Page 1

Nor este

Folha

www.folhanoroeste.com.br

PompÉia - Leopoldina - Lapa - Pirituba - Freguesia do Ó - Jaraguá

REGIONAL (PG. 10)

Ano VI Nº 128 2ª quinzena Setembro 2013

Câmara discute últimos detalhes da nova Operação Urbana Água Branca Passarela que os moradores da Vila Pompeia tanto anseiam, por enquanto, está fora do projeto SAÚDE (PG. 19)

Após saída da USP, pronto-socorro da Lapa já enfrenta falta de médicos Desde o dia 2, pacientes que chegam ao PS são encaminhados ao Hospital Sorocabana ESPECIAL

Padaria Berta e Mundo Verde chegam ao Parque São Domingos • AGORA S ÃO S/A 9 ca

Exemplares

Distribuição Gratuita

da Oesp g em rá ag fi ir

foto: Eugênio Pacceli

90 mil

Confira as novidades nas páginas 13 e 16 ertificado d mc et co

OR QUINZEN IL P A • 0M

REGIONAL (PG. 06)

Parques do Jaraguá e Cantareira estão na mira da iniciativa privada Proposta do Governo de São Paulo defende concessão em troca de melhorias nos parques estaduais

PG. 20 a 23

Imóveis & Classificados Mais de 100 oportunidades de negócios de imóveis


02

www.folhanoroeste.com.br

2ª Quinzena de Setembro 2013 Editorial

Expediente Diretor Responsável

Edson Vieira

ÚLTIMA CHANCE

Ronald Gimenez é jornalista e editor-chefe da Rádio SulAmérica Trânsito ronald.gimenez@terra.com.br

Departamento Comercial

Ricardo Lobo

Jornalista Responsável

Ronald Gimenez - MTB 23.373 Editora e Redatora

Priscila Perez

Jornalista e Redator

Anderson Silva

Administrativo/Financeiro

Rosângela Códolo Franco

Diagramação

Dorival Lopes Júnior

Impressão:

S.A. O Estado de São Paulo (Tel: 3856-2424/2401) Tiragem:

90.000 exemplares Tels: (11) 3904-7081 Comercial: 3902-2747 / 3904-7085 Site: www.folhanoroeste.com.br e-mail: contato@folhanoroeste.com.br Curta nossa página www.facebook.com/folha.noroeste Artigos assinados são de responsabilidade de seus autores.

E

stá chegando a hora da decisão, para que Pirituba seja a sede paulistana da Expo 2020. Cerca de 60 delegados do comitê que vai escolher a cidade vencedora vão visitar São Paulo nos próximos dias. Vão passar por lugares importantes da capital paulista, além da nossa região, é claro. A turma que vai escolher a sede para o evento conta com 161 integrantes. Significa dizer que a presença dessas pessoas por aqui vai ser decisiva. Nosso principal adversário é Dubai, nos Emirados Árabes. Dinheiro lá não falta. Então nossa vitória vai depender da criatividade dos envolvidos. Muitos devem estar se perguntando: “O que esse cara vai ganhar, para apoiar tanto essa tal de Expo 2020?”

Diretamente, absolutamente nada. Mas, todos podemos ganhar muito apenas por fazermos parte desta região. Bilhões de reais serão investidos pela iniciativa privada e este pedaço da capital paulista será um verdadeiro canteiro de obras da década que vem por aí. Haverá um motivo flagrante para o reaquecimento dos negócios e investimentos de utilidade pública. Ser palco da Expo 2020, o maior evento do planeta após a Copa e Olimpíadas, poderá dar a esta região uma evolução tão rápida quanto a proliferação de favelas na região do Santo Elias e Vila Maria Eugênia. Tão rápida quanto as mortes na ponte que atravessa a Rodovia Anhanguera. Senão, viveremos um caminho tão lento quanto

as dezenas de horas perdidas por ano na Avenida Mutinga, dentro do seu carro ou do ônibus. Nossa região melhorou, mas há muito tempo não tem merecido o carinho do poder público. A Expo 2020 pode colocar Pirituba de volta no mapa da cidade de São Paulo. Precisamos quebrar esse paradigma. Estar na cabeça desse megaevento vai potencializar todas as necessidades prementes para o povo que mora aqui. Chega de receber migalhas que sobram do orçamento ou que escapam das garras dos corruptos que nos cercam. Precisamos de uma Pirituba protagonista. A Expo 2020 é a porta de entrada para esse futuro tão próximo.


www.folhanoroeste.com.br

2ª Quinzena de Setembro 2013

CONEXÃO NOROESTE – VEREADOR ELISEU GABRIEL

Eliseu Gabriel E-mail: vereador@eliseugabriel.com.br

Plano de Metas

CAT na Edgar Facó

Área Escolar de Segurança

No dia 24 de agosto foi realizada no CEU Vila Atlântica, em Pirituba, reunião de lideranças locais para elaboração do Plano de Metas da Subprefeitura de Pirituba com a presença do Secretário Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo Vereador Eliseu Gabriel.

O CAT (Centro de Apoio ao Trabalho) Móvel da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo (SDTE) marcou presença na região Noroeste, de 2 a 13 de setembro. Os moradores da região tiveram acesso a vagas de emprego, formalização para Microempreendedores, entre outros serviços.

Eliseu Gabriel esteve presente na última reunião do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) Lapa, onde foram abordados vários assuntos do bairro, entre eles, a segurança do entorno da Escola Estadual Romeu de Moraes, na Vila Ipojuca. O Vereador Eliseu Gabriel é autor da lei da Área Escolar de Segurança.

No Jaraguá

Eliseu Gabriel prestigiando a 25ª. Festa da Primavera, realizada no Santuário da Mãe Rainha, no Jaraguá, no último dia 8 de setembro, onde estiveram presentes cerca de 1.000 mil pessoas.

