Issuu on Google+

PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

MINISTÉRIO DA CULTURA E BNDES APRESENTAM

FESTIVAL LATINO AMERICANO DE CINEMA AMBIENTAL

informativo 11ª edição

NOTÍCIAS

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

editorial Na Copa do Mundo de 1958, Garrincha, talvez o mais célebre camisa 7 de todos os tempos, envergou em algumas partidas a camisa 11. Romário, o mais frio dos goleadores da história, não abria mão do mesmo número. Onze é número de jogadores que entram em campo em uma partida de futebol. Simboliza, nesse sentido, a importância da equipe, do grupo. É um grupo que conquista. Fato. O Festcineamazônia - Festival Latino Americano de Cinema Ambiental é, antes de tudo, um esforço de pessoas que sonham juntas. Mais do que isso, no entanto. Gente que constrói a partir desses sonhos. Sonhar é o que move o mundo. E torná-lo realidade, uma missão. Para dar conta desse sonho do tamanho de uma Amazônia mundial, a equipe do Festcineamazônia se desdobra. Somos tantos. Mas tanta é a nossa sede, a nossa fome, a nossa vontade, que nos agigantamos. E ficamos do tamanho da Amazônia também. Um exemplo? Essa edição do Festcineamazônia. Teremos shows musicais, oficinas, cinema no bairro, cinema no terreiro, cinema e samba, cinema e circo. Falaremos de poesia, porque sabemos que ‘é de poesia que o mundo precisa’. Jorge Mautner, Sergio Ricardo, Carlos Moreira e Dori Carvalho sabem disso. Nós também. Para abrir nossa festa, a voz divina da cantora Simone Guimarães. Assim como sabemos que o universo audiovisual, de cinema e televisão é feito por artistas, realizadores que ajudaram a construir essa linguagem. Christiane Torloni é uma dessas pessoas. Atriz no sentido pleno que essa palavra pode conter. É a nossa homenageada este ano. O Festcineamazônia nasceu pequeno em tamanho, mas não em ideais. E foi se expandindo, espalhando galhos, fincando raízes. A itinerância feita por países da América do Sul, pela África, Portugal, pelas capitais amazônicas, pelos rios que umedecem Rondônia, talvez seja a parte mais visível, o que sobressai aos olhares externos. Mas sabemos que essa visibilidade é fruto de um intenso esforço interno, de mãos que trabalham em silêncio para dar vida ao que o sonho é capaz de imaginar. Este ano torna-se membro do Green Film Network, mais importante organização de festivais ambientais. E imaginamos que Festcineamazônia também é espaço para festejar, dançar, cantar, celebrar. É isso que faremos mais uma vez. Nosso show de encerramento é com Jorge Mautner e Dj MAM. Então, solte suas asas e entre nessa festa.

informativo 11ª edição

cristina lago

ENTREVISTAS


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS

cerimonial Na décima edição do Festcineamazônia, a atriz Cristina Lago emocionou ao público presente na noite de encerramento e entrega de prêmios ao ver o filme protagonizado por ela, ‘O casamento de Maria e Fio’ ser recheado de estatuetas do Mapinguari. Cristina arrebatou também o prêmio de melhor atriz. Essa emoção à flor da pele que ela faz questão de não esconder, estará presente durante as noites da edição 2013 do Festcineamazônia. Cristina será a mestre de cerimônias do festival. É sempre uma atração a parte do Festcineamazônia a presença dos mestres de cerimônia. Nos últimos três anos, a atriz Ingra Liberato e o ator Gero Camilo assumiram essa função, cada um trazendo o próprio estilo no momento de apresentação de cada noite. Não deve ser diferente com Cristina Lago. Atriz e bailarina brasileira, ficou conhecida pelos trabalhos realizados para o cinema brasileiro, principalmente em filmes como ‘Maré, Nossa História de Amor’, ‘Olhos Azuis’ e ‘Bruna Surfistinha’. Nascida em Foz do Iguaçu, no estado de Paraná, e criada na cidade de Ouro Preto do Oeste, em Rondônia, desde criança começou a participar de peças de teatro, além de praticar aulas de canto e piano. Em 2000 entrou para a faculdade de Direito, porém em 2001,

aos 19 anos, abandonou o curso e mudou-se para o Rio de Janeiro para estudar na Faculdade de Dança Angel Vianna, onde fez tablado e estudou dança. Em 2011 gravou o filme Bruna Surfistinha, lançado em 2011, onde co-protagonizou na pele da prostituta Gabi, amiga da personagem principal. Em 2007 realizou os testes para o filme Maré, Nossa História de Amor, onde uma das exigências dos produtores era a destreza no canto e dança. O filme, lançado em 2008, é uma adaptação de do clássico Romeu e Julieta tendo como cenário uma favela carioca. Em 2013 é destaque na série "Descalço sobre a terra vermelha",co produção Brasil e Espanha com direção de Oriol Ferrer, selecionada para o "PRIX EUROPA 2013, como melhor ficção europeia. Na série Cristina interpreta Rosa, uma jovem do interior do Mato Grosso que se apaixona por Daniel.

jorge mautner

convidados especiais

informativo 11ª edição

dj mam

sérgio ricardo

simone guimarães


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS

O CrIADOr DO FILME DE ABErTUrA DO FESTIVA

abertura

Marcelo Marão informativo 11ª edição

É difícil definir exatamente onde estão fincadas as raízes de influência de Marcelo Marão. Os traços imperfeitos, ‘sujos’, remetem um pouco a Henfil, por exemplo. Mas se a influência existe, ela há muito foi superada. Na mistura de estilos, Marão acabou por criar um universo um tanto peculiar. É isso que ele certamente irá oferecer na visão particular que dará ao personagem Mapinguari, o mascote do Festcineamazônia. Marão é o artista convidado da edição 2013 do festival. A missão é criar uma animação do personagem que simboliza o festival. Marão vem se juntar a essa equipe. Ao mesmo tempo ‘outsider’ e inserido no mercado ‘mainstream’, tem trabalhos para publicidade, cinema e televisão. São dele, por exemplo, as chamadas para a novela Cordel Encantado, da TV Globo, do programa Na Estrada, do Canal Brasil, além de vinhetas do programa TV Xuxa, entre outras produções.


