Issuu on Google+

FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES EM TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DO ESTADO DO PARANÁ

REGULAMENTAÇÃO

Fetropar participa da III Operação Jornada Legal em parceria com o MPT e PRF Pelego tenta fundar sindicato em Cafelândia

Fetropar participa de encontro sindical com prefeita de Curitiba

ISC e SINDEESMAT realizam palestra sobre acidente de trabalho


PALAVRA DO PRESIDENTE

FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES EM TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DO ESTADO DO PARANÁ

DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Epitácio Antonio dos Santos 1° Vice Presidente: João Batista da Silva 2° Vice Presidente: Ronaldo José da Silva

Informação é a nossa estratégia

3° Vice Presidente: Luiz Adão Turmina 4° Vice Presidente: Dino Cesar Morais de Mattos Secretário Geral: Anderson Teixeira

A batalha pela Lei 12.619/2012 ainda não foi vencida. A Comissão Especial criada para discutir novamente a Lei do Descanso tem grande infl uência dos ruralistas e representantes do agronegócio, que pressionam os demais integrantes da comissão alegando perdas econômicas para o país.

Sec. Geral Adjunto: Noel Machado da Silva Sec. de Finanças: Evaldo Antônio Baron Sec. de Finanças Adjunto: Olímpio Mainardes Filho Sec. de Imprensa e Comunicação: Hilmar Adams Sec. de Educação Sindical e Cultura: Josiel Tadeu Teles Sec. de Organização Sindical e Relações Sindicais: Laudecir Pitta Mourinho

A Lei está em vigor. As discussões em torno dela se tornaram uma desculpa para algumas empresas que ainda não respeitam os períodos de descanso estabelecidos. Para isso, contamos com o apoio do Ministério Público do Trabalho, que já está investigando e quando necessário entrando com ação civil pública para que a lei seja cumprida da sua totalidade.

Sec. de Negociações Coletivas e Jurídico: José Aparecido Faleiros Sec. de Relações com Motociclistas e Similares: Agenor “Cacá” Pereira

SUPLENTES DA DIRETORIA Enio Antonio da Luz, Damazo de Oliveira, Hailton Gonçalves, Aparecido Nogueira da Silva, Sérgio Paulo Kampmann, Gilberto Maurício Amorim, José Luiz Kogeraski, Josiel Veiga, Lourival Gabriel da Costa, Jonas Cleiton Comissio, Michel Marques de Almeida e Sérgio

Nossos sindicatos fi liados também estão tomando esta atitude. Vamos continuar fi scalizando e denunciando sempre que necessário.

Machado dos Santos.

CONSELHO FISCAL EFETIVO Alcir Antônio Ganassini

Nossa principal arma nessa batalha é a informação. Com mais uma Operação Jornada Legal realizada no mês de maio pudemos distribuir cartilhas e tirar dúvidas dos motoristas com relação à Lei. Esse é o nosso papel: Informar o trabalhador para que ele saiba os benefícios da lei e a cumpra.

Cláudio Francisco Mistura Jair Korobinski

CONSELHO FISCAL SUPLENTES Lourenço Johann João de Deus Caxambu Edilson Marenda

CONSELHO DE REPRESENTANTES JUNTO A CNTTT - EFETIVO Vicente Venuk Pretko Elizeu Manuel Sezerino

CONSELHO DE REPRESENTANTES JUNTO A CNTTT - SUPLENTES Antônio da Conceição Peron Cleuton Antonio Kanigoski ENTIDADE FILIADA À:

O PORTAL DOS TRABALHADORES RODOVIÁRIOS: EXPEDIENTE Textos: July Portioli Fotos e edição: July Portioli e Anderson Silveira Diagramação e projeto gráfico: Anderson Silveira e July Portioli

WWW.FETROPAR.ORG.BR CURTA A PÁGINA DA FETROPAR NO FACEBOOK facebook.com/fetropar

Ilustrações e infográficos: Anderson Silveira Jornalista Responsável: July Portioli - MTE 9234/PR Impressão: Gráfica Monalisa Tiragem: 20 mil exemplares As matérias assinadas são de responsabilidade única e exclusiva dos autores. Sugestões e críticas: imprensa@fetropar.org.br

Rua Prof. Dr. Pedro Macedo da Costa, 720 - Vila Izabel CEP: 80320 - 330 - Curitiba-PR Fone e fax: 41 3015 - 3300 fetropar@fetropar.org.br


GIRO DE NOTÍCIAS

TRABALHO E PERSEVERANÇA

Sindicap realiza torneio de futebol para comemorar o dia do trabalho O Dia do Trabalhador foi comemorado com um torneio organizado pelo Sindicap - Sindicato Dos Condutores de Veículos e Anexos de Paranaguá com as empresas Oceânica Sul, Marli Máximo (Vap Vup), Viação Pilar, Viação Rocio e Viação Graciosa. O torneio foi realizado no dia 01 de maio no campo do Olé, atrás do mercado Bavaresco Palmital. Depois da partida foi oferecido um churrasco para os associados.

Sinetrapitel adquire dois veículos novos para ajudar no trabalho de base Em assembleia realizada no dia 18 de maio de 2013, para alteração estatutária, a diretoria do Sinetrapitel apresentou a aquisição de dois veículos para atender melhor o trabalhador da base em toda região de representação.

