Page 1

folhadeaguasclaras.com.br ANO 3 - EDIÇÃO 98

9 a 15 de dezembro de 2017

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

ELEIÇÃO DE ADMINISTRADOR REGIONAL

Câmara Legislativa aprova novo projeto O esforço concentrado da Câmara Legislativa para zerar a pauta antes do recesso parlamentar trouxe uma novidade, recebida como surpresa pelo meio político. Os deputados distritais aprovaram projeto de lei do deputado Chico Vilante (PT), normatizando artigo Lei Orgânica do DF que institui a eleição direta de administrador regional. (Página 5).

SEDE DA ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE ÁGUAS CLARAS

Águas Claras ganha o primeiro Food Park do DF Um local fechado, com 12 opções de foodtruck, bar completo, espaço para crianças, música ao vivo, banheiros e outras atrações, o US FoodPark traz para a cidade uma tendência estabelecida em vários países (Página 3).

Carol Porto Xavier o rosto de Águas Claras

Síndica, empresária, digital influencer, líder comunitária, mãe e promotora de inúmeras iniciativas em Águas Claras, como a Casa da Amigas, Carol personifica o jeito de viver em Águas Claras (páginas 4 e 5).


2

FOLHA DE ÁGUAS CLARAS

9 A 15 DE DEZEMBRO DE 2017

Por dentro de Águas Claras

ANTENOR JÚNIOR

Hélio José e a QS 11 do areal

Flávia Arruda Esposa do ex-governador José Roberto Arruda, Flávia mora há mais de 12 anos na SMPW 5. É sempre vista no comércio local como uma moradora apaixonada pela qualidade das lojas próximas de sua casa. Querida e reconhecida sempre por onde passa. É pré-candidata nas próximas eleições e sua legião de amigos e parentes de Águas Claras, Arniqueiras, Areal e ADE oferece conforto e segurança nesta caminhada de moradora antiga de nossa cidade.

O senador Hélio José tem fortes raízes com o Areal. Foi o responsável pela distribuição dos lotes daquela quadra na Codhab, antiga SHIS. Muitos moradores antigos lhe são muito gratos pela lisura e ética com que conduziu o processo. É padrinho de muitas crianças da época que continuam morando na quadra até hoje. É reconhecido nas suas visitas e muito celebrado.

Rotary, Dalmo Peres e Setor de Mansões de Águas claras.

Morador há mais de 35 anos no SMPW, o jornalista Dalmo Peres se associou ao Rotary Clube, para dar vida e criar relações sociais aos moradores do Park Way , antes da criação de Águas claras. Com a criação da cidade idealizada pelo arquiteto Paulo Zimbres, iniciou uma campanha de anexação das quadras do Park Way como Setor de Mansões de Águas Claras. A discussão da Poligonal coloca esta possibilidade. Finalmente.

Marcelo Marques da Amaac estuda candidatura Marcelo Marques é diretor de Comunicação da Amaac e vem cogitando a possibilidade, como cidadão da cidade, de candidatar-se nas eleições de 2018 para deputado distrital. Simpatizante do Partido Verde, ele vê também com bons olhos o programa do PROS. Diz que ainda tem tempo para refletir e decidir. Vamos aguardar.

AMAAR - Associação de moradores e Amigos de Arniqueiras Parece que A Associação de Moradores e Amigos de Arniqueira perdeu sua sede na entrada do Setor Habitacional. No local está o escritório político da deputada Telma Rufino. Aliás, em reforma. O local já abrigou uma conveniência do BRB e uma padaria, além da sede da AMAAR. A obra está a todo vapor, apesar de não ter placa de identificação. Onde estão se reunindo os associados?

Alcoólicos Anônimos

Energia solar

O único grupo de AA da cidade funciona em Arniqueiras, mais precisamente na Prefeitura Comunitária. Vale a pena apoiar e dar continuidade à este nobre trabalho social, que funciona há mais de 10 anos na cidade e com muito sucesso nos resultados.

FOLHA DE ÁGUAS CLARAS

Duas empresas começam a disputar o mercado de energia solar na cidade. A JP Solar Solucions e a Dr. Energia. Vale a pena começar a pensar no sustentável e no bolso.

