Page 1

www.festin-festival.com


3 ABRIL | Quarta-feira O Grande Kilapy

21h30 | Sala Manoel de Oliveira | Abertura [Competição Longas-Metragens]

Angola/ Portugal/Brasil, 2012, 100 minutos, ficção Realização: Zezé Gamboa Com: Lázaro Ramos, Pedro Hossi, João Lagarto, Patrícia Bull, Adriana Rabelo, Hermila Guedes e outros Joãozinho é um vigarista com uma profunda ética de amizade, bon vivant a todo o custo, uma pessoa simples e que vive indiferente às contingências de vida numa colónia portuguesa. Por força das circunstâncias, acaba por se tornar uma personagem incómoda e subversiva para o regime colonial português.

4 DE ABRIL | Quinta-feira Mostra Infantil e Juvenil

11h00 | Sala 3 | Duração total: 55 minutos

A vida deve ser assim (BR, 2012, 14 min., ficção | Roberto Burd) Maria Clara (BR, 2012, 15 min., ficção | Leonardo Peixoto) A Rebelião das águas (BR, 2012, 3 min., anim. | Agê) Pety pode tudo (BR, 2012, 18 min., ficção | Anahí Borges) MPF; A Ficha; Acessibilidade; Tráfico de Animais (BR, 4 min., anim. | Ministério Público Federal) Os Sustentáveis (BR, 2012, 1’15 min., anim. | Lisandro Santos [foto])


I Encontro Internacional de JornalistaS de Cinema 18h00 | Sala 2

Mediação: José Vieira Mendes Com: Ángel Quintana (Caiman Cuadernos de Cine); Ivonete Pinto (Associação Brasileira de Críticos de Cinema); Letícia Constant (Rádio França Internacional de Paris); Fermín Cabanillas (Agência EFE de Huelvas, Espanha). Entrada Livre.

Competição Curtas-Metragens 1 18h00 | Sala 3 | Duração total:108 minutos

O rapaz que ouvia pássaros (PT, 2012, 10 min., ficção | Inês Rueff e João Seguro) As Mortes de Lucana (BR, 2012, 20 min., ficção | Alceu Bett) A Linha (PT, 2012, 13 min., ficção | Adriana Martins da Silva, Pedro Martins e Sofia Nunes) L (BR, 2011, 21 min., ficção | Thais Fujinaga) Abelardo (BR, 2012, 16 min., doc. | Ane Siderman) Nylon da minha aldeia (PT, 2012, 29 min., ficção | Possidónio Cachapa)

A Crença

18h30 | Sala Manoel de Oliveira [Competição Longas-Metragens | Homenagem a Angola]

Angola, 2011, 95 minutos, ficção Realização: Dorivaldo Fernandes Com: Bruna Lopes, José Diogo, Isabel Carvalho e Constância Lopes. Talita nasceu albina e muda e a sua mãe, seropositiva, acabou por falecer. Odiada por muitos, ela vai passar por muitas dificuldades na vida, já que a diferença gera descriminação, e a ignorância gera o preconceito. Surge, porém, um dom divino que desperta a ambição de todos.


Mostra de Cinema Brasileiro curtas-metragens 20h00 | Sala 3 | Duração total: 95 minutos

O guitarrista no telhado (BR, 2012, 12 min., anim. | Guto Bozzetti) Flash (BR, 2011, 17 min., ficção | Alison Zago) Feijoada completa (BR, 2012, 20 min., ficção | Angelo Defanti) A inevitável história de Letícia Diniz (BR, 2012, 19 min., ficção Marcelo Pedreira) Qual queijo você quer (BR, 2011, 11 min., ficção | Cíntia Domit Bittar) Kino (BR/IT – 2012, 13 min., ficção | Natália Warth) Teatro pra quem (BR, 2012, 5 min., ficção | Alethea Miranda e Michel Dubret)

Essa maldita vontade de ser pássaro

21h30 | Sala Manoel de Oliveira [Competição Longas-Metragens]

Brasil, 2012, 85 minutos, ficção Realização: Paula Fabiana Com: Cynthia Falabella, Martha Nowill, Rodrigo Nogueira, Lorenzo Martín, Elias Andreatto, entre outros. Uma bailarina em busca dos seus sonhos perdidos; um músico em busca do seu passado. Personagens enclausurados nos seus mundos, numa metáfora sobre a liberdade, num filme em busca da liberdade, projeto de filme guerrilha filmado em super 8.

