Page 1

Nor este

Folha

www.folhanoroeste.com.br

GASTRONOMIA (PG. 20)

O seu “bom dia” com mais sabor

Presenteie as mulheres da sua vida com um delicioso café da manhã. Elas merecem! cidade (PG. 18)

Fórum Social debate soluções para promover inclusão na Leopoldina

Nova unidade da rede Bom Prato e albergue exclusivo para mulheres estão entre as iniciativas que devem chegar à região PG. 23 a 27

Imóveis & Classificados Mais de 100 oportunidades de negócios de imóveis

PompEia - Leopoldina - Lapa - Pirituba - Freguesia do Ó - Jaraguá

ESPECIAL – Pg. 6

Um grito sem voz Vítimas da intolerância, mulheres ainda são alvo de agressões físicas e psicológicas em pleno século 21

Ano VI - Nº 138 1ª quinzena Março 2014


02

www.folhanoroeste.com.br

1ª Quinzena de Março 2014 Editorial

Expediente Diretor Responsável

Edson Vieira

Departamento Comercial

Ricardo Lobo

Jornalista Responsável

Ronald Gimenez - MTB 23.373 Editora e Redatora

Priscila Perez

Jornalista e Redator

Anderson Silva

Administrativo/Financeiro

Rosângela C. Franco

Diagramação

Dorival Lopes Júnior

Impressão:

S.A. O Estado de São Paulo (Tel: 3856-2424/2401) Tiragem:

90.000 exemplares Tels: (11) 3904-7081 Comercial: 3902-2747 / 3904-7085 Site: www.folhanoroeste.com.br e-mail: contato@folhanoroeste.com.br Curta nossa página www.facebook.com/folha.noroeste Artigos assinados são de responsabilidade de seus autores.

PLUGADOS E DESPLUGADOS, TUDO AO MESMO TEMPO

O

tema, levantado pelo amigo Edson, já foi muito debatido: o impacto da tecnologia portátil na vida das pessoas. Não há como negar os gigantescos avanços que tivemos com o desenvolvimento de softwares e consoles. Podemos ganhar muito tempo utilizando esses recursos. Pagamos contas com o celular utilizando a impressão digital. Descobrimos a resposta certa para uma grande discussão consultando a fonte adequada. Encontramos a receita de um bom remédio caseiro para dor de barriga. O mundo realmente está na palma da mão, com Smartphones e Tablets. E daqui a pouco teremos mais, e mais, e mais.

Ronald Gimenez é jornalista e editor-chefe da Rádio SulAmérica Trânsito ronald.gimenez@terra.com.br

Tudo isso poderia ser apenas maravilhoso, já que sonhamos com esse avanço décadas atrás. Mas há algo nocivo acontecendo: O diálogo está acabando. O celular está nos aprisionando num incrível universo da solidão. Famílias inteiras se sentam à mesa e ao invés de colocarem a conversa em dia, preferem tirar foto do prato feito para postar no Instagram. Depois disso, ficam com os olhos grudados no aparelho para saber quem “curtiu”. Ficamos dependentes das Redes Sociais e dos aplicativos. Tenho certeza que você deve, ao longo de um mês, ter mais curtido publicações dos seus filhos do que dado beijos neles. Você provavelmente falou com sua namorada ou esposa mais pelo WhatsApp do que ao vivo, cara a cara.

Outro dia a minha filha me pediu para fazer um Waffle coberto com brigadeiro. Até aí tudo bem. Mas o pedido veio com uma mensagem instantânea enviada do quarto dela, a dez metros de mim. Por isso me coloco nesse mesmo balaio. Esse domínio interativo está nos deixando pessoas piores. Não conseguimos ouvir os amigos que ainda querem falar conosco. Dá tempo de mudar. Um exercício ótimo é deixar o celular num canto no exato momento que você entrou em casa. No começo pode “doer”, mas passa. Mais conversa, menos dúvidas sobre a vida. Para entender um pouco melhor isso, entre nesse link. É uma ótima campanha da Coca Cola: www.youtube.com/watch?v=_u3BRY2RF5I


www.folhanoroeste.com.br

1ª Quinzena de Março 2014

CONEXÃO NOROESTE – VEREADOR ELISEU GABRIEL

JARAGUÁ

O mato estava alto na Rua Ema Albani com Dr. Rafael de Araújo Ribeiro, no Jaraguá. Mais um pedido de moradores atendido.

VILA ZATT

O Vereador Eliseu Gabriel agilizou o pedido da comunidade com a CET para que as ruas do bairro ganhassem sinalização e faixas.

Eliseu Gabriel E-mail: vereador@eliseugabriel.com.br

Eliseu na abertura da Feira do Empreendedor 2014

O Vereador Eliseu Gabriel (Secretário Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo) no estande da Secretaria, que dirige, montado no Expo Center Norte.

Vila Zatt recebe faixas de sinalização

Na Av. Mutinga, 951, nossa grande conquista! As obras do Instituto Federal começaram

Eliseu Gabriel ao lado de Guilherme Afif Domingos, Ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, e Luiz Barreto, Superintendente Nacional do SEBRAE.

Informe Publicitário

04


1ª Quinzena de Março 2014

www.folhanoroeste.com.br

REGIONAL | Por Caio Colagrande

Academias ao ar livre de Pirituba e Freguesia estão abandonadas Falta manutenção constante nas praças que recebem aparelhos; muitos estão quebrados ou não retornaram de conserto

S

e antes uma praça servia apenas para passear ou descansar, hoje ela tem várias outras funções. A mais nova delas, com certeza, é a chance de se praticar ginástica em meio às árvores. Os aparelhos de exercício do programa “Academia ao Ar Livre” são um sucesso entre aqueles que não precisam de acompanhamento e querem apenas sair do sedentarismo. Porém, para que a população possa usufruir corretamente dos benefícios gerados pela prática esportiva, é necessária manutenção constante. Após denúncia de abandono das praças, a reportagem visitou alguns dos vários pontos de Pirituba e Freguesia do Ó que disponibilizam esse projeto para fiscalizar a condição em que se encontram. O resultado: equipamentos que foram para manutenção e não voltaram, aparelhos quebrados, mato alto e lixo.

