a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 1

Folha

QUINTA-FEIRA, 2 de abril de 2020 1

Folha

Quinta-feira| Cachoeirinha, 2 de abril de 2020 | ANO VIII | Edição 1749 | DIÁRIO | Venda Avulsa: R$ 1,50

COMITÊ DE SOLIDARIEDADE JÁ INICIOU A DISTRIBUIÇÃO DE KITS DE ALIMENTAÇÃO Mais de 200 famílias em risco social foram contempladas. Doações e informações: 98124.4498, 99260.6683, 3471.5939 e 3441.8700. O Comitê de Solidariedade também está em busca de apoiadores para ajudar nas medidas de cuidado da comunidade e enfrentar os reflexos da pandemia no município. Voluntários interessados em ajudar, sendo pessoa física ou jurídica, podem se cadastrar pelo número 98044-8619. São necessárias pessoas para atuar na área da assistência social, ajudando na arrecadação, organização e doação de alimentos, e nos demais serviços essenciais.

UNIÃO, ESTADO E MUNICÍPIO ADOTAM MEDIDAS PARA ATENUAR CRISE ECONÔMICA EM MEIO AO CORONAVÍRUS 9

Contracapa

Divulgação/PMC

CRIANÇAS DO AMARELINHA ESTÃO EM ACOLHIMENTO DOMICILIAR 12

ENTENDA O DECRETO QUE DETERMINA O FECHAMENTO DO COMÉRCIO EM TODO RS 5


opinião

Da omissão à convulsão social

Carl Recine/Reuters

A tragédia não espera o sol nascer. Por isso, a nossa responsabilidade é enorme. Não podemos permitir uma convulsão social em nosso país. Mas, por tudo o que está acontecendo, isso não seria impossível. E nós sabemos onde esse rio pode desaguar: na fragilização da democracia e das instituições. O governo federal já editou várias medidas provisórias (MPs) que prejudicaram imensamente o homem e a mulher do campo e da cidade. Aliás, muitas delas sem a observação necessária e a obediência de obrigações constitucionais de relevância e urgência. Os efeitos foram desastrosos. Os direitos sociais, trabalhistas e previdenciários - conquistados ao longo de décadas - foram sumariamente guilhotinados. Prometeram a geração de milhões de postos de trabalho. Nada aconteceu. O desemprego formal está hoje na casa dos 12,5 milhões. Já a informalidade ultrapassa os 45 milhões. Ou seja, nunca se preocuparam com o bem estar da nossa gente. Neste momento de crise e alta tensão nacional, o governo poderia ter bom senso e encaminhar, via MPs, propostas com o objetivo de resguardar a saúde, os empregos e a renda da população. O país precisa ações urgentes, rápidas e enérgicas. Estamos tratando de mais de 100 milhões de vidas. A MP é um instrumento exclusivo do Poder Executivo. Nas palavras do jurista José Afonso da Silva: "A razão por que se atribui ao Chefe do Poder Executivo o poder de inciativa decorre do fato de a ele caber a missão de aplicar uma política determinada em favor da necessidade do país”. Cabe ao Congresso Nacional, no prazo de 60 dias, prorrogáveis por igual período,

Folha

Variedades Variedades

2 de2abril de 2020 QUINTA-FEIRA, de abril de 2020 2 Quinta-feira,

debater, analisar, aperfeiçoar ou mesmo rejeitar as MPs, sem prejuízo da vigência da norma até apreciação final do Legislativo ou decorrido o prazo máximo de 120 dias. É claro que há opiniões contrárias. E isso há de se respeitar. Eu mesmo fiz muitas críticas a esse processo. Houve momentos recentes que nós recebíamos enxurradas delas, sem nenhum critério. Não podemos errar pela omissão. É preciso agir conscientemente neste momento e entender que o cenário é de excepcionalidade. Penso que essas MPs podem e deveriam ser discutidas e acertadas previamente, com rapidez, entre os Poderes, líderes partidários, empresários, trabalhadores, aposentados, OAB, Movimento Ecumênico, entre outros. Não há equívoco algum aí. Pelo contrário, estaríamos dando o primeiro passo para uma grande concertação nacional, harmonizando os interesses e as necessidades de todo o país e para o bem de toda a população. A tragédia não espera o sol nascer. Por isso, a nossa responsabilidade é enorme. Não podemos permitir uma convulsão social em nosso país. Mas, por tudo o que está acontecendo, isso não seria impossível. E nós sabemos onde esse rio pode desaguar: na fragilização da democracia e das instituições. Temos que estar vigilantes e alertas, de olhos bem abertos. Ulysses Guimarães tinha palavras fortes e reflexivas que chamavam o povo à luta. Elas eram constantes e navegavam na dignidade. “A nação quer mudar, a nação deve mudar, a nação vai mudar”. É preciso salvar o Brasil. As presentes e futuras gerações irão nos cobrar. Podem crer.

Paulo Paim Senador PT-RS

clIck

para manter rotina de produção de setores essenciais, Cni pede que prazo de entrega do iRpF seja ampliado por 90 dias. Caso o pedido seja aceito, a data limite para entrega da declaração passaria de 30 de abril para 31 de julho.

PREVISÃO DO TEMPO

Fonte: ClicTempo

RADAR A maior parte dos estádios de esportes do mundo fechou por causa da pandemia, mas o presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, mantém os espaços para futebol e hóquei de gelo abertos. Lukashenko já sugeriu que vodka e sauna para combater a doença que matou, até a terçafeira (31/3), pouco mais de 41 mil pessoas no mundo. Na terça-feira, inclusive, morreu o primeiro paciente de Covid-19 no país, que tem 9,5 milhões de pessoas. Há 152 casos confirmados em Belarus. Em uma entrevista ao jornal inglês “The Times” publicada no domingo (29/3), ele recomendou beber vodka, trabalhar no campo e visitar a sauna para combater o Sars-Cov-2, o novo coronavírus. “O mundo ficou maluco com o coronavírus. Essa psicose aleijou as economias nacionais em quase todos os lugares do mundo”, afirmou ele sobre a doença que, só na Itália, matou 12.500 pessoas. Ele se recusa a impor

isolamento à população. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que os países tomem medidas duras que favoreçam o isolamento físico das pessoas, apesar do custo social e econômico significativo.

Estádios abertos

A temporada de futebol lá começou em março de 2020, o mês no qual o coronavírus virou oficialmente uma pandemia, de acordo com a OMS. O presidente Lukashenko apoia a manutenção dos torneios esportivos. Ele foi a um jogo de hóquei no gelo no último sábado (28/3), junto com centenas de torcedores. “É melhor morrer de pé do que viver de joelhos”, disse ele, ao comentar a recusa em impor medidas de isolamento e controle de fronteiras. Ele afirmou que a pandemia é uma oportunidade para mostrar os esportes do país. Os torcedores têm álcool em gel à disposição nos estádios. Uma parte deles tem a temperatura medida. G1

Uma cabra é vista do lado de fora de uma igreja em Llandudno, no País de Gales, durante isolamento para evitar a propagação da doença por coronavírus (COVID-19)

NAS REDES É preciso somar ações do Governo Federal, estados e municípios. Essa união não pode deixar de existir, senão a gente não chega na ponta, no cidadão que mais precisa. Nós, líderes políticos, temos que nos embasar na ciência, sem posições que deixem a população inquieta e ansiosa. Ronaldo Caiado |@ronaldocaiado | Governador de Goiás

Alexander Lukashenko, presidente da Belarus, no centro, durante jogo de hóquei de gelo no dia 28 de março de 2020 — Foto: Andrey Pokumeiko/BelTA/Divulgação/Via Reuters


Folha

QUINTA-FEIRA, 2 de abril de 2020 3 Quinta-feira, 2 de abril de 2020 3

Geral Cidade

CONFIRMAdO O qUARTO CASO dE CORONAvíRUS EM GRAvATAí

Foi confirmado, na tarde de ontem (1/4), o quarto caso de Coronavírus em Gravataí. O paciente é um homem com

idade entre 30 e 40 anos. Ele não esteve viajando para fora, assim o novo caso de Covid-19 não é importado. A Secretaria

Municipal da Saúde (SMS) informa que ele já passou pela rede hospitalar e se recupera em isolamento domiciliar neste

momento. O seu isolamento e da sua família está sendo monitorado pela SMS e agentes da Vigilância (Viemsa).