Nos Trilhos Culturais da Angola Contemporânea 22h00 | Sala 3 [Homenagem a Angola]

Angola, 2010, 58 minutos, documentário Realização: Dias Júnior Com: Orlando Sérgio


Produzido no âmbito da série DOCTV-CPLP, que apresentou ao público nove documentários inéditos produzidos nos países da CPLP e em Macau, este documentário traça os trilhos entre o passado, o presente e o futuro de uma linha férrea de importância extrema que atravessa Angola de leste a oeste, num percurso de aproximadamente 153 quilómetros.

5 DE ABRIL | Sexta-feira Competição Curtas-Metragens 2 18h00 | Sala 3 | Duração total: 95 minutos

Sexo, Amor e SIDA (GB, 2011, 13 min., ficção | Alexandre Dias e Carlos Vaz) A Dama do Estácio (BR, 2012, 22 min. ficção | Eduardo Ades [foto]) A cidade e o sol (PT, 2012, 16 min., ficção | Leonor Noivo) Filme para poeta cego (BR/CUB, 2012, 25 min. ficção | Gustavo Vinagre) Solitária (PT, 2012, 7 minutos, ficção | José António Mendes) Encontro com o criador (ANG/PT, 2012, 12 min., ficção Ciomara Morais)

Culturas Vivas

20h00 | Sala 3 [Homenagem a Angola] Angola, 2012, 45 minutos, documentário Realização: Chico Júnior Com: Povos Hereros

Este documentário retrata algumas etnias do sul de Angola com destaque para os subgrupos do grupo Hereros, que, mesmo com os quinhentos anos de colonização e de imposição religiosa, mantiveram-se firmes na conservação da sua cultura ancestral, a mesma que faz parte do acervo de culturas desta imensa Angola. A sua interação com outros grupos bantus, o confronto permanen-


te durante a transumância e a sobrevivência do gado são também problemas abordados nesta obra.

Bonitinha, mas ordinária

21h30 | Sala Manoel de Oliveira [Competição Longas-Metragens]

Brasil, 2012, 91 minutos, ficção Realização: Moacyr Góes Com: João Miguel, Leandra Leal e Letícia Colin A partir da peça de Nelson Rodrigues, este filme propõe uma reflexão sobre a ideia de tentação. Narra a história de Edgar, um homem simples, dividido pela proposta de casar-se por dinheiro com Maria Cecília, filha do seu chefe e vítima de estupro, ou permanecer na pobreza ao lado de Ritinha, o seu grande amor.

Em Teu Nome…

22h00 | Sala 3 [Homenagem ao Festival de Gramado]

Brasil, 2009, 100 minutos, ficção Realização: Paulo Nascimento Com: Leonardo Machado, Sirmar Antunes, Sílvia Buarque No início dos anos 70 o Brasil vivia o endurecimento da ditadura militar. Alguns grupos políticos optaram pela luta armada para enfrentar o regime. Em Teu Nome… conta a história de Boni, um estudante de engenharia de origem humilde, que adere à luta armada, mas carrega dúvidas e medos sobre se este seria realmente o melhor caminho. Como tantos, é preso, torturado e banido do país, ao ser trocado pelo embaixador suíço no chamado Grupo dos 70.


6 DE ABRIL | Sábado Mostra Infantil e Juvenil

16h00 | Sala 3 | Duração total: 55 minutos (ver dia 4 de abril)

Competição Curtas-Metragens 3 18h00 | Sala 3 | Duração total: 95 minutos

Menino do cinco (BR, 2012, 20 min., ficção | Marcelo Matos de Oliveira e Wallace Nogueira) Água boa, vida saudável (STP, 2011, 14 min., doc. | Kalú Mendes) Cowboy (BR, 2011, 11 min., ficção | Tarcísio Lara Puiati) Do not stop (PT, 2011, 1’30 min., ficção | Bruno Carnide) Manifesto das imagens em movimento (MZ, 2012, 5 min., doc. Diana Manhiça) Prescrição (PT, 2011, 14 min., ficção | Marco Miranda) O Bebé (PT, 2011, 11 min., ficção | Reza Hajipour) A melhor idade (BR, 2011, 15 min., fic. | Angelo Defanti [foto])

Outro Olhar

18h30 | Sala Manoel de Oliveira [Competição Longas-Metragens]

Brasil, 2012, 90 minutos, ficção Realização: Cristiano Requião Com: Nathália Klein, Leonardo Genesis, Diego de Abreu

Suellen, uma adolescente que mora numa comunidade pobre, envolvese num sequestro por influência do seu irmão de criação. Durante o cativeiro, apaixona-se pela vítima: um jovem médico que tem a vida que ela sempre sonhou.


