Issuu on Google+

Portfolio

Filipa Pacheco


Carta do Portfolio

O meu nome é Filipa Pacheco , frequento o Curso Profissional de Design Gráfico, na escola Fernardo Lopez Graça. Escolhi este curso , porque adoro desenhar apesar de não o saber fazer bem , e pensei que fosse super engraçado vir para um curso que conciliasse desenho e computadores. Mas há mais uma razão que me ajudou a estar aqui ... dos dois testes psicotécnicos que fiz terem dado apetências na área das artes e design gráfico. Como no ano lectivo 2010/2011, concluí o CEF-Empregado Comercial, não pude ingressar em Artes no Ensino Regular, por não ter realizado os exames nacionais de 9ºano em Língua Portuguesa e Matemática. Dádas as circunstâncias, apostei neste curso de Nível IV, onde posso evoluir e continuar os meus estudos após o 12ºano, se for essa a minha opção. Estou a gostar de aqui estar, é engraçado e mais descontraída a forma como aqui trabalho . A juntar a tudo isto, acresce o facto de estar perto de casa.


Índice de Design Gráfico Módulo 2 - Tipografia Módulo 3 - Cor Módulo 4 - Imagem Módulo 5- Identidade Visual Módulo 6 - Revista

6 8 14 19 24


Índice de Oficina Gráfica Módulo 1 - Desenho Vectorial Módulo 2 - Edição De Imagem Módulo 3 - Paginação Módulo 4- Edição Electronica I Módulo 5 - Edição Electronica II


Design Grรกfico


Módulo 2 Tipografia Ficha 1

Objetivos: -Mobilizar conhecimentos relativos à estrutura da tipografia; - Entender e contextualizar a importância da comunicação gráfica na tipografia; - Conhecer a nomenclatura e os diferentes aspetos da letra; -conhecer as principais famílias e grupos tipográficos. -Relacionar um tipo com imagens ou grafismos; - Aprender as regras tipográficas. - Utilizar adequadamente os instrumentos auxiliares de desenho técnico manual.

Ficha 2 Objetivos: - Mobilizar conhecimentos relativos à estrutura da tipografia; - Entender e contextualizar a importância da comunicação gráfica na tipografia; - Conhecer a nomenclatura e os diferentes aspetos da letra; - Relacionar um tipo com imagens ou grafismos; - Estimular a criatividade.

Ficha 3 Objetivos: - Mobilizar conhecimentos relativos à estrutura da tipografia; - Entender e contextualizar a importância da comunicação gráfica na tipografia; - Conhecer a nomenclatura e os diferentes aspetos da letra; -Saber escolher adequadamente uma tipografia; -Saber os fundamentos da composição tipográfica - Entender e aplicar os conteúdos relativos ao ênfase e hierarquia: . espaço, peso e forma; . exploração da composição; . poder dos contrastes; - Estimular a criatividade.

Memoria Descritiva No Módulo 2 , em todas as fichas tivemos que falar sobre a tipografia e estudar a sua estrutura e entender a importância da comunicação gráfica na tipografia e como devemos usar cada tipo de letra. Apos termos estudado as tipografias tivemos de começar a desenhar tipografias corretamente , usado espaços , pesos , formas , composições , contrastes e sobretudo a criatividade. Com a tipografia adequada entendemos melhor a leitura das palavras.

6


Trabalhos do M贸dulo2

7


Módulo 3 Cor

Ficha 1 Objetivos: - Saber os aspectos e significados sociais e culturais da cor; - Conhecer a nomenclatura e os diferentes aspectos da cor.

Ficha 2 Objetivos: - Mobilizar conhecimentos relativos à cor; - Entender e contextualizar a importância da cor na comunicação gráfica; - Saber os aspetos sociais e culturais da cor; - Adequar a cor ao estilo e à composição gráfica; - Saber escolher e utilizar a cor. - Estimular a criatividade. - Participar em projetos da escola.

Ficha 3

Objetivos: - Mobilizar conhecimentos relativos à cor; - Entender e contextualizar a importância da cor na comunicação gráfica; - Saber os aspetos sociais e culturais da cor; - Adequar a cor ao estilo e à composição gráfica; - Saber escolher e utilizar a cor. - Estimular a criatividade. - Participar em projetos da escola. Memoria Descritiva Deste Módulo 3 , na ficha 1 usamos um site que me ajudou bastante a entender mais o significado das cores , que era o color emotion e ainda descobri outro onde podemos usar várias cores da Mary Maron http://www.webexhibits.org/colorart/marilyns.html. que achei muito interessante. Também Aprendi algo sobre Andy Whoral que desconhecia e gostei muito de como ele usava as cores, aprendi tambem como escolher as cores adequadas para os trabalhos que antes desconhecia complentamente.

8


Color Emotion

Danรงa

Escola

Festa

Amor

Amigo

Alcanรงar

9


Brincadeira com Frases

10


Colagens Danรงa

Escola

Alcanรงar

Amor

Festa

Amigos

11


Cartaz - Cores Flyer - Preto e Branco

12


Andy Warhol - usando a tecnica nele com as minhas fotos

Original a preto e branco

13


Módulo 4 Imagem Ficha 1 Ficha 2

Objetivos: - Entender os diferentes tipos de imagem que existem; - Entender e contextualizar a importância da imagem na comunicação visual e gráfica; - Mobilizar conhecimentos relativos à imagem: . Distinguir diferentes tipos de imagem; . Manipular diferentes tipos de imagens; . Construir imagens conforme os objetivos gráficos propostos.