ISSN 2357-8823

Circulação

Editor: Rafael Souza (DRT 10260/13)

A Folha de Águas é um produto da Editora Jornal do Guará, há 34 anos no mercado de comunicação comunitária. A edição impressa semanal da Folha de Águas Claras e distribuída aos sábados gratuitamente no comércio da cidade, em padarias, prédios comercias, agências bancárias e grandes condomínios residenciais. Editada por jornalistas profissionais compromissados com o desenvolvimento da cidade, a Folha de Águas Claras acredita no protagonismo do jornalismo comunitário.

Reportagem: A  lcir Alves de Souza (DRT 767/80) Endereço: EQ 31/33 Ed. Consei Sala 113/114 71065-315 • Guará • DF Diretor Comercial: Antenor Júnior - (61) 984149654

61 33814181

folhadeaguasclaras.com.br

UM PRODUTO

/folhadeaguasclaras

contato@jornaldoguara.com

61 996154181


9 A 15 DE DEZEMBRO DE 2017

FOLHA DE ÁGUAS CLARAS

3

Espaço gastronômico exclusivo para foodtrucks chega à cidade US FoodPark abre as portas dia 9 com campanha para arrecadar donativos à Casa da Mãe Preta

N

FELIPE CAIAN, DA REVISTA ÁGUAS CLARAS

o próximo sábado (9 de dezembro), a partir das 12h, Águas Claras recebe o primeiro espaço gastronômico voltado exclusivamente para food trucks de Brasília: o US Food Park. O parque conta com uma área total de 4.000 m², capaz de abrigar até 12 food trucks, e contar com um fluxo de até 1,5 mil pessoas por dia no local. A infraestrutura do local oferece banheiros, área zen, espaço kids, palco central para atrações ar-

tísticas, bar com drinks especiais, segurança privada e, claro, muita comida. O gerente de marketing do estabelecimento, Ricardo Oliveira, conta que a inspiração para o empreendimento vem de fora. “É uma tendência que vem tomando cada vez mais espaço nos grandes centros urbanos. Estamos trazendo o que há de novidade lá fora [do Brasil]”, afirma. Ainda segundo Ricardo, Águas Claras tem um enorme potencial gastronômico. “Tenho certeza que é a

melhor cidade do DF para abrigar um local como esse”, enfatiza. O parque funcionará próximo ao Colégio La Salle Águas Claras, ao lado da Mansão Catavento. A entrada é gratuita e, a partir desse fim de semana, funcionará toda quinta e sexta de 18h às 23h, e nos sábados e domingos de 12h às 22h.

Solidariedade

O US Food Park também contará, nesse fim de semana, com uma Campanha

de Arrecadação de brinquedos, roupas e alimentos para instituições carentes do DF. Quem quiser participar, só precisa levar sua doação para o parque, que acolherá as doações até domingo (10). “Queremos fazer com que o fim do ano, data tão especial para as famílias, seja de alegria e esperança para todos”, acredita. A entrega das doações será feita no dia 22, e o local ainda será definido pela organização do evento. “Já adiantamos à comunidade de

Águas Claras, que estamos convidando a todos para participar dessa entrega”, completa.

Visão no futuro

O parque pretende, ainda, disponibilizar uma biblioteca de estudos e funcionar entre as 10h e as 22h durante a semana. "Queremos que o Food Park seja mais do que um ponto de encontro para a população da cidade, mas um símbolo da união e jovialidade de toda a comunidade", conta Ricardo.


4

FOLHA DE ÁGUAS CLARAS

9 A 15 DE DEZEMBRO DE 2017

Ações em Águas Claras recolheram 39 carcaças Série de operações de limpeza, como o Cidades Limpas, ao longo do ano e desocupações contribuíram com diminuição dos focos de proliferaçãos dos mosquitos

C

om risco de esconder criminosos e servir de criatório para larvas do mosquito Aedes aegypti, os carros abandonados nas vias públicas, muitas vezes já em estado avançado de degradação, têm gerado transtornos à população. Somente em Águas Claras, durante a passagem do Programa Cidades Limpas, em agosto deste ano, foram retiradas 39 carcaças. Em todo o Distrito Federal, a força-tarefa do Governo do Distrito Federal recolheu 250 sucatas em um ano de atividades. Responsável pelo programa, a Secretaria das Cidades atua juntamente com as administrações regionais, o Departamento de Trânsito (Detran-DF) e a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) para notificar os responsáveis e recolher as carcaças. “Imagine o que é uma cidade como Águas Claras com essa quantidade de carros abandonados. Isso incomoda muito a população, além de ser uma questão ligada à segurança e à saúde. O nosso trabalho é para evitar prejuízos e riscos aos moradores”, destaca o secretário Marcos Dantas. De acordo com a Secretaria das Cidades, foram feitas cerca de 191 notificações, mas,

