__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

Folha

Entre em contato com a redação pelo Whatsapp (51) 9 9415.3122

Folha

SEXTA, sábado e domingo, 9, 10 e 11 de abril de 2021

1

Sexta, sábado, domingo | Cachoeirinha, 9, 10 e 11 de abril de 2021 | ANO IX | Edição 2002 | Venda Avulsa: R$ 2,50

Divulgação/PMC

Farmácias São João realizam doação de álcool gel

Foram 60 caixas de produtos entregues, que serão destinados às unidades de saúde, Hospital de Campanha e secretarias

8

Campanha troca máscaras por alimentos A iniciativa itinerante passará por diversos pontos do município realizando a troca do alimento pela proteção facial

Segunda via da conta da Corsan pode ser emitida nos canais digitais 7

Gustavo Mansur / Palácio Piratini

Em visita ao RS, ministro da Saúde se reúne com Eduardo Leite 6

8

Com fuzil, pistola, colete e algemas, homem é preso na Freeway 3


9, 10 dede 2021 Sexta,sábado sábado ee domingo, domingo, 9, 10 ee 11 11de deabril abril 2021 22 SEXTA,

Geral Variedades

Firmeza na repressão de agressores, fomento ao debate para valorização do público feminino na sociedade e qualificação dos canais denúncia e atendimento às vítimas de violência. Com essas estratégias, as forças de segurança do Rio Grande do Sul conseguiram uma conquista inédita no mês da mulher: o número de feminicídios no Estado teve queda de 77%, de 13 em março de 2020, para três neste ano

Folha

PREVISÃO DO TEMPO

Fonte: ClicTempo

OPINIÃO

Como será o futuro da educação pós-pandemia?

O delegado responsável pela investigação da morte do menino Henry Borel disse nesta quinta-feira (8/4) que 'não resta a menor dúvida' que a mãe e o padrastro da criança foram autores do homicídio. Dr. Jairinho e Monique Medeiros foram presos na manhã desta quinta no Rio de Janeiro. Segundo o delegado Henrique Damasceno, o casal será indiciado por homicídio duplamente qualificado com emprego de tortura e sem chances de defesa da vítima. "Não resta a menor dúvida sobre autoria do crime dos dois. Fizemos três perícias no imóvel. Já reunimos até o momento provas muito fortes e muito convincentes a respeito de toda a dinâmica da participação de cada um deles", disse. A partir da perícia

nas escolas norte-americanas desde 2012 - e mistura o ensino presencial e remoto e será aliado importante na retomada das aulas em espaço físico, seja na rede pública ou privada. Este formato de aprendizagem vem sendo usado no Brasil desde a metade da última década, por instituições de ensino superior, mas agora o desafio maior será introduzi-lo adequadamente à rotina de estudantes do ensino fundamental e médio. Outra ferramenta que movimenta o mercado e é pioneira no Brasil, é a tutoria online e em tempo real. Se ao redor do mundo, é utilizada com frequência e ganhou o mercado, por aqui aos poucos vem ganhando aptidão nas escolas. Por meio de tecnologia e aplicativos próprios, estudantes conseguem se conectar a uma grande rede de apoio e tirar dúvidas com professores e/ ou universitários sobre matérias específicas e que apresentam maior dificuldade de aprendizagem. Há muitas novidades em tecnologia para educação que deverão surgir em um curto espaço de tempo, e assim ditar como será o futuro da sala de aula - seja no Brasil ou no mundo - mas, trazendo a discussão para a realidade brasileira, entendemos que há um grande caminho a ser percorrido e explorado. Desde investimentos em estrutura e capacitação de professores a introdução dessas ferramentas em sala de aula, o nosso país precisa aprender muito com as nações de primeiro mundo, como Estados Unidos, Inglaterra e alguns países europeus. Por fim, podemos entender que mesmo a passos largos essa transformação digital na educação vai acontecer no Brasil e, ao longo do tempo, conseguiremos quebrar as barreiras e ampliar o acesso ao ensino para todos. Além de transformar o mercado, a era da disrupção deve ditar como será a educação no mundo durante e pós-pandemia, que trabalhará pelo progresso de aprendizagem de cada estudante, em tempo integral.

Raphael Coelho

CEO e fundador do TutorMundi

2mnoticias.com.br

Internet/Reprodução

feita no celular da babá da criança foi verificado que a mãe sabia de agressões à criança, feitas pelo vereador, ao menos desde do dia 2 de fevereiro. No entanto, nem a mãe e nem a babá informaram o fato nos depoimentos, segundo o delegado. As mensagens monstram que Henry relatou à babá que o padrastro o pegou pelo braço, deu uma rasteira e o chutou.

A própria babá relata em um momento que a criança estava mancando e que não deixou que fosse lavada a cabeça porque estava com dor. O promotor do MPRJ (Ministério Público do Rio de Janeiro), Marcos Kac, informou ainda que a partir do laudo de necropsia já era evidente que a causa da morte não ocorreu através de um acidente doméstico, como o casal afirmou.

