Page 1

Não confunda jamais conhecimento com sabedoria. Um ajuda a ganhar a vida; o outro a construir uma vida. (Sandra Carey)

WWW.folhadacidadeporangaba.com.br

Porangaba, 13 de agosto de 2013 - Distribuição: Porangaba, Cesário Lange, Bofete, Guareí, Tatui e Torre de Pedra - Edição nº 201 - Ano IX

Casamento comunitário na Igreja Católica Página4 2 Página

Realizada Conferência Municipal da Assistência Social

Grupo Som da Terra, Viola & Violão, faz ensaio na praça dos tropeiros, com

15 - 9807.8261

Encomendas

direito ao café passado na hora, no estilo caipira

Aberto de segunda a domingo Frutas frescas diretamente do Ceasa criada Acadêmicos da Av. Cristino M. Miranda - Porangaba - SP Bela Vista desfilava, com muito brilho, na passarela do Promoção na sexta, sábado e domingo samba.

Em frente a Rodoviária

A grande promoção continua Cintos Camisa masculina Calça jeans masc Blusa feminina Sapatos masc Meias social

a partir de a partir de a partir de a partir de a partir de a partir de

R$ 8,90 R$ 12,90 R$ 25,90 R$ 8,50 R$ 33,90 R$ 3,00

Fazenda Porangaba Desde 1912

&

GG

Página 5

Agora no Espaço do Bié Pão de queijo & Lanches Fone 15 - 32571433 Leia A mais

Prefeito DeraldoTrevo anuncia DiaMini-Shopping 31 Luiz tem do megasena da virada nova Secretária de Educação amigos nossos Porangaba

Loja Aleluia I - Cesário Lange

e clientes desejamos Feliz Loja Aleluia II - Bofete Página 4 Ano Rua 4 de junho, 379 - Centro - Porangaba Fone - 3257.1405 Página Natal e Próspero Novo5 PP 15

F a z e n d a J. Campos

Desde 1912

Refrigerante Schin 2L

Desde 1912 1,89

Nova grife de carne na fazenda Porangaba Touros Red Angus em vacas nelores Rodovia Camilo Príncipe de Moraes, Km 73 - Porangaba- SP Ru

Fone - 015 - 3257.6506

Recria e Engorda

(15) 3257.1378 Engorda e Fone recria de gado nelore Porangaba - SP

Rodovia Prefeito Benedito de Oliveira Vaz, Km 66


Página 02 - Folha da Cidade

EXPEDIENTE Redação/Diretor Antonio Carlos Marcelino J o r n a l i s ta R e s p o n s á v e l Antonio Carlos Marcelino MTb: 52.399 Jornalista Responsável (In Memoriam) Regina F. Miranda S. Dores Diagramação Antonio Carlos Marcelino Depto Comercial Rua Ciro Alonso, 312 Jd. São Luis Porangaba -SP Cep. (15) 3257-6437 18260-000

Arte e Impressão: Grafica Ortolan R. Mariano Catalan, 200 - São Manoel - SP Fone (14) 3841-3763 Folha da Cidade - O jornal de Porangaba Ltda CNPJ: 07.384.267/0001-79 E-mail:folhadacidade@fdnet.com.br A s m a t é r i a s a s s i n a d a s s ã o d e r e s p o n s a b i l i d a d e d e s e u s a u t o r e s .

O caminho de volta Já estou voltando. Só tenho 37 anos e já estou fazendo o caminho de volta. Até o ano passado eu ainda estava indo. Indo m o r a r n o a pa r ta m e n t o mais alto do prédio mais alto do bairro mais nobre. Indo comprar o carro do ano, a bolsa de marca, a roupa da moda. Claro que para isso, durante o caminho de ida, eu fazia hora extra, fazia serão, fazia dos fins de semana eternas segundasfeiras. Até que um dia, meu filho quase chamou a babá de mãe! Mas, com quase quarenta, eu estava chegando lá. Onde mesmo? No que ninguém conseguiu responder, eu imaginei que quando chegasse lá ia ter uma placa com a palavra "fim". Antes dela, avistei a placa de "retorno" e nela mesmo dei meia volta. Comprei uma casa no campo (maneira chique de falar, mas ela é no meio do mato mesmo). É longe que só a gota serena. Longe do prédio mais alto, do bairro mais chique, do carro mais novo, da hora extra, da babá quase mãe. Agora tenho menos dinheiro e mais filho. Menos marca e mais tempo. E não é que meus pais (que quando eu morava no bairro nobre me visitaram quatro vezes em quatro anos), agora vêm pra cá todo fim de semana? E meu filho anda de bicicleta, eu rego

as plantas e meu marido descobriu que gosta de cozinhar (principalmente quando os ingredientes vêm da horta que ele mesmo plantou). Por aqui, quando chove, a Internet não chega. Fico torcendo que chova, porque é quando meu filho, espontaneamente (por falta do que fazer mesmo) abre um livro e, pasmem, lê. E no que alguém diz "a internet voltou!" já é tarde demais porque o livro já está melhor que o Facebook, o Twitter e o Orkut juntos. Aqui se chama "aldeia" e tal qual uma aldeia indígena, vira e mexe eu faço a dança da chuva, o chá com a planta, a rede de cama. No São João, assamos milho na fogueira. Aos domingos, converso com os vizinhos. Nas segundas, vou trabalhar, contando as horas para voltar. Aí eu me lembro da placa "retorno" e acho que nela deveria ter um subtítulo que diz assim: "retorno – última chance de você salvar sua vida!" Você provavelmente ainda está indo. Não é culpa sua. É culpa do comercial que disse: "Compre um e leve dois". Nós, da banda de cá, esperamos sua visita. Porque sim, mais dia menos dia, você também vai querer fazer o caminho de volta. Téta Barbosa é jornalista, publicitária e mora no Recife.