Foto: Edson Vieira/Folha Noroeste

Equipamentos na Rua Manoel Ferreira Barbosa precisam de reparos

A praça Amália Guilhermina Solitari, as avenidas Mutinga e Ministro Petrônio Portela e a rua Manoel Ferreira Barbosa foram alvo da reportagem que está disponível no portal da Folha Noroeste. Para assistir ao vídeo completo, é só acessar www.folhanoroeste.com.br. Veja esta e outras matérias em nosso portal: www.folhanoroeste.com.br

17 05


06

www.folhanoroeste.com.br

1ª Quinzena de Março 2014

ESPECIAL

Confira a matéria na íntegra e fotos exclusivas em nosso portal www.folhanoroeste.com.br

Por Caio Colagrande com colaboração de Gabriel Cabral

Oito anos após Maria da Penha, mulheres seguem sofrendo agressões Medo de represália e fator cultural são os principais motivos para vítimas não denunciarem violência

“Eu vou viver mil anos e não vou esquecer” (Maria Aparecida, vítima de agressão)

Foto: Gabriel Cabral

Todos os dias, ao menos duas mulheres são agredidas na região noroeste de São Paulo. Outras 128 sofreram abuso sexual no ano passado. Oficialmente, uma teve a vida em risco por tentativa de homicídio. Mais do que apenas números e estatísticas, os crimes aconteceram com pessoas reais. São mulheres de todas as idades e classes sociais que, em pleno século 21, não podem andar pelas ruas da maior e mais rica cidade brasileira sem olhar para os lados, com medo de serem atacadas. Embora a Lei Maria da Penha - que oferece recursos para as vítimas se protegerem de seus agressores - esteja em vigor há oito anos, pouco se pode comemorar em relação aos ganhos práticos da legislação. “Não acho que a lei funciona porque vejo muita mulher morrer. E os maridos ficam todos soltos”, critica a piritubana Maria Aparecida, 57, vítima de agressão aos 17 anos, quando se casou pela primeira vez. No casamento, que durou dois anos, ela sofreu desde tapas até ameaças de morte, com direito a revólver apontado em sua direção. “Quando fiquei internada [para tratar um câncer], ouvi histórias de mulheres com a situação financeira muito melhor que a minha [e que também sofriam violência]. É muito bonito de se ouvir que existe uma lei, mas, no meu modo de ver, não funciona”, opina Aparecida. Provas de como a impunidade percebida no dia a dia não é apenas impressão são os recorrentes casos de assassinatos cometidos por homens já denunciados anteriormente. Em fevereiro deste ano, por exemplo, Viviane Rosa dos Santos, que havia prestado queixa contra o ex-marido em 2005 e 2011, perdeu a vida ao ser baleada durante um velório em Guarulhos. “É natural que não se produza o efeito imediato de redução dos índices de violência. Isso vem não apenas com repressão mas também com mudanças culturais e sociais. E a Lei Maria da Penha também cumpre esse papel. Penso que estamos trilhando o início do caminho, mas na direção certa”, explica Juliana Belloque, defensora pública do Estado de São Paulo e integrante do Comitê da América Latina e Caribe para a Defesa dos Direitos da Mulher (Cladem). Não se pode negar a existência de avanços. Levantamento do Instituto DataSenado de 2013 mostra que 66% das mulheres se sen-

tem mais seguras hoje, com a Lei Maria da Penha ao seu lado. Entre as conquistas estão o direito a medidas protetivas de urgência, como suspensão do porte de arma do agressor e seu afastamento da vítima. O conceito de “violência” também foi ampliado: o atual entendimento abrange ataque psicológico e moral. Mas se há dispositivos para coibir a ação de agressores, por que então muitas mulheres deixam de denunciar essas situações? “Uma das causas é a dependência financeira. Ela [vítima] tem receio de sair da casa. E, geralmente, quem coloca o dinheiro na mesa é o agressor”, explica a inspetora da Guarda Civil Metropolitana (GCM) Lilian Regina Gomes da Silva. “Além disso, tem a questão cultural. Há tempos, a mulher é criada para ser submissa”, completa.

Mesmo que a lei ainda esteja dando os seus primeiros passos, ao menos uma importante mudança já está em curso. A maioria das entrevistadas do DataSenado (94%) afirmou que “o agressor deve ser processado, mesmo que contra a vontade da vítima”. Além disso, a possibilidade de que qualquer pessoa que tenha conhecimento de uma agressão física possa denunciar o fato às autoridades aumentou de 41% em 2011 para 60% em 2013. Porém, o fator sociocultural continua sendo o que mais interfere no avanço de políticas que buscam proteger as mulheres. Ainda se ouve, com certa frequência, defesas à mentalidade de que, muitas vezes, a vítima pede para ser violentada – seja pela sua postura adotada frente a uma situação, seja pelas roupas que veste. “Essa visão é profundamente discrimina-

Burocracia e lentidão jurídica atrapalham funcionamento da legislação

“A Lei é boa, o problema é a execução”. É o que diz a delegada da 4ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM/Freguesia do Ó), Magali Celeghin Vaz. Após registrar o boletim de ocorrência, a vítima precisa fazer exame de corpo de delito. É instalado um inquérito policial que leva, em média, de 15 a 20 dias para ser analisado. Então, a mulher é chamada novamente para depor. De acordo com Celeghin, o processo é demorado até para solicitar as medidas protetivas de urgência. “Eu estava com uma vítima que teve a protetiva concedida em 09 de novembro de 2013. Até hoje o agressor não foi notificado, pela quantidade de casos parados na Vara de Violência Doméstica”, explica. A medida surte efeito somente após as duas partes serem notificadas.

