Issuu on Google+

ANO IV - Nº 25 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA CIDADE INDUSTRIAL DE CURITIBA, FAZENDINHA E REGIÃO

ANUNCIE AQUI

FACEBOOK.COM/FOLHADACIC

3156-2355 / 9644-3341 | www.folhadacic.com.br

SONHO ANTIGO

PÁG. 3

Revitalização da Raul Pompeia deve sair em 2014 conVÊnio assinado enTre prefeiTura de curiTiBa e GoVerno do paraná GaranTe recursos para reforma da Via enTre o fazendinha e cic.

Chicarelli propõe lei que pode fazer passagem baixar 0,06 centavos

projeTo de auToria conjunTa com o Vereador chico do uBeraBa isenTa TransporTe púBlico da coBrança de iss.

PÁG. 3 E MAIS

segurança em pauta na cic e região inscrições abertas para cursos técnicos gratuitos em curitiba

NATAL PREMIADO

Associação Comercial Fazendinha e CIC Norte PÁG. 2

fone

moto, carro Ônibus, carreta renovação, reciclagem e motofrete

3093-6861 fone/faX

3093-6862

www.autoescolamelo.com.br R. Pedro Gusso, 4017 (Próximo ao Terminal da CIC)

P.7


2

oPiniÃo

OutubrO - 1ª Quinzena de nOvembrO/2013

EDITORIAL

De repente 30 e de repente você vê que a vida vai muito mais além. Que precisa andar por caminhos obscuros pra enxergar a verdadeira luz e o sentido de tudo disso. muitas mudanças, muitas experiências, muitas coisas boas, outras nem tanto. enquanto nos moldamos, percebemos que as mais belas coisas da vida podem vir, simplesmente, de um sorriso, de um abraço sincero de um amigo ou um gesto gentil de um desconhecido na rua. tenho me questionado muito justamente sobre isso. a maioria esmagadora da população não quer enxergar o primor que deus nos dá. o véu está coberto, mas a verdade está ali... esperando por você. como já dizia o músico... tô de alma limpa. Hoje eu quero luz de sol e mar... nova! renovada força. tô feliz da vida. sob o seu comando sou mais forte ainda. não tem nada fora do lugar... Que a nossa vida seja de muito aprendizado, muita luz, muita saúde, muita paz, muito amor. e tudo de bom que deus tem para nos dar. Que assim seja! envie suas sugestões de notícias para folhadacic@gmail.com

Natal Vivo e iluminado na CIC

A

lém do show de prêmios na região, a Associação Comercial do Fazendinha e CIC Norte vai oferecer jantares e troféus para as lojas participantes mais enfeitadas. Comerciantes da CIC, que tal deixarmos os locais na Cidade Industrial também mais atrativos? Não tem troféu, mas com certeza todos sairiam ganhando com um comércio mais iluminado e valorizado. Certamente a iniciativa pode resultar em mais vendas a todos.

COLUNA NINA GÓIS Líder comunitária da Cidade Industrial de Curitiba O Rio Barigui pede socorro Em visita na Cidade Industrial de Curitiba, me deparei com situações que podem ser mudadas de acordo com a consciência de cada ser humano, não digo moradores da região porque populares relatam que pessoas vêm de carro jogar lixos e entulhos no rio. A Bacia do Barigui e outros córregos que desaguam na redondeza vem se transformando em um verdadeiro lixão. Quero pedir aos moradores da NOSSA Cidade Industrial que sejam fiscais da natureza. Não joguem e não deixem que pessoas de outros locais joguem lixo no nosso bairro, vamos valorizar o que é nosso. CONSCIENTIZAÇÃO: Moradores da Cidade Industrial de Curitiba, inúmeras vezes funcionários dos Correios, Sanepar e Copel reclamam de cachorros soltos nas ruas dificultando o trabalho. Como é de conhecimento, já houve ataque de cães a esses profissionais. Existem leis e regulamentos. Deixar animais soltos nas ruas é crime e por esse motivo se você ver pessoas tratando animais na rua, em frente da casas que tragam riscos à população, denuncie. Aqui deixo uma pergunta: Você que solta ou alimenta cães nas ruas, trazendo risco para outros, gostaria de estar no lugar dessas pessoas que foram atacadas ou poderão ser? Reflita, os seus direitos são os mesmos.

