Issuu on Google+

Saber, fazer, criar – Artes e comunidade Zilah Spósito A partir das lembranças dos participantes, a oficina trabalha a valorização do espaço comunitário, vivências e atividades de criação artística, como: música, dança, poesia e teatro. Público: livre Sextas, das 10h às 12h

Ponto de Leitura Disponibilizamos mais de 1.000 títulos, para uso e deleite da comunidade em dois pontos de leitura em parceria com outros equipamentos. BH Cidadania/CRAS Zilah Spósito (Rua Coquilho, 75, Zilah Spósito) Escola Municipal Acadêmico Vivaldi Moreira (Rua Agenor de Paula Estrela, 380, Jaqueline)

Brinquedos e Brincadeiras Focalizando o ato de brincar, os encontros possibilitam aos participantes momentos lúdicos de interação social e contato com a cultura da infância. Público: livre Sábados, das 10h às 12h

Todas as atividades podem ser agendadas previamente por telefone

centro cultural

zilah spósito

Biblioteca Inscrição para empréstimo domiciliar: faça sua ficha apresentando identidade e comprovante de residência. Para menores de 12 anos, é necessária a presença de um responsável no ato da inscrição.

Houve uma Vez Dois Verões - Foto de divulgação

Exposição “Memória Fotográfica” Mostra fotográfica contendo imagens que resgatam momentos importantes que marcaram os 12 anos de existência do Centro Cultural Zilah Spósito. A exposição traz ainda recortes da história da comunidade local. De 15 a 31, terças e quintas, das 8h às 17h, sábados, das 8h às 12h

programação cultural centro cultural fundação municipal de cultura

zilah spósito

R. Carnaúba, 286 – Conj. Zilah Spósito – Bairro Jaqueline - (31) 3277- 5498 e 1839 Horário: de terça a sexta, das 8h às 17h – Sábado, das 8h às 12h E-mail: cczs.fmc@pbh.gov.br Ônibus 607, 5534, 4310 e 2234 A ou B

outubro

2012


outubro 2012

Desmonstrificador Com Samuel Medina Leitura compartilhada do livro Chapeuzinho Amarelo, de Chico Buarque, e criação de palavras engraçadas, a partir dos monstros e criaturas estranhas mais comuns da literatura. Público: crianças. Vagas: 20. Dia 9, terça, às 10h Narrativas do Folclore Com Ana Amélia Lage Leitura compartilhada de textos da Coleção Narrativas do Folclore, de Ernani Ssó. Público: crianças a partir de 8 anos. Vagas: 20 Dia 18, quinta, às 9h30 Roda de Leitura Com Rodrigo Teixeira Leitura compartilhada de histórias infantis da literatura brasileira Público: a partir de 8 anos. Vagas: 30. Dia 25, quinta, às 14h30 Lê uma História pra Mim Com Ericka Martin Leitura compartilhada de histórias infantis da literatura brasileira Público: a partir de 4 anos. Vagas: 20. Dia 30, terça, às 14h30 Sarau de Poesias “Luardente” – Especial de Aniversário Com a participação do grupo “Rosas do São Bernardo”, composto por senhoras que apresentam cantigas de roda tradicionais e buscam recuperar a memória e promover o diálogo entre as gerações. Local: Praça anexa ao Centro Cultural Dia 26, sexta, às 19h Narração de histórias “Fantasmas das Cidades” Lendas urbanas, com Edward Ramos. Público: infantil Dia 31, quarta, às 19h

programação gratuita

Rede BH Cineclube Mostra Asas para a Infância e Adolescência Parceria com o PAIR - Programa de Ações Integradas e Referenciais de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-juvenil Adolescer (14 anos) • Tori (Brasil/SP, Andréa Midori Simão e Quelany Vicente, 2006) • Dez Elefantes (Brasil/RJ, Eva Randolph, 2008) • Eu e Crocodilos (Brasil/SP, Marcela Arantes, 2008) • Espalhadas pelo Ar (Brasil/SP, Vera Egito, 2007) • Dois Tons (Brasil/SP, Caetano Gottardi, 2005) • Nº 27 (Brasil/PE, Marcelo Lordello, 2008) Dia 10, quarta, às 09h30 • Houve Uma Vez Dois Verões (12 anos) (Brasil/RS, Jorge Furtado, 2002) • O Diário Aberto de R. (10 anos) (Brasil/SP, Caetano Gotardo, 2005) Dia 24, quarta, às 09h30 • Fonte da Saudade (14 anos - Brasil/RJ, Fernando Valle e João Caetano, 2006) • Balada das Duas Mocinhas de Botafogo (16 anos - Brasil/RJ, Marco Altberg, 1986) Dia 31, quarta, às 09h30

centro cultural zilah spósito

uma convivência harmoniosa com a comunidade por meio da música. Local: Praça anexa ao Centro Cultural Dia 10, quarta, às 19h

na medida que percebe que seu sonho de galã é uma farsa criada por ele mesmo. Local: Praça anexa ao Centro Cultural Zilah Spósito Dia 05, sexta, às 16h30

