Issuu on Google+

Plano TIC

DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇAO - DSTE

Educação Pré-Escolar e 1º Ciclo do Ensino Básico 2011-2012 O Coordenador TIC Filipe Caldeira Ildefonso

[1] MODELO PLANO TIC 2011/2012


DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇAO - DSTE

CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA I DENTIFICAÇÃO

DO

C OORDENADOR TIC

Filipe Caldeira Ildefonso 965413082 filipe_ildefonso@live.madeira-edu.pt

E SCOLA [EB1/PE do Boliqueime eb1peboliqueime@madeira-edu.pt Telefone: 291757021 – Fax: 291758196 http://escolas.madeira-edu.pt/eb1peboliqueime/

I DENTIFICAÇÃO

NOME Filipe Ildefonso Sandra Castro Elizabete Girão Ana Silva

CARGO/FUNÇÕES

QUE

DESEMPENHA Coordenador TIC Diretora Professora da Curricular Professora de Educação Física

DA

E QUIPA TIC

CONTACTO TELEFÓNIC O 965413082 965225217 965197054 966793915

ENDEREÇO DE CORREIO ELECTRÓNICO filipe_ildefonso@live.madeira-edu.pt smvpfcastro@live.madeira-edu.pt betagirao@sapo.pt aipsmad@gmail.com

[2] MODELO PLANO TIC 2011/2012


DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇAO - DSTE

PARCERIAS COM OUTRAS ENTIDADES

OU

INSTITUIÇÕES ESCOLARES IDENTIFICAÇÃO DA ENTIDADE/INSTITUIÇÃ O ESCOLAR EB1/PE do Livramento

TIPO DE PARCERIA Intercâmbio Videoconferência

em

DURAÇÃO

AVALIAÇÃO FINAL

Anual

Qualidade e quantidade das atividades realizadas

[3] MODELO PLANO TIC 2011/2012


DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇAO - DSTE

ÍNDICE 1. Introdução 2. Eixos 3. Atividades 4. Projetos da DSTE 5. Cronograma TIC 6. Divulgação do Projeto Anexo A - Notas para a Avaliação e Acompanhamento do Plano Anexo B – Notas para preenchimento do documento

[4] MODELO PLANO TIC 2011/2012


DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇAO - DSTE

1. INTRODUÇÃO A escola do Boliqueime é constituída por oito turmas do 1ºCEB e duas turmas de Pré-escolar. Ao dispor do corpo docente e discente existe uma sala de informática equipada com diversos computadores e impressoras. Existem, também, outros recursos multimédia disponíveis e que podem ser usados no processo ensino-aprendizagem. Importa, talvez, ressalvar que algum do equipamento, sobretudo os computadores, está a necessitar de algum tipo de manutenção especializada. No entanto, e apesar de a escola disponibilizar aos professores diversas ferramentas TIC, o seu uso corrente e sistemático não está, ainda, devidamente arreigado. A sala TIC acaba por ser, quase exclusivamente, utilizada para as aulas de informática e coordenação TIC, não sendo rentabilizada plenamente. Verifica-se,

por

parte

de

alguns

docentes,

algumas

reservas

relativamente ao uso das novas tecnologias nas suas práticas pedagógicas e estratégias metodológicas. Desta forma, espera-se que sirva este plano, essencialmente, para que i)

se repensem as práticas educativas;

ii)

se desperte, nos docentes, a curiosidade, já tão presente nos alunos, pelas questões das novas tecnologias;

iii)

Se desenvolvam competências e conhecimentos no âmbito das TIC e recursos multimédia;

iv)

se incuta nos colegas a premissa de que as TIC se podem constituir

como

uma

mais-valia

pedagógica

e

didática,

ajudando a educar cidadão informados, capazes de tomadas de decisão conscientes no que respeita ao futuro da sociedade onde estão inseridos.

