Page 1

Lojas especializadas em doces oferecem cursos gratuitos de confeitaria. PÁG.10 contato@jornaltatuapeaqui.com.br

Distribuição Gratuita • Edição 1 • Junho 2014

Cidade Limpa Silvio Romero Praça conhecida por ser o coração financeiro e comercial do Tatuapé. PÁG. 4

Masataka Ota e a luta pela justiça

O vereador luta por justiça e por leis mais duras em combate aos crimes. PÁG. 6

Universtários da família Programa Escola da família oferece atividades sociais e gera oportunidades para estudantes universitários. PÁG. 3


......... EDITORIAL

O caminho

dos tatus

Franco. Há, também, muitas lojas independentes, que já marcam o comércio da zona leste, segundo a operadora de telemarketing, Alice Silva. “Contar com tantas opções é bom para termos o melhor preço. Afinal, aqui é zona Leste e ninguém tem condições de ficar gastando muito. Não moro aqui, mas é aqui que mais compro coisas”. Não menos importante, existe uma parte florestal no meio de tantos negócios, o Parque Esportivo dos Trabalhadores. Moradores e frequentadores do distrito podem fazer seus esportes, seus exercícios diários e seus passeios ao ar livre. A estudante Gabriela Rinaldi afirma que não precisa ir para longe para fazer sua corrida matinal. “Corro todos os dias lá e me sinto muito bem no parque. É claro que tem alguns probleminhas, como sujeira as vezes, mas não é tão grave. Posso fazer minha corrida matinal ao ar livre, sem ter que me deslocar de bairro”. O Tatuapé Aqui será o seu jornal de bairro mais completo. Nele, estarão todas as notícias do mês e eventos culturais,

Foto : Reprodução Tatiana Barros Ortiz

O

Tatuapé é um bairro muito conhecido de São Paulo,

públicos ou privados, da região. Esta é a nossa primeira edição. Fique ligado!

localizado na zona leste da capital paulistana. O que

poucos sabem é a origem do nome desse famoso distrito e de como ele se formou. O nome provém do idioma tupi e significa “caminho dos tatus” (tatu-caminho; apécaminho). Antigamente, esse tradicional bairro tinha pouca ocupação residencial, em geral, formada por famílias de baixa renda que atuavam como operários nas indústrias que aqui funcionavam. Aos poucos, alguns dos galpões foram sendo substituídos por grandes condomínios residenciais, como lembra a moradora do bairro, há mais de 40 anos, Joana Tibelli: “Nossa, aqui mudou muito. Lembro quando era, mais ou menos, calmo. Tudo era casa. Muita gente morava aqui, mas agora moram e trabalham muito mais. Depois que tantos prédios foram construídos, muito comércio veio para cá. De um lado é bom, porque valorizou e facilitou o acesso à algumas coisas. Por outro, isso

Diretora de redação Cláudia Cruz Redação Iule Karalkovas Adriana Andreu Marcella Bertini Amandha Rossette Lygia Flores Kamila Marques

Revisão Iule Karalkovas Fotografia Reproduções Google Lygia Flores Marketing e circulação Presença Comunicação

traz muita gente e mal cuidado com o bairro”.

Arte Lygia Flores

A forte influência das compras também é presente na

Tatuapé Aqui é uma publicação das Edições Anhembi Morumbi Rua Dr. Almeida Lima, 1.134 – Mooca, São Paulo - SP

região. O Tatuapé conta com três shoppings centers, sendo eles, Metrô Tatuapé, Boulevard Tatuapé e Anália

2

EXPEDIENTE


Programa Escola da família oferece atividades sociais e gera oportunidades para estudantes universitários

......... EDUCAÇÃO

Universtários da família

Na foto, a vice-diretora do projeto da escola Wolny, Andrea Silva, com seus estagiários

C

riado no ano de 2003 pela Secretaria de Educação, o Programa Escola da Família possibi lita a abertura das escolas públicas nos fins de semana para a comunidade. O espaço, que estimula a participação cidadã em diversas atividades culturais e sociais totalmente gratuitas, também gera oportunidades para estudantes universitários. Este ano, o programa chegou à Escola Estadual Professor Wolny de Carvalho Ramos, localizada na Vila Regente Feijó. Na unidade, são encontradas oficinas como o SPA, que oferece tratamentos para as unhas e cabelos, além da tradicional sala de informática. Aulas de capoeira, skate, futsal, vôlei e futebol também são oferecidas. Para a vice-diretora do projeto na escola, Wolny, Andrea Silva, o programa é muito importante porque ajuda não só a comunidade, mas as crianças de rua também. ‘’Aqui as crianças ficam em segurança, brincam e ainda ganham lanche’’, comenta.

Além de ajudar a comunidade, o programa gera oportunidades aos estudantes universitários, que através de um convênio estabelecido entre o Governo do Estado de São Paulo e algumas instituições de Ensino Superior, dedicam seus fins de semana nas oficinas e em troca têm seus estudos custeados por bolsas. É o que aconteceu com o estudante de Tecnologia da Informação da Universidade Sumaré, Pablo Andrade, de 19 anos, responsável pela criação de vídeos e monitoramento das salas de informática. Sem condições de pagar um curso superior, Pablo encontrou a solução quando começou a participar da Escola da Família. “Foi uma alternativa viável, e que ajudou a custear os meus estudos”, explica. A universitária do curso de direito da Universidade Drummond, Maria do Socorro, de 50 anos, também é estagiária. Há alguns meses, Maria começou a monitorar as atividades realizadas no SPA. ‘’As atividades não estão ligadas ao meu curso de graduação, mesmo assim, é uma grande oportunidade para aprender coisas novas. Com o estágio,

consigo pagar o curso que escolhi”, ressalta. Os universitários que participam da Escola da Família contribuem com seu empenho e dedicação para o crescimento da comunidade local e, quando formados, acrescentarão ao currículo uma experiência enriquecida por valores importantes como a responsabilidade social e a participação comunitária.