Ficha 3 Ficha 4

Objetivos: - Entender os diferentes tipos de imagem que existem; - Entender e contextualizar a importância da imagem na comunicação visual e gráfica; - Articular imagens com grafismos e tipografia; - Mobilizar conhecimentos relativos à imagem: . Distinguir diferentes tipos de imagem; . Manipular diferentes tipos de imagens; . Construir imagens conforme os objetivos gráficos propostos. Memoria Descritiva Fiquei a perceber a diferença entre o simbolo e o icone , o ex- liberes foi super engraçado , as etiquetas foram simplesmente fáceis de fazer , pois com as coisas que já sabemos fazer , é super fácil e não tive quase dificuldade nenhuma , os separadores esses sim foram difíceis de fazer e adorei simplesmente fazer as capaz de revista

14


Ex-Libers

15


Etiquetas

16


Separadores A4

17


Capas

18


Módulo 5 Identidade Visual

Ficha 1 Ficha 2 Objetivos: - Conhecer os conceitos básicos relacionados com a identidade visual; - Mobilizar conhecimentos relativos à identidade visual e gráfica; - Entender e contextualizar a importância da coerência na comunicação visual; - Distinguir entre logótipo, sinal e símbolo; - Construir uma identidade visual; - Estimular a criatividade. - Participar em projetos que enquadrem a educação para a cidadania; - Trabalhar a Memória Descritiva e Justificativa.

Memoria Descritiva Este Trabalho foi feito para a linha da criança que é uma associação que ajuda os menores . O trabalho consistia na produção de um logotipo para ser exposto no site e em outros sítios . Eu para fazer este trabalho foi me informar no seguinte site http://www.dgidc.min-edu.pt/index. php?s=noticias&noticia=279 . Após me ter informado foi ao Google procurar ideias para fazer o logotipo e após ter vistos várias imagens e ter tirando ideias, parti para a mesa e fui desenhar, duas crianças com um balão e a frase “Linha da Criança” e o rapaz tinha o telefone na mão, porque que as desenhei então muito simples para mim como diz na frase “criança” deu-me ideia de desenhar uma rapariga e um rapaz, e como tinha a palavra “linha” , desenhei o telefone na mão dele. Logo de seguida fui deselitizar o desenho, para poder trabalhar no ilustrador, onde passei os desenhos a vector e dei-lhe cor e fiz algumas modificações e por fim passei a JPG para por no trabalho (PP) e o trabalho para a “Eco” . Eu e a minha Colega , para podermos desenhar um logotipo para a “Eco” fomos tirar ideias a Imagens do Google Durante a nossa escolha tivemos cuidado para escolher o logotipo e como haveria de ser . A Ficha 3 , destinava-se da Criação de um símbolo visual de marca a ser usada em embalagens, etiquetas do produto com possibilidades de ser integrado na assinatura institucional da empresa Após ter feito pesquisas cheguei a conclusão que podia fazer uma Formiga para uma loja de produtos bios , apos ter feito tudo não gostei no resultado , então parti para uma joaninha que significa uma loja de roupa para crianças trabalhei em illustrdor e Photoshop e gostei no resultado neste . Mais tarde fiz Roupas e apliquei as joaninhas . Foi um trabalho complicado mas acabei por gostar no resultado,

19


Linha da Crianรงa

20


Eco

21


Etiqueta para uma Loja e aplicaรงoes

22


23


Módulo 6 tRevista

Ficha 1 Objetivos: - Conhecer os conceitos básicos relacionados com a página e o layout; - Mobilizar conhecimentos relativos à composição, escala e formas do documento; - Entender as hierarquias do texto numa página; - Saber executar uma paginação com texto, imagem e grafismos vários; - Analisar e criticar exemplos de documentos e paginações existentes; - Distinguir as linhas de estruturação de um documento; - Distinguir as linhas de construção e de força de um documento; - Produzir vários documentos com organizações diferenciadas; - Mobilizar conhecimentos relativos à paginação; - Conhecer a nomenclatura e os diferentes aspetos da paginação; - Analisar e escolher diferentes soluções

Memoria Descritiva Esta revista tem como finalidade , mostrar as pessoas um pouco de como são as revistas , o principal alvo desta revista são mulheres jovens que querem estar bonitos ou então para ver os vestidos novos e as novidades que nela se encontram também podem nesta Revista encontrar receitas gourmet quase metade delas “oferecidas” pela Nestlé. Eu Acho que a qualidade do meu trabalho esta boa , mas também sei que se eu quisesse podia fazer melhor basta acreditar que consigo fazer melhor.

24


Teen nº 120 2012 ATUALIDADE 8 Novidades Vestidos de noiva e de princesa 12 Coleção Nova coleçao de fátima lopes 14 Entrevista Emma stone

BELEZA 22 Maquilhagem Os tons mais apetetitosos 24 Saúde A teen foi saber mais sobre a dor cronica

LIVING

ESPECIAL BELEZA

26 De coraçao

36 Nutrição Receitas Gournets com chefes do melhor

Realizaçao Ana trancoso

30 Horoscopo


CARTA da diretora

Atentas ås coleçoes apresentadas para esta primavera/verão, elegemos uma das mais fortes tendências em destaque : o romantismo. Por isso fez-nos sentido relembrar que todas as raparigas querem ser princesas por um dia e diz-nos como usar os vestidos de forma moderna. Sendo fereveiro um mes tradicional dedicado ao casamento , decidimos colocar alguns dos vestidos mais

Filipa Pacheco

bonitos , mas sera que a pessoas que acredita no casamento? Na verdade , por detras de todas as imagens aqui referidas , esta a nossa necessidade de fantasia , de sonho . Para complementar esta postura de boa energia , oferecemos algo espercial para si , emma stone do seu melhor.


Filipa Pacheco Directora

Chefe de redanção Filipa Pacheco Editora de beleza google secretaria de redançao Filipa Pacheco

Assinaturas Filipa Pacheco Fatima lopes emma stone Impressão PERES-SOCTIP-INDUSTRIAS GRAFICAS S.A - Porto alto 2135-114 samora correira

Colabradores : Filipa Pacheco Google Ana troncoso Chefes da cozinha Portugueesa Rosario Mello e castro

30


31


VESTIDOS DE NOIVA Queria ver os mais belos vestidos de noiva aqui referidos , s達o belos

32


33


34


35


VESTIDOS DE PRINCESA

Quer Vestidos de princesa entao porque nao vao a barbie , estes vestidos de barbie s達o lindissimos

