Page 1

Telomar Florêncio

OS RITMOS da festa trilha ECOLÓGICA CHOPE em metro nos PAVILHÕES

Caderno especial da 24ª OKTOBERFEST • Ano 01 • nº 03 • 13 a 16 de outubro de 2007


BAú DA OKTOBER EDITORIAL

(Diga obrigado com rosas vermelhas)

Alessandra Meinicke

hallo@folhadeblumenau.com.br

nos ritmos da festa O

chope pode ser o combustível da alegria. A comida o sustento do folião. Mas o que faz com que a festa aconteça de fato é a música. Ao som de marchas, polcas e valsas os pavilhões da Oktoberfest vibram. Embalados pelos ‘hits’ de outubro, turistas e blumenauenses arriscam coreografias, acompanham o refrão, bailam, se divertem. E nessa hora eles, os músicos, são as estrelas da animação. A cada banda que sobe ao palco da festa a energia do pavilhão se renova. Mesmo quando já tem gente dormindo nas mesas, basta uma nova atração soar o primeiro acorde e parece que a festa começa de novo. Recomeçar foi o que muitos grupos fizeram para estar hoje entre as atrações da Oktoberfest. Resgatar o repertório, acrescentar instrumentos de sopro ao conjunto, contratar um cantor que fale alemão. As bandas incrementaram o trabalho para brilhar durante os 18 dias. Parte desta trajetória está em destaque, nesta edição que abre espaço ainda para outra característica da cidade: a nossa exuberante natureza. Nada como o som dos pássaros e das nascentes para renovar a energia e aproveitar mais uma semana de folia!

Essa nós tiramos do baú. O maestro Helmut Hoegl em uma de suas vindas à Oktoberfest.

CRUZADINHA GERMÂNICA

Hast du schon mal nachgedacht, (Tu já te deste conta alguma vez) Und ist dir klar, was sie so alles tut (Está claro para ti tudo aquilo que ela faz?) Das ganze jahr? Sie ist deine gute fee tag ein tag aus. (O ano inteiro? Ela é tua boa fada, entra dia sai dia) Sie Zieht die kinder gross und kuemmert sich ums haus (Ela criou os filhos e se dedica a casa)

Komms du von der arbeit heim oft ist es spaet (Tu chegas do trabalho, muitas vezes tarde) Dann wartet sie auf dich, fragt, wie´s dir geht (Então ela espera por ti e pergunta como tu estás) Und gab es auch ab und zu mal einen krach ( E se às vezes houve briga) Sie war die klueger ( Ela é a mais sensata) Und gab so oft schon nach ( E muitas vezes já cedeu ) Sag’ dankeschoen mit roten rosen

1uFeita na Oktoberfest, dura por toda a vida 2uDia de folga em datas especiais 3uSinônimo de diversão 4uElas enchem o pavilhão de alegria 5uBeijo 6uVocê usa e volta seguro para casa 7uPalavra que significa muito bom 8uOs músicos a cantam 9uQuem já veio à festa pode dar 10uPalavra da expressão ‘agora vai começar‘

1 - FREUNDSCHAFT / 2 - FEIERTAG / 3 - GAUDI / 4 - KINDER / 5 - KUSS / 6 - TAXI / 7 - TOLL / 8 - LIED / 9 - TIPPS / 10 - JETZT

pRojeto gRáfico: Ricardo A. Kühl RepoRtagem: Ana Carolina Campos capa: Obra de Telomar Florêncio fotos: Gilberto Viegas e Divulgação diagRamação: Guilherme Faust e Rui Rodolfo Stüpp hallo@folhadeblumenau.com.br

Caderno Especial da

Sag’ dankeschoen mit roten rosen Zu deiner frau so ab und zu einmal. (Para tua mulher, de vez em quando) Sag’ dankeschoen mit roten rosen Sie wird versteh’n, du wirst schon seh’n. (ela vai entender, tu já vais ver)

Sag’ dankeschoen mit roten rosen

edição: Alessandra Meinicke

2

SINGE MIT cante junto Sag Dankeschön Mit Roten Rosen

Folha de Blumenau

SERVIÇO pRogRamação usábado 13 ( Ingresso R$ 10) 12h – Abertura dos Pavilhões 1 e 2 com bandas 15h – Abertura das bilheterias e do Pavilhão 3 com bandas 17h – Desfile na Rua XV de Novembro 22h30min - Concurso Nacional de Chope em Metro, no Pavilhão 3 05h - Encerramento udomingo