Mostra do Festival de Gramado curtas-metragens 20h00 | Sala 3

Elefante na sala (2012, 10 min., ficção | Guilherme Petry) Garry (2012, 15 min., fic. | Richard Tavares e Bruno Carboni) Fez a barba e o choro (2011, 20 min., doc. | Tatiana Naquete) 24 horas com Carolina (2012, 12 min., ficção | Eduardo Wannmacher [foto]) Lobos (2012, 12 min., ficção | Abel Roland e Emiliano Cunha) Ilha das Flores (1989, 13 min., doc. | Jorge Furtado)

Colegas

21h30 | Sala Manoel de Oliveira [Competição Longas-Metragens | Homenagem ao Festival de Gramado]

Brasil, 2012, 100 minutos, ficção Realização: Marcelo Galvão Com: Ariel Goldenberg, Rita Pokk, Breno Viola, Lima Duarte, Leonardo Miggiorin, Juliana Didone, Marco Luque, Germano Pereira.

Colegas é uma divertida comédia que, de forma inocente e poética, aborda as coisas simples da vida através do olhar de três jovens com síndrome de Down, apaixonados por cinema. Um dia, inspirados pelo filme Thelma & Louise, resolvem fugir no Karmann-Ghia do jardineiro (Lima Duarte) em busca de seus sonhos. Partem do interior de São Paulo rumo a Buenos Aires.


Nessa viagem, enquanto experimentam o sabor da liberdade, envolvem-se em inúmeras aventuras e confusões como se a vida não passasse de uma eterna brincadeira.

A casa elétrica

22h00 | Sala 3 [Mostra do Cinema Brasileiro]

Brasil, 2011, 109 minutos, ficção Realização: Gustavo Fogaça

Buenos Aires, dias atuais. Uma discussão no tradicional café Tortoni entre quatro grandes conhecedores de tango desperta a atenção de um turista brasileiro. Ele tem uma informação: o primeiro tango registado na história foi gravado no Brasil. Assim começa A Casa Elétrica, filme baseado em fatos reais sobre a história de Salvério Leonetti e sua fábrica de gramofones e gravadora de discos, em Porto Alegre, no começo do século XX.

7 DE ABRIL | Domingo Mostra Infantil e Juvenil

16h00 | Sala 3 | Duração total: 55 minutos (ver dia 4 de abril)

Mostra de Inclusão Social 18h00 | Sala 3 | Duração total: 90 min

Aquém das nuvens (BR, 2012, 17 min., ficção | Renata Martins) Atlético Clube Seridó (BR, 2012, 11 min., doc. | Fritz Delangelo) De mim (PT, 2012, 5 minutos | Carlos Melim) Gigantes da Alegria (BR, 2012, 12 min., doc. | Ricardo Rodrigues e Vitor Gracciano) Auguste (PT, 2012, 6 min., ficção | Amadeu Pena da Silva e Pedro Santasmarinas) Linear (BR, 2012, 6 min., anim. | Amir Admoni) Ó pai, o que é a crise? (PT, 2012, 3 min., doc. | José Vieira Mendes) Daqui p’ra lá… de cá p’ra lá. Histórias de Reintegração no Brasil (PT, 2012, 30 min., doc. | Organização Internacional para as Migrações e Projectos Globais de Media)


Vidas Vazias e as Horas Mortas

18h30 | Sala Manoel de Oliveira [Competição Longas-Metragens]

Brasil, 2012, 87 minutos, ficção Realização: Pedro Lacerda Com: Pedro Domingues, Dina Brandão, Andrade Jr., Abaetê Queiroz, Mauricio Witczak, Adriana Nunes

No leito de morte, um pai pede ao filho mais novo que vá atrás dos irmãos que partiram do Ceará há muitos anos para trabalhar na construção de Brasília e reúna a família de novo. Mas ele nem imagina que para atender ao pedido do pai vai ter de sobreviver num mundo muito diferente do seu, habitado por policiais corruptos, traficantes de armas e assassinos de vários estilos e matizes.

