Page 1

Caderno especial da 25ª OKTOBERFEST • Ano 02 • nº 06 • 25 a 28 de outubro de 2008

DICAS dos festeiros novidades para 2009


tradicion

EDITORIAL

TRADIÇÃO DE FAzER BEM FEITO

Alessandra Meinicke

hallo@folhadeblumenau.com.br

um brinde a Blumenau

B

lumenauense, nascido ou de coração, você é show. Você dá show. Show de alegria quando cruza a Rua XV de Novembro fazendo dos desfiles oficiais um espetáculo original, ou quando assiste o desfile e participa da animação. Show de simpatia quando, depois de horas vendendo chope, refrigerante e água, sorri ao comprador e deseja ‘boa festa’. Show quando limpa e organiza as mesas dos pavilhões sem que as pessoas nem percebam o seu movimento, apenas fiquem à vontade para tomar mais um chope, conversar mais um pouquinho. A Oktoberfest foi criada para resgatar este espírito, que é de alegria e dedicação. E a festa deve muito ao povo de Blumenau. Como deve também a quem vem de fora, e que não se contém diante da sua grandiosidade: passa a mão no telefone e liga para os amigos: “vocês precisam vir! A festa está ótima!”. Está mesmo. E está porque reúne um povo dedicado a fazer dela a melhor de todas e um visitante que se admira com isto e aproveita cada instante. A ordem agora é aproveitar, vai levar algum tempo até que tenhamos de novo o prazer de brindar juntos. Em clima de despedida, mas não de tristeza, esta última edição de 2008 traz as dicas de quem é apaixonado pela festa e que pretende curtir até o último minutinho... Ein prosit!

Edição: Alessandra Meinicke REpoRtagEm: Morgana Michels

PROGRAMAÇÃO DAS BANDAS Sábado - 25/10

Fotos: Gilberto Viegas e Divulgação CooRdENadoR dE aRtE: Rui Rodolfo Stüpp CooRdENadoRa: Danielle Fuchs gERENtE ComERCiaL: Denilson Mezadri

Setor 1

Bavaria Mülhauser Exxtra music Vox 3

16:00 Hs 19:00 Hs 21:30 Hs

Stadtkapelle Primavera Montanari

Setor 2

19:00 Hs 21:30 Hs 24:00 Hs 02:30 Hs

Cruzeiro Deggendorf Lino Caneco

16:00 Hs 19:00 Hs 21:30 Hs

Blumenshow Cruzeiro Lino

Setor 3

19:00 Hs 21:30 Hs 24:00 Hs 02:30 Hs

Ideais Chieming Cagey strings Cavalinho

16:00 Hs 19:00 Hs 21:30 Hs

Oktobertanzkapelle Ideais Banda Cavalinho

Bier Garten

*19:00 Hs 21:30 Hs 24:00 Hs 02:30 Hs

Vilanenses Mensagem Moacir Kneipen

12:00 Hs 16:00 Hs 20:00 Hs

Iitmistas Blumenthal Banda XV

* 12:00 Hs CHOPPMOTORRAD / 15:30 Hs CANARINHO

SERVIÇO trânsito As ruas ao redor da Vila terão fluxo normal e estacionamento de carros e ônibus ficam por conta do visitante. Não existe um estacionamento próprio, cabendo ao motorista encontrar um lugar nas proximidades. Em terrenos de particulares o preço acertado com a organização da festa é R$ 15 O lado interno da rua Alberto Stein (em frente à Vila Germânica) terá o trânsito interrompido para comportar as filas das bilheterias. O trecho da rua Humberto Campos, em frente ao Galegão, servirá para o embarque e desembarque de ônibus.

140 taxis e 10 motos-táxi estão cadastrados para atender aos oktoberfesteiros na saída da festa. A bandeirada custa R$ 4,00 e o quilômetro rodado, atualmente, sai por R$ 1,18. O valor em Bandeira 2 tem um acréscimo de 17% e funciona nos períodos entre 20h e 6h, domingos e feriados. Valores por trajeto: Rodoviária a Vila Germânica: R$ 12 a R$ 13,00 Ponta Aguda a Vila: R$ 9,00 a R$ 10,00 Shopping a Vila: R$ 8 a R$ 9,00 Ônibus Os horários das linhas de transporte coletivo serão ampliados durante a festa: 67 horários extras durante a semana e 260, nos finais de semana.