EXPEDIENTE Jornal da Cidade Industrial de Curitiba - Editora A Cena. CNPJ 17865101/0001-28. Rua Antônio de Oliveira Santos, 108.3B - CIC - Curitiba - PR. Departamento Comercial/Redação: (41) 3156-2355. Contato: folhadacic@gmail.com ou www.folhadacic.com.br. Jornalista Responsável: Sharlene Sarti DRT-PR 6482. Diagramação: Louise Pereira (low.tonks@gmail.com). Tiragem: 10 mil exemplares. Impressão: Editora Exceuni. Aldemir Batista. (41) 3657-2864.


desenVolVimento

OutubrO - 1ª Quinzena de nOvembrO/2013

SONHO ANTIGO

Revitalização da Raul Pompeia deve sair em 2014 conVÊnio assinado enTre prefeiTura de curiTiBa e GoVerno do paraná GaranTe recursos para reforma da Via enTre o fazendinha e a cic Por Sharlene Sarti, com informações da assessoria EVERSon bRESSAn/SMCS

R

ecursos provenientes de uma parceria entre governo do Estado e prefeitura de Curitiba irão garantir a revitalização da Rua Raul Pompeia, que liga os bairros Fazendinha e CIC. Serão R$8 milhões destinados para a obra. Os convênios foram assinados no último dia 30 de setembro pelo prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, e o governador Beto Richa e somam R$70 milhões em repasses do Estado para investimento em saúde e infraestrutura da cidade. De acordo com a assessoria da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano, o acordo garante a verba, mas o início das obras depende dos trâmites burocráticos na prefeitura da capital, com abertura de processo licitatório que gira em torno de três meses. “Uma avenida importante, cujo volume de carros e pedestres vem crescendo gradativamente”, comentou o secretário estadual do Desenvolvimento Urbano, Ratinho Junior. Parte do montante destinado pelo Estado em 2014 será para a construção do Hospital Municipal da Zona Norte, na quantia de R$15 milhões. Outros R$9 milhões serão destinados para a construção do Centro de Especialidades de Curitiba.

Confira mais detalhes sobre os repasses no site www.folhadacic.com.br

3


4

Comunidade

Outubro - 1ª Quinzena de Novembro/2013

Consultoria do Sesi aproxima indústria da comunidade Especialistas ajudam a definir indicadores sociais e ações que podem beneficiar os moradores do entorno da indústria Da Assessoria Fiep

O

Sesi no Paraná está desenvolvendo um trabalho de avaliação de indicadores sociais para as indústrias. A proposta é auxiliar empresas a se tornarem mais próximas das comunidades onde atuam, por meio de ações que estimulem o vínculo. A consultoria tem como base o conceito de “investimento social privado”, que prevê o repasse voluntário de recursos de uma determinada indústria de forma planejada, monitorada e sistemática, para projetos sociais, ambientais, culturais e de interesse público. As ações são avaliadas segundo critérios estabelecidos pelo consultor do Sesi. “Não há uma fórmula rígida. Tudo depende do tipo do trabalho desenvolvido pela empresa parceira”, conta a gestora da consultoria do Sesi, Renata Fagundes. O processo é mensurado de forma qualitativa e quantitativa. “Podemos contabilizar, por exemplo, quantas crianças são atendidas por uma determinada creche, instalada pela indústria. E podemos também entrevistar as pessoas atendidas pela creche para entendermos se aquele projeto cumpre bem seu papel”, explica a gestora. Um dos mais recentes projetos foi desenvolvido junto à Bosch, por meio do Instituto Robert Bosch, que tem o programa “Peça por Peça”, com ações voltadas às comunidades da Vila Verde e Vila Barigui, ambas nas proximidades da empresa. Um grupo de oito pessoas do Instituto redefiniu seus indicadores sociais, a partir de uma oficina desenvolvida pelo Sesi. Durante o encontro, os participantes avaliaram o mapa social das duas comunidades – um estudo do perfil de cada uma e suas necessidades reais. Segundo o gestor do Instituto Robert Bosch, Dirceu Puehler, a oficina foi fundamental para organizar as ações futuras do Instituto. “Temos um mapa social, redesenhado a cada 3 anos e tínhamos alguns indicadores para trabalhar até o final de 2015. Com a oficina, nossa ação ficou mais assertiva e padronizada”, avalia. A consultoria de indicadores sociais, do Sesi, também tem como atuais clientes a Usina Santa Terezinha e a Petrobrás. “As empresas que querem se desenvolver, precisam dar uma contrapartida para a comunidade onde estão instaladas. É fundamental que haja este elo entre indústria e moradores, para que haja crescimento sustentável e desenvolvimento”, finaliza a consultora.