tória. É justamente esse tipo de pensamento que aprofunda o problema da violência doméstica contra a mulher, com altíssimos índices de incidência no país”, expõe Belloque. “Não existirá respeito aos direitos humanos enquanto homens e mulheres não forem tratados como iguais nas relações familiares e domésticas. Todos nós somos responsáveis por buscar essa igualdade”, conclui a defensora pública. Uma outra transformação positiva é a existência de Delegacias de Defesa da Mulher (DDM), especialmente criadas para receber o público feminino. Mas a procura por elas ainda não é a primeira opção. Das entrevistadas pelo levantamento do Senado Federal, 14,7% se dirigiram a uma DDM – mesmo índice das que não fizeram nada. Cerca de 17% buscaram ajuda da família e quase 20%, uma delegacia comum. Os dados mais alarmantes, porém, mostram que 62% das vítimas não procuram ajuda na primeira vez em que são agredidas. “Muitas delas têm medo, até mesmo por não conhecer as medidas protetivas que são oferecidas”, explica a inspetora da GCM Lilian Regina. “É difícil receber uma denúncia, principalmente de agressão, que tenha acontecido no momento. Às vezes, só com a morte da vítima que o caso é registrado na hora”. Maria Aparecida, por exemplo, optou pelo silêncio. Por muito tempo, ela preferiu manter a situação em segredo. “Eu ficava quieta. Tinha medo de briga dentro de casa, porque a gente vivia em um ambiente assim, então fazia de tudo para ninguém saber”, relata. Posteriormente, ela tentou denunciar o ex-marido por ameaçá-la com um revólver – mas não foi atendida. Em outra ocasião, ele chegou a ser preso após segui-la na rua; porém, solto logo em seguida, já que Maria voltara à casa, em estado de choque, e não estava presente à delegacia. Mesmo assim, ela não se arrepende de ter lutado. E hoje, 36 anos depois e um segundo casamento - de sucesso - nas costas, a mágoa que a dona de casa sente ainda persiste – assim como uma ponta de ativismo. “Se você me perguntasse: ‘e se ele ganhasse na Mega-Sena acumulada dez vezes e tivesse um castelo de diamantes, você voltaria’? Não. Vou viver mil anos e não vou esquecer. Reaja, mas não morra submissa”.


08

www.folhanoroeste.com.br

1ª Quinzena de Março 2014

Saúde ABERTA NOVA TURMA DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO PARA CIRURGIÕES DENTISTAS EM ORTODONTIA GEOS UNICASTELO – 2014 reconhecido pelo MEC e CFO

Geos - Grupos de Estudos Odontológicos e Serviços crosp 3.692

Coordenado pela prof.ª Dra. Vera Aparecida Parelli e equipe, o curso de especialização em Ortodontia tem periodicidade mensal. As aulas acontecem de segunda a quarta-feira, com carga horária de 2.000 horas, duração de 36 meses e investimento mensal de R$ 1000,00. Este curso é destinado a Cirurgiões Dentistas que pretendem praticar Ortodontia. Tem o objetivo de formar e capacitar os Cirurgiões Dentistas a desenvolverem uma Ortodontia com conhecimentos atualizados. Durante o curso, o aluno terá contato com as técnicas Stright Wire clássico associado aos modernos avanços científicos

da biomecânica ortodôntica (Damon System, braquetes autoligados e noções de Ortodontia lingual) e interação com biomecânica com micro implantes e cirurgia ortognática. O curso, reconhecido pelo Conselho Federal de Odontologia e pelo Ministério da Educação, é realizado pela Universidade Unicastelo em parceria com o GEOS. Para mais informações, acesse www.clinicageos.com.br ou entre em contato através dos telefones e email abaixo. Prof. Dr. João Bausells – diretor do GEOS CROSP 4328

Equipe de especialistas, mestres e doutores em todas as áreas da Odontologia Cd responsável: Prof. Dr. João Bausells crosp 4328. Reconhecido pelo MEC portaria 965 – DOU 15/10/07

Informações e Consultas site: www.clinicageos.com.br e-mail: odontogeos@yahoo.com.br Rua Luiz Elias Attie, 489 - Parque São Domingos - São Paulo/SP - Fones/fax: 3904.4774 / 3906.0736 / 3904.6649


1ª Quinzena de Março 2014

Acontece

lapa

A Banda Mais Bonita da Cidade se apresenta no Parque Villa-Lobos em março

Marque em seu calendário a seguinte data: 23 de março. É nesse dia que o grupo “A Banda Mais Bonita da Cidade”, consagrada no YouTube pelo clipe “Oração” com milhões de visualizações, subirá ao palco do Parque Villa-Lobos em uma tarde relaxante. A banda curitibana que mistura MPB e Indie Rock promete apresentar ao público suas novas composições do álbum “O mais feliz da vida”, de 2013. Para completar o show, o ex-Cidade Negra, Toni Garrido, também marca presença no parque, tocando ao lado do grupo Serial Funkers. QUANDO: 23/3, a partir das 14h. ONDE: Parque Villa-Lobos - Avenida Professor Fonseca Rodrigues, 2001 – Alto de Pinheiros.

www.folhanoroeste.com.br

17 09


10

www.folhanoroeste.com.br

1ª Quinzena de Março 2014

SAÚDE | Por Priscila Perez

Hospital da Brasilândia deve ficar pronto em 2016 Audiência Pública marca diálogo com a comunidade e crava o início das obras

A

gora é oficial. O futuro Hospital Municipal da Vila Brasilândia, que por sucessivas administrações figurou entre as principais metas da Prefeitura sem que saísse do papel, já tem data para ser entregue à população: 2016, no primeiro semestre. A boa notícia foi dada pessoalmente pelo secretário municipal de Saúde, José de Filippi Júnior, em audiência pública realizada no Centro Cultural da Juventude - Vila Nova Cachoeirinha -, no dia 17/02. Cerca de 200 pessoas participaram do encontro que marcou a apresentação do projeto à comunidade. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o novo hospital será construído em um terreno municipal localizado na altura do número 800 da Estrada do Sabão, na esquina com a Avenida Michihisa Murata, onde encontra-se o Clube da Comunidade (CDC) Agostinho Vieira – um dos poucos equipamentos esportivos da região. Durante a audiência, o secretário José de

Filippi Júnior argumentou que a Prefeitura, ao optar pela desativação do CDC, levou em conta o porte do empreendimento, o fácil acesso da população e a economia que tal escolha representará ao Município, por se tratar de um espaço público. Na ponta do lápis, a construção da unidade em outro endereço, mais especificamente na área da antiga Pedreira do Vega, demandaria um investimento adicional de cerca de R$ 50 milhões. Pelo projeto, o Hospital Geral da Brasilândia terá 40 mil m² de área construída, seis pavimentos, estacionamento, 250 leitos de internação, pronto-socorro, ambulatório/ pronto-atendimento, centro de diagnóstico, maternidade, centro cirúrgico com cinco salas, UTI adulto e pediátrica, além de ala de internação psiquiátrica. As obras serão iniciadas no segundo semestre deste ano, segundo a SMS. Veja esta e outras matérias em nosso portal: www.folhanoroeste.com.br