2

Caderno Especial da

Domingo - 26/10

19:00 Hs 21:30 Hs 24:00 Hs 02:30 Hs

táxis

Capa: Gilberto Viegas (Estilizada)

hallo@folhadeblumenau.com.br

Os primeiros imigrantes alemães, que deixaram sua pátria em busca de novos empreendimentos, encontraram solo fértil no Vale do Itajaí. Das tradições trazidas na bagagem, a tecelagem deu origem, em 1880, a Companhia Hering, em 1882 nascia a Karsten, exemplos de marcas locais destacadas no cenário nacional e internacional. Atualmente a cidade abriga um pólo de tecnologia de informação com mais de 600 empresas e tem o terceiro maior PIB de Santa Catarina. Indústrias, comércio e serviços concentram a maior parcela da população economicamente ativa da cidade. E no mês de outubro, os índices de emprego da cidade crescem com a Oktoberfest. Mais de duas mil pessoas trabalham diariamente na festa: limpam os pavilhões, servem o chope, cuidam do som, protegem e garantem que a festa seja um sucesso. É o espírito empreendedor que se renova em 18 dias e mostra que em Blumenau, a tradição é fazer bem feito.

FolhadeBlumenau

O Terminal da Proeb vai funcionar 24 horas todos os dias da Oktoberfest O Terminal da Fonte vai funcionar 24 horas durante os finais de semana e feriado - os foliões devem estar atentos aos horários das linhas específicas Em períodos normais, o horário de funcionamento do transporte coletivo é das 4h à 0 hora segurança Polícia Civil – 181 Polícia Militar – 190 SAMU - 192 Bombeiros – 193 Guarda de Trânsito – 153 oktober segura Realizado há três anos pelo SETERB e Escola Pública de Trânsito de Blumenau, o projeto Oktober Segura desenvolve ações práticas educativas no trânsito e conduz para casa aqueles que não estão em condições de dirigir. Dentro do Parque Vila Germânica uma seção do projeto estará disponível com a realização do teste do bafômetro. Quem não passar no teste é conduzido aos serviços de transporte alternativos. assistência médica O Parque Vila Germânica conta com um posto médico para atender aos foliões. Diariamente no corredor do Empório Vila Germânica. Um médico, um enfermeiro e um técnico em enfermagem trabalham no posto. Nos dias de maior movimento, a equipe ganha o reforço de mais um técnico em enfermagem.

Clubes de Caça e tiro Depois de beber e dançar nos pavilhões da festa o folião pode provar um variado café colonial, no Pavilhão 1, no lado direito do palco. O preço por pessoa é R$ 10. O café é uma das atrações oferecidas pela Associação dos Clubes de Caça e Tiro e está disponível todos os dias de festa. Competições Outras tradições dos Clubes de Caça e Tiro também não ficaram de fora: o público pode participar de competições de tiro com ar comprimido, Bocha (bolada por cima), tiro ao pássaro e Bolão de Corda. Para quem não tem experiência, instrutores em cada uma dessas modalidades estão à disposição. Confira os preços das modalidades: Tiro – R$ 3,00 Bocha – R$ 2,00 Tiro ao pássaro e bolão de corda – R$ 2,00

Glossário • tradicion (tradição) • fest (festa) • prost (saúde - um brinde!) • ust (alegria) • Oktoberfest Ich liebe dich ( oktoberfest eu te amo)


fest

até o último minuto

Festeiros de carteirinha dão dicas para quem está chegando agora

C

omo diz o hino da Oktoberfest, são dezessete dias de folia, música, cerveja e alegria. Não esquecendo, é claro, da gastronomia típica, atrações culturais, grupos folclóricos, entre outras atrações que alegram turistas e blumenauenses que vem à festa. Para quem não aproveitou nenhum dos dias de folia desse ano até agora e deixou para curtir a Oktoberfest nos últimos dias, alguns festeiros ‘ de carteirinha’ dão dicas quentes para se deliciar e aproveitar ao máximo o que a maior festa de outubro fora da Alemanha tem de melhor. Sabe aquela pessoa que fica dançando o tempo todo na frente do palco, e fazendo as coreografias improvisadas pelas bandas? Essa é Marliane Corrêa, de 20 anos. Ela é

