Page 1

07 03 de Fevereirode 2018

PREFEITURA DE SÃO PEDRO ENTREGA CARNÊS DE IMPOSTOS E TAXAS

Os 24.786 carnês emitidos pela Prefeitura de São Pedro com a cobrança do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) já estão sendo distribuídos pelos Correios aos moradores da estância. A data de vencimento das parcelas do IPTU é 10 de fevereiro. A mesma data vale para quem optar pela parcela única, que terá desconto de 5% sobre o valor do imposto. Para ter o desconto, o munícipe não pode ter nenhum débito com o município. Os inadimplentes também têm desconto, mas de 3% sobre o valor do imposto. Os valores arrecadados

com o pagamento de impostos como o IPTU, ISS, taxa de licença e da Vigilância Sanitária compõe importante fonte de recursos usados para obras e atividades da prefeitura. Alvará Profissionais liberais e responsáveis por estabelecimentos comerciais que possuem alvará expedido pela Prefeitura de São Pedro devem providenciar a renovação do documento. Os procedimentos, caso não haja pendências tributárias, podem ser feitos online pelo endereço: www.saopedro.sp.gov.

br. Ta m b é m p r e c i s a m renovar o alvará os estabelecimentos que precisam de autorização da Vigilância Sanitária. A não renovação deixa o contribuinte sujeito às penalidades legais. A recomendação do setor de Tributação é para que o contribuinte mantenha sempre o cadastro atualizado e caso não receba os carnês até data próxima ao vencimento, procure a Prefeitura. O setor de atendimento funciona das 8h às 17h, os telefones são 34819224, 3481-9249 e 3481-9246 e o endereço eletrônico é tributacao@ saopedro.sp.gov.br. (Da assessoria)

Cata Cacareco recolhe 7 toneladas no primeiro sábado da ação em 2018

A primeira coleta de 2018 do Cata Cacareco realizada no sábado, dia 27, recolheu 7 toneladas de bens inservíveis. A ação, que é um importante papel no combate à dengue, já que muitos destes objetos acumulados nas casas podem transformar-se em criadouros, foi dividida em 5 sábados no primeiro semestre. A equipe passa recolhendo materiais inservíveis como sofás e móveis antigos, geladeiras e outros itens que não podem ser descartados no lixo comum ou na coleta seletiva. A ação envolve as secretarias de Saúde e Desenvolvimento Social, Obras e Educação. Parte do Plano de Educação Ambiental, que tem a implantação da coleta seletiva de lixo na cidade

entre suas medidas efetivas, o Cata Cacareco terá sua próxima coleta no dia 24 de fevereiro nos bairros Botânico I, II e 1000, Campos do Botânico, Chácaras Bela Vista, Horto Florestal, São Dimas, São Tomé e Residencial São Pedro. Os organizadores pedem a colaboração da população para deixar o material que precisa ser recolhido na calçada e lembram que não podem ser descartados itens como resto de construção civil, lixo orgânico e material que pode ser encaminhado para a coleta seletiva, como plástico, alumínio, vidro e metal. CRONOGRAMA – Após atender os bairros da região do Botânico no dia 24 de fevereiro, o Cata Cacareco vai realizar coleta no dia 24 de março nos bairros Jardim Cássio Pas-

choal Padovani, Jardim São Pedro, Recanto das Águas, Santa Mônica, São Judas e Vila Baltieri. Dia 28 de abril será a vez dos bairros Cidade Jardim, Dorothea, Jardim Bela Vista, Jardim Itália, Jardim Navarro, Mariluz I, II e III, Nova Estância, Novo Horizonte e Vila Rica. Em maio, no dia 26, os bairros atendidos são Bela São Pedro, Colinas de São Pedro, Mirante, Nova São Pedro I e II, Theodoro de Souza Barros, Vila Estela, Vila Helena e Vila Olinda. O Cata Cacareco para retirada dos eletrônicos está programado para o dia 23 de junho e percorrerá toda a cidade. O cronograma do Cata Cacareco pode ser conferido no site da Prefeitura de São Pedro (www.saopedro. sp.gov.br)

Primeira social castração de 2018 realizou 145 cirurgias em São Pedro

Das 180 cirurgias programadas, 35 não foram realizadas por falta; proprietários deverão fazer novo cadastro

Em sua 12ª etapa, o Programa Social de Castração de Cães e Gatos realizado pela Prefeitura de São Pedro, fez 145 das 180 cirurgias previstas no último dia 28. Deixaram de levar seus animais 35 donos, que deverão refazer seu cadastro para serem novamente agendados. Os animais, além de castrados, recebem um microchip, que permite de maneira simples identificar o cão ou gato que for encontrado em vias públicas, podendo gerar advertência ao proprietário baseado no Artigo 32, Capítulo V, da Lei Federal nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1988, a qual considera crime os maus tratos aos animais. “Para nós essa ação é muito importante. Nossa cadela tem muitos cistos e gravidez psicológica. A castração trará uma melhor qualidade de vida para ela. Mas no geral, além disso, faz com que tenhamos uma posse responsável, diminuindo o número de animais abandonados. Uma ação muito positiva e que confiamos plenamente”, destacou Carolina Vieira, que estava com sua cadela Zaira, uma dog

alemão que pesa aproximadamente 70 quilos e foi o maior animal castrado nesta etapa. Após a cirurgia, os donos dos animais são orientados nos cuidados do pós-cirúrgico. “Hoje foi a minha gata, mas tenho outros dois gatos em casa, que castrei por particular. Confio na equipe e sei que minha gatinha foi muito bem cuidada”, disse Ana Maria Pires, acompanhada da neta Maria Clara, que recebeu as orientações da equipe de Saúde e o documento da posse responsável. “Gatos, principalmente, tem as suas saidinhas. Com a castração evitamos o aumento de novos animais”, ainda ressaltou.Ao total, foram atendidos 1.531 animais, sendo 211 gatos, 348 gatas, 264 cães e 708 cadelas. “Um projeto inédito do nosso governo e que não parou, atendendo uma demanda e solicitação antiga de nossa população, chegando a esse grande número de animais já castrados. E daremos continuidade a esta ação, importante até na melhoria da saúde pública, tanto animal, quanto de nossa população”, destacou Thiago

Silva, vice-prefeito e diretor-presidente do Saaesp que foi até o local, representando o prefeito Helinho Zanatta, e que pode acompanhar e conversar com alguns proprietários de animais que aguardavam a primeira etapa de 2018. A próxima castração acontecerá no dia 25 de março e é realizada com o apoio da Câmara Municipal e grupos de defesa e proteção aos animais, e atende à Lei Municipal 3.138. CADASTRO – O Controle de Endemias informa que toda quinta-feira podem ser feitos novos cadastros de pessoas interessadas no serviço. É preciso apresentar cópia do CPF, RG e comprovante de residência do proprietário, além de dados do animal. O cadastro deve ser feito na Secretaria de Saúde, localizada na rua Ernesto Giocondo, 46, bairro Santa Cruz. Outra informação importante é para que pessoas que fizeram o cadastro, mas mudaram o telefone ou ainda não foram contatadas procurem o Controle de Endemias pelo telefone: 3481 9370.

Pag07  
Pag07  
Advertisement