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS

homenageada

christiane torloni

Do sensual 'Ariella', passando pelo introspectivo 'Ismael e Adalgisa' e enveredando no político 'Tancredo, a travessia', Christiane Torloni tem gravado o nome na história do cinema brasileiro. Nos anos 80, no cinema da abertura política, até sucessos estrondosos de bilheteria como 'Chico Xavier', a atriz esteve presente.

diversas premiações. O envolvimento em causas sociais talvez se deva ao fato de a atriz ter começado a carreira em uma década de politização intensa no meio cultural brasileiro. Christiane Torloni começou a carreira impulsionada pelos pais, os também atores Monah Delacy e Geraldo Matheus.

Por si só isso bastaria para justificar a homenagem do Festcineamazônia 2013- Festival Latino Americano de Cinema Ambiental a Christiane Torloni. Mas a lembrança tem outros motivos também. O nome da atriz foi escolhido como figura pública, do mundo das artes, com imagem em prol de causas ambientais. Torloni esteve à frente do projeto "Amazônia para Sempre", que visa cobrar providências para acabar com a devastação na região O ativismo pelo meio ambiente já lhe rendeu

Na década de 70, mudou junto com a família de São Paulo para o Rio, onde fez testes para novelas. Ao mesmo tempo que aos poucos foi solidificando a carreira na teledramaturgia manteve em São Paulo os projetos de teatro. Com o diretor José Possi Netto, produziu vários espetáculos. E o cinema também foi chegando aos poucos. Foram mais de 12 na carreira. Para Torloni, sempre é tempo de cultura, bebê.

informativo 11ª edição


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

jurados

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS

Formada em Cinema pela Universidade Federal Fluminense. Jornalista e fotógrafa. Faz parte da equipe do CINEDUC desde 1975, onde participou de cursos para crianças e adolescentes, treinamento de professores, mesas redondas e palestras, tanto no Brasil como no exterior. Preparou materiais didáticos, tanto teóricos como de exercícios. Atualmente é Secretária Executiva da entidade.

bete bullaRa/bRasil

gavin andRews/Canadá Canadense, residente no Brasil desde 2000 Gavin é documentarista e fotografo. Formado pela Concordia Universidade, Montreal- Canadá tem especialização em comunicação. Fundador da Castanha Filmes e Comunicação, em Amapá-AP. Como documentarista do primeiro Ponto de Cultura Itinerante-Fluvial, foi responsável pelo registro audiovisual das expedições, produção de conteúdo para Website e a condução de oficinas de produção de vídeo e fotografia com jovens de comunidades ribeirinhas.

sandRo yuRi saRaiva/bRasil

Desde muito cedo na estrada, Sandro é um viajante sem fronteiras, como ele mesmo gosta de dizer, um viajante independente, com uma mochila , uma guitarra e um 4trck home Studio nas costas sempre compunha e gravava as músicas por onde passava. Apaixonado por fotografia fez diversas imagens. Nos Andes começou a registrar imagens em movimento, simplismente para poder colocar em cores as paisagens que conhecia e registrar como músicas. Já participou do festival com dois curtas, nesta edição será um dos jurados.

pedRo pineiRo fuente/espanha

Educador social e cultural. Presidente da Associação Cultural Ecozine. Diretor do Festival Internacional de Cinema Ambiental de Zaragoza-Ecozine Film Festival. Membro do Green Film Network. Já participou do júri de vários festivais como: Encuentro “Contra el Silencio Todas las Voces”,

México D.F. (México), Criterio Film Festival (Costa Rica),NOVMA Film Festival de Santander (Colombia), Festival 22 x Don Luis em homenagem a Luis Buñuel, Calanda (España), Produtor executivo do documentário “Una Mujer Sin Sombra”. Produtor do documentário “Sucumbios, Tierra Sin Mal” de Arturo Hortas, Produtor associado de Shasta Films. Atualmente está organizando junto ao coletivo aragonês "Les Sardines" a exposição "“Un árbol es un árbol" em torno da figura do cineasta King Vidor, que estréia em janeiro de 2014, no Instituto de Arte Contemporânea de Aragon Zaragoza (IAACC Pablo Serrano ).

Formado em Comunicação Social, no Rio de Janeiro, Brasil, com especialidade em produção de notícias para Tv de La Universidad Internacional de la Florida e pós-graduação em Direção de Cinema e Televisão

informativo 11ª edição

LUIS ROMERO/panamá de Munique, Alemanha. É diretor, produtor e roteirista de vídeos educativos e documentários, com trabalhos selecionados em festivais internacionais Cuba, Alemanha, Espanha, Estados Unidos, Eslováquia, Guatemala, Argentina, Brasil, Suíça, República Dominicana. Atualmente é diretor da Bolero Films e coordenador geral na República Dominica da campanha coexistir com tudo é viver com tolerância, desenvolvida pelas Nações Unidas e União Européia.


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS

aTIVIDADES oficinas técnicas

CINEMA NA COMUNIDADE nos bairros de Porto Velho.