geralmente, antes da remoção, muitos donos acabam levando o veículo para um estacionamento regular. Atualmente, a legislação de trânsito só permite a remoção de sucatas ou veículos estacionados em vaga irregular. Mais de 2,4 mil faixas recolhidas das ruas Durante a passagem por Águas Claras, o Cidades Limpas recolheu ainda 2.435 faixas colocadas irregularmente nos canteiros da região. O material foi para o depósito da Agência de Fiscalização (Agefis), que atua constantemente em parceria com as administrações. Os moradores que identificarem faixas podem entrar em contato com a Ouvidoria da administração pelo 3383-8941. Quem for identificado como responsável por esses materiais pode ser multado. Diariamente, a Agefis faz a fiscalização para combater esse tipo de irregularidade, a partir de denúncias ou programação fiscal. A empresa ou cidadão que fixar esse tipo de propaganda em locais públicos fica suscetível a multas, que variam de R$ 505,73 a R$ 1.517,28. Somente neste ano, foram apreendidas mais de 43,5 mil faixas promocionais, o equivalente a R$ 1,8 milhão em

multas. No ano passado, 35 O programa Cidades Limpas, mil faixas foram recolhidas e coordenado pelo secretário de foi arrecado R$ 1.2 milhão em Cidades Marcos Dantas, é um dos responsáveis pela redução multas. dos casos de dengue No período de um ano do Cidades Limpas, as equipes visitaram 83,5 mil imóveis Também foram remoorientando e conversando vidas 93,1 toneladas de com a população, especial- entulhos, podadas 16,1 mil mente sobre a prevenção à árvores, realizadas a manudengue. A força-tarefa teve tenção, substituição e regrande apoio na redução dos paro em 2,4 mil pontos de casos prováveis de dengue rede elétrica e emitidas 747 de 17.490, de janeiro a outu- carteiras de identidade. bro de 2016, para 3.945 no Como parte da prevenção mesmo período deste ano. Os às consequências das fortes números são do Boletim Epi- chuvas, o Cidades Limpas dedemiológico da Secretaria de sobstruiu 3 mil bocas de lobo Saúde.

e fez a limpeza das redes de águas pluviais. Somando as cidades visitadas, até o momento, foram envolvidos 5.091 trabalhadores e 1.417 máquinas e equipamentos.


9 A 15 DE DEZEMBRO DE 2017

FOLHA DE ÁGUAS CLARAS

5

Deputados aprovam eleição de administrador Projeto de Chico Vigilante (PT) segue para sanção de Rodrigo Rollemberg. Lei prevê lista tríplice para escolha do governador e não cita o Conselho de Representantes

D

e repente, não mais que de repente. Assim, como o verso famoso, a Câmara Legislativa parece ter resolvido um imbróglio que se arrastava há anos: a eleição de administrador regional. A Casa desengavetou o Projeto de Lei 951/2016 do deputado Chico Vigilante (PT) e o aprovou nesta quarta-feira. Agora cabe ao governador sancioná-lo ou não. Segundo o projeto de Chico Vigilante, qualquer pessoal elegível, pelas regras da Lei da Ficha Limpa, sem débitos com a justiça, com o Estado e com mais de 25 anos, pode ser administrador regional de uma cidade do Distrito Federal. Qualquer um pode votar, desde que esteja registrado em uma zona eleitoral na cidade de seu candidato. Uma lista tríplice dos três mais votados será apresentada ao governador, que escolherá um para assumir a Administração Regional durante quatro anos, e os outros dois ficarão como seus suplentes. to, como órgão consultivo e fiscalizador. O problema fica na inscrição das candidaturas. De acordo com o projeto apro-

O próprio governador, quando foi parlamentar, apresentou projetos para regulamentar a eleição de administrador regional

vado os candidatos devem ser apresentados obrigatoriamente por partidos políticos com representação na Câmara Legislativa (hoje são 16), associações da sociedade civil com pelo menos 200 membros (já ficam de fora os Rotary Clubs, Lions Clubes, Lojas Maçônicas e associações assistenciais, por exemplo), ou ter ao menos a assinatura de 1% do eleitorado da cidade (no Guará seria o equivalente a recolher 6 mil assinaturas). Com critérios tão rígidos para candidatos avulsos, os partidos políticos dominariam a disputa, transformando a eleição de administrador em uma escada para a Câmara Legislativa. Há uma lacuna na lei aprovada na Câmara sobre o Conselho de Representantes. O colegiado é previsto na Lei Orgânica do Distrito Federal e servirá como amparo e elo entre a comunidade e administrador eleito.