CLASSIFICADOS Aluga-se sala com dois ambientes em frente ao terminal da CIC. Sobreloja. Rua Lea Moreira de Souza, 69. 1º andar. Fone: 3248-1184 / 9119-3956 (vivo). VENDE-se máquina de lavar roupa Electrolux 6kg. Valor: R$100,00. Precisa trocar o painel de liga e desliga da máquina. Fone: 3156-2355/964433-41 (tim).

VENDE-se cama elástica grande, de 4x4 m, e uma piscina de bolinha tamanho médio. Vendo também 12 jogos de mesas e cadeiras. Produtos seminovos. Valor a combinar. Fone: 3373-4245 / 9840-2901 (tim). VENDE-se uma serra circular. Modelo Artesanal de madeira. Própria para MDF. Valor: R$800,00. Contato: 9918-3640.

Aqui em Curitiba, a torcida é para Rodrigo Castellani. Ele Luana Batista* nasceu no Rio, mas mora na capital paThe Voice Brasil: a bola da vez ranaense. O vocalista e compositor A segunda temporada do The Voi- da Banda Radiophonics é dono ce Brasil está dando o que falar. de uma voz impecável e fez com Não é à toa que o programa, que que os quatro jurados – Carlinhos surgiu na Holanda e é sucesso no Brown, Claudia Leitte, Daniel e mundo todo, vem conquistando Lulu Santos – virassem a cadeira grandes índices de audiência em em sua apresentação feita no últiterras tupiniquins. Se de um lado mo dia 17. Os técnicos disputaram cativa o público pela singularidade, o candidato ao ouvi-lo interpretar descontração, e pelo alto nível dos “Higher Ground”, um clássico de candidatos apresentados, de ou- Steve Wonder. tro, dá a oportunidade a cantores A diversidade de gêneros entre os anônimos mostrarem seu talento, artistas que integram o júri é outro podendo ser a porta de entrada ponto que merece destaque. Claudinha é mais voltada ao axé, enpara uma carreira brilhante.

ACORDE Musical

Oportunidade única para começar um negócio com

LOCAÇÃO DE TRAJES PARA FESTAS E CASAMENTOS Vende-se lote com aproximadamente 50 peças

Contato: 9119-3956 (vivo)

quanto Daniel tende ao sertanejo, Lulu ao rock, e, Carlinhos Brown, ao afro samba-reggae. Pode-se dizer, assim, que o programa é bem eclético. Essa variedade musical dá ritmo ao programa e traz mais opções aos candidatos que devem escolher quem será seu treinador. Também não seria exagero dizer que o ápice é quando o quarteto sobe ao palco. É claro que rola uma competitividade, mas isso faz parte da jogada. Para ficar mais claro, a série consiste em quatro fases. A primeira, que está sendo realizada, é quando os técnicos escolhem as mais belas vozes que farão parte de seus times. Depois tem a fase de batalha, quando os treinadores indicarão quem farão os shows ao vivo.

