Issuu on Google+

D i á r i o Cat a r i n e n s e , d o m i n go , 20 d e m a rço d e 2011

Mulheres Na equipe de trabalhadores da Bella Janela, 75% são mulheres, e a idade média é de 30 anos, mas há profissionais mais novas e mais velhas. E o mundo da costura não se restringe a elas. Há, também, homens na confecção, diz o empresário Roberto Baby. O treinamento da equipe é feito internamente. Cada unidade treina a sua equipe. As pessoas são bem dispostas, querem o emprego. Pagamos o salário regional e damos mais incentivos. Em Anita Garibaldi não temos custo de transporte porque todo mundo mora perto. Sócio Até 2008, Roberto Baby administrava a empresa sozinho. Com o crescimento acelerado dos negócios, convidou o seu irmão Rogério Valério Baby Filho, que atuava no CREA de Florianópolis, para ser seu sócio. O novo acionista também trouxe um filho para ajudar na gestão da empresa. Coleções Um poema sobre cortinas, da Clarice Lispector, se tornou slogan na Bella Janela. – Fizemos, no ano passado, a primeira coleção inspirada no poema da Clarice Lispector. Em uma parte, ela escreveu: “Você quer imaginar uma janela sem cortina, imagina olhos que não tivessem pestanas (cílios)”. Este poema é forte para nós. Ela diz que cortina é uma moldura. A gente tem alguns trabalhos inspirados nele – diz o empresário. Clientes A Texfair, realizada no final do mês passado, marcou uma nova fase da Bella Janela com seus clientes. Os irmãos Roberto e Rogério Baby investiram em um moderno showroom no qual recepcionaram clientes de todo o país. A empresa também está atenta à comunicação pelo seu site, o www.bellajanela.com.br, no qual expõe todas as suas linhas de produtos, com os tamanhos específicos.

A VISÃO DA INDÚSTRIA

LIVRO_ESTELA.indd 55

55

07/05/2015 21:09:32


Ebook A Visão da Indústria - Estela Benetti