Chances de aprovação

Embora pareça utópico na opinião dos moradores do DF, o projeto pela Câmara Legislativa tem mais chances de ser implementado do que o apresentado pelo governador Rollemberg, conforme explica o ex-deputado distrital Alírio Neto, autor do livro “Manual do Regimento Interno da Câmara Legislativa” e professor da matéria em cursinhos preparatórios para concursos. “Como é uma normatização da Lei Orgânica do DF, a iniciativa deve ser realmente do legislativo, no caso a Câmara Legislativa, e não do governo. Neste caso, se o governador vetar, basta a Câmara

derrubar o veto que o projeto vira lei”. O projeto de Vigilante é antigo, embora não tenhasido divulgado. O próprio governador Rodrigo Rollemberg, enquanto deputado federal, é autor de uma Proposta de Emenda à Constituição (29/2011) instituindo a eleição direta dos administradores regionais, junto com os demais cargos eletivos do DF, e criando inclusive a figura do vice-administrador, algo próximo à municipalização do Distrito Federal. Como governador, Rollemberg, abandonou a proposta e sugeriu apenas regulamentar a Lei Orgânica do DF, que desde 1993 prevê a consulta popular na escolha dos administradores e a criação de um Conselho Comunitário em cada cidade.

Ordem judicial

A regulamentação da Lei Orgânica, especificamente os Artigos 10 e 12, foi determinada pela Justiça em 2014. O Conselho Especial do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios exigiu que o GDF e Câmara Legislativa regulamentasse a Lei Orgânica até o meio do ano passado. A decisão é fruto de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), impetrada pelo MPDFT, responsabilizando o Governo do Distrito Federal por omissão pelo fato de não ter encaminhado projeto à Câmara Legislativa sobre a matéria. Portanto, a regulamentação já está atrasada há mais de um ano.

Promessa de campaha

Promessa de campanha do então candidato a governador Rodrigo Rollemberg, a eleição dos administrado-

Dentre os projetos que tramitam na casa, o do deputado Chico Vigilante era o mais simples, e por isto deixa mais lacunas. Resta saber se o governador sancionará a lei ou apresentará um texto substituindo o projeto aprovado

res regionais continua sendo apenas uma promessa três anos depois que o autor da proposta assumiu o governo. Até que foram feitas algumas tentativas de levar o projeto adiante, mas as dificuldades de implementá-lo arrefeceram os ânimos do próprio governador. A primeira delas foi a resistência dos deputados distritais, a quem cabe a aprovação do projeto na Câmara Legislativa, que, escudados na Lei Orgânica do Distrital, não mostram qualquer vontade de discuti-lo e com isso colocar em risco a principal moeda de troca do “toma-lá-dá-cá” entre o governo e a base aliada. O governador chegou a enviar um projeto de lei à Câmara no início de seu mandato, mas foi obrigado a retirá-lo por falta de consenso na sua base de apoio parlamentar. Para não deixar a promessa morrer e ao mesmo tentar sensibilizar os deputados distritais, o

governo abriu, em meados do ano passado, uma consulta popular para receber sugestões ao texto do projeto. A Consulta Pública Virtual ficou 30 dias no ar e recebeu quase 500 sugestões (mais de 1.330 pessoas acessaram a ferramenta). Os números revelaram que pelo menos 85% dos usuários aprovou o projeto, sendo que 50% disse ser fortemente favorável.

Sanção

Por ser autor de projetos neste sentido, defensor da ideia nas campanhas e ter um projeto semelhante em consulta pública, o governador Rodrigo Rollemberg terá dificuldade de se explicar se vetar o projeto de Chico Vigilante, mesmo que seja para apresentar um substitutivo. O fato é que a eleição de administrador regional entra em um ponto sem retorno, ainda que só seja viável na próxima gestão, em 2018.