Por último, há as semifinais e a grande final, que deve acontecer no dia 26 de dezembro. A vencedora da primeira temporada do The Voice Brasil foi a cantora brasiliense Ellen Oléria. O ganhador recebe o prêmio de R$ 500 mil, um contrato com a gravadora Universal Music, gerenciamento de carreira e um carro 0 km. Por isso, o programa que vai ao ar toda quinta-feira, depois da novela das oito, pode ser um ótimo caminho para quem luta por um espaço no tão concorrido mercado artístico. *Luana Batista é jornalista, professora de idiomas e estuda piano e canto no Conservatório de Música Popular Brasileira.


Vida Pública

Outubro - 1ª Quinzena de Novembro/2013

Chicarelli propõe lei que pode fazer passagem baixar 0,06 centavos

5

Ensino de Libras pode integrar currículo de escolas municipais

Por Sharlene Sarti

A

lém da CPI do transporte público criada na Câmara, o vereador José Carlos Chicarelli (PSDC) vem buscando outras formas para baixar o valor da passagem cobrada em Curitiba. Projeto de lei apresentado pelo parlamentar, em conjunto com o vereador Chico do Uberaba (PMN), isenta o transporte público de Curitiba da cobrança do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN). Caso aprovada, a medida pode resultar na redução de até R$ 0,06 centavos na passagem. Segundo Chicarelli, iniciativa semelhante foi adotada em Porto Alegre. “O município deve fazer a sua parte, visando à desoneração das tarifas e também investir em transporte público de qualidade”, disse. De acordo com a assessoria da Câmara, a proposta precisa tramitar nas comissões permanentes da Casa antes de ir para votação em plenário.

CPI – A CPI do transporte coletivo, criada pelo vereador Chicarelli na Câmara, continua ouvindo os representantes envolvidos e apertando o cerco à Urbs. As investigações apontam diversas irregularidades no sistema. Em entrevista ao Jornal de Londrina, o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito, vereador Bruno Pessuti (PSC), disse que o relatório deve sair até dia 20 de novembro. Passagem a R$2,25 – Na edição passada, a Folha da CIC trouxe reportagem completa sobre o tema. A redução da passagem do transporte público de Curitiba, defendida por Chicarelli, foi confirmada por auditoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Ao todo, a investigação do órgão constatou 40 irregularidades no atual sistema. Leia mais sobre o tema em www.folhadacic.com.br

Projeto deixa mais transparente processos licitatórios O

utro projeto de autoria do vereador Chicarelli quer exigir mais transparência e moralidade das empresas em processos licitatórios. Nos últimos meses, o parlamentar vem identificando e denunciando diversas compras com preços superfaturados no Legislativo Municipal (leia mais sobre o assunto em www.folhadacic.com.br). Chicarelli reforça que a iniciativa pode contribuir no combate à corrupção, facilitando o trabalho de fiscalização da população. Conforme o texto, as empresas de bens e serviços, vencedoras de processos licitatórios em Curitiba, serão obrigadas a divulgarem eletronicamente as informações como quantidade, data e objetos licitados. A

regra também será válida para compras sem licitação, feitas por meio de menor preço e/ou carta convite. O descumprimento da lei poderá banir a participação em editais públicos. “Uma iniciativa simples, mas que poderá fazer com que a sociedade ajude na boa aplicação dos recursos públicos e faça com que as empresas não coloquem margens maiores às praticadas no mercado, por se tratar de licitação. Acreditamos que com mais acesso às informações, esta ferramenta ajudará cidadãos, a imprensa, ONGs, organismos acadêmicos e órgãos de controle do Município e Estado a exercer um maior e melhor monitoramento das instituições”, justifica o vereador na proposta.