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL – SEMPRE PRESENTE A Associação Comercial de São Paulo consolidou-se no meio empresarial agregando em seu quadro associativo empresários representantes de todos os setores da economia, com serviços essenciais para grandes, micro e pequenos negócios. Tem como objetivo ser reconhecida como uma entidade conceituada de defesa da livre iniciativa do País pela eficiência, credibilidade, responsabilidade social e alcançar projeção e participação internacional. Sua missão é atuar em defesa da livre iniciativa; promover o empreendedorismo nacional, com avanço no mercado internacional; congregar os empresários e representá-los; defender a economia de mercado e o desenvolvimento nacional e internacional. Nessa mesma linha, a ACSP esteve presente em Brasília, no final de 2013, na sessão em que a comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou, por unanimidade, o relatório para alterar o Estatuto da Micro e Pequena Empresa, mais conhecido como Lei do Supersimples (Lei 123/2006). Muitos obstáculos ainda têm de ser superados até uma votação final, mas se tudo transcorrer como é esperado, o parecer aprovado trará várias modificações favoráveis

na lei, cabendo destacar a universalização do enquadramento no regime tributário, ou seja, as empresas serão enquadradas de acordo com o limite de faturamento, hoje em R$ 360 mil para as microempresas e R$ 3,6 milhões para as pequenas empresas e não mais pela área de atividade. Outro destaque importante é o fim da substituição tributária para micro e pequenas empresas, mecanismo que obriga o recolhimento antecipado da alíquota cheia do ICMS nas empresas fornecedoras, o que anula qualquer benefício tributário do Supersimples. Ressalta ainda a importância da criação do cadastro único nacional para as micro e pequenas empresas, o qual substituirá todas as demais inscrições federais, estaduais ou municipais, correspondendo ao cadastro nacional de pessoas jurídicas.

Valnoy Pereira Paixão

Diretor superintendente Distrital Noroeste Rua Luis Braille, 08 Tel:. 3831-8454 / 3831-8336 / 3831-2369 E-mail: dnoroeste@acsp.com.br


1ª Quinzena de Março 2014

www.folhanoroeste.com.br

11


Ensino

Espaço Canello Marques

Brincando de Pipa - Maternal

Construção do Nome - Pré I

Passeio pelo Quarteirão - Pré II

Passeio pelo Quarteirão - Pré II

Passeio pelo Quarteirão - Pré II

Estudo das Nuvens - 3º Ano

Aula com Ábaco - 5º Ano

Aula de Laboratório - 5º Ano

Aula de MindLab - 5º Ano

“O Carnaval do Arlequim” – 7º ano

Experiência Looping – 2º Médio

Aulas Diferenciadas

O

Colégio Canello Marques acredita que o aluno não aprende apenas em sala de aula - é necessário ir além. Para isso busca inovar sempre, realizando aulas diferenciadas dentro e fora do colégio, tornando-as mais enriquecedoras, atrativas e práticas. No decorrer do mês de Fevereiro aconteceram muitas aulas diferenciadas, porém nem todas foram documentadas. Acima seguem algumas que foram realizadas desde a Educação Infantil até o Ensino Médio. Para melhor visualização favor acessar a fanpage do colégio: facebook.com/ColegioCanelloMarques.


Sedentarismo e alimentação incorreta: os vilões do século.

V

ocê sabia que 51% da população brasileira com mais de 18 anos está acima do peso? Segundo o Ministério da Saúde, com dados de 2013, este é o pior índice registrado desde que a pesquisa foi iniciada. Para se ter uma ideia do tamanho do problema, em 1974 apenas 18% dos homens e 28% das mulheres estavam acima do peso. Muitos fatores influenciam este índice altíssimo de sobrepeso e obesidade no mundo e no Brasil. Observa-se que cada vez mais as pessoas comem em restaurantes e fast-foods, optam por prepararem comidas congeladas, comem desordenadamente e em maiores quantidades, abusam do álcool, sofrem de estresse e não praticam exercícios físicos. É importante pensarmos que para melhorar o nosso ritmo de vida e nossa saúde precisamos começar com uma alimentação adequada e nos adaptarmos a uma educação alimentar. Devemos fazer 5 refeições diárias, sendo o café da manhã a primeira delas. Não podemos querer ir ao trabalho ou à escola em jejum, pois esta é uma das principais refeições do dia. Entre o café da manhã e o almoço, devemos fazer uma breve refeição com frutas,

por exemplo. O almoço, principal refeição do dia, deve ser, preferencialmente, preparado por você. Entre o almoço e o jantar, um café à tarde novamente com frutas e sucos. E para terminar o dia, o jantar também deve estar na programação de sua alimentação. O profissional mais adequado para tratar do assunto é um nutricionista, pois o mesmo calcula suas calorias gastas diariamente e faz um programa de alimentação com ingestão de calorias menores do que as consumidas no dia. Ao sabermos um pouco mais sobre a alimentação, devemos partir nossa conversa para a prática da atividade física. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), é recomendado que se faça 30 minutos de atividade física por dia. Aí, é claro que você vai me perguntar: que atividade física devo fazer? Minha resposta é simples... Você deve procurar uma atividade que traga prazer. Não adianta eu propor uma hora de caminhada,

três vezes por semana, para uma pessoa que acha essa atividade um tédio. Existem inúmeras opções como correr, saltar, pedalar, nadar, enfim...Podemos propor 30 minutos diários de ciclismo, por exemplo: a escolha da atividade não importa. O que importa de verdade é o tempo e a intensidade de sua atividade. A principal orientação é fazer exercícios com prazer, sentindo bem-estar antes, durante e, principalmente, depois da atividade física. Qualquer desconforto sentido durante ou depois de exercícios físicos deve ser adequadamente avaliado por um profissional de Educação Física. O exercício não precisa e não deve ser exaustivo e nem doloroso se o propósito for a saúde. A atividade física regular, realizada com prazer, é um recurso insubstituível na promoção de saúde e qualidade de vida. O grande vilão desta história é o sedentarismo. Ele é a principal causa do aumento da incidência de várias doenças, como hipertensão arterial, diabetes, obesidade, ansieda-

O exercício não precisa e não deve ser exaustivo e nem doloroso se o propósito for a saúde.