BRASIL REGISTRA 6.836 CASOS dE CORONAvíRUS E 241 MORTES dA dOENÇA Os dados foram divulgados no final da tarde de ontem pelo Ministério da Saúde. No RS, são 306 casos confirmados e 5 mortes registradas. Gravataí registra 4 casos e Cachoeirinha, 1.

PREFEITURA dE GRAvATAí REALIzA dESINFECÇãO dE RUAS PARA CONTROLAR AvANÇO dO CORONAvíRUS Serviço eStá Sendo realizado deSde 23 de março ter êxito nas ações de contenção da doença”, disse o secretário de serviços urbanos, Paulo Garcia. A pulverização está sendo feita em todas as praças, brinquedos e academias ao ar livre, para manter os locais públicos higienizados, diminuindo o risco de contaminação. A mistura também está sendo aplicada nas unidades de saúde e demais órgãos públicos para auxiliar na higienização dos locais. “Neste momento é importante reafirmar a importância do isolamento social, estabelecido em Decreto, para evitar a propagação do Coronavírus. Vamos fazer a nossa parte!”, enfatiza Paulo Garcia.

PMG/Divulgação

Gravataí, desde o dia 23 de março, coloca em prática mais uma medida para conter o avanço do Coronavírus na cidade, com a desinfecção das ruas, abrigos de ônibus, bancos, praças, entre outros locais de grande circulação de pessoas. A higienização é uma das estratégias utilizadas para reduzir a possibilidade de contaminação por microorganismos, incluindo o coronavírus. “É importante ressaltar que a ação já foi desenvolvida em países e cidades que enfrentam a epidemia do Coronavírus. Estamos tomando medidas para preservar a saúde da nossa população. Todo cuidado nesse momento é fundamental para que possamos

TINTAS RENNER REFORÇA CURSOS ONLINE PARA O PÚBLICO EM GERAL Com o objetivo de oferecer constante capacitação para a população e principalmente para lojistas e pintores, a Tintas Renner by PPG reforça o seu portfólio de cursos online durante o período de recolhimento em virtude da pandemia de coronavírus. A companhia disponibiliza uma gama de produtos que variam desde conteúdos com um passo a passo de como se tornar pintor profissional, excelência no trabalho,

tendência de vendas, postura de atendimento, até um material completo sobre como empreender no setor e se atualizar em seu segmento de atuação. Todos os módulos profissionalizantes possuem certificado de conclusão e podem ser baixados gratuitamente no aplicativo “Tintas Renner Capacitação” compatível para os celulares com Android e iOS (iPhone). A empresa tem por objetivo qualificar o público de forma digital durante este período

Divulgação

em que a venda nas lojas e a demanda de trabalho possam sofrer quedas. Os treinadores estão em contato direto com os alunos através de mensagens, da plataforma digital e também das redes sociais. Quando a situação estiver normalizada, o formato presencial será novamente oferecido para complementar os treinamentos. Guilherme Mendes, Diretor de Negócios Arquitetônicos da América do Sul da Tintas Renner,

afirma que a empresa se preocupa com a constante evolução do seu público. “Queremos reforçar os treinamentos online enquanto este período de pandemia nos cerca”, afirma. “É fundamental que continuem adquirindo o conteúdo e que, tão logo se reestabeleça uma situação de normalidade, possam ser convidados a completar de forma presencial através de nossos profissionais que estarão de portas abertas para recebê-los”, completa.


4

QUINTA-FEIRA, 2 de abril de 2020

Folha

Política

Pelos bastidores da política

L. Pimentel pimentel.ddc@gmail.com

“Em águas calmas, todo navio tem um bom capitão. O problema está quando as águas não estão calmas”. Grover Cleveland- ex-presidente americano

BONANÇA OU TEMPESTADE Depois de um discurso em rede nacional de aparência conciliadora, apesar de ter distorcido a falado chefe da OMS, Jair Bolsonaro amanheceu a quarta atacando os governadores. Num vídeo postado no Facebook, um apoiador de Bolsonaro, não identificado, aparece no Ceasa de Belo Horizonte, com movimento reduzido, e anuncia fome em massa no país, culpando os gover-

nadores por isso. No texto, Bolsonaro afirmou, procurando ao mesmo tempo culpar os governadores e isentar-se de responsabilidade:

"Não é um desentendimento entre o Presidente e alguns governadores e alguns prefeitos... São fatos e realidades que devem ser

mostradas. Depois da destruição não interessa mostrar culpados". Consultado, o Ceasa de BH desmentiu a afirmação do presidente.

BOLSONARO PRESSIONADO Em meio à crise causada pelo novo coronavírus, líderes da oposição como Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT) e Guilherme Boulos (PSOL) pediram a renúncia de Bolsonaro em carta assinada ainda por um governador e ex-governadores. Os políticos alegam que o presidente "comete crimes, frauda informações, mente e incentiva o caos". Pressionado, Bolsonaro se defendeu na conversa com apoiadores e jornalistas na saída do Palácio da Alvorada. Disse que "o problema não é do presidente", mas "de todos" e questionou: "Trocar o presidente resolve tudo?". A PASSOS DE TARTARUGA O projeto que prevê o pagamento de 600 reais para auxiliar trabalhadores informais durante a crise do coronavírus foi aprovado pelo Senado de forma unânime. Os pagamentos serão feitos pelo Banco do Brasil, Caixa e Correios, mas antes o texto precisa ser sancionado por Jair Bolsonaro. Pelas

redes sociais, o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), que está afastado por causa da Covid-19, pediu pressa ao presidente, que ainda não se manifestou. Apenas disse que será a Caixa que irá determinar como será o pagamento. SENADO APROVA 2 BI O Senado aprovou em 31/3 o repasse de até R$ 2 bilhões pela União a Santas Casas e hospitais filantrópicos que atendem pelo SUS (Sistema Único de Saúde) de forma complementar, agora em 2020, para que possam suportar o aumento de demanda causado pela pandemia do coronavírus. O valor destinado a cada instituição fica a cargo do Ministério da Saúde. O repasse deverá ser feito por meio do Fundo Nacional de Saúde e em até 15 dias a partir da publicação da lei no Diário Oficial da União. O projeto, de autoria do senador José Serra (PSDB-SP), será encaminhado para análise da Câmara dos Deputados.

PERIGO PARA O MUNDO Em entrevista ao portal UOL por telefone, o presidente Lula, vivendo sua quarentena em São Bernardo do Campo há 21 dias, falou da importância do manifesto da oposição divulgado na segunda-feira (30), assinado pelos ex-candidatos à presidência em 2018, Fernando Haddad, Guilherme Boulos e Ciro Gomes, e endossado por outros governadores e presidentes dos partidos de oposição: “O importante foi o Ciro Gomes ter entrado, não era correto eu assinar. PT, PDT, PSOL, PCdoB e o PSB têm-se reunido toda semana. Quando os partidos entenderem que eu devo participar dessas conversas, não terei problema nenhum, estarei pronto para falar com o Ciro. O importante agora é afastar o Bolsonaro”.