6

FOLHA DE ÁGUAS CLARAS

9 A 15 DE DEZEMBRO DE 2017

Carol Porto Xavier a influenciadora digital e real

A

carioca Carol Porto Xavier tem ganhado destaque no cenário de Águas Claras, graças aos trabalhos que desempenha no mundo “virtual” e no mundo “real”, ambos voltados para a comunidade água-clarense. Virtual porque ela é a idealizadora do grupo Casa de Amigas que abraça mais de 65 mil mulheres que diariamente trocam experiências sobre os mais diferentes assuntos que rodeiam o universo feminino. “O grupo é dedicado a encontros, empreendedorismo, cultura, lazer e suporte familiar. Um espaço pensado com total de-

POR STEPHÂNIA WALKER DOURADO

dicação e amor, sempre de portas abertas às parcerias com o empresariado do Distrito Federal”, define a criadora do grupo. No âmbito “real”, Carol está em evidência devido à atividade de síndica profissional que exerce há mais de 12 anos e atualmente junto com as amigas Eliane Dantas, Karina Nápoles, Graziella Sardinha, Patrícia Rosa e Elisabeth Velásquez são sócias da empresa Life Gestão Comercial – conceito em gestão de condomínios, que realiza assessoria e consultoria para os condomínios e prédios que precisam de suporte na área. “É

uma tarefa trabalhosa, mas tocamos nosso negócio e os prédios que administramos com muita dedicação, afinco, criatividade e amor. Com a parceria das minhas sócias tudo se tor-

na mais leve”, afirma Carol. Um trabalho sério que deu ao grupo o troféu “Síndico que Faz”, da ABRASSP (Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais),

Águas Claras

Carol veio para Águas Claras há 13 anos quando se casou com Ezenildo Júnior. Ela conta que desde que chegou se apaixonou por tudo que encontrou. A ci-


9 A 15 DE DEZEMBRO DE 2017

FOLHA DE ÁGUAS CLARAS

Carol Porto Xavier com o marido Eze Júnior e os filhos Arthur e Alice

dade ainda estava com boa parte em construção e eles adoravam visitar as centenas de prédios em obras e se deslumbrar com os apartamentos decorados. “Os moradores passeavam pelas ruas e o clima na cidade era mais amistoso, Águas Claras sempre me pareceu mais acolhedor que o Plano Piloto, me lembrava muito minha vivência no Rio de Janeiro”, recorda. Desde que aqui chegou, Carol “vestiu a camisa Águas Claras”, como ela mesma diz, e logo se tornou síndica, passando a ter voz ativa e agindo nas reuniões

comunitárias. Teve ainda maior destaque quando criou o grupo Casa de Amigas, o que a aproximou de um número maior de moradores e passou a promover grandes eventos como o primeiro São João de Águas Claras e o carnaval de rua da Casa de Amigas, que contou com a participação da cantora Dhi Ribeiro. Ainda no grupo Casa de Amigas, Carol e a amiga Valéria Lessa têm a oportunidade de ajudar mulheres empreendedoras autônomas a tornarem seus sonhos reais.

Casa de Amigas

Ao longo dos três anos e meio de existência do grupo, Carol e Valéria sabem da importância de uma palavra amiga na hora certa, a diferença que faz um incentivo para aquele projeto que estava esquecido e mesmo dicas básicas do dia a dia de uma mamãe estreante no universo da maternidade. “Eu me dedico ao grupo porque sinto necessidade de incentivar quem está lá, já que muitas mães largam a vida profissional para se dedicarem a um sonho e estarem mais perto dos filhos. O universo feminino é complexo, não somos só mães e

esposas, somos filhas, netas, irmãs...”, diz Carol, ainda segundo ela “é importante ressaltar que definimos um limite entre a exposição e o apoio das amigas virtuais. Muitas mães usam o grupo como ponto fundamental de apoio, mas é importante saber usufruir sem que ultrapasse a vida social e pessoal. O ideal é estipular um prazo para estar no grupo e depois se desconectar e viver.” No mês de dezembro o grupo Casa de Amigas realiza a feira “Bora lá” edição de Natal no shopping Felicittà. A feira começa na sexta-feira (dia 9) com a chegada do Papai Noel e cantata de Natal, e encerra no dia 31. Todos moradores estão convidados a prestigiar as empreendedoras do grupo que estarão com seus artesanatos em exposição, garantindo seus presentes de Natal e valorizando o comércio local. Outras atrações acontecerão ao longo do mês, além de oficinas, arte e o melhor da moda, beleza e gastronomia.