Por Lygia Flores

PROJETO ESCOLA DA FAMÍLIA Sábados e Domingos das 9h às 17h

E. E. Prof. ° Wolny de Carvalho Ramos Rua Bom Jesus, 909 Vila Regente Feijó Telefones: (11) 29657592/20290219

3


......... COTIDIANO

CIDADE LIMPA:

Praça Silvio Romero

Praça Silvio Romero - Marco da Paz

A

Praça Silvio Romero, conhecida por ser o coração financeiro e comercial do Tatuapé, está localizada no centro do bairro e é, consideravelmente, arborizada. Ao seu redor concentram-se várias lojas, bares e grandes edifícios comerciais, além dos shoppings Metrô Tatuapé e Boulevard Tatuapé, formando assim um grande polo comercial. No largo, a Subprefeitura da Mooca promove a Feira de Artesanato todas as terças-feiras, já tradicional na região. O espaço é uma oportunidade para que trabalhadores da região possam expor e vender seus trabalhos, desde que comprovadamente artesanais. Para isso eles se inscrevem e passam por uma avaliação prévia antes de se cadastrarem nas praças. O processo para se candidatar a uma vaga ocorre uma vez por ano, na subprefeitura do Tatuapé. Mas, como em todo lugar há problemas, a Silvio Romero tem coisas a melhorar. Quando procuramos por lazer, é quase impossível de encontrar. O verde evaporou, não tem lixeiras o suficiente, e o lugar ainda serve como depósito de lixo para moradores e comerciantes. O médico Sandro Hilário, morador da região, contou: “O lugar está mal cuida-

4

do. Os jardins acabaram todos. Não tem gramado, não tem nada, nada que lembre uma praça. Fora a sujeira, a sujeira do entorno, a sujeira da própria praça, das ruas em volta. É a lastima para a gente que mora no Tatuapé, que perde aquele local”. A responsabilidade de conservação e limpeza das praças em toda a cidade é da prefeitura e das subprefeituras. Mesmo assim, é necessário que o poder público haja em conjunto com a população, como lembra o analista de sistema, Marcos Corrêa. “Não dá pra negar que o pessoal joga lixo e não cuida da praça, também. Mas, falta lixeira e falta conservação, né? O poder púbico tem que limpar e reformar com o tempo. Não adianta”. Em nota, a subprefeitura do Tatuapé relata que a limpeza das praças são feitas regularmente e as reformas acontecem conforme a maior necessidade, entre todas as praças do bairro. Para a população resta aguardar ainda mais por retorno de um serviço tão simples, mas necessário para o dia a dia e conservação da histórica e importante praça.

Por Amandha Rossette


População sofre com a falta de

vagas para estacionar no Tatuapé U ma das maiores dificuldade encontradas pelos motoristas que circulam pelo Tatuapé é conseguir

lugar para estacionar. Apesar de muitas ruas do bairros

possuírem o sistema de vagas Zona Azul, algumas pessoas se aproveitam o método de apenas substituir o cartão e com isso acabam ocupando os espaços rotativos o dia todo. “Evito sair de carro pelo bairro, pois sei que vou perder mais de 30 minutos para conseguir uma vaga e, quando não consigo, fico na mão dos flanelinhas e dos valets, que não são nenhum pouco confiáveis”, disse o advogado Gustavo Oliveira, que mora no Tatuapé há 15 anos. Com essa situação da falta de lugares para estacionar os “flanelinhas” e o serviço dos valets se espalham pelo bairro, principalmente à noite e nos fins de semana. Em ruas de grande concentração de bares e restaurante, os guardadores de carros chegam cedo e já começam a disputa pelo espaço público onde cada vai trabalhar. “Já que está difícil de estacionar aqui, nós estamos facilitando para o pessoal e é um meio de ganharmos nosso dinheiro”, diz João, um dos flanelinhas. Com relação aos valets os motoristas chegam a pagar 20 reais para estacionar os veículos e não sabem onde eles estarão estacionados. A preocupação dos clientes desses estabelecimentos é com a segurança e conservação dos carros, afinal não há garantia de que os veículos estão em segurança. “Estamos refém mesmo desse tipo de serviço, outro dia fui jantar com a minha mulher e quando olho para a rua vi alguém passeando com o meu carro”, relata o diretor financeiro Amaury Gonçalves. A equipe de reportagem entrou em contato com a subprefeitura, que até o fechamento dessa edição não se pronunciou sobre o assunto.

DICAS PARA ESCOLHER UM

BOM LUGAR PARA ESTACIONAR Quando não houver alternativa e for preciso parar o carro na rua, evite lugares ermos e de fraca iluminação. “Estacionar em ruas iluminadas, em frente a prédios com vigias e perto câmeras de segurança pode inibir a ação do ladrão”, Ao estacionar o carro durante o dia, considere como o local pode ser durante a noite. Ruas de comércio, por exemplo, podem ser extremamente movimentadas de dia e muito desertas fora do horário comercial.

Por Marcella Bertini

5


......... POLÍTICA

Masataka Ota e a luta pela justiça 2014 é ano de eleição para os vereadores no país. Na região da Zona Leste, o vereador Masataka Ota (PSB/SP) está em seu primeiro mandato, representando especificamente a Vila Carrão. Seu principal projeto e promessa de campanha é a restauração do Hospital da Vila Carrão, abandonado há mais de sete anos. Nascido em Tomigusuku, no Japão, Masataka chegou ao Brasil com apenas um ano de idade. Naturalizado brasileiro, foi pioneiro no lançamento das lojas de R$ 1,99 no país e ficou conhecido nacionalmente após ter ficado Vereador Masataka Ota (PSB/SP) frente a frente com os assassinos de Ives e tê-los perdoado. Com isso, afastou o sentimento de ódio e rancor pelo crime. Ainda em 1997, organizou abaixo-assinado contrário à proposta de redução da pena para crimes hediondos de 30 para 15 anos. Foram coletadas cerca de três milhões de assinaturas em todo o país e até no exterior. O documento foi entregue em 1999 no Congresso Nacional. Atualmente, luta por leis mais duras para crimes hediondos, por justiça e pelo fim da impunidade. Essa também tem sido a luta de sua esposa, a deputada federal Keiko Ota, na Câmara dos Deputados.