NAS REDES Viver como se fosse o último dia só apressa despedidas. Temos que viver como se fosse o primeiro dia para celebrar os encontros. Fabrício Carpinejar | @CARPINEJAR | Poeta

Itamar Aguiar / Palácio Piratini

Na era da digitalização, a educação foi uma das áreas mais resistentes às facilidades e oportunidades que a tecnologia apresenta. Levou tempo para diretores e coordenadores pedagógicos, assim como professores, entenderem que as gerações atuais não se limitam apenas a sala de aula e buscam fontes complementares para aprendizagem. Vista por muito tempo como ameaça, a tecnologia provou ser uma aliada aos professores e fundamental para a continuidade do desenvolvimento educacional de cada estudante. Por outro lado, em decorrência do avanço da pandemia mundial, causada pela Covid-19, escolas do mundo inteiro tiveram que se adaptar a uma nova realidade e acelerar o seu processo de digitalização. De acordo com relatório divulgado pela Unesco, aproximadamente 40% de um grupo de 200 países não possuem estruturas para oferecer suporte tecnológico aos alunos durante a pandemia. No Brasil, esta é uma realidade vivida por 30% da população que não tem acesso à internet, de acordo com levantamento realizado pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic). Além da falta de estrutura e acesso à internet e tecnologia, a falta de investimentos e preparação dos professores dificultam a digitalização no processo educacional brasileiro. Se por um lado, a rede privada utiliza há muito tempo o digital, por outro as escolas públicas estão atrasadas neste contexto e poucos alunos têm acesso a ferramentas educacionais baseadas em tecnologia. Este cenário também abre uma gama de oportunidades e novidades para o mercado educacional. De aplicativos e games educacionais a tutoria online e em tempo real, empreendedores trabalham para ajudar neste processo de digitalização e oferecer mais qualidade de ensino e desenvolvimento educacional a cada estudante. Podemos mencionar alguns exemplos, como o ensino híbrido conhecido também como blended learning- que vem sendo aplicado

RADAR

CLICK

Um novo lote de vacinas contra a Covid-19 chegou ao Estado na manhã desta quinta-feira (8/4). São 141.800 doses da Coronavac e 159.750 da Oxford/ Astranezeca. Todas as vacinas da Coronavac serão destinadas a atender a segunda dose de idosos já imunizados com a mesma marca, em lotes anteriores. Com as doses da Oxford/Astrazeneca, começa a aplicação da primeira dose de pessoas de 64 anos e, parcialmente, a faixa de 63 anos.


Folha

Geral Cidade

SEXTA, sábado e domingo, 11abril de abril 2021 Sexta, sábado e domingo, 9, 10 9, e 10 11 ede de de 2021

Gravataí assina convênio de estimulação precoce com a Apae

33

Serão realizados até 600 atendimentos, por mês, para crianças de zero a quatro anos incompletos O prefeito Luiz Zaffalon e a presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Gravataí (Apae/Gravataí), Márcia Regina da Silva Nunes, assinaram, nesta quinta-feira, 8, um convênio que proporcionará até 600 atendimentos, mensais, para crianças entre zero e quatro anos incompletos. No documento, fica estipulado que a Apae cederá a estrutura física e, a prefeitura, por sua vez, quatro servidores que realizarão procedimentos de estimulação precoce e reabilitação intelectual para as crianças. O convênio entre a entidade e a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), tem prazo inicial de um ano, podendo ser renovado. A categoria de profissio-

PMG/Divulgação

nais selecionados serão: um fonoaudiólogo, um terapeuta ocupacional, um fisioterapeuta e um psicólogo. Todos cumprirão 30 horas semanais, no local, podendo chegar a realizar

Detido com 15 porções de maconha Na madrugada desta quinta-feira (8/4), um homem, de 24 anos, foi preso por tráfico de drogas no bairro Cruzeiro, em Gravataí. Ele conduzia um Fiat/Siena branco no momento da abordagem. Com ele, foram apreendidas 15 porções de maco-

nha, quatro porções de cocaína e R$ 1.385,00 em dinheiro.

600 atendimentos mensais. O prefeito Zaffa, no ato da assinatura, lembrou que o poder público não tem capacidade para resolver todas as demandas da sociedade, mas que algumas

precisam ser priorizadas, como a oferta de um bom atendimento para as crianças e famílias que possuem alguma necessidade específica. “Sabemos que há um grande

déficit do poder público com esta parcela da nossa comunidade e queremos, pouco a pouco, e, dentro das nossas possibilidades, minimizar essa falta”, comentou o prefeito, lembrando que esta é uma das bandeiras do seu governo: “auxiliar as famílias com atendimentos qualificados”. Segundo o secretário da Saúde, Régis Fonseca, o município sabe da importância que tem este trabalho na vida das famílias e, principalmente, das crianças, para o desenvolvimento como um todo. “Estou muito satisfeito de poder retomar este convênio, podendo, assim, prestar um serviço de qualidade ”, disse. Márcia Nunes, presidente da Apae, agradeceu a parceria da prefeitura

com a entidade e lembrou da importância que tem no desenvolvimento dos pequenos. “A estimulação pode ser determinante na vida de uma criança que possui algum tipo de deficiência, por isso, estamos comemorando este ato”, afirmou. A diretora da Escola Municipal de Educação Especial Cebolinha, Simone Bitello, presente no ato, comentou que este trabalho é fundamental para que a criança seja melhor preparada para a escola e o ensino. “Estou muito feliz com o retorno do convênio pela evolução visível que nossas crianças têm ao terem acesso a estimulação precoce. Aqui somos uma rede que visa o bem-estar global deste público”, finalizou.

Com fuzil, pistola, coletes à prova de balas e algema, homem é preso pela PRF na Freeway Com informações do serviço de inteligência da PRF, foram apreendidos um fuzil, uma pistola, cinco carregadores, algemas e quatro coletes balísticos. Um homem foi preso com o material na última terça-feira (6/4), na BR-290, em Gravataí. Os policiais

patrulhavam a Freeway na busca de um Ônix de Florianópolis/SC, que estaria sendo utilizado por uma organização criminosa. O veículo passou em alta velocidade pela viatura, mas foi alcançado e interceptado, apesar da inicial tentativa de fuga.O motorista,

de 29 anos, natural de Sapiranga, ainda não tinha antecedentes. Ele desceu nervoso do carro e, após indagado, admitiu que transportava armamento para criminosos. No veículo, os policiais encontraram um fuzil calibre 556 e uma pistola mexicana

9 mm, armas do mesmo calibre utilizado pela PRF. Havia também cinco carregadores, um par de algemas e quatro coletes balísticos, sendo que três deles possuíam velcro com identificações da PC e do DENARC, provavelmente falsificados.