36


Fรกtima Lopes

37


Emma Stone Emily Jean "Emma" Stone é uma atriz estadunidense. Seu primeiro papel de importância foi no filme Superbad. Ela ficou mais conhecida ao interpretar Natalie em Casa das Coelhinhas (The House Bunny), Wichita em Zombieland e Olive Penderghast no filme Easy A. Emma nasceu em Scottsdale, no Arizona, no dia 6 de novembro. Seus pais se chamam Jeff e Krista Stone e seu irmão, alguns anos mais novo, se chama Spencer. Sua família é de origem sueca e seu sobrenome foi anglicanizado quando seus ancestrais chegaram aos Estados Unidos, em Ellis Island. Emma já participou de várias peças teatrais quando adolescente no teatro Valley Youth, incluindo as peças Cinderella, Titanic, A Pequena Sereia e Alice no País das Maravilhas. No ensino médio, Emma estudou no Xavier College Preparatory, um colégio católico só para meninas.[1] Para convencer seus pais a deixarem-na mudar-se para Califórnia, ela fez uma apresentação no PowerPoint com o título "Projeto Hollywood". Aos 15 anos, ela se mudou com sua mãe para Los Angeles. O primeiro filme da carreira de Emma foi Superbad, onde interpretou Jules. O filme recebeu várias avaliações positivas e beneficiou muito sua carreira. Logo após Superbad, Emma interpretou Amelia no filme The Rocker, ao lado de Rainn Wilson. Em 2008, Emma foi coadjuvante no filme Casa das Coelhinhas (The House Bunny), dividindo a cena com Anna Faris, de Todo Mundo em Pânico. Em 2009, Emma esteve nos filmes Ghosts of Girlfriends Past, com Matthew McConaughey e Jennifer Garner, no filme independente Paper Man, junto de Ryan Reynolds, Lisa Kudrow, Jeff Daniels e Kieran Culkin,[2] e em Zombieland, um filme comédia/terror ao lado de Bill Murray, Woody Harrelson e Abigail Breslin. Ela havia sido escalada para interpretar Amber no filme Sucker Punch, ao lado de Amanda Seyfried, Vanessa Hudgens, Evan Rachel Wood e Abbie Cornish, porém teve que sair devido à problemas na sua agenda, ou seja, muitas filmagens. Com ela também saíram do elenco pelo mesmo motivo, Amanda Seyfried e Evan Rachel Wood. Em 2009, Emma participou da série de televisão Arrepio, baseada no livro homônimo de Vinicius Barrps, ao lado de Nina Dobrev, Paul Wesley e Louis Hunter.

38


Em 2010, Emma protagonizou a comédia Easy A, dirigido por Will Gluck, o diretor do filme Fired Up! e emprestou a sua voz para dublar a animação Marmaduke, substituindo a atriz Amanda Seyfried. Em 2011, fez uma pequena participação em Amizade Colorida e estrelou, ao lado de Ryan Gosling, o filme Amor a Toda Prova. Em 2012, ela estará no próximo filme do Espetacular Homem Aranha, ao lado de seu namorado, o ator Andrew Garfield, interpretando Gwen Stacy. Ainda em 2011, Emma também interpretou Dianna Campbell na comédia romântica Stupid Cupid, baseada no livro de Vinicius Barros, junto de Brant Daugherty. Em 2012 ela foi vista com Sel Campbell, com quem namorava em 2009.

39


Emma mudou radicalmente de ruiva para loira....

40


41


42


43


44


45


Maquilhagem As nova coleçao deste ano baseia-se no rosa , veja onde pode as comprar e como pode usar....

Pode encontrar no Perfumes e Companhia a partir de 7,90€

Pode encontrar na H&M Baton 4,95€ 46

Pode encontrar da Sephora Conjunto 12,95 €

Pode encontrar da Primark Lápis Rosa 1,95€


47


Saúde Intensa , invisivil e dificil de controlar , a dor crónica é um misterio fardo que milhres de portugueses carregam . A teen foi a precura de respostas de quem mais sabe sobre o assunto :_ Escrito por Rosario Mello castro Dor crónica - É uma dor prolongada no tempo, normalmente com difícil identificação temporal e/ou causal, que causa sofrimento, podendo manifestar-se com várias características e gerar diversos estádios patológicos. A actuação precoce na dor crónica pode evitar múltiplas intervenções e iatrogenias, promovendo mais facilmente o bem-estar do doente e o seu regresso a uma actividade produtiva normal. A dor crónica exige uma abordagem multidisciplinar e a falência do tratamento tem, entre outras, consequências fisiológicas adversas.

Mulheres são mais propensas a experimentar dores crônicas mais intensas, de forma mais costumeira e por mais tempo, quando comparadas aos homens, dizem pesquisadores americanos.

48


49


Decoração

by : Ana Troncoso

50


Montra Feita por Ana Trancoso ,

51


52


53


Horoscopo Aquário: O nativo de aquário tende a ser; Positivo: Amigável, humanista, honesto, leal, original, inventivo, independente e intelectual. Negativo: Intratáveis, do contra, perversos, imprevisiveis, emocionais e distantes. Peixes: O nativo de peixes tende a ser; Positivo: Imaginativo, sensível, amável, compassivo, altruísta, intuitivo e simpático. Negativo: Escapista e idealista,vago, reservado, influenciavel e pouco firme. Áries: Os nacidos sobre o signo de Áries tendem a ser; Positivo: Aventureiros, energéticos, pioneiros, corajosos, entusiastas, confiantes, dinâmicos e espertos. Negativo: Egoístas, violentos, impulsivos, impacientes, imprudentes e desafiadores. Touro: A pessoa nascida sobre o signo de Touro tende a ser; Positivo: Paciente, confiável, bondoso, amoroso, persistente, determinada e amavel. Negativo: Ciumenta, possessiva,rancorosa, inflexivel, auto-indulgente e gananciosa. Gêmeos: Aqueles que nasceram sobre o signo de gêmeos tem tendencia para ser; Positivo: Versáteis,adaptáveis, comunicativos, espirituosos, intelectuais, eloqüentes, jovens e animados. Negativo: Nervosos, tensos, superficiais, inconsistentes, astutos e excessivamente curiosos. Câncer: A pessoas nascida sobre o signo de câncer tem maior tendencia para ser; Positivo: Emocional, amorosa, intuitiva, imaginativa, astuta e cautelosa, protetiva e simpática Negativo: Instavél e mal-humorada, demasiado emocional e sensível, inse54