Qual a expectativa para as eleições 2014?

quantidade de votos nulos e brancos

A eleição de 2014 será peculiar,

economia será o fator determinante

em relação a todas as demais.

para a escolha do presidente da

Os protestos de julho passado

República. Ainda não me decidi qual

acentuaram o desgaste da classe

candidato apoiarei para a eleição

política com a população levando

presidencial.

de um modo geral, vai avaliar

Atualmente, qual seu principal projeto?

melhor os candidatos comparando

Meu principal projeto é reativação do

não somente suas propostas, mas

hospital da Vila Carrão, na zona leste

também analisando o resultado do

de São Paulo. Tive a excelente notícia

seu trabalho, no caso dos candidatos

semana passada que conseguimos

à reeleição ou ainda se o candidato

a reabertura da unidade, com o

Ota, também ajudou muito enviando R$ 3 milhões em emendas para a obra do hospital. A nova unidade de saúde vai ajudar muito os moradores da zona leste, pois vai desafogar os hospitais do Tatuapé e Santa Marcelina – que atualmente atendem sozinho a demanda de mais de 3 milhões de moradores. Esta é minha principal conquista, em apenas um ano e quatro meses de mandato, mas também tenho vários projetos protocolados e um que inclusive já virou lei, obrigando toda unidade de educação municipal a oferecer assistência psicológica a nossas crianças. Todos meus projetos podem ser vistos no meu site (vereadorota.

já tem algum trabalho concreto para

anúncio que será construído no

com.br).

pleitear uma vaga. Acredito que os

local um Hospital Dia (chamado

políticos eleitos terão dificuldades em

pela prefeitura de Hora Certa) e uma

conquistar um mandato, se ficarem

Unidade de Pronto Atendimento

A Zona Leste está bem representada politicamente?

somente no discurso e nas promessas.

(UPA) 24 horas. Foi minha principal

Temos

A

quem

bandeira desde que tomei posse

combativos atuando na zona leste

identificar-se, seja com bandeiras,

na Câmara Municipal de São Paulo,

de São Paulo, mas, por conta de seu

como é o caso da minha esposa e

quando protocolei vários ofícios

tamanho e suas carências sociais,

deputada federal Keiko Ota, ou por

pedindo a desapropriação do prédio

eles não podem reivindicar melhorias

trabalho efetivamente realizado nas

e a construção do hospital. Minha

para a região.

comunidades mais necessitadas. A

esposa, a deputada federal Keiko

deverá crescer e na esfera nacional, a

a um esgotamento da campanha com ênfase em promessas. O eleitor,

6

população

votará

em

vários

parlamentares

Por Kamila Marques


Zona leste nas eleições A

Evando Reis é nomeado o novo

Subprefeito da Mooca

administradora de empresas Rita de Cássia Rodrigues, que reside na Vila Matilde, acredita que nas eleições

de 2014 os políticos devem manter o foco na manutenção da política de distribuição de renda, principalmente nas questões ligadas à educação, saúde e moradia. “Precisamos que ocorra a renovação das políticas públicas e dos investimentos, como é o caso da mobilidade. Aumentar os canais de incentivo à participação popular também é uma alternativa”, ressalta. Para a jornalista de política Alessandra Dias, da CBN, os políticos estão se preparando para lidar com questões mais pessoais, como denuncias de corrupção e má fé. Em sua opinião, estes são os casos mais comuns em ano eleitoral. “Creio que a população mostrou que está de saco cheio de

Evando Reis - Novo Subprefeito da região

ser enganada e roubada. Quando eles se sentirem lesados, se puderem, vão sair às ruas para protestar. E os parlamentares sabem disso. Sabem que houve uma mobilização geral. No entanto, não sei se isso é tão relevante para eles”, destaca. Questionada sobre a copa do mundo influenciar na decisão das pessoas mais carentes na hora do voto, a jornalista é categórica. “Para as pessoas que tiverem suas casas desapropriadas por conta das obras, não. Mas, a população carente... algumas pessoas com menor poder aquisitivo e sem acesso à informação vão se deixar levar, se empolgando com os jogos. Isso não acontece com aqueles que sabem distinguir o que é eleitoreiro e o que é de fato política pública”, explica. Na zona leste, os moradores já estão conscientes dos problemas habitacionais e querem que ocorra uma renovação de políticas e novas alternativas que resolvam as questões de mobilidade e habitação.

Por Kamila Marques

N

ovidade para os moradores da zona leste de São Paulo. No último mês, a Subprefeitura da Mooca ganhou um novo subprefeito. Evando Reis, engenheiro pós-graduado em Meio Ambiente pela FAAP, ficará responsável pelo comando da região formada pela Mooca, Belém, Brás, Tatuapé e Água Rasa. O currículo de Evando é extenso. Além de atuar como engenheiro na Eletropaulo, foi gerente do Departamento de Meio Ambiente da empresa. Na Prefeitura, atuou como chefe de gabinete, supervisor de Habitação na Subprefeitura de Itaim Paulista e supervisor de Habitação na Subprefeitura de Itaim Paulista. Recentemente, foi diretor de planejamento ambiental da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente. Por Iule Karalkovas

7


......... ECONOMIA & IMÓVEIS

A supervalorização dos imóveis No Tatuapé o preço por metro quadrado já é um dos maiores na região da zona leste

Alguns prédios da região do Tatuapé e Anália Franco

N

ão é novidade que houve uma supervalorização do preço dos imóveis em São Paulo. No Tatuapé, Zona Leste de São Paulo, por exemplo, o preço por metro quadrado à venda aumentou 0,12% para R$ 6.053 em comparação ao ano de 2013. O preço médio anunciado dos imóveis nesta região aumentou 0,46% ou R$ 3,787 para R$ 821,770, supervalorizando o local. A desaceleração dos preços dos imóveis junto a cautela apresentada pelo comprador de imóvel residencial são conseqüência da turbulência na economia macro, que vem sendo enfraquecida pelo aumento da taxa de juros pelo Banco Central, pelo recuo das atividades das principais construtoras e pelas recentes manifestações públicas que tem mobilizado todo país. A verdade é que o crédito imobiliário

8

aumentou e ficou muito mais acessível, especialmente para as famílias de menor renda. Junto com o crescimento da chamada classe C no Brasil, em termos numéricos, houve aumento de renda nessas classes e a oferta de crédito imobiliário, que antes não existia para esse grupo. Isso já muda bastante o cenário. Além disso, esse crédito imobiliário continua também disponível para classes de níveis mais altos de renda.

essa valorização trouxe visibilidade para a região, aumentando, assim, a procura por apartamentos.