Show “Dóris Canta Samba” Dóris interpreta com sambas de mulheres brasileiras que registraram seus nomes na história do Samba e de compositores consagrados, nos convidando a apreciar os momentos importantes em que a música se inscreve no tempo e na história. Local: Praça anexa ao Centro Cultural Dia 19, sexta, às 20h

Apresentação de danças folclóricas do Pará No Pará, a música ecoa pelos quatros cantos e os ritmos vão ganhando novas cores e passos de acordo com a história de cada região. O povo dessa terra tem no sangue o gosto pelas danças animadas, como o Carimbó, ou pela sensualidade de ritmos, como o Lundu. As danças são espontâneas e tradicionais, dependem mesmo é da vontade de se divertir! Local: Praça anexa ao Centro Cultural Zilah Spósito Dia 19, sexta, às 19h30

Show de Gabriel Pacini Gabriel Pacini tem no seu repertório músicas de grandes duplas sertanejas e bandas de forró, além de canções de sua autoria. Local: Praça anexa ao Centro Cultural Dia 19, sexta, às 21h30

Cinema na Praça • Documentário: Horizontes Periféricos • Castelo Rá-Tim-Bum, o filme (Livre - Brasil/SP, Cao Hamburger, 1999) Local: Praça anexa ao Centro Cultural Dia 17, quarta, às 20h

Fragmento do espetáculo “Alívio” Com Aretha Maciel e André Rosa Sinopse: “Eu quero correr atrás de um cavalo lançando gargalhadas./ Eu quero gritar ao mar até paralisar suas ondas./ Eu quero alguém que percorra 200 metros apenas para dizer-me: “Olá!”/ Eu quero escutar outras músicas./ Talvez assim, consiga alívio em meu sorriso./ E agora, não me soltes!” Local: EMAVM (Escola Municipal Acadêmico Vivaldi Moreira) Dia 03, quarta, às 20h

Apresentação da Banda da Guarda Municipal de Belo Horizonte Com um repertório eclético e inusitado, a Banda promete proporcionar uma noite diferenciada no Zilah Spósito. Criada oficialmente em 28 de fevereiro de 2007, a Banda da Guarda Municipal e Patrimonial surgiu com o objetivo de reunir músicos iniciantes a fim de mostrar para população de Belo Horizonte que a função da guarda vai além da ação preventiva contra a violência urbana. O objetivo é, também, gerar

Manual de Sobrevivência na Grande Cidade Coordenação geral: Thiago Araujo. Palhaço Pindaíba, um ator do interior, resolve partir para a grande cidade atrás de um sonho: ser um artista reconhecido, popular e, sobretudo, um ídolo das multidões, como sempre viu em sua telefunken na roça. No entanto, ao descer do ônibus na rodoviária, Pindaíba se vê aturdido pela profusão de elementos que constituem a grande cidade. Após diversas tentativas frustradas, desastres e confusões, resolve-se por escrever um Manual de sua própria sobrevivência enquanto palhaço,

O Mistério da Bomba H___ Direção: Anna Campos. Em meio à visita de um famoso ator de televisão e a uma ameaça de atentado terrorista, no qual seria utilizada a terrível bomba H___, entram em cena fãs histéricas, super-heróis, autoridades e malandros que, entre disfarces, amores impossíveis e perseguições, representam o embate entre frangos e perus que movimenta Galinópolis e seus habitantes. Público: Livre. Local: EMPDA (Escola Municipal Professor Daniel Alvarenga) Dia 20, sábado, às 17h I Mostra de Artes Cênicas nos Centros Culturais Palhaços à Vista Concepção: Cia. Circunstância. “Palhaços à Vista” conta a história de quatro palhaços herdeiros de, um cirquinho que dão o melhor de si para manterem a tradição com alegria e dignidade. Local: Praça anexa ao Centro Cultural Zilah Spósito Dia 27, sábado, às 10h Exposição “É o Bicho!” A exposição visa aproximar a biblioteca pública da criança e encantá-la com a poesia. São banners com poemas que retratam o universo lúdico e, às vezes, inusitado dos animais. De 1 a 11, terças e quintas, das 8h às 17h, sábados, das 8h às 12h