O discípulo Um discípulo procurou o rabino Naham de Braslaw: - Não continuarei mais meus estudos sagrados. Moro numa pequena casa com meus pais e meus irmãos, e nunca encontro as condições ideais para concentrar- me no que é importante. Naham apontou o Sol e pediu que seu discípulo colocasse a mão na frente do rosto de modo a ocultá-lo. O discípulo fez isto. Então o rabino disse: - Sua mão é pequena, porém conseguiu cobrir por completo a força, a luz e a majestade do imenso sol. Da mesma maneira, os pequenos problemas conseguem lhe dar a desculpa necessária para não seguir adiante em sua busca espiritual. Ninguém é culpado da própria incompetência. Assim como a mão tem o poder de esconder o sol, a mediocridade tem o poder de esconder a luz interior. Não deixe que isso aconteça.

Porangaba, 13 de agosto de 2013

EDITORIAL Os longos braços da tortura A presidente Dilma Rousseff sancionou, no início da semana passada, o Projeto de Lei Complementar 11/2013, que cria o Sistema Nacional de Prevenção e Combate à Tortura, com o objetivo de enfrentar o crime em delegacias e outros locais onde pessoas são detidas sob custódia do Poder Público. O sistema será formado por conselhos de comunidades, conselhos penitenciários estaduais, corregedorias e ouvidorias de polícia. Segundo avaliação da ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário “a tortura não ficou restrita ao período da ditadura militar. Ela permanece ocorrendo como prática dentro das delegacias, dos presídios, das estruturas do Estado. O sistema é uma nova possibilidade de o Brasil ter um mecanismo real para chegar nas instituições e verificar, ter peri-

tos com autonomia para dizer o que acontece com o corpo das pessoas, como ele está marcado pela tortura, ou as próprias condições em que as pessoas vivem”. Além disso, um grupo de peritos federais poderá atuar em penitenciárias, presídios, instituições de longa permanência de idosos, abrigos de crianças e adolescentes, entre outras, para verificar eventuais situações de tortura. Fica apenas uma pergunta: E as milhares de pessoas que vivem em condições de extrema pobreza, “ganhando o peixe em vez de aprender pescar”, doentes morrendo nos corredores dos hospitais mal aparelhados e sem médicos, crianças com um péssimo nível de ensino e escolas depauperadas? Tudo sob as vistas de um estado míope. Isso não é tortura?

Igreja Católica realiza casamento comunitário

A Igreja Católica de Porangaba, comandada pelo Pe Betto Paes, realizou o sonho de muitas mulheres que nunca tiveram a oportunidade de entrar numa igreja vestidas de noiva, com véu e buquê, para sacramentar e fortalecer os vínculos familiares, realizando um casamento comunitário de 14 casais.. O palco desse acontecimento foi a Igreja Matriz de Santo Antonio, na tarde de sábado, 27 de julho, e foi especialmente preparada para o acontecimento, com direito a tapete vermelho e, depois, uma recepção com comes e bebes. Parentes e amigos compareceram em grande número para prestigiar o acontecimento, numa oportunidade rara para consolidar uma relação duradoura sob o manto de Jesus e Maria. À frente da organização do evento, o Padre Betto Pais destacou a “satisfação e sucesso do grande evento que foi preparado com carinho pela Pastoral Familiar, com o apoio imprescindível de inúmeras pessoas de grande sensibilida-

de de nossa comunidade.” Pe. Betto e Antonio Machado de Souza Primo, coordenador da Pastoral Familiar agradecem a colaboração e apoio de todos que contribuíram para a realização e sucesso da cerimônia. No encerramento do casamento todos foram aplaudidos entusiasticamente e, para selar e completar a programação em grande estilo foi servido um coquetel no Salão de Festas de São João. A Paróquia Santo Antonio parabeniza e deseja felicidades aos noivos e noivas que naquela data buscaram, através do casamento religioso, a unidade e fortalecimento da família. As noivas fazem um agradecimento especial aos profissionais cabeleireiros, cabeleireiras e manicures que as prepararam para o grande dia: Edú, Célia, Simone, Cecília, Sandra, Fabíola, Luana, Jaqueline, Ana e Bruno. Esteve presente, colaborando na cerimônia, o Diácono Fabio Wagner, de tradicional família porangabense.

Falando Sério Causos de nossa terra

Cuidado com estranhos! Dia desses um senhor chegou ao bar do Amadeu, tomou uma cachaça, puxou prosa, e perguntou onde podia encontrar um chip de telefone. Antes que alguém indicasse onde ele poderia encontrar o chip o Amadeu levantou-se depressa de seu banquinho lá atrás do balcão – ele não queria perder a oportunidade de vender o equipamento que estava encalhado havia alguns dias lá numa gavetinha. - É da claro? Perguntou, e com o assentimento do freguês completou: - Eu tenho aqui – e fecharam negócio. Não tendo mais necessidade de ir a outro lugar procurar o chip para seu celular, pediu mais uma cachaça e falou um pouco de sua pessoa. - Eu sou apanhador de laranja e lá na roça um telefone faz muita falta, a gente vai de madrugada e volta de noite. Vendo que ele apreciava uma branquinha alguém perguntou: - Lá no laranjal tem cachaça? - Tem um encarregado que autoriza a gente tomar uns goles no fim da tarde, quando a canseira já é grande. E completou; - Teve uma vez que nos escondemos um litro da marvada num buraco de tatu para beber no fim da tarde. - Quando nos fomos lá pra dar uma talagada e eu enfiei a mão no buraco para pegar o litro percebi que ela estava vazia. Daí eu falei pro pessoal: - Alguém veio aqui e be-