gura e desconfiada. Leão: A pessoa de Leão tende a ser; Positivo: Generosa, calorosa, criativa, entusiasta, mente aberta, expansiva, fiel e amorosa. Negativo: Pomposa, paternalista, mandona, dogmática, intolerante e interferente. Virgem: O virgem tende a ser; Positivo: Tímido, modesto, meticuloso, confiável, prático, diligente, inteligente e analítico. Negativo: Nervoso, preocupado, duro, critico, perfecionista e conservador. Libra: O nativo de libra tende a ser; Positivo: Diplomatico, moderno, romântico, encantador, descontraído, sociável, idealista e pacifico. Negativo: Indeciso, instável, crédulo e facilmente influenciavel, paquerador e indulgente. Escorpião: As pessoas nacidas sobre o signo de escorpião tendem a ser; Positivo: Determinadas, enérgicas, emocionais, intuitivas, apaixonadas, excitantes e carismaticas. Negativo: Ciumentas, ressentidas, compulsivas, obsessivas, obstinadas e reservadas. Sagitário: O nativo de Sagitário tende a ser; Positivo: Otimista, amante da liberdade, jovial, bem-humorado, honesto, direto, intelectual e filosófico. Negativo: Cegamente otimista, descuidado, irresponsável, superficial, inquieto e com falta de tacto. Capricórnio: O nascido sobre o signo de Capricórnio tende a ser; Positivo: Prático e prudente, ambicioso, disciplinado, paciente, cuidadoso, bem humorado e reservado. Negativo: Pessimista, fatalista, avarento, relutante, rígido e convencional. 55


56


57


58


59


Nutrição Por Néstle

Ingredientes : 2 Folhas de gelatina 6 Gemas de ovos 100 g Açúcar 0.20 dl Sumo de Lima 10 g Raspa de casca de lima 4 dl Iogurte Longa Vida Natural Rodelas de Lima para Decorar

Preparação: Demolhe as folhas de gelatina em água fria. Coloque as gemas numa tigela. Junte o açúcar. Coloque a tigela dentro de um tacho com água e leve este ao lume. Com uma vara de arame bata as gemas com o açúcar, até a mistura espessar. Fora do lume, junte o sumo e a raspa de uma lima. Numa tigela, bata o iogurte. Junte o iogurte ao creme de gemas e lima. Dissolva as folhas de gelatina, devidamente espremidas, num pouquinho de água bem quente. Junte a gelatina dissolvida ao creme anterior. Deite o creme numa taça de vidro e mantenha no frigorífico para prender um pouco. Na altura de servir, decore com rodelas de lima. Sugestão: Se quiser, poderá cozer as rodelas de lima numa calda fraca de açúcar e água. Obterá umas rodelas mais bonitas.

60


Ingredientes : t 800 g Peito de vitela 2 Colheres de sopa Margarina 3 Colheres de sopa Polpa de tomate 1 Colher de chá Colorau 2 Cubos Caldo de Carne Maggi Sal e pimenta a gosto 100 g Cebolinhas Sem casca

Preparação: Corte o peito de vitela em cubos e aloure-os na margarina quente. Junte as cebolinhas picadas e tempere com sal e pimenta. Quando as cebolinhas começarem a querer aloirar, polvilhe com farinha e com o colorau. Mexa e deixe cozer alguns minutos. Regue com meio litro de água e junte os cubos de carne MAGGI e a polpa de tomate. Tape, reduza o lume e deixe cozer suavemente. Acompanhe com puré de batata MAGGI.

61


Risoto de Espinafre

Para que fique realmente especial, faça você mesmo o seu caldo de legumes . Não vai tomar mais do que duas horas, mas ficará por muito tempo na memória dos seus amigos. 1 receita de risoto básico 125g de manteiga Azeite de oliva 1 dente de alho Noz moscada 1 limão siciliano 150g de espinafre Sal e pimenta 200g de queijo de cabra Prepare o espinafre antes de iniciar o risoto. Derreta na frigideira uma colher de manteiga e uma de azeite e refogue o alho e a noz moscada, ralada na hora, por 2 minutos. Acrescente o espinafre, o suco de limão e cozinhe por 5 minutos. Ele vai murchar e soltar um líquido. Pegue tudo e bata no liquidificador. Faça a receita básica de risoto e acrescente o espinafre batido no final da etapa de número 2 (quando o arroz estiver quase pronto, faltando uma ou duas conchas de caldo no máximo). Finalize como na receita com o parmesão e a manteiga. Ao servir, acrescente uma ou duas bolinhas de queijo de cabra nos pratos com um bom fio de seu melhor azeite e pronto!

62


Ingredientes: 2 latas de leite condensado; 150 g de manteiga; 1/3 de xícara de cacau em pó; 350 g de cereal de milho (tipo corn flakes); 400 g de chocolate meio amargo. Modo de preparo: 1- Misture os três primeiros ingredientes em uma panela e leve ao fogo médio. Mexa sem parar até que a massa se desprenda do fundo da panela. 2 – Passe o brigadeiro para uma vasilha plástica e leve à geladeira para esfriar. 3 – Derreta o chocolate e junte com o cereaL Estique essa mistura sobre um silpat (tapete de silicone) e leve à geladeira. Quando estiver fria, retire da geladeira, assim como a massa de brigadeiro. 4. Enrole então os brigadeiros e finalize com uma camada da mistura de chocolate com cereal.

63


64


65


66


67


68


Oficina Grรกfica 69


MĂłdulo 1 Objectivos :

- Desenho Vectorial: - Aplicação para desenho vectorial

Memoria Descritiva Nos Primeiros dias foi complicadado Trabalhar no illustrador pois nunca tinha trabalhando do programa assim , e por isso alguns trabalhos estao pessimos para a sim dizer .

70


Club Música

abc

Club Cascais

Clube de automoveis Clássicos III Encontro nacional

II Festival

Vem Mostrar que sabes Cantar\Tocar De 1 de Outubro á 30 de Outubro 2011 Aberto das 10h até as 22h Apararece ...