Proposta de autoria do vereador Chicarelli inclui a obrigatoriedade do ensino de libras, a linguagem dos sinais, no currículo escolar municipal. Na opinião do vereador, o principal objetivo do projeto é promover a inclusão social, pois garantiria maior acesso à comunicação, informação e educação. Além disso, a iniciativa poderá beneficiar a comunidade em geral e não somente as pessoas surdas ou com deficiência auditiva. Antes de ser votado em plenário, o projeto de lei precisa ser analisado nas comissões permanentes da Câmara.

Chicarelli alerta para mais uma compra superfaturada Pela terceira vez, o vereador Chicarelli denunciou e pediu explicações sobre uma compra de equipamentos na Câmara de Vereadores de Curitiba. A suspeita é de mais um faturamento. Desta vez, foram dois racks de informática adquiridos pelo Legislativo ao custo de R$R$3.560 cada um. Com a nota fiscal em mãos, o vereador diz que consultou a mesma empresa e conseguiu um orçamento por quase metade do preço: R$1.750. “O valor encontrado na internet, no mercado, do mesmo rack estava pela metade do preço”, completou o parlamentar. Leia mais sobre as suspeitas de superfaturamento nas edições anteriores. www.folhadacic.com.br


6

Esporte

Outubro - 1ª Quinzena de Novembro/2013

Trabalhadores da Volvo e Novozymes vencem etapa Volvo do Circuito de Corridas Rústicas Da Assessoria Fiep

O

s trabalhadores Mariana Silva Ramos, da Volvo, e Leomar Gomes, da Novozymes, foram os grandes campeões na etapa Volvo do Circuito de Corridas Rústicas das Indústrias. A corrida aconteceu no último dia 20 deste mês (domingo), na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), e foi disputada por 1.100 pessoas, entre trabalhadores da indústria e comunidade em geral, que percorreram o trajeto de 5 km e 10 km da competição. O circuito acontece desde 2007 e é realizado

gelson bampi

pelo Serviço Social da Indústria (Sesi), em parceria com as associações de funcionários da Bosch, Copel, Novozymes, Renault e Volvo. Ele estimula a prática do atletismo e contribui para a criação de hábitos saudáveis entre os trabalhadores. Esta foi a quinta de seis etapas que acontecem até novembro. A próxima e última etapa da Corrida é a do Sesi, que acontece dia 10 de novembro, no Bairro Boqueirão, em Curitiba. As inscrições tiveram início no dia 21 de outubro.

ESPAÇO SAÚDE

A ditadura da magreza no Brasil Por juliana freitas*

Perséfone é uma personagem da novela das oito que ganhou repercussão ao sofrer preconceito por estar fora dos padrões de beleza feminina. Afinal, a “Pê” é gorda e não conseguia arrumar um namorado e, por isso, a trama de Walcyr Carrasco, autor da novela Amor à vida, exageradamente construiu um estereótipo de que gordo não é feliz, gordo não namora e gordo não casa. Mas espera aí, Perséfone arrumou um “boy magia” e se casou à moda antiga. A ideia de expor a problemática do culto à magreza como padrão de beleza e o forte preconceito que pessoas que não se encaixam nesse padrão sofrem, rendeu críticas ao autor que pressionado por pessoas ofendidas pelo comportamento caricato de “Pê”, alterou o roteiro do folhetim e o perfil da personagem. Durante as décadas de 40 e 50 as atrizes Marilyn Monroe e Elisabeth Taylor chamavam as atenções com suas curvas sinuosas, cinturinhas de pilão e quadris enormes. Já na década de 60, as passarelas ganharam outra forma, as magérrimas. Segundo o filósofo francês Gilles Lipovetsky , a forma magra é extremamente libertadora para as mulheres e, por isso, elas foram tão rápidas em aderir à novidade. “Libertadora” porque, anteriormente, as formas arredondadas simbolizavam a maternidade, ou seja, o papel reprodutor de uma mulher. A magreza foi, então, uma maneira de se livrar dessa imposição secular. Mas o assunto tomou tais proporções que ficou fora de controle e tornou-se um problema social que potencializa o preconceito e a discriminação de quem não se enquadra dentro do conceito de beleza. Além disso, muitas pessoas arriscam sua saúde fazendo dietas radicais na tentativa de atingir um padrão estético fora da realidade. Esta busca exagerada pelo corpo muito magro pode resultar no aparecimento de transtornos alimentares como a anorexia nervosa, bulimia nervosa e a compulsão alimentar. Segundo o psicólogo, especialista em transtornos alimentares, Marco Antonio Tommaso, é preciso aceitar-se fisicamente e valorizar o que tem de melhor sem cometer grandes absurdos: adotar medidas de emagrecimento irresponsáveis que não elevam sua autoestima, mas que acarretam diversos tipos de doenças. A autoestima interfere como cada um age no trabalho e nas relações emocionais, na saúde e em outros aspectos. Uma coisa é certa: ser magro não significa ter saúde, mas é fundamental que as pessoas mantenham uma alimentação balanceada e a prática regular e contínua de atividades físicas. *Juliana Freitas é comunicóloga, formada pela UTFPR, estudante do último ano de Relações Públicas (UFPR) e trabalha na Unimed Curitiba.