14 (Ingresso R$ 5) 11h – Distribuição de chope pela Choppmotorrad nas ruas da cidade 12h – Abertura dos Pavilhões 1 e 2 com bandas 15h – Abertura das bilheterias e do Pavilhão 3 20h – Segunda pré-seleção do Concurso Rainha da 25ª Oktoberfest 01h – Encerramento usegunda-feira

15 (Ingresso R$ 5) 11h – Distribuição de chope (pela Choppmotorrad) nas ruas da cidade 16h – Distribuição de chope (pelo Bierwagen) pelas ruas da cidade 18h – Abertura das bilheterias e dos pavilhões com som mecânico 19h – Início das bandas 24h - Encerramento uterça-feira

16 (Ingresso R$ 5) 11h – Distribuição de chope (pela Choppmotorrad) nas ruas da cidade 16h – Distribuição de chope (pelo Bierwagen) pelas ruas da cidade 18h – Abertura das bilheterias e dos pavilhões com som mecânico 19h – Início das bandas 24h - Encerramento pReços uChope: (copo de 400ml) : R$ 3,75 uCervejas importadas: de R$ 5 a R$ 7 uBatata recheada: R$ 10 uPetisco Alemão: de R$ 5 a R$ 25 Outras opções no: www.oktoberfestblumenau.com.br


nO EMBALO DAS MARCHInHAS, POLCAS E VALSAS Impossível ficar parado. Afinal, são 37 bandas nesta 24ª Oktoberfest. Três vindas da Alemanha. Elas agitam os pavilhões até a madrugada, sem deixar o folião perder o ânimo e o ritmo Ritmos da festa A trilha sonora da festa do chope é composta em sua maioria por marchinhas, polcas e valsas tradicionais alemãs, além das músicas satirizadas, no estilo “chucrute music” ou “mamonas alemãs”. Por exigência da organização da Oktoberfest, 90% das músicas devem corresponder ao folclore alemão, mas isso não impede que as bandas (experientes em animar grandes platéias) dosem um pouco de melodias da década de 70, 80 e 90, rock, pop, e até hits da baiana Ivete Sangalo (os mais antigos lembram que Xuxa também já viveu seus dias de sucesso, na festa mais alemã do Brasil). oKtoBeR Beats No final da noite, outra atração é a música eletrônica apresentada por DJ’s no topo de um gigante chapéu alemão. A opção é dirigida ao público jovem.

ZicKe ZacKe, ZicKe ZacKe, Hoi Hoi Hoi!!! Boa parte do público da Oktoberfest não fala alemão, o que não impede ninguém de dançar ou pular. Entre uma canção e outra, o brinde – Ein Prosit! – nem precisa de tradução: todos levantam o caneco e saúdam a festa. Hallo, Blumenau Considerado hino da Oktoberfest, está no topo das paradas de sucesso da festa e é acompanhado em coro pela multidão, (inclusive os trechos cantados em alemão). Depois dela, as tradicionais ‘Volksmusiks’, canções populares germânicas, criam o clima folclórico pelo qual a festa é conhecida. sopRos e foles A Banda XV Show, fundada há 57 anos, resgatou da memória dos colonos as músicas típicas. Hoje a terceira geração de integrantes dá continuidade ao trabalho. “Meu avô, Harry Wehrmeister, foi um dos fundadores da banda.

Temos os instrumentos de sopro, trompete, saxofone, trombone, clarinete, além do acordeão e a base normal de banda, como guitarra e teclado”, conta Jardel Wehrmeister, atual integrante da XV. O acordeão (ou gaita, como também é conhecido), é muito característico nas músicas alemãs. Porém são os instrumentos de sopro os mais marcantes. “Eles chamam a atenção do público. No entanto, são muito cansativos. Penso bastante no pessoal na hora de montar o repertório, para dar um descanso. Intercalamos músicas bem típicas com outras de outros estilos que não necessitam da base de sopro”, explica Marco Aurélio Rosa, da Banda do Barril. Algumas bandas chegam a tocar mais de três horas por noite. Haja fôlego!

das músicas alemãs, caiu na graça do público e rendeu muita popularidade a essas bandas. Tanto que, a cada ano, elas buscam atualizar o repertório de músicas próprias. O vocalista da Barril, Marco Aurélio, já está divulgando a nova marchinha ‘No embalo da barril’.