Informe Publicitário

04


2ª Quinzena de Setembro 2013

www.folhanoroeste.com.br

Transporte | Por Gabriel Cabral

Linha Rubi da CPTM ganha nova estação Estação Vila Aurora está localizada entre as paradas de Jaraguá e Perus

C

om atraso de dois anos, a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CTPM) inaugurou no dia 9 de setembro a estação Vila Aurora da Linha 7-Rubi, localizada entre as paradas de Jaraguá e Perus. Durante o evento, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou que metade dos 20 trens que circulam na linha já apresenta ar condicionado, o que significa que “em breve” os demais também serão substituídos por novas composições. A introdução da nova parada visa atender 20 mil pessoas, entre moradores e trabalhadores da região de Cidade D’Abril, Jardim Ipanema, Vila Santa Lucrécia, Parque das Nações Unidas, Conjunto Habitacional Voith e Parque Jaraguá. Com investimento de R$ 40,3 milhões, a nova estação já possui acessibilidade adequada para deficientes físicos, apresentando elevadores e pisos táteis, comunicação em braile, corrimãos, rampas, além de banheiros adaptados. Os passageiros da região também

Foto: Diogo Moreira/Governo do Estado de SP

poderão ir à estação de bicicleta, uma vez que é disponibilizado um bicicletário com capacidade para 144 bikes. A parte externa do novo acesso à linha férrea também recebeu sistema de capacitação de águas pluviais para reuso, plantio de árvores e e trabalhos de paisagismo. Veja esta e outras matérias em nosso portal: www.folhanoroeste.com.br

17 05


06

www.folhanoroeste.com.br

Regional

2ª Quinzena de Setembro 2013

Confira a matéria na íntegra e fotos exclusivas em nosso portal www.folhanoroeste.com.br

Por Gabriel Cabral com colaboração de Priscila Perez confusão sobre o significado prático das concessões, pois os parques não serão vendidos para a iniciativa privada. Em entrevista ao jornal Folha Noroeste, Barros Munhoz – ex-presidente da Assembleia Legislativa e deputado estadual pelo PSDB - afirma que o projeto do governador é favorável à população, uma vez que “não há condição de um Estado ou Município preservar, como deve ser feito, todos os parques”. Para ele, a telefonia é o melhor exemplo de privatização. “Iríamos demorar cem anos para chegar aonde chegamos. Há muito tabu neficiadas com a medida, já que sobre as concessões”. teriam permissão para explorar o Sobre a cobrança de ingressos, Munhoz espaço. O deputado também disnão a considera injusta, desde que o valor seja corda das declarações do secretárazoável. “Isso será disciplinado no edital”. rio estadual do Meio Ambiente, Ele também criticou a intervenção petista no Bruno Covas, quanto à imporcaso, uma vez que o partido já realizou divertância de privatizar as áreas versas concessões em nível nacional. “O dinheiro des como forma de “desonerar o público é insuficiente num país como o Brasil, Estado e garantir a preservação para fazer minimamente o que a população ambiental”. Já Giannazi ressalta quer”, finalizou. que privatizar não significa, neEm meio às justificativas políticas para cessariamente, preservar. a privatização do Parque do Jaraguá, os piO líder de bancada do PSOL ritubanos parecem não concordar inteirana Assembleia acredita que hamente com o destino de um dos símbolos verá cobrança de ingressos nos mais queridos da região, embora as melhoparques, já que as empresas poderão, inclurias prometidas possam, de fato, revigorar sive, estabelecer preços. Oficialmente, a sea área. “A única alternativa que o morador cretaria estadual tem descartado essa possibide Pirituba tem para passear aos finais de lidade desde o início das discussões. Agora, semana é o Parque do Jaraguá”, resume o Bruno Covas já admite que a taxa possa ser piritubano Rafael Cardoso da Silva, de 23 implantada em alguns parques, com exceção anos. Ao contrário do depudo Jaraguá, o que deverá ser tado tucano, o jovem acreconfirmado no edital. “Não ser possível manter a haverá cobrança no Parque do Projeto já gerou dita administração do parque Jaraguá. A entrada e a circusob domínio do Estado, sem lação pelo parque são e conti- manifesto no comprometer a sua manutennuarão gratuitas”, afirma o se- Parque Estadual ção. “É possível com os imcretário. A seu ver, a polêmica postos que pagamos”. em torno do projeto se deve à do Jaraguá

Gestão Alckmin busca melhorias nos parques do Jaraguá e Cantareira via iniciativa privada

O

Parque Estadual do Jaraguá, uma das áreas verdes mais representativas do gênero (parque urbano) no Brasil sob o ponto de vista ambiental e histórico, poderá passar para as mãos da iniciativa privada caso o Projeto de Lei 249/2013, de autoria do governador Geraldo Alckmin (PSDB), avance na Assembleia Legislativa. Na Casa de Leis paulista, o Parque abriga o ponto mais alto da região metropolitana projeto é motivo de intensos dee um dos últimos remanescentes de Mata Atlântica bates entre os deputados estaduais, que divergem sobre o futuro do parque. Polêmicas à parte, a concessão tem para construir lojas e restaurantes dentro dos tudo para ser aprovada, uma vez que o PSDB parques, como também cobrar pela monitoria tem a maior base aliada da Casa. de trilhas. “A população não tem que pagar nada, pois já paga impostos altíssimos”, rebate Exploração comercial o deputado Carlos Giannazi (PSOL) em entreAlém de incluir no pacote de concessão vista ao jornal Folha Noroeste. Para ele, o PL os parques da Canteira e de Campos do Jorserá um duro golpe à população. dão, o PL permitirá que a vencedora da futura O parlamentar é a favor de manifestações licitação explore as áreas como bem desejar, como a do dia 23 de junho, quando 2 mil pesdesde que garanta a preservação do verde. No soas protestaram contra a privatização do Parentanto, a contrapartida – mesmo que comum que do Jaraguá. “Se a população não for para em concessões – poderá resultar na cobrança as ruas, o PL 249/2013 será aprovado”. Ao ser de taxas, a começar pelo estacionamento. Sequestionado sobre a concessão, Giannazi afirgundo o projeto, as empresas terão liberdade ma que as empresas seriam as primeiras be-