Distância que aproxima: docente é destaque na dedicação educacional no Senac Gravataí O papel do professor no ensino EAD tem como, além de mediar, criar situações didáticas que satisfaçam as necessidades e interesses dos alunos, mobilizando-os a lidarem com projetos e situações de aprendizagem em ambientes virtuais. Segundo o estudo da Pearson, o "Global Learner Survey", publicado em agosto de 2020, 90% dos entrevistados acreditam que a aprendizagem on-line veio para ficar e fará parte da realidade dos estudantes dos três níveis - fundamental, médio e superior - pelos próximos anos. Para isso é necessário repensar o formato de ensino e, nesse contexto, os docentes e alunos acostumados com o ensino presencial vão precisar se

adaptar, além das adaptações já feitas desde o início da pandemia. No Senac Gravataí, a docente Camila Corcini é um exemplo dessa dedicação e de ideias inovadoras. Considerada um destaque por se reinventar com as aulas em formato on-line, a professora da turma de Aprendizagem mostra que é possível estar perto mesmo estando longe fisicamente. Com a ajuda da conectividade facilitada entre alunos e professores, a mediação e autonomia do docente se mostra ainda mais essencial para o controle das aulas e o bom desenvolvimento dos estudantes. Camila conta como pensou na mudança presencial – virtual em meio

à pandemia e afirma que o principal é pensar no conjunto dos alunos, em cada um como um ser único e individual que precisa também ser considerado com suas dificuldades e limitações: "Levar o trabalho para casa nos aproximou para conhecer a intimidade do aluno, e ele de conhecer a nossa. É preciso lembrar que não é apenas o aluno que está do outro lado da tela nos assistindo, mas sim todo o seu ambiente familiar, que também participa dessa nova etapa contribuindo para a sua evolução. Habilidades foram aperfeiçoadas e a empatia foi ainda mais utilizada neste momento de pandemia. Pensar que, apesar dos jovens estarem inseridos no mundo tecnológico,

também existem alunos com realidades distintas e que não possuem internet disponível para os estudos: aí entra o professor, criando novas possibilidades para esses alunos, pois ninguém pode ser deixado para trás.", comenta a docente. A aluna da turma de Aprendizagem Comercial em Serviços Administrativos com o comando da professora Camila, Maria Linna de Oliveira Martins, reforça a sua importância no aprendizado on-line e reitera a preocupação da docente em não excluir nenhum aluno. "A professora Camila contribuiu muito para a adaptação de todos e foi muito compreensiva com aqueles que não tinham todos os equipamentos necessários para

o ensino a distância, ou até com aqueles que tinham mas não entendiam muito sobre a tecnologia ou não tinham uma internet mais rápida. Ela era incrível, disponibilizava as aulas e explicava mais de uma vez se fosse necessário; não descansava enquanto a gente não compreendesse tudo." Maria Linna também ressalta o alto grau de empatia de Camila com os colegas e elogia: "O que eu mais gosto nela é a empatia que ela tem com todos! Ela entende que nem todos têm o mesmo nível de aprendizado, que alguns têm mais dificuldades que outros e ensina para cada um da forma necessária para a compreensão", afirma a estudante. O Programa de

Aprendizagem Profissional Comercial faz parte do Programa Senac de Gratuidade (PSG). Ele atende aos dispositivos da Lei da Aprendizagem (Lei 10.097/2000) e diferentes normativas que tratam da obrigatoriedade de as empresas contratarem jovens aprendizes. A capacitação contempla um conjunto de ocupações, propiciando aos aprendizes competências voltadas à profissionalização e à cidadania, a partir da compreensão das características do mundo do trabalho e de seus fundamentos técnico-científicos. Mais informações podem ser obtidas no site da escola www.senacrs. com.br/gravatai ou através do WhatsApp (51) 985941417.


4 SEXTA, sábado e domingo, 9, 10 e 11 de abril de 2021

Folha

Geral

giro político

Da Redação

"Se todas as vidas importassem, nós não precisaríamos proclamar enfaticamente que a vida dos negros importa." (Angela Davis)

No próximo sábado, dia 10 de abril, o Republicanos (antigo PRB) dará início à campanha de expansão partidária “Filia 10″ 2021 no estado em comemoração de 10 anos da criação do programa. A solenidade será transmitida via redes sociais (na página do Facebook Republicanos RS e Republicanos Gravataí), a live contará com a participação de forma remota do presidente estadual do Republicanos RS, deputado Carlos Gomes, do presidente municipal do Republicanos de Gravataí, vice-prefeito dr. Levi, e demais vereadores e coordenadores da região metropolitana. O evento também será transmitido em libras, para alcançar a comunidade surda do estado. O deputado federal Carlos Gomes, estabeleceu como meta obter 10 mil adesões ao partido até o final deste ano. “Atualmente, somamos quase 30 mil filiados no Rio Grande do Sul”, destaca.