Para o Arquiteto Roberto Cimino, o bairro do Tatuapé tem o maior valor do metro quadrado da região. O preço de um imóvel novo é de R$ 7.094 o metro quadrado. Já o valor aproximado por metro quadrado de um apartamento de três dormitórios com uma vaga é de R$ 4.500,00, podendo chegar a R$ 9.000,00 em apartamentos de alto padrão com quatro dormitórios e três vagas. Toda

Para a moradora do bairro de Itaquera, Juliana Dias, de 20 anos, a movimentação atual nunca existiu antes. “Acredito que seja por conta da Copa do mundo. As mudanças nessa região começaram a acontecer depois que o evento foi anunciado”, explica.

Já Juliano Moreira, do jornal Agora São Paulo, acredita que a supervalorização está ligada com a construção Estádio Itaquera, também na zona leste. “A maior valorização encontrada na cidade foi nessa região. Os investimentos em infraestrutura ajudam a valorizar o mercado imobiliário”, afirma.

Por Kamila Marques


Novo reduto de celebridades

na região da zona leste O

Tatuapé vem se tornando o novo lar de algumas celebridades. Jogadores de futebol, cantores, MC’s preferem continuar na zona Leste a ter que morar em regiões nobres. Esse fenômeno deve-se ao desenvolvimento, ao crescimento e a praticidade que o local adquiriu nos últimos anos. A tranquilidade foi um dos motivos que levou o ex-jogador de futebol Kléber Correa tornar o distrito do Tatuapé seu novo endereço. “Eu já conhecia o bairro, mas quando encontrei esse apartamento na Rua Sete de Outubro, não pensei duas vezes em comprar. É um lugar tran-

quilo e a proximidade da minha família também me influenciou”. Além de atletas, a localidade conta com funkeiros na sua lista de moradores, como, por exemplo, o MC Guimé. Mesmo depois da fama e do dinheiro, o cantor, que é um dos mais disputados da noite paulista, permanece próximo do que é a sua origem, a periferia. A terapeuta Luiza Chagas, que acabou de comprar seu apartamento no bairro, disse que as opções gastronômicas pesaram em sua decisão. “Decidi pelo Tatuapé, porque tem bons restaurantes e meu programa preferido é jantar fora.

Além dos barzinhos para um bom happy hour”. Esses fatores são atrativos para novos habitantes e com isso a zona se desenvolve, mas não deixa sua tradicionalidade e calmaria de lado. A dona de casa Maria do Socorro diz que não tem lugar melhor no mundo para viver. “Moro aqui há 59 anos, desde que eu nasci, não troco por nada nesse mundo, é o melhor lugar para se viver”. Com essa expansão, o local de classe média passa a ser o novo reduto das celebridades na cidade de São Paulo e, dessa forma, tonase referência em toda a cidade.

Por Marcella Bertini

Tatuapé: um dos bairros mais tranquilos para viver

9


......... SERVIÇOS & LAZER

Lojas especializadas em doces oferecem

cursos gratuitos de confeitaria

A chef Valquiria Silva na aula de bolos confeitados

F

azer doces confeitados parece uma missão impossível à primeira vista, ainda mais se você é daqueles que só sabe entrar na cozinha para comer. Para ajudar os desesperados na cozinha e os que querem aprender a fazer deliciosos doces, existem centros culinários que oferecem cursos com preços acessíveis ou até mesmo gratuitos. A proposta das aulas é ajudar não só as pessoas que querem aprender a cozinhar, mas também as que pensam em começar a produzir, vender e gerar renda. Segundo a chef e professora da Loja Santo Antônio, Zenaide Dal Lago, os cursos oferecidos ajudam principalmente quem precisa conciliar a família e o trabalho sem sair de casa. ‘’É uma forma de ajudar o orçamento familiar e ainda estar junto dos filhos”, explica. Para a aposentada Nilsa Alcantara, as aulas são ótimas para quem quer aperfeiçoar as técnicas. Ela vende pães de mel na região do Tatuapé há anos, mas gosta de estar sempre atualizada. ‘’Adoro conhecer novas receitas e melhorar o que já sei’’, ressalta.

10

A loja Chocolândia também oferece seminários no bairro. A Chef é Valquiria Silva, professora da unidade, explica que todo o conhecimento adquirido é muito importante para quem quer crescer profissionalmente no ramo. “Eu amo ensinar, e gosto de ver minhas alunas ganhando dinheiro’’. E os benefícios não param por aí. Maria Aparecida, administradora de empresas, comenta que os encontros culinários são como uma terapia. Depois de vencer o câncer, a atual aposentada está em tratamento preventivo. ‘’Eu quero tentar fazer alguma coisa para distrair a cabeça, e, quem sabe, ganhar algum dinheiro’’. Para participar dos cursos gratuitos na loja Santo Antônio basta levar um alimento não perecível que será destinado à doação. A entrada é restrita para menores de 12 anos. Inscrições são feitas pelo telefone: (11) 2225-9100. Já a loja Chocolândia, as inscrições são feitas pelo site www.chocolandia.com.br.

Por Lygia Flores


Bares e restaurantes da região inovam no atendimento e utilizam cardápios digitais

M

uitas pessoas estão acostumadas com o clássico cardápio de papel, mas, em tempos de tecnologia, a história começa a mudar. Os bares e restaurantes da região do Tatuapé estão inovando em seus serviços e apostando na tecnologia, como é o caso da Temakeria Paulista. Há algum tempo, o restaurante japonês oferece um cardápio digital em cada mesa onde os clientes podem visualizar todas as opções de pratos e bebidas oferecidos e realizar o próprio pedido, que imediatamente é direcionado para a cozinha. A técnica, que ainda está em fase de aperfeiçoamento, agrada não só os clientes, mas os funcionários também.

O uso dos cárdapios digitais facilita o atendimento

É uma experiência nova, e que de início acaba assustando quem não entende nada de tecnologia. Por isso, os garçons continuam servindo os pratos e ajudando as pessoas que têm dificuldades com o novo sistema – que, por sinal, é muito instrutivo. ‘’Se acontecer da pessoa pedir algo errado, é feito o cancelamento sem problema nenhum’’, ressalta Diego Kobashigawa, gerente da Temakeria.

O responsável pelo sistema da região é Fernando Chiarotto, representante da Tablet Commerce. Segundo ele, os novos cardápios não ajudam só nas vendas, como também passam a evitar o desperdício de produtos. ‘’Os clientes consomem mais porque as informações ficam muito mais práticas e acessíveis na tela. É fácil fazer um pedido com apenas alguns toques”.

