Issuu on Google+

"O livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive." www.folhadacidadeporangaba.com.brm.br

Padre Antonio Vieira

Porangaba, 14 de maio de 2014 - Distribuição: Porangaba, Cesário Lange, Bofete, Guareí e Torre de Pedra - Edição n° 220 - Ano X

Porangaba declara guerra ao dengue Depois de 7 casos confirmados e pelo menos mais 7 suspeitos a vigilância sanitária intensifica as visitas domiciliares e orienta a população a tomar medidas preventivas para destruir os criadouros da mosca transmissora da dengue. Página 2

Câmara aprova nova lei do uso e Associação “Amor de Bicho” parcelamento do solo urbano recebe recursos da prefeitura O texto da lei define regras para implantação e regularização de loteamentos, desmembramentos, questões urbanísticas, define área mínima para imóveis urbanos e prevê penalidades a quem não cumprir os dispositivos da lei.

Romeiros cumprem mais uma jornada Romeiros de Porangaba caminharam até Bom Jesus de Pirapora levando três cruzes, uma delas com quinze metros de comprimento. A cada ano a cruz ganha nais um metro. Foram seis dias de provação, oração e muita fé.

A Associação para Proteção de Animais esta localizada no Sítio Bela Vista, bairro da Serrinha e receberá ajuda de custo no valor de 20 mil reais

Prefeitura prepara aniversário do município com uma extensa Página 5 programação Prefeitura recebe um caminhão basculante trucado

Aves, bovinos e suínos Encomendas

Av. Cristino M. Miranda, 340 Em frente a Rodoviária

Fazenda Porangaba

GG

Rua 4 de junho, 379 - Centro - Porangaba Fone 15 - 3257.1405

F a z e n d a J. Campos Recria e Engorda

Nova grife de carne na fazenda Porangaba Touros Red Angus em vacas nelores Rodovia Camilo Príncipe de Moraes, Km 73 - Porangaba- SP

Fone - 015 - 3257.6506

Fone (15) 3257.1378 - Porangaba - SP Rodovia Prefeito Benedito de Oliveira Vaz, Km 66


Porangaba, 14 de maio de 2014

Página 02 - Folha da Cidade

E X P E D I E N T E Redação/Diretor Antonio Carlos Marcelino J o r n a l i s ta R e s p o n s á v e l Antonio Carlos Marcelino MTb: 52.399 Jornalista Responsável (In Memoriam) Regina F. Miranda S. Dores Diagramação Antonio Carlos Marcelino Depto Comercial Rua Ciro Alonso, 312 Jd. São Luis Porangaba -SP Cep. 18260-000 (15) 3257-6437

Arte e Impressão: Grafica Ortolan R. Mariano Catalan, 200 - São Manoel - SP Fone (14) 3841-3763 Folha da Cidade - O jornal de Porangaba Ltda CNPJ: 07.384.267/0001-79 E-mail:folhadacidade@fdnet.com.br A s m a t é r i a s a s s i n a d a s s ã o d e r e s p o n s a b i l i d a d e d e s e u s a u t o r e s .

Sexto Sentido Aquela voz interna sussurra insistente dizendo: "Não vá, não vá..." Espontânea, surge com a rapidez de um raio. Seguro, você não tem dúvida de nada. Sua clara certeza, porém, não se alicerça no raciocínio lógico - pelo contrário, muitas vezes entra em choque direto com ele. A impressão é que esse chamado vem da parte mais profunda do ser, de um plano diferente das sensações fornecidas pelos cinco outros sentidos. Mas, por não saber exatamente onde localizá-lo ou como funciona, o chamamos simplesmente de sexto sentido. Intuição e sexto sentido são quase sinônimos. Pode-se dizer que a intuição faz parte do sexto sentido, que inclui também premonição (capacidade de ver imagens do tempo futuro) ou mesmo a percepção de planos invisíveis ao olhar comum (vidência). "Quando um avião está em voo, fica 95% do tempo fora da

rota. O que o comandante faz é ir ajustando e corrigindo a direção da aeronave, conforme o plano de voo. Nós também temos uma rota, um plano para essa vida. A intuição é o primeiro sinal que surge para apontar o caminho que está mais de acordo com nosso destino". Para ouvir melhor esses sinais, é preciso tranquilizar a mente, recolher os sentidos. Temos muitas vozes internas, que abafam nossa intuição. É preciso ficar em silêncio para reconhecer nossa voz interior, sintonizá-la com nitidez. Meditação e momentos para ficar sozinho e em silêncio ajudam muito. Mas existem outras técnicas. Uma delas é colocar em agendas ou no computador tudo o que nos preocupa. É como ter um arquivo fora da mente, que fica mais livre e vazia. Assim podemos seguir com mais facilidade os caminhos sugeridos pela intuição o verdadeiro nome da nossa sabedoria interior.