Comissão da Câmara aprova projeto que dispensa burocracia para novos produtos ou serviços A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos Deputados (CDEICS) aprovou, nesta quarta-feira (7), o Projeto de Lei 6514/2019, de autoria do deputado federal Jerônimo Goergen (Progressistas-RS), que atualiza a Lei de Liberdade Econômica, estabelecendo condições mais favoráveis ao desenvolvimento e teste de novas modalidades de produtos e serviços. De acordo com Jerônimo, o desenvolvimento de novos produtos ou serviços é de suma importância para a modernização de nossa economia. “A desburocratização e a redução do peso do Estado sobre o empreendedor são fundamentais para que surjam novas tecnologias, produtos e serviços. E, em meio a uma pandemia como a que estamos vivendo, surgem soluções para todos os ramos de atividades, que podem impulsionar toda uma cadeia econômica”, explicou o parlamentar. Na CDEICS, a proposta teve como relator o deputado Otto Alencar Filho (PSD-BA). O texto segue agora para análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)..

jornaldegravatai@gmail.com

Com o objetivo de fiscalizar as ações de imunização contra a COVID-19 em todo o RS, a Comissão Externa de Acompanhamento à Vacinação realizou a entrega do relatório final ao presidente da Assembleia Legislativa, Gabriel Souza, nesta quinta-feira (08). O documento contou com a colaboração da deputada Patrícia Alba (MDB) e recomenda aos governos gaúcho e Federal a intensificação de compra e aplicação das doses. De acordo com o relatório, a média diária de vacinação do Estado é de 14,1 mil pessoas. Neste ritmo, ainda seriam necessários 565 dias – ou aproximadamente um ano e seis meses – para que 70% da população seja imunizada.“Observamos que uma série de fatores, infelizmente, ainda está interferindo na agilidade necessária para deter o vírus. Já se fala em mais de uma variante, enquanto os hospitais seguem lotados e a atividade econômica prejudicada”, comenta a deputada. Patrícia também se recorda de

Leonardo Ozório/ALRS

Deputados entregam relatório de acompanhamento à vacinação no RS

avanços importantes para ampliar da oferta de vacinas, como a autorização a estados, municípios e setor privado para que adquiram doses com recursos próprios; o reforço das intenções de compra do RS para a Coronavac e a Sputnik V; além da assinatura de contratos para o fornecimento das vacinas da Pfizer e da Janssen pelo Governo Federal. O relatório deverá ser enca-

minhado ao governador Eduardo Leite e ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, nos próximos dias. De caráter temporário, a Comissão também teve a participação dos deputados Pepe Vargas (PT), Aloísio Classmann (PTB), Frederico Antunes (PP), Vilmar Lourenço (PSL) e da presidente da Comissão de Saúde da Assembleia, deputada Zilá Breitenbach (PSDB).

Fontana: “Quebra de patentes pode acelerar produção de vacinas contra a covid” O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) defendeu, nesta quinta-feira (8/04), a aprovação do PL 1462, que agiliza os processos de quebra de patente, como forma de acelerar a produção interna de vacinas contra a covid. O parlamentar, que também é médico, considera um mecanismo importante para o país aumentar sua capacidade de produção de imunizantes e medicamentos, mas lembrou que a quebra de patentes tem que vir acompanhada do esforço do governo federal em busca dessa produção nacional. “Precisamos colocar o direito à vida acima do direito ao monopólio, que gera um lucro às vezes exagerado em cima do drama da população. No curto prazo, a quebra de patentes não gerará produção imediata, mas o governo federal tem que ter esse objetivo”, salientou, lembrando que, infelizmente, a pandemia não será tão curta como gostaríamos. Fontana voltou a criticar o projeto aprovado nesta semana na Câmara Federal que permite que a iniciativa “abra portas privilegiadas da vacinação” em detrimento da imunização no sistema público de saúde, prioritariamente para aquelas pessoas que têm mais risco de morrer e maior risco de serem conta-

minadas. O deputado responsabilizou o governo federal pela situação descontrolada da pandemia. “A conduta negacionista e irresponsável de Jair Bolsonaro levou o Brasil a ser o país com o maior índice de mortalidade e ocupar a posição 74 no ranking da vacinação mundial”, criticou. O ritmo da vacinação tem sido criticado também por especialistas, que consideram muito baixo o número de doses aplicadas até o momento. Fontana informou que foram apenas 26 milhões, enquanto o objetivo do país é aplicar cerca de 350 milhões de doses. “É preciso mudar tudo isso. E é papel do Congresso quebrar patentes para acelerar a possibilidade do acesso a vacinas para o Brasil”, concluiu.

Divulgação

Divulgação

Republicanos RS fará live de lançamento da campanha Filia 10

folhadecachoeirinha@gmail.com


Folha

Geral

Canal 1

www.coquetel.com.br

A série documental “História”, com Sandy e Júnior, vai de 11 de abril a 23 de maio nas tardes de domingo da Globo. Segundo a emissora, mais de 67 milhões de pessoas assistiram aos especiais sobre a turnê no “Caldeirão do Huck”, “Altas Horas”, “Domingão” e “Fantástico”.

Bate - Rebate · Foi bem sucedida a cirurgia do Neto, da Band, na coluna... ·... A operação durou quatro horas. Domingo, ele já terá alta. Depois, fisioterapia. · Nilson Ribeiro, que foi voz padrão da Globo e também prestou serviços para a Record, além de várias rádios, faleceu quarta-feira, vítima de infarto.

· Estreia nesta sexta-feira às 22h, na TV Cultura, o programa “Estação Livre”, apresentado pela jornalista e empreendedora Cris Guterres... ·...Também no dia de hoje, às 23h30, a Cultura exibe o “Persona” gravado com João Acaiabe, morto pela Covid no dia 31... ·.. O programa foi gravado em 2016.

