Issuu on Google+

Portf贸li

Portf贸lio Filipa

Fernandes


Filipa Andreia Correia Frenandes _ Protf贸lio _ Licenciatura em Design Industral


design de produto

design de interacção

vectorizações

desenhos técnicos

desenhos


Índice

Curriculum vitae.................................................................................................................pag 2

Estágio escolar..................................................................................................................pag 5

Design de produto.............................................................................................................pag 31

Vectorizações....................................................................................................................pag 43

Desenhos técnicos............................................................................................................pag 47

Desenhos..........................................................................................................................pag 51

1


Curriculum Vitae 2


Nome: Filipa Andreia Correia Fernandes Data de nascimento: 20/ 04/ 1989. Natural: Vila Verde, Braga Nacionalidade: Portuguesa Contacto: 913850087 filipa_k07@hotmail.com Formação: Licenciatura em Deisgn Industrial no Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, 2007 - 2010. Principais disciplinas: Desenho técnico computacional Metodologia do trabalho do Designer Desenho e representação do produto Geometria e Projecção Desenho assistido por computador Projecto de design industrial Maquetização e técnicas de modelação Gestão da qualidade e do produto Materiais e processos de fabrico Competências informáticas: Word, Exel, PowerPoint, Acrobat, Hipershot, Adobe Ilustrator, Adobe Photoshop, Adobe Flash e Solidworks e componentes. Principais interesses: Desporto, música e laser

3


perfil: ı Sou interessada pelas coisas; ı Gosto de perfeição; ı Ambiciosa; ı Dinâmica; ı Gosto sempre de aprender coisas novas e diferentes; ı Sentido de responsável; ı Bom sentido de humor; ı Espontânea; ı Boa capacidade de argumentação; ı Boa capacidade de relacionamento e comunicação; ı Bom espírito de equipa; ı Boa interacção com as pessoas; Experiência profissional: Realização de uma empresa fictícia – introdução ao empreendedorismo e parceria com a empresa, Coziminho, sediada e conceituada em Braga, em ambiente profissional para o desenvolvimento de uma linha de mobiliário para quarto, sala de jantar, estar, escritório e hall, no âmbito académico. Respectivas peças de mobiliário a serem comercializadas pela própria empresa. Trabalho de grupo efectuado de Fevereiro a Junho de 2010. Venda directa de comércio e serviços no Grupo BF (BARCELOS & FONSECA), mais propriamente no escritório de Braga (Bracaramax) de 11/07/09 a 17/09/09; Voluntariado no Instituto Português da Juventude de Braga como vigilante de florestas 1/09/07 a 15/09/07;

4


Estรกgio Escolar 5


Como é habitual no Instituto Politécnico do Cávado e do ave no 3º ano, e último, no curso de design industrial existe uma displina que nos proporciona a experiência de fazer um estágio curricular. Juntamente com mais cinco alunos, Alexandra Fonseca, Catarina Queirós, Claúdia Flores, Diana Bragança e Hugo Fernandes , escolhemos a empresa de mobiliário Coziminho, em braga, para estagiar. No entanto o nosso trabalho nao se baseava somente em estágio mas sim formar uma empresa fictícia, tratar de toda a publicidade e escritório, ou seja, seriamos uma empresa de design industrial a trabalhar para a Coziminho. Asim nasceu a RÉ. Contactando a empresa o nosso trabalho baseava-se na realização de uma linha de mobiliário para o hall, quarto, escritório, sala de estra e sala de jantar. Nas páginas que se seguem começo por apresentar alguma da linha publicitária que foram a nossa imagem, mesmo ficticiamente, e depois os 3 conceitos que escolhemos para cada divisão, que mais tarde só um de cada foi modelado em 3D.

6


Design gráfico da empresa

Morada: Rua António Silva Rodrigues nº 159, 4750 - Tamel - S.Veríssimo E-mail: re_ipca@hotmail.com Tel: 914440891

exemplifacação da colocação de publicidade no carro da empresa

Re

Concepção e Desenvolvimento de Produto

exemplificação de cartão de visitas

Re

Concepção e Desenvolvimento de Produto

Morada: Rua António Silva Rodrigues nº 159, 4750 - Tamel - S.Veríssimo E-mail: re_ipca@hotmail.com Tel: 914440891