beu quase toda a pinga. Não foi vocês não? - Todo mundo negou, mas, a desconfiança já tinha se instalado entre nós. Foi quando nos escutamos um barulho num matinho perto de um açude, num barranco bem do ladinho dali. Fomos ver o que era e descobrimos quem tinha tomado nossa cachaça. -Eram dois tatus que estavam tentando subir o barranquinho para voltar até sua casa. - Eles subiam até uma altura e despencavam barranco abaixo ficando de costas lá na beira do açude, balançando as patinhas como se estivessem pedalando – e estavam, no jargão etílico. - Com muita dificuldade se aprumavam de novo e tentavam subir o barranco. Novo tombo acontecia e lá ficavam os dois tatus completamente embriagados tentando se colocar sobre os pés e subir o barranco. O Amadeu que estava escutando atentamente o causo comentou: - E daí vocês mataram os dois tatus e a noite fizeram um viradinho deles. - Não – respondeu o homem - nós pegamos os bichinhos, demos um chá de boldo pra cada um, colocamos os dois lá na toca e voltamos pro serviço. No dia seguinte eles já estavam bem e estavam aninhados ao lado da garrafa vazia. Acho que estavam esperando a gente levar outra. Falando isso ele se despediu: - Boa noite pra vocês. Depois dessa o Amadeu resolveu fechar o bar, um pouco antes do costume. - Chega por hoje pessoal!

ACM


Página 03 - Folha da Cidade

Porangaba, 13 de agosto de 2013

PORANGABA - SUA HISTÓRIA Por Julio Manoel Domingues

www.porangabasuahistoria.com

Iracema Isabel Biagioni - Professora Leiga

Como se livrar da enxaqueca

“No Brasil, a difusão do curso normal para moças, no final do século XIX, representou um divisor de águas na história da educação feminina e no processo de feminização do magistério público. Foi um enorme avanço. Durante muito tempo, as mulheres que exerciam a função docênte eram chamadas de professoras sem formação, sem magistério e, conseqüentemente, eram mal pagas e até injustiçadas, Conhecidas como professoras leigas, trabalhavam na zona rural ( em sítios e fazendas ), em áreas inóspitas e, também nas pequenas comunidades. Isso acontecia pela falta de professoras formadas. Essas educadoras, mesmo com a falta de apoio, se destacavam pela assiduidade e seriedade; foram verdadeiras heroínas. Desenvolveram importante serviço na área educacional. Aconteceu, intensamente, até, mais ou menos, meados do século XX, embora existam até hoje muitas professoras leigas lecionando em áreas menos desenvolvidas do território nacional.” (Rede Web) Iracema Isabel Biagioni, filha de Luigi Biagioni e de dona Maria Bechelli Biagioni, italianos, foi uma delas. Aqui nasceu em 08/06/1912 e, muito cedo, mostrou vocação para o ensino, sendo, inclusive, muito incentivada pelo professor Nicanor de Arruda, diretor das Escolas Agrupadas de Porangaba. Chegou até a montar uma “sala de aula” na casa de seus pais, onde brincava de “dar aula” para as crianças mais jovens. Tinha somente 13 anos. Então, começou ali a desenhar uma brilhante carreira que depois foi exercida com dedicação e amor. Chegou a estudar na Escola Normal de Tietê, mas, por problema de saúde, abandonou o curso e retornou à terra natal. Autodidata e determinada, tornou-se Foto 1 professora leiga e iniciou a carreira na área municipal, onde ganhou o respeito e admiração dos pais e dos alunos. Chegou a trabalhar, primeiro, como professora substituta nas Escolas Agrupadas. Em seguida, passou a lecionar na escola do bairro da Serrinha, ainda como substituta. Trabalhou por mais de trinta anos na zona rural. Na gestão do prefeito Joaquim da Costa Machado, no ano de 1934, foi designada para a escola do bairro dos Generosos, mas, no ano seguinte, transferiu-se para a escola do bairro da Serrinha, onde permaneceu por sete anos. Em seguida, lecionou ainda em outras escolas isoladas do município: na Fazenda São Martinho, no bairro dos Fogaças, na escola municipal da cidade, na escola do bairro do Rio Bonito, de onde, novamente, foi transferida para a escola da Serrinha, onde permaneceu até se aposentar. Dona Iracema foi, sem dúvida, a professora leiga de primeiras letras que mais se destacou no município. Seu trabalho surpreendia, pois, mesmo não tendo vínculo com instituições de ensino para aprimorar, reciclar e atualizar as novas técnicas pedagógicas, ela já utilizava métodos educacionais avançados à época. Acrescente-se a tudo isso as dificuldades vencidas, pois, praticamente, sem recursos para introduzir inovações nas escolas rurais por onde passou, sempre mostrou criatividade e iniciativa no desempenho de suas funções. Foi pioneira. Gostava de alfabetizar, optando pelas primeiras séries e, dentre as atividades obrigatórias, mantinha na escola, com a ativa participação dos alunos, o jornal semanal, a horta e até uma pequena farmácia. Foi uma guerreira, pois, além de lecionar, também ajudava os pais nas atividades comerciais na cidade, reservando ainda tempo para o ensino religioso na paróquia local, pois era uma das catequistas. Costumava dizer que preparava os seus alunos da escola isolada para a escola agrupada e que todos eles, sem exceção, eram encaminhados aos professores normalistas já familiarizados com as cartilhas, tabuadas, ditados, sabatinas e, principalmente, sabendo ler e escrever. Foi uma pessoa diferenciada, admirável. Viveu praticamente toda a vida na terra natal, na companhia de seus familiares. Teve uma vida bastante feliz. Solteira, faleceu no dia 04/09/1998, sendo sepultada no Cemitério Municipal de Porangaba. Nosso respeito, nossa homenagem e nossa saudade.