Para o cliente Davi Baldngue, a mudança facilitou, e muito, o atendimento. “A princípio tivemos um pouco de dificuldade para nos adaptar ao novo sistema, mas, com a ajuda dos garçons, é fácil pegar o jeito. Agora, é só chegar no restaurante, ver o cardápio e pedir. Rapidinho ele está na mesa”, explica.

Por enquanto, o custo para compra e manutenção dos tablets é bem alto no Brasil. Ainda assim, acredita-se que dentro de três anos grande parte dos restaurantes já esteja informatizado. Na região do Tatuapé, boa parte dos estabelecimentos e clientes aprovam esta nova ideia.

Receita do mês

...

Reprodução e receita - Tudogostoso.com.br

Por Lygia Flores

Bolo de Fubá São João INGREDIENTES • 4 ovos • 2 xícaras (chá) de açúcar • 2 xícaras (chá) de trigo • 1 xícara (chá) de fubá • 3 colheres (sopa) de margarina • 1 xícara (chá) de leite • 4 colheres (chá) de fermento MODO DE PREPARO Bater as claras em neve, acrescentar o açúcar, continuar batendo. Acrescente aos poucos as gemas, a margarina, o leite, a farinha de trigo, o fubá e continue batendo. Coloque por último o fermento misturando com uma colher ou espátula. Coloque a massa numa forma untada e deixe assar em forno médio pré aquecido por aproximadamente 30 minutos.

11


Bar em homenagem ao Rio de Janeiro

reúne conforto e tradição no bairro E

m clima tradicional carioca, incluindo ventilador antigo de teto, garrafas de cerveja no parapeito e camisas de escolas de samba na parede, o Bar Copacabana se destaca na Rua Coelho Lisboa, a mais movimentada na noite do Tatuapé. Com samba de raiz ao vivo, atrai clientes de todas as idades. Em sua primeira visita ao local, o editor de vídeo Silvio Massao (23) aprovou o ambiente. “O clima é muito agradável, o atendimento é bom, e a comida uma delícia”.

A homenagem à cidade carioca não fica somente na decoração do ambiente, pois coquetéis exclusivos e lanches especiais levam o nome de regiões do Rio de Janeiro. Como o Ipanema, um drink com cachaça, licor de cacau e creme de leite; e o Gávea, um lanche de queijo prato com molho barbecue. Como não poderia faltar, o bar ainda oferece os tradicionais petiscos como polenta, frango à passarinho e escondidinho.

O garçom mais antigo da casa, Paulo Correia (38), acredita que o clima e a decoração atraem bastante os clientes. “É difícil encontrar hoje em dia um bar com decoração antiga, pois a maioria opta por algo mais moderno”. De fato, ao se entrar no local, a sensação é de estar em um botequim de décadas atrás. O ambiente é tradicional, mas não abre mão do conforto. O ventilador antigo de teto, por exemplo, é um mero enfeite, pois o local é climatizado por ar-condicionado.

A frequentadora assídua Barbara Nery (27) comenta que chegou a visitar outros bares da região, mas acabou elegendo o Copacabana como o seu favorito por conta do estilo de música oferecido. “O samba raiz é muito bom. Este é um lugar magnífico... todas as noites, o salão fica cheio de pessoas felizes cantando e dançando”. O grupo de samba “Luzes da Terra” é a atração principal dos sábados, dia de mais movimento do local.

Por Adriana Andreu

Copa do Mundo no Brasil aumenta demanda

de produtos com tema da seleção

A

Copa do Mundo de Futebol está cada vez mais próxima e, nessa época, o que os consumidores mais procuram são itens temáticos e decorativos. Felizmente, grande parte dos lojistas da região já estão preparados para essa demanda. Lojas de artigos em geral até as lojas de roupas, conhecidas como lojas de departamento, estão com estoque garantido de objetos em homenagem a seleção. Com muitas opções, o cliente encontra desde itens mais baratos, como um par de brincos em formato de bandeira do Brasil, que custa em média R$ 3,00, até o itens mais caros, a camisa oficial da seleção brasileira que custa R$230,00. A comerciante de uma loja de bijuterias e acessórios na Rua Tuiuti, Rosangela Almeida (39), se preparou desde cedo para o evento. “Na ultima copa, as pessoas procuraram por pares de brinco, pulseiras e anéis - tudo com o tema. Este ano, eu já me preparei antes, porque sei que vai sair bastante”. O ambulante Rogerio Nascimento (32), que normalmente vende camisetas comuns, trocou provisoriamente sua mercadoria por réplicas da camisa da seleção. Segundo ele, a escolha valeu a pena. “Todo mundo quer ter uma camiseta nessa época do ano... a pessoa quer torcer caracterizada, então nós tornamos isso acessível”.

12

Além do vestuário e acessórios de uso pessoal, é possível encontrar artigos de decoração para casa com o tema. Toalhas de mesa, bandeiras, baldes de pipoca, copos, talheres e petisqueiras são só alguns dos itens disponíveis. Enquanto os jogadores se preparam nos treinos, a população prepara a torcida de casa.

Por Adriana Andreu


Unificação de shoppings center cria grande

complexo comercial e valoriza a região

Shopping Metrô Tatuapé parte do complexo comercial

O

shoppings Metrô Tatuapé

pré estabelecida, para que uma

divulgado nenhum dado oficial o

e Boulevard Tatuapé fazem

não atrapalhe no movimento da

movimento é bem maior. Andreia

da região próxima a estação de

outra. A gerente comercial, Juliana

Lopes (41) cliente do “Boulevard

metrô um centro comercial, desde

Cavalcante (28) trabalha em uma

Tatupé” diz não se importar as

que decidiram se unir e criar

loja de utilidades, que também esta

vantagens do outro, “Mesmo que

eventos e promoções em conjunto

presente no outro shopping, mas

seja maior e tenha mais lojas eu

a movimentação aumenta cada dia

mesmo assim acredita que uma

prefiro as lojas daqui, e também é

mais.

Segundo a administração

não tira a clientela da outra, “Pelo

mais vazio e tranquilo, eu não gosto

do complexo são mais de 150 mil

contrário, essa comodidade, de ter

de muita movimentação.” Nos dados

visitantes por dia. Ao invés de um

um do lado do outro aumenta a

estatísticos presentes no site da

atrapalhar o outro, a unificação os

procura, os clientes sabem que o

administração, o Boulevard tem o

tornou mais forte em relação aos

que precisar tem aqui”.

perfil de seu consumidor classificado

outros shoppings da cidade.

em “AB” enquanto o shopping Mesmo vizinhos, as diferenças

Metro não tem essa classificação.

