Page 50

M E I O A M B I E N T E

C u i d a n d o , e l e f i c a i n t e i r o .

G l o s s á r i o

A

qui você encontra a definição de termos importantes sobre Meio Ambiente e Solo, citados nesta cartilha.

Assoreamento É o transporte de sedimentos, areia ou detritos quaisquer, para um estuário, rio, baía, lago ou canal, geralmente causa a redução de profundidade destes mananciais. Os processos erosivos, causados pelas águas, ventos e processos químicos, antrópicos e físicos, desagregam solos e rochas formando sedimentos que serão transportados. O depósito destes sedimentos constitui o fenômeno do assoreamento. O assoreamento vem sendo intensificado por ações humanas como o desmatamentos, que expõe as áreas à erosão, a construção de favelas em encostas que, além de desmatar, tem a erosão acelerada devido à declividade do terreno, as técnicas agrícolas inadequadas e ocupação desordenada do solo. Aterro controlado O lixo é recoberto com material inerte, geralmente terra, na maioria das vezes sem compactação e sem impermeabilização na base do solo. Cerca de 37% dos resíduos no Brasil têm como destino esse tipo de aterro. Embora seja uma técnica preferível ao lançamento a céu aberto, não substitui o aterro sanitário. Aterro Sanitário É uma obra de engenharia que utiliza técnicas para disposição de resíduos sólidos urbanos, que implica em estudos de impactos ambientais antes da implantação, a impermeabilização do solo, cobrimento periódico do lixo com uma camada de terra, sendo também realizada a drenagem de gases e líquidos. Apenas 36% do lixo coletado no Brasil são dispostos em aterros sanitários Capilaridade Fenômeno através do qual a água sobe em um tubo de vidro com diâmetro pequeno (menos de 1 milímetro, aproximadamente). Este fenômeno depende da natureza molecular do líquido (polaridade) e da presença de uma fase gasosa (interface água-ar-líquido). A força capilar pode reter (“segurar”) água dentro do tubo ou poro capilar com uma força maior que a força da gravidade, ou seja, a água em um tubo ou poro capilar não “drena”. Compostagem É um processo bioxidadativo controlado da matéria orgânica, na qual interferem numerosos e variados microrganismos, que requerem umidade adequada e substratos orgânicos heterogêneos em estado sólido. O processo passa por uma fase termofílica e resulta no final em dióxido de carbono, vapor de água e uma matéria orgânica estabilizada que pode ser empregada na agricultura sem provocar efeitos adversos.

5 0

cartilha_solo  

SOLO C u i d a n d o , e l e f i c a i n t e i r o C a r t i l h a s s é r i e Cartilha 3 C a r t i l h a s s é r i e M e i o A m b i e n t...