NÃO É HORA DE POLITICAR Discutir o que é mais importante, se a vida ou os empregos, é ridículo. Ambos são importantes. É preciso sobreviver ao vírus, mas que não seja para morrer de fome em seguida. As eleições de 2022 podem ser discutidas em 2022. Agora temos de tratar conjuntamente de Saúde, Alimentação, Emprego; e da saúde econômica do país. Nessa ordem. Já deveríamos ter um comitê de crise amplo, apartidário, comandado talvez por alguém capaz de organizar as coisas, cuidando de harmonizar soluções para todos esses problemas. A China fez isso no meio da crise, dando um jeito de garantir a comida da população. Não há quarentena que resista à fome. É preciso providenciar comida para suprir a falta da merenda escolar, que, para muitas crianças é a principal refeição do dia. Comida, sim; e que deve ser entregue em domicílio, numa quantidade que permita alimentar os pais e irmãos, privados das refeições servidas no emprego. E de graça, como é a merenda. É preciso, também, enviar dinheiro aos desempregados. As contas de gás e luz subiram com a quarentena. A Bolsa Família deve ter um bom cadastro, a ser complementado. Cuidar das empresas, como já se faz, embora timidamente, também é essencial. Mas também está na hora de pensar melhor no Imposto de Renda Negativo para garantir o básico a todos os cidadãos. Paulo Guedes entende disso: a tese ele aprendeu na Escola de Chicago. Mas onde está o dinheiro? Onde está o dinheiro que o caro leitor precisa na hora de uma emergência médica? Está nos empréstimos, que são saques sobre o futuro, por um objetivo essencial. O mesmo comitê de crise deve preparar o país para uma nova fase da economia, com reformas que reduzam custos e simplifiquem nossa vida, há economias a fazer, para dar o exemplo. Daí a perguntarmos: “Precisamos de vices quando o presidente da Câmara pode assumir?” No Brasil há quase seis mil vices. “Precisamos de três senadores por Estado, quando os EUA têm dois? Por que 513 deputados não podem virar 250? Cada deputado precisa mesmo de carro oficial, com motorista e combustível? No Judiciário não há despesas a cortar? Por que um sistema tributário que exige milhares de horas de trabalho para declarar impostos? Dá para aceitar que os bancos aumentem os juros entre 50% e 70% numa hora como essa? Se o grupo de farmácias Raia/Drogasil pôde rejeitar o aumento dos remédios, que já estava aprovado, por que os bancos, mais ricos, não podem ajudar?” Quem pode responder? Todos nós temos que dar bom exemplo. “Para que o Governo precisa gastar em anúncios? Tem algum concorrente por acaso? Por que um parlamentar tem verba de divulgação do mandato?” Cada um que use as redes sociais que estão à sua disposição, e de graça. O país está estruturado como se o dinheiro fosse infinito. Não é! Na hora em que é preciso gastar, como agora, faltam verbas. Que se façam, então, os empréstimos, que alguns bilhões de dólares das reservas sejam vendidos, que o bilionário Fundo Partidário vá para o SUS, que sumam os penduricalhos pagos pelo Tesouro, que os altos salários dos três poderes sejam reavaliados, para que os cidadãos possam evitar o vírus sem passar fome em casa. Quando houve sintonia entre ministros, parlamentares e sociedade civil se fez alguma coisa. Dia 27, o Governo lançou programa de R$ 40 bilhões, com recursos do Tesouro, para financiar salários e garantir empregos em pequenas e médias empresas. Está pronta a concessão de R$ 600 por mês a trabalhadores informais, que de repente ficaram privados de qualquer renda. Só falta Bolsonaro assinar para que entre em vigor. O Governo anuncia uma proposta (ainda sem detalhes) para garantir seguro-desemprego – total, no caso de perda do emprego; proporcional, por redução de jornada e de salário. Há a antecipação do 13º em duas parcelas, agora. Mas, convenhamos, ainda é pouco. O Brasil precisa passar da falácia à ação propriamente dita. Só assim vamos vencer sem perder nossa dignidade.

* Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores e não emitem a opinião do jornal

Diário Publicação da empresa Jornal Diário Oficial dos Municípios Ltda ME CNPJ nº 08.070.493/0001-48 Registro nº 39987 do livro A-4 51- 3497.1078 www.2mnoticias.com.br folhadecachoeirinha@gmail.com Fundação: 15 de janeiro de 2013 Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 6125 - São Vicente - Gravataí/RS - Brasil

Diretor geral: Moacir Menezes Filiado:

Folha

Diagramação/Redação: Filipe Foschiera e Jacson Dantas


Folha

QUINTA-FEIRA, 2 de abril de 2020 5 Quinta-feira, 2 de abril de 2020 5

Geral Geral

até 15 de abril

EntEnda o dEcrEto quE dEtErmina fEchamEnto do comércio Em todo o rS Gustavo Mansur / Palácio Piratini

Podem abrir serviços essenciais, que garantem alimentação, telecomunicações, saneamento básico e cuidados médicos

O Decreto Nº 55.154, publicado nesta quarta-feira (1º/4), restringiu ainda mais a operação de estabelecimentos comerciais em todo o Rio Grande do Sul em caráter excepcional e temporário para evitar a propagação do novo coronavírus. Além de detalhar as novas regras, o governador Eduardo Leite, em transmissão ao vivo pelas redes sociais, explicou o que embasou a decisão do governo: “Observando que alguns municípios relaxariam as recomendações (de isolamento social),

podendo aumentar o contágio sem que toda a estrutura de leitos e equipamentos hospitalares estivesse pronta para atendimento, optamos por garantir, neste momento, a não circulação de pessoas, especialmente no comércio, onde temos quase 70% dos empregos no RS e maior movimentação de funcionários e contato com diversas pessoas (clientes). Portanto, o comércio se torna um ponto importante de restrição”, explicou Leite. O governador esclareceu, ainda, porque houve exceções no decreto para

a indústria e a construção civil, além dos serviços essenciais de saúde e alimentação, que já estavam permitidos a operar. “Há um menor número de pessoas e, portanto, menor perspectiva de contágio dentro dessas atividades, e, ainda, porque a maior parte das indústrias já está excepcionalizada, porque são essenciais para a manutenção de logística e abastecimento de toda a cadeia produtiva”, acrescentou. O procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa, destacou que estabelecimentos que ficam na beira de estradas

e que são essenciais para a atividade de caminhoneiros não poderão fechar. “Precisamos garantir que especialmente medicamentos e alimentos cheguem à população, por isso, estes locais estão previstos como situação excepcionalizada (no decreto)”, afirmou Costa. Por fim, Leite reforçou, durante a transmissão ao vivo, que nos próximos dias a equipe de governo analisará dados na busca por identificar a tendência de evolução da Covid-19 no Estado e traçará as estratégicas para as semanas seguintes.

