ltda, salienta que o Dia das Mães é uma data que sempre favorece o comércio em geral. “Temos mais vendas expressivas pelo oportunismo da data. E no material de construção mudou um pouco o cenário, pois neste dia a procura é maior no ramo da confecção e bazar”. “Não temos muito o que reclamar, pois nosso segmento não fechou em nenhum momento e, mesmo durante a pandemia, houve procura por materiais para reformas e consertos”. A empresária percebeu a dificuldade das pessoas no investimento

devido a pandemia. “Tivemos uma redução de 30% dos consumidores. Sentem medo por causa do vírus”. O consumidor está com muito receio e tímido no investimento. A empresária destaca que o cliente pesquisa mais pelo menor preço e pelo desconto. “O comportamento do cliente está mais exigente, expressivo, mais investigador”.

bom atendimento, ser prestativo para fazer a diferença e ter um diferencial para oferecer. Leninha, como é chamada, disse que investiu muito no whatsapp para atendimento, com divulgação intensa no facebook e está dando muito certo. Trabalha também com telentrega, o que favorece as vendas.

Atendimento como diferencial Para Maria Helena, a loja tem que focar num

Sindilojas trouxe o suporte que eu precisava Com as mudanças do formato de vendas, a

maioria dos empresários precisaram buscar formas de aprendizado para adaptação ao comportamento do consumidor durante a pandemia. “As palestras do Sindilojas nos ensinaram e nos incentivaram a buscar por ferramentas que ajudaram nas vendas por meio das redes sociais. Este foi um dos fatores mais importantes que considero para atuar nesta nova fase de negócios e que foram primordiais durante pandemia.

Internet/Reprodução

Profile for Folha de Cachoeirinha

Quinta-feira| Cachoeirinha, 6 de maio de 2021 - ANO IX | Edição 2020  

Quinta-feira| Cachoeirinha, 6 de maio de 2021 - ANO IX | Edição 2020  

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded