Issuu on Google+


JORNADA MISSIONÁRIA DO INSTITUTO

O nosso tempo, com a humanidade em movimento e em busca do sentido da vida, requer um renovado impulso na atividade missionária da Igreja. Os horizontes e as possibilidades da missão se alargam, e nós cristãos somos solicitados à coragem apostólica, baseada na confiança no Espírito Santo. É Ele o protagonista da missão! Nós, Filhas do Divino Zelo, por exigência intrínseca da vocação batismal e da consagração religiosa e, de modo particular, por derivação do carisma, somos chamadas a cooperar com a evangelização dos povos. O Rogate dilata a evangelização e esta, por sua vez, leva a uma mais profunda e viva inteligência do Rogate. Em consequência, a nossa abertura missionária vivifica e rejuvenesce a graça do carisma e é fonte de renovação espiritual e apostólica para todo o Instituto. Além disso, a missão “ad gentes” é condição indispensável para que a resposta ao Rogate se torne verdadeiramente oração universal; é dom providencial no serviço da caridade e da educação cristã para com os pequenos e os mais pobres; é ação que visa acompanhar e sustentar a quantos sentem o chamado do Senhor à uma vocação particular.

CELEBRAÇÃO DA PALAVRA OLHAI OS CAMPOS QUE JÁ AMADURECEM

1. A MISSÃO É ANÚCIO ALEGRE Guia: A missão da Igreja é evangelizar, isto é anunciar, celebrar e testemunhar o amor de Deus que se revela e se doa em Cristo pela salvação de todos os homens. Os caminhos da missão são a oração, acompanhada do sacrifício, o testemunho de amor de Deus através do serviço aos pobres e à sociedade pelo anúncio explícito do Evangelho. Canto de invocação ao Espírito Santo. Durante o canto serão levados ao altar alguns símbolos como: o círio pascal, o mapa-mundi, o nosso emblemas, espigas, símbolos missionários Oração comunitária Vinde visitar-nos, Senhor da messe, vinde dar-nos a plenitude do vosso amor e a alegria da vossa presença. Vinde, Bom Pastor, confirmar a nossa fé em Vós, para que não nos percamos nas dificuldades da vida. Acreditamos e cremos no Vosso amor. Temos necessidade de crer e crescer no amor recíproco “para que o mundo creia”. Chamados e enviados para ser vossa presença compassiva, livrai-nos da tentação do “rebanho seguro e protegido” e guiai-nos pelos caminhos do mundo para anunciar a vossa Palavra, para espalhar o vosso mandamento: Rogate, para sermos instrumentos das vossas chamadas e para testemunhar a vossa caridade. Amém! Do Evangelho segundo Lucas (9,1-6) Palavra do Senhor Pausa e silêncio orante Do Servo de Deus João Paulo II


O Senhor faz-nos a honra de colocar em nós a sua confiança e nos chamar ao ministério usandonos para sua misericórdia. De modo especial, o chamado à missão tem singular urgência, se olharmos para a parte da humanidade que ainda não conhece a Cristo. A missão é anúncio alegre de um dom que é para todos, e que é proposto a todos, com o maior respeito à liberdade de cada um: o dom da revelação do Deus-Amor que “tanto amou o mundo ao ponto de entregar o seu Filho único”. Desde a instituição da Jornada Missionária Mundial, pelo Papa Pio XI – 14 de Abril de 1926, ela se constitui numa ocasião especial para lembrar a todo o Povo de Deus o valor permanente do mandato missionário, já que a missão cabe a todos os cristãos, todas as dioceses e paróquias, as instituições e as associações eclesiais. As missões não pedem só uma ajuda, mas uma partilha com o anúncio e a caridade para com os pobres. (cf. Mensagem por ocasião da Jornada Mundial Missionária 2001). Silêncio para meditação e oração pessoal Guia: O Espírito Santo, em todas as épocas, suscita os anunciadores da alegre novidade e as testemunhas do seu amor. Bendigamos e louvemos o Senhor pela sua contínua Providência, e em comunhão com todos os operários do Evangelho cantemos (ou digamos): Bendigamos o Senhor, a ele honra e glória para sempre! Bendizei o Senhor, evangelizadores de toda a terra, bendito sois vós que edificais a Igreja em cada canto da terra, bendito sois com Cristo, primeiro enviado do Pai, bendizei-o com Maria, Rainha das Missões. Bendigamos o Senhor, a ele honra e glória para sempre! Bendito sois vós, catecúmenos, bendito sois, irmãos a caminho da conversão, bendizei-o, catequistas que animais as comunidades nascentes, bendizei-o todos, com a vossa doação e fé. Bendigamos o Senhor, a ele honra e glória para sempre! Benditos, sois vós Igrejas da Europa e da América do Norte, benditos, sois vós Igrejas da Ásia, imensa e religiosa, bendizei-o, Igrejas da África, fecunda e misteriosa, bendizei-o Igrejas da América latina e da Oceania. Bendigamos o Senhor, a ele honra e glória para sempre! Bendito, sois vós membros dos Institutos missionários, bendizei-o, vós Pastores que regeis as nossas Igrejas, bendizei-o, vós consagrados, consagradas e contemplativos de todo o mundo, com todo o povo de Deus. Bendigamos o Pai, o Filho e o Espírito Santo, com todos os povos do mundo, agora e por todos os séculos eternos. Amém. Bendigamos o Senhor, a ele honra e glória para sempre!