Edson Vieira

Ao defender “concessão”, governo paulista acende polêmica sobre possível cobrança de taxas dentro dos parques estaduais


2ÂŞ Quinzena de Setembro 2013

www.folhanoroeste.com.br

17 07


08

www.folhanoroeste.com.br

2ª Quinzena de Setembro 2013

Acontece na Região Noroeste Lapa Musicalidade paulistana no Sesc Pompeia Após o sucesso de seu primeiro CD, o grupo Bixiga 70 está prestes a lançar seu segundo álbum na Choperia do Sesc Pompeia. Formado em 2010, o Bixiga 70 se espelha na efervescência do cenário musical paulistano, misturando ritmos urbanos e tradicionais para criar um som natural, mais próximo das performances ao vivo. QUANDO: 19 e 20 de setembro. ONDE: Choperia do Sesc Pompeia Rua Clélia, n° 93. QUANTO: R$ 20. Começam as obras do monumento em homenagem a Lapa de Baixo Marco Nova Lapa/Lapa de Baixo, idealizado pela Associação Amigos da Lapa de Baixo (AALB), será inaugurado durante o aniversário do bairro, que comemora 423 anos no dia 12 de outubro. As obras já foram iniciadas. A homenagem será instalada na Praça Sebastião Jayme Pinto, localizada na Avenida Ermano Marchetti. Atividades gratuitas para a terceira idade Em parceria com o programa Itaú Viver Mais, o Shopping West Plaza oferece a partir deste mês uma série de atividades físicas e

socioculturais voltadas à terceira idade (55+), como ginástica, caminhadas, alongamento, dança e aulas de violão. As vagas são limitadas. Para se inscrever, basta comparecer ao Espaço Cliente do Shopping, no 1º Piso – Bloco C, tendo em mãos documento de identificação e duas fotos 3x4. Atividades físicas necessitam de atestado médico. QUANDO: das 7h às 10h, de segunda a sexta-feira nas passarelas do Shopping. Mais informações pelo e-mail espacocliente@westplaza.com.br ou no telefone (11) 3677-4015. Festival Cultivar agita os parques da cidade. Confira! Nesta edição, o público terá acesso a diversas atividades gratuitas, como exposições, oficinas, passeios, piqueniques, observação de aves e plantio de árvores. Em nossa região, o festival ocorrerá nos parques Água Branca e Villa-Lobos até 22 de setembro. No Dia da Árvore (21/9), o Parque da Água Branca receberá o Cultivar Talks, cujo tema será o convívio inteligente com a natureza. QUANDO: até 22 de setembro. ONDE: Parque Villa-Lobos - Avenida Professor Fonseca Rodrigues, 2001 – Alto de Pinheiros/ Parque da Água Branca - Avenida Francisco Matarazzo, 455 – Água Branca.

Receba nosso informativo em seu e-mail, cadastre-se: folhanoroeste@folhanoroeste.com.br

Pirituba/Jaraguá Programa Mais Médicos beneficia a região Médicos brasileiros e estrangeiros que se inscreveram no programa “Mais Médicos”, do governo federal, vão integrar o corpo clínico de UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da região noroeste, como Vila Pirituba, Parque Maria Domitila e Elísio Teixeira Leite. As atividades serão iniciadas ainda este mês. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a unidade Parque Maria Domitila deverá receber o maior número de profissionais intercambistas, ou seja, médicos estrangeiros ou brasileiros formados no exterior. Distrital Noroeste homenageia policiais que se destacaram em 2013 A Distrital Noroeste da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) realizará no dia 9 de outubro uma homenagem a representantes da Polícia Militar pelos serviços prestados à comunidade. A solenidade é realizada anualmente, tendo como objetivo simbolizar o reconhecimento da comunidade. QUANDO: 9/10, das 19h30 às 22h30. ONDE: Rua Luís Braille, 08 – Pirituba. Mais informações no telefone (11) 3831-8336.

CEU Vila Atlântica recebe audiência devolutiva do Plano Diretor Realizada no dia 31 de agosto, audiência reuniu representantes das subprefeituras Pirituba/Jaraguá, Perus, Freguesia do Ó e Casa Verde no CEU Vila Atlântica com o intuito de debater as demandas locais, com participação direta da população. Para o subprefeito Carlos Eduardo Silva Diethelm, a atividade é um grande avanço para a região. “As questões regionais também devem ser consideradas neste projeto”, resume.

Freguesia/Brasilândia USF oferece curso preparatório para vestibulandos De olho nos principais vestibulares do País, a Unidade São Francisco (campus Freguesia do Ó) oferece aos estudantes da região noroeste aulas gratuitas de conhecimentos gerais e atualidades, ministradas por professores da instituição. Entre os assuntos tratados estão economia, política e meio ambiente. QUANDO: até 30 de novembro. ONDE: Rua Antonieta Leitão, 129 – Freguesia do Ó. Acesse o calendário completo no site www.usf.edu. br/vestibulando. Mais informações pelo telefone (11) 3411-2950.

Fique sabendo... Subprefeituras terão conselho regional com adesão popular Conselho Participativo Municipal contará com 1.125 conselheiros regionais, os quais serão eleitos diretamente pela população no dia 8 de dezembro. Para concorrer, o munícipe deve comparecer à sede de sua subprefeitura com título de eleitor, documento com foto e uma lista com, no mínimo, 100 assinaturas de cidadãos que o apoiem. Inscrições: até 21/9.

Serviço 190 da PM será terceirizado Para aumentar o efetivo policial nas ruas, o governo de São Paulo anunciou que irá terceirizar o serviço de atendimento de emergências por telefone nos próximos três meses. A princípio, a readequação do 190 será realizada na capital paulista e nos municípios de Osasco e São José dos Campos. Atualmente, 900 policiais atuam na central de monitoramento da PM.

Prefeitura estuda criar empresa de ônibus municipal para emergências Empresa de transporte público é idealizada para situações emergenciais, como greves de concessionárias de ônibus. Segundo o prefeito Fernando Haddad (PT), a nova companhia municipal vai facilitar o gerenciamento do sistema de transportes paulistano. Por outro lado, não há interesse em retomar a operação do sistema ou intervir nas viações em crise.