Entrada livre

o ilhã

Pav

o

ntic

Atla

Gama De Cores

Gama De Cores

C M

RGB

Y K

2011/2012

ESFLG Curso Profissional Design Gráfico

Cyan Magenta Yellown Black

Red Green Blue

C= 87 M = 31 Y = 77 k = 20.1 R =12 G=112 B=78

C=5 M= 6 Y=5 K=01 R = 245 G=241 B=241

C= 93 M=71 Y=2 K=01

R = 38 G=80 B= 158

71


o Olá ,

ome é Filipa Ale meu n xan dra Pa c

hec

o

gjkdfgidfgifdghfgh- foidgufidgufiogufoigudfiogudfogufdooytrtyg ftytifuoifufodgufdogufdoguofdgufodgufodgufogufodgudfoiigfddhghhhffdgfugodifugoifdugdfoi ugfdogufdoigudfiougofidu giofdgufd oguofd ugfo d

Texturas

Strokes e espessuras

The Heart Shapes

Gr

a ar

ta Bar n a b tS a e

H ap

py Hallowen31/10

Dress Code! BA

72

SE B

A LL - N EW Y

OR

K

Vem à Tua Escola Vestejar o Hallowen Pelas 21h

Bruxa Fantasma Pirata Palhaço Zombie Vampiro (...)

Filipa Pacheco


1â‚Ź N

w

E

s

l a g ortu

PFilipa Pacheco

a tartaruga

73


Módulo 2 Objectivos : Edição de Imagem: - Aplicação bitmap Memoria Descritiva : Fui um modulo muito giro de se fazer, apesar nas dificuldades sentidas acho que ate ao ficaram mal ,

74


75


76


77


78


79


Módulo 3 Objectivos:

Paginação: - Aplicação de edição electrónica

Memoria Descritiva: É super divertido fazer paginação , no primeiro dia fui um bocado dificil mais acabeui por conseguir aprender e adoro.

80


81


fdffdhjhrjggfdshgfhuyuyutyuytuewrterswttgkfdtrjfrghrujtrfjfgujtyimktf fdffdhjhrjggfdshgfhuyuyutyuytuewrterswttgkfdtrjfrghruffdhjhrjggfdshgfhuyuyutyuytuewrterswttgkfdtrjfrghrujtrfjfgujtyimktfdgrtujh fdffdhjhrjggfdshgfhuyuyutyuytuewrterswttgkfdtrjfrghrujtrfjfgujtyimktf fdffdhjhrjggfdshgfhuyuyutyuytuewrterswttgkfdtrjfrghrujtrfjfgujtyimktf

2º Edição

História da Cultura das Artes

10 º Ano

Josê Agusto França

Porto Editora

Filipa Alexandra Pacheco

O Mundo da Fotografia Digital

fgjfkjfo jiogjfdiogjdfjdfoigfdjgmfdlkjhfdijhgfdkjghfdjkghfkjdghdfkjghdfjgkdf jfghdfj ghfdjg hdgfjdhg fdjdfjgh dfvhfdoi hvj fbgn fdn bdsjgb cfdh bodfgb fdhb cxfgh fdkjh zxn vvdzxjf gdhfg nxfbosdvsdn jkdkshf rdgskjg sdjg v jds fg sjfvy vdsjkbyvh hjbvsjke thsajd v

Gorda

Magra

Feia

Bonita

Simpatica oalbv irdghdrghi djgeiogjreiogjerij ireregjjoivj iorgurfdimbdoitg urighdfkjgrdk dfghsogjwei-

ridmohbn iohjredigjdb fkbnfdknghgtjbdf klndflçkh ndflnkdflndfnfgmgj trgjgjnrf trtfgjgfjgfjgfjg fgjfksdey rghrtgj56 utg htrmhfg tfgrfgjfrj r j jhb gsrb ghbftrhb xgdrshtb fgdxtrsdjf fgnjftgnmdflh fdhkjfdklh jfkhjjhfdk jfdm xhdfhdf dtuht rdjdrhs tsj drj rd fgtj yhtj yhggyjtg yhjg tggtfgrr t6uhytjkhgf yjfrtgdu ytuiktu yjt ijtrsy jty hvgyj jytghk fgyk ygtki yhtk gtkgm tg tk vktvh gktgktghv ygkhbm kgyhmb kgyhm kgbm gkbm gk

Al e

Triste

g e r

Antipatica(o)

Magnifico

Grande Pequeno

Amorosa(o) Alto BAIXO

CRIATIVO 82

Belo Orgulhoso

Horrivel

Refilão Teimoso


Filipa Pacheco

Filipa Pacheco

Tecnico de Design Gráfico

Tecnico de Design Gráfico

Ilustração Fotografia webdesign paginação

Ilustração Fotografia webdesign paginação

alexandra.filipa17@gmail.com http://facebook.com/FIPHA

alexandra.filipa17@gmail.com http://facebook.com/FIPHA

917179976

Filipa Pacheco

Filipa Pacheco

Tecnico de Design Gráfico

Tecnico de Design Gráfico

Ilustração Fotografia webdesign paginação

Ilustração Fotografia webdesign paginação

alexandra.filipa17@gmail.com http://facebook.com/FIPHA

alexandra.filipa17@gmail.com http://facebook.com/FIPHA

917179976

Filipa Pacheco

Filipa Pacheco

Tecnico de Design Gráfico

Tecnico de Design Gráfico

Ilustração Fotografia webdesign paginação

Ilustração Fotografia webdesign paginação

alexandra.filipa17@gmail.com http://facebook.com/FIPHA

alexandra.filipa17@gmail.com http://facebook.com/FIPHA

917179976

Filipa Pacheco

Filipa Pacheco

Tecnico de Design Gráfico

Tecnico de Design Gráfico

Ilustração Fotografia webdesign paginação

Ilustração Fotografia webdesign paginação

alexandra.filipa17@gmail.com http://facebook.com/FIPHA

917179976

alexandra.filipa17@gmail.com http://facebook.com/FIPHA

Filipa Pacheco

Filipa Pacheco

Tecnico de Design Gráfico

Tecnico de Design Gráfico

Ilustração Fotografia webdesign paginação

Ilustração Fotografia webdesign paginação

alexandra.filipa17@gmail.com http://facebook.com/FIPHA

alexandra.filipa17@gmail.com http://facebook.com/FIPHA

917179976

917179976

917179976

917179976

917179976

917179976

Lojas : Lisboa - Amoreiras Shopping Center Lisboa - C.C. Colombo Lisboa - C.C. Vasco Da Gama Lisboa - Praca de Londres Lisboa - Saldanha Residence Lisboa - Dolce Vita Tejo Lisboa - CC Alegro Lisboa - Aeroporto Lisboa