DIA 2 a 4 DE NOV. PISTOLINO: Nesta 11º edição do FestcineamazôniaFestival Latino Americano de Cinema Ambiental, a oficina de cinema será ministrada pelo conhecido cineasta Portovelhense Jair Rangel, conhecido como Pistolino. Pistolino já produziu diversos curtas entre eles ´´Na maior pindaíba, de 2004 – premiado no Festcineamazõnia, O Mala, de 2006, e o Curioso matuto, de 2009. O primeiro filme de Jair é o 'Viajante em presepada', que foi gravado entre 1998 e 2003. Jair Rangel iniciou sua carreira de cineasta em 1998. Pistolino é um autodidata, fã de Chaplin e Mazzaropi. Durante as gravações de seus filmes, ele é o diretor, ator, roteirista, cinegrafista e inventor. Durante a programação do cinema no bairro será exibido um filme produzido por ele, com a participação da comunidade de diversos bairros da capital. O cenário desta nova produção do cineasta será um dos bairros da capital, Pistolino esta selecionando os atores que devem atuar no curta

informativo 11ª edição

OFICINA FRUTOS DIA 5 a 8 DE NOV.

das 14h30 às 17h30 Escola Municipal Joaquim Vicente Rondon - zona sul de Porto Velho.

Cenógrafo, pintor e escultor Geraldo Cruz é autodidata, nasceu em Jumas-AM, um seringal às margens do Rio Madeira, mora em Porto Velho/RO, embora inspirado pelas coisas da Amazônia tem um olhar universal. Artista há quase quarenta anos, Cruz já foi várias vezes premiado e já realizou exposições por quase todas as capitais brasileiras. A oficina intitulada “Frutos” foi concebida a partir da visão de que cada indivíduo é uma célula do coletivo, onde todo ser humano contribui com sua vivência, sua história, seus sentimentos, seu potencial. Ninguém está isolado, mesmo que assim o deseje. A consciência coletiva deve buscar a paz e a harmonia como fórmula para a manutenção da vida. Assim o compromisso com o planeta Terra, palco da história humana, deve permear todas as nossas ações em respeito às futuras gerações. A proposta artística dessa oficina é trabalhar com materiais recicláveis e conscientizar os participantes de que grande parte do que descartamos na natureza pode ser reaproveitado através da arte.


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS

aTIVIDADES show musical

Terça-Feira

05 de nov.

Teatro Banzeiros as 20h

Voz suave e doce. No universo do cancioneiro do Brasil, as vozes femininas reinam. Algumas estão sob todas as merecidas luzes. Outras se mantêm ali, no cantinho, oferecendo-se feito fruta madura a quem quiser colhe-las e experimentá-las. Simone Guimarães tem a música no sangue. Neta de maestro, sempre teve a música como grande elemento comum em sua infância e adolescência.Ganhou aos sete anos um cavaquinho e desde então começou a se apresentar em pequenos eventos escolares e no Teatro de Arena de Santa Rosa do Viterbo. A música foi sendo tão importante que chegou a cursar três cursos universitários, sem concluir nenhum. Era a música o que lhe atraía. Milton Nascimento percebeu isso de pronto. Simone foi convidada por Milton a cursar a Escola Livre de Música, em Belo Horizonte, criada por ele. O primeiro disco só veio em 1996. No ano seguinte, viu a crítica cair a seus pés, com o CD 'Cirandeiro'. A música homônima foi parar na trilha sonora da novela A Indomada. Com oito discos na carreira, Simone Guimarães é considerada pela crítica musical um dos grandes nomes da música brasileira na atualidade. Milton, Maria Rita, Ivan Lins, Leila Pinheiro, por exemplo, sabem disso. Com eles Simone já dividiu vozes e palcos.

simone guimarães

informativo 11ª edição

São mais de 20 anos de carreira, nove álbuns, indicação ao Grammy e parcerias com nomes de peso da música popular brasileira. É com toda essa bagagem que a cantora, compositora, instrumentista e arranjadora Simone Guimarães chega em Porto Velho para um show inesquecível na noite de abertura de Festcineamazônia 2013.


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS

aTIVIDADES

Sábado

09 de nov. Teatro 1 do sesc as 21h

O show de Jorge Mautner, é um show que reúne algumas músicas das muitas que foram compostas desde l958 como o Vampiro, Olhar bestial, Sapo Cururu, até músicas recentes dos dois últimos CDs gravados, o "Eu não peço desculpa" do CD em parceria com Caetano Veloso, "Homem Bomba" e "Manjar de Reis". Esta última canção, também foi gravada no próximo trabalho internacional de Caetano Veloso, que ainda está por sair em breve, incluindo também "Todo errado" e é claro "Maracatu Atômico". Outras canções são do CD "Revirão", CD que será relançado este ano, com as músicas "Os Pais" em parceria com Gil e "Assim já é demais". No meio do show costumo falar coisas interessantes, sobre poesia, filosofia e principalmente da importância do Brasil no século XXI para todo o planeta e para a sobrevivência da espécie, dizendo literalmente que: "Ou o mundo se Brasilifica ou virará nazista" e "Jesus de Nazaré com os tambores do candomblé". A nota dominante é a do humor e do otimismo. Tem uma canção "Morre-se assim" em que interpreto cenas relativas à morte e que é uma canção sobre crimes, terror, explicitamente contra as drogas. Falo também da importância de São Paulo em minha obra e que foi na inauguração do Ibirapuera durante o quarto centenário em que assisti à apresentação dos maracatus trazidos de Pernambuco para os festejos da cidade que começou a surgir a idéia de relacionar os maracatus com os arranha-céus dominantes e que é esta imagem que em l973 resultou nos primeiros versos do Maracatu Atômico.

jorge mautner

informativo 11ª edição

E como já estamos chegando perto do carnaval, encerro tocando entre outras a marchinha de Lamartine Babo "Hino do carnaval brasileiro" e que também tem a ver com toda a idéia e substância da minha obra literária e musical seguindo a profecia do maior poeta dos USA Walt Withman que depois de exaltar os USA e sua democracia diz: "No entanto, o vértice da suprema Humanidade será o Brasil!"