Antes de tudo, mãe

Entre todas as ocupações e responsabilidades na vida da síndica e influenciadora digital, a maior e mais importante é sem dúvida a maternidade. Carol é mãe de Arthur, de oito anos, e da pequena Alice, de ape-

7

nas um ano e meio. “Eles chegaram para me trazer paz, amor incondicional e acima de tudo maturidade. São a união do meu amor e do meu marido. Vejo neles a personificação dos sentimentos mais puros”, declara a mamãe apaixonada. Depois que teve as crianças, Carol chegou à conclusão que ser mãe é uma missão gostosa e encantadora, cheia de desafios que a faz crescer continuamente, e tem se redescoberto e reaprendido a viver, e acima de tudo: a lutar pela sua família. “Depois que nos tornamos mães, nossa vida não nos pertence mais, nossa alma se enche de gratidão, fé e amor, é o nosso coração batendo fora do corpo.” Mas essa realização toda não seria possível sem o apoio do super companheiro, o marido Eze. Carol acredita na força do casal que se une com o propósito de criar os filhos com equilíbrio, e ressalta a importância do papel do pai no lar. “Eu e Eze estamos no processo e ainda nos ajustando nessa tarefa conjunta de sermos pais. Aplaudo o homem que ao se tornar pai se dedica e entende a importância de ser um mundo para outro ser. E o mais importante deixar o legado de seres humanos especiais e com valores fortes como respeito”, encerra.


8

FOLHA DE ÁGUAS CLARAS

9 A 15 DE DEZEMBRO DE 2017

Morador de rua morre após ser atropelado pelo Metrô A vítima, segundo os bombeiros, é um morador de rua não identificado. Sistema ficou parado para retirada do corpo DO METRÓPOLES

U

m homem que, segundo o Corpo de Bombeiros, era morador de rua, morreu após ser atropelado por um trem do Metrô, na manhã desta sexta-feira (8 de dezembro). A vítima caiu nos trilhos na altura da estação Estrada Parque, e, com o impacto do veículo, sofreu traumatismo craniano, múltiplas fraturas e hemorragia. Com o apoio da equipe de segurança do Metrô, os bombeiros transportaram o corpo do morador de rua, até agora não identificado, para o interior da estação. Ainda segundo informações da corporação, o trem estava a 80 Km/h no momento da colisão, porém os militares não sabem precisar se a causa da morte foi choque elétrico ou o atropelamento. Isso só poderá ser esclarecido após o resultado da Polícia Civil do DF. Com a ocorrência, o sistema ficou pa-

rado por 40 minutos, mas voltou a circular às 7h. As estações ficaram lotadas.

Confira nota do Metrô sobre o episódio:

O Metrô-DF lamenta informar o incidente envolvendo um homem, de cerca de 40 anos, que invadiu a via, nas proximidades da estação Estrada Parque (EPQ). Aparentemente morador de rua, ele não portava nenhuma identificação. A empresa acionou, imediatamente, seu Corpo de Segurança Operacional (CSO), o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBMDF) e a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), para prestar atendimento à vítima, que morreu no local. A operação teve de ser parcialmente interrompida por cerca de 40 minutos, das 6h13 até as 6h58. A ocorrência foi registrada na 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga).


9 A 15 DE DEZEMBRO DE 2017

FOLHA DE ÁGUAS CLARAS

www.VALERIALESSA.com.br

Um pedaço do Rio de Janeiro em Águas Claras O local escolhido para a reunião dos influencers de Brasília a convite dos anfitriões da Daniel Abem e Felipe Abem do site Ryqueza, foi o bar e restaurante Villa Carioca, aberto há quatro anos, na quadra 301 em Águas Claras. Um dos pontos que mais chamam a atenção no espaço é de longe o cardápio e decoração, com um estilo boteco clássico do Rio de Janeiro é servido desde pratos tradicionais de bares cariocas a refeições completas para toda a família.

@VALERIALESSAA

Rua do Lazer

Vivi Campos (@gastronomia_bsb)

Cantor Gustavo Trebien e Felipe Abem (@ ryqueza)

Daniel Abem e Pietra Almeida (@ pietralmeida)

Daniel Abem(@daniel_abem), Thiago Malva(@thiagomalva) e Valéria Lessa

Karl Jeanneth (@karljeanneth)

Léo Resende (@leo.resendee)