Despacha-te enquanto os saldos ainda estão de pe

Lisboa - Forum Sintra Lisboa - Chiado Cascais - Cascais Shopping Oeiras - Oeiras Parque Cascais - Riviera Center Almada - Almada Forum

accessorizeportugal.com

83


1ยบ Livro


Fun With a Pencil

ALSO BY ANDREW LOOMIS Figure Drawing for All It’s Worth Creative Illustration Drawing the Head and Hands Three-Dimensional Drawing


Fun With a Pencil

ANDREW LOOMIS

All drawings and text within this book are the property of their respective copyholders and should not be reproduced for any reason. They may only be used for the purpose of practice and study.

COPYRIGHT 1939 BY ANDREW LOOMIS FIRST PUBLISHED BY THE VIKING PRESS IN MAY 1939 BY THE MACMILLAN COMPANY OF CANADA LIMITED REPRODUCED FOR EDUCATIONAL USE IN DECEMBER 2001

86


Índex 4-5

DEDICATED TO EVERYONE WHO LOVES A PENCIL

6-7

HOWDY FOLKS!

8

The Pretty Girl

910

Oh, Boy, Oh , Boy! Now The FUN Really Starts Part Two Putting The Head On The Body

11

BUILDING ON THE FRAMEWORK

12

Now That I’ve Got All of you , WHAT TO DO!

13

Part Theree a Wold For Your Figures To Live In

14

PERSPECTIVE

15

How to Establish Figures on the Ground

16

When All is Said and Done, Nature is your best INSTRUCTOR

17

Learn to Draw From Life

18 19

One text 87


DEDICATED TO EVERYONE WHO LOVES A PENCIL

88


MR. WEBSTER Defines Drawing as delineation. That Doesn´t tell you how much of a real “Bang” there is in it maybe he never knew. Most Folks LOVE to Draw Even When They Know Little About. it. It Started with the Cave Man, and Still Survives on the Walls of public Places.... Because , It’s so much FUN , and so EASY, It´s a SHAME Not To Be Able To Do It Better

ANDREW LOOMIS

89


Howdy Floks! Who am I? Oh, just one of Andy’s little funny folk. But I’m important! He gave me a job. I’m the spirit of the book, by jeeminy, big nose and all. I represent all the blue in here. My right name would be Basic Form, but that’s much too high-sounding. He thinks that name would scare you away. So he just calls me "Professor Blook’’ and lets it go at that. Now, I’ve got a few interesting things to tell you.

90


Get a pencil and paper quickly! Draw lightly all you see printed in blue. Take one stage at a time, on one drawing, until the last stage; then finish, with strong lines over the light ones, the lines we have printed in black. That is all there is to learn! These are "selected’’ or "built in’’ from the basic forms. I call the basic drawings “Blooks,’’ after myself .

91


THE PRETTY GIRL

A pleasing head of a girl depends ninety-nine percent on how well you draw it. More exactly, the ball must be drawn well, the construction lines correctly placed on the ball and plane, and the features nicely placed. Remember there is the width of an eye between the eyes. Do not place the mouth too low or get the nose too long. I have used a pen here. Try it sometimes. 92


Oh, Boy, Oh , Boy! Now The FUN Really Starts Part Two Putting The Head On The Body

93


HERE WE GO! The proportions of your little figures may be varied in any sort of way. Below we show a variety of comic exaggerations.

94


BUILDING ON THE FRAMEWORK

95


Now That I’ve Got All of you , WHAT TO DO!

96


Part Theree a Wold For Your Figures To Live In Part Theree a Wold For Your Figures To Live In

97


PERSPECTIVE

98


How to Establish Figures on the Ground

99


When All is Said and Done, Nature is your best INSTRUCTOR 100


Learn to Draw From Life Learn to Draw From Life Learn to Draw From Life

101


102


I can think of no field of endeavor so sadly lacking in simple organization of its working principles. Nothing quite so haphazard, hit-or-miss, as the whole field of artistic endeavor. I am not a cartoonist, but I choose caricature for the beginner: principally because there is fun in it, and from the start I want him to feel a little of the creative joy he is entitled to. When artists begin to compile and set down their combined experience, give freely and humbly what little they can add, as do the other sciences, then art may have some chance to reestablish itself in the hearts of everyday people even against the mechanical perfection of the camera; even in a period of social adjustment and financial depression. The mental depression of our era weighs heavier on our race and future than do our dollars or lack of them. A little joy from the inside must be welcome to almost anybody. Perhaps my book is a step in that direction. Yes, folks, I’m tired, but I’m happy. My little job, feeble as it may be, is done. I wait as breathlessly to see how you will like it as 1 ever waited for the verdict of any art editor or director. I’d give many more sleepless hours just to feel with you that first thrill of having created even if it be mere lines of a pencil. You’ll get to love those little folks you draw, even if they are a bit unwieldy and only a little bit human.

103


THE END...

104


Modulo 4 Objectivos: Edição Electrónica I: - Atelier Digital; - Digitalização; - Transferência de ficheiros; - Análise de exemplos;

Memoria Descritiva: Adorei Fazer este trabalho , pois era sobre música e eu adoro e deu-me muito gosto fazer , o que nao achei piada fui ao meu retrato.