Sitrovel realizou jogo amistoso com trabalhadores da Spaipa Na tarde do dia 18 de maio, o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Cascavel – SITROVEL realizou um amistoso de futebol com os trabalhadores da SPAIPA (Coca-Cola), juntamente com a entrega do jogo de camisas e bermuda foi entregue a cada time uma bola de futebol personalizada. Participaram cerca de 40 (quarenta) trabalhadores que após o jogo puderam saborear um delicioso “Costelão” especialmente preparado para os trabalhadores, para após a prática esportiva terem um tempo de descontração e alegria.

Diretoria da Fetropar se reúne no dia 09 de maio

[+] CONFIRA MAIS NOTÍCIAS E INFORMAÇÕES NO SITE DA FETROPAR WWW.FETROPAR.ORG.BR

FETROPAR |MAIO E JUNHO DE 2013 | PÁG. 3


Fetropar participa de encontro sindical com prefeita de Curitiba No encontro foram apresentados os programas da atual gestão voltados para os trabalhadores e as entidades puderam contribuir com sugestões de melhoria dos programas

Prefeita em exercício, Míriam Gonçalves falou sobre os programas da prefeitura voltados aos trabalhadores

A prefeita em exercício e secretária municipal do Trabalho e Emprego, Mirian Gonçalves, recebeu no dia 21 de maio, na Prefeitura de Curitiba, representantes de 19 entidades sindicais de Curitiba. Mirian afirmou que a participação dos sindicatos é fundamental para o planejamento da administração e da Secretaria Municipal do Trabalho e do Emprego. “Os representantes dos trabalhadores vivenciam a realidade. Este encontro mostra que a que a Prefeitura está aberta à participação desse segmento, assim como de toda a população”, disse. “Temos aqui várias centrais sindicais e entidades que se mostram dispostas a ajudar a construir a nossa gestão. É uma relação muito promissora”. Para Epitácio Antonio dos Santos, presidente da Fetropar, esse encontro foi muito importante para as entidades sindicais. “Essa foi a primeira vez que o movimento sindical foi chamado pela prefeitura para dialogar. As entidades sindicais e 4 PÁG. MAIO E JUNHO DE 2013 | FETROPAR

Presidente da Fetropar sugere ação conjunta entre prefeitura e entidades sindicais

Essa foi a primeira vez que o movimento sindical foi chamado pela prefeitura para dialogar. As entidades sindicais e a Secretaria do Trabalho podem e devem trabalhar juntos em prol dos trabalhadores Epitácio dos Santos - FETROPAR

a Secretaria do Trabalho podem e devem trabalhar juntos em prol dos trabalhadores“ afirmou o presidente. Epitácio sugeriu, durante o encontro, que as ações da Secretaria do Trabalho fossem divulgadas para as entidades sindicais, para que estas divulguem em seus meios de comunicação, chegando assim mais fácil até o trabalhador. A prefeita acatou a sugestão e afirmou que as ações serão repassadas para aumentar a divulgação.


Pelego tenta fundar sindicato em Cafelândia Convocação foi feita através do Diário Oficial da União por Rui Nonato da Silva, empresário do ramo de cursos e treinamentos na cidade de Cafelândia Cerca de 70 motoristas rodoviários de Cafelândia e cidades vizinhas deixaram seus afazeres no dia 03 de junho para verificar uma convocação para fundação de um sindicato. A convocação feita através de publicação no Diário Oficial da União, relata que nesta data a partir das oito horas da manhã haveria uma assembleia para definir a fundação de um novo sindicato para representar os motoristas das cidades de Cafelândia, Corbélia e Ubiratã. Porém, ao chegar no local, o responsável pela publicação e o chamamento da assembleia em edital, Rui Nonato da Silva simplesmente não compareceu, o que demonstrou que o ato não passava de uma fraude, pois frequentemente tem ocorrido no estado do Paraná tentativas de divisão na base territorial dos sindicatos, feitas por pessoas geralmente alheias à categoria, que pensam em benefício próprio, querendo apenas se promover às custas de uma classe trabalhadora. A assembleia acabou sendo conduzida pelo presidente da Fetropar, Epitácio Antônio dos Santos. Epitácio falou acerca dos interesses da representatividade da classe na Região Oeste do Paraná, “É de fundamental importância que os trabalhadores se unam para representar e fortalecer sua categoria, porém, quando alguém se levanta para dividir ao invés de somar e lutar por melhores condições e benefícios dos trabalhadores, realmente, este, deve ter seus planos frustrados”, ressaltou Epitácio, que além de conduzir a Assembleia, propôs votação do que se pedia no referido edital e por unanimidade. Os presentes votaram e decidiram que não se fazia necessária a criação de outra base sindical na cidade, já que o Sitrovel (Sindicato dos Trabalhadores em Transporte