Uma grande lição! Uma mulher chega apavorada no consultório de seu ginecologista e diz: - Doutor, o senhor terá que me ajudar num problema muito sério… Este meu bebê ainda não completou um ano e já estou grávida novamente. Não quero filhos em tão curto espaço de tempo, mas num espaço grande entre um e outro… O médico então perguntou: Muito bem. O que a senhora quer que eu faça? A mulher respondeu: - Desejo interromper esta gravidez e conto com a sua ajuda. O médico então pensou um pouco e depois de algum tempo em silêncio disse para a mulher - Acho que tenho um método melhor para solucionar o problema. E é menos perigoso para a senhora. A mulher sorriu, acreditando que o médico aceitaria seu pedido. Ele então completou: Veja bem minha senhora, para não ter que ficar com dois

bebês de uma vez, em tão curto espaço de tempo, vamos matar este que está em seus braços. Assim, a senhora poderá descansar para ter o outro, terá um período de descanso até o outro nascer. Se vamos matar, não há diferença entre um e outro. Até porque sacrificar este que a senhora tem nos braços é mais fácil, pois a senhora não correrá nenhum risco… A mulher apavorou-se e disse: Não doutor! Que horror! Matar uma criança é um crime. - Também acho minha senhora, mas me pareceu tão convencida disso, que por um momento pensei em ajudá-la. O médico sorriu e, depois de algumas considerações, viu que a sua lição surtira efeito. Convenceu a mãe que não há menor diferença entre matar a criança que nasceu e matar uma ainda por nascer, mas já viva no seio materno. O CRIME É EXATAMENTE O MESMO!!

EDITORIAL Uma copa de estrangeiros Mais uma copa do mundo de futebol se aproxima e o torcedor brasileiro, passa, agora, por uma hipnose, coletiva, só pensa naquilo. Depois de constantes fracassos sob comandos anteriores foi mudado o comandante, e conquistada a Taça das Confederações com jogadores denominados estrangeiros, por atuarem em clubes do exterior. O Brasil exultou com o resultado, esqueceu-se da inflação, do preço do tomate, da cerveja – que vai esfolar mais um pouco o bolso do consumidor – do arroz, do feijão e do trigo que sempre aumentam aproveitando o êxtase do povo nessas ocasiões típicas de um país festeiro. Estamos agora, dois anos depois, à véspera de mais uma Copa e o “Xerifão” do time, com seu auxiliar inseparável, fazendo lembrar o zorro e o tonto da revista em quadrinhos e mais um coadjuvante como tradutor – tinha que ter um carioca lá - convocou seu time

“família”. Bilhões, trilhões, foram e estão sendo gastos nessa empreitada construindo estádios, hoje Arenas, a nova definição, onde o mascote que representa o Brasil é um Tatu-Bola, apelidado de “Fuleco”, nome de origem etimológica discutível que mais ofende o simpático bichinho do que o dignifica, além de associá-lo ao sentido de perder. Teremos de engolir, como diria Zagalo, essa seleção de estrangeiros onde são desprezados muitos jogadores que atuam no Brasil. Seria oportuno montarse uma seleção com os “refugos” que atuam no Brasil para encarar a seleção do Felipão num jogo treino. Teria ele coragem de fazer isso? Como patriotas, vamos torcer para que esse time entre em campo e nos desminta e, como somos um povo de muita fé, vamos rezar para que Deus salve a nossa seleção!

Casos de Dengue preocupam a população de Porangaba

Falando Sério Causos de nossa terra

Tá pegano? O Zé Biscoito Rocha, antes de vir pra Porangaba, morava num bairro chamado de Morro Alto, lá em Itapetininga. Naquele tempo as televisões serviam mais como móvel de decoração na sala do que para assistir novela ou jogo de futebol. Às vezes a gente passava mais tempo virando a antena para um lado e para o outro e vendo apenas “chuviscos” e quando achava um ponto onde apareciam uns vultos na TV o jogo já estava terminando. E foi assim que, na véspera de uma copa do mundo, o Zé Biscoito estava trepado numa torre de uns 20 metros de altura tentando ajustar a antena para ver o jogo do Brasil. A uns trinta metros da torre passava um córrego onde estava um rapaz, tranqüilo, sentado numa pedra e esperando pacientemente que uma traíra beliscasse

seu anzol. O Zé, lá do alto da torre virava a antena para um lado e gritava para a pessoa que estava à frente da TV: - Tá pegano? E, vendo o pescador lá embaixo gritava mais forte: - Tá pegano? O homem olhava lá para cima por uns segundos e continuava sua pescaria. Como a imagem na TV não ficava boa o Zé mudava a posição da antena e gritava, agora olhando para o pescador: - Tá pegano? E assim foi durante algum tempo, o Zé mudando a posição da antena e gritando: - Tá pegano? Até o momento em que o tranqüilo pescador levantou-se, arremessou o anzol no chão, tirou o chapéu e respondeu: - Tá pegano a PQP seu palhaço. O Zé Biscoito lá de cima deu um sorriso de satisfação e resmungou: - Agora pegô!