8

Re

Concepção e Desenvolvimento de Produto

7


Conceitos

Quarto Escrit贸rio Hall Sala de Estar Sala de Jantar

8


Quarto o 1º conceito tem como principal objectivo a arrumação detalhada, sendo que as gavetas têm todas divisões específicas para vários tipos de objectos pessoais, como gravatas, lenços, relógios, bijutaria, jóias, cintos, entre outros utensílios de uso diário. A cómoda foi o ponto de partida deste conceito e é inspirada nos modelos antigos das penteadeiras, sendo um móvel mais destinado para as mulheres podendo sentar-se ao espelho a arranjar-se, mas esta cómoda tem um aspecto mais moderno e adequado aos dias de hoje. Todas os moveis tem como pés dois perfis de aço inox em forma de c invertido e puxadores com a mesma forma. O segundo conceito elaborado para a divisão do quarto também tem como principal objectivo a arrumação porque achamos que é um requisito muito importante em todos os conceitos. Mas neste definimos como sendo o móvel feminino e masculino, o camiseiro destina-se aos homens com parte para pendurar gravatas de lado e gavetas para pequenas arrumações e para camisas e outros fins. Por outro lado temos a cómoda que é o móvel destinado as mulheres, sendo que a primeira gaveta serve de apoio para pintar unhas, maquilhagem, entre outras coisas, com respectiva arrumação e as restantes gavetas são para arrumação variada. A mesinha de cabeceira também tem uma gaveta superior que serve de apoio para diversas finalidades. E por fim o terceiro e último conceito para mobiliário de quarto divide o camiseiro em parte feminino e masculino, sendo a porta do lado direito a masculina com parte para pendurar gravatas e divisões para colocar objectos pessoais e outros e a porta esquerda com quadro para pendurar bijutaria e outros e na mesma com divisões para colocar objectos pessoais. Depois tem uma pequena tábua que serve de mesinha para pintar unhas, maquilhar entre outras funções em frente ao espelho. A cómoda e mesinha de cabeceira tem gavetas com ranhuras para divisões conforme o utilizador desejar colocar.

9


Conceito A

C贸moda

Cama

Mesinha de Cabeceira

Camiseiro

10


Conceito B

Cama

C贸moda

Mesinha de Cabeceira

11


Camiseiro

12


Conceito C

Cama C贸moda

Mesinha de Cabeceira

13


Camiseiro

14


Escritório A caracteristica principal no 1º conceito eram as peças é serem modulares para se adaptarem ao gosto de cada utilizador, possuir arrumação e conseguir adaptar o mesmo módulo a um simples banco e estantes que se podem empilhar. A partir do módulo, adaptamos a sua forma a uma secretaria e um aparador para fixar a parede. No módulo que ser de estante existe uma particularidade de ter a opção de retirar ou por uma prateleira, dependendo sempre do gosto do utilizador. A forma do módulo foi pensada num coração, sendo simples e eficaz. A forma da secretaria é projecto segundo a linha dos módulos. O conceito B foi também ele pensado para ser modelar, podendo o utilizador conjugar e organizar de forma que acha mais adequada. Neste conceito foi primeiramente criado uma estante de arrumação em que se poderá impor no chão ou na parede. A partir das formas da estante foram pensadas a forma para a secretaria e a um móvel se apoio a secretaria. A secretaria teria a junção entre um tampo simples e um tampo inclinado, para o utilizador poder trabalhar de forma mais desejada. O móvel de apoio seria importante para guardar o material de escritório, respeitando sempre a forma de inclinação da estante. O conceito C é baseado também ele em módulos, tendo uma forma rectangular que faz lembrar sobretudo uma caixa. Este conceito tem como objectivo principal fazer a arrumação do escritório, podendo pô-las empilhadas no chão ou penduradas na parede, dependendo sempre dos gostos do utilizador. A frente da caixa teria duas funções em que se poderia tapar e se poderia fazer de prateleira, podendo dividir e a ajudar a arrumação. A secretaria seria baseada e pensada na caixa e na forma de tampo para o utilizador poder trabalhar a vontade.

15


Conceito A

Secretรกria

Banco

Estante

16


Conceito B

Secret谩ria

Estantes

M贸vel de Apoio

17


Conceito C

Secret谩ria Estante

Estante para cds M贸dulo

18


Hall O 1º conceito de sapateira dava preferência à inclusão de um banco de forma a facilitar o utilizador. Pretendia incluir um espaço para guardar botas de cano alto e espaço suficiente para guardar os sapatos de uma família de pelo menos quatro elementos, tal como uma gaveta para produtos relacionados com os sapatos. O conceito B pretendia conter um bengaleiro amovível, com a possibilidade de ficar com espaço para arrumação, três gavetas, uma delas para guardar graxas e afins, outra para sapatos e por fim uma própria para botas de cano alto. Para além de sapateira teria uma função de consola para poder ser utilizada num hall de entrada, bem como incluir um banco para facilitar o uso diário do utilizador. O conceito C foi inspirado na forma mais simples que é o rectângulo e na ideia de banco em que o utilizador poderá sentar-se ajudando e a simplificar a tarefa de calçar. Nesta sapateira o local onde se poderá colocar os sapatos poderá mexer no sentido do banco, para poderá procurar o calçado pretendido.