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS

aTIVIDADES

Sábado

09 de nov. Teatro 1 do sesc as 21h

dj mam

Do batuque dos terreiros aos ritmos das pistas com um som bastante dançante, esse será o show que DJ MAM fará em Porto Velho durante o Festcineamazonia. Nascida na Penha, a música de MAM cresceu no Méier (para onde sua família se mudou quando ele tinha 7 anos) e fez escala na Região dos Lagos, Estados Unidos e Barra da Tijuca, antes de chegar à Zona Sul carioca - onde o DJ se estabeleceu com projetos como o Brazilian Lounge (com Rodrigo Sha e David Villefort) e a festa "Estudando o som" (com Marcelo Yuka). No bairro da Zona Norte, ele se aproximou do carnaval de rua e aprendeu a tocar tamborim. Mais tarde, passou a andar de skate e acompanhar o irmão surfista nas idas à praia - novas turmas, novas referências musicais. Como pano de fundo de sua infância e adolescência, a TV, "ligada 24 horas", também entrou na sua formação. MAM mergulhou na tradição da música brasileira, que passou a ser o mote de sua banda Brazilian Lounge. Trabalhou em remixes com artistas como Rita Ribeiro e Alceu Valença.Com Daniel Gonzaga, releu "O que é o que é?", de seu pai, Gonzaguinha - a gravação cita ainda o baião do avô Luiz Gonzaga. No repertório do show em Porto Velho, MAM irá tocar ´Poção do amor`` e também um remix de vários sucessos brasileiro, que vão dos tambores do candomblé aos do samba.

cinema e e samba homenageia «noel ROSA» O filme conta a história de Noel Rosa, um homem que mudou a história da música popular brasileira, o filme Noel- Poeta da Vila será exibido na Taba do Cacique em Porto Velho.

informativo 11ª edição

O FILME:

Noel Poeta da Vila

É um filme Brasileiro de 2006, um drama biográfico dirigido por Ricardo Van Steen.

O filme conta a historia de Noel Rosa, um homem que mudou a história da música popular brasileira,Aos 17 anos Noel Rosa é um jovem engraçado, que possui um defeito no queixo, estuda medicina e toca numa banda regional. Gosta da companhia de operários, negros favelados e prostitutas, com quem rapidamente faz amizade. Até que um dia conhece Ismael Silva, compositor que o desafia a compôr um samba. Noel usa uma paródia ao hino nacional para compôr Com que roupa?, que faz grande sucesso nas rádios de todo Brasil. A partir daí, Noel se dedica de vez ao mundo do samba, tornando-se um dos mais populares compositores brasileiros.


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS

aTIVIDADES

CINEMA NOS BAIRROS:

DIA 6 DE NOV. quarta-feira

DIA 7 DE NOV. quinta-feira Público respeitável ou respeitável público. Não importa a ordem dos fatores, o que importa é que no dia 07 de novembro - quinta-feira- no campo 1º de maio, espaço Arraial Flor de Cactus, Bairro Caladinho o circo e o cinema mais uma vez irão se encontrar no Festcineamazônia. Será às 19:00 horas. Na sequência o grupo de teatro Mapi de Porto Velho Rondônia apresenta o espetáculo «Dindo e Tonton dois palhaços fujões».

informativo 11ª edição

Levar cinema a bairros afastados do centro da cidade é uma das formas de democratizar o acesso a produções audiovisuais. Essa é uma das premissas do Festcineamazônia. Nesta edição a programação será no dia 06 de novembro - quarta-Feira- em frente a Igreja Nossa Senhora de Guadalupe, rua Andre, no Bairro Aponiã- as 19:00 horas.

CINEMA no ciRco:


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS

convidado

Um ator clássico. Se é possível resumir de forma simples essa seria a melhor definição de Antonio Abujamra. Pés solidamente fincados no teatro e no cinema, comanda atualmente o programa Provocações, da TV Cultura, que vai ao ar desde 6 de agosto de 2000. Abujamra é do tipo de artista de humor ácido, mas de profunda inteligência. E com uma voz peculiar, grave, com entonação profunda. É essa voz que o público do Festcineamazônia 2013 ouvirá na abertura de cada noite do festival. A cada ano um nome diferente faz a locução do vídeo institucional do Festcineamazônia. Nomes como o de Antonio Grassi, Zezé Motta e Paulo Betti já emprestaram suas vozes à abertura do festival. “Acaba sempre sendo uma pequena atração a mais para o festival. De certa forma é como se esses profissionais, artistas respeitáveis e respeitados, dessem ainda mais respaldo ao Festcineamazônia”,

Diversidade religiosa é um dos sinais de amadurecimento de uma sociedade democrática. A cada edição o Festicineamazônia abre espaço para religiões de matriz africana, com o Cinema no Terreiro. Este ano a programação contará com o filme 'Pastinha, Uma Vida Pela Capoeira', documentário dirigido por Toninho Muricy, do Rio de Janeiro. O filme conta a história do lendário Mestre Pastinha, poeta e guardião da Capoeira Angola. Foi filmado no Rio de Janeiro, Salvador e Nova Iorque. Tem a participação dos Mestres Pastinha, João Grande, João Pequeno, Curió, Gildo Alfinete, Neco Pelourinho, Ângelo Decâneo, e

informativo 11ª edição

ainda de Jorge Amado, Carybé, Pierre Verger, Ildásio Tavares, Reynivaldo Brito, Muniz Sodré, e da viúva de Mestre Pastinha, D. Romélia. Rodado em 16mm e Hi-8mm, o vídeo representa uma rara oportunidade de se conhecer os fundamentos da Capoeira Angola e a vida de seu maior mestre. A exibição será no dia 08 de novembro, na Associação Espiritualista Ilê Axé Xire Oya, localizada na Avenida Amazonas, 9119 Bairro Socialista (final da avenida). Horário: 20H30.