uma das fãs das bandas da Oktoberfest, dança tanto que não erra um passo sequer da coreografia. Segundo Marliane a dica mais quente para quem chegou no finalzinho da Oktoberfest e deseja aproveitar ao máximo a festa, é dançar, dançar muito. “Os turistas que vieram agora para a festa devem se divertir até o último acorde. Não precisam beber, pois a alegria está na cabeça, mas devem dançar muito”, diz ofegante. Outra dica imperdível quem dá é o casal Evandro e Zulmara Reinert, que estava ‘estacionado’ em uma das sete choperias artesanais. “Quem quiser se divertir nos últimos dias da 25ª Oktoberfest deve degustar cada um dos chopes artesanais”, recomendam. As amigas Daiana Reinert e Ales-

sandra Nascimento que estavam aproveitando bastante o líquido artesanal afirmam que o imperdível da festa é a banda Cavalinho. No restaurante da Vila Germânica quem aproveitou a festa para saborear a boa comida típica foi Danieli Dalri. Para ela o que não pode faltar durante a Oktoberfest é o marreco recheado, que é “a cara da festa”. Seja nos restaurantes típicos, cervejarias artesanais, dançando ou curtindo as bandas da Alemanha ou nacionais, o importante é aproveitar a festa de uma forma que torne a Oktoberfest 2008 inesquecível, registrada na memória de todos os turistas e blumenauenses que estiveram presentes nessa edição histórica dos 25 anos da festa. Depois. sobra só o gostinha da saudade e até 2009!

Caderno Especial da

FolhadeBlumenau

3


gustavosiqueira@folhadeblumenau.com.br

é oktoberfest

OKTOCURTAS

• Raimundo Colombo, Paulin quarta (22)! • Diretoria da Zehn Bier conc • Oktoberfest 2009 acontece • Prefeito de Gaspar Adils Neumarkt!

José Carlos Zehn e sua filha Bruna curtindo a festa e brindando com a Zehn Bier.

Fotos: Gustavo Siqueira

Gustavo siqueira

Brinde de salsichão de Cassiana Bernhardt e Malú Schmitz!

Tamaris Liesenfeld, Nilce Ramos, Eva Hermann e Maira Oliveira !

HALLO! Tá chegando a hora de ir... Este é o último Hallo de 2008 e já dá uma saudadezinha! Obrigadíssimo pela leitura e a interatividade, tivemos recorde de e-mails, cartas, telefonemas e o melhor: fechamos a sexta edição com centenas de abraços de leitores que se divertiram muito! É muito bom esse feedback positivo numa festa tão gigante como a Oktoberfest! Vamos curtir esses últimos 2 dias com aquela vontade de quero mais! Numeróloga famosa previu que a maior edição será a 26a, porque a soma de 2+6 é 8, o número da fortuna e do sucesso!!! Vamos aguardar, então! É bom destacar e agradecer nesse último Hallo o trabalho das assessorias dos camarotes, da Prefeitura e da Vila Germânica! Com tantos veículos na Oktober, conseguimos dar furos e antecipar muita coisa que rolou nesses 18 dias de alegria! Um abraço especial ao pessoal da Folha que madrugou muito para fechar o caderno a tempo: Alessandra, Dani, Giba, Rui, Denílson, Debarba e toda a equipe! Enfim, vamos curtir o restinho da festa e acompanhar as últimas fotos dessa edição...

4

Caderno Especial da

FolhadeBlumenau

Promoter do camarote do Neumarkt, Danusa Paulo, é só alegria com as batatas Slice!!!

Wallace e Elise Manassés Rodrigu


Senhoras da Rede Feminina de Combate ao Câncer sempre dão um charme especial aos desfiles: Eliane Willecke, Maria Riscarolli, Aglaê Oliveira, Maristela Tridapalli, Eleny Rocha, Maria Helena Schlup mais Vera Lúcia Caresia e Romy Machado

nho Bornhausen e Ismael dos Santos passearam pela festa na última

centrou convidados poderosos no seu camarote na quinta (23)! e de 1 a 18 de outubro! son Schmitt e a esposa Jacqueline conferiram o camarote do

ues no melhor estilo Planetapéia by Nerino Furlan!!!

Pai e filho curtindo a festa: Itamar e Eduardo Miranda!

Jacqueline e Emílio Raymundi no melhor ritmo da festa!

Oktoberlove: Aquiles e Suelo Spíndola!!!

Gatíssimas em rolé pela Oktober: Roberta, Franciele, Cláudia, Juliana e Celina!!! Só alegria: Marcelino Campos e João Paulo Kleinubing!