Presidente da Fetropar lê a ata da assembleia

Trabalhadores presentes votam pela não fundação de outro sindicato

Rodoviário de Cascavel) juntamente com o Sinetrapitel (Sindicato dos Trabalhadores em Transporte de Passageiros Intermunicipal, Interestadual e Turismo de Cascavel), já atendem os interesses dos trabalhadores da cidade de Cafelândia, bem como, cidades vizinhas dando suporte e orientações a estes trabalhadores. “No momento em que vimos o edital, nos juntamos com a classe trabalhadora para ver se esse era o real interesse dos que fazem parte desta categoria e o resultado foi o da votação. Inclusive, temos três diretores em Cafelândia que representam os trabalhadores daquela região. Toda a categoria é bem atendida e amparada pela entidade sindical já existente que a representa, e a prova maior é que a pessoa que convocou a assembleia não teve se quer a coragem de comparecer e

defender o seu ponto de vista”, afirma o presidente do Sitrovel, Hilmar Adams. “Vivemos em um país democrático, onde o voto embasa as decisões. A atitude do companheiro que não compareceu em sua própria convocação demonstra que ele quer bagunçar algo sério, já que agimos com responsabilidade e respeito para com os trabalhadores que representamos”, desabafa o presidente do Sinetrapitel, Claudio Francisco Mistura. Após a votação e o encerramento da assembleia, todos os trabalhadores assinaram uma lista de presença e foi lavrada a ata notarial que indefere a instituição de outra base sindical na cidade. Texto: Márcia Bedin

FETROPAR |MAIO E JUNHO DE 2013 | PÁG. 5


Fetropar participa da III Operação Jornada Legal em parceria com o MPT e PRF diretores da fetropar entregaram as cartilhas da regulamentação e orientaram os motoristas sobre a importância da lei A Operação foi realizada no dia 28 de maio em Curitiba, no posto Contenda na BR 376 e no posto Borda do Campo na BR 277, Maringá, Londrina e Cascavel. Foram fi scalizados 115 motoristas no total.

OPERAÇÃO EM CURITIBA

Durante as três horas de operação, 28 motoristas foram multados pela Polícia Rodoviária Federal e foram constatados 28 casos de irregularidades trabalhistas praticadas por empresas. Estas irregularidades trabalhistas foram encaminhadas ao MPT do estado de origem do trabalhador que pode abrir um processo de investigação. A principal irregularidade constatada foi a falta de controle da jornada. Para o presidente da Fetropar, as empresas precisam se conscientizar que o controle da jornada é uma obrigação dos empregadores. “Os patrões precisam fornecer os meios de controle de jornada aos empregados, como por exemplo o diário de bordo ou fi cha de trabalho, que é obrigatório e deve ser controlado pelo empregador e pelo motorista“ . Segundo o Procurador do Trabalho Paulo Douglas Almeida de Moraes, coordenador nacional do Programa Jornada Legal, a operação foi positiva. “Mesmo com a resistência que estamos sofrendo do setor ruralista, os policiais rodoviários estão fi scalizando e multando os motoristas que não estão cumprindo a lei. Isso signifi ca que as instituições estão trabalhando para que a lei seja efetivamente respeitada“ afi rmou o procurador.

Dirigente entrega informativo da regulamentação

Dirigentes da Fetropar participam da Operação

no Transporte Rodoviário do Paraná, tendo como objetivo informar os motoristas a respeito da lei e verifi car se a lei está sendo cumprida através da aferição dos tacógrafos e diários de bordo.

A Operação Jornada Legal é realizada em uma parceria entre o “É a vida do motorista que Ministério Público do Trabalho, Poestá em jogo. A lei só vem regulalícia Rodoviária Federal e FETROmentar uma necessidade que existe PAR – Federação dos Trabalhadores 6 PÁG. MAIO E JUNHO DE 2013 | FETROPAR

há muito tempo, já que motoristas e mais motoristas perdem ou tiram vidas em razão do sono e da falta de descanso”, ressalta J.R.G, um motorista que trabalha com carteira assinada e não quis se identifi car. A operação também teve a participação do procurador do Trabalho Gláucio Araújo de Oliveira.


OPERAÇÃO EM CASCAVEL

OPERAÇÃO EM LONDRINA

OPERAÇÃO EM MARINGÁ

FETROPAR |MAIO E JUNHO DE 2013 | PÁG. 7


Dupla função é proibida no transporte coletivo de Curitiba após empresários perderem na justiça TJ-PR derrubou ação de inconstitucionalidade para lei que proíbe motoristas de acumularem função de cobradores O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) decidiu no dia 04 de junho derrubar a Ação Direta de Inconstitucionalidade à lei municipal que proíbe a dupla função dos motoristas de micro-ônibus em Curitiba. Com isso, a lei que não permite que motoristas acumulem a função de cobradores nos ônibus da capital já está valendo, e terá de ser cumprida. Atualmente, 180 ônibus de Curitiba circulam todos os dias com motoristas que exercem a dupla função. Em média, cerca de 70 mil passageiros utilizam os serviços dos coletivos conduzidos por motoristas que dirigem e cobram as passagens ao mesmo tempo, sendo que deste

total, 40% pagam o bilhete em dinheiro.

sancionada pelo então prefeito da capital Luciano Ducci (PSB). A sanção do Executivo foi publicada em Diário Oficial no dia 27 de novembro do ano passado, e entrou em vigor no último dia 27 de março.

Após a decisão do TJ-PR, a Federação das Empresas de Transporte de Passageiros dos Estados do Paraná e Santa Catarina (Fepasc), que moveu a ação de inconstitucionalidade por entender que a lei da dupla função deveria ter sido proposta pelo Poder Executivo e não pelo Legislativo, disse que irá recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) tão logo o acórdão do despacho do TJ-PR seja publicado.