de, aumento do colesterol, estresse e infarto do miocárdio. O sedentarismo é considerado o principal fator de risco para a morte súbita, estando na maioria das vezes associado direta ou indiretamente às causas ou ao agravamento da grande maioria dessas doenças. Agora, pra você começar suas atividades, é necessário que se prepare para isto. Primeiramente, procure um médico para orientações e exames. Na sequência, procure um profissional de Educação Física para preparar sua atividade. Lembre-se: as atividades deverão ser feitas sempre com roupas leves e em horários menos quentes; a garrafinha de água deve ser sempre sua companheira para uma boa hidratação. Portanto, você que pulou ondinhas e prometeu fazer atividade física em 2014 não deixe para cumprir a promessa no ano que vem. Arrume um tempinho e venha fazer parte de uma geração mais saudável. O maior recompensado será você mesmo! Daniel Hack Canabal Professor de Ed. Física e Coordenador de Eventos do Colégio Canello Marques


14

www.folhanoroeste.com.br

1ª Quinzena de Março 2014

REGIONAL | Por Caio Colagrande

Acontece

Terceira idade perde ginástica em Clube Escola de Pirituba

CIC Oeste oferece cursos profissionalizantes gratuitos à população

Unidade encerrou atividade que acontecia há quase 20 anos; grade passa por reformulação

A

Pirituba/jaraguá

Foto: Google Street View

lunas que praticam ginástica há 19 anos no Clube Esportivo Geraldo José de Almeida, na Avenida Agenor Couto de Magalhães, ficaram órfãs do curso: a atividade saiu da grade de aulas do Clube Escola, projeto oferecido no local. “No dia 3 de fevereiro, vim fazer o exame médico, Alunas da terceira idade reclamam de falta de atividade e más paguei - porque não tenho condições de conservação do espaço convênio - e ninguém avisou nada. No dia 7, viemos fazer a rematrícula. Falaram que, se nós quiMuito mato, pouco banheiro séssemos ter aula, que fôssemos para a FreNão é só de aulas que carece o clube. Uma guesia do Ó”, relata Maria, uma das particirápida observação indica que o mato está muipantes, que pediu anonimato. to alto – e prejudica a passagem de pedestres. Procurada, a assessoria de imprensa da Os vestiários em reformas há um ano também Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Resão fonte de descontentamento para a turma, creação de São Paulo (Seme) informou que se constituída principalmente de mulheres. Sem trata de uma reformulação dos cursos oferecialternativas, são obrigadas a utilizar o banheidos em cada unidade. “Desde o início das auro dos atletas de boxe masculino. las, os Centros Esportivos estão em processo Segundo a Seme, o órgão passa por prode adequação, de acordo com a demanda de cesso de licitação para contratar empresas de aulas e alunos de cada um”, explicou o órgão. corte de grama – por enquanto, as demandas Em visita ao Clube Cidade Pirituba, a Foestão a cargo das subprefeituras, mas a priorilha Noroeste – a convite das próprias alunas – dade não é dos Clubes Escola em decorrência acompanhou a discussão entre elas e dois dos das fortes chuvas do final de fevereiro. responsáveis pelo equipamento. Na ocasião, As alunas foram orientadas a protocolar, os coordenadores explicaram que tentariam junto à Secretaria de Esportes, pedidos para remanejar algumas vagas para outras modalique as aulas sejam reabertas. dades da própria unidade – mas, mesmo assim, o número não seria suficiente para alocar Veja esta e outras matérias em nosso portal: todas as usuárias. www.folhanoroeste.com.br

Desde o dia 28/01, o Centro de Integração da Cidadania (CIC), no Jaraguá, está oferecendo à comunidade os cursos profissionalizantes da Escola de Moda e Beleza, do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (FUSSESP). No local, serão oferecidos, gratuitamente, os cursos de corte e costura; maquiagem; depilação e design de sobrancelhas; assistente de cabeleireiro, manicure e pedicure. As aulas acontecem pela manhã e à tarde. É necessário se inscrever na lista de espera para integrar as próximas turmas. O interessado deve ter mais de 18 anos e apresentar os seguintes documentos: RG, CPF e comprovante de residência.


1ª Quinzena de Março 2014

www.folhanoroeste.com.br

Acontece

15

lapa

Sesc Pompeia é reduto dos maiores nomes do Blues nacional e internacional

Este mês a Choperia do Sesc Pompeia recebe o 13º Encontro Internacional de Harmônica, cuja programação é um verdadeiro brinde à história do Blues. Nomes como Chico Blues, Flávio Guimarães e David Tanganelli marcam presença no festival. Além dos shows, haverá workshops, um deles com Johnny Sansone, e uma jam session embalada por Guimarães, Sansone, Natasha Seara e Quique Gomez. QUANDO: entre 14 e 16 de março. ONDE: Rua Clélia, 93 – Pompeia. Informe-se sobre a programação no telefone (11) 3871-7700 ou acesse www.sescsp.org.br.


16

www.folhanoroeste.com.br

1ª Quinzena de Março 2014

REGIONAL | Por Gabriel Cabral

Jaraguá receberá 804 apartamentos populares da CDHU Famílias de baixa renda serão contempladas dentro de cinco anos

O

Foto: Divulgação/Governo de SP

bairro do Jaraguá irá receber 804 apartamentos populares da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), em um empreendimento batizado de “Jaraguá L”. As obras, que estão sendo realizadas no terreno doado pela ATST (Associação de Trabalhadores Sem Terra), foram inauguradas no dia 16 de fevereiro. “Os apartamentos são os melhores do Brasil. O empreendimento terá infraAlckmin autoriza a construção do “Jaraguá L” estrutura completa. É um residencial caprichado”, afirmou o governador Geraldo Alckmin (PSDB). As famílias contempladas fazem parte O Governo de São Paulo também fará da associação de trabalhadores e terão até 25 apartamentos adaptados para portadores de anos para pagar suas novas moradias. As parnecessidades especiais, com cerca de 50 m² celas serão calculadas de acordo com a renda de área. Das 804 unidades previstas, 36 sefamiliar: quem ganha até três salários mínimos rão destinadas a esses cidadãos. Já os demais poderá desembolsar, no máximo, 15% de seus apartamentos terão 55 m², sendo compostos rendimentos. Segundo a CDHU, são atendidas por área privativa, dois quartos, sala, cozinha, famílias com renda de até dez salários. banheiro e área de serviço. O projeto deverá Veja esta e outras matérias em nosso portal: www.folhanoroeste.com.br ser concluído em 60 meses.