A coexistência dos dois é incomum.

são inúmeras. O “Metrô Tatuapé”

Mesmo que tenha públicos alvo

Dois shoppings, um ao lado do

é dez anos mais velho e sua área

diferentes, o importante é trazer

outro é raríssimo de acontecer. Até

bruta é maior, porém os corredores

lazer e qualidade para moradores e

mesmo franquias têm uma distância

são estreito. E embora não seja

visitante.

Por Adriana Andreu

13


......... ESPORTES

Futebol americano

na zona leste

RUGBY! Mais um esporte

inglês que ganha seu

jeitinho brasileiro D

epois da Copa do Mundo de Rugby ser televisionada, em 2007, pela emissora ESPN, o esporte, tipicamente inglês, subiu alguns patamares, ainda mais com a inclusão da modalidade nas Olimpíadas de 2016.

Time Monsters de Futebol Americano no PET

O

ano pode até ser de Copa do Mundo, mas, no PET da Anália Franco, o clima é outro. Aos sábados, o local recebe os treinos do time de futebol americano Monsters. Fundado por Luís Jacomini há dois anos, a equipe ainda é considerada amadora. Enquanto eles não possuem todos os equipamentos necessários para entrar em um torneio, os encontros acontecem para que o esporte possa se profissionalizar na região. É fato que a cada dia o futebol americano ganha mais visibilidade no Brasil. Com a NFL, liga profissional dos Estados Unidos, o número de admiradores brasileiros do esporte cresceu muito. Mas, sua prática não é barata. O kit com ombreira, capacete e uniforme custa cerca de mil reais por atleta.

Desde 2010, a zona leste conta com um time que cresce a cada dia. O Tatuapé Rugby surgiu após uma conversa entre amigos e irmãos, como conta um dos fundadores, Américo Barbosa. “O Tatuapé Rugby surgiu após uma conversa entre eu, Leandro Pão, Mariana Pão e meu irmão, Felipe Barbosa. O campo no PET, antigo parque CERET, foi anunciado como sendo da Federação Paulista de Rugby e, pela proximidade das nossas casas, se tornou algo possível”. A novidade de 2014 é o time feminino, que já conta com 12 integrantes e muita dedicação. As cores do time remetem ao fato de que, desde sua fundação, já havia a ideia de existir times masculinos e femininos, segundo Renata Torres Lacerda, a treinadora do grupo feminino. “O azul e rosa foi justamente para mostrar que o time é aberto a todos. E, assim, desde seu início, a figura feminina sempre esteve presente”. A jogadora Helia Lin lembra que idade não é problema, e as garotas estão esperando, de braços abertos, quem quiser treinar e se divertir. “Nós treinamos todos os sábados das 10h às 12h, no Parque Esportivo dos Trabalhadores, o PET, no Tatuapé. Fazemos novas amizades, exercício físico e nos divertimos muito. Claro que é sempre bom ganhar, mas competir é o que importa”. Para fazer parte da equipe, basta comparecer ao treino e colocar a mão na bola.

Por Amandha Rossette

No Tatuapé, a equipe Monsters conta com 50 atletas e as seletivas são realizadas duas vezes ao ano. As novidades são divulgadas sempre na página oficial do time no Facebook - facebook. com/monstersfam. Para participar do time, é muito fácil. Os candidatos precisam ter idade mínima de 16 anos, boa forma e condição de saúde e disponibilidade para se dedicar. Para entrar em contato, envie um e-mail para coachljacomini@ hotmail.com. Por Iule Karalkovas

14

Time feminino de Rugby na arena Paulista PET


E

Arena Corinthians - Itaquera, Zona Leste de São Paulo

m 2012, a Prefeitura e o Estado de São Paulo se uniram para dar início às obras do Complexo Viário Itaquera. Desde então, diversas obras foram propostas com o objetivo de melhorar a integração entre a Avenida Radial leste e os principais pontos de estações de trem e metrô. Dois anos depois, as obras, executadas pela empresa Dersa – Desenvolvimento Rodoviário S/A –, possuem um investimento de R$ 150,6 milhões e R$ 397,9 milhões, que foi dividido entre Prefeitura e Estado. No Complexo Viário Itaquera, destaca-se a criação do “Mergulhão”, uma via expressa sob a Avenida Doutor Luis Aires. Com cerca de 500 metros entre a saída do Túnel Jornalista Odon Pereira e a Arena Corinthians, o projeto foi originado para criar uma ligação direta com Guaianases. Como não foram instalados semáforos no local, os motoristas também são beneficiados ao ganharem mais tempo em suas viagens. Outras obras como a nova avenida que ligará a Avenida Itaquera à Avenida Miguel Inácio Curi e o conjunto de

viadutos sobrepondo os trilhos do Metrô, da CPTM e a Avenida Radial Leste ainda precisam ser entregues. O pacote de melhorias em Itaquera faz parte, obviamente, dos projetos que foram criados para melhorar a cidade que sediará vários jogos da Copa do Mundo. Claro que, para o Complexo ficar completo, não poderia faltar a construção da grandiosa Arena Corinthians. Em 2010, o Sport Club Corinthians e a Construtora Odebrecht firmaram um acordo milionário para comemorar o centenário corinthiano. Em 30 de maio de 2011, as obras Arena Corinthians finalmente foram iniciadas. Desde então, foram gastos mais de R$ 820 milhões no projeto assinado pelo escritório Coutinho, Diegues, Cordeiro Arquitetos, do Rio de Janeiro. É uma grande responsabilidade para São Paulo. Na abertura da Copa do Mundo, está prevista a presença de chefes de Estados de trinta e dois países, além de 4.500 jornalistas de todo o mundo. Ou seja: tudo precisa sair perfeitamente bem.

......... COPA DO MUNDO

Itaquera e a Copa do Mundo de 2014

Após muitos contratempos e problemas envolvendo o desabamento de uma estrutura metálica em novembro de 2013, a Arena abriu suas portas no dia 10 de maio. Dentro de campo, os torcedores puderam ver mais de cem jogadores, dentre eles Marcelinho Carioca, Vampeta, Basílio e Zé Elias. O jogo, apenas comemorativo, serviu para colocar à prova o trabalho realizado durante os três anos de obras. No dia 18 de maio, foi realizado o primeiro jogo oficial do Corinthians pelo Campeonato Brasileiro, contra o Figueirense.