19


Conceito A, B e C Conceito A Conceito B

Conceito C

20


Sala de estar Sala de jantar O 1º conceito tem como objectivo essencial a arrumação. Como se vai poder averiguar tanto a mesa de jantar, como a mesa de centro, o louceiro e o móvel de tv possuem diversas divisórias de modo a proporcionar uma vasta arrumação visto ser uma das características mais importantes levadas em conta na compra de mobiliário. A ideia inicial foi inspirada nos quadros de Mondrian, daí o facto de os produtos possuírem as abundantes e variadas dimensões de arrumação. Quanto aos matérias passa pela utilização de lacados. Tal como no conceito anterior a arrumação foi bastante levada em conta. A forma foi baseada na forma das pernas do louceiro. A partir daí foram nascendo as outras criações. O móvel de tv possui as divisórias para cd e dvd, a mesa de centro vários separadores e a mesa de jantar gavetas, pormenores que podem fazer a diferença. Quanto á utilização de materiais passa também pelos lacados. Este conceito nasceu a partir do desenvolvimento das pernas de aço inox. Uma forma, que como se pode observar está presente em todos os produtos realizados. Como é lógico, a capacidade de arrumação foi levada em conta, não tanto como nos conceitos anteriores, já que estes eram mais pormenorizados neste campo. No entanto este foi o conceito que obteve a pontuação mais alta graças ao seu baixo peso, estética e variedade de materiais (lacados e aço inoxidável), comparativamente aos restantes conceitos.

21


conceito A

Mesa de Jantar

Mesa de Centro Louceiro M贸vel de TV

22


conceito B

Mesa de Jantar

Louceiro

Mesa de Centro

M贸vel de TV

23


conceito C

Mesa de Jantar Louceiro

Mesa de Centro M贸vel de TV

24


Infografias

Quarto Escrit贸rio Hall Sala de Estar Sala de Jantar

25


Ă?ndice

26


27


28


29


30


BEAT MATTER Healthy Nutrition Quiosque Grow Le Poisson

Design de produto 31


BEAT MATTER Este projecto semestral tem como objectivo trabalhar com a interactividade. Com isto, pretende-se desenvolver um produto que intervenha na vida do utilizador invisual de forma a melhorar o seu dia-a-dia. Como é óbvio a materialização é uma palavra-chave neste projecto visto que esta proposta tem como desafio concretizar fisicamente o produto, que exista a passagem pela produção, distribuição e consumo, que se crie algo que interceda positivamente com a sociedade e com o utilizador, que seja confortável ao ser humano relativamente às proporções e tecnologias e que seja um objecto de fácil uso, fácil manutenção e instintivo ao portador. Muitas são as barreiras que os deficientes visuais enfrentam diariamente. Porém, cada vez mais, eles estão atingindo autonomia para viver uma vida normal, sem preconceitos e limitações. O Braille, os sons ou vibrações, paredes e chão com relevos indicadores, são muitas as conquistas de igualdade por estes obtidas. A evolução da tecnologia ajudou-os em todas as vertentes, no entanto ainda há muito a fazer.

3 sensores a 45graus cada um e com 1,5 m de comprimento.

Ponto de referência( 60 em braille) para facilitar a colocação correcta do relógio, este ponto também significa que a barra mais comprida que se encontra a baixo são os 60 minutos.

Botão liga/ desliga walkie-talkie.

Sensores indicadores de minutos, existem 60 sensores, logo, 60 minutos, os traços mais compridos são os de 15, 30, 45 e 60 minutos.

Indicador das horas, vai desde as 0 horas ás 24 horas, é em numeração Braille. Estes relevos são pontos que sobem e dencem consoante as horas actuais.

Botâo liga/desliga sensores de obstáculos, sendo que o relógio vivra cada vez que um dos raios encontra um impedimento.