SP já conta com 150 km de faixas exclusivas As faixas exclusivas para ônibus, implantadas sempre à direita nas principais vias da cidade, já somam 150 km. Até 2016, a meta é criar mais 70 km de faixas exclusivas e 150 km de corredores de ônibus (separados dos automóveis). Os motoristas que desrespeitarem a regra são multados em R$ 53,20 (infração leve) e perdem três pontos na carteira de habilitação.


10

www.folhanoroeste.com.br

2ª Quinzena de Setembro 2013

Regional por Eduardo Fiora

Vereadores aparam arestas da nova Operação urbana Água Branca Divergências quanto à utilização dos quase R$ 600 milhões da atual Operação Urbana atravancam o início das intervenções na região Foto: Divulgação

P

passarela com recursos já existentes nos corestes a ir para votação no plenário da fres da atual Operação Urbana Água Branca, Câmara Municipal, o Projeto de Lei que vigora desde 1995. Porém, o promotor de Substitutivo da Operação Urbana Água Habitação e Urbanismo, Roberto Carramenha, Branca ainda tem alguns artigos em debate na presente à Audiência Pública, reiterou sua reComissão de Política Urbana. comendação feita semanas atrás aos vereaEm nova Audiência Pública realizada na dores: a passarela não deve ser custeada com quinta-feira (12), no Salão Nobre da Câmarecursos da Operação Urbana, mas sim com ra, a Comissão apresentou as linhas gerais dinheiro da WTorre, responsável pela construdo Substitutivo e explicitou os pontos que ção da Arena Palmeiras. geram divergências, entre eles a construção Carramenha explicou que o Ministério de uma passarela ligando os dois lados da Público (promotor José Carlos Freitas) pediu Avenida Francisco Matarazzo, na altura do na Justiça a demolição da Arena, algo que a Viaduto Antártica. Justiça negou. Diante dessa negativa, a ProA obra é uma demanda da Associação motoria luta para que a WTorre arque com Amigos da Vila Pompeia, presidida por Maobras como a passarela da Avenida Francisco ria Antonietta de Lima e Silva. “Já converMatarazzo. “Nada impede, no entanto, que a sei com diretores da CET e da SP Obras que Prefeitura, via orçamento, possa realizar essa consideram a passarela muito importante para obra”, ponderou o promotor. ordenar o fluxo de pedestres Outro ponto sobre o em dias de jogos e shows qual há divergências entre na futura Arena Palmeiras. os vereadores é a reforma Havia um consenso entre os É consensual de conjuntos habitacionais vereadores da Comissão de a aplicação na Água Branca. Paulo que essa obra deveria estar Frange e Andrea Matarazzo elencada no Substitutivo da dos recursos (PSDB) entendem que essa Operação Urbana. Mas agora da Operação obra deva ser custeada com a obra sumiu do texto final verbas da futura Operação que nos apresentaram”, afir- Urbana em obras ma a líder comunitária. estruturais, como Consorciada Água Branca. Já Nabil Bonduki (PT) deO vereador Paulo Frange a ampliação da fende o custeio com base (PTB) assumiu publicamenno saldo hoje existente na te a defesa da construção da Av. Auro Soares

Os vereadores Police Neto, Nabil Bonduki e Andrea Matarazzo discutem os últimos detalhes do substitutivo em nova audiência na Câmara

conta da atual Operação Urbana (que deverá chegar brevemente a R$ 600 milhões). Após uma série de ponderações e a intervenção do vereador Police Neto, Nabil e Matarazzo (PSD) acabaram chegando a um consenso: com os cofres da Operação Urbana em vigor apontando para um saldo de R$ 600 milhões, será possível custear as seguintes obras: novas galerias para os córregos Água Preta e Sumaré (já em andamento); ampliação da Avenida Auro Soares de Moura Andrade (paralela à Francisco Matarazzo);

construção de 630 unidades habitacionais para famílias de baixa renda e reforma de conjuntos habitacionais. Os vereadores, em conjunto, prometeram dar um encaminhamento à construção da passarela. “Continuo defendendo a construção da passarela com recursos da Operação Urbana. O tempo é curto, mas também vou me empenhar para que constem no Substitutivo obras viárias de ligação da Avenida Pompeia com a Auro Soares de Moura Andrade”, afirma Maria Antonietta.


2ÂŞ Quinzena de Setembro 2013

www.folhanoroeste.com.br

17 11


Ensino

Espaço Canello Marques

A educação como agente transformador

A

educação é de fato a forma mais efetiva de transformação do ser, é nela que se pode desfrutar dos gostos e afetos humanos, sendo nela e por ela alcançados objetivos coletivos de transformação. O aluno aspira emoções e cria um mundo de imaginações com novos conceitos. Um aluno encantado será aquele que deslumbra e encanta-se com aquilo que vem sendo falado, escrito ou até mesmo pensado em sala de aula como demonstração real, simples e objetiva do que ocorre ao seu redor, com o crescimento na exatidão de conceitos já formados pela sociedade, mas que ele com mente aberta a novas visões não aceita e até muitas vezes estabelece discussões nem sempre bem vistas por aqueles que estão acostumados a pensar de forma regrada. O desafio de construir uma nova educação é a etapa de todos nós, mas que deve passar essencialmente por nossos alunos estimulados a pensar e refletir de forma construtiva, que partem da realidade respeitando sua identidade e seu meio de vida. Isso significa dizer que não podemos eliminar sua história e sim aproveitar sua bagagem incorporando-a aos pensamentos e alusões trabalhadas em sala, onde sua realidade se tornará base para discussões. Chamando assim a atenção para a criação de expectativas cognitivas do seu aprendizado. Por isso, podemos dizer que o processo de