Pra não virar estátua

Até o dia de hoje, sexta-feira, dia 9, já foram confirmados sete casos de pessoas infectadas pelo vírus da dengue (Aedes aegypti) ou pernilongo rajado. A cada dia que passa mais pessoas com os sintomas estão procurado o pronto atendimento médico. Os sintomas podem ser confundidos com a gripe e ate que exames clínicos sejam realizados a orientação é ficar em repouso e ingerir bastante líquido. As análises estão sendo feitas pelo Instituto Adolfo Lutz. Existe, ainda, um caso, onde a vítima importou o vírus da cidade de São Paulo e esta em período de repouso em sua residência. Segundo informações da Vigilância Sanitária do município, a SUCEN, órgão do Estado que controla as Endemias, esteve na cidade no dia 6 passado e, diante do aumento do número de casos, deverá voltar à cidade para fazer uma varredura nos locais próximos onde os casos estão concentrados. Enquanto isso os agentes de endemias percor-

rem os domicílios para orientar as pessoas sobre a melhor forma de evitar a proliferação do mosquito. Os casos de pessoas contaminadas estão ocorrendo, na maioria dos casos, na zona norte da cidade, entre a Rua Quatro de Junho e a Rua Cel. Joaquim Miranda da Silva. Os criadouros do mosquito são os recipientes, tais como pneus, latas, plásticos, vasos e poças onde fica acumulada água limpa. A limpeza dos quintais é o primeiro passo para que seja possível localizar os focos do Aedes. Com o rápido aumento dos casos e para se evitar que o caso tome maiores proporções as autoridades estão preparando um mutirão, envolvendo a vigilância sanitária, a secretaria da agricultura a prefeitura e a Sabesp para orientar a população e fazer a coleta de pneus, garrafas, vidros, latas e demais objetos que possam acumular água e servir de criadouro da mosca.

Está um calor dos diabos e três garotos estão voltando da escola. Curiosos, os meninos olham por uma fresta no muro de uma casa e vêem uma bela garota na piscina, totalmente pelada. Lógico, os garotos param para olhar a cena (se fossem mais velhos seria a mesma coisa). De repente um dos garotos sai correndo para casa, os outros dois se assustam e vão embora também. No dia seguinte, a moça está de novo pelada na piscina e os três moleques

olham pela fresta. Mesma coisa, o garoto sai correndo para casa e os outros dois vão embora também. No terceiro dia acontece a mesma coisa. Mas na hora em que o garoto vai sair correndo, os outros dois o seguram e perguntam: - O que foi? Você não gosta de ver mulher pelada? - Lógico que gosto!! - responde o garoto - Mas, minha mãe disse que se eu ficar olhando mulher pelada eu vou virar uma estátua de pedra. Então, quando eu percebo que estou começando a endurecer eu fujo!!

Japa no vai trabaia hoji O japones telefona para o chefe: - Sefi, Japa no vai trabaia hoji, muito doenti. Dô cabeça, dô baliga, dô perna. No vai! Diz o patrão: - Mas, Japa, eu preciso muito de você aqui, hoje! Olhe, quando eu me sinto assim, eu procuro minha mulher e peço para ela fazer sexo comigo. Isto me faz sentir melhor e então eu posso trabalhar. Tente isto. Algumas horas mais tarde, o japonês telefona e diz: ' - Sefi, fazi o que sefi mandô. Sinto booom! Za vai trabaiá. Bonita sua casa, sefi! ACM


Porangaba, 14 de maio de 2014

Página 03 - Folha da Cidade

PORANGABA - SUA HISTÓRIA Por Julio Manoel Domingues www.porangabasuahistoria.com

O POEMA INDIANISTA “A PORANGABA” Na edição nº 88, de 29/ 11/2008, da Folha da Cidade, publicamos o texto: Porangaba e Seus Significados para mostrar o conteúdo semântico que significa o topônimo “tupiguarani” que também é o nome de nosso município. Encontramos na época, na Internet, inúmeras ilações surpreendentes, elucidativas e até curiosas. Selecionamos algumas, pois o objetivo maior era entender o significado da palavra. Vejamos, na literatura : ( no livro Nuno Descobre o Brasil ( onde a referência é a índia

Porangaba), de José Roberto Torero e Marcus Aurélio Pimenta – Editora Objetiva – 2004 ); nos costumes : ( anúncio feito num pedaço de papelão,

numa feira nordestina que vendia ervas, dentre as quais a erva Porangaba – o famoso “chá de bugre”) e, também na música, com a Ópera Porangaba” – a

peça musical dramática escrita pelo famoso compositor Alberto Nepomuceno em 1887. Ele, que era abolicionista, nunca deixou de assumir atitudes combativas e progressistas. A influência ideológica era nítida em sua atividade musical: entre as primeiras composições escritas em 1887, já na capital do Império, criou a peça intitulada Dança de negros e a Ópera Porangaba. Ali mostrava os traços de uma disposição crítica e empreendedora que seria aplicada no desenvolvimento e valorização da música nacional.