CINEMA no teRReiRo:


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS

aTIVIDADES

DIA 7 DE NOV. quinta-feira

CINEMA e samba:

Tivesse nascido nos Estados Unidos, por exemplo, Noel Rosa certamente seria um ícone do blues. A alma romântica atormentada e o corpo vergastado pela

tuberculose, matando-o antes que chegasse às primeiras três décadas de vida, seria um manancial perfeito para os mais dolorosos blues negros. Mas do lado de cá do Equador, Noel Rosa cantou as próprias dores em sambas eternos. Em pouco tempo de vida – e de carreira, se assim se pode dizer- Noel revolucionou a então nascente música popular brasileira. É um pouco dessa história que o filme 'Noel, o poeta da vila' conta. O filme será exibido no dia 07 de novembro (quinta-Feira), na Taba do Cacique, em parceria com o Grêmio Recreativo Escola de Samba Asfaltão, dentro do projeto Cinema e Samba, às 20:30 horas. Logo após a apresentação do filme a festa fica por conta do grupo Só Bambas, O grupo irá tocar diversas obras de Noel Rosa com um repertorio musical com a essência do samba de raiz.

DIA 8 DE NOV. sexta-feira informativo 11ª edição


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

debate

é de poesia que o mundo precisa DIA 08 SEXTA-FEIRA AS 08:00 TEATRO BANZEIROS

informativo 11ª edição

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS

debate

O Festcineamazonia un

Festcineamazônia - 11 um filme de amor à na anos, tureza.

iu imagens e palavras

em uma grande aventu

ra. Mas antes de tudo

, o sonho.

Sonhamos no circo, no terreiro, na roda de samba, nos bairros. Sonhamos nas comunidades nos meandros dos rios, nas longas estradas poeirentas, nas escolas, nos palcos, na música. Voamos num limite improvável para tocarmos o inacessível chão. a câmera, trazer junto sude paixão. de a eç qu es se r e morrer aberto. Não O convite está , para saber que valeu delira a. nd Ai . os am nh os uma sonh o que não so o vai ver ão. suas ideias, seus Só não fazemos h que o mund

informativo 11ª edição

? e m l i f m u r e z a f s o m a v o ã t n e e

e porque onia exist

amaz

O Festcine

sível c saber ra vamos r brotar do impos o fl

te, e ago com a gen

ou

você sonh


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

informativo 11ª edição

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

informativo 11ª edição

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS

PrOGrAMAÇÃO programação Geral 2sábado DE NOV

DAS 8H 00 ÀS 12H

oficina reciclagem

DAS 14H 00 ÀS 18H

oficina reciclagem

3domingo DE NOV

DAS 8H 00 ÀS 12H

oficina reciclagem

DAS 14H 00 ÀS 18H

oficina reciclagem

4segunda-feira DE NOV

DAS 8H 00 ÀS 12H

oficina reciclagem

DAS 14H 00 ÀS 18H

oficina reciclagem

5terça-feira DE NOV

DAS 20H 00 ÀS 23H

oficina reciclagem

DAS 20H 00 ÀS 23H

lançamento e abertura oficial do festcineamazonia filme convidado show musical simone guimarães

6quarta-feira DE NOV

DAS 8H 00 ÀS 12H

a escola vai ao cinema

DAS 14H 00 ÀS 18H

a escola vai ao cinema

DAS DAS 20H 20H 00 00 ÀS ÀS 23H 23H

cinema no baiRRo

DAS DAS 20H 20H 00 00 ÀS ÀS 23H 23H

cinema no ciRco

OFICINA FRUTOS MOSTRA COMPETITIVA FILME CONVIDADO

7quinta-feira DE NOV

DAS 8H 00 ÀS 12H

a escola vai ao cinema

DAS 14H 00 ÀS 18H

a escola vai ao cinema OFICINA FRUTOS

cinema e samba

MOSTRA COMPETITIVA FILME CONVIDADO

8sexta-feira DE NOV

DAS 8H 00 ÀS 12H

MESA REDONDA: É DE POESIA QUE O MUNDO PRECISA

DAS 14H 00 ÀS 18H

ENCONTRO REALIZADORES

DAS 20H 20H 00 00 ÀS ÀS 23H 23H DAS

cinema no teRReiRo

OFICINA FRUTOS MOSTRA COMPETITIVA FILME CONVIDADO

9sÁBADO DE NOV

encerramento

DAS DAS 20H 20H 00 00 ÀS ÀS 23H 23H

premiação dos vencedores troféu mapinguari

as atividades Mostra Competitiva

Abertura

A Escola Vai ao Cinema

Filmes Convidados

Mesa Redonda: É DE POESIA QUE O MUNDO PRECISA

SHOW MUSICAL SIMONE GUIMARÃES: Teatro Banzeiros

premiação + encerramento do Festival + SHOWS MUSICAIS: JORGE MAUTNER E DJ MAN - Teatro 1 do SESC Esplanada.

CINEMA NO CIRCO – Campo 1º de Maio no Espaço do Arraial Flor de Cacto, bairro Caladinho.

CINEMA NO TERREIRO – Terreiro de Candomblé Associação Espiritualista Ilê Axé Xire Oya - HORÁRIO: 20H30 Avenida Amazonas, 9119 Bairro Socialista (final da avenida).