[5] MODELO PLANO TIC 2011/2012


DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇAO - DSTE

2. EIXOS Eixo 1 – RECURSOS PEDAGÓGICOS DIGITAIS: criar, divulgar e implementar recursos pedagógicos digitais no âmbito das diversas áreas curriculares.

Eixo

2

Inovação

Tecnológica

Investigar,

criar

e

promover

novas

aplicações, ferramentas e práticas tecnológicas que permitam melhorar a dinâmica das atividades escolares.

Eixo 3 – Literacia Tecnológica – proporcionar conhecimentos adequados à comunidade educativa estimulando-os para uma utilização eficaz e gradual, dotando-os de uma maior autonomia no domínio das TIC

[6] MODELO PLANO TIC 2011/2012


DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇAO - DSTE

3. ATIVIDADES Eixo 1 – RECURSOS PEDAGÓGICOS DIGITAIS: criar, divulgar e implementar recursos pedagógicos digitais no âmbito das diversas áreas curriculares. Eixo 1 – 1ª Atividade N OME DA A TIVIDADE O BJECTIVOS E SPECÍFICOS

D ATA D ESTINATÁRIOS D INAMIZADORES R ECURSOS TIC M OMENTOS DE A VALIAÇÃO O BJETOS DE A VALIAÇÃO C RITÉRIOS DE A VALIAÇÃO I NSTRUMENTOS DE A VALIAÇÃO R ESULTADOS ESPERADOS

Eixo 1 – 2ª Atividade N OME DA A TIVIDADE O BJECTIVOS E SPECÍFICOS D ATA D ESTINATÁRIOS D INAMIZADORES R ECURSOS TIC M OMENTOS DE A VALIAÇÃO O BJETOS DE A VALIAÇÃO C RITÉRIOS DE A VALIAÇÃO I NSTRUMENTOS DE A VALIAÇÃO R ESULTADOS ESPERADOS

Eixo 1 – 3ª Atividade N OME DA A TIVIDADE O BJECTIVOS E SPECÍFICOS D ATA D ESTINATÁRIOS D INAMIZADORES R ECURSOS TIC M OMENTOS DE A VALIAÇÃO

Divulgação de ferramentas Web 2.0 Divulgar novos recursos pedagógicos e didáticos Dar a conhecer ferramentas Web 2.0 de utilização livre Estimular o recurso a metodologias de ensino-aprendizagem alternativas e apelativas Ao longo do ano Docentes Coordenador TIC Computadores Final de cada período Recursos/ferramentas Web 2.0 utilizados Quantidade, qualidade e pertinência dos recursos/ferramentas Web 2.0 utilizados Inquérito pelos docentes Maior rentabilização dos recursos gratuitos disponíveis na Web Mais e melhor uso dos recursos TIC existentes na escola

Concurso de fotografia Digital a realizar pelas diferentes turmas, no espaço escolar. A temática será proposta pelo Coordenador TIC, mensalmente. Estimular o gosto pela fotografia; Estimular o gosto pelo uso dos recursos multimédia Mensalmente Alunos Coordenador TIC Computadores, máquina fotográfica digital; videoprojector Mensal Fotografias Qualidade, originalidade e criatividade Fotografias Portefólio com as fotografias tiradas pelos alunos a ser disponibilizado no Website da escola

Criação e partilha de recursos no Skydrive Criação de um centro de recursos de documentos utilizados no quotidiano da comunidade docente Ao longo do ano Docentes Coordenador TIC Computador No final do ano

[7] MODELO PLANO TIC 2011/2012


DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇAO - DSTE

O BJETOS DE A VALIAÇÃO C RITÉRIOS DE A VALIAÇÃO I NSTRUMENTOS DE A VALIAÇÃO R ESULTADOS ESPERADOS

Recursos partilhados Quantidade e qualidade dos recursos partilhados Grelha de registo Criação de uma base de dados de atividades didáticas e fichas de trabalho a serem, posteriormente, colocadas no site da escola

Eixo 2 – INOVAÇÃO TECNOLÓGICA - Investigar, criar e promover novas aplicações, ferramentas e práticas tecnológicas que permitam melhorar a dinâmica das atividades escolares.