Thiago Malva e Flavia Peres

Águas Claras é a segunda cidade do Distrito Federal a se adequar à nova lei que prevê que cada administrador regional deve escolher um trecho rodoviário em sua cidade para realizar a Rua do Lazer mensalmente. A escolha do trecho não poderia ter sido melhor, localizado na Boulevard Norte, entre a Avenida Parque Águas Claras e a Rua das Paineiras, todo primeiro domingo do mês irão ocorrer atividades para toda a família, com direito a foodtrucks e brincadeiras para crianças. Além de uma dezena de opções gastronômicas, e claro tudo de forma segura, com o apoio da Polícia Militar que estará no local com suas viaturas e cães, além do Corpo de Bombeiros. A rua fica fechada até as 20h. A inauguração foi dia 03/12 e contou com vários moradores da cidade, que amaram a ideia de ter esse espaço destinado ao lazer e convivência. Presenciei várias pessoas descendo de seus apartamentos com seus filhos, amigos e animais. As crianças com bicicletas, skate e se “esbaldando” nos brinquedos infláveis. Esse projeto só agregou a nossa cidade.

Eu indico

Minha indicação essa semana é a maquiagem do salão H.ex com a profissional Eleyde Rose

Rodrigo Pimenta e Danielle Pimenta (@ ondecomerbrasilia)

9

Marcelo Chaves (@marcelochaves) e o proprietario da casa Diego Gottgtroy

Vitrinni Shopping - Loja 34 (61) 3568.2787 hexsite.com.br @h.expression @eleyde_


9 A 15 DE DEZEMBRO DE 2017

FOLHA DE ÁGUAS CLARAS

Abrace promove bazar de Natal

11

Cantata “Noite de Natal” na São João Paulo II Opera Brasília se apresenta no domingo, 17 de dezembro, na paróquia

A renda arrecadada será destinada à manutenção da instituição, que assiste a centenas de crianças e adolescentes com câncer

A

Abrace promove, nos próximos dias 12 a 16 de dezembro, um grande bazar de Natal. As peças são doações feitas pela comunidade e a renda arrecadada será destinada à manutenção da instituição. Por valores acessíveis, entre R$ 2,00 e R$ 100,00, será possível adquirir calçados, livros, roupas, móveis, acessórios, artesanato, brinquedos, bijuterias, louças e eletrodomésticos. Tem para todos os gostos e todos os bolsos. Para o diretor de capta-

ção de recursos José Antônio Haag, a ideia é garantir a qualidade dos serviços prestados aos assistidos e suas famílias, já que nos meses de janeiro e fevereiro as doações costumam diminuir. “Adquirir as peças do bazar é uma oportunidade de levar algo diferente para casa e ainda, ajudar com as despesas do dia a dia da Abrace”, ressalta. Então, que tal fazer algo diferente, este ano, no Natal? Solidariedade é isso. Você pode contribuir para a felicidade de muitas crianças.

O

grupo Cia Opera Brasília apresenta a Cantata “Noite de Natal”, com uma apresentação de teatro e canções natalinas tradicionais que prometem resgatar o verdadeiro espírito natalino que é o nascimento de Jesus. Liderada pela Bailarina e atriz, Vilma Bittencourt é formada pela Escola de Música de Brasília, onde iniciou seus estudos e se formou em canto erudito, com a professora Dejanira Rossi.Em 2009 estudou na Bélgica sob orientação técnica de Jacqueline Van Quaille (Gent) e repertório com a pianista vocal-coach Laurette Prête (Opera de Liège). Para os que não conhecem, cantata é um tipo de composição vocal, para uma ou mais vozes, com acompanhamento instrumental, às vezes também com coro, acompanhado de uma forma teatral de inspiração religiosa ou profana. O musical contará com clássicos como Domine Deus e Rejoice. A apresentação acontece domingo (17 de dezembro) na Paróquia São João Paulo

Vilma Bittencourt é a voz que lidera a cantata

II a partir das 20h30, na Rua das Aroeiras, Lote 03 aqui em Águas Claras com presença do “Food Church” atendendo a todos com deliciosas comidas.


ir m u s n o c é e t n ie c s n Ser co na medida certa. nça e zer a difere fa s o m e d o p s to n u J água. e d s a rv e s re s a s s preservar no

ESCOVAR OS DENTES

Não deixe a torneira aberta enquanto escova os dentes. De preferência, utilize um copo ou caneca para economizar água.

LAVAR LOUÇA Ao lavar louças, não deixe a torneira aberta o tempo todo. Primeiro passe a esponja e ensaboe, depois enxágue tudo de uma só vez.

LIMPEZA DE CALÇADA

Utilize a vassoura para varrer as calçadas. Se for preciso lavar, use um balde d’água em vez de mangueira.