CINEMA NO BAIRRO – Bairro Aponiã - Rua Andreia 5692, junto a Igreja Nossa Senhora de Guadalupe.

informativo 11ª edição

homenagem christiane torloni

CINEMA E SAMBA – Avenida Pinheiro Machado - Taba do Cacique, Olaria

show musical jorge mautner dj mam


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

MOSTRA COMPETITIVA

6QUARTA-FEIRA DE NOV

DAS 14H 00 ÀS 17H30

VT INSTITUCIONAL FESTCINEAMAZONIA

filme convidado DIREÇÃO: MARCELO MARÃO Animação/Rj

CABELOs DE OURO

DAS 20H 00 ÀS 22H30

6QUaRTA-FEIRA DE NOV

VT INSTITUCIONAL FESTCINEAMAZONIA

O MAPINGUARI DE MARÃO

filme convidado DIREÇÃO: MARCELO MARÃO Animação/Rj

ENGOLE OU COSPERVILHA

ITALO ROCHA E MARCELO ZUZA ANIMAÇÃO - 05min./Ac

O MAPINGUARI DE MARÃO

MARÃO, DAVID MUSSEL, PEDRO EBOLI, FERNANDA VALVERDE, JONAS BRANDÃO, GIULIANA DANZA, GABRIEL BITAR E ZÉ ALEXANDRE ANIMAÇÃO - 8min./RJ

lembRanças de mauRa

homem planta

ETANOL

FAROESTE – UM AUTÊNTICO WESTERN A DAMA DO ESTÁCIO

BRUNA LESSA

PEDRO SEVERIEN E WILLIAM PAIVA FICÇÃO - 21min./pe

LUIS NASCIMENTO

DOCUMENTÁRIO - 10min./RJ

10 ESLEY RODRIGUES

ANIMAçÃO - 19min./go

12 EDUARDO ADES

FICÇÃO - 22min./RJ

12

filme convidado

DIREÇÃO: ANDRÉ D'ELIA DOCUMENTÁRIO/sp

informativo 11ª edição

ESPELHO

FICÇÃO - 16min./sp

BELO MONTE, ANÚNCIO DE UMA GUERRA

EFEITO CASIMIRO

ESSE CORAÇÃO QUE ME RESTA

ACHAJJA TROCAM- SE BOLINHOS POR HISTóRIAS DE VIDA

16

JULIANA MILHEIRO FICÇÃO - 15min./Rj

14 CLARICE SALIBY

DOCUMENTÁRIO - 17min./RJ

MARCELLA JACQUES

FICCãO - 15min./mg

14 CARLOS ARCE

EXPERIMENTAL - 7min./bolívia

DENISE MARCHI FICÇãO - 15min./Rs

ENTREVISTAS


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

MOSTRA COMPETITIVA

7QUinTA-FEIRA DE NOV

DAS 14H 00 ÀS 17H30

VT INSTITUCIONAL FESTCINEAMAZONIA

filme convidado DIREÇÃO: MARCELO MARÃO animação/RJ

NUVENS DE VENENO

A ÚLTIMA REUNIÃO DANÇANTE

BORUM KRENAK

BETO NOVAIS

LISANDRO SANTOS

A ESPERA

ANIMAÇãO - 12min./RS

ADRIANA JACOBSEN

DOCUMENTÁRIO - 10min./es

10

HIGOR RODRIGUES

QUEBRA DE CONTRATO

DOCUMENTÁRIO - 20min./RS

LEONARDO DOMINGUES, SILVIO RIBEIRO, WILLIAM PAIVA

ANIMAÇãO - 6min./pe

claRissa Rebouças FICÇãO - 15min./ba

14 MUITO ALÉM DO PESO

CANCHA ANTIGAMENTE ERA MAIS MODERNO

PRETO OU BRANCO!

FICCãO - 07min./ce

filme convidado

informativo 11ª edição

O MAPINGUARI DE MARÃO

TARCISIO LARA PUIATI FICÇÃO - 11min./RJ

12

CODINOME BEIJA FLOR

DIREÇÃO: ESTELA RENNER DOCUMENTÁRIO/SP

filme convidado DIREÇÃO: MARCELO MARÃO animação/RJ

QUIMERA

DOCumentário - 23min./mt

SARA BENVENUTO

DESVELO

7QUinTA-FEIRA DE NOV

VT INSTITUCIONAL FESTCINEAMAZONIA

O MAPINGUARI DE MARÃO

BRANCOS ELEFANTES

EDUARDA FISSURA DO ÁTOMO

DAS 20H 00 ÀS 22H30

MARCO FERREIRA FICÇÃO - 14min./go

12 ALUCIANO MARIZ

DOCUMENTÁRIO - 18min./pb

ALISON ZAGO

FICCãO - 16min./sp

12 LINDEBERGUE VIEIRA FICÇÃO - 20min./Rj

12

ENTREVISTAS


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

MOSTRA COMPETITIVA

8sexTA-FEIRA DE NOV

DAS 14H 00 ÀS 17H30

VT INSTITUCIONAL FESTCINEAMAZONIA

ETA BICHO HOMEM SENTIMENTOS INTEGRADOS SUASSUNA, A PELEJA DO SONHO COM A INJUSTIÇA

UMA CARTA PARA HEITOR

VAQUEIROS ENCANTADOS HEREDITÁRIO

O BONECO DE NEVE

ANIMAÇãO - 1min./mg

MOZART ALBUQUERQUE

O HOMEM QUE MATOU DEUS

EXPERIMENTAL - 1min./pe

FILIPE GONTIJO. CO-DIREÇÃO: O SILVA

CINE CENTÍMETRO

DOCUMENTÁRIO - 8min./df

LIDIANA REIS

ACALANTO

FICção - 15min./go

MARCIA PARAISO E RALF TAMBKE DOCUMENTÁRIO - 25min./Rj

informativo 11ª edição

LA TRAVESSIA DE CHUMPI

O MAPINGUARI DE MARÃO

MARCOS MAGALHÃES ANIMAÇãO - 14min./RJ

NoÉ VITOUX FICÇÃO - 18min./BRASIL/ FRANÇA

DANNON LACERDA FICÇÃO - 15min./RJ

ARTURO SABOIA

FICção - 23min./MA

FERNANDO VALDIVIA GÓMEZ

DOCUMENTÁRIO - 17min./PERU

(LA JORNADA DE CHUMPI)

