Page 156

Usina de benefícios às comunidades lindeiras Maior hidrelétrica com casa de força em Santa Catarina, com capacidade para atender a cerca de 35% da demanda do Estado, Machadinho promove diversas ações socioambientais e incentiva o turismo sustentável na região de seu entorno

Consórcio Machadinho detém a concessão para utilizar o potencial hidrelétrico do Rio Pelotas até 2032

A

Usina Hidrelétrica Machadinho Carlos Ermírio de Moraes foi construída entre os municípios de Piratuba, em Santa Catarina, e Maximiliano de Almeida, no Rio Grande do Sul. Outros oito municípios integram a área de abrangência do reservatório: Capinzal, Zortéa, Celso Ramos, Campos Novos e Anita Garibaldi, em Santa Catarina, e Machadinho, Barracão e Pinhal da Serra, no Rio Grande do Sul. A Usina começou a operar em 2002, por meio do aproveitamento hidrelétrico das águas do Rio Pelotas, principal afluente do Rio Uruguai, que forma uma das maiores bacias hidrográficas do Sul do Brasil. O empreendimento conta com importantes certificações, como a ISO 14001 (Meio Ambiente), a OH152

SAS 18001 (Saúde e Segurança no Trabalho) e a ISO 9001 (Qualidade). Criado em 1997 por uma associação de empresas, o Consórcio Machadinho é detentor da concessão para exploração comercial da Usina Hidrelétrica Machadinho. O Consórcio é responsável por todos os investimentos relacionados à implantação e a manutenção da Usina até 2032, com a possibilidade de renovação desse prazo. É formado por oito grandes empresas: Companhia Brasileira de Alumínio (27,52% de participação), Alcoa Alumínio (25,74%), Votorantim Cimentos (5,61%), Tractebel Energia (19,28%), Vale (8,29%), CEEE-GT (5,53%), InterCement (5,27%) e DMED (2,73%).

R$ 8,5 mi já foram investidos pelo Consórcio Machadinho e seus parceiros em projetos sociais.

252 ações sociais executadas nos 13 anos de operação do empreendimento.

1.140 MW é a capacidade instalada da usina, que corresponde a 35% da demanda de Santa Catarina.

Ebook FIESC 65 anos  

Este livro é balanço, celebração e proposta. Pertence à indústria catarinense, razão de ser da FIESC.

Ebook FIESC 65 anos  

Este livro é balanço, celebração e proposta. Pertence à indústria catarinense, razão de ser da FIESC.

Advertisement