Para nossa surpresa, muito tempo depois, ao dar prosseguimento à busca, encontramos outro artista cearense – o poeta Juvenal Galeno, que em 1861, antecedendo 26 anos a Nepomuceno, já era teatrólogo e publicava o pequeno poeta indianista denominado “A PORANGABA” (descrição em versos de uma lenda que o autor disse ter ouvido de um velho caboclo que escutara dos seus pais, e estes a seus maiores). A poesia de Juvenal Galeno reflete toda a psicologia da alma da gente humilde da população do nordeste em todas as modalidades do seu sentir, nos seus lances heróicos, infelizes ou gloriosos. Os sentimentos, os anseios dessa gente toda, da serra, praias e sertões, ele os gravou indelevelmente em seus versos O seu amor e a dedicação às letras eram tais, que só aceitava empregos no setor intelectual. Desempenhou as funções de Inspetor Escolar, numa época em que os transportes eram difíceis, penosos. Só havia acesso a certos lugares por meio de animais, fazendo-se o percurso de léguas, debaixo de um calor causticante de uma escola para outra, tal a distância em que ficavam localizadas. Estradas inteiramente desertas. Contudo ele trabalhava com prazer e não sentia fadiga, gostava do convívio das crianças, orientava as professoras e tanto fez que chegou a compor singelas e tocantes “canções”, que foram impressas e distribuídas nas escolas.. Neto de Albano da Costa dos Anjos e do português Manuel José Theóphilo, Juvenal Galeno da Costa e Silva nasceu em Fortaleza, a 27 de setembro de 1838 , em uma residência na Rua Formosa, nº 66 (hoje Barão do Rio Branco). Filho de José Antônio da Costa e Silva e Maria do Carmo Teófilo e Silva, abastados agricultores cafeeiros na encosta da Serra de Aratanha em Pacatuba. Primo pelo lado paterno de Capistrano de Abreu e Clóvis Beviláqua e pelo lado materno de Rodolfo Teófilo. Ainda pequeno se mudou com a família para o Sítio Boa Vista, recanto aconchegante que lhe embalou os sonhos de criança. O tempo foi passando e o menino trazia a seiva da imensurável ramificação cultural. Seus estudos primários ele os fez numa escola de Pacatuba. Aos treze anos de idade, já com noções de latim ministradas pelo padre Nogueira Braveza, mal havendo despertado para a adolescência, fundou e fez circular o primeiro jornal puramente literário no Ceará, o “SEMPRE VIVA”, destinado ao sexo feminino. O jornal teve efêmera existência, porque vivia ainda sob a tutela dos pais, não tinha condições de dar continuidade a esse empreendimento. Na infância, acompanhou o tio, Dr. Marcos Theóphilo, médico, pai de Rodolfo Theóphilo, à cidade de Aracati, onde freqüentou uma escola pública ministrada por Porfírio Sabóia. Voltando de Aracati em 1853 , matriculou-se no Liceu do Ceará onde cursou Humanidades até 1855 . Em 1853, fundou e fez circular o primeiro jornal da imprensa estudantil no Ceará, o jornal “Mocidade Cearense”, também de efêmera existência, em virtude, da transferência de seu sócio e colega Joaquim Catunda para o Rio de Janeiro. Faleceu de uremia em 7 de março de 1931, aos noventa e cinco anos de idade, deixando como herança para Fortaleza uma volumosa e valiosa produção literária, a democracia de seus Salões, a riqueza de sua biblioteca e a Casa onde residem a memória e a tradição da cultura cearense. ( Fonte: Wikepédia ) Há tanto tempo atrás, ao fechar a matéria na citada edição, previ que ”a pesquisa mostraria a riqueza etimológica do termo Porangaba e possibilitaria, ainda, outras investigações que poderiam redundar em novas descobertas “ e foi o que aconteceu. É uma curiosidade riquíssima que amplia os nossos conhecimentos. O distrito de “ Bella Vista de Tahtuy” passou as chamar Porangaba em 1919. Vale como registro...!

Prefeito João Francisco se licencia do cargo para viagem ao exterior A câmara municipal, na sessão ordinária realizada na terça-feira, 6, autorizou o prefeito João Francisco São Pedro, a ausentar-se do cargo por 9 dias, entre 24 de maio a 1º de junho. O motivo da licença é

uma viagem programada ao exterior. Na sua solicitação João Francisco argumentou que “a municipalidade se encontra organizada e habilitada a resolver questões cotidianas. Disse,

ainda, que o vice-prefeito, João Carlos Alves Barros, que o substituirá nesses dias, é homem público probo e competente para manter o atual nível de celeridade e eficiência da atual gestão.

