Page 17

D i á r i o Cat a r i n e n s e , d o m i n go , 17 d e d e ze m b ro d e 2006

ela forma só 150 profissionais por ano. Este cenário está mudando porque o Senai já está oferecendo três turmas em Java. Como foi 2006 para o setor? Foi um ano de crescimento, outra vez. Felizmente, para o setor tecnológico tem sido assim. Novas empresas, novos negócios, muito sacrifício, adaptações. As empresas que acompanhei devem manter o crescimento real médio entre 15% e 17% anual. No ano passado, as empresas pesquisadas pela Acate faturaram, juntas, R$ 469,3 milhões. E para o ano que vem, quais são as perspectivas? Com esse trabalho de base que a gente vem fazendo, com vários programas e laboratórios, teremos mais oportunidades. O Laboratório de Compatibilidades, por exemplo, já certificou todas as empresas de hardware para que elas possam exportar para a maioria dos países. A Acate, com apoio da FIESC, está organizando uma missão à Alemanha. Qual é o objetivo? Faremos uma missão empresarial à CEBiT, maior feira de tecnologia do mundo, que será realizada em março, em Hannover. Nesse primeiro momento, algumas empresas vão para expor. O objetivo é desmistificar, para os empresários terem ideia do que existe no mercado. Como está evoluindo o projeto de Juro Zero? O projeto Juro Zero veio justamente para financiar a inovação. Então, com a participação do comitê local, a Acate lidera esse processo, que tem apoio da Fapesc e a participação fundamental da SC Parcerias. Apresentamos projetos que somam quase R$ 20 milhões e devemos utilizar essa cifra até fevereiro de 2008. Já temos quatro projetos aprovados, que somam R$ 1,9 milhão.

A VISÃO DA INDÚSTRIA

LIVRO_ESTELA.indd 15

15

07/05/2015 21:09:27

Ebook A Visão da Indústria - Estela Benetti  

Depoimentos de empresários do setor industrial com o objetivo de resgatar importantes relatos e experiências dos empreendedores.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you