educação passa efetivamente por relações diretas com o ser. Com isto a relação professor/ aluno é uma chamada para mostrar o que ela é capaz de provocar no cotidiano de um aluno. Sabe-se que o jovem estabelece uma relação direta com a linha do aprender, onde se torna parte concreta do processo aprender/ensinar. Sem esta linha será difícil construir um mundo novo com alusões e perspectivas diferenciadas, capazes de humanizar as relações e trabalhos construídos em coletivo. Quando há participação familiar o grau de aprendizagem evolui demonstrando que a presença da família estimula e aumenta o aproveitamento escolar. Isso acontece principalmente porque o jovem passa a ser estimulado e automaticamente cobrado a alcançar resultados. Mas que resultados esperados são estes? A soma daquilo que ele pode produzir, estimulado pela sua capacidade, onde haja um destaque, conseguindo assim o seu resultado pessoal. É notório que a educação passou por uma forte transformação desde a década de 70, quando houve necessidade de expandí-la a todas as classes sociais a fim de permitir acesso à mesma para toda e qualquer parcela social. Por isso, compreender que a educação transformada e mudada relativamente às épocas, que hoje nos faz encontrar num momento em que é preciso estimular o aluno

pelo gosto contínuo, mas sem desconsiderar a fase que estamos, chamada também de “Era tecnológica”. Trabalhar e estimular em uma “Era” que tudo é acessível e fácil, ou seja, o acesso às informações se torna costumeiro, pois basta um clique e a informação está presente, assim podemos dizer que fica difícil trabalhar em sala, pois os jovens cada vez mais dinâmicos e tecnológicos possuem características cibernéticas e a busca pelo conhecer “primitivo” em sala vai perdendo espaço. É claro que isso não ocorre se o educador usar esta mesma tecnologia e os conceitos de vivências destes jovens para incorporá-los aos contextos sociais e assim dinamizar a aprendizagem. O aluno, a realidade de onde ele vem e suas aspirações a partir das vivências trazendo para uma discussão realista que permita ao aluno crescer e se identificar com a educação apresentada, uma educação de afeto e conquistas ilimitadas que fará com que este cresça a um mundo inovado e diversificado. O professor deve orientar, porém sempre estimular a criação natural, hoje cada vez mais incorporada às inúmeras faces da sociedade. Mas como um professor que viveu em um tempo com costumes e características diferentes poderá sentir-se capaz de atender, aceitar e participar destas novas fases? O professor estará sempre em evidência ao se aproximar da

realidade e incorporando para si a leitura definitiva do que o aluno está ansioso para aprender, buscando na inovação e não tendo medo de enfrentar os desafios impostos pelo mundo digital, tecnológico e, sobretudo, HUMANO. Estimular a leitura, conceitos e reflexões são atividades complexas da educação, mas com tantas ferramentas estas ações podem se tornar cada vez mais fáceis e interessantes, onde somadas ao estímulo da própria profissão de educar podem se tornar algo mais que interessante. Educar com afeto e carinho e assim construir uma sociedade mais igualitária e justa onde os preceitos sociais sejam os mais alçados, isso sim será o resultado não pretendido, mas sim alcançado. Clareza, dedicação e compromisso não serão nunca considerados como mérito, mas sim uma obrigação daquele professor que acredita na educação moderna, construtiva e inovadora que aplica com sentimentos ao aluno e espera que o retorno seja um cidadão mais consciente e capaz de fazer a diferença na sociedade.

Harlei Campos de Andrade Professor de Geografia do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental do Colégio Canello Marques


Parque São Domingos ganha padaria com tradição europeia Objetivo é trazer de volta o famoso “bolo da vovó”, além de oferecer um completo café da manhã aos finais de semana e feriados. O diferencial da Padaria Berta é a qualidade

G

ostosuras como bolo de fubá, de coco, milho, aipim, gelado - com aquele toque especial da vovó e gostinho interiorano -, cupcake artesanal, entre outras delícias, poderão ser encontradas na Padaria Berta, inaugurada no último dia 12. Nascido no município de Manteigas, em Portugal, numa pequena vila chamada Lamego, Estevão Cândido Biscaia Martins, proprietário da Padaria Berta, chegou ao Brasil com apenas 11 anos de idade. Após trabalhar em diferentes ramos, investiu, em parceria com seu irmão, na primeira padaria da região, localizada exatamente no mesmo prédio da Padaria Berta. Mais tarde, porém, venderam o estabelecimento e apostaram em outros comércios. Após alguns anos afastado do ramo, Estevão resolveu montar a Padaria Berta, cujo nome é uma homenagem à matriarca da família, sua saudosa mãe. Tomou essa decisão influenciado pelo pedido de sua irmã caçula e também pela paixão aos pães, haja vista que sua mãe Felisberta já fabricava pão desde muito antes dele nascer, na aldeia em que vivia. Agora, nesta nova etapa de sua vida, ele contará com o apoio de sua esposa, Sônia Regina Martins, e de seus dois filhos, Estevão Rafael e Cândido Licínio Biscaia Martins, Cândido, o mais velho, conta que as padarias mudaram muito o seu perfil. Hoje, para servir um simples cafezinho, o funcionário precisa ser bem treinado por um barista, o que há alguns anos não existia. “Trabalharemos com café Gourmet Santa Mônica, que é mais sofisticado e considerado o melhor do mercado”, afirmou Cândido.

Qualidade e bom preço

O grande diferencial da Padaria Berta é a qualidade dos produtos, que são confeccionados por profissionais

APOIO

qualificados, altamente treinados e de renome. O estabelecimento oferece café da manhã estilo americano, com grande variedade de alimentos, incluindo bacon e ovos, aos finais de semana e feriados, sendo que aos domingos o café se estende até, aproximadamente, às 15 horas. Também há Happy Hour, com consumação à vontade, incluindo pães e caldos. Ambos custam R$ 21,90 por pessoa. Além disso, de segunda a sábado, é servido almoço com um vasto cardápio, cujos pratos remetem às cidades do norte de Portugal. A refeição sai por R$ 39,90 o quilo. “Temos uma grande variedade de pães. É uma linha bem diversificada, que inclui, por exemplo, brioche integral e pão alemão, que mais parece um pequeno panetone. O preço é justo e acessível, e a qualidade é de altíssimo nível. Garanto que os preços são bem menores se comparados aos das padarias da zona sul”, afirma Cândido.