Eixo 2 – 1ª Atividade N OME DA A TIVIDADE O BJECTIVOS E SPECÍFICOS

D ATA D ESTINATÁRIOS D INAMIZADORES R ECURSOS TIC M OMENTOS DE A VALIAÇÃO O BJETOS DE A VALIAÇÃO C RITÉRIOS DE A VALIAÇÃO I NSTRUMENTOS DE A VALIAÇÃO R ESULTADOS ESPERADOS

Eixo 2 – 2ª Atividade N OME DA A TIVIDADE O BJECTIVOS E SPECÍFICOS

D ATA D ESTINATÁRIOS D INAMIZADORES R ECURSOS TIC M OMENTOS DE A VALIAÇÃO O BJETOS DE A VALIAÇÃO C RITÉRIOS DE A VALIAÇÃO I NSTRUMENTOS DE A VALIAÇÃO R ESULTADOS ESPERADOS

Live Cast de atividades Divulgar, em direto, algumas das atividades (festas de final de período e torneio inter-turmas de futebol e andebol) realizadas na escola junto dos encarregados de educação; Estreitar relações entre escola e encarregados de educação Ao longo do ano Encarregados de educação e familiares dos alunos Coordenador TIC | Equipa de apoio à implementação do plano TIC Computadores, webcam Final de cada atividade Cada transmissão efetuada Quantidade e qualidade das transmissões Inquérito aos encarregados de educação sobre o número de visualizações Espera-se que encarregados de educação acompanharem em direto algumas das atividades realizadas pelos seus educandos, aproximando-os, desta forma, da vida escolar dos seus educandos

Intercâmbio em videoconferência Dar a conhecer diferentes formas de comunicação; Familiarização com serviços de informação pela internet (Messenger); Contactar com crianças de uma escola diferente (EB1/PE do Livramento) Estimular a comunicação e o diálogo, recorrendo à língua inglesa Trimestral Alunos Coordenador TIC | Equipa de apoio à implementação do plano TIC | Professora de Inglês Computadores, webcam ou máquina de filmar, projetor multimédia Final de cada atividade Conteúdos abordados durante a videoconferência Pertinência e correção da intervenção dos alunos Observação direta Enriquecimento da capacidade de diálogo numa língua estrangeira, trabalhando, ao mesmo tempo, as capacidades de socialização e de respeito pelo próximo

[8] MODELO PLANO TIC 2011/2012


DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇAO - DSTE

Eixo 3 – Literacia Tecnológica – proporcionar conhecimentos adequados à comunidade educativa estimulando-os para uma utilização eficaz e gradual, dotando-os de uma maior autonomia no domínio das TIC Eixo 3 – 1ª Atividade N OME DA A TIVIDADE O BJECTIVOS E SPECÍFICOS D ATA D ESTINATÁRIOS D INAMIZADORES R ECURSOS TIC M OMENTOS DE A VALIAÇÃO O BJETOS DE A VALIAÇÃO C RITÉRIOS DE A VALIAÇÃO I NSTRUMENTOS DE A VALIAÇÃO R ESULTADOS ESPERADOS

Eixo 1 – 2ª Atividade N OME DA A TIVIDADE O BJECTIVOS E SPECÍFICOS

D ATA D ESTINATÁRIOS D INAMIZADORES R ECURSOS TIC M OMENTOS DE A VALIAÇÃO O BJETOS DE A VALIAÇÃO C RITÉRIOS DE A VALIAÇÃO I NSTRUMENTOS DE A VALIAÇÃO R ESULTADOS ESPERADOS

Ação de sensibilização do Infolive Dar a conhecer as funcionalidades do infolive (criar e enviar e-mails; partilhar documentos) Explorar as potencialidades das contas infolive Dezembro Docentes Coordenador TIC Computadores, Videoprojector, internet Final da atividade Utilização da conta infolive Quantidade e qualidade da utilização da conta infolive Grelha de registo, observação direta Espera-se que os docentes recorram com mais frequência à conta infolive, rentabilizando os recursos disponíveis