O QUE DETERMINA O fechamento, em caráter excepcional e temporário, dos estabelecimentos comerciais situados no território gaúcho, incluindo lojas, centros comerciais, teatros, cinemas, casas de espetáculos, entre outros que impliquem atendimento ao público. AS EXCEÇÕES - Tele-entrega e modelo take away (quando o cliente vai até o estabelecimento para retirar a compra), desde que sem aglomeração de pessoas. - Estabelecimentos industriais de qualquer tipo, inclusive de construção civil, estão permitidos, com proibição de atendimento ao público em aglomeração ou grande fluxo de clientes. - Estabelecimentos comerciais que forneçam insumos às atividades essenciais. - Estabelecimentos que prestam serviços não essenciais, mas que não atendem ao público. - Estabelecimentos que desempenham atividades consideradas essenciais. O decreto lista 37 tipos de atividades ligadas a áreas de saúde e segurança da população, tais como serviços médicos e hospitalares; assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade; segurança pública e privada, incluídas a vigilância, a guarda e a custódia de presos; atividades de defesa civil; transporte de passageiros e de cargas; telecomunicações e internet; serviço de call center; captação, tratamento e distribuição de água e de esgoto e de lixo; geração, transmissão e distribuição de energia elétrica; iluminação pública; produção, distribuição, transporte, comercialização e entrega, realizadas presencialmente ou por meio do comércio eletrônico, de produtos de saúde, de higiene, de alimentos e de bebidas; entre outros. REGRAS PARA QUEM PODE OPERAR - Restaurantes, bares, lanchonetes e estabelecimentos que prestam serviços considerados essenciais ficam obrigados a respeitar medidas de higiene, a adotarem regime de revezamento de turnos e alterações de jornadas e a fazer uso de senhas ou outro sistema para evitar filas e aglomeração de pessoas, entre outras medidas elencadas na normativa. - Os estabelecimentos que prestam serviços essenciais devem ter horários ou setores exclusivos para o atendimento de pessoas que pertencem ao grupo de risco (idade superior ou igual a 60 anos ou que tenham comorbidades) . - O transporte coletivo público e privado, urbano e rural, deve ocorrer sem exceder a capacidade de passageiros sentados. - O transporte coletivo intermunicipal de passageiros, público ou privado, deve ser realizado sem exceder a metade da capacidade de passageiros sentados. OUTRAS DETERMINAÇÕES - Seguem suspensos os eventos e as reuniões de qualquer natureza, de caráter público ou privado, incluídas excursões, missas e cultos com mais de 30 pessoas, observando um distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas. - Ficam suspensas até 30 de abril aulas, cursos e treinamentos presenciais em todas as escolas, autoescolas, faculdades, universidades públicas ou privadas, municipais, estaduais e federais, e demais instituições de ensino. - As praias e águas internas permanecem interditadas em toda a extensão da areia. - Lojas de conveniência dos postos de combustível poderão funcionar, em todo o território estadual, entre 7h e 19h, sem poder abrir aos domingos, com exceção daquelas localizadas em estradas ou rodovias, que poderão manter seu funcionamento regular.

Governo anuncia r$ 200 bilhões para socorrer trabalhadores e empresas

O presidente Jair Bolsonaro anunciou ontem (1º/4) cerca de R$ 200 bilhões em medidas para socorrer trabalhadores e empresas e ajudar estados e municípios no enfrentamento aos efeitos da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. Em pronunciamento à imprensa no Palácio do Planalto, Bolsonaro explicou que, entre ontem e hoje (2/4), serão editadas três medidas provisórias (MP) e sancionado o projeto que prevê

o auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais, autônomos e sem renda fixa. Ao lado do presidente, o ministro da Economia, Paulo Guedes, explicou que esse auxílio custará R$ 98 bilhões aos cofres públicos e deve beneficiar 54 milhões de brasileiros. “De forma que eles tenham recursos nos próximos três meses para enfrentar a primeira onda de impacto, que é a onda da saúde. Há uma outra onda vindo de desarticulação

econômica que nos ameaça”, disse. O governo federal também vai transferir R$ 16 bilhões para os fundos de participação dos estados e dos municípios. “É para reforçar essa luta no front, onde o vírus está atacando, os sistemas de saúde e segurança”, explicou Guedes.

Manutenção de empregos

De acordo com o ministro, as outras medidas são para

ajudar as empresas na manutenção dos empregos. São R$ 51 bilhões para complementação salarial, em caso de redução de salário e de jornada de trabalho de funcionários, e R$ 40 bilhões (R$ 34 bilhões do Tesouro e R$ 6 bilhões dos bancos privados) de crédito para financiamento da folha de pagamento. “Então a empresa que resolver manter os empregos, nós não só complementamos o salário como damos crédito

para o pagamento. A empresa está sem capital de giro e reduziu, por exemplo, em 30% a jornada e o salário, nós pagamos 30% do salário. E ela está sem dinheiro para pagar os outros 70% que se comprometeu a manter, nós damos o crédito”, explicou. Segundo o ministro Guedes, as medidas custarão ao Tesouro o correspondente a 2,6% do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país.


6

QUINTA-FEIRA, 2 de abril de 2020

Cultura

FOTÓGRAFO REGISTRA O ISOLAMENTO DE IDOSOS DURANTE QUARENTENA O avanço do Novo Coronavírus, o COVID-19, no Brasil, tem colocado toda a população em estado de alerta. Inúmeras medidas para conter a proliferação do vírus e estancar o que já é considerada uma pandemia, estão surgindo a cada dia. O fechamento do comércio e parte das agências bancárias são algumas das determinações impostas recentemente pelos governos estaduais. Mas dentre todas, a que mais se têm ouvido é a da permanência de pessoas acima de 60 anos em suas respectivas casas. No entanto, a pergunta ainda sem uma resposta definida é: os idosos teriam outra opção, ou esta recomendação se tornou a única escolha para esta parcela da sociedade? Para mostrar este cenário claustrofóbico, o fotógrafo Hamilton Zambiancki passou a se dedicar a observar e registrar estes idosos "presos" em seus apartamentos. Forçados psicologicamente a ficarem em casa, aqueles com idade avançada têm transparecido viver, nos últimos dias, uma vida que ultrapassa, de fato, o isolamento e beira a desolação."Na região próxima ao Centro Histórico de Curitiba, onde há uma concentração enorme de moradores idosos, pude perceber neles um olhar vazio, a tristeza e a saudade de uma vida social ativa", comenta Zambiancki. Isolados, desolados e sem alternativas, as janelas têm se tornado, literalmente, a única forma de conexão dos idosos com o cotidiano, o convívio interpessoal, além do que muitos deles buscam quando chegam na terceira idade: a sociabilidade.

Folha

#DICADELIVRO

Literatura: escolhas inteligentes Cidadania, combate ao bullying, inclusão de pessoas com deficiência, lições de higiene, autoconhecimento e emoções... tudo em um só livro! A obra “Para ser ainda mais feliz todo dia” é uma ferramenta lúdica que ensina por meio de rimas os pequenos sobre resiliência e positividade apesar das dificuldades que surgem no dia a dia. Originalmente o livro foi escrito para os crianças, mas a produção de Simão de Miranda, professor PhD em Educação e doutor em Psicologia Escolar, também toca o coração dos adultos. Quando lida pelos baixinhos, a obra é interessante pelas rimas inusitadas tiradas das situações cotidianas vividas por eles. Já quando é interpretada por adultos, o livro tornase atraente quando percebem que, muitas vezes, basta conservar a alma infantil para ser feliz. “Em vez de espalhar uma fofoca, compartilhe uma bacia de pipoca.” – pág. 5 “Em vez de desanimar, chame um colega para brincar.” – pág. 10 “Em vez de tristeza, viva com mais leveza.” – pág. 14 “Em vez de brigar, tente sempre perdoar.” – pág. 16 Com produções voltadas ao mundo infantil e à educação, Simão de Miranda, Cidadão Honorário de Brasília, é autor de outros 55 livros e vendeu mais de 600 mil exemplares em 27 países. Ministrou mais de 600 cursos, oficinas e palestras no Brasil, Argentina, Cabo Verde, Cuba, Portugal e São Tomé e Príncipe. Todas as dicas do autor trazem ilustrações que facilitam a compreensão das crianças, uma vez que cada página ilustrada transmite a sensação de estar dentro das rimas. Quem assina os desenhos é o ilustrador Dam D’Souza, paulista especializado em livros didáticos. SOBRE O AUTOR: Simão de Miranda mora em Brasília, é pós-doutor em Educação, doutor em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano e mestre em Educação. Ministrou mais de 600 cursos, oficinas e palestras no Brasil, Argentina, Cabo Verde, Cuba, Portugal e São Tomé e Príncipe. Publicou 56 obras e já atingiu a marca de mais de 600 mil livros vendidos em 27 países. Por duas vezes seus livros integraram catálogos de feiras internacionais: em 2015, em Frankfurt e em 2018, em Bologna. É Cidadão Honorário de Brasília e integra o Instituto Casa de Autores.