ReescRevendo a paRtituRa Alguns grupos que animam a Oktoberfest compõem versões próprias das marchinhas. Outros vão além e inventam novos “hinos” para o evento. A Marreca e a Choppmotorrad são as mais pedidas da Banda Cavalinho. Centopéia do Chope e Okto Beber são outros exemplos, do grupo Vox 3. Esse estilo, que faz uma paródia

Caderno Especial da

Folha de Blumenau

3


Tiago Gonçalves

ER IDO

S

Tiago Gonçalves

gustavosiqueira@folhadeblumenau.com.br

é OKTOBERFEST

QU

Matusalém e Márcia Matos mais Clélia e Rogério Spezia sacudiram o camarote da Tokio Marine. Neste sábado o quarteto, que comanda a seguradora em Blumenau, recepciona o presidente e o vice da Tokio no Brasil

POINT O espaço Biergarten está sendo bastante elogiado! Um dos points mais freqüentados é o Espaço Das Bier, pilotado pelo expert Emerson Bernardes.

A

L GU

BRIGA NA TV A dupla Jean Pierre e Suzy Finkels, tradicionais apresentadores dos especiais da festa, na madrugada da emissora, foi desfeita nesta edição da Oktober. Rolou uma briga feia entre os dois feras da TV. Porém, Jean Pierre acertou em cheio em convidar Krislei Oechsler para a nova dobradinha. A nova dupla tá arrasando!

Gustavo Siqueira

Michele Chagas, nossa bonita e polêmica Miss Blumenau, não pára de comer! Nos esbarramos nos camarotes e ela foi enfática: “Essa festa me dá muita fome”. E o gordo sou só eu... Ah, tá bom!

HALLO! Somente neste fim de semana prolongado, a festa espera receber mais de 200 mil visitantes. é muita ´gente junta reunida` como diria o mais autêntico dos alemães. Tem que aproveitar a festa ao máximo, mas com muita responsabilidade. Se beber muito, procure o Seterb ou um táxi. Muita gente está pedindo pra coluna desvendar o que rola dentro dos camarotes. No próximo caderno vamos trazer detalhes. E dá-lhe animação e beijo na boca! A festa deve ter pacto com Santo Antônio pela quantidade de casais que iniciaram relacionamento nesses dias. Só falta inventarem o chope afrodisíaco. Com tantos mestres cervejeiros na região, vamos aguardar qual será o pioneiro.

4

Caderno Especial da

Folha de Blumenau

Tiago Gonçalves

Tiago Gonçalves

Johannes Herwig, de u loja de móveis, ofusco muita gente com tantas c de tiro e bocha. No medalha, medalha, med

SHO WD E CA LOU ROS

O cantor Eron, de Limeira, no interior de São Paulo, jura que vai fazer sucesso na Oktober. Ajoelha e chora!

TI-T

I-TI

Conversa afinada de Ramir Rothermel e Cláudio Peixe Prefeitura de Blumenau


AR Marcelo Zim, Alessandra Haffensstei e Murilo Campos observam a galera e afinam prosa direto do QG do viceprefeito Edson Brunsfeld

MU

Nunca vou esquecer a emoção na primeira edição da Oktober. A festa fez todos esquecerem a enchente e partirem para uma vida nova

TLE

HO

Tiago Gonçalves

Tiago Gonçalves

CHI N

Álvaro Barbosa dá o exemplo e devora um gigante X-Alemão antes de iniciar a próxima rodada de chope!

Paulo França, Secretário de Desenvolvimento Regional

GAT ÍSSIM

AS

çalves

LAN

Tiago Gon

OLH

Rebecca Pfau e Ana Luiza Duarte durante circulada na Vila Germânica, depois do desfile do Tabajara

Tiago Gonçalves

Rafael Cunha, Marcelo Cedeira e Marcos Rothbarth celebram o sucesso do camarote da Metabo, um dos mais cobiçados da festa

ARCON DIC ION ADO

uma tradicional ou o brilho de condecorações melhor estilo: dalha!

ro Nilson, Raulindo er no camarote da

SU CE

SS

O Tiago Gonçalves

LA UP

CA MI Â IN

D

Primeira-dama Patrícia Kleinübing e Regina Bahls de Almeida se desvencilham do cansaço na área climatizada do camarote da Prefeitura