SAÚDE É IMPORTANTE SABER Dermatologia Algumas doenças de pele CERATOSE ACTÍNICA É causada pela exposição crônica ao sol, surgindo sobretudo em pessoa de pele clara, em áreas fotoexpostas. As lesões têm aparência seca e áspera e se apresentam nas cores vermelha, rosa ou mesmo no tom da pele. O tratamento de alguns tipos de lesão pode ser feito em domicílio, com aplicação de medicação tópica O exame dermatológico é importante para determinar quais lesões devem ser biopsiadas e qual o tratamento ideal. CERATOSE PILAR É uma dermatose que acomete 40% da população. Geralmente são pequenas tampões de queratina na abertura dos folículos pilosos. Os locais mais freqüentes são a face lateral dos braços, coxas, glúteos e bochechas, dando aspecto de "pele arrepiada". Hidratantes melhoram o ressecamento, mas não retiram as "bolinhas". Formulações tópicas são muitas vezes necessárias. DERMATITE OU ACZEMA ATÓPICO A dermatite atópica é uma manifestação cutânea de alergia. Pode começar no primeiro ano de vida e tende a minimizar ou desaparecer até os 8 anos de idade. Porém, alguns casos podem permanecer até a idade adulta. Sua principal característica é a presença de placas avermelhadas, acompanhadas de coceira, que pode ser intensa. Com o passar do tempo, se não houver tratamento adequado, a pele tende a tornar-se mais espessa e com sulcos acentuados. DERMATITE OU ECZEMA DE CONTATO Apresenta-se com vermelhidão, edema, coceira, crostas, descamação, e podem haver ainda vesículas e bolhas. É uma dermatite que ocorre em virtude do contato da pele com substâncias exógenas. As substâncias podem levar a uma reação inflamatória por meios de mecanismos imunes (dermatite de contato alérgica) ou não imunes (dermatite de contato irritativa). A dermatite de contato alérgica pode ocorrer anos após o uso contínuo de determinada substância. Como exemplo de dermatite irritativas, observamos: banhos com ervas, como aroeira, e contato com frutos, como caju e manga, e hortaliças, como cebola, cebolinha e alho. Por meio de teste de contato, pode-se confirmar a causa da dermatite alérgica. No caso de teste positivo, deve-se analisar a história e o quadro clínico, tentando estabelecer um nexo causal. DERMATITE PERIORAL A dermatite perioral afeta principalmente as mulheres jovens. Surge como vermelhidão, "bolinhas" vermelhas, lesões purulentas, e um pouco de descamação ao redor dos lábios, queixo e bordas do nariz. Pode mimetizar a acne. Se não tratada pode durar de meses a anos podendo piorar com uso de cosméticos, maquiagens e produtos dentários inadequados. DERMATITE SEBORRÉICA A dermatite seborréica é uma dermatose que acomete as Foto Fábio Fatori – Fato Rural áreas ricas em glândulas sebáceas (couro cabeludo, ao redor do nariz, supercílios, cílios, região retro-auricular, região peitoral e dorso) surgindo vermelhidão, descamação e coceira. A caspa é a descamação do couro cabeludo que aparece sem a vermelhidão. A seborréia é apenas oleosidade excessiva da pele, que ocorre principalmente no couro cabeludo e face. Pacientes com seborréia podem desenvolver a dermatite seborreica. ESCABIOSE A escabiose, popularmente conhecida como sarna, é uma infestação causada por um ácaro. Pode acometer pessoas de qualquer idade, raça ou grupo social. É caracterizada por coceira intensa, principalmente noturna, e muitas vezes desencadeada por banhos quentes. Apesar de simples, o diagnóstico eventualmente passa despercebido, e por isso é necessária uma avaliação dermatológica em caso de coceira, principalmente se outras pessoas da mesma casa estiverem com os mesmos sintomas. HEMANGIOMA PLANO São manchas cor de violeta que aparecem sobre a pele e as mucosas, desde o nascimento. Acredita-se que sejam resultado de uma má-formação do tecido vascular. Como não regride, pode correr o risco de avançar com o passar dos anos, provocando o surgimento de nódulos. O tratamento geralmente é feito com laser.


Página 04 - Folha da Cidade

Porangaba, 14 de maio de 2014

Prefeitura prepara aniversário do município com uma grande programação A prefeitura de Porangaba esta preparando uma longa programação para comemorar os 86 anos de emancipação política e administrativa. A preparação do programa que esta sendo elaborado por uma comissão especialmente designada através de decreto e vai do dia 4 – data do aniversário – até o dia 8 de junho:

Veja a seguir a programação: Dia 4 de junho desfile cívico com a participação das escolas do município, a partir das 9h30. Dia 5 de junho a partir das 20 horas, apresentação do Balé Municipal no CLT. Dia 6 de junho, a partir das 20 horas, Exposição de Fotos Antigas do cotidiano porangabense e do esporte, no Clube Viva Vida, Dia 7 de junho – sábado – Festa Junina no CLT. Dia 8 de junho – domingo, a partir das 9 horas, encerramento das festividades com Desfile de Bandas Marciais.na Rua Quatro de Junho

Programação das atividades Esportivas

Porangaba recebe caminhão trucado do PAC II O caminhão foi entregue nesta semana, e já esta sendo preparado para integrar a frota de veículos da prefeitura. No segmento de semipesados o caminhão trucado com motor MWM de 274 CV, apresenta excelente desempenho e economia de combustível, transmissão de 10 marchas e freio com 16,5”. O design da cabine permite rápido acesso ao motor e itens de manutenção periódica além de excelente ergonomia e dirigibilidade. O modelo possui longarinas produzidas com materiais de alta resistência em design reto, facilitando a insta-

lação de implementos. Forte e robusto, o DuraStar 6x4 é ideal para operações que exigem maior esforço e alta produtividade. INTERNATIONAL® é a marca de caminhões da norte-americana Navistar International Corporation. No Brasil, a empresa conta com uma unidade industrial em Canoas – RS, onde são produzidos os caminhões pesados 9800i e os semipesados DuraStar. O caminhão foi entregue nesta semana, e já esta sendo preparado para integrar a frota de veículos da prefeitura.