Caderno Especial da

FolhadeBlumenau

5


prost

Como só elas viram elas passam os 18 dias nos pavilhões e guardam histórias para contar

D

urante os dezoito dias da festa são eles que deixam tudo em ordem para os visitantes aproveitarem cada momento. Por isso, os trabalhadores da Oktoberfest foram escolhidos como festeiros ocultos desta edição. Drag Queens As drag queens que circularam pelos pavilhões chamaram a atenção da auxiliar da limpeza Ledi Noronha Melchiors, de 46 anos. “Também gostei da organização e da decoração dos pavilhões”, conta Ledi. Já para a segurança Lúcia Machado, de 41 anos, a 25ª edição da Oktoberfest foi muito tranqüila e bonita. “Gostei muito da festa e da diversidade de pessoas que passaram por mim, apesar de não poder aproveitar”.

Ledi, Lúcia, Viviana e Nadir contam um pouco do que viram nos pavilhões

Famílias Viviana Paris, de 31 anos, é uma das meninas que serve o combustível da festa, o chope! Para ela, a 25ª edição foi muito

ClÁssiCos De ouTuBro HALLO BLUMENAU (Helmut Hölg) Hallo Blumenau Bom dia Brasil Dezessete dias de folia Música, cerveja e alegria Hallo Blumenau Bom dia Brasil Schön ist wieder hier bei euch zu sein (É lindo estar novamente com vocês) Hier lacht auch bei regen sonnenschein (Aqui o sol brilha mesmo quando está chovendo) Hallo Blumenau, bom dia Brasil Hoje todo mundo está cantando Hoje todo mundo está dançando Hallo Blumenau, bom dia Brasil Dezessete dias de folia, Música, cerveja e alegria

6

Caderno Especial da

Hallo Blumenau, bom dia oh Brasil Festas para o povo da cidade, Música pra nossa mocidade Hallo Blumenau, bom dia oh Brasil Oktoberfest em Blumenau, Festa cada vez mais legal, Freu mich schon das ganze Jahr auf euch Eeuch zu sehen, euch Freude (Fico contente durante todo o ano em rever vocês, vocês amigos) Hallo Blumenau Bom dia Brasil, Alles gut, alles blau (Tudo bem, tudo azul) Alles Himmelblau im Blumenau (Tudo está celeste em Blumenau)

FolhadeBlumenau

boa. “Foi uma festa muito família, tinha bastante crianças correndo pelos pavilhões”, diz, o que mais a surpreendeu “foi o movimento”. Briga de casal Apaixonada pela Oktoberfest é Neuza Rodrigues, de 45 anos. “Sou uma fã antiga da festa. Amo o movimento, as bandas, tudo é ótimo. Deixei de curtir a festa para vir trabalhar nela, pois assim eu posso vir todos os dias”, diz vibrante. Nadir Dias avalia a Oktoberfest 2008 como “ótima e calma”, e diz que o que mais lhe surpreendeu foram as brigas de casais de namorados que, segundo ela, os seguranças tiveram que separar. “A simpatia dos turistas também me contagiou. Conversamos e tiramos fotos”, conta.

Com Que roupa eu vou? Giovani, Márcia e os pequenos Amanda e Netinho podem ser considerados uma autêntica família germânica. Eles fazem questão de aproveitar a festa vestidos com roupas típicas. “Nossa intenção ao usar o traje alemão é manter o espírito da festa, por isso viemos todos os anos com a roupa típica.” O casal Jorge e Oriana Garcia escolheu o traje típico para prestigiar a festa. “Desde o início da Oktoberfest nós usamos nosso traje típico, e viemos trajados todos os 17 dias”, revelam. Segundo eles, a roupa não é usada apenas no mês de outubro. “Usamos também nos desfiles comemorativos pelo Clube de Caça e Tiro Vasto Verde, pois é uma forma de manter as tradições germânicas”.


lust

mais espaço em 2009 a 25ª edição da festa aponta acertos e também necessidade de mudanças

a

25ª Oktoberfest criou muita expectativa nos blumenauenses e turistas, pois se trata de uma edição histórica, afinal não é todo dia que se comemora 25 anos da maior festa alemã das Américas. Os dias passaram rápido e a Oktoberfest que, parece, mal começou, já está terminando.