D

OPA As fotos da coluna anterior são do fotógrafo Tiago Gonçalves, que coordena o portal www.gustavosiqueira.abalos.com.br. As fotos que você não vê aqui, estão lá! Tem cada click interessante... TOUR A Associação Catarinense de Colunistas Sociais (Accs) e a Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (Abrajet) farão um tour pela festa, no dia 17. A jornalista Taninha Rodrigues e este colunista organizam o grupo, que deve visitar os camarotes do Governo do Estado (com a recepção de Paulo França), da Prefeitura (com a recepção da competente jornalista Liliani Bento e do prefeito João Paulo Kleinübing). O grupo finalizará o tour no QG da Brahma, com a atenção especial de Madelon Tedesco. Muita gente bacana já confirmou presença. Vamos aguardar!

Rafael e Sandro Perim fazem dupla jornada na festa. Durante o dia, no quiosque do Shopping Neumarkt. À noite, no camarote da Brahma. E haja fôlego!

Caderno Especial da

Gilberto Viegas

Tiago Gonçalves

CAVIAR O que são as torradas com caviar servidas pela Chef Solange, do Kaffé Neípe, no camarote da Metabo?! Tudo de bom! ALEMÃES A Metabo recebe lideranças da Alemanha no seu camarote, no domingo.

Folha de Blumenau

5


wunderbar!

ALEgRIA EM METROS Concurso é diversão garantida na festa

Bebedores de todo o País encaram o desafio de virar 600ml de chope...

E

le nasceu junto com a festa. O Concurso Nacional dos Tomadores de Chope em Metro ganhou a versão feminina em 1987 e, até hoje, atrai bebedores de todo o País. O palco do concurso é um bom lugar para se ter uma idéia de onde vêm os visitantes da festa. Embora os blumenauenses sejam imbatíveis, candidatos de todos os Estados já arriscaram virar a tulipa sem molhar o babador. Para se inscrever, além de muita vontade de tomar 600 ml de chope em um só gole, o candidato precisa ter mais de 18 anos e fazer a inscrição ao lado do palco, até a hora do início da prova (que na programação consta ser às 22h, mas atrasa, de vez em quando, de quarta-feira a sábado). É por sorteio que se definem os desafiantes da noite. E a marca a ser batida impõem respeito: O recorde masculino da prova foi registrado em 1997: 10’78. O feminino é de 1994: 12’36. Os três melhores tempos serão anunciados no último dia da Oktoberfest, com medalhas aos vencedores. Mas, até lá, muitos metros chope ainda vão rolar. ... sem babar!

GUTEN APETIT Klara Kock

chefdacasa@folhadeblumenau.com.br

Spätzle ingredientes 2 1/4 xícaras (335g) de farinha de trigo 2 colheres (chá) de sal 1 ovo bem batido 3/4 xícara (180ml) de água Sal a gosto modo de fazer Ponha a farinha e o sal numa tigela, misture, junte o ovo e misture novamente. Aos poucos, junte a água, mexendo sempre, até obter uma massa lisa e pegajosa. Reserve. Encha uma panela com água salgada e deixe ferver em fogo alto. Passe a massa para uma tábua, segure-a sobre a panela e vá raspando a massa com a lâmina de uma faca, formando tirinhas e deixando-as cair na água ou use o espremedor (aparelho específico para spätzle). Cozinhe as tirinhas até subirem à superfície, retire com uma escumadeira e coloque num escorredor. Sirva como acompanhamento. Rendimento: 6 porções

goulash ingredientes 5 cebolas grandes (1 kg) cortadas em tiras Água para ferver as cebolas 2 colheres (sopa) de óleo 700g de pernil suíno cortado em cubos de 2 cm de lado 300 g de músculo cortado em cubos de 2 cm de lado 1 colher (sopa) de páprica picante ou doce 1 colher (chá) e alcaravia 3 xícaras (720 ml) de água 1 colher (chá) de sal Pimenta-do-reino branca moída na hora (a gosto) 300 ml de creme de leite fresco 2 colher (sopa) de sumo de limão modo de fazer Coloque as cebolas numa panela, regue com água, leve ao fogo alto e deixe ferver por 2 a 3 minutos, para tirar o excesso de sabor picante. Escorra. Numa panela de pressão com capacidade par 5 litros, coloque o óleo, leve ao fogo médio e deixe aquecer. Junte as cebolas e frite ligeiramente, sem dourar. Acrescente a carne de porco e o músculo, e frite, mexendo de vez em quando até as carnes ficarem douradas. Polvilhe com a páprica e a alcaravia, misture bem. Cubra com água, tampe a panela e cozinhe por 40 minutos ou até as carnes ficarem macias. Tempere com o sal e pimenta-do-reino. Retire do fogo, passe para uma travessa e leve à mesa. Acompanhe com o creme de leite azedado com suco de limão. Rendimento: 6 porções