A secretaria de esportes apresentará a partir do dia 2 de junho vários eventos esportivos. Veja a seguir: Dia 2 de junho – Exposição de fotos antigas relacionadas ao esporte de Porangaba.no ginásio de esportes. Dia 4 de junho – A partir das 13 horas – Torneio Regional de Futsal masculino (sub 8 a sub 12) Dia 5 de junho – Às 8 horas - Voleibol adaptado com equipes da região. - Às 19 horas - Torneio de futsal veteranos (municipal) Dia 6 de junho – A partir das 13 horas – Torneio municipal de handebol - A partir das 19 horas – Torneio Futsal masc sub 18 - Times da região Dia 7 de junho – A partir das 14 horas – Torneio de voleibol livre com times da região - A partir das 13 horas – Torneio municipal de futebol de campo Dia 8 de junho – A partir das 9 horas – Torneio de futsal regional feminino e encerramento das atividades esportivas

O Senhor Ressuscitou realmente Aleluia! Aleluia! “ Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas, por medos dos judeus, as portas do lugar onde os discípulos se encontravam, Jesus entrou e, pondo-se no meio deles, disse: “ a paz esteja convosco”. Depois dessas palavras, mostrou-lhes as mãos e o lado. Então dos discípulos se alegraram por verem o Senhor ...como o Pai me enviou, eu também vos envio. E depois de ter Dito isso, soprou sobre eles e disse: “ Recebei o o Espirito Santo “ ( Jo 20, 1922). Eis que na nossa Igreja exultando de alegria vivemos o tempo pascal, tempo em que somos chamados a mergulhar neste Mistério de Amor do Pai para conosco seu Povo. Tempo de aprofundarmos essa dimen-

são primeira da Fé, somos o novo Povo de Israel . Do lado esquerdo do peito de Cristo jorrou água e sangue, sinalizando os scramentos da iniciação cristã: Batismo e Eucaristia, ali nasceu a Igreja . Jesus Ressuscitado manifesta-se na assembléia dominical. Os discíFotoreunidos, Ilustrativa pulos estão no domingo a noite ( dia da Ressurreição) . Jesus apresenta-se com os sinais gloriosos da sua paixão; transmite-lhes, com Espírito, os dons pascais resumidos na paz, na reconciliação. Assim como Cristo foi enviado pelo Pai, assim também ele enviou os apóstolos, cheios do Espírito Santo, não só para pregarem o Evangelho a toda criatura, anunciarem que o Filho de Deus, pela sua morte e ressurreição, nos libertou do poder de satanás e da morte e nos transferiu para

o reino do Pai, mas ainda para levarem a efeito o que anunciaram: a obra da salvação através do sacrifício e dos sacramentos, sobre os quais gira toda a vida litúrgica. Devido á tradição apostólica, que tem sua origem no mesmo dia da ressurreição de Cristo, a Igreja celebra cada oito dias o ministério pascal ( nossa missa). “Esse dia chama-se justamente ‘ dia do Senhor” ou domingo. Neste dia, pois, os cristãos devem reunir-se para, ouvindo a palavra de Deus e participando da eucaristia, lembrem-se da paixão, ressurreição e glória do Senhor Jesus e darem graças a Deus que os ‘regenerou” para a viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo de entre os mortos. Por isso o domingo é um dia

de festa primordial que deve ser lembrado e inculcado à piedade dos fiéis. A vida do ressuscitado é vida na vida dos batizados, somos seu sinal no mundo. Que o Senhor nos dê a graça de crescermos cada vez mais nesse conhecimento, pois conhecendo mais amamos mais e vivemos mais. Deus abençoe a todos! Desejamos a todas as mães um feliz dia das mães que Deus abençoe..

Gronograma mensal: Todos os sábados temos missa ás 19:30hs na Matriz; Domingo missa ás 08:00hs e ás 18:00hs na Matriz; Domingo Missa ás 19:30hs na comunidade São João Batista (Vila São Luiz)

Padre Betto Pais.