C´est fini A ideia do Multishow era colocar no ar, ainda este mês, o projeto com a cantora Jojo Todynho – vencedora de “A Fazenda 12”. Mas, segundo o canal da Globo, a estreia ficou BOS_21_10_20_ANUNCIO BOSTON_10X10cm.pdf 1 28/10/2020 para junho. Trata-se de um formato de talk show,13:56:24 já definido como “Jojo Nove e Meia”. Então é isso. Mas segunda tem mais. Tchau!

TRATAMENTOS PARA DISFUNÇÃO ERÉTIL E EJACULAÇÃO PRECOCE

C

M

Y

CM

MY

CY

K

MAIS DE 1 MILHÃO DE HOMENS ATENDIDOS NO MUNDO SALA DE ESPERA INDIVIDUAL TOTAL CONFIDENCIALIDADE

AGENDE SUA CONSULTA

OU ACESSE www.bostonmedicalgroup.com.br

NÓS PODEMOS TE AJUDAR! Responsável técnico: Dr. ORESTES MAZZARIOL JUNIOR - CRM: 30020

Fator que pode levar ao tédio

(?) seca, destino do navio avariado

Simulador de (?), jogo de computador

Gênero musical do Skank

Veste que cobre a região torácica

Mencionar; transcrever

Apoiar; descansar

Tipo de panqueca muito fina Médio (abrev.) Porção; bocado

Forma de Literatura nordestina Raiz de 49 O mundo oposto ao onírico

Árvore usada na produção de móveis Pentateuco (Bíblia) Travessura (bras.)

Desvio sexual do "voyeur" Antônimo de depois Abóbada arqueada Guardiãs da natureza (Mit.) (?) Piazzolla, compositor argentino

Sereia do Folclore brasileiro Creme de batatas Poeta medieval

País cuja capital é Georgetown 1.551, em romanos Luta entre aves ilegalmente O antigo estimulada segundopor apos- tenente tadores (Mil.)

O trânsito, no rush Instância psíquica

Navio de casco abaulado A ele

Pão de (?), massa de rocambole

O perfume, no linguajar poético

Concorde; harmônico

BANCO

O par desfeito após o divórcio

51

Solução

A N

Nesses últimos dias, foram muitas as reportagens com o Branco, nosso grande lateral, que felizmente “chutou” a Covid pra escanteio. Só que em várias dessas matérias, o “gc”, também conhecido como gerador de caracteres, falava em “ex-campeão do mundo”. Alguém pode dizer, em que momento ele deixou de ser?

O rio mais extenso da África

B L U S A

Domingo

Processo Iguaria acirrado Professora servida pela glo- (bras. inf.) após as balização refeições

T O S I L O A B P R O E P E A M P E T E S A D A R A A Ç A C O S A S T A L O L O R

Casca de banana

Exame de avaliação do Ensino Superior

E C N H O A N D O C E O C R E I R E T E A N A R C A I P A A U E R E D E G O O

cintura dos nossos editores, é quase impossível escapar do momento difícil que vivemos. Especialmente no caso dos noticiários, não dá para jogar poeira debaixo do tapete. Os telejornais têm que cumprir com a sua obrigação. O equívoco de “Amor de Mãe”, novela exibida na sequência do “Jornal Nacional”, foi pegar pesado demais e exagerar no drama da grande maioria de seus personagens, especialmente nos “capítulos especiais”. Muito bonito o reencontro de mãe e filho, Regina Casé e Chay Suede, mas ficou nisso. No mais, só desgraça. Teve quem não aguentou.

© Revistas COQUETEL

Temas de crônicas de jornais e revistas Inexiste na conexão wireless (Inform.)

N I N F A S

Hoje, com capítulo especial, “Amor de Mãe” encerra sua exibição na Globo. Amanhã, sábado, como sempre, a reprise. Uma novela, é verdade, que foi bem prejudicada pela pandemia. Ou bem atrapalhada. E, como resultado de tudo, equivocada. Durante sua interrupção, as reprises de “Fina Estampa” e “A Força do Querer” foram propositadamente escolhidas por suas características diferentes e porque também tinham o lado comédia. Uma pegada de humor. “Amor de Mãe” não. Foi uma tragédia atrás da outra. Muito mais, agora, no final. Hoje, por maior que seja o jogo de

Uma de suas polêmicas propostas era a construção de um muro anti-imigração Inseto devorador de lavouras (pl.)

F G A F R O T I V O O E S C R D E O N O G O C T O R A R T E G U I A M D L P I A L R I N H C O E

Colaboração:José Carlos Nery

“Amor de Mãe” não foi uma novela para a ocasião

CMY

5

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

4/doca. 5/crepe. 6/guiana. 7/alferes. 8/nogueira.

Por:Flávio Ricco

SEXTA, sábado e domingo, 9, 10 e 11 de abril de 2021


Luiz Fernando Aquino Jornalista lfernandoaquino1965@gmail.com

Cuidado com as palavras! Uma vez disparadas...