A Coleção Invisível

20h | Sala 3 [Competição Longas-Metragens]

Brasil, 2012, 89 minutos, ficção Realização: Bernard David Attal Com: Vladimir Brichta, Walmor Chagas, Ludmila Rosa, Clarisse Abujamra e Conceição Senna


Para resolver a crise financeira da loja de antiguidades de sua família, Beto se aventura ao interior da Bahia em busca de uma coleção de gravuras raras. Ali ele encontra Samir, o colecionador, e a sua família arruinada pela decadência das plantações de cacau. O encontro o fará mergulhar na sua própria história familiar e mudar sua visão de mundo.


Cine Holliúdy

21h30 | Sala Manoel de Oliveira [Competição Longas-Metragens]

Brasil, 2012, 91 minutos, ficção Realização: Halder Gomes Com: Edmilson Filho, Miriam Freeland, Roberto Bomtempo, Joel Gomes, Falcão, entre outros

Cine Holliúdy retrata de forma hilária, romântica, lúdica e nostálgica as exibições mambembes de cinema no interior do Ceará, na década de 70, no período em que a popularização da televisão iniciava a sentença final aos cinemas nas pequenas cidades.

A primeira vez do cinema brasileiro 22h00 | Sala 3 [Mostra do Cinema Brasileiro]

Brasil, 2012, 83 minutos, documentário Realização: Hugo Moura, Denise Godinho e Bruno Graziano Com: Eduardo Rossi, Maria Cândida, Walmir Dias, entre outros. Em 1982, quase cinco milhões de pessoas assistiram a Coisas Eróticas no cinema. Era o primeiro filme pornográfico a estrear numa sala escura, em plena Ditadura Militar e no auge da produção cinematográfica da Boca do Lixo paulistana. A Primeira Vez do Cinema Brasileiro narra os bastidores desta fascinante e arrebatadora saga pornográfica.

8 DE ABRIL | Segunda-feira Bafatá Filme Clube

15h30 | Sala 3 [Maratona de Documentários]

PT/GB, 2011, 77 minutos Realização: Silas Tiny

Em Bafatá, na Guiné-Bissau, Canjajá Mané, antigo operador de cinema e guarda do clube da cidade, repete os mesmos gestos há cinquenta anos. Mas atualmente o cinema está fechado e não existem espetadores. Na cidade, somente as pedras, as árvores e


o rio resistiram à erosão do tempo. E com eles algumas pessoas que ficaram para perpetuar na memória do mundo e dos homens.

O Candidato

17h00 | Sala 3 [Maratona de Documentários]

Cabo Verde, 2012, 66 minutos Realização: Paulo Cabral

A democracia cabo-verdiana tem mais de 20 anos de existência e tem sido considerada um exemplo para muitos países do mundo, em especial em África e, sobretudo, nos PALOP. Este documentário retrata as eleições de 2012 através dos dois principais partidos e seus respectivos líderes, o Dr. Carlos Veiga, do MPD, e o Dr. José Maria Neves, do PAICV, que, apesar de já terem dois mandados cada um, nunca haviam se defrontado nas urnas.

Sem anos de solidão

18h15 | Sala 3 [Maratona de Documentários]

Portugal, 2012, 36 minutos Realização: Maria João Coutinho e Simion Doru Cristea Com: Paula Cerqueira, Taylor Gonçalves, Gabriel Gonçalves, Clarice Cerqueira, João Cerqueira, entre outros Tia Paula foi, durante o seu século de vida, geradora da alegria do nascimento, mulher guerreira, rezadeira, fonte de muitas histórias que se contam na roça da Comunidade de Candeal Mora, estado da Bahia.

Cartas para Angola

18h30 | Sala Manoel de Oliveira [Competição Longas-Metragens]

Brasil, 2012, 75 minutos, documentário Realização: Coraci Ruiz e Júlio Matos


Brasil e Angola são duas margens do Atlântico que possuem a mesma língua, um passado colonial em comum e muitas histórias compartilhadas. Neste filme, pessoas separadas por um oceano trocam correspondências. A busca da identidade e o fio da memória são conduzidos pela linha da afetividade que une as sete duplas de interlocutores que o documentário nos apresenta: pessoas que traçaram as suas histórias de vida entre Brasil, Angola e Portugal.