1ª Quinzena de Março 2014

www.folhanoroeste.com.br

CIDADE | Por Caio Colagrande

Bairros receberão atendimento mensal da CET Programa “CET no seu bairro” traz Companhia para perto do morador Foto: Divulgação/CET

Praça 25 de Novembro foi o primeiro local da zona noroeste a receber projeto “CET no seu bairro”

A

Secretaria Municipal de Transportes (SMT) e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) lançaram, em fevereiro, o projeto “CET no seu bairro”. Nele, sete bairros serão escolhidos mensalmente para receber intervenções na sinalização, instalação de rotatórias, recuperação de semáforos e pintura de faixas de pedestres. Em coletiva de imprensa da qual a Folha Noroeste participou, o secretário de Transportes Jilmar Tatto explicou que o principal objetivo do programa é derrubar a imagem de que o órgão atua apenas no centro. Para isso, um bairro de cada uma das sete Gerências de Engenharia de Tráfego será contemplado com a visita – o que significa que, todos os meses, um lugar diferente da zona noroeste receberá a equipe da CET, que também disponibilizará um ônibus para atendimento local. Nas duas primeiras semanas do projeto, a Companhia fará o mapeamento de problemas na região e a formulação de projetos para sanar os problemas. A terceira é destinada para realizar as obras necessárias.

Por aqui, o projeto estreou na Vila Zatt. De acordo com a CET, intervenções de sinalização e pintura de faixas de pedestres foram feitas na Praça 25 de Novembro, rua Hortolândia, rua Barra do Jacaré (em frente à EMEI Prof. Eurípedes Simões de Paula) e nos cruzamentos das ruas Joy Arruda e Aldo Locatelli e José Lourenço com a rua Tomé de Almeida. O ponto móvel recebeu 18 demandas, como a de Carmen da Silva, que reclamou do ponto de ônibus na rua Dr. Joy Arruda. “É uma confusão na rotatória que existe a 50 metros do ponto e onde as ruas Cecília Calovini e Adele Zarzur se encontram, sem falar no comércio”, argumenta. Além de reorganizar o trânsito, a CET também promete melhorar a sinalização local com a implantação 27 faixas de travessia de pedestres, a revitalização de outras 29, a troca ou instalação de 82 placas e a repintura de 28 lombadas. O próximo bairro da zona noroeste que receberá o projeto, em março, é a Vila Brasilândia. Veja esta e outras matérias em nosso portal: www.folhanoroeste.com.br

Acontece

17

Freguesia/Brasilândia

Avenida Miguel Conejo ganha 1,2 km de faixa exclusiva para ônibus Coletivos passam a ter prioridade no sentido Centro da Av. Miguel Conejo, sempre à direita, entre a Rua Baião Parente e a Avenida Santa Marina. A faixa exclusiva vale de segunda a sextafeira, das 6 às 9h. Para garantir a segurança dos motoristas, foram implantadas 36 placas de trânsito e 762 m² de sinalização horizontal. Trafegar pela faixa exclusiva rende três pontos na carteira e multa de R$ 53,20.


18

www.folhanoroeste.com.br

1ª Quinzena de Março 2014

CIDADE | Por Eduardo Fiora

Fórum Social aponta caminhos para inclusão na Leopoldina Secretaria de Desenvolvimento Social vai agilizar abertura de albergue para mulheres e inserção do Programa Bom Prato na região

A

Foto: Eduardo Fiora

vanço do consumo e tráfico de crack - além de outras drogas - e aumento considerável da população em situação de rua fazem do Fórum Social da Vila Leopoldina a ponta de lança de uma luta por inclusão, cidadania, segurança e qualidade de vida nos bairros da região. A reunião mensal dessa instância comunitária participativa colocou em pauta, em fevereiro, Reunião mensal do Fórum Social da Leopoldina os resultados da recente visita às ruas da Leopoldina da secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Bom Prato (restaurante com refeições a Social, Luciana Temer. R$ 1) na Leopoldina. A interlocução com A presença de Luciana na região foi uma a Secretaria Estadual de Assistência Social das conquistas do Fórum Social, que desde o está sendo feita pelo gabinete do vereador segundo semestre de 2013 vem atuando para Andrea Matarazzo (PSDB). modificar o preocupante quadro de exclusão Quanto ao problema da disseminação social, em particular nas imediações da Cedo crack, o Fórum começa a dialogar com a agesp. “Ela se comprometeu pessoalmente Prefeitura no sentido de buscar a adaptação em agilizar a abertura de um novo albergue do programa “De Braços Abertos”, implantana Leopoldina, exclusivo para mulheres, e do na região da cracolândia, no Centro, para garantiu que crianças em situação de rua têm a realidade da Leopoldina. O Fórum Social prioridade no sistema municipal de creches”, também reivindica uma efetiva ação conjunta conta Adaucto Durigan, ex-subprefeito da da Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Civil Lapa e membro do Fórum Social. Metropolitana na microcracolândia, nas proxiOutro ponto positivo foi a abertura de midades do Carrefour.   negociações com o Governo do Estado para Veja esta e outras matérias em nosso portal: a implantação de uma unidade do sistema www.folhanoroeste.com.br

Acontece

Pirituba/Jaraguá

Senai Pirituba: inscrições abertas para Técnico em Eletroeletrônica

O processo seletivo para o curso técnico gratuito de Eletroeletrônica, período noturno, está com as inscrições abertas até o dia 19 de março. Para participar, basta acessar o site www.sp.senai.br/processoseletivo, imprimir e pagar a taxa de inscrição. É necessário que o candidato tenha concluído o ensino médio ou esteja prestes a concluí-lo até o início das aulas. Ao todo, há 32 vagas. A prova de seleção está prevista para o dia 13/4. ONDE: Centro de treinamento Senai Jorge Mahfuz/Rua Jerônimo Telles Jr., 125 – Pirituba. Outras informações pelo telefone (11) 3901-9300 ou via e-mail senaipirituba@sp.senai.br.


www.folhanoroeste.com.br

1ª Quinzena de Março 2014

Gastronomia

Veja outras dicas de como preparar aquele café da manhã caprichado em nosso portal www.folhanoroeste.com.br; clique em gastronomia

Dica do Chef

A mulher da sua vida merece:

As geleias vão bem com doces, sorvetes, panquecas e até salgados. Mas lembre-se: é necessário conservá-las adequadamente para que possam ser consumidas em até dois meses.

a) um café da manhã inesquecível b) buquê de flores e aquele abraço apertado c) todas as anteriores