Governo de SP libera recursos para a construção de 439 creches municipais O município de Porangaba também será contemplado com uma unidade Numa tentativa de reduzir o déficit de creches, as prefeituras vão receber recursos do Estado para construir 439 unidades nos próximos anos. No total, foram liberados R$ 570 milhões e caberá aos municípios de São Paulo escolher os terrenos e erguer os prédios. A medida deverá beneficiar 57 mil crianças em mais de 300 cidades paulistas. Segundo o governador Geraldo Alckmin os recursos complementam o atendimento às prefeituras de todo o Estado. O secretário da Educação do Estado, Herman Voorwald, destaca que o cronograma de entrega dos prédios depende das cidades. E o repasse de recursos é feito em parcelas e durante o andamento das obras. No dia 29 de julho prefei-

tos de 315 cidades do interior firmaram um convênio para construção de 439 unidades de ensino. Anteriormente, já haviam sido realizadas parcerias com 231 prefeituras no programa "Creche Escola" e gastos R$ 358 milhões. Com a ampliação, o investimento chega a R$ 928 milhões. A meta, segundo o governo, é investir R$ 1 bilhão até 2014. "Quem constrói é a prefeitura, ela licita, ela constrói e ela fiscaliza. As creches são de R$ 1,5 milhão a R$ 1,7 milhão e nós também pagamos os mobiliários na penúltima liberação de recursos, em torno de R$ 180 mil. As prefeituras terão quase R$ 2 milhões", afirmou Alckmin. O município de Porangaba já assinou o termo de adesão e, depois de cumpridas todas as for-

malidades legais, aguardará a liberação dos recursos para iniciar a obra. A partir da assinatura do termo de adesão, o recurso ao município está assegurado, disse Rodrigo Garcia, secretário de Estado de Desenvolvimento Social. Segundo o secretario da Educação, Herman Vo o r w a l d , h o j e h á 9 1 obras e 77 em licitação. "A

SAÚDE É IMPORTANTE SABER

proposta é que no segundo semestre a grande maioria esteja sendo licitada ou em obras", afirmou. O governador ainda afirmou que vai ampliar o repasse de merenda escolar de R$ 0,25 para R$ 0,50 aos municípios e que no dia 7 de agosto haverá um pregão para que 521 cidades recebam vans, micro-ônibus ou ônibus escolares

Enjoos, vômitos e aversão à claridade são alguns dos sintomas da enxaqueca, mal que afeta 15% dos brasileiros de acordo com a Organização Mundial de Saúde. São muitos os incômodos provocados pelas insistentes dores de cabeça, mas, a escolha de uma dieta adequada pode amenizar muito os transtornos. A ingestão de certos alimentos leva a uma excessiva liberação de serotonina, hormônio que ajuda a diminuir os efeitos da cefaleia. A enxaqueca é um desequilíbrio bioquímico em certas localidades do cérebro envolvendo substâncias chamadas de neurotransmissores, que são responsáveis por nossas sensações (inclusive a de dor) e pelo nosso humor e comportamento. A nutricionista Mariana Ribeiro explica que a enxaqueca é definida como um estado de hiperatividade, portanto, uma boa alimentação pode trazer grandes benefícios para quem sofre do mal. “Indivíduos que não resistem à cafeína, por exemplo, vão precisar lutar contra isso, pois ela tende a aumentar e piorar os sintomas em momentos de crise. Doces e guloseimas, massas e pães brancos, purê de tubérculos, sucos de frutas e refrigerantes são fontes de açúcar e devem ser evitados. Em uma refeição com gorduras e proteínas saudáveis, a digestão lenta dos açúcares desequilibra os níveis de serotonina no

corpo”, salienta a especialista. Para reverter este quadro é recomendado aumentar a ingestão de fontes de Ômega 3, entre as principais estão: linhaça, salmão, cavalinha e sardinha. A água de coco é um excelente aliado no tratamento das crises, pois hidrata e repõe sais minerais, assim como o gengibre em pó, que tem a função de diminuir o processo inflamatório, pois inibe a produção das prostaglandinas e, consequentemente, a dor. Deve-se adequar o consumo de carboidratos, especialmente os complexos, como cereais, massas e pães, já que o cérebro utiliza os nutrientes provenientes destes alimentos como fonte de energia em suas funções. As frutas, por conta das vitaminas, minerais e fibras, também atuam no bom funcionamento do organismo e ajudam contra a enxaqueca. “Tão importante quanto evitar comer errado é não deixar de se nutrir e se hidratar. Ficar muito tempo sem se alimentar leva a uma baixa do açúcar no sangue (hipoglicemia), para a qual as pessoas que sofrem de cefaleia são muito sensíveis. É importante realizar, em média, seis refeições bem balanceadas todos os dias e evitar longos períodos de jejum. Tomando esses cuidados, quem sofre de enxaqueca poderá reduzir muito suas crises”, afirma a nutricionista