O que se pode dizer é que ela vai deixar muita saudade, muitas recordações positivas devem ficar na lembrança de quem passou pela Vila Germânica e por Blumenau nestes dias. O secretário de turismo e presidente do Parque Vila Germânica, Norberto Mette, fez um balanço da 25ª edição da Oktoberfest e diz que, apesar do público ser menor do que o esperado, a festa está excelente. “Temos qualidade de público, os hotéis estão com boa parte do seu espaço lotado, o que realmente atrapalhou foi a chuva”, avalia. Para ele a festa terá de 18 a 20% menos público que o esperado, mas que isso é perfeitamente aceitável. “Esse ano alguns fatores contribuíram para a diminuição do público: não tivemos feriado no dia 12 de outubro, o segundo turno das eleições será no domingo, 26, e também o público re-

gional veio menos à festa em virtude das chuvas freqüentes. Apesar disso receberemos cerca de 580 mil pessoas, o que não é ruim, pois no ano passado passaram pela festa 590 mil”, diz, acrescentando que se o tempo estivesse bom a Oktober receberia aproximadamente 800 mil pessoas. Segundo Mette algumas lições ficam desta edição histórica e estão relacionadas à comida servida nos quiosques e ao espaço para o público. “Teremos que melhorar a qualidade das comidas servidas nos quiosques, para o próximo ano elas deverão ter mais qualidade”, enfatiza. A mudança mais significativa ficará por conta da ampliação do espaço. “Estou realmente preocupado com o espaço, pois se no sábado (17) tivéssemos tido um público de 100 mil pessoas, a Vila Germânica teria parado. Devem ocorrer mudanças no espaço físico da festa, estamos pensando em ampliar usando a rua”, explica. Outras mudanças já previstas para 2009 são a troca das cervejarias artesanais para o pavilhão três, a abertura de apenas um pavilhão durante os primeiros dias da semana e o pleno funcionamento do Empório da Vila Germânica.

“Jardim da Cerveja”, o espaço que abrigou cervejarias artesanais, cervejas importadas, comida típica e muita música foi um dos locais que caiu na graça do público, que lotou o espaço diariamente. “Achei que somente as famílias iriam freqüentar o Biergarten, mas o público em geral gostou bastante”. As novidades da 26ª edição da Oktoberfest ainda não estão determinadas, mas há a possibilidade de espaços como o Brahma Haus, presente na festa de 2006, estarem novamente fazendo a alegria dos jovens, ao que tudo indica. No quesito bandas, o diretor de promoções do Parque Vila Germânica, José Carlos Oeschler, informa que todas fizeram sucesso e que tranquilamente atenderam as expectativas. “Tivemos as bandas de música mais moderna e de música mais típica, mas todas tiveram seu público”, diz, acrescentando que para o próximo ano as negociações com as bandas já começaram.

Mette diz ainda que um local que vai virar tradição após a 25ª edição da festa será o Biergarten

Souvenir Pra finalizar o quadro ‘Souvenir’ ficam várias dicas para os blumenauenses e turistas que desejam guardar um pedacinho desta histórica edição da Oktoberfest. Os mais vendidos: • Chaveiros: • Chocolates: R$ 3,00 até 7,00 R$ 1,00 até 19,00 • Cervejas Importadas: R$ 8,00 até 37,00

• Licor de Cerveja: R$ 29,00

Caderno Especial da

• Kit com 4 cervejas Eisenbahn: R$ 28,00

s o u v e n i r

FolhadeBlumenau

7


Oktoberfest Ich liebe dich De Curitiba para Blumenau

WO BIST DU?

Onde você está? O Hallo Blumenau localizou sete pessoas que participam da Oktoberfest desde que ela foi criada e continuam apaixonadas pela festa. Maria, Xande, Maicon, Marlon, Fernando, Heidi e Rodrigo, todos dizem “Oktoberfest, Ich liebe dich”!

Não achamos a dona deste rostinho tímido, mas a foto foi parar em Curitiba, de onde o Edson Vargas manda um abraço para todos em Blumenau. “Recebi mensagens de amigos que achavam que fosse minha filha. Não é, apesar da semelhança, mas parabéns pela iniciativa”, escreve Edson. Ele e toda a ‘família Vargas’ desfilava em carro alegórico próprio desde a 1ª até a 5ª edição da festa. “Era um carro de mola amarelo e íamos todos trajados tipicamente. Hoje estou morando em Curitiba, mas sou blumenauense da gema, o coração está em Blumenau”, escreve Edson.

Hallo 2008 - 6ª Ed  

Caderno Hallo Blumenau 2008 - 6ª Ed

Advertisement