Uma palavra pode detonar uma crise, uma guerra, ou catapultar uma reação positiva. Fico com meu exemplo. Eu ensaiava fazer exercícios físicos, caminhar, inicialmente. Quiçá correr. Mas não via sentido. Correr pra quê? Em direção a quê? Com que propósito? Que diversão poderia haver nisso? Eis que cruzo com o colega Anísio, agente da Guarda Municipal aqui de Gravataí. Anísio, além de um sujeito elegante, porte de atleta, é uma pessoa falante, de uma conversa agradável, inteligente. E estudante de Psicologia. Logo, discípulo de Sigmund Freud (1856-1939), o fundador da psicanálise. Portanto, alguém que sabe muito bem o poder da palavra. Mais do que isso, o momento de ela ser dita. Em uma dessas nossas conversas, época em que o Anísio era o responsável pela segurança no prédio da prefeitura, eu falei desse meu titubeio sobre começar ou não a correr. Eis que o Anísio soltou a palavra mágica: treino. Ao ouvir aquilo, toda uma memória se descortinou. Rebrotou o cara que corria 100 metros no Exército. A admiração pelo meu primo Valdir, esse sim um atleta. Isso mexeu com o meu brio. Sim, treino eu conheço. Treino tem propósito, tem método, tem disciplina e tem objetivo. Treina-se para algo. Não seria só um hamster trotando numa gaiola. Isso fez toda a diferença pra mim. Então, isso foi lá por 2019, acho, comecei. Caminhei, trotei e, suprema alegria, corri. Um dos dias mais felizes dessa minha vida, por Deus, foi ver a sombra do meu corpo em movimento de corrida. Chorei sozinho. Era eu de novo no comando. Não mais os 112 kg. Eles não eram meus. Foram um empréstimo equivocado que tomei do tempo, fartamente alimentados por uma série de emoções, revoltas, angústias, desesperanças, descasos e depressão (pronto, falei). Hoje, corro 9km direto e me livrei de 8kg. Sempre achei que, por vezes, um parágrafo, uma frase, um único texto, valiam por todo o preço de um jornal, de uma revista ou de um livro. Quando deparo com algo assim, largo tudo e me ponho a processar a informação. Nesse caso, na conversa com meu amigo Anísio, foi uma palavra. Não foram poucas as nossas conversas no hall da Prefeitura, eu, pra variar, quase sempre atrasado. O Anísio poderia ter dito: olha, tu estás pesado, vai perder peso e depois, quem sabe e tal. Mas não. Ele tinha a palavra certa pro meu inconsciente: treino. Tem uma outra coisa sobre palavras: “Você pode saber o que disse, mas nunca o que o outro escutou”. Frase do psicanalista francês Jacques Lacan (1901-1981). Nunca sabemos o que guarda o depósito das ideias do outro. Li esses dias em algum lugar algo mais ou menos assim: “Eu falo o que penso mesmo, pois é o meu jeito natural de ser. Não, isso não é o seu natural. Isso é o seu narcisismo primário”. É de uma página no Insta chamada @freud_estupefato. Então, meus amigos, cuidem ao usarem as palavras! Meçam-nas cuidadosamente. Porque uma vez ditas, elas não voltam. E se for pra ficar, que sejam de incentivo, como bem fez o meu amigo Anísio.

Geral

Folha

Em visita ao RS, ministro da Saúde se reúne com governador Leite O governador Eduardo Leite participou, nesta quinta-feira (8/4), de reunião com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Em visita ao Rio Grande do Sul pela primeira vez como ministro, Queiroga esteve no Grupo Hospitalar Conceição (GHC), em Porto Alegre. A reunião durou cerca de uma hora, e também contou com a participação da secretária da Saúde, Arita Bergmann, e do prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo.“Tivemos uma boa conversa com o ministro. Transmiti a ele nossas preocupações: o RS tem uma população com maior longevidade e um percentual alto de pessoas com comorbidades, não porque o povo gaúcho tenha mais doenças, mas porque nosso sistema de saúde e nossa qualidade de vida permite que essas pessoas com doenças crônicas tenham maior sobrevida. Ao mesmo tempo, nossa força acaba sendo nossa fraqueza, porque a fragilidade dessas pessoas perante o coronavírus é maior”, destacou o governador Eduardo Leite, em coletiva de imprensa após a reunião. O governo do Estado entregou ao ministro uma solicitação de envio de novos equipamentos – 100 monitores cardíacos, 100 respiradores beira-leito, 100 respiradores de transporte e 400 bombas de infusão.“Estamos vendo uma leve redução de internações em leitos clínicos e de UTI, mas estamos nos aproximando do inverno, momento no qual começam a surgir outras doenças respiratórias, que também demandam atendimento. Por isso, o momento ainda inspira cuidados, e precisamos ter equilíbrio e sensatez, garantindo estrutura de atendimento hospitalar e, de outro lado, a expansão da vacinação”, ponderou Leite. A coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), Francieli Fantinato, explicou que cada remessa de doses enviada pelo Ministério da Saúde vem acompanhada de uma nota técnica, que traz informações

Gustavo Mansur / Palácio Piratini

6 SEXTA, sábado e domingo, 9, 10 e 11 de abril de 2021

a respeito de qual grupo prioritário deve ser vacinado naquele momento. A 11ª remessa recebida pelo RS trouxe doses que deveriam, conforme orientação expressa do Ministério da Saúde, ser destinadas à aplicação da segunda dose em profissionais da saúde que receberam a primeira dose no dia 25 de janeiro. No próximo 25 de abril, o prazo de 12 semanas termina, e esses profissionais devem receber a segunda dose. Ainda de acordo com o ministro da Saúde, a expectativa é de que sejam disponibilizadas 30,9 milhões de doses da Coronavac em abril. “O ministro deixou claro o esforço que tem sido feito para viabilizar outras doses de vacinas, inclusive de outras empresas, e para garantir as condições de produção do IFA (insumo para a vacina) no Brasil, tornando o país menos suscetível à disponibilidade do insumo no mercado internacional”, explicou Leite. Boa parte dessas 30,9 milhões de doses também devem ser destinadas à segunda aplicação, completando a imunização de grupos prioritários.