Artrite: dores se intensificam no inverno Com atividades simples do dia da dor e rigidez. Mas lembre-se a dia é possível driblar o incômodo sempre de aquecer antes; que afeta as articulações • A técnica do Tai chi chuan é Atividades simples do dia a dia, excelente para todos que têm artricomo estender uma roupa no varal te, uma vez que reduz a rigidez e ouabrirumalatadeazeitonatornam- dor, aumenta a mobilidade e auxise complicadas para quem sofre de lia no equilíbrio. Já a yoga suave artrite. A doença é mais comum em alonga e fortalece os músculos; mulheres entre 35 e 50 anos de idapara lidar Foto FábioOutras Fatorisugestões – Fato Rural de, embora os idosos representem com a artrite 40% da população. •AoseguraroulevantarumpraQuem tem artrite sofre de infla- to ou bandeja, coloque as palmas mação nas articulações, área de das mãos por baixo; encontro entre dois ossos, e está • Ao ler livros e jornais, não os relacionada a uma disfunção no sis- segure nem aperte com os poletema imunológico que pode atacar gares; o corpo todo. • Use talheres com cabos mais No inverno, as dores se intensi- grossos ou amplie as alças de faficam especialmente no período da cas e outros utensílios com tubos manhã, quando os músculos e arti- de espuma. culações estão mais enrijecidos. • Ao cortar algo com faca, peVai abaixo dicas simples para gue-a com as duas mãos para ter driblá-la e manter uma vida saudá- mais força e segurança. Ou tente vel no tempo frio. usar um cortador; • Ainda na cama, logo cedo, es• Ao manipular ingredientes no tiqueosbraçosepernassuavemen- preparo de alimentos, segure a cote, um por um. Faça o mesmo no lher na palma da mão com os debanho. O calor úmido é melhor do dos enrolados em torno do punho; que o calor seco para a dor. • Ao escovar os dentes e pen• Seque-se com uma toalha tear-se, segure a escova com toquente e tenha todas as suas rou- dos os dedos; pas ao lado de um aquecedor, in• Use tesoura com mola para cluindo seus sapatos, de modo que cortar objetos. Elas diminuem o tratudo o que você colocar é quente. balho dos músculos e das articula• Pratique atividades físicas. A ções; dança, por exemplo, solta todos os • Ao escrever, use uma caneta músculos e articulações e melhora mais grossa ou emborrachada.


Página 04 - Folha da Cidade

Porangaba, 13 de agosto de 2013

Porangaba realizou IX Conferência Municipal de Assistência Social Na quinta-feira passada, 1º, Porangaba foi palco da IX Conferência Municipal de Assistência Social com o tema “A Gestão e o Financiamento na Efetivação do Sistema Único de Assistência Social (Suas)”. O evento aconteceu no Centro Cultural “Vereador Abílio Diniz” a partir da 14 horas, com a presença das entidades organizadas do município que estão diretamente ligados aos usuários do sistema. A conferências de Assistência Social têm como meta principal a avaliação da política de assistência

social vigente, além da definição das diretrizes para o aprimoramento do Suas A abertura oficial aconteceu às 14 horas quando a Secretaria Municipal de Assistência Social, primeiradama Silvia São Pedro fez a leitura do regimento interno. A seguir a Secretária Municipal de Assistência Social de Botucatu, Sra. Amélia Maria Sibar fez uma breve palestra sobre a gestão e o financiamento do Sistema Único de Assistência Social. Depois foram realizados os debates, orientação e iní-

cio dos grupos de trabalho. Às 17 horas, aconteceu a plenária final e a escolha dos delegados que participarão da conferência regional no dia 18 de agosto no município de Botucatu/SP. Compuseram a mesa na abertura dos trabalhos,o prefeito João Francisco São Pedro, o Presidente da Câmara, Carlos Roberto da Costa, o Diretor do DRADS Botucatu, Sr. Carlos José Mallagutte e a presidente do CMAS/ Porangaba, Érika Mariano de Moraes Shibaki e a Secretária Municipal de Assistência Social de Botucatu, Sra. Amélia Maria Sibar. .

Bairro Marianos é noticia Cabo Edson recebeu homenagem da câmara Festa do Bom Jesus bate recorde de público A festa em homenagem enderam com o grande númede vereadores ao Senhor Bom Jesus, pa- ro de pessoas e a tranqüilidaO PM Cabo Edson de Moura Machado (na foto), lotado no destacamento policial de Porangaba, foi homenageado pela Câmara Municipal pelos excelentes serviços prestados, desde 2005, às crianças e adolescentes de várias cidades da região. Com vários cursos de especialização, cabo Edson é instrutor do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – PROERD, O programa foi criado nos Estados Unidos e depois foi implantado em vários países. No Brasil, foi adotado inicialmente pela polícia de São Paulo e agora já esta sendo usado pelas policias de vários esta d o s e o b j e t i v a orientar e afastar as crianças e adolescentes dos ambientes onde poss a m e s ta r e m c o n ta t o com usuários ou traficantes de drogas. O requerimento foi proposto pelo vereador Ricardo Fogaça e aprovado por unanimidade na sessão ordinária realizada na noite de terça-feira, 6. .