32


Infografia 33


BEAT MATTER

O relógio para pessoas portadoras de deficiência visual

60 min, é o orientador de colocação do relógio

45

botão de intercomunicar pelo walkie- talkie lasers sensores de obstáculos

botão liga / desliga lasers identificador das horas em braille

identificador dos minutos “vibrantes”

BEAT MATTER é um relógio para invisuais. Este equipamento oferece variadas vantagens para pessoas portadoras deste tipo de deficiência. Para além de ser um produto leve, simples, funcional, práctico, atractivo e elegante, o BEAT MATTER é um walkie- talkie, GPS, possui 3 lasers vibratários de detecção de obstáculos e horas em braille.

34


Healthy Nutrition

O Healthy Nutrition é capaz de manter os níveis de nutrição dos utilizadores em situações adversas, através do reaproveitamento dos nutrientes dos alimentos. Este sistema envolve a utilização, e o objectivo do produto consiste num simples método de fácil aprendizagem e utilização. O projecto consiste num processo que inclui três fases, na primeira, efectua-se a colocação da água no depósito, esta poderá ser proveniente de qualquer local, visto que passará por um filtro que eliminará 99,9% das bactérias e vírus. Seguidamente sucede, a colocação dos alimentos num compartimento onde serão moídos por lâminas, e onde a água filtrada, do compartimento superior, passará e extrairá os nutrientes e vitaminas. Finalmente, os nutrientes dissolvidos na água passarão para o forno solar que irá pasteurizar ou ferver os alimentos eliminando as restantes bactérias e toxinas que se poderão ter mantido. Esta é a solução mais viável para ser utilizada num curto espaço de tempo, mantendo as necessidades básicas do ser humano.

projecto escolar realizado em 2009 em grupo com: Ana Farinha Ana Rita Rodrigues Mara Fernandes Filipa Fernandes

35


Manual de Utilização

Healthy Nutrition

Manual de Instruções

Alimentos

Água

36


Infografia 37


Projecto de Design Industrial (PDI III) Prof. Ă lvaro Sampaio

38


680

O Healthy Nutrition é capaz de manter os níveis de nutrição dos utilizadores em situações adversas, através do reaproveitamento dos nutrientes dos alimentos. Este sistema envolve a utilização, e o objectivo do produto consiste num simples método de fácil aprendizagem e utilização. O projecto consiste num processo que inclui três fases, na primeira, efectua-se a colocação da água no depósito, esta poderá ser proveniente de qualquer local, visto que passará por um filtro que eliminará 99,9% das bactérias e vírus. Seguidamente sucede, a colocação dos alimentos num compartimento onde serão moídos por lâminas, e onde a água filtrada, do compartimento superior, passará e extrairá os nutrientes e vitaminas. Finalmente, os nutrientes dissolvidos na água passarão para o forno solar que irá pasteurizar ou ferver os alimentos eliminando as restantes bactérias e toxinas que se poderão ter mantido. Esta é a solução mais viável para ser utilizada num curto espaço de tempo, mantendo as necessidades básicas do ser humano.

250

300

Projecto de Design Industrial (PDI III) Prof. Álvaro Sampaio

39


Quiosque

Os quiosques já fazem parte do nosso dia-a-dia à muito e muitos anos. E mesmo com o passar do tempo, muitos problemas que estes possuem de raiz, têm vindo a acompanha-los, e a aumentar com a evolução da tecnologia. Por isso resolvi criar uma infra-estrutura de de arquitectura moderna que fosse capaz de proporcionar ao utilizador o conforto e a tranquilidade que os ja existentes nao trasnmitem. Os seus componentes são: base de aço; estrutura cilíndrica de fora composta por 3 partes de Kynar 4500 com 4 mm; uma janela rotativa de alumínio com 2 mm; uma porta rotativa de alumínio com 2 mm; estrutura cilíndrica de dentro de alumínio com 3 mm;

Projecto escolar realizado em 2008

40


Infografia 26 41


42


43


Grow Uma cadeira pensada nas crianças mais pequenas. " Cresce com a criança" Devido á sua estrutura de encaixe permite que a cadeira também cresça.a sua ajustabilidade faz com que o assento, encosto e poisa-pes se adquem ao tamanho do seu utilizador. Cadeira elaborada de madeira faia em em que o seu acabamento pode ser somente envernizado ou pintado de acortdo com a escolha do comprador.

Projecto escolar realizado em 2008

44


Le Poisson

Mesa de apoio inspirada nos símbolos da mitologia egípcia. Composta dpo 9 peças, sendo que duas delas com as pernas de aço, outros dois componentes os elementos de ligaçaoem alumínio e as restantes aglomerado de faia.