Folha

QUINTA-FEIRA, 2 de abril de 2020 7

Esporte

JOÃO SACI, ATLETA QUE VENCEU 5 VEZES O CÂNCER, ENSINA SUPERAÇÃO EM MEIO À CRISE DO CORONAVÍRUS límpico, conquistou mais de 40 medalhas em campeonatos e se reinventou profissionalmente, se tornando também escritor e empreendendo viagens por todo o país onde fala sobre como encontrar força para vencer as situações mais adversas, mesmo contra tudo e todos que dizem que não é possível. Ele revela como encontrar forças para vencer em meio a crises, inclusive em tempos de pandemia do coronavírus: “Situações de doença e epidemias como essas nos fazem perceber que o que estamos passando agora pode se tornar pequeno diante do sofrimento de outras pessoas e situações. Mesmo quando não estamos motivados, quando estamos a ponto de desistir, a força para vencer qualquer situação pode ser encontrada nos exemplos, no fato de olharmos para o lado

e vermos exemplos de pessoas como nós que tiraram força da fraqueza e foram além dos próprios limites.” CÂNCER X CORONAVÍRUS João Saci aponta os paralelos entre a luta que enfrentou contra o câncer e o desafio da pandemia do covid-19: “Hoje tudo que temos que fazer é ficarmos em casa, manter a higiene em dia e apertar os cintos em relação a gastos. É uma mudança radical de rotina e de padrão de vida, mas necessária. Tudo isso pode gerar muito estresse. Ainda mais que a estamos a todo momento olhando notícias, seja na internet, redes sociais ou na TV a respeito do vírus, o que gera medo e ansiedade. Contudo, na época que tive câncer eu evitava ficar pensando nisso o tempo inteiro, evitava pesquisar a respeito da doença, senão ia ficar paranóico com todas as possibilidades do que poderia acontecer, já que as minhas chances de sobrevivência eram realmente mínimas. Fazia coisas para me distrair, como ler livros, jogar vídeo game, ver filmes. E hoje temos uma infinidade de outras opções no nosso celular. Colocar o foco da mente para longe do problema é importante para encontrar forças, seja para vencer o coronavírus, para vencer o câncer ou para vencer qualquer grande problema.” O QUE FAZER DURANTE A QUARENTENA O atleta conta que estratégia adotou durante o tratamento contra o câncer: “Durante meu tratamento de quimioterapia fiquei 11 dias internado e de certa forma isolado, pois não havia tv, não havia celular com internet e eu ia vivendo um dia de cada vez. Eu evitava ficar ansioso pelo dia que sairia, eu só pensava que era um dia a menos de tratamento e um a mais de vida. Eu ia vivendo um dia de cada vez e fazendo tudo que era necessário para chegar bem no

Fotos: Divulgação

A pandemia do coronavírus está trazendo medo, desalento e frustrando expectativas de crescimento econômico em todo o mundo. Com o número de infectados a nível global passando das centenas de milhares e as projeções da OMS de milhões de pessoas contraindo o vírus nos próximos meses, muitos procuram maneiras de se manterem otimistas, não se desesperar e continuar com a vida mesmo em meio a quarentena e as mudanças. O atleta paralímpico e palestrante João Carlos, conhecido como João Saci nas redes sociais, é um exemplo de superação para se espelhar em dias difíceis como estes. Depois de vencer o câncer 5 vezes em um intervalo de 15 anos e mesmo após perder mais da metade de um pulmão e uma das pernas, João Saci se tornou atleta para-

final. Acredito que se fizermos o mesmo durante o isolamento por causa do coronavírus as coisas vão ficar bem. Se ficar só pensando no fim da quarentena, no fim do surto, você vai ficar muito ansioso e isso só vai ser prejudicial.” Para João, hoje há muito mais ferramentas para ocupar a mente durante a quarentena: “Tem sites liberando cursos gratuitos, então você pode aproveitar o momento pra capacitar, ou fazer um curso, a academia que treino tá disponibilizando treinos para fazer em casa e tem aquelas pessoas que ainda podem trabalhar em home office”. TENHA UM PROPÓSITO Segundo o palestrante e escritor, outra coisa que pode manter as pessoas ocupadas e com a

sanidade mental em dia é ter um propósito em viver que vá além da própria vida: “Eu falo muito na palestra que temos que ter um propósito e que nesse momento podemos ter um propósito muito bonito, que é pensar no próximo, se estamos em casa é para o bem de toda a sociedade, e não só pelo nosso bem. É procurar entender que ao final de tudo isso, vamos poder reunir novamente com os amigos, ir ao parque, cinemas e shoppings, e o mais importante, muitas vidas serão preservadas por nossa atitude. É belo saber que você está fazendo isso pensando no bem do outro. Melhor afastar neste momento, pq senão o encontro pode não acontecer. Nos momentos de maiores angústias lembre-se do seu propósito que você suportará as dores do momento.”

SISTEMA FECOMÉRCIO-RS/SESC LANÇA DESAFIO DE EMBAIXADINHA PELAS REDES SOCIAIS O Sistema Fecomércio-RS/ Sesc lançou uma competição esportiva para movimentar as redes sociais. O Desafio Sesc de Embaixadinhas à Distância, que acontece até 06 de abril, convida todos a se divertirem e praticarem uma atividade física enquanto estão

em casa. Para participar, é preciso gravar um vídeo realizando embaixadinhas com bola ou outro objeto e postar no Instagram ou Facebook, marcando o @sescrs e usando a hashtag #DesafioSescdeEmbaixadinhas, em perfis que não sejam privados. O Sesc/RS vai repostar

os melhores vídeos nas suas redes sociais. A iniciativa já começou com a ajuda de uma expert no assunto: Lara Schuller, recordista mundial em embaixadinhas. A atleta gravou um vídeo convidando as pessoas a participarem. “Está sendo show essa iniciativa.

Várias pessoas já me marcaram nas redes sociais”, disse. Qualquer pessoa pode se desafiar e não há premiação com brindes ou dinheiro. O grande objetivo é promover mais bem-estar físico e mental às pessoas que estão em isolamento social em função da pandemia de Covid-19.


Geral Geral

Mais de R$ 50 MiLhões eM eMendas de deputados estaduais seRão diRecionados ao coMbate da covid-19 O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Frederico Antunes, confirmou ao governador Eduardo Leite, na noite de terça-feira (31/3), a destinação de mais de R$ 50 milhões em emendas parlamentares estaduais para o combate à pandemia da Covid-19. O encontro reuniu grande parte dos deputados estaduais, por videoconferência, além do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ernani Polo. Conforme Antunes, dos R$ 55 milhões previstos em emendas a serem direcionadas pelos deputados às suas regiões nas mais diversas áreas, já há a confirmação do repasse de R$ 48 milhões para a saúde e pelo menos metade dos outros R$ 7 milhões também terá esse direcionamento. Com a pandemia, valores que seriam destinados à Consulta Popular ou a outras demandas serão revertidos às ações de

Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

enfrentamento ao vírus. “Foi uma decisão unânime de todos os deputados, de todas as bancadas. A Assembleia Legislativa é parceira do governo do Estado nessa luta contra o coronavírus”, disse. Além do anúncio feito por Antunes, todos os deputados tiveram a oportunidade de se manifestar, comentando as medidas de enfrentamento no RS, sugerindo ações e esclarecendo dúvidas. Também ouviram um relato do governador

sobre o planejamento do Estado em questões como a estruturação da saúde em termos de leitos, equipamento de proteção individual (EPIs), centros de triagem, testes e também em relação a medidas econômicas. Leite aproveitou para renovar o agradecimento aos deputados pela devolução de R$ 30 milhões do orçamento do Legislativo para auxiliar o Executivo. A quantia tem origem na suspensão de diárias e no corte

de verbas de gabinete, medidas aprovadas pela Mesa Diretora. “É uma demonstração importante da compreensão dos deputados nesse momento de excepcionalidade”, cumprimentou o governador. Também participaram da reunião o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Junior, e o procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa.