A Padaria Berta também disponibiliza uma mesa específica para mini salgados e folhados, sempre quentinhos e fresquinhos. Cândido também aposta na diversificada linha de frios para atingir todas as classes sociais. Pensando nisso, há ainda uma pequena mercearia. Já as bebidas são das mais variadas. O estoque conta com alguns vinhos, uma grande variedade de cervejas importadas e poucas marcas de destilados, porém de qualidade, como a pinga Espírito de Minas, tequila José Cuervo e whiskys. É uma linha restrita, para quem conhece e gosta. Outro serviço que faz a diferença

é o delivery, que será implantado em aproximadamente 60 dias, sem cobrança de taxa de entrega. “Teremos um departamento de telemarketing, exclusivo, só para atender ao delivery”, informou Cândido. Para facilitar a vida do cliente, a Padaria Berta firmou parcerias com os lojistas vizinhos para que o consumidor tenha mais opções de vagas de estacionamento. “Além disso, estamos contratando um serviço de Valet, que não será cobrado do consumidor”. Todo cliente será tratado de forma única e especial. Venha conferir a mais nova padaria do Parque São Domingos.


14

www.folhanoroeste.com.br

2ª Quinzena de Setembro 2013

Gastronomia

Veja outras receitas de quiche em nosso portal www.folhanoroeste.com.br; clique em cadernos – Culinária

Entrada à francesa Adicione ao cardápio o sabor inigualável da quiche - um clássico da culinária europeia que esbanja simplicidade Quiche de queijo com massa de biscoito

Quiche Lorraine

A tortinha é originária da região francesa de AlsáciaLorena, território francês que já foi comandado por alemães. Não à toa, o nome “quiche” vem do alemão “küchen”, que significa torta. Após as disputas territoriais, o prato foi batizado de Quiche Lorraine (Lorena em francês).

Fotos: Divulgação

Por Chef Del Filho

Iguaria europeia

Ingredientes 250 g de farinha de trigo 125 g de manteiga 1 gema de ovo 50 ml de água 1 pitada de sal Recheio 250 g de bacon bem magro e em cubinhos 100 ml de vinho branco seco 200g de queijo emmental ralado 2 ovos inteiros e 2 gemas 200 ml de leite 200 ml de creme de leite fresco Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo • Misture todos os ingredientes e amasse com os punhos até tornar a massa bem homogênea. Envolva-a em um plástico e deixe na gaveta de verduras da sua geladeira por 1 hora. Enquanto isso, leve o bacon ao fogo e frite bem. Junte o vinho branco e deixe reduzir quase tudo. • Monte a quiche: em uma forma de fundo removível própria para quiche e tortas, abra a massa e molde-a na forma. Faça furos por todo o fundo da massa. Cubra primeiro com bacon e por cima o queijo. Na sequência, bata os ovos inteiros e as gemas, junte o leite, o creme de leite e bata bem. Corrija o sal e a pimenta, e despeje sobre a torta. Leve ao forno quente preaquecido para dourar.

Ingredientes 8 unidades de biscoito “tipo Club Social” 100 g de manteiga 1 xícara (chá) de leite 1 xícara (chá) de creme de leite fresco 100 g de mussarela ralada 100 g de queijo parmesão ralado Sal e pimenta a gosto 300 g de tomate-cereja cortado em quatro Folhas de manjericão a gosto Azeite a gosto 4 ovos

Dica do Chef

Modo de preparo • Massa: no liquidificador, bata os biscoitos até formar uma farinha. Misture a manteiga até obter uma farofa bem úmida.  Forre o fundo e as laterais de uma forma de 22 cm de diâmetro com fundo removível. • Recheio: no liquidificador, bata o leite, o creme de leite, os ovos, a mussarela, o queijo parmesão, o sal e a pimenta.  Despeje sobre a massa e asse em forno preaquecido a 200 °C durante 45 minutos ou até dourar. Retire do forno, deixe amornar e desenforme. Na hora de servir, distribua sobre a torta o tomate, as folhas de manjericão e regue com azeite.

Use sua criatividade e faça a quiche de outros sabores. Aposte em recheios como cogumelos, legumes, cebola, embutidos e até frutos do mar. Caso queira, adicione o queijo de sua preferência. O prato também vai bem com salada.

Para eventos e gastronomia, entre em contato com delfilho@me.com. Tel:. (11) 95205-1928


2ÂŞ Quinzena de Setembro 2013

www.folhanoroeste.com.br

17 15


2ª Quinzena de Setembro 2013

www.folhanoroeste.com.br

REGIONAL | Por Grace Kelly Teixeira

Sub Lapa está incomunicável desde julho Só é possível entrar em contato com a regional pessoalmente e, ainda sim, com dificuldade

Crédito: Imagem ilustrativa

A

Subprefeitura da Lapa, localizada no número 1.000 da Rua Guaicurus, está sem telefone desde julho. E o único ramal “disponível” encontra-se ocupado constantemente. O inconveniente é causado pela readequação do sistema de telefonia, que ficaria temporariamente indisponível durante 20 dias, a partir do dia 11 daquele mês. A Folha Noroeste tentou entrar em contato com a regional e, após muita insistência, foi finalmente atendida por um de seus funcionários, através de outro número de telefone, o qual informou que a “subprefeitura estava incomunicável, tanto por telefone quanto por e-mail”. Diante disso, a equipe do jornal foi obrigada a ir até o local em busca de meios mais eficientes de comunicação. Em resposta ao ocorrido, a Assessoria de