Lusofonia de 9 cabeças

19h00 | Sala 3 [Maratona de Documentários]

Portugal, 2012, 23 minutos Realização: Cristina Branco

Esta curta-metragem propõe a perceção audiovisual de um debate aberto e vário sobre a (in)existência empírica, conceptual e política da Lusofonia em Lisboa, através de uma conversa com nove jovens cidadãos.

Macau 2012 1. Identidade

19h30 | Sala 3 [Maratona de Documentários]

Portugal, 2012, 30 minutos Realização: Rui Filipe Torres Com: Adriano Moreira, Carlos Manuel Piteira, James Chu, José Drummond, Rui Lourido, entre outros

Este documentário mostra o traço universalista da cultura portuguesa sentida e vivida na Região Administrativa Especial de Macau, cidade da República Popular da China desde 20 de dezembro de 1999, mas que teve soberania Portuguesa durante quase 450 anos. O domumentário mostra-nos as interações sociais contemporâneas, recorrendo a entrevistas e depoimentos de macaenses, chineses e portugueses que vivem em Macau e em Lisboa. Macau: cidade de encontro de culturas.

Coração do Brasil

20h10 | Sala 3 [Maratona de Documentários]

Brasil, 2012, 86 minutos Realização: Daniel Solá Santiago

O filme refaz a expedição dos irmãos Villas-Bôas ao centro geográfico do Brasil, em 1958. À frente da nova aventura estão três


integrantes da viagem original: Sérgio Vahia de Abreu, o cacique Raoni, e o documentarista inglês Adrian Cowell, falecido em 2011.

Onde está a felicidade?

21h30 | Sala Manoel de Oliveira [Competição Longas-Metragens] Brasil, 2011, 110 minutos, ficção Realização: Carlos Alberto Riccelli Com: Bruna Lombardi, Bruno Garcia, Marcello Airoldi, Marta Larralde e María Pujalte

Teodora (Bruna Lombadi) descobre que seu marido, Nando (Bruno Garcia), mantinha uma relação virtual e entra em crise, o que resulta na perda de seu trabalho como apresentadora de um programa culinário. Desiludida, parte para uma viagem de autoconhecimento, percorrendo o Caminho de Santiago de Compostela, em Espanha. Com o seu antigo diretor e uma nova amiga, Teodora vive uma divertida aventura, enquanto Nando bola um plano para reconquistar seu grande amor. Será que eles conseguem ficar juntos novamente?

Dona Tututa

21h50 | Sala 3 [Maratona de Documentários]

Portugal, 2012, 54 minutos Realização: João Alves da Veiga Com: Epifânia Évora, Mayra Andrade, Tito Paris, Bana, Cesária Évora Documentário sobre a lendária pianista Epifânia Évora (Dona Tututa). Amante da música e do piano, Dona Tututa transformou dor e alegria em melodias, rompendo convenções ao cantálas em público. Para esta nonagenária cabo-verdiana, filha do “inventor da coladera” e mãe catorze vezes, a vida só faz sentido com aplausos. Amigos, familiares e admiradores testemunham neste documentário a importância desta histórica instrumentista e compositora e o seu decisivo contributo para a música popular do seu país.


Mazzaropi

22h50 | Sala 3 [Maratona de Documentários]

Brasil, 2012, 102 minutos Realização: Celso Sabadin

Caipira, Cómico, ator, diretor, roteirista, distribuidor, produtor e empresário. Tudo junto e misturado. Amácio Mazzaropi é uma surpresa sem fim do cinema brasileiro.

9 DE ABRIL | Terça-feira Mostra Infantil e Juvenil

11h00 | Sala 3 | Duração total: 55 minutos (ver dia 4 de abril)

homenagem a Angola (CURTAS-METRAGENS) 20h00 | Sala 3 | Duração total: 29 minutos

Angola, terra do passado e do futuro

(PT, 1973, 12 minutos, documentário | António Escudeiro) O filme apresenta um olhar sobre a realidade angolana no período anterior ao 25 de Abril, numa iniciativa do proprietário da Cuca (famosa fábrica de cervejas) em Angola. A narrativa não cita as províncias ultramarinas nem a palavra Portugal, surgindo assim a ideia de Angola como País. Na época, a exibição do filme foi proibida em Portugal, sendo esta a primeira apresentação em Portugal.