Judiciário, Legislativo e órgãos autônomos devolverão R$ 150 milhões para enfrentamento do coronavírus Por meio do contingenciamento de seus orçamentos, a Assembleia Legislativa, o Poder Judiciário, o Ministério Público, a Defensoria Pública e o Tribunal de Contas do Estado vão repassar cerca de R$ 150 milhões para ações de combate ao Covid-19 no Rio Grande do Sul. A decisão conjunta se baseia na situação excepcional causada pela crise gerada com a expansão global do coronavírus. O montante virá do corte de despesas, conforme atos administrativos de contingenciamento já publicados, que restringem custeio e investimentos, de forma excepcional e temporária, com objetivo específico de auxiliar nas ações de enfrentamento da pandemia e na preservação da saúde da população gaúcha. A disponibilização dos

recursos será realizada ao longo do ano, num acordo das equipes técnicas de cada Poder e instituição autônoma com o governo do Estado. Uma nota conjunta foi assinada na noite de segunda-feira (30/3) pelo presidente da Assembleia, Ernani Polo (PP), pelo presidente do Tribunal de Justiça, Voltaire de Lima Moraes, pelo procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen, pelo defensor público-geral do Estado, Cristiano Vieira Heerdt, e pelo presidente do Tribunal de Contas do Estado, Estilac Xavier. “Desde o início da crise, os Poderes e instituições vinham conversando sobre o tema por perceberem a necessidade de termos melhores condições de fazer esse enfrentamento, que é complexo. Nesse sentido, tomamos a decisão, por meio de economia e

cortes de despesas e contingenciamento de orçamentos, de sermos solidários neste momento difícil que estamos atravessando”, comentou o presidente do Parlamento. Em 25 de março, a Assembleia já havia anunciado o repasse de R$ 30 milhões para o combate à Covid-19. Segundo Polo, o montante virá da suspensão de diárias e da emissão de passagens aéreas para viagens regionais, nacionais e internacionais pelo período de 90 dias, prorrogáveis por igual período. A determinação vale para deputados e servidores. Outra medida anunciada na ocasião foi o contingenciamento de 30% das verbas de custeio de gabinetes parlamentares, lideranças de bancadas, lideranças parlamentares, comissões, diretorias, departamentos e superintendências da Casa.

Folha

DetiDo por tráfico e porte ilegal De arma Na noite de terça-feira (31/3), um homem de 20 anos foi preso por tráfico de drogas e porte ilegal de arma no Centro de Gravataí. Segundo a BM, a prisão ocorreu durante ações de abordagens realizadas na Rua Adolfo Inácio Barcellos. Com ele, foram apreendidas vinte munições intactas de calibre 22, um revólver calibre 22, quatro porções de maconha, uma balança de precisão e R$ 117 em dinheiro.

BM/Divulgação

QUINTA-FEIRA, 2 de abril de 2020 88 Quinta-feira, 2 de abril de 2020


Folha

Cidade Cidade

Vacinação contra a gripe H1N1 será retomada nesta quinta

QUINTA-FEIRA, Quinta-feira,22de deabril abrilde de 2020 2020 99

Imunização será realizada nas unidades Centro, Breno Garcia, Cohab C, São Judas Tadeu e Morada do Vale I cação no veículo, para os idosos que tiverem dificuldade de sair do mesmo e adentrar na unidade, o que está sendo chamado de drive-thru. Conforme a Secretaria Municipal da Saúde, assim que mais doses da vacina chegarem a ação será ampliada para outras unidades.

PMG/Divulgação

Imunização será retomada nesta quinta-feira (2/4), nas unidades Centro, Breno Garcia, Cohab C, São Judas Tadeu e Morada do Vale I. Estas cinco unidades de saúde foram escolhidas, neste momento, por terem o maior número de idosos ainda a ser imunizados. Nestes locais haverá apli-

Chevrolet estende prazo de garantia

GM/Divulgação

Com as medidas temporárias de fechamento do comércio no Brasil imposta pela pandemia do Covid-19, a Chevrolet decidiu estender temporariamente os prazos de Garantia, assim como a tolerância de quilometragem para realização das Revisões recomendas segundo o Manual do Proprietário dos veículos da marca. Assim, os veículos Chevrolet que estejam com suas garantias de fábrica válidas de acordo com os termos do Manual do Proprietário e com vencimento entre 1° de março e 30 de junho de 2020, terão a extensão de suas garantias por 3 meses. Adicionalmente, a tolerância para execução

das Revisões - necessárias a cada 10 mil km, de acordo com o plano de manutenção preventiva - que é de 1 mil km para menos ou para mais, subirá para 3 mil km. A data limite para realização das revisões nesta condição será estabelecida tão logo a situação se normalize. A montadora reforça ainda que os Centros de Relacionamento Chevrolet e OnStar continuam atendendo normalmente e estão à inteira disposição dos clientes no que for necessário. A Chevrolet continuará avaliando a situação da pandemia e poderá revisar este plano de acordo com as necessidades.

VOLUNTÁRIOS RECEBEM TREINAMENTO PARA ATUAR NA PANDEMIA DE CORONAVÍRUS Santo Antônio da Patrulha já conta com 20 voluntários para atuar com um serviço de informações e orientações nas ruas, durante a pandemia de Coronavírus. Eles atenderam ao chamado da secretaria da Saúde do Município e terão como primeira tarefa conduzir idosos junto aos bancos e lotéricas. O treinamento com a primeira equipe disposta a colaborar nesta importante missão, aconteceu na segunda-

-feira (30/03) no Qorpo Santo e foi ministrado pela fisioterapeuta Isabel Muller e pela médica Virgínia Bestetti, integrantes do Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus – Covid 19. Isabel agradeceu aos voluntários por se doarem neste momento em que a Saúde tanto precisa. Ela disse que além de orientar os idosos nesta época de início de mês, quando a maioria vem às institui-

Divulgação

ções bancárias e lotéricas para receber e pagar contas, os voluntários

repassarão informações sobre o vírus, seus riscos, formas de contágio e pre-

venção. A Dra. Virgínia lembrou a importância de conscientizar toda a po-

pulação para, se possível, ficar em casa. Segundo a médica os idosos estão no grupo de risco, mas pessoas saudáveis não estão imunes. O secretário da Saúde, Charlis Santos agradeceu a dedicação das duas profissionais e lembrou que estão sendo requeridos outros voluntários médicos, psicólogos, enfermeiros, técnico de enfermagem, telefonista, profissional de informática para atender e orientar o público.


10

QUINTA-FEIRA, 2 de abril de 2020

Especial

Folha

HOSPITAL MOINHOS DE VENTO UTILIZA TELEMEDICINA PARA HUMANIZAR ATENDIMENTO A PACIENTES NA UTI TECNOLOGIA APROXIMA PACIENTES INTERNADOS DE SEUS FAMILIARES, SEM CONTATO DESDE QUE AS VISITAS FORAM SUSPENSAS PELA COVID-19 O equipamento utilizado nas consultas por telemedicina do Hospital Moinhos de Vento passou a ter uma nova finalidade esta semana. Além de auxiliar em diagnósticos, recomendações e condutas, a tecnologia está permitindo a visita virtual de familiares a pacientes internados na UTI de isolamento – diminuindo a saudade de quem teve o contato físico suspenso em função do coronavírus. A permanência da família ao lado dos pacientes é uma importante ferramenta para o tratamento. Por isso, o carrinho de telemedicina – que inclui, entre outras ferramentas, um monitor e uma câmera de vídeo de alta resolução – está sendo usado como interface entre quem está internado na UTI de isolamento e seu mundo afetivo. A família recebe, por e-mail ou SMS, um link para conexão que permite o contato direto. O equipamento é deslocado até o leito permitindo o contato visual entre o paciente e seus familiares. Para Felipe Cabral, coordenador médico de Saúde Digital do Hospital Moinhos de Vento, a proximidade dos