SÉRGIO LACERDA E JOHIL CARVALHO FICÇãO - 20min./df

PAULA LICE, RONEI JORGE E RODRIGO LUNA DOCUMENTÁRIO - 15min./ba

14

DIEGO MULLER FICÇãO - 13min./Rs

12

filme convidado

DIREÇÃO: LUIS CARLOS NASCIMENTO DOCUMENTÁRIO/RJ

filme convidado DIREÇÃO: MARCELO MARÃO animação/RJ

DOUTOR MEU FILHO É ANIMADOR

MARCELO BRANCO

14 JÉSSY

8sexTA-FEIRA DE NOV

VT INSTITUCIONAL FESTCINEAMAZONIA

O MAPINGUARI DE MARÃO

filme convidado DIREÇÃO: MARCELO MARÃO animação/RJ

DAS 20H 00 ÀS 22H30

CONVERSAS DO MUNDO

SOLITÁRIO NÃO QUER SOLIDÃO

CARLON HARDT E LUCAS FERNANDES ANIMAÇÃO - 15min./pR

ENTREVISTAS


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

filmes convidados Os filmes convidados para a 11ª edição do FestCineamazônia serão exibidos a partir de Terça-Feira dia 05. A mostra de Filmes convidados são produções cinematográficas de grande importância para o cinema nacional e mundial focados em temáticas ambientais e/ ou anuais do Festival.

MAPINGUARI A cada ano o Festcineamazônia abre espaço para animadores brasileiros projetarem suas criações, nesta 11 edição o filme de abertura é produzido pelo artista Marcelo Marão. O tema central traz o Mapinguari como personagem principal, considerando ser o prêmio máximo do festival. A animação será exibida todos os dias na abertura das atividades.

DAMOCRACY Outro filme convidado que abre o festival na noite de terça feira (05), é Damocracy, um filme que, pela primeira vez, relaciona dois grandes desastres humanitários e ambientais em andamento, perpetrados por governos de dois países: no Brasil, a hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, Pará, e na Turquia a hidrelétrica de Ilisu, no rio Tigre. Dirigido pelo premiado documentarista canadense Todd Southgate, narrado pela atriz Letícia Sabatella e produzido pela organização turca Doga Denergi, com apoio das ONGs International Rivers e Amazon Watch e do Movimento Xingu Vivo para Sempre, o filme traça paralelos sobre os impactos dos dois projetos nas populações locais e o meio ambiente, colocando em cheque o discurso que aponta a hidreletricidade como fonte de energia limpa.

informativo 11ª edição

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

filmes convidados NOEL ROSA O filme que conta a historia de Noel Rosa, também faz parte da programação, o filme conta a história de um homem que mudou a história da música popular brasileira, Aos 17 anos Noel Rosa é um jovem engraçado, que possui um defeito no queixo, estuda medicina e toca numa banda regional. Gosta da companhia de operários, negros favelados e prostitutas, com quem rapidamente faz amizade. Até que um dia conhece Ismael Silva, compositor que o desafia a compôr um samba. Noel usa uma paródia ao hino nacional para compôr Com que roupa?, que faz grande sucesso nas rádios de todo Brasil. A partir daí, Noel se dedica de vez ao mundo do samba, tornando-se um dos mais populares compositores brasileiros. No elenco,Rafael Raposo .... Noel Rosa, Camila Pintaga ,Lidiane Borges, Mario Broder, Carol Bezzera, Supla, Otto entre outros.

MUITO ALÉM DO PESO Outro documentário convidado é

Muito Além do Peso`` de Estela

Renner Maria Farinha Filmes O documentário foi lançado em novembro de 2012, em um contexto de amplo debate sobre a qualidade da alimentação das nossas crianças e os efeitos da comunicação mercadológica de alimentos dirigida a elas. O filme é fruto de uma longa trajetória da Maria Farinha e do Instituto Alana na sensibilização e mobilização da sociedade sobre os problemas decorrentes do consumismo na infância. O Documentário «Belo Monte, anúncio de uma guerra» direção André D'Elia é mais um convidado deste ano. O documentário com depoimentos e fatos reveladores sobre a maior e mais polêmica obra da atualidade no Brasil, que vem gerando diversas reações na sociedade nacional e internacional. Belo Monte, tem 120 horas filmadas ao longo de 3 expedições ao Xingu, contendo depoimentos e fatos reveladores sobre a obra. O trabalho sério e investigativo escutou os vários lados da questão e ficou claro: Belo Monte está sendo imposta pelo governo sem que haja diálogo com os índios e com o resto da sociedade. Mais do que um filme, este documentário é um ato político da sociedade, uma luta pelo acesso à informação e pelo direito de participar das decisões do país.