Pela Lei (nº 14.150 de 2012), as empresas que tiverem um funcionário acumulando as duas funções serão primeiramente notificadas. Em caso de reincidência, a multa estabelecida é de R$ 10 mil em cada caso constatado. Em última instância, a licença da empresa poderá até ser cassada pelo descumprimento da exigência.

Histórico A lei municipal que proíbe que os motoristas do transporte coletivo de Curitiba exerçam dupla função foi

Com informações da Gazeta do Povo

Realizada assembleia de prestação de contas da Fetropar e ISC Foi realizada no dia 13 de junho a assembleia de prestação de contas da Fetropar e Instituto São Cristóvão referente à gestão do ano de 2012. Os delegados do conselho de representantes dos sindicatos filiados a Fetropar estiveram presentes para analisar as contas da Fetropar. O relatório e os atos praticados pelo Presidente e Diretoria no exercício do ano de 2012, bem como a suplementação orçamentária e prestação da contas da FETROPAR referente à gestão financeira do exercício de 2012, com o parecer do Conselho Fiscal foram aprovadas pelos delegados. Foi discutido e aprovado a previsão orçamentária da receita 8 PÁG. MAIO E JUNHO DE 2013 | FETROPAR

Dirigentes compareceram para analisar a prestação de contas

e despesa para o exercício de 2014, com o parecer do Conselho Fiscal e por fim foi discutido e deliberado sobre os reajustes dos valores de verbas de representação paga, aos diretores que recebem esta verba, a partir de maio de 2013, bem como a

manutenção destes pagamentos. Todas as contas e relatórios apresentados foram aprovados pelos delegados.


Motoristas e cobradores de Ponta grossa recebem reajuste de 10% após greve A greve dos motoristas e cobradores do transporte coletivo de Ponta Grossa durou dois dias e terminou com um acordo entre os trabalhadores e a empresa

Trabalhadores em frente à empresa VCG

Desde maio, data-base da categoria, o Sindicato de Motoristas e Cobradores do Transporte Coletivo de Ponta Grossa estava em discussão salarial com a VCG. A última rodada de negociação foi no dia 25 de junho e não houve acordo. Uma assembleia com os trabalhadores no mesmo dia decidiu pela greve, iniciada à meia-noite do dia 26. A categoria pediu reajuste salarial de 12% e vale-alimentação de R$ 120,00 para R$ 240. Durante audiência realizada na manhã do dia 27, na sede do TRT em Curitiba, a empresa propôs reajuste de 7,16% e no vale-alimentação. Em assembleia, os funcionários decidiram manter a proposta. No primeiro dia de paralisação, a Justiça concedeu uma liminar que determinou a volta de 50% da

frota em horários normais e de 70% em períodos de pico. Os trabalhadores passaram a cumprir a ordem no fim da tarde do dia 27, depois de uma reunião realizada em Curitiba, na Delegacia Regional do Trabalho. Na tarde do dia 28, o sindicato aceitou a nova proposta da empresa, que ofereceu 10% de aumento, R$ 170 de vale-alimentação e um abono de R$ 100 junto ao 13º salário. Apesar da proposta ser menor do que a pedida anteriormente pelos trabalhadores, o secretário de comunicação do sindicato, Airton Costa, disse que a categoria ficou contente com o resultado. “Foi a melhor coisa que a gente fez. Foi o melhor acordo feito em mais 18 anos de defasagem salarial”, afirma. Foi acordado ainda que não seriam descontados os dias parados.

Trabalhadores votam a proposta de acordo

10% de reajuste salarial; Vale-alimentação de R$ 120,00 para R$170,00; Abono de R$ 100,00 junto ao 13º salário; Dias parados não serão descontados; FETROPAR |MAIO E JUNHO DE 2013 | PÁG. 9


Diretoria do Sinetrapitel visita base territorial A diretoria do Sinetrapitel fez uma visita a sua base territorial no dia 10 de maio, que inclui os municípios de Altamira do Paraná, Anahy, Assis Chateaubriand, Boa Esperança, Boa Vista da Aparecida, Braganey, Cafelândia, Campina da Lagoa, Campo Bonito, Cascavel, Catanduvas, Corbélia, Diamante do Sul, Espigão Alto do Iguaçu, Formosa do Oeste, Goioerê, Guaraniaçu, Ibema, Iguatu, Iracema do Oeste, Jesuítas, Juranda, Lindoeste, Nova Aurora, Nova Cantú, Quedas do Iguaçu, Quarto Centenário, Rancho Alegre D’Oeste, Santa Lúcia, Santa Tereza do Oeste, Três Barras do Paraná, Tupãssi e Ubiratã. O objetivo foi convocar os trabalhadores para participarem da assembleia geral extraordinária, que foi realizada no dia 18 de maio, onde

Dirigentes conversaram com trabalhadores

foi aprovada a alteração do Estatuto Social do SINETRAPITEL, para que passe a contar no Art. 1º, Parágrafo Primeiro – que: a categoria profissional representada pelo sindicato será a seguinte: empregados de empresas

de transportes rodoviários de passageiros, intermunicipal, interestadual, internacional, escolar, turismo e fretamento e, que passe a constar a seguinte redação no Art. 1º, Parágrafo Terceiro.