Porém, as obras ainda não acabaram. Seguem os trabalhos nas polêmicas arquibancadas provisórias, de onde um operário caiu e morreu há menos de dois meses. As estruturas móveis levarão a capacidade do estádio de 48 mil para 68 mil pessoas, conforme exigência da FIFA para os jogos do Mundial. Agora, é só esperar. Faltando apenas três semanas para o campeonato acontecer, é inegável que os arredores de Itaquera ainda precisam de muitas melhorias.

Por Iule Karalkovas

15


Feriados, pontos facultativos ou dias úteis N ão vai ser como a maioria pensava. A Copa do Mundo não terá feriados decretados de maneira generalizada nas cidades-sede da competição, a não ser em órgãos públicos. Das 12 cidades que realizarão partidas do Mundial, só o Rio de Janeiro estabeleceu feriados nos dias úteis em que terão partidas no Maracanã. Em São Paulo, a Prefeitura planeja decretar feriado apenas no dia 12 de junho, data da abertura. Um projeto de lei deve ser votado, mas não tem data definida. Já na capital do país, Brasília, nos dias em que houverem jogos do Brasil em outras cidades ou no Estádio Mané Garrincha, o expediente do funcionalismo público será encerrado às 12h.

Belo Horizonte, Salvador, Recife, Cuiabá, Curitiba e Natal já decidiram que não haverá feriado durante a realização do campeonato. Porém, cada uma das sedes terá o expediente reduzido, conforme a necessidade do lugar. As Prefeituras de Fortaleza, Manaus e Porto Alegre ainda estudam possíveis pontos facultativos e feriados nos dias em que serão disputados jogos nas arenas que ficam localizadas nestes municípios. Nas cidades que não sediarão a Copa, em dias úteis, que houverem partidas da Seleção Brasileira, o dia funcional público se encerrará às 12h30.

Por Amandha Rossette

Troca de figurinhas O álbum oficial da Copa do Mundo 2014 virou febre em todo o país. Para ajudar os paulistanos que querem completar os seus álbuns, o Internacional Shopping Guarulhos, em parceria com a Banca Internacional, está promovendo desde abril um ponto de encontro para a troca e compra de figurinhas. Até o dia 13 de julho, das 14 às 16 horas, um espaço no piso superior do Shopping estará disponível para que os colecionadores troquem seus cromos. Não é necessário se cadastrar. Serviço: Internacional Shopping Guarulhos - Rodovia Presidente Dutra, km 230, Itapegica. Na região, do Anália Franco também é possível realizar a troca de figurinhas, colecionadores se encontram no ‘‘Carrefour Anália Franco, localizado na Avenida Regente feijó. 1759.

Por Iule Karalkovas

Segurança da região durante a Copa M

esmo com o deslocamento de alguns policiais durante a ‘‘Operação Copa’’, a segurança do Tatuapé e Região estará garantida durante os jogos na cidade. A informação é da 2ª Cia do 51 ° Batalhão da PM. Segundo o Comandante Hélio Ribeiro, mesmo que o policiamento apresente alguma deficiência durante o evento, a segurança estará garantida. Por sua vez, os moradores podem contribuir fazendo denúncias pelo Disque Denúncia. Após o mundial, novos PMs devem chegar ao Batalhão, para reforçar a região, o que pode gerar mudanças significativas nos bairros.

Por Redação

16


......... SAÚDE

Hospital Veterinário do Tatuapé realiza todos

os tipos de atendimento para cães e gatos D

e autoria do vereador Roberto Trípoli (PV), o projeto de Lei nº 114/2012, apresentado em abril de 2012 e aprovado pela maioria na Câmara Municipal de São Paulo, instituiu a abertura do primeiro Hospital Veterinário Público para cães e gatos do país, que está localizado na Rua Professor Carlos Zagotis, no Tatuapé. Inaugurado em 2 de julho de 2012, o espaço conta com 16 veterinários de um total de 28 funcionários que atendem de segunda a domingo, das 7h às 19h. Atualmente, há três salas de atendimento, duas áreas para internação, uma Unidade de Terapia Intensiva e mais uma sala de cirurgia que podem atender cerca de 70 animais por dia. Ao todo, são 140m² que são mantidos por uma verba de R$ 600.000 da Prefeitura.

O hospital proporciona, sem ônus para os proprietários dos animais e também para protetores que socorrem cães e gatos abandonados e maltratados, consultas em todas as especialidades veterinárias, exames laboratoriais e de imagem; tratamentos ontológicos e cirurgias, inclusive as de alta complexidade. Entre julho de 2012 a novembro de 2013, foram realizados cerca de 288 mil procedimentos. Desde 25 de novembro do ano passado, o Hospital Tatuaté distribui senhas para o atendimento de animais domésticos. O proprietário precisa retirá-la no dia anterior à consulta. Para marcar a consulta, basta levar identidade, CPF e um comprovante de residência. Em caso de emergência, o animal é atendido na hora. Entrada do Hospital Veterinário

Por Kamila Marques

BOM ATENDIMENTO X SUPERLOTAÇÃO

O

Hospital Veterinário já salvou muitos cães e gatos. Diariamente, muitos animais do Tatuapé são atendidos – o que acaba beneficiando moradores de toda a cidade. A Enfermeira veterinária Victória Pereira Cavalcante, de 20 anos, trabalha há quatro meses no local. Segundo ela, são realizados cerca de 100 atendimentos clínicos e mais 30 de retorno por dia.

Cláudio Afonso, produtor de eventos, comenta que o atendimento é muito bom. “Trouxe minha cachorra para retorno com a veterinária, que descobriu um tumor na mama esquerda. Medicaram-na e já estão tratando da doença. A demora é normal, mas isso acontece em qualquer veterinário. O importante é a Meg ser bem tratada”, destacou.

As principais doenças são o câncer de mama, causado pela falta de adestramento da cachorra antes do primeiro cio e a Sinomose, caracterizada por gases intestinal ou respiratório, que dependendo do estágio, pode levar a morte do animal. Victória destaca, que se os donos levarem seus cães aos veterinários para tomar às vacinas V8 ou V10, a chance de aparecer alguma dessas doenças citadas é mínima.