X

Chef Del Filho realiza sua festa em domicílio. Ligue 26917122/952051928

Geleia de

gojiberry

Por Empório Manjericão

Fotos: Divulgação

20

Panqueca americana Por Chef Del Filho

Ingredientes 3/4 xícara (180 ml) de leite 2 colheres (sopa) de vinagre branco 1 xícara (120 g) de farinha 2 colheres (sopa) de açúcar 1 colher (chá) de fermento em pó 1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio 1/2 colher (chá) de sal 1 ovo levemente batido 2 colheres (sopa) de manteiga, derretidas Óleo para untar

Modo de preparo Junte o leite com o vinagre numa tigela e deixe descansar por 5 minutos para “azedar”. Numa outra tigela, misture a farinha, o açúcar, o fermento, o bicarbonato e o sal. Em seguida, junte o ovo batido e a manteiga ao leite azedo. Acrescente também os ingredientes secos aos molhados e mexa com um batedor de ovo até desmanchar todas as pelotas da massa. Aqueça uma frigideira em fogo médio e unte-a com um tiquinho de óleo. Coloque ¼ xícara da massa na frigideira quente e deixe cozinhar até você começar a ver “bolhas” se formando na superfície da massa. Esse é o sinal que está na hora de virar a panqueca. Vire-a com uma espátula e doure do outro lado. Sirva quente.

Ingredientes 1 xícara de Goji Berry seca De 4 a 5 unidades de frutos vermelhos picados (morango, cranberry ou framboesa) 1/4 de xícara de suco de laranja Suco de meio limão De 2 a 3 colheres (sopa) de água De 1 a 2 colheres (sopa) de calda de agave 1 a 2 colheres (sopa) de gelatina de chia

Modo de preparo Para fazer a gelatina de chia, essencial para a receita, leve 2 colheres de sopa de semente de chia a ½ copo de água gelada. Deixe de 20 a 40 minutos em repouso para criar a liga gelatinosa. Na sequência, coloque em uma tigela o Goji Berry, a água e os sucos de limão e laranja. Deixe repousar por 1-2 horas para amolecer. Depois, transfira para o liquidificador em alta velocidade, adicione as frutas vermelhas e o agave, batendo bastante. Adicione a gelatina e deixe descansar por 10-15 minutos, misturando novamente em seguida.


1ª Quinzena de Março 2014

www.folhanoroeste.com.br

17 21


22

www.folhanoroeste.com.br

• Veja como enviar seu e-mail

e-mails do leitor Semáforo em frente ao condomínio Caro Eliseu Gabriel, o senhor se promoveu no jornal Folha Noroeste como o benfeitor de um condomínio com a colocação de um semáforo na Avenida Mutinga. Mas o ilustre vereador não percebeu que, talvez, os estudos promovidos pela CET não tenham levado em conta o caos que esse semáforo causaria no trânsito da própria Mutinga. Atualmente, ficou terrível transitar por ali. Na parte da manhã, estamos ficando 30 minutos parados ao longo da avenida, todos os dias. E tudo por conta daquele semáforo! Também nunca vi um agente da CET no local. O senhor deve perceber que vivemos uma realidade e a CET, outra. Vereador, em prol de uma pequena comunidade que teve seus acessos mal planejados, o senhor e sua equipe prejudicam todo um bairro que já tem dificuldades imensas de sair de sua região. Antônio Lairto Rosseto

Resposta Eliseu Gabriel (Secretário Municipal de Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo) e Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) • Em atenção à solicitação do leitor, o secretário Eliseu Gabriel afirma que: “O problema do congestionamento da Mutinga já era mais que esperado quando o viaduto sobre a Anhanguera foi construído. Se não parar no semáforo vai parar no congestionamento da Anhanguera ou em outro ponto antes de atravessar o rio. No mais, toda cidade está quase parando. É muito carro e pouca rua. O sistema de transporte coletivo foi deixado de lado por décadas e levará tempo para ser consolidado. A questão do semáforo solicitado pelos moradores do local visou estritamente a segurança, depois de tantos acidentes. Por outro lado, não sou eu que determino ou coloco semáforos. Eu apenas levo adiante e me esforço para as solicitações dos moradores serem atendidas. Em casos como este, os técnicos da Prefeitura sempre têm a última palavra”. • Já a CET informa que, desde a implantação do referido semáforo, a equipe semafórica tem acompanhado o local, visando realizar os ajustes necessários. Salientamos

1ª Quinzena de Março 2014

Envie para contato@folhanoroeste.com.br ou folhanoroeste@folhanoroeste.com.br com as seguintes informações: nome completo, telefone para contato e endereço.

que atualmente os tempos do citado semáforo estão adequados às necessidades e demandas locais. A CET destaca ainda que a via é monitorada diariamente por equipes operacionais e semafóricas, e novos ajustes poderão ser feitos sempre que for detectada alteração no fluxo ou anormalidade no funcionamento do semáforo.

Área de lazer Gostaria de pedir ajuda ao jornal, pois estou com um problema em frente ao condomínio onde moro, na Avenida Cônego José Salomon. A Prefeitura fez uma praça em frente ao prédio, só que as pessoas estão transformando o local em estacionamento. Já entrei várias vezes em contato com a subprefeitura, mas ela não dá a mínima atenção ao problema. José Maria de Oliveira

Resposta Assessoria de Imprensa Subprefeitura Pirituba/Jaraguá A Subprefeitura Pirituba/Jaraguá esclarece que já vistoriou o local citado e que os veículos que estavam sobre o passeio público foram autuados. Ressaltamos que intensificaremos a fiscalização na área.

Bagunça e sujeira A Rua Maestro Arturo de Angelis, em Pirituba, está abandonada pelas autoridades. Não há placas de sinalização, nem calçadas para pedestres, o lixo se acumula nas esquinas e os acidentes são quase que diários, pois os ônibus e carros passam em alta velocidade. Atropelamentos e batidas em carros estacionados em locais proibidos também são frequentes. Já fizemos abaixo-assinado e entregamos à subprefeitura, mas já se passaram dois anos e nada aconteceu. Socorro! Kátia Santos

Resposta Assessoria de Imprensa Subprefeitura Pirituba/Jaraguá e Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) • A Subprefeitura Pirituba/Jaraguá esclarece que a via recebeu serviços de limpeza, manutenção e conservação de áreas verdes em 13/02/14. Sobre a necessidade de manutenção

dos passeios, informamos que promoveremos uma vistoria no local a fim de adotar as medidas necessárias. Para as áreas municipais, se houver, serão solicitadas as inclusões na programação orçamentária visando futuras intervenções. Já os trechos de áreas particulares estarão sujeitos a ações fiscais. • A CET informa que a referida via é estreita, com aproximadamente 6,00m de largura, e curva, motivos pelos quais está regulamentada com proibição de estacionamento. Com relação aos acidentes, no período de 01/01/2005 a 31/07/2013, a CET registrou apenas 3 acidentes na via, sendo que ocorreram junto às avenidas Mutinga e Raimundo Pereira de Magalhães. Informamos ainda que existe um projeto de repintura de faixas de pedestres para o cruzamento da Rua Maestro Arturo de Angelis com a Avenida Mutinga. Quanto à velocidade e às condições das calçadas, estamos analisando o local, para verificar quais medidas podem ser adotadas.