Presidente do Sindimoc é homenageado na Assembleia Legislativa do Paraná O presidente do SINDIMOC, Anderson Teixeira, foi homenageado no dia 09 de maio na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), onde recebeu a “Honraria dos Trabalhadores: Prêmio Personalidades Empreendedoras do Paraná- Edição 2013”. As certificações de honrarias, de proposição da Deputada Estadual Rose Litro, foram entregues a ilustres personalidades que provém da exemplar história de vida pessoal e profissional em prol da Sociedade Paranaense, as titulações concedidas foram em alusão ao Dia Internacional do Trabalho.

10 PÁG. MAIO E JUNHO DE 2013 | FETROPAR

Trabalhadores apoiam dirigente na Assembleia

Cidadãos que prestam serviços relevantes em prol da sociedade paranaense foram agraciados com o título de honraria. Anderson Teixeira, a convite da Força Trabalhista

do Paraná (FOTROPAR) e da União das Associações de Empregados da CIC, Região Metropolitana e Estado do Paraná (UNAECIC) foi um dos homenageados.


Sitrovel realiza ação contra hipertensão O principal alvo são os motoristas de caminhão. Pela rotina nas estradas, esses profissionais estão sujeitos ao estresse, má alimentação, consumo excessivo de sal e obesidade A pessoa hipertensa ou que não controla adequadamente a pressão arterial pode ter uma redução na expectativa de vida de até 16 anos e meio, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). A pressão alta está associada ao infarto do coração, acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca e renal, impotência sexual e outros problemas de saúde. Na semana em que se comemora o Dia Nacional de Combate e Prevenção à Hipertensão Arterial – 26 de abril, o SITROVEL, em parceria com o Carreta Online de Cascavel, realizou mais uma edição do Roda Saúde para alertar os motoristas sobre a importância de prevenir e controlar esse problema que compromete muito a qualidade de vida. O evento ocorreu no dia 25 de maio, das 9h00min às 16h30min, no Posto Sabiazão, Rod. BR 277 KM 585. Com o objetivo de levar profissionais da saúde até os motoristas de caminhão o Roda Saúde segue pelo Paraná. Na semana da saúde a equipe formada pelo Carreta Online e Sitrovel (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Cascavel) teve o apoio do Sitro-Fi (Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Foz do Iguaçu) e Sest Senat de Foz do Iguaçu para realizar atendimentos no E-Log (Porto Seco) e no Posto Gasparin, que fica na BR 277. Em dois dias foram atendidos mais e 400 motoristas que tiveram acesso a aferição de pressão, teste de glicemia, orientação psico-

Coordenadores da ação em Cascavel

Motoristas esperam para fazer os exames

lógica e nutricional. “Queremos promover a saúde do trabalhador motorista valorizar o trabalho de quem transporta as riquezas do Brasil”, afirma a coordenadora do evento, Marcia Bedin. Pela rotina nas estradas, os caminhoneiros estão sujeitos ao estresse, má alimentação, consumo

excessivo de sal e obesidade, que somadas à hereditariedade, são as principais causas da hipertensão arterial. “A pressão alta está associada ao infarto do coração, acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca e renal, impotência sexual e outros problemas de saúde.” afirma o médico do Sest Senat, Dr. German Jimenez.

FETROPAR |MAIO E JUNHO DE 2013 | PÁG. 11


Motoristas e Cobradores de Curitiba fazem paralisação em prol da segurança O movimento teve como estopim a morte do cobrador, Osaias Caldeira da Silva, de 31 anos, assassinado durante um assalto ao ônibus que trabalhava Motoristas e cobradores paralisaram as suas atividades profissionais na manhã do dia 29 de maio, em protesto a falta de segurança no transporte coletivo de Curitiba e região metropolitana. Toda a frota circulante da capital e região deixou de operar das 09h às 10h. Nos terminais a saída dos coletivos foi bloqueada pelos manifestantes. O movimento teve como estopim a morte do cobrador, Osaias Caldeira da Silva, de 31 anos, assassinado durante um assalto quando realizava a sua atividade profissional. Os operadores do sistema, cansados de tanta violência solicitaram ao SINDIMOC que tomasse providências e, em comum acordo com

Motoristas parados no centro de Curitiba

os trabalhadores, deflagrou o movimento, que teve adesão de 100% da categoria. A população que também é vítima da violência, compreendeu o motivo da ação dos profissionais. Os trabalhadores acreditam que com

o movimento realizado as autoridades da segurança pública voltem os olhos para o transporte coletivo e que medidas sejam tomadas o mais breve possível para que outras vidas não sejam ceifadas.