105


106


107


Modulo 5 Objectivos:

Edição Electrónica II: - Aplicação prática dos conhecimentos; - Elementos técnicos de edição e paginação

Memoria Descritiva:

Mais uma VEZ adorei fazer este trabalho

108


MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS PRINCÍPIOS BÁSICOS

ECO


ÍNDICE BEM-VINDO 1. ELEMENTOS DA MARCA 1.1 SÍMBOLO E LOGÓTIPO 1.2 ASSINATURA PRINCIPAL E COMPLEMENTARES 2. GRELHAS DE CONSTRUÇÃO 3. MARGENS DE SEGURANÇA 3.1 ASSINATURA PRINCIPAL 3.2 ASSINATURA COMPLEMENTAR 4. ESCALA E LEGIBILIDADE 5 CORES 6. COMPORTAMENTO SOBRE FUNDOS 6.1 CORES OFICIAIS · QUADRICROMIA 6.2 CORES OFICIAIS · UMA COR 6.3 CORES NÃO OFICIAIS 6.4 SOBRE IMAGENS 7. ASSINATURAS INCORRECTAS 8. TIPOGRAFIA 9. FRONTA AUTOMOVEL


1.ELEMENTOS DA MARCA SÍMBOLO 1.1 SIMBOLO E LOGOTIPO A marca é composta pelo logótipo, símbolo e pela designação. As relações entre os elementos da marca foram cuidadosamente estudadas e não devem, em circunstância alguma, ser alteradas e as proporções devem ser mantidas qualquer que seja o tamanho da marca. Não está prevista a utilização singular do logotipo. Está apenas prevista a utilização singular do simbolo.

LOGÓTIPO

DESIGNAÇÃO SÍMBOLO

112


1.2 ASSINATURA PRINCIPAL E ASSINATURAS COMPLEMENTARES Estão aqui representadas as três possíveis versões estruturais da marca SGCIE: Assinatura A - versão horizontal compacta Assinatura B - versão vertical Assinatura C - versão horizontal extensa ASSINATURA A · PRINCIPAL

ASSINATURA B · COMPLEMENTAR

ASSINATURA C · COMPLEMENTAR

113


2.GRELHAS DE CONSTRUÇÃO 2.1 ASSINATURAS Estas directrizes mostram a grelha usada para estabelecer a relação entre os elementos que compõem a marca. Esta relação cuidadosamente estudada, representa a base do sistema de identidade, nunca devendo ser alterada na sua proporção.

=x

114


3.MARGENS DE SEGURANÇA 3.1 ASSINATURA PRINCIPAL Para garantir uma representação correcta do logótipo deverá manter-se um espaço suficiente entre o mesmo e outros elementos gráficos ou margens. Esta regra representa as margens mínimas aconselháveis. Sempre que possível devem ser aumentadas.

fdhgreiopghdfohjfipdijbhdfhjdfo fdkbjgnkobngjfpbjnfg bfgb fgbnfgbknf bfg fgbnfgnkb bfdknbfkjfdkjbdflkbfd dfkbnkbfgkbjfgnkf fgbjkfgjbhfgbkjfgbjgfkn v mgknb fgfgbnofe bfvm kfbfkjbv kfbngfngfjmnrtbn vf dfjbnfd nv,olaeusou malkgdflk skdjfvhdfkvnmvçkfh saof, slfjfg sldfj dlskfj fhdfhdfhdf fdhgreiopghdfohjfipdijbhdfhjdfo fdkbjgnkobngjfpbjnfg bfgb fgbnfgbknf bfg fgbnfgnkb bfdknbfkjfdkjbdflkbfd dfkbnkbfgkbjfgnkf fgbjkfgjbhfgbkjfgbjgfkn v mgknb fgfgbnofe bfvm kfbfkjbv kfbngfngfjmnrtbn vf dfjbnfd nv,olaeusou malkgdflk skdjfvhdfkvnmvçkfh saof, slfjfg sldfj dlskfj fhdfhdfhdf fdhgreiopghdfohjfipdijbhdfhjdfo fdkbjgnkobngjfpbjnfg bfgb fgbnfgbknf bfg fgbnfgnkb bfdknbfkjfdkjbdflkbfd dfkbnkbfgkbjfgnkf fgbjkfgjbhfgbkjfgbjgfkn v mgknb fgfgbnofe bfvm kfbfkjbv kfbngfngfjmnrtbn vf dfjbnfd nv,olaeusou malkgdflk skdjfvhdfkvnmvçkfh saof, slfjfg sldfj dlskfj fhdfhdfhdf fdhgreiopghdfohjfipdijbhdfhjdfo fdkbjgnkobngjfpbjnfg bfgb fgbnfgbknf bfg fgbnfgnkb bfdknbfkjfdkjbdflkbfd dfkbnkbfgkbjfgnkf fgbjkfgjbhfgbkjfgbjgfkn v mgknb fgfgbnofe bfvm kfbfkjbv kfbngfngfjmnrtbn vf dfjbnfd nv,olaeusou malkgdflk skdjfvhdfkvnmvçkfh saof, slfjfg sldfj dlskfj fhdfhdfhdf fdhgreiopghdfohjfipdtijbhdfhjdfo fdkbjgnkobngjfpbjnfg bfgb fgbnfgbknf bfg fgbnfgnkb bfdknbfkjfdkjbdflkbfd dfkbnkbfgkbjfgnkf fgbjkfgjbhfgbkjfgbjgfkn v mgknb fgfgbnofe bfvm kfbfkjbv kfbngfngfjmnrtbn vf dfjbnfd nv,olaeusou malkgdflk skdjfvhdfkvnmvçkfh saof, slfjfg sldfj dlskfj fhl

115


3.2 ASSINATURA COMPLEMENTAR Para garantir uma representação correcta do logótipo deverá manter-se um espaço suficiente entre o mesmo e outros elementos gráficos ou margens. Esta regra representa as margens mínimas aconselháveis. Sempre que possível devem ser aumentadas.