Rene - Chaveiro/Carimbos Manutenção de Roçadeiras

Chaves automotivas e residenciais - Conserto de fechaduras e troca de segredos

Fone: 15 - 32571660 - 97098750 e-mail: renechaveiro@yahoo.com.br

droeiro do Bairro Marianos bateu recorde de público e de renda na noite de sábado e no domingo durante o dia. No sábado a noite um público composto por famílias de vários bairros e cidades próximas lotou, primeiro a capela onde teve missa e, depois, o salão de festa da Igreja. Ao som da dupla sertaneja Robson e Alaíze, o publico se divertiu com os comes e bebes e o leilão de assados. Tendo como aliado o bom tempo, os festeiros se surpre-

de e paz que predominou durante a festa. No domingo, quando o salão de festas abre para o tradicional almoço, não foi diferente, centenas de pessoas, inclusive uma comitiva de pelo menos cinqüenta cavaleiros compareceu para prestigiar o evento onde não faltou um dos divertimentos preferidos da criançada: o pula-pula. A partir das 14 horas aconteceu o leilão de prendas vivas, que se estendeu até o anoitecer. No próximo ano – 2014 – o

A cantora Ana Laura abrilhantou a festa evento vai ser organizado por uma Comissão de Festa que

será definida pela direção da igreja.

Porangabapresente na inauguração da nova sede do 2° Batalhão da Polícia Militar Ambiental de Botucatu Criado em 1955, o 2º Pelotão da Polícia Ambiental de Botucatu finalmente ganhou sua sede própria. As novas instalações foram inaugu-

radas na manhã do dia 05 de Julho de 2013, em cerimônia que contou com a presença do secretário estadual do Meio Ambiente, Bruno Covas; do co-

mandante do Policiamento Ambiental, Cel. PM Milton Sussumu Nomura; do prefeito João Cury Neto, além de autoridades civis e militares da região. A nova base foi construída em um terreno de 3 mil metros quadrados doado pelo DER, no km 248 da Rodovia Marechal Rondon. São cerca de 500 metros quadrados de área construída que incluem sala de recepção com TV, alojamentos para 30 policiais, sala do comandante, administração, sala para palestras e projetos educacio-

nais, sanitários adaptados a pessoas com deficiência, refeitório e amplo estacionamento (Fonte:www.botucatu.sp.gov.br). A Polícia Militar Ambiental de Botucatu atende a solicitações e fiscaliza denúncias em Porangaba, portanto o munícipe que tiver alguma dúvida ou precisar denunciar algo que não esteja de acordo com a legislação ambiental vigente, entre em contato com o batalhão pelo telefone (14) 3882-6070.

Sebrae Botucatu promove seminário sobre o Novo Código Florestal Em vigência desde 2012, o novo Código Florestal Brasileiro tem sido alvo de debates entre empresários, ambientalistas, produtores rurais e a sociedade em geral. O evento ocorreu às 17 horas do dia 18 de Julho de 2013, na sede do Sebrae-SP em Botucatu e foi direcionado a produtores rurais, profissionais, pesquisadores e demais interessados nas áreas agrárias e biológicas, procurando esclarecer os principais pontos da nova legislação. Entre os temas em discussão no seminário, o participante pôde entender como

adequar ambientalmente sua propriedade, tirar dúvidas e conhecer oportunidades de negócio que a nova legislação proporciona. A primeira palestra, ministrada por Cíntia Dayani Faustino, bióloga graduada pela Esalq/ USP, falou sobre os conceitos do Novo Código Florestal, expondo os pontos de avanço e de controvérsia na legislação. Na sequência, Amílcar Marcel de Souza, engenheiro florestal também graduado e pós-graduado na Esalq/USP, abordou os desafios e oportunidades que o código florestal oferece (FONTE: www.sebraesp.com.br).

Representantes da Secretaria da Agricultura de Porangaba, Maurício, Vinícius, Amílcar, Cíntia e Paulo Fernando, no evento.


Porangaba, 13 de agosto de 2013

Página 05 - Folha da Cidade

Turismo

Opinião

Roteiros do Brasil e do Mundo

PAIS AUSENTES

By Vânia Muniz

Catedral da Sé - SP Em 1913 iniciou a construção da Catedral como é hoje, elaborada pelo alemão Maximilian Emil Hehl, professor de Arquitetura da Escola Politécnica. O templo foi inaugurado em 25 de janeiro de 1954, na comemoração do 4º Centenário da Cidade de São Paulo, ainda sem as duas torres principais. A primeira versão da igreja foi instalada ali em 1591, quando o cacique Tibiriçá escolheu o terreno onde seria o primeiro templo da cidade construído em taipa de pilão (parede feita de barro e palha socados estruturados em toras). Em 1745, a “velha Sé”, como era chamada, foi elevada à categoria de catedral. Por isso, neste mesmo ano inicia-se a edificação da segunda matriz da Sé no mesmo local da anterior. Ao lado dela, em meados do século XIII levanta-se a Igreja de São Pedro da Pedra. Em 1911, os dois templos foram demolidos para dar espaço ao alargamento da Praça da Sé e, finalmente, à versão atual da catedral. O monumento também teve a sua importância na vida política recente do País. Em tempos de despotismo militar, D. Agnelo Rossi (1964-1970) assumiu o arcebispado, inaugurando a fase da teologia da

libertação e da opção preferencial pelos pobres. Desde 1970 sobressaiu-se a figura do cardeal arcebispo D. Paulo Evaristo Arns, que dedicou todo o seu tempo e o seu esforço ao combate à ditadura militar, denunciando os crimes, as torturas e cedendo a Sé para as manifestações políticas e ecumênicas pelos desaparecidos políticos e pela anistia. Um dos cinco maiores templos neogóticos do mundo, a catedral foi reaberta em 2002, após três anos de reformas, e voltou a ter missas diárias. Além disso, agora há visitas monitoradas aos domingos, das 12h às 13h. É em frente à Catedral da Sé que fica o Marco Zero da cidade de São Paulo. O pequeno monumento de mármore em forma hexagonal, construído em 1934, traz um mapa das estradas que partem de São Paulo com destino a outros estados. Cada um dos seus lados representa simbolicamente outro estado brasileiro: o Paraná (araucária), Mato Grosso (vestimenta dos Bandeirantes), Santos (navio), Rio de Janeiro (Pão de Açúcar e suas bananeiras), Minas Gerais (materiais de mineração profunda) e Goiás (bateia, material de mineração de superfície).