TOMAR BANHO

Prefira banhos rápidos. Desligue a água do chuveiro quando for se ensaboar ou aplicar o shampoo.

DESCARGA

Aperte a descarga apenas o tempo necessário e avalie com frequência se ela não apresenta vazamentos.

TORNEIRA FECHADA

Certifique-se de que fechou bem a torneira após cada uso. Torneira pingando é sinônimo de desperdício.

Mesmo com o início das chuvas, o nível dos reservatórios no DF continua em situação crítica. Contamos com os esforços de todos para economizar água e evitarmos sérias consequências no período da seca.


9 A 15 DE DEZEMBRO DE 2017

FOLHA DE ÁGUAS CLARAS

13

O Natal Mágico da Peppa Pig no Teatro da Caesb

O musical aborda a importância da data na construção de um mundo melhor

L

uzes coloridas para todos os lados e a magia que só o bom velhinho é capaz de trazer. A época que encanta públicos de todas as idades se aproxima. Por isso, o Teatro da Caesb

(Águas Claras) apresenta O Natal Mágico da Peppa Pig — O Musical. No dia 17 de dezembro (domingo), às 16h, as crianças vão se divertir com as histórias de Peppa e sua família que prometem

agitar a tarde dos pequenos. Os ingressos custam 30 reais (meia-entrada). Os valores estão sujeitos a alterações sem aviso prévio. Doadores de 2 litros de leite podem adquirir o

ingresso solidário, que custa 35 reais. Já os clientes BRB pagam 25 reais. As entradas estão disponíveis para compra na bilheteria do Teatro da Caesb apallna sexta-feira 15/12 das 10 às 18h e no domingo 17/12 à partir das 10h. Ingressos disponíveis nas lojas físicas da Bilheteria Digital e também pelo site www.bilheteriadigital.com .Ponto de venda exclusivo em Águas Claras na Óticas Carol do Águas Claras Shopping(sem taxa de conveniência).

O musical

A família de Peppa Pig já está em clima natalino. Juntos, Papai e Mamãe Pig apresentam ao pequeno George o significado dessa data tão especial. Eles decoram a casa e fazem o público morrer de rir com as histórias engraçadas que contam. De forma lúdica e dinâmica, a peça é educativa, e ensina às crianças o valor do Natal. Para garantir a animação do público, música e dança não ficam de fora da montagem. Além disso, efeitos especiais com neve artificial fazem os olhinhos dos pequenos brilharem diante do espetáculo apresentado no palco. O enredo mostra a importância da solidariedade na construção de um mundo melhor. O Papai Noel, é claro, não podia faltar na peça, e surpreende a criançada no final do espetáculo.

NATAL DA PEPPA PIG

17 de dezembro de 2017, 16h Teatro da Caesb (Águas Claras). (61)98459-2312 (61)98413-0850 Classificação livre. 60 reais (inteira) e 30 reais (meia-entrada). Ingresso solidário: 35 reais, mediante doação de 2 litros de leite. *Clientes BRB pagam 25 reais.


9 A 15 DE DEZEMBRO DE 2017

FOLHA DE ÁGUAS CLARAS

HUGO NASCIMENTO

Volta das reuniões do Conseg Águas Claras Horizontal Águas Claras, uma das poucas cidades que tem dois conselhos de segurança , um no Setor Vertical, cujo presidente é o coronel Jair Tedeschi, e outro no Setor Horizontal, presidido pelo policial civil Mario Divino, ambos experientes quadros na área de segurança. As reunião do Conseg Águas Claras Horizontal ocorre toda última quarta feira do mês, às 19h30, de forma alternada. Essa foi na escola da Arniqueira a próxima será na Escola Classe do Areal na QS 06.

15

Pelo Areal Pegou fogo a última reunião Conselho de Saúde Na terça feira, dia 5 de dezembro, a pauta que era para avaliação do ano e planejamento de 2018, acabou saindo do foco e discutindo-se o posicionamento do administrador, que solicitou a retirada do filtro de água doado pela AMAAC da unidade de vacinação de Águas Claras e a ida da farmácia para a QS 05. Foi acertado que o administrador Manoel Valdeci será convidado para conhecer o Conselho de Saúde e as equipes de saúde de Águas Claras. Os lideres comunitários que reclamaram da mudança da farmácia compreenderam que é para melhorar o atendimento da população e cumprir exigências técnicas.


Folha de Águas Claras 9  
Folha de Águas Claras 9  

8 a 15 de dezembro de 2017

Advertisement