2. MISSÃO É PROPAGAR O ROGATE DE CRISTO


Guia: Nós, Filhas do Divino Zelo estamos presentes em muitas nações, para tornar conhecido o “segredo de salvação” contido no mandamento de Cristo de rezar para obter os operários necessários às necessidades da messe. Dos escritos de Santo Aníbal Maria Não se esqueçam as Irmãs missionárias, quando o Senhor quiser colocá-las em terras longínquas, que elas pertencem ao divino mandamento do Divino Zelo do Coração de Jesus: “Rogate ergo Dominum messis ut mittat operarios in messem suam” (Mt 9,38), e não só não esqueçam de intensificar entre elas esta excelsa oração de que têm o voto de obediência ao divino mandamento, mas de propagá-la naquelas terras ensinando-as aos alunos e alunas, a todos os convertidos, seja os que pertencem a elas, ou não; se esforcem em propagá-la entre os sacerdotes missionários e irmãs missionárias de qualquer ordem ou congregação religiosa que encontrem. Servir-se-ão para isto da propagação da nossa Pia União da Rogação Evangélica do Coração de Jesus convidando para se inscrevam, muitos deles, o maior número possível. Se esta oração mandada pelo Senhor Jesus Cristo é necessária em toda a Igreja, o é mais ainda nas antas missões onde a messe é grande e madura, isto é, os homens estão bem dispostos a deixar-se levar pela verdade da religião católica, pelo quê, é de grande necessidade suplicar insistentemente ao grande Senhor da mística messe que mande aí bons operários e boas operárias para recolhê-la, antes que miseravelmente pereça (cf Regulamento para Irmãs missionárias, vol.1, pp. 185-203). Alguns testemunhos de Filhas do Divino Zelo missionárias. Oração (solista e assembléia) Ó Deus onipotente, as nossas irmãs partiram para levar Cristo crucificado e glorioso aos povos distantes. Abençoai o seu trabalho entre os jovens e os necessitados, que elas sintam a nossa amizade, fazei que no decorrer dos dias não nos esqueçamos a pessoa delas e as suas necessidades. Tornai-nos solidárias com a missão delas e que, na nossa, atuemos com mais coragem. A presença de Maria Imaculada, nossa divina Superiora e Mãe, a intercessão de Santo Aníbal e da Madre Nazarena, sejam promessa de muitas graças. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.

3. A MISSÃO É COMUNHÃO E PARTILHA Guia: A Igreja de Jesus Cristo é o grande campo coberto pela messe, que são todos os povos do mundo. A maior parte dessa messe perece por falta de cultivadores, e não somente nas terras dos não-crentes e dos países que não estão em comunhão com a Igreja católica, mas também em terras cristãs e em tantas cidades católicas. Todas: Sintamos o coração transpassado por tanta ruína, especialmente das tenras messes das novas gerações. Façamos nossas as penas intimas do Coração Santíssimo de Jesus diante de tão vasta e contínua miséria, recordemo-nos aquela divina palavra “Rogate ergo”. Guia: Cresça em nós a consciência de que para a salvação dos povos, das nações, da sociedade, da Igreja, e especialmente das crianças e da juventude e para a evangelização dos pobres e de qualquer outro bem espiritual e temporal para a família humana, não pode haver outro remédo mais eficaz e soberano que aquele determinado por Jesus. Todas: Supliquemos incessantemente ao Coração Santíssimo de Jesus, a sua Santíssima


Mãe, aos Anjos e aos Santos para que o Santo e Divino Espírito suscite Ele mesmo, almas eleitas, sacerdotes cheios de zelo e de caridade para a salvação das almas. Queira Deus Onipotente, Ele mesmo criar estes apóstolos escolhidos estas almas eleitas e santas, para toda segurança social. (cf SantoAníbal Maria) Silêncio para reflexão Canto: Messis quidem multa Guia: Chamadas à obediência à divina palavra de Jesus “Rogate!”, a nossa oração, agora quer tornar-se comunhão com o mundo inteiro e súplica ao Senhor da messe. A cada invocação respondamos: Atendei, Senhor, a nossa oração! - Pelo Santo Padre Bento XVI, artífice da nova evangelização do nosso tempo, para que o seu ministério torne-se eficaz a partir da Palavra de Deus anunciada com intrépida coragem, peçamos: – Pelo dom de novos operários, afim de que surja em toda parte, uma troca fraterna de solidariedade, peçamos. – Para que em todos os Países seja garantida a liberdade religiosa e seja possível a obra da evangelização e do anúncio de Cristo, peçamos. – Para que em cada uma de nós cresça a ânsia e o empenho missionário para responder às exigências da nova evangelização num mundo caracterizado pela globalização e pelo intercâmbio de povos e culturas, peçamos. (Outras intenções da assembléia) ORAÇÃO Ó Senhor, mandai ainda à vossa Igreja o Vosso Espírito de verdade e de amor, dom da Páscoa de Cristo, para que ela seja toda missionária e mantenha vivo em cada fiel o desejo de levar ao mundo a novidade de Cristo. Ele que vive e reina por todos os séculos dos séculos. – Amém.

Pai Nosso Canto Final


CELEBRAÇÃO 29 - JORNADA MISSIONÁRIA