Telefones úteis em Porangaba Assistência Social APAE Câmara Municipal Centro Cultural Casa Agricultura Casa Paroquial Creche Central Cartório Imóveis Conselho Tutelar EMEI Escola A. Angelini Escola J. Francisco Elektro Fórum OAB Polícia Civil Polícia militar Prefeitura Municipal Projeto C. Esperança PSF 1 PSF 2 Santa Casa Sabesp Sindicato Rural

15 - 3257.1275 15 – 3257.1177 15 - 3257.1343 15 - 3257.1015 15 - 3257.6174 15 – 3257.1212 15 - 3257.1253 15 – 3257.1229 15 - 3257.1340 15 – 3257.1251 15 – 3257.1284 15 – 3257.1239 0800-701 0102 15 – 3257.1308 15 – 3257.1320 15 – 3257.1299 190 15 - 3257.5620 15 – 3257.1459 15 – 3257.1731 15 – 3257.1296 15 – 3257.1450 15 – 3257.1269 15 – 3257.1410

Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – Http:// luizcarlosamorim.blogspot.com

Foto arquivo

MINISTÉRIO DA DEFESA - EXÉRCITO BRASILEIRO CMSE - 2ª REGIÃO MILITAR – 14ª CSM 12ª DELEGACIA DE SERVIÇO MILITAR 125ª JSM – PORANGABA / SP Porangaba, SP, 29 Jul 13 Do Sec.. JSM-125 – Porangaba/SP Convocação para Juramento a Bandeira. 125-JSM Os cidadãos abaixo relacionados deverão comparecer no Centro Lazer do Trabalhador, no dia 15 Ago 13, a partir das 08:00 horas, munidos do Certificado de Alistamento Militar, com camiseta ou camisa branca, calça jeans. Para Cerimônia de Juramento a Bandeira e entrega dos Certificados de Dispensa de Incorporação: 1 ADILSON DE OLIVEIRA MACHADO FILHO 2 ALEX PEREIRA JUNIOR 3 ALEXSANDRO DE OLIVEIRA FERREIRA 4 ARIEL FLORIANO DA SILVA 5 BRUNO FERNANDES IZIDORO Gorgônio Bispo 6 CARLOS EDUARDO DEDom CAMARGO Diocesano 7 CAYO SANDER DE SOUZA MUNIZde Itapetininga 8 CESAR PASSOS MARTINS FotoFERREIRA Folha da Cidade 9 CLEBER APARECIDO BERTIM 10 DANIEL FELIPE DA SILVA 11 DIOGO DA ROCHA MENDES SALGADO 12 DOUGLAS DE CAMPOS 13 FABIANO DA SILVA OLIVEIRA 14 FABIO JOSE DA SILVA 15 FELIPE CUNHA DE MORAES 16 FERNANDO RODRIGUES FILHO 17 GABRIEL DA SILVA ARRUDA JUNIOR 18 GABRIEL PORTO VIANA 19 GILBERTO MARTINS FERREIRA 20 GIULIANO LEAL BRAZ 21 GUSTAVO DE MORAES SOUZA 22 HUGO ALCINE FERREIRA 23 IORRANDER ROSA LIMA GONCALVES 24 ISMAEL DE JESUS ROCHA DO NASCIMENTO 25 JARDEL DE OLIVEIRA PINTO 26 JEFERSON CARDOSO MANOEL 27 JEFERSON DA SILVA PRESTES 28 JEFERSON LIMA DE CAMPOS 29 JOSE ADELIO ROSA DOS SANTOS 30 JOSE WILIAN OLIVEIRA MORAES 31 LEONARDO GOMES DE LIMA 32 LEONARDO OLIVEIRA E SILVA 33 LUCAS DA SILVA ALMEIDA 34 LUCAS EDUARDO VIEIRA DE OLIVEIRA 35 LUCAS GOMES DE LIMA 36 LUCAS JONAS RODRIGUES 37 LUCAS VINICIUS DA CUNHA 38 LUCIANO RODRIGUES CORDEIRO 39 MAIKON BUENO TELES 40 MARCIO HENRIQUE PIRES 41 MARCUS VINICIUS BATISTA DO PRADO 42 MATHEUS CARLOS DE CAMARGO 43 MICHAEL SANSAO CARDOSO PEREIRA 44 MOISES LOPES FERREIRA ROSA 45 MURILO APARECIDO SOARES 46 RAFAEL DE OLIVEIRA CUNHA 47 RAFAEL MANOEL LUIZ 48 RENATO JOSE DA SILVEIRA PIRES 49 RHAUNY MERLIN JUNIOR 50 VALBER RODRIGO DE OLIVEIRA SANTOS 51 WEBERTON DINIZ DA SILVA GALIZA PEDRO DOMINGOS SOUSA JUNIOR Secretário da 125ª JSM – Porangaba/SP