TRAJE OFICIAL Para quem quer desfilar um modelo único pelos pavilhões, a palavra de ordem é ‘aviamentos’. Fitas de cetim, gregas coloridas e flores. Anote a sugestão! você vai precisar de: uUma camiseta uFitas de cetim uUm estilete (ou lâmina de barbear) uMiçangas coloridas

6

Caderno Especial da

como fazer: uRecorte a gola, a bainha e a boca da manga, para deixar a malha no corte a fio. uCom o estilete faça cortes alternados da cintura para baixo. uNa manga faça cortes ao comprido e estique as tiras para obter o efeito. uEm tiras alternadas, passe as miçangas coloridas. uNo detalhe do decote faça cortes alternados para obter o mesmo efeito rendado da barra uNa cintura amarre as fitas de cetim trançadas.

Folha de Blumenau

Assessoria: Emanuella Fuck – aluna do curso de Moda da FURB.


enquanto o pavilhão não abre...

SOnS EM HARMOnIA Parques naturais mostram que preservar faz parte da cultura da cidade

tRilHa das lagoas uCircunda em conjunto de lagoas, onde pode ser observada a fauna. uextensão: 430 m de percurso utempo de percurso: 30 minutos. tRilHa da gaRganta uConduz a um dos mais belos cenários do Rio Garcia. Trilha curta, porém difícil. Exige bastante atenção. uextensão: 180m utempo de percurso: 15 minutos ulocalização: Rua Santa Maria (final) - Progresso nova Rússia uA Nova Rússia localiza-se ao Sul do município de Blumenau, no entorno do Parque Municipal Nascentes do Ribeirão Garcia. Esta área, pertencente à Mata Atlântica, apresenta uma diversidade de espécies animais e vegetais, oferecendo aos visitantes a oportunidade do contato com

JaRaguá do sul paRQue malWee uLocalizado a 7km do Centro da cidade, o par-

que foi idealizado pela iniciativa privada e funciona desde 1978. Ocupando 1.500.000 m² de área verde, possui matas ciliares e restinga preservadas e uma parte reflorestada com árvores exóticas. A lagoa maior, com 85 mil m², é adequada a esportes náuticos, como remo, vela, caiaque e jet-ski. Ao todo, o parque possui 17 lagos, dois museus, uma casa de cultura, praças esportivas e dois restaurantes, sendo um deles de comida típica. uFuncionamento: diariamente, das 7h às 17h30. Entrada livre. ulocalização: Rua Wolfgang Weege s/n - Parque Malwee utelefone: (47) 3376-0114

sP ress

tRilHa edson antônio feRRetti uextensão:6 Km utempo de percurso: 5 horas (ida e volta). uDali pode se avistar, em dias ensolarados, parte do Centro de Blumenau, alguns municípios vizinhos e o litoral.

altitude, de onde se tem uma magnífica visão de 360 graus da floresta. Ao sul, avista-se o Morro de Santo Antônio com 360 metros e ao norte, o morro do Spitzkopf, com 936 metros. uextensão: 4 km utempo de percurso: 4 horas.

otu

tRilHa da RepResa uextensão: 3 km uPassa por uma represa e termina na Cascata do Ouro, com 20 metros de altura.

uLeva a dois mirantes construídos a 760 m de

tRilHa fRia uAcesso fácil, pode ser feito por crianças a partir de 6 anos, acompanhadas de um responsável. Trajeto agradável às margens do rio Garcia com suas águas cristalinas e geladas.