casos de COVID-19 Rio Grande do Sul: 879.263 | Óbitos: 21.538 Gravataí: : 19.131 | Óbitos: 570 Cachoeirinha: 10.186 | Óbitos: 306

vacinação COVID-19(doses) Rio Grande do Sul: Recebidas: 2.861.600 | Aplicadas: 1.895.319 Gravataí: Recebidas: 52.587 | Aplicadas: 38.868 Cachoeirinha: Recebidas: 23.944 | Aplicadas: 19.839 *Conass, SES e Sec. Municipais.

cotações Fonte: Cepea / Data-base: 8/4

Arroz (50kg): R$ 87,31 Soja (60 kg): R$ 172,63 Milho (60 kg):R$ 95,49 Boi Gordo (@):R$ 316,80 Açúcar (50 kg): R$ 106,47 Suino (kg): R$ 5,78 Cordeiro(kg): R$ 8,50 Leite (Litro): R$ 1,74 Frango (kg): R$ 6,00 Dolar: R$ 5,57


Folha 8 Sexta, sábado e domingo, 9, 10 e 11 de abril de 2021

Geral Contracapa

SEXTA, sábado e domingo, 9, 10 e 11 de abril de 2021

7

Comitê de Solidariedade recebe doação da Dana e de servidores públicos da Prefeitura de Gravataí O vice-prefeito, Dr. Levi, também doou 1 tonelada de alimentos e 1.200 litros de leite

O prefeito e presidente do Comitê da Solidariedade, Luiz Zaffalon, e o vice-prefeito e coordenador do Comitê da Solidariedade, Dr. Levi Melo, receberam, nesta quinta-feira, 8, a doação de 117 cestas básicas de servidores públicos do município e da empresa Dana. Além disso, o vice-prefeito também realizou a doação de 1 tonelada de alimentos e 1.200 litros de leite. A entrega ocorreu no Banco de Alimentos, e as doações serão encaminhadas para os Centros de Referência de Assistência Social (Cras). “Estamos realizando uma campanha permanente, pois a pandemia do coronavírus tem, como consequência, o desemprego e a fome. O Comitê de Solidariedade tem recebido o apoio de muitas empresas, entre

elas, a Dana, que é nossa parceira histórica, sempre participando de grandes eventos da cidade”, disse o prefeito. Dr. Levi informou que a Prefeitura de Gravataí, por meio da Secretaria Municipal da Família, Cidadania e Assistência Social (Smfcas), adquire uma média de 600 cestas básicas mensais, as quais, 150, são distribuídas, por semana, nos cinco Centros de Referência de Assistência Social (Cras). “Esta doação que está sendo realizada hoje pela Dana e pelos servidores públicos complementam as entregas que o município vem fazendo regularmente. No entanto, precisamos de mais apoio para colocar, a cada dia, um pouquinho a mais de comida no prato de quem precisa. A população agradece de coração.”

Douglas Rosa/PMG/Divulgação

Cristini Oliveira, coordenadora de Recursos Humanos da Dana, relatou que ações de solidariedade como: doação de cestas básicas, agasalhos e cobertores, nas campanhas de inverno, ocorrem

de forma contínua pela empresa, todos os anos. E, na pandemia, não poderia ser diferente. “Além disso, realizamos o, “SolidariDana”, uma ação social que realiza entregas semanais de marmitas em Gravataí

Segunda via da conta da Corsan pode ser emitida nos canais digitais um diferencial no atendimento ao cliente A Corsan disponibiliza em seus canais digitais diversos serviços ao cliente. desde o início da pandemia, oferecendo cada vez mais serviços. Nesse canal, o Um dos mais solicitados é a emissão de cliente pode registrar a sua solicitação, segunda via da fatura de água e esgoto. 24 horas por dia, sem necessidade de A conta pode ser emitida por meio do atendimento telefônico ou presencial, site corsan.com.br (em Central de Serpara os principais serviços. viços ou Chatbot, que é o atendimento Ao investir na ampliação dos servionline), aplicativo e totem de autoatenços nas plataformas digitais, a Corsan dimento nas unidades. agrega agilidade ao atendimento ao Para oferecer um atendimento de cliente, facilitando a solicitação de qualidade aos seus clientes, a Compaserviços, 24 horas por dia, 7 dias por nhia busca*disponível a evolução constante dos para clientes com limite semana. seus canais de relacionamento. Hoje, os A modernização dos canais de relacanais digitais são os mais procurados, contratado. de crédito previamente cionamento é estratégica para a Corsan, representando mais de 86% do total das o seu. demandasSolicite registradas. O nível de digita- buscando a evolução com foco no cliente da Companhia. Oferecer novos canais lização dos serviços da Corsan está em de relacionamento, qualificar cada vez 88%, tornando a Companhia referência mais o atendimento e ampliar os servientre os demais órgãos do governo do Estado. O destaque principal é a Central ços digitais ao cliente estão entre os obde Serviços, no site, canal que registra o jetivos. Para isso, novas funcionalidades maior número de solicitações e tem sido estão sempre em desenvolvimento. Acesse o site e confira edição on-line da Folha de Cachoeirinha e do Jornal de Gravataí.

e, em outras cidades. As marmitas são entregues três vezes por semana e, por consequência, atingem 35 mil pessoas no Brasil inteiro”, complementou Régio Leal, coordenador de Manufatura da

Dana. ”Para nós, servidores municipais, a importância desse ato é sensibilizar a sociedade para a causa. Quem tem fome, tem pressa. Por isso, temos que fazer uma grande campanha para que as comunidades que mais precisam tenham comida na mesa”, disse o secretário da Secretaria de Governança e Comunicação Social (SGCOM), Airton Leal. O Secretário, Luiz Stumpf, da SMFCAS falou da nova ação, iniciada hoje, junto à Secretaria Municipal da Saúde (SMS). “Assim, fica mais acessível para a comunidade que queira e possa contribuir com o Comitê de Solidariedade, que possam deixar sua doação de alimento na unidade de saúde, quando for se vacinar. É a cidade com o espírito de solidariedade.”