Quero aproveitar esse Dia dos Pais deste ano para pedir àqueles pais que estão longe dos filhos por qualquer razão, que lembrem deles e procurem os seus filhos, porque nesta época eles estão esperando por vocês. Falo, é claro, dos filhos pequenos, pois os maiores talvez já consigam superar a separação, a distância. Mas os pequenos, não. Eles estão esperando o pai, cada um deles, para lhe dar o presente do Dia dos Pais, para levá-lo à escola, porque prepararam uma programação para pais e filhos, e é muito frustrante uma criança não poder levar o pai, como se não o tivesse. Mesmo aqueles casos mais extremos, de pais que não assumiram os filhos fora do casamento, se o filho o conhece, não pode deixar de visitá-lo. Como será a cabecinha de uma criança que sabe que tem pai, mas não pode tê-lo por perto, porque o pai some e só aparece muito raramente? Conheço uma história assim, de um menino agora com sete anos, para quem o pai se apresentou quando ele tinha seis. Para ele, o pai estava viajando e um dia voltaria. E ele esperava essa volta com toda ansiedade. A época do Dia dos Pais era um suplício, pois a escola pedia para todos levarem o pai e ele não podia. Até que o pai apareceu. E aquela agonia toda pela falta do pai transformou-se em uma certa apatia e ele parou de falar do pai. Será que o pai não era aquilo que ele esperava? Ou ele esperava que o pai chegasse e ficasse com ele? Ele não quis mais falar sobre

isso. Até que foi chegando perto o Dia dos Pais deste ano. A escola, como sempre, começou a trabalhar com a data e intimou os alunos a trazerem o seu pai à escola, para uma homenagem, para brincadeiras a dois, para comemorarem a data. E voltou toda a ansiedade, não adiantava dizer que o pai havia viajado de novo, ele não aceitava que teria que levar outra pessoa no lugar do pai, tinha que ser o pai. Então, principalmente os pais de filhos fora do casamento que não os assumem para não perderem a família constituída, não abandonem seus filhos como se fossem seres humanos de segunda categoria. Eles são filhos iguais a qualquer outro. Lembrem que eles estão esperando que o pai vá até eles para, pelo menos, receberem o presente, às vezes feito com as próprias mãos, um abraço, um beijo. E para que seus pais sejam pais deles pelo menos por um momento, devolvendo-lhes o abraço, o beijo, um carinho. Porque toda criança, todo amiguinho tem o pai perto, para brincar, para ensinar, para ser companheiro, e só eles não. Como é que eles vão conseguir processar isso? Pai que é pai não abandona seu filho, seja qual for o caso. Não esqueçam disso. Jamais. Feliz Dia dos Pais para todos. Para todos, pais e filhos.

Esportes em Porangaba

Secretário anuncia campeonato de Futsal O Secretário Municipal de Esportes de Porangaba, Elias Marques, anuncia para o final do mês de setembro a realização do campeonato municipal de futsal. Os jogos serão realizados toda terça e quinta-feira, a noite, no ginásio de esportes “Robertinho” com início previsto para 3 de setembro. Os organizadores esperam que pelo menos 14 times, com idade livre, participem do certame que premiará o campeão, o vice, o melhor goleiro, o artilheiro e o jogador revelação menor de 18 anos. Os times interessados em participar devem procurar o departamento de esportes e falar com o Elias ou o Donão para fazer a inscrição a partir do dia 1º até 23 de agosto. No dia 27 acontecerá o Congresso Técnico quando

será conhecido, discutido e aprovado o regulamento do campeonato. Volei da 3ª idade realiza jogo treino O time masculino de Volei Adaptado, da terceira idade de Porangaba, realizará um jogo treino contra a equipe de Tatuí. O jogo acontecerá no dia 17 de agosto e servirá de preparação para os Jogos Regionais do Idoso – JORI – que serão realizados em Cerquilho.


Página 6

Folha da Cidade

Porangaba, 13 de agosto de 2013

F l a g r a n t e s

A Igreja Catolica através do Padre Betto Pais, realizou um casamento comunitário abençoando a união de 14 casais que já mantinham relação estável, alguns, inclusive com filhos, que acabaram sendo padrinhos e madrinhas dos pais. Parentes e amigos lotaram a igreja matriz

Representantes de entidades e gestores da assistência social do município participaram da IX conferência, preparando sugestões para a fase regional e estadual. O objetivo O objetivo principal foi a avaliação da política de assistência social vigente e a definição das diretrizes para o aprimoramento do Sistema

Parabéns Porangaba Padre Betto Pais celebrando a santa missa na festa do Bairro Marianos, domingo dia 4

O ensaio do grupo de violeiros na praça dos tropeiros, com quitutes e café passado à moda antiga

Grupo e festeiros respónsáveis pelo sucesso da festa de São Roque realizada no final de semana que passou

Cantina Dom Dado Disque Pizza 15 - 32571599

Tudo em Colchão Box + Base 6 vezes

R$ 790,00 à vista ou 6 de R$ 145,00

Av. Cristino M. Miranda, 685-D - Porangaba Preparativos para a festa que surpreendeu a todos

Padaria S ã o J u d a s Ta d e u

* Ambiente reformado! * Mais conforto! * O melhor atendimento!

Filmes de PVC - Encolhivel, Alimentício e Skin Filme Rigido - Filme Stretch/Paletização Filmes Poliolefínicos - Maquinas para Embalagem Aplicadores Manuais para Stretch

Aceitamos encomendas

(15) 3257-6395 Rua 4 de junho, 337 - Porangaba - SP

Edição 201 - Folha da Cidade Porangaba