O contador Sérgio Brandão, de 27 anos, afirma que o Hospital tem um bom atendimento, porém, é necessário chegar com antecedência para pegar uma senha, já que no local não há prontoatendimento. Recentemente, ele ficou cerca de quatro horas na fila para conseguir ser atendido. “Há muito que melhorar, mas, depois de

esperar, meu cão foi muito bem tratado”, ressalta. Embora o atendimento seja muito elogiado, os moradores ainda reclamam da superlotação. Todos os dias, a partir das cinco horas da manhã, dezenas de pessoas começam a formar fila em frente ao prédio de dois andares. Entre as 7 às 19 horas, o local recebe uma demanda acima da sua capacidade. Apesar disso, com a abertura do segundo Hospital Veterinário Público na região do Tucuruvi no mês de janeiro, a situação no local melhorou muito.

As consultas podem ser marcadas através dos telefones: (11) 2667-7795 (11) 2667-7804 (11) 2667-7789 (11) 2667-7793

17


Subprefeitura procura local para instalação

de UPA no Hospital do Tatuapé

H ospital Municipal Dr. Cármino Caricchio, conhecido como Hospital Municipal do Tatuapé

L

ocalizado na Avenida Celso Garcia

tomadas juntos a Secretária da Saúde

As UPAs fazem parte da Política Nacional

e

centro

para sanar os problemas existentes e

de Urgência e Emergência, lançada

hospitalar de excelência e referência

que o complexo hospitalar irá ganhar

pelo Ministério da Saúde, em 2003, que

pela Secretaria Municipal de Saúde,

uma unidade UPA Tipo III (Unidade de

estrutura e organiza a rede de urgência

o Hospital Municipal Dr. Cármino

Pronto Atendimento).

e emergência no País, com o objetivo

reconhecido

como

Caricchio, conhecido como Hospital Municipal do Tatuapé voltou a ser lembrado durante um encontro sobre saúde na Subprefeitura Aricanduva/ Formosa/Carrão. O motivo é a reclamação dos pacientes em relação ao atendimento prestado e a falta de infraestrutura do hospital, como a precariedade no pronto-atendimento e poucos médicos a disposição. Diante das denúncias, a subprefeitura anunciou que providências estão sendo

18

de integrar a atenção às urgências. Os “O HMT é o hospitalar da rede municipal com mais atendimentos prestados em São Paulo. Por ano, passam por lá 350 mil pessoas. É um hospital de muita importância. Ele recebe quem mora na região e principalmente quem vem de longe. Já temos instalada uma AMA 24 horas, mas, mesmo assim, temos visto que não é suficiente para acomodar a demanda, que é muito grande. Por isso, vamos trazer uma UPA Tipo III”, comentou Camila Silveira, assessora da subprefeitura.

investimentos são do PAC e na unidade Tipo III são inseridos de 13 a 20 leitos de observação. A capacidade é para atender até 450 pacientes por dia. Só que, para a construção da UPA, falta encontrar um local que comporte os equipamentos e os leitos. Camila garantiu que a subprefeitura está a procura desse espaço, num raio de 500 metros do hospital, pois dessa maneira facilita o atendimento em casos mais graves.

Por Marcella Bertini


o musical ``A Bela e a Fera``

E

m parceria com a ER Arte, o teatro Fernando Torres, traz aos palcos o musical “A Bela e a Fera”. A peça é uma homenagem aos vinte anos da estreia do primeiro musical que há anos encanta gerações . A história é baseada no escrito original de Jeanne-Marie Le Prince de Beaumont e nas versões que o conto recebeu na Broadway e no cinema. O tradicional casal A

Bela e a Fera transmite do começo ao fim uma linda mensagem de amor e acima de tudo de respeito, de combate ao preconceito e deixa uma grande lição que nos faz refletir sobre a verdadeira essência das pessoas e da vida. O musical fica em cartaz até dia 27 de julho, e os estudantes, professores da rede estadual e municipal de São Paulo, aposentados, e idosos acima de 60 anos pagam meia entrada.

BILHETERIA DO TEATRO FERNANDO TORRES. Funcionamento: De Terça à Domingo das 14:00hrs às 20:00hrs – em dias de espetáculo até o início do mesmo. Informações: (11) 2227-1025

......... CULTURA

Teatro Fernando Torres traz aos palcos

Por Lygia Flores

Biblioteca Cassiano Ricardo D

esde 1953, os moradores da região leste possuem à disposição um grande acervo de livros para empréstimo e consulta na Biblioteca Pública do Tatuapé, conhecida hoje como Biblioteca Cassiano Ricardo, um dos pontos culturais mais visitados no bairro. Além, do espaço dedicado aos livros, os usuários podem conferir a sala de audição, um local que é especialmente dedicado à música, e conta com materiais impressos e sonoros disponíveis para consultas e audição. Entre as raridades do acervo sonoro estão composições de Pixinguinha e canções do início das carreiras de Elis Regina e Roberto Carlos. A biblioteca também conta um laboratório de línguas, oficinais criativas e uma programação musical que busca a ampliação de públicos, mediante a qualificação das ações culturais e a valorização e extroversão dos acervos, caso do Sarau do Ricardo ao Itamar, que, a cada mês, brinda o público com poemas, crônicas e canções especialmente selecionadas. Para saber mais, acesse a Programação da unidade disponível no site :www.prefeitura. sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/ bibliotecas/bibliotecas_bairro/bibliotecas_a_l/ cassianoricardo/

Por Lygia Flores

BIBLIOTECA CASSIANO RICARDO Av. Celso Garcia, 4200 Tatuapé - 03064-000 Horário: 2ª a 6ª feira das 10h às 19h sábado das 9h às 16h Telefones: (11) 2092-4570 (11 )2942-9952

19


......... PASSATEMPOS

Sudoku

O objetivo do jogo é a colocação de números de 1 a 9 em cada uma das células vazias numa grade de 9x9, constituída por 3x3 subgrades chamadas regiões. O quebra-cabeça contém algumas pistas iniciais, que são números inseridos em algumas células, de maneira a permitir uma indução ou dedução dos números em células que estejam vazias. Cada coluna, linha e região só pode ter um número de cada um dos 1 a 9.

20

Tatuapé Aqui  

Jornal Do Bairro do Tatuapé e Região - Universidade Anhembi Morumbi

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you