familiares é um dos fatores que levam a uma recuperação mais rápida. “Podemos garantir a permanência, pelo menos virtual, do elo entre o paciente que precisa de cuidados intensivos e as pessoas que são importantes para ele. Essa humanização é fundamental”, destaca o médico. BENEFÍCIO PARA O TRATAMENTO Idealizado pelo Hospital Moinhos de Vento, o projeto UTI Visitas foi implementado em hospitais de todo o Brasil. Por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS), a iniciativa comprovou que a permanência de familiares com pacientes de UTI representa benefícios importantes para os tratamentos. Além de criar um vínculo com a equipe, aumenta a segurança em relação ao atendimento e torna a experiência menos traumática. Com o avanço da pandemia do coronavírus, no entanto, os hospitais tiveram que abrir mão desse importante aliado. “A visita é algo muito importante, e a telemedicina vai nos ajudar no contato com o paciente. Também poderemos

apresentar a equipe à família, estando perto mesmo à distância”, destaca Daiana Barbosa, coordenadora de enfermagem do Centro de Terapia Intensiva Adulto do Hospital Moinhos de Vento. A editora de livros Janine Mogendorff e a filha Elisa puderam fazer a primeira visita virtual no início da semana. Janine elogiou a iniciativa do hospital

em proporcionar esse momento. “Achei ótima a experiência. Fiquei um pouco temerosa por conta da minha filha, mas foi bom colocar uma imagem para aquilo que até então era um pensamento. Às vezes, o pensamento é mais sinistro do que a própria realidade”, avaliou a esposa do paciente internado na UTI de isolamento.

PREVISÃO DO TEMPO: O QUE ESPERAR DA CHUVA DE ABRIL NO BRASIL? De forma geral, o Brasil ainda fica úmido no mês de abril. De chover com certa regularidade em todas as Regiões do país. Porém, dentro de cada Região, algumas áreas terão chuva mais volumosa e frequente do que outras. Climatologicamente abril é um mês de chuva na costa norte e na costa leste do Nordeste e também no norte da Região Norte. Mas a chuva diminui bastante no Sudeste, no Centro-Oeste e também no interior do Nordeste e na

porção sul da Região Norte. Em anos normais, o Sul continua tendo eventos de chuva em abril, com a passagem de frentes frias. O mapa mostra a climatologia de chuva no Brasil para o mês de abril, de acordo com cálculos do Instituto Nacional de Meteorologia para o período de 1981 a 2010.

expectativa da entrada de massas de ar muito frias sobre o país em abril. Alguns dias podem ser amenos em áreas do Sul e do Sudeste, mas principalmente pelo excesso de nebulosidade e chuva e nem tanto pela presença de ar frio de origem polar. A primeira massa de ar frio de origem polar realmente forte deve ocorrer em maio.

QUANDO VAI ESFRIAR? Em relação à temperatura, não há

Confira a tendência da chuva durante o mês de abril na Região Sul:Em

abril, a previsão é de melhora no quadro de chuva da Região, que vem vivenciando uma estiagem desde dezembro de 2019. A expectativa é de que a chuva retorne principalmente sobre o Rio Grande do Sul. Apesar da melhora, a previsão é de que o estado ainda termine abril com chuva abaixo da média. Para Santa Catarina e Paraná, a expectativa é de que chova mais do que a média na faixa centro-leste dos estados, que inclui as capitais.


Folha

QUINTA-FEIRA, Quinta-feira,22de de abril abril de de 2020 2020 11 11

Entretê Variedades

Dany Bananinha dá à luz sua primeira filha

www.coquetel.com.br

Instagram/Reprodução

Dany Bananinha deu à luz sua primeira filha, Lara, na última segunda-feira (30/3), fruto do relacionamento com o fisioterapeuta Pedro Koellreutter. A assistente de palco do ‘Caldeirão do Huck’ fez o anúncio do nascimento nas redes sociais nesta quarta-feira (1º/4). “30 de março de 2020. Lara chegou. Meu Deus, eu te agradeço e por toda minha vida eu vou agradecer por esta maravilha. E diariamente me esforçarei por honrar o privilégio que é ter uma filha. Amém”, escreve em post no Instagram. Bananinha compartilhou cliques emocionantes do momento em que pegou a filha no colo pela primeira vez em seu perfil no Instagram. A família ganhou recados carinhosos de famosos como Fernanda Paes Leme, Mayra Cardi, Rafael Zulu, Thiago Martins e Heloísa Pérrissé. Angélica e Luciano Huck mandaram flores com direito a uma mensagem especial para Lara. YC

CAÇA-PALAVRA

© Revistas COQUETEL

Procure e marque, no diagrama de letras, as palavras em destaque no texto.

Cineasta inglês

iLUsTRaçãO: nEi Lima

O DIrEtOr de Cinema tONY Scott conquistou os fãs com um dos FIlMES mais famosos da DÉCADA de 1980, o clássico de AÇÃO “Top Gun”, de 1986. O filme traz Tom CrUISE como MAVErICK, um dos alunos de uma ESCOlA de pilotos de CAÇAS, e mostra as diversas rivalidades despertadas nesse ambiente, com um toque de rOMANtISMO envolvendo seu personagem com a instrutora ChArlIE. Além de “Top Gun”, o cineasta INGlÊS filmou outro CUlt nos anos 80, “FOME de VIVEr” (1983), filme de VAMPIrOS com o cantor David bOWIE e Catherine DENEUVE. Mais recentemente, o realizador inglês, irmão do cineasta Ridley Scott, dirigiu longas estrelados por DENZEl Washington, como “Chamas da VINGANÇA” (2004), “O Sequestro do Metrô 123” (2009) e “Incontrolável” (2010). Em 2012, Tony SCOtt saiu de cena de forma trÁGICA: o cineasta cometeu suicídio pulando de uma ponte em Los ANGElES. D N N I N E L E Z N E D N L L

E L A N G E L E S N O O Ã Ç A

C C Y G D F B N T T D T h T A

A N N L h V I N G A N Ç A D R

D N V E R A C G R N T D h F R

A R I S N M N N S F I L M E S

T R V F R P N T C I C N M F D

D N E D T I N C h C T O N Y L

M T R N R R N L A C B F F C S

A N E R T O E D R O T E R I D

V N E F M S E D L F N T L h F

E R I C S L F L S C O L C A L L T Ç Y O F A F D D S T E S D F N I E N E R S G U F I B V L U L E Y R B T A C N B R R O M

K F A T M F E F T G T F G B A

Y N T N T h M D B N N N F F N

N N F E L T L F A C I G A R T

T Y M T M T N T h Y R G Y G I

Y O C C Y R L R F R T T O C S

F T E N C F D U Y h M D L Y M

R B O w I E T G C L R G R C O 22

Solução

HORÓSCOPO

F I L M E S

V I V E R E S C O L A M L E S A E Ç D T M P I R O S A S E N I E E A S U C I V I U E G R A C R R O M A N T I

V A I N G A N Ç A

D E C A D A

A I N G G E L L E E Z S N E D O Ã Ç A C H A R L O T E R I D

Um novo investimento será bem-vindo com a Lua, que se une a Vênus em Touro e recebe um ótimo aspecto de Marte, Júpiter e Plutão.

Surge a necessidade de contato com as pessoas de seu afeto. Não se espante se alguém especial chegar para surpreendê-lo.

O contatos comerciais e as amizades chamam o seu envolvimento com a Lua, que se une a Vênus em Touro e recebe um ótimo aspecto de Marte.

Aproveite para cuidar de sua saúde como um todo com a Lua, que se une a Vênus em Touro e recebe um ótimo aspecto de Marte, Júpiter e Plutão.

Nos próximos dias, um novo contato ou projeto pode ser negociado e aprovado com a Lua, que se une a Vênus em Touro e recebe um ótimo aspecto de Marte.

Projetos em equipe ganham movimento mesmo que virtualmente com a Lua, que se une a Vênus em Touro e recebe um ótimo aspecto de Marte.

A carência pode estar presente. Aproveite para iniciar uma nova relação, mas se ela já existir, o seu desenvolvimento é certo.