BELO MONTE informativo 11ª edição

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

filmes convidados CONVERSAS DO MUNDO A outra produção convidada Conversas do Mundo` documentário com direção de Luis Carlos Nascimento. O Filme coloca frente a frente homens ou mulheres que, nas mais diversas partes do mundo, e a partir de diferentes lugares de enunciação, partilham a luta pela dignidade humana e a reflexão sobre um outro mundo possível, necessário e urgente. Com as Conversas do Mundo pretende-se promover a valorização e a partilha da infinita diversidade do mundo. Esta Conversa do Mundo, entre Leonardo Boff e Boaventura de Sousa Santos decorreu a 9 de Outubro de 2012, em Araras, Rio de Janeiro (Brasil). PATINHAPastinha,uma vida pela capoeira `` conta a história do lendário Mestre Pastinha, Poeta e o Guardião da Capoeira Angola. Foi filmado no Rio de Janeiro, Salvador e Nova Yorque. Conta com a participação dos Mestres Pastinha, João Grande, João Pequeno, Curió, Gildo Alfinete, Neco Pelourinho, Ângelo Decâneo, e ainda de Jorge Amado, Carybé, Pierre Verger, Ildásio Tavares, Reynivaldo Brito, Muniz Sodré, e da viúva de Mestre Pastinha, D. Romélia. Rodado em 16mm e Hi-8mm, este vídeo representa uma rara oportunidade de se conhecer os fundamentos da Capoeira Angola e a vida de seu maior mestre, Pastinha! E é mais uma obra convidada.

FESTIVAL LATINO AMERICANO DE CINEMA AMBIENTAL

Realização

informativo 11ª edição

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS

festcineamazonia green e

association of environmental film festivals

Festcineamazônia passa a fazer parte da organização Green Film Network (GFN), a rede cinematográfica com os fes vais ambientais mais importantes do mundo. Ser o único fes val ambiental da Amazônia, com uma trajetória de amadurecimento e ter uma história recente posi va de integração cultural na América do Sul e outros países de língua portuguesa a par r da i nerância do fes val, deram ao Festcineamazônia a possibilidade de se tornar membro da organização Green Film Network (GFN), a rede cinematográfica com os fes vais ambientais mais importantes do mundo. “É mais um passo que o Festcineamazônia dá no sen do de que de agora em diante, está associado aos mais importantes fes vais do planeta, o que facilitará o intercâmbio cultural, troca de conteúdo e difusão da mensagem ambiental que sempre almejamos passar”, diz Jurandir Costa, um dos organizadores do Festcineamazônia. O GFN reúne alguns dos maiores fes vais de cinema que ocorrem anualmente em todo o mundo com foco em questões ambientais. O obje vo da rede é coordenar os fes vais associados, promover e distribuir filmes mundialmente, além de incen var inicia vas e projetos que possam ajudar pessoas refle r sobre o meio ambiente. “É um ponto de encontro, onde todos os fes vais associados podem trocar e compar lhar informações, as experiências cinematográficas e serviços de todo o

informativo 11ª edição

mundo”, esclarece Jurandir Costa. A intenção é criar uma rede internacional que promova uma cultura pró- meio ambiente através do cinema. A GFN dá os melhores filmes apresentados em cada um dos vários fes vais a oportunidade de ser escolhido pelos outros membros e circular entre diferentes fes vais e países garan ndo maior visibilidade. Fes vais do mundo inteiro fazem parte da Rede. Países como Portugal, Itália, México, índia, Rússia, Estados Unidos, Canadá, Coréia, Bélgica, Alemanha e Romênia, por exemplo, possuem fes vais de cinema ligados a questões ambientais e que fazem parte da GFN. Agora o Festcineamazonia também faz parte dessa rede.


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS

convidados

«silêncio total vem chegando o palhaço!»

ator luiz carlos vasconcelos como palhaço xuxu em 27 de Novembro/ Quarta-Feira

Vista Alegre 28 de Novembro/ Quinta-Feira

Extrema

Nova Califórnia informativo 11ª edição

29 de Novembro/ Sexta-Feira

Fortaleza do Abunã 26 de Novembro/ Terça-Feira


MINISTÉRIO DA CULTURA E BNDES APRESENTAM

FESTIVAL LATINO AMERICANO DE CINEMA AMBIENTAL

13 de Dezembro/ Sexta-Feira

Demarcação 14 de Dezembro/

calama Sábado de Dezembro/ nazaré 12Quinta-Feira São carlos

11 de Dezembro/ Quarta-Feira

porto velho Jaci-Paraná nova Mutum

22 de Novembro/ Sexta-Feira

23 de Novembro/ Sábado

11 a 14 de Dezembro

união bandeirantes 24 de Novembro/ Domingo

Abunã 25 de Novembro/ segunda-Feira

21 a 29 de novembro

Rio pardo 21 de Novembro/ Quinta-Feira

horário 7 da noite


poesia

cinema

Fotográfo: Hubert Hayaud

informativo 11ª edição


PORTO VELHO, 03 DE OUTUBRO DE 2013

vai e s , e levaa, se caai,i s , a e mimva, cinema, não vcai s , a Cineemga, se ne, se trinecma, não se c e brincaima, cin a, s e an cineemafina, s s o velho cinema segredo se diz, o sabio cinema secreto aprendiz, se vai não cai, se cai não vai, aí cinema-luz, esperança-cinema aí da, a r u t s i pura nmtrançada,, a r u t s i , m a dança e é pequena a ç n a r a at pe nç Luz e,eessperuz, trcaa, esperançvaê se vai cinem se ça ou luperan luz até, spe diz, assim e faz assim s a luz cai, c ema. se mas mesmo se nse a vida cai, cinema. ão cai, mesmoinse não vai, também cinema. luz. a. a. se o mundo vai, cinemre se a esperança vai, cinem e semp . aqui e agora. em todos os lugares

(José Luis Peixoto, especialmente para o Festcineamazônia)

FESTIVAL LATINO AMERICANO DE CINEMA AMBIENTAL

PROGRAMAÇÃO

ENTREVISTAS


Membro da

Apresentação Apoio Cultural

e

Realização não jogue esse folheto em vias públicas. pReseRve o meio ambiente.


Informativo Festcineamazônia - 11ª edição (2013)