Sintrau entrega jogos de camisas a trabalhadores da Cerchop O Sintrau, representado pelo seu presidente Hailton Gonçalves e pelo diretor Antonio Alves da Cruz, entregou jogos de camisas de futebol aos trabalhadores da empresa Cerchop Distribuidora de Bebidas no dia 17 de maio, para jogos amistosos com outros associados de outras empresas. “O objetivo é a interação entre os associados de outras empresas para futuramente realizarmos torneios entre eles”, afirmou o presidente Hailton. 12 PÁG. MAIO E JUNHO DE 2013 | FETROPAR

Uniformes são usados nos amistosos promovidos pelo sindicato


Após paralisação de 4 horas, trabalhadores de Paranavaí recebem reajuste Motivo da paralisação foi ameaça sofrida pelos trabalhadores por parte da empresa para não aderirem à greve Os trabalhadores do transporte coletivo de Paranavaí entraram em um acordo com a empresa no dia 24 de junho em reunião realizada com a participação do prefeito, entidade sindical, trabalhadores e empresa. O piso dos motoristas passou de R$ 950,00 para R$ 1400,00 e o piso mínimo para os outros trabalhadores será de R$ 914,00. Outra conquista dos trabalhadores foi o ponto eletrônico. Antes o ponto era preenchido manualmente, não computando as horas extras dos funcionários, com o ponto eletrônico o trabalhador terá o controle efetivo do seu horário de trabalho. Além disso, foi acordado que a empresa tem o prazo de um ano para resolver o problema dos motoristas que cobram passagens, encontrando alguma solução para que não

Presidente do Sinttromar, Ronaldo da SIlva, conversa com os trabalhadores

circule dinheiro nos ônibus. Caso não cumpram o prazo, os cobradores voltarão a ser obrigatórios. Paralisação Na manhã do dia 24 de junho os trabalhadores realizaram uma paralisação de 4 horas em protesto à ameaças que sofreram por parte dos patrões. Os trabalhadores e sindicato(Sinttromar) ainda estavam em

negociações com a empresa Viação Cidade de Paranavaí, com o indicativo de greve aprovado, e a empresa não estava respeitando a vontade dos trabalhadores. Esta paralisação não estava programada, até que no dia 21 a chefia começou a assediar os trabalhadores com um abaixo assinado, forçando os mesmos a assinarem se comprometendo que não aceitariam fazer greve sob pena de serem demitidos por justa causa.

Sitrovel realiza curso de reciclagem de MOPP Nos dias 10 e 11 de junho foi realizado o Curso de Reciclagem de Transporte de Produtos Perigosos – MOOP na sede doSitrovel através da parceria entre Sitrovel e SEST/SENAT. Participaram do curso 22 trabalhadores que tiveram a oportunidade de, através da reciclagem, aprimorar ainda mais seus conhecimento para melhoras no desempenho de suas funções laborais.

Alunos no encerramento do curso FETROPAR |MAIO E JUNHO DE 2013 | PÁG. 13


ACORDOS E CONVENÇÕES COLETIVAS CONFIRA O RESULTADO DAS NEGOCIAÇÕES FIRMADAS PELA FETROPAR

SETCEPAR - SINDICATO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTES DE CARGAS NO ESTADO DO PARANA PISO SALARIAL Motorista carreteiro.....R$ 1.526,00 Motorista de truck.......R$ 1.223,00 Motorista de toco.........R$ 1.139,00 Motorista de malote.....R$ 1.295,00 Demais motoristas.......R$ 1.079,00 Operador de empilhadeira.. ............. .........................................R$ 1.031,00 Conferente de carga e Operador de logística .........................R$ 1.031,00 Vigia ou guardião............R$ 972,00 Auxiliar de escritório......R$ 915,00 Condutores de motocicletas e assemelhados .........................R$ 915,00 Ajudante de motorista (auxiliares de transportes, coletor, entregador, carregador e movimentador de mercadorias)..............................R$ 930,00

PARÁGRAFO ÚNICO: Quando o Cavalo Mecânico (trator) estiver tracionando uma composição de duas carretas (semirreboques), o piso do motorista carreteiro será acrescido de um adicional de 10% (dez por cento) sobre o piso de Carreteiro, proporcional aos dias trabalhados nesta condição, caso sua remuneração base seja igual ao piso ora fixado. Nestas condições, se o motorista trabalhar o mês todo conduzindo cava-

lo mecânico que tracione duas carretas, o piso mensal passa a ser de R$ 1.679,00. Se a remuneração mensal for superior ao piso, em pelo menos 10%, o adicional previsto neste parágrafo não será devido. CORREÇÃO SALARIAL A partir de primeiro de maio de 2013, as empresas concederão a todos os seus empregados um reajuste salarial de 8,5%.

SINDICATO DAS EMPRESAS DE SERVIÇOS CONTABÉIS E DAS EMPRESAS DE ASSESSORAMENTO, PERÍCIAS, INFORMAÇÕES E PESQUISAS NO ESTADO DO PARANÁ – SESCAP-PR PISO SALARIAL Motoristas de veículos leves, como automóveis em geral, utilitários, caminhões de pequeno porte de até 3,5 toneladas e operadores de empilhadeira e máquinas .................... ...................................... R$ 1.044,00 Motociclistas, Ciclistas e Similares .......................................... R$ 915,00 Ajudantes de motoristas .................. .......................................... R$ 883,00 14 PÁG. MAIO E JUNHO DE 2013 | FETROPAR