Falta luz no Parque Resido no City Empresarial Jaraguá, próximo ao Parque Pinheirinho D’Água, ao lado da ETEC, na Rua Jairo de Almeida Machado, e estou surpreso. Colocaram segurança à noite, infelizmente sem a mínima condição de trabalho. Estão sem luz, trabalhando à mercê da sorte. Minha pergunta: que segurança é esta que não dá a mínima “segurança” para aqueles que estão exercendo o seu trabalho dignamente? José Nunes

Resposta Assessoria de Imprensa Secretaria Municipal de Serviços (via Ilume) O Departamento de Iluminação Pública (Ilume) informa que uma equipe de manutenção compareceu à Rua Jairo de Almeida Machado e solucionou o problema com a troca de rearme de proteção no referido poste de iluminação (número IP 185102).

Faixas de ônibus x táxis As faixas de ônibus estão prejudicando os taxistas. O ponto de táxi da Rua Trajano, que há 33 anos existia ao pé do viaduto Lapa, foi transferido “sem muitas explicações” para a

Rua Joaquim Machado, que é mão única para a Rua Monteiro de Melo e cheia de faróis. Também não existe sombra ou fiação de telefone. Sendo assim, os passageiros antigos e constantes estão migrando para o ponto ao lado. Enfim, os taxistas estão revoltados e sofrendo muito com a falta de consideração do prefeito, que sequer levou em conta a idade deles. Ajudem esta categoria que só quer trabalhar honestamente. Marly Segala Barbosa

Resposta Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) A CET esclarece que o remanejamento de ponto de táxi da Rua Trajano aconteceu em função da implantação de faixa exclusiva para ônibus no local, como parte da proposta de priorização de transporte coletivo em detrimento ao individual. Neste contexto, a Rua Trajano tem função de ligação entre bairros, o que a torna importante para o sistema de transporte público. Salientamos que estão sendo desenvolvidos estudos em toda a cidade para realizar os ajustes necessários, visando aumentar a eficiência do sistema de transporte e mitigar o impacto gerado pela implantação das faixas exclusivas de ônibus.

Pichação na Av. Mutinga Faço um apelo aos políticos de Pirituba e à Guarda Municipal para que tomem providências quanto aos crimes de pichação que ocorrem não só na Av. Mutinga, como em toda a cidade. Infelizmente o canal de denúncia que a Prefeitura oferece não parece ser eficaz contra esse crime, que tem como resposta a impunidade. Cansei de gastar dinheiro com pintura de fachadas, sendo que pago impostos. Qual seria a solução? Proponho a divulgação de fotos desses crimes em redes sociais ou a criação de página para que a sociedade possa reclamar, incluindo até uma recompensa para quem denunciar essas gangues. Só que precisamos ter certeza que os órgãos públicos tomarão providências depois de localizar esses delinquentes. Grafitagem é arte de rua, pichação não. Tânia Moraes


1ª Quinzena de Março 2014

Imóveis & Classificados

www.folhanoroeste.com.br

17 23


24

www.folhanoroeste.com.br

Imóveis & Classificados

1ª Quinzena de Março 2014


1ª Quinzena de Março 2014

Imóveis & Classificados

www.folhanoroeste.com.br

25


26

www.folhanoroeste.com.br

1ª Quinzena de Março 2014

Grandes Oportunidades de NegÓcios e empregos

ALUGA-SE CASA PARA FINS COMERCIAIS EM PIRITUBA Na rua Lord Clemente Attlee, 85 Chácara Inglesa, 220 m² de área construida, localizado junto ao centro comercial do bairro e próximo shopping tiete Plaza.Valor R$ 2.600,00 falar com Regina 9.8084-8866 OI 3578-6545/7857-7438 NEXTEL.   VENDE-SE APARTAMENTO PIRITUBA 47 m², 2 qts, e demais dependencias, novo, 1 vaga garagem, 2ºand, torre 1, próx.terminal de ônibus pirituba, próx estação do trem. Entrada de R$ 90 mil + financ. de R$ 210 mil CONSTR PDG. Regina 3578-65459.8084-8866 OI/7857-7438 NEXTEL. CARTA CONTEMPLADA R$ 350 mil crédito p/ Imóvel/Construção Quitação/Capital de giro R$ 37 mil entrada + dívida 0xx11 9.4252-5505 – Jorge Luís. VENDO TERRENO CITY AMÉRICA 14 x 30 = 420 m² - Tratar com Nelson (11) 3834-9666 / 9.8609-4436 VENDO CASA ANTIGA P/ DEMOLIÇÃO Terreno 8 x 24 = 196 mts. Tratar c/ Nelson (11) 3834-9666 / 9.8609-4436 VENDO SOBRADO PQ. SÃO DOMINGOS 4 dorms. c/ suíte, 4 vagas. Tratar com Nelson (11) 3834-9666 / 9.8609-4436 CASA CITY AMÉRICA Aceita permuta de Apto. novo, Lapa/Leolpoldina, V. Romana ou Perdizes, transação á combinar. Tr. c/ Nelson – (11) 3834-9666 ou 9.8609-4436 ALUGO STO ELIAS - Casa c/ 3 cômodos e WC – R$ 870,00 - Salão c/ instalações para pizzaria – R$ 1.100,00 Tel. (11) 9.9794-7362 – 21765354 Prop.


1ª Quinzena de Março 2014

Imóveis & Classificados

www.folhanoroeste.com.br

27


Folha Noroeste Digital  

Versão digital do Jornal Folha Noroeste da primeira quinzena de Março de 2014, edição 138.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you