Sensibilização para a Iniciação à informática Facilitar a aquisição de conhecimentos/competências na área da informática; Introduzir conceitos básicos de informática; Dominar operações básicas no computador (ambiente Windows; Word; Power Point, internet; correio electrónico) 2º Período Docentes Coordenador TIC Computadores, projetor multimédia, internet Final da sensibilização Objetos de aprendizagem produzidos Quantidade e qualidade dos OA´s Grelhas de verificação dos trabalhos realizados Estimular o gosto pelas TIC; Aquisição de competências básicas em TIC Criação de um centro de recursos, com os trabalhos produzidos

[9] MODELO PLANO TIC 2011/2012


DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇAO - DSTE

4. PROJETOS DA DSTE

1ª Atividade N OME DA A TIVIDADE O BJECTIVOS E SPECÍFICOS D ATA D ESTINATÁRIOS D INAMIZADORES R ECURSOS TIC M OMENTOS DE A VALIAÇÃO O BJETOS DE A VALIAÇÃO C RITÉRIOS DE A VALIAÇÃO I NSTRUMENTOS DE A VALIAÇÃO R ESULTADOS ESPERADOS

Aprender com o cinema Desenvolver a autoestima Promover a preservação ambiental Abordar o conceito de amizade Ao longo do ano Alunos DSTE, Coordenador TIC e Docentes Computador; videoprojector No final de cada atividade Atividades realizadas pelos alunos Quantidade e qualidade das aprendizagens realizadas Guião didático Espera-se que as crianças possam aprender valores de forma lúdica, ressalvando-se a importância crescente da informação visual na sociedade

2ª Atividade N OME DA A TIVIDADE O BJECTIVOS E SPECÍFICOS D ATA D ESTINATÁRIOS D INAMIZADORES R ECURSOS TIC M OMENTOS DE A VALIAÇÃO O BJETOS DE A VALIAÇÃO C RITÉRIOS DE A VALIAÇÃO I NSTRUMENTOS DE A VALIAÇÃO R ESULTADOS ESPERADOS

Pensa Rápido Consolidação de conhecimentos de forma lúdica Permitir aos alunos acessos a recursos informáticos Promover a interação das escolas com o meio e o mundo Ao longo do ano Alunos Coordenador TIC Computador Mensalmente Pontos adquiridos Número de pontos adquiridos, quantidade de apuramentos Lista de verificação Incentivar nos alunos o gosto pelo estudo, promovendo aprendizagens ativas, interessantes e promissoras

[10] MODELO PLANO TIC 2011/2012


DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇAO - DSTE

5. CRONOGRAMA TIC 2011 Mês Actividades

Set

Out

Nov

2012 Dez

Jan

Fev

Mar

Abr

Mai

Jun

Jul

Ferramentas Web 2.0 Concurso de fotografia Digital Criação e partilha de recursos no Skydrive LiveCast de atividades Intercâmbio em videoconferência Ação de sensibilização do Infolive Sensibilização sobre a aplicação MS Office PowerPoint

2011

2012

Mês Set

DSTE

Out

Nov

Dez

Jan

Fev

Mar

Abr

Mai

Jun

Projetos Cinema na Escola Pensa Rápido

[11] MODELO PLANO TIC 2011/2012

Jul


DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇAO - DSTE

6. DIVULGAÇÃO DO PLANO TIC O Plano TIC será divulgado junto do corpo docente, em reunião do Conselho Escolar. Proceder-se-á, igualmente, à divulgação do plano TIC no Website da escola,

para

que

toda

a

comunidade

educativa

tenha

acesso

ao

seu

conteúdo.

Funchal, 7 de Novembro

Filipe Caldeira Ildefonso

[12] MODELO PLANO TIC 2011/2012


Plano TIC