ACORDOS E CONVENÇÕES COLETIVAS CONFIRA O RESULTADO DAS NEGOCIAÇÕES FIRMADAS PELA FETROPAR

FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS DO ESTADO DO PARANÁ E SANTA CATARINA – FEPASC

PISO SALARIAL

Limpeza de veículos, zeladoras e cozinha, a partir de 1º de maio de A partir de maio de 2013, ficam fi- 2013 R$ 900,00, que se fixa como xados os pisos salariais mínimos, piso mínimo a CCT. para aqueles que cumpram a jornaREAJUSTE SALARIAL AOS DEda legal de 44 horas semanais: MAIS EMPREGADOS: Motoristas de Ônibus...R$ 1.400,00 Em 01.05.2013, aos demais empreCobradores ......................R$ 900,00 gados, (excluídos os detentores de

pisos salariais descritos na cláusula quarta) será concedido o reajuste de 8,7% (oito virgula sete por cento), linear a incidir sobre o salário praticado em 01.05.2013, autorizado à compensação de todo e qualquer reajuste ou antecipação concedidos no período.

FEPASC – INTERESTADUAL – 2013. PISO SALARIAL A partir do mês de junho/agosto 2013, os pisos ficam fixados nos seguintes valores àqueles que cumpram a jornada legal de 44 horas semanais: Motoristas........................R 1.870,00

Cobradores e emissores de passagens...............................R$ 1.130,00

MAIS EMPREGADOS:

Em 01.06.2013, aos demais empreLimpeza de veículos, zeladoras e gados, (excluídos os detentores de cozinha, a partir de 1º de maio de pisos salariais descritos na cláusula 2013 R$ 900,00, que se fixa como segunda) será concedido o reajuste piso mínimo a CCT. de 8,7% (oito virgula sete por cento), linear a incidir sobre o salário REAJUSTE SALARIAL AOS DE- praticado em 01.06.2012. FETROPAR |MAIO E JUNHO DE 2013 | PÁG. 15


ACORDOS E CONVENÇÕES COLETIVAS CONFIRA O RESULTADO DAS NEGOCIAÇÕES FIRMADAS PELA FETROPAR

FEPASC- FRETAMENTO DE TRANSPORTES DE ESTUDANTES DE ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVADAS Fixam as partes, como contraprestação mensal, ao cumprimento da jornada legal, os seguintes pisos salariais, para vigerem a partir de 1º de maio de 2013:

Motoristas de Microônibus ............ Limpeza de veículos, zeladoras e ........................................R$ 1.400,00 cozinha..............................R$ 900,00 que se fixa como piso mínimo a Motoristas de Vans, kombis, mini- CCT. bus e similares.............. R$ 1.200,00

PISOS SALARIAIS

Assistente de transporte escolar ..... ...................................... R$ 1.000,00

Motoristas de Ônibus...R$ 1.615,00

FEPASC – FRETAMENTO GERAL Fixam as partes, como contraprestação mensal, ao cumprimento da jornada legal, os seguintes pisos salariais, para vigerem a partir de 1º de maio de 2013: PISOS SALARIAIS Motoristas de Ônibus....R$ 1.778,00

Motoristas de Microônibus, Vans, e similares ........................R$ 1.458,00 Limpeza de veículos, zeladoras e cozinha.........................R$ 900,00, que se fixa como piso mínimo a CCT. REAJUSTE SALARIAL AOS DE-

MAIS EMPREGADOS: Em 01.05.2013, aos demais empregados, (excluídos os detentores de pisos salariais descritos na cláusula terceira) será concedido o reajuste de 8,7% (oito vírgula sete por cento), linear a incidir sobre o salário praticado em 01.05.2012.

SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE APARELHOS ELÉTRICOS, ELETRÔNICOS E SIMILARES, DE APARELHOS DE RADIOTRANSMISSÃO, DE REFRIGERAÇÃO, AQUECIMENTO E TRATAMENTO DE AR, DE LÂMPADAS E APARELHOS ELÉTRICOS DE ILUMINAÇÃO DO PR Condutores de veículos acima de 01 (uma) até 08 (oito) toneladas Condutores de carreta, treminhão equipados ou não com guindauto e bitrem, equipados ou não com guindauto .....................R$ 1.404,05 ....................................... R$ 1.034,62 PISO SALARIAL

Condutores de truck equipados ou Condutores de veículos com capanão com guindauto e ônibus...... .... cidade até 01 (uma) tonelada equi........................................R$ 1.167,60 pados ou não com guindauto e motociclistas ......................R$ 1.014,70 Condutores de veículos Toco equipados ou não com guindauto ........ Ajudantes de motorista, entendi........................................R$ 1.097,30 dos estes os que, com exclusividade 16 PÁG. MAIO E JUNHO DE 2013 | FETROPAR

e em caráter permanente, auxiliam o motorista em cargas, descargas e manobras, com ele permanecendo durante o transporte: receberão o piso mínimo fixado na Convenção Coletiva de Trabalho da categoria preponderante.


ISC e SINDEESMAT realizam palestra sobre acidente de trabalho Foi realizada no dia 18 de junho a palestra “Acidente de Trabalho e Responsabilidade Civil do Empregador“ na sede do SINDEESMAT, em Curitiba. O palestrante, Dr. Rodrigo Fortunato Goulart, abordou temas como a obrigação dos empregadores, dano, culpa, nexo causal, doenças profissionais e doença do trabalho, responsabilidade objetiva e subjetiva da empresa, comunicação de acidente de trabalho, ações acidentárias e prevenção.