PUBLICação LEGAL

Casamentos

Edital nº 12/2021

CLAUDIO FAGUNDES DA ROCHA - Oficial do Registro das pessoas naturais, faz saber que se habilitaram para se casar nesse cartório Gabriel dos Santos Brandão e Paola Matos Luz Sarmento Bruno Bianchi Moreira e Bruna Saibro da Rocha Fernando Padilha Barbosa e Karen Michelly da Silva Lima Tiago de Bastos Suprinyak e Mayrla Almeida Lopes Doraci Valdo Gonsales Beijer Neto e Geisi Andrielli Panzer Nicanor Freitas Leão e Maricê Mesquita Feijó Regis Scherer Melleu e Rosane Aparecida Sostizzo Santos Douglas Cassuriaga Fagundes e Luana Carminatti Pizani Fernando dos Santos Mendonça e Maria Augusta dos Santos Fogaça Laerte Soares dos Santos e Laura Candida Tavares Joesel Isidorio Silva e Elenita dos Santos Soares

Quem tiver algum impedimento, acuse-o na forma da lei Avenida Flores da Cunha, nº 4251, Bom Principio - Fone: 51-3470-7900

2mnoticias.com.br

Cachoeirinha, 9 de abril de 2021

Baixe o Banrisul Digital

CLAUDIO FAGUNDES DA ROCHA - Oficial de Registro

* Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores e não emitem a opinião do jornal

Folha

Diário Publicação da empresa Jornal Diário Oficial dos Municípios Ltda ME ba n ri su l.com.b r/ ipva CNPJ nº 08.070.493/0001-48 Filiado: Registro nº 39987 do livro A-4 51- 3497.1078 www.2mnoticias.com.br folhadecachoeirinha@gmail.com SAC: 0800.646.1515 | Deficientes Auditivos e de Fala: 0800.648.1907 | Ouvidoria: 0800.644.2200 | Deficientes Auditivos Fundação: e de Fala: 3215.1068 15 de janeiro de 2013 Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 6125 - São Vicente - Gravataí/RS - Brasil Diretor geral: Moacir Menezes

Redação/Diagramação: Filipe Foschiera e Jacson Dantas


8 SEXTA, sábado e domingo, 9, 10 e 11 de abril de 2021

O município de Cachoeirinha, através da Secretaria de Assistência Social, Cidadania e Habitação, está promovendo uma campanha de troca de máscaras por alimentos. “O Comitê da Solidariedade está buscando alimentos para ajudar as famílias que mais precisam. É um momento de solidariedade e Cachoeirinha é uma cidade muito solidária”, afirmou o prefeito Miki Breier, na ação realizada nesta quarta-feira, 07 de abril, em frente ao supermercado Zagonel, no Bairro Granja Esperança. As máscaras foram doadas pela empresa Protect Face. O supermercado Zagonel também doou um fardo de arroz. “Nós temos na Secretaria mais de 2.500 cadastros de pessoas que estão esperando por um quilo de alimento. Então, vem com a gente, vem trocar um quilo de alimento por uma máscara”, convocou o secretário de Assistência Social, Cidadania e Habitação, Valdir Matos. A campanha é itinerante e passará por diversos pontos do município. Nesta quinta-feira, 08 de abril, estará em frente ao mercado Borges, na Rua Curitiba, Bairro Anair. Na sexta-feira, 09, o local será o mercado Maby, na Granja Esperança. A ação acontece das 9h às 12h e das 14h às 16h30min. A campanha está utilizando o veículo do projeto Procon nas Ruas para depositar os alimentos recebidos, que serão distribuídos posteriormente.

Folha

Farmácias São João realizam doação de álcool gel Divulgação/PMC

Município promove campanha de troca de máscaras por alimentos

Contracapa

Na manhã desta quarta-feira, 8, representantes das Farmácias São João do município realizaram uma doação de álcool gel. Ao todo, foram 60 caixas do produto entregues ao prefeito Miki Breier e ao secretário de Saúde, Juliano Paz. O produto que, durante a pandemia de coronavírus, se tornou uma forma de higienização necessária, será distribuído para as secretarias, unidades de saúde e Hospital de Campanha, auxiliando na proteção da população. “Ficamos

agradecidos por cada doação que recebemos, pois é desta forma, unidos, que vamos continuar cuidando da nossa cidade e caminhando em direção a um futuro com mais esperança”, agradeceu o chefe do Executivo. O Comitê da Solidariedade, grupo responsável por receber e destinar doações no município, aceita também alimentos, cestas básicas, produtos de limpeza, roupas, entre outros. Todas as contribuições são organizadas e direcionadas a famílias em situação de vulnerabilidade.

*disponível para clientes com limite de crédito previamente contratado. Solicite o seu.

Baixe o Banrisul Digital

ba n ri su l.com.b r/ ipva SAC: 0800.646.1515 | Deficientes Auditivos e de Fala: 0800.648.1907 | Ouvidoria: 0800.644.2200 | Deficientes Auditivos e de Fala: 3215.1068

Profile for Folha de Cachoeirinha

Sexta a domingo | Cachoeirinha, 9 a 11 de abril de 2021 - ANO IX | Edição 2002  

Sexta a domingo | Cachoeirinha, 9 a 11 de abril de 2021 - ANO IX | Edição 2002  

Advertisement