outubro 2012

Desmonstrificador Com Samuel Medina Leitura compartilhada do livro Chapeuzinho Amarelo, de Chico Buarque, e criação de palavras engraçadas, a partir dos monstros e criaturas estranhas mais comuns da literatura. Público: crianças. Vagas: 20. Dia 9, terça, às 10h Narrativas do Folclore Com Ana Amélia Lage Leitura compartilhada de textos da Coleção Narrativas do Folclore, de Ernani Ssó. Público: crianças a partir de 8 anos. Vagas: 20 Dia 18, quinta, às 9h30 Roda de Leitura Com Rodrigo Teixeira Leitura compartilhada de histórias infantis da literatura brasileira Público: a partir de 8 anos. Vagas: 30. Dia 25, quinta, às 14h30 Lê uma História pra Mim Com Ericka Martin Leitura compartilhada de histórias infantis da literatura brasileira Público: a partir de 4 anos. Vagas: 20. Dia 30, terça, às 14h30 Sarau de Poesias “Luardente” – Especial de Aniversário Com a participação do grupo “Rosas do São Bernardo”, composto por senhoras que apresentam cantigas de roda tradicionais e buscam recuperar a memória e promover o diálogo entre as gerações. Local: Praça anexa ao Centro Cultural Dia 26, sexta, às 19h Narração de histórias “Fantasmas das Cidades” Lendas urbanas, com Edward Ramos. Público: infantil Dia 31, quarta, às 19h

programação gratuita

Rede BH Cineclube Mostra Asas para a Infância e Adolescência Parceria com o PAIR - Programa de Ações Integradas e Referenciais de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-juvenil Adolescer (14 anos) • Tori (Brasil/SP, Andréa Midori Simão e Quelany Vicente, 2006) • Dez Elefantes (Brasil/RJ, Eva Randolph, 2008) • Eu e Crocodilos (Brasil/SP, Marcela Arantes, 2008) • Espalhadas pelo Ar (Brasil/SP, Vera Egito, 2007) • Dois Tons (Brasil/SP, Caetano Gottardi, 2005) • Nº 27 (Brasil/PE, Marcelo Lordello, 2008) Dia 10, quarta, às 09h30 • Houve Uma Vez Dois Verões (12 anos) (Brasil/RS, Jorge Furtado, 2002) • O Diário Aberto de R. (10 anos) (Brasil/SP, Caetano Gotardo, 2005) Dia 24, quarta, às 09h30 • Fonte da Saudade (14 anos - Brasil/RJ, Fernando Valle e João Caetano, 2006) • Balada das Duas Mocinhas de Botafogo (16 anos - Brasil/RJ, Marco Altberg, 1986) Dia 31, quarta, às 09h30

centro cultural zilah spósito

uma convivência harmoniosa com a comunidade por meio da música. Local: Praça anexa ao Centro Cultural Dia 10, quarta, às 19h

na medida que percebe que seu sonho de galã é uma farsa criada por ele mesmo. Local: Praça anexa ao Centro Cultural Zilah Spósito Dia 05, sexta, às 16h30

Show “Dóris Canta Samba” Dóris interpreta com sambas de mulheres brasileiras que registraram seus nomes na história do Samba e de compositores consagrados, nos convidando a apreciar os momentos importantes em que a música se inscreve no tempo e na história. Local: Praça anexa ao Centro Cultural Dia 19, sexta, às 20h

Apresentação de danças folclóricas do Pará No Pará, a música ecoa pelos quatros cantos e os ritmos vão ganhando novas cores e passos de acordo com a história de cada região. O povo dessa terra tem no sangue o gosto pelas danças animadas, como o Carimbó, ou pela sensualidade de ritmos, como o Lundu. As danças são espontâneas e tradicionais, dependem mesmo é da vontade de se divertir! Local: Praça anexa ao Centro Cultural Zilah Spósito Dia 19, sexta, às 19h30

Show de Gabriel Pacini Gabriel Pacini tem no seu repertório músicas de grandes duplas sertanejas e bandas de forró, além de canções de sua autoria. Local: Praça anexa ao Centro Cultural Dia 19, sexta, às 21h30

Cinema na Praça • Documentário: Horizontes Periféricos • Castelo Rá-Tim-Bum, o filme (Livre - Brasil/SP, Cao Hamburger, 1999) Local: Praça anexa ao Centro Cultural Dia 17, quarta, às 20h