FOLHA CULINÁRIA A receita de hoje foi testada e aprovada! Maravilhosa, muito fácil de fazer e está super na moda!

2 ovos batidos 150 ml óleo 150 ml de leite 1/2 xícara de gotinhas de chocolate

CUPCAKE DE CHOCOLATE

RECHEIO 1/2 xícara de gel de fruta de maracujá

1 xícara e meia de trigo 2 colheres de sopa de fermento em pó 1/2 xícara de açúcar 1/2 xícara de açúcar impalpável (ou seja, de confeiteiro)

COBERTURA 1ª. Opção 500 ml de chantilly 1/2 xícara de gel de fruta de maracujá

2ª. Opção Cobertura de marshmallow 1 xícara de clara 3 xícaras de açúcar de confeiteiro 1 colher de smutab Essência que preferir

Cristina Bretas

*Se quiser pode colocar corante também, a cor que preferir. Ficam lindos coloridos! Assar em forminhas de papel próprias para Cupcake. Ficam deliciosos e muito lindos. Vale a pena!


Saúde

Outubro - 1ª Quinzena de Novembro/2013

7

A Evolução da Implantodontia A evolução da Odontologia, pautada em seus avanços científicos e tecnológicos, permitiu mudanças no conceito da sua prática com o principal objetivo, a saúde e a melhora na qualidade de vida das pessoas. Com o surgimento, reconhecimento e principalmente a evolução de novas especialidades, como exemplo a Implantodontia, contribuíram para este processo. Hoje é possível repor dentes perdidos, considerando sua função e estética, com menor tempo de tratamento e menos trauma cirúrgico. Utilizando implantes biocompatíveis que resultam além da boa

osseointegração, repercutindo de forma positiva na autoestima e qualidade de vida das pessoas. Fonte: Rev. ABO Nac.; vol. XIX; no. 2; Abril/Maio; 2011. Dr. Kleber Eiji Seino, Especialista em Implantodontia, CRO-Pr-20855

Em pauta: Segurança na Cidade Industrial e região Lideranças dos bairros de Curitiba e autoridades participaram de um café da manhã na Associação Comercial do Paraná Por Sharlene Sarti FELIPE ROSA

R

epresentantes da segurança pública do Estado, de associações de bairros, comerciais, entidades e ONGs de Curitiba estiveram reunidos no último dia 10 deste mês para debater possíveis ações de combate à criminalidade e melhorias na área. As lideranças locais levaram suas reivindicações ao coronel Milton Isack Fadel Júnior, do 1º Comando Regional da PM (CRPM). Para o presidente da Associação Comercial do Fazendinha e CIC Norte, Osvaldo Vasconcelos, é preciso um patrulhamento mais ostensivo para garantir mais segurança aos comerciantes da região e população. “No trânsito, é preciso rever os cruzamentos perigosos”, alerta, reforçando sobre a necessidade de sinalização em cruzamentos com altos índices de acidentes, entre eles os das Ruas Raul Pompéia com Darci Vargas, próximo ao supermercado Gabão, e Avenida Frederico Lambertucci com a Rua Martins Fontes, no Fazendinha. Para que a segurança seja reforçada em locais com altos índices de assaltos, a população precisa registrar a ocorrência, já que a polícia atua com base nos dados. Informações apresentadas pelo coronel Milton Isack Fadel Júnior durante o