Imprensa da Sub Lapa esclareceu que foi firmado um novo contrato de telefonia em 15 de julho e que “a prestadora tem um prazo de 120 dias para a conclusão das novas instalações e início do serviço”. Após o questionamento, foram disponibilizados os seguintes telefones provisórios: Defesa Civil, Telefonista e Gabinete (38645365); Praça de Atendimento (3672-8409); Conselho Tutelar (3864-5365); Pátio de Apreensão e CPO (3611-9475); e Almoxarifado (3611-3501). Contudo, o prazo de quatro meses para a instalação da linha telefônica não parece compatível com a agilidade da prestação de serviço para o cidadão comum. Em residências, o prazo médio é de até 10 dias úteis. Veja esta e outras matérias em nosso portal: www.folhanoroeste.com.br

17


18

www.folhanoroeste.com.br

2ª Quinzena de Setembro 2013

e-mails do leitor Buraco e desnível de asfalto Depois de algumas tentativas no 156 da Prefeitura sem sucesso, solicito ao jornal Folha Noroeste que, se possível, ajude a resolver os problemas de tapa-buracos, desnível de asfalto e sarjeta existentes no cruzamento da R. Cel. José Venâncio Dias com a Estrada Turística do Jaraguá. O local está com muitos buracos, tornando o cruzamento muito perigoso. O farol abre e não dá tempo para cruzar mais de três carros. Assim, esta travessia acaba sendo lenta, para não estragar amortecedores, molas e protetor de cárter. Tenho protocolos desde o dia 3 de maio deste ano, sendo que no telefone 156 só me informam que a solicitação já foi transmitida para o setor responsável. Só resta aguardar. Rosivalda da Silva Jacomel

Resposta Assessoria de Imprensa Subprefeitura Pirituba/Jaraguá A Subprefeitura Pirituba/Jaraguá esclarece que com relação ao cruzamento da Estrada Turística do Jaraguá com a Rua Coronel Venâncio Dias, foi solicitada a intervenção da Sabesp no local para que possamos realizar os serviços pertinentes à reconstrução de sarjetão, nivelamento e tapa-buracos, que vêm sendo executados constantemente pelas equipes da Subprefeitura. Assim que houver a execução dos serviços por esta concessionária, realizaremos as obras necessárias, uma vez que com o esgoto invadindo constantemente o pavimento, os reparos promovidos não surtem efeito.

Alteração de mão na Rua Rumi de Ranieri (edição 125) Venho me manifestar, até indignada, quanto à resposta da CET, pois recebi uma mensagem sobre a alteração da mão de direção na Rua Rumi de Ranieri em novembro de 2012, em resposta ao meu pedido efetuado em maio daquele ano, e nada foi feito até o momento. Avalio que a CET esteja

aguardando algum acidente mais expressivo para tomar a atitude planejada. Célia Regina Biffi

Resposta Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) A CET informa que a alteração de circulação na Rua Rumi de Ranieri estava prevista, porém não foi realizada em razão de manifestação de moradores contrários ao sentido único no trecho proposto. A CET realizou nova pesquisa de campo e o resultado mostrou que a maioria não concorda com a mudança.

SIURB não fiscaliza serviços Na edição de julho/13 a SIURB ficou toda melindrada com a cobrança de serviços no Viaduto Fepasa. Tenho a informar que a mesma empresa, a Concrejato, realizou serviços nas juntas de dilatação da Ponte do Piqueri e alguns meses depois os buracos voltaram. Agora também estão aparecendo as ferragens. Isso que é qualidade! Ora dona SIURB, fiscalize com mais competência e não se esqueça de que o munícipe sempre fala a verdade. Atenção. Celso Guarnieri

Vila Pereira Barreto Existe um terreno arborizado e cercado no quadrilátero formado pelas ruas Santa Romana, Padre Mariano Ronchi, Águas Claras e Baltazar da Silveira, onde ainda é possível ver duas pequenas torres em ruínas da primeira igreja de Vila Pereira Barreto, construída nos anos 40. Parece-me que o terreno pertente à Subprefeitura de Pirituba. Existiam ali uma praça e duas casas simples habitadas por funcionários da Prefeitura para preservação do local. Verifiquei agora que árvores antigas estão sendo derrubadas para novas construções. Não seria interessante cobrar mais fiscalização das autoridades? Pois, trata-se de uma área verde essencial ao bairro, isso sem falar do patrimônio histórico lá existente. Nivaldo Godoy

Resposta Assessoria de Imprensa Subprefeitura Pirituba/Jaraguá A Subprefeitura Pirituba/Jaraguá esclarece que a área foi vistoriada, atendendo à solicitação de munícipes com referência a sua conservação. O local recebeu serviços de limpeza e remoção de grandes objetos entre 24 e 27/06/13. Já estamos providenciando a verificação da situação dos imóveis ali existentes, sendo prevista ainda a recomposição do cercamento da área.

Impacto no trânsito Sou leitor do jornal Folha Noroeste e gostaria de parabenizá-lo pelo serviço prestado. Não sei se vocês já abordaram este assunto, mas gostaria de saber se existe algum projeto para reduzir os impactos no trânsito em nossa região, devido à construção de grandes condomínios na região da Avenida Raimundo Pereira de Magalhães – sem contar o novo shopping. Atualmente o trânsito já está caótico na região, principalmente nos horários de pico, e quando o shopping e os futuros condomínios estiverem prontos tenho certeza que a ponte do Piqueri vai travar. Ricardo Bellucco Camargo

Resposta Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) Sobre a solicitação, a CET informa que encontram-se em desenvolvimento propostas para a região da Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, com implantação prevista a pequeno, médio e longo prazo, de acordo com o porte das intervenções. Os estudos propõem medidas de infraestrutura urbana e envolvem várias secretarias, considerando, inclusive, a necessidade de nova ponte em apoio à Ponte do Piqueri.