Tropeiro de Porangaba foi palestrante no XII Seminário Nacional sobre Tropeirismo no Rio Grande do Sul O evento foi realizado entre estado de São Paulo, falando, em nossa Porangaba, tais vestimentas, danças, alem de os dias 28 de abril a 02 de maio principalmente, da influencia dos como os hábitos alimentares, ressaltar nosso trabalho sobre de 2014, na cidade de BOM JE- habitantes e tropeiros do Sul modo de falar, costumes, a valorização da cultura tropeira, formadora de nosso SUS - RS, e acontece povo em nossa cidade a cada dois anos, com e região. apoio da Prefeitura muPresentes nesse nicipal, câmara de vereencontro pessoas de adores, Governo do Estodas as vertentes, tado do Rio Grande do desde escritores, direSul, Universidade tores de Museus Caxias do Sul, centro tropeiros, tradicionalisuniversitário de Vacaria. tas, entusiastas, pesNeste ano tivemos a presença de um reprequisadores, estudansentante do Tropeirismo tes universitários, ende Porangaba, Acácio tidades estudantis, Miranda da Silva, que Patrões de C.T.Gs., proferiu palestra sobre o representantes do tropeirismo e o povoa- Eleni Cassia,provedora do Museu Tropeiro de Ipoema-MG, Valter, Zoreia, cone Sul, Uruguai, Foto ilustração mento a sudoeste do Carlos Solera,escritor,pesquizador, Silvio e Acacio Miranda. Paraguai e Argentina.

Dia do Desafio Dia 28 de maio Porangaba X Vila Real-RS

Participe ! Evento Cultural Dia 24 de maio - Sábado 13 às 16 horas Workshop de Jogos Teatrais Local: Em frente ao Centro Cultural Inscrições: 32571330- 32571013

Apresentação Teatral A partir das 11 horas

O pastelão e a torta Foto Ilustrativa Nossa trupe teatral

Prefeitura repassa 20 mil para entidade protetora de animais A Associação Para Proteção de Animais “Amor de Bicho”, de Porangaba, vai receber repasse no valor de 20 mil reais para auxiliar na alimentação, na aquisição de medicamentos para tratamento de doenças e vermifugação, dar amparo e abrigo transitório a

animais, desenvolver campanhas de esterilização e atender denuncias de maus tratos. Lei nesse sentido foi aprovada pela Câmara Municipal na sessão ordinária realizada na noite de terça-feira, 6.


Página 05 - Folha da Cidade

Porangaba, 14 de maio de 2014

Tropeiros de Porangaba abrem desfile de cavaleiros em Bofete Na mahã do domingo passado, 4, os tropeiros de Porangaba – Os Birivas – participaram do desfile de cavaleiros que foi realizado em Bofete, parte da apresentação de Rodeio que aconteceu naquela cidade. Coube à Associação Tropeirismo de Porangaba a abertura do evento e a bandeira amarela, vermelha e branca do município, tremular na linha de frente do desfile, ao lado dos pavilhões nacional e Paulista. Após o evento, os tropeiros de Porangaba foram recebidos na residência da família Capellari onde foi servida a tradicional bisteca preparada no disco de arado. O show ficou por conta da cantora Ana Laura. Foi um aperitivo para a festa do tropeirismo que vai acontecer em julho.

Vereadores de Porangaba recebem homenagem do Instituto Tiradentes

Vereador Ricardo Fogaça (À esquerda)

Os vereadores Ricardo Fogaça, Zé Augusto e Jardelino Queiroz, de Porangaba, receberam a "Medalha Imperador Dom Pedro II - Colar de Ouro", concedida pelo Instituto Tiradentes aos parlamentares que se destacam à frente do poder legislativo de seus municípios. A outorga aconteceu durante o 79º Seminário realizado pelo Instituto no dia 30 de abril, em São Paulo. A "Medalha Imperador Dom Pedro II" é conferida apenas a políticos com aprovação criteriosa, através de pesquisa, que comprovem que os escolhidos possuam ilibada reputação ético-moral e significativos trabalhos prestados à comunidade.

Vereador Zé Augusto (À esquerda)

Vereador Jardelino (À esquerda)

Bilhar, futebol e pagode num só lugar No domingo, 4, com pouca ou nenhuma opção de lazer na cidade, o Espaço Téles, lá no loteamento Fazenda Boa Esperança, proporcionou uma tarde com muito entretenimento. Ás 13h30 teve início o Torneio de Bilhar com a participação de 14 duplas que se prolongou até o início da madrugada de segunda-feira. O campeão foi o Roberto Doceiro que levou o prêmio de 150 reais. Em segundo lugar ficou o outro Roberto (Alves) que foi premiado com 80 reais. Carmos do Severino ficou em terceiro e embolsou 50 reais. Enquanto o Bilhar corria solto, no campo de futebol acontecia o embate Cem versus Porangaba. A equipe da cidade venceu por 8 a 1.

À noite, um grupo de pagodeiros acompanhados de familiares e amigos capricharam na timba, pandeiro e voz interpretando o

melhor da modalidade, para alegria dos casais que levantaram poeira. Foi um domingo diferente para quem gosta de es-

porte e música. Para enganar o estômago uma variedade de petiscos estava à disposição da moçada.