Projecto escolar realizado em 2008

45


Manual de Instruções Trabalho Livre

Vectorizações 20 46


Manual de Instruções

Aconselha-se que antes de cada depilação faça primeiro uma esfoliação ao corpo com o elemento nº4. Para além de mais, este produto, beneficia de uma cabeça, suavemente encurvada da modo a dar mais conforto. Aconselhamos, por razões de higiene que este produto seja somente usado por uma só pessoa. E para finalizar, a sua bateria e todas as outras peças de plástico são recicláveis, logo ajude o meio ambiente protegendo-o dos resíduos prejudiciais.

Depiladora LINCHAO Depil Esta máquina m é constituída somente por plá plástico e lâminas, que a tornam num produto p leve, prático, ergonómico e eficaz eficaz. Com a utilização deste tipo de aparelho os seus pêlos crescerão mais aparelh claros e fracos, devido a este não os cortar, mas sim, arranca-los pela própria raiz e assim o seu corpo permanecerá mais tempo livre de pêlos perma uma pele mais limpa e e possibilitará possi hidratada. hidrata

1 2 LINCHAO

5

LINCHAO

3 LINCHAO

4

1 Bolsa de arrumação;

4 Auxiliar de depilação;

2 Máquina depiladora;

5 Fonte de alimentação;

Inserir o cabo do adaptador no aparelho.

Remova a peça protectora de plástico da máquina.

4

3

2

1

Colocar o adaptador na tomada. Vai aparecer um Iindicador lunimoso vermelho, que irá permanecer enquanto este estiver ligado à corrente eléctrica. Deixe carregar preferencialmente durante 16 horas.

3 Escova de limpeza;

90º

5 Este aparelho possui 2 velocidades, de modo a permitir uma depilação com maior eficácia.

6 Este produto possui agentes vibradores que ajudam nas laterias a diminuir o desconforto.

7 Segure o aparelho com a ajuda da palma da mão de modo a ficar a um angulo de 90º da zona que quer depilar. Corte sempre em direcçao ao crescimento do pêlo.

8 Cuidado, não necessita de exercer muita pressão na máquina, pois so irá dificultar a tarefa.

9 Mantenha a zona que quer depilar sempre bem esticada, já que isso facilita a depilaçao.

10 Pode ser usado para remover os pêlos que se encontram no lábio superior e no queixo.

47


LINCHAO

LINCHAO

12

11 As axilas são também um bom exemplo para ser facilmente depiladas.

65 60

No final, retira-se o cabo do adaptador.

100

Ao final da vida útil do aparelho, este não deve ser eliminado junto com os resíduos domésticos gerais.Pode entregar sem qualquer tipo de custo, em centros específicos de recolha, diferenciados pelas administrações locais, ou distribuidoresque facilitem este serviço. Eliminar um resíduo de electrodoméstico em separado representa, representa evitar possíveis consequências negativas para o meio ambiente e para a saúde, provocadas por uma eliminação inadequada, e permite um tratamento e reciclagem dos materiais que o compõem, obtendo uma poupança importante de energia e recursos.

Vista de frente. Medidas expressas em milímetros.

18 Vista lateral. Medidas expressas em milímetros.

Escove suavemente a parte das lâminas para remover qualquer vestígio da acção.

Informação para a gestão correcta dos resíduos de aparelhos eléctricos e electrónicos

25

17

14

13 Remova a cobertura da unidade para limpar a zona das lâminas, que deve ser executada depois de cada utilizaçao.

LINCHAO

16

15 Insira novamente a cobertura da unidade.

E finalmente a peça de cobertura de plástico. Guarde tudo para terminar.

Máquina depiladora LINCHAO

Para mais informações, entre em contacto com a autoridade local ou com a loja onde tiver adquirido o produto.

Filipa fernandes nº3699 3ºano UC: Desenho assistido por computador Docente: Demétro Matos

Design Industrial

Este trabalho consistia na elaboração de um manual de instruções à nossa escolha, realizado em 2010

48


Trabalho Livre

Trabalho escolar realizado em 2009

49


Cozinha para portadores de deficiencia motora Trabalho Livre 1

Desenhos TĂŠcnicos 50


Cozinha

51


Esta trabalho baseava-se na na elaboraçao de uma cozinha para portadores de deficiência motora. Tudo foi pensado, desde a altura da mesa e balções, o modo a abrir um armário, a colocaçao de tomadas electrivas, o espaço para o deficiente motor passar sem andar aos encontroes ás coisas e outro pensado para este poder fdar uma volta de 360º Trabalho feito em DWG..

Trabalho escolar realizado em 2009

52


Trabalho Livre 1

Trabalho escolar realizado em 2008

53


Desenhos 54


Desenho da m達o

55


atentamente Filipa Fernandes


Portfólio Académico