Viaduto Mutinga Utilizo diariamente o viaduto sobre a Anhanguera, o novo viaduto Mutinga. Há algumas semanas percebo que a iluminação está apagada. Peço a gentileza de informarem à subprefeitura sobre o problema, para que sejam tomadas as devidas providências. De manhã é muito escuro e não se enxerga o caminho. Estamos correndo risco de assaltos ou queda! No sentido Vila Piauí – Anhanguera, já presenciei carros tentando subir o viaduto na contramão pela má sinalização, que fica na curva da escola municipal. Arnaldo Gulman

Reclamação da Sabesp Gostaria de registrar uma reclamação. Já é a terceira vez em 1 ano que a rede de esgoto da Rua Adalberto Melo Lucena, defronte ao nº 100, afunda. A Sabesp enche o buraco de terra e asfalta. Por que não verificam a rede de esgoto para saber se ela não está vazando e causando o afundamento da terra? Eles querem que forme uma cratera no meio da rua, como na Willis Roberto Banks, no Jardim Maria Domitila, colocando a casa e a vida dos moradores em risco? Décio Beluzo Jr.

Resposta Companhia de Saneamento Básico de SP (Sabesp) A Sabesp esclarece que uma equipe esteve no local e realizou o televisionamento da rede coletora de esgoto. Durante o serviço, foi identificado um pequeno rompimento a aproximadamente um metro do poço de visita, provável causa do aparecimento do solapamento citado pelo cliente. Os reparos já foram executados.

• Veja como enviar seu e-mail Envie para contato@folhanoroeste.com.br ou folhanoroeste@folhanoroeste.com.br com as seguintes informações: nome completo, telefone para contato e endereço.


2ª Quinzena de Setembro 2013

www.folhanoroeste.com.br

SAÚDE | Por Grace Kelly Teixeira

Alvará de funcionamento

USP não é mais responsável pela gestão do PS da Lapa Concurso público vai garantir a contratação de médicos para a unidade

N

o dia 1º de setembro, o Pronto-Socorro da Lapa, localizado na Av. Queirós Filho, passou a ser administrado, novamente, pela Autarquia Hospitalar Municipal (AHM) – ligada à Secretaria Municipal da Saúde. De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, o contrato de gestão firmado com a Fundação Faculdade de Medicina da USP para administrar o PS não foi renovado a pedido da própria instituição. Desse modo, todos os contratos de serviços, informatização, corpo administrativo e de profissionais de saúde - exceto médicos – passaram a ser fornecidos pela AHM. Para não comprometer o atendimento, a Autarquia informa que tentou recontratar os médicos que já atuavam na unidade para as vagas de emergência, mas não obteve resposta positiva. Por este motivo, foi realizado em caráter de urgência um aditivo ao contrato de gestão com a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), que contratou os profissionais,

Foto: Grace Kelly Teixeira

enquanto são finalizados os trâmites do concurso público. A equipe do Jornal Folha Noroeste esteve no local e constatou que, ao contrário do que informa a Autarquia, não há médicos atendendo na unidade. Todos os pacientes estão sendo encaminhados ao Hospital Sorocabana, localizado na Rua Faustolo, também no bairro da Lapa. Além do chá de cadeira, a equipe não obteve nenhuma resposta sobre a divergência de informação. Veja esta e outras matérias em nosso portal: www.folhanoroeste.com.br

17 19

A Associação Comercial de São Paulo (ACSP), no seu objetivo de defender o empreendedor e a livre iniciativa de empreender, sobretudo a pequena e média empresa - setor responsável pela criação do maior número de empregos e gerador de riquezas -, sempre defendeu a viabilidade da concessão de Auto de Licença de Funcionamento, desvinculada da condição do imóvel, como: existência de habite-se, auto de vistoria, alvará de conservação, auto de conclusão, certificado de conclusão e auto de regularização. Está mais do que provado que São Paulo é uma cidade com forte vocação para os negócios, tanto no varejo como no atacado, com destaque incomparável no segmento de prestação de serviços. Prevalecer esse rosário de exigência e burocracia para se instalar em qualquer segmento citado é travar fortemente o desenvolvimento econômico e social de São Paulo, pois nenhuma outra cidade do Estado tem as mesmas exigências, e isso gera fuga das empresas para outras praças. Para que um imóvel se transforme em irregular e impróprio para receber legalmente uma empresa, basta que o seu proprietário construa nos fundos uma pequena cobertura ou uma casa de boneca de 1 ou 2 metros quadrados, que, apesar de não oferecer qualquer risco ou obstáculo para o ramo que se queira operar, já impede o cidadão de obter a tão necessária licença. Felizmente, para corrigir definitivamente

esse grave e desnecessário entrave da Lei atual, no mês de agosto passado foi aprovado em segunda votação o PL 238/2013 do vereador Ricardo Nunes, que agiliza a obtenção de Auto de Licença de Funcionamento para imóveis com até 1,5 mil metros quadrados de área. O vereador observou que a cidade de São Paulo tem 2,4 milhões de Cadastros de Contribuintes Mobiliários (CCMs), mas apenas 65.230 licenças de funcionamento – correspondente a apenas 20% dos comerciantes. Ou seja, 80% deste total funciona de maneira irregular, índice esse que justifica a revisão da legislação vigente. Para o parlamentar, essas irregularidades também contribuem para o aumento da corrupção O projeto seguiu para sansão ou veto do Prefeito Fernando Haddad, o qual deverá aprová-lo sem cortes. Quando da entrada em vigor, os comerciantes devem apresentar apenas um laudo técnico atestando a segurança do imóvel, assinado pelo técnico responsável, juntamente com o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros.

Valnoy Pereira Paixão

Diretor superintendente Distrital Noroeste Rua Luis Braille, 08 Tel:. 3831-8454 / 3831-8336 / 3831-2369 E-mail: dnoroeste@acsp.com.br


20

www.folhanoroeste.com.br

Imテウveis & Classificados

Grandes Oportunidades de Negテ田ios e empregos

2ツェ Quinzena de Setembro 2013


2陋 Quinzena de Setembro 2013

Im贸veis & Classificados

www.folhanoroeste.com.br

17 21


22

www.folhanoroeste.com.br

Im贸veis & Classificados

Anuncie: 3902-2747 | comercial@folhanoroeste.com.br

2陋 Quinzena de Setembro 2013


2陋 Quinzena de Setembro 2013

Im贸veis & Classificados

www.folhanoroeste.com.br

17 23


Fn edi 128 web  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you