Issuu on Google+

Índice Detalhado 1. Introdução 5 2. Definições e nomenclatura 7 2.1. Definições 7 2.2. Designações 9 3. Elaboração do método 13 3.1. Exposição ao perigo de incêncios 13 3.2. Exposição ao perigo e risco de incêndio 14 3.2.1. Designações dos perigos inerentes ao conteúdo 17 3.2.2. Designações dos perigos inerentes ao edifício 18 3.2.3. Medidas normais – N 19 3.2.4. Medidas especiais – S 20 3.2.5. Medidas de protecção inerentes à construção – F 21 3.2.6. Perigo de activação – A 22 3.3. Risco de incêndio admissível 23 3.4. Segurança contra incêndio 25 4. Tipo de edifícios 27 4.1. Edifício do tipo Z 27 4.2. Edifício do tipo G 29 4.3. Edifício do tipo V 31 5. Desenvolvimento do cálculo 33 5.1. Cálculo de P (perigo potecial) e determinação de A (perigo de activação) 33 5.1.1. Carga de incêndio mobiliária, Qm, factor q 34 5.1.2. Combustibilidade, factor c 36 5.1.3. Perigo de fumo, factor r 37 5.1.4. Perigo de corrosão / toxicidade, factor k 38 5.1.5. Carga de incêndio imobiliária Qi, factor i 39 5.1.6. Nível do andar ou altura útil do local, factor e 40 5.1.7. Amplitude de superfície, factor g 42 5.2. Medidas normais 44 5.2.1. Extintores portáteis 45 5.2.2. Bocas-de-incêndio armadas / carretéis 46 5.2.3. Fiabilidade do sistema de abastecimento de água 47 5.2.4. Mangueiras (comprimento da conduta de transporte) 49 5.2.5. Pessoal instruído 50 5.3. Medidas especiais 51 5.3.1. Detecção do fogo 52 5.3.2. Transmissão do alerta 54 5.3.3. Capacidade de intervenção exterior e interior do estabelecimento 56 5.3.4. Tempo de intervenção dos socorros exteriores 58 5.3.5. Instalações de extinção 59 5.3.6. Instalações automáticas de evacuação de calor e de fumo 60 5.4. Medidas inerentes à construção 61 5.4.1. Estrutura resistente 62 5.4.2. Fachadas 63 5.4.3. Lajes 64 5.4.4. Células corta-fogo 65 5.5. Factor de exposição ao perigo de incêndios B e perigo de activação (factor A) 66 6. Prova de uma segurança suficiente contra incêndios 67


6.1. Factores de correcção PH,E 67 6.2. Risco de incêndio admissível RU e prova de uma segurança suficiente contra incêndio 70 Anexo I – Cargas de incêndio mobiliárias e factores de influência para diversos usos 71 Anexo II – Folha de cálculo para aplicação do método de Greneter 84 Caso prático – método de Greneter 85 I. Introdução 85 II Análise de risco de incêndio 88 II.1. Edifício 88 II.2. Perigo potencial 90 II.2.1. Carga de incêndio mobiliária 90 II.2.2. Combustibilidade 93 II.2.3. Perigo de fumo 94 II.2.4. Perigo de corrosão / toxicidade 95 II.2.5. Carga de incêndio imobiliária 96 II.2.6. Nível do piso 97 II.2.7. Amplitude de superfície 98 II.2.8. Cálculo de perigo potencial 100 II.3. Medidas normais de protecção 101 II.4. Medidas especiais de protecção 104 II.5. Resistência ao fogo – medidas inerentes à construção 107 II.6. Determinação da segurança contra incêndio 109 II.7. Prova de uma segurança suficiente contra incêndio 111 III. Medidas correctivas 112 IV. Anexo – cálculo da carga de incêndio 115 V. Anexo – cálculo do índice de segurança ontra incêndios 117


MétodoGretener