Independência de Angola – Os Acordos do Alvor

(PT, 1977, 17 minutos, documentário | António Escudeiro) Imagens inéditas da reunião que se realizou no Alvor (Algarve, dezembro de 1973) entre Governo Português, chefes das Forças Armadas portuguesas e os movimentos de libertação de Angola (MPLA, UNITA, FNLA) que determinaram as etapas para a independência de Angola. Com textos do jornalista angolano Carlos Veiga Pereira e a colaboração de José Fonseca e Costa.

E a vida continua

21h30 | Sala Manoel de Oliveira [Mostra do Cinema Brasileiro]

Brasil, 2011, 97 minutos, ficção Realização: Paulo Figueiredo


Com: Lima Duarte, Ana Rosa, Amanda Acosta, Luiz Bacelli, Luis Carlos Félix e Samanta Caracante. Quando o carro da bela e jovem Evelina se avaria na estrada, ela não faz ideia de como os seus caminhos serão profundamente alterados para sempre. Socorrida pelo gentil Ernesto, fica sabendo que tanto ele como ela estão indo exatamente para o mesmo hotel. Coincidência? Talvez, mas Ernesto não acredita em coincidências. Imediatamente desenvolvem uma amizade tão sólida que persistirá quando ambos passam para o outro lado da vida.

10 DE ABRIL | Quarta-feira Bróder

21h30 | Sala Manoel de Oliveira [Homenagem ao Festival de Gramado] Encerramento e entrega de prémios

Brasil, 2010, 93 minutos, ficção Realização: Jeferson De Com: Caio Blat, Jonathan Haagensen, Silvio Guindane, Cássia Kiss, Zezé Mota Macu, Jaiminho e Pibe são três amigos de infância que nasceram e cresceram na comunidade do Capão Redondo, na periferia de São Paulo. Muitos anos depois, Macu ainda mora no Capão e está envolvido com o crime. Craque de futebol que joga na Europa, Jaiminho visita os amigos e aguarda a convocação para a Copa. Pibe, que se mudou para outro bairro, é um pai de família sem muitas perspectivas na vida. No aniversário de Macu, reencontram-se por apenas um dia, para reafirmar a sua amizade e brigar pelas suas diferenças. Apesar do amor e da amizade que os une, a vida fará cada um seguir seu destino.

* Programa sujeito a alterações de última hora O FESTin surgiu em 2010, com o objetivo de celebrar e fortalecer a cultura lusófona através do cinema, num ambiente de partilha, intercâmbio e inclusão social.


Direção e programação: Léa Teixeira, Adriana Niemeyer e Victor Serra Secretária-Executiva: Clara Godinho Produção: Adriana Bôscoli, Fernanda Borba e Léa Teixeira Assessoria de Comunicação: Padrão Actual – Comunicação Social, Lda Assessoria de Imprensa: Catarina Coelho Coordenação Editorial e Paginação: Fernanda Borba Designer: Vitor Figueiredo Webmaster: Gil Guilherme – Consultoria web e SEO Os bilhetes para o festival têm um custo de 3€ (bilhete normal); 2,50€ (bilhetes para menores de 25 anos, maiores de 65 anos e estudantes); Maratona de documentários: 1,50€ (bilhete para uma sessão) e 5€ (bilhete para um dia). Contatos: festin@festin-festival.com + 351 96 549 75 06 | + 351 96 906 33 90 www.festin-festival.com | www.facebook.com/festin.lisboa www.twitter.com/festinlisboa

Profile for FESTIn Festival

FESTIN 2013  

O FESTin regressa ao Cinema São Jorge, em Lisboa, entre 3 e 10 de abril de 2013, para a sua quarta edição. Entre as novidades na programação...

FESTIN 2013  

O FESTin regressa ao Cinema São Jorge, em Lisboa, entre 3 e 10 de abril de 2013, para a sua quarta edição. Entre as novidades na programação...

Profile for festin
Advertisement