Opinião

Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – Http:// luizcarlosamorim.blogspot.com

O DIA DA MÃE Minha mãe teve dez filhos. Eu sou o primeiro deles e ajudei a cuidar dos outros, porque ela trabalhava. E ela teve que dar conta de “criar” os mais novos quando a caçula chegou, porque ficou sozinha. Então digo que ela é a nossa heroína, pois sempre trabalhou e ainda teve que cuidar dos filhos, pois mais da metade dos dez ainda eram menores. O que não a impediu de dar uma boa educação a todos eles, não deixando lhes faltar nem alimentação, nem teto, nem o que vestir e calçar, nem a educação básica. Não éramos uma família rica, éramos até bem humildes, mas me orgulho de ser honesto e esta é a maior herança que minha mãe me deixará. E tenho orgulho da mãe que Deus me deu, pois ela formou pessoas dignas, amou a todos os filhos como se fosse um único, deu a eles tudo o que foi possível e daria a própria vida, se fosse necessário. Lembro de quando eu era menino, que antes de sair para o trabalho, de manhã, ela deixava o almoço encaminhado, deixava o café para a filharada pronto e as tarefas para os maiores. Quando chegava de volta, ao meio dia, terminava o almoço, servia todo mundo, almoçávamos e ela ainda adiantava a lida da casa antes de retornar ao trabalho. À tarde, quando voltava, lavava roupa, fazia pão, limpava a casa, fazia comida, cuidava dos filhos, ufa! Nos finais de semana ela tentava descansar um pouquinho, mas era muito pouquinho mesmo. Como não trabalhava no sábado à tarde,

fazia doces – bolo, cuca, biscoitos de araruta com coco. Fazia compras, fazia limpeza geral, por dentro e por fora da casa, que naquele tempo morávamos em casa, com jardim, quintal, horta, pomar. Capinávamos, cortávamos grama, varríamos o chão. Plantávamos, colhíamos. E era ela quem nos ensinava. E olhe que naquele tempo as coisas não eram muito fáceis. A água era encanada, para a cozinha, para o banheiro, para a área de serviço, mas não era de rede. Era de poço, e como o solo mais profundo de nosso terreno era de pedra, tínhamos um poço de apenas uns três metros. E no verão faltava água. Então minha mãe tinha que se virar com o pouco de água que a gente ia buscar no rio para lavar e na vizinhança para beber e cozinhar. Mas sobrevivemos. Fico pensando, então, cada vez que o Dia das Mães se aproxima: o que dar para uma mãe assim? Um presente caro, uma jóia fina? Posso até dar qualquer coisa assim, mas o que vale mesmo é dar a ela o mesmo carinho que sempre tive, o amor que me empurrou pra frente na vida, o abraço, o beijo. E, mais que tudo, dar a nossa presença, o nosso respeito e admiração, sempre. Se não pudermos, por qualquer razão, comprar-lhe um presente, uma flor pejada de carinho e de ternura e o abraço apertado, não serão aceitos de bom grado? Eu tenho certeza que sim. Dou, também, meu coração de presente, que é o que tenho de mais caro. E sei que ela merece. Mãe, seja feliz no seu dia e em todos os dias do ano. Feliz Aniversário, também. São oitenta anos que devem ser comemorados.

Classificados VENDE-SE CHÁCARA 4.080 M2 DE FRENTE PARA A RUA MURILO ALVES SERAPHIM

VILA SÃO LUIZ 15 - 9.8174.1569 15 - 9.9622.2102 creci - 138429-SP

Vende-se Fuscão 70 Verde - Documentado Tratar - 15 9.97452291

Vende-se Uno Mille - 93 - Branco/Alarme Tratar - 15 9.97452291


Página 6

Porangaba, 14 de maio de 2014

Flagrantes

Torneio de bilhar, futebol e pagode foram as atrações de domingo, 4, no Espaço Teles na Fazenda Boa Esperança, em Porangaba

Associação Tropeiros - Birivas - representam Porangaba e abrem desfile em Bofete, Domingo, 4.

Volta às aulas/2014 no Joaquim Francisco

Sítio São Benedito Porangaba - SP

Venda de novilhas Bezerras Matrizes Holandesa e Girolando Tratar

15 - 9.9797.8679 15 - 9.9742.7890

Garcia Colchões Sorteou prêmios no dia das mães. Confira os felizardos:

Parabéns Porangaba Alunos da creche Amanda homenageiam as mães

Cantina Dom Dado Disque Pizza/Esfiha 15 - 32571599

Tudo em Colchão Box + Base

Érika Vaz (foto), Erivelton Jacó, Tiago Dênis, Claudiane, Darci Almeida e Rosa Nair

Rua 4 de junho, 237 - Centro Fone - 15 - 9.9851.3400

6 vezes

R$ 790,00 à vista ou 6 de R$ 145,00

Rua 4 de junho,

Centro - Porangaba - SP

Preparativos para a festa que surpreendeu a todos

Self-service livre e por peso Agora com novos telefones Rua 4 de junho, 237 - Porangaba - SP 15 -3257.6474 -

15 - 9.9663.4996

Filmes de PVC - Encolhivel, Alimentício e Skin Filme Rigido - Filme Stretch/Paletização Filmes Poliolefínicos - Maquinas para Embalagem Aplicadores Manuais para Stretch


Edição 220