Sua imagem social e profissional é revigorada com a Lua, que se une a Vênus em Touro e recebe um ótimo aspecto de Marte, Júpiter e Plutão em Capricórnio.

A vida doméstica e familiar chama o seu envolvimento. A negociação de compra ou venda de um imóvel não está descartada. Aproveite a convivência familiar.

Uma nova maneira de viver pode ser construída com a Lua, que se une a Vênus em Touro e recebe um ótimo aspecto de Marte, Júpiter e Plutão.

Os processos mentais ocorrem com clareza. Um contrato ou projeto pode entrar em negociação e trazer estabilidade para os seus dias.

T O N Y

É hora de solucionar assuntos pendentes com a Lua, que se une a Vênus em Touro e recebe um ótimo aspecto de Marte, Júpiter e Plutão em Capricórnio.

M A V E R I C K

O

L

F

U

B O W I E

C

T T O C S M O


12

QUINTA-FEIRA, 2 de abril de 2020

Folha

Contracapa

COMITÊ DE SOLIDARIEDADE JÁ INICIOU A DISTRIBUIÇÃO DE KITS DE ALIMENTAÇÃO

Divulgação/PMC

MAIS DE 200 FAMÍLIAS EM RISCO SOCIAL FORAM CONTEMPLADAS. DOAÇÕES E INFORMAÇÕES: 98124.4498, 99260.6683, 3471.5939 E 3441.8700 Uma das medidas emergenciais que está sendo adotada pelo Comitê de Solidariedade, instituído pelo governo municipal, está a distribuição de 260 kits de alimentação para famílias em situação de risco social, já cadastradas na Assistência Social e nas escolas. "Conforme formos recebendo doações através do Comitê vamos atendendo as famílias que estão cadastradas. Por isso é importante que a comunidade

seja solidária neste momento. Quem quiser doar, pode nos contatar que vamos buscar a doação, inclusive para evitar que as pessoas saiam às ruas", informou o secretário da pasta, Valdir Mattos. O Comitê de Solidariedade também está em busca de apoiadores para ajudar nas medidas de cuidado da comunidade e enfrentar os reflexos da pandemia no município. Voluntários interessados em ajudar, sendo

pessoa física ou jurídica, podem se cadastrar pelo número 980448619. São necessárias pessoas para atuar na área da assistência social, ajudando na arrecadação, organização e doação de alimentos, e nos demais serviços essenciais. Para a área da saúde, o comitê está em busca de enfermeiros e técnicos de enfermagem, além de motoristas, responsáveis pelo serviço de almoxarifado e para as equipes de apoio.

UNIÃO, ESTADO E MUNICÍPIO ADOTAM MEDIDAS PARA ATENUAR CRISE ECONÔMICA EM MEIO AO CORONAVÍRUS AUXÍLIO EMERGENCIAL DE R$ 600 A INFORMAIS, ANTECIPAÇÃO DE 13º PARA APOSENTADOS, AMPLIAÇÃO DO BOLSA FAMÍLIA, MAIOR PRAZO DE RECOLHIMENTO DO FGTS E DO PAGAMENTO DE DÍVIDA DE EMPRESAS SÃO ALGUMAS DAS AÇÕES Em meio à pandemia do coronavírus que assola todo o Brasil, o Governo Federal, o Estadual e o Município se unem para atenuar a crise econômica gerada pelo fechamento do comércio, a interrupção de diversos serviços e o isolamento social. Algumas medidas vêm sendo adotadas tais como o pagamento de R$ 600 mensais a trabalhadores informais, a começar em breve, e a antecipação das duas parcelas do 13º de aposentados e pensionistas do INSS para abril e maio. Também está suspensa a prova de vida no INSS, para evitar que os idosos se dirijam até o órgão e garantindo o pagamento do benefício por 120 dias. Outra ação importante do Governo Federal é o reforço ao Bolsa Família. A União liberou R$ 3 bilhões para a ampliação do programa, que garante a entrada de 1,2 milhão de famílias

em abril, chegando a mais de 14 milhões de famílias beneficiadas. Quem paga financiamento imobiliário poderá solicitar junto ao banco para postergar o pagamento em dois meses ou até três, se for com a Caixa. Não haverá multa por atraso, mas o valor total da dívida poderá ser recalculado, de acordo com a taxa de juros vigentes. Para as empresas, o governo está permitindo suspender o recolhimento de Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de seus funcionários dos meses de março, abril e maio e recolher o montante parcelado em até seis vezes posteriormente. Para adiar o pagamento, o empresário deve informar no site do eSocial até o dia 7 de cada mês. Pequenas e médias empresas optantes do Simples Nacional e microempreendedores individuais (MEIs) poderão fazer

sua declaração de rendimentos até 30 de julho. A medida é da Receita Federal. No Estado do Rio Grande do Sul, o Banrisul dará carência de dois meses para o pagamento de dívidas de micro, pequenas e médias empresas. O limite de crédito para essas empresas será ampliado em 10%. Para o cidadão gaúcho, ficam suspensos os cortes por não pagamento de água no período de 60 dias devido aos problemas causados pelo coronavírus. E os clientes de tarifa social da Corsan ficarão isentos da cobrança pelos próximos 90 dias. Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) também suspendeu os cortes no fornecimento de energia por três meses em caso de não pagamento. O prefeito de Cachoeirinha, Miki Breier, pondera que o fechamento dos estabelecimentos comerciais e de servi-

ços, além do isolamento social, trazem impactos econômicos negativos para o município, mas que têm se mostrado a medida mais eficaz para conter a propagação do coronavírus. “Não tem emprego sem vida, nem vida sem emprego. A questão econômica é fundamental, mas nós queremos passar por isso unidos e pensando sempre em preservar a vida mais do que tudo”, argumenta. Na cidade, os prazos de pagamento de créditos tributários e não-tributários com vencimento entre 07 de março e 19 de maio para o dia 20 de maio, estão isentos da incidência de juros e multas. A medida vale para qualquer tipo de tributo com vencimento neste período, como por exemplo, ISS, IPTU, ITBI, parcelamentos e taxas em geral. A prorrogação está no Decreto Nº 6856, de 30 de março de 2020.

CRIANÇAS DO AMARELINHA ESTÃO EM ACOLHIMENTO DOMICILIAR

Divulgação/PMC

Para proteger as crianças abrigadas no AIMA (Acolhimento Institucional Municipal Amarelinha), o Juizado da Infância e da Adolescência e o Ministério Público, atenderam à solicitação da Prefeitura e liberaram 12 crianças para o acolhimento domiciliar. "Apenas cinco acolhidos, que são adolescentes, permanecem na instituição e sob cuidados dos servidores da Secretaria de Assistência Social, Cidadania e Habitação", informa o responsável pela pasta, secretário Valdir Matos. Entre as medidas tomadas pela pasta no enfrentamento à

pandemia também está a limitação de 20 pessoas por vez, para que se mantenha um usuário por mesa, no Restaurante Popular. O albergue municipal está atendendo a população em situação de rua com alimentação e higiene durante o dia, além do pernoite. Conforme a coordenadora da Proteção Social Especial, Simone Moraes, não há suspeitos de contágio entre os atendidos até o momento. "Por medida de precaução, os trabalhos em grupo foram suspensos temporariamente, tendendo a uma orientação do Ministério da Saúde", completou.

Os Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e os Centros de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS) estão operando normalmente, com atendimento presencial. Entretanto, a orientação é para que a população ligue antes de se deslocar até os centros, pois muitas situações podem ser resolvidas por telefone. Já no atendimento ao imigrante, foram disponibilizados telefones e whatsapp para orientações e acompanhamento. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone: 3471.5939.

Profile for Folha de Cachoeirinha

Quinta-feira| Cachoeirinha, 2 de abril de 2020 - Ano VII| Edição 1749  

Quinta-feira| Cachoeirinha, 2 de abril de 2020 - Ano VII| Edição 1749  

Advertisement