Fragmento do espetáculo “Alívio” Com Aretha Maciel e André Rosa Sinopse: “Eu quero correr atrás de um cavalo lançando gargalhadas./ Eu quero gritar ao mar até paralisar suas ondas./ Eu quero alguém que percorra 200 metros apenas para dizer-me: “Olá!”/ Eu quero escutar outras músicas./ Talvez assim, consiga alívio em meu sorriso./ E agora, não me soltes!” Local: EMAVM (Escola Municipal Acadêmico Vivaldi Moreira) Dia 03, quarta, às 20h

Apresentação da Banda da Guarda Municipal de Belo Horizonte Com um repertório eclético e inusitado, a Banda promete proporcionar uma noite diferenciada no Zilah Spósito. Criada oficialmente em 28 de fevereiro de 2007, a Banda da Guarda Municipal e Patrimonial surgiu com o objetivo de reunir músicos iniciantes a fim de mostrar para população de Belo Horizonte que a função da guarda vai além da ação preventiva contra a violência urbana. O objetivo é, também, gerar

Manual de Sobrevivência na Grande Cidade Coordenação geral: Thiago Araujo. Palhaço Pindaíba, um ator do interior, resolve partir para a grande cidade atrás de um sonho: ser um artista reconhecido, popular e, sobretudo, um ídolo das multidões, como sempre viu em sua telefunken na roça. No entanto, ao descer do ônibus na rodoviária, Pindaíba se vê aturdido pela profusão de elementos que constituem a grande cidade. Após diversas tentativas frustradas, desastres e confusões, resolve-se por escrever um Manual de sua própria sobrevivência enquanto palhaço,

O Mistério da Bomba H___ Direção: Anna Campos. Em meio à visita de um famoso ator de televisão e a uma ameaça de atentado terrorista, no qual seria utilizada a terrível bomba H___, entram em cena fãs histéricas, super-heróis, autoridades e malandros que, entre disfarces, amores impossíveis e perseguições, representam o embate entre frangos e perus que movimenta Galinópolis e seus habitantes. Público: Livre. Local: EMPDA (Escola Municipal Professor Daniel Alvarenga) Dia 20, sábado, às 17h I Mostra de Artes Cênicas nos Centros Culturais Palhaços à Vista Concepção: Cia. Circunstância. “Palhaços à Vista” conta a história de quatro palhaços herdeiros de, um cirquinho que dão o melhor de si para manterem a tradição com alegria e dignidade. Local: Praça anexa ao Centro Cultural Zilah Spósito Dia 27, sábado, às 10h Exposição “É o Bicho!” A exposição visa aproximar a biblioteca pública da criança e encantá-la com a poesia. São banners com poemas que retratam o universo lúdico e, às vezes, inusitado dos animais. De 1 a 11, terças e quintas, das 8h às 17h, sábados, das 8h às 12h


Saber, fazer, criar – Artes e comunidade Zilah Spósito A partir das lembranças dos participantes, a oficina trabalha a valorização do espaço comunitário, vivências e atividades de criação artística, como: música, dança, poesia e teatro. Público: livre Sextas, das 10h às 12h

Ponto de Leitura Disponibilizamos mais de 1.000 títulos, para uso e deleite da comunidade em dois pontos de leitura em parceria com outros equipamentos. BH Cidadania/CRAS Zilah Spósito (Rua Coquilho, 75, Zilah Spósito) Escola Municipal Acadêmico Vivaldi Moreira (Rua Agenor de Paula Estrela, 380, Jaqueline)

Brinquedos e Brincadeiras Focalizando o ato de brincar, os encontros possibilitam aos participantes momentos lúdicos de interação social e contato com a cultura da infância. Público: livre Sábados, das 10h às 12h

Todas as atividades podem ser agendadas previamente por telefone

centro cultural

zilah spósito

Biblioteca Inscrição para empréstimo domiciliar: faça sua ficha apresentando identidade e comprovante de residência. Para menores de 12 anos, é necessária a presença de um responsável no ato da inscrição.

Houve uma Vez Dois Verões - Foto de divulgação

Exposição “Memória Fotográfica” Mostra fotográfica contendo imagens que resgatam momentos importantes que marcaram os 12 anos de existência do Centro Cultural Zilah Spósito. A exposição traz ainda recortes da história da comunidade local. De 15 a 31, terças e quintas, das 8h às 17h, sábados, das 8h às 12h

programação cultural centro cultural fundação municipal de cultura

zilah spósito

R. Carnaúba, 286 – Conj. Zilah Spósito – Bairro Jaqueline - (31) 3277- 5498 e 1839 Horário: de terça a sexta, das 8h às 17h – Sábado, das 8h às 12h E-mail: cczs.fmc@pbh.gov.br Ônibus 607, 5534, 4310 e 2234 A ou B

outubro

2012


programacao_outubro_cczs