O palestrante Dr. Rodrigo Goulart

Conselho fiscal do ISC se reúne para auditoria de contas No dia 17 de junho o Conselho Fiscal do Instituto São Cristóvão reuniu-se na sede da entidade em Curitiba para auditoria das contas. O presidente do ISC, Epitácio Antonio dos Santos e os conselheiros fiscais Francisco Severiano de Menezes e José Bento de Andrade analisaram os balancetes organizados pelo secretário de finanças, Elizeu Manuel Sezerino e pelo contador Antonio Gongora. Foram conferidos todos os documentos de receitas e despesas dos relatórios do período de maio de 2012 a março de 2013. Depois de analisados todos os documentos pertinentes e, encontrando-se em perfeita ordem, os membros do Conselho Fiscal aprova-

Conselho fiscal do ISC

ram os relatórios que foram elaborados pelo contabilista. Participaram da reunião também o diretor de ensino do ISC,

Munir Varela, e Jessé Gongora, auxiliar de contabilidade.

FETROPAR |MAIO E JUNHO DE 2013 | PÁG. 17


Projeto Ruído terá continuidade O foco agora será o setor de transporte coletivo de passageiros, urbano e o setor de serviços realizados por profissionais motociclistas

Cacá Pereira, Prof. Willian Barbosa, Antônio Gongorra, Epitácio dos Santos, Elizeu Sezerino, Josiel Teles e Munir Varela

Em reunião realizada no Instituto São Cristóvão nesta última terça-feira (14), o professor responsável pelo projeto Ruído, do setor de tecnologia do Departamento de Engenharia Mecânica da UFPR, e os diretores do ISC, avaliaram o projeto NÍVEIS DE RUÍDO, VIBRAÇÃO, CALOR, ILUMINAÇÃO

E DESCONFORTO ERGONÔMICO DO SETOR DE TRANSPORTE DE CARGAS que foi encerrado no ano passado. Com uma avaliação positiva, o projeto terá continuidade, com foco agora nos setores de transporte coletivo de passageiros, urbano e de serviços realizados por profissionais

motociclistas. O objetivo do projeto é fazer a medição de níveis de ruído, vibração e calor e desconforto ergonômico dos profissionais do transporte. O professor Willian Alves Barbosa – UFPR/PR é o responsável pelo projeto.

Sinttrotol realiza curso de mopp Curso foi realizado entre os dias 7 e 16 de junho pelo instrutor Fernando Paulino

Demostração prática com uso de extintores

18 PÁG. MAIO E JUNHO DE 2013 | FETROPAR


Realizada 2º etapa do Curso anual de Formação de Dirigentes Sindicais O curso é exigido para trabalhar com o transporte de produtos perigosos. Para participar é necessário ser maior de 21 anos e estar habilitado em uma das categorias “B”, “C”, “D” e “E”

Professor Rubens Paolocci e dirigentes no encerramento da segunda etapa

A 2º etapa do 5º Curso de Formação de Dirigentes Sindicais, promovido pelo Instituto São Cristóvão e Fetropar em parceria com o Centro de Educação Popular do Instituto Sedes Sapientiæ - Cepis e com a Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST, foi realizada entre os dias 18 e 21 de junho, no Centro de Retiros Leão de Judá que fica na Colônia Witmarsun, próximo à Curitiba. Segundo o professor Rubens Paolocci, essa semana foram trabalhados os conceitos de economia política. “Trabalhamos em cima do conceito de trabalho, capital, estado, classe social e também sobre o que está sendo debatido no Brasil no momento, que é o conceito de desenvolvimento“. No debate foi questionado que tipo de país queremos daqui pra frente e como os sindicalistas entram nesse debate.

Trabalhamos em cima do conceito de trabalho, capital, estado, classe social e também sobre o que está sendo debatido no Brasil no momento, que é o conceito de desenvolvimento“

Para Edimilson da Mata – SINTRAMOTOS, esta etapa foi muito produtiva. “Vou levar muito conhecimento para categoria que represento, a dos motociclistas, e recomento a todos os sindicalistas participarem desse curso para entender o mundo sindical e assim melhorar o seu trabalho”. Marcelo Antonio da Silveira, do SINDIMOVEC, destacou também a importância do contato entre os sindicatos de categorias diferentes. “Além de entendermos o movimento sindical e qual o nosso papel na sociedade, esse contato com outras categorias é muito válido para a troca de experiências“ afirma Marcelo.

Rubens Paolocci - Cepis

FETROPAR |MAIO E JUNHO DE 2013 | PÁG. 19


Curso de reciclagem de transporte de passageiros em Cafelândia Curso foi realizado nos dias 05 e 19 de maio pelo instrutor Edinilson José Tomazini Boti

Curso de Transporte de Passageiros em Dois Vizinhos Curso foi realizado nos dias 28, 29 e 30 de junho e 05, 06 e 07 de julho pelo instrutor Edenilson de Campos

Curso de Mopp em Capanema Curso foi realizado nos dias 14,15,16, 21, 22 e 23 de junho pelo instrutor Edinilson José Tomazini Boti e Edenilson de Campos

20 PÁG. MAIO E JUNHO DE 2013 | FETROPAR


Fetropar ed 67