encontro mostram que o número de homicídios na capital tem diminuído ao longo dos meses neste ano. Em janeiro foram 72 casos contra 22 em setembro. Os registros de roubo de veículos também apresentam queda. No mês de março, 299, contra 136 em setembro. “Vejo com otimismo os números, mas ainda procuro melhores explicações”, disse Fadel. O presidente do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) do Fazendinha e CIC Norte, Edson Lopes, também comentou sobre o assunto. “Trabalhamos em conjunto com os batalhões da região. Levamos os problemas que surgem e eles dão o retorno o mais rápido possível. É claro que não existe um contingente para conseguir segurar tudo que vem, mas quando há um trabalho em conjunto, com moradores e comerciantes, acho que tem muito resultado. Nossa região não é das piores e na medida do possível acho que está sendo bem trabalhado”, avalia Lopes. A implantação das Unidades Paraná Seguro (UPS) na CIC tem contribuído para a redução da criminalidade na região. Em meados deste ano, por exemplo, foram 37 dias sem homicídios dolosos (com intenção de matar), segundo levantamento da Secretaria de Segurança Pública do Estado. “Nós temos a presença de mais policiais, mais viaturas, do que havia antes da criação do 23º batalhão trabalhando na região da CIC”, explica a aspirante Arianeh Kizlek, comandante da UPS Vila Sandra. “A segurança é responsabilidade da Polícia Militar, mas também é um dever de todos. Então a gente precisa da integração com a comunidade para que essa segurança seja mais efetiva”, completa ela. Leia mais sobre o encontro ocorrido na Associação Comercial do Paraná no site www.folhadacic.com.br

Inscrições abertas para cursos técnicos gratuitos em Curitiba O Colégio Estadual Professor José Guimarães, no Hauer, está com as inscrições abertas para cursos técnicos gratuitos nas áreas de logística, administração e recursos humanos. São 210 vagas no total ofertadas pela Secretaria de Educação do Paraná e MEC, através do Colégio que cede o espaço e o corpo docente. As inscrições terminam no dia 30 deste mês. Para candidatar-se é preciso ter ensino médio completo. A seleção será feira pela renda. Informações pelo (41) 33765242 / 3284-1487 ou pelo e-mail: colegioguimaraes@gmail.com

Palestra na CIC A Associação Comercial do Fazendinha e CIC Norte convida a todos para uma palestra sobre segurança com o tenente-coronel Sérgio Cordeiro de Souza, comandante do 23º Batalhão da Polícia Militar. Será no dia 12 de novembro, das 20h às 21h30, na ACF-CN (Rua Raul Pompeia, 1801).


8

OutubrO - 1ª Quinzena de nOvembrO/2013

FAÇA FACULDADE

POR R 50

[1]

No UNINTER você pode. FIES

∂ Financie seu curso de graduação presencial em até 100% [2]; ∂ Solicite em qualquer semestre; ∂ Prazo de quitação: 3X a duração do seu curso mais 12 meses.

PROGRAMA DE FINANCIAMENTO ESTUDANTIL

Mais informações:

0800 702 0500 uninter.com/fies [1] Valor por trimestre a ser pago durante o curso mais 18 meses de carência, para financiamento total do curso. [2] Quando o percentual de comprometimento da renda familiar mensal bruta com os encargos educacionais for igual ou superior a 60%, ou a renda familiar bruta for de até 10 salários mínimos. | FIES disponível apenas para alunos da modalidade presencial em Curitiba. | Consulte as condições em uninter.com/fies.


Folha da CIC - Outubro/1ª Quinzena de Novembro