fdhgreiopghdfohjfipdijbhdfhjdfo fdkbjgnkobngjfpbjnfg bfgb fgbnfgbknf bfg fgbnfgnkb bfdknbfkjfdkjbdflkbfd dfkbnkbfgkbjfgnkf fgbjkfgjbhfgbkjfgbjgfkn v mgknb fgfgbnofe bfvm kfbfkjbv kfbngfngfjmnrtbn vf dfjbnfd nv,olaeusou malkgdflk skdjfvhdfkvnmvçkfh saof, slfjfg sldfj dlskfj fhdfhdfhdf fdhgreiopghdfohjfipdijbhdfhjdfo fdkbjgnkobngjfpbjnfg bfgb fgbnfgbknf bfg fgbnfgnkb bfdknbfkjfdkjbdflkbfd dfkbnkbfgkbjfgnkf fgbjkfgjbhfgbkjfgbjgfkn v mgknb fgfgbnofe bfvm kfbfkjbv kfbngfngfjmnrtbn vf dfjbnfd nv,olaeusou malkgdflk skdjfvhdfkvnmvçkfh saof, slfjfg sldfj dlskfj fhdfhdfhdf fdhgreiopghdfohjfipdijbhdfhjdfo fdkbjgnkobngjfpbjnfg bfgb fgbnfgbknf bfg fgbnfgnkb bfdknbfkjfdkjbdflkbfd dfkbnkbfgkbjfgnkf fgbjkfgjbhfgbkjfgbjgfkn v mgknb fgfgbnofe bfvm kfbfkjbv kfbngfngfjmnrtbn vf dfjbnfd nv,olaeusou malkgdflk skdjfvhdfkvnmvçkfh saof, slfjfg sldfj dlskfj fhdfhdfhdf fdhgreiopghdfohjfipdijbhdfhjdfo fdkbjgnkobngjfpbjnfg bfgb fgbnfgbknf bfg fgbnfgnkb bfdknbfkjfdkjbdflkbfd dfkbnkbfgkbjfgnkf fgbjkfgjbhfgbkjfgbjgfkn v mgknb fgfgbnofe bfvm kfbfkjbv kfbngfngfjmnrtbn vf dfjbnfd nv,olaeusou malkgdflk skdjfvhdfkvnmvçkfh saof, slfjfg sldfj dlskfj fhdfhdfhdf fdhgreiopghdfohjfipdtijbhdfhjdfo fdkbjgnkobngjfpbjnfg bfgb fgbnfgbknf bfg fgbnfgnkb bfdknbfkjfdkjbdflkbfd dfkbnkbfgkbjfgnkf fgbjkfgjbhfgbkjfgbjgfkn v mgknb fgfgbnofe bfvm kfbfkjbv kfbngfngfjmnrtbn vf dfjbnfd nv,olaeusou malkgdflk skdjfvhdfkvnmvçkfh saof, slfjfg sldfj dlskfj fhl 116


4.ESCALA E LEGIBILIDADE 4.1 DIMENSÃO MÍNIMA RECOMENDADA De forma a manter as propriedades visuais da marca, a sua redução não deverá ser inferior às dimensões aqui apresentadas.

58,487 mm

66,23mm

25,7 mm

30,588 mm 117


5.CORES 5.1 PRODUÇÃO DE COR O papel desempenhado pela cor numa assinatura é fundamental. Assim, as cores deverão ser reproduzidas com a máxima fidelidade, tentando encontrar em cada superfície de reprodução a sua mais fiel aproximação, tendo como base as cores indicadas, para cada tipo de utilização. Nesta página estabelecem-se os padrões pelos quais as cores se definem. Sempre que possível, a reprodução da marca deve ser feita em quadricromia.

118


6. COMPORTAMENTO SOBRE FUNDOS 6.1 CORES OFICIAIS QUADRICOMIA Estes comportamentos cromáticos são aqueles que garantem uma correcta leitura e reconhecimento da marca SGCIE e devem ser sempre preferênciais. A coerência da marca SGCIE depende deles. Esta versão deverá ser utilizada nas reproduções em quadricromia, sobre fundos a branco, a preto e/ou sobre o fundo de cor considerado principais da SGCIE.

119


6.2 CORES OFICIAIS UMA COR Esta versão da assinatura deverá ser utilizada nas reproduções a uma cor sobre fundos branco, preto e/ou cinzas, em sistemas de reprodução que permitam redes de boa definição. Não existe a aplicação do logo SGCIE na versão em escala de cinzas. O logo tem apenas a versão em quadricromia e a uma cor.

120


6.3 CORES NÃO OFICIAIS A aplicação do logótipo sobre fundos de cor não institucionais deve ser encarada com cuidado. O princípio consiste em manter a integridade cromática e leitura da marca SGCIE com maior contraste possível. Os quadros acima representam os padrões de comportamento possíveis para que a marca tenha uma boa legibilidade.

121


6.4 SOBRE IMAGENS A aplicação do logótipo sobre fundos fotográficos é uma fonte de situações imprevistas. As imagens abaixo representam alguns exemplos que respeitam a integridade e a legibilidade da marca SGCIE..

122


7. ASSINATURAS INCORRECTAS 7.1 PROIBIÇÕES A alteração da Assinatura prejudica a coerência e percepção da identidade comprometendo os seus objectivos. Torna-se necessário respeitar a integridade da Assinatura, ou seja, a sua estrutura formal e cromática. Aqui estão representadas algumas das incorrecções mais frequentes.

Cores incorrectas

Aplicação incorrecta sobre fundos de cor

Distorção Horizontal Utilização de Molduras

Cores Invertidas 123


8. TIPOGRAFIA 8.1 ESTACIONÁRIO BASE 1- ABC ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefghijklmnopqrstuvwxyz 1234567890!”§$%&/()=? @€ Mae egerferis hacchum nos audam alabit. Quam te, condem quem derem opor la vivid num tem oc ia que ia publici onensignat. Vernit. Lient. Verfex nequam in ina resilin culice in ta con diciorum moreora riortiortam in Ita ca; nos ex num auderni mplicae culto utermis adducia? Ad C. Cultice runtem ine duc rec. Ahacchus adhus, pat. Obus ret pati perfir unte. Logotipo ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefghijklmnopqrstuvwxyz 1234567890!”§$%&/()=? @€ Mae egerferis hacchum nos audam alabit. Quam te, condem quem derem opor la vivid num tem oc ia que ia publici.

2- ABC ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefghijklmnopqrstuvwxyz 1234567890!”§$%&/()=? @€ Mae egerferis hacchum nos audam alabit. Quam te, condem quem derem opor la vivid num tem oc ia que via publici.

124

Microsoft Yi Baiti - 1 Verdade - Logotipo Calibri - 2


125


126


127


128


t the s

d in r a w r ep fo

ic mus

129


Escolhidos

130


Exemplos

131


132


Portfolio