/ Ph

tRilHa do RiBeiRão caeté uextensão: relativamente curta utempo de percurso: menos de 1 hora

tRilHa do moRRo do sapo

oS ilva

paRQue ecológico spitZKopf uCom aproximadamente 500 hectares o Parque Ecológico Spitzkopf oferece três tipos de trilhas, onde podem ser observados vários exemplares da fauna e da flora. ulocalizaçãoRua Bruno Schreiber 3.777 - Progresso

tRilHa do oito uIdeal para observação de pássaros. Desenvolve-se em parte na estrada interna. uextensão: 4 km utempo de percurso: 3 horas de contemplação.

minas da pRata uAcesso fácil, ideal para crianças a partir de 6 anos, acompanhadas de um responsável. Túneis e histórias interessantes das antigas minas de prata. umeio de transporte: a pé ou de bicicleta. udistância: até as minas da prata é de 2,7 km. utempo de percurso: no mínimo 2 horas.

ard

Blumenau

a natureza e a prática de várias atividades de lazer: caminhadas, observação da natureza, passeios a cavalo, banhos de rio, mountain bike e visita aos túneis das Minas da Prata. Além disso, existem restaurantes que oferecem comida caseira. O roteiro inclui recantos naturais, pousada, restaurante e produtos artesanais.

Ric

paRQue das nascentes uO Parque Natural Municipal das Nascentes do Garcia situa-se a 23 Km ao Sul de Blumenau. Está inserido no Parque da Serra do Itajaí e possui uma área de 5.300 hectares, com uma exuberante floresta e centenas de nascentes dos rios Garcia (Blumenau) e Espingarda (Indaial). A fauna contempla 240 espécies de aves, 65 de mamíferos, 39 de anfíbios, 10 de répteis e 10 de peixes. A floresta, igualmente rica, é formada por 360 espécies de árvores e arbustos.

Caderno Especial da

GUTE REISE Antonio Bittelbrunn Jr.

folhatur@folhadeblumenau.com.br

Passeio natural Áreas naturais vêm sendo cada vez mais procuradas e visitadas por aqueles que desejam momentos de tranqüilidade, contemplação e um maior contato com a natureza. Esta prática, que tem sido uma tendência mundial, fez surgir o turismo sustentável, uma modalidade ou segmento do turismo que ocorre em harmonia com a natureza e contribui para a preservação dos recursos naturais. A atividade ecoturística, como podemos denominar e que muitas vezes estamos fazendo com um simples passeio por um parque ou uma área de preservação, é uma atividade saudável, podendo representar uma forte sinergia entre uma atividade física ou esportiva com a natureza. Além de apresentar suas tradições através do chope gelado, da dança, do folclore, do artesanato, da música e das comidas típicas, Blumenau permite verdadeiras incursões por uma natureza exuberante, em seus inúmeros parques. Para quem quer conhecer estes belos cenários naturais sem ficar longe da Oktoberfest, a dica é visitar o Parque Natural Municipal São Franciso de Assis, no centro de Blumenau, na Rua Ingo Hering, nos fundos do shopping Neumarkt.

Folha de Blumenau

7


NOSSA OKTOBERFEST

WO BIST DU?

(onde está você?)

Alta, do veio de Cruz pais Dariana Macha us se m co l, Su Rio Grande do a estreou sua pri. El para a Oktober rticigrande estilo: pa em ita vis a en meir m liz fe In ! metro pou do chope em Mas valeu a visita. .. a. te não foi seu di Quero voltar”. “Adorei a festa!

Martins, 27 Ana Paula ra ei ur anos, cost moreno, alto, Procura rapaz forte e bonito tmail.com

fada.ana@ho

Um grupo de 40 ban anicultoras de Corupá invadiu a Ok toberfest. Esposas de cultivadores de banana, elas vieram conhec er a festa e divulgar a Banane nfest, que acontece neste fim de semana no Norte do Estado.

Que show!!! O casal Hermann Theichmann e Sanda Meri Wachholz atraíram vários olhares curiosos. Uma das bandas do setor 2 tocou uma canção da década de 70 e os dois dançaram em grande estilo, fazendo todos ao redor pararem para assisti-los. Um show de vitalidade!

A água no chope é um elemento indesejado

TRIBUNA

Humberto Mathias, Publicitário (Brasília-DF)

, 22 anos, en Diogo Santos genheiro de er uma guria Quero conhec nte se divertir ge Blumenau pra @hotmail.com diogo.engtextil

Hallo 2007 - 3ª Ed  

Caderno Hallo Blumenau 2007 - 3ª Ed

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you